Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

Rê Bordosa estará no longa

ANGELI VIRA MASSINHA LONGA JÁ EM PRODUÇÃO MISTURA VIDA DO CARTUNISTA COM A DE SEUS PERSONAGENS PÁG. 25

PUBLICIDADE

BRASÍLIA Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Edição nº 368, ano 2 MÍN: 17° MÁX: 32°

www.readmetro.com | leitor.bsb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobsb

ESFORÇO DE CIVILIDADE Tótens com saquinhos para recolher cocô de cachorro se popularizam PÁG. 06

Petrobras diz que Libra não fará preço da gasolina subir Dinheiro em caixa. A presidente da empresa, Graça Foster, afirmou ontem que os R$ 6 bilhões que a companhia deve pagar como parte do bônus pela obtenção dos direitos de exploração da maior reserva do pré-sal não serão obtidos às custas de aumento nas bombas PÁG. 08

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

A economista Maria do Socorro pega um saquinho na 405 Norte para o passeio com o poodle Duck | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Bispo da casa de R$ 100 milhões é punido pelo papa

Fla atropela o Fogão e se classifica com Grêmio e Atlético-PR

Francisco determinou que FranzPeter Tebartz-van Elst deixe a diocese de Limburgo, na Alemanha, por tempo indeterminado PÁG. 10

Adversário do Flamengo sai hoje e gaúchos e paranaenses se enfrentam nas semiinais da Copa do Brasil. São Paulo vence na Sul-Americana PÁGS. 28 E 29

Tem uma microempresa? Faça um grande negócio: procure o Sebrae.


|02|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

1

STF restringe regras só à Raposa Serra do Sol

FOCO

Índios. Ministros derrubam sete recursos. Decisão obriga o governo a criar modelo para demarcações de terras indígenas O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu ontem que as regras adotadas na demarcação da reserva Raposa Serra do Sol, em Rondônia, não deverão ser seguidas para as outras demarcações de terras indígenas. Por maioria, os ministros derrubaram os sete embargos de declaração apresentados por Ministério Público, governo de Roraima e comunidades indígenas, que apontavam contradições na sentença. A decisão obriga o governo a fixar regras específicas em futuras demarcações. Atualmente, a Funai (Fundação Nacional do Índio) analisa questões caso a caso. A AGU (Advocacia Geral da União) e o Ministério da Justiça estudam usar a partir de agora o modelo da reserva Raposa Serra do Sol. O governo é contrário à PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 215, em tramitação na Câmara, que transfere a atribuição de demarcar terras indígenas para o Congresso. Entenda o caso Em março de 2009, junto com a posse exclusiva aos índios e retirada de produtores de arroz da área de-

‘Não é mole’

“Eu, presidenta da República, sou uma pessoa que tenho todos os dias que estudar. Não pensa que é mole, não. Todos os dias eu sou obrigada a aprender, todos os dias eu tenho que estar aberta para aprender. Isso tem de acontecer com vocês. Não deixem e nunca permitem que vocês acreditem que não há o que aprender na profissão de vocês.” PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF, EM CERIMÔNIA A ALUNOS DO PRONATEC EM BELO HORIZONTE (MG)

“Foi uma decisão atípica e ousada. Até nem acho que esse deva ser o padrão, mas se o tribunal não tivesse feito como fez, a decisão não seria cumprida.” ROBERTO BARROSO, RELATOR DOS RECURSOS

marcada, o STF fixou 19 obrigações que tratavam, por exemplo, da exploração dos recursos naturais, da presença das forças de segurança na área e da implantação de serviços públicos. “O tribunal atuou como legislador”, criticou o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, favorável ao argumento apresentado pelo Ministério Público, que acusou a Corte de extrapolar a competência ao definir as diretrizes. O ministro relator, Roberto Barroso, avaliou que as sugestões foram fundamentais para o cumprimento da decisão. “Não seria possível por fim aos conflitos sociais e fundiários sem anunciar aspectos básicos”, declarou. METRO BRASÍLIA

Índios têm a posse da terra desde 2009, mas precisam seguir as regras | WILSON DIAS/ABR

Regras Acompanhe algumas das 19 condicionantes da decisão Pe a ê cia Todos os não índios devem sair da área, à exceção dos casados com indígenas. E açã de ec Garimpo ou exploração de recursos naturais com finalidade de obter lucro

dependem de autorização do governo. Re igiã Templos e igrejas podem ser mantidos desde que não interfiram na crença dos indígenas. Ace As visitas à reserva são permitidas, bem como o

acesso à rodovia federal que corta a área, sem a cobrança de qualquer taxa. Ed caçã As escolas públicas podem permanecer nas áreas indígenas, mas o Ministério da Educação poderá determinar a adoção de um currículo específico para os índios.

Sem pensão, família de Amarildo quer prisão de secretário do Estado

Eleições. Senado derruba redivisão de bancadas

Mais de três meses depois do desaparecimento de Amarildo de Souza, na Rocinha, a família do ajudante de pedreiro continua sem auxílio do governo. Representantes dos parentes pediram à Justiça a prisão do secretário de Planejamento do Rio, Sérgio Ruy Barbosa Martins, por desobediência de ordem judicial. Na ação, protocolada ontem pelo advogado da família, João Tancredo, também

O Senado suspendeu ontem a redivisão das bancadas no Congresso determinada em abril pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e que entraria em vigor nas eleições do ano que vem. A resolução retira vagas de oito Estados na Câmara: uma em Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul; e duas na Paraíba e no Piauí. Outras cinco bancadas

15 PMs foram afastados ontem de suas funções pela corporação, acusados de participação na tortura contra Amarildo. foi solicitado o bloqueio do dinheiro nas contas do Estado. A Justiça determinou que o governo estadual pague pensão de um salário míFALE COM A REDAÇÃO leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4610 COMERCIAL: 061/3966-4615

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

nimo por mês e também exigiu tratamento psicológico para toda a família. “O primeiro pagamento deveria ter sido feito em 18 de setembro. Depois pediram a conta de um familiar e, mesmo assim, não cumpriram o acordo”, disse o advogado. Em nota, a secretaria de Planejamento informou que o dinheiro estará disponível hoje na conta corrente da família. METRO RIO E BAND

ganhariam mais deputados: Amazonas e Santa Catarina teriam mais uma cadeira; Ceará e Minas Gerais, duas; e Pará, quatro. A redistribuição considerou o tamanho das bancadas medido pelo censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010. Para suspender a resolução definitivamente, a proposta precisará ser aprovada pela Câmara. METRO BRASÍLIA

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Brasília. Diretor-editor: Cláudio Humberto. Editor-Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075). Diagramação: Natalia Xavier. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar. Brasília-DF - Cep: 70070-120. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura.

Filiado ao


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

|03|◊◊

{BRASIL}

Fim do voto secreto depende do Senado

REPRODUÇÃO

Voz das ruas. Resta só aprovação em dois turnos no plenário para projeto virar lei. Senadores, porém, resistem e podem aprovar emenda para restringir o sigilo à cassação de mandatos Na pauta das manifestações populares de junho, o fim do sigilo nas votações no Congresso aguarda somente a aprovação em dois turnos no Senado para, enfim, se tornar lei. A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Casa aprovou ontem a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do voto aberto em sessões de cassação de mandato, indicação de autoridades e vetos nas câmara municipais, assembleias legislativas, Câmara e Senado. O projeto, que tramita há 12 anos, foi desengavetado e aprovado na Câmara no mês passado após o constrangimento provocado pelos deputados que mantiveram o mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO), mesmo com ele preso na Penitenciária da Papuda. “Há uma divergência de opiniões, mas, se não aproveitarmos esta oportunidade, quando a sociedade está vigilante, isso não será mudado”, afirmou o senador Sérgio Souza (PMDB-RR), relator da PEC 43. Divergências A transparência plena do voto, porém, ainda encontra resistências. O líder do PSDB

Sucesso nos anos 1980, cigarros de chocolate já são proibidos

Antitabagismo. Venda de produtos em formato de cigarros será proibida

Fim do voto secreto foi uma bandeira dos protestos | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

“A sociedade brasileira vive um estágio da democracia que não admite mais o voto mascarado, secreto. Aquele que tem medo de votar abertamente, então que não seja parlamentar.” SENADOR SÉRGIO SOUZA (PMDB-PR), RELATOR DA PEC 43

no Senado, senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), apresentou uma emenda sugerindo uma modificação no texto para preservar a independência do Congresso na indicação de autoridades e dos vetos presi-

denciais. Segundo o tucano, o texto coloca o parlamentar passível a pressões do governo. “Existe o risco de perseguição”, sustentou. A tese é sustentada também na base governista. “Nos

temas legislativos, tudo bem, mas em alguns casos acho importante, para o regime de peso e contrapeso, o voto secreto”, disse o líder do governo, senador Eduardo Braga (PMDB-AM). A emenda foi rejeitada, mas poderá ser apresentada na votação do plenário. “O parlamentar que não resistir à pressão tem que ir para casa, não tem legitimidade para estar aqui”, rebateu o senador Pedro Taques (PDT-MT). METRO BRASÍLIA

Ministro critica invasão a instituto e defende pesquisas com animais O ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antonio Raupp, defendeu ontem o uso de animais em testes científicos e disse que os ativistas que retiraram 178 cães da raça beagle do Instituto Royal, em São Roque, no interior de São Paulo, agiram fora da lei. Após participar de uma audiência pública na Câmara, Raupp afirmou que não há indícios de irregularidades cometidas pelo instituto e que não vê necessidade de reavaliar a atual legislação sobre o uso de animais em experimentos científicos. “Do ponto de vista da ciência, não há evidencia nenhuma de que seja supérflua a utilização de animais”, disse. O ministro

Ativistas realizam protesto em frente ao Congresso | JOEL RODRIGUES/FRAME/FOLHAPRESS

ressaltou, no entanto, que está aberto ao diálogo caso o Congresso decida retomar o assunto. Ele também afirmou que é favorável a testes em ani-

mais “enquanto forem necessários” e lembrou que a utilização de cobaias é permitida pela Lei Arouca. Para Raupp, houve precipitação no resgate. “Deve se respei-

tar a lei em primeiro lugar”. Segundo o ministro, o Concea (Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal) já havia vistoriado o Instituto Royal, sem constatar problemas. A Anvisa decidiu analisar a legislação atual que trata do uso de cobaias. Em vídeo divulgado ontem, a gerente geral do Instituto Royal, Sílvia Ortiz, pediu apoio à sociedade para retomar as atividades. Ela diz que a ação dos manifestantes coloca em risco o desenvolvimento na área de saúde no país. Ativistas de direitos dos animais fizeram ontem a tarde um protesto contra pesquisas e maus tratos com animais em frente ao Congresso. METRO

Produtos destinado a criaças e adolescentes que fazem a imitação de cigarros terão a comercialização proibida no país. A CDH (Comissão de Direitos Humanos) do Senado aprovou ontem o PLC (Projeto de Lei Complementar) 17 de 2010, de autoria do deputado falecido Clodovil Hernandes, que visa desestimular o tabagismo entre menores. No voto, a relatora da proposta, senadora Ana Rita (PT-ES), afirmou que o público infantil é mais suscetível às propagandas de produtos. “Muitos dos hábitos da vida adulta são formados ou adquiridos ao longo da adolescência”, avaliou. O projeto já foi aprovado

Mais Médicos. Veto quebra acordo com a categoria A lei do Mais Médicos, publicada ontem no Diário Oficial da União, trouxe um veto ao artigo que previa a obrigatoriedade de carreira específica aos médicos estrangeiros que renovarem o prazo de permanência no programa após três anos. O tópico foi incluído depois um acordo feito pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) com o relator na Câmara, deputado Rogério Carvalho (PT-SE). Sem a emenda, a renovação do período de formação deverá ser automática, sem a necessidade de validação do diploma. A justificativa para o veto é que o dispositivo pode levar à interpretação de acesso automático a cargo ou emprego público. METRO BRASÍLIA

R$ 10 por embalagem é a multa fixada para o descumprimento da lei. Em caso de reincidência, o valor dobra. pela Câmara. Se não houver nenhum recurso para levá-la ao plenário, a proposta segue direto para a sanção presidencial. Os estabelecimentos que desrespeitarem a lei terão os produtos apreendidos e receberão multas. Hoje, uma portaria da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proíbe o comércio apenas de alimentos semelhantes aos cigarros. METRO BRASÍLIA Benefício

Idosos devem ser atendidos em casa O Senado aprovou ontem um projeto que concede atendimento domiciliar público para idosos doentes. A lei atual prevê o benefício apenas se comprovado por meio de perícia do INSS. A matéria segue para sanção presidencial. METRO BRASÍLIA Lei da Anistia

Governo não vai ‘interditar’ debate A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, afirmou que a revisão da Lei de Anistia não será liderada pelo governo, mas a discussão no STF (Supremo Tribunal Federal) não será ‘interditada’. METRO BRASÍLIA


|04|

Política

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

BOLSA-FAMÍLIA É ‘DINHEIRO NA VEIA’ DOS ELEITORES Chamado pelo senador independente Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) de “o maior programa de compra de votos de todos os tempos”, o Bolsa Família já distribuiu só no governo Dilma, em 2 anos e 10 meses, R$ 53,9 bilhões aos beneficiados. São transferidos R$ 1,5 bilhão por mês, em média, a eleitores pobres no país, sendo a metade do total no Nordeste, onde Dilma registra elevados índices de intenção de voto.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

CONTANDO TROCADOS Com a grana curta, a Advocacia-Geral da União cortou aluguel de carros. Advogados dizem usar o próprio carro para ir às audiências.

SÚPLICA TARDIA

“Quem nega a política, nega a democracia.” EX-PRESIDENTE LULA, QUE ANTES SATANIZAVA A POLÍTICA E HOJE É UM DOS SEUS BALUARTES

CRITÉRIO POLÍTICO? A Bahia não é o Estado mais populoso, mas tem 10,1 milhões de eleitores e é governado pelo PT. Recebeu a maior fatia: R$ 6,9 bilhões.

OS NÃO BAIANOS Estados com população bem maior, como São Paulo, Minas, Pará, Pernambuco e Ceará recebem metade da bolada destinada à Bahia.

PERDEU, CHALITA PMDB deve antecipar a mudança do seu comando em São Paulo. O deputado Gabriel Chalita nem sequer aparece nas reuniões do partido.

CARGOS, CARGOS O presidente do Pros, Eurípedes Jr, sentou praça em Brasília, esta semana, barganhando cargos no governo e na Câmara dos Deputados.

MINISTRO QUER IMPORTAR PELE SINTÉTICA PARA TESTES

Pedro Simon (PMDB-RS) | JOSÉ CRUZ/ABR

Terça-feira, no Senado, Aécio Neves (PSDB-MG) abraçou Pedro Simon (PMDB-RS) e disse, em tom de súplica: “Não me abandone!” Referia-se aos arreganhos de Simon em direção a Eduardo Campos e Marina Silva, do PSB. Pelo sorriso maroto do gaúcho, o mineiro chegou tarde. 

BOI DORMINDO Termina no dia 1º o prazo (já estendido) da comissão de sindicância do Itamaraty que investiga abuso moral e sexual contra o ex-cônsul-geral em Sidney (Austrália), Américo Fontenelle, e o adjunto, Cesar Cidade.

SERIA BARBADA Presidente do Tribunal de Justiça capixaba, admirado pela coragem e honradez, desembargador Pedro Valls Feu Rosa tem sido pressionado a estrear na política disputando vaga no Senado pelo Espírito Santo.

MAIS IGUAL A blogueira cubana Yoani Sánchez não pediu, mas também gostaria do mesmo pedido de desculpas de Dilma ao médico cubano hostilizado no Brasil. Até de “rola bosta” Yoani foi chamada no Blog da Dilma.

RESTRIÇÕES A diretora de Políticas Públicas do Facebook, Katie Harbath, disse ao líder do PR, Anthony Garotinho (RJ), que teme que a aprovação do Marco Civil da Internet dificulte e até limite o poder das redes sociais.

PODER SEM PUDOR SABATINA INTERROMPIDA

MEXEU COM ELE Marco Antônio Raupp | WILSON DIAS/ABR

O ministro Marco Antônio Raupp (Ciência e Tecnologia) pediu apoio da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais para derrubar lei que proíbe a importação de produtos com origem humana, como a pele sintética, que poderia ser usada como método alternativo para teste de cosméticos. Segundo o presidente da frente, Ricardo Izar, em troca, o ministro baixaria portaria impedindo uso de animais nessas pesquisas.

PRIMEIRO PASSO O ministro Raupp disse aos deputados que é preciso adequar a lei para dar condições às empresas de fazer testes alternativos.

PAÍSES NÃO QUEREM De acordo com Ricardo Izar, apenas 5% das empresas cosméticas usam animais, o que dificulta às demais exportar seus produtos.

O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, tirou o telefone da mão da mulher, Rita, dias atrás, para dar um fora num deputado estadual que a convidou a ser candidata. Ele mesmo diz que não quer concorrer a nada. Então, tá.

TUDO EM FAMÍLIA Aécio Neves ganhou mais um cabo eleitoral de peso no DF: o ex-deputado Bispo Rodovalho (PP-DF). O filho dele, Samuel, está casado com a irmã de Letícia, mulher do presidenciável tucano.

OLIGARCA, NÃO Sindicalistas do PT não aceitam apoiar Armando Monteiro (PTB) para o governo de Pernambuco. Preferem candidatura própria a passar a vergonha de apoiar o representante das “oligarquias pernambucanas”.

PENSANDO BEM... ...deveria entrar para “O livro Não Autorizado da Jabuticaba Brasileira” a votação no Congresso sobre biografias não autorizadas.

O atual prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), filho prodígio do saudoso e espirituoso deputado Maurício Fruet, estava acompanhado do pai, na visita a uma escola, nos anos 1980, em campanha para vereador. Um aluno passou a interrogar Gustavo sobre

vultos da história (JK, Getúlio etc.). Até que 0 menino, perguntador imparável, deu xeque: - E Mem de Sá, o que ele fez pelo Brasil? Maurício encerrou a sabatina: - Ele fez o que pôde, meu filho. E foi embora.


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Decisões movimentam fila de cassações do Legislativo meio da tarde de ontem, Wasny anunciou que recorrerá ao STF para garantir a validade do dispositivo da lei orgânica que prevê o voto aberto . O segundo na fila para a perda de mandato é o deputado Benedito Domingos (PP). O distrital tem duas representações contra ele na Comissão de Ética da CLDF. A primeira, apresentada em 2011, foi ‘sobrestada’ -- deveria aguardar decisão judicial em 2ª instância. O pedido foi embasado na acusação de fraude em licitação enquanto Benedito era administrador de Taguatinga. A decisão veio no último dia 15, o que, teoricamente, permitiria que a Comissão de Ética retomasse os trâmites necessários para a cassação. O atual corregedor da Comissão

de Ética, deputado Patrício (PT), defende que o processo seja reiniciado. “Publicado o acórdão, o presidente da Casa pode reiniciar o processo”, afirma Patrício. Uma segunda representação contra Benedito, apresentada em julho de 2013 pelo Movimento Adote um Distrital, sobre crimes descobertos pela operação Caixa de Pandora, aguarda decisão judicial em 2ª instância para ser retomada. As representações contra os distritais Rôney Nemer (PMDB) e Aylton Gomes (PR) protocoladas pelo mesmo Adote um Distrital, também esperam decisões do TJDF para prosseguir. Os dois distritais já têm condenação em 1ª instância. METRO BRASÍLIA

Também cassáveis

Benedito Domingos tem duas representações contra ele protocoladas. Uma delas pode ser desengavetada ou reiniciada.

Quebra de decoro. Processo de perda de mandato de Raad Massouh voltará ao plenário assim que a CLDF for comunicada formalmente As recentes decisões judiciais obrigarão a fila de cassações da Câmara Legislativa do DF, que inclui quatro deputados, a andar. O primeiro a correr o risco de perder o mandato continua a ser o deputado Raad Massouh (PPL). O Legislativo espera apenas ser notificado sobre a decisão do TJDF que suspendeu a liminar que beneficiava Raad para retomar o processo de votação da perda de mandato do parlamentar. “O processo já tramitou pela Casa, agora a votação em plenário é imediata, basta recebermos a notificação formal”, afirma o presidente da CLDF, Wasny de Roure (PT). A votação, entretanto, deve ser secreta, como foi determinado pela decisão do TJDF. No

|05|◊◊

Representação contra Rôney Nemer aguarda decisão judicial em 2ª instância para tramitar

Raad é o 1º da fila, que tem outros 3 distritais | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Caso de Aylton Gomes também depende de decisão judicial de 2ª instância.


|06|

Greve. GDF e metroviários fecham acordo O GDF e o SindMetrô (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do DF) chegaram a um acordo ontem para que os funcionários retomem as atividades a partir das 5h30 de hoje. Os termos foram intermediados pela presidente do TRT da 10ª região (Tribunal Regional do Trabalho), desembargadora Elaine Vasconcelos. Pelo acordo, o GDF se compromete a realizar concurso público para o Metrô. A assinatura do contrato de prestação de serviço para a realização do certame deve ser realizada até 27 de novembro e a publicação do edital, até 13 de dezembro. Caso o prazo seja descumprido pelo GDF, a Justiça cobrará multa de R$ 1 milhão. Já os metroviários, se não garantirem o funcionamento normal dos trens a partir de hoje, pagarão multa diária de R$ 50 mil. Quanto aos dias paralisados, as partes concordaram que haverá a compensação de somente um dia. METRO BRASÍLIA

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Sem desculpas para não limpar a sujeira Cidadania. Para incentivar moradores a recolherem as fezes de seus animais de estimação, síndica instala sistema com sacolinhas plásticas em bloco da 405 Norte. Outra empresa oferece serviço semelhante há três anos O totem com sacolinhas plásticas na calçada do bloco G, na residencial da 405 Norte, chama a atenção dos curiosos. O adesivo na caixa explica a função dos descartáveis: trata-se do ACaCabou, um sistema que incentiva os moradores a recolherem as fezes de seus animais de estimação. Se o motivo para não pegar o cocô do cachorro é a falta de suporte, o totem resolve o problema ao oferecer as sacolas plásticas gratuitamente. A iniciativa partiu da síndica do condomínio, Inácia Ribeiro, 61. “Eu tenho cachorro e sempre vejo na televisão campanhas incentivando a recolher as fezes dos animais, mas às vezes a pessoa sai de casa e esquece de levar a sacola” , conta. Inácia copiou a ideia de outro condomínio e encomendou o totem, além de três lixeiras, há seis meses, em uma empresa especializada. O custo ficou em torno de R$ 200 e o pacote com cerca de 500 sacolas plásticas biodegradáveis custou R$ 95.

Meio ambiente

Voo menos poluente aterriza em Brasília Desembarcou ontem, no aeroporto JK, o primeiro voo comercial do país abastecido com bioquerosene, combustível à base de óleos vegetais e gordura animal que é a aposta do setor aéreo para reduzir a poluição causada pelos aviões. O voo (SP-BSB) será operado pela Gol, que promete 200 rotas com a nova tecnologia até a Copa do Mundo de 2014. METRO BRASÍLIA Oportunidade

Escola técnica oferece 120 vagas A Escola Técnica de Saúde de Brasília abriu inscrições para cursos técnicos na área de saúde. Serão oferecidas 120 vagas. O processo seletivo público será executado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). Outras informações: 3202.1609 METRO

Tatiane usa o totem quando leva Apolo para passear | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Facilidades Os moradores aderiram e

R$ 95 Custo de cada pacote com 500 sacolinhas plásticas para abastecer o totem instalado na 405 Norte. aprovaram a iniciativa. Todas as manhãs quando sai de casa para levar o cachorro da família, Duck, para passear, a economista Maria do Socorro Oliveira, 40, pega duas sacolas. “Eu costumava trazer de casa, mas aqui nunca falta, é maravilhoso”, comenta. Nem todo mundo, no entanto, se dá ao trabalho de limpar as fezes dos próprios animais. Agora, quando flagra alguém deixando um rastro de sujeira na grama, a comerciante Tatiane Lima, 34, não pensa duas vezes. “Sempre dou um toque, comento: ‘Olha, ali tem sacolinhas’”, diverte-se. Tatiane só lamenta a depredação: há quem arranque as sacolas para jogar fora ou levar para casa. Recolher as fezes dos animais não é apenas uma questão de educação. A Lei

Distrital 2.095, de 1998, institui que os proprietários dos animais têm a obrigação de recolher os dejetos deixados por eles em vias públicas. Em alguns outros lugares da cidade, a ideia já existe há algum tempo. Desde 2010, o projeto Cãoduta Legal instala postes com sacos de lixo em quadras residenciais. Já são 143 equipamentos espalhados por cerca de 30 quadras no DF, pelo custo mensal de R$ 140. A ideia foi tão bem-sucedida que o empresário fundador da empresa, João Ribeiro, montou uma filial em São Paulo. “Este serviço funciona muito bem, até mesmo porque as pessoas têm preocupação ambiental”, afirma. Na 108 Norte, as sacolas do Cãoduta são usadas todos os dias. A arquiteta Juliana Braga, 33, se mudou para lá há três meses e adorou a ideia. “Se a pessoa tiver consciência e esquecer o saquinho em casa, é bom usar.” FABIANE GUIMARÃES METRO BRASÍLIA

Lago. Óleo derramado será analisado pela UnB O óleo que manchou o Lago Paranoá pode ter relação com o recapeamento das pistas do Plano Piloto. Ontem, a Secretaria do Meio Ambiente entregou ao Departamento de Química da Universidade de Brasília amostras de piche para análise. A previsão é de que o resultado do laudo saia hoje. A primeira teoria sobre a origem da mancha no lago foi a possibilidade de um vazamento de vapor de água com restos de óleo da caldeira do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Caso essa hipótese se confirme, a Secretaria de Saúde do DF arcará com os custos de despoluição do lago, que podem chegar a R$ 2,5 milhões,

e ainda pagar uma multa. No caso do recapeamento das pistas, a probabilidade a ser analisada é que, com as chuvas e o novo asfalto ainda em processo de secagem, o piche tenha escorrido pela galeria de águas pluviais até o Lago. Por enquanto, segundo o secretário do Meio Ambiente, Eduardo Brandão, os resultados mostram que a responsabilidade é sim das caldeiras do Hran. O professor do Departamento de Química responsável pelo novo teste, Paulo Suarez, espera que o resultado esclareça as origens da mancha, mas acha improvável que o piche tenha alcançado o lago. METRO

Poda radical gera reclamações na Asa Norte Moradores da Asa Norte estão sendo surpreendidos por podas radicais em árvores que geram grandes sombras, como estas na 413 Norte. Só tem sobrado o tronco das plantas da espécie ficus benjamina. De acordo com a Novacap, a poda é necessária porque elas têm grande volume e caule mole, com risco de queda. A espécie, cujo plantio não é recomendado pelo órgão, se regenera. | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA


|08|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Tomate sobe Conta de Libra não Inflação. e volta a pesar no bolso terá impacto nas bombas, diz Petrobras Combustíveis. Graça Foster afirma que estatal tem caixa para bancar bônus de Libra sem ter que elevar preços. A presidente da empresa diz não haver data para o próximo aumento A Petrobras tem dinheiro em caixa para pagar R$ 6 bilhões à União sem depender de reajuste no preço dos combustíveis ou de ajuda do Tesouro Nacional, afirmou ontem a presidente da estatal, Graça Foster. A executiva participou de reunião do Conselho de Administração da Petrobras, que é presidido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. O valor corresponde à parte da empresa nos R$ 15 bilhões do bônus de assinatura previsto no leilão do Campo de Libra, realizado na última segunda-feira, no Rio. O leilão do pré-sal foi vencido por um consórcio liderado por Petrobras (10%, mais os 30% obrigatórios definidos em lei), Shell (20%), Total (20%) e as chinesas CNPC e CNOOC (10% cada). O último reajuste da gasolina ocorreu em janeiro deste ano. Com o preço dos combustíveis no mercado interno defasado em relação ao mercado, a capacidade da Petrobras realizar os investimentos necessários no campo de Libra vem sendo questionada por analistas.

“Não tem data para aumento de preço dos combustíveis.” GRAÇA FOSTER, PRESIDENTE DA PETROBRAS

Segundo Graça Foster, o encontro com Mantega teve como objetivo discutir o modelo de investimento para a extração do petróleo na camada pré-sal. “O reajuste dos combustíveis não foi tratado na reunião. Nem existe data para mudança de preços”, disse. A executiva também negou a necessidade de que o Tesouro Nacional precise injetar recursos na Petrobras. “A Petrobras tem caixa para pagar os R$ 6 bilhões sem reajuste (de combustíveis) e sem precisar do Tesouro”, afirmou. METRO

Tomate está entre os itens que mais subiram no mês| ANDRÉ PORTO/METRO

com avanço de 0,62% ante 0,58%, e por aluguel residencial (de 0,73% para 0,77%). Além dos alimentos, registraram acréscimos os grupos: educação, leitura e recreação (de 0,32% para 0,49%); habitação (de 0,54% para 0,57%) e despesas diversas (de 0,07% para 0,14%). Em sentido oposto, diminuiu a intensidade dos aumentos transportes (de 0,06% para 0,02%); saúde e cuidados pessoais (de 0,47% para 0,43%) e vestuário (de 0,91% para 0,75%). A previsão do economista é que a inflação medida pela FGV encerre o mês em 0,60%. Em setembro, o indicador subiu 0,30%. METRO

PRESSÃO INFLACIONÁRIA Variação ao mês até a data (em %)

Motoristas não devem sentir efeito ao abastecer, diz Petrobras | RENATO ARAÚJO/ABR

Críticas em relatório. FMI ataca política fiscal do governo brasileiro

Câmbio. Real teve a maior valorização frente ao dólar, diz Banco Central

O FMI (Fundo Monetário Internacional) criticou a política fiscal brasileira e disse que incertezas na política pesaram nos investimentos no país. Segundo relatório divulgado ontem pelo Fundo, o “excessivo microgerenciamento na política fiscal enfraqueceu a credibilidade do duradouro modelo fiscal do país”. O organismo demonstra ainda preocupação com a perda de competitividade, a baixa poupança, a inércia inflacionária e a relutância da equipe econômica em fazer reformas

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou ontem, em Cingapura, que o real teve a maior valorização em relação ao dólar entre 19 países desde que o BC começou a atuar no mercado de câmbio, com leilões da moeda norte-americana. Segundo o documento apresentado por Tombini, o real se valorizou 12% em relação ao dólar desde 22 de agosto, quando foi anunciado o programa de intervenções diárias no câmbio. Em seguida vêm os dólares neo-zelandês e australiano, que valorizaram, por sua vez,

estruturais. Para o FMI, esses pontos reduziram em 0,75 ponto percentual o crescimento potencial do Brasil (capacidade de crescer sem gerar inflação), para 3,5%. Sem mudanças, esse patamar sequer será alcançado: entre 2014 e 2018, a média de expansão projetada é de 3,4%. O relatório ficou pronto em julho, mas o governo brasileiro não permitiu sua divulgação até que ocorressem correções pedidas pelo Banco Central e pelo Ministério da Fazenda. METRO

O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal passou de uma alta de 0,45% para 0,49% entre a segunda e a terceira prévia de outubro. A aceleração da inflação medida pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) foi puxada, principalmente, pelos alimentos, com destaque para o tomate, que ficou 15,82% mais caro neste mês. A maior contribuição para a alta da inflação partiu do grupo alimentação, que passou de uma elevação de 0,63% para 0,79%. O coordenador do índice, Paulo Picchetti, destaca o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de -7,28% para -4,34%. “O grupo de hortaliças e legumes é muito volátil. Como não podem ser estocados, esses produtos são afetados por qualquer redução de oferta. É bem imprevisível”, diz o economista. Picchetti alerta, no entanto, que a alta de preços não está concentrada apenas nos alimentos. “O fenômeno da inflação não está concentrada em poucos itens. Não está fora de controle, mas serviços, tarifas, entre outros itens, também subiram”, afirma. Na última prévia, o IPC-S foi também pressionado, por exemplo, por refeições em bares e restaurantes,

8% e 7,2% no mesmo período. O presidente do Banco Central ressaltou ser bem sucedido o programa de leilões de swap cambial e de venda de dólares com compromisso de recompra. Para Tombini, as intervenções contribuíram para conferir previsibilidade na oferta de dólares aos agentes econômicos durante o período atual de transição na economia internacional. O presidente do BC apresentou um panorama sobre a economia brasileira e oportunidades de investimentos para mais de 70 investidores em Cingapura. METRO

1 5 /1 0

2 0 /1 0

Refeições em bares e restaurantes

0,58

0,62

Aluguel residencial

0,73

0,77

Tomate

7,91

15,82

Plano e seguro de saúde

0,67

0,67

Pão francês

2,22

2,55

EVOLUÇÃO DO IPC-S

0,30 30/9

0,38

0,45

0,45

7/10

15/10

22/10

FONTE: FGV

0,60

31/10* *PROJEÇÃO

Tecnologia. Imagem mostra Xbox nacional Uma imagem na página de homologação de produtos do site da Anatel indica que o Xbox One, da Microsoft, é produzido no Brasil. A imagem mostra o selo da Zo-

na Franca de Manaus e a frase “Fabricado no Brasil”. Isso pode justificar o preço de R$ 2,2 mil do aparelho, bem inferior ao do concorrente PlayStation 4. METRO


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{EMPREENDEDORISMO}

|09|◊◊

Para Bruno Yoshimura, do Kekanto, empreender é espremer leite de pedra | NILANI GOETTEMS/DIVULGAÇÃO

Como ganhar no competitivo mercado ‘.com’ Na rede. Apenas 18% dos empreendedores digitais no país declaram ter experiência anterior no mercado off-line Mais do que uma ideia na cabeça, o empreendedorismo digital exige um conhecimento apurado do mercado on-line para se chegar a reais oportunidades de negócios. Apesar de terem espaço para expansão no Brasil, os negócios digitais competem diretamente com grandes concorrentes globais. “O importante é criar negócios voltados ao que as pessoas realmente precisem, que resolvam o problema de alguém de forma inteligente”, analisa um dos fundadores da plataforma on-line Kekanto, Bruno Yoshimura. “O mercado digital é dominado por gigantes norte-americanas. É muito difícil querer competir com elas”, diz. Fundado em 2010 por três estudantes da USP (Uni-

“O mercado digital é dominado por gigantes norte-americanas. É muito difícil competir com elas.” BRUNO YOSHIMURA, UM DOS FUNDADORES DO KEKANTO

versidade de São Paulo), o Kekanto é um ‘boca a boca on-line’ em que pessoas compartilham opiniões sobre todos os tipos de lugares. Hoje conta com 960 mil cadastrados, gera 12 milhões de visualizações por mês e está presente em 15 países. “No primeiro ano, bancamos o projeto com o nosso tempo, trabalhando em média 12 horas por dia. Larguei tudo o que estava fazendo para alavancar o Kekanto. O meu maior medo na época era apostar tudo em uma coisa incerta”, relembra Yo-

shimura, citando a equipe de sócios, cada qual especializado em uma área, como um dos segredos do negócio. A pesquisa Empreendedorismo Digital do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) aponta que o empreendedor digital brasileiro é em sua maioria do sexo masculino (67%), com idade média de 26 anos, com instrução superior (50%) e renda média mensal de R$ 4,6 mil. Apenas 18% dos entrevistados declararam ter experiência anterior off-line. METRO

Startups de norte a sul do país As startups são embriões de negócios inovadores, que, apesar de condições de extrema incerteza, possuem chances reais de crescimento. Criada para fomentar o empreendedorismo digital, a Associação Brasileira de Startups estima que existam aproximadamente 10 mil iniciativas do gênero distribuídas pelo país. METRO

Regiões Das 2.390 startups cadastradas na base de dados da associação, somente 1.672 apontaram a sua região de atuação. Estas estão distribuídas da seguinte forma: N

e 39 startups.

Ce Oe e 158 startups. N de e 215 startups. S

295 startups.

S de e 965 startups.


|10| Imagens

REPRODUÇÃO/NCR

Papa afasta o 1 ‘bispo de luxo’

1. SUZANNE PLUNKETT/REUTERS 2 E 3. POOL/REUTERS 4. PAUL HACKETT/REUTERS 5. POOL/REUTERS

2

Alemanha. Francisco decide punir o religioso que gastou mais de R$ 100 milhões em uma reforma. Seu futuro ainda é incerto

4 3 5 1

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

Palácio de Saint James.

A rainha Elizabeth chega para a cerimônia. As imagens oficiais, registradas por um renomado fotógrafo de celebridades, só serão divulgadas hoje.

2Roupinha polêmica.

George usou a réplica de um traje de batismo criado para a família real em 1841. Nas redes sociais, muitos disseram não gostar da escolha, por parecer um “vestido”.

3Só para a família.

O príncipe Charles, avô do bebê real, foi acompanhado de sua mulher, Camilla. A cerimônia, celebrada pelo arcebispo de Cantebury, Justin Welby, foi fechada.

4Empolgação de fã.

Do lado de fora da capela, fãs da monarquia manifestavam sua felicidade com o evento. Cerca de 5 mil pessoas assinaram um cartão em homenagem a George.

5Boas-vindas.

William e Kate Middleton foram os anfitriões. O pequeno príncipe foi batizado com água do rio Jordão, a mesma onde Jesus teria recebido o sacramento. METRO

Em mais uma medida surpreendente para os padrões da Santa Sé, o papa Francisco decidiu afastar o bispo alemão Franz-Peter Tebartz-van Elst de suas funções, devido ao escândalo dos gastos na reforma da sede episcopal de Limburgo. Elst, que ficou conhecido como o “bispo de luxo”, usou 35 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões) para fazer mudanças no edifício. De acordo com um comunicado emitido pelo Vaticano, o religioso alemão “não podia mais exercer seu ministério episcopal”. No lugar dele, ficará o recém-nomeado vigário-geral da cidade, monsenhor Wolfgang Roesch. Elst não foi demitido, tampouco suspenso, e a decisão do papa o coloca em uma espécie de limbo. Observadores acreditam que, com isso, a Cúria tenta ganhar tempo para avaliar com calma a situação do bispo. O religioso viajou para Roma na semana passada, e aguardou por oito dias uma audiência com Francisco. Os dois conversaram na última segunda-feira, mas os detalhes não foram divulgados.

TOM REESE O reverendo Tom Reese chegou a ser demitido pelo papa emérito Bento 16 de seu cargo em uma revista jesuíta, por propor um diálogo mais aberto sobre a religião. Hoje, como analista da “National Catholic Reporter”, ele afirma que Francisco colocou “a reforma da Igreja de volta nos trilhos”.

Elst negou que tenha cometido irregularidades | KNA-BILD/VIA REUTERS

Mesmo que o papa decida afastá-lo definitivamente da diocese de Limburgo, ele não perderia o título de bispo. Dessa forma, a Santa Sé teria de encontrar um outro emprego para Elst. Em entrevista à imprensa alemã, o “bispo de luxo” pediu desculpas por quaisquer erros de julgamento, mas negou irregularidades na obra. CAROLINA VICENTIN METRO SÃO PAULO

Os ‘gastos extras’

R$ 44,4 mil Valor pago para a construção de uma banheira

R$ 74 mil

Custo da mesa de reuniões da casa episcopal

R$ 8,5 mi

Para uma capela particular

Nos últimos meses, vimos uma mudança radical no Vaticano. Como o senhor avalia esse momento? O papa Francisco está reorientando as prioridades da Igreja Católica. Ele começa falando sobre o amor e a misericórdia de Deus, ao invés de abordar regras, regulamentos e acusações. É possível que esse esforço seja sufocado? A reforma da Igreja sempre teve seus altos e baixos. No Concílio Vaticano 2º, estava em alta, mas, durante os pontificados de João Paulo 2º e Bento 16, foi deixada de lado, por causa do medo. Eu não acho que a reforma promovida por Francisco possa ser sufocada, mas ele precisa de tempo para efetuar as mudanças. METRO

Alemanha suspeita que celular de Merkel foi grampeado pelos EUA O governo alemão afirmou ter “indícios sólidos” de que os Estados Unidos interceptaram chamadas telefônicas da chanceler (primeira-ministra), Angela Merkel. O grampo teria ocorrido no celular da governante, que considerou o fato um “grave abuso de confiança”. Na tarde de ontem, Merkel ligou para o presidente Barack Obama para cobrar explicações. Segundo um porta-voz, a líder alemã “condenou categoricamente tais práticas, que considera inaceitáveis”. Usando palavras duras, Merkel pediu um “imediato esclarecimento” dos

“Entre amigos e parceiros próximos, como o são Alemanhã e EUA, tal monitoramento de um chefe de Estado não pode ocorrer.” NOTA OFICIAL DO GOVERNO ALEMÃO

EUA. O governo alemão não detalhou como obteve a informação do grampo. O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, negou que Washington vigie as comunicações de Merkel. Ele não negou, entretanto, que tal fato possa ter ocorrido no passado. METRO COM AGÊNCIAS

Merkel teria tido ligações grampeadas | YVES HERMAN/FILES/REUTERS


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

|11|◊◊

Criticada, ONU faz hoje 68 anos Busca da paz. Com 193 Estados-membros, a Organização das Nações Unidas ainda é a instituição mais capaz de resolver conflitos CASO DE ESTUDO DE UMA MISSÃO DE PAZ Vacina 58% das crianças de todo o mundo e salva 2,5 milhões de vidas por ano

Dá assistência Ajuda a manter a paz com a 34 milhões um efetivo de 120 mil de refugiados pacificadores, distribuídos em 16 operações

ORÇAMENTO DA ONU, EM MILHÕES DE DÓLARES

Mobiliza US$ 12,5 bilhões em ajuda humanitária quando há emergências

5416,43

5152,30

Acompanha as eleições em 50 países

EM QUE SÃO GASTOS?

Manter a organização não é barato

2134,07 19,39

44,52

65,73

168,96

1950

1960

1970

1946

2533,13

1339,15 1981

1991

2001

QUEM PAGA?

Outros membros FONTES: ONU, HERITAGE FOUNDATION, HAITI.NGOAIDMAP.ORG

2011

2013

22% 10,8% 7,1% 5,6% 5,2% 5,1% 4,5% 3% 3% 2,9% 2,4% 2,1% 2% 1,8% 1,7% 20,8%

Promove a saúde materna, salvando 30 milhões de mulheres por ano

Estados Unidos Japão Alemanha França Reino Unido China Itália Canadá Espanha Brasil Rússia Austrália Coreia do Sul México Holanda Outros membros

Enviou 69 pacificadores e observadores em missões ao redor do mundo

Ajuda a limpar regiões com minas terrestres em 30 países

Assuntos de política Direção política e coordenação Serviços de apoio Cooperação regional para o desenvolvimento Justiça internacional e leis Logística Cooperação internacional para o desenvolvimento Direitos humanos e assuntos humanitários Segurança Informação pública Administração conjunta Gastos capitais Vigilância internacional Montante destinado ao desenvolvimento

O ORÇAMENTO PARA MANTER A PAZ É MENOR QUE 0,5% DOS GASTOS MILITARES Gasto militar em nível global:

US$ 1753 bilhões Valor destinado para operações de manutenção da paz:

US$ 7,54 bilhões

HAITI AUTORIZADA: 30 de abril de 2004 NÚMEROS: 8.690 pessoas uniformizadas 6.233 soldados 2.457 policiais 432 civis internacionais 1.306 encarregados pela logística 173 voluntários da ONU CONTRIBUIÇÃO DOS PAÍSES: Pessoal militar: 19 Estados Policiais: 42 Estados Orçamento anual aprovado: US$ 576 milhões SETORES COM PROJETOS NÃO GOVERNAMENTAIS

PAZ E SEGURANÇA COMUNICAÇÕES GESTÃO DE DESASTRES DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS ALIMENTAÇÃO MEIO AMBIENTE PROTEÇÃO REFÚGIO E MORADIA HIGIENE E CONDIÇÕES SANITÁRIAS EDUCAÇÃO AGRICULTURA RECUPERAÇÃO ECONÔMICA E DESENVOLVIMENTO SAÚDE

Provê alimentos para 90 milhões de pessoas em 75 países

70 60 50 40 30 20 10 0

TEXTO: DANIEL DENISIUK GRÁFICO: MIA KORAB


|12|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{EDUCAÇÃO}

+

Concentração e controle do tempo ajudam na prova

ESPECIAL

Regras. Confiança e disciplina permitem ao candidato prestar atenção aos detalhes das questões e esquecer as distrações Não existe uma fórmula para passar no vestibular, mas algumas atitudes simples ajudam. Entre as dicas estão manter a calma, calcular o tempo para cada resposta, respeitar o próprio ritmo e cultivar a disciplina. Ficar atento ao que pede a redação e organizar bem as ideias antes de registrá-las também pode ajudar. Essas ações são cruciais na hora de conquistar um resultado final satisfatório. Estudantes devem ficar atentos aos detalhes

Com o GABO MORALES/FOLHAPRESS

2 4 Não à desatenção

Concentre-se na prova e tente não prestar atenção em quem está passando na sala ou no candidato ao lado. Quando você se distrai, perde o tempo que seria usado para resolver uma questão difícil. METRO

Faça a diferença

Foco Ler corretamente os enunciados, responder as perguntas com atenção e revisar as respostas no final diminui a possibilidade de erros.

Qual é o tema da redação?

Estilo do exame

Atenção aos enunciados! Muitas vezes, eles estão na forma negativa. Por exemplo: “Qual destes países não participou da colonização da América Latina?”. Em perguntas de verdadeiro ou falso, fique atento às “pegadinhas” (palavras como “sempre” ou “nunca”, por exemplo), que podem confundir. METRO

Nas redações, faça exatamente o que o enunciado pede. Não fuja do assunto! Você perde pontos com isso. METRO

Olho no relógio Calcule o tempo para que sobrem alguns minutos para uma revisão final. Relendo todas as respostas, dá para corrigir erros que ficaram pelo caminho. Não tenha pressa para entregar a prova nem fique nervoso se notar que os outros candidatos estão fazendo isso antes de você. Vá no seu ritmo. METRO

3 5 1

Parcimônia nas respostas

Antes de escrever as respostas, lembre-se do que estudou, das aulas e elabore uma resposta mentalmente. O texto ficará mais claro e completo. METRO


DIVULGAÇÃO

Brasília, 24 de outubro de 2013

www.readmetro.com | leitor.sp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

e t n a g e l e r e v o s

s o r C

al, n o i c a Agora n hi ASX mira is PÁG. 14 s o Mitsub c i l púb s o s o d to

Entre os opcionais que tornam o modelo mais requintado está o teto solar panorâmico

Carros inspiram design (e preços) de relógios

Suzuki GSR 750 muda para ter mais mercado

Alguns chegam a custar quase tanto quanto as máquinas inspiradoras mais caras PÁG. 18

Montadora apresenta versão sem tecnologia ABS para reduzir preço inal PÁG. 16


|14|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MERCADO}

ASX brasileiro resistente e urbano Veículo recebeu nota máxima no quesito segurança

ASX. Parte do investimento da Mitsubishi na fábrica em Goiás, este crossover já é vendido com fabricação nacional FOTOS: DIVULGAÇÃO

Aproveitando o investimento de R$ 1,1 bilhão em sua fábrica de Catalão (GO), a Mitsubishi agora produz o ASX no país e as vendas do veículo nacional já começaram. O crossover tem preço inicial de R$ 83.490 e chega a R$ 105.990 em sua versão mais completa. Comercializado no Brasil desde 2010, o Mitsubishi ASX passa a ter engenharia nacional, melhorando significativamente a suspensão e também o design. “Estamos produzindo o ASX com a mais alta tecnologia e ainda mais adequado ao mercado nacional, o que nos deixa muito orgulhosos”, comemora o presidente da Mitsubishi Motors do Brasil, Robert Rittscher. “Além da nova linha de produção, a Mitsubishi Mo-

tors do Brasil também inaugura sua fábrica de motores e começa a produzir os MiVEC 2.0 de 160 cv, que equipam o ASX”, avisa Rittscher, que garante que os investimentos da montadora têm 100% de capital nacional. O conceito “Smart Concept” foi desenvolvido pela montadora para deixar o veículo com um grande espaço interno, alta tecnologia embarcada e mais segurança. O objetivo é atingir um público amplo e de faixa etária variada, entre 20 e 60 anos. Item sempre analisado pelos consumidores na hora de comprar um carro novo, a segurança foi parte importante do projeto da montadora na fabricação do ASX. Afinal, o carro acabou de ganhar a certificação máxima do IIHS (In-

surance Institute for Highway Safety), principal instituto norte-americano de segurança automotiva, que concedeu a nota máxima nos quesitos de proteção a ocupante, e o selo Top Safety Pick Plus, maior distinção da entidade ao ASX. E não foi só com a segurança que a Mitsubishi se preocupou. O ASX 2014 passou a ser equipado com novas rodas e pneus 18’’, o que deixa o automóvel ainda mais arrojado. O novo carro da montadora japonesa, que licencia no Brasil a operação ao Grupo Souza Ramos, está disponível no mercado nas cores Vermelho Bordeaux, Verde Pantanal, Branco Alpino, Cinza Londrino, Prata Rodhium, Prata Técno e Preto Ônix, e tem três anos de garantia, sem limite de quilometragem. METRO

Expectativa de venda é de 1,1 mil unidades mensais Para-lamas dianteiros de plástico visam proteção de pedestres

R$ 83.490 é o preço de partida da versão 4x2 do ASX, mas expectativa é de que o modelo mais básico, com tração dianteira e câmbio manual de cinco marchas, corresponda a apenas 5% das vendas. A aposta está nas versões mais caras.

“Smart Concept” garante ao carro grande espaço interno


|16|

0 5 7 SR

G

s i a m e S B ica A sem conôm e

Novo modelo ficou R$ 2 mil mais barato

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{DUAS RODAS}

Estratégia. Para reduzir o valor de revenda, montadora japonesa mantém características quase intactas da moto, mas sem a tecnologia de frenagem Consolidada no Brasil no segmento de nakeds, a Suzuki GSR 750 ganha uma nova versão, agora sem os freios ABS, algo que reduz seu preço de R$ 36,9 mil para R$ 34,9 mil. Com isso, a intenção da montadora japonesa é ganhar ainda mais mercado, já que com a nova opção sem os freios mais avançados, a moto fica num patamar de preços bem reduzido se comparado com o de suas principais concorrentes, como a Kawasaki Z800 (R$ 38.990), a Triumph Speed Triple (R$ 42.900) e a Honda CB 1000R (R$ 43.490). Como a antiga versão, a nova Suzuki GSR 750 mantém todos os seus itens de mecânica e motor. A única diferença mesmo é n\a redução do preço, por conta da retirada dos freios ABS nesta versão. Desta forma, o motor de quatro cilindros DOHC, com duplo comando, de 750 cc, potência de 106 cv e torque de 8.16 kgfm es-

tá mantido. O câmbio também, já que continua sendo de seis velocidades. Com isso, a moto maximiza a resposta e entrega a potência de uma forma controlada. Segundo a montadora japonesa, que no Brasil é representada pela J. Toledo, outro fator determinante para a boa aprovação da GSR 750 é o circuito de controle da ignição transistorizada, derivada da tecnologia MotoGP, que contribui para uma combustão mais completa, iniciando a queima da mistura de ar e combustível no momento preciso. Outra particularidade da GSR 750 é o assento do piloto, que foi cuidadosamente projetado para se encaixar com as tampas laterais do chassi, algo que visa dar maior conforto. O assento do passageiro, por ser removível, faz com que seja possível utilizar o compartilhamento de armazenamento para carregar objetos pequenos a tiracolo. Com linhas robustas e desenho moderno, a Suzuki GSR 750 foi projetada para ter um design arrojado e agressivo, e também faz valer o investimento, se observada a tecnologia embarcada. Afinal, a eficiência da combustão é otimizada por meio da aplicação de tecno-

logia em todos os componentes do motor, incluindo o corpo do acelerador, comando de válvulas e sistema de escape, que utiliza o SDTV (Suzuki Dual Throttle Valve). Para oferecer economia ao consumidor final, contudo, a Suzuki precisou remover um item da moto. Sem os freios ABS nesta versão, a GSR 750 fica sem a compacta central eletrônica de controle, que emite sinais de sensores de velocidade instalados nas duas rodas para controlar a força de frenagem, proporcionando uma parada sem riscos de derrapagem. Ainda assim, há mais prós do que contras, já que a moto foi desenvolvida para uma dirigibilidade segura, e, por seu estilo esportivo, cria uma ótima relação entre a distância do guidão, do assento e das pedaleiras. Com um painel com luminosidade ajustável, incluindo tacômetro analógico, tela de LCD com indicação de velocímetro, relógio, indicador de marcha engatada, medidor de temperatura do líquido de arrefecimento e de combustível, além de dois hodômetros parciais, a GSR 750 sem o freio ABS opcional está disponível nas cores azul, branca e preta. METRO


|18|

{LUXO}

Acelerando os ponteiros

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

Máquinas precisas. Relógios inspirados em carros de luxo podem custar tanto quanto ter um na garagem FOTOS: DIVULGAÇÃO

Mais barato, modelo MP4-12C sai por US$ 14.500 e exibe partes em fibra de carbono

Seja no pulso dos pilotos ou prestando homenagem a alguma marca ou algum modelo, os relógios fazem parte do universo automotivo há muito tempo. A fabricante suíça Hublot, por exemplo, lançou recentemente um relógio de pulso inspirado na LaFerrari, o mais novo superesportivo da fabricante de Maranello. Apenas 50 exemplares do Hublot MP-05 LaFerrari serão produzidos, ao preço unitário de US$ 300 mil. Para se ter uma ideia do quão valiosa é essa peça, a LaFerrari (o carro) terá 499 unidades fabricadas -- cada uma custa cerca de US$ 1,3 milhão. O MP-05 se destaca pelo design inovador caracterizado por 11 barris – pequenos cilindros com molas capazes de mover o mecanismo – dispostos em forma de coluna, no centro do mostrador. Este é protegido por um vidro de cristal de safira e que deixa algumas partes do mecanismo à vista. De acordo com o fabricante, cada MP-05 LaFerrari possui 637 componentes acionados por corda e que permitem até 50 dias de funcionamento ininterrupto. A caixa é feita de titânio e fibra de carbono, e sua aparência é inspirada nos motores V12 dos esportivos da Ferrari. Outra relojoaria suíça, a Parmigiani, foi além. Criou o Vitesse, uma peça inspirada no Bugatti Veyron Grand

Modelo inspirado no superesportivo da Ferrari terá apenas 50 unidades produzidas

Sport, a versão conversível do supercarro. O relógio reproduz cores, materiais – entre eles, o titânio – e o desenho do modelo e custa a bagatela de US$ 325 mil. O mostrador, nesse caso, exibe um ângulo de 90º em relação ao eixo de movimento e mostra parte do mecanismo. Para exaltar a exclusividade, o fabricante decorou a peça com cristais de safira e dezenas de rubis. Mais acessível que os modelos anteriores, o Tag Heuer MP4-12C Chronograph é uma edição especial limitada em apenas 1 mil unidades, ao preço de US$ 14.500. O relógio é baseado no esportivo MP4-12C, produzido pela britânica McLaren. A inspiração está presente nos materiais, nas cores – entre elas, a laranja, uma das tonalidades externas do modelo – e no design. O mostrador, por exemplo, é feito de fibra de carbono, assim como o chassi do carro, e também exibe parte do mecanismo interno. METRO


DE 2013 |20|{LANÇAMENTO} BRASÍLIA, 5ª FEIRA, 24 DE OUTUBRO www.readmetro.com

BMW trará i3 ao Brasil em 2014 Elétrico. Montadora alemã apresenta carro sustentável, mas, de antemão, esbarra em problema deste segmento no país

Quem precisar de mais autonomia pode contar com motor extra

A modernidade ultrapassa cada vez mais barreiras no segmento automobilístico. E a prova disso é o mais recente lançamento da BMW, o seu primeiro carro elétrico: o i3. Ainda que na Europa e nos Estados Unidos este tipo de veículo sustentável já esteja no mercado, a grande novidade é que a montadora alemã confirmou que em 2014 o i3 estará à venda no Brasil, ampliando os horizontes. Montadoras como Chevrolet, Nissan, Tesla, Toyota, Ford, Honda, Mitsubishi e Smart trabalham em cima desta tendência no exterior há algum tempo. Entretanto, no Brasil, por diversos motivos, dentre eles a falta de postos de recarga para as baterias, as vendas ainda não emplacaram. Com o intuito de mudar este panorama, a BMW promete um grande investimento para somar forças e

1.195 quilos é o peso do veículo, produzido, basicamente, a partir de material reciclado, fibra de carbono e alumínio. contornar a baixa saída de veículos ecológicos no país. As unidades que serão fabricadas na Alemanha começarão a ser vendidas na Europa a partir de novembro, com um preço estipulado em 34.950 euros (aproximadamente R$ 106 mil) – nos Estados Unidos, o valor parte de US$ 41.350 (cerca de R$ 90 mil). Por aqui, o i3 ainda não teve seu preço confirmado, mas especula-se que chegue para o consumidor final por iniciais R$ 115 mil, a partir do segundo semestre do ano que vem, com três versões de acabamento.

O preço não parece nada convidativo para o mercado nacional. Segundo a BMW, entretanto, a sustentabilidade do carro, com o tempo, passará a impressionar os consumidores, assim como a necessidade por veículos que poluem menos. Dotado de um motor elétrico de 170 cv e 25,5 kgfm de torque alimentado por uma bateria de íon-lítio de 22 kW, o i3 é capaz de chegar a 100 km/h em apenas 7,2 segundos, por conta de seu baixo peso – a velocidade máxima atingida é de 150 km/h. A autonomia do elétrico, porém, será de apenas 160 quilômetros, precisando, depois disso, ser carregado em uma tomada doméstica, num posto de recarga, ou ainda por meio de um carregador da montadora, chamado de BMW iWallbox. METRO


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{TECNOLOGIA}

Dos games

para as

ruas

Apenas importado no Brasil e sonho de consumo da maioria dos motoristas, o Ford Mustang Shelby GT500 promete fazer de um simples teste de um câmbio com tecnologia tátil para videogames uma tendência num futuro nem tão distante assim. Baseado nos novos videogames que têm como atrativo a sensação física que os controles dão aos jogadores, o conceito, conhecido como resposta tátil, foi aplicado na manopla do câmbio do automóvel com a intenção de vibrar para informar ao motorista o momento ideal da troca de marchas. O sistema, criado nos Estados Unidos, ainda está em período de testes, segundo a montadora. Entretanto, de antemão, promete fazer sucesso. Criado pelo jovem engenheiro da Ford Zach Nelson, o sistema une as tecnologias da plataforma OpenXC – plataforma de hardware e software de código aberto –, da própria montadora, impressão 3D e conectividade sem fio, tudo isso com a tecnologia do videogame Xbox 360, da Microsoft. A plataforma-base, OpenXC, permite que os desenvolvedores criem aplicativos acessando as informações do próprio Mustang Shelby GT500, como ângulo do volante, e posição de GPS e de velocidade. “Quis criar algo que expandisse a capacidade do carro

e melhorasse a experiência para o motorista”, ressalta Zach Nelson. O engenheiro, que é formado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, e que trabalha no Centro de Pesquisa e Inovação da Ford há pouco mais de um ano, foi o responsável por produzir um aplicativo que usa dados em tempo real do motor, como rotações por minuto, posição do pedal do acelerador e velocidade do veículo, para calcular o tempo ideal de troca de marcha. Os dados do projeto de Nelson são transmitidos por um tablet por conexão bluetooth, utilizando o adaptador OpenXC. O primeiro passo de Zach Nelson foi modificar o modelo digital da manopla do câmbio do Focus ST. Na ocasião, o engenheiro aumentou o tamanho dele para acomodar os circuitos eletrônicos, produzindo a peça em uma impressora 3D. Ainda

DIVULGAÇÃO

Mustang Shelby GT 500. Manopla do câmbio foi projetada para permitir que o motorista a use como um controle de Xbox 360

no início, instalou um controlador com entrada mini-USB, uma tela de LED, LEDs coloridos e o motor vibrador, o mesmo utilizado no controle do Xbox 360. “Testei a manopla vibradora em vários veículos, como o Mustang e o Focus ST. Para deixá-lo mais divertido, instalei uma tela de LED que informa a marcha em uso e luzes coloridas que brilham à noite.” O aplicativo poderá ser usado em qualquer veículo, bastando ajustar a calibração à curva de torque do motor. Ou seja, com o monitoramento da velocidade e do pedal do acelerador, o sistema tátil se adapta à estratégia de controle do motorista, podendo ser programado ao seu gosto. Futuramente, a tecnologia também poderá ser usada em transmissões automáticas com trocas no volante e na direção elétrica. METRO

CÂMBIO INTELIGENTE

Sensação de tremor indica o momento da troca de marcha. Informações são transmitidas por meio de um software que cruza dados do motor e de aceleração, entre outros.

FOTOS: REPRODUÇÃO

|21|◊◊

Manopla teve impressão 3D e instalação de controladores

Tela de LED transmite as informações

Tecnologia ainda está em teste no Mustang


|22|

{INVESTIMENTO}

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

Mercedes-Benz: agora para passeio FOTOS: DIVULGAÇÃO

Mercado. Consolidada com dois polos de produção de veículos pesados, montadora investirá R$ 500 milhões na futura planta Detentora de duas plantas fabris no Brasil (São Bernardo do Campo, em São Paulo, e Juiz de Fora, em Minas Gerais), focadas no segmento de veículos pesados, a Mercedes-Benz, demonstrando grande expectativa quanto à economia brasileira, agora, terá sua terceira fábrica, em Iracemápolis, no interior de São Paulo – 158 km distante da capital –, a primeira destinada à produção de veículos de passeio. No futuro polo, que começará a produção em 2016, a geração da Classe C (Sedan e Touring) e o GLA serão fabricados. A montadora investirá R$ 500 milhões e gerará cerca de mil empregos quando estiver em pleno funcionamento. “O Brasil é um importante mercado futuro. Com nossa produção local, nós enfrentaremos nossos competidores”, diz Andreas Renschler, responsável de produção e compras da Mercedes-Benz. “A nova unidade representa de maneira exemplar a expansão de nossa rede de produção global.”

Consolidada como uma das principais vendedoras de caminhões e ônibus no Brasil, a montadora alemã quer entrar forte no mercado de veículos de passeio. Além de montar o novo polo fabril, a marca escolheu duas de suas principais linhas de veículos para iniciar seu projeto no Brasil: a Classe C, que engloba o Sedan e o Touring, e o GLA. A linha C, por exemplo, será produzida nos modelos mais atuais, que nem sequer foram lançados (isso acontecerá no próximo Salão de Detroit, nos EUA). “Com a nova geração da Classe C e o GLA, faremos a nacionalização de dois produtos altamente atraentes, para a qual vemos grande potencial no segmento de veículos premium brasileiro”, destaca Renschler. METRO

20 mil unidades dos modelos por ano é o que a Mercedes-Benz espera produzir no país

Nova planta deve gerar mil empregos


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

|23|◊◊

2 CULTURA

Os casarões gêmeos antes e depois da restauração | DIVULGAÇÃO E BRUNA PRADO/METRO RIO

Imóveis de 139 anos no Rio ganham novo museu Contraste. Casarões gêmeos do século 19 foram totalmente restaurados para receber nova galeria de arte carioca. Mostra inaugural conta história do mobiliário brasileiro Através da arte, dois casarões do século 19 em ruínas no Rio de Janeiro ganharam uma nova vida. O endereço guarda um passado curioso no Rio Antigo: seu proprietário mais nobre foi o Visconde de Itaborahy, ministro da Marinha do Império Brasileiro e fundador do Banco do Brasil. Os edifícios também abrigaram a primeira fábrica de carruagens da capital fluminese. Após quase três anos de restauração, o espaço erguido em 1874 se transformou em galeria de arte, a Scenarium, que abriu as portas ontem ao público. O projeto foi iniciativa dos sócios do grupo Scenarium, donos de tradicionais endereços da boêmia no Rio. Para eles, a nova galeria de arte tem a proposta de unir arte e educação, com espaço para exposições e salas para cursos. “Quando adquirimos os casarões, queríamos levar algo inédito para a região, incentivando a cultura. E foi tamanha nossa surpresa ao descobrirmos, através de pesquisas, o quanto os imóveis eram significativos para a memória do

“Quando o público deparar com a fachada e seus azulejos raros e perfeitos, verá o que o Rio tem de precioso.” PLÍNIO FRÓES, SÓCIO DO SCENARIUM

Rio”, lembra Plínio Fróes, um dos sócios do grupo. Em sua inauguração, a galeria apresenta as exposições “Casa Brasileira” -- composta por ambientes em Art Nouveau, Art Déco e design dos anos 1950, 1960 e 1970 -- e um módulo da mostra “Do Moderno ao Contemporâneo”, de móveis projetados por brasilieros. Uma preciosidade é parte do acervo de 50 móveis em madeira que pertenceram à tradicional família Guinle. Galeria Scenarium (rua do Lavradio, 13, Centro, Rio de Janeiro). Aberto de terça a domingo, das 11h às 17h. Grátis.

GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

Museu dos Correios

Cultura alemã A exposição ‘Apresentação/ Representação’ será aberta hoje, às 19h. A mostra agrupa trabalhos de 10 fotógrafos alemães e é produzida pela embaixada do país. A exposição continuará no DF até 2 de fevereiro, de onde partirá para um tour pela América Latina.


|24|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

N IM

A

AÇÃO

F D ’ n i e d a m ‘

cional da Animação. Brasília terá a n r e t n I a i D xclusiva com 12 filmes do Distrito e o ã ç a m a r g Federal pro

DIVULGAÇÃO

O festival de filmes do Dia Internacional da Animação 2013 é carinhosamente chamado de “o dia” pelos participantes da mostra. O apelido é um reconhecimento da importância que o evento teve para a animação nacional. A comemoração é só na segunda, mas as festividades começam antes. Amanhã, um debate sobre o panorama atual da animação em Brasília, às 14h30 na Biblioteca Nacional, abre o Dia. O coordenador da mostra, Ricardo Roehe, adianta, porém, sua visão do progresso brasiliense neste setor. “A produção do DF ainda é pequena, mas tem ótima qualidade. Nossa intenção é justamente divulgar a animação brasiliense para fazê-la crescer e ser reconhecida”, diz. Ao menos pelo público, este reconhecimento já é garantido. O festival já está em sua 10ª edição e é exibido simultaneamente em 230 municípios brasileiros, além de cidades de outros 30 países. O Dia é um projeto da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) e tem reunido grandes plateias ao longo das edições. Em Brasília, a mostra acontecerá pela primeira vez para

a plateia de 630 pessoas do Cine Brasília. A realização desta edição na “casa” do Festival de Brasília, uma das maiores premiações de cinema do país, é motivo de orgulho para Roehe. “Estar em um lugar de tanto prestígio é para nós uma forma de acelerar este reconhecimento que queremos dar à animação em Brasília.” Mostra candanga O Dia vai contar no DF com a exibição de quatro mostras: a internacional, a nacional, a infantil e a candanga, que reúne 12 filmes roteirizados e produzidos por moradores do DF. Entre os brasilienses está ‘Faroeste: um autêntico western’, que foi premiado como o melhor curta-metragem do Festival de Brasília. Também estará em cartaz o filme ‘A Roza’, dirigido pelo ator Juliano Cazarré. A mostra vai de amanhã até 31 de outubro. A programação pode ser conferida no site diabsb.blogspot.com.br. Além dos eventos em Brasília, os filmes participantes da mostra infantil serão exibidos em Brazlândia, na segunda à tarde, na Biblioteca Setorial Érico Verissimo. METRO BRASÍLIA

‘O Cangaceiro’ conta a vida de Lampião

‘Something Left, Something Taken’ é comédia de humor negro

“A animação brasiliense sofreu altos e baixos, mas podemos dizer que viveu um grande crescimento nos últimos três anos.” RICARDO ROEHE, COORDENADOR DO DIA ‘A Última Reunião Dançante’ é para jovens

‘A Roza’ fala de amores perdidos


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA} DIVULGAÇÃO

Vida de

Angeli vira filme

“Quando se fala em documentário há um compromisso com a verdade. A animação pode inverter isso, não é preciso ser tão rigoroso.” Angeli em sua versão animada

CESAR CABRAL, DIRETOR

Animação relembra os 75 anos do Superman O diretor Zack Snyder e o animador Bruce Timm foram convocados pela Warner Bros. para criar um vídeo sobre os 75 anos de Superman, celebrados este ano. O resultado é uma animação de dois minutos com alguns dos principais momentos do super-herói. O curta começa com um close da imagem da capa da “Action Comics #1” (1938), na qual figura a primeira aparição do Superman, acompaBrasília

nhado da clássica trilha de John Williams para o personagem. Jogos para videogame, os vilões famosos e até a história em que o herói morre estão lá. No fim, ao som da famosa trilha composta por Hans Zimmer, o Homem de Aço, vivido por Henry Cavill, aparece com traços modenizados. O filme pode ser visto no site “Entertainment Weekly”, pelo endereço http://goo.gl/RQ1JKb. METRO Ceilândia

Trecho do vídeo dirigido por Zack Snyder | REPRODUÇÃO

Setor de Clubes

Peça ‘Mercedez com Z’ ganha nova temporada

Comédia a céu aberto ironiza o serviço público

Degustação de vinhos e de músicas no Lago

A divertida peça ‘Mercedez com Z’, que conta a história de uma solteira desesperada, volta hoje, às 20h, ao Teatro Brasil 21. A peça é protagonizada pela atriz Adriana Nunes, dos Melhores do Mundo. Os ingressos custam R$ 40 a inteira. A peça ficará em cartaz até dezembro. METRO BRASÍLIA

A burocracia do funcionalismo público brasileiro é tema da comédia ‘Um Credor da Fazenda Nacional’, encenada hoje às 19h junto ao restaurante comunitário de Ceilândia. A peça itinerante é encenada em um trêiler e vai passar ainda por Itapoã, Varjão e Vila Telebrasília.

Uma festa que harmoniza boa música e bons vinhos. É o que promete a ‘Wine n music’, festa realizada hoje no Clube de Engenharia, às 20h. Na festa serão montadas ilhas com diferentes vinhos e estilos musicais, como jazz e música eletrônica. O ingresso custa R$ 200. METRO BRASÍLIA

METRO BRASÍLIA

|25|◊◊

Animação. Universo do cartunista e de seu personagem Bob Cuspe se misturam no longa, que deve ser finalizado em três anos A história de Angeli será contada em um longa-metragem que está sendo produzido em Santo André. O filme mistura o universo do desenhista ao de seu personagem Bob Cuspe, um punk perdido no tempo e no espaço. Tudo será mostrado em uma animação em stop motion – técnica que dá a sensação de movimento a partir da manipulação de bonecos de massinha. Apesar de ser uma ficção, a produção também tem uma pegada documental, já que reconta a história do artista. “Quando se fala em documentário há um compromisso com a verdade. Na animação, não é preciso ser tão rigoroso”, diz o diretor Cesar Cabral, da produtora Coala Filmes. Cabral é autor de “Dossiê Rê Bordosa” (2008), um curta animado em que faz um falso documentário para “investigar” o porquê de Angeli ter matado nas tirinhas a personagem-título, uma das mais emblemáticas de seu portfólio. O filme

venceu diversos prêmios pelo país, entre os quais o de melhor edição e roteiro no Festival de Gramado e o de melhor curta no Cine PE. A produção do longa, porém, deve demorar cerca de três anos para ser concluída. “O processo da animação é lento. Em dias bons, nós conseguimos produzir cinco segundos”, conta o diretor. O público-alvo do filme misturará adolescentes e, principalmente, os adultos que acompanharam o início da carreira de Angeli. O cartunista é famoso por misturar em seu trabalho humor e ironia. Ao lado de Laerte e Glauco (19572010), ele lançou a revista ‘Chiclete com Banana’, uma das publicações de quadrinhos mais importantes do país na década de 1980. Parte do patrocínio do longa vem do Programa Petrobras Cultural. A produtora tenta agora aprovação em outros editais para conseguir a captação da verba necessária para a complementação do orçamento do longa. METRO


|26|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Na ponta do lápis

Leitor fala

Metrô impossível

MARCOS SILVESTRE MARCOS.SILVESTRE@METROJORNAL.COM.BR

FINANCIANDO A CASA PRÓPRIA PELO SISTEMA TABELA PRICE

Cruzadas

Parcela igual, do começo ao fim. Nomeada em homenagem a seu criador, o matemático inglês do século XVIII Richard Price, a TP também é conhecida como sistema de amortização com parcelas fixas, ou parcelas constantes. Pela TP, somando-se a parte da amortização com a parte dos juros de cada prestação, o valor do financiamento será sempre o mesmo todo mês, seja logo depois do empréstimo, seja muitos anos depois. Isso até que é bom, porque dá previsibilidade de pagamento do empréstimo.

Esta greve dos metroviários fez com que as pessoas que usam o metrô diariamente se tornassem uns loucos completos. Estamos passando por situações completamente absurdas. As pessoas estão parecendo zumbis nas estações, veem um carro chegando e correm até ele sem se importar com as pessoas que estão na frente. Fui esmagado pela multidão contra um vagão na Estação Galeria. Assim não dá! SINDOVAL CARDOSO - SAMAMBAIA (DF)

Pessoas mal-educadas As pessoas em Brasília reclamam de não se conhecerem e de que a nossa cidade é muito fria, mas quem tenta acabar com esse dogma, como eu, também enfrenta situações constrangedoras. Eu sempre converso com as pessoas que estão ao meu lado, onde quer que esteja. Peguei um ônibus na semana passada e fui falar com a mulher ao meu lado. Ela, então, se levantou e mudou de banco, dizendo que “não falava com ninguém em ônibus”. Como poderemos nos aproximar uns dos outros enquanto as pessoas pensarem assim?

A composição vai mudando. O fato de cada parcela pela Tabela Price ter valor igual às demais não quer dizer que a composição das duas partes (juros e amortização) seja a mesma a cada parcela, pelo contrário. Na TP a amortização começa bem baixinha: a maior parte da parcela, no princípio, é formada de juros. Com o passar do tempo, a cada nova parcela, a parte da amortização vai crescendo, enquanto a parte dos juros vai diminuindo, uma contra a outra, tudo sem alterar o valor final de cada parcela.

LUZIA TAMOIO - ASA SUL (DF)

Exemplo. Imaginemos um imóvel de R$ 350 mil, dos quais R$ 280 mil financiados em 360 meses pela Tabela Price, com juros anuais de 10,5% (mensais de 0,84%). Na primeira prestação de R$ 2.462,62, a amortização começa bem baixa (R$ 123,18 ou apenas 5% dessa primeira parcela), sendo a maior parte do pagamento do primeiro mês destinada aos juros (R$ 2.339,44 ou 95% da parcela). A partir daí, progressivamente, a parte da amortização irá crescer, enquanto a parte referente aos juros irá diminuir.

Metro Pergunta

O Playstation 4 custará Siga o Metro R$ 4 mil no Brasil. no Twitter: Pensou em comprar @jornal_metrobsb o console? Sudoku

Devagarinho... Apenas na parcela de número 278 (do total de 360 parcelas de R$ 2.462,62), após transcorridos mais de 3⁄4 do prazo total do financiamento, é que a parte referente à amortização (50,13%) começa a superar a parte correspondente aos juros (49,87%). Na última parcela (#360), finalmente paga-se quase só amortização (99,17% da parcela), já que os juros serão ínfimos (0,83%).

@danielpcosta

Claro que não, em 6 meses ele vai estar menos de R$ 2 mil. @dabreufc

O Brasil inteiro está revoltado com a Sony. Não é possível que não vão mudar esse preço antes do lançamento. @paulomec

Desvantangens. Os juros sempre incidem sobre o saldo ainda não amortizado. Pela Tabela Price, demora-se para amortizar o principal da dívida, o que implica o pagamento de um valor maior de juros no cômputo geral do financiamento. A TP também desfavorecerá quem quiser quitar prestações antecipadamente. Na antecipação, serão eliminadas primeiramente as prestações do final do contrato: na TP, estas são direcionadas basicamente à amortização, ou seja, há pouco de juros para descontar.

Eu tinha pensado. Eles prometeram lançar com preço próximo ao do americano, agora vem com essa sacanagem. Vou levar o Xbox agora.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bsb@metrojornal.com.br Economista com MBA em Finanças (USP), orientador de famílias e educador em empresas, é colunista da BANDNEWS FM e fundador da SOBREDinheiro. Diretor do site www.oplanodavirada.com.br, da EKNOWMIX Consultores Integrados e da TECHIS SA.

Horóscopo

Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Tendências para esclarecer assuntos familiares e problemas domésticos. Estará propenso a atitudes mais sentimentais e saudosistas.

Valorize os momentos sociais e a convivência com amizades, especialmente com quem não tem estado próximo há um bom tempo.

Período mais indicado para pesquisas em temas financeiros. Procure moderar mais em despesas para evitar riscos de imprevistos.

A vontade de expor opiniões estará mais intensa. Reflita antes para não dizer coisas por impulso em qualquer grau de relacionamento.

Procure pensar de forma mais positiva diante de certos projetos. Muitas vezes é o que faz diferença para certas conquistas.

Com a Lua em Câncer, seu signo oposto, há tendências para definir assuntos que envolvam parcerias. Decisões marcarão a vida afetiva.

Aproveite para relaxar mais e evite se desgastar com assuntos sem importância diante das relações mais próximas.

Atente-se para não exigir demais de quem se relaciona afetivamente, esteja comprometido ou mesmo em alguma paquera.

Tendências a tratar assuntos essenciais para os quais antes estava desatento. A parte física, da saúde e temas do lar são os mais propensos.

A Lua em seu signo fará transparecer seus sentimentos com mais intensidade. Não deixe que pequenos problemas alterem seu humor.

Algumas descobertas farão mudar sua postura na maneira de lidar com certas relações de maior vínculo. Reflita sobre alguns sentimentos.

Aproveite para se divertir e aproveitar ocasiões que amenizem desgastes. Retomar momentos de lazer em família fará muito bem.


|28|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

3

Matador! Hernane comandou a goleada histórica rubro-negra sobre o Botafogo e garantiu o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil | FABIO CASTRO/AGIF /FOLHAPRESS

ESPORTE

Copa do Brasil. Com três gols do ‘Brocador’, Flamengo despacha o Botafogo com goleada por 4 a 0 e está na semifinal. Adversário por vaga na decisão sai do jogo de hoje, entre Vasco e Goiás Matador. Foi esse o espírito do Flamengo e do atacante Hernane na impecável goleada sobre o Botafogo por 4 a 0, ontem, no Maracanã, resultado que classificou o time da Gávea para as semifinais da Copa do Brasil. Léo Moura, de pênalti fechou o placar, depois dos três gols do Brocador. O adversário do Fla pela vaga na final do torneio que classifica o campeão para a Libertadores do ano que vem,sairá do confronto entre Vasco e Goiás, hoje, às 21h, no Maracanã. Noite mágica A noite histórica rubro-negra começou aos 19 minutos, com o gol de Hernane, em posição duvidosa, dentro da

4 0

Felipe; Léo Moura (Rafinha), Chicão, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo (Adryan); Paulinho (Bruninho) e Hernane . Técnico: Jayme de Almeida

FLAMENGO

Jefferson; Gilberto, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Sassá), Renato (Lucas Zen), Lodeiro, Seedorf (Dankler) e Gegê; Rafael Marques. Técnico: Oswaldo de Oliveira

BOTAFOGO

G Hernane aos 19’ e aos 33’ do 1º tempo e aos 12’ do 2º; Léo Moura aos 26’ do 2º tempo A bi age Paulo Cesar de Oliveira (SP)

área. O sistema defensivo do Botafogo bateu cabeça e não se encontrou. A goleada poderia ter sido ainda mais elástica, não fossem as boas defesas de Jefferson. Quatorze minutos depois, o Brocador aproveitou rebote e ampliou: 2 a 0. O terceiro gol de Hernane,

no início da segunda etapa, mandou boa parte da torcida alvinegra para casa. Em contra-ataque mortal, o camisa 9 seguiu livre para marcar o seu quarto no jogo, quando foi empurrado por Dória na área. O zagueiro botafoguense foi expulso e Léo Moura, que comemorou ontem 35

31 gols no ano tem Hernane, o que faz dele o artilheiro do Fla na temporada e o maior goleador do futebol brasileiro em 2013, ao lado de Magno Alves, do Ceará. anos, converteu o pênalti, fechando o placar. Gritos de “Eliminado”, “Olé” e “Adeus Fogão” embalaram os minutos finais do clássico. Pelo Brasileiro, o Botafogo, 4º colocado com 50 pontos, recebe o Atlético-MG, sábado, às 18h30, no Maracanã. O Fla, 11º na tabela, com 40, pega a Portuguesa, domingo, às 16h, fora de casa. METRO RIO

Vasco. Dorival preocupado com ‘gordinho artilheiro’ O técnico Dorival Junior fez dois treinamentos específicos com o Vasco, ontem, no CFZ (Centro de Futebol Zico), antes do jogo decisivo contra o Goiás, hoje, às 21h, no Maracanã, por vaga na semifinal da Copa do Brasil: treinou cobranças de pênalti e o posicionamento da defesa para tentar parar o atacante Walter, do time goiano, que ficou famoso na temporada por dar trabalho às zagas rivais, apesar de estar acima do peso considerado ideal. O jogo de ida foi 2 a 1 para o Goiás e o empate classifica a equipe alviverde. METRO RIO

Alessandro assume o gol do Vasco, hoje | MARCELO SADIO/DIVULGAÇÃO

1ª vez. Furacão segura empate com Inter e avança

Dida defendeu as cobranças de Danilo, Edenílson e Alexandre Pato | CARLOS EDUARDO DE QUADROS/FOTOARENA

73 anos

Pelé O rei soprou velinhas ontem, enquanto participava de uma feira de negócios no México. Pelo facebook, Pelé agradeceu a Deus pela saúde e por mais um ano de vida

Grêmio vence nos pênaltis com péssima batida de Pato De herói, como na vitória sobre o Criciúma, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o atacante corintiano Alexandre Pato se transformou em vilão do Corinthians na Copa do Brasil, ontem, na Arena Grêmio contra o time gaúcho que avançou. O camisa 7 corintiano desperdiçou a última cobrança da disputa de pênaltis. Tentou dar uma “cavadinha” e praticamente recuou para o goleiro Dida, que pegou também as cobranças de Danilo e

Edenílson – Romarinho e Alessandro converteram, enquanto o goleiro Walter defendeu chute de Barcos. Dessa forma, o Tricolor venceu a série por 3 a 2, após empate por 0 a 0 no tempo normal. O triunfo classificou os gremistas para a semifinal. Ao Corinthians, resta o Campeonato Brasileiro. No domingo, faz o clássico alvinegro com o Santos, em Araraquara. O jogo Desfalcado do goleiro Cás-

00

(3)

GRÊMIO

PÊNALTIS

O Atlético Paranaense empatou ontem em 0 a 0 com o Internacional na Vila Capanema e, pela primeira vez em sua história, vai disputar uma semifinal da Copa do Brasil, contra o Grêmio ainda sem data definida. Depois de empatar em 1x1 com o Colorado no Rio Grande do Sul, os paranaenses fizeram mais um jogo equilibrado ontem, e o empate sem gols beneficiou o time da casa. A partida O Atlético entrou em campo colocando pressão, mas chegava pouco ao gol do Colorado. Aos 40 minutos o time gaúcho quase abriu o

placar. Em cobrança de falta, D’Alessandro levantou na área. A bola cruzou o gol atleticano e Damião, livre, por pouco não conseguiu a cabeçada. No segundo tempo, Clemer começou a mexer no time gaúcho. Saíram Otávio e Damião, para a entrada de Fórlan e Rafael Moura. Aos 16 minutos o atacante perdeu um chance incrível de abrir o placar. Após cruzamento, ele chegou a cara a cara com Weverton, mas chutou por cima do gol. Mesmo arriscando mais, os gaúchos não conseguiram criar boas chances, e o Furacão segurou o placar até o final. METRO

(2)

CORINTHIANS

sio e do atacante Guerrero, o Corinthians conseguiu equilibrar as ações no 1º tempo, apesar da maior posse de bola gremista. Na etapa final, os paulistas foram superiores, mas faltou acertar o pé. METRO

1x1 fora de casa garantiu a vaga para o Atlético

| ALBARI ROSA / AGP


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

dos Campeões. Ibra Vitória de gala eLigaCristiano Ronaldo

34 U. CATÓLICA

SÃO PAULO

Em um duelo eletrizante, o São Paulo conseguiu uma classificação épica diante da Universidad Católica, no Chile. Com apresentação de gala de Aloísio e Rogério Ceni, os brasileiros venceram por 4 a 3 no jogo da volta –a ida havia sido 1 a 1 – e avançaram às quartas de final da Copa Sul-Americana. O primeiro tempo começou melhor para os chilenos, que abriram o placar aos 15, com Sosa. Mas Aloísio resolveu brilhar. Três minutos depois, o camisa 19 fez um golaço, após virar sobre a marcação e encobrir o goleiro. Não demorou muito, porém, para os donos da casa ampliarem o placar. Aos 22, Cordero acertou chute cruzado. Mas, no minuto

Aloísio foi um dos destaques da noite | MARTIN TOMAZ/PHOTSPORT/FOTOARENA

seguinte, após bela tabela com Ganso, o Boi Bandido foi para as redes de novo: 2 a 2. E a etapa só acabou assim pela noite inspirada de Rogério Ceni, que fez, pelo menos três grandes defesas. Na volta do intervalo, a Universidad se lançou para cima, mas foi o São Paulo que foi às redes, com Ademilson, após passe de Aloísio. Mas, em cobrança de um pênalti duvidoso, Mirosevic igualou.

Brasil nas semifinais do Mundial de Boxe

NIKITA BASSOV/AIBA

Cazaquistão

Duas medalhas garantidas Dois brasileiros garantiram vaga nas semifinais do Mundial de Boxe do Cazaquistão. Robson Conceição (de azul) venceu o indiano Malik Vikash na

categoria até 60 kg e vai enfrentar o italiano Domenico Valentino. Já Everton Lopes bateu o lituano Evaldas Petrauskas na categoria até 64 kg e vai lutar contra Merey Akshalov, do país sede. As lutas acontecem amanhã e pelo menos a medalha de bronze já está garantida para os brasileiros. METRO

Os chilenos seguiram em cima, mas Ceni continuou salvando a pátria. Eis que, aos 40, após linda troca de passes com Ganso, Welliton não perdoou e anotou o gol da classificação são-paulina. Tomás Costa e Ganso ainda foram expulsos no final do duelo, mas nada que tirasse o brilho da apresentação tricolor. O adversário sai do confronto entre Nacional de Medellín e Bahia. METRO

Basquete. No Mundial os astros da NBA querem ir Após pedirem dispensa da Seleção Brasileira que passou vexame na Copa América, em setembro, e não conseguiu vaga no Mundial do ano que vem, na Espanha, brasileiros que atuam na liga norte-americana de basquete, como Nenê, do Denver Nuggets, Tiago Splitter, do San Antonio Spurs, Leandrinho (que ainda não assinou com nenhum clube), e Anderson Verejão, do Cleveland Cavaliers, assinaram cartas e gravaram vídeos se comprometendo a jogar pelo Brasil se o país receber um convite da Fiba (Federação Internacional de Basquete). Os documentos serão usados como argumentos para pleitear o convite, que é disputado com países como Itália, Grécia, China e Turquia. Outro “argumento” planejado é a doação de cerca de R$ 1,5 milhão para a entidade internacional, dinheiro que a Federação Brasileira busca arrecadar com parceiros privados. METRO

brilharam na rodada Apenas um deles estará na Copa do Mundo de 2014, mas, enquanto a definição não ocorre, Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic vão enchendo os torcedores de espectativas. Ontem, ambos se destacaram na Liga dos Campeões da Europa. O português anotou os dois gols do triunfo do Real Madrid sobre a Juventus, por 2 a 1, na Espanha. Já o sueco não teve dó do Anderlecht: na Bélgica, fez quatro na goleada por 5 a 0 do Paris Saint-Germain. Ambos estarão frente a frente nos dias 15 e 19 de novembro, quando Portugal e Suécia disputarão uma vaga na Copa do Mundo. É a última chance de classificação para o torneio. As vitórias deixaram as duas equipes próximas da classificação para as oitavas de final. Os espanhóis lideram o Grupo B com 9 pontos; os franceses têm o mesmo desempenho no Grupo C.

Outros jogos Na chave A, o Manchester United venceu o Real Sociedad por 1 a 0, enquanto o Bayer Leverkusen goleou o Shakhtar Donetsk por 4 a 0. No Grupo B, o Galatasaray bateu o Copenhague por 3 a 1. No C, Benfica e Olympiacos empataram por 1 a 1. Pela chave D, o Bayern de Munique goleou o Viktoria Plzen por 5 a 0. Já o Manchester City derrotou o CSKA Moscou por 2 a 1. METRO

Ibra deixou quatro ontem

FRANÇOIS LENOIR/REUTERS

Copa Sul-Americana. Com uma apresentação espetacular de Ceni e Aloísio, São Paulo bate a Universidad Católica e avança no torneio

|29|◊◊

Sub 17. Brasil mantém os 100% no Mundial Dessa vez não foi por 6 a 1, como nas duas primeiras partidas, mas a Seleção Brasileira sub-17 venceu mais um jogo no Mundial dos Emirados Árabes e segue confiante rumo às oitavas de final. A vítima de ontem foi a seleção de Honduras, que perdeu por 3 a 0. Boschilia foi o destaque do Brasil, com dois gols. O primeiro de falta, aos 14 minutos do primeiro tempo, e o segundo completando cruzamento de Nathan, aos 44 da primeira etapa. Caio Rangel completou o placar aos 20 do segundo tempo após ser lançado na área adversária. Com o terceiro, o Brasil diminuiu o ritmo de jogo, mas não chegou a ser ameaçado em nenhum momento. A seleção já está classificada para a próxima fase e vai enfrentar o terceiro colocado do grupo C, D ou E. METRO


BRASÍLIA - QUINTA-FEIRA, 24 DE OUTUBRO DE 2013


20131024_br_brasilia