Page 1

CAÇADOR MANSO

READAPTADO PARA CRIANÇAS, FILME DE BRYAN SINGER ESTREIA AMANHÃ PÁG. 34 CURITIBA Quinta-feira, 28 de março de 2013 Edição nº 470, ano 2 MÍN: 10°C MÁX: 22°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.ctb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metroctb sunny

hazy

sleet

thunder

Nicholas Hoult protagonizawindy thunder part sunny/ “Jack: o Caçador de Gigantes” showers showers

showers

Virgínia se apresentou ao Tribunal do Júri | PETERSON HOFMANN

MP pede novo inquérito no Evangélico Ex-diretores do hospital também podem ser investigados pela polícia no caso de antecipação de mortes PÁG. 04

R$ 380 mi a menos de receita para o Paraná, diz Hauly Secretário afirma que este será o valor da desoneração do ICMS sobre energia elétrica, anunciada pela União PÁG. 02

PEC das Domésticas causa polêmicas

CURITIBA, 320 ANOS

Cidade vive tempo de mudanças Capital faz aniversário amanhã

| LUIZ COSTA/SMCS

ESPECIAL PÁGS. 13 A 28

Limitação de jornada de trabalho para 44 horas vai exigir mudanças PÁG. 10

Feliciano manda deter manifestantes Alvo de novos protestos, pastor chegou a determinar prisão de jovem PÁG. 06


1 FOCO

Contas

Estado limpo

Segundo o secretário chefe da Casa Civil, Reinhold Stephanes, já na próxima semana pode ser resolvido o problema do cadastro negativo do governo do Estado junto à União. A Procuradoria do Estado já trabalha no caso há um mês e meio e hoje tem apenas uma pendência mais significativa, uma dívida antiga junto ao INSS.

|02|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Paraná deixará de receber R$ 38o mi Receitas. De acordo com o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, este é o valor da desoneração do ICMS sobre a energia elétrica, anunciada pelo governo federal As contas do governo do Estado vão receber, em 2013, R$ 380 milhões a menos somente com a medida anunciada pelo governo federal, de desoneração do ICMS sobre a energia elétrica. O estudo foi apresentado pelo secretário estadual da fazenda Luiz Carlos Hauly, na Assembleia Legislativa. Hauly também reclamou da diferença entre o que o Paraná recolhe para a União e o que recebe como investimentos. “O Paraná repassou R$ 3,35 bilhões à União, que devolveu R$ 2,99 bilhões ao Estado. Isto corresponde a uma perda de 10,68%”, disse o secretário. “Equivale a dizer que somos doadores do governo federal”, afirmou. Segundo o governo do Estado, apesar de responder pela quinta maior receita do país, o Paraná está em 23° lugar no ranking nacional de repasses federais per

“O Paraná repassou R$ 3,35 bilhões para a União, que devolveu R$ 2,99 bilhões. Somos doadores do governo federal.”

Euro - 0,10% (R$ 2,58) Selic (7,25%)

Salário mínimo (R$ 678)

O vereador Geovane Fernandes (PTB) informou ontem que esteve em uma reunião com comerciantes da Avenida Marechal Floriano, que reclamaram de uma queda de movimento depois que a ciclovia foi criada na região. “Dizem que as vendas caíram em torno de 50%. Peço que a nova gestão faça um estudo aprofundado sobre o tema”, pediu. Trânsito

LUIZ CARLOS HAULY, FAZENDA

capita - quando somadas as transferências do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do ano passado. O Paraná recebeu R$ 612,00 por habitante, enquanto cada paranaense contribuiu com R$ 1.514,00 para a União. “É lamentável que o nosso Estado não receba a devida atenção do governo federal”, disse o secretário. Pedidos Hauly está negociando, junto ao Ministério da Fazenda, as liberações de em-

Avenida Batel terá bloqueio

Governo quer emprestar R$ 2,4 bi, mas não pode | ARNALDO ALVES/ANPR

préstimos para o governo, que somam R$ 2,4 bilhões. O Paraná está com o cadastro negativo junto à União, o que gera várias restrições. “O que pedimos ao governo federal é apenas que

autorize nossos pedidos de empréstimos”, disse. Segundo ele, o Estado é o que menos tem dívidas no Brasil - com os débitos representando 85% da receita líquida. METRO CURITIBA

Obras de revitalização na rua Bispo Dom José vão exigir, hoje, o bloqueio parcial da Avenida Batel no sentido bairro, na altura da Rua Desembargador Costa Carvalho até o Hospital Santa Cruz. O trabalho acontece entre às 9h30 e 16h30 e agentes da Setran estarão no local para orientar o trânsito. METRO CURITIBA

Inauguração. Primeira Tuboteca abre hoje

Cotações

Bovespa + 0,65% (56.034 pts)

Ciclovia teria reduzido vendas na Marechal

METRO CURITIBA

O Metro não será publicado amanhã em função do feriado de Páscoa, voltando a circular normalmente na segunda-feira, dia 1º.

Dólar - 0,34% (R$ 2,01)

Comércio

Tronco de 18 metros é encontrado na Itaipu Funcionários da Itaipu encontraram um tronco de 18 metros preso a uma das grades de proteção das comportas da represa. Foi preciso usar um guindaste para retirar o material, em um trabalho conjunto dos bombeiros e técnicos da binacional. Segundo os funcionários, é comum encontrar árvores presas nas grades, mas esta foi a maior já vista. | CAIO CORONEL/ITAIPU BINACIONAL

A Prefeitura de Curitiba vai inaugurar hoje, às 15h a primeira biblioteca dentro de uma estação-tubo na cidade. Batizada de Tuboteca, ela ficará na Praça Rui Barbosa. O evento terá a presença do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Antes, às 14 horas, Fruet também vai lançar dois outros projetos: o do QR Code, código formado em pedras petiv-pavé que dá acesso a informações sobre a cidade; e o de instalação de placas de rua em braille. Há previsão de instalação de 25 QR Codes ao longo da Linha Turismo.

Endereços Veja onde ficarão as outras bibliotecas previstas. • A praça Rui Barbosa terá quatro unidades. • Na rua Presidente Faria, será em frente aos Correios e na Praça Carlos Gomes. •

A rua Lourenço Pinto terá um tubo.

Na Marechal Floriano Peixoto, esquina com a Linha Verde, mais duas unidades serão implantadas.

METRO CURITIBA

FALE COM A REDAÇÃO

leitor.ctb@metrojornal.com.br 041/3069-9189 COMERCIAL: 041/3069-9200

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

EXPEDIENTE

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Metro Curitiba. Gerente Executivo: Rodrigo Afonso. Editora-Executiva: Martha Feldens (MTB: 071). Editor de Arte: Antonio Virgili. Grupo Bandeirantes de Comunicação Curitiba - Diretor Geral: André Aguera. Grupo J. Malucelli - Presidente: Joel Malucelli.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Santa Cecília, 802, Pilarzinho, CEP: 80820-070, Curitiba. Tel.: 041/3069-9200 O jornal Metro é impresso na Gráfica RBS – Zero Hora Editora Jornalística S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

Paixão de Cristo será encenada no BioParque amanhã Amanhã. Tradicional espetáculo do grupo Lanterni começa às 19h. Haverá linha especial gratuita de ônibus saindo da Rui Barbosa. Outras sete apresentações acontecem na cidade

Começa às 19h dessa Sexta-feira Santa o tradicional espetáculo da Paixão de Cristo do grupo Lanteri, encenado há 35 anos em Curitiba. Diferentemente do que acontecia desde 1991, neste ano a peça será apresentada no BioParque (av. Senador Salgado Filho, 7.636, no bairro Uberaba), em razão das obras de reforma da Pedreira Paulo Leminski. A entrada é a doação de um quilo de alimento não perecível, que será distribuído a instituições assistenciais. O espetáculo envolve 1,2 mil profissionais para apresentar as principais passagens da vida de Jesus Cristo, utilizando muita luz, som e efeitos especiais no palco. Entre as principais cenas estão o batismo, o sermão da montanha, a cura do cego, a ressurreição de Lázaro, o apedrejamento da mulher adúltera, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, a Santa Ceia, a Crucificação e a Ressurreição de Jesus Cristo.

1.200

profissionais são envolvidos na peça que encena passagens da vida de Jesus Cristo. Transporte A prefeitura orienta a população para ir ao BioParque na linha gratuita especial de transporte coletivo que será disponibilizada pela Urbs, já que não haverá estacionamento no local – a Secretaria de Trânsito vai orientar motoristas e pedestres na região. O ônibus sairá da Praça Rui Barbosa, sem paradas no trajeto. O primeiro horário é as 14h30. Os seguintes vão depender da demanda de passageiros, de acordo com a Urbs. O último sairá as 18h30. O retorno dos ônibus para a praça Rui Barbosa começa às 21h. CAMILA CASTRO METRO CURITIBA

{FOCO}

Missas serão presididas por Dom Moacyr Vitti | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Missas. Catedral Basílica prepara celebrações A Catedral Basílica terá uma série de missas para celebrar os últimos dias da Semana Santa. Todas são presididas pelo arcebispo metropolitano Dom Moacyr Vitti. Às 9h de hoje, acontece a Missa dos Santos Óleos. Às 19h30, será a Missa de Lava-Pés. Amanhã, a celebração da Paixão de Cristo será às 15h. Em seguida acontece a Procissão do Cristo Morto. Centenas de fiéis sairão do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e passarão pelo Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, de onde saem rumo à Catedral para o beijo da cruz. Sábado de Aleluia é dia da Celebração da Vigília Pascal, às 20h. A missa de Páscoa será às 10h do domingo. Outras celebrações No Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, a Missa de Lava-Pés será às 20h de amanhã.

No ano passado, foram 5 mil pessoas na Pedreira | DIVULGAÇÃO

|03|◊◊

Na sexta, a celebração da Paixão de Cristo e a Adoração da Cruz acontecem às 15h. No sábado, às 20h haverá Vigília Pascal. No domingo, as missas serão às 8h, 11h e 18h. O padre Reginaldo Manzotti preside todas as celebrações. No Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a missa de Lava-Pés será às 19h de amanhã. Antes, às 16h, haverá celebração da Última Ceia com as crianças. Na sexta, uma série de atividades está programada a partir das 7h30. Sábado tem Vigília Pascal. No domingo, acontecerão celebrações durante todo o dia e às 18h30, a Procissão da Ressurreição, que sairá da Escola João Paulo II em direção ao santuário. Outras igrejas e paróquias têm programação especial, que pode ser consultada no www.arquidiocesedecuritiba.org.br. METRO CURITIBA

Sábado. Poloneses e Ucranianos promovem a Bênção dos Alimentos

Agenda Veja outras encenações da Paixão de Cristo. Todas têm entrada gratuita. Mais informações podem ser obtidas no site da prefeitura: www.curitiba.pr.gov.br. • Bairro Novo: Equipe Teatral Arte e Vida, na Rua da Cidadania, às 20h.

• Abranches: Associação Cultural Êxodus, na na Praça Acir Macedo Guimarães, às 20h.

• Pinheirinho: Grupo de Jovens Mãe Maria, na Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, às 18h.

• São Braz: Grupo Lemuel, na Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, às 20h.

• Pinheirinho: no Santuário Nossa Senhora do Sagrado Coração, às 19h.

• Xaxim: Grupo de Teatro Amor em Cena, na Paróquia São Francisco de Assis, às 20h.

• Santa Quitéria: Grupo JUC – Obras de Assistência Social Dom Orione, no Estádio Maurício Fruet, às 20h.

Saiba o que abre e fecha no feriado Alguns serviços da prefeitura não vão funcionar e outros terão horário diferenciado nos quatro dias desse feriado de Páscoa. Amanhã, o Mercado Municipal abre das 7h às 13h e atende normalmente no sábado e domingo. Já o Mercado Central, na Rui Barbosa, fecha amanhã, mas abre no sábado e domingo.

As escolas e as creches municipais vão fechar amanhã, assim como as unidades básicas de saúde. O atendimento será realizado nos oito CMUMs (Centros Municipais de Urgências Médicas). Os endereços podem ser consultados no site www.curitiba.pr.gov.br. O transporte coletivo funcionará com horário de

domingo amanhã, mas o preço da tarifa é de R$ 2,85. O Zoológico e o Passeio Público abrem normalmente amanhã e também no fim de semana, e são uma ótima opção de lazer para toda a família. Os Correios também têm esquema especial: amanhã não haverá expediente. No sábado, o fun-

cionamento é normal nas agências que já costumam abrir no sábado (João Negrão, Marechal Deodoro e Pinheirinho). Os shoppings funcionarão em horários diferenciados. Eles podem ser consultados no site de cada estabelecimento, que define como será o atendimento. METRO CURITIBA

Bosque do Papa terá programação especial | ALICE RODRIGUES

As comunidades polonesas e ucranianas promovem a Bênção dos Alimentos no Sábado de Aleluia, em dois lugares. Às 16h, ela será no Memorial Ucraniano do Parque Tingui. As famílias levam suas cestas com linguiça (Kovbassa), carne defumada, salo (toucinho), manteiga, queijo, mel, hrin (raiz forte com beterraba), ovos cozidos (krashanky), pimenta, sal e outros produtos que serão consumidos no Domingo de Páscoa. Também integram as cestas ucranianas as pyssankas, que são os famosos ovos

pintados à mão com símbolos de amor, paz e prosperidade, por exemplo. Às 17h, a bênção será no Memorial da Imigração Polonesa, no Bosque do Papa. Quiosques venderão cestas com carneiro feito de manteiga, artesanato, baranki, babki, tortas de papoula, pierogi, kukas e carnes defumadas, além das pisanki (pintura em ovos). Quem quiser pode levar sua própria cesta. O bosque terá almoço às 12h e apresentações de corais e de grupos folclóricos a partir das 14h. METRO CURITIBA


|04| Assembleia

Gaeco cumpre mandados em casa de ex- funcionários O Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) cumpriu 13 mandados de busca e apreensão na casa de ex-funcionários da Assembleia Legislativa do Paraná. Duas pessoas foram presas por porte ilegal de armas, mas foram liberadas em seguida. A operação foi realizada ontem pela manhã. “O objetivo era apreender documentos principalmente que tinham relação com os fatos sobre a investigação dos ex-funcionários fantasmas da Assembleia Legislativa do Paraná”, afirmou o coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti. Todos os mandados foram cumpridos em Curitiba, de acordo com Batisti. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. METRO CURITIBA

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Polícia deve investigar ex-diretores do Evangélico Pedido. Ministério Público do Paraná quer a abertura de um novo inquérito. Médica Virgínia se apresentou ontem ao Tribunal do Júri Os ex-diretores do Hospital Evangélico também devem ser investigados pelo Nucrisa (Núcleo de Repressão aos Crimes contra a Saúde) sobre a suposta antecipação de mortes na UTI Geral da instituição, que era comandada pela médica Virgínia Soares de Souza. O MP-PR (Ministério Público do Paraná), por meio da Promotoria de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, pediu à Polícia Civil a abertura de um novo inquérito para descobrir se há “a eventual participação de outras pessoas no caso, inclusive por outros profissionais de saúde ou de ex-diretores do Hospital Evangélico.” Além da médica, que foi indiciada por homicídio qualificado e formação de quadrilha, o MP denunciou outros

8

pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Paraná. sete profissionais que são suspeitos de ajudá-la. Todos negam que tenham cometido qualquer tipo de crime. Prisão No início desta semana, o Ministério Público recorreu da decisão que concedeu liberdade à médica Virgínia “em função da repercussão do caso na opinião pública, por ela ser acusada de ser líder da quadrilha e acusada pelas sete mortes denunciadas, e ainda por haver relatos de intimidação a testemunhas.” O advogado dela, Elias Mattar Assad, informou que

já pegou o processo que trata do recurso do MP e agora tem prazo para devolvê-lo até a segunda-feira. Apresentação Ontem à tarde, a médica Virgínia,, acompanhada do advogado, se apresentou ao Cartório Judicial da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, para cumprir a obrigação de apresentação mensal imposta pelo juiz Daniel Surdi de Avelar, que assegurou o direito de responder em liberdade. “O escrivão faz algumas perguntas de rotina como confirmação de endereço, se está trabalhando e confere a documentação”, conta o advogado Elias Mattar Assad. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

Virgínia compareceu ontem a Vara do Júri | PETERSON HOFMANN

Dois ônibus são incendiados Operação prende 415 pessoas na região metropolitana Dois ônibus que estavam abandonados em um terreno de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, foram queimados ontem à tarde, próximo à passarela da BR-277. De acordo com a Polícia Militar, os veículos foram despejados pela empresa. Uma casa de 120 metros

quadrados também foi atingida pelas chamas e ficou parcialmente destruída. Ninguém ficou ferido. A polícia trabalha com a hipótese de vandalismo. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram até o local e foram usados 7 mil litros de água para controlar o incêndio. METRO CURITIBA

Veículos estavam abandonados | REPRODUÇÃO / BAND

A 3ª edição da Operação Liberdade, da Polícia Civil, prendeu 415 pessoas em todo o Paraná. Dessas, 194 são suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas. Também foram apreendidos 49 armas de fogo, 59 quilos de maconha, 13 quilos de cocaína e 2,8 quilos de crack. “Esta nova etapa da Operação Liberdade demonstra uma Polícia Ci-

vil atuante que, em parceria com a Polícia Militar, identificou e tirou das ruas diversos traficantes”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, Cid Vasques. A Operação contou com a participação de 374 policiais civis da Divisão Policial do Interior e da Divisão Estadual de Narcóticos, além do apoio de policiais militares. METRO CURITIBA

“É um golpe muito forte contra os marginais de todo o Estado.” MARCUS MICHELOTTO, DELEGADO-GERAL


|06|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Em novo tumulto, Feliciano manda prender manifestante Tensão crescente. Presidente da Comissão de Direitos Humanos ordenou à polícia da Câmara a detenção de um jovem que o chamou de racista. Seguranças detiveram outros dois manifestantes. ONG entregou ao PSC petição com 445 mil assinaturas pedindo a renúncia do deputado A manutenção do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara transformou ontem o Congresso em palco de confrontos. Na terceira tentativa de fazer uma sessão do colegiado, o parlamentar foi alvo de novos protestos e chegou até a determinar a prisão de um manifestante. Mesmo sobre gritos, a reunião foi aberta. A confusão começou quando um militante interrompeu a fala de um deputado, que ocupava a mesa da comissão. “Você está ao lado de um racista, não aceite, não”, esbravejou. Feliciano reagiu: “Aquele senhor de barba, chama a segurança. Ele me chamou de racista.

Racismo é crime. Ele vai sair preso daqui”, determinou o pastor, que teve que suspender os trabalhos. A reunião continuou em outro plenário, sem a presença dos manifestantes. Um rapaz que tentou invadir o gabinete do deputado e outro que teria agredido um segurança também foram presos. Os três rapazes prestaram depoimento na Polícia Legislativa e foram liberados. Antes do tumulto, a ONG Avaaz entregou ao presidente do PSC, deputado André Moura (SE), uma petição eletrônica com 445 mil assinaturas pedindo a renúncia do pastor. “Ele pediu um prazo de 30 dias e, se houver algum deslize, tomar

providências”, disse o diretor de campanhas da Avaaz, Pedro Abramovay. Feliciano se mantém no cargo com o aval do PSC. Integrantes do partido, inclusive, se recusam a discutir a renúncia. Na reunião de líderes de anteontem, que selou a manutenção do pastor no cargo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), chegou a sugerir uma nota de repúdio contra a decisão. PMDB e PR foram contra. Em reação, a bancada evangélica ameaçou defender publicamente a destituição de José Genoino (PT-SP) e João Paulo Cunha (PT-SP), condenados pelo STF no julgamento do mensalão, da Comissão de Constituição e Justiça.

Marco Feliciano receberá na próxima terça-feira um novo apelo dos líderes partidários para deixar o cargo, mas já antecipou que não vai mudar de posição. “Não vou renunciar de jeito nenhum. O que os líderes podem fazer com a minha vida? Eu fui eleito pelo voto popular e pelo voto do colegiado ponto final, que insistência. Vocês não têm outro assunto pra falar, não?”, declarou. “A comissão não está em crise, quem está em crise são vocês. Falando besteira e falando coisas que não existem.” MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Protesto com beijo na boca A atriz Fernanda Montenegro, 83, deu um beijo na boca da colega Camila Amado,77, para manifestar repúdio contra a permanência do Pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara | CRISTINA GRANATO/DIVULGAÇÃO


|08| Sem lanche

Gol passa a cobrar por serviço de bordo Para reduzir os custos, a Gol decidiu cortar o serviço de bordo em voos com até 1h15 de duração. Os passageiros terão como opção dois combos. O kit com barra de cereal, pão e suco custará R$ 10. Pela opção com bebidas quentes, refrigerante e sanduíche serão cobrados R$ 20. A água continua sendo de graça. METRO BRASÍLIA PEC evangélica

CCJ autoriza igrejas a questionarem leis no STF A Comissão de Constituição e Justiça aprovou a Emenda constitucional que permite entidades religiosas a entrarem com ação no Supremo questionando leis. A proposta segue para Comissão Especial. METRO

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Mensalão: três ministros ainda não liberaram votos STF. Prazo está perto do fim. Data-limite para a entrega da revisão é o dia 1º de abril

O STF (Supremo Tribunal Federal) aguarda os votos de três ministros para que o acórdão do julgamento do mensalão seja publicado no Diário da Justiça. O presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, pediu que os prazos sejam respeitados e estabeleceu o dia 1º de abril como data-limite para a entrega da revisão. Os ministros Dias Toffoli, Celso de Mello e Rosa Weber prometem liberar o material dentro do prazo. O último a entregar a revisão foi ministro revisor, Ricardo Lewandowski. Após a publicação dos

votos, será aberto um prazo de cinco dias para que as defesas dos 25 condenados apresentem recursos. A expectativa do STF é receber, pelo menos, 32 embargos contra a decisão. Uma petição conjunta apresentada por 15 advogados, anteontem, pedia que o período seja estendido para 30 dias. Joaquim Barbosa já negou duas petições esta semana para abrir a exceção afirmando que, apesar da complexidade dos votos, todas as sessões foram transmitidas pela televisão e puderem ser acom-

panhadas pelo réus e pelas defesas. “Disso decorre a inegável conclusão de que, embora o acórdão ainda não tenha sido publicado, o seu conteúdo já é do conhecimento de todos”, afirmou o ministro relator. Mantida a interpretação – caso a sentença seja mesmo publicada na segunda-feira – os advogados terão até o dia 8 de abril para apresentar recurso. A previsão do STF é julgar todos os embargos até junho para que as penas de prisão possam começar a ser cumpridas no segundo semestre deste ano. METRO BRASÍLIA

Joaquim Barbosa quer prazos respeitados | DIVULGAÇÃO

PF. Quadrilha do sistema financeiro é desarticulada A Polícia Federal desmantelou ontem uma quadrilha que usava documentos falsos e “laranjas” para conseguir empréstimos bancários, principalmente na Caixa. A Operação Pícaro prendeu quatro pessoas – três no Distrito Federal e uma na cidade de Balças, no Maranhão. Até o fim da tarde de ontem outros dois suspeitos estavam sendo procurados. Segundo as investigações, os criminosos compravam um carro financiado, transferiam para o nome de um “laranja” e depois levavam para outro Estado. A fraude era feita por dois núcleos. Uma parte da quadrilha ficava responsável pelos contratos de financiamentos e a outra recebia os bens. Os criminosos vão responder por receptação e crime contra o sistema financeiro. METRO BRASÍLIA


CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

Aumenta tensão entre as Coreias

|09|◊◊

Ameaça. Regime norte-coreano cortou o último canal de diálogo com a Coreia do Sul e fala em ‘guerra’. Ainda assim, analistas não acreditam em um ataque iminente

A Coreia do Norte cortou ontem a chamada “linha vermelha militar”, que permitia o diálogo entre seu Exército e as tropas da Coreia do Sul. Foi a mais recente hostilidade dos norte-coreanos na península, mas, embora o regime fale em “uma guerra a qualquer momento”, isso não significa, necessariamente, que um ataque vá ocorrer. Desde o início do ano passado, pouco depois de o atual líder norte-corerano Kim Jong-un assumir o comando, o país passou a ameaçar a Coreia do Sul e os Estados Unidos com mais veemência. Em fevereiro, houve até um teste nuclear, que gerou uma condenação junto às Nações Unidas e

novas sanções econômicas. No passado, a Coreia do Norte usava as ameaças para conseguir mais ajuda internacional. Mesmo detendo tecnologia nuclear, a economia norte coreana é fracwwa e milhões de pessoas passam fome. O problema é que, com a chegada de Kim Jong-un ao poder, americanos e sul-coreanos passaram a temer que o novo líder queira usar seu poderio militar como uma forma de auto-afirmação. A maioria dos analistas, no entanto, não crê que a Coreia do Norte vá atacar a Coreia do Sul, mas ambos os países devem entrar no chamado “brinkmanship” (uma estratégia que força situações peri-

Audiência foi assistida por mais de 20 mil pessoas | TONY GENTILE/REUTERS

Vaticano. Papa pede que fiéis ajudem ‘esquecidos’

Regime divulga fotos de Kim Jong-un ao lado de seus conselheiros | KCNA/REUTERS

gosas, com o objetivo de obter algum resultado). “Isso não quer dizer que um ataque é impossível e, em muitos cenários, a Coreia do Norte veria isso como algo vantajoso”,

pondera Steven Weber, especialista em defesa na Universidade de Berkeley. CAROLINA VICENTIN METRO SÃO PAULO

Em sua primeira audiência geral de quarta-feira, o papa Francisco manteve seu estilo: saudou a multidão, parou para abençoar crianças e falou de improviso. O pontífice pediu aos católicos que pratiquem a caridade e ajudem “os esquecidos”. “Viver a Semana Santa seguindo Jesus quer dizer aprender a sair de nós mesmos, ir ao encontro dos outros, ir à periferia, nos movermos até nossos irmãos, principalmente aqueles

que estão esquecidos”, afirmou ele. Pela primeira vez, o papa mencionou um conflito específico: o golpe na República Centro-Africana. “Apelo para o fim imediato da violência e para uma solução política para a crise”, disse. Uma multidão assistiu ao discurso, que precisou ser realizado na Praça São Pedro. Tradicionalmente, as audiências de quarta-feira ocorrem em um auditório. METRO COM AGÊNCIAS


|10|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Jornada é polêmica na PEC das domésticas

VOX POPULI

O que você acha da ampliação dos direitos das domésticas?

FOTÓGRAFO/AGÊNCIA

Novos direitos. Limitação em 8 horas por dia exigirá mudança cultural. Pagamento de hora extra pode elevar custo em 25% A aprovação da proposta de emenda à Constituição que amplia os direitos das empregas domésticas vai exigir uma verdadeira mudança de cultura por parte dos empregadores. Entre as questões mais discutidas por empregadores e especialistas é a limitação da jornada de trabalho, que não poderá ultrapassar 44 horas por semana ou oito horas por dia. Com as novas regras aprovadas pelo Senado na última terça-feira, no entanto, a falta de controle no horário pode pesar no bolso do empregador. A proposta, que deve ser promulgada no dia 2 de abril, estabelece pagamento horas extras de 50% a mais que o valor da hora normal e adicional noturno de 20%.

Segundo Mário Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, com o pagamento de uma hora extra diária, o custo para o empregador subiria 25%. “E as oito horas não atendem a demanda atual dos empregadores. Hoje, essa jornada é de 12 horas corridas”, diz. Em alguns casos, fazer um contrato de trabalho pode ser uma garantia maior, tanto para o empregado quanto para o empregador. No entanto, não é recomendado estabelecer hora extra no contrato. “Os direitos não podem ser tratados todos de uma maneira absoluta. Estabelecer um valor correspondente a um tanto de salário, tanto de horas extra. Isso se chama salário complessivo”, afirmou o es-

pecialista em direito do trabalho pela USP José Francisco Siqueira Neto à rádio “Band News”. Para Siqueira, o controle das horas deve ser avaliado com muita calma por conta da regulamentação. Ele argumenta que em um sistema de uma empresa organizada é mais simples identificar quando o empregado começa e termina sua jornada de trabalho. “No caso das relações domésticas, a questão é mais sofisticada porque envolve também uma relação de confiança. Em um primeiro momento, está todo mundo dizendo que isso deve ser regulamentado. Eu acho que não. A regulamentação vai burocratizar ainda mais as relações. METRO

Maioria diz que pode demitir Um levantamento feito pelo Instituto Doméstica Legal apontou que 85% dos empregadores podem demitir empregadas com a aprovação da PEC das domésticas. A pesquisa ouviu 2.885 pessoas entre 19 de novembro de 2012 e 8 de janeiro de 2013. Na avaliação de Mário Avelino, presidente do Ins-

85%

dos empregadores entrevistados pelo Instituto Doméstica Legal afirmam que podem demitir. tituto Doméstica Legal, o número reflete mais o “sus-

to” dos empregadores com a PEC. “Eles não vão demitir porque precisam trabalhar. Um percentual mais realista é de no máximo 40%, o que representaria 815 mil demissões”, diz o presidente da ONG, que pede ao governo a redução da alíquota de FGTS paga ao empregado. METRO

“Acho que todos merecem direitos, mas elas estão exigindo direitos demais. Sou contra o abuso por parte dos dois lados.” MARLY FLOR, 52, ADMINISTRADORA

RICARDO DE FREITAS GUIMARÃES Professor da PUC-SP sugere uso de livro de ponto para controlar jornada Especialista em direito do trabalho, Ricardo de Freitas Guimarães, tira dúvidas sobre a jornada de trabalho. Como fica a situação da doméstica que dorme no serviço? Esta é uma situação mais complexa, pois a doméstica está à disposição do empregador em tempo integral. Nesse caso, terá direito às horas extras e ao adicional noturno. Encerrada a jornada diária de 8 horas, o empregador não poderá exigir qualquer outro tipo de trabalho, podendo a doméstica até se ausentar e retornar para o descanso noturno. Como fica o horário de almoço e café da manhã? A jornada diária exige inter-

valo para descanso e refeição de, no mínimo, uma hora e no máximo duas horas.

“O Brasil não está preparado para isso. Não está fácil pagar uma doméstica. A informalidade vai aumentar.”

As quatro horas que elas deveriam trabalhar no fim de semana podem ser descontadas das horas extras, se não forem utilizadas? Inicialmente não, a jornada diária de 8 horas exige trabalho aos sábados, de 4 horas, para completar as 44 horas semanais. Patrão e empregado poderão negociar a compensação das 4 horas durante a semana.

ALESSANDRA BEZERRA, 23, ESTUDANTE

Como comprovar a jornada do empregado? Caso o empregador queira, poderá se valer de uma anotação diária (um livro ponto) que será rubricada pelo empregado. METRO

“Acho ótimo. A categoria merece direitos como qualquer outra. As domésticas estão no direito delas.” SANDRA REGINA, 55, MANICURE

Conta de luz. TCU nega recurso de consumidores O Tribunal de Contas da União (TCU) manteve ontem a decisão em que considerou não ser de sua competência definir o ressarcimento de cerca de R$ 7 bilhões a consumidores de energia elétrica. O TCU negou recurso pedido por parlamentares e por entidades de defesa do consumidor, que pediam revisão de decisão tomada em dezembro,

quando o Tribunal considerou não fazer parte de suas atribuições mediar divergências entre distribuidoras de energia elétrica e consumidores. A questão refere-se a uma suposta distorção nas contas de energia, que levava os consumidores a não serem beneficiados pelos ganhos de escala obtidos pelas distribuidoras. As informações

são da agência de notícias “Reuters”. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) já alterou a regra, para que os consumidores tenham direito a esse benefício no futuro. A agência reguladora argumenta que não tinha como retroagir nos cálculos, porque a regra então vigente não previa o repasse. METRO COM AGÊNCIAS


RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Curitibanos estão cada vez mais mobilizados na defesa de seus interesses

Quinta-feira, 28 de março de 2013

Curitiba, 320 anos

Curitiba, 320 anos e muitas mudanças à vista

Sede da Copa do Mundo, cidade terá um legado de grandes obras PÁG. 20

Comércio mira classes D e E. Imóveis continuam em alta PÁGS. 15 e 16

Prefeito define projeto do metrô e fala em novos investimentos PÁG. 14


+ 1 ESPECIAL E SPECIAL FOCO

Homenagem

Pelo Facebook

O governador Beto Richa escolheu a rede social Facebook para homenagear Curitiba pelos seus 320 anos. Ele gravou um vídeo de um minuto com elogios à cidade que o acolheu e da qual foi prefeito por seis anos. “Olho para você e vejo quanto cresceu nos últimos anos. Ficou mais bonita, mais humana e mais justa”, diz. E promete: “Nós vamos continuar juntos com o sempre estivemos”.

|14|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

CURITIBA 320 ANOS

Modelo em transporte, cidade ainda discute metrô Primeira linha. Prefeitura vai lançar edital de construção este ano, mas ainda precisa definir se será todo subterrâneo ou será misto A maior parte dos recursos está assegurada, a linha está definida e a expectativa dos curitibanos pelo metrô é grande. Ainda assim, faltam detalhes para que a Prefeitura de Curitiba lance já o edital para a construção do primeiro trecho do novo modal que a cidade, modelo em transporte, vai adotar nos próximos anos. O prefeito Gustavo Fruet confirmou ao Metro que vai mesmo utilizar o projeto original que a gestão anterior elaborou, com algumas alterações e o redimensionamento da demanda de passageiros. Uma das dúvidas de Fruet é se a construção da linha será toda subterrânea ou se em parte utilizará a área das atuais canaletas exclusivas dos ônibus na superfície. “Nós estamos discutindo essas alternativas para

“É importante analisar o custo. Tem que ter clareza em relação ao equilíbrio financeiro, senão é uma bomba-relógio.” GUSTAVO FRUET, PREFEITO

não perder a superfície. Já temos um sistema que funciona bem, além do que, imagine fazer uma perfuração de 12 metros por 17 metros de profundidade, em dois anos, como vai ficar a circulação dos moradores e do comércio com uma interrupção de tão longo prazo?”, questiona. A outra definição a ser tomada é se a licitação será aberta com edital internacional ou apenas nacional. “Isso vamos deixar para a segunda etapa”, diz Fruet. Custo operacional Além da questão da construção, o novo sistema vai exigir

uma equação financeira para sua operação. O prefeito diz que o custo operacional está estimado em R$ 200 milhões por ano. “Veja a dificuldade que está sendo o debate sobre o subsídio do transporte para a capital, menos de três anos depois da licitação. Nós estamos falando algo em torno de R$ 60 a R$ 80 milhões. Então tem que ter clareza em relação ao equilíbrio financeiro, senão é uma bomba relógio”, explica Fruet. MARTHA FELDENS

Trechos na superfície não estão descartados | RODRIGO FÉLIX LEAL / METRO CURITIBA

O metrô O trecho CIC – Centro será mantido. • Distância No projeto original, são 14,2 quilômetros

• Orçamento Ainda no projeto original, o custo foi estimado em R$ 2,33 bilhões. Desse valor, R$ 1 bilhão virão do governo federal

METRO CURITIBA

GUSTAVO FRUET O prefeito da capital diz que a cidade precisa recuperar a capacidade de investimento, algo que só deve voltar a acontecer a partir do ano que vem

UM ANO DE RETOMADA

RODRIGO FÉLIX LEAL / METRO CURITIBA

O que os curitibanos podem esperar este ano? Este não é um ano de grandes investimentos. É um ano de retomada, e de desatar alguns nós: radar, transporte coletivo, lixo e a parte de tecnologia do Instituto Curitiba de Informática. E retomar as obras, principalmente as do PAC da Copa e a Linha Verde. No caso do PAC da Copa, é bom lembrar: o governo federal entrou com R$ 211 milhões no projeto original, a prefeitura entraria com R$ 6 milhões. Mas, por decisões da gestão anterior, houve uma ampliação da contrapartida local. Algumas obras que não estavam previstas a Prefeitura assumiu, o que vai

representar, até o ano que vem, aproximadamente R$ 165 milhões. Nós vamos retomar as obras da avenida Marechal Floriano e do Santa Cândida. Isso comprometeu as finanças da Prefeitura? A capacidade de investimento de Curitiba é a mais baixa da história. Ela não chega hoje a 2%. Boa parte dos recursos que Curitiba utiliza para investimento é do PAC, ou da Caixa Econômica ou da Agência Francesa ou do BID e Paraná Urbano. E o que esperar depois dessa retomada? Uma questão, que já vinha

sendo negociada pela gestão passada, é um plano de drenagem. Se tudo correr bem, nós vamos ter um investimento, em três anos, de aproximadamente R$ 700 milhões em drenagem. Na saúde, nós vamos ampliar as equipes de Saúde da Família, trabalhar muito na prevenção e fortalecer as unidades básicas. Algumas unidades irão funcionar até as 20h ou até as 22h. E no ano que vem, até por força da lei, Curitiba vai ter que fazer uma revisão do plano diretor. É uma oportunidade de discussão, de estabelecer grandes temas, de para onde vai Curitiba. METRO CURITIBA


CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CURITIBA 320 ANOS}

|15|◊◊

Economia popular Lucros. Comércio comemora menor desemprego e maior renda entre as capitais, e projeta aumento de 17% nas vendas no ano

Crescer na classe D

Com somente 4,8% de desempregados e a maior renda média entre sete regiões metropolitanas pesquisadas pelo IBGE, de R$ 1.941, o comércio curitibano voltou a projetar lucros depois de sofrer perdas em 2012. “A crise prejudicou, mas na nossa última pesquisa vimos que a expectativa deste ano é de vender 17% a mais”, diz Cláudio Shimoyama, economista que realiza, para a ACP (Associação Comercial do Paraná), a pesquisa que mede o otimismo dos comerciantes curitibanos. Os dados do IBGE confirmam o bom momento. Segundo a pesquisa mensal do comércio, o crescimento em

janeiro no Paraná foi de 9,9%, já descontada a inflação. De acordo com Shimoyama, outro dado importante é a inadimplência, que caiu bastante. “Passou de 8% em dezembro para 5% em fevereiro, é muito positivo porque esse é um dos maiores problemas para o comércio”, diz. Os setores mais otimistas, conta ele, são os que vendem produtos básicos para as classes D e E. “São os supermercados, vestuário, produtos de limpeza e material de construção. A isenção de impostos da cesta básica também terá um reflexo muito bom nas vendas”, afirma. METRO CURITIBA

“A classe C já começou a comprar e agora estamos vendo o mesmo nas classes D e E. Os setores mais otimistas são aqueles que vendem os bens básicos.” Bens básicos, como roupas, alimentos e material de construção, têm vendas em alta

|RODRIGOFÉLIX LEAL | METRO CURITIBA

CLÁUDIO SHIMOYAMA, ECONOMISTA, ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PARANÁ


|16|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CURITIBA 320 ANOS}

12 RANKING Bairros com mais apartamentos novos em 2012/Fonte: Ademi_PR

Centro 3.364 unidades

Ecoville 3.309 unidades

43 Água Verde 2.179 unidades

Portão 2.161 unidades

Imóveis Mercado em alta Empresas preveem ainda mais construções nos próximos anos

| RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Moradia. Setor projeta crescimento de, pelos menos, 5% nos próximos anos e conta que ainda há muito espaço para construir prédios Até o final de 2013, a Ademi/PR (Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná) projeta que serão entregues mais 14.305 apartamentos em Curitiba. O número é 23% maior do que o do ano passado, e mais do que o dobro dos imóveis que ficaram prontos em 2011, quando foram colocadas no mercado 6.826 unidades. Para o presidente da Ademi, Gustavo Selig, a previsão é de alta também nos próximos anos. “Se formos comparar com as vendas em outras capitais, vemos que ainda há margem para continuar crescendo. O curitibano, talvez por seu perfil cauteloso, ainda não comprou tanto”, analisa. O curitibano, conta Selig,

“A gente não vendia, nós éramos vendidos. Agora o cliente entra no escritório sabendo que tem mais opções.” NORMANDO BAÚ, PRESIDENTE DO SINDUSCON

mantém a preferência por bairros tradicionais. Segundo ele, os destaques nos próximos anos serão Água Verde e Cabral. “Ali ainda tem muitos terrenos com casas que podem receber prédios. A procura é sempre por lugares que já tenham infraestrutura montada, com bons colégios e mercados”. Construção Já o presidente do Sinduscon, (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná), Normando Antonio Baú, aler-

ta que o período de euforia entre as construtoras já passou. Mas, mesmo assim, ele espera um crescimento entre 5% e 10% no volume dos imóveis novos. “Vamos continuar atendendo o crescimento vegetativo, de casamentos, separações e mudanças”, opina. O bom momento econômico, diz ele, também trouxe grandes empresas à cidade, o que aumentou as ofertas. “Antes nós não vendíamos, éramos comprados. Agora o mercado está ofertado”, diz. METRO CURITIBA

Populares

Limite empurra Minha Casa para a RMC Com moradias no valor máximo de R$ 170 mil, as construtoras afirmam que não conseguem construir em Curitiba. “Nesse preço, só conseguimos oferecer casas em bairros distantes, como Tatuquara, Santa Cândida”, diz Normando Baú, do Sinduscon. É a mesma avaliação da Ademi. “Não temos um número significativo no Minha Casa, porque esses imóveis estão sendo construídos na Região Metropolitana”, diz Gustavo Selig. METRO CURITIBA

5

Pinheirinho 1.752 unidades

“As pessoas buscam bairros que já tenham infraestrutura, com bons mercados, bons colégios.” GUSTAVO SELIG, ADEMI/PR


|18|

{CURITIBA 320 ANOS}

Policiamento foi reforçado em dez bairros da cidade | RODRIGO FÉLIX LEAL / METRO CURITIBA

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

Cidade ganhará novas UPSs neste ano

Segurança. Outros bairros que possuem altos índices de criminalidade devem ganhar unidade, diz comandante-geral da PM O índice de mortes violentas diminuiu 30% nos dez bairros de Curitiba em que foram instaladas as UPSs (Unidades Paraná Seguro), de acordo com a Polícia Militar. O número caiu de 91 para 64. O dado é referente ao período de março de 2011 a fevereiro de 2012, na comparação com março de 2012 a fevereiro de 2013. “É uma fórmula de sucesso”, avalia o comandante-geral da PM-PR, coronel Roberson Bondaruk. Por isso, novas unidades devem ser instaladas na cidade neste ano. “Estamos com novas viaturas e novos policiais para que possamos ter não só mais UPS, como também policiais treinados e com mais contato com a comunidade”, diz Bondaruk. Segundo ele, antes eram feitas ações repressivas com a ocupação e, em seguida, a saída. Agora, a ideia é que o trabalho fique cada mais especializado. “Hoje é feito um monitoramento e um estudo bastante técnicos para verificar onde os índices de criminalidade estão mais elevados e para ver se há condições adequadas para a instalação de uma UPS”, explica.

“A ideia é que o trabalho seja cada vez mais especializado para conseguirmos contribuir com a comunidade e para que não haja retorno dos criminosos e de traficantes.” CORONEL ROBERSON BONDARUK, COMANDANTE-GERAL DA PM-PR

Aumento de crimes As UPS também resultaram no aumento de casos de lesão corporal, perturbação de tranquilidade e envolvimento com drogas (veja gráfico abaixo). “São casos que antes os moradores não comunicavam à polícia ou então comunicavam e não havia resposta positiva, o que gerava descrédito da população. A partir do momento em que passaram a acreditar, o registro dessas ocorrências aumentou. Hoje mostra uma realidade mais efetiva”, observa o comandante. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

BALANÇO DE CRIMES ANTES E APÓS A INSTALAÇÃO DAS UPS DE MARÇO A FEVEREIRO 2011/2012 2012/2013

Mortes violentas Roubos Furtos Envolvimento com drogas Posse/porte de arma de fogo Lesão corporal Perturbação da tranquilidade Veículos recuperados

91 766 982 115 52 201 191 126

64 568 699 134 20 335 295 112

variação -30% -26% -29% 17% -62% 67% 54% -11%


|20|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CURITIBA 320 ANOS}

Grandes obras da Copa vão mudar o perfil da cidade •••••

Melhorias. Elas deixarão um legado para a mobilidade urbana da capital, mas algumas ficarão prontas só a dois meses do Mundial Curitiba tem seis grandes projetos contemplados no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Copa, do governo federal. A promessa é, além de atender ao aumento no movimento de turistas em 2014, deixar um legado de melhoria na mobilidade urbana. A maioria deles fica pronta neste ano, mas alguns devem terminar em abril de 2014, apenas dois meses antes do início dos jogos. É o caso, por exemplo, da Linha Verde Sul, que está com a obra parada devi-

•••••

•••••

do ao pedido de rescisão de contrato pela empresa. Além das obras, há o Sistema Integrado de Monitoramento, que inclui painéis informativos, sincronização semafórica e instalação de câmeras para melhor gestão do tráfego e também do transporte coletivo. Fora do PAC está a Arena da Baixada, que vai receber os jogos do Mundial. A obra deve ser inaugurada em dezembro.

Obra Corredor Aeroporto-Rodoferroviária Descrição Requalificação da Avenida das Torres, construção do Viaduto Estaiado (imagem), no cruzamento da Avenida das Torres com a Coronel Francisco H. Dos Santos, e construção da trincheira na rua Guabirotuba. Situação Viaduto e trincheira têm 10% dos projetos concluídos. Três trechos de pavimentação na avenida ainda serão licitados. Previsão de término Dezembro de 2013. Custo R$ 95 milhões.

Obra Avenida Marechal Floriano Peixoto Descrição Primeiro lote prevê revitalização de 1,8 km entre os terminais do Carmo e Boqueirão. Haverá novo asfalto, calçadas, iluminação e ciclofaixa. Situação Em execução a primeira etapa. A segunda etapa, até a cidade de São José dos Pinhais, aguarda processo de licitação. Previsão de término Primeira etapa: abril de 2013. Todo o projeto deve ficar pronto em abril de 2014. Custo R$ 7,4 milhões, para o lote 1.

CAMILA CASTRO METRO CURITIBA

Obra Terminal Santa Cândida Descrição Serão mais 4 mil metros de área construída, com área destinada para comércio e serviços. Ele vai permitir a integração do transporte com municípios vizinhos e também a implantação do Ligeirão Norte. Situação Em andamento, com 6% de execução. Previsão de término Abril de 2014. Custo R$ 11,3 milhões.

•••••

Obra Rodoferroviária Descrição Reforma e modernização. Entre as melhorias estão nova área de embarque e praça de alimentação, ambiente climatizado, elevadores, escadas rolantes e adequação do sistema viário no entorno. Situação Em andamento, com 15% de execução. Previsão de término Dezembro de 2013. Custo R$ 34,4 milhões.

•••••

Obra Estádio Joaquim Américo (Arena da Baixada) Descrição Reforma. Terá área total de 126 mil m², 1,2 mil vagas de estacionamento e cobertura metálica. Sua capacidade passará para 43 mil assentos. Situação Em andamento, com 57% do projeto concluído. Previsão de término Dezembro de 2013. Custo R$ 184,6 milhões, sendo R$ 131 milhões em financiamento do BNDES e R$ 53,6 milhões do Atlético e dos governos estadual e municipal.


|22|

{CURITIBA 320 ANOS}

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

O teste do Mundial

Copa do Mundo. Tida como modelo, Curitiba terá que provar para 760 mil turistas e 18,5 mil profissionais de imprensa que consegue receber um evento de grande porte. Jogos vão durar 11 dias, mas o movimento começa antes Apontada como um modelo de urbanismo no País, a Copa do Mundo de 2014 será um teste para a infraestrutura local. Segundo a Secretaria Estadual da Copa, no período dos jogos (entre 16 e 26 de junho de 2014), virão para a cidade 160 mil turistas estrangeiros e 600 mil visitantes brasileiros. Além disso, o evento será coberto por 500 emissoras de televisão, 4 mil órgãos de comunicação e 18,5 mil jornalistas. “É uma oportunidade única de mostrarmos o nosso cartão de visita. Mesmo que não tivéssemos as obras do PAC da Copa, a cidade estaria pronta” afirma o secretário especial Mario Celso Cunha. “Nós já somos a quarta cidade mais visitada, no Brasil, por estrangeiros, atrás do Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Salvador”, diz. Na área da mobilidade,

4

jogos a cidade vai receber na Copa do Mundo, todos eles serão da fase de grupos do torneio. ele destaca os investimentos no Aeroporto Afonso Pena, que vai passar de 6 para 14 terminais de embarque, e a alça da avenida Salgado Filho. “Hoje o aeroporto só tem acesso via a Avenida Marechal Floriano Peixoto e Avenida das Torres, será uma terceira via”, diz. O secretário afirma que, a partir do começo de 2014 Curitiba vai começar a sentir os efeitos do evento. “Vamos começar a publicidade e viver o momento da Copa. Agora a Fifa está voltada à Copa das Confederações”, diz. METRO CURITIBA

Baixada terá 42 mil lugares e fica pronta em dezembro | DIVULGAÇÃO / CAP

Estádio. Medições atestam cronograma Segundo o secretário municipal da Copa do Mundo, Reginaldo Cordeiro, o cronograma da Arena da Baixada está sendo cumprido. Ele conta que vem acompanhando as medições que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômica e Social), faz para liberar as parcelas do empréstimo de R$ 131 milhões para o clube. “As obras não nos preocupam. Em breve o Atlético deve receber a segunda parcela”, conta. Em janeiro, o primeiro repasse foi feito, no valor de R$ 26 milhões. Segundo o contrato, a próxima parcela só deverá ser liberada quando a obra de reforma, que não conta o projeto total, alcançar 30% da sua execução. Segundo o Atlético, a previsão de entrega é em dezembro deste 2013. METRO CURITIBA


|24|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CURITIBA 320 ANOS}

Curitibano redescobre a força da mobilização

Luta. Cultura, lazer, segurança, mobilidade. Cada vez mais os curitibanos se unem para defender diferentes bandeiras. Para sociólogo, movimento é fruto da insatisfação com o modelo das últimas gestões municipais, que não conseguiu oferecer renovação urbana Curitiba tem assistido ao crescimento de mobilizações de grupos levantando diferentes bandeiras. Um movimento que vem ganhando força especialmente com o surgimento das redes sociais. Entre eles estão os ciclistas, defendendo meios alternativos de transporte; moradores e comerciantes da região da Praça do Japão, que conseguiram mudar o projeto que resultaria em intervenção no espaço; e moradores e comerciantes das Mercês, que brigam por melhoria na segurança pública. “Isso representa uma cultura de insatisfação com o modelo da gestão municipal anterior, que não conseguiu

Ciclistas brigam por mais estrutura | RODRIGO F. LEAL / METRO

oferecer renovação. Tanto que presenciamos uma situação política inédita quando o ex-prefeito (Luciano Ducci) foi derrotado nas urnas. Para tirar um prefeito é preciso uma

Garibaldis e Sacis resgataram o Carnaval de rua | RODRIGO F. LEAL/METRO

Grupo quer Passeio Público como espaço de cultura e lazer | ENEAS LOUR

sociedade mobilizada, organizada e contra a cultura política vigente”, avalia o sociólogo e cientista político da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Ricardo Oliveira.

Esse comportamento se reflete em muitas áreas, incluindo a cultura. Alguns intelectuais, jornalistas e artistas se uniram, por exemplo, na defesa do resgate do Pas-

Moradores defendem Praça do Japão | RODRIGO F. LEAL/METRO

seio Público como um espaço de lazer e ideias. Eles divulgam os encontros na internet. O Réveillon Fora de Época é outro adepto da rede social. Foi criado no Facebook e o su-

cesso foi tanto que, neste ano, reuniu 20 mil pessoas no Largo da Ordem, forçando a prefeitura a oferecer estrutura. “As redes sociais representam um componente a mais, mas há a mobilização da sociedade civil nos últimos anos”, comenta Oliveira. O município também teve que se mexer quando o bloco Garibaldis e Sacis provocou ouvintes de uma rádio com um convite para que se unissem aos domingos pré-carnavais, ainda em 1998. A partir daí, ele não parou mais e, hoje, tem apoio para levar milhares ao Centro Histórico. CAMILA CASTRO METRO CURITIBA


|26|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CURITIBA 320 ANOS}

A maioridade do teatro Festival de Curitiba. Evento tem espaço reservado na agenda cultural da cidade. Confira as atrações do fim de semana

Quando os jovens Leandro Knopfholz e Carlos Eduardo Bittencourt criaram o Festival de Teatro em 1992, eles não faziam ideia da dimensão que o evento tomaria. 21 anos e 3.500 espetáculos depois, agregando apresentações infantis, de improviso, stand-up e gastronomia, o agora Festival de Curitiba chega a sua 22ª edição consolidado como o maior do gênero no país. O saldo para a capital é o melhor possível. “Somos bem-vistos pelo público justamente por trazermos, todos os anos, o melhor da cena artística nacional para cá”, afirma Knopfholz. Entre teatros e outros espaços tradicionais, a cultura marca presença em barracões, ruas, praças, bares e os mais diversos locais da cidade. Abrangendo propostas tradicionais, a programação inclui também espetáculos que propõem desafios ao público, traçando novos caminhos para a arte.

Fim de semana teatral Marco Nanini em comédia “A Arte e a Maneira de Abordar seu Chefe para Pedir um Aumento”. Espécie de palestra de autoajuda, a peça está com ingressos esgotados para as sessões no Marista.

Marcos Caruso no Guairão

Espetáculos para todos os gostos

Festival para todas as artes

“Em Nome do Jogo”. Ao lado de Erom Cordeiro, Marcos Caruso protagoniza o drama de um escritor que convida o amante de sua esposa para um golpe, baseado em um jogo de encenação. Serão duas apresentações no Guairão, neste sábado e domingo.

| RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Além do teatro, o festival traz, a cada ano, cada vez mais atrações de outras áreas culturais. No plano musical, já é de praxe alguns shows na programação principal. Este ano, a Banda Panamericana faz sua estreia no Teatro Positivo, dia 3 de abril, com os ve-

teranos do rock nacional Dado Villa-Lobos, Charles Gavin, Toni Platão e Dé Palmeira. Fora o Risorama – sempre com sessões extras e ingressos disputados – há também o De Repente e o Mish Mash, com improviso, dança e malabarismo para todos os gostos. METRO CURITIBA

“Sempre fizemos o festival durante o aniversário de Curitiba, para as pessoas irem às ruas e celebrarem a data com teatro.” LEANDRO KNOPFHOLZ, DIRETOR DO FESTIVAL

Drama com Renata Sorrah “Esta Criança”. Sucesso de público, foi aberta uma sessão extra para este drama familiar da Cia. Brasileira de Teatro, com Renata Sorrah e Ranieri Gonzalez no Guairinha.


|28|

{CURITIBA 320 ANOS}

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

‘Coração cultural’ de Curitiba Referência. Curitibano por excelência, Teatro Guaíra recebeu mais de 300 mil pessoas no último ano. E agora ganha reforma Curitiba e Teatro Guaíra são quase sinônimos quando se fala em grandes espetáculos do meio artístico na capital. Seja para receber concertos de orquestras, peças de teatro de grandes companhias, ou shows de atrações renomadas da música mundial, o Guairão – apelido carinhoso do Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – está sempre em cena. E seus auditórios “irmãos” não ficam atrás. Segundo levantamento do último ano, mais de 300 mil pessoas passaram pelos audtitórios do Teatro Guaíra em 2012, o que inclui também o público do Salvador de Ferrante (Guairinha), do Glauco Flores (Miniauditório) e do Teatro José Maria Santos. Diretora do Guaíra há dois anos, Monica Rischbieter destaca a agenda lotada do teatro como o maior exemplo do sucesso da casa. “Estamos com a programação completa para todos os finais de semana até o fim do ano. Fora

“O Guaíra é o coração cultural desta cidade. Sempre foi a casa dos grandes acontecimentos, e continua recebendo os grandes espetáculos.” MONICA RISCHBIETER, DIRETORA DO TEATRO

as atrações tradicionais da casa, traremos de volta o Festival de Teatro de Bonecos, com grupos sul-americanos”, conta a diretora. Reforma

Em processo de reforma geral desde o ano passado, o Guaíra está com novos aparelhos de ar-condicionado nos maiores auditórios. “No próximo mês, vamos receber os projetos para a reforma das poltronas, carpetes e banheiros. Também haverá mudanças nos jardins e nas luzes externas até o fim do ano”, garante Rischbieter. METRO CURITIBA

Com aparelhos de ar-condicionado recém-instalados, teatro ganhará novas luzes e terá mudanças nos jardins até o fim do ano | CESAR BRUSTOLIN/SMCS


2 CULTURA

“Giovanni Improtta”

Longa de Zé Wilker abre Cine PE O longa protagonizado e dirigido pelo ator, que estreia dia 17/5, compete no festival pernambucano, que vai de 26/4 a 2/5 em Olinda.

|30|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Invasores de corpos

Estreia amanhã. Saoirse Ronan vive humana ‘ocupada’ por alien em ‘A Hospedeira’, baseado em livro de Stephanie Meyer

Falar consigo mesma é algo natural para a irlandesa Saoirse Ronan (“Desejo e Reparação”). Logo, fazer um duplo papel em “A Hospedeira” não foi assim tão assustador. No longa, baseado no romance homônimo de Stephenie Meyer, autora da saga “Crepúsculo”, ela interpreta Melanie que vive em um futuro no qual aliens se alojam no cérebro de humanos e tomam o corpo deles. Melanie é ocupada” por Wanda. O problema é que ela não vai embora por completo e fica como uma voz na cabeça de Wanda. Isso significa que boa parte do filme consiste em ver Ronan ter conversas consigo mesma, numa voz de fundo. Eventualmente, a atriz e o diretor Andrew Niccol (“Gattaca”) colocavam um ponto eletrônico no ouvido dela com as falas pré-gravadas de Melanie, acionadas por Niccol sem que ninguém mais pudesse ouvi-la. “Falo tanto comigo que tudo foi como um dia normal. Foi muito natural”, diz ela. Depois de ter escrito uma

“Adorei a chance de palpitar sobre o elenco porque era importante que eu e os garotos protagonistas tivéssemos química.” SAOIRSE RONAN, ATRIZ

série de sucesso sobre o triângulo amoroso entre uma humana, um vampiro e um lobisomem, Meyer sentiu que precisava aumentar a dose de complexidade desta vez. Em “A Hospedeira”, Melanie tem um namorado (Max Irons) antes de ser invadida, o que se torna um problema quando outro humano sobrevivente (Jake Abel) se interessa por Wanda em sua forma de Melanie. Como é possível chamar uma situação dessas? “Quem sabe um paralelograma amoroso. Mas escolha o que quiser, contanto que tenha quatro lados”, ri ela. NED EHRBAR

METRO INTERNACIONAL

Ronan protagoniza longa baseado em romance de autora da saga “Crepúsculo” | DIVULGAÇÃO

Maratona. Lollapalooza Stereo33. vai até domingo com 33 Banda lança novo clipe de horas de música em SP ‘Queria Ter’

Pearl Jam é um dos grandes destaques deste ano | DIVULGAÇÃO

O Lollapalooza abre amanhã sua segunda edição em São Paulo, com status de maior festival do país ao lado do Rock In Rio. Tudo é grandioso na produção, que escalou 80 atracões para entreter o público até domingo. E para aguentar essa maratona sonora, será preciso muita energia nas 11 horas de programação por dia, além do fôlego para caminhar por 15 minutos entre os principais palcos, Cidade Jardim e Butantã, que ficam a uma distância de 1,4 km. Mas não desanime. Lembre-se dos grandes shows, alguns que os brasileiros já sabem que vale a pena, como

o Pearl Jam e Queens Of The Stone Age. Há ainda aqueles que vêm pela primeira vez ao país, como o aguardado The Black Keys, e também brasileiros de respeito, como Criolo e a volta do Planet Hemp. Para evitar a superlotação que aconteceu em 2012 e as grandes filas, a organização diminuiu o número de ingressos. Dessa vez, entrarão no máximo 60 mil por noite, 15 mil a menos que o recorde da edição anterior. E mesmo com a atual crise dos grandes eventos no país, que ajudou a cancelar os festivais Sónar e SWU, a organização do Lollapalooza já confirmou a edição de 2014. METRO

A banda curitibana Stereo33 lançou recentemente o clipe oficial da faixa “Queria Ter”, que também nomeia o mais recente EP do grupo. O vídeo teve uma primeira versão alternativa lançada no fim do ano, e ganha agora sua edição definitiva. “Queria Ter” traz a versatilidade da banda em diversos aspectos artísticos, trazendo além da música imagens do projeto de revitalização de muros que Stereo33 desenvolveu este ano. A ação nos muros do bairro São Francisco faz parte de um projeto que os integrantes desenvolveram para retirar pichações de muros da cidade e as substituir por uma arte em grafite. METRO CURITIBA

Música é título do novo EP da banda curitibana | ANDRE NISGOSKI


|32|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Abril chega repleto de shows na capital

Música e humor. Ingressos estão à venda para shows internacionais, lançamentos de discos, humorísticos, Carnafacul e apresentações infantis neste mês em Curitiba

Não faltam motivos para o público curitibano comemorar. Abril está chegando com vários shows de música, humor e infantis para todos os gostos. Os ingressos já estão à venda pelo Disk Ingressos (3315-0808). Logo no dia 12 de abril. o veterano Chuck Berry chega ao Teatro Positivo para apresentação única, em sua despedida dos palcos. Seguindo a linha de turnês internacionais no Positivo, Burt Bacharach e Peter Cetera fazem shows nos dias 16 e 24, respectivamente. As atrações nacionais não ficam atrás. No dia 13, o NX Zero lança seu novo disco no Curitiba Master Hall. Já Paula Fernandes chega à capital com seus encantos sertanejos nos dias 18 e 19, também no Positivo. No dia seguinte, o Grande Auditório será palco de Djavan, com a turnê do álbum “Rua dos Amores”. Pela primeira vez na capital, o Carnafacul é outro destaque do mês, com MC Naldo, Turma do Pagode, Jammil e

O Metro indica

Show

Homenagem a Serge Gainsbourg. O guitarrista Edgard Scandurra, ex-Ira!, interpreta a obra do gênio da música francesa, Serge Gainsbourg, em quatro apresentações nesse fim de semana na Caixa Cultural, acompanhado pelo grupo Les Provocateurs. Na Caixa Cultural (R. Cons. Laurindo, 280). Sábado e domingo, às 19h e às 21h. Ingressos: R$ 10 e R$ 20.

Exposição

Últimos dias de ‘IDEA Brasil’. A mostra “IDEA Brasil – O Melhor do Design Brasileiro de 2012” termina neste domingo no Museu Oscar Niemeyer, que fecha amanhã, mas fica aberto no fim de semana. No MON (R. Marechal Hermes, 999). Até 31/3, das 10h às 18h. Entradas: R$ 3 e R$ 6. Tel.: 3350- 4400.

Mostra comemorativa

“Povos de Curitiba”. Comemorando os 320 anos da capital, a Renault lança a mostra “Povos de Curitiba”, que conta a história dos primeiros habitantes da cidade, com suas influências que até hoje são vistas em sua cultura. Na Expo Renault Barigui (BR-277, km 0). Até domingo, das 10h às 20h. Entrada franca.

Samba e MPB

Vencedor de 8 Emmys e 3 Oscars, Burt Bacharach desembarca na cidade para show no dia 16

Uma Noites, Henrique & Diego e Diana Dias agitando a Arena Expotrade de Pinhais no dia 27, a partir das 15h. Humorísticos e infantil

Integrantes do “Pânico na Band” e do “CQC”, Eduardo Sterblitch, o César Polvilho, e Marco Luque desembarcam na capital com “O Melhor Melhor Show do Mundo” (dia 13) e “Tamo Junto!” (dias 27 e 28),

Da TV para os palcos, musical infantil “Lazy Town” chega no fim do mês

| FOTOS DIVULGAÇÃO

ambos no Positivo. O público infantil também será contempladocom duas apresentações da versão teatral do seriado de TV “Lazy Town – A Aventura dos Piratas”, nas matinês de 27 e 28 de abril, também no Grande Auditório. METRO CURITIBA Confira mais informações sobre os shows e os preços dos ingressos pelo: www. diskingressos.com.br

No Bossa Nova Bar. De hoje até sábado, o Bossa Nova Bar recebe apresentações do Trio Mentira, Sossega Malandro, Soul Bagunça e Bloco do Bossa. No Bossa Nova Bar (R. Sen. Xavier da Silva, 210). De hoje até sábado às 20h30. De R$ 15 a R$ 25.

Pocket show

Relespública. Acontece hoje mais uma edição do “Ascende Curitiba”, com pocket-show da banda Relespública. Na Livrarias Curitiba (Shopping Estação). Hoje às 20h. Entrada franca.

Teatro Positivo recebe apresentação única de Peter Cetera em 24 de abril

Eduardo Sterblitch faz seu “O Melhor Melhor do Mundo” no dia 13

Espaços culturais ficam abertos no feriado Quem for passar o feriado de Páscoa na capital terá várias opções nos espaços da culturais. Os museus Alfredo Andersen, Paranaense e de Arte Contemporânea, a Cinemateca, o Memorial de Curitiba, o Parque das Pedreiras e o Portão Cultural abrem as portas normalmente, durante os três dias de feriado. Amanhã, no aniversário da cidade, o Museu de Arte Sacra, do Expedicionário os Me-

moriais Polonês e Ucraniano e a Casa Romário Martins estarão em recesso, abrindo no sábado e no domingo. A Casa Hoffmann, a galeria Júlio Moreira e o Teatro Novelas Curitibanas abrem conforme a programação. Estarão fechados em todo o fim de semana os espaços do Solar do Barão, o Centro de Criatividade, a Sala do Artista Popular e o Conservatório de MPB. METRO CURITIBA


|34|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

BRYAN SINGER Depois de fazer ‘X-Men’, diretor de ‘Jack: O Caçador de Gigantes’, que estreia amanhã, se viu diante do desafio de fazer concessões para agradar um público totalmente novo: as crianças

‘O ESTÚDIO TEVE MEDO’ Houve uma versão bem mais violenta do filme. Você teve que mudar muito para o público infantil? Gostaria de ter mantido uma cena em que um gigante arranca a cabeça de um personagem com uma mordida. Vi esta versão em um cinema cheio de crianças de 8 anos e elas gritavam, mas ninguém saiu da sala. O estúdio teve muito medo. Acho que os garotos aguentariam. Quão aterrador foi assistir ao filme com as crianças? Com este, foi divertido. O garoto atrás de mim não parava de chutar minha poltrona de tanto que ria.

O título chegou a ser “Jack: O Matador de Gigantes”. Foi inevitável. A palavra “matador” coloca as pessoas em estado de atenção. Você abriu há pouco tempo uma conta no Twitter. Como está sendo? Havia prometido a mim mesmo que, se um dia voltasse a fazer um filme com grande dose de expectativa, como os da franquia “X-Men”, eu entraria no Twitter. Acho muito útil porque, às vezes, há boatos que se espalham e não são verdade. É um modo de corrigir informações sem ter que convocar a imprensa.

Você poderia falar sobre como “X-Men: Days of Future Past” vai misturar atores dos dois períodos diferentes da franquia? Não posso falar sobre isso, mas que vai acontecer, vai! (risos) E vou poder acomodar os dois elencos de um modo divertido e interessante. Amo os atores novos. O desenvolvimento do roteiro também tem sido interessante. Tudo sobre esse universo é mais rápido e intuitivo pra mim. NED NED EHRBAR

METRO INTERNACIONAL


|36|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

O maior ciberataque da história

Os invasores

Parque Barigui

Cruzadas

Tenho uma sugestão para a prefeitura, ou para alguma entidade cabível: deveriam fazer um posto, ou unidade de atendimento a população, no Parque Barigui. É incrível a quantidade de pessoas que correm por lá, ou que frequentam o parque, sem nenhuma assistência por perto, caso aconteça uma emergência. No casos dos idosos e das crianças, isso fica ainda mais periclitante. É algo simples, mas necessário para o bem estar da população. VERA M. G. GOMES - CURITIBA

Europa. Briga entre empresa e ONG provoca lentidão na internet em todo o mundo A briga entre uma ONG que combate o envio de spams (e-mails indesejados) e uma empresa de hospedagem de sites pode ter gerado o maior ciberataque da história. Segundo a ONG Spamhaus, com sedes na Holanda e na Suécia, a confusão começou depois que a Cyberbunker foi parar na lista negra da organização. A empresa manteria, em seus servidores, materiais usados por spammers e golpistas, acusa a Spamhaus.

Leitor fala

Casamento Gay A Argentina aprovou, e agora os Estados Unidos estão debatendo na Suprema Corte a aprovação do casamento gay e dos direitos de união civil para homossexuais. Com motivações religiosas em debate, interferindo no julgamento da sociedade, de um modo geral, fica difícil exercer os verdadeiros direitos da democracia plena para todos os cidadão. Se alguém vive junto com alguém do mesmo sexo, em união estável, merece ter sua relação reconhecida perante a lei, com os mesmos direitos de um casal heterossexual. Isso perante à lei, já que cada igreja decide o que aceita ou não em seus dogmas.

Depois da confusão, hackers lançaram ataques de negação de serviço (chamados de DDos), que consiste na sobrecarga do sistema. A imprensa internacional reportou que a ofensiva derrubou e/ou causou lentidão em muitos sites, como o do serviço de vídeos Netflix. Steve Linford, um executivo da Spamhaus, disse à BBC que os ataques têm uma “escala sem precedentes”. Polícias de cinco países investigam o caso. METRO

FELIPE L. SANTOS - CURITIBA

Metro Pergunta

Sudoku

O que você deseja para Curitiba na comemoração de seus 320 anos?

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metro

@Fernandocker

Desejo que Curitiba melhore em todos os aspectos, tanto na segurança quanto no trânsito, transporte coletivo e etc. @CaEifler

Desejo mais espaço e respeito para os ciclistas, para aproveitarmos mais a cidade com saúde e segurança!!! @Rodrigowm

Ônibus mais barato.

Steve Jobs vira mangá

Metro web

O mangá oficial sobre a vida de Steve Jobs já está disponível no Japão. A obra, criada pela desenhista Mari Yamazaki, foi baseada na biografia do cofundador da Apple escrita por Walter Isaacson. O mangá será publicado na revista mensal “Kiss” | DIVULGAÇÃO

Horóscopo

Para falar com a redação:

leitor.ctb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Romantismo e esperanças em relação a

grandes acontecimentos que poderão trazer um ganho a mais para a sua vida. O dia poderá lhe trazer destaque público.

Leão (23/7 a 22/8) Mesmo que haja alguns prejuízos materiais, outros ganhos imateriais podem ser muito mais compensadores para você. Procure trabalhar melhor a sua imagem.

Sagitário (22/11 a 21/12) Agora é preciso deixar que os outros também façam a sua parte. Você já deu o empurrão inicial e elas precisam materializar o que ficou combinado entre todos.

Touro (21/4 a 20/5) Ponto de entrada em relacionamentos significativos, seja no setor profissional ou no amoroso. A sua vida está para passar por encontros importantes para você.

Virgem (23/8 a 22/9) Está chegando a sua vez de ser ouvido e de mostrar que as suas atitudes e posicionamentos podem ser muito mais positivos do que as pessoas estavam pensando.

Capricórnio (22/12 a 20/1) Boas notícias e informações mais

Gêmeos (21/5 a 20/6) Depois de um tempo fora do palco fi-

nalmente chega a hora de lidar com assuntos importantes e ter voz para se fazer ouvir perante o seu grupo. Reconhecimento.

Libra (23/9 a 22/10) Inteligência emocional em alta. Bom momento para se destacar e colocar as pessoas no bolso. Você está com novos argumentos que poderão convencer qualquer um.

Aquário (21/1 a 19/2) Alto astral e brilho pessoal. Algumas das suas

Câncer (21/6 a 22/7) Satisfação com parcerias e situações nas

Escorpião (23/10 a 21/11) Serenidade e mais tranquilidade

quais as pessoas precisam das suas opiniões para que as decisões sejam tomadas em conjunto. Deixe a sinergia agir.

para atender as pessoas e as queixas delas. Hoje você está mais aberto a aceitar a opinião dos outros e fechar parcerias.

diplomáticas podem estar chegando. Momento de trégua no qual as pessoas estão mais dispostas a fechar bons acordos.

metas mais importantes podem estar se realizando. Dia de ficar bem na foto com os parceiros e com o seu amor.

Peixes (20/2 a 20/3) Hoje você fica de fora observando en-

quanto outras pessoas executam o que foi combinado com elas. Procure ficar por perto para dar apoio e cobrar resultados.


3 ESPORTE

|38|

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Atlético conquista a vitória nos acréscimos

Paraná. Toninho quer repetir o clássico

Emoção. Furacão marca aos 46’ do segundo tempo e segue na cola do líder Londrina Com um gol do atacante Douglas Coutinho no finalzinho do jogo, o Atlético venceu o Paranavaí por 1 a 0, ontem à noite, fora de casa. O resultado mantém o Furacão na 2ª colocação, com 16 pontos, na cola do líder Londrina, que tem dois pontos a mais. O Atlético foi melhor no primeiro tempo e criou várias chances de gol. Zezinho, logo aos 11’, já levou perigo. Em outro bom ataque, Jean Felipe chutou fora e a bola passou perto. O Rubro-Negro chegou a acertar a trave aos 24’ com Coutinho, após uma cobrança de escanteio de Zezinho. Ainda na primeira etapa, Cristian deixou Renatinho na cara do gol, mas ele bateu fraco. Já o Paranavaí praticamente se defendeu. Na melhor chance do time, Celi-

01 Time venceu as últimas três partidas |BRUNO BAGGIO/ATLÉTICO

nho balançou as redes aos 36’, no entanto o árbitro marcou impedimento. No segundo tempo, o Paranavaí conseguiu equilibrar a partida e obrigou o goleiro Santos a fazer boas defesas. Mas quem acabou marcando foi o Rubro-Negro. Aos 46’ do segundo tempo, Anderson Tasca cruzou para Douglas Coutinho mandar para o gol e decretar a vitória atleticana.

Amistoso Já o time principal do Atlético empatou em 1 a 1 com o Danubio, no Uruguai. O Furacão abriu o placar com Marcão, mas o time uruguaio empatou com Richard. Esse foi o último amistoso do Rubro-Negro antes da estreia da equipe na Copa do Brasil, no dia 3 de abril. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

PARANAVAÍ

ATLÉTICO

Naldo, Célio Lima, Marinho, Alex Noronha , Wesley (Leandro César), Schneider, Mineiro, Rilber (Cris Fernandes), Alex Ricardo Celinho e Felipe Rafael (Salatiel). Técnico: José Maria

Santos, Jean Felipe, Erwin, Rafael Zuchi, Héracles (Anderson Tasca), Renatinho (Edigar Junio), Hernani, Zezinho, Marcos Guilherme (Pablo), Crislan e Douglas Coutinho. Técnico: Arthur Bernardes

• •

Gols. Douglas Coutinho, aos 46’ do 2º T Arbitragem. Selmo Pedro dos Anjos Neto, auxiliado por Luiz Henrique de Souza Santos Renesto e Alessandro Rodrigues Mori.

PARANÁ

OPERÁRIO

Satisfeito com a vitória contra o Coritiba na última rodada, o técnico Toninho Cecílio, do Paraná Clube, pede que o time repita hoje a atuação do último jogo. “Temos que jogar com a mesma imposição, a mesma busca por resultado”, disse. O time entra em campo às 21h no Ecoestádio, para enfrentar o Operário. Cecílio não vai poder contar com o atacante Reinaldo sentiu uma fadiga, e o volante Ricardo Conceição, com uma lesão muscular. Punição Por decisão do TJD, o gerente de futebol do Paraná, Alex Brasil, foi suspenso por 105 dias, devido à confusão no jogo contra o JMalucelli, no primeiro turno. METRO CURITIBA

Lei. Bebida é liberada durante Copa do Mundo

Time tomou gol logo no começo do jogo e só conseguiu empatar aos 45’

Abertura

Jogos do Sesi

O ex-jogador da Seleção Brasileira, Raí, participou ontem do lançamento oficial dos Jogos do Sesi 2013, na sede da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná). O evento conta com 680 empresas e mais de 13 mil trabalhadores/atletas.

| DIVULGAÇÃO

Coritiba se livra no final Jogando contra o lanterna Nacional, que em 15 jogos havia perdido 14 vezes no Paranaense, o Coritiba teve uma atuação sofrível ontem, e por pouco não saiu derrotado de campo. Levou um gol logo aos 8’ minutos do primeiro tempo, e só conseguiu empatar aos 45’ do segundo, com um gol salvador do zagueiro Chico. Cada vez mais distante dos líderes do turno, o Coritiba enfrenta o Arapongas domingo, no Couto Pereira. O Coritiba entrou melhor em campo, mas levou um gol logo aos 8’ minutos, em lance de Tiago Henrique. Em todo o

primeiro tempo o Coxa não chegou a criar chances claras de gol, apesar de ter maior posse de bola. No segundo tempo, o meia Lincoln se lesionou aos 16’. Como o time já havia feito

1 1 • •

três substituições, ele ficou em campo. As principais jogadas vieram de Victor Ferraz e de Rafael Silva. No fim do jogo, Chico fez o gol de empate, depois de um lance de bola parada. METRO CURITIBA

Vinicius; Rafinha , Rocha , Fernando e Cristian; Fernandinho, Bruno Flores (Bruno), Vítor e Doriva; Tiago Henrique e Tcharlles Técnico: Dirceu de Matos

NACIONAL

Vanderlei; Leandro Almeida , L. Claro (Victor Ferraz) e Chico; Patric (R. Silva), Willian , Gil , Robinho (J. Cesar), Lincoln e Eltinho ; Arthur Técnico: Marquinhos Santos

CORITIBA

Gols. Tiago Henrique, aos 8’ 1º T, Chico, aos 45’ do 2º T Arbitragem. Lucas Paulo Torezin, Adair Carlos Mondini e Maurício José Braga

A Assembleia Legislativa aprovou ontem, em primeira discussão, o projeto de lei que libera a venda de bebida alcoólica durante os jogos da Copa do Mundo em Curitiba. A Lei Geral da Copa, aprovada no Congresso Nacional ano passado, previa a liberação, mas foram necessários ajustes locais, já que uma regra estadual proíbe o comércio de álcool em estádios do Paraná. A proposta também determina que quaisquer regras estaduais sobre meio ingresso não tenham validade para a competição, apenas a lei federal. Líder

Adaptação à lei federal | SANDRO NASCIMENTO /ALEP

Para entrar em vigor, o projeto ainda terá que passar em segunda discussão, e depois pela sanção do governador,para Beto Richa. METRO CURITIBA

Ecoestádio

Londrina segue 100% no turno

JMalucelli vence o Rio Branco

O Tubarão venceu ontem o Cianorte por 2x0 e conquistou a sexta vitória consecutiva no segundo turno no Paranaense. O jogo foi em Ponta Grossa, já que o time perdeu um mando de campo. METRO CURITIBA

Com gols de Potita e Alex Fraga, o Jotinha venceu ontem o Rio Branco por 2x1, no Ecoestádio Janguito Malucelli. Com o resultado, o time chegou aos 15 pontos e é o terceiro no returno. METRO CURITIBA


CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Engenhão fica sem previsão para reabrir Bola fora. Prefeitura só saberá o prazo para reabertura em um mês. Cobertura apresentava problemas desde 2007. O futebol carioca não sabe mais quando irá contar com o Engenhão nesta temporada. Interditado pelo prefeito Eduardo Paes na terça-feira por causa do risco de desabamento da cobertura, o estádio, na zona norte, continuará fechado até que sejam feitas todas as intervenções necessárias, informou ontem o diretor-presidente da Empresa Municipal de Urbanização (Rio Urbe), Armando Queiroga. Ele participou de uma entrevista coletiva ao lado do engenheiro responsável pelo consórcio da obra, formado pelas construtoras OAS e Odebrecht, Marcos Vidigal. Eles confirmaram que um relatório elaborado pela empresa alemã SBP apontou risco de a cobertura ruir em caso de ventos de mais de 63 km/h, que são re-

“O risco que falamos é da ocorrência de um vento de 63 km/h e que poderia levar à ruína da cobertura.” MARCOS VIDIGAL, ENGENHEIRO

lativamente frequentes na cidade. O relatório foi feito a pedido do consórcio e encaminhado à Prefeitura do Rio, na terça-feira. O resultado do estudo é bem diferente de outro apresentado pelo município em 2010, que mostrava que a cobertura só apresentaria riscos em caso de ventos acima de 115 km/h. O problema se agravou devido às estruturas que sustentam as arquibancadas Leste e Oeste sofrerem deslocamento de cerca de

50% a mais do que o previsto. O relatório da SBP, porém, não indica uma solução imediata para o problema e novos estudos serão feitos para chegar a uma solução. Por isso, não há prazo definido para reabrir o estádio. Segundo a prefeitura, em um mês deve haver uma definição. Caso seja comprovado um erro no projeto, o município vai arcar com os custos. Cesar Maia se defende A folga na estrutura foi identificada já em 2007, quando o estádio foi inaugurado. Desde então, relatórios têm sido feitos para monitorar o deslocamento. O Consórcio Engenhão assumiu as obras em situação emergencial, em 2007, depois que a construtora

|39|◊◊

Engenheiro fez projetos da Copa Segundo o engenheiro responsável pelo Consórcio Engenhão, Marcos Vidigal, quando assumiu o projeto em 2007 o teto previa a construção do maior arco sobre estrutura de concreto do mundo. Essa era justamente uma das razões para o elevado grau de complexidade na execução da obra. “Não pode perder o foco do ineditismo, o modelo também era inédito”, explica Vidigal. O engenheiro Flávio D’ Alambert foi o calculista responsável pelo projeto da cobertura. Ele também é responsável pela obra do Estádio Castelão, além de ter trabalhado na cobertura do Parque Aquático Maria Lenk. METRO RIO

Arcos dos lados oeste e leste estão com deslocamento | BRUNA PRADO/METRO RIO

Delta abandonou a obra justamente na instalação da cobertura. Prefeito na ocasião da construção do estádio, o vereador Cesar Maia não vê responsabilidade da sua gestão. “A obrigação do prefeito era

dar recursos para que a obra fosse concluída, como foi em maio de 2007”, afirmou o vereador, em entrevista à rádio Bradesco FM, pedindo esclarecimentos dos engenheiros das construtoras. METRO RIO

Castelão foi projetado pelo mesmo engenheiro | LC MOREIRA/FUTURAPRESS


20130328_br_metro curitiba  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you