Issuu on Google+

NEY MATOGROSSO ATENTO AOS SINAIS CANTOR MISTURA COMPOSIÇÕES DE ANTIGOS E NOVÍSSIMOS TALENTOS EM TRÊS SHOWS PÁG. 20 SÃO PAULO Quinta-feira, 7 de março de 2013 Edição nº 1.498, ano 6 MÍN: 19°C MÁX: 30°C

www.readmetro.com | leitor.sp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

Poupança capta R$ 2 bi e é recorde Investimento. Montante arrecadado em fevereiro mostra que, apesar das mudanças que reduziram a sua remuneração, caderneta continua sendo a aplicação preferida do brasileiro PÁG. 08

Polícia descarta suicídio na morte de Chorão

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

PIMENTA NO RECORDE Timão perde para Tijuana e dá adeus à marca histórica de invencibilidade PÁG. 30 Pato disputa lance na derrota por 1 a 0 do Corinthians, que buscava série invicta de 17 jogos | FAUSTO VARGAS/JAM MEDIA/FOLHAPRESS

Delegado também não crê em homicídio e apura se vocalista do Charlie Brown Jr. teria abusado de drogas. Enterro será hoje, às 17h, em Santos PÁGS. 22 E 23

Chorão em show de 2012 | JEFERSON BERNARDES/FOLHAPRESS

Bruno conirma ‘Chavismo não morte de Eliza e é sustentável’, acusa Macarrão afirma analista Pela 1ª vez, ex-goleiro admitiu o assassinato. Ele disse que o amigo teria encomendado o crime ao ex-policial Bola sem que ele soubesse PÁG. 02

Opinião é do norte-americano David Smilde. Ontem, uma multidão acompanhou o cortejo de Chávez em Caracas. Dilma irá ao funeral PÁG. 12


|02|

1 FOCO

Denúncia

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

‘Não mandei, mas aceitei’, diz Bruno

Sem respostas O promotor Henry Wagner fez hoje 39 perguntas a Bruno. O ex-goleiro, orientado por seus advogados, não respondeu nenhuma. Veja abaixo parte das questões da Promotoria.

Julgamento. Pela primeira vez, ex-goleiro admitiu que Eliza Samudio foi de fato assassinada, confirmou que se beneficiou com a morte dela e culpou Macarrão Desta vez o choro veio com declarações nunca antes feitas a respeito da ex-amante, Eliza Samudio. Ontem, no Fórum de Contagem, o goleiro Bruno Fernandes contou sua versão sobre a morte da ex-modelo. Pela primeira vez, admitiu que ela está morta, apontou Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, como executor do crime, confirmou ter se beneficiado com a morte dela e fez uma declaração surpreendente: participou de duas festas após o crime. Por orientação dos advogados, Bruno respondeu às perguntas da juíza Marixa Rodrigues e da própria defesa, mas se calou diante dos questionamentos da promotoria. Ele negou ser mandante do crime, empurrou a responsabilidade do que aconteceu ao então braço-direito, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e disse que se sentia culpado. “Não sabia, não mandei, mas aceitei”, disse em dado momento. Ao narrar sua versão sobre os acontecimentos, o goleiro entrou em contradição sobre o executor. Inicialmente, confirmou que

“Estava prestes a acertar com clube europeu, as declarações dela [Eliza] estavam atrapalhando as transações.” BRUNO FERNANDES, RÉU

“A negativa de autoria foi uma péssima escolha. Não há como atenuar a pena nessa posição que o Bruno tomou.” SIDNEI KARPINSKI, ASSISTENTE DE ACUSAÇÃO

Bruno se manteve cabisbaixo e abatido

ouviu do primo Jorge Rosa a primeira versão que foi apresentada à polícia. Eliza teria sido levada por Macarrão e Jorge a Vespasiano, na região metropolitana, e en-

| EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

tregue a um homem com apelido de Nenem, o qual teria matado e esquartejado a ex-modelo. Em seguida, não respondeu quando foi questionado sobre o no-

me do executor. Minutos depois, demonstrando nervosismo, deixou escapar que Nenem e Bola são apelidos da mesma pessoa e que Macarrão o contratou para matar Eliza. Mais tarde, o goleiro acrescentou ainda que sente medo de Bola. Bruno afirmou ainda que conhecia o policial José Laureano de Assis, investigado em inquérito paralelo por envolvimento na morte, e que ele já havia ido ao sítio. METRO BH

Chalita

Ex-goleiro admite que mudou nome do filho para despistar

O deputado Gabriel Cha i a f i a de questionamentos ontem na posse como presidente da C i ã de Ed caçã Ele é acusado de receber propinas na época em que foi secretário de Ed caçã de Sã Pa (2002-2006).

Cotações Dólar + 0,20% (R$ 1,97) Bovespa + 3,55% (57.940 pts)

“O Bruno está montando uma história para comover os jurados. Está tentando a absolvição dele.” SÔNIA MOURA, MÃE DE ELIZA SAMUDIO

As falas gaguejadas e interrompidas por pausas de silêncio marcaram as declarações de Bruno às perguntas feitas pelos jurados e complementadas pela juíza Marixa Rodrigues, já na etapa final da sessão de ontem. Questionado sobre os motivos de ter mudado o nome do filho na época do crime, o goleiro foi evasivo. “Sabia que mais cedo ou mais tarde

FALE COM A REDAÇÃO

Euro - 0,30% (R$ 2,55) Selic (7,25%)

Salário mínimo (R$ 678)

leitor.sp@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

67 pedidos de habeas corpus em favor do goleiro foram negados pela Justiça. as investigações iam chegar na criança e eu tentei... é... não tenho como explicar... eu tentei...”. A juíza logo

completou, “Despistar?” e o goleiro se entregou, “É, despistar”. Bruno afirmou ainda que não denunciou Macarrão por medo. O julgamento foi suspenso às 20h14 e será retomado à 9h de hoje para os debates entre defesa e acusação. A própria defesa do goleiro admitiu ontem que acredita que ele será condenado. METRO BH

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: .). Editor de Arte: Daniel Lopes. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Tabapuã, , º andar, Itaim, CEP -, São Paulo, SP. Tel.: -. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

Viage Uma vez que estava tudo conversado com Eliza Samudio e Macarrão, seu ex-acessor, no Rio de Janeiro, por que você não veio na mesma Land Rover que eles para Minas Gerais? S i O senhor alega que Eliza estava como convidada em seu s i . Nos autos constam que as ligações dela cessaram durante a estadia no local. Ela tinha acesso a telefones no seu sítio? E e i a Na reportagem ao lado de um campo, o senhor afirmou que não tinha contato com Eliza Samudio há dois ou três meses. Por que o senhor não falou a mesma verdade que está nos contando agora? M i a O senhor conhece o motorista Clayton Gonçalves da Silva? O senhor disse a Clayton que Eliza estava no interior da casa e que ninguém poderia saber? Afi açã Em algum momento o senhor disse para Clayton que a merda já estava feita? Palavra que consta no processo. Da a e Você determinou que Dayanne mentisse caso fosse indagada sobre a existência da criança? Se sim, por quê? Quantas vezes o senhor fez tal solicitação para Dayanne? Ci e Você tinha conhecimento se Macarrão tinha ciúmes da sua relação com sua ex-namorada, Fernanda Gomes de Castro?

Filiado ao


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

|03|◊◊

Câmara tem dois projetos para mudar lei das calçadas Legislação. Haddad quer dar 30 dias para dono consertar passeio. Vereador do PSDB propõe que prefeitura banque a manutenção Prefeitura e oposição apresentaram à Câmara dois projetos propondo mudanças na lei das calçadas. Hoje, o responsável pelo imóvel que não realizar a manutenção do calçamento é multado na hora. O valor mínimo da autuação é de R$ 300. E a multa é calculada sobre a extensão total da calçada. A proposta do prefeito Fernando Haddad (PT) prevê que o responsável pelo imóvel tenha 30 dias para regularizar a situação antes de pagar a multa. Se não pagar, o morador será incluído no Cadin (cadastro de devedores da prefeitura). O dinheiro arrecadado será usado para recuperar o próprio local que gerou a autuação.

170 mil é o número de pessoas que se acidentam em calçadas todos os anos em São Paulo. Já o projeto apresentado pelo vereador Andrea Matarazzo (PSDB) prevê transferir para a prefeitura a responsabilidade pela manutenção de todas as calçadas da capital. Segundo a proposta, a legislação sobre os passeios deve ser regida pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), que atribui a responsabilidade do passeio à administração municipal. O projeto também obriga a prefeitura a apresentar

dados estatísticos sobre acidentes em calçadas. “Percebemos que a lei que responsabiliza o proprietário do imóvel por sua calçada não funciona”, diz o vereador. Todos os anos, 170 mil pessoas se acidentam em calçadas da capital, segundo estimativa do ombudsman da CET, Philip Gold. Levantamento feito pelo Hospital das Clínicas mostra que uma em cada cinco vítimas de queda atendidas no pronto-socorro caiu por conta de irregularidades no passeio. Não há previsão para que os projetos sejam votados na Câmara. MÁRCIO ALVES METRO SÃO PAULO

Calçada esburacada na rua Augusta

| ANDRÉ PORTO/METRO

MP vai investigar obra que desabou na Liberdade O MP (Ministério Público) instaurou inquérito civil para investigar a queda da fachada do imóvel na avenida Liberdade. O auxiliar de limpeza Marco Antonio dos Santos, de 51 anos, que passava pelo local, morreu. Na investigação, a Promotoria de Habitação e Urbanismo pretende estabeler as responsabilidades pelo acidente. Amanhã, o proprietário

R$ 205 mil é o valor da multa aplicada pela prefeitura ao proprietário da obra. do imóvel deve ser ouvido pela polícia. Segundo o delegado do 1º Distrito Policial, José Sampaio, após o depoimento de fiscais da prefeitu-

ra, técnicos da Sabesp e da Defesa Civil, o dono do imóvel e o engenheiro responsável pela obra podem responder por homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar). O dono do imóvel foi multado em R$ 205 mil. Após vistoria, a subprefeitura da Sé decidiu embargar a obra. Outros cinco imóveis afetados permanecem interditados. METRO

Feira. Bonecos infláveis imitam Obama e Justin Bieber Começou ontem a 1ª Mostra Internacional de Bonecas Infláveis, que ocorre até sábado, no Espaço Painel Cultural, na zona sul. Na mostra, estarão expostos cerca de 20 bonecas. Entre os modelos em exibição estão cópias de famosos como o presidente dos EUA, Barack Obama, e o astro pop canadense Justin Bieber. METRO

Passageiros enfrentam lotação em estação da linha Vermelha | RUBENS CAVALLARI/FOLHAPRESS

Falha prejudica circulação de trens na linha Vermelha

Bonecos exibidos na 1ª Mostra de Bonecas Infláveis | FABIO MARTINS/FUTURA PRESS

Uma falha na linha 3-Vermelha do metrô provocou atrasos e superlotação no início da noite de ontem. Com isso, passageiros se acumularam nas plataformas e escadas de algumas estações. De acordo com o Metrô, o problema teve origem no equipamento que

permite aos trens mudarem de via entre as estações Bresser e Belém. Os trens tiveram que circular com velocidade reduzida, provocando lentidão e atrasos em todas as estações da linha Vermelha. O problema começou por volta das 16h50 e também prejudicou outras linhas,

que ficaram superlotadas. Técnicos foram para o local para reparar o equipamento. Por volta das 20h, a situação foi normalizada. Anteontem, uma falha na linha 1-Azul no final da tarde entre as estações Tietê e Luz também causou atrasos e superlotação durante uma hora. METRO


|04|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

Bicicletários do metrô continuam sem funcionar Mobilidade. Empresa responsável pelo serviço diz que está sem patrocinadores. Metrô afirma que procura novos parceiros Apenas quatro dos 17 bicicletários do metrô de São Paulo ainda estão em funcionamento. Inaugurado em 2008, o serviço já chegou a registrar 10 mil atendimentos por mês - entre estacionamentos e aluguel de bicicletas - mas sofre desde outubro do ano passado com um impasse entre a ONG Parada Vital, que administra o serviço, e o Metrô, que cede o espaço. Os bicicletários foram fechados em 13 estações no final do ano passado. Segundo a ONG Parada Vital, por falta de patrocínios. Para manter o serviço, a entidade explora os direitos de anúncio nos bicicletários. Em dezembro, o Metrô anunciou um plano de contigência para que parte dos bicicletários continuassem funcionando. Desde então, apenas os das estações Anhangabaú, Palmeiras-Barra Funda, Guilhermina-Esperança e Butantã estão em operação. No entanto,

Trono usado por Bento 16 quando esteve na capital | ANDRÉ PORTO/METRO

Bicicletário no Anhagabaú é um dos 4 que ainda funcionam | ANDRÉ PORTO/METRO

apenas no Butantã o aluguel de bikes é oferecido. O Metrô disse que está analisando proposta de empresas e ONGs para a retomada do serviço. Já a Parada Vital informa que ainda mantem conversas com o Metrô para encontrar uma solução para o impasse. O problema vem na con-

tramão do interesse do paulistano pela bicileta. Nos últimos dois meses, o número de pesssoas que alugam bikes por meio de um serviço oferecido por um banco subiu de 33,9 mil para 80 mil cadastrados. HENRIQUE BEIRANGÊ METRO SÃO PAULO

Exposição em mosteiro lembra a visita de Bento 16 Em maio de 2007, o papa Bento 16 se hospedou no Mosteiro de São Bento, na região do centro, durante visita à capital. Após a renúncia do pontífice, no dia 11 de fevereiro, os monges beneditinos resolveram organizar uma exposição com fotografias e objetos usados por Bento XVI em sua passagem pelo mosteiro.

Com entrada grátis, o público pode conferir a mostra de segunda à sexta-feira, das 13h às 17h, e aos domingos das 10h até 12h30. A exposição ficará aberta até a eleição do novo papa, prevista para acontecer neste mês. Além do trono, podem ser vistos livros e medalhas comemorativas durante a mostra. Entre as fotos ex-

postas, destaca-se uma em que aparece o pontífice caminhando no jardim do claustro. A decoração do quarto em que o papa emérito ficou durante a visita ainda é mantida em caráter museológico até hoje, mas o local não estará aberto para visitação por estar em um ambiente de acesso restrito aos monges. METRO

Metrô. Linha 6 será paga Rio Pinheiros. Governo quer conforme construção Um novo modelo de pagamento pode baratear os custos da obra da linha 6-Laranja do metrô. A ideia é pagar pela construção enquanto ela está sendo feita pela Parceria Público-Privada (PPP). Na Assembleia Legislativa, tramita um pedido de autorização para que o governo arrecade R$ 3,8 bilhões em empréstimos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outras instituições para pagar parte da obra, quase metade do custo previsto de R$ 8 bilhões. Através da PPP, as empresas são pagas diretamente pelo governo. Existe ainda a possibilidade de parte do pagamento ser obtido com o retorno financeiro que o serviço proporcionará. No caso do metrô, parte do dinheiro pago pelos usuários

seria destinado à obra. É a primeira vez que o aporte de recursos está sendo feito na fase de investimentos. O diretor da Companhia Paulista de Parcerias (CPP), Tomás Bruginski, disse que terá um financiamento de 30 anos, com seis de carência. A parcela dele será colocada ao longo da fase de execução. Dessa maneira, o custo do projeto para o estado será financeiramente vantajoso. De acordo com Bruginski, na obra do trecho norte do Rodoanel os custos foram barateados dessa forma. A previsão é de que as propostas sejam avaliadas no dia 9 maio. A linha Laranja vai ligar a estação São Joaquim, na região central, à Brasilândia, na zona norte. e deverá começar a funcionar apenas em 2020. METRO

retirar odor

Os testes para a remoção do mau cheiro do Rio Pinheiros, que passa pelas zonas sul e oeste, devem começar em breve. O rio recebe esgoto sem tratamento de bairros ricos, como Panamby, Morumbi e Pinheiros. O projeto não inclui a despoluição. O secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, disse anteontem que em até 10 dias um edital será lançado para que empresas interessadas em desenvolver tecnologias capazes de remover o cheiro ruim do rio se apresentem. Para os ciclistas que utilizam a ciclovia da marginal, a medida é alentadora. O presidente do Conselho de Segurança do Morumbi, Celso Cavalini, acredita que a proposta ataca a consequência do problema, mas não as causas. METRO


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{FOCO}

|05|◊◊

Aprendizado de matemática no ensino médio de SP piora Educação. Prova Brasil mostra que porcentagem de estudantes do 3º ano com conhecimento adequado caiu entre 2009 e 2011 Apenas um em cada 10 (11,4%) alunos do último ano do ensino médio de São Paulo tem os conhecimentos adequados de matemática, segundo dados divulgados ontem pela ONG Todos pela Educação, com base nos resultados da Prova Brasil de 2011. O exame, feito a cada dois anos, mostra que a situação em São Paulo piorou. Em 2009, 12,5% dos estudantes obtiveram notas satisfatórias no exame. Com o resultado, o Estado se distancia ainda mais da meta prevista para 2011 pela ONG, que era de pelo menos 24,8% dos alunos com resultados aceitáveis. Em português, a outra disciplina avaliada, a pro-

11,4% é a proporção de alunos do último ano do ensino médio do Estado com aprendizado adequado em matemática. porção de alunos do Estado com conhecimento adequado subiu de 33,6% para 35,9% no mesmo período, superando a meta, de 34,4%. Pelos critérios da entidade, o adequado é que o aluno obtenha pelo menos 350 pontos em um total de 500. “O resultado é preocupante. É um alerta geral para todo o país. Sem políticas públicas adequadas, não vamos caminhar”, diz

Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo da ONG. A Secretaria de Estado da Educação afirmou que São Paulo alcançou as metas para o ensino médio estabelecidas pelo MEC (Ministério da Educacão). Levando-se em conta dados de todo o país, o percentual de estudantes com o conhecimento necessário caiu de 11% para 10,3% em matemática entre 2009 e 2011. Em Português, o resultado foi igual (29%). O melhor desempenho em matemática foi registrado no Amazonas, que ficou a 3,5 pontos percentuais da meta. HENRIQUE BEIRANGÊ METRO SÃO PAULO

ALUNOS APRENDEM MENOS

Porcentagem de estudantes com domínio adequado de matemática e português SÃO PAULO PORTUGUÊS

33,6%

BRASIL

MATEMÁTICA

PORTUGUÊS

MATEMÁTICA

35,9% 29%

29%

12,5% 11,4%

2009

2011

FONTE: TODOS PELA EDUCAÇÃO

2009

2011

2009

2011

11%

10,3%

2009

2011


|06|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Temporal deixa 4 mortos no Rio Caos. Chuva causou transtornos em toda a região metropolitana. De acordo com a prefeitura, na noite de anteontem choveu 70% do esperado para todo o mês de março O forte temporal que atingiu a região metropolitana na do Rio na noite de anteontem deixou quatro pessoas mortas e um adolescente de 14 anos desaparecido. Com a chuva, diversos serviços da cidade tiveram que ser paralisados e mais de dez bairros ficaram sem luz. Duas das vítimas morreram atingidas por descargas elétricas no bairro do Catete, na zona sul. Em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, um homem morreu atingido pela queda de um muro. Em Jacarepaguá, na zona oeste, uma árvore caiu em cima de um vigia, que também morreu. O jovem de 14 anos que continuava desaparecido até às 22h de ontem foi levado pela correnteza de uma vala que transbordou em Cordovil, no subúrbio do Rio. A chuva começou pouco depois das 19h e deixou ruas alagadas em vários pontos da cidade. Na zona norte, a tempestade derrubou 40 árvores. O aeroporto Santos Dumont chegou a ficar fechado por 40 minutos e a pon-

Saúde. Receitas podem valer em todo o país O Senado aprovou ontem projeto que torna as receitas médicas e odontológicas válidas em todo Brasil. Atualmente, o documento tem validade apenas nas localidades onde forem prescritos pelos profissionais de saúde. O senador Jayme Campos (DEM-MT), autor da proposta, justificou que muitas vezes a legislação dificulta a vida de muitos cidadãos que necessitam adquirir medicamentos. O texto foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado e segue para votação na Câmara dos Deputados, se não houver recurso para ser analisado pelo plenário do Senado. METRO

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO@METROJORNAL.COM.BR

‘MARCHA’ PAGOU R$ 70 DE CACHÊ A MANIFESTANTES.

“ELA É MAIS POPULAR QUE O LULA”

Além de sinais exteriores de opulência, como banners, bandeirolas e balões com os materiais mais caros do mercado, organizadores de “marcha” de sindicalistas, ontem, em Brasília, recrutaram milhares de pessoas na periferia do DF para fazer número, em troca de lanches, boné, camiseta e cachê de R$ 70,00. Estima-se que a “marcha” de mais de 40 mil participantes custou pelo menos R$ 3,2 milhões.

CID GOMES (PSB), GOVERNADOR DO CEARÁ, ELEITOR DECLARADO DA PRESIDENTA DILMA

QUEM PAGA. Há em Bra-

sília escritórios que oferecem “manifestantes profissionais”, pagos com dinheiro do imposto sindical e de convênios do governo.

EXCURSÃO. Uma centena Árvore é retirada de cima de carro, na Tijuca |MARCELO FONSECA/HONOPIX/FOLHAPRESS

te Rio-Niterói ficou sem luz por mais de uma hora. As estações de metrô Saens Peña, Afonso Pena e São Francisco Xavier tiveram o funcionamento suspenso depois de terem os trilhos submersos. Na Baía de Guanabara, a chuva e o lixo também causaram o enguiço de dois

catamarãs do transporte público. Passageiros protestaram pela fila de mais de 40 minutos. No fim da tarde de ontem, os bairros do Jardim Botânico, Botafogo, Campo Grande, Santa Cruz e Jacarepaguá permaneciam com problemas de abastecimento de energia.

Após a chuva, 65 caminhões basculantes, 14 caminhões pipa e 26 pás mecânicas saíram às ruas para limpar a cidade. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, na noite de anteontem, em uma hora choveu 70% do esperado para todo o mês de março. METRO

Com churrasco, centrais fazem protesto em Brasília Seis centrais sindicais ocuparam ontem a Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A 7ª marcha à capital federal reuniu cerca de 50 mil pessoas Durante o protesto, os manifestantes fizeram um churrasco. Foi feito um minuto de silêncio pela morte do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Os sindicalistas apresentaram ao governo uma pauta com 12 propostas. As centrais buscam marcar posição visando as eleições presidenciais de 2014. A principal queixa é sobre o que veem como ‘distanciamento’ do governo em relação ao movimento sindical, berço do PT. “Quando você não concorda com o Executivo, [e jogado para escanteio”, disse o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pe-

de ônibus utilizados no transporte dos “manifestantes”, entre a periferia do DF e Brasília, custou entre R$ 600 e R$ 900 cada.

A prefeitura do Rio de Janeiro emitiu alerta de chuva “ocasionalmente forte” 20 minutos antes do dilúvio que matou 4 pessoas e inundou os locais de sempre na cidade, alguns conhecidos há mais de cem anos.

DESPREPARO.

má: respira por aparelhos made in China. DURO RECADO. O Supe-

rior Tribunal de Justiça mostrou que se lixa para pressões do governo: não incluiu Augusto Rossini, do Departamento Penitenciário Nacional, na lista tríplice para ministro do STJ. E meteu o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), chefe de Rossini, em tremenda saia justa.

NINGUÉM MERECE. O lixo

atômico do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, garantiu que Chávez “ressuscitará”, como Jesus e o imã muçulmano Mahdi. Na Síria, talvez.

VOCÊ DECIDE. A boa notícia:

Guido Mantega (Fazenda) garante que a economia “está em recuperação”. A

José Eduardo Cardozo | FABIO RODRIGUES-POZZEBOM/ABR

PODER SEM PUDOR

A comadre Jackie

Multidão ocupou a Esplanada dos Ministérios | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

reira da Silva (PDT-SP). Pela primeira vez, a presidente Dilma Rousseff recebeu pessoalmente todos os presidentes das centrais sindicais. Antes, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, lide-

rava os encontros. A mudança de postura é vista como uma tentativa de barrar uma aproximação entre sindicatos e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que pode disputar a presidência. METRO BRASÍLIA

O prefeito José Amâncio Costa, do interior paraense, dera o nome de personalidades importantes aos sete filhos: Nelson, Maria Antonieta, Bismarck, Wilson, Getúlio, Juscelino e Kennedy. Para o batismo deste último convidara o próprio, que não pôde vir, mas foi representado pe-

lo cônsul americano em Belém. Poucos meses depois, Kennedy foi assassinado. Amâncio chorou copiosamente a morte do xará de seu filho. E a quem tentava consolá-lo, ele respondia: - O que me preocupa mesmo é a minha comadre Jacqueline...

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|08|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Poupança tem captação recorde em fevereiro Investimentos. Captação da caderneta atinge R$ 2,32 bilhões, a maior para o mês da série histórica do BC. Mesmo com queda de rentablidade, aplicação continua atrativa Os depósitos superaram os saques na caderneta de poupança em R$ 2,32 bilhões em fevereiro. Trata-se do melhor desempenho para o mês da série histórica do Banco Central, com início em 1995. O antigo recorde tinha sido registrado em fevereiro de 2008 (R$ 1,388 bilhão). O resultado mostrou que a poupança continua sendo um investimento atrativo, mesmo com as alterações promovidas pelo governo no ano passado. Embora remuneração tenha caído, a aplicação ainda continua vantajosa porque é isenta de tributos e não cobra taxas de administração. No acumulado do ano, a captação líquida está positiva em R$ 4,620 bilhões, recorde histórico. Considerando os rendimentos de R$ 2,446 bilhões em fevereiro, as cadernetas alcançaram um saldo de patrimônio total de R$ 505,602 bilhões. Em maio do ano passado, o governo atrelou os ju-

ros da caderneta à Selic. Os recursos depositados a partir de 4 de maio de 2012 rendem o equivalente a 70% da taxa básica de juros mais TR. Com a Selic em 7,25% ao ano, o rendimento é de 5,075%. Mesmo que a taxa básica mude ao longo do período mensal considerado, a taxa aplicável é a vigente na data em que se deposita, ou seja, a do início do período. A rentabilidade da nova poupança ganha de todos os fundos de renda fixa com taxa de administração a partir de 2% ao ano, independentemente do prazo para resgate dos recursos, segundo simulação da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Só os fundos com taxas de 0,50% ao ano, que são concedidas para aplicações acima de R$ 50 mil, sempre vencem da poupança com remuneração nova, independentemente dos prazos de resgate determinados. METRO

IR. Receita libera lote residual

Turismo Week promete descontos de até 50%

A Receita Federal vai liberar amanhã, a partir das 9h, as consultas a mais um lote residual multiexercício do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, que engloba o período de 2008 e 2012. Os lotes residuais referem-se a contribuintes que caíram na malha fina do leão nos últimos anos. As consultas aos lotes poderão ser feitas por meio da página na internet do Fisco (www.receita.fazenda.gov. br) ou por meio do telefone 146. De acordo com informações da Receita Federal, o pagamento de todas as restituições destes lotes residuais acontecerá no dia 15 de março, no valor de R$ 130 milhões. Ao todo, 130,5 mil contribuintes serão contemplados. METRO

A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) promove a partir de sábado, dia 9, a segunda edição da Turismo Week. A promoção de viagens para o período de baixa temporada vai até o dia 18 de março, e inclui ofertas com embarque de março a junho ou de agosto a novembro. De acordo com a entidade, serão oferecidos cerca de dois mil roteiros, com descontos de 20% a 50%, pelos 44 operadores participantes. As promoções podem ser acessadas no site www.turismoweek.com.br. Para adquirir a viagem, o consumidor deve acessar o site, escolher o roteiro e fazer o pedido. Na primeira edição era possível comerciali-

CAPTAÇÃO EM ALTA

Desempenho em fevereiro

TOTAL DE RECURSOS APLICADOS DEPÓSITOS

R$ 97,71 bilhões

SAQUES

R$ 95,39

RENDIMENTOS MENTOS

R$ 2,32

,44 R$ 2,44 Rendimento em fevereiro

MÊS

ANO

0,41% 0,41%

POUPANÇA NOVA FUNDO DI

0,83% 1,02% 0,98%

0,27%

INFLAÇÃO IGP-M IPCA*

Sete em cada dez homens casados dizem que é preferível mudar de opinião a brigar com a esposa. Essa é uma das conclusões do estudo divulgado ontem pelo Data Popular Instituto de Pesquisa. O estudo mostra que elas decidem as compras do supermercado, a viagem de férias da família e até mesmo as roupas do marido. A pesquisa ouviu 800 homens casados, em mais de 40 cidades, durante o último trimestre do ano passado. Segundo a pesquisa, 86% dos homens entrevistados dizem que são suas esposas que decidem as compras do supermercado. Outros 79% reconhecem que é delas também a decisão a respeito da viagem de férias da família. Até mesmo a roupa que o marido vai vestir é deci-

71% dos homens casados afirmam que as mulheres decidem o que ele vai vestir, segundo pesquisa do Data Popular.

dida pela mulher, segundo 71% dos entrevistados. Se engana quem acha que carro e computador é assunto de menino. São as mulheres que escolhem o carro da família (58%) e o computador (53%). Quase 80% dos entrevistados afirmaram ter certeza que a esposa possui dinheiro guardado sem seu conhecimento. Mas 61% deles garantiram que a esposa confere sua conta no banco e sabem exatamente quanto eles ganham. METRO

Trabalho

ões bilhões

RANKING DE APLICAÇÕES

RENDA FIXA

bilhões

bilhões

CAPTAÇÃO

bilhões

R$ 505,6

Pesquisa. Homens admitem que as esposas mandam

0,29% 0,43%

0,63% 1,29%

Rendimento das mulheres subiu mais

lheres, o valor por hora ficou em R$ 8,24 em 2012, alta de 5,8% sobre 2011. Já para os homens passou a equivaler a R$ 10,70, avanço de 5,2%. O rendimento médio real No entanto, houve por hora no mercado de pouco impacto na difetrabalho da Região Metro- rença entre as rendas. politana de São Paulo suEm 2011, o rendimento biu mais para as mulhemédio por hora das mures do que para os homens lheres correspondia a na passagem de 2011 para 76,6% do recebido pelos 2012, segundo estudo do homens. Em 2012, Seade/Dieese. Para as mupassou para 77%. METRO

FONTE: BANCO CENTRAL, ANBIMA, BANCO CENTRAL E FGV *PROJEÇÃO DO MERCADO

Promoção de viagens começa no próximo sábado | RENATO ARAÚJO/ABR

zar apenas pacotes. Desta vez, também serão oferecidos roteiros promocionais que incluem apenas os serviços terrestres para passageiros que querer utilizar milhas em passagens aéreas.

Na primeira edição da Turismo Week, em setembro de 2012, foram solicitados mais de 60 mil consultas entre os dois mil roteiros cadastrados. A expectativa para esta edição é superar 70 mil consultas. METRO

Mercados. Papéis da Petrobras disparam 15% O inesperado reajuste no preço do diesel impulsionou as ações da Petrobras e patrocinou o forte avanço da Bovespa. O Ibovespa fechou em alta de 3,56%, a 57.940 pontos. Foi o maior ganho diário desde 27 de julho de 2012, quando o índice subiu 4,72%. “Como nos velhos tempos, Petrobras levou o mercado como um todo para cima”, disse à agência de notícias “Reuters” o gerente de renda variável da corretora H.Commcor, Ariovaldo Santos. “Mas ainda é muito cedo para falar numa reversão de tendência para o mercado.” A ação ordinária da Petrobras saltou 15,16%, a R$ 16,41, a maior alta diária do papel desde 10 de março de 1999. A preferencial su-

Cotações Petrobras ON + 15,16%

Petrobras PN + 9%

biu 9%, a R$ 18,05, na maior valorização diária de fechamento desde 10 de dezembro de 2008. A disparada dos papéis ocorreu após a estatal surpreender o mercado com um reajuste de 5% no preço do diesel nas refinarias, anunciado na última terça-feira à noite, motivando diversos analistas a revisar para cima suas estimativas para a petrolífera. METRO


|12| Imagens

1

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

1 E 2 . CARLOS GARCIA RAWLINS/REUTERS 3 . JORGE DAN LOPEZ/REUTERS 4 . JAIME SALDARRIAGA/REUTERS 5 . VASILY FEDOSENKO/REUTERS

Multidão segue cortejo de Chávez Venezuela. No dia após a morte do presidente, Caracas fica dividida em duas: metade está de luto, e metade, observando. Dilma viaja hoje ao país para acompanhar funeral Depoimento

2 3

Meu dia com o presidente

4

Chavistas cercam caminhão que leva o corpo de Hugo Chávez | JORGE DAN LOPEZ/REUTERS

5 Saudação heroica. Seguidores comparam Chávez a Bolívar

1

Correligionários levavam pinturas do líder histórico venezuelano ao cortejo. Muitos querem que Chávez seja enterrado ao lado de Bolívar, no Panteão.

Choro generalizado. Chavistas rezam pelo presidente

2

Empunhando fotos de um saudável Hugo Chávez, eleitores desejaram que ele voltasse à vida.

Cortejo para Caracas. Multidão presta homenagem

3

Metade da população venezuelana seguiu o caixão para dar o último adeus a Chávez. Enterro será na sexta.

4

Caricaturas nas ruas. Artistas pintam muros da cidade

As já frequentes caricaturas de Chávez devem se multiplicar nos próximos dias.

Luto estrangeiro. Flores são levadas às embaixadas

5

Na Bielorrúsia, presidente também foi exaltado.

Uma maré vermelha acompanhou o cortejo fúnebre de Hugo Chávez, fechando as ruas de Caracas, na Venezuela. As homenagens começaram às 8h, com 21 salvas de tiros de canhão. Até sexta-feira, quando o presidente será enterrado, um tiro vai ecoar a cada hora no país. A multidão seguia o caixão de Chávez com lágrimas nos olhos. A outra metade da população, a que estava em desacordo com as políticas do mandatário, decidiu se calar e fechar as portas das empresas.

O epicentro da dor bolivariana foi no hospital militar onde Chávez passou suas últimas horas. “Ele se foi fisicamente, mas deixou uma semente que nós, os jovens, devemos colher. Não vamos abandonar a luta revolucionária”, disse uma mulher. Alguns correligionários pediam o sepultamento de Chávez no Panteão Nacional, onde está o corpo de Simón Bolívar. O problema é que, segundo a Constituição, os restos mortais de uma personalidade só podem ser levados

para lá após 25 anos da data de sua morte. O presidente deve ser enterrado em Barinas, sua província natal. Luto Diversos países decretaram luto pela morte de Chávez, entre eles, o Brasil. A presidente Dilma Rousseff viaja hoje a Caracas, para acompanhar o funeral. Lá, ela vai se unir a outros líderes latino-americanos e ao ex-presidente Lula. Os EUA também devem enviar uma delegação à cerimônia. METRO INTERNACIONAL

‘Mito se mantém, mas modelo é insustentável’ “O que ocorre a seguir está muito claramente estabelecido”, disse o ministro de Relações Internacionais, Elías Jaua, ainda na noite de terça-feira. Ele se referia aos próximos passos na política venezuelana: o poder segue com o vice, Nicolás Maduro, que deve convocar eleições em 30 dias, com ele próprio saindo como favorito. Pesquisas mostram que Maduro sairia vencedor em uma disputa com principal nome da oposição, Henrique Capriles. E a maioria dos analistas acredita que a comoção pela morte de Chávez deve impulsionar a candidatura de Maduro. O problema do herdeiro chavista será se manter no topo. “A médio e longo

Maduro (à dir.): tentativa de perpetuar o chavismo | CARLOS GARCIA RAWLINS/REUTERS

prazo, o chavismo é insustentável”, diz David Smilde, especialista do Wola (Washington Office para América Latina). “Continuará existindo, mas como é hoje o peronismo ou o sandinismo”, compara.

A figura de Chávez, por sua vez, será para sempre exaltada,. “O mito se mantém, mas a Venezuela terá problemas muito sérios.” CAROLINA VICENTIN METRO SÃO PAULO

Um homem de quase dois metros de altura tira um pedaço de queijo da geladeira e coloca na boca. Ele é como o provador pessoal de um imperador e repete o movimento com toda a mesa do café da manhã. O alimento é para o presidente Hugo Chávez, que está no interior da Venezuela para a transmissão do programa “Alô Sr. Presidente n º 171”. É 9 de novembro de 2003. A 300 quilômetros de Caracas, em uma fazenda, Chávez é maquiado e eu pude ver como o presidente venezuelano tinha o tratamento de uma estrela de rock. Após a transmissão, Chávez e seus delegados começaram a visitar a fazenda. Para mim, foi a única oportunidade de falar com ele. Entre empurrões e cotoveladas, me aproximei: “Senhor presidente, sou um jornalista mexicano!” Chávez se virou, me deu a mão e disse: “Espere um minuto! Vou cumprimentar meu amigo mexicano.” “O que você está fazendo aqui, tão longe do México?” Eu respondi que vim para dizer “olá” e perguntar se ele poderia dar uma mensagem ao México. Nossa conversa durou enquanto nós andamos ao longo de um corredor e foi encerrada com outro aperto de mão. “Saudações ao povo mexicano. Viva a América Latina!” Nessa viagem à Venezuela, eu aprendi que um grande segmento da população idolatrava Chávez. Mas eu também vi que outro segmento, o mais rico, estava em desacordo com suas políticas. Venezuela foi e ainda é um país dividido. ALFREDO GONZÁLEZ Editor-chefe, Metro México


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

O arcebispo ora na Basílica de São Pedro | MASTRANGELO REINO/FRAME/FOLHAPRESS

Especialista aposta em dom Odilo Vaticano. Andreas Englisch, famoso correspondente alemão, diz que o cardeal brasileiro está entre os três favoritos para assumir o papado. Em entrevista ao Metro, ele falou sobre a sucessão na Igreja. Ontem, religiosos foram proibidos de falar com a imprensa. Ainda não há data para o conclave Muitos analistas apontam o brasileiro dom Odilo Scherer como um forte papável. O senhor acredita que ele tem boas chances? Sim, eu tenho certeza. O Brasil é o maior país católico do mundo e tem o maior problema. A Igreja Católica brasileira perdeu 30 milhões de fiéis em 30 anos, e isso precisa ser interrompido. Estou certo de que os cardeais alemães vão votar nele. Há também apostas em uma retomada do controle da Igreja pela Itália. O senhor tem algum palpite? Os cardeais italianos vão fazer de tudo para voltar ao trono papal. O cardeal Angelo Scola, arcebispo de Milão, tem excelentes chances de sucesso, mas ele precisa vencer o resto do mundo. Eu acho que a decisão vai ficar entre Scola, Scherer e (o austríaco Christoph) Schönborn. No livro “O Homem que não queria ser papa”, o senhor menciona que os religiosos latino-americanos são conservadores. Diante disso, o que esperar de um eventual papa daqui? Creio que ele continuará a globalizar a Igreja. Mais de 550 milhões de católicos vivem no continente ameri-

Andreas com Bento 16, o homem que não queria ser papa | DIVULGAÇÃO

cano. Um papa da América Latina vai mudar o mundo. O senhor acompanhou de perto a trajetória de Bento 16. No que ele acertou? Ele fez um excelente trabalho na questão dos abusos sexuais. É muito triste, porque Bento 16 teve que resolver um problema que tentou evitar o tempo todo. Ele pediu a João Paulo 2º para ser severo com os abusadores, mas isso não aconteceu. O VatiLeaks acelerou a renúncia? Sim, mas porque ninguém o defendeu. Nos últimos anos, o Vaticano apoiou João Paulo 2º, mas deixou Bento 16 sozinho quando ele realmente precisava de ajuda. CAROLINA VICENTIN METRO SÃO PAULO

{MUNDO}

|13|◊◊

‘Dever patriótico’. Sarkozy considera voltar à política

Bebê de Kate. É uma menina

Quase um ano depois de ser derrotado pelo atual presidente francês, Nicolas Sarkozy admitiu que pode voltar à vida política. Em um artigo que será publicado hoje na revista “Valeurs Actuelles”, o ex-mandatário diz considerar essa possibilidade, não porque quer, mas por “dever”

A duquesa de Cambridge, Kate Middleton, deixou escapar que espera uma menina. Segundo a imprensa britânica, a princesa recebeu um presente de uma mulher e, ao agradecer, disse: “obrigada, vou levar para minha filha”, sem completar a frase. O bebê deve nascer em julho. METRO

patriótico. “Haverá um momento em que a questão não será mais: ‘Você quer?’, mas ‘Você tem escolha?’”, escreveu. O atual presidente, François Hollande, amarga baixa popularidade, e o partido de Sarkozy ainda patina para formar uma liderança. METRO

O ex-presidente, em um jogo, no mês passado | GONZALO FUENTES/REUTERS


14

+

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

COMPORTAMENTO

Tendência urbana

Moda. Para conferir aos filhos um visual único e inusitado e driblar certos padrões de roupas, pais investem em modelos similares aos de adultos. Segundo especialista, atitude exige atenção para não afetar a infância

FOTOS: ANDRÉ PORTO/ METRO SÃO PAULO

Se antes faltavam opções para vestir os filhos, hoje, a situação já não é mais a mesma: a indústria passou a produzir roupas para agradar não só as crianças mas também os pais. “Nos últimos dez anos, as peças deixaram de ser tão infantis porque o consumidor começou a vestir os filhos como ele. A criança passou a ser vista como uma miniatura do pai ou da mãe”, diz Valeska Nakad, coordenadora do curso de Design de Moda do Centro Universitário Belas Artes. E a tendência pode ser observada nas ruas, onde o estilo urbano passou a predominar. Quem aprova a mudança são os pais Ariel Rodrigo V. Agusto e Vânia G. Cezar: os dois sempre investiram num visual mais “descolado” para suas filhas, as gêmeas, Clarice e Valéria, de 3 anos. “Com um ano elas já usavam macaquinhos com logos de bandas e agora têm camisetas do Clash e do Sisters of Mercy”, conta o pai, que acha importante dar um estilo inusitado os filhos, mas sem abrir mão do conforto e do gosto das crianças.

PLUS

ELIANE QUINALIA Ariel Rodrigo Vera Agusto, de 35 anos, e sua filha Valéria, de 3 anos

METRO SÃO PAULO

Vânia Goersch Cezar, de 28 anos, e sua filha Clarice, de 3 anos

Salto alto

Dicas

Fique de olho! A escolha da roupa pode ser feita em conjunto, entre pais e filhos, enquanto a criança concordar com isso. Quando os pequenos já quiserem fazer as suas combinações, ou vestir algo diferente do que foi escolhido pelos pais, sua vontade deve ser respeitada. Cuidado para não “atropelar” a infância do seu filho.

Menos é mais

Fuja dele!

Criança é criança, por isso, antes de optar por um visual arrojado, certifique-se de que seu filho estará confortável nas roupas que escolheu. Como dica, prefira roupas de fibras naturais que permitam que seu filho possa se movimentar com liberdade.

ɄɄɄɄɄ

METRO

Tenha bom senso Se vestir de maneira idêntica ao seu filho não pega bem. Segundo Valeska, é preciso saber entrar na “brincadeira”. “Ao invés de ficar totalmente igual, pai e filho podem usar uma peça em comum, como uma camiseta, por exemplo”, explica. METRO

Atitude exige cuidado Vestir os filhos como adultos nem sempre é um problema, exceto quando feito por imposição dos pais. “A atitude pode dificultar a percepção da criança sobre si mesma, interferindo numa fase onde ela ainda está construindo sua personalidade”, explica o psicó-

logo Marcos Alberto da Silva Pinto. Segundo ele, neste período da vida os pequenos podem ser facilmente influenciados, especialmente por aqueles que adotam como modelo, no caso, o pai e a mãe. Outro risco que deve ser considerado é o de acelerar

a infância da criança. “Em função de tudo aquilo que veem em um mundo globalizado, ágil e repleto de cobranças, as crianças podem se tornar adultos antes do tempo”, avalia Pinto. Por isso, respeitar o gosto e o ritmo da criança é tão essencial. METRO

Depois que Suri, a filha dos atores hollywoodianos Tom Cruise e Katie Holmes apareceu de salto, o universo das meninas, e das mães de algumas delas, nunca mais foi mais o mesmo. O problema? O desejo das crianças nem sempre pode ser atendido. Segundo especialistas, sapatos de salto apenas podem ser utilizados por meninas que já tenham atingido a puberdade. Por esta razão, para crianças, a recomendação é clara: prefira sapatilhas ou plataformas não muito altas, afinal, quanto mais alta ela for, maiores as chances de queda. METRO


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

Oito dias na Espanha SP

HO ED O

Casa trocada ou noites no sofá

O OC TR

PR ES TO

{COMPORTAMENTO

EM

|18|

Turismo econômico. É possível conhecer diferentes partes do mundo sem gastar muito. Sites promovem a troca de casas de todos os padrões Quem já assistiu à comédia romântica “The Holiday”, que por aqui chegou com o nome de “O Amor Não Tira Férias”, já tem ideia de como é querer visitar outro país e não precisar se hospedar em um hotel para isso. Protagonizado pelas atrizes Kate Winslet e Cameron Diaz, o filme conta a história de duas mulheres que resolvem procurar na internet um destino distante para que possam fugir das respectivas decepções amorosas e trocam de casa durante um período. Se esta lhe pareceu uma possibilidade, a boa notícia é que existem sites especia-

lizados em organizar as informações daqueles que estão dispostos a encarar a novidade. O sucesso foi tanto que o maior deles, o HomeExchange, que existe há 20 anos, ganhou uma versão latina chamada de TrocaCasa (trocacasa.com). Segundo António Batista, representante do site para os países latinos, apenas no Brasil existem 370 membros cadastrados no portal e eles já fizeram mais de 500 trocas de casas dentro e fora do país. “Os destinos mais procurados são o Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Salvador”. E Batista garante que o

42.000 mil ofertas distribuídas em 153 países estão disponíveis somente pelo site Troca Casa. serviço funciona de maneira simples. As imagens e informações sobre o imóvel ficam disponíveis no site com a localização exata da casa, especificações de capacidade de hospedagem e outros dados relevantes. Uma vez que os cadastrados entram em acordo sobre a troca de

Se você ainda não tem uma casa para chamar de sua e fazer dela o que bem quiser, não desanime. É cada vez mais possível garantir, pela internet, uma estadia gratuita em um sofá em qualquer canto do mundo. Foi assim que a dentista Camila Stefanini, 27 anos, visitou as cidades de Barcelona, Madri, Granada e Sevilha, na Espanha, em maio de 2012.

“Conheci algumas pessoas que tinham viajado neste esquema e me disseram que era seguro. Como eu tinha um orçamento baixo, comecei a procurar. Uma das vantagens é conhecer mais da cultura e visitar lugares que não são tão turísticos”. Mas, segundo Camila, levar dinheiro extra é aconselhável. “Em Madri, quem me abrigaria furou e tive que procurar outra opção”. METRO

casas, a hospedagem ocorre na base da confiança. Em alguns casos, além da casa, os veículos das famílias podem ser envolvidos na troca, o que pode ajudar ainda mais quem deseja conhecer lugares mais distantes. De acordo com Batista, em média, 250 mil trocas de casas são feitas anualmente somente pelo portal (incluindo membros de outros países) e a tendência é ampliar a iniciativa. PATRÍCIA GUIMARÃES METRO SÃO PAULO

Camila durante visita ao Parque Güell, em Barcelona | ARQUIVO PESSOAL


|20|

2 CULTURA

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Ney Matogrosso reencontra o rock Show. Com primeira turnê patrocinada, cantor estreia amanhã em São Paulo o espetáculo ‘Atento aos Sinais’ no melhor estilo roqueiro Logo no começo da coletiva de imprensa realizada na última terça para apresentar seu novo espetáculo, Ney Matogrosso já dá o recado: “Não estou comemorando nada!”. O comentário é relacionado aos 40 anos de carreira do músico, celebrado por público e mídia em 2013, menos por ele. “Não sou saudosista e acho que tenho muito o que fazer ainda. É mais um passo na minha vida”, diz Ney, sorridente. “Atento aos Sinais” é o novo show do cantor, que terá o patrocínio do programa Natura Musical em seis apresentações ao longo do ano pelo país. Essa é a primeira vez na carreira que ele tem apoio de uma marca em seu espetáculo. “Faria esse show sem patrocínio. A diferença é que não dependo de 30 shows para bancar a produção”, explica. A apresentação terá uma roupagem que reencontra o rock – diferentemente da última turnê, “Beijo Bandido” –, seja na sonoridade, nos figurinos de Ocimar Versolato, no cenário de Luis Stein e Milton Cunha e na iluminação. “Queria colocar essa pe-

“Já tinha esse setlist na cabeça há um ano. Eu e o Sacha Amback recriamos as músicas do nosso jeito.” NEY MATOGROSSO, CANTOR

gada roqueira e vigorosa em toda a apresentação.” As músicas foram escolhidas a dedo. Entre as 19 selecionadas, estão faixas de autores consagrados como Paulinho da Viola (“Roendo as Unhas”) e Lobão (”Vida Louca”) e três composições de Itamar Assumpção, mescladas com canções de novos nomes como Dani Black (“Oração”), Vitor Ramil (“Astronauta Lírico”) e Criolo (“O Freguês da Meia Noite”). “Quando pensei o setlist, já tinha toda uma história na minha cabeça. Ao lado do [diretor musical] Sacha [Amback], recriamos do nosso jeito essas canções, respeitando as letras e as melodias”, conta Ney ao Metro. PAULO BORGIA

Os novos de Ney Criolo É quase certo que o autor de “Não Existe Amor em SP” esteja no novo CD de Ney.

Dani Black É o trecho de uma música do compositor que dá nome à turnê de Ney.

Vitor Ramil O cantor Ney Matogrosso já garantiu participação no novo álbum do compositor gaúcho.

Serviço No HSBC Brasil (r. Bragança Paulista, 1.218, tel.: 40031212). Amanhã, às 22h, R$ 80; sáb., às 22h, e dom., às 20h, de R$ 80 a 260. Turnê de Ney Matogrosso pode durar dois anos | MARCELO FAUSTINI/DIVULGAÇÃO

METRO SÃO PAULO WASHINGTON POSSATTO / DIVULGAÇÃO

MARIENE DE CASTRO Em novo CD e DVD, ‘Ser de Luz’, artista baiana homenageia Clara Nunes. Ela conta ao Metro sobre a inluência da cantora em sua carreira e o ilme no qual atua, ‘Quase Samba’

Lenny Kravitz

Músico desiste de Marvin Gaye Segundo a revista “NME”, o cantor abandonou o projeto cinebiográfico de Marvin Gaye (1939-1984),“Sexual Healing”, que está sendo dirigido por Julien Temple. Ele teria desistido a pedido do filho do músico, já que o filme não tem aval da família. Quem assume o papel agora é Jesse L. Martin.

De quem foi a ideia de homenagear Clara Nunes? Partiu do Canal Brasil junto com o Vagner Fernandes, que escreveu o livro “Clara Nunes – Guerreira da Utopia” e trouxe esse projeto para mim. Eu já admirava o trabalho dela, cantava algumas canções no meu repertório, mas de me aprofundar e conhecer toda a obra e história foi só agora. Como a música dela te influenciou nesse período? A música de Clara Nunes tem um laço muito forte com o Nordeste e isso está muito perto de mim, por eu ser baiana. Então, isso vem com muita verdade. Conhecer a fundo sua história e esse re-

pertório ensolarado e nostálgico que ela cantou foi enriquecedor. Eu coloquei minha alma, essência e sotaque nesse trabalho. Gostei muito do resultado e espero que todo mundo goste também. Como você descobriu o talento para viver de música? Quando eu precisei viver disso. Na minha casa, todos cantam. Eu tinha o sonho de ser bailarina, já fazia dança. Aos 15 anos, precisei ajudar no orçamento de casa e comecei a cantar profissionalmente. Fiz backing vocal, participei de alguns trabalhos com Carlinhos Brown. Em 1998, fiz meu primeiro show e fui convidada para fazer uma turnê

na França. A partir dali, a carreira deslanchou de vez. Como foi gravar o filme “Quase Samba” do diretor Ricardo Targino? Foi desafiador. Estava grávida de oito meses da minha filhinha, Maria. Ainda não tem data, mas o filme sai neste ano. Serei a Teresa, uma brasileira guerreira. Não posso falar muito, mas ele fala de encontros e da força do povo brasileiro. METRO RIO “SER DE LUZ” MARIENE DE CASTRO UNIVERSAL MUSIC CD (R$ 21,90) E DVD (R$ 29,90)


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Vitor Araújo mostra hoje seu ‘piano pop’ Música. Jovem pianista pernambucano faz show de lançamento de seu segundo disco, ‘A/B’, no Sesc Pompeia O pianista Vitor Araújo apareceu para o mundo da música em 2008. Mais do que seu estilo rockstar, munido de tênis All-Stars, calça jeans e camiseta, o jovem, então com apenas 18 anos, mostrou que a música clássica poderia ser muito bem combinada de um modo simples com o pop/rock. Quase cinco anos depois, Araújo volta com novo disco, “A/B”, lançado em 2012, que será apresentado hoje em São Paulo pela primeira vez. Delicado, denso e triste, o disco é o resultado de anos de amadurecimento do músico. Seu primeiro álbum, “TOC” (2008), foi gravado ao vivo e tinha apenas duas composições próprias. As outras nove restantes vinham de Radiohead – sua banda preferida –, Tom Zé e Chico Buarque, entre ou-

tros. “’A/B’ é um disco que fiz com bastante calma. Como trabalhei de forma independente, pude criar os meus prazos, inclusive para compor”, explica o músico. O novo álbum é dividido em duas partes. Na primeira, quatro faixas com a temática “solidão”. “Elas não foram compostas em um período de tristeza, mas depois, com mais lucidez. Sei que muitos artistas gostam de compor no sofrimento, mas comigo não dá”, explica. O lado B é o oposto. “Baião” é uma homenagem a Egberto Gismonti e Hermeto Pascoal. Já “Pulp”, pesada e rápida, é inspirada em filmes como “À Prova de Morte” (2007), de Quentin Tarantino, e “Machete”

|21|◊◊

Música 1

Caetano Veloso confirma dois shows em SP A turnê do novo disco de Caetano, “Abraçaço”, chega a São Paulo em abril, nos dias 12 e 13, no HSBC Brasil. A pré-venda para clientes do banco já está aberta e o público em geral poderá adquirir as entradas a partir de sábado pelo site ingressorapido.com. br. Os preços variam de R$ 120 a R$ 240. METRO Música 2

Ingressos para show de Gil estão esgotados

“A/B” é o primeiro álbum de estúdio de Vitor | TIAGO CALAZANS/DIVULGAÇÃO

(2010), de Robert Rodriguez. Com todas essas linguagens, “A/B” é um disco pop? “Não sei. Não posso dizer que é erudito. Mas acho muito legal a dificul-

dade de acharem uma prateleira para ele”, finaliza. PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

Serviço No Sesc Pompeia (r. Clelia, 93, tel.: 3871-7700). Hoje, às 21h. R$ 16.

As entradas para as apresentações de Gilberto Gil no Auditório Ibirapuera nos próximos dias 15 e 16 estão esgotadas. Com preço a R$ 20, os ingressos começaram a ser vendidos ontem e acabaram em pouco mais de uma hora. METRO


|22|

{CULTURA}

Adeus, Chorão

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

Chorão faria 43 anos em abril

AG. A TARDE/FOLHAPRESS

Luto. Vocalista do Charlie Brown Jr. é encontrado morto em seu apartamento; Polícia acha vestígios de drogas e álcool, mas não confirma causa do óbito Alexandre Magno Abrão, o Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr, foi encontrado morto ontem, em seu apartamento em Pinheiros. Ele completaria 43 anos no dia 9 de abril. A causa da morte ainda não foi divulgada. Paramédicos informaram que, na hora do atendimento, Chorão já estava sem vida, de bruços, no chão da cozinha. Ele tinha as mãos machucadas e havia marcas de sangue pela casa, que estava revirada. Um pó branco e bebidas também foram encontrados. O laudo da necropsia sai em 30 dias, mas, de acordo com o delegado Itagiba Franco, da Polícia Divisionária do Departamento de Homicídios, é precipitado ligar a morte à drogas. O exame toxicológico sairá em duas semanas. “Não vou descartar nada, mas aparentemente não se trata de homicídio ou suicídio. Ele parece ter se debatido, por isso o sangue na mão”, disse ele a jornalistas na tarde de ontem. A apresentadora Sonia Abrão, prima do músico,

afirmou que ele estava em depressão após o divórcio da mulher, a estilista Graziela Gonçalves, no ano passado. O delegado comentou que Chorão achava que estava sendo perseguido e “chegava em casa quebrando tudo”. Ainda de acordo com Franco, o cantor se hospedou em quatro hotéis diferentes nos últimos dias e teria brigado com os funcionários de um deles. Chorão deixa um filho, Alexandre, de 23 anos. O velório seria realizado na noite de ontem, em Santos. Já o enterro está marcado para hoje, às 17h, no Memorial Necrópole, na mesma cidade. O irmão do cantor, Ricardo Abrão, escolheu vestir o corpo de Chorão com um calça bege e uma camisa preta com símbolo da banda Charlie Brown Jr. O Charlie Brown Jr. faria um show em São Paulo no próximo dia 6 de abril, no Credicard Hall. PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

Análise

Rebeldia e amor O Charlie Brown Jr. faz parte de uma tríade, ao lado de Raimundos e Planet Hemp, que consolidou novamente o rock no Brasil nos anos 1990. Conheci o Chorão em 1993, na época em que criei o selo Banguela. Ele já tinha o Charlie Brown Jr., mas cantava em inglês e era muito pesado. Ele dizia: “Tu tem que me lançar, velho”. E eu respondia que, enquanto ele não mudasse o estilo do som que fazia, não daria certo. Mesmo as-

sim, eu tinha certeza que ele seria famoso. Ele tinha essa luz especial do rock, que ilumina mas também queima. O rock é feito da fórmula que o Chorão é, com rebeldia e amor. Trabalhamos juntos poucas vezes. A última vez que o vi foi há uns dois anos, por acaso, em uma sorveteria. Estávamos com nossas famílias e falamos sobre admiração mútua. Essa é a minha última lembrança dele, a de paz, amor e alegria. CARLOS EDUARDO MIRANDA Produtor musical


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

|22|◊◊ |23|◊◊

Linha do tempo

“Soube da morte do Chorão e lamento muito! Jovem, querido por legião de fãs. A família, amigos e fãs escrevo esta mensagem para desejar que tenham forças nesta hora tão difícil.” MARTA SUPLICY, MINISTRA DE ESTADO DA CULTURA, EM COMUNICADO OFICIAL

“E a gente se pergunta por que a vida é assim? Vai com Deus, primo! Nosso amor estará sempre com você! Chorão forever!” SONIA ABRÃO, APRESENTADORA DA REDETV!, VIA TWITTER

“‘Dias de Lutas, Dias de glórias’... Descanse em paz, #Chorão.” NEYMAR, VIA INSTAGRAM

“Nossa, o Chorão morreu. Que dia triste! Não é possível. Como é possível? Que tristeza. Por que isso acontece com o rock? Renato, Cássia, Cazuza e agora Chorão. Caraca! Parece que são os melhores.” DINHO OURO PRETO, VOCALISTA DO CAPITAL INICIAL, VIA TWITTER.

“Não tenho como expressar o que sinto, perder uma pessoa que faz parte da minha história. Faz mais um refrão, Chorão.” RICK BONADIO, PRODUTOR MUSICAL, VIA TWITTER

1970 Nasce na cidade de São Paulo.

1987 Muda-se para Santos.

1992 Forma o Charlie Brown Jr. junto com Renato Pelado, Marcão, Champignon e Thiago Castanho.

“Gostava muito dele! Bom coração! Poeta! Gente boa!” LUCIANO HUCK, APRESENTADOR, VIA TWITTER

Formação original do Charlie Brown Jr.

1994 Banda lança o primeiro disco, “Transpiração Contínua e Prolongada”, com produção de Rick Bonadio e hits como “O Coro Vai Comê!” e “Proibida pra Mim (Grazon)”. O álbum vende mais de 500 mil cópias.

1997 Grupo se apresenta pela primeira vez em um grande festival, o Close-Up Planet, em São Paulo, ao lado de David Bowie.

2004 Chorão quebra o nariz de Marcelo Camelo, do Los Hermanos. O motivo da briga seria uma crítica de Camelo ao Charlie Brown Jr.

Marcelo Camelo com olho roxo dias após soco de Chorão

2005 Marcão, Renato, Pelado e Champignon deixam o grupo alegando divergências musicais.

2007 Roteirizou e dirigiu o filme “O Magnata”, que teve como protagonista Paulo Vilhena.

2008 Chorão foi expulso de um voo da Gol no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. A empresa afirmou que ele se recusou a desligar um aparelho eletrônico durante a decolagem.

2012 Lança seu último álbum pela banda, o disco ao vivo “Música Popular Caiçara”, já com a volta dos integrantes Marcão e Champignon. Após volta da formação original do Charlie Brown Jr., nova briga com Champignon, dessa vez durante show em Apucarana, no Paraná. Poucos dias depois os músicos divulgaram um vídeo se desculpando com o público.

Chorão e Champignon fazem as pazes


|24|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Da esq. para a dir., Spock (Zachary Quinto), John Harrison (Benedict Cumberbatch) e Kirk (Chris Pine)

De volta à Enterprise

DIVULGAÇÃO

Preview. Produtor de ‘Star Trek: Além da Escuridão’ promete continuação ainda mais grandiosa para aventuras da dupla Capitão Kirk e Spock Quando o diretor J.J. Abrams e o produtor Bryan Burk resolveram ressuscitar a franquia “Star Trek”, em 2009, eles conseguiram algo até então improvável: agradar não só aos fãs antigos da série, mas também a quem não tinha a menor paciência com as aventuras espaciais da trupe da nave Enterprise. Tal caminho não poderia ser diferente, já que o próprio Burk integrava o time dos que nunca tinham conseguido se encantar com este universo.

“Entendemos que várias das coisas que achávamos o máximo no cinema nunca haviam sido usadas ali porque, na época, não havia recursos. Então resolvemos fazer tudo que a série merecia”, afirmou o produtor, na última terça, em rápida passagem pelo Brasil. É esse mesmo investimento de recursos em elementos como efeitos especiais, trilha e roteiro que salta aos olhos nas primeiras cenas da aguardada continuação “Star Trek: Além da Escuridão”.

“Uma continuação de ‘Star Trek’ teria que ser melhor e maior que o filme anterior. Por isso, decidimos filmar usando câmeras IMAX.” BRYAN BURK, PRODUTOR DE “STAR TREK”

“Tivemos uma reação tão maravilhosa pelo mundo com o primeiro filme que não queríamos fazer outro só por fazer. Ele teria que ser melhor e maior que o anterior. Por is-

so, decidimos filmar usando câmeras IMAX”, afirmou ele pouco antes de exibir para jornalistas os 28 minutos iniciais do longa, além de duas rápidas sequências de ação. Apesar de o filme ter lançamento em 3D, as cenas foram apresentadas ainda em 2D. “Depois de ‘Avatar’, sabíamos que se fôssemos usar 3D teria que ser de uma forma muito especial. Ainda estamos trabalhando para quebrar regras e tentar coisas novas que, espero, vocês nun-

ca tenham visto antes.” O que já foi visto, por sua vez, promete cumprir o prometido. A dualidade entre a impulsividade do Capitão Kirk (Chris Pine) e a racionalidade de Spock (Zachary Quinto) continua sendo bem explorada, mas, dessa vez, as cenas de ação devem ter mais espaço. O vilão da vez é Benedict Cumberbatch (o Sherlock da série “Sherlock”), anunciado mais de uma vez por Burk como “maravilhoso”. A despeito do mar de boatos que o apon-

tavam como o icônico Khan, ele surge nas primeiras cenas como um terrorista chamado John Harrison. Mas, como o projeto saiu da cabeça de J.J. Abrams (de “Lost”), não seria surpresa se este mesmo personagem se revelasse mais tarde não ser bem o que parece. Pelo visto, a resposta só virá mesmo em maio, quando o filme chega aos cinemas. AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAULO

Web. Site reúne mulheres do cinema no país

Osesp. Cristina Ortiz toca com a orquestra

Fãs do cinema nacional, pesquisadores e curiosos já podem conferir a nova versão do site Mulheres do Cinema Brasileiro, que voltou ao ar na semana passada com novo design, novas ferramentas e, o mais importante, repleto de páginas ainda mais completas sobre a vida e a obra das divas e colaboradoras que fizeram história na telona. Idealizado e atualizado pelo jornalista e pesquisador mineiro Adilson Marcelino, o site conta com 500 perfis e, até o fim deste semestre, deve ganhar 200 novas páginas – não apenas de atrizes, mas também de demais profissionais que compõem a ficha técnica das películas. Outra novidade é que parte do conteúdo será disponibilizada também em áudio para garantir que deficientes visuais possam acessá-lo. “Apesar de a indústria ter sido, durante muito tempo, um ‘negócio de homens’, as mulheres souberam introduzir-se com garra, talento e perseverança”, diz o idealizador do site, que foi ao ar em 2004 e já ganhou diversos prêmios. Ele pode ser acessado no link mulheresdocinemabrasileiro. com. METRO BH

Um dos principais nomes do piano do país, ela será a solista do programa desta semana da Osesp tocando peças de Camargo Guarnieri e Shostakovich. As apresentações trazem ainda uma obra de Borodin e a estreia de “Sacre Du Sacre Para Orquestra”, de Marlos Nobre. Na Sala São Paulo (pça. Julio Prestes, 16, tel.: 3223-3966; hoje e amanhã, às 21h, e sáb., às 16h30; de R$ 28 a R$ 160). METRO

A pianista Cristina Ortiz | DIVULDAÇÃO

Música

TV

Leny Andrade celebra 70 anos com shows

‘Bones’ volta na Fox com sua oitava temporada

A cantora repassa os 50 anos de carreira em uma série de apresentações gratuitas nas quais visita compositores brasileiros de jazz e bossa nova, como Tom Jobim, João Donato e Johnny Alf. Na Caixa Cultural (pça. da Sé, 111, tel.: 3321-4400; hoje e amanhã, às 19h, sáb. e dom., às 17h30). METRO

Protagonizada por Emily Deschanel e David Boreanaz, a série sobre investigações forenses a partir de métodos pouco convencionais retoma com episódios inéditos a partir de hoje, às 22h30, na Fox. A oitava temporada começa com a personagem de Deschanel e seu pai em fuga de um serial killer. METRO


|26| Pela madrugada

9ª Virada Cultural já tem data para acontecer em SP A nona edição da festa que promove 24 horas de shows e espetáculos culturais nas ruas vai ocorrer este ano entre os dias 18 e 19 de maio. As atrações, no entanto, ainda não foram anunciadas. Já a Virada Cultural Paulista, que ocorre em 25 cidades do Estado, está marcada para os dias 25 e 26 de maio. METRO Revelação

Bailarino confessa ataque com ácido a diretor do Bolshoi Após terem sido detidos na última terça, o solista do Balé Bolshoi Pavel Dmitrichenko e outros dois homens confessaram o ataque com ácido, em janeiro, ao diretor da companhia, Sergei Filin, que atualmente faz tratamento na Alemanha. METRO

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{CULTURA}

Giro na dança

1

Coreógrafos maduros da cena contemporânea disputam atenção do público nos próximos dias com espetáculos variados METRO SÃO PAULO

‘Artista da Fome’. Cia. Borelli de Dança.

1

Inspirado por Franz Kafka, Sandro Borelli criou em 2008 esta peça que propõe uma reflexão sobre a relação entre o público e as celebridades instantâneas. Na Galeria Olido (av. São João, 473 , tel.: 3331-8399; de hoje a sáb., às 20h, dom., às 19h.; grátis). A peça segue temporada de 14 a 24/3 no CCSP.

‘Aventura entre Pássaros’. Cia. Atelier de Coreografia.

2

2

O grupo do Rio apresenta em curta temporada esta criação de João Saldanha que evidencia as expressões comuns entre o homem e os animais. No Sesc Consolação (r. dr. Vila Nova, 245, tel.: 3234-3000; amanhã e sáb., às 21h, dom., às 18h. R$20).

‘Ventos do Tempo’. Yoshito Ohno.

3

3

Filho de Kazuo Ohno (1906-2010), uma das maiores lendas da dança butô, Yoshito apresenta o resultado do workshop que realizou em São Paulo em torno deste gênero da dança. No Sesc Consolação (r. dr. Vila Nova, 245, tel.: 3234-3000; hoje e amanhã, às 20h, R$ 10).


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

Tablet educativo a US$ 300

Os invasores

Leitor fala

Messias ou ditador?

Cruzadas

Nos EUA. Empresa investe no primeiro produto específico para a sala de aula O país que popularizou os tablets teve apenas ontem o lançamento de seu primeiro produto desse tipo voltado ao uso na sala de aula. A Amplify, divisão educativa da News Corp, apresentou, no Texas, um tablet desenvolvido especificamente para alunos do ensino fundamental. O aparelho roda com Android, tem tela de 10 polegadas e uma câmera de 5 me-

|27|◊◊

gapixels. Entre os recursos, há um comando que permite aos professores desabilitarem aplicativos de entretenimento nos aparelhos dos estudantes. O Amplify vai custar US$ 300 com Wi-Fi e US$ 350 na versão 4G. Na Índia, o governo também investiu em tablets educativos, só que voltados para universitários e a um custo que não ultrapassa os US$ 100. METRO COM AGÊNCIAS

Li a reportagem “Presidente Chávez morre aos 58 anos”, publicada na página 10 da edição de ontem. Chávez se foi. Nem mesmo a divindade pretendida pelo ditador foi suficiente para superar seu câncer. Criaram a falsa expectativa de que mais uma vez as “virtudes” do comandante superariam qualquer obstáculo e o bolivarianismo seria eterno, sem lugar para qualquer oposição. O personalismo tão a gosto dos déspotas sul-americanos, no entanto, foi superado, deixando o povo numa dura realidade econômica. A partir de agora, Chávez será visto por alguns como um “Messias salvador” e, por outros, como o ditador corrupto que afundou o país. LUIZ NUSBAUM – SÃO PAULO, SP

Correção Diferentemente do publicado na página 15 da edição do dia 6 de março, na reportagem intitulada “Real vira e avança para as quartas”, a Juventus enfrentou o Celtic na Itália

Metro pergunta

O número de alunos com Siga o Metro conhecimento adequado em no Twitter: matemática caiu. O que você @jornal_metro acha do ensino no país? @quinho68

Sudoku News Corp vai vender também assinatura anual para materiais

| DIVULGAÇÃO

Nos preocupamos demais com faculdades para todos e nos esquecemos de dar a educação básica. Mais incentivos à formação! @JoaoGrao

Acho que, de maneira geral, o ensino está melhorando. Talvez matemática tenha sido uma exceção.

Televisão. Samsung lança recurso ‘modo futebol’ De olho na Copa do Mundo do ano que vem, a Samsung lançou um recurso exclusivo para a América Latina. Com o chamado “modo futebol”, os televisores da marca asiática trarão imagens com mais qualidade e opções de áudio. O usuário poderá definir, por exemplo, Horóscopo

@IaBelton

Isso mostra que a didática está errada. Os professores precisam instigar mais os alunos.

se amplia o som que vem do gramado ou da torcida. A ferramenta também permitirá a gravação de partidas e a repetição de lances em câmera lenta (exceto para transmissões via TV por assinatura). O “modo futebol” poderá, ainda, ser sincronizado com as redes sociais. METRO

Metro web Para falar com a redação:

leitor.sp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Muitos compromissos e tarefas trabalhosas

Leão (23/7 a 22/8) Abrace os aliados e some forças com eles

Sagitário (22/11 a 21/12) Muita dedicação e disciplina podem

podem acarretar um pico de estresse no setor profissional. Procure se vigiar para não acabar se cansando demais.

para você não acabar ficando para trás. Hoje a concorrência está mais disciplinada e muito ligada. Não fique parado.

acabar trazendo uma carga alta de estresse para o seu dia. Procure não exagerar no trabalho e relaxar entre os intervalos.

Touro (21/4 a 20/5) Não deixe as coisas saírem do controle. Algumas pessoas podem querer passar e assumir o controle da situação sem que você perceba. Fique mais ligado.

Virgem (23/8 a 22/9) Projeção pública e destaque através de

Capricórnio (22/12 a 20/1) Imagem pública colocada à prova.

atitudes muito objetivas e que representem uma visão mais profunda da vida. Dia de agir e mostrar a sua competência.

Hoje as suas atitudes estarão mais à vista das pessoas que irão cobrar resultados e saber dar o devido valor aos resultados.

Gêmeos (21/5 a 20/6) Grande capacidade de adaptação e bons discursos para influenciar as pessoas. Dia de liderar situações importantes e ficar do lado de pessoas poderosas.

Libra (23/9 a 22/10) Evite se desgarrar dos seus parceiros. Se

Aquário (21/1 a 19/2) Estudos e pesquisas favorecidos. Dia de

você olhar muito para o lado poderá perder o contato com eles que estão muito focados. Procure se concentrar mais.

apresentar resultados e obter reconhecimento através de trabalhos executados com muita dedicação e perspicácia.

Câncer (21/6 a 22/7) Foco no trabalho e bom entendimento com os seus parceiros podem trazer resultados positivos para você. Procure não desprezar outros setores da sua vida.

Escorpião (23/10 a 21/11) Dia de muita dedicação a objetivos mais sólidos e contato com pessoas mais sérias que estarão lhe fazendo cobranças e críticas positivas para o seu futuro.

Peixes (20/2 a 20/3) As pessoas estão muito realistas e cobrando dos outros só o que pode ser comprovado. Não deixe que os seus sonhos sejam arranhados. Tente preservá-los.


|28|

3 ESPORTE

Novo duelo

‘Spider’ O ca eã d e édi d UFC a é g de e a a c g dia de h e La Vega EUA a a defe de ci ã c a Ch i Weid a O CEO d UFC L e Fe i a e e a Weid a e b a i ei e ia acei ad c ba e

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Taça Libertadores. São Paulo recebe o Arsenal de Sarandí no Pacaembu precisando vencer Com uma vitória e uma derrota no Grupo 3 da Taça Libertadores, o São Paulo não está em posição confortável na chave – ocupa o 3o lugar, com três pontos, empatado com o The Strongest (BOL) e três pontos atrás do líder Atlético-MG. Por isso, uma vitória hoje diante do Arsenal de Sarandí (ARG), às 19h15, no Pacaembu, é considerada fundamental. Ainda mais porque o clube argentino é o lanterna do grupo, com duas derrotas. “Será um jogo essencial para o time conseguir a classificação, precisamos da vitória a qualquer custo. Jogar como titular em uma circunstância como essa é muito motivador”, disse o volante Fabrício, confirmado pelo técnico Ney Franco entre os 11 titulares. Ele entra na vaga de Denilson, que foi vetado por causa de dores no joelho direito. Com uma torção no tornozelo direito, o zagueiro

Vitória na cabeça

Luis Fabiano está confirmado no ataque tricolor para o confronto de hoje com os argentinos | RAFAEL NEDDERMEYER/FOTOARENA

Rhodolfo, que atualmente é reserva, é a outra baixa. Para o técnico Ney Franco, o jogo não será nada fácil: “Não podemos achar que se o Atlético ganhou por cinco [no último dia 26, o Galo venceu os argentinos por 5 a 2, de virada, em Sarandí] nós vamos ter facilidade. O Atlético conseguiu porque trabalhou e teve competência. Como eu dis-

se, nossa única exigência é fazer valer o mando de campo”, afirmou. “O Arsenal não tem pontos e eles precisam vencer de qualquer jeito. Curiosamente, vamos enfrentar o mesmo time duas vezes seguidas, então precisamos encarar essas partidas como decisões”, disse, referindo-se ao duelo da próxima semana. METRO

SÃO PAULO Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington, Fabrício e Jadson; Aloísio, Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco

ARSENAL (ARG) Campestrini; Gerlo, Lisandro López, Braghierri e Alfredo Pérez; Carbonero, Marcone, Ortíz e Rolle; Benedetto e Furch. Técnico: Gustavo Alfaro

E ádi Pacaembu, 19h15 Ta i ã Rádio Bandeirantes, Bradesco Esportes FM e Fox Sports


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|29|◊◊

Verdão leva gol no último lance e se complica

Argentinos comemoram gol de Peñalba aos 49 do 2o tempo | ENRIQUE MARCARIAN/REUTERS

Castigo. Palmeiras cria chances, desperdiça e leva gol do Tigre no último lance. Derrota por 1 a 0 deixa time em 3o no Grupo 2 Um resultado para esquecer. Superior tecnicamente ao Tigre, o Palmeiras não conseguiu transformar as oportunidades em gol e foi castigado na Argentina. O time alviverde levou gol de Peñalba, aos 49 minutos da etapa final e perdeu o jogo por 1 a 0. A emoção estava guardada para os últimos dois minutos de jogo no estádio Monumental Victoria. Depois de um 1º tempo truncado, o Palmeiras criou boas chances diante do Tigre – em especial com Kleber, aos 47 do 2o tempo. O camisa 9, na sua primeira partida como titular, teve nos pés a bola do jogo. Ele partiu livre em velocidade, na entrada da área e driblou o zagueiro que o separava do goleiro. Era só chutar. Mas o atacante preferiu tentar mais um dribe e perdeu a bola, para o desespero dos palmeireneses. O castigo veio dois minutos depois. Peñalba aproveitou bate e rebate na área para colocar no fundo da rede e decretar a vitória do Tigre. Com o revés, o alviverde ficou no 3o lugar no Grupo 2, ao lado dos próprios argentinos, com três pontos – quatro a menos que o Libertad (PAR) e um atrás do Sporting Cristal (PER). WILSON DELL’ISOLA METRO SÃO PAULO

1 0

Cousilla; Paparatto, Echeverría e Orban; Galmarini , Peñalba, Ferreira, Pérez García (Leguizamón ), Rusculleda (Torassa) e Botta; Santander (Janson). Técnico: Nestor Gorosito

TIGRE

Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Maurício Ramos e Marcelo Oliveira; Vilson , Márcio Araújo, Wesley (Patrick Vieira) e Valdivia; Vinícius (M. Leite) (Charles) e Kleber . Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS

G Peñalba, aos 48 minutos do 2o tempo A bi age Omar Ponce (ECU), auxiliado por Luis Alvarado (ECU) e Carlos Herrera (ECU)

Cara nova na defesa verde O Palmeiras acertou ontem a contratação do zagueiro André Luiz, que estava no Nancy, da França. O jogador de 33 anos é o 14º reforço do Verdão para 2013 e volta ao Brasil após passar oito anos na Europa. Revelado pelo Cruzeiro, também passou por Ipatinga, Tupi e Atlético-MG | FABIO MENOTTI/AG PALMEIRAS/DIVULGAÇÃO


|30|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Derrota sintética Tropeço. Na grama artificial de Tijuana, Timão perde chance de alcançar recorde O Corinthians conheceu ontem sua primeira derrota na Taça Libertadores desde o ano passado. No México, o alvinegro sucumbiu à grama sintética do estádio Caliente e perdeu para o Tijuana por 1 a 0. O resultado deixa o clube na 2a posição do Grupo 5 com quatro pontos. O jogo No duelo em que perdeu a chance de chegar a 17 partidas de invencibilidade na Libertadores, o Timão começou bem. Embora a primeira investida tenha sido

1 0

dos mexicanos, o alvinegro assustou aos 12 minutos: Paulinho, em posição irregular, anotou gol invalidade. A cena se repitiria três minutos depois. No 2º tempo, os dois times tiveram chances boas, até que o Tijuana chegou ao gol aos 20 minutos, com Gandolf, que aproveitou confusão na área alvinegra para marcar o gol da vitória do rubro-negro mexicano. MATHEUS ADAMI METRO SÃO PAULO

Saucedo; Abrego, Pablo Aguilar , Javier Gandolfi e Juan Nuñez; Cristian Pellerano, Fernando Arce, Joe Corona e Fidel Martínez (Garza); Alfredo Moreno (Ruíz) e Riascos (Enríquez). Técnico: Antonio Mohamed

TIJUANA

Cássio, Alessandro (Edenilson), Gil, Paulo André (Romarinho) e Fábio Santos ; Ralf, Paulinho , Renato Augusto (Douglas) e Danilo; Pato e Guerrero . Técnico: Tite

CORINTHIANS

G Gandolfi aos 20 minutos do 2º tempo. A b i age Victor Carrillo (PER), auxiliado por Jonny Bossio (PER) e Cesar Escano (PER)

Corintiano Fábio Santos tenta roubar a bola de Riascos, do Tijuana | LEJANDRO ZEPEDA/EFE/FOLHAPRESS

Caso Kevin

Conmebol adia decisão para hoje O Corinthians saberá apenas hoje se terá de continuar jogando com portões fechados em casa e sem torcida, fora, na Taça Libertadores. A Conmebol adiou para as 15h de hoje o julgamento do caso envolvendo a morte de Kevin Beltrán Espada, de 14 anos, torcedor do San José que foi vítima de um sinalizador disparado por um torcedor corintiano em Oruro, no duelo entre os dois times, dia 20. Agendado para a tarde de ontem, o julgamento foi adiado porque um dos membros do comitê julgador não pode comparecer ao Paraguai, onde fica a sede da Conmebol. Essa versão é a sustentada pelo brasileiro Caio César Vieira Rocha, presidente do Tribunal Disciplinarda entidade. Oficialmente, a Conmebol nega que a reunião seria ontem e não confirma o horário do julgamento para as 15h. METRO

Novo presidente

Com Neymar fora, Giva pede passagem na Vila Belmiro

Romário assume comissão Ex-jogador e atual deputado federal, Romário foi eleito presidente da Comissão de Turismo e Deporto na Câmara dos Deputados. O grupo fiscalizará a infraestrutura da Copa do Mundo e da Copa das Confederações. METRO

Maracanã

Chuva adia visita do COL O temporal que caiu no Rio de Janeiro na terça-feira alagou o Maracanã. Com isso, a visita de ontem do COL (Comitê Organizador Local) foi adiada para hoje. METRO

Lusa: liderança e reforço A Portuguesa manteve ontem a ponta da tabela da Série A2 do Campeonato Paulista ao venceu o Noroeste por 2 a 0, com gols do argentino Arraya (foto). A Lusa anunciou também o retorno do atacante Diogo, revelado pelo clube | ALE FRATA/FRAME/FOLHAPRESS

Além da partida contra o Atlético Sorocaba no domingo, por conta de suspensão, Neymar também estará fora dos confrontos do Santos contra Mirassol (dia 21) e Palmeiras (dia 24), por causa de compromissos com a Seleção Brasileira. Mas, no que depender do atacante Giva, o torcedor alvinegro pode ficar tranquilo. “Estou pronto. Estou à disposição, se o professor [Muricy Ramalho] achar que posso entrar. Substituí-lo é complicado, ele [Neymar] é muito diferente”, disse o atacante de 20 anos, uma das revelações do time campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior. No torneio, ele anotou quatro gols. METRO

Giva diz que está preparado para substituir Neymar | GUILHERME DIONÍZIO/FOLHAPRESS

“Não foi uma crítica, apenas um lembrete. O Neymar é cria nossa. Pegamos o Neymar no colo. Amo o Neymar e continuarei lutando por ele.” PELÉ, AMENIZANDO AS CRÍTICAS FEITAS AO ATACANTE SANTISTA


SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Jonas anota golaço, mas PSG despacha o Valencia Liga dos Campeões. Franceses arrancam empate em casa e garantem vaga nas quartas

11 PSG

VALENCIA

Sem poder contar com o seu principal jogador – o atacante Ibrahimovic foi expulso no jogo de ida, na Espanha – o Paris Saint-Germain sofreu, mas conseguiu se classificar às quartas de final da Liga dos Campeões ao empatar com o Valencia, em casa, por 1 a 1. O jogo de ida foi 2 a 1 para o PSG. Mas quem saiu na frente foi o time espanhol com o brasileiro Jonas, que disparou uma bomba de fora da área aos 10 minutos do

2o tempo para estufar as redes do goleiro Sirigu. Mas, 11 minutos depois, o argentino Lavezzi aproveitou um vacilo da defesa valenciana e deixou tudo igual no Parque dos Príncipes. O meia Lucas, ex-São Paulo, começou como titular, mas não teve sucesso na maioria dos dribles e passes que tentou. Acabou substituído perto do final pelo zagueiro Sakho, mas ganhou aplausos da torcida. Já o astro inglês David Beckham ficou no banco e não entrou. Agora os franceses aguardam o sorteio que vai definir os confrontos das quartas de final, que ocorre no dia 15, para conhecer seu próximo rival. METRO

|31|◊◊

Barcelona

Valdés: quatro jogos de gancho O clássico entre Real Madrid e Barcelona, do último final de semana, ainda rende problemas aos catalães. Além de ser derrotado por 2 a 1, o time também perdeu o goleiro Valdés para as próximas quatro partidas. O arqueiro foi expulso por reclamação. METRO Messi

Pé que vale ouro

Juventus confirma favoritismo

Lavezzi foi o autor do gol de empate em Paris | DEAN MOUHTAROPOULOS/GETTY IMAGES

Em casa, os italianos avançaram às quartas após baterem o Celtic por 2 a 0. Matri (foto) e Quagliarella marcaram para o time de Turim. | GIORGIO PEROTTINO/REUTERS

Uma joalheria japonesa criou uma réplica em ouro puro do pé esquerdo de Lionel Messi – avaliado em 4 milhões de euros (cerca de R$10 milhões). A escultura será colocada à venda hoje. METRO


|32|

SÃO PAULO, QUINTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

RICARDO RAFAEL/O POPULAR/FUTURA PRESS

Ciclismo e saúde

CLEBER ANDERSON CLEBER.RICCI@METROJORNAL.COM.BR

SELIM NÃO MUDA CARÁTER Ligue as ações que mais se assemelham: “MONSTRORISTA” • Estacionar em fila dupla

“CICLIOTA” • Começar a pedalar sem se informar**

• Travar um cruzamento

• Pedalar na esquerda em avenida perigosa

• Dirigir na contramão

• Pedalar a “milhão” numa calçada cheia de pedestres

DIEGO HYPÓLITO

• Participar de um grande pelotão na Ciclovia da marginal ou na USP*

Indignado, bicampeão mundial no solo, que defendeu o Flamengo por 19 anos, diz que soube da suspensão da equipe de ponta da ginástica artística pela internet

• Tirar racha no meio do trânsito • Fazer “roleta-russa” • Parar no meio da rua para bater papo • Dirigir em alta velocidade • Dirigir e falar ao celular • “Domingueiro” que não sai da esquerda • Começar a dirigir depois de comprar a carta

• Insistir em bater papo na ciclofaixa e entupir a pista • Parar em cima da faixa de pedestres • “Sem noção” que pedala olhando para o céu e sem atenção • Falar ao celular enquanto pedala • Pedalar na contramão

* Em locais de muito movimento, treine no máximo com mais 4 companheiros. ** Para saber como, acesse: www.andersonbikes.com.br e clique magazine / bike na rua.

• Participar de passeio noturno que não respeita semáforos

Cleber Ricci Anderson, 46 anos, é especialista em bike fit (ajuste postural), ex-ciclista da Seleção Brasileira de Ciclismo, pioneiro em MTB no Brasil, autor do Guia Bike na Rua e do projeto CicloRede e proprietário da Anderson Bicicletas.

UFC

Salto em altura

Barão defende título em junho

Campeã olímpica belga se aposenta

O aguardado confronto entre Renan Barão e Dominick Cruz, pelo título definitivo dos pesos galos, vai ter de esperar. Enquanto Cruz se recupera de uma contusão no joelho, Barão colocará seu cinturão interino em jogo novamente. O potiguar terá pela frente Eddie Wineland no UFC 161, no dia 15 de junho, em Winnipeg, no Canadá. METRO

A belga Tia Hellebaut, campeã olímpica do salto em altura em 2008, anunciou a sua aposentadoria. A agora ex-atleta, 35, que voltou ao esporte duas vezes após dizer que iria sair, garantiu que desta vez será em definitivo. METRO

‘FALTOU RESPEITO’ Depois de acabar com o time principal da natação, em dezembro, a diretoria do Flamengo anunciou que o clube vai suspender, temporariamente, as atividades das equipes de ponta da ginástica artística e do judô. Dessa forma, o rubro-negro deixa de patrocinar oito atletas da ginástica, entre eles o bicampeão mundial do solo Diego Hypólito, além da sua irmã Daniele Hypólito, e de Jade Barbosa. No judô, 19 atletas, entre eles João Gabriel Schlittler e Nacif Elias, foram dispensados. A técnica da Seleção feminina, Rosicléia Campos, também não terá seu vínculo com o clube renovado. Indignado, Diego Hypólito, 27 anos, que está em São Paulo, treinando no Pinheiros desde o incêndio que destruiu o ginásio onde praticava no Flamengo, no ano passado, soube da notícia pela internet. O atleta, que tem 20 anos de carreira, sendo 19 deles no Flamengo, falou à “Rádio Bradesco Esportes FM” sobre o impacto do desmanche no futuro. “Estamos sem clube. Eles tiveram três meses para nos avisar. Mas só nos ligaram uma hora antes do anúncio oficial para a imprensa. Falta de respeito total.” Como você vê essa decisão da diretoria? Não existiu o menor profissionalismo com os atletas por parte da atual presidência. Não sei o que fazer

neste momento. Isso parece uma retaliação a [ex-presidente] Patrícia Amorim, pelo ciclo passado. Eles não terem procurado a gente é a pior situação que poderiam ter feito. Mas, como deu para ver, a gente é muito pequeno para a diretoria atual. Como você soube do desmanche? Recebi uma ligação do Flamengo apenas no dia, às 10h, uma hora antes da coletiva convocada pelo clube para explicar o fim do vínculo. A gente sente não só desamparo, mas também falta de carinho. Estamos com dois meses de salários atrasados. Não existe a mínima consideração com atletas que passaram uma vida inteira dentro do clube. No meu caso, foram 19 anos usando a camiseta do Flamengo. Eles tiveram três meses para nos falar isso. Mas deixaram para anunciar agora. Nos deram realmente muito pouco tempo para procurar outro clube... A diretoria explica que precisa reestruturar financeiramente o clube... Mas como pode, no ciclo olímpico que vai terminar no Rio de Janeiro, o Flamengo não bancar esses atletas? Meu maior intuito não era a questão salarial, eu entendia. Mas não consigo entender essa decisão porque já passei por todas as fases do clube, boas ou ruins, e nunca desisti do Flamengo como ele desistiu hoje da ginástica.

A diretoria diz que não tem dinheiro para pagar o salário de vocês... Não tem como dizer que não há dinheiro. Você tem no clube uma Jade Barbosa, uma Daniele, que ajudaram a levantar a ginástica do Flamengo. Sinceramente, não entendo como o marketing de um clube desse tamanho não consegue resolver isso.

“Manter uma equipe de natação com uma piscina vazando e gerando uma conta de R$ 500 mil é apoiar o esporte olímpico?” ALEXANDRE PÓVOA, VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES OLÍMPICOS DO FLAMENGO

“Nós tentamos. Fomos à prefeitura, ao governador e ao COB. Ninguém nos ofereceu ajuda financeira.” ALEXANDRE PÓVOA

28 atletas não tiveram seus contratos renovados, inclusive Rosicléia Campos, técnica da Seleção Feminina de Judô. PATRÍCIA TRINDADE com RÁDIO BRADESCO ESPORTES FM

Finanças

Prioridade é enxugar folha “Infelizmente fomos obrigados a suspender temporariamente as equipes principais de ginástica artística e judô”, disse o vice-presidente de esportes olímpicos do Flamengo, Alexandre Póvoa, antes de explicar que a medida foi tomada para reestruturar o clube financeiramente. “Recebemos o clube com um déficit de R$ 14,5 milhões nos esportes olímpicos em 2012. Reduzimos para R$ 5 milhões”, explicou Póvoa à “Rádio Bradesco Esportes FM”. Com a natação, que teve a equipe desmanchada em dezembro, o Flamengo gastava R$ 5 milhões. Com a nova medida, o clube diminuiu mais R$ 2 milhões. A diretoria explicou que foram suspensos os contratos apenas de atletas de alto rendimento. O trabalho nas categorias de base será mantido. “O que é ser sério? É manter a estrutura e ficar três meses sem pagar atletas? Isso é apoiar o esporte olímpico? Manter uma equipe de natação com uma piscina vazando? Apoiar é se reestruturar, pagar em dia e questionar a estrutura olímpica do Brasil”, disse Póvoa. METRO


20130307_br_metro sao paulo