Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável.

NAS MÃOS DE HANCOCK MÚSICO É UMA DAS ATRAÇÕES DE FESTIVAL EM PARATY E TAMBÉM TOCA NO RIO PÁG. 12 RIO DE JANEIRO Quinta-feira, 22 de agosto de 2013 Edição nº 708, ano 3 MÍN: 15°C MÁX: 32°C partly

sunny www.readmetro.com | leitor.rj@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrorj sunny

snow

rain

cloudy

O pianista e compositor Herbie Hancock se apresenta sábado no Citibank Hall

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Fortaleza da contravenção usava até leitor biométrico hazy

showers

Tenente-coronel e PMs entre os 22 presos. Operação desmonta esquema de exploração de máquinas caça-níqueis na zona oeste. Chefe do grupo foi procurado em São Conrado e Angra dos Reis, mas está foragido. MP investiga plano de bicheiro para matar ex-comandante da PM PÁG. 05 RICARDO AYRES/PHOTOCAMERA

Fred comemora com Samuel, autor do gol tricolor sobre o Goiás no Maracanã

Grupo sai no 13º dia | ARMANDO PAIVA/FOTOARENA/FOLHAPRESS

FLU FAZ DEVER DE CASA,

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

e Fla cai para o Cruzeiro na Copa do Brasil PÁG. 20 Redução de tarifas

Senado zera tributos sobre transportes

Proposta aprovada na Câmara zera alíquotas de PIS/Pasep e Cofins para tentar reduzir passagens de ônibus, trens, barcas e metrô. Projeto vai para sanção presidencial PÁG. 08

Manifestantes desocupam a Câmara Grupo saiu da Casa após decisão da Justiça. Primeira audiência da CPI dos Ônibus acontece hoje PÁG. 04

Dólar supera R$ 2,45, com alta de 2,39% Moeda norte-americana atinge patamar do auge da crise internacional de 2008 PÁG. 09


1 FOCO

|04|

{FOCO}

Manifestantes desocupam a Câmara

Protesto. Por ordem judicial, sete pessoas se retiram do interior da Casa depois de 12 dias de ocupação. CPI dos Ônibus será retomada hoje Acampados desde o dia 9 no interior do Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara Municipal de Vereadores, na Cinelândia, os sete manifestantes desocuparam o local no início da tarde de ontem após a chegada de três oficiais de Justiça com a ordem de reintegração de posse. Amordaçados, eles saíram pacificamente da Casa. Mesmo assim, a Câmara Municipal cancelou as sessões de ontem por causa da desocupação. Hoje, às 10h, ocorre no plenário da Casa a primeira audiência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos

Preso

Cassação

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou ontem parecer favorável à cassação do deputado Natan Donadon (sem partidoRO) — condenado por peculato e formação de quadrilha a 13 anos de prisão. Agora, a decisão caberá ao plenário. O parlamentar está no presídio da Papuda, em Brasília, desde junho.

Cotações Dólar + 2,39% (R$ 2,45) Bovespa - 0,20% (50.405 pts) Euro + 1,70% (R$ 3,27) Selic (8,50%)

Salário mínimo (R$ 678)

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

“Não houve nenhum dano ao patrimônio público, o próprio presidente [vereador Jorge Felippe (PMDB)] disse que não tinha do que reclamar.” MANIFESTANTE

Ônibus, convocada pelo presidente da Câmara, vereador Jorge Felippe (PMDB), e cuja composição motivou a ocupação do prédio. A audiência será aberta ao público. O grupo que desocupou a Casa ontem prometeu conti-

nuar a ocupação na parte externa do prédio, na escadaria. Eles pedem que a CPI seja reformulada, com a saída de quatro vereadores que a integram, mas foram contra sua criação. São eles: Chiquinho Brazão (PMDB), o presidente; Professor Uóston (PMDB), o relator, e os membros Jorginho da SOS (PMDB) e Renato Moura (PTC). Outro pedido dos manifestantes é que o vereador Eliomar Coelho (PSOL), proponente da CPI, seja o presidente. Mais cedo, manifestantes acampados em frente à Câmara lavaram a escadaria do Palácio Pedro Ernesto. METRO RIO

Manifestantes deixam o Palácio Pedro Ernesto | ARMANDO PAIVA/FOTOARENA/FOLHAPRESS

Vereadora quer cancelar segunda sessão da CPI A vereadora Teresa Bergher (PSDB) entrou com um mandado de segurança pedindo o cancelamento da audiência pública da CPI dos ônibus, marcada para hoje. Na sessão, serão ouvidos o atual secretário de Transportes e o seu antecessor, Carlos Roberto Osório e Alexandre Sansão.

A vereadora alega que a escolha dos membros da CPI não obedeceu à proporcionalidade, uma vez que, quatro deles são do bloco governista. Apenas o autor, Eliomar Coelho (PSOL), que tem vaga obrigatória, é da oposição. METRO RIO

Rio tem pior índice de mobilidade Motivo para as principais manifestações que estão ocorrendo na capital fluminense desde o fim de junho, a mobilidade urbana no Rio de Janeiro foi avaliada como a pior das regiões metropolitanas do país, segundo o Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu), que avalia as condições de vidas nos conglomerados urbanos. O estudo, feito pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia com base no Censo de 2010, levou em conta o tempo no deslocamento de casa para o trabalho para definir o ranking da mobilidade urbana. Com 0,015 de índice, o Rio de Janeiro fica atrás até de São Paulo (0,032). Neste quesito, Florianópolis e Campinas foram os únicos municípios a apresentar resultados considerados muito bons (0,962 e 0,932, respectivamente). A média nacional ficou em 0,383.

Além da mobilidade urbana, foram analisados: condições ambientais (arborização, ausência de esgoto a céu aberto e de lixo); condições habitacionais urbanas (aglomerado subnormal, densidade domiciliar, densidade morador por banheiro, material das paredes e espécie de domicílios); atendimento de serviços coletivos urbanos (água, esgoto, energia e coleta de lixo) e infraestrutura urbana (iluminação pública, pavimentação, calçada, meio-fio, boca-de-lobo, rampa para cadeirantes e identificação de logradouro). Os resultados das análises mostram que Campinas é a única região metropolitana com índice excelente de bem-estar urbano (0,873). O Rio ficou em 12º lugar (0,507), abaixo da média nacional de 0,605, e só à frente de Recife, Manaus e Belém. METRO RIO

FALE COM A REDAÇÃO leitor.rj@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

AVALIAÇÃO DO BEM-ESTAR NAS METRÓPOLES

Escala de avaliação Vai de zero a um. Quanto mais próximo de um, melhor é o serviço prestado

MOBILIDADE URBANA Tempo de deslocamento da casa para o trabalho

CONDIÇÕES HABITACIONAIS Quantidade de banheiros por morador e qualidade do material de construção

FLORIANÓPOLIS

0,962

0,906

FLORIANÓPOLIS

CAMPINAS

0,932

0,860

CURITIBA

FORTALEZA

0,790

0,791

CAMPINAS

PORTO ALEGRE

0,789

0,779

PORTO ALEGRE

BELÉM

0,718

0,724

VITÓRIA

GOIÂNIA

0,696

0,705

GOIÂNIA DISTRITO FEDERAL

CURITIBA

0,634

0,698

VITÓRIA

0,633

0,648

BELO HORIZONTE

MANAUS

0,613

0,646

MÉDIA

RECIFE

0,511

0,636

RECIFE

SALVADOR

0,503

0,629

RIO DE JANEIRO

MÉDIA

0,383

0,613

FORTALEZA

DISTRITO FEDERAL

0,374

0,599

SÃO PAULO

0,365

0,590

SALVADOR

BELO HORIZONTE SÃO PAULO

0,032

RIO DE JANEIRO

0,015

0,322 FONTE: INCT (INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA)

0,256

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Rio de Janeiro. Editora-Executiva: Ana Lúcia do Vale. (MTB: .) Editora de Arte: Cláudia Lorena. Gerente Comercial: Patrícia Capeluto. Grupo Bandeirantes de Comunicação RJ. Diretor Geral: Daruiz Paranhos. Diretor de Jornalismo: Rodolfo Schneider. Diretor Comercial: Tuffy Habib.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Rua Álvaro Ramos, 350, 4º andar, Botafogo, CEP 22280-110, Rio de Janeiro, RJ. Tel.: 021/2586-9570. O jornal Metro Rio é impresso pela News Technology Gráfica e Editora Ltda.

Filiado ao

MANAUS BELÉM


RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

|05|◊◊

Oficial preso teria plano para assassinar ex-comandante da PM Jogos de azar. Operação contra quadrilha que explora jogo do bicho e máquinas caça-níqueis prende 22 pessoas, entre elas nove policiais. Quartel da contravenção tinha até leitor biométrico

Cerca de 300 pessoas participaram de ato na Alerj | BRUNO POPPE/FRAME/FOLHAPRESS

Educação. Professores do Estado mantêm greve Após uma assembleia dos professores da rede estadual de ensino, na qual foi decidida a manutenção da greve, que já dura 14 dias, cerca de 300 profissionais da educação fizeram mais uma manifestação pelas ruas do Centro, ontem à tarde. Eles protestaram em frente à Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) e depois seguiram para a Cinelândia. A paralisação foi mantida porque, segundo o Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação), não houve

avanço nas negociações com o Governo do Estado, que se mantém irredutível quanto ao corte de ponto dos professores em greve. Uma nova assembleia foi marcada para a próxima terça-feira, nas escadarias da Alerj. Já a prefeitura estuda o desligamento dos profissionais em estágio probatório que aderiram à greve da educação. O órgão analisa juridicamente o caso, mas ainda não há uma decisão final. METRO RIO

Carioca-Estácio. BRS inicia operação na segunda-feira O sétimo BRS (Bus Rapid System) da cidade será inaugurado na próxima segunda-feira. O novo corredor preferencial para ônibus, que ligará o Largo da Carioca ao Estácio, com extensão de três quilômetros, terá início na rua da Carioca e seguirá pelas ruas Visconde de Rio Branco e Frei Caneca, passará pela avenida Salvador de Sá e pela rua Estácio de Sá, até chegar ao Largo do Estácio. Para a implantação do corredor, 11 linhas intermunicipais terão mudanças no itinerário a partir de hoje. As linhas pertencem às empresas Auto Ônibus Fagundes, Coesa Transportes, Auto Viação Jurema, Expresso

Garcia, Viação Galo Branco e Auto Lotação Ingá, com trajetos que ligam o Centro do Rio a Duque de Caxias, Niterói e São Gonçalo. Ontem, foram iniciados os testes operacionais do BRS para a verificação do sistema e a realização de ajustes até a data de inauguração. Todas as linhas foram agrupadas em pontos específicos com numeração de BRS 1 até BRS 5, além do BRS Intermunicipal. A continuação desse BRS será inaugurada no mês que vem, com a ligação do Estácio à Praça Saens Peña, na Tijuca. Outros quatro corredores devem ser implantados até o fim do ano. METRO RIO

O tenente-coronel da PM Marcelo Bastos Leal, um dos 22 presos na operação Perigo Selvagem, ontem, contra uma quadrilha que explorava jogos de azar na zona oeste, teria articulado um plano para executar o ex-comandante da Polícia Militar Erir Ribeiro da Costa Filho, exonerado do cargo no início do mês. O Ministério Público do Rio (MP-RJ) investiga a denúncia de que o oficial recrutou oito PMs, entre eles alguns milicianos, para assassinar Erir Ribeiro, quando ele comandava o 2º Comando de Policiamento de Área (CPA). O motivo seria o aumento da repressão ao jogo do bicho e das máquinas caça-níqueis. O tenente-coronel do Departamento-Geral da PM era o chefe da segurança encarregada da escolta do contraventor Fernando Iggnácio, chefe da quadrilha que explorava os jogos de azar. A operação, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP e pela PM, visava cumprir 26 mandados de prisão e 76 de busca e apreensão. Até o início da noite, 22 pessoas foram presas, entre elas nove policiais militares – além do tenente-coronel, um capitão e um sargento do Bope –, quatro ex-PMs e

Na operação Perigo Selvagem, R$ 500 mil em espécie foram apreendidos | JADSON MARQUES/FOLHAPRESS

“Continuaremos a cortar na própria carne, independente do posto e da graduação de quem esteja cometendo desvio de conduta.” CORONEL LUIZ CASTRO, COMANDANTE-GERAL DA PM

dois agentes penitenciários. Durante toda a manhã, o prédio de Iggnácio, na Praia de São Conrado, foi cercado pelos agentes, que usaram picaretas, marretas e alicates para abrir as portas blindadas da casa. O cerco teve apoio de um helicóptero, mas o contraventor continua foragido. Segundo as investigações, que começaram há um ano, Iggnácio é o dono da empre-

sa Ivegê, em Bangu, na zona oeste, usada pela quadrilha como ‘agência bancária’ do crime, onde os arrecadadores entregavam o dinheiro e eram identificados por leitura biométrica. Um cofre de quase 2 metros de altura também foi encontrado no local. Os acusados foram indiciados por formação de quadrilha armada e corrupção ativa e passiva. A quadri-

lha atuava em bairros da zona oeste, entre eles Bangu, Realengo e Campo Grande. Os agentes também cumpriram mandados na casa de veraneio de Iggnácio, em Angra dos Reis. Na operação, foram apreendidos 59 veículos, 500 monitores, 1.087 caça-níqueis e R$ 500 mil, além de armas e computadores. Os PMs ameaçavam e torturavam comerciantes e arrecadadores: “As cobranças eram feitas de forma violenta, para que os devedores se virassem para pagar o valor devido”, disse o promotor Décio Alonso Gomes, do Gaeco. METRO RIO

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto no Flamengo Uma baleia jubarte foi encontrado morta, na Praia do Flamengo, na noite de terça-feira. O corpo do animal, que tinha entre 6 e 7 metros de comprimento e pesava 6,8 toneladas, foi removido por equipe de emergência da Comlurb, na madrugada de ontem, e encaminhado para o aterro sanitário de Seropédica, na Baixada. Até novembro, as baleias buscam águas quentes do litoral para reproduzir e amamentar. | LEON BRUM/METRO RIO


|06|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Cai o número de multados no Lixo Zero

Limpeza. Programa da prefeitura para punir quem joga resíduos nas ruas já encontra menos sujões do que no primeiro dia de operação Em seu segundo dia de funcionamento, o Programa Lixo Zero parece já surtir efeito no Centro. Se na abertura da operação 120 pessoas foram flagradas jogando lixo no chão, ontem menos da metade foi flagrada pelos agentes: 50 pessoas até as 17h. Segundo a Comlurb, os fiscais tiveram maior trabalho nas avenidas Rio Branco, Marechal Floriano e Almirante Barroso; nas ruas México, Uruguaiana, Ouvidor e Rosário e no Largo da Carioca. Guimbas de cigarro e embalagens de alimentos foram os principais resíduos lançados ao chão. De acordo com a companhia de limpeza, as ações de fiscalização tiveram boa recepção do público. Mesmo as pessoas multadas entenderam a iniciativa e não relutaram a entregar o documento solicitado pelo fiscal. Um efetivo de mais de 600 profissionais, composto por agentes de fiscalização da Comlurb, guardas municipais e policiais militares foi treinado para atuar em conjunto e multar quem for flagrado sujando as ruas. Desse grupo, 192 profissionais trabalham na região do Centro. O restante será destacado para outras áreas da cidade. Os próximos bairros

Inea tem 40 dias para retirar carcaças da baía O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) tem 40 dias para concluir o trabalho de retirada das carcaças de navios e barcos abandonadas no Canal de São Lourenço, em Niterói. Coordenado pelo Inea, o trabalho respeita o prazo estipulado pelo leilão que vendeu as carcaças e tem sido executado por estaleiros da região, para desobstruir o espaço, melhorando as condições da indústria naval e da pesca na costa do município. Segundo o secretário do Ambiente, Carlos Minc, a ação faz parte de uma das 12 iniciativas do Plano Guanabara Limpa para a melhoria da qualidade das águas da Baía de Guanabara. “Esse é um ponto na re-

Iniciativa faz parte de plano de despoluição | LUIZ MORIER / DIVULGAÇÃO

cuperação dela. Esse lodo está contaminado, esses navios contêm óleo e alguns guardam até coisas do tráfico”, denunciou Minc, que afirmou que ação está inserida no compromisso de reduzir em 80% a poluição da Baía de Guanabara até 2016.

Em oito meses, 20 carcaças foram retiradas e 33 terão que sair para a dragagem do canal, que também será usado por pescadores depois da inauguração do Centro Integrado de Pesca Artesanal (Cipar), em outubro. METRO RIO

Café com leite DOI-Codi. Exército impede visita de Comissão da Verdade na veia. MP

Mulher é multada por jogar guimba de cigarro no chão | ERBS JR./FRAME/FOLHAPRESS

que vão receber o Lixo Zero são Ipanema, Leblon e Lagoa, na zona sul. As multas vão de R$ 157 a R$ 3 mil para quem sujar a cidade, dependendo do tamanho do lixo despejado na rua. METRO RIO

58

equipes compostas por fiscais da Comlurb, PMs e guardas municipais atuam no Centro. Ao todo, são 192 profissionais.

Acabou frustrada a visita da Comissão da Verdade do Rio ao antigo Destacamento de Operações de Informações-Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), principal centro de tortura na época da ditadura, que funcionava no 1º Batalhão da Polícia do Exército, na Tijuca. O Exército proibiu a entrada da comissão, que tinha como objetivo reivindicar o tombamento do local para a criação de um centro de memória, a exemplo do que foi feito em São Paulo com o prédio do antigo Dops. O assessor do Comando Militar do Leste, coronel Roberto Itamar Plum, informou que a visita não foi autorizada pois a comissão é estadual e não tem autorização legal para fazer diligência em unidade de âmbito federal. “Eles foram recebidos pelo coman-

denuncia enfermeiras

Comissão é proibida de entrar em prédio | GLAUCON FERNANDES/FUTURA PRESS

dante, a situação foi explicada, pois não há respaldo legal para que uma comissão estadual possa diligenciar em área sob administração do Poder Executivo Federal”, explicou. Segundo o assessor, “essa decisão foi informada ao governador do Rio, Sérgio Cabral, e agora a decisão cabe ao Ministério da Defesa.” METRO RIO COM AGÊNCIA BRASIL

O Ministério Público denunciou, por homicídio culposo, as técnicas de enfermagem Rayane Brito da Silva Inácio e Adriele da Silva, e as estagiárias de técnica de enfermagem Rejane Moreira Telles e Luciana Cristina Rodrigues Carvalho. Elas são acusadas de terem injetado uma dose de 40 ml de café com leite na veia de Palmerina Pires Ribeiro, de 80 anos, provocando a morte da idosa, no dia 14 de outubro de 2012. De acordo com a denúncia, elas provocaram embolia pulmonar na paciente no setor de Repouso Feminino da Unidade de Saúde (PAM) Abdon Gonçalves, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. METRO RIO

PMs e adolescente são feridos em Nova Brasília A Polícia Militar tenta identificar quem são os criminosos que trocaram tiros com policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Nova Brasília, no Complexo do Alemão, zona norte, que deixou quatro pessoas feridas: um adolescente de 12 anos e três PMs. O confronto aconteceu no fim da noite de terça-fei-

ra, quando um grupo disparou do alto de uma laje contra uma equipe que fazia patrulhamento de rotina na região conhecida como Largo da Vivi. De acordo com o comando das UPPs, o adolescente Thiago Antônio da Silva foi atingido por uma bala perdida na coxa. Segundo o delegado titular da 22ª DP (Penha), Reginaldo

Guilherme da Silva, o caso foi registrado como lesão corporal e tentativa de homicídio. O confronto acontece em meio ao aumento dos ataques de criminosos nos complexos da Penha e do Alemão, como os que tiveram como alvo a ONG AfroReggae, que chegou a interromper as atividades na região. METRO RIO


|08|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Supremo recusa pena menor para corrupção Mensalão. Por 8 votos a 3, ministros derrubam recurso do ex-deputado Bispo Rodrigues que pedia aplicação de lei menos rigorosa na sentença. Plenário rejeitou outros três embargos O STF (Supremo Tribunal Federal) manteve ontem as penas de mais quatro condenados no escândalo do mensalão. Na primeira divergência durante o julgamento dos recursos, por 8 votos a 3, os ministros negaram aplicar pena mais branda para os crimes de corrupção ativa e passiva. A defesa do ex-deputado Bispo Rodrigues pedia recálculo da sentença porque a prática criminosa teria ocorrido antes de novembro de 2003, quando entrou em vigor a lei que pune a prática com penas de 2 a 12 anos. Revisor da ação penal, Ricardo Lewandowski aceitou o argumento. “Não é dado ao magistrado nem ao Ministério Público escolher o momento para aplicar a pena mais gravosa ao réu”, sustentou, sendo acompanhado por Dias Toffoli e Marco Aurélio Mello. O ministro relator, Joaquim Barbosa, disse que se baseou nos autos da denúncia, que apontavam um pagamento de R$ 150 mil feito ao então líder do PL (hoje PR) em dezembro de 2003,

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

APRESENTAÇÃO DE ROSE EM JUÍZO VIROU ‘SEGREDO’.

“JUSTIÇA QUE TARDA NÃO É JUSTIÇA.”

Denunciada pelo Ministério Público Federal por formação de quadrilha e tráfico de influência, a ex-chefe de gabinete de Lula em São Paulo, Rosemary Noronha, a “Rose”, rivaliza em mistério com o “ET de Varginha”: até sua apresentação quinzenal em juízo virou “segredo de Justiça”, de acordo com o juiz da 5ª Vara Criminal de São Paulo, Silvio da Rocha. Ele não quis dizer à coluna se ela tem se apresentado.

MINISTRO JOAQUIM BARBOSA, PRESIDENTE DO STF, REAFIRMANDO REPULSA A CHICANA JURÍDICA

CADÊ ROSE? “Rose”, so-

bre quem Lula guarda sepulcral silêncio, deve se apresentar ao juiz de 15 em 15 dias e não pode sair do país sem autorização.

Defesa de José Dirceu também pede revisão de pena de corrupção | JOSÉ CRUZ/ABR

já sob a vigência da lei mais severa. O ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o deputado José Genoino (PT-SP) apresentaram recursos semelhantes para pedir revisão de pena. Banco Rural O STF também negou os embargos apresentados pe-

los condenados ligados ao Banco Rural. Condenada a 16 anos e oito meses de prisão, a ex-presidente da instituição Kátia Rabelo apontava ter sido punida duas vezes pelo crime de gestão fraudulenta. O ex-diretor José Roberto Salgado, que teve pena de 16 anos e 8 meses, fez a mesma alegação. O ex-vice

Senado zera tributos sobre transporte em centros urbanos O Senado aprovou ontem projeto que zera as alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins que incidem sobre o transporte público. Já aprovada na Câmara, aw proposta segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff. O pacote de isenção, defendido por todos os prefeitos, tem como objetivo reduzir o custo das tarifas de ônibus, trens, barcas e metrôs em grandes centros urbanos. A tramitação do texto foi acelerada na Casa após a onda protestos que tomou o país em junho e julho, após reajustes nos valores das tarifas nas principais capitais do país. Cálculo feito pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara prevê que a adoção das isenções gere uma perda de arrecadação anual de R$ 1,5 bilhão para

Política

Tarifa de ônibus pode cair

| ANDRÉ PORTO/METRO

o governo federal. Relator do projeto, o senador Jorge Viana (PT-AC) prevê que a desoneração irá resultar em uma redução de 4% nos custos que incidem sobre as passagens de transporte público. Ainda não há uma cálculo sobre o impacto real da medida no valor das passagens em vigor atualmente. A presidente Dilma

Rousseff chegou a enviar uma MP (Medida Provisória) com o mesmo conteúdo para o Congresso. No entanto, o Planalto avaliou que, no atual momento, o melhor caminho era negociar a votação do projeto apresentado pelo senador Mendonça Filho (DEM-PE), da oposição. “Esse projeto irá reduzir os custos dos transporte em todo país”, diz Filho. METRO

presidente Vinicius Samarane, punido com 8 anos e 9 meses de reclusão, alegou que tinha participação de menor importância. Os ministros já recusaram 11 dos 25 embargos de declaração apresentados. O julgamento será retomado hoje, com a previsão de ser concluído nas primeiras semanas setembro. METRO BRASÍLIA

Congresso. Mesmo com traições, vetos são mantidos Na primeira votação com a regra de que os vetos presidenciais precisam ser apreciados pelo Congresso até 30 dias, o governo sofreu traições da base aliada, mas conseguiu sair vitorioso. Os 42 artigos de quatro projetos rejeitados pela presidente Dilma Rousseff foram mantidos. Como a votação é secreta, PSB, PTB e PMDB se articularam para derrubar os vetos à isenção de Estados e municípios das perdas provocadas pelas desonerações. Para derrubar o veto era necessário o apoio de 41 senadores e 257 deputados. O governo foi salvo pelo Senado. Os vetos ao projeto de repasses aos Estados teve 38 votos contrários enquanto o Ato Médico teve 30, insuficientes para derrubá-los. METRO BRASÍLIA

A sumida Rose obteve “blindagem” judicial contra repórteres, entrando e saindo pela garagem do Fórum. Agora duvida-se até que ela exista.

‘BLINDADA’.

MISSÃO IMPOSSÍVEL. Familiares do deputado Natan Donadon (RO), ladrão transitado em julgado, articulam no Congresso para salvá-lo da cassação.

de posse da Câmara Municipal: manifestantes vão fingir que saíram e vereadores manterão a rotina de fingir que trabalham. XADREZ. Significativa a or-

dem ontem do julgamento dos recursos no Supremo Tribunal Federal: primeiro o “bispo” Rodrigues, depois o “peão” Delúbio.

PENSANDO BEM... ...o mi-

nistro Lewandowski aceitou ontem um “desculpa infringente” de Joaquim Barbosa.

NADA É DE GRAÇA. O PMDB aceita rifar a candidatura de Paulo Skaf ao governo paulista para fazê-lo vice do petista Alexandre Padilha, mas só... se Lindbergh Farias (PT) sair da disputa para se aliar a Luiz Pezão (PMDB), no Rio. ‘ENGANÓDROMO’. Os dois lados agora estão quites, após a Justiça do Rio determinar a reintegração

Ricardo Lewandowski | LUIS FERNANDO MARTINEZ / FOTOARENA

PODER SEM PUDOR

Alô, mamãe, escapei Em meados de 1990, o Congresso vivia dias tumultuados, discutindo a Lei de Diretrizes Orçamentárias, e poucos conseguiam usar os microfones. O deputado Ronaldo Cezar Coelho (RJ), em geral elegante, arrancou o microfone das mãos de um colega para uma estranha comunicação:

- Senhor presidente, gostaria de comunicar que estou vivo. Ninguém entendeu. Mas ele queria avisar à família que estava bem, depois que o avião que o levaria a Brasília sofrer pane, seguido de pouso de emergência. Sua morte chegou a ser noticiada.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

ESCALADA

Cotação do dólar comercial, em R$

Maior valor desde 9/12/2008

2,502

2,451

2,381

Primeiro pregão do ano

2,260

2,138

2,018

2,046

2,017

Menor cotação do ano

1,896

2/1/13

8/3/13

ONTEM

FONTE: CMA

Câmbio. Dólar sobe 2,39% e fecha acima de R$ 2,45 O dólar comercial subiu ontem 2,39%, para R$ 2,4512 na venda, retomando os patamares do auge da crise internacional. É o maior nível desde 9 de dezembro de 2008, quando atingiu R$ 2,473. A alta refletiu o movimento especulativo e a interpretação de investidores de que a redução do estímulo nos EUA está próxima. A valorização aconteceu mesmo com forte atuação do Banco Central, que fez dois leilões de swap cambial tradicional (venda futura de dólares), anunciou mais um pa-

Geração de vagas com carteira piora

Nos últimos 10 anos. Foram criados 41,46 mil postos formais em julho, uma queda de 70,9% em relação a igual mês do ano passado. Para ministro, dados não são preocupantes

1,947 21/8/12

|09|◊◊

{ECONOMIA}

R$ 2,56

é o valor do dólar turismo, que teve uma alta de mais 3% ontem. ra hoje e, após o fechamento dos negócios, divulgou que fará ainda um leilão de linha. A ata da reunião do Fed mostrou que apenas alguns dos integrantes do banco acreditam que o momento de reduzir o estímulo monetário no país está próximo. METRO

O Brasil criou 41.463 vagas formais de trabalho em julho, o pior resultado para o mês desde 2003. Segundo dados divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho, o número é 66,5% menor que os 123.836 postos criados em junho e 70,9% inferior às 142.496 vagas abertas em julho do ano passado. O desempenho ficou bem abaixo das projeções do mercado, que esperava a abertura de cerca de 100 mil vagas no mês passado. No acumulado do ano, de janeiro a julho, foram criados 907.214 postos formais, o pior resultado para o período desde 2009. O ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse não haver justificativa para a forte queda do emprego. “Não há como explicar, não temos dados”, disse. “Não é um re-

sultado bom, mas o emprego continua crescendo ao contrário dos países riscos, que não geram empregos.” O número divulgado250.000000 ontem é preliminar, pois parte das contratações e demis166.666667 sões são incluídas com atraso no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. A83.333333 expectativa de Dias é que o resultado definitivo indicará0.000000 a geração de mais 10 mil a 15 mil postos. A queda na geração de em- 48 pregos em relação a julho de 2012 foi generalizada. A in- 32 dústria de transformação, por exemplo, criou 7,1 mil em- 16 pregos em julho, contra 24,8 mil postos em igual mês do 0 ano passado. A construção civil gerou em julho, 4,9 mil vagas, bem abaixo dos 25,4 mil criados um ano antes. METRO

GERAÇÃO DE EMPREGO NÚMERO DE VAGAS CRIADAS EM JULHO 203.218

202.033

181.796 154.357 140.563 142.496

138.402 126.992 117.473

41.463

38.069 2003

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

RESULTADO POR SETOR, EM MILHARES JUL/2013

JUL/2012

39 25,4

24,7

24

22,8

18,1 11,2 7,1

4,9 1,5

INDÚSTRIA

SERVIÇOS

FONTE: MINISTÉRIO DO TRABALHO

COMÉRCIO

CONSTRUÇÃO CIVIL

AGRICULTURA


|10|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

Oposição síria denuncia ataque com gás tóxico Guerra civil. Centenas de pessoas teriam morrido enquanto dormiam. Regime disse que acusação é ‘ilógica e fabricada’ A oposição síria acusou as tropas do ditador Bashar Al Assad de perpetrarem um massacre em Goutha, um subúrbio da capital, Damasco. Segundo os rebeldes, as forças do regime lançaram foguetes com gases tóxicos, matando homens, mulheres e crianças enquanto dormiam. Imagens divulgadas pela internet mostravam dezenas de corpos amontoados, no que seria o maior ataque com armas químicas desde a década de 1980. O Conselho de Segurança das Nações Unidas convocou uma reunião de emergência (leia ao lado). Um morador da região

1,3 mil

pessoas teriam morrido na ofensiva, segundo grupos rebeldes. Mesmo as estimativas conservadoras falam em, ao menos, 500 mortos. descreveu à Reuters um cenário desolador. “Nós entrávamos em uma casa e tudo estava em seu lugar. As pessoas estavam deitadas, quietas, pareciam dormir”, contou. Os médicos que recebiam as vítimas relataram sintomas compatíveis com a intoxicação por gás sarin, um for-

te agente tóxico que ataca o sistema nervoso central. “Muitas são mulheres e crianças. Elas chegavam com as pupilas contraídas, os membros frios e com espuma na boca”, disse uma enfermeira. O ministro sírio da Informação, Omran Zoabi, disse que as acusações da oposição eram “ilógicas e fabricadas”. O governo disse que jamais usaria armas químicas contra a população e sugeriu que foram rebeldes os responsáveis pelo massacre. A Rússia, aliada do regime de Assad, afirmou que a denúncia da oposição era “provocação”. METRO

Homem segura corpo de criança vítima da ofensiva |STRINGER/REUTERS

ONU pede investigação sobre armas químicas

Em Beirute, sírios e libaneses fizeram vigília | MOHAMED AZAKIR/REUTERS

O Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) pediu uma investigação independente e imediata sobre o ataque de ontem na Síria. Os membros do conselho, entretanto, não chegaram a um acordo sobre uma resolução que garanta a entrada dos inspetores da ONU no país árabe. O regime de Assad controla a vinda de estrangeiros, e é

difícil verificar denúncias de forma independente. Os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e França estavam entre os cerca de 35 países favoráveis à ida do investigador da ONU Ake Sellstrom e de sua equipe à Síria. Segundo diplomatas, Rússia e a China se opuseram à linguagem que faria uma chamada explícita para a inspeção de Sellstrom. METRO COM AGÊNCIAS

Bradley Manning é condenado a 35 anos de prisão nos EUA Após mais de dois meses de julgamento, a corte marcial de Fort Meade, nos EUA, condenou o soldado Bradley Manning a 35 anos de prisão. O militar foi considerado culpado pelo vazamento de mais de 700 mil documentos secretos da diplomacia americana. Manning, 25 anos, também será exonerado com desonra do Exército e perderá parte de seu pagamento. Os segredos foram publicados pelo site WikiLeaks e trouxeram à tona detalhes sobre a atuação dos EUA nas guerras do Afeganistão e do Iraque.

Manning chegou a pedir desculpas à corte marcial | JOSE LUIS MAGANA/REUTERS

Entidades de defesa dos direitos humanos criticaram o rigor da sentença. Elizabeth Goitein, do Centro Brennan para a Justiça, lembrou que

foi a maior pena aplicada em caso de vazamento de informações para a mídia. “Está em linha com as sentenças de espionagem paga para o inimigo”, comparou. Para o WikiLeaks, o veredicto foi “vitória estratégica”, uma vez que Manning poderá ter a liberdade condicional após cumprir um terço da pena. A promotoria havia pedido 60 anos de cadeia. O advogado do soldado, David Coombs, anunciou que vai entrar com pedido de perdão presidencial para tentar reverter a condenação. METRO David Miranda

Itamaraty pede devolução de material

Conheça a ‘escola Steve Jobs’ A cidade de Sneek, na Holanda, inaugurou a primeira Steve Jobs School. Inspirada nas ideias do cofundador da Apple, a escola oferece iPads para que as crianças aprendam no ritmo de sua própria curiosidade. | MICHAEL KOOREN/REUTERS

O Itamaraty pediu, às autoridades britânicas, a devolução dos eletrônicos apreendidos com o brasileiro David Miranda. Ele é o companheiro do jornalista Glenn Greenwald, que revelou o programa de espionagem dos EUA. METRO


2 CULTURA

|12|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Cidade histórica do Rio, Paraty será palco, pela primeira vez, do Festival Mimo, que está completando 10 anos, e terá shows gratuitos de atrações musicais internacionais, como o pianista americano Herbie Hancock, e nacionais, como João Bosco, além de sessões de cinema, exposição e debates. Evento começa amanhã e vai até domingo. Depois, segue para Ouro Preto e Olinda GISLANDIA GOVERNO SANDY YOUNG/ GETTY IMAGES

As belas praias e a arquitetura histórica de Paraty, na Costa Verde fluminense, compõem o cenário da edição comemorativa de 10 anos do Festival MIMO, maior evento gratuito de música instrumental do país, que na cidade acontece de amanhã a domingo. O pianista norte-americano Herbie Hancock, ícone contemporâneo do jazz e vencedor de 14 Grammys, abrirá a festa, com apresentação ao ar livre, na Praça da Matriz. Entre as outras atrações musicais que farão shows em Paraty estão os brasileiros João Bosco; BNegão & Seletores da Frequência, e Duo Milewski, entre outros. Já entre os destaques internacionais estão os grupos Madredeus, de Portugal; Rum Tareq Al Nasser, da Jordânia; e MAN-

dolinMAN; além do músico alemão Stephan Micus. Em cada canto da cidade haverá concertos: em praças públicas, nas igrejas, nos teatros e nas capelas seculares. E o evento vai além da música. No Festival Mimo de Cinema, serão exibidos filmes que têm a música como tema. As sessões serão em cinemas, telões ao ar livre, pátios de igrejas e museus. Uma exposição mostrará os bastidores dos 10 anos do festival sob o olhar de diversos fotógrafos. Haverá também o Fórum de Ideias, com debates e palestras; entre outras atividades. Depois do Rio, a festa segue para Ouro Preto (29 de agosto a 10 de setembro) e Olinda (2 a 8 de setembro). Veja a programação completa do festival em: www.mimo. art.br. METRO

Paraty 1

os sons

Herbie Hancock. Mestre do piano O músico é a principal atração da abertura, amanhã, às 22h30. Sábado, ele faz show no Citibank Hall, às 20h30 (Ingressos: www. ticketsforfun.com.br).

Ariano Suassuna

Internado no Recife

O escritor paraibano, de 86 anos, foi internado ontem, após passar mal pela manhã, no Real Hospital Português, no Recife (PE). Segundo sua assessoria, durante os exames médicos foi constatado que ele havia sofrido um infarto. Ele está lúcido e conversa normalmente. Mas não há previsão de alta.

com todos

2

BNegão & Seletores da Frequência. Black music

1

2

34 5

4

O grupo português chega ao festival pela primeira vez para apresentar o álbum “Essência”, comemorativo dos 25 anos de carreira. Show no domingo, às 21h, na Praça da Matriz.

No repertório, jazz groove de Jimmy Smith, músicas dos dois CDs com os Seletores de Frequência, e temas instrumentais inéditos. Show amanhã, à 0h30, na Praça da Matriz.

METRO

5

João Bosco. MPB

3

Stephan Micus. One man band Com 20 álbuns lançados, o músico alemão vem ao país pela primeira vez. Show amanhã, às 19h30, na Praça da Matriz.

Madredeus. Da terrinha

FOTOS: DIVULGAÇÃO

O cantor apresentará o premiado disco “40 Anos Depois”, que acaba de mostrar em turnê pela Europa. Ele será a principal atração musical brasileira no sábado. O concerto será à 0h30, na Praça da Matriz. METRO


|14|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

GARETH CATTERMOLE/GETTY IMAGES

Show

Diogo Nogueira canta novos sucessos na Barra O sambista apresenta as músicas do seu novo álbum, “Mais Amor”, hoje, às 23h, na Barra Music. O show terá abertura do cantor Arlindo Neto e os intervalos serão comandados pelo DJ Dippous. Na av. Ayrton Senna, 5.850, Barra da Tijuca. Tel.: 33031000). Ingressos a partir de R$ 10 (homem, mulher grátis). 18 anos. METRO RIO Noite

Tania Libertad sobe ao palco da Sala Baden Powell Em temporada de shows no Brasil, a cantora peruana Tania Libertad faz apresentação única do show “Um Canto Para América Latina”, hoje, às 20h, na Sala Banden Powell (av. Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana. Tel.: 2255-1067). R$ 10. 12 anos. METRO RIO

Espetáculo “Amêsa”, com a atriz portuguesa Heloisa Jorge | DIVULGAÇÃO

5o Festlip. Festival reúne sete espetáculos de cinco países de língua portuguesa Em sua quinta edição, o Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa (Festlip) dá início, hoje, à celebração da dramaturgia lusófona. O evento, que segue até domingo, traz em sua programação sete espetáculos de cinco países que falam o idioma: Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, com participação especial de Guiné-Bissau e Timor Leste. O Festlip terá, ao todo, 20 sessões de espetáculos, com ingressos a R$ 10 e R$ 5 (meia). As peças serão encenadas nos teatros Ipane-

ma, Carlos Gomes, Sesi, Jockey e Café Pequeno. Homenageado desta edição, o escritor e dramaturgo angolano José Mena Abrantes, de 68 anos, é autor de uma das peças que estão na programação, o monólogo “Amêsa”, que traz a atriz portuguesa Heloisa Jorge. Ele ainda participará de um debate, com entrada gratuita, na segunda-feira, às 19h30, no Oi Futuro Ipanema. Veja a programação completa, horários e endereços dos teatros no site: www.festlip.com www.festlip.com. METRO RIO

Brian de Palma e a atriz Noomi Rapace no Festival de Veneza

BRIAN DE PALMA Após cinco anos afastado das telas, diretor aposta na sensualidade feminina em ‘Passion’, novo thriller que estreia hoje, com quentes cenas de sexo improvisadas pelas atrizes Rachel McAdams e Noomi Rapace

PAIXÃO IMPROVISADA Depois de uma longa pausa, o cineasta Brian De Palma retornou às origens ao explorar a sexualidade em seu mais recente thriller, “Passion”, que estreia amanhã nos cinemas. O filme conta a estranha relação entre Christine (Rachel McAdams) – chefe de uma famosa agência publicitária – e Isabelle (Noomi Rapace), seu principal talento. Apesar da amizade e tensão sexual entre as personagens, o clima de traição fica evidente quando Christine rouba os méritos de uma grande campanha feita por Isabelle, que por sua vez se aventura com o namorado da chefe. Em meio a este clima de dissimulação se inicia um tenso jogo de aparências, manipulação e vingança. A maioria das cenas de sexo, segundo o próprio diretor, foi improvisada. “Passion” é um remake do filme francês “Crime de Amor” (2010), de Alain Corneau, com a francesa Ludivine Sagnier e a britânica Kristin Scott Thomas nos papéis principais. Existe uma grande quantidade de cenas de sensualidade feminina no filme. Era tudo improvisado?

Eu as deixei livres, apenas observava para ver o que ia acontecer. Era tudo improvisado e elas tornaram o mais real possível. Se algo não funcionava, repetíamos. Elas foram fantásticas e foi simplesmente fascinante vê-las. A personagem de Rachel McAdams parece muito com uma versão adulta de sua personagem em “Meninas Malvadas”. Você viu esse filme? Claro! Eu sabia que ela poderia interpretar esse papel depois que assisti ao “Meninas Malvadas”. As personagens, nos dois filmes, têm como característica serem manipuladoras e cruéis. Você optou por usar tela dividida durante uma cena crucial do filme. Como foram as reações? Parece que funcionou. Muitas pessoas falaram sobre isso. Eu olho para a cena e penso como seria a melhor maneira de filmar, não faço como se tivesse uma caixa de pinturas de coisas que gostaria de colocar no filme. Além disso, eu nunca filmei um assassinato, onde você tem uma tela dividida e duas mulheres fantasticamente bonitas de cada lado e, de repente, uma faca corta a garganta de alguém e

você vê uma máscara salpicada de sangue. Eu nunca tinha feito isso antes. Os autores do vídeo viral que você recriou para o filme disseram algo? Até agora nada. Eu vi isso na internet e basicamente copiei para o filme. Ele se tornou viral, todo mundo achava que era real, mas, na realidade, era de dois executivos de publicidade [na Austrália]. Você não teve que procurá-los para usar a ideia? Não. Acho que eles não se importariam de terem sido copiados. Você participou do Festival de Toronto de 2012. Qual é sua opinião sobre esse tipo de público e a que assistiu de interessante? É o melhor do mundo, especialmente para um diretor como eu. São do tipo que amam os meus filmes e quero ver o que você está fazendo. Procurei assistir filmes que dificilmente assistiria em Nova York (onde mora). Procuro coisas novas lendo sinopses e seguindo dicas de amigos. NED EHRBAR

METRO INTERNACIONAL


|16|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Na ponta do lápis

Sobre ciclovias na Tijuca

MARCOS SILVESTRE MARCOS.SILVESTRE@METROJORNAL.COM.BR

OPÇÕES PARA ECONOMIZAR NO SEGURO DO AUTOMÓVEL

Cruzadas

Baratinho, nunca é… Seguro de automóvel é um dos gastos que mais pesam no bolso dos motoristas. No entanto, dá para pensar em algumas providências visando baratear essa conta. Se, por exemplo, o carro pertence a um casal e ambos se qualificam como condutores regulares do veículo, então na certa sairá mais em conta fazer o seguro em nome da mulher, estatatisticamente menos exposta a sinistros.

MEIO AMBIENTE - RIO DE JANEIRO, RJ

Correção Ao contrário do informado na tabela ‘Pelo Mundo’ publicada na edição de segunda-feira, na página 7, os dados se referem à idade de responsabilização penal e não à maioridade penal dos países citados. No Brasil, a responsabilização penal ocorre a partir dos 12 anos.

Franquia mais alta. Considere pedir a seu corretor de seguros para elevar o valor da franquia obrigatória na apólice. No entanto, não se valha deste recurso de forma exagerada, pois a cobertura pode passar a não mais atender às reais necessidades do segurado. Se o motorista usa muito o carro em deslocamentos urbanos, estaciona com frequência na rua, ou mesmo em estacionamentos que operam com manobristas, está mais frequentemente exposto a danos, e pode precisar de uma cobertura maior. Carro mais novo. As seguradoras observam que donos de carros mais usados, com vários anos de fabricação, costumam ser menos cuidadosos no uso de seus veículos, expondo-os mais a riscos, assim aumentando as chances de um sinistro e pagamento da apólice. Portanto, uma forma de baratear o seguro pode ser optar pela compra de um carro zero ou seminovo, sempre que lhe for possível.

Em resposta à carta da leitora Rita de Cássia Castro, publicada na edição do dia 21/8, a secretaria municipal de Meio Ambiente informa que o bairro da Tijuca, na zona norte da cidade, possui cerca de 12 km de ciclovias atualmente. Novas rotas estão previstas no Plano Estratégico da Prefeitura do Rio, onde mais de 120 km serão construídos em toda a cidade. A Tijuca contará, até 2016, com ciclovias ligando a Praça Saens Peña até a Quinta da Boa Vista, e ao Centro do Rio. ASSESSORIA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE

Dispositivos para dificultar o roubo. Procure instalar alarme e rastreador veicular, além das chamadas “vacinas”, que são gravações identificando as peças do veículo, para impedir que sejam vendidas em desmanches. Esses equipamentos, quando não vêm de fábrica, podem ser instalados pela própria seguradora sem custo extra, acarretando em redução de até 10% no valor do prêmio devido.

Metro Pergunta

Considera alta a multa de R$ 157 para quem for flagrado jogando lixo no chão com tamanho equivalente ao de uma lata de refrigerante?

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroRJ

@trindadevicky

Sudoku

Sim, mas o povo só aprende mesmo quando dói no bolso. @valencianna

Sim, mas também espero que o dinheiro que será arrecadado com as multas seja investido em mais lixeiras e caçambas de lixo.

Concentre o pagamento do prêmio. A opção pela apólice anual, mantidas todas a coberturas e demais condições, costuma ser entre 8% e 15% mais barata que o pagamento mensal. Ao contratar o seguro anual, economiza-se a cada 12 meses algo entre uma e duas mensalidades do seguro mensal.

@wilsonfn

Acho a multa justa. Quando dói no bolso, você pensa muito mais antes de fazer bobagem.

Evite acionar a seguradora. Custear pequenos consertos por conta própria, sem acionar o seguro para este tipo de ocorrência de pequena gravidade, além de evitar o pagamento da franquia (que pode ter valor até mais elevado que o conserto em questão!), permite conservar o bônus de renovação, aquele desconto que vai se acumulando por classes e representa um abatimento de até 35% no custo da apólice.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.rj@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

Economista com MBA em Finanças (USP), orientador de famílias e educador em empresas, é colunista da BANDNEWS FM e fundador da SOBREDinheiro. Diretor do site www.oplanodavirada.com.br, da EKNOWMIX Consultores Integrados e da TECHIS SA.

Horóscopo

Leitor fala

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Momento propício a mais cuidados com o corpo e a saúde. Procure valorizar atenção com o que é realmente essencial na rotina.

Possibilidades para repensar planos financeiros ou que envolvam interesses materiais. Fique mais atento para evitar consumismo.

São grandes as chances de retomar assuntos domésticos ou rever questões ligadas aos familiares. Transições tendem a marcar o trabalho.

Tendências a mais momentos sociais e interação com pessoas que façam se sentir bem. Período especial para mais demonstrações afetivas.

Na noite desta quinta inicia o período de Virgem, em momento para novas motivações e um foco maior aos seus objetivos.

Novas informações deverão beneficiar o trabalho. Na vida afetiva, momento para obter mais clareza sobre pensamentos de quem convive.

Assuntos do lar são propensos a tomar atenção. Cuide para que o senso crítico não atrapalhe convivências na família ou na vida amorosa.

Alguns desgastes causados pela rotina apontam tendências a ficar em seu canto ou a buscar atividades que equilibrem suas energias.

O envolvimento com pesquisas materiais ou negócios será essencial antes de decisões. Dia propício para uma pausa à crenças e religião.

Cuidado para não intimidar com o jeito de se expressar. Sua forma de expor os pensamentos estará mais direta que de costume.

O contato com os amigos está favorecido e será mais intenso, tanto com antigos como em novos grupos que vivenciar.

Situações pendentes na vida afetiva terão um momento decisivo, seja por conversas ou decisões com quem se relaciona.


3

|18|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

LÉO FONTES/O TEMPO

Indy

Castroneves volta aos treinos Recuperado do acidente sofrido durante os treinos para a etapa de Ribeirão Preto da Stock Car, dia 9, Helio Castroneves voltou à ativa, ontem. Ele participou dos treinos abertos da Fórmula Indy para o GP de Sonoma, nos EUA, que será disputado domingo, a partir das 17h30 (de Brasília). Líder do campeonato, o piloto da Penske fez o sétimo melhor tempo do dia com 1m19s227. A melhor marca foi do canadense James Hinchcliffe, da Andretti Autosport, com 1m18s932. O brasileiro Tony Kanaan foi o 13º, (1m19s876). METRO RIO

ESPORTE

Críticas

Valcke retruca Eduardo Paes

LUCIANO CORRÊA Integrante da Seleção Brasileira de Judô, atleta fala sobre expectativas para o Mundial, que começa segunda-feira, no Maracanãzinho

‘A TORCIDA FAZ DIFERENÇA’

UFC em Goiânia

Vitor Belfort O site do UFC divulgou ontem que o lutador carioca vai enfrentar o norte-americano Dan Henderson na edição do UFC que acontecerá em Goiânia, no dia 9 de novembro. O duelo será na categoria dos meiopesados (até 93 kg).

No último Mundial (2011, em Paris), o Brasil conquistou cinco medalhas (duas pratas e três bronzes). Qual a previsão para este ano? O Brasil foi muito bem naquela campanha e, nos Jogos Olímpicos de 2012, foi comprovado isso também, com quatro medalhas, sempre conseguindo alcançar a meta imposta pela Federação Brasileira de Judô. O Brasil entra neste Mundial como um dos grandes favoritos e acredito que, com o apoio da torcida, vamos ultrapassar esse número de medalhas. A melhor participação do Brasil em Mundiais foi em 2007, também no Rio de Janeiro. Na época, foram três ouros – um conquistado por você –, um bronze e dois quintos lugares. O apoio da torcida pode ser um diferencial para que um novo recorde seja estabelecido? Principalmente para mim, torcida faz a diferença. Eu sou extremamente emotivo, e a torcida vibrando nos

momentos mais tensos e difíceis é determinante para conseguir a vitória. O Maracanãzinho vai estar lotado, e independentemente de qual brasileiro estiver lutando, todos vão lutar muito bem, vão honrar o nosso país. O Mundial vai ser o grande teste para a Olimpíada? O Mundial é um dos principais eventos do esporte. Ainda tem muita água para rolar até as Olimpíadas de 2016, mas vai ser importante para vermos como os atletas vão se comportar diante da torcida a favor. Vai ser um laboratório, principalmente para a Confederação Brasileira decidir quem tem melhores condições de defender o Brasil em 2016. O Brasil está em 14º lugar no ranking de medalhas no Mundial em todos os tempos, com 28 pódios, 18 deles na última década. O que mudou nesses últimos dez anos? Isso se deve ao trabalho dos

técnicos dos clubes, como o Floriano de Almeida, aqui do Minas, por exemplo, e também ao trabalho realizado pela confederação, que vem trabalhando bem as categorias de base, gerando renovação de qualidade. O desempenho dos atletas também mudou. Estamos ficando cada vez mais profissionais, mais empenhados para representar e conseguir conquistar medalhas nesse cenário inédito de competições importantes dentro do nosso país. Qual é o grande adversário a ser batido? Hoje em dia está difícil mencionar quem pode vencer. Este campeonato vai ser extremamente homogêneo. Todos os países estão bem equilibrados. Em categorias com 60 ou 70 atletas inscritos, pelo menos 30 têm chances reais de conseguir medalhas. Antes, o Japão e a França eram as maiores forças do esporte. Agora, tem muitos outros.

Pela primeira vez, a Federação Internacional de Judô vai permitir que dois atletas do mesmo país disputem juntos na mesma categoria. Na sua (meio-pesado), você vai ter a companhia de Renan Nunes. O que essa novidade representa? Acho que é muito bom ter mais um brasileiro representando uma mesma categoria. Quanto mais brasileiros bem ranqueados, melhor para o país. Vai ser uma disputa interna e sadia, até porque somos amigos, estamos sempre tentando ajudar um ao outro, então só vejo o lado positivo em ter o Renan na mesma categoria que eu. Como definir o estilo de luta “judô brasileiro”? O judô brasileiro tem características muito próprias. É uma mistura de judô japonês com o europeu, mas o que destaca é o nosso jeito descontraído de lutar sem medo de ser feliz. METRO BH

Durante um encontro com jornalistas na tarde de ontem, no Rio, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, rebateu as acusações do prefeito Eduardo Paes, que disse recentemente que, ao contrário do Comitê Olímpico Internacional (COI), a Fifa não se preocupa com o legado do Mundial para a cidade. “A organização de uma Copa é uma parceria entre as autoridades de um país, do Comitê Organizador Local (COL) e da Fifa. Trabalhamos juntos para organizar 64 jogos e tudo que envolve uma Copa do Mundo. Se algo tem que ser discutido, estamos abertos. A Fifa é um alvo fácil. É fácil culpar a Fifa por tudo”, disparou Valcke. METRO RIO GP de Vôlei

Brasil pega os EUA no 1º jogo A Seleção Brasileira feminina de vôlei já está no Japão, onde começou ontem o período de aclimatação para a fase final do Grand Prix. As brasileiras, que buscam o nono título do torneio, ficarão na cidade de Nagoya até domingo, quando partirão para Sapporo, sede da etapa decisiva. O Brasil estreará às 3h30 (de Brasília) do dia 28 de agosto, quarta-feira, contra os EUA. Na sequência, até o dia 1º de setembro, as brasileiras enfrentarão, respectivamente, Japão, Itália, Sérvia e China. METRO RIO


RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Ramires e Maicon voltam à Seleção para amistosos Na lista. Henrique, do Palmeiras, completa o trio de ‘novidades’ de Luiz Felipe Scolari A Seleção Brasileira terá o retorno de velhos conhecidos do torcedor nos amistosos contra Austrália e Portugal, em setembro. No dia 7, o rival será o país da Oceania, em Brasília. Três dias depois, o duelo é contra os lusos em Boston, nos EUA. Esquecido nas últimas listas do técnico Luiz Felipe Scolari, o volante Ramires está de volta. O atleta do Chelsea foi cortado da Copa das Confederações porque se atrasou para uma avaliação médica na Inglaterra, em março, antes do amistoso contra a Rússia. “A situação foi explicada e ele vai ter a chance de conviver com a gente novamente”, afirmou Felipão. Outro velho conhecido da torcida que volta ao grupo é o

lateral-direito Maicon. Titular na Copa do Mundo de 2010, o jogador da Roma não atua pela Seleção desde a Copa América de 2011, no Uruguai. “Tinha conversado com o Maicon desde que voltei para a Seleção. Quero observá-lo nesses jogos para ver como andam as condições físicas e avaliar se continuamos convocando, se vale a pena investir”, falou o técnico. O zagueiro Henrique, do Palmeiras, também está de volta. O jogador trabalhou com Scolari no clube paulista, não era chamado desde o amistoso contra a Seleção Chilena, em abril. MATHEUS ADAMI METRO SÃO PAULO

OS 22 ESCOLHIDOS LATERAIS

GOLEIROS

Julio Cesar

Jefferson

Queens Park Rangers (ING)

Daniel Alves

Botafogo (BRA)

Thiago Silva David Luiz Chelsea (ING)

Dante

Bayern de Munique (ALE)

Oscar

Lucas PSG (FRA)

Imperador O Botafogo confirmou ontem que quer ajudar o atacante Adriano a se recuperar física e psicologicamente. Mas, fez questão de deixar claro que não pretende contar com o BOTAFOGO Jefferson; Gilberto, Bolívar, Dória e Júlio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Vitinho, Lodeiro e Seedorf (Alex); Rafael Marques. Técnico: Oswaldo de Oliveira • •

parabeniza o cruz-maltino

Oswaldo de Oliveira conversa com o grupo | VITOR SILVA / SSPRESS

jogador como atleta do Botafogo, foi o que garantiu o vice de futebol, Chico Fonseca, em entrevista ao Lance! “Ele precisa fazer algo da vida”, disse o dirigente. Adriano não atua desde 4 de março de 2012, quando defendia o Corinthians. METRO RIO ATLÉTICO-MG Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre, Josué e Ronaldinho Gaúcho; Luan, Jô e Fernandinho. Técnico: Cuca

Estádio. Maracanã, à 21h50 Transmissão. ESPN Brasil, Rádio Bradesco Esportes FM (91,1) e Rádio BandNews FM (94,9).

Palmeiras (BRA)

Bernard

Shakhtar Donetsk (UCR)

O meia Juninho publicou, ontem, em sua página no Facebook, um vídeo parabenizando o Vasco pelos 115 anos de existência, completados ontem. Ídolo na Colina, presente nas campanhas da conquista de dois Brasileiros e de uma Libertadores, o “Reizinho” se derreteu de amores ao clube do coração: “Sempre é um privilégio grande vestir a camisa deste clube. Nunca imaginei que essa identificação se tornasse tão forte. São momentos inesquecíveis e espero que o clube continue sendo como é e crescendo sempre”, disse o meia. Poupado na vitória cruz-maltina por 2 a 0 sobre o Nacional-AM, terça-feira à noite, em Manaus, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Juninho Pernambucano está confirmado no confronto contra o Corinthians, domingo, às 16h, no Mané Garrincha. A delegação não voltou para o Rio após o jogo da Copa do Brasil – seguiu direto para Brasília. O Vasco é 11º colocado no Campeonato Brasileiro com 19 pontos, seis a menos que o Corinthians, quarto na tabela. METRO RIO

Maxwell

Real Madrid (ESP)

PSG (FRA)

Fernando

Shakhtar Donetsk (UCR)

Hernanes Luiz Gustavo Lazio (ITA)

Wolfsburg (ALE)

Paulinho Tottenham (ING)

Ramires Chelsea (ING)

ATACANTES

115 anos. Em Bota. Dirigente diz que clube quer ajudar Adriano vídeo, Juninho Seedorf não participou do treino da manhã de ontem, no Engenhão, e é a única dúvida do Botafogo para o confronto contra o Atlético-MG, hoje, às 21h50, no Maracanã, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Se ele não puder jogar, Alex deve substituí-lo. Elias, reserva imediato, não poderá ser escalado, porque já atuou pelo Resende na Copa do Brasil deste ano. Campeão da Libertadores em julho, o Atlético-MG é apenas 14º no Brasileiro, com 16 pontos. O Botafogo é líder isolado, com 29.

Henrique

MEIAS

Chelsea (ING)

Marcelo

Roma (ITA)

VOLANTES

ZAGUEIROS

PSG (FRA)

Maicon

Barcelona (ESP)

Atlético-MG (BRA)

Hulk Zenit (RUS)

Fred

Fluminense (BRA)

Neymar Barcelona (ESP)

|19|◊◊

Fifa. Mais de 2,3 milhões já pediram ingressos A Fifa divulgou ontem que já passam dos 2,3 milhões os pedidos por ingressos para a Copa do Mundo no Brasil, ano que vem. As vendas começaram terça-feira pelo site oficial (www.fifa.com). De acordo com o diretor de marketing da entidade, Thierry Weil, Brasil, Argentina e EUA lideram a lista dos países com maior número de pedidos. A FIFA já recebeu mais de 372 mil requisições de ingressos para o jogo de abertura, em São Paulo, e mais de 344 mil para a final, no Maracanã. Torcedores têm até o dia 10 de outubro para requisitar ingressos, já que durante esta primeira fase de vendas, todas as solicitações serão processadas conjuntamente ao final da etapa. Nos casos em que a quantidade de ingressos requisitados por partida e categoria for maior que a quantidade de entradas disponíveis, um sorteio determinará os contemplados. METRO RIO


|20|

RIO DE JANEIRO, QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Fla perde, mas segue vivo na Copa do Brasil Satisfeito. Rubro-negro espera devolver derrota para o Cruzeiro no jogo de volta, no Maracanã Acuado pelo Cruzeiro durante a maior parte do tempo, principalmente no primeiro tempo, o Flamengo foi derrotado pelo time mineiro por 2 a 1, ontem, no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado acabou sendo razoável, já que o time mineiro teve a chance de vencer por um placar mais elástico. O rubro-negro segue vivo na competição, com chances de reverter a situação no confronto de volta, quarta-feira, às 21h50, no Maracanã. Willian e Éverton Ribeiro (um golaço) fizeram 2 a 0 para os donos da casa. Carlos Eduardo, após falha de Dedé, diminuiu. No segundo gol do Cruzeiro, Éverton Ribeiro fez linda jogada individual, com direito a um chapéu em Luiz Antônio, e finalização de primeira, sem chances para o goleiro Felipe. Com o resultado, o time celeste tem vantagem do em-

pate no Maracanã. Ao rubro-negro, só resta vencer. Se devolver o 2 a 1, a decisão será nos pênaltis. O técnico Mano Menezes surpreendeu, ao escalar o Flamengo com três zagueiros – Chicão, Samir e González – e apenas um atacante, Marcelo Moreno. O time ficou lento e a bola chegou poucas vezes em boas condições nos pés do boliviano. Antes de enfrentar novamente o Cruzeiro pela Copa do Brasil, o Flamengo, 12º colocado no Brasileiro, com 19 pontos, recebe o Grêmio, sábado, às 18h30, em Brasília. Outros jogos Nos outros jogos de ida das oitavas, o Palmeiras derrotou o Atlético-PR, em São Paulo, por 1 a 0, o Santos venceu o Grêmio, em casa, pelo mesmo placar, e o Corinthians perdeu para o Luverdense por 1 a 0, no Mato Grosso, com gol irregular. METRO RIO

Fred e Samuel fizeram a jogada do gol do Flu | RICARDO AYRES/PHOTOCAMERA

Herói. Cavalieri defende pênalti e Flu vence o Goiás O chapéu de Éverton Ribeiro em Luiz Antônio

2 1 • •

|DANIEL OLIVEIRA/FOTOARENA/FOLHAPRESS

Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Souza, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart (Luan); Willian (Júlio Baptista) e Borges (Vinícius Araújo). Técnico: Marcelo Oliveira

CRUZEIRO

Felipe; Chicão, Samir (Paulinho) e González; Luiz Antônio, Cáceres, Elias , Gabriel, André Santos e Fernando (João Paulo); Marcelo Moreno. Técnico: Mano Menezes

FLAMENGO

Gols. Willian, aos 27’ do 1º tempo, Éverton Ribeiro aos 11’ e Carlos Eduardo aos 23’ do 2º Arbitragem. Marcelo Aparecido R. de Souza (SP), auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)

Protesto pede o cancelamento da privatização do Maracanã Cerca de 50 pessoas ocuparam ontem a portaria da sede da Odebrecht – líder do Consórcio Maracanã, que ganhou a concorrência para administrar o estádio pelos próximos 35 anos –, na Praia de Botafogo, zona sul do Rio. Integrantes do Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas e da Frente Nacional de Torcedores exigem a anulação da privatização e a saída do consórcio do Maracanã. O prazo dado pelo Governo do Estado para a decisão de per-

manência ou saída da empresa vence na próxima segunda-feira. Mas, o consórcio já adiantou que não vai cancelar o contrato. Além de pedir o cancelamento da privatização, o grupo protestou contra o preço dos ingressos no Maracanã. A Odebrecht informou que está revendo o valor das entradas e lembrou que ainda havia bilhetes à venda para o jogo entre Fluminense e Goiás, ontem à noite, no Maracanã, a partir de R$ 20. METRO RIO

uma partida oficial. O gol foi de cabeça, aos 20 minutos do segundo tempo – oito minutos depois de o ex-santista ter entrado em campo –, após cruzamento de Daniel Alves. David Villa, ex-Barça, marcou o gol do time de Madri. Messi deixou o campo com

Protesto A torcida realizou um protesto contra a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), levando faixas no Maracanã, ontem. Uma delas

10 FLUMINENSE

GOIÁS

Cavalieri Gum Edinho Leandro Euzébio Igor Julião Willian (Diguinho ) Jean Felipe (Deco) Carlinhos Samuel (Marcos Jr.) Fred

Renan Vitor Rodrigo Ernando Willian Matheus David Dudu Cearense (Neto Baiano) Renan Oliveira Hugo (Ramón) Welinton Jr. (Eduardo Sasha) Walter

T: Vanderlei Luxemburgo

T: Enderson Moreira

• •

Gol. Samuel, aos 42’ do 1º tempo Arbitragem. Marcos Andre da Penha (ES), auxiliado por Rogerio Pablos Zanardo e Daniel Paulo Ziolli (SP)

dizia: “Isonomia é lei”. O Flu quer igualdade de tratamento por parte da PGFN, que aceitou o parcelamento da dívida do Flamengo. METRO RIO

CBF. Sindicato vai à Justiça contra maratona de jogos Manifestantes também criticaram o preço dos ingressos | BRUNO POPPE/FRAME/FOLHAPRESS

Neymar sai do banco e salva o Barça Neymar saiu do banco para marcar o gol de empate em 1 a 1 entre Barcelona e Atlético de Madrid, ontem, no jogo de ida da Supercopa da Espanha, em Madri. Foi a primeira vez que o brasileiro balançou as redes com a camisa do Barça em

O atacante-sensação da temporada, o “gordinho” Walter, do Goiás, marcou quatro gols nos últimos quatro jogos e vinha sendo o herói do time goiano. Mas, ontem, ele foi o vilão. Diego Cavalieri defendeu um pênalti cobrado pelo jogador no segundo tempo e garantiu a vitória do Fluminense por 1 a 0, no Maracanã, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o tricolor joga pelo empate no jogo de volta, quarta-feira, às 19h30, no Serra Dourada. Samuel, após bela jogada de Fred, marcou o gol do Flu no final do primeiro tempo. O tricolor, 13º colocado no Brasileiro com 18 pontos, enfrenta o vice-lanterna São Paulo, domingo, às 16h, no Morumbi.

dores na coxa esquerda. O Barcelona joga por uma vitória simples ou por um empate em 0 a 0 no confronto de volta, quarta-feira, no Camp Nou. Já o Atlético de Madri leva o título se vencer ou se o placar terminar em igualdade acima de 2 a 2. METRO RIO

Neymar marcou de cabeça | JUAN MEDINA/REUTERS

A Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais) entrará na Justiça para impedir que Santos, São Paulo, Internacional, Ponte Preta, Náutico e Atlético-MG passem pela “maratona” de jogos causada por jogos atrasados da 8ª, 10ª e 11ª rodadas do Campeonato Brasileiro. Pelo menos quatro clubes disputarão jogos com intervalo de tempo inferior a 66 horas, o que é vetado pela própria Lei Orgânica da CBF. O Internacional, por exemplo, fará quatro jogos em oito dias. “Neste caso, eles estão tentando colocar o regulamento,

que fala em 44 horas. Mas há um equívoco, porque essa regra de 44 horas é quando os clubes estão em 150 km”, disse ao Metro, o vice-presidente da Fenapaf, Alfredo Sampaio da Silva Júnior. O problema foi gerado após viagens de Santos e São Paulo à Europa e Ásia para disputa de amistosos. O Tricolor enfrentará o Botafogo, no Rio, no próximo dia 1º. Dois dias depois, encara o Náutico, em Recife. No dia 5, volta a São Paulo para receber o Criciúma. E, no dia 8, é a vez de jogar contra o Coritiba, no Paraná. METRO

20130822_br_metro rio  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you