Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica do Jornal de Jundiaí

PÁSSARO? AVIÃO? MAS DE NOVO? O BRITÂNICO HENRY CAVILL FALA AO METRO SOBRE O SEU ‘HOMEM DE AÇO’ PÁG. 10 SANTOS Sexta-feira, 12 de julho de 2013 Edição nº 862, ano 4 MÍN: 14°C MÁX: 24°C

www.readmetro.com | leitor.st@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

ESTIVADOR AO MAR Portuários ‘sequestram’ navio e impõem condição para sair págs. 02 e 03

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Cerca de 50 estivadores invadiram o navio Maersk La Paz e exigem que a empresa Embraport contrate trabalhadores por intermédio da Ogmo ou que o navio saia do porto para abandonar a embarcação | FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Greve para trânsito e prejudica serviços Coleta de lixo e transporte público em Santos foram afetados; país teve 39 rodovias fechadas PÁGS. 02 A 04

Lei de domésticas passa no Senado

Papa Francisco amplia lei penal

Texto aprovado vai agora para a Câmara dos Deputados e sanção da presidente Dilma PÁG. 08

Pontífice criminaliza abusos sexuais contra menores e estipula penas de até 12 anos para agressores PÁG. 09


|02|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Estivadores ‘sequestr Pirataria. Portuários ocuparam o navio Maersk La Paz por volta das 13h e não há previsão de saída Após todas as manifestações que começaram às 5h e terminaram com um ato na praça Mauá ao meio-dia, um grupo de cerca de 50 estivadores invadiu o navio Maersk La Paz, atracado no porto. Eles afirmaram que só saem da embarcação se a Embraport (Empresa Brasileira de Terminais Portuários) contratar funcionários pela Ogmo (Órgão Gestor de Mão de Obra) ou ela deixar o porto de Santos. Os estivadores pegaram duas lanchas e invadiram o navio. Seguranças atiraram para alto para evitar que os portuários entrassem no cais do terminal, porém ninguém ficou ferido. Por volta das 18h uma liminar expedida pelo juiz Marcelo Azevedo Chamone, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região, solicitava a desocupação de trabalhadores portuários do navio e da Embraport (Empresa Brasileira de Terminais Portuários), sob pena de multa diária de R$ 50 mil. No entanto, o vice-presidente do sindicato dos Estivadores, Cesar Rodrigues Alves afirmou que a liminar dizia respeito a quem estava no terminal e não à bordo do navio. Por volta das 21h, alguns sindicalistas que estavam em terra foram presos e até o fechamento desta edição o navio não havia sido desocupado. Em nota, a Embraport afirmou que “respeita manifestações pacíficas, e repudia atos de violência, agressão e de invasão de propriedade privada. Excessos eventuais ocorridos do lado de encarregados de segurança da empresa serão apurados com rigor e com a punição de responsáveis, se for o caso. Multa Em nota enviada ontem, a prefeitura de Santos afirma que multou a Embraport em 800 UFMs (Unidades Fiscais do Município), o equivalente a R$ 772,20, no dia 3 de julho, pelo fato de o terminal entrar em operação sem ter sido concedida a Carta de Ocupação (habite-se). CHRISTIANE FERREIRA METRO SANTOS

Navio foi invadido por volta das 13h

Como foi A manifestação começou por volta das 5h, na avenida Martins Fontes, na entrada da cidade de Santos. As centrais sindicais encerraram protestos no início da tarde, na praça Mauá. Rei i dicaç e Fim do fator

previdenciário; jornada de 40 horas semanais, sem redução de salário; reajuste digno aos aposentados; investimentos em Saúde Pública, Educação e Segurança Pública; Transporte Público de Qualidade; Fim do Projeto de Lei 4330 que amplia a Terceirização; entre outros.

Acessos ficam travados

O caso Embraport

Portuários exigem contratação de avulsos Desde o dia 1º de julho os trabalhadores portuários, principalmente os estivadores, protestam contra a empresa Embraport ( empresa da Odebrecht TransPort e DP World, que iniciou suas operações no dia 3 no porto santista). De acordo com a nova Lei dos Portos, assinada em junho, os terminais privados fora do porto organizado não têm a obrigatoridade de contratar profissionais via Ogmo (Órgão Gestor de Mão de Obra). Essa, porém, é a principal reivindicação dos estivadores. O vice-presidente do sindicato da categoria, Cesar Rodrigues Alves, afirma que o terminal trabalha sem mão de obra local e que

o sindicato desconhece o sistema de contratação ou salário. A Embraport, por sua vez, afirma que cumpre a determinação da nova Lei dos Portos e que já efetuou a contratação de 538 trabalhadores, e que vem anunciando as vagas disponíveis para estivadores, dando preferência aos trabalhadores registrados e cadastrados no Ogmo (Órgão Gestor de Mão de Obra) para contratação com vínculo empregatício com base na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Para os próximos meses, a empresa afirma que está prevista a contratação de mais 100 profissionais para diversas áreas. Em dois anos, a empresa deverá contar ao todo com 1.500 empregados diretos e outros 4.500 indiretos. Porém, os trabalhadores portuários não querem mudar o modo de contratação avulsa para CLT, segundo a categoria. METRO SANTOS

FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Motoqueiros ficaram presos na entrada de Santos

Na Baixada Santista os protestos começaram às 5h, com o fechamento da avenida Martins Fontes, na entrada da cidade, que foi tomada por dezenas de integrantes da Força Sindical. Impedidos de passar pela via, alguns motoqueiros se desentenderam com os manifestantes, mas ninguém saiu ferido. Já por volta das 6h, a rodovia Cônego Domênico Rangoni foi bloqueada, sendo liberada às 9h30, no sentido Cubatão. A pista sentido Guarujá foi liberada às 12h. A divisa Santos-São Vicente foi uma das mais prejudicadas. Motoristas de veículos particulares e coletivos ficaram sem poder passar devido ao bloqueio nos dois sentidos da avenida Presidente Wilson, liberada depois de duas horas. A rota pelo morro da Nova Cintra travou. Na via Anchieta o tráfego foi represado em função da entrada Santos bloqueada. Por volta do meio-dia, todos seguiram para o chamado ato unificado, na praça Mauá, em Santos. Os protestos se encerram no início da tarde. METRO SANTOS


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{EDITORIA} {FOCO}

|03|◊◊ |02|◊◊

ram’ navio no porto FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Cidades da Baixada têm serviços públicos afetados com protestos

Na divisa, trânsito ficou complicado logo pela manhã FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Ato Unificado ocorreu na praça Mauá

FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Manifestantes discutiram com motoqueiro que queria furar bloqueio

No Centro, briga ocorreu por conta de bandeiras de partido

Em algumas cidades da região serviços como transporte coletivo, coleta de lixo e saúde foram afetados com as manifestações. Porém, não foi registrado nenhum dano ao patrimônio, segundo as nove prefeituras. Em Santos, as linhas municipais de transporte coletivo que circularam nos trechos dos bloqueios seguiram por rotas alternativas. Pela manhã, as que faziam a ligação com a Zona Noroeste utilizaram o morro da Nova Cintra como alternativa à avenida Nossa Senhora de Fátima. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), nenhuma linha deixou de circular, mas algumas registraram atrasos de até uma hora.  A coleta de lixo também foi afetada. O serviço, que começa às 6h, iniciou após as 11h30. O atraso ocorreu porque os 20 caminhões de coleta não tinham acesso à área de transbordo, na Alemoa. Outras cidades Em Cubatão, ocorreu atraso na coleta de lixo em alguns pontos. Nas primeiras horas da manhã houve dificuldade na circulação dos coletivos, mas o serviço não foi interrompido. Algumas consultas tiveram que ser remarcadas porque muitos profissio-

nais (médicos e administrativos) não conseguiram chegar ao trabalho. A prefeitura afirmou que os serviços não foram interrompidos e que os pacientes foram atendidos nas UBSs, no Pronto Socorro, Hospital Modelo e nas Policlínicas. Mongaguá teve os serviços de saúde bastante prejudicado. O transporte de pacientes para consultas, exames e tratamentos no HGS (Hospital Guilherme Álvaro), São José e AME Santos foi suspenso. Trinta pacientes não puderam comparecer aos compromissos. A prefeitura só conseguiu levar os 30 pacientes com agendamentos em hospitais da capital, em um grupo que partiu às 5h. A coleta de lixo foi realizada normalmente. No entanto, o transbordo dos resíduos, feita diariamente para o aterro Sítio das Neves, em Santos, foi suspenso. Por precaução, em Bertioga a saída dos caminhões coletores atrasou quase duas horas. Normalmente os caminhões saem para a coleta às 7h. O serviço voltou ao normal ainda pela manhã. Em São Vicente, a prefeitura afirmou que os serviços ocorreram normalmente, assim como em Guarujá, em Praia Grande e em Peruíbe. METRO SANTOS


|04|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Protestos fecham 39 rodovias em 18 Estados ‘Dia de Lutas’. Na Régis Bittencourt, polícia teve de usar gás lacrimogêneo para tirar manifestantes que bloqueavam a estrada Uma série de manifestações organizadas por centrais sindicais parou trechos de 39 estradas do país ontem, no chamado “Dia Nacional de Lutas”. Ao menos 80 trechos de rodovias em 18 Estados foram interditados. Em São Paulo, as vias Dutra, Anhanguera, Ayrton Senna, Anchieta e Régis Bittencourt tiveram bloqueios. As interrupções foram mais intensas no início da manhã. Em algumas rodovias, manifestantes chegaram a queimar pneus e fazer barricadas. Além de atos nas estradas, os manifestantes interditaram avenidas, bloquearam pontes e fecharam portos em diversas cidades. O transporte público, a coleta de lixo e os correios foram afetados em várias delas. Em ao menos cinco Estados, as agências bancárias não abriram normalmente. Em algumas rodovias houve tumulto entre manifestantes e a Polícia Militar. No km 279 da Régis Bittencourt, próximo ao Rodoanel, um grupo de 300 integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) bloqueou os dois sentidos da via. Por volta das 18h, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para tentar dispersar os manifestantes e recolheu al-

80 é o número de trechos de rodovias que foram bloqueados ontem por manifestantes em todo o país. gumas bandeiras do grupo. Segundo organizadores, o trajeto havia sido combinado com a Polícia Rodoviária Federal e seguia pacífico até a chegada da PM. A manifestação causou congestionamento entre o km 283 e o km 279, no sentido São Paulo. Em Campinas, um grupo de moradores que terão seus imóveis desapropriados pela ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos fechou a rodovia Miguel Melhado Campos, que liga o aeroporto a Vinhedo. Por volta das 10h30, quando os cerca de 500 manifestantes começaram a se dispersar, algumas pessoas começaram a atirar pneus queimados e rojões contra a PM, que revidou com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. A pista foi liberada por volta das 11h. Em Brasília, cerca de 2 mil manifestantes fecharam as seis faixas da Esplanada dos Ministérios por 40 minutos e o trânsito preci-

sou ser desviado. Em seguida, a marcha seguiu para o gramado em frente ao Congresso Nacional. Os policiais fizeram um cordão de isolamento em volta do prédio. O protesto foi pacífico. Os manifestantes levaram cartazes pedindo, principalmente, o fim do fator previdenciário, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, reforma agrária e investimento de 10% do PIB em educação e 10% do Orçamento da União em saúde. Não foram registrados confrontos. No Paraná, integrantes do MST e de sindicatos protestaram em rodovias que cortam o Estado. Eles chegaram a abrir cancelas em 16 praças de pedágio. Seis pessoas foram presas. Em Curitiba, motoristas e cobradores paralisaram as linhas de ônibus por duas horas e meia. Avisados da mobilização, comerciantes, instituições públicas e empresas fecharam as suas portas no período da tarde. Não houve confusão. No centro de Belo Horizonte, pelo menos 6 mil pessoas de diferentes grupos foram à Praça Sete com diversas reivindicações. O metrô não funcionou e ao menos quatro estações de ônibus da cidade foram paralisadas. METRO

DIA NACIONAL DE LUTAS Veja os principais bloqueios pelo país AMAZONAS

CEARÁ

PERNAMBUCO

Ao menos duas rodovias foram fechadas por sindicatos e trabalhadores sem terra

Em Manaus, 40% dos ônibus pararam e ao menos quatro avenidas foram bloqueadas

80

Complexo de Suape foi paralisado

PARAÍBA

Ao menos quatro rodovias foram bloqueadas. Terminais de ônibus foram interditados

RR AP

trechos de rodovias foram bloqueados em 18 Estados

AM PA

CE

MA

RN PB

PI PE AC

AL SE

TO RO

MATO GROSSO

BA MT

Ao menos cinco rodovias foram paralisadas

ALAGOAS

Acesso ao aeroporto de Alagoas foi bloqueado GO

DISTRITO FEDERAL

MG

Em Brasília, seis faixas da Esplanada dos Ministérios foram bloqueadas

ESPÍRITO SANTO

MS

ES RJ

SP

PARANÁ

PR

Ao menos três rodovias foram bloqueadas na Região Metropolitana de Curitiba

SC

Pontes foram parcialmente bloqueadas e ônibus não funcionaram RIO DE JANEIRO

Pontes foram bloqueadas e a BR-463 foi ocupada por manifestantes

RS

SANTA CATARINA

Manifestantes impediram ônibus de entrarem em terminais, em Florianópolis

MINAS GERAIS

Belo Horizonte - Piquetes impediram funcionamento de ônibus e metrô

RIO GRANDE DO SUL

SÃO PAULO

20 pontos das principais rodovias tiveram bloqueios e um policial morreu atropelado

Dutra, Anhanguera, Ayrton Senna, Anchieta e Régis Bittencourt foram bloqueadas

Manifestantes entram em confronto com PM no Rio

Sem ônibus, Porto Alegre vira cidade-fantasma Sem ônibus e com bloqueios de sindicalistas nos principais acessos da cidade, moradores de Porto Alegre (RS) tiveram uma quinta-feira com movimento menor do que em um domingo ou feriado. Levantamento do site MapLink mostrou que a capital gaúcha teve 27 km de lentidão. No mesmo dia e hora da semana anterior, eram 55. | GABRIELA DI BELLA/METRO

A manifestação convocada por centrais sindicais no Dia Nacional de Lutas, ontem, reuniu cerca de 5 mil pessoas no Rio de Janeiro, e teve confusão logo no início. Ainda na avenida Presidente Vargas, por volta das 15h, na esquina com a Rio Branco, um homem foi detido por policiais e arrastado até a Candelária. Segundo os PMs, o manifestante foi detido após ter sido flagrado jogando uma pedra paraquebrar o vidro de uma janela da igreja. No início da noite, policiais da Tropa de Choque

fizeram um cerco na praça da Cinelândia, onde um grupo de aproximadamente 100 manifestantes ocupava as escadarias da Câmara Municipal. A PM chegou a usar o jatos d’água para dispersar o grupo. De acordo com a assessoria da PM, dez pessoas foram presas e dois menores, detidos. Um policial foi ferido na cabeça. Nos carros de som, os sindicalistas falavam que não aceitavam os mascarados e que eles não os representavam. Uma confusão entre os

manifestantes e o grupo de mascarados provocou a reação dos policiais, que reagiram jogando bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral. Pedras foram jogadas em carros de som. Uma cabine da PM, agências bancárias e pontos de ônibus foram apedrejados No Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado, um outro o ato, com cerca de 500 pessoas, protestava contra o governador Sérgio Cabral. No local, a Tropa de Choque da PM montou uma barreira e houve mais confrontos. METRO RIO


|06|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Com 10 vetos, Dilma sanciona Ato Médico Saúde. Presidente vetou mudanças que poderiam prejudicar programas do SUS. Entidades que representam médicos fazem críticas e afirmam que a proposta foi descaracterizada A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem a lei que regulamenta a prática de medicina provocando um novo desgaste do governo com os médicos. A categoria já está insatisfeita com a possibilidade de contratação de estrangeiros e com a reformulação na formação dos profissionais. A lei do Ato Médico foi aprovada pelo Congresso após 11 anos de discussão, mas recebeu 10 vetos e entrará em vigor em 60 dias. A principal queixa é a derrubada do artigo 4º, que tornava exclusiva dos médicos a prescrição de medicamentos, o diagnóstico de doenças e a aplicação de injeções. Esses pontos foram alvo de protestos de 13 categorias ligadas à área de saúde, como psicólogos, fisioterapeutas e enfermeiros, que acusavam a lei de interfência em suas atividades. “Atinge o coração da lei. Abre margem para o charlatanismo”, protestou o presidente da Fenam (Federação Nacional dos Médicos), Geraldo Ferreira. “O que sobrou da lei não nos interessa.” A preocupação do governo foi um possível comprometimento de políticas públicas, como campanhas de vacinação ou programas de combate a malária, tuberculose, hanseníase e doenças sexualmente transmissíveis.

STOCKXCHNG

ATO MÉDICO Veja abaixo como ficou a lista de responsabilidade sobre os principais procedimentos ATIVIDADE PRIVATIVA DOS MÉDICOS Indicação e execução da intervenção cirúrgica e prescrição dos cuidados pré e pós-operatórios Indicação e execução de procedimentos invasivos, sejam diagnósticos, terapêuticos ou estéticos, incluindo as biópsias e as endoscopias Intubação traqueal Execução de sedação profunda, bloqueios anestésicos e anestesia geral Atendimento à pessoa sob risco de morte iminente Ensino de disciplinas especificamente médica Coordenação dos cursos de graduação em Medicina, dos programas de residência médica e dos cursos de pós-graduação específicos para médicos

Greve Em resposta à sanção parcial da lei do Ato Médico e da criação do Programa ‘Mais Médicos’, a categoria promete fazer paralisações a partir da próxima segunda-feira. Caso os médicos não se-

PODERÃO SER EXERCIDOS POR OUTROS PROFISSIONAIS DE SAÚDE Consultas e respectivas prescrições terapêuticas Análise de biópsias e exames citopatológicos

Avaliações comportamentais, sensoriais e psicomotoras

Cateterizações de acordo com a prescrição médica

Indicação do uso de órteses e próteses, prescrição de lentes de contatos e de próteses oftalmológicas

jam chamados para negociar mudanças, os médicos prometem fazer greve. “Foram duas pauladas. A categoria foi atingida de uma forma brutal”, reclamou o presidente da Fenam. METRO BRASÍLIA

Direção e chefia de serviços médicos

“A sanção do texto do Congresso colocaria em risco políticas da área de saúde, além do risco de judicializar a matéria.” PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

Vetos. Novo sistema de votação é aprovado O Congresso Nacional aprovou ontem um novo sistema de votação dos vetos presidenciais. Segundo o modelo, todos os vetos feitos pela presidente Dilma Rousseff a partir de 1º de julho deste ano deverão ser analisados até 30 dias. Se isso não ocorrer, o Congresso ficará com a pauta trancada até a sua apreciação. A análise desses vetos começa em agosto. METRO

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

ESPIONAGEM: EUA MANTÊM CENTRAL EM BRASÍLIA.

“É JOGAR A FALÊNCIA DO GOVERNO DILMA NAS COSTAS DO CONGRESSO.”

O O governo dos Estados Unidos instalou há vários anos uma central de comunicações em discreto edifício comercial no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, em Brasília, agora sob suspeita de ter sido utilizada na espionagem a brasileiros revelada por Edward Snowden, ex-agente da NSA, Agência de Segurança Nacional do governo dos EUA. A central foi localizada pelo portal DiariodoPoder.com.br.

Injeção, sucção, punção, insuflação, drenagem, instilação ou enxertia, com ou sem o uso de agentes químicos ou físicos Aplicação de injeções subcutâneas, intramusculares e intravenosas seguindo a prescrição médica

Diagnósticos psicológico, nutricional e socioambiental

Política

Edward Snowden | REUTERS/ EWEN MACASKILL/THE GUARDIAN/HANDOUT

INSTALAÇÕES. A central de

comunicações dos EUA é protegida com grades no comércio local. Vizinhos dizem ter visto “muitas máquinas” por lá. ARAPONGAGEM. No Lago

Sul funciona, segundo Hector Torres, o Information Programs Officer da Embaixada (IPO), que pode ser braço de arapongagem. PSD QUER ATRAIR SERRA PARA DISPUTAR EM 2014.

Animado com pesquisas de intenção de voto que o colocaram à frente do desafeto tucano Aécio Neves (MG), José Serra (PSDB-SP) estreitou ainda mais os laços com o presidente do PSD, Gilberto Kassab. O ex-governador vê no PSD a possibilidade de ter mais tempo de TV do que lhe permitiria

DEPUTADO RONALDO CAIADO (DEM-GO) SOBRE A “COBRANÇA” DAS RUAS AO PARLAMENTO

o PPS numa eventual disputa pela Presidência em 2014. Segundo liderança do PSD, Serra e Kassab têm se falado como nunca. HUMILHANTE. Segundo tu-

canos, a principal preocupação do senador Aécio Neves já não é disputar contra Dilma em 2014, mas não perder para José Serra. JOGO DUPLO. De olho em obter apoio na eleição ao governo de São Paulo, Gilberto Kassab afaga Serra enquanto assedia o PT de Dilma Rousseff. ARREPENDIMENTO. O sena-

dor Pedro Simon (PMDB-RS) contou em entrevista que se arrependera de lançar o ex-governador gaúcho Antonio Britto, então ministro da Previdência, para a sucessão de Itamar Franco. “Britto seria um fiasco”, reconheceu o velho senador, em rara bangornada.

PODER SEM PUDOR

Vaia é aplauso? Autor de algumas das melhores frases da história recente da política brasileira, o saudoso ex-ministro da Justiça Fernando Lyra considerava memorável a reação do ex-senador e

ex-ministro Roberto Campos, ao ser tremendamente vaiado após uma palestra, no Rio de Janeiro: - A vaia é o aplauso daqueles que não concordaram.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|08|

Mercados. Bolsa sobe 2,5% e dólar fecha em queda A Bovespa aproveitou o bom humor externo para corrigir parte das fortes perdas recentes, diante da sinalização de que o banco central norte-americano não reduzirå seu programa de estímulo monetårio tão cedo quanto analistas previam. O Ibovespa fechou ontem em alta de 2,51%, a 46.626 pontos. A Petrobras subiu mais de 7%, puxando a valorização. Jå o dólar fechou em queda de 0,61%, a R$ 2,2591 na venda. METRO

Defeito. Recalls atingem 12,9 mil cadeiras de bebĂŞ As marcas de produtos infantis Chicco e Burigotto anunciaram um recall da fivela do cinto de segurança de cadeiras de bebĂŞ para automĂłveis em razĂŁo do risco de abertura do fecho em caso de batida e eventual desprendimento da criança do dispositivo. A campanha envolve o modelo Auto-Fix, da Chicco, com o dispositivo “Daphne 0â€? e comercializadas entre 1Âş de janeiro de 2010 e 16 de maio de 2013. No caso da Burigotto, fazem parte do recall os modelos Burigotto Neonato, Peg-PĂŠrego Tri-Fix K e Navetta XL, fabricadas entre janeiro de 2010 e maio de 2013. No caso da Chicco, informaçþes podem ser obtidas pelo 0800 2000210 ou pelo site www.chicco.com.br. A Burigotto coloca o 0800 770 2298 e o site www.burigotto.com.br. METRO

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Senado aprova lei de domÊstica Regulamentação. Texto segue agora para anålise da Câmara dos Deputados. Empregador terå 120 dias para se adaptar às regras Após três meses em tramitação, o Senado aprovou ontem, por unanimidade, projeto que regulamenta os direitos dos empregados domÊsticos no país. O texto do relator senador Romero Jucå (PMDB-RR) ainda precisa passar por votação na Câmara e sanção da presidente Dilma Rousseff. Os empregadores terão 120 dias, a partir da publicação do texto, para se adaptar às novas regras. O projeto fixou em 11,2%

a alíquota do FGTS dos empregados domÊsticos, dos quais 3,2% serão recolhidos para serem usados quando o empregado for dispensado sem motivo justificåvel. Por outro lado, a contribuição patronal do INSS foi reduzida de 12% para 8%. AlÊm disso, os patrþes terão de pagar 0,8% de seguro para acidente de trabalho. Quando houver demissão por justa causa, licença, morte ou aposentadoria, o valor referente aos 3,2%

Custo de pacote bancårio sobe acima da inflação

Ê revertido para o empregador. O trabalhador terå que cumprir aviso prÊvio de 30 dias e, no caso de descumprimento do aviso em função de um novo emprego, o empregador ficarå autorizado a descontar a quantia nas verbas rescisórias. A proposta cria o Redom, um programa de refinanciamento de dívidas de empregadores com o INSS. Quem tiver um empregado sem carteira assinada, terå condiçþes facilitadas de quitar a dívida em renegociaçþes com a Previdência. Em plenårio, foram apresentadas mais emendas, Uma delas estabelece que o empregado não serå res-

veis mais do que dobrou em relação a 2008: passou de 35 para 78. Os bancos ofertavam em mÊdia seis pacotes em maio de 2008, incluindo universitårios e contas eletrônicas, o preço mÊdio dos pacotes båsicos com menor quantidade de serviços era de R$ 9,57 e o pacote com maior valor mÊdio custava R$ 30,53. Em 2013 o preço mÊdio do pacote com menor quantidade de serviço foi de R$ 15,37 e o preço mÊdio para o pacote com mais serviços foi de R$ 45,40. Entre os 14 pacotes que sobreviveram no período, 6 tiveram aumentos entre 38% e 111%, de acordo

ponsåvel por despesas de alimentação quando estiver acompanhando os patrþes em viagens. Outra determina que, nessas via-

ACIMA DA INFLAĂ‡ĂƒO

VALOR MĂ?NIMO

VARIAĂ‡ĂƒO

R$ 11,90 R$ 14,00

BRADESCO

R$ 12,80

CAIXA

R$ 19,50

HSBC

R$ 14,10

ITAĂš

R$ 19,90

SANTANDER MÉDIA

32,34%

R$ 15,37

32% 65% 71% 30% 66% 124% 61%

VALOR MĂ XIMO

VARIAĂ‡ĂƒO

R$ 38,00 R$ 35,90 R$ 24,00 R$ 59,50 R$ 50,00 R$ 65,00 R$ 45,40

9% 71% 12% 38% 153% 52% 49%

PACOTES QUE FORAM REAJUSTADOS B A N C O PA C O T E

VA L O R * VA R 

Bradesco UniversitĂĄria

Caixa

4,00

33%

Cesta BĂĄsica

14,00

65%

Cesta FĂĄcil

19,00

111%

METRO

no perĂ­odo

COMPARATIVO DO PREÇO DOS PACOTES EM CINCO ANOS

BANCOS

gens, a hora de trabalho serĂĄ 25% maior, podendo ser convertida em banco de horas a critĂŠrio do empregado.

IPCA

Reajustes entre 2008 e 2013

BANCO DO BRASIL

Os preços dos pacotes de tarifas dos seis maiores bancos do país tiveram reajustes superiores à inflação. Entre os pacotes mais econômicos o aumento de 2008 para 2013 foi em mÊdia de 61%, enquanto os pacotes de maior valor ficaram 49% mais caros. No mesmo período, o IPCA (�ndice de Preços ao Consumidor Amplo) acumulou alta de 32,34%. Os dados são de uma pesquisa realizada pelo Idec (Instituto de Defesa do Consumidor) com Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú e Santander). O Idec constatou que o número de pacotes disponí-

Poo   å o  a   amitação | JOSE CRUZ/ABR

VA L O R * VA R 

BANCO

PA C O T E

HSBC

UniversitĂĄria

3,95

HSBC Premier BĂĄsico

48,50 28%

HSBC Premier

59,50 38%

Maxconta EconĂ´mica

14,10 66%

ItaĂş

-21%

Cesta Completa 27,30

30%

FĂĄcil Caixa

12,80

71%

Maxconta Simples

19,50 56%

Super Caixa

15,00

20%

Maxiconta Total

27,50 39%

Especial Caixa

24,00

12%

UniversitĂĄria

3,45

-14%

FONTE: IDEC *EM R$ **VARIAĂ‡ĂƒO EM 5 ANOS

com a pesquisa realizada pelo Idec. O pacote universitĂĄrio da Caixa e do HSBC

foram os únicos que sofreram redução de 14% e 21%, respectivamente. METRO

Tarifa de embarque internacional serĂĄ de R$ 29,38 | MARCELO CAMARGO/ABR

Aviação. Tarifa aeroportuåria ficarå mais cara As tarifas aeroportuårias de Cumbica, em Guarulhos, e Viracopos, em Campinas, serão reajustadas em 6,7%. A tarifa de embarque domÊstico chega ao valor de R$ 16,59 e a de embarque internacional a R$ 29,38. Os novos valores entrarão em vigor em 30 dias. METRO


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

Papa Francisco endurece penas contra pedofilia Reforma. Decreto do pontífice amplia a lei penal do Vaticano e prevê a colaboração com outros países em investigações sobre lavagem de dinheiro Em uma das reformas mais significativas nas leis do Vaticano, o papa Francisco criminalizou os abusos sexuais contra menores dentro do Estado e estipulou uma pena de até 12 anos de prisão para os agressores. Trata-se da medida concreta mais importante para o combate à pedofilia desde o início do pontificado. Em um decreto intitulado Motu Proprio (que só pode ser feito por papas), Francisco endureceu, ainda, as leis contra corrupção e a lavagem de dinheiro. Pessoas que vazarem informações sigilosas da Santa Sé também estarão sujeitas à consequências mais severas. Francisco, que ocupou, em março, a cadeira do papa emérito Bento 16, herdou a administração de uma série de escândalos. Além de lidar com os casos de pedofilia, o papa precisa dar respostas sobre as frequentes denúncias que atingem o banco do Vaticano, uma das instituições financeiras mais

secretas do mundo. De acordo com a Santa Sé, as reformas divulgadas ontem harmonizam as leis locais com o direito internacional, no que se refere à proteção de crianças, aos crimes de guerra e ao terrorismo. Na quarta-feira, a ONU (Organização das Nações Unidas) anunciou que cobraria do Vaticano explicações sobre os abusos de menores. Surpresa A Snap, uma rede de atendimento a vítimas de abusos cometidos por religiosos, disse ter ficado impressionada com a iniciativa do papa Francisco. Ainda assim, “no mundo real, isso não muda praticamente nada.” Como o Vaticano tem 0,44 quilômetros quadrados, a aplicação das novas regras será muito restrita. A Snap pediu que a Igreja se concentre no respeito às leis seculares sobre o abuso de crianças e adolescentes e que puna os bispos que acobertaram casos. METRO

No Senado. Ministro diz que EUA acessaram conversas Em depoimento à Comissão de Relações Exteriores do Senado, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse estar convencido de que os Estados Unidos acessaram o conteúdo de e-mails e ligações telefônicas do Brasil. “Se você tem os dados resumidos, é evidente que você tem de ter esses dados. Fiquei convencido que o conteúdo é recolhido com todas as informações, pois não há como selecionar e gravar depois.” Bernardo também contou que a presidente Dilma Rousseff não usa telefones criptografados para falar com sua equipe. “Ela liga no

Bernardo: Dilma não usa telefone criptografado | AGÊNCIA BRASIL

telefone normal.” O ministro falou à comissão por conta da denúncia de que os EUA monitoram dados de cidadãos brasileiros. O embaixador americano no Brasil teria reconhecido apenas a coleta de dados na internet. METRO

{MUNDO}

|09|◊◊

O cardeal Jorge Mario Bergoglio celebra missa, no último fim de semana | TONY GENTILE/REUTERS


|10|

2 CULTURA

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

DIVULGAÇÃO

HENRY CAVILL Ator britânico fala ao Metro sobre versão modernizada do Superman interpretado por ele em ‘Homem de Aço’. Filme estreia hoje no Brasil apresentando nova roupagem para a história do kryptoniano mais famoso das galáxias.

‘AINDA PRECISAMOS DE HERÓIS’ O Homem de Ferro tem as melhores piadas. O Batman, os melhores filmes. Já o Superman... Bem, ele resolveu começar tudo de novo. Aos 75 anos, o kryptoniano está de volta em “Homem de Aço”. O longa, que estreia hoje, é dirigido por Zack Snyder (“300”) e produzido por Christopher Nolan, responsável pela mais recente trilogia sobre Batman. A trama se volta para as origens do alienígena a partir de seu envio à Terra, onde cresce, encontra uma garota chamada Lois Lane (Amy Adams) e defende nosso planeta do malvado General Zod (Michael Shannon). Nesse caminho, ele se lamenta (e apanha) bastante. Tal como em o “Cavaleiro das Trevas”, que concedeu densidade a Batman, “Homem de Aço” tem um herói com novas dimensões que o deixam bem menos chato. Mais conhecido pela série de TV “The Tudors”, Henry Cavill estrela a produção e comenta sobre a nova abordagem em torno do personagem.

Sam Mendes

Diretor é confirmado em ‘Bond 24’ A Sony Pictures anunciou ontem que Sam Mendes, que dirigiu “007 – Operação Skyfall”, volta a trabalhar na franquia. Ao lado dele estará novamente Daniel Craig no papel do agente secreto. “Bond 24” tem estreia prevista para 6 de novembro de 2015, nos Estados Unidos.

Os super-heróis deixaram de ser semideuses e agora têm vulnerabilidades ou falhas. O que você acha disso? Quando esses personagens foram criados, nós simplesmente precisávamos deles desesperadamente. Precisávamos que fossem durões – aquela figura clássica com mãos na cin-

tura e balas ricocheteando. Quando Superman surgiu, a Segunda Guerra Mundial começava a se desenhar. Precisávamos de caras que fizessem coisas incríveis com os quais pudéssemos fantasiar com nossos problemas sendo resolvidos. E agora? Agora eles evoluíram para uma forma mais moderna e realística, que tem a ver com nosso tempo. Hoje em dia, as pessoas não acham interessante o herói intocável que vai sempre vencer. Preferimos pensar que nosso herói vai perder para só então o vermos vencer. Precisamos ser capazes de nos conectar com eles. Eles deixaram de ser uma fantasia para se tornarem um ideal a se conquistar. E o que fez o Superman parecer mais com a gente? Nós lhe conferimos muita essência humana. Apesar de não ser muito suscetível às fragilidades físicas do corpo humano, ele é bastante suscetível às fragilidades da psiqué humana, e isso o faz se conectar com qualquer um e nos faz imaginar coisas do tipo “sei a dor que você está sentindo” ou “sim, também já me senti feliz assim antes”. O diretor de “O Cavaleiro das Trevas” produziu “Homem de Aço” e fez o mundo dos quadrinhos acusar os filmes de estarem mais

presos à realidade do que às HQs. Tudo tem muito mais a ver com a evolução dos super-heróis. Precisamos vê-los em um cenário real porque isso nos ajuda a sentir melhor o clima e a fazer parte da história. É isso que importa para mim. Quis interpretá-lo como um ser humano real que, por acaso, tem esses poderes incríveis que a computação gráfica me deu. (risos) Há boatos sobre um filme da Liga da Justiça. Você sente rivalidade com os “Vingadores” da Marvel, empresa rival da DC Comics? Claro que há competição porque são times de superheróis. Mas não gosto de pensar dessa forma, apesar de as pessoas naturalmente o fazerem. O que faz o público ainda precisar dos super-heróis? O mesmo de sempre, que é algum sentimento de esperança. Sempre há algo errado no mundo e é sempre legal ter essa fantasia de que há alguém capaz de resolver tudo. O mesmo ocorre com personagens mitológicos desde o início dos tempos. Nada mudou na psiqué humana. Ainda precisamos de heróis. NED EHRBAR METRO INTERNACIONAL

Longa é a sexta aventura nos cinemas Em “Homem de Aço”, Henry Cavill tem a dura missão de fazer jus ao trabalho de Christopher Reeve (1952-2004), que encarnou o personagem em suas quatro primeiras adaptações para o cinema: “Superman - O Fil-

me” (1978), “Superman 2” (1980), “Superman 3” (1983) e “Superman 4” (1987). Após um acidente que deixou Reeve tetraplégico, em 1995, o herói só voltou a ser revivido, nas telas, na pele de Brandon Routh, em “Su-

perman – O Retorno” (2006), mas o longa fracassou. Uma versão mais popular (e jovem) do kryptoniano foi vivida por Tom Welling, durante dez anos, na série de TV “Smallville”. METRO

Raio-X: Henry Cavill Conheça um pouco do novíssimo Superman Idade. 30 anos Nasceu em. Jersey, Reino Unido Você o conhece. da série de

TV “The Tudors” Foi cotado para interpretar. Cedric Diggory, em “Harry Potter”, Edward Cullen, em “Crepúsculo”, James Bond, em “Cassino Royale”, e Superman em “Superman - O Retorno”


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES Os invasores

Receita Minuto

|11|◊◊

Leitor fala

Greve

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

PATÊ DE ALHO Esta receita é rápida e sempre faz sucesso. Um bom patê de alho vai bem em muitas ocasiões, podendo ser servido tanto como entrada de um churrasco de domingo quanto como um petisco bastante charmoso num jantar com os amigos. Experimente.

Cruzadas

Espero que esta greve, que para alguns foi organizada e para outros forçada, ajude realmente em algo para o bem do país. Para mim eles não tinham nada específico para reivindicar e só causaram transtornos. Em classes organizadas talvez tenham alguma conquista, mas achei muita falação para pouca objetividade. Quando protestaram sobre o aumento da passagem tinham um foco, e tiveram sucesso. Acho que faltou um pouco disso. GIULIANA SARTORI - SANTOS, SP

Lixeiras É muito dinheiro gasto por algo que não deveria ser tão danificado pela população. Para uma pessoa destruir uma lixeira de concreto precisa estar com muita vontade de gastar o próprio dinheiro, já que nós é que pagamos a conta. A prefeitura precisa investir em educação, pois muitos problemas desse tipo seriam resolvidos. E em policiamento: quem faz um ato desses precisa pagar do próprio bolso o dano e não dividir com a sociedade. FERNANDO GONÇALVES - SANTOS, SP

Metro pergunta

Você evitou sair de casa ontem por causa das manifestações sindicais? Sudoku

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metro

@FabioSanca1

Trabalhei de casa, o que é bem pior, porque as distrações são maiores e a produtividade despenca. @RafaGottschalk

INGREDIENTES 2 colheres (sopa) de azeite 2 dentes de alho picados 1 xícara (chá) de ricota 2 colheres (sopa) de maionese

Não há como evitar, porque o trabalho continua. Mas saí mais cedo para prevenir qualquer atraso.

½ xícara (chá) de cheiro-verde picado sal e pimenta-do-reino a gosto

@PedroMoreale

Não, mas me arrependi, porque o trânsito estava infernal, principalmente pelas manifestações no centro.

Modo de Preparo: Em uma panela doure os dentes de alho no azeite, escorra para um papel absorvente para retirar qualquer gordura e coloque em uma vasilha com o restante dos outros ingredientes. Misture bem e passe sobre fatias generosas de pão.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.st@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Por ansiedade pode deixar de observar o que é importante para pessoas especiais. Exercite seu poder de observação diante das relações.

Fique atento para evitar gestos pegajosos e de ciúme com quem tem vínculo afetivo. Assuntos financeiros propensos a ajustes.

Envolva-se de forma mais otimista com projetos sem deixar que certas pessoas ou pequenos contratempos alterem seu humor.  

Tendências a momentos mais intensos de lazer, vivência de novos círculos sociais e tudo que afaste qualquer ideia de isolamento.

Com a Lua em seu signo, sua postura detalhista e observadora estará acentuada em diversos assuntos. Evite se exceder nas críticas.

O envolvimento com atividades culturais, religiosas, espirituais e que enriqueçam seus conhecimentos preencherá seu dia positivamente.

Período para exercitar a compreensão com manias de outras pessoas. Também tem as suas, especialmente com pessoas mais próximas.

Período para superar receios em lidar com alguns assuntos e sentimentos, especialmente na vida amorosa. Hora para decisões importantes.   

Cuide para dosar sua dedicação aos problemas de quem você tem mais convivência. É bom deixá-las que resolvam assuntos sozinhas.

Informações precisas devem ser priorizadas. Não crie alardes por falsas especulações, especialmente em trabalho e finanças.

O envolvimento com grupos e mesmo a retomada de convívio com amizades será mais frequente e algo que fará muito bem.

Os assuntos associados a parcerias estão propensos a tomar empenho mais intenso para novos objetivos profissionais.


|12|

+

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

MOTOR

Um airbag a mais V40. Lançamento da Volvo destaca segurança contra atropelamentos

MOTOR

V40 chega ao mercado com três pacotes opcionais

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Mercado

Rivais Entre os principais concorrentes do V40 estão o BMW Série 1, o Audi A3 e o Mercedes Classe A

A Volvo acaba de iniciar as vendas no país do hatchback V40, sua principal atração no Salão do Automóvel de São Paulo, realizado em outubro passado. Considerado o carro mais seguro do mundo por trazer vários dispositivos de segurança, entre eles um airbag externo inédito, o V40 custa a partir de R$ 115.950. O principal objetivo do equipamento é minimizar os efeitos de um atropelamento. Quando isso acontece, sensores localizados na dianteira do veículo percebem a presença de pedestres e disparam o airbag para absorver parte do impacto. A bolsa impede que a vítima se choque contra o para-brisa ao mesmo tempo em que a parte posterior do capô se ergue para amortecer a queda. Porém, o airbag só é acionado quando o carro atinge velocidades entre 20 km/h e 50 km/h. Este item, no entanto, não vem de série no modelo. Para que ele faça parte do pacote é preciso desembolsar mais R$ 15 mil, valor referente ao conjunto de itens Safety (segurança, em

inglês) e que agrega ainda sensores de pontos cegos e de pedestres, dispositivo leitor de placas de velocidade, assistente de mudança de faixa de rolamento e detector de tráfego periférico, além de piloto automático adaptativo, que mantém distância segura em relação ao veículo à frente. Mas a lista não para por aí. Dentro do carro há mais sete airbags (frontais, laterais, cortina e para o joelho do motorista), freios com ABS de última geração e frenagem automática em velocidades de até 50 km/h e sem intervenção do motorista. Fabricado em Ghent, na Bélgica, o V40 sai de fábrica com ar-condicionado digital, direção elétrica, painel de instrumentos digital, rádio com MP3 player, oito alto-falantes, conectividade para Apple iPod e telefones celulares, monitor de sete polegadas, sensores de chuva e de estacionamento traseiro, acendimento automático dos faróis e acionamento do motor sem necessidade de chave. Entre os opcionais destacam-se o navegador GPS integrado ao painel, DVD player,

Painel de instrumentos digital Teto solar panorâmico tem custo adicional de R$ 12 mil

Airbag para pedestres se abre sobre o capô

Além de direção elétrica, modelo traz alerta de colisão

câmera de ré e assistente de estacionamento (Park Assist). Tudo isso por R$ 10 mil. Para ter teto solar panorâmico fixo, faróis adaptativos com lâmpadas de xênon e rodas de liga leve de 18 polegadas é preciso pagar R$ 12 mil. Sob o capô do hatch há um motor de cinco cilindros em linha, 2.0 litros turbo, capaz de desenvolver 180 cavalos e 30,6 kgfm de torque. Ele está conectado a um câmbio automático de seis marchas, e sistema start-stop, que desliga o propulsor em paradas rápidas, para economizar combustível e reduzir emissões. De acordo com a Volvo, o V40 leva 8,7 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e atinge a velocidade máxima de 250 km/h. METRO


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{MOTOR

Velocidade exclusiva John Cooper Works GP. Modelo é o mais rápido da história do Mini. Apenas 2 mil unidades serão produzidas

Os fanáticos pelos modelos Mini da BMW vão se surpreender com a nova versão do JCW GP (John Cooper Works GP). O modelo é o mais rápido da história do Mini. Seu motor 1.6 turbo pode chegar a 218 cavalos de potência e alcançar uma velocidade máxima de 242 km/h. Para aumentar o desempenho do possante, a montadora modificou sua suspensão e investiu em rodas de liga leve de 17 polegadas. Outro destaque do carro é seu aerofólio de fibra de carbono, que reduz em até 90% a elevação da traseira do veículo. Apesar de sua mecânica ser invejável, poucos terão

|13|◊◊

um JCW GP na garagem. A montadora prevê fabricar somente 2 mil exemplares do Mini. O carro será lançado no Brasil no final deste ano. Origem Em 1961, o fabricante de carros John Cooper inventou o primeiro “pocket rocket” (veículo para corrida) ao tunar seu Mini, dando origem ao Mini Cooper. Após cinco décadas, a BMW lança o JCW GP – cópia fiel do modelo original, porém mais veloz. RYAN BOROFF METRO INTERNACIONAL

O carro comporta duas pessoas

Novo Mini da BMW é inspirado no modelo de John Cooper Works

FOTOS: METRO INTERNACIONAL


|14|

3 ESPORTE

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Autuori: ‘Confio na minha capacidade’ Vida nova. Treinador volta ao Tricolor apĂłs oito anos e afirma que chega para recuperar equipe e retomar o caminho dos tĂ­tulos Se depender do entusiasmo seu novo treinador, a torcida do SĂŁo Paulo pode ficar despreocupada quanto a futuro. De volta ao clube apĂłs oito anos, Paulo Autuori chegou esbanjando confiança em um bom desempenho. E prometendo alegrias. “Confio na minha capacidade como lĂ­der e nos jogadores, para recuperar tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Recopa. NĂŁo vim para ser amado,

vim para ser campeĂŁoâ€?, disse o novo comandante, que assinou contrato atĂŠ o fim do ano que vem. E, de tĂ­tulos, Autuori tem boas lembranças no Tricolor. Foi ele o comandante dos Ăşltimos grandes tĂ­tulos internacionais da equipe, a Taça Libertadores e a Copa do Mundo de Clubes da Fifa, ambos em 2005. “Situação diferente, em comum apenas a grandiosidade da instituição SĂŁo

Paulo Futebol Clube. Para qualquer profissional Ê uma honra�, disse o novo treinador que jå comandou o treinamento da tarde ontem e pediu a reintegração do volante Fabrício à equipe. O primeiro desafio de Autuori no retorno ao Tricolor serå no próximo domingo. O clube enfrenta o Vitória, em Salvador, tentando quebrar sequência de sete jogos sem vitórias. METRO

NOME

AU L

UTUOR

EL LO

IDADE

NOS

PRINCIPAIS TRABALHOS B tafogo (CAMPEĂƒO BRASILEIRO EM 1995) Cruzeiro (CAMPEĂƒO DA LIBERTADORES EM 1997)

Seleção do Peru Seleção do Qatar

PELO SĂƒO PAULO EM 2005 55 JOGOS

26 vitĂłrias

11 empates

105

GOLS

18 derrotas TĂ?TULOS

77

54%

GOLS

MARCADOS SOFRIDOS

DE APROVEITAMENTO

CampeĂŁo da Libertadores Mundial de Clubes

PolĂ­tica e salĂĄrio pesaram Otimismo

“Conquistando a Recopa, essa situação ruim serĂĄ amenizada. Com a chegada do novo treinador [Paulo Autuori], o SĂŁo Paulo tem tudo para retomar o caminho das vitĂłrias.â€? LUCAS, MEIA DO PARIS SAINT-GERMAIN E EX-ATLETA DO SĂƒO PAULO

Paulo Autuori e Muricy Ramalho foram os nomes cogitados pela diretoria sĂŁo-paulina para substituir Ney Franco no comando do time. A vontade dos torcedores, expressada nos gritos das arquibancadas do Morumbi nos Ăşltimos jogos, era por Muricy – tricampeĂŁo brasileiro pelo clube do Morumbi. Mas o presidente Juvenal JuvĂŞncio explicou ontem o porquĂŞ de Autuori ter sido escolhido: “Temos um grande respeito pela torcida, mas ela ĂŠ movida Ă  paixĂŁo. Administração ĂŠ razĂŁo. O SĂŁo Paulo tem um gestor. Claro que tem gente que gos-

ta e gente que nĂŁo gosta. mas o gestor disse que ĂŠ o Autuori. Eu perguntaria uma coisa a esses cidadĂŁos [torcedores]: ‘Por que nĂŁo o Autuori?â€?, disse o cartola. Nos bastidores, comenta-se que JuvĂŞncio nĂŁo quis bater de frente com o vice-presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tido como um dos responsĂĄveis pela saĂ­da de Muricy do Tricolor em 2008. Oficialmente, o discurso do presidente ĂŠ outro: “NĂŁo ĂŠ verdade! Ele nĂŁo tem poder de veto e nĂŁo falou nenhuma palavra sobre isso. NĂŁo vetou, nĂŁo.

E, se vetasse, não seria ouvido.� Outras questþes tambÊm pesaram: salårio mais baixo para Autuori – Muricy tinha no Santos, seu ex-clube, ganhos mensais especulados em torno de R$ 700 mil – alÊm de maior propensão do atual treinador a usar mais jogadores da categoria de base. METRO

Autuori chega com a missão de tirar o Tricolor da crise | LÉO PINHEIRO/FUTURA PRESS

FRASES “Sou contrĂĄrio ao que se fala, que nĂŁo tenho mais o que provar. Tenho muito a provar.â€?

“Ganso tem qualidade de sobra. O jogador tem de ser um competidor para render. Esse ĂŠ o desafio.â€?

“Tomei a decisĂŁo natural. É com muita satisfação que regresso a essa instituição grandiosa.â€?


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Após ‘grande partida’, Kleina repete a equipe

|15|◊◊

Time dos Sonhos

ODIR CUNHA ODIR.CUNHA@METROJORNAL.COM.BR

JÁ QUE É PARA REIVINDICAR... Série B. Palmeiras encara o ABC hoje, às 21h, com mesma equipe que goleou Oeste Em busca da sexta vitória na sua caminhada na Série B do Brasileirão, o técnico Gilson Kleina deve manter a mesma escalação que venceu o Oeste por 4 a 0 para o confronto com o ABC, hoje, às 21 horas, no Pacaembu. Assim, o meia paraguaio Mendieta, recém-contratado pelo clube, terá de esperar um pouco mais para ser testado ao lado de Valdivia no time titular. “A gente está respeitando uma programação. O Mendieta está demonstrando muita qualidade, mas ainda precisa de adaptação. Vamos repetir a equipe, porque teve grande desempenho no último jogo”, disse o comandante. Ainda assim, o para-

guaio será o único relacionado entre os reforços. O volante uruguaio Eguren ainda não está regularizado, enquanto o meia Felipe Menezes e o atacante Alan Kardec ainda aprimoram a parte física. Léo Gago e Rondinelly, lesionados, também não jogam. Já Vilson, recuperado, também fica como opção. “O Vilson sabe que goza da nossa confiança e do torcedor. Mas o grande mérito desse elenco é respeitar o próximo, o companheiro que está em uma fase boa”, declarou Kleina. Após sete rodadas, o Verdão ocupa o terceiro lugar na tabela, com 15 pontos, atrás apenas de Chapecoense (19 pontos) e Joinville (15 pontos). METRO

Gilson Kleina vai repetir time no duelo desta noite | VINICIUS PEREIRA/FOLHAPRESS

PALMEIRAS Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia; Leandro e Vinícius. Técnico: Gilson Kleina

ABC-RN Lopes; Renato, Flávio Boaventura, Lino e Guto; Bileu, Edson, Rodrigo Santos e Tony; Erick Flores e Pingo. Técnico: Waldemar Lemos

E ádi Pacaembu, às 21h Ta i ã Rádio Bandeirantes, Bradesco Esportes FM e BandNews FM

Já que as avenidas e estradas do Brasil servem de passarela para o povo fazer suas justas reivindicações, aproveito a onda libertária e também reivindico que: Os clubes de futebol abram as contas para seus torcedores, já que estes é que mantém os clubes vivos. Quanto recebem, quanto gastam, quanto pagam de salários, quanto ganham de verdade com as vendas de seus craques; Os clubes e as entidades do futebol sejam administrados por pessoas comprovadamente honestas, de ficha limpa, com a obrigação de divulgar a cada ano sua declaração de imposto de renda; Que as tevês, democráticas e éticas, transmitam sempre o jogo mais importante; Que os comentaristas e repórteres coloquem “s” nos plurais; não digam mais que um time está marcando “sob pressão”; não usem a expressão “por conta de” e nem mudem o nome da Conmebol para “Comembol”; Que os dirigentes do futebol do Santos não anunciem nenhuma contratação, mas façam todas que precisam ser feitas; Que as pessoas queiram sirvam ao Santos por amor e capacidade, não só por dinheiro; Que o Santos tenha um presidente humilde e capaz, que fique mais tempo na Vila Belmiro do que em viagens de férias. Odir Cunha é jornalista multimídia com 38 anos de experiência, dois prêmios Esso e três da APCA. Escritor com 21 livros publicados, 10 deles sobre o Santos, é editor da Editora Magma Cultural, editor de conteúdo do Museu Pelé e dono do blog http://blogdoodir.com.br/


|16|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Vôlei. Brasil encerra 1ª fase da Liga Mundial diante dos EUA, no Rio A Seleção Masculina de vôlei encerra neste fim de semana a primeira fase da Liga Mundial contra os Estados Unidos, no Rio de Janeiro. Sábado a partida acontece amanhã às 10h, e domingo, às 9h45. Ambos os duelos acontecem no Maracanãzinho e estão com os ingressos esgotados. O Brasil já está classificado para a fase final do torneio, que acontece em Mar del Plata, na Argentina, entre os dias 17 e 21 deste mês. Mas isso não será motivo para a equipe entrar em quadra mais relaxada. “Vamos encará-los querendo vencer, buscando

nossa evolução. Nessa reta final, mesmo já classificados, nós nos preocupamos em treinar bastante. Temos foco lá na frente, mas também queremos a vitória neste fim de semana”, afirmou o levantador Bruninho, capitão da equipe. Como o time já está garantido na fase final – em que se classificam seis países –, alguns atletas devem ser testados contra os americanos no Rio. “Não haverá uma mudança completa no time, mas certamente haverá testes. Claro que entraremos para ganhar”, declarou o técnico Bernardinho. METRO

F-Indy: emoção dupla em Toronto Helio Castroneves acelera no circuito de Pocono, nos Estados Unidos | JEFF ZELEVANSKY/GETTY IMAGES

No Canadá. Castroneves terá duas oportunidades de conquistar uma vitória inédita no circuito. Último brasileiro a triunfar foi Cristiano da Matta, em 2002 “Mesmo já classificados, nós nos preocupamos em treinar bastante. Temos foco lá na frente, mas também queremos a vitória neste fim de semana.” BRUNINHO, LEVANTADOR E CAPITÃO DA SELEÇÃO

Bruninho pede foco à equipe brasileira | ALEXANDRE ARRUDA/CBV

Líder da Fórmula Indy com 356 pontos, o brasileiro Helio Castroneves tenta manter o posto na etapa dupla de Toronto, no Canadá. As provas serão disputadas amanhã e domingo, com transmissão do canal Bandsports. A primeira bateria de treinos começa às 11h25. O classificatório para a prova de sábado terá início às 16h10. No sábado, os pilotos voltam à pista de manhã, às 11h50, para definir a largada de domingo. No mesmo dia, disputam a 1ª prova, às 16h40. No domingo, os pilotos fazem o aqueCiclismo

Animação pelos 50 anos A escuderia McLaren escolheu uma forma inusitada para celebrar seus 50 anos: um desenho animado chamado “Tooned”, que conta a história da equipe em 12 capítulos. Acima, aparecem alguns personagens da animação(da esquerda para a direita): Bruce McLaren (fundador do time), Sergio Perez, Emerson Fittipaldi, Ayrton Senna, Professor M (personagem fictício), Alan Prost, Mika Hakkinen, Jenson Button e James Hunt | DIVULGAÇÃO

Classificação

57s143

177,9 km

é o tempo da melhor volta cravada em Toronto, pelo brasileiro Gil de Ferran, no grid classificatório em 1999.

é o recorde de velocidade na pista, conquistado pelo brasileiro André Ribeiro, no grid classificatório em 1996.

cimento às 11h50, enquanto às 16h40 aceleram para valer pela segunda vez. Castroneves nunca venceu em Toronto, e sabe que terá a companhia de concorrentes experientes no circuito. Dario Franchitti é o piloto em atividade com maior número de vitórias no Canadá: três. Will Ginástica artística

Power tem duas, já Sebastien Bourdais, Justin Wilson e Ryan Hunter-Reay venceram uma vez cada. O último triunfo de um brasileiro foi em 2002, com Cristiano da Matta. Em 1987, Emerson Fittipaldi também se consagrou no circuito. METRO Tênis

1 2 3 4 5 6

Helio Castroneves - Team Penske - 356 pontos Ryan Hunter-Reay Andretti - 333 pontos Marco Andretti Andretti - 301 pontos Scott Dixon - Chip Ganassi - 291 pontos

James Hinchcliffe Andretti - 272 pontos Tony Kanaan - KV Racing - 271 pontos

Vôlei de praia

Kittel vence 12ª etapa da Volta da França

‘Fera russa’ assume a Seleção Brasileira

Bellucci fracassa na 2ª rodada no ATP de Stuttgart

Invictas, brasileiras Taiana e Talita avançam

A arrancada nos 50m finais da 12ª etapa da Volta da França garantiu ao alemão Marcel Kittel a terceira vitória na competição. Ele superou o britânico Mark Cavendish, e completou o circuito de 218 km em 04h49min. Líder do campeonato, o britânico Christopher Froome foi apenas o 14º. METRO

O russo Alexander Alexandroc é o novo treinador-chefe da Seleção Brasileira feminina de ginástica artística. Responsável por seis medalhas nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Alexandrov será apresentado hoje no Rio de Janeiro. Seu contrato é válido até os Jogos do Rio, em 2016. METRO

Thomaz Bellucci, número 56 do mundo, foi eliminado na 2ª fase do ATP 250 de Stuttgart, na Alemanha. Apático, o paulista foi dominado pelo romeno Victor Hanescu, número 51 do mundo, e caiu em dois sets com parciais de 6/1 e 6/4, em partida que durou 1h10. METRO

As atuais líderes do ranking mundial do vôlei de praia foram as únicas brasileiras a se garantirem nas oitavas de final do Grand Slam de Gstaad, na Suíça, etapa do Circuito Mundial 2013. A vaga veio ontem, após vitória sobre as alemãs Ludwig e Walkenhorst por 2 sets a 0, com parciais de 21/12 e 21/14. METRO


SANTOS - SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013



20130712_br_metro santos