Page 1

ENQUANTO ISSO, NO FUTEBOL... ...BRASIL E JAPÃO ABREM AMANHÃ, EM BRASÍLIA, A COPA DAS CONFEDERAÇÕES PÁGS. 18 E 19

CAMPINAS Sexta-feira, 14 de junho de 2013 Edição nº 770, ano 4 MÍN: 14°C MÁX: 27°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sunny www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Sistema Ponto a Ponto terá pórticos em zona urbana hazy

showers

Saída. Quem quiser se livrar do pagamento da tarifa não poderá aderir ao sistema que cobra por trecho percorrido e terá de pagar o valor cheio dos pedágios nas praças ao longo das rodovias. Mesmo com novos pórticos, praças de cobrança serão mantidas PÁG. 05

“É totalmente descabida qualquer declaração de que a PM tenha agido com o intuito de insuflar a violência.”

“A manifestação era pacífica até a Polícia Militar atirar a primeira bomba.”

NOTA OFICIAL DA POLÍCIA MILITAR

OLIVER MARTINS, ESTUDANTE

Torcida reprovou o nome | W. CORREIA NETO/FUTURA PRESS

Silas surpreende e desiste de comandar a Ponte

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

CHOQUE

Treinador, que já havia combinado com o clube, mudou de ideia e disse não. Carpegiani pode chegar PÁG. 04

Vigilância conjunta une 40 condomínios da Nova Campinas

> PM usa tolerância zero contra os manifestantes na capital > Confrontos deixam ao menos 55 feridos e 60 detidos

> Atos pelo passe livre se repetiram no Rio e em Porto Alegre Policiais usam bombas de gás lacrimogêneo contra manifestantes na esquina das ruas Consolação e Maria Antônia, na região central

| EDUARDO KNAPP/FOLHAPRESS

PÁGS. 06 E 08

Projeto que prevê a instalação de 18 câmeras e 3,5 km de rede de fibra ótica está com moradores PÁG. 04


CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{EDITORIA}

|02|◊◊


1 FOCO

Desistiu

Silas diz não à Ponte

Após ter conversado e aceitado a proposta da Ponte Preta para comandar o clube no Campeonato Brasileiro, o técnico Silas, que tinha sua apresentação agendada para hoje, resolveu desistir da promessa. Ele alegou insegurança, já que recebeu a reprovação de parte da torcida. Sem técnico, a Macaca corre atrás de um plano B. Paulo César Carpegiani é o favorito para a vaga. Geninho e PC Gusmão são outros nomes cotados.

Cotações Dólar - 0,97% (R$ 2,13) Bovespa + 2,50% (50.415 pts) Euro - 0,19% (R$ 2,85) Selic (8,00%)

Salário mínimo (R$ 678)

|04|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

40 condomínios se unem contra a violência Nova Campinas. Moradores negociam a compra de câmeras para instalar no bairro. O monitoramento será feito pela CIMCamp Os altos índices de criminalidade da cidade levaram 40 condomínios do Alto da Nova Campinas a estudar a possibilidade de bancar a instalação de câmeras de vigilância no bairro de classe alta da cidade. A proposta já foi materializada em um anteprojeto feito pela Prefeitura de Campinas. De acordo com a proposta, os moradores farão um investimento de R$ 700 mil para pagar 3,5 quilômetros de rede de fibra ótica para o sistema da CIMCamp (Central Integrada de Monitoramento) e instalar 18 novas câmeras, sendo 10 com capacidade da coleta de placas de veículos. Segundo o diretor da CIMCamp, Nelson Cayres, os moradores o procuraram

R$ 700

mil é o valor estimado para a instalação de 3, 5 km de fibras óticas e de 18 novas câmeras para o bairro Nova Campinas. para que a prefeitura instalasse as câmeras. “Expliquei que a prefeitura não teria condições financeiras para assumir o custo e sugeri que eles assumissem a despesa da compra dos equipamentos. Faremos a manutenção e as imagens serão controladas pelo nosso sistema.” Cayres disse que tem feito parcerias com a iniciativa privada, como o setor bancário. Os bancos já estão fornecendo as imagens para o

banco da CIMCamp. Segundo ele, a prefeitura pretende instalar 5 mil câmeras na cidade em quatro anos. O diretor disse ainda durante audiência da Comissão para Assuntos de Segurança Pública da Câmara de Vereadores que serão necessários R$ 18 milhões para modernizar o órgão com a compra de software e câmeras. Ele disse ainda que no início do ano havia 220 câmeras no sistema. Hoje já são 320. Em 2012, foram registrados 5.748 furtos até abril. No mesmo período deste ano foram 6.016. ROSE GUGLIELMINETTI METRO CAMPINAS

Cambuí. IPT Operação. Gaeco investiga falsificação de equipamentos fará análise técnica da Uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial cratera de Combate ao Crime Organizado) de Campinas e de Maringá (PR), com apoio das policias Civil e Militar, cumpriu sete mandados de busca e apreensão ontem em Nova Odessa e Campinas, após suspeita de fraude na fabricação de equipamentos de ginástica destinados a idosos. Outros três mandados também foram cumpridos em estabelecimentos comerciais de Maringá. A investigação teve início quando o empresário Paulo Ziober Júnior, proprietário da empresa Ziober, descobriu que um ex-funcionário abriu a Assix e estava falsificando seus equipamentos – colocando o mesmo selo de sua marca – em Nova Odessa. A Promotoria suspeita

Dono da empresa estima prejuízo de R$ 7 milhões | METRO

que a Assix disputava concorrências públicas, vendendo produtos falsificados para prefeituras de todo o país. A investigação corre em sigilo e pretende apurar ainda se houve prejuízo aos cofres públicos pela venda das réplicas falsificadas que tinham o preço da original, mas qualidade inferior. METRO CAMPINAS

A Prefeitura de Campinas contratou o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) para fazer as análises técnicas da cratera aberta na rua Gustavo Ambrust, assim como dos imóveis do entorno da área afetada. A rua foi engolida no dia 6, após a queda de um muro de contenção das obras da construtora GNO. Os custos serão pagos pela prefeitura e, após serem definidas as causas, serão cobrados dos responsáveis pelo dano. O valor ainda não foi estipulado. A decisão foi tomada ontem pelo Executivo, dirigentes da entidade e o Ministério Público do Trabalho. METRO CAMPINAS

Proposta é ter 5 mil câmeras na cidade em quatro anos

Promessa. DU fiscalizará templos de religião afro O DU (Departamento de Urbanismo) se reuniu com representantes das religiões de matriz africana, a exemplo do que foi feito com membros de igrejas católicas e evangélicas, para informar sobre a fiscalização que será feita nesses espaços para verificar os itens de segurança. No entanto, ainda não há uma data estipulada para o início das fiscalizações, tendo em vista que nem a visita aos templos católicos e evangélicos começou. Durante a reunião, o Executivo firmou dois compromissos com os participantes: fazer, primeiramente, uma fiscalização preventiva, focada principalmente nos aspectos de segurança para os frequentadores. Nessa fase, o principal do-

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor de Arte: Vitor Iwasso.

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

| METRO CAMPINAS

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231). e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini. Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves. ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

1,5

mil é o número de templos que existem na cidade, de acordo com a Prefeitura de Campinas. cumento a ser apresentado será o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, conhecido como AVCB. O segundo compromisso foi respeitar as especificidades dos “terreiros” e “roças” – locais de culto das religiões de matriz africana. De acordo com o Executivo, comissão irá estudar a relação de documentos que a legislação exige e ajudar os responsáveis pelos terreiros a obter os alvarás e certificados. METRO CAMPINAS

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, CEP 13045-541, Jardim São Gabriel. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição de 30.000 exemplares são auditadas pela BDO.


CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

Ponto a Ponto trará pedágios urbanos Definição. Pórticos serão instalados em trechos das estradas que cortam cidades e só não pagará quem não aderir ao sistema O coordenador do Sistema Ponto a Ponto da Artesp – agência reguladora das concessões das estradas estaduais – Giovanni Pengue Filho disse ontem em entrevista ao Jornal Gente da Rádio Bandeirantes (AM 1.170) que trechos de rodovias concessionadas que cortam o perímetro urbano de municípios do Estado de São Paulo terão pórticos de cobrança de tarifa do sistema que vem sendo implantado no território paulista desde o ano passado e que, em julho, chega à rodovia Campinas-Mogi Guaçu. No entanto, para garantir que os usuários das rodovias com o Ponto a Ponto não sejam obrigados a pagar pedágios urbanos,

R$ 9,50

é o valor do pedágio cobrado na praça de Jaguariúna. Aqueles que aderirem ao Ponto a Ponto pagarão R$ 4,75. as praças de pedágio serão mantidas. Dessa forma, apenas os que aderirem ao Ponto a Ponto pagarão tarifas quando passarem pelos pórticos. Quem não aderir, continuará pagando tarifa integral nas praças de pedágio e não se beneficiará da cobrança por trecho. “A pessoa terá de fazer as contas e ver o que é mais vantajoso para ela”, disse Pengue. Ainda de acordo com ele,

o Ponto a Ponto, que já está na rodovia Campinas-Indaiatuba (SP-075) e chega em julho à SP-340 com a inauguração de um pórtico na altura de Santo Antônio de Posse, se prepara para agregar os seus serviços aos dispositivos das três empresas habilitadas pela Artesp para fazer a cobrança eletrônica. Quando o Ponto a Ponto estiver agregado ao Sem Parar, ao ConectCar e ao DBTrans o usuário da cobrança eletrônica terá de fazer a opção pela forma de pagamento de pedágio: se nas praças ou nos pórticos. ZEZÉ DE LIMA

METRO CAMPINAS

FOCO

|05|◊◊

Devoção. Santo Antônio atrai milhares Milhares de devotos passaram ontem pela igreja de Santo Antônio, na Ponte Preta, para levar pão bento para casa ou comprar um pedaço do bolo de 150 metros, confeccionado por paroquianos por três dias. A distribuição do pão teve início às 6h40, junto com a venda do bolo que acabou apenas da última missa, por volta das 17h não havia mais nada. Ao longo do dia foram rezadas sete missas, com a igreja lotada na maior parte delas. METRO CAMPINAS

Fila de fiéis de Santo Antônio Pórtico do Ponto a Ponto na SP-075 | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

| THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS


|06|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL} FÁBIO BRAGA/FOLHAPRESS

FÁBIO BRAGA/FOLHAPRESS

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO@METROJORNAL.COM.BR

CÉSAR BORGES PEDE A DILMA PODER PARA DEMITIR. O mi-

Barricadas montadas para impedir o avanço da PM de recortes

Policiais e manifestantes na rua Maria Antônia

PM usa tolerância zero contra manifestantes Choque. Ato por passe livre se transforma em batalha nas ruas. Saldo é de ao menos 55 feridos e 149 presos. Movimento promete novo protesto na segunda Eram 17h11 quando eclodiu nas proximidades do Theatro Municipal, no centro da capital, o primeiro de uma série de violentos confrontos entre policiais militares e manifestantes contrários ao reajuste na tarifa dos transportes. Os choques se estenderiam até as 23h, deixando um saldo de ao menos 149 detidos e 55 feridos, além de muita confusão no trânsito. O quarto e maior protesto organizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) levou 6 mil manifestantes às ruas, segundo a PM (20 mil de acordo com os organizadores). Com o efetivo reforçado, a PM (Polícia Militar) havia entrado em acordo com representantes dos manifestantes a respeito do trajeto que seria feito durante o ato. O plano era que o grupo seguisse em direção à avenida Ipiranga e daí até a praça Roosevelt, mas, quando a multidão alcançou a rua da Consolação

20 mil

é o número de pessoas que participaram do protesto de ontem, segundo os manifestantes. e tentava se dirigir à avenida Paulista, foi bloqueda pela polícia. Exaltados, os manifestantes insistiam em manter a rota. Para eles, chegar até avenida Paulista tinha virado uma “questão de honra”. Na esquina com a rua Maria Antônia, o Batalhão de Choque entrou em ação usando de bombas de efeito moral, gás lacrimogênio e balas de borracha. Os manifestantes revidaram com pedras e rojões. Jornalistas, cinegrafistas e fotógrafos também foram atingidos (leia ao lado). Para driblar a PM, os manifestantes se dividiram em três grupos e seguiram pelas

ruas Augusta, Consolação, Bela Cintra e avenida Angélica. A todo momento, eram feitas revistas em busca de qualquer objeto considerado perigoso pela polícia. O clima era de muita tensão. Enquanto os grupos se movimentavam pelas rotas alternativas, o Choque se encarregava de fechar os acessos a avenida Paulista. Novos confrontos voltaram a ocorrer nas vias transversais. Apesar dos bloqueios, um grupo de ao menos 500 pessoas conseguiu alcançar a Paulista por volta das 21h pela Bela Cintra, Consolação e Angélica. Ali, foram incendiadas barricadas de lixo, novas pichações foram feitas e uma agência do banco Bradesco foi depredada. O grupo que alcançou a Paulista foi dispersado por um cordão de isolamento feito pela tropa de choque, composto por pelo menos 60 policiais. Caminhões da PM e integrantes da cavalariam davam apoio empurrando os manifestantes em direção à avenida Brigadeiro Luís Antônio. Ali, os manifestantes mais uma vez se dividiram em pequenos grupos e se espalharam pelas ruas próximas ao shopping Paulista. Um integrante do MPL (Movimento Passe Livre), que se identificou apenas com o Oliver, disse que as ações vio-

lentas da noite partiram da PM. “Não nos deixaram chegar à Paulista. Depois que a polícia começou a jogar bombas, o grupo se dividiu e, mais uma vez, a manifestação perdeu o controle”, afirmou. Durante a noite, era possível observar o rastro de sujeira e destruição deixado pela manifestação. Muitos comerciantes fecharam as portas e foi possível ver muitas pessoas assustadas com a violência dos confrontos. Até o final da noite, não havia registro oficial do número de ônibus depredados. METRO Medo

Lojas foram fechadas no centro Com medo dos confrontos entre policiais e manifestantes, comerciantes do entorno do Theatro Municipal fecharam as portas antes das 17h. Funcionários foram dispensados mais cedo para conseguir chegar às estações do metrô e ao terminal Bandeira antes dos bloqueios previstos pela polícia. METRO

“NÃO FAZ MUITO TEMPO, [HAVIA] INFLAÇÃO EM 80% AO MÊS.”

nistro César Borges (Transportes) pediu à presidenta Dilma que lhe confira o poder de exonerar subordinados, aceitando inclusive que o Planalto escolha os novos ocupantes dos cargos. O ministro alegou que, sem essa prerrogativa, perde o respeito de subordinados. Como o general Jorge Fraxe, diretor-geral do DNIT, que se acha protegido de Dilma e o desrespeita, faltando a reuniões sem dar qualquer satisfação.

EX-PRESIDENTE LULA, IRONIZANDO A PREOCUPAÇÃO DE OPOSITORES COM A ALTA DE PREÇOS

AGORA VAI. Segundo cor-

religionários de César Borges no PR, Dilma deve acatar o pedido, o que já surte efeito na produtividade do ministério.

BATEU CONTINÊNCIA. O general Jorge Fraxe participou, junto com César Borges, de jantar com parlamentares, terça, na residência de Fábio Ramalho (PV-MG). DF: DILMA CAI. Pesquisa do

instituto O&P Brasil revela que a aprovação do governo Dilma, entre os moradores do DF, despencou 9,7 pontos percentuais, caindo de 53,3% para 43,6%, e a desaprovação subiu 13,3 pontos.

DESCE DO SALTO. Até o PC-

doB aprecia a queda de Dilma nas pesquisas. Espera que madame troque os saltos altíssimos pelas sandálias da humildade.

to o pau comia em São Paulo, Geraldo Alckmin e Fernando Haddad cantavam no palco com Daniela Mercury, após saborear foie gras, com as mulheres, em regabofe na embaixada do Brasil em Paris. PENSANDO BEM... ... depois da Rose desaparecida, surge mais uma lenda brasileira: o autor do boato do Bolsa Família. CONCHAVO. O ex-prefeito paulistano Gilberto Kassab (PSD) conversou por duas horas, em Brasília, com o ex-governador Joaquim Roriz. Certamente não conversaram sobre planos para poupar o bolso do contribuinte.

DIGITAIS. Dos

três mais agressivos membros da gurizada baderneira de São Paulo, detidos quarta-feira, dois são militantes do PSTU e um do PT.

Gilberto Kassab | LÚCIO TÁVORA/AG. A

NOBLESSE OBLIGE. Enquan-

TARDE/FOLHAPRESS

PODER SEM PUDOR

Coerência oblíqua Homem culto e orador brilhante, o general e deputado gaúcho Flores da Cunha discursava da tribuna da Câmara quando um deputado, Teixeira Coelho, resolveu corrigir-lhe uma frase iniciada com pronome oblíquo. A resposta de Flores da

Cunha entrou para a História das melhores reações de improviso de que se tem notícia: - O senhor não tem muita autoridade para me corrigir, pois, para ser coerente, o seu próprio nome deveria ser Cheira-te Coelho!

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|08|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Reivindicação. No Rio, protesto atrai 3 mil pessoas

Haddad diz que tarifa fica em R$ 3,20 Sem mudança. Mesmo com o cenário de confronto na capital, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), se mantém resistente quanto ao preço da tarifa de ônibus FÁBIO BRAGA/FOLHAPRESS

Caminhada durou mais de quatro horas | CELSO PUPO / FOTOARENA

O terceiro protesto contra o aumento da passagem de ônibus no Rio de Janeiro reuniu mais de 3 mil pessoas, segundo a PM (Polícia Militar), e foi bem mais pacífico que o de segunda-feira. No entanto, três horas depois do início da manifestação, no Centro, alguns atos de vandalismo marcaram a mobilização. Até às 22h, duas pessoas haviam sido detidas. Uma delas foi presa após atirar pedras quando a manifestação

passava em frente ao TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). Um homem levou uma pedrada e ficou ferido no rosto. Um outro manifestante e um PM também se feriram. Porto Alegre Em Porto Alegre, o Tribunal de Contas emitiu ontem medida cautelar mantendo a tarifa em R$ 2,85. Mais de mil pessoas foram às ruas contra o valor. METRO RIO

Apesar dos confrontos entre os manifestantes do MPL e a PM, o prefeito Fernando Haddad (PT) disse, na tarde de ontem, que não irá rever o valor da passagem de ônibus. Haddad afirmou que o reajuste de R$ 3,20 já ficou abaixo da inflação acumulada nos dois últimos anos. Haddad não deixou seu gabinete, localizado no viaduto do Chá, para acompanhar o andamento da manifestação de ontem. O prefeito declarou que aguardaria, em sua sala, um balanço dos confrontos de ontem para decidir quais medidas serão tomadas. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que a onda de protestos na capital é um ato político e que não irá rever o reajuste da passagem do metrô. METRO

Polícia se preparou para a ação Após três confrontos com o MPL, a PM (Polícia Militar) se preparou para a ação de ontem. Pelo menos 700 policiais, entre homens da Força Tática, do Batalhão de Choque e da Cavalaria, participaram da ação desde o início da concentração dos manifestantes em frente ao Theatro Municipal. Foram utilizados quatro veículos do

Choque, cada um com pelo menos seis policiais. A PM abordou quem se aproximava da manifestação. Em pouco mais de 40 minutos, cerca de 30 pessoas já haviam sido detidas e colocadas em um ônibus parado no entorno do Theatro, a maioria foi liberada logo após uma verificação por parte dos policiais.

Em relação à denúncia de violência excessiva, o comando da PM, em nota, afirmou que agiu dentro dos preceitos constitucionais para garantir o direito de livre manifestação e de assegurar os direitos de ir e vir da população. “É descabida a alegação de que a PM agido com intuito de insuflar a violência.” METRO


|10|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

ECONOMIA

Caixa pretende vender R$ 400 mi em imóveis

Feirão. Negociações começam hoje e seguem até domingo em Campinas. São esperados 25 mil visitantes durante os três dias de evento O 9º Feirão Caixa da Casa Própria tem início hoje em Campinas e pretende fechar R$ 400 milhões em negócios na cidade. Durante os três dias de evento, que será realizado no Parque Dom Pedro Shopping, serão oferecidos mais de 20 mil imóveis. No local estarão reunidos 82 parceiros do segmento da habitação, sendo 30 construtoras, 20 imobiliárias, lojistas do setor, entre outros. “Os feirões realizados este ano já demonstram o sucesso desta edição e sua referência em efetividade de negócios. Pretendemos superar os resultados, tanto em contratação quanto no número de visitantes”, afirma o superintende regional

Serviço 9º Feirão Caixa da Casa Própria – Campinas • Data: De hoje até domingo • Horário: Sexta e sábado, das 10h às 21h; domingo, das 10h às 18h • Local: Parque Dom Pedro Shopping, que fica localizado na avenida Guilherme Campos, 500, Jardim Santa Genebra

da Caixa, Glauber Marques Correa. Para solicitar o crédito

para casa própria no Feirão da Caixa, o interessado deve levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Segundo a Caixa Econômica, quem contratar o financiamento no período do Feirão vai pagar a primeira prestação apenas em janeiro de 2014. A condição vale para financiamentos feitos com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo). As linhas de financiamento para a casa própria atendem todas as faixas de renda familiar, com prazo de pagamento de até 35 anos. As taxas de juros são a partir de 4,5% ao ano. METRO CAMPINAS

2.553 negócios fechados no ano passado somaram R$ 330 milhões | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

MUNDO

Iranianos vão às urnas Eleições. Ausência de candidatos com orientações diferentes afasta os eleitores. Decisão deve ficar para o segundo turno, em 21 de junho Os iranianos elegem hoje o novo presidente do país, em uma consulta que está longe de empolgar a população. Embora seja impossível prever o resultado, bem como a reação dos eleitores, há uma certa apatia, provocada pela falta de candidatos de diferentes orientações políticas. “Alguns estão apoiando ativamente seus candidatos, mas muitos estão desconfiados”, diz Farideh Farhi, especialista em política iraniana. “Por isso, acredito que o comparecimento às urnas será significativamente menor do que em 2009.” Naquele ano, as autoridades repreenderam violentamente protestos contra a reeleição do atual presidente, Mahmoud Ahmadinejad. Havia indícios de fraude no processo. Desta vez, o líder supre-

“Muitos deixarão de votar porque não acham que há candidatos com visões suficientemente diferentes.” FARIDEH FARHI, CIENTISTA POLÍTICA

mo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei (que detém o poder de fato no país), parece estar disposto a evitar ao máximo a chance de novas revoltas. O controle começou com a eliminação, pelo Conselho de Guardiães da Revolução, de candidatos reformistas. O único que havia resistido, Mohammad Reza Aref, retirou sua candidatura na terça-feira. Sem favoritos As pesquisas eleitorais indicam que nenhum dos candi-

datos têm a maioria necessária para vencer. O que mais se aproxima da vitória é o prefeito de Teerã, Mohammad Qalibaf, que teria cerca de 30% das intenções de voto. O vencedor terá de lidar com uma série de problemas domésticos, boa parte provocada pelas sanções internacionais às quais o Irã é submetido. A economia do país está sendo duramente afetada, com desvalorização da moeda e inflação em alta. Para o Ocidente, é possível que haja uma mudança de tática quanto à negociação do programa nuclear iraniano, dependendo de quem sair vitorioso. “Ninguém está disposto a abandonar o programa, mas alguns criticam a atual política externa bombástica e linha-dura”, comenta Farideh. METRO


2 CULTURA

Vencedores

Prêmio da Música Brasileira

Entregue na última quartafeira, deu troféus a Zélia Duncan (foto), João Bosco, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Moraes Moreira, Cauby Peixoto e Mario Adnet, entre outros.

|12|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

Celine e Jesse para sempre? Estreia. ‘Antes da Meia-Noite’ flagra personagens em momento crítico da vida a dois. Filme entra em cartaz hoje no Galleria Shopping Julie Delpy tem uma relação profissional e tanto com o ator Ethan Hawke e o diretor Richard Linklater, iniciada há 18 anos em “Antes do Amanhecer” e retomado em 2004 em “Antes do Pôr do Sol”. Em “Antes da MeiaNoite”, os dois estão na Grécia, casados, com duas filhas gêmeas, debatendo os rumos da relação. Delpy nos contou como foi viver um novo capítulo. Tudo é uma questão de escolha: “A relação deles começou com uma escolha de Jesse, de seguir o coração dele, mas isso traz consequências – e o filme começa com a consequência dessa escolha. Agora eles precisam tomar uma nova decisão, e

isso pode arruinar a vida deles por completo. Assim é a vida a dois.” Não é filme de mocinha: “É muito importante que o filme consiga balancear homem e mulher, que não seja machista nem feminista. Nesse sentido, tudo é muito, muito balanceado”, explica a atriz.

intervalo entre os filmes: “Precisamos imaginar uma história de fundo para eles toda vez que começamos a escrever o roteiro. Não dá para começar sem saber o que aconteceu no meio. Não digo que Celine vive 24 horas por dia dentro de mim, ou eu estaria maluca. (risos).

As cenas emotivas são as mais divertidas: “Acredite ou não, é prazeroso para um ator chorar”, admite ela. “É para isso que treinamos. Quando você vê alguém chorando ou se machucando em cena, saiba que ele está gostando. (risos).” Ela sabe tudo o que os personagens fizeram no

Haverá mais um filme? “Na verdade, não pensamos no futuro. É assim que funcionamos com esses filmes. Não queremos pensar sobre um quarto – talvez nem façamos um quarto! Três já é um bocado.” NED EHRBAR METRO INTERNACIONAL

Agora na Grécia, Celine (Julie Delpy) e Jesse (Ethan Hawke) discutem a relação


|14|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

Música e superação na Concha Acústica Erudito. Maestro João Carlos Martins traz a Campinas suas obras e sua história de luta Exemplo raro de superação, o maestro João Carlos Martins fará apresentação gratuita no domingo, às 16h, na Concha Acústica. Os transtornos causados pelas 19 cirurgias para recuperar os movimentos na mão direita não afastaram o artista da música. Acompanhado de outros músicos, ele interpreta algumas músicas no piano. O encontro, entretanto, não se limita ao show, já que está previsto ainda um bate-papo com o público. Disponível para 2.500 pessoas, o evento foi batizado pela organização como “Na Roda com o Maestro”. Sua ligação com a música foi iniciada ainda na infância. Aos 13 anos, ele já fazia apresentações no Brasil e, cinco temporadas de-

72

anos tem o maestro.

Maestro passou por 19 cirurgias na mão direita | DIVULGAÇÃO

pois, lançou suas obras internacionalmente. Na década de 1960, um episódio quase abreviou sua trajetória musical: uma le-

são em um jogo de futebol disputado em Nova York gerou o rompimento de um dos nervos de sua mão direita. Após um afastamen-

to de sete anos dos palcos, o maestro gravou a obra completa de Bach. O desenvolvimento de uma doença chamada contratura de Dupuytren – que interferia em sua coordenação motora – fez com que João Carlos Martins migrasse para o boxe por um curto período. A paixão pelas orquestras o conduziu de volta à música. Criando um estilo peculiar de tocar, utilizou a mão esquerda para interpretar suas peças – e obteve êxito com a atitude. METRO CAMPINAS

O Metro indica

Show

Sandy em Paulínia. “Sim” é a palavra da vez para a cantora Sandy. Com a objetividade – mas, ao mesmo tempo, força e convicção – deste advérbio de afirmação e, agora, título da nova turnê e segundo álbum solo, Sandy reafirma sua fase positiva, otimista e segura já apresentada no final do ano passado com o lançamento digital do EP ‘Princípios, Meios e Fins’. Theatro Municipal de Paulínia. Sábado, a partir das 21h. Os preços vão de R$ 90 a R$ 140 (há a opção da meia entrada para estudantes).

Teatro

Stand-up de Marco Luque no Castro Mendes. Histórias pessoais e uma coleção de piadas sobre assuntos cotidianos. Este é o roteiro do stand up “Tamo Junto!”, que Marco Luque traz a Campinas neste domingo. Com larga experiência nos palcos, o comediante conta suas histórias de forma inusitada e relata assuntos do dia a dia com o público. Teatro Municipal Castro Mendes. Domingo, às 19h. Os ingressos são vendidos a R$ 70 (R$ 35 para estudantes e aposentados).

Peça

“Finalmente Juntos”. Foram meses de treinamento e pesquisa de linguagens de comédia para levar ao espectador, a cada semana, um espetáculo diferente com qualidade de improviso, domínio da plateia e timing cômico. Durante a apresentação, o elenco aceita sugestões do público, mostra algumas das melhores cenas de comédia e convida a plateia a participar da criação. Capitaneado por Bruno Motta, o elenco traz nomes de destaque da nova geração de humor, como Murilo Couto, Marco Gonçalves e Renata Gaspar, Edu Nunes, Bella Marcatti e Gustavo Miranda. Teatro Amil. Hoje (de sexta para sábado), 0h. Os preços variam de R$ 30 a R$ 40.


|16|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Receita Minuto

Leitor fala

Para evitar o desperdício Uma escola em Santos implantou um sistema tecnológico. A chamada é feita pelas digitais dos alunos. A cozinheira consegue ver pelo sistema quantos alunos estão na escola naquele dia e, assim, consegue calcular a quantidade dos alimentos consumidos. Dessa forma, não há mais desperdício. A ideia é muito interessante.

DANIEL BORK BORK@METROJORNAL.COM.BR

PAMONHA DOCE DE PANELA Em clima de festa junina, aprenda a fazer uma saborosa pamonha de milho verde. Diferentemente das tradicionais, esta não tem a necessidade de ser embrulhada com a palha do milho. Para dar um gostinho ainda mais especial, sirva o quitute com canela em pó. Confira!

Cruzadas

CIDINHA RABELO - CAMPINAS, SP

Preços na rodoviária Uma rodoviária como a de Campinas deveria oferecer serviços de qualidade na alimentação. R$ 10 para comer pão de queijo e tomar um refrigerante é um absurdo. MARCELO SCHULTZ - CAMPINAS, SP

Protestos em São Paulo A mesma disposição dos protestos pela diminuição das tarifas de transporte público em São Paulo devia ser notada nas manifestações para tirar alguns políticos do governo. A educação, a segurança e a saúde também merecem nossa luta. MIRIAM BECKER - CAMPINAS, SP

Metro pergunta

A tragédia em Santa o Metro Maria gerou atenção Siga no Twitter: maior às vistorias? @Jornal_MetroCPS

Sudoku

@WTarcisio

Vejo um cuidado maior não só em Campinas, mas em todo o Brasil. Até mesmo os cinemas têm aviso de lotação. @maranhaoantonio

INGREDIENTES 4 xícaras (chá) de grãos de milho verde e fresco 3 xícaras (chá) de leite 1½ xícara (chá) de açúcar

A segurança passou a ser priorizada pelos donos das boates. Acho que aprenderam a lição.

1 pitada de sal Canela em pó a gosto para polvilhar 1 colher (sobremesa) de margarina

@ma_libu

Vejo uma mudança muito clara em algumas casas noturnas. As saídas agora estão bem sinalizadas.

Modo de Preparo: Bata no liquidificador todos os ingredientes. Em seguida, coloque o creme obtido em uma panela e leve ao fogo médio para cozinhar, mexendo sempre para não pegar no fundo da panela. Deixe engrossar e coloque em tacinhas ou copinhos. Polvilhe canela em pó e sirva quente ou frio.

Horóscopo

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

O envolvimento com assuntos familiares tende a ser mais intenso especialmente para esclarecer antigos problemas. Propensões para retomar contatos com pessoas distantes .

A Lua continua em seu signo durante a manhã. Intensidade na maneira de expor os sentimentos. Propensões para lidar com revelações diante dos relacionamentos.

Tendência para se envolver de maneira mais intensa com assuntos de familiares e retomar conversas pendentes. Propensões para organizar suas despesas domésticas.

Tendências para conviver com novos grupos e retomar contatos com amigos. Novas referências e inspirações para mudanças contribuirão para decisões importantes.

Com o ingresso da Lua em seu signo durante a tarde, seu senso de observação estará mais intenso que o habitual, o que favorece decisões no trabalho.

O momento é de atenção com informações que não sejam exatas para evitar conclusões precipitadas de assuntos e mesmo de pessoas. Valorize a comunicação.

Tenha mais cuidado com falsas impressões ou expectativas ligadas ao trabalho. Momento para se certificar de informações e perceber a realidade de projetos.

Momento especial para cuidados com a saúde. Atividades para o corpo e a mente serão bem vindas para amenizar desgastes . Valorize momentos de simplicidade.

Assuntos materiais tomarão sua dedicação para definir prioridades. Período especial para analisar algumas diferenças de valores e ambições com as pessoas de maior vínculo.

Está mais propenso a lidar com temas que envolvam sua fé e a espiritualidade. Procure exercitar seu otimismo e perceberá que suas emoções ajudarão a superar problemas.

Cuide para não se exceder em despesas com coisas supérfluas. Os assuntos do trabalho trarão tendências a novos contatos e parcerias propícias para auxiliar suas metas.

A Lua faz oposição com Netuno, o que servirá de teste para lidar com as diferenças diante das relações junto a outras pessoas. Momento para mais atenção com falsos boatos.


3 ESPORTE

|18|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

PROVA DE FOGO PARA O MUNDIAL O grande teste. Sob desconfiança da sua torcida, Brasil vai a campo com a missão de defender o título da Copa das Confederações

O ensaio geral para a Copa do Mundo de 2014 começa amanhã. A Seleção Brasileira enfrenta o Japão em Brasília na partida de abertura da Copa das Confederações, torneio que funcionará como teste para o Mundial do ano seguinte. Em 15 dias, o Brasil e mais sete equipes vão se enfrentar em outras cinco cidades além da capital federal: Fortaleza, Salvador, Recife, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, palco da decisão, no dia 30 deste mês. Cabeça de chave do grupo considerado mais difícil do torneio, ao lado de ita-

BRASIL

País-sede da Copa do Mundo, fará sua 7ª participação

JAPÃO

FASE DE GRUPOS

MÉXICO

ITÁLIA

Vice-campeã da Eurocopa 2012, fará sua 2ª participação

URUGUAI

MÉXICO

ITÁLIA

NIGÉRIA

ESPANHA

Campeã da Copa do Mundo 2010 e Eurocopa 2012. 2ª participação

TAITI

20/6 (Maracanã - RJ) - 16h

JAPÃO

22/6 (Fonte Nova - BA) - 16h

Campeã da Copa das Nações Africanas 2013, fará sua 2ª participação

17/6 (Mineirão - MG) - 16h

NIGÉRIA

19/6 (Arena Pernambuco - PE) - 19h

BRASIL

ESPANHA

TAITI

19/6 (Castelão - CE) - 16h

ITÁLIA

GRUPO B

16/6 (Arena Pernambuco - PE) - 19h

16/6 (Maracanã - RJ) - 16h

BRASIL

METRO SÃO PAULO

COPA CONF. 15/6 (Mané Garrincha - DF) - 16h

Campeão da Copa Ouro da CONCACAF de 2011, fará sua 6ª participação

WILSON DELL’ISOLA MATHEUS ADAMI

Campeão da Copa América 2011, fará sua 2ª participação

COPA DAS CONFEDERAÇÕES GRUPO A

ções, transporte, segurança, ingressos, entre outros fatores extracampo, vão funcionar. Os seis estádios do torneio também passarão pela prova de fogo. Todos estão confirmados entre os 12 da Copa do Mundo. Quatro passaram por reformas – casos de Maracanã, Castelão, Mineirão e Mané Garrincha. Já a Fonte Nova, em Salvador, e a Arena Pernambuco são inteiramente novas.

lianos, mexicanos e japoneses, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari terá enfim uma chance real de conquistar a confiança do torcedor. “Será um passo grande na imposição de um estilo para que o torcedor tenha confiança em um bom papel na Copa. E nós também pensamos assim”, avaliou Carlos Alberto Parreira, atual coordenador técnico do Brasil e treinador da campanha vitoriosa no Mundial de 1994, nos EUA. Além disso, é a oportunidade para a Fifa e o COL (Comitê Organizador Local da Copa do Mundo) testarem se infraestrutura, acomoda-

URUGUAI

20/6 (Fonte Nova - BA) - 19h

FINAL

30/6 (Maracanã - RJ) - 19h

NIGÉRIA

ESPANHA

23/6 (Castelão - CE) - 16h

3º lugar

JAPÃO

MÉXICO

22/6 (Mineirão - MG) - 16h

30/6 (Fonte Nova - BA) - 13h

1º A x 2º B

Campeão da Copa da Ásia 2011, fará sua 5ª participação

Futebol sem dúvidas Pela primeira vez um torneio com seleções terá o apoio da tecnologia que identifica se a bola entrou ou não no gol. O sistema foi testado na Copa do Mundo de Clubes da Fifa, em dezembro de 2012

URUGUAI

TAITI

23/6 (Arena Pernambuco - PE) - 16h

1º B x 2º A

26/6 (Mineirão - MG) - 16h

27/6 (Castelão - CE) - 16h

Campeão da Copa da Oceania 2012, fará sua estreia no torneio

SEMIFINAL

O sistema possui 14 câmeras de alta velocidade espalhadas pelo estádio que captam a trajetória da bola

A bola, assim como as traves, é equipada com um sensor, e caso ela ultrapasse completamente a linha do gol, um aviso é enviado para um dispositivo semelhante à um relógio que fica no pulso do árbitro


CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

GRUPO A David Luiz

Thiago Silva Daniel Alves

Marcelo

Luiz Gustavo

Paulinho

Oscar Neymar

Hulk

GRUPO B

BRASIL

Julio Cesar

Fred

ESPANHA

Embora não esteja empolgando o torcedor - apesar da vitória contra a França -, a Seleção tem camisa. Além disso, joga em casa. Por esses motivos, pode ser considerada uma das favoritas na competição. Em campo, aposta no talento de Neymar, no faro de gol de Fred e na consistência do experiente sistema defensivo.

Casillas Piqué

Ao lado do Brasil, os espanhóis são os grandes favoritos na Copa das Confederações. Forte, o time conta com a experiência de atletas como os meias Xavi e Iniesta e o goleiro Casillas. A base e o estilo de jogo são os mesmos que dominam a Europa desde 2008 e que conquistaram a Copa do Mundo em 2010.

ITÁLIA

Buffon

Bonucci Pirlo

De Rossi

Marchisio

Montolivo

El Shaarawy Balotelli Técnico: Cesare Prandelli

Diferentemente da tradição, a força da Itália de Cesare Prandelli está do meio para a frente, e não na defesa. Comandado pelo veterano Pirlo, o trio de volantes sabe tocar a bola com habilidade. Na frente, El Sharaawy e, sobretudo, Balotelli, devem levar perigo aos rivais. Brigará pela ponta do grupo.

Endo

Hasebe

Nakamura

Honda

Kagawa

Barrera

Lugano

Maxi Pereira

Caceres Diego Pérez

González

Cristian Rodríguez

Lodeiro Cavani

Suárez

Enyeama

Os Águias vêm empolgados pela conquista da Copa das Nações Africanas em cima de Burkina Fasso. Liderado pelo volante Mikel, do Chelsea, o time busca o ataque com Musa, Akpala e Brown Ideye no setor. Apesar disso, a defesa não é das melhores e pode complicar o time nigeriano. Brigará com o Uruguai pelo segundo lugar na chave.

MÉXICO

Guardado Giovani Chicharito Hernández

Técnico: José Manuel de la

Ambrose

Echiéjilé

Mikel

Mba

Onazi Akpala

Musa

Brown Ideye

TAITI

Samin Vallar

Salcido

Omeruo

Técnico: Stephen Keshi

Moreno Torres

Zavala

Fernando Torres

NIGÉRIA

A Seleção Japonesa chega para a Copa das Confederações com um status que poucos países têm até o momento: já está classificada para a Copa do Mundo de 2014. Os asiáticos são, além do Brasil, país-sede do Mundial, a ter essa distinção. Para o evento-teste, a esperança do time está nos pés do meia-atacante Kagawa.

Corona

Meza

Juan Mata

Xavi

Godín

Técnico: Alberto Zaccheroni

Rodríguez

Iniesta

Oboabona

Nagatomo

Uchida

Jordi Alba Javi Martínez

Busquets

Muslera

A evolução no futebol uruguaio passa pelo comando de Oscar Tabárez, que reassumiu a equipe em 2006 e conduziu o país ao 4º lugar da Copa do Mundo em 2010 e ao título da Copa América no ano seguinte. O time do atacante Suárez é perigoso e a defesa mantém a principal característica: a forte marcação.

JAPÃO

Yoshida

Konno

Azpilicueta

Técnico: Oscar Tabárez

Kawashima

Kiyotake

URUGUAI

Chiellini

Abate

Sergio Ramos

Técnico: Vicente del Bosque

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Barzagli

|18|◊◊ |19|◊◊

No último duelo entre mexicanos e brasileiros, a equipe da América do Norte levou a melhor: venceu o Brasil na final dos Jogos Olímpicos de Londres. Na Copa das Confederações, a equipe vem reforçada por Chicharito Hernández, o habilidoso centroavante do Manchester United que sabe fazer gols.

Vir ao Brasil e disputar o torneio já pode ser considerado uma vitória para o Taiti. A Seleção do lateral Simon é praticamente amadora e, por isso, tem pouca bagagem internacional. Disputará o torneio para adquirir experiência e não deve almejar muito mais do que a última posição no grupo. Com sorte, não será goleado.

Torre

Ludivon

Simon Caroine J. Tehau Vahirua

Lemaire Bourebare A. Tehau Chong Hue

Técnico: Eddy Etaeta

Campeão: Dinamarca

Sede: Coreia do Sul e Japão Participantes: Austrália, Brasil, Camarões, Canadá, França, Japão, México e Coreia do Sul

Sede: França Participantes: Brasil, Camarões, Colômbia, Estados Unidos, França, Japão, Nova Zelândia e Turquia

Campeão: França

Campeão: França

1999

Sede: Arábia Saudita Participantes: África do Sul, Arábia Saudita, Austrália, Brasil, Emirados Árabes, México, República Tcheca e Uruguai

Campeão: Brasil Sede: Alemanha Participantes: Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, Grécia, Japão, México e Tunísia

Campeão: Brasil

Sede: México Participantes: Alemanha, Arábia Saudita, Bolívia, Brasil, Egito, Estados Unidos, México e Nova Zelândia

Campeão: México

2009

Campeão: Argentina

1997

Sede: Arábia Saudita Participantes: Arábia Saudita, Argentina, Dinamarca, Japão, México e Nigéria

2005

1995

Sede: Arábia Saudita Participantes: Arábia Saudita, Argentina, Costa do Marfim e Estados Unidos

2003

2001

1992

Histórico da Copa das Confederações

Sede: África do Sul Participantes: Brasil, Espanha, Itália, Estados Unidos, Nova Zelândia, Iraque, Egito e África do Sul

Campeão: Brasil


20130614_br_metro campinas  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you