Issuu on Google+

ROBERT GALBRAITH/REUTERS

O ÚLTIMO

LANCE

Mark Zuckerberg anuncia o Graph Search

Facebook lança ‘busca social’ Graph Search usará dados e conexões do usuário PÁG. 06

MAIOR ÍDOLO DO CICLISMO MUNDIAL, ARMSTRONG PROMETE CONTAR TUDO PÁG. 15 BELO HORIZONTE Quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 Edição nº 318, ano 2 MÍN: 19°C MÁX: 30°C

sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

thunder

part sunny/

thunder

windy

showers sunny showers www.readmetro.com | leitor.bh@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobh

BH: capital dos bares e também dos livros hazy

showers

Educação. Pesquisa Ibope aponta que capital mineira, com 41%, tem o melhor índice de leitura em todo o país. Muitos irão comemorar resultado, mas, para especialistas, nível de interesse dos brasileiros em livros ainda é muito baixo em todas as regiões avaliadas PÁG. 02

Atestado de óbito de Eliza será emitido Pedido foi feito pela Promotoria de Justiça. Além disso, a pouco mais de um mês para julgamento, goleiro Bruno terá seu sigilo bancário quebrado PÁG. 03

ITINERANTE

Obras da Bienal de SP chegam hoje a Minas

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Itinerância traz 270 obras de 36 artistas que podem ser vistas até 17 de março em três espaços da capital mineira

| EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

PÁG. 12

Clássico com as duas torcidas Partida de reinauguração do Mineirão, no dia 3 de fevereiro, terá a presença de cruzeirenses e atleticanos PÁG. 16


1

02

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

UFMG. Prova tem 20 alunos eliminados

“A urgência do mundo digital faz com que as pessoas percam o interesse pelo conhecimento encontrado nos livros.” LUDMILA MAMEDE, PROFESSORA

FOCO

Ludmila é frequentadora da Biblioteca Estadual Luiz de Bessa, na praça da Liberdade | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

BH lidera leitura, mas cidadão ainda lê pouco Ibope. Segundo pesquisa, capital mineira registrou o melhor índice do país, empatada com Porto Alegre. Nenhuma das regiões, porém, chega à marca de 50% de leitores Concursos

Carnaval

Estão abertas até esta sexta-feira, dia 18, as inscrições para o 2º Concurso de Marchinhas Mestre Jonas, que oferece prêmios de até R$ 5 mil. A disputa integra a programação pré-Carnaval da Banda Mole, que promoverá também um concurso de fantasias no baile marcado para o dia 26. Na foto, um dos vencedores do ano passado.

Cotações Dólar + 0,19% (R$ 2,03) Bovespa - 0,57% (61.727 pts) Euro + 0,03% (R$ 2,71) Selic (7,25%)

Salário mínimo (R$ 678)

O cidadão belo-horizontino tem exercitado mais a leitura do que a maioria da população brasileira residente nas principais regiões metropolitanas e em grandes cidades do interior do Sul e do Sudeste do Brasil. O hábito de ler regularmente, no entanto, ainda é bastante baixo em todo o país. A conclusão é de uma pesquisa do Ibope, que entrevistou mais de 20 mil pessoas de idades entre 12 e 75 anos, em 12 diferentes pontos do país, entre julho de 2011 e agosto de 2012. Dentre as nove capitais analisadas, Belo Horizonte registrou o mais alto índice de leitura, ao lado de Porto Alegre (RS). Nas duas cidades, 41% dos entrevistados disseram ter lido pelo menos um livro nos 30 dias que antecederam a pesquisa. Em seguida, aparece Brasília (DF), com 37% de leito-

res. Na média, apenas 33% dos brasileiros declararam ter lido no período. O levantamento mostra ainda que a maior parte dos leitores frequentes pertence às classes A e B (54%) e que as mulheres são as mais adeptas aos livros (60%). Em relação ao nível de instrução formal, o Ibope mostra que os brasileiros com nível superior ou fundamental completos são os que mais leem. Em ambos os casos, porém, os leitores são apenas 25% do total. Para a professora Ludmila Mamede, 33, que diz visitar pelo menos uma vez por mês a Biblioteca Estadual Luiz de Bessa, falta de interesse dos brasileiros pelos livros. “A facilidade e a rapidez com que as informações são encontradas na internet fazem com que as pessoas percam o interesse”, avalia. METRO BH

FALE COM A REDAÇÃO leitor.bh@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

PERFIL

Hábito de leitura,, segundo o Ibope*

33% 3%

RANKING NACIONAL 1º

41%

Leram algum livro nos 30 dias anteriores à pesquisa. Desse total, 53% dizem ler com frequência, e 47%, eventualmente

54% 4%

A maior parte dos os leitores pertence às classes ses A e B

25%

Brasília

Curitiba

Rio de Janeiro/ São Paulo

Dos leitores têm o ensino superior completo

37% 34%

33%

média

60%

Belo Horizonte/ Porto Alegre

33%

40%

*O ESTUDO FOI REALIZADO NAS REGIÕES METROPOLITANAS DE SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO, PORTO ALEGRE ALEGRE, CURITIBA, BELO HORIZONTE, SALVADOR, REGIÕES SUL R, RECIFE, FORTALEZA, BRASÍLIA E NOS INTERIORES DE SÃO PAULO E DAS REGIÕ E SUDESTE. **AO TODO, FORAM REALIZADAS 20.736 ENTREVISTAS COM PESSOAS DE AMBOS OS SEXOS DAS CLASSES AB, C E DE COM ANOS. A REPRESENTATIVIDADE É DE 49% DA POPULAÇÃ POPULAÇÃO M IDADES ENTRE 12 E 75 ANOS BRASILEIRA ENTRE 12 E 75 ANOS, OU 71 MILHÕES DE PESSOAS

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Metro Belo Horizonte. Gerente Executivo: Pedro Lara Resende. Editor-Executivo: Juvercy Júnior (MTB 12.331/MG). Editor de Arte: Cláudio Machado. Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas. Diretor de Jornalismo: Teodomiro Braga. Diretor Geral: José Saad Duailibi.

Vinte candidatos a uma vaga na UMFG (Universidade Federal de Minas Gerais) já foram eliminados da disputa somente nos três primeiros dias de provas da segunda etapa, desde domingo. Ontem, mais nove estudantes (seis no turno da manhã e três à tarde) foram penalizados por estarem portando aparelhos eletrônicos dentro das salas, o que é proibido pela organização. O percentual de abstenções segue alto: 23,4% dos 8.951 convocados não compareceram aos locais de provas à tarde. No turno da manhã, 20,7% de um total 8.913 candidatos também não apareceram para os exames. Hoje, serão aplicadas as provas de Física, Biologia e Geografia. Os candidatos ao curso de Arquitetura e Urbanistmo – o quarto mais concorrido na primeira fase, com 17,5 candidatos por vaga – encerram a participação no concurso com a prova de Física, às 8h30. O Vestibular UFMG 2013 termina no dia 20 de janeiro. METRO BH

Oportunidade

Prefeitura da capital abre 2 mil vagas de estágio Estudantes dos ensinos médio, profissionalizante e superior já podem se inscrever para uma das mais de 2 mil vagas de estágio oferecidas pela Prefeitura de Belo Horizonte nas mais diversas áreas da administração municipal. Além de bolsas no valor de R$ 420 para os universitários e R$ 370 para alunos dos ensinos médio e técnico, os estudantes receberão também o auxílio-transporte. A jornada de estágio é de quatro horas diárias. As inscrições devem ser feitas pelo site www. pbh.gov.br. Mais informações pelo telefone 156. METRO BH

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, , São Bento, CEP: -, Belo Horizonte, MG. Tel.: /-. O jornal Metro é impresso na CGB Artes Gráficas. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO.


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

03

Caso Eliza: juíza determina emissão do atestado de óbito Confirmação. Decisão enfraquece tese de defesa do goleiro Bruno Fernandes e do ex-policial civil Marcos Aparecido Santos, o Bola A pouco mais de um mês da data marcada para o julgamento do goleiro Bruno Fernandes, acusado de planejar a morte de Eliza Samudio, mãe de seu filho, a Justiça de Contagem, na Grande BH, determinou ontem a emissão do atestado de óbito da ex-amante do jogador. Com isso, perde ainda mais força a tese de que Eliza teria fugido do país, já que o corpo jamais foi encontrado. O argumento vinha sendo sustentado pelos advogados do atleta até as últimas audiências do caso, em novembro de 2012. Na decisão, a juíza Marixa Rodriges alega que o registro civil da morte protege os direitos da família de Eliza. Ela argumenta ainda que as condenações de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e Fernanda Gomes, ex-namorada de Bruno, em

Contas bancárias

“Se já existe decisão que reconhece a morte da vítima, não faz sentido determinar que seus genitores ou seu herdeiro percorram a via-crúcis de outro processo.”

Jogador terá sigilo quebrado

MARIXA RODRIGUES, JUÍZA DE CONTAGEM

novembro, são suficientes do ponto de vista jurídico para atestar o homicídio. A decisão foi publicada ontem no Diário do Judiciário e não está sujeita a recurso, de acordo com o Tribunal de Justiça mineiro. Bruno, a ex-mulher Dayanne Rodrigues e o ex-policial Marcos Aparecido Santos, o Bola, tiveram o processo desmembrado e voltam ao banco dos réus em 4 de março. METRO BH

Goleiro volta ao banco dos réus daqui a pouco mais de um mês | ALEX DE JESUS/O TEMPO/FUTURA PRESS

Também ontem, a assessoria TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) confirmou o pedido de quebra do sigilo bancário do goleiro Bruno pela juíza Marixa Rodrigues. O órgão, porém, não informou a data da decisão e nem o período das contas que será analisado. A quebra foi solicitada em novembro pelo promotor Henry Wagner, com o objetivo de comprovar um suposto saque para pagar da execução de Eliza. METRO BH

Preso o ‘Don Juan’ mineiro que deu golpes de até R$ 6 milhões Um homem de 46 anos acusado de enganar mais de 20 empresárias e lesá-las em até R$ 6 milhões foi preso ontem no bairro Nova Gameleira, reigão Oeste de Belo Horizonte. De acordo com a polícia, ele já havia sido condenado a 20 anos de prisão por estelionato. O suspeito Paulo Roberto de Souza Botelho foi pre-

so após uma denúncia anônima informando que um foragido da Justiça paulista estava se encondendo em uma casa da região. Segundo os policiais, Botelho confessou ser o homem procurado ao ser abordado. Para enganar as empresárias, a maioria delas de São Paulo, o estelionatário se apresentava como filho de

um embaixador dos Estados Unidos no Brasil – ele morou no país norte-americano por oito anos e, por isso, falava inglês fluentemente. Conforme as denúncias, o suspeito frequentava festas da alta sociedade, onde escolhia as vítimas, com as quais começava a namorar. Estima-se que o golpe começou há quatro anos. METRO BH

BR-381. Acidente mata quatro familiares

Após a batida, trânsito ficou lento no local | UARLEN VALÉRIO/OTEMPO/FOLHAPRESS

Mais um grave acidente registrado na BR-381, conhecida como Rodovia da Morte, tirou a vida de quatro pessoas da mesma família, ontem, em Barão de Cocais, região Central de Minas. Entre as vítimas estava um bebê de 1 ano e meio. A polícia acredita que o motorista tenha perdido o controle do veículo em uma curva. METRO BH

Flagrante de desrespeito ao ciclista A falta de respeito de alguns motoristas continua fazendo parte da rotina dos belo-horizontinos que costumam pedalar pelas ciclovias da região Centro-Sul. Ontem, a reportagem do Metro flagrou um veículo utilizado por uma empresa de distribuição de água que parou na via por pelo menos dez minutos, na rua Rio de Janeiro, Centro, atrapalhando a circulação das biclicletas. | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH


04

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

BRASIL

INSS pagará R$451 mi a presos

Saúde. Remédio é vetado em 40 países Auxílio-. Famílias de detentos têm direito a pensão. Valor do benefício equivale a 61% dos investimentos em segurança O remédio Cordaptive, receitado para aumentar o colesterol “bom” (HDL) e reduzir o “ruim” (LDL) e os triglicérides, será recolhido em cerca de 40 países, inclusive no Brasil. Segundo a fabricante da droga, MSD (Merck), a decisão foi tomada após um estudo sobre o remédio mostrar que o Cordaptive não reduz o risco cardíaco, além de ter muitos efeitos colaterais. Recomenda-se que os 1,5 mil brasileiros que usam o medicamento procurem seus médicos para receberem novas prescrições. METRO

Auxílio foi criado em 1960

| LUIZ SILVEIRA/AGÊNCIA CNJ

Não importa o crime cometido. Presos de baixa renda que já tenham trabalhado com carteira assinada podem garantir às famílias um benefício entre R$ 678 e R$ 4,1 mil por mês durante o período em que estiverem cumprindo pena. O auxílio-reclusão é pago pela Previdência Social. Em 2013, o benefício consumirá a quantia de R$ 37,6 milhões de reais por mês - ou um total de R$ 451 milhões em 12 meses. O valor representa 61% dos gastos, por exemplo, com aparelhamento das polícias, formação de policiais,

38.362

mil presidiários têm direito ao benefício da Previdência Social. É o equivalente a 6,9% do número de presos do país. fiscalização de rodovias e ampliação e reforma de presídios no ano passado. Em 2012, a segurança pública teve um investimento de R$ 738 milhões, segundo levantamento da Ong Contas Abertas, que incluiu as depesas da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Fede-

ral, do Fundo Penitenciário Nacional e do Fundo Nacional de Segurança Pública. O dinheiro não beneficia diretamente o preso. A pensão começa a ser paga aos dependentes um mês após a prisão. A cada 90 dias, o beneficiado deve informar numa agência no INSS a condição do segurado. “O objetivo é garantir a sobrevivência do núcleo familiar, diante da ausência temporária do provedor”, justifica o governo. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Primeira fase do exame da OAB reprova 83% De cada 10 candidatos que prestaram a primeira fase do 9º Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), 8 foram reprovados. A lista de aprovação foi divulgada ontem pela entidade. Dos 114.763 que fizeram a pro-

va, apenas 19.134 se classificaram para a segunda fase, ou seja, somente 17%. Para passar para a segunda fase era necessário acertar pelo menos 50% das questões. Na comparação com o ano passado, houve uma

Candidata confere lista de aprovados | DIVULGAÇÃO

grande piora. No 80 exame, 44,75% dos candidatos passaram para a segunda fase. Segundo a assessoria de imprensa da OAB, não houve alterações nos critérios do exame. Para o presidente da OAB, Ophir Cavalcanti, a prova deste ano foi mais difícil, mas ele credita a alta reprovação à má qualidade dos cursos de direito no país. Segunda fase A segunda fase será no dia 24 de fevereiro. Nessa etapa, os os candidatos terão que redigir uma peça profissional e responder a quatro questões. O resultado final será divulgado no dia 5 de abril. METRO

Casas na comunidade Pingo de Ouro ficaram completamente destruídas | SILVA JÚNIOR/FOLHAPRESS

Casas desabam em SP Cinco casas desabaram no Jabaquara, em São Paulo, na noite de anteontem. A chuva forte aumentou a vazão de um córrego que passa por uma rua. Assustados, os moradores da comunidade Pingo de Ouro chamaram a Defesa Civil. Os técnicos orienta-

ram os moradores a sair do local. Na hora do desabamento, não havia ninguém nas casas. Outras 12 casas foram interditadas por apresentarem risco de desabamento. Todas as construções no local são irregulares. Engenheiros da Defesa Civil irão

verificar se mais casas precisam ser interditadas. A Secretaria de Habitação cadastrou as 17 famílias que tiveram suas casas destruídas ou interditadas para receberem o bolsa-aluguel. Cada família receberá R$ 300 mensais, cesta básica e kit higiene. METRO


06

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

ECONOMIA

Na ponta do lápis

MARCOS SILVESTRE MARCOS.SILVESTRE@METROJORNAL.COM.BR

COMPRAS PARCELADAS: O JEITO BOM, E O RUIM Em fatias. Há pouco tempo eu argumentei aqui que a melhor forma de fazer compras de bens de valor mais elevado é pagar parcelado. Mas não parcelado no cheque, no cartão, no boleto, nada disso, porque essa prática de adquirir o produto antes, para pagar parcelado somente depois, tem um indesejável efeito colateral, que é o pagamento de juros elevados. Invertendo a ordem. Ao propor comprar parcelado, estou me referindo ao seguinte processo: primeiro, pesquisar o verdadeiro valor de aquisição do bem desejado. Então, dividir esse valor por um certo número de meses durante os quais você investirá uma determinada quantia mensal. O objetivo é juntar o valor necessário e poder comprar à vista, inclusive com desconto. É como se você fosse pagar uma prestação, só que, ao invés de quitar uma dívida, o dinheiro de todo mês vai para uma aplicação. Compra pré-parcelada. Vamos a mais um exemplo prático dessa proveitosa técnica: a compra de um automóvel 1.0 básico, que tem hoje preço de tabela de R$ 25 mil. Para começar, concordemos que pouquíssima gente ganha um salário tão alto que conseguiria tirar esses R$ 25 mil do orçamento de um único mês. Assim, restam duas outras opções para efetuar tal compra, ambas envolvendo parcelamento. Primeira opção: é possível levar este carro para sua garagem hoje, dando 10% ou R$ 2.500,00 de entrada, e financiando o restante com juros de 1,99% ao mês, pagando assim 60 prestações de R$ 650,00 durante cinco anos, o que resultará em um custo total de R$ 41.500,00 para este veículo. Isto, por causa do acréscimo dos juros compostos, que atingirão nada menos que R$ 16.500,00. Interessa? Segunda opção: também é possível pegar os R$ 2.500,00 que seriam dados na entrada e aplicá-los na caderneta de poupança, passando a aplicar mais R$ 650,00 por mês durante 32 meses (pouco mais de dois anos e meio), para poder comprar o carro à vista em cash pelos mesmos R$ 25 mil logo à frente. Mesmo que o carro tenha subido um pouco de valor, o que é apenas natural, ainda assim você terá todo o dinheiro em mãos para negociar algum desconto na compra à vista. Decida com sabedoria. É com você: ou compra o carro antes, e depois morre com o sacrifício de R$ 650,00 mensais por cinco anos, ou então espera metade do prazo, mas leva o carro para casa já quitado em metade do tempo. Economista com MBA em Finanças (USP), orientador de famílias e educador em empresas, é colunista da BANDNEWS FM e fundador da SOBREDinheiro. Diretor do site www. oplanodavirada.com.br, da EKNOWMIX Consultores Integrados e da TECHIS SA.

Caixa corta juro de imóveis mais caros Crédito. Banco reduz taxas para financiar valores acima de R$ 500 mil. Para clientes que não possuem relacionamento com a instituição, queda é de 9,9% para 9,4% ao ano A Caixa Econômica Federal reduziu ontem suas taxas de juros para novos contratos de financiamento de imóveis acima de R$ 500 mil, teto para uso dos recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Segundo a instituição, a economia para um financiamento de R$ 600 mil, por exemplo, poderá ficar em torno de R$ 43,3 mil, em 30 anos. Para clientes com relacionamento e conta salário na Caixa, as taxas efetivas caíram de 8,9% para 8,4% ao ano, podendo chegar a 8,3%. Para os demais, caíram de 9,9% para 9,4% ao ano. Em todos os casos, o preço já inclui a TR (Taxa Referencial). O corte aproxima a taxas para financiamento de imóveis mais caros dos juros co-

COMO FICA

Taxas de juros efetivas (ao ano) Cliente sem relacionamento com o banco

Cliente com relacionamento com a Caixa

Cliente com relacionamento com a Caixa e conta-salário

ANTERIOR

NOVA

ANTERIOR

NOVA

ANTERIOR

NOVA

COMUM

9,9%

9,4%

9,1%

8,6%

8,9%

8,4%

SERVIDOR

9,9%

9,4%

8,9%

8,5%

8,7%

8,3%

Tipo de Cliente

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

brados para casas de até R$ 500 mil, que se enquadram no SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e permitem o uso do FGTS. No ano passado, o banco reduziu as taxas para imóveis abaixo de R$ 500 mil. As taxas foram de 9% para 8,85% ao ano pa-

ra todos os clientes, podendo chegar a 7,8% de acordo com o grau de relacionamento com o banco. “Desta vez, ampliaremos as opções também ao público de média e alta renda”, diz o vice-presidente de Habitação da Caixa, José Urbano Duarte.

A redução das taxas de juros pelos bancos públicos é uma das medidas do governo para estimular a economia brasileira diante da crise internacional. Com isso, os demais bancos são pressionados a também reduzirem o custo dos seus financiamentos. No Banco do Brasil, a taxa para financiar imóveis acima de R$ 500 mil varia hoje de 9% a 10% ao ano, mais TR, de acordo com relacionamento com o banco. No Santander, vão de 9,5% a 11% ao ano, mais TR. O Bradesco oferece juros de 11% ao ano. O HSBC informou que suas taxas variam conforme o relacionamento do cliente, sem citar valores. O Itaú não se pronunciou até o fechamento desta edição. METRO

Facebook estreia serviço de busca O Facebook lançou um novo sistema de buscas que mostra resultados baseados em conteúdos da rede social. O “Graph Search” (“Busca Social”, em português) permitirá pesquisar informações compartilhadas de “curtidas”, pessoas, fotos, lugares e interesses. Diferentemente de uma busca comum na web, como a feita pela rival Google, a ferramenta não fornecerá links diretos para as pesquisas dentro da rede social, mas usará as preferências e posts dos contatos do usuário para che-

gar a respostas. Por exemplo, numa busca sobre um restaurante chinês, os resultados serão a partir de locais onde os contatos fizeram check-in. Segundo a companhia, a busca social combina frases simples (por exemplo: “meus amigos em Nova York curtem o Jay-Z”) para ver o grupo de pessoas, locais, fotos ou outro conteúdo que tenha sido compartilhado no Facebook. O CEO da companhia, Mark Zuckerberg afirma que a busca social é uma nova maneira de pesquisar entre as 1 bilhão de pessoas, as mais de 240 bilhões de fotos e as mais de 1 trilhão de conexões da rede. “É uma maneira completa-

mente diferente de encontrar informação no Facebook”, disse. A busca social já está disponível, mas em versão beta e limitada para usuários de língua inglesa. É possível entrar em uma lista de espera para testar o sistema no link: www.facebook.com/ about/graphsearch. O Facebook fez também parceria com o Bing, da Microsoft, em sua busca social. O Bing trará resultados complementares à consulta do usuário. “Não acho que muita gente vá vir ao Facebook para fazer pesquisas na web, mas se não encontrar o que você está procurando, é bom ter isso”, disse. METRO

Zuckerberg anunciou ontem o novo sistema | ROBERT GALBRAITH/ REUTERS

Gasolina. Governo diz que não há decisão sobre reajuste O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, afirmou ontem desconhecer qualquer decisão sobre aumento nos preços da gasolina. “Desconheço qualquer decisão do governo sobre esse assunto”, afirmou Augustin, que no momento é o ministro interino da pasta.

Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o governo deve reajustar a gasolina em 7% e o óleo diesel entre 4% e 5%. A matéria, que não indica a fonte da informação, diz que o anúncio seria feito na próxima semana. Em dezembro, o ministro

da Fazenda, Guido Mantega, já havia admitido que o preço da gasolina será reajustado. Na época, ele comentou que “certamente” o preço dos combustíveis aumentará em 2013, mas sem indicar em que momento esse reajuste seria feito. METRO


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

MUNDO

07

JULIÁN CASTRO Especialistas dizem que o prefeito de San Antonio, no Texas, será o primeiro presidente latino dos EUA

“NÃO É COMPETIÇÃO”

ERIC THAYER/REUTERS

Currículo • Nome: Julián Castro • Idade: 38 anos • Onde mora: San Antonio, no Texas • Família: seus pais são mexicanosestadunidenses. Seu irmão gêmeo, Joaquín, foi eleito

para o Congresso • Nas notícias: a imprensa internacional elogiou seu discurso na Convenção Nacional Democrata deste ano. A fala foi comparada à de Obama, quando seu nome foi cogitado para a disputa presidencial.

Julián Castro, o jovem prefeito de San Antonio, é a visão do futuro político dos Estados Unidos. Hispânicos como ele integram o grupo que mais cresce no país. O prefeito ganhou fama internacional com seu discurso na Convenção Nacional Democrata, o que lhe rendeu o título de “o novo Obama”. Os hispânicos são a maior minoria nos EUA. Por que seguem invisíveis na liderança política? Não há dúvida de que a comunidade latina não vota maciçamente como fazem outras comunidades. Mas estamos melhorando, vimos isso na última eleição. O nú-

mero de hispânicos eleitos aumentou dramaticamente nas últimas duas décadas, mas em cargos mais altos: no Congresso e nos tribunais superiores.

tino-americana me disse que não teve tempo para analisar todas as propostas dos candidatos, por isso ela tinha decidido que ia votar em um latino.

Por que os latinos costumam votar em democratas? Não é de se admirar que a grande maioria dos latinos tem essa opção. O partido tem adotado políticas e criado oportunidades para todas as pessoas que vivem neste país, seja investindo em saúde, educação ou pequenas empresas. Há uma inclusão mais forte por parte dos democratas. Quando eu estava em San Antonio, pouco antes da eleição, uma jovem la-

É positivo votar de acordo com as origens étnicas? Ninguém deve votar em um candidato apenas com base em raça ou etnia. O requerente deve ser julgado pelos seus méritos: sua ideologia, seu desempenho no trabalho e as suas opiniões sobre diferentes temas. Hoje, há mais hispânicos do que negros nos EUA. Esse último grupo já tem o seu primeiro presidente.

Quando os latinos conseguirão o seu? Não é uma competição para ver quem chega primeiro. Mas tenho certeza de que, com todo o progresso que tem sido feito nos EUA, pessoas de diferentes origens serão presidentes durante o transcurso da minha vida. Eu acho que a próxima geração terá um presidente latino e será alguém que representa o mundo inteiro, um presidente dos EUA, e não um presidente latino.

ELISABETH BRAW METRO WORLD NEWS


08

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

MUNDO

NY avança no controle de armas Estados Unidos. No primeiro dia legislativo do ano, o Senado e Câmara Baixa do Estado aprovaram uma extensão das restrições à venda de armas de fogo. Presidente Barack Obama vai apresentar hoje um plano nacional ‘concreto’ sobre o polêmico assunto O Estado de Nova York estava prestes a se tornar o primeiro a endurecer as restrições da venda de armas, uma resposta ao atentado à escola de Sandy Hook (em Connecticut), no qual 26 pessoas foram assassinadas, em dezembro passado. Os senadores e deputados do país norte-americano aprovaram uma extensão das proibições para que cidadãos comprem armas de fogo (veja no quadro ao lado). A nova lei, que deve entrar em vigor em breve, foi referendada por 43 votos a 18 no Senado e por 104 a 43 na Câmara Baixa, após uma forte pressão do governador de Nova York, Andrew Cuomo. “Não precisamos de uma nova tragédia que aponte os problemas do sistema. Muitas pessoas já perderam suas vidas. Vamos agir”, disse ele.

Cuomo prometeu sancionar a lei assim que os legisladores a referendassem. Até o fechamento desta edição, ele ainda não tinha assinado o texto. Na mesma linha, a Casa Branca anunciou que o presidente Barack Obama vai apresentar hoje um plano “concreto” para a redução dos crimes com armas de fogo. Críticas David Hardy, advogado da Associação Nacional de Rifles, entidade lobista do setor de armas nos Estados Unidos, disse ao Metro que a lei nova-iorquina apenas “proíbe coisas que já eram proibidas” em uma lei federal expirada em 2004. “Essa nova regra não tem sentido. Serve para o legislador dizer ‘nós fizemos alguma coisa’.” METRO

Familiares das vítimas de Sandy Hook lembram tragédia que chocou a população de todo o país | MICHELLE MCLOUGHLIN/REUTERS

Premiê paquistanês será preso O governo paquistanês sofreu ontem dois duros golpes. O primeiro veio da Justiça, que ordenou a prisão do primeiro-ministro, Raja Pervez Ashraf, e de outros membros do gabinete. Eles são

acusados de fazer pagamentos ilegais para projetos de geração de eletricidade na época em que Ashraf era ministro de Água e Energia. Ao mesmo tempo, milhares de pessoas protestaram contra

o governo em frente ao parlamento, na capital Islamabad. O religioso, Muhammad Tahirul Qadri, elogiou as Forças Armadas e ameaçou não deixar o local até ter suas demandas atendidas. METRO

Hollande promete livrar o Mali de terroristas Depois de ouvir críticas sobre a intervenção militar francesa no Mali, o presidente François Hollande saiu em defesa da operação. O mandatário rechaçou uma inspiração neocolonialista (a França tinha domínio do Mali até 1960), mas admitiu que a ofensiva pode durar mais tempo, até “destruir os terroristas”. Hollande prometeu enviar 2,5 mil soldados ao país africano nos próximos dias e demandou a ajuda de nações que fazem fronteira com o Mali. O presidente, que até pouco tempo se dizia contrário a intervenções como essa, afirmou que se envolveu na briga para proteger os cidadãos franceses que vivem no país africano. METRO

ONDE FICA

O Mali fica no norte da África e é o sétimo maior país do continente

Área controlada pelos rebeldes Área controlada pelo governo Locais onde houve ataque aéreo francês Bases para as tropas francesas

ARGÉLIA

MALI

MAURITÂNIA

Lere SENEGAL

Oceano Atlântico

GUINÉ-BISSAU GUINÉ

Bamaco

Kidal Gao

Kona

Douentza

Sevare BURKINA FASO

COSTA DO MARFIM

NÍGER


2 CULTURA

10

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

Campanha vende 65 mil ingressos em onze dias

Sucesso. Público faz fila para adquirir tíquetes e conferir as 156 peças O casal de namorados Magda Sousa e Thiago Santos aproveitou a tarde de ontem para garantir os ingressos e conferir uma das peças mais procuradas desta 39ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança: a comédia “Meu Tio é Tia”. Magda confessa que não costuma ir ao teatro ao longo do ano, mas não resistiu aos 156 espetáculos em cartaz. “É ótimo, todo mundo está de férias nesse período”, disse a jovem, que espera assistir a mais peças até o fim da Cam-

panha, em 3 de março. Nos primeiros dez dias da Campanha, foram vendidos 65.405 ingressos, segundo a organização do evento. Só no ano passado, foram contabilizados quase 350 mil tíquetes. Na lista dos mais procurados, está a comédia “Acredite, um Espírito Baixou em Mim”, com mais de 7 mil ingressos já comprados. No ano passado, o espetáculo foi visto por mais de 26 mil pessoas. Um dos principais locais de venda, no Mercado das Flo-

res, registrou filas durante toda a tarde de ontem, o que desanimou algumas pessoas. “Nunca fui ao teatro, estou com preguiça de enfrentar essa fila”, disse a aposentada Denila de Sousa. Mas, no fim, ela se rende. “Conhecerei o teatro. E será pela Campanha”. O público pode conferir os postos de venda pelo sinparc. com.br ou 3222-9322. GUSTAVO CUNHA METRO BELO HORIZONTE

Magda e Thiago: ingressos comprados | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Os mais procurados

1 2

Acredite, um Espírito Baixou em Mim: 7.014

Como Sobreviver em festas e recepções com buffet escasso: 5.467

3

Dez maneiras incríveis de destruir seu casamento: 2.786

4 5 6

O marido da minha mulher: 2.235 As barbeiras: 2.215 Perigo, mineiros em férias: 1.504

Balanço de 3 a 13/1.

Mistura

Adeus ao diretor

Nagisa Oshima

O diretor japonês Nagisa Oshima morreu ontem, aos 80 anos, como consequência de uma pneumonia. Ele se tornou mundialmente famoso ao dirigir o polêmico filme “O império dos sentidos”, em 1976. O longa foi premiado no Festival de Cannes, mas chegou a ser censurado no Brasil por suas cenas picantes.

Dokttor Bhu e Shabê comandam Conglomano A cultura hip hop experimenta novos palcos no 7º VAC (Verão Arte Contemporânea). Hoje, às 21h, a dupla Dokttor Bhu e Shabê comanda o Conglomano, no Teatro Marília (av. Alfredo Balena, 586 – Área Hospitalar). Os músicos cantarão ao lado de DJs convidados, como Radical Tee e Roger Deff. Ingressos a preços populares, de R$ 7 (meia) a R$ 14 (inteira). Informações pelo veraoarte.com.br. | HELIO DIAS/DIVULGAÇÃO

No metrô

Encontro de chefs no Restaurante Popular

Música anima fim de tarde na Estação Central

Chefs de restaurantes premiados e renomados vão cozinhar para os usuários do Restaurante Popular I, no Centro. É o Encontro de Chefs, uma das atividades do Verão Arte Contemporânea. A ideia é ampliar as possibilidades do cardápio habitual com novas combinações, ingredientes e sabores. Hoje, participam os chefs Beto Haddad (Bangkok), Bruno Albergaria (Oak) e Juliana Scucato (Easy Ice), que cozinharão junto aos chefs do Restaurante Popular. Hoje, o encontro será das 10h30 às 14h, com entrada a R$ 2. Edições ocorrerão ainda nos dias 30 de janeiro e 2 de fevereiro. METRO BH

A nova temporada do projeto “Quarta Cultural” da CBTU começa hoje com um show da banda Miscelânea Fina na plataforma da Estação Central do metrô, às 18h. O repertório promete uma mistura de soul, samba rock, pop rock e MPB. “Chegamos para agitar o fim de tarde dessa galera”, destaca o músico Edy Bass. O Quarta Cultural leva, todos os meses, novos talentos da música, artes, teatro e da dança para animar o fim de tarde dos passageiros. A entrada é gratuita para todos os usuários. Informações no 3250-3901. METRO BH


12

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

Belo Horizonte recebe a partir de hoje um recorte do que foi apresentado na 30ª Bienal de São Paulo – que terminou em dezembro com mais de 500 mil visitantes. O público poderá ver e interagir com cerca de 270 obras de 36 artistas em três espaços da cidade – mesclando vídeos, fotografias e artes visuais TEXTO: GUSTAVO CUNHA/METRO BH FOTOS: EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

1

Um recorte sem perder o espírito. Planejamento começou em outubro

Não é fácil traçar uma estratégia de rodar oito cidades brasileiras levando uma pequena essência de uma mega exposição composta por cerca de três mil obras de 111 artistas. “Decidimos fazer um recorte pontual que tivesse pertinência, mantendo as articulações conceituais entre os artistas e pensando no deslocamento do espectador no espaço”, avalia um dos curadores, André Severo. O planejamento para trazer obras da 30ª Bienal de São Paulo a Minas começou em outubro. O resultado pode ser visto a partir desta noite no Palácio das Artes e Centro de Arte Contemporânea e Fotografia. A seleção conta com cerca de 270 obras de 36 artistas – um ambiente muito menor que o pavilhão do Ibirapuera, em São Paulo, mas que fará o visitante experimentar momentos de pura contemplação.

1 3 4

3

2

Vídeos. Instigante

Vídeos desconcertantes e misterioros de Rodrigo Braga.

2

Arte para ver, ouvir e sentir

Silêncio ou gritaria. Som e imagem

Para a itinerância, a curadoria da Bienal decidiu eleger autores que conseguissem tratar bem o papel do artista em novos projetos e linguagens, perpetuando o tema “A iminência das poéticas”. Uma dessas propostas é a parede “Silêncio”, do americano David Moreno. São páginas de livros e cones de papel, articulando “a figuralidade do som e a sonoridade da imagem”. O que esses personagens estariam anunciando ao público? Isso, vai da cabeça de cada um.

5

Sem fugir da ação do tempo. Frutas encapadas em argila crua

4

Destaques. Contemporâneos

Artigos de Arthur Bispo do Rosário (1909-1989) estarão em exposição em uma das galerias do Palácio das Artes. O homenageado desta Bienal viveu por meio século recluso em um hospital psiquiátrico, transitando entre momentos de realidade e delírio. Bispo dizia que estava encarregado de uma missão divina e utilizava os materiais disponíveis no hospital para produzir peças que mapeavam sua realidade – como bordados, assemblages, estandartes e objetos que seriam posteriormente consagrados como obras referenciais da arte contemporânea brasileira. Essa é a segunda vez que a itinerância passa pela capital. Em 2011, 60 mil pessoas visitaram a exposição, que chega em parceria com a Fundação Clóvis Salgado. De Belo Horizonte, as 270 obras seguem para Juiz de Fora, e de lá para São José dos Campos, Ribeirão Preto, Bauru, Campinas, Araraquara e São José do Rio Preto.

5

Uma das obras que mais chamaram a atenção em São Paulo é “Posta”, de Nydia Negromonte. Numa mesa em madeira estão dispersas frutas e legumes encapados em argila crua. “A argila seca, racha, e cada alimento reage de maneira diferente. Alguns murcham, outros morrem, há os que apodrecem”, explica a artista peruana que vive em Belo Horizonte. É a terceira vez que Ny-

6

dia monta a obra. É já é a maior do que as anteriores. “É um trabalho que lida com a ação do tempo e os ciclos de cada alimento”, completa a artista.

6

Fotos que não acabam mais. Registros variados

Centenas de fotos podem ser vistas nos três espaços montados pela Bienal – dois no Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537) e no Centro de Arte Contemporânea e Fotografia (Av. Afonso Pena, 737). A Bienal pode ser vista até 17 de março, com entrada franca.


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

13

Cinema nacional encolhe em 2012 Dados da Ancine. Produção nacional teve 16 lançamentos a menos que em 2011 e queda de 1.8 ponto percentual na bilheteria. O que já era esperado por distribuidores e exibidores país afora foi confirmado na noite da última segunda-feira pela Agência Nacional de Cinema (Ancine): a indústria cinematográfica brasileira perdeu mesmo espaço em 2012. Além de uma produção mais tímida, com 83 lançamentos (foram 99 em 2011), a participação do filme nacional na bilheteria total foi de 10,6% contra os 12,4% no ano anterior. Esse dado chama ainda mais a atenção quando comparado com os resultados de 2010, quando o cinema brasileiro respondeu por 19,05% da bilheteria total do país, puxado pelo sucesso de “Tropa de Elite 2”. As comédias continuam sendo o principal gênero da produção nacional. Os únicos três títulos verde-amarelos entre os 20 filmes mais vistos em 2012 exploram justamente o humor. “Até Que a Sorte Nos Separe” lidera a lista dos brasileiros mais vistos, com 3,3 milhões de espectadores, seguido por “E Aí, Comeu?”, com 2,6 milhões, e “Os Penetras”, com 2,2 milhões. Apesar do cenário nacional pouco animador, o mercado de cinema teve crescimento geral no país, com alta de 12,13% em renda em relação a 2011, o que equivale a 146,4 milhões de ingressos vendidos. “Os Vingadores” foi o filme mais visto, com 10,9 milhões de espectadores, seguido por “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2 O final”, com 9,45 milhões.

SOBE E DESCE 10,6% 40% 20 Dados do cinema nacional referentes ao ano passado ENTRE OS

FOI A PARTICIPAÇÃO DO

FILME NACIONAL,

1,8 PONTO PERCENTUAL A MENOS QUE EM 2011

DOS LANÇAMENTOS

FILMES MAIS

NACIONAIS

ASSISTIDOS,

DOCUMENTÁRIOS

BRASILEIROS

(34 FILMES) FORAM

3 FORAM

83 longas nacionais 63 foram lançados, contra 99 em 2011

5

SALAS

FILMES

LANÇARAM FILMES

NACIONAIS TIVERAM MAIS DE

NACIONAIS

(CONTRA 48 EM 2011)

1DEMILHÃO ESPECTADORES

26 FILMES

NACIONAIS

(31%)

FIZERAM

MENOS

LEANDRO HASSUM ESTRELOU “ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE”, FILME NACIONAL MAIS VISTO DE 2012

DE 1 MIL

ESPECTADORES

FONTE: ANCINE

O investimento nesta franquia adolescente e em comédias brasileiras (via parceria com as distribuidoras Downtown e RioFilme) garantiu à distribuidora brasileira Paris Filmes a maior participação no mercado, com 18,7% da bilheteria.

O número de salas de exibição no Brasil cresceu ainda 6,93%, com aumento maior na região Norte. AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAULO

‘Hatfields & McCoys’. Kevin Costner mostra seus dotes musicais em trilha da série A minissérie “Hatfields & McCoys” tem seu episódio final exibido hoje, às 22h, no canal Space. Quem estiver curtindo pode se aproximar ainda mais dela a partir de sua trilha, composta por Kevin Costner – intérprete do coprotagonista Anse Hatfield – com a banda Modern West. “Famous For Killing Each Other” é o nome do quarto disco do braço musical do

Costner na pele de Anse Hatfield | DIVULGAÇÃO

ator. O álbum reúne 19 faixas criadas enquanto ele começava o processo de elaboração do personagem.

Em busca de climas da época e com referências aos primórdios do country, as músicas podem até se encaixar bem na série, mas o disco sozinho não tem um hit marcante. Porém, há pontos positivos, como “Hammer And Guns”, com seu clima denso e triste, e “Oh, Malley-Mae”, que apresenta a agradável participação de Lily Costner, filha de Kevin. METRO


14

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

VARIEDADES

Empresa tem ‘celular para infiéis’

Os invasores

Sugestão para bancos Sugiro que os bancos só coloquem dinheiro nos caixas eletrônicos suficiente para saques até as 20h. É só fazer publicidade informando aos clientes que os caixas ficarão vazios durante a noite que os bandidos cessarão as explosões à noite.

Cruzadas

MÁRCIO TEIXEIRA – BELO HORIZONTE

Arredores do Mineirão Belo Horizonte continua evoluindo em alguns pontos, mas outros...Não consigo entender o que passa na cabeça de alguns políticos, que não entendem de estrutura de cidades, mas insistem em dar pitacos em alguns assuntos. O maior exemplo disso é o Mineirão. Um estádio lindo, de primeiro mundo, mas com sua acessibilidade extremamente prejudicada. As vias nos arredores do estádio não receberam intervenções e, com isso, creio que teremos problemas de mobilidade durante as Copas.

Japão. Telefone da Fujitsu é sucesso entre consumidores que tentam esconder traição Nada de iPhone, Galaxy, Optimus ou qualquer outro smartphone de última geração. O celular preferido dos japoneses que têm como hábito ‘pular a cerca’ é um aparelho da marca Fujitsu, fabricado e vendido exclusivamente no país. O F-Series, um telefone comum, de flip (que atende a chamada quando o usuário abre o aparelho), vem com uma função que esconde avisos de chamadas não atendidas, mensagens de texto e de voz conforme definição do dono do celular. Assim, se determinado número estiver gravado no modo “discreto”, não serão dados alertas relacionados a esse contato. Em vez disso,

Leitor fala

a tela muda de cor, e surge um alerta no ícone da bateria (ou outro sinal tão sutil quanto esse, promete a fabricante). “As mulheres querem bisbilhotar meu telefone procurando por mensagens e telefonemas de outras mulheres. Com o ‘modo privativo’, elas não conseguem ver estas informações”, contou o blogueiro japonês Bakanabe ao “The Wall Street Journal”. Os clientes da Fujitsu reclamaram, porém, que as versões mais recentes do F-Series não são tão eficientes quanto as antigas. “Espero que eles melhorem o sistema de privacidade nos próximos modelos”, disse Bakanabe. METRO

CELSO DE CASTRO – BELO HORIZONTE

Correção

Ao contrário do que foi publicado na edição de ontem (15 de janeiro, pág. 2), a cidade de Governador Valadares fica no Vale do Rio Doce e não no Vale do Aço.

Metro Pergunta

Sudoku

Você acredita que Belo Siga o Metro Horizonte estará pronta no Twitter: para receber turistas @jornal_metroBH durante a Copa do Mundo? @casadedoido

Torço para que esteja. @gmbh06

BH não está preparada para receber nem os moradores da RMBH, imagine os turistas. Imagino um gringo na Upa Primeiro de Maio. @marcosrezende

Eu acho que não.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bh@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

F-Series é aparelho do tipo flip: discrição garantida | FUJITSU/DIVULGAÇÃO

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Não adianta remar contra a maré, pare de querer resolver tudo sozinho e dê mais atenção aos conselhos e sugestões das pessoas. Procure se manter enturmado.

Leão (23/7 a 22/8) Brilho especial voltando a iluminar a sua presença nos lugares onde você estiver. Dia de aparecer e influenciar as pessoas, momento de liderança natural.

Sagitário (22/11 a 21/12) Você está mais radiante e pronto para motivar as pessoas ao seu redor. Dia de elogios e brincadeiras para deixar as pessoas mais descontraídas e felizes.

Touro (21/4 a 20/5) Esteja aberto a mudanças e novidades que poderão trazer mais tranquilidade. Curta os amigos e familiares, valorize a presença e a alegria deles.

Virgem (23/8 a 22/9) Dedique mais tempo aos estudos, amplie os seus conhecimentos para poder aproveitar melhor as novidades que estão chegando. Atividades em grupo favorecidas.

Capricórnio (22/12 a 20/1) Deixe de lado algumas regras e conceitos rígidos que podem estar travando os seus relacionamentos. O dia de hoje é pra relaxar e curtir com os seus amigos.

Gêmeos (21/5 a 20/6) Dia de reunir os amigos e se sen-

Libra (23/9 a 22/10) Alguns acertos ainda podem ser necessá-

tir mais próximo das pessoas, deixe as diferenças de lado e ache pontos em comum. Aproveite para ampliar a sua rede social.

rios para que os seus relacionamentos fiquem totalmente em dia. Mostre para as pessoas que você quer estar com elas.

Aquário (21/1 a 19/2) Os astros continuam favorecendo as suas ideias e iniciativas, espalhe-se, converse com as pessoas, encontre os amigos, utilize os seus talentos e artimanhas.

Câncer (21/6 a 22/7) Boas novidades surgindo, momento de coisas boas chegarem até você sem que precise fazer grandes esforços. Utilize a sua inteligência para se favorecer.

Escorpião (23/10 a 21/11) Procure se entrosar melhor com as pessoas, mesmo que isso signifique deixar de lado alguns dos seus objetivos individuais. Hoje será melhor atuar em equipe.

Peixes (20/2 a 20/3) Mais criatividade e vigor em suas mãos, dia de conquistas inovadoras e de muita garra para tornar os seus sonhos realidade. Mergulhe no emocional coletivo.


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

15

3 ESPORTE

Armstrong quebra o silêncio Armstrong falou sobre o doping

| GEORGE BURNS/HANDOUT/HARPO STUDIOS/REUTERS

Ciclismo. Imprensa americana dá como certa confissão de doping de Lance Armstrong

Pela primeira vez desde as acusações de doping, o ex-ciclista Lance Armstrong, 41 anos, quebrará o silêncio. Ele gravou entrevista no programa de Oprah Winfrey na segunda-feira. A exibição ocorre amanhã, nos EUA. A imprensa americana dá como certa a confissão de uso de substâncias proibidas pelo ciclista, que foi banido do esporte e perdeu todos os títulos da carreira, inclusive as sete Voltas da França – conquistadas entre 1999 e 2005, após se curar de câncer nos testículos e o bronze olímpico em Sidney-2000. “O público vai ouvir o que espera”, disse Oprah.

Ontem, o jornal “The New York Times” publicou que o ex-atleta acusou donos de equipes de terem acobertado o esquema. Ele espera reduzir o banimento imposto pela UCI (União Ciclística Internacional). Ontem, a Wada (Agência Mundial Antidoping) informou que, para ter a pena reduzida, Armstrong tem de admitir o doping. A primeira acusação foi em 2004, num livro dos jornalistas David Walsh e Pierre Ballester. Em agosto de 2012, a Agência Antidoping dos EUA confirmou o doping após Armstrong desistir de se defender das acusações. METRO

Argentino. Montillo faz sua estreia no Santos O amistoso contra o Barueri, hoje, às 20h30, no Pacaembu, marca a estreia do meia Montillo com a camisa do Santos. O camisa 10 foi confirmado ontem no time titular pelo técnico Muricy Ramalho. Completam a equipe o goleiro Rafael, os

laterais Galhardo e Guilherme Santos, os zagueiros Neto e Durval, os volantes Renê Júnior e Arouca, o meia Cícero e os atacantes Neymar e André. “Não dá para garantir quanto tempo o time jogará”, disse o técnico. METRO

Tênis

Nadal

O tenista espanhol Rafael Nadal, número 4 do mundo, voltará às quadras no Aberto do Brasil, disputado em São Paulo em fevereiro. A informação foi divulgada pela organização do torneio. Nadal não joga há seis meses por conta de lesões nos joelhos.


16

América. Time segue os europeus O experiente atacante Geovanni acredita que o América colherá bons frutos nesta temporada. Na opinião do jogador, que já vestiu a camisa do Barcelona, a metodologia de trabalho que está sendo adotada na pré-temporada é o segredo do sucesso. “Esse trabalho que vem sendo desenvolvido eu já tive a oportunidade de fazer na Europa. Quem tem a ganhar com isso é o grupo. Sinto os jogadores felizes, um grupo muito bom, um ambiente tranquilo. O América tem tudo para chegar ao seu sonho, que é a conquista do Campeonato Mineiro e o acesso à Série A”, afirma. METRO BH

Atacante se movimentou bem no jogo-treino | AMÉRICA/DIVULGAÇÃO

Confederações

BH é cidade com menor procura por ingressos BH parece não atrair muito a atenção de turistas. Prova disso é o balanço divulgado ontem pela Fifa em relação à procura por ingressos para os jogos da Copa das Confederações. Das 399. 525 solicitações de entradas, só 28.756 são para a capital mineira. Salvador foi a cidade que teve mais pedidos de ingressos, com 93.567, seguida por Rio de Janeiro (88.420), Brasília (68.912), Fortaleza (68.352), e Recife (51.518). METRO BH

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

A festa da torcida está de volta a BH Boa notícia. Clássico entre Cruzeiro e Galo terá a presença das duas torcidas. Acordo foi selado com intermédio do governador Assim como o Metro BH já havia antecipado na edição do dia 20 de dezembro, o clássico de inauguração do novo Mineirão terá a presença de duas torcidas. A informação foi confirmada ontem após reunião entre o governador Antonio Anastasia e os presidentes de Cruzeiro e Atlético. De acordo com o governo estadual, a carga de ingressos, cerca de 63 mil, será dividida ao meio. Toda a renda do confronto, que entrará para a história, será da Raposa, clube mandante do duelo. A outra boa notícia é que, com o acordo, que também teve a participação da Polícia Militar, todos

os clássicos disputados entre os três times da capital serão realizados com duas torcidas, seja no Independência ou no Mineirão. O acordo só foi selado após a Polícia Militar, representada pelo Coronel Divino Pereira, chefe do Estado Maior, apresentar propostas e garantir que a circulação das torcidas será segura nos arredores dos estádios da capital mineira. O último clássico com cruzeirenses e atleticanos presentes em campo foi no Campeonato Mineiro de 2010, dia 20 de fevereiro. JUVERCY JUNIOR METRO BELO HORIZONTE

Será? Novela Tardelli deve ter seu capítulo final nesta semana A novela sobre a vinda ou não do atacante Diego Tardelli para o Atlético deve ter o capítulo final no fim desta semana. A informação foi veiculada pelo próprio jogador, que mostrou cansaço com o impasse que se arrasta há mais de dois meses. “Estou em pré-temporada em Dubai e voltando hoje (ontem) para Doha. Esta semana vai ser muito importante, vai definir meu futuro. Estou muito confiante”, disse o atleta.

Tardelli está na pauta de negociações do Galo desde o início do mês de dezembro. O próprio jogador já mostrou que está interessado em voltar a defender as cores do time alvinegro, mas a diretoria do Al-Gharafa não tem facilitado a vida do presidente Kalil, que já fez pelo menos três propostas pelo atleta. Com a chegada de Nenê ao clube do Catar, um atacante deixará o time. E pode ser Tardelli. METRO BH

Em casa?

Boa faz atividades em Ituiutaba O Boa, que era de Ituiutaba antes de se mudar para Varginha, voltou para as suas origens e faz sua pré-temporada na cidade do Triângulo. Entretanto, assim que o Mineiro se iniciar, o time voltará para o Sul de MG. METRO BH

Estádio foi entregue no dia 21 de dezembro, mas ainda não recebeu jogos | ANDRÉ BRANT/HOJE EM DIA/FOLHAPRESS

Dagoberto: Recepção de gala e promessa de luta Ao lado de Diego Souza, o atacante Dagoberto chega ao Cruzeiro com a missão de fazer com que a torcida celeste se esqueça do craque Montillo. Ele sabe disso e já deixou claro que irá se empenhar nessa nova etapa de sua carreira. “A vida é feita de desafios, sei que posso dar alegrias a todos estes torcedores”, disse. A declaração foi feita em meio à multidão que recebeu o atacante, ontem pela manhã, no aeroporto de Confins. Mais de 200 torcedores celestes foram ao local para dar boas vindas ao atleta, que chega como promessa de gols e de sucesso – ele voltará a formar dupla de ataque com Borges. “Já conversei com o Borjão (Borges). Ele é um amigo

“O Cruzeiro contratou grandes jogadores para montar uma base competitiva. Estou muito feliz em estar aqui.” Atacante se destacou em sua passagem pelo Galo | BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

DAGOBERTO, ATACANTE

Torcida organizada lotou aeroporto de Confins | ALEX DE JESUS/O TEMPO/FOLHAPRESS

que fiz, um grande profissional. É uma alegria muito grande voltar a jogar com ele. Também tem o Tinga, que é um amigo”, disse. Toque de bola de volta O técnico Marcelo Oliveira afirmou que a Raposa terá de volta sua principal característica histórica: o toque de bola. Para o treinador, a

equipe é qualificada e será preparada para ter tranquilidade em campo e domínio de jogo. “O Cruzeiro sempre teve característica de toque de bola, vamos passar isso ao longo da temporada para os jogadores. Esse elenco nos dá uma opção boa de variantes no sistema de jogo”, disse o treinador azul. METRO BH


20130116_br_metrobh