Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica Belo Horizonte Gráfica e Editora.

ESPETÁCULO

CACO CIOCLER DESPERTA SUA PROVOCAÇÃO PÁG. 15

MUSICAL

TRANSPORTA A PLATEIA PARA OS ANOS 1940 PÁG. 20

É HORA DA DIVERSÃO! PROGRAMAÇÃO ANIMADA COM MÚSICA E TEATRO MARCA O DIA DAS CRIANÇAS PÁG. 16 BELO HORIZONTE Sexta-feira, 11 de outubro de 2013 Edição nº 503, ano 3 MÍN: 14° C MÁX: 26° C

www.readmetro.com | leitor.bh@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobh sunny sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

BH parou oito dias em 2013 para manifestações hazy

showers

Dias de luta. Somados, os 39 protestos que tomaram a praça Sete deixaram o principal cruzamento da capital mais de 200 horas impedido para o trânsito de carros e ônibus. População se divide entre a necessidade de lutar por um país melhor e o direito de andar pela cidade no dia a dia PÁG. 02

Senado corta excessos, mas adia devolução Contracheques dos funcionários que recebiam salários acima do teto do serviço público serão descontados PÁG 06

Júri da chacina de Felisburgo é desmembrado

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Dois acusados só irão a júri ano que vem; suposto mandante e um dos pistoleiros seguem em julgamento PÁG 03

Trânsito tem ficado lento e confuso no Centro da cidade mesmo fora do horário de pico | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Quem for viajar tem que sair mais cedo

Pais limitam gastos a R$ 100 para o Dia das Crianças

Alerta. 45 mil pessoas devem deixar BH pela Rodoviária Apesar de buscar opções mais entre hoje e amanhã, mas obras nas ruas do entorno e em conta, 62% dos entrevistados desvios no Centro podem complicar a vida dos viajantes PÁG. 05 pretendem comprar brinquedos PÁG 08


1

|04|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Fechada para protesto

FOCO

Avenida Afonso Pena foi palco de 37 manifestações neste ano | FOTOS: EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Trânsito. Afonso Pena já ficou, ao todo, oito dias interditada por manifestações neste ano

Combate à fome

‘Falta vergonha’

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva disse ontem que falta ‘vontade política’ e ‘vergonha’ aos governos para enfrentar a questão do combate à fome. “A crise econômica internacional já consumiu US$ 10 trilhões, gastos para recorrer o sistema financeiro. Em dez anos, a guerra do Iraque gastou mais de US$ 1 trilhão. Não falta recurso no mundo. Imaginem se estes recursos fossem usados em transferência de renda para os mais pobres?”, discursou na 3ª Conferência Global sobre Trabalho Infantil.

Cotações Dólar - 1,13% (R$ 2,18) Bovespa + 0,85% (52.996 pts) Euro - 0,77% (R$ 2,96) Selic (9,5% a.a.)

Salário mínimo (R$ 678)

Impulsionadas pelos movimentos durante a Copa das Confederações, as manifestações já deixaram a avenida Afonso Pena interditada por 203 horas neste ano. Em outras palavras, a via mais crucial para a mobilidade no Centro da capital ficou fechada para o tráfego de veículos pelo equivalente a oito dias. Levantamento inédito da BHTrans, feito a pedido do Metro, revela que o tempo total de trânsito suspenso é 14 vezes maior que o de Interditado

“Manifestação é pior do que horário de pico. Quando há alguma na Praça Sete, é certo que o Complexo da Lagoinha vai travar, mesmo em períodos tranquilos”. GABRIELA PEREIRA LOPES, GERENTE DA CENTRAL DE OPERAÇÃO DA BHTRANS

2012, quando foram registradas 14h de interdição por manifestações na avenida. “Desviar o trânsito é a única saída quando uma via é fechada. O que é péssimo, porque a via que recebe esse tráfego, além de ter capacidade menor, já es-

tá operando perto do limite máximo”, afirma a gerente da Central de Operação da BHTrans, Gabriela Lopes. De janeiro até agora, foram registradas 37 manifestações com interdição na Afonso Pena. “Prejudica a mobilidade da cidade

de forma geral. Desde impedir o trânsito de veículos de emergência, como as ambulâncias, até o de trabalhadores”, diz o especialista em tráfego, Silvestre Andrade. Segundo a BHTrans, um protesto na Praça Sete mobiliza normalmente metade dos 100 agentes de trânsito e, com isso, deixa pontos periféricos de BH sem suporte. THIAGO RICCI

2 4

Contraponto

‘A culpa é do poder público’ O grupo responsável por organizar parte dos protestos de junho garante que libera uma porção da via para aliviar o trânsito. “Se o poder público fosse mais ágil nas respostas às reivindicações, não teria tanta insatisfação”, critica Rafael Bittencourt, um dos representantes. TR

METRO BELO HORIZONTE

Cinco das mais longas interdições deixaram a av. Afonso Pena fechada por 68h Protesto mais volumoso tem confrontos

Tráfego ficou suspenso na via por 11 horas

Movimento nacional fecha avenida

Recorde: 17 horas de interdição

1 3 5 Via ficou fechada por 16 horas

Remediada, PM fecha via até madrugada

Após ser surpreendida pelo volume de pessoas mobilizadas nas manifestações, a PM resolveu tentar se antecipar e interditou a via durante todo o dia 19 de junho, uma quarta-feira. O movimento foi totalmente pacífico naquele dia. METRO BH

No sábado em que o Mineirão recebeu Japão x Nigéria (22 de junho), foi registrado o maior número de pessoas nas ruas: cerca de 80 mil, segundo dados oficias da PM. Foram registrados conflitos naquela ocasião. METRO BH

Naquele sábado, avenida ficou fechada por 12 horas

FALE COM A REDAÇÃO

leitor.bh@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

Semifinal em BH e conflitos fora do Mineirão

Dentro do Mineirão, Brasil e Uruguai travaram um equilibrado confronto em busca da final da Copa das Confederações. Nos arredores do Mineirão, na Pampulha, manifestantes e Polícia Militar tiveram violentos embates naquela quarta-feira (26 de junho). METRO BH

A expectativa de grande adesão ao Dia Nacional de Mobilização e Greve, convocado pelas centrais sindicais, não se confirmou no dia 12 de julho. Mas a via ficou interditada, por precaução, pela polícia. METRO BH Mesmo sem grande mobilização, via ficou interditada por 12 horas

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Belo Horizonte. Gerente Executivo: Pedro Lara Resende. Editor-Executivo: Luiz Fernando Rocha. Editor de Arte: Cláudio Machado. Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas. Diretor Geral: José Saad Duailibi. Diretor de Jornalismo: Júlio Prado.

Interdição recorde em ocupação

Uma manifestação por cerca de 30 horas gerou a interdição mais longa de um trecho da av. Afonso Pena: 17 horas. Movimentos sociais queriam ser recebidos pelo prefeito Marcio Lacerda e só saíram após negociação, no dia 13 de julho. METRO BH

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, , São Bento, CEP: -, Belo Horizonte, MG. Tel.: /-. O jornal Metro é impresso na Belo Horizonte Gráfica e Editora. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. . exemplares


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Dois réus têm sentença adiada Para 2014. Juiz acata pedido de defesa e processo é desmembrado

Promessa de transtorno Cerca de 45 mil pessoas devem deixar a capital mineira para o feriado deste fim de semana apenas pela Rodoviária de Belo Horizonte, cuja região passa por obras. Preocupada com o movimento, a prefeitura transferiu parte dos embarques para a estação José Cândido da Silveira. | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Ficou para o ano que vem o julgamento de dois dos quatro acusados de participar da Chacina de Felisburgo, que deixou cinco trabalhadores rurais mortos e 12 feridos em 2004, no Norte de Minas. O crime ocorreu em um acampamento de sem-terras. Francisco de Assis Rodrigues de Oliveira e Milton Francisco de Souza tiveram o pedido acatado pelo juiz Glauco Fernandes, que alegou a “complexidade do processo”, para justificar o adiamento. No entanto, o júri do principal acusado, o fazendeiro Adriano Chafik Luedy, apontado como mandante da chacina, prosseguiu no Forum Lafayette. A sessão que apura a participação de Luedy e do pistoleiro Washington Agostinho Silva seguiu pela noite de ontem e madrugada de hoje.

MST protesta e pede condenação | ALEX DE JESUS/O TEMPO/FUTURAPRESSWW

Protesto Sobreviventes da chacina protestaram diante do Forum, ontem. “Na época tinha uma mulher que gritou para terem piedade e chamou as crianças mas o

Adriano falou que era para matar todo mundo”, relata Mayra Gomes, que na época tinha 11 anos. O julgamento dos outros réus está marcado para em janeiro de 2014. METRO BH

|05|◊◊

Aleijadinho. Escultura é resgatada na Pampulha Uma ação conjunta de vários órgãos estaduais e federais resgatou uma peça do escultor mineiro Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, que foi levada há 40 anos de um casarão do governo. A estátua da Samaritana tem 1,05 m e fazia parte de um chafariz, localizado aos fundos da propriedade onde hoje funciona o museu “Casa Guignard”, na rua direita, em Ouro Preto. As investigações apontaram que, na década de 70, a relíquia foi vendida para um colecionador de arte de Belo Horizonte, com quem permaneceu até ontem, quando foi descoberta e recuperada. As investigações tiveram participação dos Ministérios Públicos Estadual e Federal, da Promotoria de Justiça de Ouro Preto e da Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural de Minas Gerais. METRO BH


|06|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

Câmara e Senado cortam supersalários Benefícios. Congresso determina o desconto nos contracheques dos funcionários que recebiam acima do teto do serviço público. Decisão deve gerar economia de R$ 130 milhões por ano Pagos ilegalmente há quatro anos, os supersalários começam a desaparecer dos contracheques dos servidores do Congresso Nacional a partir deste mês. A decisão foi tomada após o TCU (Tribunal de Contas da União) apontar o pagamento de vencimentos acima do teto do serviço público, de R$ 28 mil. Na Câmara, o corte atingirá 676 servidores ativos e 690 aposentados a partir do salário de outubro. A economia chegará a R$ 70 milhões por ano. No Senado, a partir de 21 de setembro, nenhum servidor pode receber acima do teto. Por ano, a Casa paga R$ 60 milhões somente com supersalários. Por enquanto, os funcionários ficam desobrigados de devolver os valores recebidos

1.906

servidores do Congresso terão redução nos valores dos contracheques. São 540 no Senado e 1.366 na Câmara

Servidores recebem supersalários desde 2009 | FÁBIO POZZEBOM/ABR

a mais. O ressarcimento é alvo de contestação na Justiça. “A devolução não vai ocorrer imediatamente porque o Ministério Público entrou com

recurso e obteve efeito suspensivo. Vamos aguardar a decisão do TCU e só não haverá a devolução se o tribunal decidir”, afirmou o presidente do Senado, Renan Calheiros. Os senadores pedirão ressarcimento do imposto de renda cobrado entre 2007 e 2011 sobre os 14º e 15º salários. O pagamento, que soma R$ 5 milhões, foi considerado indevido pelo Ministério da Fazenda. METRO BRASÍLIA

Rebelião em presídio deixa 9 mortos Uma rebelião no presídio de Pedrinhas, em São Luís (MA), que aconteceu na noite de quarta-feira, deixou pelo menos 9 pessoas mortas e 20 feridos, segundo o governo do Estado. A confusão começou após a polícia descobrir a existência de um túnel num dos pavilhões. Em reação, os presos que ameaçaram fugir começaram a queimar colchões e a destruir grades. Grupos ri-

vais se encontraram nos corredores. Houve confronto e toda a unidade foi tomada por fumaça causada pelos incêndios. O Batalhão de Choque invadiu o local e a situação só ficou sob controle no início da madrugada de ontem. Do lado de fora, famílias aguardavam informações sobre mortos e feridos. Alguns parentes de detentos chegaram a atirar paus e pedras

contra os agentes penitenciários. Nas ruas vizinhas, sete ônibus foram incendiados. A Secretaria de Segurança Pública acredita que o ato de vandalismo foi uma retaliação à morte de criminosos. O governo do Maranhão fará um mutirão para reconstrução da ala destruída. Um total de 580 presos cumprirão pena numa quadra de esporte da prisão. METRO BRASÍLIA

Marina aparece em propaganda do PSB A ex-senadora Marina Silva disse ontem que a aliança com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), foi uma união “entre anões”, referindo-se ao tamanho do partido de Campos e do Rede Sustentabilidade, legenda que não conseguiu ser homologada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ela falou que a luta rumo à Presidência da República

em 2014 será de “David contra Golias” e vai tentar desconstruir a polarização política entre PT e o PSDB. “Eu estava como David com uma funda. O Eduardo lutando para construir a candidatura dele com as cinco pedrinhas e agora se juntaram a funda e as cinco pedrinhas. Isto é para acertar o alvo certo.” Campos afirmou que o nome do cabeça da chapa

ainda não está definido, e só será discutido em 2014. “É preciso começar a aliança não pelos nomes, mas pelo conteúdo.” Ontem, Marina apareceu pela primeira vez na propaganda eleitoral do PSB. O locutor “questionava onde está aquele país que despertou a atenção do mundo deixando de ser devedor, mas agora voltou a ter medo da inflação” METRO


|08|

No Dia das Crianças, R$ 100 é o limite

Pesquisa nacional divulgada ontem pela Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), mostra que 33% dos entrevistados querem gastar entre R$ 51,00 a R$ 100,00 com o presente do Dia das Crianças em 2013. Os dados foram obtidos por meio de levantamento eletrônico com 370 consumidores em todo o país, entre os dias 1º e 9 de outubro. Deve-se considerar 95% de grau de confiança e

Pesquisa. Levantamento mostra também que, apesar dos preços, 62% ainda querem comprar brinquedos para os pequenos

margem de erro de 5%, para mais ou para menos. Do total dos entrevistados, 27% gastarão no máximo R$ 51,00, 21% querem gastar entre R$ 101,00 e R$ 200,00, e os outros 19% pretendem gastar acima de R$ 200,00. A tendência é cortar custos e procurar alternativas mais baratas para come-

morar com as crianças. A pesquisa também registra que 62% dos consumidores querem comprar brinquedos. Os outros 17% vão comprar roupas e acessórios e 13% eletrônicos, como TV, tablet, MP3, vídeogame e celular. A maioria dos consumidores quer pagar à vista

(72%) e os 28% restantes, a prazo. Dos que comprarão a prazo, 67% dizem que querem utilizar como meio de pagamento o cartão de crédito, 23% carnê ou boleto, 8% cheque pré-datado e 2% cartão de débito parcelado. A pesquisa tem como objetivo identificar quais presentes os consumidores querem comprar no Dia das Crianças, a forma de pagamento a ser utilizada e o valor pretendido para a compra do presente. METRO

Shows e fast food ficam caros

Em 2013, os adultos vão gastar mais se quiserem levar os pequenos para passear ou comer no Dia das Crianças. Os preços de shows musicais e de lanchonetes fast-food foram os itens que mais subiram no

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

ECONOMIA

pacote básico de produtos e serviços mais procurados na data. Respectivamente, 13,94% e 13,6%. Segundo André Braz, economista da FGV responsável pelo levantamento, os preços subiram em mé-

dia 9,13%, entre outubro de 2012 e setembro de 2013 — acima da inflação de 5,29% apurada pelo IPC da FGV. Entre os itens selecionados, chama a atenção o aumento de preço dos serviços. Além dos show

musicais (13,94%) e das lanchonete (13,16%), os restaurantes (10,29%) também tiveram aumento. No grupo dos produtos, os preços dos calçados infantis (7,92%) e bicicletas (6,44%) encabeçam a lista

BRINCADEIRA CARA IPC/FGV

5,29%

Inflação média

9,13%

Dia das Crianças

Variação de out/12 a set/13 (em %)

ITENS SELECIONADOS

-6

-3

0

3

SHOW MUSICAL

RESTAURANTES CINEMA CALÇADOS INFANTIS BICICLETAS BONECA ROUPAS INFANTIS JOGOS PARA RECREAÇÃO

TEATRO

VIDEOGAME APARELHO DE TV APARELHO DE SOM

dos que subiram mais que a inflação, seguidos pelas bonecas (4,85%), roupas infantis (4,78%) e jogos para recreação (4,46%). Em compensação, os eletrônicos, uma das principais opções de presente das crian-

12

15

4,46 4,44

COMPUTADOR E PERIFÉRICOS

TELEFONE CELULAR

9

13,94 13,16 10,29 8,55 7,92 6,44 4,85 4,78

LANCHONETES -FAST FOOD

ARTIGOS ESPORTIVOS

6

0,79 -0,29 -1,46 -2,27 -3,76 -4,56 ças mais crescidas, não registraram avanços em seus preços. Ao contrário, tiveram queda. Aparelho de som ficou 4,56% mais barato, aparelho de TV registrou baixa de 3,76% e videogame, 2,27%. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

Egito

Grã-Bretanha

EUA reafirma suspensão de ajuda militar

Bebê real será batizado no próximo dia 23

Nota divulgada pelo Departamento de Estyado norte-americano disse que o país manterá a colaboração com o governo provisório egípcio apenas nas questões humanitárias. A entrega de equipamentos militares e o repasse de dinheiro continuarão suspensos. METRO

George, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, será batizado na capela Real, no palácio de St. James, em uma cerimônia reservada apenas aos parentes mais chegados. Ainda não foi divulgado quem serão os padrinhos do filho de Kate e William. METRO

Estocolmo

Finlândia

Canadense leva o prêmio Nobel de Literatura

Aluno esfaqueia quatro pessoas em escola

O nome de Alice Munro foi anunciado ontem pela Academia de Ciências Sueca, fundação que administra o prêmio criado por Alfred Nobel. A escritora levará cerca de 925 mil euros, ou R$ 2,7 milhões. O único Nobel concedido a um escritor de língua portuguesa foi em 1998, quando José Saramago foi escolhido. METRO

O crime ocorreu em um centro de formação profissional na cidade de Oulu, a Oeste do país nórdico. O agressor é um adolescente de 16 anos. Foram esfaqueadas duas outras alunas e um segurança da instituição. O rapaz foi detido logo depois. A polícia ainda não sabe dizer o que teria motivado o ataque. METRO

{MUNDO}

|09|◊◊

Premiê da Líbia é solto após 6 horas Trípoli. Ali Zeidan foi sequestrado por milicianos em represália à prisão de um militante da Al Qaeda durante operação secreta dos EUA que teria contado com a colaboração do premiê Autoridades de segurança do país confirmaram que o grupo responsável por sequestrar o primeiro-ministro da Líbia é formado por ex-rebeldes, agora ligados ao Ministério do Interior. Ali Zeidan foi retirado ainda de madrugada do hotel Coríntia na capital, onde está morando sob forte esquema de segurança. A milícia que sequestrou o premiê havia sido contratada pelo próprio governo para garantir a segurança em Trípoli. O país está dividido desde a queda do ditador Muammar Gaddafi, em 2011. Há inúmeras milícias armadas, sustentadas por organizações terroristas e grupos de militantes islâmicos, que controlam boa parte do país. Os ex-rebeldes teriam di-

to que a prisão foi planejada depois que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou que o governo líbio havia colaborado com a operação secreta que culminou na prisão de Abu Anas al Liby, dirigente da organização terrorista Al Qaeda. Na época, Zeidan negou que o governo do país tivesse conhecimento prévio da ação norte-americana. Mesmo com a negativa do premiê, houve convocações por parte de organizações islâmicas para que seus militantes promovessem ataques a alvos ocidentais. Nota emitida por grupos locais criticaram duramente Zeidan e a cúpula do governo da Líbia pela suposta colaboração. O premiê já está a salvo, na sede do governo, em Trípoli. METRO

Zeidan disse que não sabia da operação em solo líbio | ISMAIL ZITOUNY/REUTERS


+

|10|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{PLUS}

FILIPE COSTA

PLUS

Fotos tiradas por Filipe Costa, ganhador das etapas nacional e global do concurso no ano passado, durante expedição fotográfica à Groenlândia - que foi parte do seu prêmio

Como participar

Pelo site • Acesse www.metrojornal. com.br e clique o link do concurso • Registre-se ou faça login • Tire uma foto • Faça o upload • Compartilhes nas redes sociais

Pelo Instagram (só categoria Sexto Sentido) • Tire uma foto • Faça o cadastro no site do concurso • Use a tag #MPC2013 • Compartilhe nas redes sociais • As fotos participarão automaticamente da competição • O upload via Instagram garante as mesmas chances de ganhar

Photo Challenge chega à reta final Concurso. Cerca de 5 mil brasileiros já estão competindo com quase 25 mil fotos. Inscrições vão até domingo Ainda dá tempo de participar da 7ª edição do Photo Challenge. As inscrições vão até domingo, 13, e os participantes da etapa nacional concorrem a um kit com câmera Nikon Digital DSLR D3200 + Lente AF - SDX 1855 mm. No total, são seis categorias: sabor, tato, olfato, audição, visão e sexto sentido. Os vencedores de cada uma delas serão revelados no próximo dia 25 e indicados para participar da etapa internacional do concurso. Entre os prêmios para os vencedores desta última fase está uma viagem para Gana, na África. O grande vencedor terá

a chance de passar seis dias no local e documentar o trabalho da Reach for Change, organização sem fins lucrativos de apoio à infância. As imagens registradas durante a expedição poderão ser publicadas no Metro Jornal em todo o mundo. Segundo o último balanço, 5.073 participantes nacionais inscreveram 24.099 fotos. O Brasil lidera o ranking de participação pelas redes sociais, com 100.560 votos, praticamente o dobro da França, por exemplo, que ocupa a segunda posição com 46.143 votos. Aproveite a oportunidade e se dê uma chance. METRO

ARQUIVO PESSOAL

FILIPE COSTA

Mais do que mostrar uma foto linda, é importante adequá-la ao tema Conversamos com Filipe Costa, ganhador das etapas nacional e global do concurso no ano passado, na categoria “O Melhor do Meu País”. Por que você decidiu participar do Photo Challenge? Estou sempre ligado nos concursos e me lembro que este foi bem divulgado. E depois que eu já estava inscrito, vários amigos me disseram para participar.

E qual a sua sensação depois de saber dos resultados do Photo Challenge? Dois momentos foram muito interessantes. Primeiro foi receber uma passagem aérea para qualquer lugar que eu quisesse dentro do país. Escolhi ir para o Acre e de lá fui para o Peru; lugares onde fiz fotos incríveis. Já na etapa mundial, fui para a Groenlândia e a experiência de fotografar em situações extremas aliada a galera que foi junto me ajudou a evoluir muito.

Durante a expedição, houve algum momento mais marcante? Vários, mas me lembro de uma noite em que passamos em uma dessas barracas de acampamento no meio da neve e a temperatura era de -35ºC, e quando nós fomos dormir vieram com uma garrafa de água quente, que eu estava crente que era para beber, mas era para colocar dentro do saco de dormir, nos pés. Vou dizer que antes do meio da noite a água já estava fria, mas deu uma amenizada. Sem falar no contato com os locais, que, mesmo não falando inglês, mostravam disposição em se comunicar e, ainda que fosse com um gesto ou um sorriso, se mostravam gentis. E o que você diria para quem está participando nesta edição? Acreditem mesmo que é possível ganhar. Eu acreditei desde o início. Outra coisa muito importante é adequar bem sua foto ao tema. Mais do que mostrar uma foto linda, é importante adequá-la ao tema. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

|15|◊◊ DIVULGAÇÃO

CACO CIOCLER Em ‘45 minutos’, com única encenação hoje no Teatro Bradesco, o galã instiga o público sobre o papel do teatro na atualidade. Plateia reage de diversas formas – irônica, engraçada, raivosa...

CULTURA

‘É UM JOGO DE PROVOCAÇÃO’ Qual é o foco desse monólogo que reflete sobre as relações entre os espectadores e o teatro? Existe uma desculpa do espetáculo, que é a história de um ator contratado para entreter o público por 45 minutos. Ele mora nos fundos do teatro e não está suportando e nem vendo sentido mais nesse ofício. O espetáculo é uma grande provocação dessa relação público/ator e público/teatro. E mais, o que a plateia espera e ainda pode aguardar desse encontro para que ele volte a ser significativo.

É como se o público tivesse contato com os anseios e angústias de um ator? Na verdade, é um jogo de provocação. O público, acostumado a ser um espectador passivo, é provocado a refletir sobre os próprios motivos de estar ali e como sair dessa posição. O ator joga para o público a responsabilidade desse encontro, de forma bilateral, cobrando uma participação mais ativa e com isso questionando o próprio teatro e o motivo de ele existir hoje em dia. Como o público participa?

Programe-se No Teatro Bradesco (r. da Bahia, 2.244 – Lourdes). Hoje, às 21h. De R$ 25 a R$ 50.

De uma forma aparentemente livre e solta. A peça é aparentemente improvisada, mas existe um texto seguido à risca. O texto faz com que essa provocação seja controlada, embora eu já tenha passado por situações de descontrole. Dependendo de como o público reage a essa provocação, a peça é completamente modificada.

2

Já fiz espetáculos extremamente engraçados, irônicos, raivosos, tristes.

dando aquilo que o público está acostumado a receber, é a negação da expectativa.

De que forma a plateia têm reagido a essa proposta? Já tivemos depoimentos de pessoas que saíram profundamente tocadas e transformadas. Gente que não aguentou essa provocação e saiu, não entendeu de maneira inteligente, ou que não gostou. O espetáculo cobra, inclusive, o que o espectador é capaz de tirar da experiência de ser colocado diante de uma obra de arte. É que o espetáculo não vai

Os espectadores também chegam a te provocar neste “meta-espetáculo”? Já passei por situações totalmente difíceis que paradoxalmente alavancaram o espetáculo para um lugar muito mais legal. É um desafio gostoso, até de treino do ator, de estar preparado para o que pode acontecer. GUSTAVO CUNHA METRO BELO HORIZONTE

‘Salve Rainhas’

Alaíde Costa

A cantora relembra seus principais sucessos em 50 anos de carreira em show amanhã e domingo, às 19h, na Funarte (r. Januária, 68 – Floresta). Ingressos de R$ 2,50 (meia) a R$ 5 (inteira).


|16|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

O fim de semana é da criançada!

2 4 6

Já sabe como aproveitar o Dia das Crianças com a garotada? Confira dicas de exposições, peças, shows e brincadeiras de rua que ocorrem até domingo na capital METRO BH

Brincadeiras de rua na Savassi

‘Fantástico Mundo da Criança’

Passeio pela obra de Sabino

O quarteirão da rua Tomé de Souza, entre Bahia e Sergipe, será tomado por brincadeiras de rua, contação de histórias, oficinas variadas (como de desenho, peteca e pirocóptero), intervenções circenses e literárias. O “Se Esta Rua Fosse Minha” será realizado neste sábado, das 10h às 13h, pelo Museu dos Brinquedos. Papais e mamães também são convidados a se divertir com os pequenos. METRO BH

Música, teatro, atrações recreativas e de conscientização ambiental para toda a família marcam a 27ª edição, até domingo, das 9h às 17h, no Parque das Mangabeiras. Atividades para a garotada ocorrerão ainda em outros quatro parques: Lagoa do Nado (sáb. e dom., 8h30/21h30), Municipal (sáb., 10h), Aggeo Pio Sobrinho (sáb., 8h/13h) e Barragem Santa Lúcia (sáb., 15h). A entrada é gratuita. METRO BH

Amanhã, o escritor completaria 90 anos de vida. Para marcar a data, várias atividades estão ocorrendo no Circuito Cultural Praça da Liberdade – como uma exposição no CCBB (foto). Especialmente neste sábado, algumas das atrações serão exclusivas para as crianças – como um espetáculo da trupe Maria Farinha baseado na obra do mineiro. A partir das 10h, no Coreto da Praça da Liberdade. METRO BH

1 3 5 ‘Branca de Neve’

O famoso conto infantil da garota “branca como uma neve” que vai morar com sete anões na floresta após fugir de uma bruxa má será apresentado amanhã, de graça, às 17h, no shopping Estação BH (Venda Nova). Outros shoppings também preparam atrações especiais para a meninada. METRO BH

Abílio Barreto com teatro no domingo

O casarão do Museu Histórico Abílio Barreto (Cidade Jardim) está fechado até o mês que vem para reformas. Mas outros setores do local permanecem abertos ao público com várias atividades. Neste domingo, às 11h30, o Museu receberá a peça “Atrás do Arco-Íris”, da Cia. Teatral Crepúsculo, sobre uma garota que descobre o fantástico mundo da literatura. Gratuito. METRO BH

‘Os Saltimbancos’

A bicharada está descontente com a vida no campo. Um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha decidem partir rumo à cidade grande para tentar a carreira musical. Será que a aventura vai dar certo? O famoso musical adaptado por Chico Buarque será apresentado neste domingo, às 16h, no Teatro Bradesco (Lourdes), de R$ 10 a R$ 20. Mais cedo, às 10h, o Teatro sediará uma oficina de poesia gratuita. METRO BH


|18|

Da esq. para a dir., Baruchel, Rogen e Hill em cena de ‘É o Fim’ | DIVULGAÇÃO

Cinema. Dupla de ‘Superbad’ ri do fim do mundo Os reis da comédia de camaradas estão de volta em um filme de proporções apocalípticas. Amigos de infância, Seth Rogen e Evan Goldberg roteirizaram “Superbad – É Hoje!” e também a nova produção “É o Fim”, que estreia hoje também com direção da dupla. A nova parceria põe Rogen, Jay Baruchel, James Franco, Jonah Hill, Danny McBride e Craig Robinson interpretando eles mesmos em uma festa na casa de Franco durante o fim do mundo, com direito a participações de Michael Cera, Rihanna, Channing Tatum, Paul Rudd e Jason Segel. METRO INTERNACIONAL

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Custo do livro no Brasil gera polêmica na feira de Frankfurt Mercado. Postura política divide intelectuais em debates na maior feira de livros do mundo, que termina domingo Se os alemães cogitaram encontrar um Brasil izoneiro em Frankfurt, se enganaram. A postura política de alguns escritores convidados virou a tônica desta edição da maior feira de literatura do mundo, que homenageia o Brasil. Ontem, foi a vez dos editores colocarem pimenta na discussão, apontando a distribuição e falta de debates sobre o preço único para os livros como os principais problemas enfrentados pelo mercado. “Esse tipo de iniciativa é fundamental para proteger as pequenas editoras. A cadeia das livrarias pede um desconto que pode chegar a até 50% no valor da obra para colocar o livro na prateleira. É um mercado muito predador”, desabafa Mariana Warth, da pequena Pallas Editora. A presidente da Câmara Nacional do Livro Karine Pan-

Brasil é homenageado na edição da feira mundial | REUTERS

sa concorda e aponta outros entraves: a falta de ávidos consumidores e o pouco conhecimento das editoras estrangeiras sobre as obras nacionais. “Queremos mostrar que temos bons conteúdos. Passar de um grande comprador de direitos autorais para um

grande vendedor. Não podemos pensar que só vindo em Frankfurt o dever de casa estará pronto”, afirma Karine. Balanço da Fundação Biblioteca Nacional em Frankfurt aponta que de julho de 2011 a outubro deste ano, foram aprovadas 141 traduções

pelo programa brasileiro de apoio a tradução e publicação de escritores no exterior. Porém, muitas editoras estrangeiras não publicam obras brasileiras. Uma delas, a italiana Gianninno Stoppani, uma das organizadoras da Feira de Livros de Bolonha, não tem sequer um brasileiro na sua lista. Mas o interesse por nomes como Monteiro Lobato aumentou depois que os organizadores do encontro italiano divulgaram que o Brasil será o homenageado na edição do ano que vem. Polêmica Depois do discurso inflamado do escritor Luiz Ruffato na abertura da Feira de Frankfurt, na última segunda-feira, onde afirmou que o Brasil foi criado na base do genocídio e da intolerância, os mais de 60 escritores convidados pelo

Ministério da Cultura se dividiram. Há os que apoiam, como João Paulo Cuenca e Paulo Lins, e os que discordam, como Nélida Piñon e Ziraldo. O cartunista mineiro foi incisivo nas críticas: “Eu mandei ele calar a boca durante o discurso. Isso não e fórum para isso. Eu disse ‘você é Ruffato, sua família chegou nos porões e você venceu em uma terra sem oportunidades. Vamos falar da literatura brasileira. Da diversidade da literatura brasileira’”, defendeu. Horas após, Ziraldo foi novamente destaque, mas por outro motivo: ele sentiu um desconforto e precisou ser levado a um hospital. Via SMS, a mulher dele informou que foi “apenas um mal-estar”. THAIS PIMENTEL/BANDNEWS FM BH

A repórter viajou a convite do Governo de Minas Gerais.


|20|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

O Metro indica

Música

Os Mutantes. Sérgio Dias, Túlio Mourão, Antônio Pedro de Medeiros e Rui Motta estão reunidos novamente para celebrar o icônico disco de rock gravado em conjunto nos anos 1970, “Tudo foi Feito pelo Sol”. Como o álbum tem só 43 minutos, os artistas recordam outras composições do período no decorrer do espetáculo. Essa foi uma das várias formações adotadas pelo grupo desde sua estreia, em 1968 – com Dias, Rita Lee e Arnaldo Baptista. No Sesc

Palladium (av. Augusto de Lima, 420 – Centro). Amanhã, às 21h. De R$ 25 (meia/setor III) a R$ 80 (inteira, setor I). Fabiana Cozza. A sambista paulistana é convidada da noite do projeto musical criado por Thiago Delegado. A dupla promete animar a roda de samba com grandes sucessos do gênero. No Granfinos (av. Brasil, 326 – Santa Efigênia). Hoje, às 22h. De R$ 15 (meia) a R$ 30 (inteira). Itamar Brant. O músico apresenta seu

segundo disco, “A Superfície da Palavra”, gravado através de financiamento colaborativo online. No Teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (Praça da Liberdade). Amanhã, às 20h30. De R$ 11 (meia) a R$ 22 (inteira).

Gratuito

Vale na Praça. Estímulo à ciência, oficina de horta, apresentação de coral e um cortejo de folia de reis são atração desta edição do projeto. Na Praça da Liberdade. Domingo, das 9h às 12h.

Em cena, Alessandra Maestrini e Juan Alba | MARCOS MESQUITA/DIVULGAÇÃO

No embalo da Nova York dos anos 1940 Musical. ‘New York, New York’ reúne 26 atores que se desdobram em 200 trocas de figurino e interpretam 35 canções famosas acompanhados por uma Big Band no palco “É uma correria constante do começo ao fim”, brinca o ator Juan Alba. E pudera. Em duas horas de espetáculo, ele e a atriz Alessandra Maestrini se juntam a 26 atores e uma Big Band de verdade formada por 14 músicos para levar ao público a famosa história de amor entre um saxofonista e uma cantora ambientada na Nova York dos anos 1940. O musical “New York, New York”, que fará três sessões no Palácio das Artes, é uma adaptação do texto baseado no livro de Earl Mac Rauch que já foi levado aos cinemas pelas mãos de Martin Scorsese – tendo como protagonistas Liza Minelli e Robert De Niro. “Scorsese optou por fazer um drama. E nosso musical vai mais pro lado da comédia romântica”, explica o ator. A história se passa logo após a vitória dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial, em 1945, acompanhando uma fase de decadência das famosas Big Bands que existiram durante o período. Com figurinos de época, o

elenco chega a trocar de roupa 200 vezes. O cenário também sofre 30 modificações ao longo dos dois atos do show. O repertório é uma atração à parte. São 35 músicas como as inesquecíveis “Blue Moon”, “My Way” e “Get Happy”, a brasileira “O que é que a Baiana tem?”, e “New York, New York”, que ficou famosa no vozeirão de Frank Sinatra. A música é executada ao vivo por uma Big Band que permanece no fundo do palco durante o musical. “É uma trilha sonora envolvente num espetáculo muito rico e colorido. E os músicos também participam das cenas do show. Acaba que vira uma grande interação no palco que contagia o público”, destaca Alba. No Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537 – Centro). Hoje e amanhã, às 21h. Domingo, às 19h. De R$ 30 (meia/superior) a R$ 120 (inteira/plateia I).

GUSTAVO CUNHA METRO BELO HORIZONTE


|22|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Receita Minuto E como será depois da Copa?

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

BOLINHO DE CHUVA DE LEITE CONDENSADO

Cruzadas

Bolinho de chuva é uma especialidade típica tanto em Portugal quanto no Brasil. O bolinho de chuva tornou-se mais conhecido no Brasil graças ao Sítio do Picapau Amarelo, onde a cozinheira Tia Nastácia sempre fazia a iguaria para Pedrinho, Narizinho e para a boneca de pano Emília. Em sua versão original, no final do século 18, a receita do bolinho era feita com mandioca ou cará. O trigo era pouco, caro, vinha de Portugal. Em compensação, o bolinho era feito com muitos ovos, açúcar, leite, frito em gordura de porco. Tinha muitos nomes carinhosos como “quero mais”, “quero quero”, “desmamados”... E desta maneira pensamos em oferecer aos amigos uma receita ainda mais gostosa com leite condensado na própria massa..hummmm, deliciem-se.

Meu maior medo em relação à economia do país é o período pós-Copa! Esses estádios e a corrupção em cima deles se tornarão dívidas impagáveis e como sempre, a conta quem assume somos nós! Um exemplo atual é a Grécia que se afundou devido à corrupção e ao dinheiro gasto nas Olimpíadas em 2008. Quem me dera se o Brasil fosse uma Alemanha, se erguer bravamente após duas guerras mundiais e continuar firme mesmo durante a crise que a Europa passa atualmente. Penso que o pior ainda está por vir! PAULO SANTOS – BELO HORIZONTE/MG

Metro Pergunta

A derrota do Cruzeiro em casa, após 24 jogos Siga o Metro no Twitter: invictos, na quarta-feira, desanimou o torcedor @jornal_metrobh celeste? Será que foi culpa do bigode?

FOTO: RODOLFO BARTOLINI

@RGuilhermo

NÃO. Nada muda! Continua sendo o LÍDER ISOLADO do Brasileirão. Tropeça, mas não cai. @BrunoSilvaCEC

Com certeza não. A chance do Cruzeiro ser campeão aumentou. Eram 11 pts pra 12 jogos, agora são 11 pts pra 11 jogos. @thaisinhasilva

Não mesmo. Uma hora a derrota aconteceria. Nenhum time é invencível, por melhor que seja. Seguimos rumo ao tri! INGREDIENTES Massa: 4 ovos 1 colher(sopa) margarina em temperatura ambiente 1 lata de leite condensado 1 colher (sopa) de fermento 2 xicaras (chá) de farinha de trigo Outros ingredientes: açúcar e canela para polvilhar óleo para fritar

Sudoku ovos, a margarina e o leite condensado. Mexa vigorosamente. Adicione a farinha e o fermento, misture até incorporar. Com auxílio de uma colher, pegue porções de massa e frite em óleo quente até dourar. Em seguida, polvilhe açúcar e canela por cima dos bolinhos. Coma ainda quentinhos!

@mat_freitas

Alguém anotou a placa do caminhão paulista que bateu duas vezes no meu Cruzeirão? @nataliacantunes

Claro que não! Até porque com a derrota, nada mudou na tabela! =) @gabitinoco

O torcedor pode até ter ficado chateado, mas desanimado não: a tabela continua mostrando a supremacia do time até agora!

Metro web

Modo de Preparo: Em um bowl misture os

Para falar com a redação:

leitor.bh@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Período importante para projetos a longo prazo. Situações que envolvam novas responsabilidades marcarão o momento profissional.

Valorize a sexta e o final de semana para cuidados com o corpo, saúde e para recompor-se de desgastes causados pela rotina.

Muitas vezes é essencial se desfazer de lugares e pertences que somos apegados para dar espaço ao que é diferente e renovar energias.   

Este é um dia positivo para vivenciar seu intelecto, para se empenhar a leituras ou hobbies que façam bem a mente.

Aproveite o final desta semana para se divertir mais e desviar a mente de preocupações que ocuparam sua atenção na semana.

Momento propício para empenho e solução de problemas das pessoas que mais gosta. Apenas evite se dedicar mais do que pode.

Seja cuidadoso com a maneira de tratar alguns assuntos íntimos ou que envolvam as emoções de quem se relaciona.

Assuntos ligados a familiares são propensos a tomar uma atenção extra. Dia em que está tendendo a organizar os ambientes que vive.     

Tenha atenção para não agir com posturas antissociais que façam se afastar de bons amigos ou desagradar pessoas.

A influência da Lua em seu signo oposto, Capricórnio, trará uma sensibilidade diferente para perceber o que as outras pessoas precisam.

A vida amorosa recomenda paciência e jeito para lidar com certas conversas. Procure compreender mais os pensamentos de quem gosta.

O envolvimento com amigos tende a ser mais intenso e prazeroso. Também é um fim de semana para quem gosta de causas voluntárias.   


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Vettel pode fazer história no domingo Em Suzuka. Piloto da Red Bull tem chance de ser o tetracampeão mais jovem da F-1 Sebastian Vettel não é Michael Schumacher. Mas também não está longe de se tornar uma lenda como o compatriota, maior campeão da Fórmula 1 com sete títulos (1994, 1995 e entre 2000 e 2004). Se não é o maior, o alemão da Red Bull detém outros recordes, que podem se tornar ainda mais significativos após o Grande Prêmio do Japão, que acontece às 3h (horário de Brasília) deste domingo. Aos 26 anos, Vettel está prestes a se tornar o tetracampeão mais jovem da história da F-1. Precoce, o alemão também foi o mais novo a ser campeão (23 anos e 14 dias, em 2010), a vencer uma corrida (21 anos e 73 dias, em 2008), a fazer uma pole position (21 anos e 72 dias, em 2008) e a pontuar (19 anos e 349 dias, em 2007). Para sacramentar o quarto título na carreira, o carro número 1 da Red Bull precisa vencer em Suzuka e torcer para que o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, seja, no máximo, o 9º. A atual diferença Mundial de Clubes

“Mesmo que a situação seja favorável, ainda há chances para Fernando, então precisamos nos manter no topo” SEBASTIAN VETTEL, PILOTO DA RED BULL

entre o alemão e o vice-líder é de 77 pontos. Depois da prova de Suzuka, ainda restarão quatro corridas no calendário: Índia, Emirados Árabes, Estados Unidos e Brasil. Ou seja, o título de Vettel, que venceu oito etapas, parece ser questão de tempo. Tanto que o próprio Alonso admitiu que precisa de um “milagre” para conquistar seu terceiro campeonato – o espanhol levou a taça em 2005 e 2006, correndo pela Renault. “Fizemos milagres até a 15ª corrida e queremos manter o milagre vivo até o resto da temporada”, disse. MATHEUS ADAMI METRO SÃO PAULO

Série B

Decisão sobre as inscrições é adiada

América faz clássico regional

O técnico Cuca só vai saber se poderá escalar os atletas contratados depois da Libertadores às vésperas do Mundial de Clubes. Ontem, a Fifa adiou a decisão para novembro. O Atlético deve enviar uma lista de 35 jogadores até o dia 25, e só depois terá a confirmação. METRO BH

Após quatro tropeços em casa, o Coelho tenta se reaproximar do G-4 hoje às 19h30, no Independência, no clássico regional contra o Boa Esporte. O time de Varginha vem de cinco derrotas e aparece a apenas seis pontos da zona de rebaixamento.

Tênis

Mineiro supera Federer em Xangai Após ser eliminado na disputa de simples, o ex-número 1 caiu também nas duplas do Masters 1.000. Ao lado do croata Ivan Dodig, Marcelo Melo venceu o suíço e o chinês Ze Zhang por 2 a 1. METRO BH

METRO

MMA

Lutador brasileiro é expulso do UFC Rousimar “Toquinho” foi eliminado da organização por não ter soltado a chave de calcanhar que lhe deu a vitória sobre Mike Pierce, anteontem, no UFC Barueri, após a interrupção do árbitro. METRO

Sebastian Vettel já venceu oito corridas na atual temporada da Fórmula 1 | TORU HANAI/REUTERS

|23|◊◊

3 ESPORTE


|24|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Estreante no clássico, Fernandinho é uma das esperanças alvinegras

Clássico para elevar moral

Brasileirão. Atlético e Cruzeiro medem forças neste domingo Um já “jogou a toalha” no Brasileirão e só pensa no Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. O outro apenas conta os dias para confirmar o título nacional, tendo em vista a enorme vantagem em relação aos adversários. Mas engana-se quem pensa que não haverá nada em jogo no clássico entre os dois melhores times brasileiros da temporada, neste domingo. Mais desfalcado que o rival, o Galo tem a melhor oportunidade de testar seu poder de decisão neste segundo semestre, de olho na preparação para o torneio mais importante de sua história. Além disso, um triunfo mantém a invencibilidade contra a Raposa no Horto – até o momento, foram duas vitórias e um empate.

ATLÉTICO Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Emerson e Júnior César; Pierre, Josué e Luan; Diego Tardelli, Fernandinho e Alecsandro. Técnico: Cuca.

CRUZEIRO Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro; Borges e Willian. Técnico: Marcelo Oliveira. • •

Local. Arena Independência, às 16h deste domingo. Arbitragem. Luiz Flávio de Oliveira, com Janette Arcanjo e Pablo Almeida da Costa.

Para o time azul, um tropeço seria o segundo seguido – algo que ainda não aconteceu neste ano – e poderia pôr em risco o embalo da equipe na competição. Por outro la-

Brasileirão 28ª rodada AMANHÃ 18h30

X FLUMINENSE

GRÊMIO 18h30

X VITÓRIA

CORITIBA 21h

X SANTOS

PONTE PRETA DOMINGO Atacante sentiu uma pancada no quadril | WANDER ROBERTO/VIPCOMM

16h

X SÃO PAULO

CORINTHIANS 16h

X INTERNACIONAL

NÁUTICO 16h

X CRICIÚMA

VASCO 16h

X ATLÉTICO

CRUZEIRO 18h30

X BOTAFOGO

FLAMENGO 18h30

X GOIÁS

BAHIA 18h30

X ATLÉTICO-PR

PORTUGUESA

Brasil. Neymar dá susto no treino, mas deve jogar amistoso contra a Coreia O atacante Neymar não deverá ser problema para o amistoso do Brasil contra a Coreia do Sul, amanhã, às 8h (de Brasília), em Seul. A informação foi confirmada ontem pelo departamento médico da Seleção. Assim, a escalação do craque pelo técnico Luiz Felipe Scolari já é dada como certa. No treino de ontem, o camisa 10 levou a pior em uma disputa de bola com o volante Hernanes e ficou caído em campo. Atendido ainda no gramado, o jogador do Barcelona ainda ten-

tou voltar à atividade coletiva, mas acabou pedindo para deixar o trabalho. Hoje, o atacante será reavaliado e deve ser liberado pelos médicos. Ele é esperado para o último treino da Seleção antes do duelo no estádio Sang-Am. O time testado por Felipão ontem e que deve ser mantido contra os coreanos teve a seguinte escalação: Jefferson; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Ramires e Oscar; Jô e Neymar. METRO

do, uma vitória coloca a Raposa ainda mais perto do troféu e aumenta a vantagem no confronto: em quatro clássicos neste ano, a equipe celeste venceu três. Novidades Estreantes no clássico, os novos xodós das torcidas são os candidatos a destaque. Sem Jô e Ronaldinho, o Galo aposta em Fernandinho, autor de três gols e quatro assistências em 14 jogos. Do lado celeste, quem está na crista da onda é Willian: em 20 partidas, o bigodudo balançou as redes seis vezes e serviu os colegas em sete oportunidades. CRISTIANO MARTINS METRO BELO HORIZONTE

Novo xodó celeste, Willian quer repetir atuações decisivas também contra o rival


20131011_br_metrobh