Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.

PORTO ALEGRE Terça-feira, 16 de abril de 2013 Edição nº 359, ano 2 MÍN: 12°C MÁX: 22°C

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metropoa

TERROR

EM BOSTON Duas bombas explodiram no final de maratona matando três e deixando ao menos 141 feridos. Garoto de 8 anos é um dos mortos PÁGS. 10 E 11

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Policiais correm em direção ao local da segunda explosão e passam por corredor que havia sido derrubado pelo impacto da primeira bomba próximo à chegada da 117ª Maratona de Boston | JOHN TLUMACKI/THE BOSTON GLOBE/GETTY IMAGES

Governo rejeita valor de R$ 9,5 bi para o metrô Prefeitura, governo do Estado e União consideraram ‘inviável’ proposta que previa escavação a 27 m de profundidade. Novos estudos serão solicitados com método construtivo mais econômico PÁG. 07

Salário mínimo deve subir para R$ 719 Proposta foi enviada ao Congresso e representa um reajuste de 6% PÁG. 09

O BOM GOURMET SÉRIE ‘HANNIBAL’ RETOMA TRAJETÓRIA DO SERIAL KILLER PÁG. 12

‘Acima de qualquer suspeita’, diz patrão Homem que iria contratar matador de taxistas falou ao Metro PÁG. 06


02

1 FOCO

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

Santa Tereza deve sair da lista de locais do centro de eventos Menos um. Morro da capital está praticamente descartado como sede do empreendimento Ao receber ontem das mãos do secretário municipal do Turismo, Luiz Fernando Moraes, mais duas possibilidades de áreas para abrigar o Centro de Eventos do Rio Grande do Sul, a secretária estadual do Turismo, Abgail Pereira, deu indicativos de que um dos quatro candidatos a receber a futura estrutura em Porto Alegre será descartado. Por apresentar aclividade e irregularidade, o terreno na saibreira do morro Santa Tereza não deve ser palco do centro, planejado para congregar eventos de todos os tipos. “O morro Santa Tereza está descartado, pois o nível de complexidade é muito grande. Tem áreas de vegetação e talvez tivesse um custo maior na construção”, relatou o secretário Moraes. A informação não foi confirmada pela titular da pasta estadual do Turismo, que apenas destacou que a área apresenta dificuldades construtivas.

Com o eventual descarte do morro Santa Tereza, restam nas mãos do governador Tarso Genro três áreas na capital – duas municipais e outra estadual –, onde o empreendimento poderia ser construído. No leque de opções, uma área aos fundos da Fiergs, na avenida Assis Brasil, um terreno na avenida Bento Gonçalves, ambas ofertadas pela prefeitura, e outra área dentro do Hospital Psiquiátrico São Pedro, também na Bento Gonçalves. Decisão ainda este mês Além dos terrenos de Porto Alegre, também correm por fora 12 áreas em Novo Hamburgo, São Leopoldo, Eldorado do Sul, Guaíba, Esteio e Canoas. Até o final de abril o governador deve bater o martelo e decidir o local que receberá o Centro de Eventos do Rio Grande do Sul. A estruturá abrigará 10 mil pessoas em uma área constituída de 60 mil m2. METRO POA

Antiga saibreira é o local do morro Santa Tereza inicialmente estudado pelo governo | GABRIELA DI BELLA/ARQUIVO/METRO

Hospital São Pedro

Na Bento Gonçalves

Área aos fundos da Fiergs, em um terreno municipal

Terreno regional do Hospital Psiquiátrico São Pedro

Área municipal na avenida Bento Gonçalves

A favor: Compilaria a estrutura da Fiergs ao projeto Contra: possui apenas 4,5 hectares, considerado pequeno para receber a estrutura projetada

A favor: Proximididade com grandes avenidas da capital Contra: Em 2007, uma possível venda da área para a Dell Computers gerou polêmica e não avançou

A favor: Possui 27 hectares, tamanho considerado ideal para abrigar o centro Contra: Iniciar do ponto zero uma obra em um terreno deserto

Fiergs

Custo do metrô

“Não é só o tomate que sobe. Tudo sobe neste país, pessoal.” JOSÉ FORTUNATI, PREFEITO, AO EXPLICAR A ATUALIZAÇÃO DO VALOR PREVISTO PARA A OBRA DO METRÔ PARA R$ 3 BILHÕES

leia mais na página 7

Olhar crítico

DIEGO CASAGRANDE DIEGO.CASAGRANDE@ METROJORNAL.COM.BR

Radar móvel Hoje, o radar móvel da EPTC estará nas seguintes vias: Ipiranga Padre Cacique Severo Dullius Manoel Elias Juca Batista Diário de Notícias Assis Brasil Aparício Borges Dante Ângelo Pilla Cristiano Fischer Tarso Dutra Borges de Medeiros Pinheiro Borda Borges de Medeiros

Diego Casagrande é jornalista profissional diplomado desde 1993. Apresenta os programas BandNews Porto Alegre 1a Edição, às 9h, e Ciranda da Cidade, na Band AM 640, às 14h.

REDUZAM A MAIORIDADE PENAL JÁ O Brasil é um país tão incoerente, mas tão incoerente, que aqui se pode votar com 16 anos, mas não se pode responder criminalmente como adulto. Já tentei explicar para estrangeiros lá fora. Eles não entendem. Um jovem tem o supremo poder de escolher vereadores, deputados, senadores, governadores e o até o presidente da República. Um jovem de 16 anos escolhe aqueles que ditarão os rumos de uma nação inteira, mas será tratado como criança caso puxe o gatilho tirando a vida de pessoas inocentes. Não faz sentido. É ilógico. Sou a favor dos jovens votarem aos 16 – eu mesmo fiz uso deste direito – mas tenho convicção de que têm de responder criminalmente como adultos em casos de descumprimento da lei. O assassinato frio e covarde do jovem Vitor Hugo Deppman em São Paulo, um estudante de jornalismo que chegava em casa e foi vítima de assalto, reacendeu o debate sobre a redução da idade penal em nosso país. Está mais do que na hora de um debate sério, honesto, técnico, verdadeiro e democrático sobre o tema. Não basta só ouvir os teóricos. É preciso ouvir também a voz das ruas, daqueles que pagam impostos e são brasileiros. Dos que perdem os filhos. Nas últimas duas décadas, sempre que a sociedade tenta discutir o assunto, pequenos e influentes grupos, de juristas e representantes de ONGs a membros de partidos políticos, cerram os dentes para a medida, impedem o debate. E a conversa é sempre a mesma: “Reduzir a maiorida-

FALE COM A REDAÇÃO leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471 O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

de penal não resolve o problema.” Pois eu afirmo que se a questão é tirá-los de circulação e deixar as ruas mais seguras, resolve sim! Delinquentes maus e desalmados ficarão mais tempo encarcerados, protegendo a maioria da sociedade. Então o sistema fica melhor para quem o sustenta: o cidadão. Todos sabemos que, isoladamente, qualquer medida se torna inócua. A punição mais dura seria apenas uma parte do coquetel de medidas que devem ser adotadas. A violência é multifacetada, tem várias origens. É preciso também melhorar os presídios, separando os indivíduos, impedindo a formação de quadrilhas dentro das prisões, impedindo que controlem o crime de dentro. A prisão perpétua – ou penas longas que a ela se assemelhem – são um dos caminhos que o país também precisa trilhar. E se for possível obrigar os criminosos a trabalhar, melhor ainda. Nem que para isso seja preciso mudar a Constituição. Dizer que as prisões são escolas do crime para um menor frio na hora de matar é chover no molhado. Quando puxam o gatilho eles já chegaram lá. São bestas que precisam ser retiradas do convívio social e, sobretudo, pagar pelas barbáries que cometeram. O menor que explodiu a cabeça de Vitor Hugo é um deles. Champinha, que há dez anos executou Liana Friedenbach, é outro. Os casos se multiplicam no país, enquanto os teóricos resistem a ouvir o povo e ficam encastelados nas teses que baseiam as ações humanas no coitadismo. Ou seja, por mais cruel que seja o delinquente, trata-se de um coitadinho que precisa ser compreendido. A mim não enrolam. Neste terceiro milênio, onde há informação de todos os tipos vinda de todos os lados, tratar como criança quem se mostra um matador frio e desalmado, é um acinte à nossa inteligência.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145). Diretor de Redação: Fábio Cunha. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Executivo: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). Editora de Arte: Julia Rodrigues. Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor-Geral: Leonardo Meneghetti.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: (051) 2101-0471 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

03

Primeiro caso de gripe A no ano é confirmado na capital Alerta. No lançamento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, Secretaria da Saúde confirma infecção de mulher de 26 anos A SMS (Secretaria Municipal da Saúde) confirmou ontem o primeiro caso de gripe A no ano em Porto Alegre. A confirmação, que ocorreu no mesmo dia do início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, colocam as autoridades e a população em alerta para a prevenção. A paciente, de 26 anos, não havia se vacinado contra o vírus. Na capital, o objetivo é imunizar 80% da população que integra os grupos de riscos e fazer com que o caso da mulher, internada desde ontem, não se torne rotineiro. A mulher infectada pelo vírus da gripe faz parte do grupo de risco, segundo a SMS. Hospitalizada com comorbidade (sofre de outra doença), ela não teve seu

diagnóstico ou histórico de saúde revelados por causa do sigilo observado pelos profissionais da saúde. Anderson Lima, coordenador-adjunto de Vigilância em Saúde da pasta municipal acredita que o caso é isolado, por se tratar de uma paciente propensa a contrair o vírus. 57 casos investigados Já foram investigados desde o início do ano 57 casos de suspeita da influenza, dos quais 37 de moradores da capital e 20 de outros municípios. Em comum entre os investigados há um diagnóstico de síndrome respiratória grave. Se vacinar 80% do grupo de risco, Porto Alegre terá imunizado cerca de 250 mil pessoas até o dia 26 de

abril, data de encerramento da campanha. A SMS pede a população que procure com antecedência os locais de vacinação. METRO POA

Grupos de risco Confira quem compõe os grupos de risco: Ge a e M he e a é dia a a

C ia ça e e ei e e e dois anos de idade P ad e de d e ça crônicas Pe a aci a d anos

São 140 pontos de vacinação espalhados por Porto Alegre | GABRIELA DI BELLA/METRO


04

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

Fiscais estão de 1 olho no seu lixo

Imagens FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

No rastro. Em uma nova tática para localizar quem descarta o lixo onde não deve, fiscais da Prefeitura de Porto Alegre estão abrindo os sacos e procurando elementos que os identifique Disponibilizados para armazenar lixo orgânico, os contêineres espalhados por Porto Alegre estão cheios, mas de outras coisas. Agora, quem descartar lixo seco onde não deve estará na mira dos fiscais do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana). E os rastros deixados são muitos: correspondências, contas, documentos, receitas médicas e até mesmo materiais de construção estão levando os agentes a identificar e multar quem não respeita as regras. “A coleta seletiva tem 22 anos em Porto Alegre e todo mundo sabe como se faz, isso é relaxamento. As pessoas só querem se livrar do lixo”, observa o supervisor de operações do DMLU, Adelino Lopes Neto.

“Eu sei que os catadores têm que trabalhar, tirar o sustento deles, mas não dá para aguentar. Eu não durmo mais com eles mexendo no contêiner de madrugada. Vizinhos querem ir embora.” SILVIO MACHADO DE SOUZA, 41 ANOS, MOTORISTA

“Nós não deveríamos mexer nos documentos das pessoas, mas no momento em que elas descartam, nós estamos mexendo no lixo.” ADELINO LOPES NETO, SUPERVISOR DE OPERAÇÕES DO DMLU

Ao desrespeitar as regras de conduta no descarte, os moradores acabam atraindo os catadores que encontram nesses depósitos latas de alúminio, plástico e muito papel. Objetos de valor que os fazem revirar as sacolas, espalhar o lixo e nem sempre colocá-los de volta no local apropriado. Resta lixo orgânico espalhado pelas calçadas e o cheiro que faz moradores como Silvio Machado de Souza, 41 anos, perderem o sono. “Eu não durmo mais com eles (catadores) mexendo no contêiner de madrugada. Também não consigo mais jantar porque a janela da minha sala fica em frente ao contêiner e o cheiro é insuportável”, desabafa. Segundo ele, seus vizinhos da rua Washington Luiz, Centro Histórico da capital, já falam em se mudar

por causa da situação. Mas apesar das solicitações para mover o contêiner para o outro lado da rua, o supervisor do DMLU adianta que não existe essa possibilidade. “É feito um cálculo de engenharia para saber onde melhor colocar os contêineres. Dependendo onde for colocado as pessoas não atravessam a rua para ir até ele”, lamenta. Ele destaca que o respeito ao descarte do lixo é uma questão de cidadania e que além dos agentes, há muita gente de olho. “Nosso maior fiscal ainda é o vizinho. E agora eles têm câmeras e estão tirando fotos e nos enviando”, alerta.

“As pessoas não têm noção, colocam de tudo nesse contêiner. Já vi sofá, fogão, tanque e até pia. Só falta a mobília completa. O pessoal sabe que não é para botar, mas não colabora.” LORETE COLARES, 58 ANOS, COMERCIANTE APOSENTADA

LETÍCIA BARBIERI

2

No bolso A prefeitura está aplicando multas a quem desrespeita as orientações de descarte de lixo: O a da a a icada de a ia de R$ 100 a R$ 500 dependendo se ela for e e édia g a e e reincidência. A f ça a efa da prefeitura busca identificar no lixo o endereço da pessoa que o descartou e c a de ca e i eg a

3

4

Q e f f ag ad descartando lixo fora de horário ou em local errado será enquadrado como i f açã e e De ca a e h e quantidade já será considerada uma i f açã édia ec c d e ec e especialmente comida ou material hospitalar é g a e

5

Li

METRO PORTO ALEGRE

No rastro. DMLU está em busca de quem descarta lixo errado

1

Fiscais do Departamento Municipal de Limpeza Urbana estão em uma força-tarefa contra o descarte irregular.

Intactos. Correspondências e contas indicam endereços

2

Fiscais encontram os mais variados indicativos de como encontrar quem descarta o lixo de forma errada.

Até mobília tem. Cadeiras são encontradas

3

Cadeiras e outras tantas mobílias são descartadas junto e até dentro do recipiente. Faça sua parte Veja o que pode ser reciclado e não misture com i gâ ic e de c ida e ca ca de f a por exemplo): Pa e Jornais, revistas, cadernos, listas telefônicas, papelão, embalagens de papel e tipo longa-vida

Me a Latas de cerveja e de alumínio, latas de conservas, panelas, talheres, cobre, zinco, bronze e ferro P á ic Garrafas PET, sacolas plásticas, embalagens de produtos de higiene, de

limpeza e de alimentos, isopor, brinquedos e utensílios de plástico em geral

Vid Garrafas, vidros de conservas, vidros de produtos de higiene e limpeza

Sem identificação. Contêineres nem sempre têm orientações

4

Os adesivos que deveriam indicar que os contêineres recebem apenas lixo orgânico não estão em todos eles.

Material de valor. Latas atraem catadores para que mexam no lixo

5

Latas de cerveja e refrigerante, garrafas PET e papelão atraem os catadores que acabam espalhando lixo.


06

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

FOCO GABRIELA DI BELLA/METRO

‘Uma pessoa acima de qualquer suspeita’ Atrás das grades. Após os crimes, enquanto era procurado pela polícia, Luan Barcelos da Silva, 21 anos, apontado pela Polícia Civil como o assassino de seis taxistas, procurava emprego e fazia testes, como o na escola de informática de Rodrigo Zimmermann que o contrataria nesta semana

RODRIGO ZIMMERMANN Gerente de uma escola de informática contrataria Luan nesta semana Gerente de uma escola de informática na zona norte, Rodrigo Zimmermann contrataria Luan, formalmente, nesta semana. Levou um susto quando viu, pela TV, que o nome do matador confesso era o mesmo do currículo que estava na sua mesa. Como foi que Luan chegou até vocês? Ele tinha deixado um currículo na escola fazia uns 15 dias e eu chamei ele para a entrevista para uma vaga de vendedor. Como ele se apresentava? Ele contou que era corretor de imóveis, mas que a comissão era instável e ele queria ganhar um salário fixo.

O que ficou combinado? Nós fizemos um teste na semana passada, entre terça e sexta-feira para a gente avaliar. Depois ele seria contratado. E como ele se comportou durante a semana? Muito tranquilo, sereno, brincalhão, descontraía o ambiente... e muito educado, ele agradeceu muitas vezes pela oportunidade. Não demonstrou nada que levantasse suspeita das mortes? Nada. Levei um susto. Era uma pessoa acima de qualquer suspeita. Ele teria sido contratado com certeza. Não havia nada que o desabonasse, não sei se pelo desespero ou por ser muito dissimulado.

Enquanto uma equipe de 25 policiais civis se desdobrava para seguir os passos do assassino dos taxistas, Luan Barcelos da Silva, 21 anos, apresentava-se simpático e educado em um teste para um novo emprego, em Porto Alegre. Gerente do local, Rodrigo Zimmermann contrataria ele esta semana. Levou um susto quando viu, pela TV, que o nome do matador confesso era o mesmo do currículo que estava na sua mesa. “Levei um susto. Fiquei pensando no risco que estava colocando a minha equipe”, desabafou Zimmermann, ontem, depois de prestar depoimento à Polícia Civil. A 500 quilômetros da capital, pela primeira vez Luan foi flagrado em público, ontem, no trajeto entre o Presídio Estadual de Santana do Livramento e a delegacia. Curvou-se o que pode esquivando-se das câmeras, escondendo o rosto. Mas voltou a detalhar em depoimento como tirou a vida dos três taxistas de Livramento e dos outros três da capital. Destacou também porque alguns escaparam: es-

Luan está detido no Presídio Estadual de Livramento e foi ouvido novamente ontem | DANIEL BRADA/AGÊNCIA FREELANCER

tavam muito atentos. Agora o rapaz será conduzido a Porto Alegre para prestar novos esclarecimentos e passar pelo reconhecimento pessoal. Pelo menos um taxista que escapou da mira de Luan foi identificado e ouvido ontem pelos policiais. Com prisão temporária decretada

por 30 dias, a polícia trabalha para concluir o inquérito que trata, até então, de latrocínio matar para roubar. A prisão do assassino trouxe alívio para os taxistas e familiares das vítimas que chegaram a participar de uma série de protestos. “Com esse indivíduo preso não vamos

ficar isentos de assaltos, mas pelo menos fica a esperança de que não vão morrer mais colegas”, disse ontem o taxista Ênio Sperb Junior. LETÍCIA BARBIERI METRO PORTO ALEGRE

Justiça pelas próprias mãos

Homem que teria roubado objetos de carro é detido por pedestres e agredido na capital Uma perseguição a um suposto ladrão parou ontem a rua Duque de Caxias, no centro da capital. Por volta das 14h, um homem que teria roubado um rádio e objetos de um carro estacionado perto da Catedral foi perseguido pelo proprietário do veículo. Transeuntes se juntaram ao ‘pega ladrão’ e detiveram o homem. Imobilizado com um cinto, foi agredido e chegou a ter uma perna fraturada. Cerca de 30 minutos depois, a BM deteve o suspeito e acionou o Samu. Ele foi preso.

1 Homem foi jogado no chão e chutado | FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

2 Para imobilizá-lo, populares amarraram suas mãos com um cinto de couro

3 Quando o Samu chegou ao local, homem estava com perna fraturada


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

07

Metrô só sairá com túnel rente à superfície ‘Valor impensável’. Prefeitura rejeita proposta com escavação a 27 m que custaria R$ 9,5 bi. Empresas recebem novo chamamento, mas só podem prever método construtivo mais barato “Todos entendem que este valor é inviável.” A frase dita ontem pelo prefeito José Fortunati sintetiza a decepção com o resultado da análise das propostas para a construção do metrô de Porto Alegre. A única proposta considerada pelos técnicos, apresentada pela Invepar/Odebrechet Transport Participações, previa um custo de R$ 9,5 bilhões para a obra por meio do método construtivo “shield”, que consiste em escavações profundas. Em fevereiro, a prefeitura recebeu duas PMIs (propostas de manifestação de interesse) para a construção do metrô, ambas prevendo o mesmo método construtivo, o “shield”. Fo-

bilhões é o valor atualizado do custo do metrô de acordo com os recursos disponíveis por meio da participação do governo federal, do Estado, da prefeitura e da iniciativa privada.

quisitos, mas o custo para a execução foi estratosférico: R$ 9,5 bilhões. O secretário municipal de Gestão, Urbano Schmitt, explicou que a escavação a 27 metros de profundidade não causaria interferência na superfície, mas exigiria quatro níveis de subsolo nas estações.

ram dois meses de análise dos técnicos. A proposta da espanhola Bustren não foi considerada porque não teria seguido orientações do processo. Foi entregue apenas uma proposta comercial com orçamento para estudos. Não foram entregues os itens mínimos exigidos, segundo a prefeitura. Já a proposta da Invepar/ Odebrechet atendeu aos re-

‘Cut and cover’ Mesmo com adaptações na proposta para reduzir custos, o valor não baixaria de R$ 7 bilhões, mais que o dobro do previsto inicialmente (o valor inicial foi atualizado de R$ 2,46 bilhões para R$ 3,085 bilhões). “Já se sabia que o método shield era mais caro, mas é muito caro. Infelizmente, é inviável”, disse Fortunati.

R$ 3,085

Com a inviabilidade do do custo método construtivo apresentado, a prefeitura decidiu reiniciar o processo. Serão recebidas, em prazo ainda indefinido, novas propostas de manifestação de interesse para o projeto do metrô. Agora, só serão consideradas as que contemplarem o método “cut and cover”, que consiste na abertura de valas rasas na superfície para a construção do túnel do metrô. Em vez dos 27m, seriam 12m de profundidade. Com o abre e fecha, o trânsito é atingido, com a necessidade de desvios durante as escavações.

apresentação formal da proposta à população e, depois, o edital de licitação para a construção. A expectativa é que, após o início das obras, os trabalhos sejam realizados em um período de quatro anos. Se começar em 2014, poderia entrar em operação em 2018 em um cenário otimista.

Sem puxão de orelhas Logo no início de sua fala, ontem, o prefeito Fortunati deixou claro que não houve um “puxão de orelhas” da presidente Dilma Rousseff na sexta-feira, quando ela visitou a capital. O prefeito disse que a análise dos técnicos foi concluída no dia 9 e que seria divulgada no dia 10. Como Dilma anunciou a

Escavação rente à superfície atinge 12 m, com dois níveis de subsolo | DIVULGAÇÃO

MAICON BOCK METRO PORTO ALEGRE

Com contratempo, obras só em 2014 Com a necessidade de lançamento de nova PMI (proposta de manifestação de interesse), a construção do metrô só deve começar no ano que vem. Com a PMI publicada, deve ser estipulado um prazo de 60 dias para análise das propostas. A partir da análise e da escolha da PMI, será realizada audiência pública para a

“Cut and cover”, que será utilizado, afeta a vida na superfície | DIVULGAÇÃO

visita na sexta, dia 12, Fortunati disse que optou por aguardar o anúncio para conversar com a presidente. “Afinamos os conceitos e a posição a ser tomada. O recurso de R$ 1 bilhão do governo federal segue mantido”, explicou. O projeto prevê 14,8 km do Centro à zona sul com 13 estações. MAICON BOCK

Método “shield” ou “tatuzão” mexe só no subsolo | DIVULGAÇÃO

Escavação a 27 m requer quatro níveis de subsolo nas estações | DIVULGAÇÃO


08

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

BRASIL

Defesas vão negar uso de dinheiro público Mensalão. Advogados dos 25 condenados pelo STF preparam argumentos que serão usados nos recursos e tentarão mostrar que o serviço contratado pela Visanet foi comprovado

Dinheiro será aplicado pelos Estados e municípios | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Royalties. Educação deverá receber mais R$ 18,6 bilhões até 2020 Todo o dinheiro obtido com a exploração do petróleo deverá ser integralmente aplicado em educação. O relatório da MP (Medida Provisória) dos Royalties, que será apresentado hoje na Câmara, determina que os Estados e municípios usem todos os recursos na área, inclusive dos contratos antigos. O texto original previa a destinação obrigatória de recursos somente para contratos assinados após 3 de dezembro de 2012. O deputado Carlos Zarattini (PT-SP), relator da MP, justifica que a regra poderia demorar a entrar em vigor, prejudicando os investimentos. A única exceção feita no relatório foi nos repasses para os estados produtores de petróleo e nos recursos destinados à ciência, tecnologia e defesa nacional. O relatório prevê o repasse já este ano de um total de R$ 8,6 bilhões: R$ 6,5 bilhões

5,5% das somas das riquezas do país são usadas hoje para financiar a educação. A meta é chegar a 10% do PIB até 2020. de participação especial e mais R$ 2,15 bilhões de fundo especial. Até 2020, serão R$ 14 bilhões de participação especial e R$ 4,6 bilhões - um total de R$ 18,6 bilhões. A preocupação do novo texto é auxiliar no atendimento da meta estipulada pelo PNE (Plano Nacional de Educação), que prevê o investimento de 10% do PIB em educação, praticamente o dobro do investido atualmente. A divisão igualitária dos royalties está suspensa por uma liminar do STF (Supremo Tribunal Federal). O julgamento da ação deve ocorrer ainda este mês. METRO BRASÍLIA

“Os royalties são um recurso que não pesará para ninguém, não onera o bolso da população e ajudaria a atingir a meta para valorizar a educação.”

Às vésperas da publicação do acórdão, a defesa dos 25 condenados no julgamento do mensalão preparam os recursos que serão apresentados ao STF (Supremo Tribunal Federal). O Metro consultou advogados de defesa que adiantaram que o ponto central da contestação da defesa será a condenação por uso de recursos públicos. No julgamento, os ministros usaram como referência - para enquadrar os réus no crime de corrupção e peculato - o contrato de publicidade feito pela agência de publicidade DNA junto ao fundo VisaNet, do Banco do Brasil. Segundo a denúncia, o dinheiro irrigou a distribuição feita para a compra de apoio parlamentar. “As informações são cristalinas. A Visanet só enviou recursos à DNA Propaganda por determinação do Banco do Brasil, acionista do fundo. Portanto, quem pagou a DNA Propaganda foi o Banco do Brasil, e não a Visanet, que foi mera repassadora dos recursos”, argumentou o ministro Joaquim Barbosa, no voto. Os advogados con-

Advogados de defesa do mensalão buscam argumento para contestar condenações | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

R$ 73,8 milhões é o valor do contrato assinado pela DNA Propaganda para o pagamento da publicidade dos cartões de crédito administrados pela Visanet. testam. “Todos os serviços podem ser comprovados. Há um acervo documental que derruba a tese de uso de di-

nheiro público”, sustenta um advogado, citando que o Banco do Brasil é apenas um acionista do fundo, que é privado. O STF deverá publicar o acórdão até amanhã. Em seguida, os advogados terão cinco dias para ler as 10 mil páginas com o resumo dos votos dos ministros e apresentar o recurso, que ainda deverá ser julgado no plenário. A defesa ainda aguarda uma manifestação de Joa-

quim Barbosa sobre o pedido de acesso antecipado aos votos por escrito. Em duas decisões anteriores, o ministro declarou que o julgamento foi público, amplamente divulgado e uma eventual dilatação do prazo de recursos atrasaria o início do cumprimento das penas. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Quem se livraria O reconhecimento da tese de que não houve uso de recurso público para abastecer o esquema descoberto no escândalo do mensalão atingiria o núcleo central da denúncia. Veja os sete réus e os crimes que seriam extintos imediatamente:

J é Di ce Corrupção ativa (7 anos e 11 meses). De bi S a e Corrupção ativa (6 anos e 8 meses). J é Ge i Corrupção ativa (4 anos e 8 meses).

He i e Pi a Peculato (5 anos e 10 meses) Ma c Va é i Corrupção ativa (3 anos e 1 mês) e peculato (5 anos e 5 meses).

C i ia Pa Corrupção ativa (2 anos e 8 meses) e peculato (3 anos e 10 meses). Ra H e bach Corrupção ativa (2 anos e 8 meses) e peculato (3 anos e 10 meses).

DEPUTADO CARLOS ZARATTINI (PT-SP), RELATOR DA MP 592/2012

Rio de Janeiro

Faltam 9 dias

Polêmica

Tratamento

Fusão

Educação

Proibidas de circular, vans param trânsito

Apenas 3% dos faltosos validaram título de eleitor

Senado vota criação de quatro novos tribunais

Internação compulsória na pauta da Câmara

PPS e PMN se unem visando eleições de 2014

Professores que baterem metas terão bônus

No primeiro dia de proibição de circular na zona sul do Rio de Janeiro, os motoristas de vans foram às ruas e ameaçam entrar com um ação na Justiça para derrubar o decreto. A medida foi adotada para impedir a circulação de veículos lotados em 11 bairros. METRO RIO

O TSE informou que 1,4 milhão de brasileiros que não votaram por três eleições ainda precisam regularizar o título de eleitor. Caso o documento seja cancelado, o cidadão fica proibido de fazer empréstimo ou concurso público. O prazo termina em 25 de abril. METRO

A emenda que cria TRFs no Paraná, em Minas Gerais, na Bahia e no Amazonas vai à votação. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, considera que a proposta explodirá os gastos públicos. As entidades de direito dizem que desafogará a Justiça.

O plenário deve começar a analisar hoje mudanças na lei antidrogas. Pela proposta, os dependentes químicos receberiam tratamento individual e, com o aval da família, seriam internados involuntariamente. O prazo não poderia ultrapassar 180 dias. METRO

A oposição tenta se fortalecer para a disputa eleitoral do próximo ano. Será formalizada amanhã a criação de um novo partido, a partir da fusão do PPS e do PMN. A estratégia visa atrair o tucano José Serra para concorrer a presidência pela sigla. METRO

O MEC reservará R$ 500 milhões para o pagamento de um prêmio em dinheiro aos professores e escolas que baterem as metas do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Hoje, 15% das crianças de até 8 anos não sabem ler, escrever e fazer contas. METRO

METRO BRASÍLIA


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

ECONOMIA

Governo propõe salário mínimo de R$ 719,48 Orçamento. Novo valor consta de proposta da LDO e representa um reajuste de 6,12% sobre o piso atual. Projeção de inflação do Executivo para o ano que vem é de 4,5% O salário mínimo deverá passar para R$ 719,48 no próximo ano. O valor consta no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2014, enviado ontem pelo Executivo ao Congresso Nacional. Pela proposta, o mínimo terá reajuste de 6,12% no ano que vem. Desde janeiro deste ano, o salário é de R$ 678. Pela legislação, o piso salarial deve ser elevado no primeiro dia do ano conforme a variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) no ano anterior e a expansão da economia no ano retrasado. Em 2012, o PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 0,9%. O documento foi apresentado ontem pela secretária de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Célia Correa,

4,5%

09

Crédito. Juro para pessoa física é o menor desde 1995 As taxas de juros de empréstimos cobradas de pessoas físicas registraram leve queda em março. Segundo a Anefac, (Associação Nacional dos Executivos de Finanças), na média, os juros recuaram 0,02 ponto percentual, passando de 5,42% ao mês para 5,40%, e se mantiveram no menor nível da série histórica (iniciada em 1995). Para a Anefac, com a alta da inflação nos últimos me-

ses deverá ocorrer uma elevação da Selic na reunião do Copom que será realizada entre hoje e amanhã. “Por isso é provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses interrompendo uma sequência de quatro reduções consecutivas das taxas de juros”, avalia o diretor de estudos econômicos da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira. METRO

é previsão de crescimento do PIB para 2014, segundo projeto enviado ontem ao Congresso. e pelo secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. O projeto também prevê crescimento de 4,5% do PIB em 2014 e inflação de 4,5% pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Apesar das previsões contrárias do mercado, segundo Augustin, é possível que as projeções sejam alcançadas. “Entendo que a economia vem retomando o crescimento. A velocidade talvez seja um pouco abaixo do que gostaríamos, mas ela vem retomando o crescimento”, disse. METRO

Gol. Especialistas criticam pagamento de bônus

Célia Correa e Arno Augustin apresentam projeto da LDO | FABIO POZZEBOM/ABR

Especialistas em aviação criticam a proposta da Gol de pagar bônus para pilotos que economizarem combustível. A intenção é reduzir os efeitos do prejuízo de R$ 1,5 bilhão em 2012. O especialista em gerenciamento de risco, Gustavo Tavares da Cunha Mello, disse à “BandNews FM” que a medida estimula o piloto a adotar manobras mais arris-

cadas. Segundo ele, o grande gasto de combustível vem das falhas de infraestrutura no país, como a falta de espaço nos aeroportos. Já Décio Correa, presidente do Fórum Brasileiro para o Desenvolvimento da Aviação Civil, diz que a tripulação não deve trabalhar sob pressão e sim estar livre para decidir o que for mais seguro. METRO


10

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

MUNDO

FBI investiga ação te Terror em Boston. Detonação dos artefatos perto da linha de chegada da maratona deixou 141 feridos, 17 deles em estado crítico Duas explosões perto da linha de chegada da 117ª Maratona de Boston, nos Estados Unidos, mataram três pessoas e deixaram ao menos 141 feridos, 17 deles em estado grave. O FBI (a polícia federal dos Estados Unidos) trabalha com a hipótese de terrorismo. O primeiro artefato explodiu por volta das 14h45 (horário local), quando uma multidão acompanhava o final da prova. Minutos depois, a segunda bomba foi detonada a alguns metros da linha de chegada. Investigadores contaram à imprensa local que um terceiro dispositivo foi descoberto em um hotel das redondezas. O material foi detonado por um esquadrão antibombas. Na biblioteca JFK, a 5 km do local, um incêndio chegou a ser reportado como atentado. Mais tarde, porém, a polícia descartou a ligação entre os episódios. Pessoas que corriam a maratona ou acompanhavam a chegada dos atletas disseram ter visto uma cortina de fumaça e o pânico generalizado. Um fotógrafo do Metro que estava no local viu muitos feridos com membros amputados. Entre as vítimas fatais, está um garoto de 8 anos. “Estávamos assistindo a chegada dos corredores, Houve dois barulhos e as pessoas começaram a correr para fora”, contou Erin Amar, que estava em um

hotel da vizinhança. Ontem era o Dia do Patriota, feriado em Boston, e muitas famílias assistiam ao evento. Havia 131 brasileiros inscritos entre os corredores, além de muitos na plateia. Não há relatos de que algum tenha se ferido. ‘Dispositivos poderosos’ Ed Davis, comissário de polícia de Boston, contou à agência Reuters que as duas explosões foram provocadas por “dispositivos poderosos”. Segundo a emissora CNN, foram encontrados restos de C4, um explosivo de alto impacto. “Estamos questionando muitas pessoas, mas não há nenhum suspeito sob custódia”, disse Davis. O FBI tomou a frente das investigações. METRO BOSTON

COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O momento exato da explosão na Boylston Street

OUTROS ATENTADOS

11 DE SETEMBRO DE 2001 - EUA Dois Boeings sequestrados atingiram as Torres MORTOS Gêmeas do World Trade Center, em Nova York. No mesmo dia, o FERIDOS Pentágono, em Washington, foi atingido por outro Boeing. E um quarto avião caiu em um campo na Pensilvânia. Foi de autoria de radicais mulçumanos ligados à Al Qaeda

3

19 DE ABRIL DE 1995 - EUA Van com explosivos caseiros rasgou um prédio do governo ao meio em Oklahoma City. Foi de autoria de extremistas de direita ligados a milícias. O principal líder era Timothy McVeigh

168 MORTOS

500 FERIDOS

“Foi logo depois da minha chegada, eu estava pegando a medalha. Quando eu ouvi, achei que fosse um show pirotécnico, jamais imaginaria isso.”

“Já estava no quarto quando comecei a ter notícias de amigos no Brasil perguntando se estava tudo bem. A informação é que os brasileiros estão bem.”

DAVID HOMSI, FISIOTERAPEUTA

MARCELO PRISCO, CORREDOR

11 DE MARÇO DE 2004 - ESPANHA Série de bombas explodiu em três estações da rede ferroviária de Madri. O atentado foi de autoria de terroristas islâmicos

22 DE JULHO DE 2011 - NORUEGA

2

191

FERIDOS

MORTOS

6

7 DE JULHO DE 2005 - REINO UNIDO Quatro bombas explodiram no sistema de transporte público de Londres durante horário de pico. Extremistas islâmicos atuaram como homens-bomba

51 MORTOS

700 FERIDOS

Cautela

Obama evita falar ‘atentado’ Em um pronunciamento na Casa Branca, o presidente Barack Obama prometeu descobrir quem são os responsáveis pelas

explosões. “Nós ainda não sabemos quem fez isso ou porque, e as pessoas não devem tirar conclusões precipitadas antes que nós tenhamos todos os fatos”, alertou, tomando o cuidado de não usar a palavra

“atentado”. Um funcionário da Casa Branca disse, porém, que o episódio “é, claramente, um ato de terror, e será abordado como um ato de terror.” METRO

Uma bomba atingiu prédios do governo da MORTOS Noruega, em Oslo e, horas depois, um tiroteio ocorreu em um acampamento na ilha de Utoya. Anders Behring Breivik, um norueguês de ideologia de extrema-direita, foi o autor do duplo atentado. Em seu julgamento, ele disse não estar arrependido

77


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

MUNDO

rrorista

Apesar de protestos, vitória de Maduro é confirmada

Vítimas são atendidas por corredores, amigos e paramédicos: dos 141 feridos, 8 são crianças

OS LOCAIS DAS EXPLOSÕES Foram duas explosões, a 1ª ocorreu próximo ao nº 673, a 2ª, uma quadra antes

BOYLSTON STREET

CENTRO DO GOVERNO DISTRITO FINANCEIRO

ESTADOS UNIDOS Mais tarde, a polícia descartou a ligação desta com as outras explosões

JFK PRESIDENTIAL LIBRARY

Depoimento

‘Havia muitas crianças’ “Eu tinha acabado de terminar a prova quando ouvi a explosão. Pensei que eram canhões saudando alguém. Mas veio uma fumaceira danada e, em seguida, a segunda explosão. O que eu achei mais triste foi que tinha muita gente, porque aqui é feriado. Havia muitas crianças, muitas famílias aplaudindo. Jamais iria imaginar uma coisa dessas.” ADILSON BACHINI, EM ENTREVISTA À BAND NEWS

BOSTON

Análise

Ameaça externa Nesse momento, é impossível afirmar quem ou qual grupo foi responsável pelo ataque. Observamos que não foi uma ação contra o governo dos Estados Uni-

dos, ou contra forças de segurança, mas sim contra cidadãos norte-americanos. Dessa forma, na minha opinião, trata-se de uma ação organizada fora do país, uma ameaça externa. Não posso citar o nome de grupos, mas não faltam organizações que têm raiva dos Estados Unidos.

11

Eu acredito que estamos preparados para lidar com esse tipo de ameaça. As autoridades reagiram de forma rápida, tanto para impedir novas explosões, como nas declarações. RICK MATHEWS

Diretor do Centro Nacional de Segurança e Preparação, da Universidade de Albany

O CNE (Conselho Nacional Eleitoral) da Venezuela confirmou ontem a vitória de Nicolás Maduro nas eleições presidenciais. A vantagem apertada do herdeiro político de Hugo Chávez, que venceu por uma diferença de 1,6 ponto percentual, não impediu protestos e pedidos de recontagem de votos, vindos, inclusive, dos Estados Unidos. “Temos dados diferentes. Para o bem da democracia, o CNE deve confirmar (os resultados) em uma auditoria. Esta luta não acabou, eu não faço negócios com a ilegalidade”, argumentou o opositor derrotado, Henrique Capriles. Segundo balanço do CNE, Maduro obteve 50,66%, e Capriles, 49,07% dos votos. A Aliança Democrática, um grupo de cerca de 30 partidos e organizações de oposição, calcula que 300 mil votos tenham sido adulterados. Eles destacaram muitos incidentes durante a votação e o fechamento prematuro de urnas. Em seu discurso de vitória, Maduro apareceu na varanda onde Chávez costumava celebrar seus triunfos políticos. Ele também usou muito do vocabulário do líder bolivariano e falou de uma eleição “legal, justa e constitucional”. Falando o nome do padrinho, Maduro pediu paz e tolerância. “Pela primeira vez, ele não é candidato, mas o gigante deixou seu filho, que vai mostrar o que pode fazer por esse país”, afirmou. METRO

Coreia. Em meio à crise, aniversário O regime norte-coreano interrompeu o ciclo de ameaças à Coreia do Sul, ao Japão e aos Estados Unidos para celebrar os 101 anos do nascimento de Kim Il-sung, fundador do país e avô do atual ditador. A expectativa era que houvesse uma grande parada militar, mas o que se viu foram moradores homenageando Kim Il-sung com flores que levam o nome do líder. As comemorações iniciaram ainda na noite de domingo, quando o ditador Kim Jong-un, acompanhado por autoridades, visitou o mausoléu onde estão seu avô e seu pai, Kim Jong-il, morto em 2011. METRO

Capriles perdeu por uma diferença de 1,6 ponto percentual | TOMAS BRAVO/REUTERS

Análise

Liderança questionada Se Nicolás Maduro tivesse ganhado por uma margem maior que a de Hugo Chávez nas eleições de outubro, ele teria saído fortalecido da disputa. Como a vantagem foi muito menor, isso se torna um problema, porque as pessoas vão questionar a capacidade de ele manter a liderança. Além disso, ele vai assumir com um imenso desafio econômico. DAVID SMILDE

Pesquisador do Washington Office para a América Latina, especialista em Venezuela

VOX POPULI

O que você achou do resultado da eleição? “Eu não posso dizer se é correto ou não, porque eles (o governo) decidem. Temos que ir pela lei, não temos outra escolha.” ANGELO QUINTANA, 37, COMERCIANTE

“Eu não concordo, porque a eleição teve uma margem muito estreita. O resultado deve ser avaliado” ELVIS JAIMES, 35, TAXISTA


12

2 CULTURA

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

Canibal sofisticado agora na televisão Estreia hoje. Em ‘Hannibal’, Mads Mikkelsen interpreta papel que celebrizou Anthony Hopkins. Série apresenta episódios do personagem anteriores aos já conferidos no cinema

O dinamarquês Mads Mikkelsen vive o protagonista | DIVULGAÇÃO

‘Faroeste Caboclo’

Trailer tem 2 milhões de acessos Postado no YouTube há uma semana, o trailer de “Faroeste Caboclo”, filme inspirado na famosa canção do Legião Urbana, bateu a marca de 2 milhões de visualizações. Com estreia marcada para 30 de maio, a produção de R$ 8 milhões teve uma projeção que só blockbusters como “Os Vingadores” atingem em período tão curto. Dirigido pelo estreante René Sampaio, o longa é protagonizado por Fabrício Boliveira (João de Santo Cristo) e Ísis Valverde (foto), a Maria Lúcia.

Em 1991, o ator Anthony Hopkins inscreveu definitivamente seu nome na história do cinema ao interpretar o canibal Hannibal Lecter em “O Silêncio dos Inocentes”, de Jonathan Demme, vencedor de cinco Oscars. O sucesso da atuação do ator britânico esteve no equilíbrio que ele deu ao controverso personagem, tão assustador quanto sedutor – em síntese, um mestre dos jogos mentais. Não é surpresa, portanto, que o dinamarquês Mads Mikkelsen (“A Caça”, “007 – Cassino Royale”) tenha hesitado antes de aceitar encarnar o mesmo dr. Lecter na série “Hannibal”, que estreia hoje, às 22h, no AXN. “Ele já foi interpretado à perfeição. O que eu poderia acrescentar?”, disse ele à Associated Press. O interesse, no entanto, veio com a mudança de foco do seriado. Inspirado no livro “Dragão Vermelho”, de Thomas Harris, o roteiro optou por focar em um período da vida do canibal ainda inédito do público audiovisual: o de seus anos como psicólogo renomado, identidade que

tornava inverossímil qualquer hipótese que o colocasse como o assassino frio que de fato era. Na série, ele é convocado pelo FBI para trabalhar ao lado de Will Graham (Hugh Dancy), um atormentado especialista em criminologia, na composição do perfil de serial killers a partir das evidências encontradas nas cenas dos crimes. A empatia entre os dois é imediata, já que o instinto assassino está dentro de ambos. A questão colocada é o que cada um deles fará com seu “talento”. ‘Bromance’ A tensão entre os personagens é o motor da trama. Na leitura do criador da série, Bryan Fuller (“Pushing Daisies”), tudo não passa de um grande “bromance”, como se convencionou chamar histórias de Hollywood sobre amizade forte entre caras. O elenco traz ainda Laurence Fishburne (“Matrix”) como chefe da unidade de Ciência Comportamental do FBI. AMANDA QUEIRÓS

Da TV

Kiko ganha mais um horário em Porto Alegre A grande procura por ingressos garantiu uma segunda apresentação de Carlos Villagrán em Porto Alegre. O Kiko, do seriado “Chaves”, fará mais um show no Opinião (r. José do Patrocínio, 834) no sábado, às 15h. Os ingressos custam R$ 90, à venda naMultisom e no site www. opiniaoingressos.com.br. A agenda do humorista em Porto Alegre inclui também um encontro com o prefeito José Fortunati, quando Kiko será nomeado embaixador da Copa. METRO POA Dança

Maratona de Tango será neste final de semana O Estúdio de Dança Paulo Pinheiro promove, neste final de semana, sua tradicional Maratona de Tango. A programação inclui shows e oficinas dedicados à dança portenha, com os professores Edison Chaves e Tatiana Lopez, vencedores de competições internacionais. A abertura será na sexta-feira, com um baile tangueiro. Inscrições pelo tel.: (51) 3315-0203. METRO POA

METRO SÃO PAULO

Ospa recebe solistas para obras de Bruckner e Dvorák Quatro cantores participam hoje do concerto da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, que também terá como solista a violoncelista Inge Schmiedt Volkmann. A instrumentista faz o solo do “Concerto para violoncelo”, do tcheco Antonín Dvorák (1841-1904). Na sequência, Lilian Giovanini (soprano), Luciana Pansa (mezzo-soprano), Jean Nardoto (tenor) e Daniel Germano (baixo) vão cantar na peça “Te Deum”, de Anton Bruckner (1824-1896). Esta obra ainda terá a participação do Coro Sinfônico da Ospa. O “Te Deum” não é apresentado pela orquestra desde 1990. “É uma composição de muita energia.

Manfredo Schmiedt rege a orquestra hoje | PEDRO GARCIA/DIVULGAÇÃO

Bruckner usou todas as possibilidades da orquestra e do coro para mostrar seu louvor a Deus”, explica o maestro Manfredo Schmiedt, que rege a orquestra no concerto desta noite.

A apresentação da Ospa etá marcada para às 20h30, na Igreja da Reconciliação (r. Senhor dos Passos, 202 – Centro Histórico). A entrada é franca. METRO POA

Longa gaúcho estreia na TV O filme “A Última Estrada da Praia”, de Fabiano de Souza, estreia hoje, às 22h, no Canal Brasil. A trama, inspirada no livro “O Louco do Cati”, de Dyonélio Machado, acompanha o périplo de quatro jovens pelo litoral do RS | OKNA/DIVULGAÇÃO


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

13

FestiPoa Literária divulga atrações da sexta edição Literatura. Projeto que vem se firmando no calendário cultural de Porto Alegre, FestiPoa terá lançamento hoje, no Teatro do Sesc A música da jovem Orquestra Villa-Lobos dá o tom festivo da cerimônia de lançamento da 6a edição do FestiPoa Literária, marcada para hoje à noite, a partir das 19h, no Teatro do Sesc (av. Alberto Bins, 665). Junto com o anúncio da programação e dos convidados, o encontro também vai destacar os 21 anos da Villa-Lobos. “É um projeto social importante e que tem a ver com a proposta agregadora e diversificada do evento”, explica Fernando Ramos, coordenador do FestiPoa. Na apresentação, os instrumentistas vão tocar músicas brasileiras e terão a companhia dos solistas Dudu Sperb (voz), Leandro Maia (violão) e Pedrinho Figueiredo (flauta).

“Queremos abordar o prazer de ler literatura, torná-la mais atrativa e sedutora.” FERNANDO RAMOS, COORDENADOR

A cerimônia se completa com a participação do escritor paranaense Cristovão Tezza, o grande homenageado desta edição do FestiPoa, que vai conversar com o público sobre sua obra. O prazer de ler Marcado para a semana de 10 a 19 de maio, o FestiPoa Literária vai receber uma centena de convidados e oferecer diversas ativida-

MÔNICA KANITZ METRO PORTO ALEGRE

GUGA MELGAR/DIVULGAÇÀO

ROSISKA DARCY DE OLIVEIRA Nova imortal fala sobre os desaios da atual Academia Brasileira de Letras

Acima de uma reunião de intelectuais, uma arena para debate de ideias. Essa é visão de Rosiska Darcy de Oliveira, 69 anos, sobre a Academia Brasileira de Letras. A escritora foi eleita a mais nova imortal na quinta-feira e vai ocupar a cadeira deixada por Lêdo Ivo, morreu em dezembro passado. Conhecida por escrever crônicas e ensaios, a carioca também é a presidente-executiva do ONG Rio Como Vamos. Em entrevista exclusiva ao Metro, Rosiska refletiu sobre a influência da internet na produção literária internacional, ressaltou a importância da ABL no cenário cultural brasileiro e falou do desafio social que os acadêmicos encaram na atualidade. O que você espera da Associação Brasileira de Letras nesses primeiros contatos?

Fui eleita com 23 dos 38 votos possíveis. Eram 14 candidatos. Essa votação mostra que eu sou bem-vinda, que serei bem recebida. Qual a importância da ABL na atualidade? A Academia Brasileira de Letras, que foi fundada por Machado Assis, e que teve a presença de Guimarães Rosa e João Cabral de Melo Neto, nunca perderá importância. Ela é uma das instituições culturais mais importantes do Brasil. Quais os maiores desafios da Academia? O primeiro é a preservação da língua portuguesa. Essa missão se manterá para sempre pela presença dos escritores. O segundo é compreender o Brasil contemporâneo, nossa história. O fato de contar com pessoas notáveis aju-

Os destaques

des gratuitas ao público. “O foco será a leitura da literatura e o prazer dos bons textos, sem o caráter didático ou escolar”, diz Ramos. A programação terá oficinas e ações performáticas envolvendo a literatura, “para empolgar mesmo”. Por conta disso, vários convidados circulam entre as várias áreas artísticas. “Vamos ter músicos, dramaturgos, poetas, mas todos ligados à produção literária”. Outra novidade desta edição é a figura do anfitrião, que vai circular por todas as atividades. “Será o gaúcho Altair Martins, apoiador do Festipoa desde o início”, revela Ramos.

da na luta por justiça. A internet tem um papel fundamental nesse Brasil contemporâneo. Como esse instrumento afeta a produção literária? É um impacto no mundo inteiro, que tem muitos prós e contras. É preciso diferenciar a arte de escrever da linguagem da comunicação, que usa muitas abreviações e tem como marca a agilidade, a instantaneidade. Os jornais alternativos não precisaram da internet para surgir, mas não podemos negar que ela é um instrumento que facilita a publicação. Você vai levar a sua atuação na ONG Rio Como Vamos para a ABL? Fui eleita porque sou cronista e ensaísta. A Academia não é partidária. Ela é a casa da diversidade. METRO RIO

O FestiPoa Literária será realizado de 10 a 19 de maio, em vários locais Ci ã Te a e á principal homenageado e vai autografar o livro “O Espírito da Prosa” A ai Ma i e á a e de a fi iã d evento E e a ici a e e ã A i Cice Li i ha Ma ce Y a Liniers, Daniel Galera, JR Duran e Luiz Ruffato Mai i f aç e no site www. festipoaliteraria.com O escritor Cristovão Tezza participa hoje do encontro | JOEL ROCHA/DIVULGAÇÃO


14

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

VARIEDADES

Google Street View Hyperlapse

Os invasores

BM e os protestos da passagem

Cruzadas

Tecnologia. Nova ferramenta cria vídeos utilizando as fotos mapeadas pelo serviço Quem gosta do Google Street View, vai se divertir explorando a mais nova ferramenta do serviço: vídeos feitos com hyperlapse. Ou seja: gravações que utilizam essa técnica de fotografia que mescla movimento e time-lapse, só que produzidos com imagens que já estão no Google. Desenvolvido pelo estúdio Teehan+Lax, o Hyperlapse promete ser um

Leitor fala

sucesso, mas vai exigir habilidade do usuário. Segundo os criadores, o objetivo era usar o Google Street View para juntar as fotos que eram mapeadas, porém o serviço se mostrou útil como própria fonte de material. Depois, foi só simplificar a ferramenta para que qualquer googlemaníaco pudesse manuseá-la.

Um dos comandantes de policiamento da Brigada Militar se declarou “surpreso”, em entrevista a uma emissora de rádio da capital, na sexta-feira, com a ação dos vândalos infiltrados entre os manifestantes contra o aumento das passagens, que na quinta-feira atingiram a sede da ATP. Ora, desde a ação predatória contra a prefeitura, uma semana antes, líderes não assumidos do movimento alertaram que “semana que vem tem mais”, desta vez para baixar a tarifa para R$ 2,60. Aliás, por que a Brigada Militar não isola a prefeitura e prédios ameaçados como da ATP como faz com o Palácio Piratini ao saber, através do seu Serviço de Inteligência (?) da programação de alguma manifestação popular? Historicamente, a centenária Brigada Militar foi criada como força policial militar do governador, mas, com tempo e constitucionalmente, deveria servir à segurança pública da comunidade gaúcha. Estaremos recuando no tempo? SERGIO BECKER – PORTO ALEGRE, RS

METRO

Metro pergunta

Como você avalia o caso do jovem que confessou ter matado seis taxistas no RS?

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metropoa

@edenaui

Polícia foi eficaz porque incomodaram o governador. Do contrário...

Sudoku

@Brainattack

Mais um monstrinho gerado pela nossa “realidade” paradoxal e surreal. @ravinegoncalves

Chocante. A loucura é tanta que nem o colega de apartamento desconfiava. @TiagoRigo

Identificar o suspeito não resolve a insegurança. Aguardo uma coletiva do governo com ações preventivas e efetivas.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Mais movimento no Street View | HYPERLAPSE.TLLABS.IO

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Autoconfiança além do normal e muita determinação para realizar coisas que serão realmente muito importantes para você. Mude, adapte-se, faça algo de bom.

Purificação. Dia de cortar na própria carne se preciso for para deixar as coisas bem ajustadas e poder progredir a passos largos e decisivos com muita garra.

Concentre-se mais. Tente jogar com maior segurança, pois quem estiver especulando demais hoje pode correr o risco de ter a sua imagem mal vista pelos outros.

Ganhos emocionais. Por trás de certos acontecimentos, se você prestar atenção, poderá ver que há pessoas que o querem bem e, por isso, estão lhe apoiando.

Comparações e alguns temores de cunho emocional podem deixar você desconfortável com algumas atitudes radicais ou ousadas demais para o seu jeito de ser.

Algumas confusões de cunho emocional tendem a ser bem resolvidas durante o dia. Não fique ligado demais em um único ponto de vista, escute as pessoas.

Procure se colocar corretamente nas situações. Evite achar que se não pressionar agora não conseguirá o que quer depois. Tente ser mais maduro e confiante.

Estabilidade emocional e boa atuação perante as pessoas para poder ter mais credibilidade e sustentação para situações que precisam ser vencidas em equipe.

Dúvidas e muita agitação emocional. O dia pode se tornar estressante se você não tiver logo a certeza que as coisas serão do jeito que você está desejando.

Romantismo e forte apego emocional pela pessoa amada. Hoje ela é tudo o que você tem na vida e certamente você não troca ela por nada e nem por ninguém.

As melhores soluções do dia tendem a passar por cima de antigas inimizades e insatisfações. Será preciso ser maior do que as diferenças para unir forças.

Hoje conciliar os interesses das pessoas pode ser um trabalho hercúleo demais, mesmo para você. Tente apenas ouvir a voz da maioria e mantenha a sua paz.


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

Opinião

HELIO CASTRONEVES CASTRONEVES@METROJORNAL.COM.BR

DEFENDENDO A LIDERANÇA NA ETAPA DE LONG BEACH Oi, pessoal, tudo bom? Amanhã já estarei seguindo para a Califórnia, pois no domingo tem corrida! Em Long Beach, a terceira etapa do IZOD IndyCar Series, a responsabilidade será grande, principalmente pelo fato de estar defendendo a liderança do campeonato. Cheguei a essa posição após as corridas em St. Petesburg e Barber, onde fui 2º e 3º, respectivamente, depois de ter liderado várias voltas em ambas as corridas. Quanto a isso, sem problemas, ou abro mão de liderar “várias voltas”. Prefiro liderar uma só, a última, e conquistar o único lugar do pódio que ainda não visitei esse ano. Apesar de ser um circuito de rua, as corridas nesta cidade litorânea perto de Los Angeles são tradicionais. A Fórmula 1 correu lá de 1976 até 1983. A Indy, desde 1984 para cá. Ainda na época da CART, venci a etapa de 2001 e me lembro que o pódio foi uma farra só, pois só tinha brasileiro. O Cristiano da Matta chegou em 2º e o Gil de Ferran, em 3º. A pista é bem legal mas, ao mesmo tempo, cheia de manhas. Na verdade, ela tem dois trechos de alta velocidade (uma reta, propriamente dita, e uma avenida com uma curva bem aberta, onde a gente consegue desenvolver bem). Mas se você crava o acelerador nesses setores, nos outros é se pendurar nos freios porque a maioria das 11 curvas é bem travada. É um daqueles lugares que já expliquei aqui. Se você precisa de pouca asa para aproveitar esses pontos rápidos, tem de ter asa que lhe ajude a frear nesses cotovelos. Então, o bom acerto vem do equilíbrio desses dois pontos. A largada será às 17h45, no horário do Brasil, e o negócio é ficar ligado na Band ou no Bandsports e curtir essa corrida muito legal. Espero estar aqui na semana que vem comemorando com vocês um bom resultado, a manutenção da liderança e já de olho na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. Abraço!

15

ESPORTE

O prolífico ataque do Inter Gols. Jogadores de frente do time têm ido às redes com constância O Inter não pode reclamar de seu ataque em 2013. Leandro Damião e Diego Forlán têm feito a sua parte e empilhado gols nas defesas adversárias. Outros jogadores de frente também contribuem para a marca de 36 gols do time na temporada. Juntando os gols somente de atacantes são 22 em 2013, o equivalente a 61% dos gols da equipe de Dunga. Forlán contribuiu com dez gols, Leandro Damião aparece com dois a menos. Também foram às redes Caio, Cassiano e Rafael Moura. Dos atacantes do elenco o único que ainda não marcou foi Gilberto. Outro jogador que tem aparecido bem neste quesito é o meia D’Alessandro, com cinco gols no ano.

13 jogadores marcaram gol pelo Inter em 2013, cinco deles são atacantes. O time não vazou o goleiro adversário em três oportunidades. A média é de 1,8 gol por partida. Ao todo 13 jogadores diferentes balançaram as redes adversárias. Para a partida contra o Lajeadense, um dos adversários em que o Inter não marcou gol este ano, Dunga deverá contar com o retorno do volante Josimar. Rodrigo Moledo é outro jogador que pode retornar à equipe. A dupla se recupera de lesão muscular.

3 ESPORTE

Artilharia Confira quem marcou os gols do Inter em 2013. F

á de g

Lea d Da iã i gols DA e a d

ci c g

Cai e Ma i h d i gols Ai Ca Gab ie J M a Vi R d ig M gol

ia i a J ed

F ed Rafae i

U d g c ad dia e d Sa a C f i contra

METRO POA

Helio Castroneves, 37, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 27 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2013 sua 16ª temporada na categoria e 14ª pelo Team Penske.

Quase lá

Tênis

Brasil volta a ter dois no top 100

Juventus vence Lázio fora de casa

A ascensão de 29 posições de Rogério Dutra Silva fez com que o brasil voltasse a ter dois tenistas no top 100 do ranking da ATP. Rogerinho ocupada agora o 97o posto da lista. O outro tenista do país a ocupar as primeira posições, Thomaz Bellucci, subiu um posto e agora é o número 39 do mundo. A liderança segue sendo do sérvio Novak Djokovic, seguido pelo britânico Andy Murray e pelo suíço Roger Federer.

A Juventus não teve dificuldade para bater a Lazio, ontem, em Roma. Com dois gols do chileno Vidal, o time de Turim bateu os donos da casa por 2 a 0. Com os três pontos, a Juve foi a 74 no Campeonato Italiano. A Velha Senhora lidera a competição com 11 pontos de vantagem para o Napoli, a seis rodadas do fim da competição. O Milan é o terceiro colorado com 59 pontos.

METRO POA

Dedé

Itália

METRO POA

Damião e Forlán são os artilheiros do Inter | ALEXANDRE LOPS/INTERNACIONAL

Saiba como ganhar ingressos Passageiros que desembarcarem no aeroporto de Congonhas poderão concorrer, até o próximo sábado, a um par de ingressos para a Ipaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. O prêmio será dado às duas melhores respostas à pergunta “O que você faria pra chegar voando baixo na São Paulo Indy 300?”. Para concorrer, basta fotografar um pneu de

carro da Indy em tamanho natural que está nas esteiras de desembarque, publicar no Instragram e responder à pergunta utilizando a hashtag #sãopauloindy300. Os vencedores terão os nomes publicados no dia 22 na página oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé no Facebook (www.facebook.com/ SPIndy300). METRO

Corrida acontece no dia 5 de maio | ROBERT LABERGE/GETTY IMAGES

O C ei de e e de i d ag ei á e Va c e c be i ei entraram em acordo pe a e a de a Fa a a e a a ficia i açã d eg ci e á é dado como certo. O time cai ca de e ecebe ce ca de R i h e i h e de e efee e a d di ei ec ic de Dedé A é di a Ra a dee cede a e a e é i à e i e c a i a O eia A i e o atacante Wellington Paulista – emprestado ao We Ha ING e ã e pauta.


16

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

Dias contados para Moreno Futuro. Atacante boliviano passará a treinar separado do elenco gremista Nos últimos dias de 2011, o Olímpico abriu suas portas com uma pequena festa para receber Marcelo Moreno. A cada dia que passa os portões do clube vão se fechando para o atacante. A partir de agora, o boliviano passará a treinar no turno inverso do elenco principal. As declarações de Moreno e de seu pai irritaram a direção e os jogadores. O incômodo foi externado pelo atacante Kleber após o empate por 0 a 0 com o Novo Hamburgo, no domingo. O técnico Vanderlei Luxemburgo evita falar sobre o tema. Fora dos planos da comissão técnica, o Grêmio tenta encaixar o jogador no mercado brasileiro, já que a janela de transferências para a Europa está fechada. Com um salário pomposo no clube gaúcho, Moreno declinou todas as ofertas recebidas.

A Federação Gaúcha de Futebol divulgou as datas e os horários dos jogos das quartas de final da Taça Farroupilha, o segundo turno do Campeonato Gaúcho. O Grêmio que tinha a intenção de atuar no meio da próxima semana, entrará em campo na segundafeira, às 21h. O Tricolor gostaria de ter mais tempo para se preprar, já que enfrenta o Huachipato na quinta-feira. No fim de semana o jogo teria de ser sediado no Olímpico, pois a Arena receberá o show de Roberto Carlos e os dirigentes queriam jogar no novo estádio. Com isso, o jogo do Inter, que inicialmente seria no sábado, passou para o domingo, às 16h. Juventude e Novo Hamburgo se enfrentam no sábado, enquanto Passo Fundo e Veranópolis jogam no domingo. METRO POA

5 partidas disputou Marcelo Moreno em 2013 pelo Grêmio. Ele não marcou nenhum gol. Um dos principais nomes do elenco em 2012, o boliviano perdeu espaço com as chegadas de Barcos, Vargas e Willian José. Com cada vez menos oportunidades, Moreno e seu pai começaram a reclamar publicamente do Grêmio e de Vanderlei Luxemburgo, deixando sua situação delicada no clube. Autor de 22 gols no ano passado, o atacante entrou em campo em cinco oportunidades este ano e não marcou nenhuma vez. Seu último jogo foi na derrota por 2 a 1 para o Inter, em 24 de fevereiro. METRO POA

Com fé

Luxemburgo mostra otimismo Jogando por um empate diante do Huachipato, quinta-feira, para se classificar para as oitavas de final da Libertadores, o

4

Jogador está em situação delicada | LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

técnico Vanderlei Luxemburgo demonstra otimismo com a situação do clube no torneio. “Quando começar o jogo, nós estaremos classificados. Se passarmos, seremos candidatos ao título”, afirmou o treinador gremista. METRO POA

Gauchão. Definidas datas das quartas

Cris e M. Antônio viajam Apesar de estarem fora da partida contra o Huachipato, o zagueiro Cris e o meia Marco Antônio viajarão com a delegação para o Chile. A integração da dupla na delegação foi um pedido

dos jogadores. Expulso diante do Fluminense, Cris está suspenso. Marco Antônio, por outro lado, recupera-se de lesão muscular. Ontem, o elenco embar-

cou para São Paulo e hoje ruma para o Chile, onde ficará um dia em Santiago e depois irá para Talcahuano, onde ocorre a partida de quinta-feira, às 22h. METRO POA

F-1. Interlagos pode ficar fora do calendário de 2014

Desabamento mata um e deixa outro ferido O operário Carlos de Jesus, 34 anos, morreu ontem após o desabamento de parte da arquibancada do novo estádio do Palmeiras, que está em construção. O acidente ocorreu por volta das 11h em São Paulo. Já Crispiniano Santos foi levado à Santa Casa de Misericórida de São Paulo com escoriações na região lombar e no ombro. | DIOGO MOREIRA/FRAME/FOLHAPRESS

A Fórmula 1 pode fazer a sua despedida do autódromo de Interlagos este ano. De acordo com Bernie Ecclestone, chefão da categoria, em entrevista ao “Estado de S.Paulo”, a demora na realização das reformas necessárias no circuito paulista deve deixá-lo de fora do calendário de 2014 da categoria. “O traçado é um dos melhores do mundo, com certeza. Mas a estrutura à disposição do público e das equipes é a pior do calendário. Não é preciso ser como isto aqui (o circuito chinês), mas deve atender às nossas necessidades operacionais. A estrutura à disposição do público e das equipes é a pior do calendário”, disparou Ecclestone. “Não podemos cobrar nada dos outros autódromos com Interlagos ano após ano

32 das 41 edições do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 foram disputadas no autódromo de Interlagos. mantendo-se como está. Os demais administradores sabem o que é Interlagos, isso nos desmoraliza. Nem em pistas de rua, como Mônaco, Melbourne e Montreal, enfrentamos essas dificuldades”, completou. No fim do ano passado, Ecclestone esteve visitando o circuito localizado dentro do Beto Carrero World, em Santa Catarina, e o local poderia passar a receber o Grande Prêmio do Brasil, que ocorre desde 1972. METRO POA

clubes (Grêmio, Inter, Lajeadense e São Luiz) conseguiram avançar às quartas de final dos dois turnos.

Taça Farroupilha Quartas de final Sábado 21h

x JUVENTUDE

N. HAMBURGO

Domingo 16h

x INTER

LAJEADENSE

18h30

x PASSO FUNDO VERANÓPOLIS

Segunda-feira 21h

x GRÊMIO

SÃO LUIZ


20130416_br_portoalegre