Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica Belo Horizonte Gráfica e Editora.

VELOCIDADE MÁXIMA

VIRADA

CULTURAL É NESTE FIM DE SEMANA PÁG. 12

TRUPE

ENCANTA COM ACROBACIAS E DANÇAS PÁG. 13

‘RUSH’ RETRATA A SELVAGEM DISPUTA ENTRE HUNT E LAUDA NA F-1 PÁG. 11

Chris Hemsworth é James Hunt

Daniel Brühl é Niki Lauda

BELO HORIZONTE Sexta-feira, 13 de setembro de 2013 Edição nº 483, ano 2 MÍN: 15° C MÁX: 26° C sunny

snow

partly

rain

cloudy

sleet

sunny| @jornal_metrobh www.readmetro.com | leitor.bh@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal

hazy

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

EMPATE NO STF: 5 X 5 Ninguém

ELE DECIDE

Agora, cabe ao ministro Celso de Mello o voto final, que pode garantir um novo julgamento para os réus do mensalão. No ano passado, ele se manifestou de forma favorável aos recursos que favoreceriam os condenados. Sessão será na próxima quarta PÁG. 03

explica posto abandonado desde 2010 PRF e prefeitura de Nova Lima fogem da responsabilidade por posto que deveria reforçar segurança na BR-040 PÁG. 02

Chefe do ‘bando da degola’ é condenado a 39 anos de cadeia Mesmo confessando, Frederico Flores teve pena reduzida em um terço por ser considerado “semi-imputável” PÁG. 03

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Galo começa returno com vitória no Horto O ministro Celso de Mello, o decano do Supremo Tribunal Federal, durante a sessão de ontem, que terminou empatada |

JOEL RODRIGUES/FRAME/FOLHAPRESS

Com gols de Jô, time bateu o Coritiba por 3 x 0 e deixou o Z-4 PÁG. 16

DOUGLAS MAGNO/O TEMPO/FUTURAPRESS

Atacante só não fez chover no Horto


31 FOCO ESPORTE

|02|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

No meio do caminho

Estrutura fica no município de Nova Lima, na saída para o Rio de Janeiro. PRF se recusa a assumir ponto alegando que normas técnicas foram desrespeitadas

| FOTOS: EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Empurra-empurra. Posto concluído em 2010 segue abandonado na BR-040. Custo da construção é um mistério

SÉRGIO MOTTA Secretário de Comunicação da Prefeitura de Nova Lima.

Ex-prefeito

‘Não lembro’ Prefeito de Nova Lima entre 2004 a 2011, Carlinhos Rodrigues (PT) disse se lembrar apenas que a empresa vencedora da licitação para a obra do posto desistiu da obra. “Teve muito problema. Melhor ver com o secretário de Obras da época. Não me lembro”. O ex-secretário é Fernando Taveira, atual chefe de gabinete da prefeitura. Procurado, Taveira pediu prazo de dois dias para encontrar os documentos, mas, após uma semana, ainda não havia levantado as informações.

Cotações Dólar - 0,25% (R$ 2,27) Bovespa - 0,49% (53.308 pts) Euro - 0,66% (R$ 3,03) Selic (9%)

Salário mínimo (R$ 678)

Quanto custou o posto? Nenhum contrato formal usado pela gestão anterior foi encontrado por nós. Você sabe como é administração pública. Amanhã pode aparecer o contrato formal, mas até agora não conseguimos encontrar nada. A atual gestão vai fazer as modificações indicadas? A administração anterior nunca faria nada sem a PRF saber. O buraco é mais embaixo. Na PRF falta pessoal, não faz concurso. Acho que seu foco tem que ser outro. Mas a construção ficará abandonada sem ter sido nem inaugurada? Não é nossa responsabilidade. É do Dnit e da PRF. Existia uma demanda para que se fizesse o posto. A União não fez nada, a prefeitura anterior construiu e agora está aquele trem no meio da estrada. Acho que isso é frescura e, se tem gente ou não, o posto está pronto. É muito mais uma questão operacional de querer fazer o posto funcionar. A prefeitura não tem nada com isso. TR

Uma obra nunca inaugurada e já abandonada, exemplo da incapacidade de planejamento e diálogo do poder público. É esta a situação do posto que começou a ser construído em 2008 e deveria reforçar a segurança na BR-040, mas se tornou um jogo de empurra-empurra entre a Prefeitura de Nova Lima e a PRF (Polícia Rodoviária Federal), além de alvo de investigações do Ministério Público. A novela começou com o crescimento dos condomínios na região e a consequente necessidade de reforço no policiamento de sua principal via de acesso. “A gente estava desguarnecido. A BR-040 é um acesso fácil para a criminalidade que vem principalmente do Rio de Janeiro”, diz o diretor de segurança da Associação dos Condomínios Horizontais, Robert Laviola. Por pressão dos moradores, a prefeitura assumiu a construção de um posto no canteiro central da via, a 20 km da capital. As obras começaram em agosto de 2008 e, após problemas com o projeto, foi concluída em 2010. Desde então, o posto está abandonado. A PRF se nega Fiscalização

Histórico de problemas A BR-040 tem enfrentado

FALE COM A REDAÇÃO leitor.bh@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

a receber a obra e usa uma construção feita antes de 1994 para vigiar a rodovia. Novela A PRF alega que há desacordo com normas técnicas. “As paredes laterais apresentam vãos que podem ser usados para alguém invadir, o vidro é fino e prejudica a segurança do agente, o teto não tem forro, as pistas em frente deveriam ser alargadas e barreiras deveriam ser instaladas para evitar que um veículo bata no posto”, argumenta o porta-voz da PRF em Minas, Aristides Junior. A polícia garante que forneceu o projeto, mas entra em contradição sobre o acompanhamento da obra.

“O chefe da delegacia olhava o andamento, mas a maioria dos problemas foi identificada no final”, afirma Junior. A prefeitura não soube dar informações. “Não achamos o instrumento legal sobre a obra foi feita. Tem que olhar com a administração anterior”, informou o secretário de Comunicação, Sérgio Motta, três semanas após o questionamento do Metro. Procurada, a última gestão também não prestou esclarecimentos. A PRF estima que uma construção desse tipo custa entre R$ 600 mil e R$ 2,5 milhões. THIAGO RICCI METRO BELO HORIZONTE

Atualmente, PRF utiliza estrutura em frente ao posto construído pela prefeitura

problemas com os postos há anos. Em 2006, um ponto que ficava no Viaduto da Mutuca foi desativado por desrespeitar normas de segurança – ficava em um descida. No ano seguinte, a PRF

passou a se revezar entre um ônibus e um contêiner para fazer o policiamento. Em 2008, um posto que havia sido construído em 1994 foi reformado – ele é usado até hoje. TR

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Belo Horizonte. Gerente Executivo: Pedro Lara Resende. Editor-Executivo: Luiz Fernando Rocha. Editor de Arte: Cláudio Machado. Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas. Diretor Geral: José Saad Duailibi. Diretor de Jornalismo: Júlio Prado.

ARISTIDES JUNIOR Porta-voz da Polícia Rodoviária Federal em Minas. Por que o posto não está sendo utilizado? Por que você está perguntando isso para a gente? Tem que ver isso com a prefeitura de Nova Lima. A construção precisa passar por adequações técnicas. Até lá, nós não podemos assumir o posto. A PRF está conversando a prefeitura de Nova Lima? Fizemos uma reunião no dia 28 de setembro de 2012 falando sobre os problemas. No dia 19 de março deste ano, voltamos a conversar com eles, mas nenhum previsão foi dada. O posto que a PRF está usando, em frente à construção, é o ideal? Não, é provisório. Ele fica afastado da pista. A credibilidade, segurança e infraestrutura do que foi construído é outra, bem melhor. Qual a importância do posto nesse ponto da BR-040? É estratégico para policiar a saída para o Rio de Janeiro. Aquela região cresceu muito, com muitos condomínios fechados. TR

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, , São Bento, CEP: -, Belo Horizonte, MG. Tel.: /-. O jornal Metro é impresso na Belo Horizonte Gráfica e Editora. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. . exemplares


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Frederico Flores é condenado a 39 anos “Bando da degola”. Ex-estudante de Direito confessou o crime e se disse arrependido de ter comandado o homicídio de dois empresários no bairro Sion, em abril de 2010 O mentor do cruel assassinato dos empresários Rayder Rodrigues e Fabiano Moura foi condenado, continuará na cadeia, mas saiu no lucro. A pena de Frederico Flores foi reduzida em um terço graças ao laudo emitido por peritos da Justiça mineira, que atestou transtorno mental, agravado pelo abuso de drogas. Ontem, no depoimento prestado durante o júri no fórum de Belo Horizonte, Frederico se declarou culpado, mas não foi capaz de dar detalhes: “Não tenho lembrança e certeza para responder sobre a execução”, disse ele diante do juiz Glauco Fernandes. Flores pediu desculpas e disse ainda estar arrependido e “disposto a fazer qualquer coisa para compensar

11 anos

É o tempo que Frederico Flores deverá permanecer preso em regime fechado, antes de ter acesso a progressão de pena

Flores já está preso há quase três anos e meio | PAULA HUVEN/O TEMPO/FOLHAPRESS

as famílias”. Segundo Flores, os três anos de cadeia o afastaram das drogas e fizeram com que “encontrasse Jesus”. A empresária Rosana Mingote, irmã de Rayder Rodrigues, não concorda com o diagnóstico da perícia, que resultou em abrandamento da pena: “Sabe-

mos que o Frederico não é doido e ficamos revoltados. A morte para ele é pouco”, desabafou. O advogado de defesa do ex-estudante, Ércio Quaresma, confirmou ao fim do julgamento que, mesmo diante das atenuantes, vai recorrer da sentença.

Crime hediondo Em 2010, Rayder e Fabiano foram sequestrados, mantidos em cárcere privado em um apartamento no bairro Sion pertencente a Frederico e torturados antes de morrer. Eles foram decapitados e tiveram os corpos carbonizados. Além de Flores, outras oito pessoas participaram do crime, segundo o ministério Público. Outros dois réus já foram condenados METRO BH

Gafe. Secretaria vai investigar publicação A Secretaria de Estado da Educação informou ontem que abriu processo administrativo para investigar a troca do nome do município de Ribeirão das Neves para “Ribeirão das Trevas” em tabela publicada nas versões impressa e digital do Minas Gerais, diário oficial dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Após identificação do erro, uma apuração prévia já levantou que o autor está lotado na Superintendência Regional de Ensino Metropolitana C. O arquivo foi enviado fechado para a Imprensa Oficial. De acordo com a Secretaria, um novo sistema de segurança para o envio de documentos ao diário será instalado em todas as 47 Superintendências regionais de Ensino do Estado. Além disso especialistas em rede e computação vão analisar os computadores, que foram recolhidos, para identificar e responsabilizar o autor da publicação. METRO BH

|03|◊◊

Betim

Desmantelado esquema de disque-drogas A operação Mandrake da Polícia Civil resultou ontem na prisão dez pessoas, que faziam parte de pelo menos duas quadrilhas. Os suspeitos de liderar o disque-droga, que abastecia Betim e Contagem, foram presos após quatro meses de investigação. METRO BH Venda Nova

‘Sol Nasce para Todos’ prende oito pessoas Uma segunda operação foi deflagrada também ontem, no bairro Jaqueline. Os detidos são membros de duas gangues que brigavam pelo controle tráfico na região. Três criminosos ainda estão foragidos. Foram apreendidas duas armas, uma delas escondida debaixo do berço de um bebê de seis meses. METRO BH


|04|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

O EMPATE A favor da admissão dos embargos infringentes

COMO VOTOU CADA MINISTRO

Roberto Barroso "Seria imprópria uma mudança na regra do jogo quando ele se encontra quase no final. Não há porque sujeitar um processo tão emblemático a uma decisão casuística"

Teori Zavascki "Não tendo a lei disciplinado a matéria, a solução juridicamente aplicada é a norma geral que disciplina a fase recursal [o regimento interno]"

Rosa Weber "Ainda que se trate de recurso arcaico, excessivo ou contraproducente, o emprego da técnica jurídica não autoriza a concluir pela sua revogação"

Dias Toffoli "A Lei 8.038 legitimou o regimento ao mencioná-lo como regra a ser seguida pelo tribunal no julgamento de recursos"

Ricardo Lewandowski "[A admissão dos infringentes] permite a derradeira oportunidade de corrigir erro de fato e de direito, porque encontra-se em jogo o bem mais precioso depois da vida que é seu estado libertário"

Contra a admissão dos embargos infringentes

Joaquim Barbosa "A reapreciação de fatos e provas pelo mesmo órgão julgador é de todo indevida. A Constituição e as leis não preveem privilégios adicionais"

Luiz Fux "Tratar-se-ia, isso sim, de uma revisão criminal simulada. Em geral, a decisão que reforma é pior do que aquela reformada"

Cármen Lúcia "A competência para legislar sobre processos é da União. O Congresso atuou de maneira completa"

Gilmar Mendes "Se aceitarmos os embargos vai se criar um STF 2.0; talvez não estejamos mais aqui quando eles forem julgados"

Marco Aurélio "Estamos a um passo de desmerecer a confiança que no Supremo foi depositada"

Celso de Mel vai acatar r

5 a 5. Após empate na sessão de ontem, decisão sobre a possibilidade

O ministro mais antigo do Supremo Tribunal Federal decidirá, na próxima quarta-feira, se 12 réus condenados no processo do mensalão, incluindo o ex-ministro José Dirceu, poderão ter direito a um novo julgamento por terem sido sentenciados em placares apertados. Celso de Mello enfrentou um batalhão de repórteres logo após a sessão que terminou empatada em 5 a 5 e, apesar de dizer que não iria antecipar voto, deu a entender que vai acatar os embargos infringentes. O decano da Corte lembrou que já havia se posicionado sobre o tema no

5

“Não vejo razão para mudar (meu entendimento). Eu tenho meu texto já pronto, preparado, ouvi atentamente todas as razões constantes dos votos, formei minha convicção e a irei expor de maneira muito clara.” CELSO DE MELLO, DECANO DA CORTE

início do julgamento, em agosto de 2012. Na época, ele afirmou que a “proteção judicial efetiva” de réus Mello de Celso ações de penais julgadas

QUEM VAI DECIDIR

pelo Supremo era garantida por esse tipo de recurso. Apesar de ter dito ainda acreditar que entendimentos não evoluem, Mello deve sofrer intensa pressão nos próximos dias. Pressão que começou antes mesmo de a votação de ontem acabar. Favorável à admissão dos embargos infringentes, o ministro Ricardo Lewandowski leu, em sua argumentação, partes dos votos de Mello ao longo do julgamento e teceu elogios ao decano da Corte. Contrário aos recursos, Marco Aurélio, último a votar ontem, repetiu a fórmula e avisou, olhando para o

5


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

llo indica que ecursos de réus

e de novo julgamento para 12 condenados está nas mãos do decano do STF ministro que vai decidir a questão: “Os olhos da nação estão voltados para o Supremo”. Nova chance Se os embargos forem efetivamente aceitos, réus como José Dirceu, apontado como chefe da quadrilha, José Genoíno, presidente do PT na época dos supos-

tos repasses ilegais à base aliada, e Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido, terão seus processos reabertos e podem escapar (nos casos de Dirceu e Delúbio), da prisão em regime fechado. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Acompanhado de amigos, José Dirceu acompanha o julgamento | PAULO WHITAKER/REUTERS

Dirceu assistiu a sessão e gostou do resultado O ex-ministro José Dirceu, condenado a 10 anos e 10 meses de prisão por formação de quadrilha e corrupção ativa, assistiu ao julgamento em sua casa na zona sul de São Paulo de acordo com o jornal “O Estado de S. Paulo”. Dirceu estaria acompanhado por 15 pessoas, entre elas a ex-mulher Maria Ângela Saragoça e a cineasta Tata Amaral, que prepara um documentário sobre a vida do petista. O ex-ministro teria feito poucos comentários, segundo uma fonte do jornal, mas assentiu positivamente quando os ministros Roberto Barroso e Teori Zavascki deram seus votos pela aceitação dos embargos infringentes. “Bom, bom”, teria dito.

“Tenho absoluta convicção de que o ministro Celso de Mello é imune a qualquer tipo de pressão e vai votar de acordo com a sua consciência.” JOSÉ LUIS DE OLIVEIRA LIMA, ADVOGADO DE JOSÉ DIRCEU, AO FINAL DA SESSÃO

Esperança O advogado de Dirceu, José Luis de Oliveira Lima, disse, após a sessão, não temer a pressão sob o ministro Celso de Mello. “Para ocupar este cargo é preciso uma bagagem jurídica e emocional muito forte”, afirmou. “Tenho esperança de que ao final os embargos sejam acolhidos pelo plenário.” METRO BRASÍLIA

{BRASIL}

|04|◊◊ |05|◊◊

Protesto em frente ao Supremo durante a sessão de ontem | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA


|06|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Varejo tem o melhor EM ALTA resultado em 18 meses

Taxa média cobrada ao mês

LINHA DE CRÉDITO

JUROS COMÉRCIO

CARTÃO DE CRÉDITO CHEQUE ESPECIAL

Consumo. Vendas crescem 1,9% em julho e superam expectativas. Alta foi puxada pelos segmentos de eletrodomésticos e supermercados. Para setor, resultado pode ser pontual As vendas varejistas cresceram 1,9% entre junho e julho, impulsionadas por móveis e eletrodomésticos e pelas compras em supermercados. Foi o melhor desempenho desde janeiro de 2012 (2,8%), segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O resultado superou as expectativas de analistas. Para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, os resultados comprovam que há uma “recuperação do consumo”. “A queda da inflação já está possibilitando que o consumidor tenha mais poder aquisitivo. O crédito também está melhorando um pouquinho”, disse. Já o setor avalia que o resultado foi positivo, mas pode ter sido influenciado pela base de comparação. Em

Minha Casa Melhor estimula venda de eletrodomésticos | FABIO RODRIGUES POZZEBOM/ABR

junho, parte do comércio fechou as portas por conta das manifestações. “Temos que aguardar o desempenho de agosto, que vai mostrar se existe uma tendência de recuperação para o segundo semestre ou se é um pico passageiro”, diz Roque Pel-

lizzaro Junior, presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, as vendas do varejo avançaram 6%. Nessa comparação, todas as atividades registraram crescimento.

O principal impacto veio de móveis e eletrodomésticos, com participação de 22,4% na taxa global do varejo após o aumento de 11% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o IBGE, esse setor está sendo favorecido pelo Minha Casa Melhor, lançado em 12 de junho pelo governo. O programa financia a compra de eletrodomésticos e móveis por beneficiários do Minha Casa, Minha Vida. Outro destaque foi o grupo supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que teve participação de 21,8% no desempenho do varejo. Com a queda de 0,33% nos preços do alimentos em julho, as vendas no segmento tiveram alta de 2,6% sobre igual mês de 2012. METRO

FINANCIAMENTO DE CARROS (CDC) EMPRÉSTIMO PESSOAL (BANCOS) EMPRÉSTIMO PESSOAL (FINANCEIRAS) TAXA MÉDIA

Julho/13

Agosto/13

4,10% 9,37% 7,77% 1,58% 3,08% 6,99% 5,48%

4,11% 9,37% 7,81% 1,61% 3,10% 7,03% 5,51%

FONTE: ANEFAC E BC

Crédito. Juros sobem pelo quarto mês consecutivo Os juros para pessoas físicas subiram pela quarta vez seguida, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças Administração e Contabilidade). A taxa média passou de 5,48% em julho para 5,51% em agosto, a maior desde novembro de 2012. Das seis linhas pesquisadas, cinco registraram aumento nas taxas. A maior alta foi verificada no financiamento de veículos (CDC), cuja taxa mensal passou de 1,58% para 1,61% no período.

Para o coordenador de estudos econômicos da entidade, Miguel Ribeiro de Oliveira, a elevação pode ser atribuída ao último aumento da taxa básica de juros, de 8,50% para 9% ao ano. Para a próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), em outubro, a expectativa é de uma nova alta da Selic. “Por conta disso, é provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses”, diz. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

|09|◊◊

EUA alertam contra manobras Crise na Síria. Após diálogo inicial sobre saída diplomática, secretário de Estado americano lembra que o uso da força não está descartado O primeiro dia de negociações entre Estados Unidos e Rússia sobre a crise na Síria terminou com um alerta americano contra eventuais táticas do regime de Bashar Al Assad para atrasar a entrega de seu arsenal tóxico. Ao mesmo tempo, a Síria disse ter aderido à convenção das Nações Unidas sobre armas químicas, uma das promessas do ditador. O secretário de Estado americano, John Kerry, rejeitou a proposta síria de entregar as armas após um prazo de 30 dias da assinatura da convenção. “Nós acreditamos que não há um padrão sobre esse procedimento, em razão da maneira como o regime agiu. As palavras do governo sírio simplesmente não são suficientes”, disse. Kerry também voltou a lembrar que uma intervenção no país árabe não está descartada. “Se a diplomacia falhar, o uso da força será necessário”, ressal-

“Isso não é um jogo. Tem de ser real. Tem de ser confiável. E deve haver consequências se a transferência de armas não ocorrer.” JOHN KERRY, SECRETÁRIO DE ESTADO

Kerry disse não ser possível confiar na palavra do ditador Bashar Al Assad | LARRY DOWNING/REUTERS

tou. “É muito cedo para dizer que esses esforços serão bem-sucedidos.” Do lado russo, o chanceler Sergei Lavrov -- responsável pela proposta de uma solução diplomática para a crise -- criticou o colega americano. “Entendemos

que, para a solução do problema, não é necessário nenhum ataque contra a República Árabe da Síria.” O governo russo tem sido o mais ferrenho aliado de Assad, bloqueando, junto à China, todas as resoluções que condenariam o

ditador no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Mais cedo, Assad afirmou, em entrevista a um jornal russo, que estava colocando suas armas químicas à disposição da comunidade internacional devido à iniciativa russa, e

não por conta das ameaças americanas. Segundo o “Kommersant”, além de aderir à convenção, o plano de Assad inclui a revelação dos locais de produção e armazenagem do arsenal tóxico. O terceiro passo seria autorizar a entrada no país dos inspetores internacionais, que auxiliariam na destruição das armas. John Kerry e Sergei Lavrov continuam hoje as negociações sobre a saída diplomática, em Genebra, na Suíça. O ataque químico, em 21 de agosto, matou mais de mil pessoas em um subúrbio de Damasco. METRO

No NY Times

Putin diz que intervenção é perigosa Enquanto seu chanceler trabalhava no diálogo com os EUA, o presidente russo Vladimir Putin inflamou a opinião pública americana contra a intervenção. Em um artigo publicado pelo “New York Times”, Putin afirmou que uma operação militar na Síria espalharia o conflito. “O potencial ataque dos EUA, (que tem a) oposição de muitos países e dos principais líderes políticos e religiosos, causará mais vítimas inocentes”, argumentou. O líder russo culpou os rebeldes sírios pelo ataque químico de agosto. METRO


2 CULTURA

J.K. Rowling

Na onda do sucesso de ‘Harry Potter’ A Warner Bros divulgou ontem que o estúdio e a escritora firmaram parceria para a produção de filmes baseados em livros que o personagem leu no primeiro volume da saga. A estreia acontece com “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, ainda sem data para chegar aos cinemas.

|10|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

Axé, pop e rock in Rio

Música. Festival começa hoje, com show de Beyoncé, e termina no dia 22, com Iron Maiden Com todos os ingressos vendidos desde abril, o Rock in Rio começa hoje sua quinta edição em solo carioca – a segunda no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca. Cerca de 600 mil pessoas devem passar pelas Cidade de Rock até o dia 22, para ver Bruce Springsteen, Muse, Bon Jovi, Metallica, Justin Timberlake, Iron Maiden e a estrela pop da noite de abertura, Beyoncé. A prefeitura do Rio calcula que o festival atrairá 300 mil turistas e terá impacto econômico de US$ 480 milhões – 15% acima ao de 2011. Desde o início da semana, fãs de Beyoncé acampam nos arredores da Cidade do Rock. Os cariocas vão conferir a megaprodução que passou quarta à noite pelo Mineirão, com direito a espetáculo de luzes, fogos, efeitos especiais e hits como “Crazy in Love” e “Single Ladies”, além de homenagem a Whitney Houston, morta em 2012. A noite no palco principal começa com uma justa homenagem a

Cazuza, que esteve com o Barão Vermelho no Rock in Rio de 1985. A baiana Ivete Sangalo e o DJ David Guetta completam a noite. Ao todo, mais 160 participam do festival, que segue a mesma fórmula das edições mais recentes: dias temáticos, com apresentações divididas em um palco principal (o Mundo) e outro secundário (o Sunset), além de uma tenda eletrônica, em um espaço cada vez mais parecido com um parque de diversão. METRO RIO

James Hetfield, do Metallica

Band. ‘Quem Fica em Pé?’ volta com mais diversão

José Luiz Datena comanda o programa | DIVULGAÇÃO

Estreia neste domingo, às 20h, na Band, a segunda temporada de “Quem Fica em Pé?”, gameshow comandado por José Luiz Datena. A disputa mantém o formato: um desafiante enfrenta dez participantes com perguntas de conhecimentos gerais. Quem não responder no tempo certo sai do jogo ao cair em um buraco misterioso. O jogador que conseguir ficar até o final ganha o montante de R$ 100 mil. “Esse prêmio pode resolver a vida de muita gente, então é gratificante poder

ajudar essas pessoas”, diz Datena. “Saio mais feliz após as gravações, mas a dificuldade mesmo é eu ficar em pé por tantas horas”. Um novidade dessa nova temporada é a utilização do Segunda Tela, aplicativo para celular e tablet (iOS e Android) que permite ao telespectador também fazer as vezes de participante e brincar simultaneamente à exibição do programa – mas sem poder influenciar no jogo. Para baixar o jogo, basta acessar o site band.com.br/ segundatela. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Em busca da glória das pistas Estreia. ‘Rush – No Limite da Emoção’ revive nos cinemas temporada histórica da F-1 nos anos 1970, estrelada por James Hunt e Niki Lauda “Rush – No Limite da Emoção” faz o espectador se perguntar por que não há tantos filmes sobre Fórmula 1 quanto de beisebol. Afinal, tensão, glamour e rivalidade costumam render sempre boas tramas para Hollywood. Dirigido por Ron Howard (“Uma Mente Brilhante”), o longa tem como pano de fundo a era de ouro dessas competições, quando era “normal” dois ou três pilotos não conseguirem chegar vivos ao fim da temporada. O roteiro de Peter Morgan (“Frost/Nixon”) se detém especificamente na de 1976, marcada pelo acirramento da rivalidade entre duas estrelas em ascensão da F-1: o britânico James Hunt (vivido por Chris Hemsworth) e o austríaco Niki Lauda (interpretado por Daniel Brühl). O longa se constrói basicamente a partir da oposição de personalidade dos dois. O primeiro é festeiro e inconsequente. O segundo,

“A estrutura do filme é interessante porque, no fim, você não tem um herói ou um vilão, mas sente empatia pelos dois”. DANIEL BRÜHL, ATOR

Niki Lauda (Daniel Brühl) e James Hunt (Chris Hemsworth) batem um papo em ‘Rush’ | DIVULGAÇÃO

cerebral e disciplinado. Hunt se torna um adversário preocupante para Lauda quando conquista a vaga de Emerson Fittipaldi na McLaren e se torna a única

ameaça real ao campeonato do austríaco pela Ferrari. Isso o faz se ver forçado a correr em condições inadequadas, o que acaba resultando em um dos mais graves aci-

dentes da história da Fórmula 1. O episódio não é suficiente para parar Lauda e ressalta o que há de comum a ele e a Hunt: uma incrível

paixão pela adrenalina das pistas. O diretor consegue mostrar com habilidade, fazendo o espectador criar uma forte identificação com os personagens.

“A estrutura do filme é interessante porque, no fim, você não tem um herói ou um vilão, mas sente empatia pelos dois”, comentou Brühl ao Metro Internacional durante o Festival de Toronto. O barato da produção está no fato de ela resultar em um filme clássico ao extremo, cheio de fórmulas, mas muito bem azeitado. Prepare-se para se segurar na cadeira diante das perigosas ultrapassagens e torcer por um dos dois (mesmo já sabendo o resultado da história real). AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAULO


|12|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Virada Cultural é amanhã Gratuito. Shows e intervenções culturais estão programados para ocorrer durante 24 horas, sem parar, em vários pontos da capital. Abertura terá Pato Fu e Elba Ramalho na Praça da Estação Inédita, gratuita e com foco na produção artística local, a Virada Cultural de Belo Horizonte começa amanhã à tarde oferecendo mais de 400 atrações em 24 horas ininterruptas de programação. Entre os espetáculos estão performances, cortejos, exposições, filmes, atrações multimídias, literárias e gastronômicas. A música está contemplada com shows de Pato Fu, Elba Ramalho, Demônios da Garoa, Elza Soares, Otto e Karina Buhr. Artistas da cena atual da música mineira tam-

bém marcam presença, como Iconili, Zé da Guiomar e Graveola e o Lixo Polifônico. As atividades estão espalhadas por palcos montados na Praça da Estação, Parque Municipal, Praça da Liberdade, Viaduto de Santa Tereza, Praça Sete, Praça Afonso Arinos, Praça da Savassi e rua Rio de Janeiro (próximo ao Sesc). Eventos ocorrerão ainda até domingo à tarde em centros culturais, teatros, museus e espaços alternativos. Confira a agenda pelo www. pbh.gov.br/cultura. METRO BH

Grandes atrações O interessado deverá, antes de tudo, conferir toda a programação para traçar seu roteiro pela madrugada. Caso opte pelas grandes atrações, confira horários e locais: Sábado – Pato Fu: a banda abre a Virada às 17h, na Praça da Estação. – Elba Ramalho faz tributo a Dominguinhos com a Orquestra Sinfônica Arte Viva às 19h, na Praça da Estação.

– Elza Soares e Otto: sábado para domingo, das 0h às 2h, no Mercado das Borboletas. Domingo – Karina Buhr: às 16h30, na rua Rio de Janeiro. – Vesperata de Diamantina: às, 17h, na Praça da Estação. – Demônios da Garoa: às 18h, na Praça da Estação. – Wagner Tiso e Som Imaginário encerram a Virada Cultural às 19h, no Palácio das Artes.

Karina Buhr é atração de domingo no Centro | PEDRO VILHENA/FLICKR NATURA MUSICAL

O Metro indica Soul do Morro. A festa reúne o melhor do rap e hip-hop com uma homenagem ao cantor Tim Maia, celebrado no mês em que o “síndico do Brasil” completaria 71 anos de vida. Na Escola de Samba Cidade Jardim (r. do Mercado, 150 – Conjunto Santa Maria). Hoje, às 22h. De R$ 25 a R$ 50.

Infantil

“Riante!”. O musical circense bilíngue leva aos pequenos dicas e vantagens de manter uma boa alimentação. O grupo é formado pela palhaça-cantora UltraVioleta, o guitarrista-super-herói HomemBunda e o bateristacozinheiro SiriPolvo. No Teatro Bradesco (r. da Bahia, 2.244 – Lourdes). Domingo, às 16h. De R$ 5 a R$ 10.

Erasmo Carlos. A turnê comemorativa dos 50 anos relembra clássicos do astro da Jovem Guarda como “Minha Fama de Mau” e “Sentado à Beira do Caminho”. No Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537 – Centro). Amanhã, às 21h. De R$ 70 a R$ 180.

Uakti. O grupo experimental de música instrumental apresenta o show com repertório dos Beatles. Na Praça Floriano Peixoto (Santa Efigênia). Amanhã, às 20h. Gratuito.

“O Duelo”. Camila Pitanga integra o elenco da peça baseada em texto de Tchekhov que aborda a dualidade entre ideologias. No CentoeQuatro (Praça Ruy Barbosa, 104 – Centro). Hoje, domingo e na segunda, às 20h. De R$ 10 a R$ 20. “Congresso Internacional do Medo”. Na terceira peça do Espanca!, convidados vindos de lugares distantes discutem questões que dizem respeito à humanidade. No Teatro Alterosa (av. Assis Chateubriand, 499 – Floresta). Hoje e amanhã, 21h. Domingo, às 19h. De R$ 7,50 a R$ 15.

Shows

Nando Reis. O cantor traz as faixas do disco mais recente, “Sei”, e os sucessos acumulados em 30 anos de carreira. No Chevrolet Hall (av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi). Amanhã, às 22h. De R$ 60 a R$ 120.

Teatro

Ilusionismo

Planeta Mágica. BH recebe pela terceira vez o evento que traz artistas da arte ilusionista, como o mineiro Henry Vargas, campeão internacional de mágica. Na Praça JK (Sion). Amanhã, das 14h às 18h. No domingo, das 12h às 18h. Gratuito.

Tecnologia

Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. Pela primeira vez na capital, o festival alia arte e tecnologia com instalações, aplicativos, obras interativas e artistas. No Oi Futuro (av. Afonso Pena, 4.001 – Mangabeiras). Até 13/10. Gratuito.


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

A reinvenção do circo Qualquer semelhança com o Cirque du Soleil não é mera coincidência. A trupe “Les 7 Doigts de la Main” (traduzido como “Os Sete Dedos da Mão”) foi criada em 2002 por sete diretores que se desligaram do famoso grupo artístico para fundar sua própria companhia, em busca do desenvolvimento de uma nova linguagem para a arte circense. Em “Sequence 8”, que terá única apresentação hoje à noite no Palácio das Artes, os mineiros poderão conhecer o resultado desse processo de criação coletiva num espetáculo encantador que mistura dança, acrobacias, arte chinesa e esportes de rua (como basquete e skateboarding), tudo num mesmo palco.

Os oito integrantes do show bailam em sintonia, se arremessam no ar com precisão e pulam sobre arcos em alta velocidade sem perder o equilíbrio. A trilha sonora contribui para levar emoção a cada movimento no palco. Não é à toa que a trupe é considerada uma reinventora do circo contemporâneo. Com a experiência herdada do Cirque e muitas ideias na cabeça, a companhia já criou oito shows e realizou mais de três mil apresentações por 250 cidades de 30 países. A última vez que eles estiveram no Brasil foi em 2008.

Além dos espetáculos, a “Les 7 Doigts de La Main” mantém um departamento de eventos especiais onde cria números exclusivos como os apresentados nas cerimônias dos Jogos Olímpicos de Inverno em Turim (2006) e Vancouver (2010). METRO BH

|13|◊◊

Hoje. ‘Les 7 Doigts de la Main’ traz a magia do circo contemporâneo com danças, acrobacias, arte chinesa e esportes de rua, tudo no mesmo palco Programe-se No Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537 – Centro). Hoje, às 21h. Ingressos de R$ 20 a R$ 90.


|14|

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Receita Minuto

Bola ‘atropelada’ no Sion

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

BOLO DE MILHO COBERTO COM CREME DE CANELA

Cruzadas

Descoberto no México há mais de 7 mil anos, o milho tem como significado ‘sustento da vida’. Usado pelos incas, maias e astecas, o grão foi a base da alimentação das sociedades antigas. A receita que desenvolvemos exclusivamente para nossos leitores e espectadores é o melhor bolo de milho que já fizemos: é cremoso, mas do tipo que o creme fica bem separado e à mostra. Fácil de fazer e mais fácil ainda de comer. Ótimo fim de semana a todos!

Mais cuidado com as nossas praças No Buritis, tenho lutado com ajuda de raríssimos e valorosos cidadãos comprometidos com a valorização dos espaços públicos, apesar do desrespeito dos muitos que depredam ou usam inadequadamente os poucos espaços conquistados com tanta luta e dedicação. Um exemplo é a praça da rua Ernane Agrícola que, ainda em fase de conclusão, já está suja de cocô de cachorro que os donos não recolhem. A grama recém plantada já está pisoteada e, nas noites dos finais de semana, jovens sem a menor noção de cidadania se reúnem para gritar, proferir palavrões, beber e fumar numa demonstração clara de desprezo pelas regras mais elementares de educação. Decepções à parte, seguimos lutando por acreditar que estamos fazendo o nosso melhor.

Cobertura: 1 lata de creme de leite com soro ½ litro de leite 1 colher (sopa) de margarina 3 gemas 1 xícara (chá) de açúcar ½ colher (café) de essência de baunilha 5 colheres (sopa) de amido de milho 1 colher (café) de canela em pó

Para polvilhar: 1 colher (sopa) de canela em pó Modo de Preparo: Para a massa: bata no liquidificador por 3 minutos todos os ingredientes da massa e transfira para uma assadeira retangular untada com margarina e polvilhada com fubá. Leve ao forno quente (180º) por aproximadamente 1 hora ou até que esteja dourado e assado. Retire do forno, desenforme e reserve para amornar. Para a cobertura: bata todos os ingredientes no liquidificador e transfira para uma panela. Mexa sem parar em fogo moderado até que fique um creme espesso. Coloque sobre o bolo, polvilhe um pouco mais de canela e sirva ainda morno.

Quem mora na avenida Bandeirantes está chocado com o descaso na sinalização com “bolas de cimento” que separam a pista dos corredores de automóveis. Há três anos venho denunciando a inadequação das “bolas de cimento” que têm provocado dezenas de acidentes. No sábado, três acidentes destruíram dezenas de bolas, bem como a suspensão dos carros. Não bastasse, os vergalhões que fixam as bolas ficaram à mostra, o que pode provocar danos nos corredores e caminhantes. Hoje, existe material alternativo. Faltam refletores. Até quando a administração regional vai se servir dessas bolas perigosas e de cara manutenção? MARCO MEYER – BELO HORIZONTE/MG

CLARISSA MIRZEIAN

INGREDIENTES Massa: 5 espigas de milho (só os grãos) 3 xícaras (chá) de açúcar 1 ½ xícara (chá) de leite 1 xícara (chá) de margarina amolecida 150g de queijo minas padrão ralado 6 ovos caipiras 6 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 ½ colher (sopa) de fermento químico em pó

Leitor fala

AMÉLIA MORLEY – BELO HORIZONTE/MG

Sudoku

Metro Pergunta

As praças e parques de BH estão bem conservados?

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metrobh

@baomgama

BH tem praças lindas. Pena que, ao revitalizar, botam mais concreto que verde... @VanderAndrade

Claro que não. Sem falar que é complicado ficar em praças de BH. Vários pedintes que exigem algo.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bh@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Período importante para projetos a longo prazo. Situações que envolvam novas responsabilidades marcarão o momento profissional.

Valorize a sexta e o final de semana para cuidados com o corpo, saúde e para recompor-se de desgastes causados pela rotina.

Muitas vezes é essencial se desfazer de lugares e pertences que somos apegados para dar espaço ao que é diferente e renovar energias.  

Este é um dia positivo para vivenciar seu intelecto, para se empenhar a leituras ou hobbies que façam bem a mente.

Aproveite o final desta semana para se divertir mais e desviar a mente de preocupações que ocuparam sua atenção na semana.

Momento propício para empenho e solução de problemas das pessoas que mais gosta. Apenas evite se dedicar mais do que pode.

Seja cuidadoso com a maneira de tratar alguns assuntos íntimos ou que envolvam as emoções de quem se relaciona.

Assuntos ligados a familiares são propensos a tomar uma atenção extra. Dia em que está propenso a organizar os ambientes que vive.     

Tenha atenção para não agir com posturas antissociais que façam se afastar de bons amigos ou desagradar pessoas.

A influência da Lua em seu signo oposto, Capricórnio, trará uma sensibilidade diferente para perceber o que as outras pessoas precisam.

A vida amorosa recomenda paciência e jeito para lidar com certas conversas. Procure compreender mais os pensamentos de quem gosta.

O envolvimento com amigos tende a ser mais intenso e prazeroso. Também é um fim de semana para quem gosta de causas voluntárias.


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Sequência

Chance de ampliar a vantagem

Willian fez os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Goiás

História repetida?

| RANDES NUNES / FOTOARENA /FOLHAPRESS

Cruzeiro. Time de Marcelo Oliveira iguala rendimento da equipe campeã em 2003

Líder do Brasileirão com folga, o Cruzeiro faz neste ano uma campanha cada vez mais parecida com a de 2003, quando conquistou o título nacional. A semelhança ficou ainda mais evidente após a vitória de anteontem sobre o Goiás, que igualou praticamente todos os números das duas equipes. Após a 20ª rodada daquele ano, a Raposa somava a mesma pontuação e igual quantidade de vitórias, empates e derrotas – a diferença é que tinha um gol a mais em relação à campanha atual. Apesar da coincidência, uma característica difere os ataques dos dois times. Em 2003, os gols se concentravam basicamente nos pés do trio formado por Alex (9), Deivid (15) e Aristizábal (11). Sem um grande goleador neste ano – o artilheiro é Ricardo Goulart, com seis gols –, a equipe vem apresentan-

Aproveitamento

60

PONTOS DISPUTADOS

43

PONTOS CONQUISTADOS

do destaques alternados. Contra o Goiás, foi a vez do atacante Willian. “A gente tem que dividir [os méritos] com todos os jogadores. Foram dois belos passes, e a entrega de todos. Se não fossem eles, eu não teria feito. Isso foi fundamental”, concluiu o atleta, que tem três gols no campeonato. METRO BH

Taça dará a volta ao mundo Campeões mundiais pelo Brasil, Marcos, Zagallo, Rivellino, Amarildo e Bebeto lançaram ontem, no Rio de Janeiro, o “Tour da Taça”. A partir do próximo dia 19, o troféu passará por 89 países. A Copa começa em 12 de junho de 2014. | BRUNA PRADO/METRO RIO

Com quatro pontos à frente do vice-líder Botafogo, o Cruzeiro terá nas próximas duas rodadas “a faca e o queijo na mão” para ampliar a folga na liderança. Isso porque enfrenta, em casa, dois dos outros três

atuais integrantes do G-4. Amanhã, a Raposa recebe o Atlético-PR. E, na próxima quarta-feira, mede forças com o Alvinegro carioca. Confiante, o goleiro Fábio aposta na força das arquibancadas. “Serão dois confrontos diretos. Jogando em casa, vamos contar com o apoio da torcida para conquistar as duas vitórias”, declarou o capitão celeste. METRO BH

3 ESPORTE


|16| Brasileirão 20ª rodada ONTEM

2

X

2

X

INTERNACIONAL

FLAMENGO

1

X

3

X

SAO PAULO

ATLÉTICO

2 1

VITÓRIA

SANTOS

0

PONTE PRETA

0

CORITIBA

CLASSIFICAÇÃO P V GP SG 1º CRUZEIRO

43 13 44 25

2º BOTAFOGO

39 11 33 12

3º GRÊMIO

37 11 28 9

4º ATLÉTICO-PR

35 9 35 10

5º INTERNACIONAL 31 7 34 5 6º CORINTHIANS

30 7 19 10

7º SANTOS

28 7 23 6

8º CORITIBA

28 7 23 0

9º GOIÁS

26 6 20 -4

10º ATLÉTICO

25 6 21 -1

11º FLAMENGO

25 6 21 -3

12º CRICIÚMA

24 7 27 -6

13º VITÓRIA

24 6 25 -4

14º VASCO

24 6 29 -5

15º BAHIA

24 6 20 -6

16º FLUMINENSE

23 6 23 -4

17º PORTUGUESA

22 5 28 -4

18º SÃO PAULO

21 5 18 -4

19º PONTE PRETA

15 4 20 -11

20º NÁUTICO

9 2 9 -25

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

Jô faz a festa e renova esperança da massa Longe da degola. Com três gols, atacante que voltou da seleção afasta a crise e recoloca o Atlético na briga

Para a torcida do Galo, tão bom quanto ver o time vencer em casa novamente, é perceber o quanto é promissora a dupla Fernandinho e Jô. Os dois primeiros gols do duelo de ontem à noite contra o Coritiba saíram de jogadas pela esquerda, e as duas, de cruzamentos perfeitos de Fernandinho. O primeiro saiu aos 22 minutos, depois que Fernandinho tomou uma bola na intermediária. O atacante foi rápido à linha de fundo e centrou para Jô, que só teve o trabalho de empurrar. Aos 25, jogada parecida. Ronaldinho lançou para Fernandinho que, bem colocado fez mais uma ótima assistência, para a conclusão do artilheiro do Galo e da Seleção. O terceiro gol saiu dos pés de Marcos Rocha. O lateral lançou Jô, que concluiu por cobertura, com a categoria de quem quer garantir lugar na Copa do Mundo. Com o resultado, o Galo subiu para a 10ª colocação com 25 pontos e se afastou do Z-4. A próxima partida do alvinegro será domingo, no RS, contra o Grêmio. METRO BH

30

Atuação impecável do ataque deixou o Galo mais confortável na tabela | DOUGLAS MAGNO/OTEMPO/FUTURAPRESS

“É importante a gente ganhar jogando bem, dando alegria para o torcedor. Buscamos motivação de dentro”. FERNANDINHO, ATACANTE

México leva a Copa América

Fórmula 1

‘Vaga na Lotus é a melhor’ Ainda sem equipe para 2014, Felipe Massa deve fechar com a Lotus, equipe de Kimi Raikkonen, que substituirá o brasileiro na Ferrari. “Ele (Massa) não irá para um time menor para ser 2º piloto. É a melhor vaga disponível, sem dúvidas”, disse o empresário Nicolas Todt. METRO

| DIVULGAÇÃO/CBT

Copa Davis. Brasil tenta seguir na elite do tênis O Brasil inicia hoje a luta para se manter no grupo de elite da Copa Davis, principal torneio por equipes do tênis mundial. Na Alemanha, a seleção tentará permanecer no Grupo Mundial da competição diante dos donos da casa. Rogério Dutra abre a disputa às 9h (de Brasília) contra Philipp Kohlschreiber. Depois, Thomaz Bellucci enfrenta Florian Mayer.

Victor, Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre , Josué , Luan (Dátolo) e Ronaldinho; Fernandinho (Neto Berola ) e Jô (Alecsandro ). Técnico: Cuca

Vanderlei; Vinícius (Gil), Luccas Claro, Chico e Escudero ; Willian , Uélliton, Robinho e Lincoln ; Vitor Júnior (Zé Rafael) e Bill (Jânio). Técnico: Marquinhos Santos

Basquete

Soares, Melo, Bellucci e Dutra

CORITIBA

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

Após passar pela Argentina, o México conquistou o título ontem ao vencer a favorita Porto Rico por 91 a 89. Na decisão de 3º lugar, os hermanos bateram a República Dominicana por 103 a 93. METRO

ATLÉTICO

Amanhã, será a vez das duplas: às 8h, os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares encaram Daniel Brands e Martin Emmrich. Por fim, no domingo, Bellucci e Rogerinho voltam à quadra, contra Kohlschreiber e Mayer, respectivamente. Se perder, o Brasil disputará em 2014 a Zona Americana, uma espécie de divisão de acesso ao Grupo Mundial. METRO

Gols. Jô, aos 22’, 25’ e 39’ do 1º T. Arbitragem. Paulo H. Bezerra (SC), com Emerson Carvalho (SP) e José C. Filho (RS).


20130913_br_metrobh  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you