Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.

GABRIELA DI BELLA/METRO

‘AVIÕES’ ESTÁ NO CINEMA

Maria da Graça deixou zona sul para viver mais de um mês em piquete

Eles vão de mala e cuia Acampamento vira morada

PÁG. 03

ANIMAÇÃO DA PIXAR TRATA DA REALIZAÇÃO DE SONHOS PÁG. 10 PORTO ALEGRE Segunda-feira, 16 de setembro de 2013 Edição nº 466, ano 2 MÍN: 14°C MÁX: 20°C

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metropoa

GNV sobe hoje até 14% nos postos da capital Gás natural veicular. Pressionada pela alta do dólar, Sulgás reajusta o produto para os postos. Aumento para o motorista é projetado em até R$ 0,12 por metro cúbico. Clientes comerciais e industriais têm acréscimo de 9% enquanto residenciais ficam livres da alta PÁG. 05

DERROTA NA CHUVA Em noite de muita água na Arena, Grêmio leva 1 a 0 do Atlético-MG PÁG. 13

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Jogadores do Galo comemoram gol que deu a vitória sobre o Tricolor Gaúcho | LUCIANO LEON/FUTURA PRESS

Inter a um ponto do G4 Vitória em SC. Colorado de Índio (foto) faz 1 a 0 no Criciúma e se aproxima do quarto lugar

PÁG. 14

Cláudio em ação | GABRIELA DI BELLA/METRO

Se prefeitura não coloca, morador faz Para facilitar localização de quem circula pela Vila Safira, pintor cria placas com nomes das vias PÁG. 02

Gasto médio com carro passa de R$ 800 por mês Comparação entre os 10 veículos mais vendidos mostra que combustível e depreciação têm maiores pesos PÁG. 06


|02|

1

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Ele resolveu a falta de placas nas ruas Iniciativa. Morador da Vila Safira toma a dianteira na sinalização das vias da região

FOCO

Justiça

Novo Foro será inaugurado hoje O novo Foro Cível da capital será inaugurado hoje, às 11h. O prédio, localizado na rua Manoelito de Ornellas, 50, tem 23 andares e abrigará as Varas Cíveis, Varas de Família, Fazenda Pública, além de Falência e Concordata, Precatórios, Registros Públicos e Acidentes de Trabalho. No total, serão transferidos 870.627 processos. A última etapa da mudança deve ocorrer até o fim do mês. METRO POA Pelotas e Rio Grande

Dilma cumpre agenda no sul Em Porto Alegre desde a noite de sábado, a presidente Dilma Rousseff embarca às 9h de hoje para Pelotas, onde concede entrevista a rádios antes de seguir a Rio Grande para conferir a conclusão das obras da plataforma P-55 e assinar contrato para a construção da P-75 e da P-77. Ela retorna para Brasília às 13h40 a partir de Pelotas. METRO POA MPF

Vereador

Consulta O Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul realiza consulta pública amanhã para ouvir a sociedade sobre suas prioridades de a açã A i MPF vai à origem das a a ib iç e É um desses momentos ímpares de aprendizado e f açã de ideia afi a c ad chefe da P c ad ia Regional da República da Regiã J ã Ca de Ca a h R cha f O e c c e a aça R i Ba b a à h

Cotações Dólar + 0,35% (R$ 2,28) Bovespa + 0,92% (53.797 pts) Euro - 0,22% (R$ 3,02) Selic (9%)

Salário mínimo (R$ 678)

Cansado de esperar identificação das ruas, Cláudio Roberto Pagno passou a fabricar placas nos fundos de casa | GABRIELA DI BELLA/METRO

Munido de um pedaço de madeira, tinta, pincel e muita boa vontade, Cláudio Roberto Pagno indica o caminho para as pessoas que passam pela Vila Safira, na zona leste de Porto Alegre. Um problema que se repete em diversos pontos da cidade, a ausência de placas informando o nome das ruas, é amenizado pelo pintor de 50 anos. Na última leva foram produzidas 15 placas, sete delas já instaladas nas redondezas de sua casa. “Trabalhei como office boy e quando eu chegava nas esquinas, até de bairros nobres, não havia nenhum tipo de indicação do nome da rua. Imagina aqui”, conta Cláudio Roberto, que também comanda o projeto Vó Chica, que ajuda crianças carentes da região, localizada no limite com Alvorada.

2 mil

ruas de Porto Alegre não possuem nenhum tipo de sinalização quanto aos seus nomes. A simplicidade do processo, iniciado há dez anos, é tão grande quanto sua eficiência. Após confeccionar as placas, ele pega o martelo, alguns pregos e uma escada e vai até um poste de uma rua não sinalizada para, em poucas marteladas, resolver a falta de sinalização. “Basta querer para fazer. Estou fazendo porque eles (políticos) não fazem. É possível fazer as coisas. Temos direito a elas”, comenta.

tos da cidade precisem de placas novas, sendo que 2 mil ruas, a maioria na periferia, não possuem nenhum tipo de referência quanto ao seu nome. Desde agosto de 2010, o prefeito José Fortunati fala na renovação das placas de ruas, um dos itens que integra o chamado mobiliário urbano. No momento, o edital da licitação, cujo lançamento foi adiado diversas vezes e a última previsão era para o mês de junho, ainda está sendo confeccionado e não possui data para publicação. Enquanto a prefeitura não resolve o problema da falta de placas, de modo simples Cláudio Roberto protesta e mostra a solução ao mesmo tempo.

Licitação O tamanho do problema não é pequeno. Estima-se que cerca de 54 mil pon-

FALE COM A REDAÇÃO leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471 O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

VALTER JUNIOR

O novo padrão Como deverão ser as novas placas de rua da capital: C e O azul continuará sendo o padrão, conforme recomendação do programa Monumenta. La O nome da via terá o nome mais conhecido em destaque. Na avenida Borges de Medeiros, por exemplo, o nome Borges terá letras grandes. I f aç e Numeração da quadra e CEP continuarão nas placas. Uma pequena biografia do homenageado deve ser descartada para não dificultar uma leitura rápida.

Cássio Trogildo reassume vaga Cássio Trogildo (PTB) reassume hoje, às 8h30, como vereador da capital. Ele teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas uma decisão liminar proferida pelo Tribunal Superior Eleitoral restituiu o mandato na quinta-feira. METRO POA No Acampamento

Jovem de 22 anos é esfaqueado Roger da Silva Ramos, 22 anos, foi esfaqueado na barriga durante uma briga na madrugada de ontem no Acampamento Farroupilha, na capital. A vítima foi encaminhada ao HPS, onde permanecia em estado regular às 20h de ontem. BANDNEWS

METRO PORTO ALEGRE

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145). Editor Chefe: Luiz Rivoiro. (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Executivo: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor-Geral: Leonardo Meneghetti.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: (051) 2101-0471 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{SEMANA FARROUPILHA}

|03|◊◊

FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

De mala e cuia

HOJE NO PARQUE DA HARMONIA A segunda classificatória do Festival de Música do Acampamento Farroupilha agita a noite do parque hoje. O evento artístico ocorrerá no Palco Central. Mais cedo, das 9h às 17h, o palco central receberá o Ciranda Escolar, projeto que leva as tradições gaúchas a crianças da pré-escola até os 12 anos por meio de oficinas culturais.

Maria da Graça chegou ao Acampamento em 17 de agosto com seu marido, Gilberto Spíndola, e só partirá em 30 de setembro para desmontar o piquete Lendas do Sul

Morada temporária. Tradicionalistas transportam móveis e utensílios de casa para piquetes durante Acampamento Literalmente de mala e cuia, Maria da Graça Spíndola, 58 anos, completa amanhã um mês morando no Acampamento Farroupilha. Além da mala e da cuia, a dona de casa também trouxe cama, geladeira, fogão, TV, DVD, louças, talheres, roupas, mesas, cadeiras e até o cachorro para o piquete onde ficará hospedada até o dia 30 de setembro, data limite para desmontar as estruturas e deixar o Parque da Harmonia. Itinerário de caminhadas turísticas, ponto do churras-

co do final de semana, os galpões de madeira são a residência de centenas de pessoas por semanas. Há quem não arrede o pé do parque enquanto não se encerram os Festejos Farroupilhas. “Desde que cheguei, dia 17 de agosto, ainda para participar da montagem do piquete, só saí por cinco horas”, lembra a microempresária Gisa Scheffer, 40 anos, que mora na zona sul de Porto Alegre e está acostumada a fixar moradia no piquete Laços de Sangue desde 1999.

R$ 6 mil é o que a microempresária Gisa Scheffer calcula gastar para manter seu piquete no Acampamento Farroupilha. Diferentemente de Gisa, que possui móveis específicos para o Acampamento, Maria da Graça traz tudo de casa, no bairro Camaquã, na capital, numa trabalhosa mudança que lhe toma pelo menos três dias. No piquete Lendas do Sul, ela tem até

um closet: “Tenho um quarto e um closet, porque a gente precisa trocar uma roupa rápido. Tenho um colchão que quando chega um amigo a gente recebe”, conta ela. Canto dos pássaros Ter um piquete, abastecê-lo com comida e mantê-lo higienizado não é uma tarefa fácil e tampouco barata. Gisa calcula que todos os gastos de manutenção da casa temporária, contabilizando a mudança para transportar a estrutura de madeira até o parque e retirá-la de lá, gi-

ram em torno dos R$ 6 mil. “Estou aqui desde às 8h do dia 17 de agosto, quando fizemos a montagem. Mas esse nosso espaço, depois que ele está montado, não dá vontade de sair. Para eu ir à avenida Borges de Medeiros é como ir para outro mundo, a gente parece que está em outra cidade. A gente vive isso aqui e até escuta o canto dos pássaros de manhã”, comenta Gisa, que contrata um profissional para ficar em seu lugar no trabalho durante o mês de setembro. METRO POA

Gisa tem até cama para hóspedes no interior do piquete


|04|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Um voto, doze destinos Está nas mãos dele. Celso de Mello decide os rumos do julgamento nesta semana ao desempatar votação sobre embargos infringentes Nesta semana o ministro Celso de Mello define o destino de 12 réus do Mensalão, entre eles figuras de peso do PT (Partido dos Trabalhadores) como José Dirceu e José Genoino, que podem escapar do regime fechado de prisão. Ao votar contra ou a favor da validade dos embargos infringentes, ele vai desempatar o placar que está estacionado no 5 a 5. Analistas e membros da corte acreditam que o ministro mais antigo do STF (Supremo Tribunal Federal) irá defender o direito dos réus a um novo julgamento. Seu discurso deve girar em torno do argumento de que os juízes devem servir à Constituição e não à opinião pública. Se os embargos forem aceitos, no entanto, o julgamento não recomeça do zero. Cristiano Paixão, professor de Direito Constitucional da UnB (Universidade de Brasília) explica que novas provas e novos depoimentos não serão mais acrescenta-

Esclarecimentos

Oquesão embargos infringentes?

Quem ganha com isso?

Por que só doze réus?

São recursos que permitem um segundo julgamento em casos de condenação muito apertada. Eles estão previstos no Artigo 333 do Regimento do STF, mas uma lei que regula o funcionamento dos tribunais superiores não obriga seu uso em casos criminais.

João Paulo Cunha, João Cláudio Genu, Breno Fischberg, José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares, Marcos Valério, Kátia Rabello, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, José Salgado e Simone Vasconcelos.

Se forem aprovados, os embargos podem permitir um novo julgamento somente para aqueles que tiveram pelo menos quatro votos pela absolvição. Só doze entre os 25 condenados se encaixam neste caso.

1 23 dos ao processo. “Há uma revisão da decisão, mas o processo permanece o mesmo.” O pleno pode confirmar a decisão anterior, mas a entrada de dois novos minis-

tros, Roberto Barroso e Teori Zavascki, pode alterar o jogo. “Ainda é cedo, no entanto, para afirmar como, já que eles são novos na Corte”, afirma Paixão. METRO

Se Celso de Mello votar a favor dos embargos infringentes, as penas serão reexaminadas | LULA MARQUES/FOLHAPRESS

Hackers divulgam dados de 50 mil PMs O site do Proeis (Programa Estadual de Integração na Segurança) da Polícia Militar do Rio ficou fora do ar no sábado, após ter sido alvo de um ataque de hackers, que divulgaram informações pessoais de 50 mil PMs, na quinta-fei-

ra. Dados como telefones, endereços, e-mails e até números de CPF foram publicados na internet, em um site e em um perfil do Facebook. A PM reconheceu que houve o vazamento, no sábado, lamentou o ocorrido

e informou que já está tomando providências para que os responsáveis sejam punidos. O site ficou fora do ar por questões de segurança e uma investigação foi aberta para descobrir o responsável.

Delegacia em UPPs A Polícia Civil será integrada ao programa das UPPs. O secretário de Estado de Segurança, José Mariano Beltrame, afirmou, em entrevista ao jornal ‘O Globo’, que planeja instalar, até janeiro, de-

legacias em três comunidades pacificadas (Rocinha, Manguinhos e Alemão) e também uma no Complexo da Maré, que será ocupado em breve, para facilitar investigações e o recebimento de denúncias de moradores.

Rocinha vai ganhar uma delegacia até janeiro | MARCELO HORN/GOVERNO DO ESTADO

Para evitar os vícios da “guerra e da corrupção”, nas palavras do próprio Beltrame, ele contou que apenas delegados e inspetores recém-formados irão trabalhar nessas delegacias e que a maioria será de mulheres. METRO RIO


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

|05|◊◊

GNV aumenta até 14% hoje Reajuste. Devido à alta do dólar, Sulgás repassa a elevação de custos do gás natural veicular para os postos do Rio Grande do Sul

Táxis compõem a frota que mais usa GNV em Porto Alegre | GABRIELA DI BELLA/METRO

Abastecer o carro com GNV (gás natural veicular) ficará mais caro a partir de hoje nos postos de Porto Alegre e de outras cidades do Rio Grande do Sul. Sob a justificativa da escalada do dólar, a Sulgás reajusta o preço para os postos em 14,4%. Para o motorista, o aumento é projetado em R$ 0,12 por metro cúbico, mas vai depender de cada estabelecimento. O reajuste também atinge as indústrias e clientes comerciais, no percentual de 9,7%. Os clientes resi-

Greve. Bancários param nesta quinta-feira Prepare-se para dificuldade de atendimento nos bancos de Porto Alegre a partir do fim da semana. O SindBancários anunciou greve a partir desta quinta-feira, o que deve resultar no fechamento da maioria das agências na capital e de municípios vizinhos. Às 16h30 desta quarta, os bancários realizarão caminhada a partir da Praça da Alfândega. A categoria pede, entre outros pontos, reajuste salarial de 11,9% (5% de aumento real). Os bancos oferecem 6,1%. METRO POA

denciais não terão reajustes. De acordo com a companhia de gás do Estado, o último aumento para os segmentos industrial e comercial havia ocorrido em julho de 2012. Já o GNV não tinha reajuste desde novembro de 2011. Em nota, a Sulgás informou que nos últimos dois anos, “o custo para aquisição do gás natural boliviano subiu cerca de 80%, sendo que dois terços desse montante são resultado da desvalorização cambial. Nesse período, a Sulgás absorveu

grande parte do incremento sem repassar aos clientes”. Táxis são maioria Na capital, a maioria dos consumidores do combustível são os taxistas. Dos 3,9 mil veículos da frota, 64% são triflex, podendo rodar com álcool, gasolina e gás natural veicular, com base em dados da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) de 2011. MAICON BOCK METRO PORTO ALEGRE


|06|

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BRUNO.CAETANO@METROJORNAL.COM.BR

{ECONOMIA}

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

Despesa mensal com carro supera R$ 800

FIQUE LONGE DO FORNECEDOR DO TIPO ‘TEM, MAS ACABOU’

Seu bolso. Combustível e depreciação são itens que mais pesam. Economia chega a R$ 1.408 ao ano dependendo do modelo escolhido, segundo pesquisa com os dez veículos mais vendidos

Sabe aquela brincadeira do “tem, mas acabou”? Pois bem, se alguém acha graça, essa pessoa certamente não é o empresário que perde a venda porque está sem o item pedido pelo cliente. Por que isso acontece? Em alguns casos, pelo simples fato de o fornecedor ter falhado na entrega da mercadoria. O fornecedor tem papel decisivo no desempenho do negócio. Quando ele trabalha corretamente e é confiável, representa uma preocupação a menos para o empresário. Mas a escolha desse parceiro passa, basicamente, por três critérios: preço, qualidade e prazo. Ao pensarmos no preço, vale a máxima de que o barato pode sair caro. Querer gastar pouco não compensa correr o risco de uma contrapartida discutível. O contratado deve apresentar estrutura e competência capazes de suprir as necessidades. É uma questão de procurar quem cobre valores justos e calcular o custo-benefício. Qualidade implica regularidade. A mercadoria tem de manter um padrão satisfatório. Ao buscar um produto novamente, o cliente demonstra sua aprovação e espera, no mínimo, o mesmo nível da compra anterior. Em caso de piora, a marca sofrerá as consequências. E não adianta dizer que a culpa é de quem fornece. Cumprir prazos é básico. Se o contratado não consegue entregar os pedidos conforme combinado, fazer negócios com ele vai se tornar uma dor de cabeça. Além disso, o fornecedor precisa de agilidade e flexibilidade para adaptar-se a eventuais mudanças do que foi acertado anteriormente. Demandas extras e de última hora podem surgir e espera-se que ele possa responder prontamente. É sempre bom, antes de fechar qualquer acordo, pesquisar o histórico, pedir referências, indicações e checar com outros clientes se há registro de problemas. Ter um plano B também faz parte do jogo. Depender de uma única fonte é colocar todos os ovos na mesma cesta. Se ela cair... Por isso, tenha na manga sempre uma ou duas alternativas. Em caso de emergência, há para onde correr. O importante é comprador e fornecedor estarem comprometidos entre si. Afinal, um depende do outro e estabelecer uma relação de ganha-ganha faz bem para todos.

O motorista pode gastar mais de R$ 800 por mês só para manter o carro. Segundo levantamento feito pela Proteste - Associação de Defesa do Consumidor com dez carros mais vendidos no país, na maioria dos modelos, a soma do valor de aquisição do veículo com as despesas, em três anos, supera o preço pago pelo carro. Isso significa que daria para comprar outro zero no período. “Muitas vezes, o consumidor se preocupa só em comprar o carro e não pensa nas despesas que terá com a manutenção. Em média, o custo é de pelo menos R$ 800 por mês. É importante calcular esses gastos para evitar surpresas”, afirma Dino Lameira, coordenador do estudo.

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

Para realizar a pesquisa, a associação considerou a depreciação do carro, IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), licenciamento, seguros, revisões, lavagens e combustível. Não entraram no cálculo, por exemplo, gastos com pedágios e estacionamento – o que tornaria a conta ainda mais pesada. E a escolha da modelo pode fazer diferença na hora de pagar essa conta. “Há carros da mesma categoria que são mais econômicos que outros”, diz o técnico da Proteste. A economia chega a R$ 1.408 ao ano, ao comparar as despesas com o Gol Mi 1.0 e o Fox 1.0 Mi. Só o gasto com combustível pode superar em três

QUANTO CUSTA Gastos em três anos dos dez modelos mais vendidos, em R$

TOTAL

R$ 10,3 mil será o gasto médio para rodar 45 mil km em três anos com gasolina, mostra levantamento feito pela Proteste anos um terço do valor investido na aquisição do veículo. Segundo a pesquisa, o Gol e Fox são os veículos que consomem menos combustível. Ao rodar 15 mil Km por ano, o motorista desembolsará R$ 9,85 mil em 36 meses nos dois casos. Já a Pick-up Strada, da Fiat, é o carro com maior gasto de combustível: R$ 11,07 mil. A depreciação do veículo é o segundo item

64.505

62.047

61.750

61.085

59.780

10.070

55.240

57.416

9.850

10.131

10.749

9.847

1.350 COMBUSTÍVEL*

10.256

980

1.350 1.130

47.941

4.493

1.350 1.572

4.431

4.546

4.667 LAVAGEM** REVISÕES SEGURO OPCIONAL (SP E RJ) IPVA, LICENCIAMENTO E SEGURO OBRIGATÓRIO DEPRECIAÇÃO

1.350 1.748

9.850

4.309

3.957

47.789 10.726

7.509

1.350 1.152

10.407

2.493

1.350 1.152

1.350 1.101 5.032 4.400

5.340 1.350 1.152

7.304 5.234

7.799 4.580

6.774

49.808

3.962

8.358 1.350 1.101

11.076 1.350 1.152 5.782

4.071

4.234 8.591

que mais pesa no cálculo, ficando apenas atrás do combustível. Nos três primeiros anos de uso, o Gol Mi 1.0 sofre depreciação de R$ 3,04 mil, enquanto o Fox 1.0 Mi apresenta uma perda de R$ 8,59 mil. Na hora de comprar o veículo, o motorista deve avaliar ainda os custos com IPVA, seguro obrigatório e licenciamento. Essas despesas variam de R$ 2,4 mil a R$ 4,4 mil em três anos entre os dez modelos mais vendidos do Brasil. “O consumidor pode optar por um seguro mais barato também”, diz Lameira. No levantamento, o Gol apresenta o seguro mais caro, de R$ 6,77 mil, para os três anos. METRO

6.526

5.710

3.221 3.535

3.554

5.896 5.259

3.043

34.823 31.288

32.150 VALOR DE AQUISIÇÃO***

27.985

29.888

32.432 29.479

21.187

22.269

22.548

Simples. Fisco alerta sobre erro A Receita Federal lançou o programa Alerta Simples Nacional, que permite a autorregularização das empresas que estão no sistema. A partir de hoje, as empresas que

acessarem o portal do Simples receberão um aviso para que possam corrigir eventuais erros e inconsistências antes do processo formal de fiscalização. METRO

CUSTO MÉDIO MENSAL FONTE: PROTESTE

FIESTA 1.0

FOX 1.0

GOL 1.0

HB 20 1.0

8V FLEX 5P

MI TOTAL 8V FLEX 3P

MI TOTAL 8V FLEX 2P G IV

COMFORT FLEX 3P

(FORD)

(VOLKSWAGEN) (VOLKSWAGEN)

757,08

830,47

*15 MIL KM EM AO ANO, COM GASOLINA

713,11

**15 LAVAGENS AO ANO

ONIX 1.0

PALIO 1.0

SIENA 1.0 STRADA 1.4

HATCH LS ECONOMY FIRE 1.0 MPI FIRE 8V FLEX 5P 8V FLEX 2P 8V FLEX 4P

MI TOTAL 8V FLEX CS

(HYUNDAI)

(CHEVROLET)

(FIAT)

(FIAT)

(FIAT)

824,50

827,69

738,94

830,33

776,02

***PESQUISA FEITA EM SP E RJ PARA COMPRA À VISTA

UNO VOYAGE 1.0 MILLE 1.0 MI TOTAL

8V FLEX 4P FIRE FLEX ECON. 2P (FIAT) (VOLKSWAGEN)

757,22

814,39


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

|07|◊◊

Síria tem novos ataques após acordo entre EUA e Rússia Conflito. Bombardeios teriam partido de aviões de guerra das forças de Assad contra redutos rebeldes. Governo sírio diz que cumprirá plano de eliminar armas químicas Aviões de guerra sírios bombardearam ontem redutos rebeldes na capital Damasco. Os ataques ocorreram um dia depois que os Estados Unidos concordaram em cancelar ações militares em um acordo com a Rússia para remover as armas químicas do presidente Bashar Assad. Após a ação em Damasco, o ministro da Informação da Síria, Omran al-Zoubi, disse à emissora britânica de televisão “ITN” que o governo do país vai cumprir o combinado assim que o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) aprovar uma resolução baseada nessa proposta. Segundo o ministro, o governo já começou a preparar os documentos relacionados ao plano. “A Síria se compromete com o que vier da ONU. Nós aceitamos o plano russo para nos livrarmos de nossas

Pelo menos cinco mortes foram confirmadas | REUTERS

Colorado. Inundações deixam mais de 500 desaparecidos Sírios participam de funeral simbólico de soldados do Exército Livre na cidade de Aleppo | SAAD ABOBRAHIM/REUTERS

armas químicas”, afirmou. O secretário de Estado americano, John Kerry, disse ontem que os EUA enviaram uma forte advertência à Síria e que a “ameaça de (uso da) força é real” se o regime não cumprir com o plano de entregar seu arsenal químico. Kerry fez a advertência após reunião com o primeiro-ministro israelense, Binyamin

Netanyahu em Jerusalém. Para o presidente da França, François Hollande, uma resolução da ONU com o acordo dos Estados Unidos e da Rússia deve incluir a ameaça com algum tipo de sanção, caso a Síria não cumpra o acordo. Falando ontem à TV francesa, Hollande disse que a resolução poderia ser votada até o fim da se-

mana. O presidente receberá hoje Kerry e o chefe da diplomacia britânica, William Hague, para debater a questão síria. Em comunicado, a oposição síria pediu que a comunidade internacional proíba também o regime de Damasco de usar mísseis balísticos e a aviação contra civis. METRO

Mais de 500 pessoas foram consideradas desaparecidas no Estado do Colorado, no oeste dos Estados Unidos, devido às inundações que deixaram pelo menos 5 mortos. Equipes de socorristas tentavam localizar as vítimas, enquanto novas chuvas eram registradas durante o dia. O Estado recebeu em dias o mesmo volume de chuva do que o registrado normalmente em vários meses. Um boletim provisório indica cinco

mortos. Uma mulher arrastada por uma correnteza no sábado na cidade de Boulder foi a última vítima registrada. Na quinta-feira, os socorristas resgataram três corpos, e na sexta uma quarta vítima foi encontrada. Reforços são esperados depois de o presidente Barack Obama ter decretado estado de emergência no Colorado e ordenado o envio de socorristas e mais equipamentos para ajudar as autoridades locais. METRO


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{PET}

|09|◊◊

+ Para acalmar. Atividade recreativa forma cães menos ansiosos e agressivos

PET

Este dança

Pogo canino: Bisteca ensaia passos da dog dance. “Ela curte punk rock, como Suicidal Tendencies e Offspring”, diz o treinador

pra cachorro

FOTOS: ANDRÉ PORTO/METRO

Uma prática recreativa com cães de estimação ainda não tão popular no Brasil quanto o frisbee, o flyball e o agility vem ganhando adeptos graças à iniciativa de profissionais do centro do país, como o treinador André Barreto, de São Paulo. É o Dog Dance Freestyle, ou, simplesmente, “dança com cães”. Barreto é um dos pioneiros do esporte por aqui e o primeiro brasileiro a apresentar uma coreografia completa com música ensaiada. “Divulgo o esporte há 13 anos, e até aqui já ensinei cerca de 30 cães a dançarem com seus donos”, conta. Segundo ele, a dança com cães é uma atividade que oferece inúmeras vantagens na relação dos donos com seus pets, não só porque estimula a intimidade e a comunicação entre homem e animal mas também porque forma “cães mais obedientes, alegres e saudáveis”. Quem pratica três sessões de 25 minutos por semana de “dog dance”, seja em movimentos de solo ou de impacto – que incluem saltos – proporciona ao pet um condicionamento cardiorrespiratório equivalente a caminhadas diárias de 40 minutos em ritmo acelerado, sendo que o trabalho muscular também é bastante completo. Isto acaba benefi-

ciando animais com problemas nas articulações ou displásicos, já que muitos movimentos são pensados para enrijecer os músculos. A princípio, qualquer animal, não importando sua estatura, peso, força, temperamento ou raça, pode ingressar no treinamento. Alguns cuidados básicos, porém, devem ser levados em conta. Cães com menos de um ano de vida, por exemplo, não devem ser estimulados a saltar ou fazer quaisquer movimentos que coloquem em risco sua formação. “Essa modalidade se adapta facilmente às limitações físicas do animal. Mas o treino só pode ser traçado depois de uma avaliação veterinária para determinar quais movimentos ele estará apto a realizar”, pondera Barreto. Feita a avaliação, todo cão deve previamente conhecer os comandos básicos: “senta”, “junto”, “deita”, “fica” e “vem”. As coreografias podem chegar até 80 dicas verbais na sequência avançada. “Os cães acabam adquirindo mais confiança e ficam menos ansiosos e agressivos”, afirma o treinador. Para o aprendizado dos movimentos, basta que o bicho saiba seguir um alvo manipulado pelo dono, que pode ser o dedo indicador. METRO

Saiba mais

Informe-se a d eba e

c

a e ai a c da ed g c b f a hca c d e e

b e b

b


|10|

2 CULTURA Serviço

Ingressos

1

Show “TôTatiando”, no Teatro do Bourbon Country (Túlio de Rose, 80)

2

Hoje e amanhã, 21h, ingressos entre R$ 40 e R$ 80. Tel. 3375-3700

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Zélia Duncan em Cena Festival. Cantora se apresenta hoje e amanhã o show ‘TôTatiando’ no Country A cantora fluminense Zélia Duncan sobe hoje e amanhã ao palco do Teatro do Bourbon para um dos principais espetáculos do 20º Porto Alegre em Cena. O show “TôTatiando” será apresentado às 21h nos dois dias, mesclando música e teatro, numa homenagem à obra de Luiz Tatit, fundador do Grupo Rumo e representante da vanguarda musical paulista nos anos 1980. No palco, sob a direção de Regina Braga, Zélia interpreta suas canções atra-

vés de um viés mais teatral. Cada canção é apresentada como se fosse uma esquete, com personagens, adereços e recursos específicos. “Este show não é um ‘musical’ como os que se vê por aí, é um processo inverso. Ao invés de músicas feitas para o teatro, é o teatro feito a partir da música”, analisa ela. Os ingressos são vendidos a R$ 80 ou a R$ 40 (promocional) no site www. ingressorapido.com.br, no telefone 4003-1212 e nas lojas My Ticket. METRO POA

No palco, cantora interpreta canções através de um viés mais teatral | DIVULGAÇÃO

Novo filme da Pixar, ‘Aviões’ segue fórmula de ‘Carros’

Dusty é o protagonista de ‘Aviões’ | DIVULGAÇÃO

Com o sucesso do primeiro filme da série “Carros”, a Pixar aproveitou para abrir o leque de veículos falantes e criou “Aviões”, animação que estreou sexta-feira nos cinemas do Brasil. O filme conta a história de Dusty, um avião pulverizador que passa os dias jogando fertilizantes em lavouras. Porém, seu sonho mesmo é ser um

avião de corrida. Frustrando expectativas, ele sai bem em uma seletiva e passa a integrar uma competição pelo mundo com as mais velozes aeronaves. De narrativa simples, “Aviões” incomoda por ter uma história muito parecida com a de “Carros”, que investe o tempo todo no discurso da necessidade da superação para a conquis-

ta dos sonhos. Até personagens são parecidos, como Skipper, uma velha aeronave da Marinha que lembra o carro Doc Hudson com suas lições de vida. Dublado no original por nomes como Teri Hatcher e Val Kilmer, o filme tem em sua versão em português a voz da cantora Ivete Sangalo para a aeronave Carolina Santos Duavião. METRO


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Porto Alegre e os farrapos Revolução Farroupilha. Em seu 13º livro, Walter Galvani mostra a difícil relação da capital gaúcha com os líderes revolucionários O distanciamento histórico da capital gaúcha com os líderes da Revolução Farroupilha é o tema do 13º livro do escritor e jornalista Walter Galvani. Com o título “A difícil convivência – Porto Alegre e os Farrapos”, a obra será lançada nesta quarta-feira, às 18h, no galpão da administração do Acampamento Farroupilha, na capital. O livro é resultado de uma pesquisa histórica solicitada pela Fundação Cultural Gaúcha, que participa da edição com a AGE Editora. Galvani mergulhou na bibliografia e em documentos relativos à Revolução Farroupilha, expondo à luz crua dos fatos e da realida-

tanciamento, tanto quan-

to possível, dos líde“A DIFÍCIL CONVIVÊNCIA – res revolucionários e seus seguidores, PORTO ALEGRE chegando ao ponto E OS FARRAPOS” de destruir ao lonWALTER go do tempo todas GALVANI as referências que AGE EDITORA, pôde, inclusive com R$ 39 a eliminação física de, o quanto a capital, que sempre se julgou “de todos os gaúchos”, esteve distante do movimento que atualmente orgulha tanto o Rio Grande do Sul. O comportamento histórico de Porto Alegre no período da “Grande Revolução”, como é tratada pelos apreciadores daquele período, sempre foi de dis-

de edifícios, como foi o caso da famosa “Casa Branca”, que serviu de quartel general aos farrapos. Por descrença, ironia, ceticismo ou por uma aposta errada, segundo Galvani, Porto Alegre jamais se entregou aos farroupilhas. A obra traz à luz episódios desconhecidos ou esquecidos desta “difícil convivência”, não se fixando apenas no século 19. METRO POA

Miriam Postal apresenta nova série em cores A Galeria de Arte Bublitz (av. Neusa Brizola, 143) mostra as novas pinturas de Miriam Postal. O tema já é referência na trajetória da artista – corpos volumosos, posturas ingênuas e cores quentes –, mas nesta série há uma nova técnica: o acrílico sobre chapa de tela galvanizada, que permite ao visitante a manipulação das imagens. Em cartaz até sábado | REPRODUÇÃO


|12|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Agora é Tarde

Julgamento do mensalão

DANILO GENTILI DANILO.GENTILI@METROJORNAL.COM.BR

Espião Na semana passada, descobrimos que os EUA não apenas sabem quem a gente cutuca de madrugada no Facebook, mas também que eles espionaram dados da Petrobras. O governo brasileiro agora quer saber o que os americanos estavam procurando, se eram dados secretos do pré-sal ou só o fundo do poço em que o Eike Batista se enfiou. Corretor O Obama acha que pode espionar a gente, xavecar nossa presidente e ficar de boa? Nananão: hackers brasileiros invadiram o site da Nasa. Pena que quem espiona a gente não é a Nasa, mas outro órgão americano, a NSA. Quer dizer, nossos hackers até conseguem invadir a Nasa, mas não sabem desligar o corretor automático. Dólar Na última segunda, o dólar caiu pela sexta vez e agora opera abaixo de R$ 2,30. Se abaixar mais um pouco, vai operar pelo SUS. Passinho Foi aprovada a lei que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% pra saúde. Agora pra gente ter educação decente só falta um passo. Um passo no meio do mar a sete mil metros de profundidade, mas é só um passo. Bell Marques O mundo da música entrou em choque pela segunda vez essa semana: Bell Marques anunciou que está saindo do Chiclete com Banana. Nesse momento difícil eu daria um grande abraço nos outros integrantes do Chiclete com Banana. Se alguém soubesse quem eles são. Quando ele disse que ia anunciar uma coisa séria eu pensei que ele fosse dizer que ia cortar aquele cabelo.

ARGENTINOS Um argentino lançou uma rede social que está virando febre no mundo rural, é o Sojabook. Sabe onde o pessoal do Sojabook posta as fotos que eles tiram? No “Instagrama”. A vantagem de ter Sojabook é que qualquer um que faz um perfil é seguido por “milhões”. Milhos grandes, sabe. “Milhões”. O Facebook rural é tão parecido com o Facebook original que já tem até casais que se conheceram por lá:

Mensageria Depois dos escândalos da espionagem americana, o governo anunciou um sistema de emails 100% nacional. Vai se chamar “mensageria digital”. E esse tipo de nome tá virando moda no Brasil, né? Tem brigaderia, temakeria, e agora a mensageria. Seguindo essa tendência, a Câmara dos Deputados vai virar a “deputaria”.

Cruzadas

Nos próximos dias provavelmente teremos o final da emocionante novela “O Mensalão”, protagonizada pelos piores políticos brasileiros e patrocinada pelo governo. Para o andamento desta novela que tem sete anos de trabalhos nos bastidores, foi feito de tudo para que não fosse levada ao publico. Infelizmente para os protagonistas dessa vergonheira, aquele que nunca sabe nada, um tal de Lula, tentou amedrontar o ministro Gilmar Mendes com chantagem, para que o processo fosse mais uma vez adiado e quem sabe prescrevessem as penas. Para quem não se lembra, Gilmar Mendes foi à imprensa e denunciou a tentativa, e a lambança veio à tona. Como último recurso, os réus aproveitaram a aposentadoria compulsória de três membros do STF, nomearam três novos membros nitidamente favoráveis a eles. Agora, no penúltimo capítulo dessa emocionante novela, ou partida de futebol, o resultado está em 5 a 5 e a partida vai ser resolvida numa batida de pênalti pelo ministro Celso de Mello, que resolverá o que nós brasileiros deveremos fazer para acabar com esta pouca vergonha. Nos próximos dias tem mais. GILBERTO SARTORI – PORTO ALEGRE, RS

Metro pergunta

O que você acha que ocorrerá em caso de um novo julgamento do mensalão? Sudoku

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metropoa

@AwareRocks

Chorume.

Profissões Foi divulgado um ranking com as dez piores profissões do Brasil. No topo da lista está motorista de ônibus, seguido de entregador e... apresentador de talk-show. Mas me colocando no lugar deles, eu também acho que motorista de ônibus é uma das piores profissões. Principalmente pras outras pessoas que tão dirigindo. Jornalista ficou em quinto lugar, o que eu acho um erro terrível porque eu não considero jornalista uma profissão.

@vitor_apereira

Alguém vai dormir no julgamento... @BrunnoFCh

Acontecerá o que já se sabia que iria acontecer....PIZZA. @WTarcisio

Mais um filme onde o bandido vira mocinho e os eleitores desinformados acreditam.

Metro web Para falar com a redação:

Danilo Gentili é comediante stand-up e apresentador do “Agora é Tarde”. O programa vai ao ar pela Band, de terça a sexta, a partir da meia-noite. Assista também em band.com.br/agoraetarde

Horóscopo

Leitor fala

leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Está escrito nas estrelas

A Lua faz aspecto tenso com seu regente Marte o que recomenda atenção dobrada com a ansiedade. O momento é para priorizar a diplomacia.

É essencial saber se colocar no lugar das pessoas e valorizar suas experiências para compreender atitudes sem opinar precipitadamente.

Propensões para mais empenho a estudos e atividades culturais. Temas que funcionam como um elixir aos sagitarianos.

Não deixe que suas obrigações impeçam de aproveitar prazeres e momentos especiais com as pessoas que mais gosta.

Hoje vale a pena incrementar um pouco mais de diversão ao dia, especialmente se estiver sobrecarregado em obrigações.

Dia mais propício para se desapegar do que não serve, seja objetos ou mesmo relações. Algo que fará muito bem para novas prioridades.

O ingresso de Mercúrio, que rege seu signo, em Libra, favorece gestos mais afetuosos na vida com o seu amor e nas relações com familiares.

Situações mais intensas e exposições de sentimentos marcarão o convívio com quem se relaciona ou se estiver em paquera.

Mercúrio faz oposição a Urano – este último, o regente de seu signo – o que tende a deixar sua comunicação mais direta nas relações.

Fará muito bem dedicar atenção a temas que revitalizem o seu emocional, como terapias, temas espirituais, meditação e exercícios.

Fará bem uma dedicação extra ao seu habitat, família, vizinhança e tudo que faça parte da sua história para preservar bons sentimentos.

Momento para superar algumas cismas e receios ligados à vida amorosa. Nada de se culpar por algo que não deu certo ou situações antigas.


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Galo azeda o aniversário Tropeço. No dia em que completou 110 anos de vida, Grêmio perde na Arena por 1 a 0 para o Atlético-MG, de Ronaldinho

Jogadores do Atlético-MG comemoram o gol marcado por Fernandinho | RAMIRO FURQUIM/AGIF/FOLHAPRESS

Em 110 anos de vida, o Grêmio poucas vezes viveu um aniversário tão amargo como o de ontem. Foi uma derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG. Uma derrota para o time de Ronaldinho Gaúcho. Uma derrota em um fim de semana em que os adversários que estão na frente na classificação do Brasileirão, Cruzeiro e Botafogo, venceram. Entre os protagonistas presentes na Arena estava o maior antagonismo da história tricolor. De um lado Renato Portaluppi, o mais amado nome do clube. Do outro, o mais odiado, Ronaldinho Gaúcho. Cria gremista, o meia-atacante provocou, fez fintas e passes coreografados. A cada toque na bola, uma

“O Grêmio jogou muito. O Grêmio me encheu os olhos. A bola não quis entrar. O torcedor pode ter orgulho do time. Estamos fazendo muito neste Campeonato Brasileiro.” RENATO PORTALUPPI, TÉCNICO DO GRÊMIO

2 derrotas em casa tem o Grêmio no Brasileirão. Coritiba e Atlético-MG foram os times que saíram vitoriosos da Arena. avalanche de vaias. Em um confronto amarrado, o Galo tinha a bola e trocava passes. Mais vertical, o Grêmio arrematava mais. Foram dois lances de perigo, um com Barcos e outro com Alex Telles. Na jogada em que o gol gremista estava maduro, foi o adversário quem marcou. Após erro de Réver, Vargas desperdiçou três chances consecutivas. Na

0 1

sequência, Alex Telles chutou para a defesa de Victor. No contra-ataque, Jô tocou para Diego Tardelli que cruzou para Fernandinho anotar o gol da vitória. Em desvantagem, Renato jogou seu time para frente com as entradas de Jean Deretti, Wendell e Paulinho. Duas novas oportunidades surgiram, ambas pararam na defesa de Victor. O resumo da noite é que a liderança ficou a nove pontos de distância e o primeiro clube fora do G4 possui três pontos a menos. Na quarta-feira, o Grêmio enfrenta o Santos. VALTER JUNIOR METRO PORTO ALEGRE

Dida; Gabriel, Rhodolfo e Bressan (Jean Deretti); Pará, Riveros, Ramiro (Wendell), Zé Roberto e A. Telles (Paulinho); Vargas e Barcos. Técnico: Renato Portaluppi

GRÊMIO

Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva, e Junior Cesar (Emerson); Pierre, Josué e Ronaldinho (Luan), Fernandinho e Diego Tardelli (Dátolo) e Jô . Técnico: Cuca

ATLÉTICO-MG

L ca Arena do Grêmio, em Porto Alegre G Fernandinho, aos 16 minutos do segundo tempo A bi age Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Rodrigo Henrique Corrêa (RJ)

Tênis

|13|◊◊

Vôlei

Brasil é rebaixado da Copa Davis

Canoas estreia com vitória na Superliga

O Brasil está fora do Grupo Mundial da Copa Davis. Entre sexta-feira e ontem, a equipe foi superada pela Alemanha por 4 a 1, em Ulm, na casa do adversário. A única vitória brasileiro no confronto foi na partida de duplas, disputada no sábado. Em 2014, o Brasil volta a disputar o Zonal Americano do torneio. A final da competição será entre a Sérvia, que derrotou o Canadá por 3 a 2, e a República Tcheca, que superou a Argentina pelo mesmo placar. METRO

Com uma atuação sólida, o Kappersberg/Canoas estreou com vitória na Superliga Masculina de vôlei, no sábado. O time do técnico Marcelinho Ramos bateu o Voltaço por 3 a 1 (21/16, 21/19, 19/21 e 21/16). O fato triste da partida foi a lesão no joelho direito do oposto Luan, do Canoas. Ainda não se sabe quanto tempo ele ficará sem atuar. A equipe gaúcha volta a jogar no sábado contra o Moda/Maringá, no Paraná. METRO POA

3 ESPORTE


|14|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

G4 a um ponto de distância Retomada. Inter vence o Criciúma por 1 a 0 fora de casa e se aproxima da quarta colocação no Campeonato Brasileiro Os tropeços ocorreram e não foram poucos. O rendimento está abaixo do esperado. Apesar dos problemas, o Inter está a um ponto do G4 do Campeonato Brasileiro. O 1 a 0, ontem, sobre o Criciúma elevou os colorados a 34 pontos na classificação, mantendo a quinta posição e abrindo quatro pontos de vantagem para o sexto lugar, o Corinthians. A liderança segue a 12 pontos de distância. A sequência de jogos nos últimos dias e o confronto diante de um adversário em um bom momento fizeram Dunga modificar sua equipe no Heriberto Hülse, sacando Ygor, Willians e Scocco para as entradas de Aírton, Josimar e Alex. As modificações da disposição dos jogadores em campo deu maior solidez defensiva. Buscando o erro dos gaúchos em lances em velocidade, o Criciúma deixou a partida travada. Apesar dos lances em que a bola sofreu, o Inter conseguiu criar três oportunidades nos 20 minutos iniciais, com Josimar, Otávio e Juan. Na segunda etapa, o time colorado conseguiu ocupar

Kleber, D’Alessandro e Otávio participaram do gol | ULISSES JOB/FUTURA PRESS

melhor o campo adversário para chegar ao gol, aos 5 minutos. E, para furar a defesa adversária, o Inter começou a tocar bola no campo de defesa. Ela passou por Juan, Airton e Kleber até chegar a D’Alessandro. O argentino cruzou para o gol de Otávio, que vinha mal na partida. Outras duas oportunidades para ampliar foram desper-

diçadas pelo Inter antes do fim do jogo. “Como equipe fomos melhor do que vínhamos sendo, mas ainda precisamos melhorar mais para nos recuperarmos”, analisou o meia Alex. Na quinta, os comandados de Dunga enfrentam o Bahia, em Salvador. METRO POA

CLASSIFICAÇÃO P V GP SG 1º CRUZEIRO

46 14 45 26

2º BOTAFOGO

42 12 35 13

3º GRÊMIO

37 11 28 8

4º ATLÉTICO-PR

35 9 35 9

5º INTERNACIONAL 34 8 35 6 6º CORINTHIANS

30 7 20 9

7º CORITIBA

29 7 25 0

8º GOIÁS

29 7 22 -3

9º SANTOS

28 7 24 5

10º ATLÉTICO-MG

28 7 22 0

11º VITÓRIA

27 7 27 -3

12º FLUMINENSE

26 7 25 -3

13º FLAMENGO

26 6 22 -3

14º BAHIA

25 6 22 -6

15º CRICIÚMA

24 7 27 -7

16º SÃO PAULO

24 6 20 -2

17º VASCO

24 6 29 -7

18º PORTUGUESA

22 5 29 -5

19º PONTE PRETA

16 4 21 -11

20º NÁUTICO

9 2 10 -26

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

“Como equipe fomos melhores do que vínhamos sendo, mas ainda precisamos melhorar mais para nos recuperarmos.” ALEX, MEIA DO INTER

0 1

Helton Leite; Sueliton, Matheus Ferraz, Leonardo e Gilson ; Bruno Renan , Leandro Brasília (Henik) e Morais (Daniel Carvalho); Fabinho, Lins e Marcel (Wellington Paulista ). Técnico: Sílvio Criciúma

CRICIÚMA

Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Airton , Josimar, Alex e D’Alessandro (Williams); Otávio (Scocco ) e Leandro Damião (Alan Patrick). Técnico: Dunga

INTER

L ca Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC) G Otávio, aos 5 minutos do segundo tempo A bi age Felipe Gomes da Silva (PR), auxiliado por Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Moisés Aparecido de Souza (PR)


PORTO ALEGRE - SEGUNDA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2013


20130916_br_portoalegre  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you