Issuu on Google+

REGGAE DO CIDADE NEGRA NO CAMPINAS HALL AMANHÃ. MAS APENAS PARA CONVIDADOS PAG. 11

CAMPINAS Quarta-feira, 14 de agosto de 2013 Edição nº 812, ano 4 MÍN: 13°C MÁX: 29°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps sunny

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Projeto para subsidiar transporte está na Câmara hazy

showers

Mais um passo. Executivo pede autorização ao Legislativo para pagar empresas e cooperativas pelos serviços gratuitos, como o transporte de idosos e deficientes, e também para cobrir a redução da tarifa, feita em junho, depois das manifestações PÁG. 04

Campinas tem m2 mais caro do interior Secovi diz que preços de imóveis na cidade chegam a ser 50% mais altos que em outros municípios PÁG. 09

Empresa de vigilância emprega filho de vereador

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Rogério Schneider trabalha na Colt Security, que ganhou contrato sem licitação, desde o início do ano PÁG. 02

Palmeiras não perde há 10 jogos no nacional. Mendieta fez o gol da vitória ontem | CESAR GRECO/FOTOARENA

Palmeiras vence e domina a Série B

Liderança isolada. Verdão supera Joinville por 1 a 0 e chega a 37 pontos na competição. Pela Série A, hoje a Ponte pega o Vitória em Salvador PÁGS. 13 E 14

Vigilante engana ladrões e frustra roubo a carro-forte Funcionário da Prosegur procura chefe para avisar que família era mantida refém de bandidos PÁG. 05


1 FOCO

Demissão

APO sem comando

O presidente da APO (Autoridade Pública Olímpica) das olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, Marcio Fortes, entregou ontem a carta de demissão à presidente Dilma Rousseff. A entidade é responsável pela organização dos jogos olímpicos. Fortes teria entrado em divergência após o orçamento inicial do evento extrapolar os R$ 28 bilhões previstos. Segundo o último balanço, os jogos devem consumir R$ 29,2 bilhões.

Cotações Dólar + 1,08% (R$ 2,31) Bovespa + 1,09% (50.600 pts) Euro + 0,16% (R$ 3,05) Selic (8,50%)

Salário mínimo (R$ 678)

|02|

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Filho de vereador é funcionário da Colt   Caso Colt. Jorge Schneider é pai de  Rogério, que começou a trabalhar na empresa no início do ano. Sidney Lourenço, dono da firma, é amigo pessoal do vereador do PTB Rogério Schneider, além de filho do vereador Jorge Schneider (PTB), também é funcionário do Grupo Colt Security – empresa do mesmo nome, que passou a prestar, neste ano, serviços de segurança e vigilância às autarquias da Prefeitura de Campinas. Os contratos somam cerca de R$ 5,4 milhões. O dono da Colt, Sidney Lourenço, foi filiado ao PSB por 18 anos e até hoje é listado no site oficial do partido como membro do Diretório da sigla, a mesma do prefeito Jonas Donizette (PSB). Schneider ressaltou que é apenas uma coincidência, porque ele é amigo pessoal de Lourenço. “O meu filho trabalha com ele porque Lourenço é meu amigo pessoal. Meu filho é forma-

“O meu filho trabalha com o Sidney porque ele é meu amigo pessoal. Isso é maldade e é procurar pelo em ovo.”

Nome de Sidney aparece no site do partido | METRO

O presidente da ONG Transparência Brasil, Cláudio Weber Abramo, diz que é preciso cuidado. “São contratos que devem ser vigiados porque há um risco de se ter um beneficiamento

PEC 01: bancada da RMC tem maioria contrária A Assembleia Legislativa do Estado vota hoje a proposta do deputado Campos Machado (PTB) que retira dos promotores de Justiça o poder de investigar ou processar, por improbidade administrativa, prefeitos, deputados e secretários de Estado, concentrando esse poder nas mãos do procurador-geral de Justiça. Se depender dos nove parlamentares da RMC (Região Metropolitana de Campinas) – dos 10, um, Davi Zaia (PPS), está licenciado porque ocupa cargo de secretário – o projeto será barrado. Todos os deputados da região foram procurados pelo Metro. Cinco garantiram que votarão contra a proposta. Os outros

Contra ou à favor? Veja a posição dos deputados da RMC:

• Célia Leão (PSDB). Não respondeu.

• Gerson Bittencourt (PT). Contra a PEC.

• Chico Sardelli (PV). Contra a PEC.

• Ana Perugini (PT). Contra a PEC.

• Edmir Chedid (DEM). Não respondeu.

• Antônio Mentor (PT). Não respondeu.

• Rogério Nogueira (PDT). Não respondeu.

• Cauê Macris (PSDB). Contra a PEC.

• Feliciano Filho (PEN). Contra a PEC.

quatro não responderam, apesar de o contato ter sido estabelecido com as suas assessorias. O petista Antônio Mentor, ao ser in-

dagado por telefone, disse que estava em trânsito e que retornaria a ligação. Ele não voltou a ligar. METRO CAMPINAS

por causa da proximidade de todos os atores”, disse. ROSE GUGLIELMINETTI

• Colt O empresário negou que foi beneficiado por ter sido do PSB. Ele disse que ganhou porque era o mais barato.

METRO CAMPINAS

Irregular. Câmara vota mais uma conta de Hélio Os vereadores de Campinas votam hoje o relatório do TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) que rejeitou as contas de 2008 do prefeito cassado Hélio de Oliveira Santos (PDT). Essa é a segunda vez que os parlamentares se debruçam sobre os exercícios financeiros do pedetista. Na primeira vez, a Câmara aprovou por 28 votos favoráveis o relatório – o que deve ser repetido hoje com a de 2008. A manutenção do parecer desfavorável do tribunal deixa Hélio inelegível por oito anos. O TCE-SP reprovou as contas pelo descumprimento da obrigatoriedade de se aplicar 25% em educação, gastos acima do permitido pela legislação com folha

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor de Arte: Vitor Iwasso.

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

• EMDEC A Colt foi contratada por R$ 4,6 milhões após participar de licitação pública. Ela foi escolhida porque ofereceu o menor preço. • Setec A autarquia, presidida por Sebastião Buani, primeiro secretário de Finanças da Executiva do PSB, contratou a empresa com dispensa de licitação. O custo foi de R$ 732,5 mil. A Setec informou que cumpriu a lei de licitações.

JORGE SCHNEIDER (PTB), VEREADOR

do em direito”, disse o parlamentar. Rogério começou a trabalhar na Colt no início do ano. O petebista negou que tenha subido na tribuna na semana passada para defender a Colt porque tinha interesse pessoal no assunto. “Não tem nada a ver. Defendi porque o contrato ficou mais barato. E se fosse o contrário, teria ido à tribuna para criticar a contratação”, ressaltou.

O CASO

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231). e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini. Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves. ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Pedetista já teve contas de 2005 vetadas pela Casa de Leis | METRO

de pagamento, entre outros irregulares. O Legislativo campineiro também manteve as decisões do TCE-SP sobre as contas dos ex-prefeitos Chico Amaral (PMDB) e de Izalene Tiene (PT). METRO CAMPINAS

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, CEP 13045-541, Jardim São Gabriel. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição de 30.000 exemplares são auditadas pela BDO.


|04|

FOCO

Projeto do subsídio ao transporte chega à Câmara

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

Tarifa de ônibus. Repasse para custear o sistema subirá de R$ 36 para R$ 71 milhões/ano O prefeito Jonas Donizette (PSB) enviou projeto de lei à Câmara de Vereadores que o autoriza a ampliar o repasse do subsídio à tarifa de ônibus de Campinas. A medida é necessária em razão da redução da tarifa de R$ 3,30 para R$ 3,00, após os protestos contra o alto valor cobrado nas catracas em todo o País. Atualmente o Executivo só tem permissão para custear a gratuidade concedi-

Obras. Nove bairros ficam sem água Nove bairros terão o fornecimento de água interrompido nesta quinta-feira, das 8h às 12h, porque a Sanasa – empresa responsável pelo abastecimento e saneamento no município – irá realizar trabalhos na rede. Os bairros Swift, Vila Santa Odila, Vila Cura D’Ars, Vila Progresso, Vila Joaquim Inácio, Vila Paraíso, Vila Alberto Simões, Vila Antônio Francisco e parte do Jardim dos Oliveiras serão os afetados. Para evitar transtornos, a Sanasa recomenda aos moradores da região fazer a reserva antecipada e economia de água durante o período em que serão feitos os trabalhos. METRO CAMPINAS

“Caso a Câmara não aprove, perdurará o deficit do sistema e este só poderá ser sanado com o retorno da tarifa ao seu valor anterior.” JONAS DONIZETTE (PSB), PREFEITO EM SUA JUSTIFICATIVA ENVIADA À CÂMARA

da a idosos e portadores de deficiência. De acordo com a proposta, o Executivo passará a subsidiar o sistema de transporte coletivo como um todo. Hoje o custo das gratuidades é de R$

36 milhões ao ano. A prefeitura estima aumentar o repasse para R$ 71 milhões – valor considerado baixo pelas empresas de ônibus, que defendem um subsídio de R$ 100 milhões para garantir o equilí-

brio-financeiro do sistema. O secretário de Relações Institucionais, Wanderley Almeida, diz que a lei não especifica valores. “Isso é feito por decreto do prefeito municipal, assim como o valor da tarifa”, explicou. O líder de governo, Rafael Zimbaldi (PP), disse que dentro de duas semanas deverá colocar o projeto para ser votado pelos vereadores. Antes haverá audiência pública. METRO

Votação deve ser polêmica. Há um pedido de CPI da tarifa na Câmara | METRO

Empresa que drena lagoa terá de apresentar documentação

Câmara. Lista de espera de CS mais perto da divulgação

Após denúncia feita pelo Metro, a Prefeitura de Campinas vistoriou ontem a área da lagoa localizada em uma propriedade adjacente ao Condomínio San Conrado e que está “desaparecendo” desde a última sexta-feira, quando a empresa GNO deu início a obras no local. A equipe de Fiscalização Ambiental da Secretaria do Verde e do Desenvolvimento Sustentável lavrou um auto de inspeção, solicitando que a GNO apresente em cinco dias – a contar de ontem – toda a documentação referente à implantação do Condomínio Residencial Pedra Alta. De acordo com a Prefeitura de Campinas, a GNO foi informada de que a solicitação para a intervenção

A Câmara de Campinas aprovou na sessão de anteontem, em segunda discussão, o projeto de lei do vereador Tico Costa (PP), que dispõe sobre a divulgação das listagens de pacientes que aguardam por consultas com especialistas, exames e cirurgias na rede pública do município. O projeto, que atribui a obrigação ao Executivo, segue agora para o gabinete do prefeito, que deve sancionar ou vetar a lei. A expectativa do pepebista é que a proposta passe pelo crivo de Jonas Donizette (PSB), que já teria sinalizado favoravelmente. O vereador defendeu a sua proposta argumentando que uma resolução normativa da ANS (Agência Nacional de

“Se a prefeitura não tomar as medidas cabíveis, vamos ao Ministério Público.” RAFAEL MOYA, PRESIDENTE DO COMDEMA

em APP (Área de Preservação Permanente) deve ser protocolada junto ao Verde, sendo de competência municipal a emissão de documentos. A Polícia Militar Ambiental estava no local ontem também e informou que a utilização da retroescavadeira, verificada por vizinhos, foi exclusiva para retirada de galhos do dreno localizado dentro da lagoa. A polícia passou por lá nos dias 10 e 11. Eles ainda constataram a diminui-

ção no volume de água. A GNO apresentou à equipe da prefeitura a outorga do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e o licenciamento junto ao Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais). Este último ainda emitiu um termo que prevê que a GNO recupere a configuração original do curso d’água, já que a lagoa, de acordo com o projeto aprovado, é um barramento artificial. O presidente do Comdema (Conselho de Defesa do Meio Ambiente), Rafael Moya, disse que vai esperar as medidas da prefeitura. E, se necessário, acionará o Ministério Público. METRO CAMPINAS

Fila de espera vai para a internet | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

Saúde) já define prazos para atendimento clínico. A divulgação exigida pelo projeto deve ser pela internet e também nos postos de unidades de saúde do município. METRO CAMPINAS


CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

Vigilante frustra novo roubo a carro-forte Moda. Funcionário da Prosegur informou ao superior que família era mantida refém de bandidos assim que chegou na empresa Confirmando a tendência da região de Campinas concentrar os roubos a carros-fortes no País – segundo o sindicato das empresas de transportes de valores, a região lidera os casos no território nacional – ontem mais um assalto foi tentado. O crime foi frustrado porque o vigilante, que teve a sua família sequestrada na véspera, comunicou o seu superior do sequestro assim que chegou na Prosegur ontem de manhã. Para disfarçar, o superior disse aos outros trabalhadores que o vigilante havia passado mal e que seria levado ao hospital. Simultaneamente, a polícia foi avisada. Imediatamente, policiais prenderam uma pessoa que vi-

R$ 1,3 mi é o valor que rende em média às quadrilhas cada roubo a carro-forte.

nha sendo investigada. Não está claro se o preso participou da ação frustrada. No entanto, mesmo sem a entrega dos malotes, os bandidos liberaram a família do vigilante – mulher e filha – em Hortolândia. Todos foram sequestrados na noite de segunda-feira, no Jardim Nova Mercedes. Balanço Desde os últimos meses de 2012 até ontem, Campinas

e região somam 16 casos de roubos e tentativas de roubos a carros-fortes. O modo de ação das quadrilhas se repete: famílias de vigilantes são mantidas reféns até que o dinheiro seja entregue. “Essa modalidade de crime não vem ocorrendo nem mesmo na Grande São Paulo”, afirmou o presidente do sindicato das empresas, Marcos Tótoro, em reunião no último dia 2 de agosto, na Câmara de Campinas. Uma das quadrilhas que agiam foi desmantelada no início deste mês, com prisões em Monte Mor e Hortolândia. Pelos cálculos da polícia, apenas esse bando teria levado R$ 10 milhões. METRO CAMPINAS

Assaltos a carros-fortes têm sido frequentes | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

{FOCO}

|05|◊◊

Protesto. Polícia Civil interrompe atendimento A Operação Blecaute, organizada pelo sindicato estadual dos delegados de polícia, chegou também à Campinas ontem e fechou delegacias por cinco horas. O protesto – o terceiro em 16 dias – foi para sensibilizar o governo para os baixos salários da Polícia Civil e as más condições de trabalho. A paralisação, que seria total entre 10h e 15h, segundo informações obtidas pelo Metro, acabou sendo flexibilizada, principalmente em relação aos boletins de ocorrência. Os documentos acabaram sendo feitos em alguns dos sete DPs (Distritos Policiais) da cidade para não sobrecarregar os PMs (Policiais Militares) – eles têm de acompanhar os criminosos pegos em flagrantes para lavrar as ocorrências. A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) também teve de operar em função da tentativa de roubo ao carro-forte (ver matéria ao lado). METRO CAMPINAS


|06|

Alckmin diz que Estado vai processar a Siemens

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

Cartel do Metrô. Governador afirma que os documentos enviados pelo Cade não apontam envolvimento de agentes públicos

GOVERNO SUSPEITA QUE EUA ESPIONARAM PRÉ-SAL.

“SE É IMPOSITIVO, QUE SEJA NAQUILO QUE A POPULAÇÃO MAIS QUER.”

A área de inteligência do governo suspeita que os Estados Unidos espionaram a Petrobras e os planos brasileiros para a exploração do pré-sal. A suspeita provocou indignação da presidenta Dilma Rousseff e foi dita claramente ao embaixador norte-americano em Brasília, que negou a espionagem. O governo trabalhava apenas com a hipótese, tornada pública, de “monitoramento” de cidadãos brasileiros.

MINISTRA IDELI SALVATTI (ARTICULAÇÃO) CONDICIONANDO AS EMENDAS À ÁREA DE SAÚDE

AJUDA PRIVADA. O gover-

no suspeita que os EUA obtiveram planos do Brasil para o pré-sal com ajuda de empresas americanas fornecedoras da Petrobras.

PENSANDO BEM... ...o go-

vernador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, nem pedir para sair pode. Tem protesto do lado de fora. CAUSA E EFEITO. O perdão do Brasil aos 98% da dívida externa da Guiné Equatorial fez a feroz e miserável ditadura africana anunciar o crescimento de seu PIB, de 1,9% em 2010 para 4,8%, em 2012. Será? E o nosso PIB, ó...

Temer, disputar o Senado ou o governo paulista, com Lula e Alexandre Padilha no palanque. VENDENDO CONFIANÇA. Após recusar convi-

te para visitar Campina Grande (PB) nos festejos juninos, o presidenciável tucano Aécio Neves desistiu de ir a um evento do PSDB em Caruaru (PE). Até parece que é conhecido no Nordeste.

TEMPOS MODERNOS. Só mesmo no Brasil o trem-bala atrasa antes mesmo de sair do papel. CENÁRIOS PARA 2014. Líderes do PT atribuem o sumiço de Eduardo Campos (PSB) à retomada do seu projeto de ser vice de Lula, em 2014. Para acalmar o PMDB, seria oferecida ao atual vice, Michel

Aécio Neves | DIVULGAÇÃO

PODER SEM PUDOR

O deputado mala O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) é do tipo distraído, que usa meias de cores diferentes e esquece o inesquecível. Certa vez, quando deputado federal, ele foi a Belo Horizonte para um congresso do PT e, chegando no hotel, deu por falta da mala. Reclamou na recepção, ligou para assessores, enfim,

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

deu um show, imaginando ter sido roubado. Um menino que assistia a cena cutucou o deputado, que, impaciente, soltou um “o que você quer, garoto?” - Uai, sua mala não é essa aí, não? – disse o menino, apontado para seu lado, no chão. Era. E Cardozo morreu de vergonha.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse ontem que o governo de São Paulo irá à Justiça contra a empresa alemã Siemens por “lesão aos co-

fres públicos” na formação de um cartel para disputar licitações do Metrô e da CPTM, entre os anos de 1998 e 2007. A decisão foi tomada após

o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) enviar ao Estado os dados da investigação do suposto cartel, por determinação da Jus-

tiça. “A empresa é ré confessa. Ela vai indenizar centavo por centavo.” A quantia a ser requisitada na ação judicial ainda não foi definida. O Estado criou um grupo de trabalho para levantar o prejuízo causado por conta do sobrepreço nas concorrências. METRO


CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

Mensalão volta à pauta hoje no STF

Embargos. Supremo retoma hoje o julgamento analisando os recursos apresentados. Condenados apostam principalmente na nova composição da Corte para reduzir as penas

{BRASIL} Passados 240 dias do fim do julgamento, o STF (Supremo Tribunal Federal) voltará a discutir hoje o escândalo do mensalão. Começam a ser julgados os recursos apresentados pelos 25 condenados, que tentarão, pelo menos, reduzir as penas aplicadas pela prática dos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa, peculato, gestão fraudulenta, corrupção passiva, evasão de divisas e formação de quadrilha. A principal aposta dos condenados é na nova composição da Corte. Os ministros Teori Zavascki e Roberto Barroso não participaram do julgamento e podem dar nova interpretação sobre as sentenças. Caso isso ocorra, poderá haverá redução de pena. São, ao todo, 26 embargos de declaração, que não podem mudar a condenação, mas servem para o acusado apontar omissões, contradições e obscuridades do acórdão -- o resumo da sentença. Na penúltima sessão como procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que conclui o mandato amanhã, defenderá que todos os recursos sejam rejeitados. “Todos os fatos e todas as provas foram cabalmente examinados em todos os votos”, sustenta. Ao contrário do julgamento, as defesas não farão sustentação oral. Vencido todos os embargos declaratórios, os ministros começarão a analisar os embargos infringentes. Terão direito ao recurso os 11 condenados que tiveram pelo menos 4 votos

|06|◊◊ |07|◊◊

pela absolvição. Nestes caso, os acusados podem ter direito a um novo julgamento, inclusive, com a redistribuição do processo a um novo relator. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, espera concluir a fase dos recursos em dois meses e pode convocar sessões extras às segundas-feiras. METRO BRASÍLIA Pena menor

Tolentino será o primeiro O recurso apresentado pela defesa do advogado Rogério Tolentino abrirá a sessão de julgamento de hoje e poderá beneficiar os condenados por corrupção ativa. Os advogados de Tolentino sustentam que houve um erro. O cálculo da fixação da pena considerou a lei, em vigor desde novembro de 2003, que trata a corrupção ativa como crime a partir do ato de oferecimento da vantagem indevida. A lei que era aplicada na época dos fatos era menos rigorosa e tinha punição máxima de oito anos. O STF, porém, editou uma súmula afirmando que crimes continuados devem receber a pena mais rigorosa. METRO BRASÍLIA

Plenário terá a ausência do ministro Teori Zavascki hoje | CARLOS HUMBERTO/STF

STF. Gurgel quer que Chalita seja investigado O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu ontem ao STF (Supremo Tribunal Federal) a abertura de um inquérito para investigar o deputado federal Gabriel Chalita (PMDB-SP). O parlamentar é suspei-

to de ter recebido propina superfaturando contratos públicos, quando era secretário de Educação do Estado de São Paulo, entre 2002 e 2006, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB). A denúncia do esquema foi feita por um ex-auxiliar do deputado. O advogado de Chalita, Arnaldo Malheiros, disse que as denúncias não tem credibilidade e que já apresentou documentos que afastam as suspeitas sobre o deputado. METRO


|08|

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Prorrogada inscrição para o Mais Médicos Saúde. Governo amplia prazo para profissionais formados em outros países. Ministério ligou para candidatos oferecendo vagas próximas às cidades de interesse dos inscritos

Índios caminhavam nus pela mata em Colniza | REPRODUÇÃO TV

Amazônia. Tribo de índios que vive isolada é filmada Uma das últimas tribos do mundo que ainda vive completamente isolada da civilização foi filmada no interior da Amazônia por uma equipe da Funai (Fundação Nacional do Índio). Nove índios da tribo kawaihiva foram avistados no momento em que caminhavam de uma aldeia para a outra.

Nas imagens, eles aparecem andando nus pela mata, na região de Colniza, cidade do Mato Grosso. Os homens levavam arcos e flechas, e as mulheres carregavam alguns objetos e crianças. Segundo a Funai, os kawahiva são nômades e vivem de caça. Quando as presas acabam, eles mudam de acampamento. METRO

O governo precisou ampliar o prazo de inscrição por mais 24 horas e fazer contato com todos os profissionais estrangeiros inscritos para evitar que se repetisse uma baixa adesão no programa Mais Médicos. No prazo final, boa parte dos 521 médicos estrangeiros não conseguiu assumir uma vaga em nenhum das seis cidades escolhidas e a tendência era desistir da participação. O Ministério da Saúde agiu, prorrogou o período para confirmação da inscrição até as 23h59 de ontem, e ligou para todos os possíveis desistentes. Na ligação, era oferecida a oportunidade de tra-

Comparativo Acompanhe como está a divisão dos inscritos no programa

194

FORMADOS NO EXTERIOR

521

ESTRANGEIROS

balhar no sistema de saúde de cidades próximas à cidade na qual foi demonstrado interesse. O resultado será conhe-

18.450 MÉDICOS INSCRITOS

938

BRASILEIROS CONFIRMADOS

cido hoje, na divulgação do balanço do primeiro mês do programa. Mesmo com êxito na estratégia, num primeiro mo-

mento, o programa Mais Médicos vai oferecer bolsa de R$ 10 mil para até 2.020 médicos, número suficiente para preencher, no máximo, 13,1% das vagas oferecidas pelos 3.511 municípios. O Mais Médicos teve demanda de 15.460 médicos para 3.511 cidades. Só 938 profissionais brasileiros (6% do total) foram selecionados na primeira rodada, número que deve aumentar com as próximas etapas de seleção. O foco do programa são municípios e regiões periféricas das grandes cidades onde profissionais brasileiros não demonstram interesse em atuar. As entidades médicas criticam o programa. METRO BRASÍLIA


CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA

Campinas tem o m mais caro do interior

|09|◊◊

2

Pesa no bolso. Balanço do Secovi-SP aponta que valor é, em média, 50% mais caro do que em cidades como Bauru, Jundiaí e Sorocaba Campinas tem hoje o metro quadrado mais caro do interior porque, passados dois anos da cassação do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT), quando irregularidades levaram a embargos de empreendimentos no município, o mercado imobiliário ainda agoniza na cidade. De julho de 2012 a julho de 2013, foram lançadas 1.399 unidades residenciais verticais na cidade. O número é praticamente a metade do registrado no período de 2011 a 2012, quando foram postos à venda 2.546 apartamentos. Nesta época, o balanço do Secovi (Sindicato da Habitação) já apontava para queda, porque, entre julho de 2010 e julho de 2011, haviam sido lançados 5.627. Do total de unidades lançadas nos últimos três anos,

“O setor ficou praticamente paralisado em Campinas. O que vivemos hoje são problemas decorrentes de sucessivos equívocos.” FUAD JORGE CURY, DIRETOR-GERAL DO SECOVI CAMPINAS

existem 900 à venda. “Dá para dizer que tudo o que é colocado no mercado, vende. E existe a condição de absorver muito mais”, afirmou o conselheiro do sindicato, Rui Scaranari. Com tanta demanda para tão pouca oferta, a lei básica da economia fica fácil: os preços sobem. Campinas tem hoje o metro quadrado mais caro do interior, segundo análise do vice-presidente do interior do Secovi, Flávio Amary. “O valor é, em média, 50% mais caro.” Se compararmos o valor do metro quadrado de apar-

tamento de dois dormitórios, considerado um dos modelos mais vendidos no município, encontraremos os seguintes preços: Campinas, R$ 6 mil; Jundiaí, R$ 4,1 mil; Bauru, R$ 3,4 mil; e Sorocaba, R$ 3,1 mil. Segundo o diretor geral do Secovi em Campinas, Fuad Jorge Cury, após a crise política o Executivo quis fechar o cerco. No entanto, a criação do Gape (Grupo de Análise de Projetos Específicos) e o Licenciamento Ambiental do município são dois exemplos da burocratização que, desde então, tem complicado a che-

Sem intervenção do BC, dólar volta a ficar acima de R$ 2,30 O dólar fechou ontem em alta de 1% ante o real, voltando ao patamar de R$ 2,31. A moeda norte-americana avançou 1,08%, para R$ 2,3107 na venda, maior alta desde 24 de julho passado, quando a divisa ganhou 1,27%, cotada a R$ 2,2505. Dados positivos nos Estados Unidos renovaram preocupações com a provável redução do estímulo monetário no país e a consequente redução na liquidez global. As vendas no varejo nos EUA subiram 0,5% no mês passado, mais do que o esperado. Apesar da alta do dólar, o Banco Central não atuou o dia todo, o que deixou os investidores ainda mais atentos à possíveis intervenções no mercado de câmbio à frente, a fim de evitar mais

MOEDA MAIS CARA

pressões inflacionárias. Na quinta-feira a autoridade monetária pegou o mercado de surpresa ao anunciar um leilão, quando a divisa norte-americana já caía 1% ante o real. E, após o fechamento daquele pregão, fez pesquisa de demanda para no-

vo leilão, que acabou sendo realizado na sexta-feira. Para parte dos especialistas, a ação do BC mostrou que a autoridade monetária não quer o dólar na casa de R$ 2,30 justamente para não pressionar ainda mais a inflação. METRO

Free shop. Limite de compra isenta pode subir para US$ 1,2 mil

O valor autorizado para as compras de passageiros que desembarcam no Brasil em free shop, sem o pagamento de impostos, pode ser elevado dos atuais US$ 500 para US$ 1,2 mil. A Comissão de Assuntos

Econômicos do Senado aprovou ontem, em decisão terminativa, um projeto que estabelece o novo limite. A nova regra ainda precisa de aprovação da Câmara de Deputados.

Evolução do dólar comercial, em R$

2,311

2,337 2,252

2,131

2,167

2,082

2,021

1,947

1,997 1,911

13/8/12

30/11/12

8/3/13

13/8/13

FONTE: CMA

METRO BRASÍLIA

gada de novos empreendimentos. “São boas intenções da prefeitura, mas de boas intenções o inferno está cheio. Existe uma demanda reprimida, mas não se consegue aprovar o empreendimento”, diz Scaranari. Cury afirmou que chegou a procurar o Executivo nas duas últimas gestões para tratar desses entraves. No entanto foi “solenemente ignorado”. Este ano, eles voltaram a conversar com a prefeitura, que se dispôs a rever as questões. “A maturação do setor tem seu tempo. Então, se acatados os pedidos, só sentiremos os reflexos no ano que vem”, analisa Scaranari. JULIANA EWERS

METRO CAMPINAS

Cambuí, Taquaral e Guanabara concentram lançamentos | ARQUIVO/METRO

Combustíveis. Governo avalia pedido de reajuste O governo avalia o pedido da Petrobras sobre o reajuste de preços de combustíveis, mas isso não significa que a reivindicação da estatal será atendida pelo seu controlador. A informação é do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. “A Petrobras está permanentemente pedindo aumentos de seus preços, até porque estão defasados há muitos

anos. Mas isso não significa que se vá acordar (sobre o assunto)”, afirmou ontem Lobão a jornalistas em Brasília. A preocupação do governo é com o impacto de eventuais aumentos de preços de combustíveis para a inflação. Na segunda-feira, o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, afirmou que a estatal busca “intensamente alinhar

os preços internos de derivados de petróleo aos internacionais”. Após a valorização do dólar frente ao real, a Petrobras teve anulados os efeitos dos reajustes de combustíveis realizados no ano passado e no início deste ano. E a empresa continua vendendo combustíveis no Brasil a preços inferiores aos do mercado externo. Defasagem quintuplicou Estudo feito pela RC Consultores mostra que a diferença no litro da gasolina saltou de R$ 0,08 em abril para R$ 0,40 em agosto. METRO


|10|

{MUNDO}

Venezuela. Maduro quer ‘poderes especiais’ e oposição faz críticas O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, busca o apoio de três quintos da Assembleia Nacional para obter “poderes especiais”, que lhe permitam governar por meio de decretos. Atualmente, o governo conta com 98 deputados aliados, um a menos que o necessário para aprovar a chamada lei habilitante. A ampliação dos poderes servirá para que Maduro continue a “luta contra a corrupção” e “reforme leis”. Nas últimas semanas, 50 pessoas foram presas no país na caça ao corruptos. Nenhuma delas, porém, faz parte do governo. Henrique Capriles, o principal opositor de Maduro, disse que a manobra servirá apenas para distrair a população

Arirang

Coreia do Norte lança smartphone A Coreia do Norte anunciou a fabricação de um smartphone próprio. O Arirang, nome inspirado em uma canção folclórica, foi apresentado durante uma visita de autoridades à suposta fábrica. Martyn Williams, um especialista em tecnologia, disse à BBC que a produção é, provavelmente, chinesa. A Coreia

Kerry defende espionagem

Diplomacia. Secretário de Estado diz que EUA não deixarão de vigiar dados de ninguém

Maduro assistiu à destruição de armas confiscadas | CARLOS RAWLINS/REUTERS

dos problemas reais. “Os que estão falando de combate à corrupção exploram o Estado há 15 anos”, disse. Hugo Chávez, padrinho de Maduro, governou por vários meses com a lei habilitante. METRO

Direito. Califórnia terá lei que protege transexuais A partir de janeiro do ano que vem, o Estado americano da Califórnia terá uma lei que permite aos estudantes transexuais a escolha do banheiro e do vestiário conforme sua orientação de gênero. A nova regra foi sancionada esta semana pelo governador, Jerry Brown. Entidades de defesa dos direitos das minorias sexuais comemora-

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

ram a decisão. Grupos contrários a classificaram como “extrema”. “Não é porque eles estão confusos que têm que confundir os outros também”, disse à CNN Maria Garcia, mãe de um estudante. Outros dois Estados dos EUA já têm mecanismos de proteção de transexuais, mas a Califórnia é o primeiro a aprovar uma lei específica. METRO

A polêmica sobre o programa de espionagem do governo dos Estados Unidos dominou a visita do secretário de Estado americano, John Kerry, a Brasília. Kerry disse que vai dar as explicações demandadas pelo Brasil, mas descartou qualquer chance de seu país interromper o monitoramento. “Os Estados Unidos usam a inteligência, como fazem todas as nações, para proteger os cidadãos”, argumentou o secretário. “Nossas atividades são respaldadas por lei”, frisou. O caso veio à tona após denúncia do técnico em informática Edward Snowden, que prestava serviços à NSA (sigla em inglês para Agência Nacional de Segurança). Segundo Snowden, os EUA vigiam milhões de dados telefônicos e de internet de cidadãos brasileiros -- bem como de americanos. A espionagem é permitida pelo Ato Patriota, uma lei aprovada nos EUA após os atentados de 11 de Setembro. A legislação dá ao governo americano acesso aos registros telefônicos e outras comunicações, dentro e fora do país. No exte-

Patriota (à dir.) pediu para que ações americanas sejam mais “transparentes” | SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

rior, parcerias com empresas de telecomunicações garantem a espionagem. Respostas Kerry prometeu dar ao Brasil respostas sobre o programa de monitoramento. As explicações, entretanto, não são o bastante, segundo o chanceler brasileiro, Antonio Patriota. “Não podemos minimizar o tema da espionagem”, disse

Patriota, argumentando que o assunto poderia trazer uma “sombra” às relações entre os dois países. “Consideramos que os EUA não encontraram melhor parceiro no combate ao terrorismo, na medida em que elas (as ações) sejam levadas a cabo de forma transparente”, apontou o brasileiro. Apesar do mal-estar, é improvável que a discor-

dância entre Brasil e EUA se traduza em algo concreto. “Eu acho que há um certo exagero, não só do Brasil, como de toda a comunidade internacional nesse assunto”, diz Cristina Pecequilo, professora de Relações Internacionais na Unifesp. “Os EUA estão fazendo a parte deles, cabe ao Brasil criar mecanismos de proteção.” METRO

do Norte tem rede celular, mas não há acesso à internet. METRO KCNA/REUTERS

Ícones sugerem que aparelho vem equipado com o Android

Que tal viajar em um tubo a 1.220 km/hora? O criador do Paypal, Elon Musk, apresentou um conceito de transporte capaz de levar passageiros de Los Angeles a San Francisco (cerca de 610 km) em menos de meia hora. O Hyperloop teria ímãs e ventiladores que impulsionariam cápsulas flutuantes em tubos pressurizados. Parace ficção? Pois já tem uma empresa americana, a ET3, preparando um protótipo. | TESLA MOTORS/DIVULGAÇÃO VIA REUTERS


CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

O pensamento

sustentável do

Cidade Negra

Show. Grupo é atração do Campinas Hall na quinta-feira. Em conversa com o Metro, baterista explicou a ideia da nova turnê

Bino, Toni Garrido e Lazão têm novo repertório

Com 28 anos de carreira e grandes sucessos na bagagem, o Cidade Negra aporta na quinta-feira, a partir das 20h, no Campinas Hall. Fruto de uma ação da Rádio Educadora FM, o show, fechado para convidados e ouvintes sorteados, terá uma mescla entre os maiores hits da banda da Baixada Fluminense – casos de “Pensamento”, “Girassol” e “A Flecha e o Vulcão” – e as músicas do CD lançado neste ano, “Hei, Afro!”. O vasto repertório do Cidade Negra divide espaço com a proposta ecológica defendida pela banda, compromisso reforçado por uma parceria com a ONG Salve O Planeta Azul. Em entrevista ao Metro por telefone, o baterista Lazão – um dos poucos no Brasil a assumir a bateria e os vocais em algumas músicas – expli-

cou a ideia da turnê sustentável. “Nossa guerrilha vem desde o primeiro disco. A intenção é estimular o respeito à natureza nos shows”, conta. Para o público, um dos grandes atrativos do show em Campinas é a presença de Toni Garrido, que regressou ao Cidade Negra após seis anos de afastamento. Lazão comemora a volta da “formação mais consagrada” da banda, que também conta com Bino Farias no baixo, e elege “Diamantes”, “Ninguém Pode Duvidar de Jah” e “Contato” como os destaques do novo CD.

28 anos de carreira tem a banda da Baixada Fluminense

“Sou suspeito para falar. Criança feia não tem pai”, brinca o baterista, responsável por boa parte das composições. Visto como um dos diferenciais do conjunto carioca, o “acúmulo de funções” de Lazão na bateria e nos vocais é resultado de uma preparação rígida e um desejo antigo. “Sempre quis tocar bateria e cantar. Fiz uma oficina de técnica vocal para aprender a controlar a minha respiração. Saber dosar é fundamental”, diz o músico. Os interessados em acompanhar o show devem participar da promoção pelo Facebook da Educadora ou através do telefone da rádio (32716400). A organização esclarece que não haverá venda de ingressos para o público. METRO CAMPINAS

2 CULTURA

Jon Brookes

Morre o baterista do Charlatans

Brookes, baterista da banda indie britânica, morreu aos 44 anos, na Inglaterra. Ele tinha um tumor no cérebro, diagnosticado há três anos.


|12|

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

Vigilância positiva pela internet

Os invasores

Poda de árvores

Cruzadas

Urbano. Site disponibiliza câmeras pelo Brasil para auxiliar no fluxo das grandes cidades A ideia do Grande Irmão, que vigia constantemente a vida dos habitantes de uma cidade, é uma criação de 1949, do escritor inglês George Orwell, no livro “1984”. Mas nos dias atuais, com a vida moderna, a população aproveita a vigilância para se informar sobre o trânsito, passeatas, greves, catástrofes climáticas e interdições viárias. Mais do que dominação política, é um método preventivo. Pensando nisso, Cristian Aquino criou o site VejoaoVivo, no início de 2012, em Joinville, Santa Catarina, para acompanhar, com auxílio de câmeras, os acontecimentos da comunidade.

Leitor fala

Atualmente, o projeto está presente em 11 Estados, com 600 câmeras instaladas por meio de uma parceria entre a plataforma - que fornece o material - e empresários que fornecem o local de instalação.

Apesar de ser um assunto abordado há muito tempo, o problema não se resolve. Perto da minha casa, alguns moradores estão resolvendo a questão da poda das árvores da forma que julgam mais adequada: estão matando as árvores. Um absurdo. Eles descascam o tronco, depois perfuram com uma furadeira e injetam um líquido. Passado um período, elas morrem. Quando a população começa a fazer o que quer, é sinal de que os governantes não estão dando conta do recado. MÁRIO DIAS FILHO - CAMPINAS, SP

Plebiscito Temos que fazer um plebiscito sobre a pena de morte. Para mim, traficantes como Fernandinho Beira-Mar e Marcinho VP seriam os primeiros da fila, pois estão condenados a mais de 100 anos de cadeia e, teoricamente, de lá não podem sair. O custo para manter indivíduos como eles encarcerados é muito alto. O dinheiro gasto no falido sistema prisional brasileiro poderia ser encaminhado à Educação.

Manutenção Apesar da iniciativa ter a praticidade de disponibilizar aplicativos para iOS e Android, nem sempre as câmeras estão disponíveis por dependerem de conexão com a internet para a reprodução das imagens. “A internet em alguns lugares oscila muito ou não há permanência de sinal 24 horas”, justifica a empresa. METRO

JOSÉ RICARDO LUCARELLI - CAMPINAS, SP

Metro pergunta

Você toma cuidado para não ser vítima de Siga o Metro no Twitter: violência sexual? @Jornal_MetroCPS Sudoku

@ma_libu

Sempre. O mais surpreendente é que os casos acontecem em horários variados, não só de madrugada. @tata_e

Com certeza. Tomo cuidado na hora de esperar em pontos de ônibus e fico sempre alerta caminhando nas ruas. @isadorapaixao

Sim. É um problema recorrente para nós, as mulheres. A violência, infelizmente, atinge muitas jovens.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

VejoaoVivo disponibiliza câmeras em várias cidades do Brasil | DIVULGAÇÃO

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Evite correr riscos em negociações financeiras. Valorize pesquisas antes de tratar temas materiais e seja estratégico no trabalho.

Assuntos domésticos tendem a tomar sua dedicação com mais intensidade. Um novo momento para a relação com familiares.

Tendências a refletir mais sobre o que sente. Dia para se dedicar a terapias, temas espirituais ou temas que recomponham energias.  

A Lua Crescente que acontece em seu signo oposto, Escorpião, influencia para definir sociedades em negócios e temas da vida conjugal.

Um bom aspecto de seu regente Mercúrio com Urano tende a favorecer mudanças no ambiente de trabalho e projetos autônomos.

Os amigos e as situações em grupo são propensas a marcar este momento da semana. Retome contatos com pessoas especiais.

Mercúrio, que rege seu signo, passa a fazer bom aspecto com Urano, proporcionando notícias inesperadas e inovações no cotidiano.

Procure agir de forma cuidadosa com suas despesas. Há uma tendência para o consumismo e para despesas extras com temas da rotina.

Um bom aspecto de Mercúrio com seu regente Urano favorece os estudos e empenho a atividades culturais que tenha interesse em se dedicar.

Situações sociais serão mais frequentes e positivas a serem vivenciadas. Bom momento para quem tem filhos esclarecer assuntos com eles.

A Lua Crescente acontece em seu signo. Influência positiva para a sequência de projetos e mais exposição das emoções nas relações.

Bom momento para contatos à distância, planos para viagens e interesses que mudem um pouco a rotina dos últimos dias.


CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

Brasileirão 14ª rodada HOJE 19h30

X CRICIÚMA

NÁUTICO 19h30

X ATLÉTICO-MG

BAHIA 19h30

X SANTOS

{ESPORTE}

Verdão engata a quinta e dispara na liderança Na ponta. Em Santa Catarina, Palmeiras bate Joinville por 1 a 0, mantém a dianteira e chega à 12ª vitória em 15 partidas na Série B A torcida do Joinville fez pressão, mas não adiantou: o Palmeiras venceu o tricolor catarinense por 1 a 0, pela e se isolou na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Em 15 partidas, o Verdão chegou aos 37 pontos, cinco a mais do que a vice-líder Chapecoense, que tem um jogo a menos. O Verdão não precisou de Valdivia e Alan Kardec, ambos suspensos, para vencer o quinto jogo seguido. Os substitutos deram conta. Foi o paraguaio Mendieta, substituto do camisa 10 e responsável pela armação das jogadas, que abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo: Juninho cobrou falta da esquerda e Mendieta, livre da marcação, apareceu livre para escorar para as redes.

VASCO 21h

X VITÓRIA

PONTE PRETA 21h

X CORITIBA

PORTUGUESA 21h50

X FLUMINENSE

CORINTHIANS 21h50

X GRÊMIO

CRUZEIRO 21h50

X GOIÁS

FLAMENGO

0 1

AMANHÃ 19h30

X SÃO PAULO

ATLÉTICO-PR 21h

X BOTAFOGO

• •

INTERNACIONAL Mendieta comemora gol da vitória palmeirense | CESAR GRECO/FOTOARENA

CLASSIFICAÇÃO SÉRIE A

1º CRUZEIRO

P V GP SG 25 7 25 15

2º BOTAFOGO

25 7 21 8

3º CORITIBA

23 6 18 5

4º CORINTHIANS

21 5 13 7

5º ATLÉTICO-PR

20 5 23 3

6º INTERNACIONAL 20 5 21 3 7º GRÊMIO

19 5 15 3

8º VITÓRIA

19 5 17 2

9º BAHIA

19 5 13 -1

10º VASCO

18 5 19 -3

11º FLAMENGO

17 4 16 1

12º GOIÁS

17 4 12 -5

13º PONTE PRETA

15 4 17 -1

14º FLUMINENSE

14 4 17 -3

15º SANTOS

14 3 13 2

16º ATLÉTICO-MG

12 3 11 -7

17º PORTUGUESA

12 2 15 -5

18º CRICIÚMA

11 3 15 -10

19º SÃO PAULO

9 2 12 -4

20º NÁUTICO

8 2 8 -10

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

|13|◊◊

O Joinville tentou criar alguma coisa, pressionava o adversário, mas era o Palmeiras que tinha as melhores chances. Aos 29, Wesley, por pouco, não ampliou, em chute que passou muito perto da trave. Na etapa final, os donos da casa continuaram pressionando, buscando o empate. O Verdão se defendia. Se conseguiu segurar o Joinville, o Palmeiras não conseguiu segurar as lesões. Fora Valdivia – que foi vetado do amistoso da Seleção Chilena por causa de dores na coxa direita –, o time também terá Mendieta e Leandro sentiram dores. No sábado, o Verdão encara o Paysandu, às 16h20, no Pacaembu. METRO

Ivan; Eduardo (Ricardinho), Sandro, Rafael (Diego Jussani) e Rafinha; Augusto Recife, Carlos Alberto, Wellington Bruno e Marcelo Costa (Ronaldo); Lima e Edigar Junio. Técnico: Ricardo Drubscky

SUÍÇA Benaglio; Lichsteiner, Senderos, Von Bergen e Rodriguez; Dzemalli, Behrami, Shaqiri e Xhaka; Stocker e Gavranovic. Técnico: Ottmar Hitzfeld

conquistarmos nosso objetivo principal, que é a Copa do Mundo”, disse o zagueiro Thiago Silva, capitão da equipe nacional. Que o momento é outro, não há dúvidas. Diferentemente da pressão, antes da Copa das Confederações, agora há a expectativa dos jogadores para a Copa. O técnico Luiz Felipe Scolari avisou ontem que os atletas que ficarem sem ritmo de jogo podem perder lugar no time. BRASIL Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz (Dante) e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar, Oscar e Hulk. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Estádio. St. Jakob, na Basileia (Suíça), às 15h45 (horário de Brasília)

Transmissão. Bradesco Esportes FM, Globo e SporTV

ESPORTE

JOINVILLE

Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta (Felipe Menezes); Ananias (Marcelo Oliveira) e Leandro (Caio). Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS

Gol. Mendieta aos 5 minutos do 1º tempo. Arbritagem. Fabricio Neves Correa (RS), auxiliado por Ivan Carlos Bohn (PR) e Pablo Almeida da Costa (MG)

Em novo momento, Seleção pega a Suíça A volta da Seleção Brasileira aos gramados, um mês e meio depois da conquista da Copa das Confederações, será para esquecer da taça e mirar na Copa do Mundo de 2014. Hoje, o Brasil faz o primeiro dos oito amistosos preparatórios para o Mundial: às 15h45 (horário de Brasília), encara a Suíça na casa do rival, na Basileia. “Ganhamos apenas a Copa das Confederações. Agora precisamos manter o foco para chegarmos bem e

3

O recado vai direto para o goleiro Julio Cesar e para o volante Luiz Gustavo, ambos titulares. Eles têm futuro incerto em seus clubes. Para hoje,

a dupla segue. Felipão deve mandar a campo a mesma equipe que venceu a Copa das Confederações. METRO

Anêmico?

“Vejo o Neymar comer igual a um demônio. Ele foi a Barcelona fazer exames antes da Copa das Confederações e ninguém disse nada. Depois deram uma ênfase danada. Mas o Neymar fez uma cirurgia, claro que não poderia ser o mesmo.” LUIZ FELIPE SCOLARI, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, SOBRE A SUPOSTA ANEMIA DO ATACANTE DO BARCELONA


|14|

Salto. Isinbayeva conquista o tri Em sua última competição antes de interromper a carreira para tentar ser mãe, a russa Yelena Isinbayeva voltou a ser dominante no salto com vara e ganhou o ouro no Mundial de Atletismo de Moscou com a marca de 4,89m. A prata ficou com a americana Jennifer Suhr (4,82m) e o bronze, com a cubana Yarisley Silva (4,82m, com uma tentativa a mais que a americana). A conquista em casa se junta a dois ouros olím-

picos (Atenas-2004 e Pequim-2008) e a outros dois em Mundiais (Helsinque-2005 e Osaka-2007). Isinbayeva só não conseguiu quebrar o recorde mundial (5,06m), estabelecido por ela mesma em 2009. Mas, melhor do que isso: afastou de vez a desconfiança e a falta de motivação que culminaram em resultados como o bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, ano passado. METRO

Guarani. Volante Simião está fora da Série C O volante Wellington Simião não joga mais na Série C do Campeonato Brasileiro. O jogador rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e volta aos gramados só em 2014. O Guarani lidera o Grupo B da competição com 19

CAMPINAS, QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

pontos, um a mais do que o Caxias, do Rio Grande do Sul, que soma 18. A próxima partida é no sábado, contra o Madureira, às 19h, no estádio Brinco de Ouro. O time está invicto em nove jogos e ainda não tomou gols. METRO CAMPINAS

Macaca enfrenta o Vitória para embalar Escalada. Ponte Preta tenta novo triunfo hoje contra o Vitória para tentar terminar a rodada na metade de cima da tabela. Uendel continua como volante no meio Contra um Vitória desfigurado, a Ponte Preta tenta logo mais, às 21h, bater o adversário no Barradão para encostar nos 10 primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. A equipe soma 15 pontos e é a 13ª colocada após 13 rodadas. Carpegiani acenou para a manutenção de um time sem lateral esquerdo de ofício na posição. Uendel continua deslocado para o meio campo, como segundo volante, e Diego Sacoman, zagueiro, vai ocupar o lado defensivo esquerdo. No adversário, seis jogadores titulares devem ficar de fora, inclusive o artilheiro Maxi Biancucchi, que, com dores, foi poupado do último treinamento. Os baianos têm 19 pontos, na 8ª colocação e, curio-

VITÓRIA Wilson; Gabriel Paulista, Fabrício, Victor Ramos e Euller; Luis Alberto, Cáceres, Camacho e Renato Cajá; Vander e Rômulo (Biancucchi). Técnico: Caio Júnior.

PONTE PRETA Roberto; Artur, Ferrón, César e Sacoman; Baraka, Uendel, Chiquinho; Rildo, Everton Santos e William. Técnico: PC Carpegiani.

• •

Uendel: da lateral para o meio campo | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

Estádio. Barradão, em Salvador-BA, às 21h. Transmissão. Rádio Bandeirantes, PFC

samente, tem o mesmo número de gols marcados pela Ponte – 17, porém sofreu 15, contra 18 dos campineiros. METRO CAMPINAS


CAMPINAS - QUARTA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2013



20130814_br_metro campinas