Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica do Jornal de Jundiaí

DIVULGAÇÃO

O PODEROSO Cruise tenta se virar numa Terra devastada

SPECTOR

AL PACINO VIVE NA HBO A HISTÓRIA DO

Tom Cruise volta ao futuro PRODUTOR PRESO POR ASSASSINATO PÁG. 12 Ator tenta se reerguer com a sci-fi ‘Oblivion’ PÁG. 12

SANTOS Sexta-feira, 12 de abril de 2013 Edição nº 800, ano 4 MÍN: 19°C MÁX: 29°C

www.readmetro.com | leitor.st@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

Vista grossa com menor infrator já dura 20 anos Impunidade. Mais de 20 projetos que reduzem a maioridade penal aguardam votação no Congresso. Alguns deles há duas décadas. Tema voltou a ser discutido pela sociedade depois que um ladrão de 17 anos, que hoje completa 18, matou estudante em São Paulo PÁG. 06

PF lagra importação ilegal no porto Cerca de 6 mil pessoas usavam contêineres de mudança para trazer eletrônicos ao país PÁG. 04

Smartphone com desconto deverá ter app nacional Pacote obrigatório de aplicativos será definido em até 180 dias. Corte no imposto já está valendo PÁG. 08

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Palmeiras bate o Libertad e avança na Libertadores Amigos e colegas que estudavam com Victor Hugo Deppman na faculdade Cásper Líbero realizam uma passeata pela paz na avenida Paulista | J. DURAN MACHFEE/FUTURA PRESS

Volante Charles marcou o único gol do Verdão e garantiu a vaga com uma rodada de antecedência PÁG. 15


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{EDITORIA}

|02|◊◊


|04|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

1

Dengue. Porto terá 30 armadilhas

FOCO

‘Harlem Shake’ põe todo mundo para dançar na praça Mauá Para comemorar o ‘Dia do Projeto Dança de Rua’, a praça Mauá virou palco da gravação do ‘Harlem Shake’ (fenômeno viral da internet), além de diversas atrações artísticas. O evento foi realizado pela Cia. Dança de Rua do Brasil, em celebração à data instituída pela lei 1.693 de 1998. “Esta é uma comemoração do projeto que resgatou mais de 15 mil jovens da ociosidade e das ruas”, disse o idealizador Marcelo Cirino. Na hora da apresentação de dança de rua, uma madeira solta no palco assustou um dos dançarinos, mas ele não teve ferimentos | FRED CASAGRANDE/METRO SANTOS

Cerca de 6 mil pessoas importam ilegalmente Candidatura

Presidência do partido Com duras críticas à presidente Dilma Rousseff e ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), o senador Aécio Neves oficializou ontem sua candidatura à presidência do PSDB. Ele também reafirmou que será candidato ao Palácio do Planalto em 2014.

Porto de Santos. Mercadorias chegavam ao porto registradas de forma ilegal para não pagar impostos. Pena para crime de contrabando e descaminho varia de 1 a 4 anos de reclusão Operação da Receita Federal, Polícia Civil e Ministério Público aponta que cerca de 6 mil pessoas que viajaram ao exterior importaram, irregularmente, produtos pelo Porto de Santos. De acordo com inspetor chefe da Alfândega de Santos, Cleiton Simões, em cada container vindo dos Estados Unidos para o Porto de Santos (com São Carlos como destino final) havia produtos diver-

sos de seis mil pessoas. “Na primeira operação que ocorreu na sexta-feira chegamos a uma transportadora em São Carlos (SP) e descobrimos dentro do contêiner, que estava registrado como bagagem, que não havia uma mudança e sim diversos produtos de empresas e pessoas físicas como suplementos alimentares, eletrônicos, equipamentos médicos. Esses produtos deveriam ser registrados como im-

portação, mas para não pagar impostos as empresas registraram como bagagem”. Uma pessoa foi presa na ação. Ontem, a operação ocorreu no terminal de contêineres da Santos Brasil, onde foram apreendidos produtos eletrônicos, colchões e ainda uma bicicleta avaliada em mais de R$ 12 mil. Até o fechamento desta edição a mercadoria e as pessoas envolvidas ainda não haviam sido

contabilizadas. “Algumas pessoas oferecem desconto para colocar outros produtos na bagagem de quem vem ao Brasil. Mas isso é crime de contrabando ou descaminho com pena de 1 a 4 anos de prisão. A pessoa que permitir pode ser até presa”, alegou o inspetor. ANA PAULA SANTOS METRO SANTOS

Com o avanço da dengue na cidade, serão instaladas 30 armadilhas de monitoramento da dengue pelos nove quilômetros da margem direita do porto, que vão ajudar na verificação da incidência do mosquito Aedes aegypti e estabelecer as prioridades de combate. Os novos dispositivos no porto vão se somar às 438 armadilhas já espalhadas pela cidade, cujos dados têm servido de base para a definição de mutirões e outras medidas contra a proliferação do mosquito transmissor da doença. De acordo com a Codesp, no próximo dia 25 será reativado o grupo de combate a possíveis focos em contêineres. “A dengue é um problema que não tem fronteiras e somando esforços teremos um retorno mais efetivo”, disse Alexandra Sofia Grotta, superintendente de saúde, segurança e meio ambiente da Codesp. Até o momento, foram registrados na cidade 4.045 casos de dengue, uma morte confirmada e três óbitos suspeitos. METRO SANTOS Economia

Semáforos de LED são instalados em Santos A CET começou a mudar as lâmpadas incandescentes por LED nos semáforos. Segundo a prefeitura, o custo da iluminação semafórica será reduzido em 90%. Hoje, são gastos R$ 73 mil, com o LED serão R$ 7 mil por mês. METRO SANTOS

Vila Belmiro

Farra dos salários acaba no Guarujá Cotações Dólar - 0,05% (R$ 1,97) Bovespa - 1,39% (55.401 pts) Euro + 0,11% (R$ 2,59)

Foi revogado no Guarujá o artigo 13, da Resolução 0017/2012, de novembro passado, que concedia a chamada GAP (Gratificações por Assiduidade e Pontualidade) aos 39 servidores concursados. A GAP fez com que os salá-

rios, que iam de R$ 5 mil a R$ 16 mil, fossem elevados em até mais de 100%, alcançando até R$ 35 mil, para cargos de chefia, e R$ 12 mil a R$ 18 mil para cargos operacionais, como motorista, telefonista etc. Além deles, a Câmara tem

FALE COM A REDAÇÃO leitor.st@metrojornal.com.br 013/3345-9000 COMERCIAL: 013/3285-6993

Selic (7,25%)

Salário mínimo (R$ 678)

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

mais 70 servidores, que ganham em média R$ 3.400, além de 17 vereadores, cuja remuneração não pode passar de R$ 17 mil (salário da prefeita). A promotora de justiça Carolina Capochim da Roz abriu

inquérito civil na quarta-feira e vai apurar o problema, já que o dinheiro saiu do bolso dos contribuintes do Guarujá. A previsão é que até um mês saia um parecer do que vai acontecer, até se o dinheiro será devolvido. METRO SANTOS

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero.

Metro Santos. Editor-Executivo: Marcelo Camargo (MTB: 33.618). Diagramação: Nathália Halcsik. Gerente Comercial: Luciano Pessoa.

Passeio ciclístico comemora centenário No domingo, a Associação Brasileira dos Ciclistas faz passeio em homenagem ao Santos. A saída é às 10h, na Vila. METRO SANTOS

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua José Caballero, 15, Gonzaga, CEP 11055-300, Santos, SP. Tel.: 013/3345-9000 O Jornal Metro é impresso na Gráfica do Jornal de Jundiaí. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 20.000 exemplares


|06|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO@METROJORNAL.COM.BR

DILMA QUER LEONARDO, DO PSG, PRESIDINDO A CBF.

Discussão urgente Passeata na av. Paulista homenageou Victor Hugo Deppman, assassinato por um menor de 17 anos na porta de casa | ALEXANDRE MOREIRA/BRAZIL PHOTO PRESS

Impunidade. Morte de estudante por menor de 17 anos durante assalto em São Paulo reacende polêmica sobre a maioridade penal no Brasil O assassinato do universitário Victor Hugo Deppman, de 19 anos, na quarta-feira, por um jovem de 17, na zona leste de São Paulo, reacendeu a discussão sobre a maioridade penal no país. Há pelo menos 20 anos, o Congresso tenta, sem sucesso, mudar a lei para punir com mais rigor menores que cometem crimes. Atualmente, três PECs (Propostas de Emenda à Constituição) estão na Comissão de Constituição e Justiça do Senado em estágio avançado, aguardando apenas uma votação, antes de seguir para o plenário. Os projetos preveem a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, mesma idade usada em países como Portugal, Cuba, Argentina e Chile, por exemplo. A nova lei seria aplicada para crimes como homicídio e tráfico. A mudança gera controvérsias. A comissão de Juristas que elaborou sugestões para o novo Código Penal não chegou a um consenso sobre a mudança. O artigo 228 Constituição de 1988 declara que “são penalmente inimputáveis os menores de 18 anos”. A punição de menores é definida pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), criado em 1990. O estatuto fixa seis modalidade de medidas socioeducativas, que vão desde advertência até a internação em centros de reeducação. Mas nenhum menor pode ficar preso por mais de 3 anos. Questionado ontem sobre a morte do universitário, o governador Geraldo Alckmin disse que o PSDB vai prepara um projeto

MAIORIDADE PENAL

“O PSDB NÃO ESTÁ NO DIVÃ. SOMOS OPOSIÇÃO”

A presidenta Dilma sabe que não pode meter o bedelho nesse assunto, por se tratar de entidade privada, mas tem um candidato preferido para assumir a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF): Leonardo, craque aposentado da seleção brasileira e atual dirigente de uma das maiores forças do futebol francês, Paris Saint Germain (PSG). Ela quer ver José Maria Marin fora da CBF o mais rápido possível.

NO BRASIL E NO MUNDO

AÉCIO NEVES, PRESIDENCIÁVEL DO PSDB, CUTUCANDO QUEM NÃO DEFINE O APOIO A DILMA

para diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). Tem chances.

No Brasil, crimes praticados por menores de 12 a 17 são atos infracionais. Aos 21, a soltura é compulsória   

22 é o número de projetos sobre redução da maioridade penal que estão em tramitação na Câmara e no Senado. com o objetivo de alterar o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), tornando mais duras as punições a menores. De acordo com ele, o projeto será encaminhado em 15 dias ao Congresso Nacional. “Mais uma vez, é um menor, que daqui a alguns dias vai completar 18 anos (ele completa 18 anos hoje). Vai sair com a ficha limpa, embora seja um caso grave e reincidente”. Entre as mudanças propostas na legislação pelo governador está a de que, após completar 18 anos, o jovem sentenciado por crime violento tenha de cumprir o restante da pena em uma unidade do sistema penitenciário. O advogado e vereador Ari Friedenbach, pai da jovem Liana, morta em maio de 2003 por um menor, defende a responsabilização penal de criminosos que tenham consciência do que fazem, independente da idade. Ele afirma que seria possível fazer essa análise a partir da avaliação de uma equipe de profissionais Para ele, isso seria mais eficiente do que a redução da maioridade penal. Ele lembra que quando a filha foi morta, há quase 10 anos, ouviu que não seria bom legislar no calor das emoções, mas até hoje nada foi feito. METRO

México* África do Sul Estados Unidos Reino Unido França Alemanha China Japão Rússia Argentina

6

7 7

OS 8

é o tempo máximo que o menor pode ficar internado

13 14 14 14 14

BORGES/FOTOARENA

16

Brasil** Colômbia**

18 18 18

Peru** FONTE: UNICEF *NA MAIORIA DOS ESTADOS, ENTRE 11 E 12 ANOS. **ÚNICOS COM MAIS DE 10 MILHÕES DE CRIANÇAS COM MAIORIDADE ACIMA DE 18

Pela redução

José Maria Marin | ANDRE SOUSA

Contra a redução

‘É uma questão de segurança’

‘Reduzir a idade não resolve’

É uma questão de estatística. Os homicídios e latrocínios causados por menores infratores têm aumentado. Não é apenas mais do ponto de vista moral que essa discussão deve ser tratada, mas sim, de segurança pública. A idade de 14 anos para redução acho excessiva, mas 16 anos é razoável. No entanto, há um lobby forte contra a redução. Mas esses crimes têm falado mais alto e a discussão será levada inevitavelmente ao Congresso Nacional. É um assunto premente.

É uma ilusão reduzir a maioridade penal. Somos favoráveis a mudanças no ECA. Em vez da pena máxima de 3 anos, ela pode ser ampliada. O juiz poderia acompanhar periodicamente o comportamento do menor infrator. Na cadeia, com os demais presos, ele fará um doutorado em criminologia. O que é preciso é cobrar o Estado e a responsabilização da família. Daqui a pouco se reduz para 12 anos, depois para 10. Onde vamos parar? Reduzir a idade não resolve.

CÉLIO BORJA

RICARDO CABEZÓN

Ex-ministro da Justiça e ex-ministro do STF

Presidente da Comissão do ECA da OAB-SP

PLANOS SECRETOS. Lembrada de que as federações estaduais é que definem o presidente da CBF, Dilma dá de ombros. Parece ter planos intervencionistas. CONSULTAS. “O que acha de Leonardo da CBF?”, tem perguntado Dilma a amigos e políticos que recebe em seu gabinete. Está empolgada com a idéia.

Dilma sente urticária quando lembra que terá de conviver com o atual chefe da CBF em eventos das copas das Confederações e do Mundo. URTICÁRIA.

MÃO NA TAÇA. O embaixador Roberto Azevedo, expoente da atual geração de ouro da diplomacia brasileira, passou à segunda fase da disputa

‘INFELICIANO’. Deputados que já pensam em deixar o PSC apelidaram de “Infeliciano” o pivô da polêmica sobre a Comissão de Direitos Humanos da Câmara. ESTRANHAS CISTERNAS. In-

vestigada pelo Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo, a Capricórnio S/A venceu licitação para instalar 137 mil cisternas no Nordeste, no valor de R$ 780 milhões. Sua especialidade é outra: uniformes e mochilas escolares. PENSANDO BEM... ...Dilma deveria evitar o vermelho, sua cor favorita. Lembra tomate. APOSENTADORIA. A gover-

nadora Roseana Sarney (MA) obteve ontem sua aposentadoria como analista legislativo, nível III, padrão S45, o mais alto do Senado: o valor supera o teto. Após o redutor, vai receber R$ 26,7 mil mensais.

PODER SEM PUDOR

Seguro contra maus espíritos Quando era diretor do Banco da Amazônia, o engenheiro Orion Klautau precisava tomar uma decisão importante, quando se lembrou que a sua secretária era espírita kardecista. Mesmo sendo católico fervoroso, ele pediu ajuda à assessora para “incor-

porar” o espírito do presidente John Kennedy, de quem é admirador. Mas suplicou: - Fique aqui por perto, porque pode baixar o Barata... Referia-se a Magalhães Barata, ex-governador do Pará. 

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|08|

Domésticas. Jucá propõe multa de 10% do FGTS em caso de demissão O senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator da comissão mista encarregada de regulamentar dispositivos da Constituição e consolidar a legislação federal, sugeriu a redução para 10% da multa incidente sobre o saldo FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no caso de demissão sem justa causa de trabalhadores domésticos. A regra geral é de 40%. “No comércio e na indústria, por exemplo, há regras claras. Na relação doméstica, será mais difícil caracterizar o que é justa causa e o que não é”, argumentou Jucá, que espera apresentar uma proposta de normatização dos novos direitos, com outras reduções de encargos, até o fim de abril. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), no entanto, pediu mais cautela. Em sua opinião, o fundo, que é uma espécie de poupança para o trabalhador, já vem sendo corroído por uma política equivocada do governo federal. “A ideia da poupança pa-

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Celular com isenção deve ter aplicativo nacional Tecnologia. Governo detalhou ontem características de aparelhos que podem ser beneficiados com corte de PIS/Cofins. Exigência de ‘apps’ brasileiros só valerá em 6 meses

Regulamentação deve sair até o final de abril, diz Jucá | JOSE CRUZ/ABR

ra os dias difíceis deve ser preservada. A multa de 40%, por exemplo, protege o emprego de todos”, diz. Jucá adiantou também que vai propor a redução da contribuição patronal à Previdência, dos atuais 12% para 8%. A contribuição do empregado, que hoje varia de 8% a 11%, conforme a faixa salarial, poderá ser unificada em 8%. Para o relator da matéria, outro encargo a ser reduzido é o seguro por acidente de trabalho, que poderia ser fixado em 1% sobre o salário. Atualmente, varia de 1% a 3%, de acordo com o risco. METRO

Os smartphones deverão ter um pacote mínimo de aplicativos desenvolvidos no Brasil previamente embarcados para terem direito à redução nas alíquotas de PIS/Cofins. O Ministério das Comunicações publicou ontem as características técnicas dos aparelhos de até R$ 1.500 produzidos no país que serão beneficiados pela desoneração. O ministério não deu maiores detalhes sobre a quantidade de “apps” nacionais que devem ser instalados ou sobre seus pré-requisitos. A exigência só valerá daqui a 180 dias. Até junho, as fabricantes devem apresentar suas propostas ao governo para atender às determinações. Com a medida, o governo pretende estimular o desenvolvimento de aplicativos focados nas necessidades brasileiras e não ape-

COMO DEVE SER O SMARTPHONE Características mínimas para o desconto APARELHO

CONEXÃO

Tela sensível ao toque ou teclado físico no padrão QWERTY Tela de entrada e saída de informações de área superior a 18 cm²

Suporte à tecnologia 3G ou outra com capacidade de transmissão de dados superior

Pacote mínimo de aplicativos desenvolvidos no Brasil previamente embarcado

Suporte à conexão Wi-Fi

Sistema operacional que disponibilize SDK (Software Development Kit)

Quando possuir tecnologia 4G, deverá operar, no mínimo, na faixa de 2.500 MHz a 2.690 MHz

API (Application Programming Interface) que possibilitem o desenvolvimento de aplicativos por terceiros

FONTE: "DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO"

nas traduções de sucesso vindos de outros países. Está prevista a formação de um Comitê de aplicativos móveis, formado por representantes do governo, operadoras e fabricantes. O objetivo é estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de aplicativos no país e como

SISTEMA E APLICATIVOS

podem ser embarcados nos smartphones beneficiados pela desoneração. Com a publicação ontem da portaria detalhando os critérios técnico, já começou a valer o corte de impostos para smartphones. A isenção de PIS/Cofins representa 9,25% de

Aplicativo de navegação que permita o acesso a páginas no padrão HTML

Aplicação dedicada para contas de e-mail

desconto sobre o preço final. Segundo o ministério, a desoneração deve levar a uma redução no preço final ao consumidor de até 30% em relação aos smartphones importados, que pagam também IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). METRO

Veículos. Recall mundial de 3,4 mi de carros afeta país

Windows tem falha de atualização

O recall global de 3,4 milhões de veículos das montadoras Toyota, Honda, Nissan e Mazda irá afetar carros vendidos no Brasil. Segundo as empresas, os airbags dos carros, fabricados pela também japonesa Takata, podem se incendiar ou ferir passageiros. Segundo a Toyota, que fará a revisão global em 1,73 milhão de veículos, carros vendidos no Brasil serão afetados. O recall mundial inclui os modelos Corolla e Camry fabricados entre novembro de 2000

A Microsoft liberou nesta semana uma atualização para Windows 7 que vem causando problemas a usuários do sistema. A instalação do pacote de código KB2823324 impossibilita a inicialização normal do computador. A Microsoft não divulgou uma solução para o problema que, segundo a empresa, afeta mais usuários brasileiros. Para evitar que o sistema instale o pacote, o usuário deve entrar no painel de

e março de 2004. Aqui, a ação não envolverá unidades do Camry. A Honda fará a revisão mundial em 1,14 milhão de carros, que incluem o Civic 2001-2003 e o CR-V 2002, e a Nissan em 480 mil, incluindo o Maxima. No entanto, as unidades no Brasil ainda avaliam se o recall afetará seus carros vendidos no país. Já a Mazda está convocando 45.500 veículos no mundo, mas não vende carros no país desde 2000. METRO

controle e desabilitar a atualização automática e negar a operação, caso o sistema peça autorização. Se ele já estiver instalado, precisará solicitar a desinstalação. Caso a máquina já esteja com problema e não inicie corretamente, o usuário poderá restaurar a operação normal do computador (veja como fazer no quadro ao lado). Se não conseguir resolver o problema, é melhor chamar um técnico especializado. METRO

O que fazer

Desligue e ligue a máquina, pressionando repetidamente a tecla F8.

Escolha “Recuperar seu computador” e em seguida “prompt de comando”.

Digitar o seguinte comando, seguido da tecla Enter: echo %systemdrive%.

O sistema vai informar o “system drive”, onde está instalado o Windows. Se for o “C:”, digite edism.exe / image:C:\ /cleanup-image /revertpendingactions, seguido da tecla Enter. Altere a linha dependendo de qual for o “system drive”.

Reinicie o computador e desative o update problemático.


|10|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

O ‘último grito’ chavista Venezuela. No encerramento da campanha, Nicolás Maduro reúne multidão em Caracas. Eleitores vão às urnas no próximo domingo A maré vermelha do chavismo tomou conta de Caracas com um só objetivo: frear o líder opositor, Henrique Capriles. A exibição de força do oficialismo, paga com recursos públicos, mobilizou a capital desde a noite de quarta-feira e fez com que mais de 1 milhão de pessoas marchassem pelas ruas no dia de ontem. “Para a burguesia que não nos vê, as campanhas eleitorais são como carnavais de demagogia, enquanto que, para nós, são para levar o programa de governo e debatê-lo”, disse Nicolás Maduro, horas antes de dar por terminada a campanha mais curta e desequilibrada da história da Venezuela. Caracas voltou a ser testemunha do “ventajismo” (palavra que deriva de vantagem, em espanhol) do governo, ontem elevado à sua máxima potência. O chavismo exibiu seus múscu-

“Vivi muitas eleições com Chávez, mas, desta vez, o jogo está mais agressivo e sujo do que nunca” FUNCIONÁRIO DA PDVSA

los ino jetados com esteróides da PDVSA (Petróleos de Venezuela), braço financeiro para todos os seus projetos. A companhia oferece os bolívares e também os aplausos de seus mais de 100 mil funcionários. “Vivi muitas eleições com Chávez, mas nenhuma como essa”, contou ao Metro um engenheiro da PDVSA obrigado a vir à capital venezuelana. “Desta vez, está mais agressivo e sujo do que nunca. Nos fizeram marchar, distribuir panfletos. Nos deixaram com medo”, denunciou. As reclamações contrastam com as palavras dos seguidores do chavismo. “De-

vemos seguir construindo a revolução. O oligarca (Capriles) não vai acabar com os programas sociais”, disse o universitário Jesús Lárez, 19. “Eu vou votar em Maduro para continuar o processo liderado por Chávez”, completou o engenheiro agrônomo Ramón Materán, 59. O governo considerava chave a demonstração de ontem. Até duas semanas atrás, todas as pesquisas davam uma cômoda vantagem a Maduro, de ao menos 10 pontos. Nos últimos dias, porém, essa margem se reduziu. “Obviamente, a candidatura de Maduro é mais fraca do que no início”, diz Luis Vicente León, presidente do instituto de pesquisa Datanálisis. “Mas não é fraca o bastante (para uma derrota).” DANIEL LOZANO METRO INTERNACIONAL

AS PESQUISAS* DIFERENÇA >> 9,7% MARGEM DE ERRO >> 2,66% Em março, a vantagem de Maduro sobre Capriles era de 14 pontos percentuais.

45,1%

HENRIQUE CAPRILES, 40 Neto de imigrantes judeus, Capriles nasceu em uma família de classe média alta. Foi o mais jovem legislador a ser eleito na Venezuela, aos 26 anos, e hoje governa o Estado de Miranda, o mais populoso do país. Em outubro, ele obteve 44% dos votos em uma eleição contra Hugo Chávez, o maior índice de um opositor contra o líder bolivariano

54,8%

NICOLÁS MADURO, 50 Líder sindical, Maduro trabalhou como motorista de ônibus em Caracas. Ele entrou para a política em 2000 e, na Assembleia Nacional, fazia uma defesa ferrenha dos projetos de Hugo Chávez. Entre 2006 e 2012, foi ministro de Relações Exteriores do governo venezuelano. Em dezembro passado, Chávez o indicou como seu sucessor

*FONTE: DATANÁLISIS. LEVANTAMENTO REALIZADO ENTRE 1º E 5 DE ABRIL, COM 1.300 PESSOAS


|12|

2 CULTURA

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Pacino vive polêmico Phil Spector em filme No HBO. Longa para a televisão por assinatura mostra caso que fez arranjador de ‘Let It Be’ ir para a cadeia Há até não muito tempo, o nome do produtor musical Phil Spector aparecia com certa constância na mídia. Muito se falava de sua excentricidade, mas ele quase sempre era mencionado por seu importante trabalho em discos dos anos 1960 e 1970 ou por sua polêmica atuação no álbum “Let It Be” (1970), dos Beatles (cuja produção ele assumiu após o fim das gravações, em pé de guerra). Em 2009, porém, o nome do produtor passou a frequentar as páginas policiais. Spector foi acusado

de assassinar uma atriz em sua casa, em 2003, o que o levou à prisão. Esse episódio é o mote do telefilme “Phil Spector”, que estreia amanhã na grade do canal pago HBO, às 22h. O filme mostra o produtor em sua tentativa de provar inocência. Sua advogada acha que o júri só acreditará em sua versão se ele testemunhar pessoalmente no julgamento. Mas, conhecendo seu comportamento imprevisível, ela se questiona: será que a presença dele não poderia piorar sua situação?

19 anos de prisão foi a sentença dada ao produtor Phil Spector em seu julgamento. O filme foi feito para a TV, mas tem profissionais de ponta do cinema. Al Pacino, em nova caracterização perfeccionista, é Spector, e Helen Mirren vive sua advogada. O roteiro e a direção são de David Mamet (de “A Trapaça”). METRO

Al Pacino (ao centro) caracterizado como Spector | DIVULGAÇÃO

Estreias no cinema

Ele ainda é um

astro?

“Alvo Duplo”

“Chamada de Emergência”

[EUA, 2012], de Walter Hill. Com Sylvester Stallone. Sly volta a protagonizar um filme que não seja franquia nesta produção, em que vive um assassino que se alia a um policial para vingar a morte de um companheiro.

[EUA, 2013], de Brad Anderson. Com Halle Berry, Abigail Breslin e Morris Chestnut. Vencedora de um Oscar, Berry vive uma operadora de serviço de emergência que arrisca a própria vida para salvar uma adolescente de um serial killer.

“Juan e a Bailarina”

“O Carteiro”

[Brasil/Argentina, 2011], de Raphael Aguinaga. Com Marilu Marini e Arturo Goetz. Grupo de idosos que vive em asilo descobre que a Igreja Católica clonou Jesus Cristo. Com isso, o local acaba ficando uma bagunça.

[Brasil, 2010], de Reginaldo Faria. Com Reginaldo Faria, Cande Faria e Dany Stenzel. O carteiro Vitor costuma violar as cartas dos vizinhos. Ele acaba se apaixonando por Marli, e passa a controlar as missivas dela ao namorado.

Olga Kurylenko e Tom Cruise dividem a cena em “Oblivion” | DIVULGAÇÃO

Psy

‘Gangnam Style’ ganha sucessor O cantor sul-coreano Psy tenta repetir o sucesso de seu hit anterior com “Gentleman”, single que começa a ser vendido hoje e que será lançado com um show em Seul para 50 mil espectadores, no qual ele deve dançar pela primeira vez a (aguardada) coreografia da nova canção.

Um ano atrás, Tom Cruise estava surfando na crista da onda com “Missão Impossível – Protocolo Fantasma”, assegurando a Hollywood de que o público ainda adora o astro –  a bilheteria mundial girou na casa dos US$ 700 milhões. Mas depois vieram “Rock of Ages”, com críticas e arrecadação decepcionantes, e “Jack Reacher”. Nenhum dos dois chegou ao topo em seu fim de semana de estreia. Agora, com a estreia de “Oblivion” – que teve uma campanha publicitária fortemente ancorada na imagem do ator e incluiu até

passagem dele pelo Brasil –, Hollywood se faz a mesma pergunta de antes de “Protocolo Fantasma”: Tom Cruise ainda consegue puxar um filme? No longa, ele vive um técnico que cuida dos últimos recursos de uma Terra devastada pós-invasão alienígena, mas que tem suas certezas postas à prova quando conhece uma misteriosa mulher. Desempenho fraco Os últimos anos sugeriram que a era do astro estaria chegando ao fim e que sua mera presença em um pôster não seria mais su-

ficiente para convencer o público. Para completar, 2013 não tem sido muito bom para velhos astros do cinema. Nos EUA, “Os Mercenários 2” – com Arnold Schwarzenegger e Sylvester Stallone – não foi tão bem, assim como a continuação de “Duro de Matar”, que está longe de recuperar os US$ 92 milhões investidos. “Protocolo Fantasma” provou que Cruise ainda é capaz de rebater críticas e fofocas de tabloide. Quem sabe sua mais recente tentativa de salvar o mundo também salve a carreira dele. De novo. METRO


|14|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Receita Minuto Emissário

DANIEL BORK BORK@METROJORNAL.COM.BR

O MELHOR BOLO DE MANDIOCA DO MUNDO !

Cruzadas

Não exagero neste comentário amigos leitores, haja visto que a receita que oferto a vocês é do tipo cremoso, que se faz em uma assadeira não muito alta justamente para abocanhar de uma só vez cada pedacinho... Hummm, fiquei com vontade! Até a próxima.

Realmente a situação do Emissário não vai bem. Além de dezenas de moradores de rua - que aliás estão em todo o jardim da orla - temos jovens fumando maconha quase que o dia todo perto das pedras. O Museu do Surf, que seria um atrativo para chamar a família para o local está fechado e, com isso, a sensação de abandono fica aparente. A Guarda Municipal precisa ter pulso firme e inibir os excessos. Se não puderem fazer nada, que chamem a polícia. TERESA ANDRADE, SANTOS

Prédios públicos É ridículo deixar que os prédios da prefeitura fiquem em uma situação tão ruim. Equipamentos da saúde, com essa epidemia de dengue que está, precisam ser seguros pois muita gente os está utilizando. Precisam tomar alguma providência o quanto antes, pois pronto-socorros são imprescindíveis, ainda mais neste momento. TIAGO FERREIRA, SANTOS

Metro Pergunta

Você é a favor da redução da maioridade penal?

RODOLFO BARTOLINI/DIVULGAÇÃO

@FabioSinegaglia

INGREDIENTES Massa: 600 g mandioca cozida 2 xícaras (chá) açúcar 2 colheres (sopa) manteiga 3 ovos 1 xícara (chá) leite 2 xícaras (chá) coco seco ralado grosso

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metro

Sudoku 1 vidro de leite de coco (200 ml) 1 pitada de sal

Sou a favor de redução para 12 anos. Passou disso? Cadeia, sem direito a nada a não ser cumprir a pena e trabalhar no presídio. @nanda_rodrgue

Para untar: 2 colheres (sopa) margarina 1 xícara (chá) farinha de trigo

A redução não vai resolver. A lei precisa prever avaliação individual de conduta, em qualquer idade. @TCoronelRibeiro

Totalmente! É necessário mudar o Código Penal e o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Modo de preparo: Coloque o coco ralado em uma vasilha, regue com o leite de coco e o leite de vaca e deixe hidratar por 15 minutos. Processe as mandiocas ainda quentes e coloque em uma batedeira. Acrescente o restante dos ingredientes da massa e bata por 5 minutos em velocidade média. Coloque esta massa em uma assadeira untada com margarina e polvilhada com farinha. Leve ao forno quente (180º) por aproximadamente 1 hora ou até que fique bem dourado. Tire do forno, espere amornar, desenforme, fatie e sirva. Decore com coco ralado e polvilhe canela em pó.

Horóscopo

Metro web Para falar com a redação:

leitor.st@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Está escrito nas estrelas

www.estrelaguia.com.br

Pausa para descansar a cabeça. Muitos assuntos no ar podem estar criando opções demais para você se estressar sem muitos resultados práticos. Fique frio.

Falta de energia ou necessidade de sumir um pouco da área para cuidar mais de você mesmo e fazer coisas que o façam mais feliz. Pode pintar uma nostalgia.

Deixe o dia passar com calma. Evite cutucar as pessoas pois elas poderão estar irritadiças e lhe responder de mau grado. Procure passar o dia sem desgastes.

Possíveis dificuldades para você atingir os seus objetivos. O dia promete colocar algumas confusões e falta de colaboração. Hoje tudo pode ficar estagnado.

Possível falta de interesse pelos assuntos do dia. O estresse e o cansaço mental poderão levar você a se afastar das coisas e das pessoas que o deixem tensa.

Tédio e falta de boas razões para você reagir. Momento de pausa no qual tudo o que você fizer pode não dar nenhum resultado prático. Espere um pouco mais.

Mil estratégias na cabeça para passar bem longe de certas responsabilidades e poder curtir o dia. Está mesmo na hora de se divertir e esquecer os problemas.

Poucas opções interessantes para os seus objetivos pessoais. O dia pode ser marcado pela ausência das pessoas e pela necessidade de recarregar suas baterias.

Falta de entrosamento ou indisponibilidade pessoal. Alguns eventos do dia podem sugerir que as pessoas não estão muito empolgadas e preferem ficar sozinhas.

Dia atrapalhado. As coisas que você quer fazer podem não ser exatamente como você imagina que seriam. Procure ter mais paciência e não se estressar por pouco.

Possível sensação de cansaço exagerado. Poderá ser necessário um repouso momentâneo para você se sentir mais disposto e poder encarar os desafios do dia.

Não fique grilado com a falta de colaboração das pessoas. As energias do dia indicam que elas podem estar muito dispersas e exaustas para darem atenção.


SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Vem, oitavas. Palmeiras vence Libertad por 1 a 0 com show da torcida e avança de fase na Taça Libertadores

Nas alturas!

O Palmeiras está classificado para as oitavas de final da Libertadores. Com dedicação, um jogador a menos no 2o tempo, festa na arquibancada e um herói improvável – o volante Charles –, o Verdão bateu o Libertad (PAR) por 1 a 0 e está garantido na próxima fase. O time agora pega o Sporting Cristal (PER) para tentar cravar a liderança do Grupo 2. Raça e aplicação tática não faltaram ao alviverde na etapa inicial. Empurrado por mais de 35 mil torcedores que lotaram o Pacaembu, o Palmeiras foi dono da primeira parcial, controlando a posse de bola e as ações ofensivas. Mas sem criar reais chances de abrir o placar. Já os paraguaios apostavam nas jogadas de bola pa-

rada para chegar à meta de Fernando Prass. Sem sucesso. Na volta do intervalo, o Verdão manteve o ritmo. E foi premiado aos 7 minutos. Charles recebeu de Wesley na área e chutou forte na saída do goleiro. Dez minutos depois, no entanto, Wesley foi expulso. Os visitantes ganharam espaço e se lançaram em busca do empate. O Palmeiras recuou, passou a explorar os contra-ataques e, a cada bola isolada pela zaga, gritos da arquibancada manifestando apoio. E foi assim, na base da raça, que o Verdão garantiu sua vaga em campo, para alegria da torcida que, mais do que nunca, cantou e vibrou com o time. METRO

3 ESPORTE

Fórmula 1

GP da China

1 0 Charles anotou o gol que garantiu o Palmeiras nas oitavas de final | THIAGO BERNARDES/FRAME/FOLHAPRESS

Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles (Wendel), Souza (Tiago Real), Wesley e Juninho; Vinícius (Caio). Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS

Muñoz; Moreira , Benegas, Benitez e Mencia (Gamarra); Guiñazú , Aquino , Samudio (González) e Mendieta; Nuñez e Romero (Guevgeozián). Técnico: Rubén Israel

LIBERTAD (PAR)

G Charles aos 7 minutos do 2o tempo A bi age Daniel Fedorzuck (URU), auxiliado por Carlos Pastorino (URU) e Carlos Changala (URU)

A e cei a e a a da e ada ac ece d i g à h A é da di a ia e e di a h e a a a a d a da Red B Seba ia Ve e f e Ma Webbe e e e e a e ê ica GP a Ma á ia


|16|

SANTOS, SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Quem vai levar Dedé? Negócio. São Paulo pode melar investida do Timão. Cruzeiro está no páreo O Corinthians ganhou um rival de peso na tentativa de contratar o zagueiro Dedé, do Vasco. O São Paulo ofereceu cinco jogadores para o clube carioca na intenção de reforçar o setor defensivo – que vem sendo motivo de dor de cabeça para o treinador Ney Franco no início da temporada. De acordo com o “Diário de S. Paulo”, um diretor são-paulino entrou em contato com o Vasco propondo um pacotão com cinco jogadores, entre eles, peças importantes como o lateral Cortez, o volante Maicon e o meia Cañete. Eles seriam emprestados até o fim do ano. O clube carioca também receberia dinheiro. Oficialmente, o Tricolor nega: “Nunca esteve nos nossos planos. Acho

difícil que, mesmo que tivéssemos interesse, eles [jogadores] gostariam de ir para o Vasco por causa da situação atual do clube”, falou ao Metro o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes. O Corinthians é mais cauteloso. Uma primeira sondagem colocou quatro jogadores alvinegros na rota vascaína. Agora, o clube sustenta o discurso de que ninguém sai do Parque São Jorge para Dedé chegar. “Nós temos interesse se ele chegar embrulhado para presente no CT”, disse o diretor-adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves. Há, ainda, o Cruzeiro. Os mineiros têm investidores e tentarão fechar negócio com o atleta vascaíno. O clube está em negociação. METRO

12 corintianos presos

51 DIAS

na Bolívia

Organizada promete ‘quebrar tudo’ A Gaviões da Fiel deu um prazo para os 12 torcedores corintianos que estão presos – acusados da morte de Kevin Beltrán Espada – em Oruro, na Bolívia, sejam soltos. Se a libertação não ocorrer até quarta-feira, dia 17, membros da organizada afirmam que vão “quebrar tudo” no Consulado Boliviano, localizado na avenida Paulista. METRO

Legenda | FOTÓGRAFO/AGÊNCIA

Diretoria diz. ‘O São Paulo não sai da Barra Funda’ Embora a Prefeitura de São Paulo tenha decidido na terça-feira de que não renovará as concessões dos terrenos onde São Paulo e Palmeiras têm centros de treinamento, na Barra Funda, zona oeste da capital, o Tricolor está seguro de que não deixará o local em 2020, quando o prazo expira. O Palmeiras está garantido até 2072. “O São Paulo entende que não vai sair, mesmo tendo o CT de Cotia. Queremos tratamento isonômico”, disse ao Metro o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes. METRO

Itaquerão WILLIAM VOLCOV/FOLHAPRESS

Haddad visitou o estádio, com ministro Aldo Rebelo e governador Geraldo Alckmin

Novo lote de verba será liberado até o meio do ano Na primeira visita ao Itaquerão após a liberação da primeira leva de CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) para a construção do estádio, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse que vai autoSantos

‘Na Vila Belmiro o bicho pega’ Depois de empatar com o Flamengo-PI por 2 a 2, na estreia da Copa do Brasil, o Santos tem de empatar por menos gols ou vencer no jogo de volta para se classificar. O duelo será na próxima quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro. Quem mostrou confiança por jogar no alçapão foi o craque Neymar, que “convidou” os adversários: “Vamos ter o segundo jogo na Vila Belmiro. É lá que o bicho pega.” METRO

rizar uma nova leva até o meio do ano. Foi acertada a liberação de R$ 156 milhões em CIDs na semana passada. No total, a Odebrecht terá R$ 420 milhões em CIDs, que serão negociados com outras empresas para serem usados no pagamento de impostos. METRO

Liga dos Campeões

Sorteio das semis acontece hoje Os confrontos das semifinais da Liga dos Campeões serão definidos por sorteio realizado hoje, a partir das 7h (de Brasília), na sede da Uefa, em Nyon, na Suíça. Real Madri, Borussia Dortmund, Barcelona e Bayern de Munique estão na disputa. METRO

Maracanã. Privatização gera onda de protestos Com uma hora e meia de atraso e sob protesto da população, que tomou a frente do Palácio da Guanabara, em Laranjeiras, o governo do Rio apresentou ontem os dois consórcios que vão disputar a gestão do Complexo do Maracanã pelos próximos 35 anos. Os candidatos são o Consórcio Maracanã S.A., formado pela Odebrecht Participações, IMX (de propriedade de Eike Batista) e AEG, e o Consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro, formado por OAS, Stadion Amsterdam N.V. e Lagardère Unlimited. Protestantes levaram faixas escritas “O Maraca é nosso” e cartazes pedindo para que não haja demolições no entorno do estádio. O novo administrador será anunciado em alguns dias. Quarta-feira à noite, o Ministério Público tentou impedir a licitação, mas o governo do Rio agiu rápido e conseguiu a cassação da liminar, mantendo o processo. A empresa terá de jogar ao chão o parque aquático Julio Delamare, o estádio de Atletismo Célio de Bar-

ros, além de transformar o antigo Museu do Índio em Museu Olímpico. Esse foi o alvo dos protestos, já que os relatórios da Fifa e do COI (Comitê Olímpico Internacional) não exigem tais demolições para a realização da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016. No espaço, a concessionária terá de erguer um estacionamento e uma área de entretenimento. Além disso, terá de construir um centro de atletismo e um de natação. Lucros A empresa vencedora terá de fazer um investimento inicial de R$ 469 milhões. Além disso, pagará R$ 7 milhões por ano ao Estado como espécie de “aluguel”. A estimativa é qaue o complexo gere R$ 154 milhões por ano para o futuro concessionário, que terá um gasto de R$ 50 milhões. Ainda de acordo com o estudo do governo do Estado, a previsão é que o investimento seja quitado em 12 anos – a empresa terá 23 anos de lucro, ou cerca de R$ 2,5 bilhões no total. METRO RIO

Time dos Sonhos

ODIR CUNHA ODIR@METROJORNAL.COM.BR

Se quiser ter boas chances de lutar pelo histórico tetracampeonato paulista não bastará ao Santos classificar-se entre os quatro primeiros nesta fase inicial da competição. O ideal, e eu diria quase uma obrigação, é vencer os dois jogos que faltam – União Barbarense fora e Penapolense em casa – e ir para os jogos eliminatórios com o segundo lugar na classificação geral. Em segundo o Santos teria a vantagem de jogar em casa nas quartas e nas semifinais. E, caso decidisse o titulo com o São Paulo, o melhor time do Paulista até agora, poderia ao menos ter o mando de campo da primeira partida. Apertem os cintos... O presidente Luis Álvaro está hospitalizado, o técnico Muricy Ramalho se recupera de uma diverticulite e o torcedor do Santos também está doente com essa falta de comando que torna o Alvinegro Praiano um avião sem piloto e sem rumo. Um dos sintomas da falta de liderança é a ausência de metas ousadas, compatíveis com a folha de pagamentos, o peso da camisa e a estrutura de futebol do clube. O Santos não pode, seguidamente, deixar de vencer times improvisados e carentes. A aceitação passiva dessa sequência de resultados ruins – como o empate com o Flamengo do Piauí – indica que o clube pode, mas não está querendo, ou não tem competência para conseguir mais.

Odir Cunha é jornalista multimídia com 38 anos de experiência, dois prêmios Esso e três da APCA. Escritor com 21 livros publicados, 10 deles sobre o Santos, é editor da Editora Magma Cultural, editor de conteúdo do Museu Pelé e dono do blog http://blogdoodir.com.br/


SANTOS - SEXTA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 2013


20130412_br_metro santos  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you