Issuu on Google+

É O AMOOORRR... Angelina Jolie estreia na direção com o filme ‘Na Terra de Amor e Ódio’ PÁG. 14

ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO CELEBRAM O ROMANTISMO EM SHOW INÉDITO, AMANHÃ PAG. 12

BELO HORIZONTE Sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 Edição nº 296, ano 2 MÁX: 32°C MÍN: 21°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

www.readmetro.com | leitor.bh@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobh sunny

hazy

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

Estacionar está pesando no bolso | PAULO ASSIS/FUTURA PRESS

Manutenção de carro sobe mais que a inflação Pesquisa mostra que serviços de lavagem e estacionamento foram os grandes vilões, com alta de 10% PÁG. 09

Ministros não entram em acordo sobre perda de mandatos Juízes do Supremo divergem sobre cassação imediata de três deputados envolvidos no mensalão PÁG. 08

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Criminosos fazem 20 reféns na Savassi

HISTÓRIA E DESCASO

Obras de Niemeyer em BH sofrem com ação do tempo Edifício Niemeyer, inaugurado em 1954, apresenta rachaduras, infiltração e pintura desgastada | GUSTAVO ANDRADE/METRO BH

PÁGS 02, 03 E 04

Ação de bandidos mobiliza dezenas de policiais e trava trânsito na região PÁG. 06

Menos um na briga por meia Montillo Presidente do São Paulo afirma que valor pedido está muito alto PÁG. 20


1

02 Detalhes

FOCO

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 07 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

FOCO

1 Horizonte 2

menos belo

3 Igrejinha da Pampulha, um dos principais pontos turísticos da capital, tem parte da fachada danificada

1

Deterioração. Casa do Baile perde parte do antigo glamour

As áreas externas do prédio têm infiltrações visíveis e pintura desgastada. METRO BH

Ciclo

Futuro

Berço dos primeiros grandes projetos de Niemeyer, BH será também palco da maior obra póstuma do arquiteto: a Catedral Cristo Rei, na região norte da capital. A Arquidiocese informou que aguarda o licenciamento para o início dos trabalhos e, até agora, foram arrecadados 17% do valor orçado (R$ 100 milhões). As intervenções devem começar em março e as celebrações, iniciadas em 2014.

2

Risco. Base de cruz tem madeira podre A cruz que adorna a Igrejinha da Pampulha tem partes podres e que podem representar riscos futuros. METRO BH

3

Mofo. CartãoPostal sofre com infiltração

Marquises e paredes do Edifício Niemeyer estão danificadas, com lodo e vegetais em meio às infiltrações. METRO BH

Com traços leves e ousados, Oscar Niemeyer buscou inspiração nas montanhas da Serra do Curral para tornar o horizonte da capital mineira ainda mais belo. Mas a ação do tempo, que foi tão generoso com o arquiteto, morto anteontem às vésperas de completar 105 anos, já castiga algumas das mais importantes obras desse gênio que ajudou a construir a identidade da cidade. O Metro visitou quatro das principais edificações assinadas pelo arquiteto em BH e constatou que mofo, sujeira, vegetais e desgastes diversos têm prejudicado o arrojado e surpreendente visual dos locais, alguns dos mais tradicionais pontos turísticos da capital. Um deles é a Casa do Baile, erguida às margens da Lagoa da Pampulha nos anos 40. A construção foi restaurada em 2002, mas a fachada apresenta pintura desgastada e marcas de infiltração. Outros ícones do Conjunto Arquitetônico e PaisaFALE COM A REDAÇÃO leitor.bh@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

| FOTOS GUSTAVO ANDRADE/METRO BH

Desgaste. Já há projetos para reformas no Edifício Niemeyer, no MAP e na Casa do Baile gístico, o Museu de Arte e a Igreja São Francisco de Assis sofrem dos mesmos males. “De cara, vi infiltrações no espaço interno da igreja. As partes de madeira também estão danificadas”, contou o advogado Rodolfo Barbosa, 29, que veio de Santa Catarina para fazer turismo. O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) informou que a Prefeitura de BH já contratou obras de recuperação da Casa do Baile e do museu, além da revitalização da lagoa. Porém, como as construções são tombadas, ainda são necessárias a análise e a aprovação dos projetos pelo órgão. Não há previsão para o início das intervenções. Burocracia Uma samambaia criou raiz nas marquises onduladas do Edifício Niemeyer, na Praça da Liberdade, que têm tam-

bém pintura gasta e teias de aranha. A reforma já mobilizou os proprietários dos 22 apartamentos, mas ainda esbarra na autorização do Ministério da Cultura para que seja iniciada a captação de patrocínios – a restauração foi orçada em R$ 1 milhão. Segundo o arquiteto Flávio Grillo, o prazo para a análise é de 30 dias, mas o processo já dura quase três meses. O Iphan confirmou que os técnicos da superintendência regional do órgão ainda analisam o pedido. “São obras com significado especial, que geram valor e memória, atraem turistas e remetem a uma criação única do gênio Niemeyer”, avalia o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo, Joel Campolina. CRISTIANO MARTINS METRO BELO HORIZONTE

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo.

JOEL CAMPOLINA Ex-estagiário de Niemeyer e pres. do Conselho de Arquitetura e Urbanismo/MG Como você avalia o estado atual das obras? Não temos notícia de danos estruturais, mas há, sim, casos de grave deterioração dos acabamentos e revestimentos. Como prevenir essa depreciação? Já existe uma série de iniciativas da nossa categoria no sentido de regulamentar algum tipo de incentivo para governo e proprietários tomarem essas providências. Essa era uma preocupação de Niemeyer? Ele era muito modesto em relação a seus projetos, mas lamentava ver algumas das obras que considerava importantes estarem se deteriorando. CM

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação Metro Belo Horizonte. Gerente Executivo: Pedro Lara Resende. e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Editor-Executivo: Juvercy Júnior (MTB 12.331/MG). Editor de Arte: Cláudio Machado. Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas. Diretor de Jornalismo: Teodomiro Braga. Diretor Geral: José Saad Duailibi. ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, , São Bento, CEP: -, Belo Horizonte, MG. Tel.: /-. O jornal Metro é impresso na CGB Artes Gráficas. A tiragem e distribuição desta edição de . exemplares são auditadas pela BDO.


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 07 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

FOCO

03

Niemeyer & eu

As criações de Oscar Niemeyer estão mais presentes no cotidiano do brasileiro do que muitos imaginam. Diversão, trabalho, moradia, aprendizado, cultura, religiosidade, política são apenas algumas das muitas vocações de suas obras. E que todos acolhem com indisfarçável orgulho BRUNA PRADO/METRO

Eu SAMBO em uma obra de Niemeyer “Eu não seria quem eu sou sem o Sambódromo. A morte de Niemeyer é para o Brasil como se o Rio perdesse suas belezas, como se a Amazônia perdesse sua floresta. Passar pela obra dele na praça da Apoteose é o meu objetivo durante o ano inteiro. Devido ao projeto dele, o samba teve seu lugar, sua casa.”

Eu TRABALHO em uma obra do Niemeyer “Trabalho há 20 anos na Biblioteca Estadual Luiz de Bessa. É um espaço perfeito porque é muito iluminado e arejado, característica essencial para não acumular mofo nos livros. Todos os funcionários acabam tendo cuidado para preservar o prédio.” ALCIDES FRAGA, 77, GESTOR DE CULTURA, BELO HORIZONTE

NEGUINHO DA BEIJA-FLOR, 63, SAMBISTA, RIO DE JANEIRO

GUSTAVO ANDRADE/METRO

ANDRÉ PORTO/METRO

ARQUIVO PESSOAL

Niemeyer em BH

“A experiência foi indescritível. A ‘Igrejinha’ (Igreja Nossa Senhora de Fátima) é um lugar muito intimista, e foi um prazer enorme poder usufruir da obra desse grande arquiteto.”

Projetos do arquiteto • Obras tombadas: - Colégio Estadual Central - Edifício Niemeyer - Biblioteca Pública Professor Luiz de Bessa - Residência de João Lima Pádua - Igrejinha da Pampulha - MAP (Museu de Arte da Pampulha) - Casa do Baile - Residência de Juscelino Kubitscheck - Iate Tênis Clube - Fundação Zoobotânica - Pampulha Iate Clube • Indicadas para proteção (pedidos sob análise): - Edifício JK - Residência Rua das Palmeiras nº 444 - Prédio do antigo Bemge (Rua Rio de Janeiro, 471) • Imóveis não tombados: - Edifício Niemeyer - Cidade Administrativa - Palácio das Artes

Eu MORO em uma obra do Niemeyer “É um grande prazer morar em um feito dele. Moro no Copan há 10 anos e antes trabalhei aqui como porteiro. É deslumbrante morar aqui. Quem não gostaria de morar em algo assinado por Niemeyer?” FERNANDO DOMINGOS DA SILVA, 52 ANOS, ENFERMEIRO, SÃO PAULO

Eu ACABEI DE CONHECER uma obra do Niemeyer “Sou capixaba e fiz questão de visitar a Igreja da Pampulha (Igreja São Francisco de Assis), um cartão-postal. Não conhecia as obras do Niemeyer e estou levando as fotos para mostrar para os familiares.” CLÁUDIA HENRIQUES, 25, ASSISTENTE ADMINISTRATIVA, BELO HORIZONTE

GUSTAVO ANDRADE/METRO

• Imóveis tombados sem autoria confirmada: - Sede do Centro Nacional de Africanidade (Rua Desembargador Barcelos - Calafate) - Imóvel da rede Sarah de Hospitais (Rua Veríssimo - Salgado Filho)

Eu me CASEI em uma igreja de Niemeyer

GABRIELA DIBELLA/METRO

PRISCILA BOTELHO, 27, ARQUITETA, BRASÍLIA

Eu APRENDO com as obras de Niemeyer “O complexo do Ibirapuera é a marca registrada do Brasil. É um conjunto cultural que combina perfeitamente com o que Niemeyer representa. A morte dele é uma perda grande, mas ele deixou um legado que nunca será esquecido.” BERTA SICHEL, 61 ANOS, CURADORA DE EXPOSIÇÕES, SÃO PAULO

ANDRÉ PORTO/METRO

Eu CONSTRUO uma obra do Niemeyer “Eu, que só tenho cinco anos de formado, me sinto lisonjeado por estar trabalhando na construção do Memorial Luis Carlos Prestes, obra de um arquiteto tão famoso e criativo. São projetos bem complexos de executar.” MÁRIO EDUARDO SILVEIRA RODRIGUES JR., 29, ENGENHEIRO CIVIL, PORTO ALEGRE RODRIGO FELIX LEAL/METRO

Eu MUDEI MINHA CASA graças a uma obra do Niemeyer “Eu vi o mundo por meio do ‘olho’ do Museu Oscar Niemeyer. Por sua causa, construí uma sacada em casa bem em frente ao museu e abri as portas para que os turistas pudessem fotografar melhor. É uma maravilha.” SHIRLEY DOTTI BRUZAMOLIN, 75, DONA DE CASA, CURITIBA


04

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

FOCO

Homenagens

“Não podíamos deixá-lo ir sem se despedir de Brasília e dos brasileiros. Ele foi agora para um projeto só dele. Não vamos mais vê-lo, mas ele vai estar sempre vivo neste legado, nas obras que ele deixou para nós.”

“Oscar foi o maior artista brasileiro, um personagem extraordinário, uma pessoa excepcional.”

“O Oscar estava sempre em busca da obra-prima, da perfeição do projeto. Estava sempre revisando as maquetes.”

“Suas criações originais, unindo arquitetura e poesia, expressaram os limites elevados da genialidade brasileira.”

PAULO NIEMEYER, SOBRINHO DO ARQUITETO

JOSÉ SARNEY, PRESIDENTE DO CONGRESSO

CARLOS MAGALHÃES, ARQUITETO AMIGO

JOAQUIM BARBOSA, PRESIDENTE DO STF

Presidente Dilma Rousseff ao lado da viúva, Vera Lúcia | FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/ABR

O adeus na cidade-filha Despedida. Multidão tomou conta do Palácio do Planalto para prestar as últimas homenagens ao criador da capital brasileira Oscar Niemeyer retornou ontem pela última vez a Brasília. E na cidade que ajudou a criar, o arquiteto foi homenageado por políticos, parentes, amigos e desconhecidos, admiradores de sua arte. O caixão com o corpo do ‘gênio das curvas’ chegou à capital federal às 14h22. Depois, seguiu em cortejo a bordo de um caminhão do Corpo de Bombeiros, que percorreu o Eixo Monumental e a Esplanada dos Ministérios, onde suas obras compõem uma espécie de museu a céu aberto. Era a despedida do criador da Catedral, dos prédios dos ministérios e do Congresso Nacional. “Quem for a Brasília, pode gostar ou não dos palácios, mas não pode dizer que viu antes coisa parecida”, costumava dizer ao críticos. A parada final foi no Palácio do Planalto, uma das obras preferidas de Niemeyer. Ele gostava de definir as colunas suspensas do prédio como “leves como penas pousando no chão”. Às 15h48, o caixão com o corpo de Niemeyer subiu a rampa do palácio levado por cadetes, sob o aplausos de um multidão que fez

fila para dar o último adeus ao arquiteto. Ao lado da viúva de Niemeyer, Vera Lúcia Cabreira, a presidente Dilma Rousseff manifestou as condolências. Em todos os prédios públicos, as bandeiras foram colocadas a meio mastro. O Brasil está de luto oficial pelos próximos sete dias. Eram 21h55 de quarta-feira quando complicações respiratórias puseram fim à vida, aos 104 anos, de um dos maiores gênios do mundo e uma referência da arquitetura moderna, batizando mais de 600 monumentos em 27 países. A despedida começou logo cedo, ainda no hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, onde o comunista que dizia não acreditar em Deus foi homenageado com uma missa. Forasteiro A participação na criação de Brasília, patrimônio histórico da humanidade, era um orgulho, já que a cidade expõe a céu aberto suas obras. A dúvida comum era: por que Niemeyer não escolheu a cidade para viver? O chefe do escritório do

arquiteto no Rio de Janeiro, Carlos Magalhães, confidenciou que a busca de um novo refúgio foi causada por uma frustração. Niemeyer deu de presente a Brasília dois projetos: a criação de um estádio de futebol e do centro de exposições da Granja do Torto. Era o fim da década de 1960. O governador do Distrito Federal na época, Hélio Prates, deixou o projeto na gaveta. “Oscar enviou um carta aborrecida, dizendo que ia embora daqui e cumpriu”, conta Carlos Magalhães.

Homenagens pelo mundo

Niemeyer, autor de dezenas de obras fora do Brasil, foi lembrado pelos principais jornais do mundo. Veja:

O jornal espanhol prestou homenagem ao “maestro das linhas curvas” em sua primeira página: “A arquitetura mundial perde seu patriarca, Oscar Niemeyer”, dizia a chamada. Cortejo foi acompanhado por uma multidão | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Lembrando de Niemeyer como o homem que deu “à Brasília o seu talento”, o jornal nova-iorquino conta porque o brasileiro “capturou a imaginação de gerações de arquitetos”.

A publicação britânica trouxe um longo obituário de Niemeyer, a quem descreve como o arquiteto que “ajudou a moldar o século 20 e a visão de futuro da humanidade”.

Corpo de Niemeyer chega ao Planalto para ser velado | LULA MARQUES/FOLHAPRESS

Funeral O corpo de Oscar Niemeyer voltou para o Rio de Janeiro às 20h, para velório aberto ao público no Palácio da Cidade, em Botafogo, que começa às 8h e irá até as 15h de hoje. A Santa Casa da Misericórdia informou que o sepultamento está previsto para às 17h30, no cemitério São João Batista, em Botafogo, reservado à família. Segundo a neta do arquiteto, haverá um ato ecumênico no local. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Em seu site, o jornal francês chamou o brasileiro de “arquiteto da sensualidade”. Na versão impressa, lembrou o projeto da sede do Partido Comunista francês, em Paris.

O jornal italiano lembrou de Niemeyer como o “mestre do século XX”, o “grande arquiteto brasileiro” e o “pai de Brasília”.

População foi prestar homenagens ao arquiteto | LULA MARQUES/FOLHAPRESS

Em um dos maiores periódicos argentinos, o brasileiro foi descrito como “um homem que sempre se deixou levar por suas ideias e suas convicções”.


06

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

FOCO

Assalto trava a Savassi

Transtorno. Criminosos fazem mais de 20 pessoas reféns e conseguem fugir mesmo com mobilização da PM, que gerou congestionamento Uma ação criminosa que durou cerca de 15 minutos mobilizou dezenas de militares e travou o trânsito na região da Savassi durante o fim da manhã de ontem. Mesmo com todo o aparato policial, o grupo de assaltantes conseguiu fugir. O roubo começou por volta das 9h30, quando quatro homens armados invadiram uma loja de motocicletas na rua Rio Grande do Norte, próximo ao túnel que leva à avenida Nossa Senhora do Carmo. Eles renderam 17 funcionários e quatro clientes

6,5 mil

reais foram roubados do cofre do estabelecimento assaltado. Mesmo com toda a mobilização militar, ninguém foi preso. e, em aproximadamente 15 minutos, roubaram o cofre do estabelecimento, que tinha R$ 6,5 mil, e pertences pessoais das vítimas. Um cliente chegou a ser atingido com uma coronhada na cabeça, mas dispensou atendimento médico.

Logo após os ladrões fugirem, um dos funcionários chamou a polícia. Em instantes, a rua foi interditada e cerca de 40 militares foram mobilizados. Mesmo com buscas sobre telhados de residências vizinhas, os policiais não encontraram nenhum suspeito. “As imagens de circuito interno já estão sendo analisadas e esperamos prender o grupo em breve”, afirmou o subtenente Robson Geraldo. A rua só foi liberada após aproximadamente uma hora e causou congestionamento na região. METRO BH

Rua foi interditada pela Polícia Militar após assalto | FLAVIO TAVARES/HOJE EM DIA/FOLHAPRESS

Ativistas temem consequências após entidade maltratar animais As cenas de maus-tratos contra cães e gatos filmadas dentro da Sociedade Mineira Protetora dos Animais, e que ganharam repercussão na imprensa nesta semana, preocupam defensores da causa. A apreensão é que o episódio acabe afugentando doadores e voluntários que ajudam a manter os diversos abrigos espalhados por BH. O golpe na imagem de uma das entidades mais emblemáticas entre o movimento pode levantar suspeitas quanto à idoneidade de outras ONGs ligadas aos direitos dos animais, na opinião da ativista e coordenadora da comissão que trata da saúde animal da Prefeitura, Marimar Poblet. “Tenho

“O trabalho dos ativistas não pode ser prejudicado por uma gestão equivocada.” MARIMAR POBLET, DA ONG CÃO PAIXÃO

a diretora da ONG Cão Viver, Denise Menin, que abriga cerca de 100 animais.

Bichinhos abandonados são resgatados por defensores | GUSTAVO ANDRADE/METRO BH

esse medo, mas as coisas devem ser esclarecidas”, acrescenta. O MP já encaminhou à Justiça uma ação que pede, entre outras coisas, o afastamento da atual diretoria da

Sociedade por irregularidades na prestação de contas. “A transparência é fundamental. O problema da Sociedade é que eles se tornaram muito fechados”, avalia

Denúncia Cães mortos, fezes espalhadas e baratas na ração são algumas das irregularidades encontradas em inspeção realizada pelo Ministério Público. A reportagem tentou entrar em contato com a Sociedade, mas não obteve sucesso. METRO BH

Câmara. Reajuste salarial contraria cartilha do TCE O projeto que trata do aumento salarial para prefeito, vice, secretários municipais e vereadores de Belo Horizonte, colocado anteontem na pauta da Câmara Municipal, contraria uma cartilha enviada em setembro pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) às prefeituras mineiras com 14 regras referentes à fixação dos reajustes. No comunicado, o órgão estabelecia como prazo para a aprovação desses projetos o dia 7 de outubro, data da eleição. O objetivo era justamente evitar que os parlamentares adiassem o tema para não se desgastarem com os eleitores e, depois de reeleitos, pudessem ser beneficiados. Questionado, o TCE alegou que a cartilha trazia re-

comendações e, não, uma regulamentação. A proposta entra em vigor se for aprovada até o fim do ano. METRO BH Reajuste Novos salários previstos: • Prefeito Valor atual. R$ 19 mil Em 2013. R$ 23,4 mil • Vice e secretários Valor atual. R$ 13 mil Em 2013. R$ 15,6 mil • Secretários adjuntos Valor atual. R$ 9,6 mil Em 2013. R$ 12,8 mil • Vereadores Valor atual. R$ 9,2 mil Em 2013. R$ 12,4 mil


08

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

BRASIL

STF se divide sobre perda de mandatos Mensalão. Ministros divergem sobre se a cassação dos três deputados condenados deve ser imediata. A decisão sobre o futuro dos parlamentares sairá na próxima semana Dividido sobre a perda imediata de mandato dos três deputados condenados no julgamento do mensalão, o STF (Supremo Tribunal Federal) adiou para a próxima semana a definição do caso. Aguardam uma decisão os deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT). Revisor da ação penal, o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, defendeu que a sentença preveja a saída do mandato após todos os recursos serem concluídos. “A Constituição fixou o Judiciário como instância de juízo de cer-

teza de condenação criminal. Revê-lo é pôr em jogo a autoridade do Supremo, desacreditaria a República”, avaliou. O ministro Ricardo Lewandowski, revisor do processo, afirmou que cabe à Câmara a última palavra. “Não há qualquer intrusão de um poder sobre outro”, disse. O entendimento sequer foi à votação. Por sugestão do ministro Celso de Mello, a análise foi adiada para a próxima semana para que os ministros possam estudar uma solução. Multas Os ministros divergiram também

Joaquim Barbosa busca acordo para concluir julgamento | GERVÁSIO BAPTISTA/STF

sobre a revisão do valor das multas aplicadas aos 25 condenados. Lewandowski recomendou a ‘calibragem’ dos valores. Joaquim Barbosa sustentou que o cálculo é feito a partir da condição econômica do condenado. Afirmou, ain-

da, que a revisão de pontos já julgados irá atrasar a conclusão do julgamento. O STF precisará colocar em votação ainda o pedido feito pelo Ministério Público de prisão imediata dos condenados. METRO BRASÍLIA

Despedida. Missa de 7o dia de Joelmir é realizada Foi realizada ontem, às 12h, a missa de sétimo dia da morte do jornalista do Grupo Bandeirantes Joelmir Beting. O último adeus ocorreu na igreja da Paróquia de São Pedro e São Paulo, na Cidade Jardim, zona sul da capital paulista. Beting, morreu em 29 de novembro, aos 75 anos. Ele estava internado desde o dia 22 de outubro no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento de uma doença autoimune. Dias antes da sua morte ele havia sofrido um acidente vascular encefálico hemorrágico. Um dos grandes méritos do jornalista, que atuou na área por 55 anos, foi traduzir para a linguag e m

Joelmir Beting morreu aos 75 anos | DIVULGAÇÃO

das donas de casa e dos trabalhadores o economês carregado de cifras, índices e cifrões. Palmeirense de coração, Joelmir atuava como comentarista de economia no Jornal da Band e na Rádio Bandeirantes. Também era um dos apresentadores do Canal Livre. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

Manter o carro fica mais caro Inflação. Serviço de lavagem e estacionamento sobem mais de 10% neste ano e puxam gastos com manutenção de veículos O custo para o motorista manter um veículo registrou alta pelo quinto mês seguido. Com uma variação positiva de 0,28% em novembro, a “inflação do carro”, medida pela agência AutoInforme, acumula um aumento de 2,34% neste ano. Lavagem do carro e o estacionamento são os vilões da inflação neste ano. Somente em novembro a lavagem simples ficou 2,45% mais cara, enquanto os gastos para estacionar o carro por duas horas subiram 2%. Com a alta no mês passado, os dois serviços já registram aumentos de 12,29% e 12,84%, respectivamente. Além disso, outro item que pode ser destacado entre as maiores altas do ano foi o balanceamento, que acumula, neste ano, alta de 12,57%. A franquia de seguro também acumulou acréscimo significativo no perío-

12,29%

é o aumento no preço da lavagem simples entre janeiro e novembro deste ano, segundo a agência AutoInforme. do. De acordo com o levantamento, o item ficou 5,76% mais caro entre janeiro e novembro deste ano. O levantamento considera cinco grupos de itens: peças, serviços, seguros, impostos de circulação e combustíveis. Os combustíveis, que têm o maior peso no cálculo da inflação - 30% dos gastos totais do motorista - ficaram com os preços praticamente estáveis em novembro: a gasolina subiu 0,27% e o etanol 0,19%. Já os itens bateria (-0,33%) e lona de freio (-0,25%)foram os que apresentaram as maiores quedas. METRO

Energia. Redução da conta será bancada pelo Tesouro A presidente Dilma Rousseff disse que o Tesouro Nacional vai “bancar” a redução da conta de luz em 20% no próximo ano. A declaração foi feita ontem durante lançamento de um pacote de mais de R$ 54 bilhões para o setor portuário, em recursos do governo e também da iniciativa privada. O principal obstáculo ao plano do governo federal veio das estatais Cesp (São Paulo), Cemig (Minas Gerais) e Copel (Paraná), que não aceitaram a mudança na renovação de concessões proposta pelo governo para reduzir a conta de luz. O três Estados são administrados pelo PSDB. “Não colaboração deixa no seu rastro uma falta de recursos. Essa falta de recursos vai ser bancada pelo Tesouro do

“Fizemos a proposta de reduzir custo da energia e que não foi feita com chapéu alheio. Não estamos tirando de ninguém.” DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DA REPÚBLICA

governo nacional. Agora, a responsabilidade é de quem não colaborou”, disse Dilma. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que “ainda não está definido” como o governo usará recursos do Tesouro Nacional para garantir a queda de 20% em média do preço da energia no próximo ano. METRO

ECONOMIA

Motorista está gastando 12,84% a mais para estacionar | DANILO VERPA/FOLHAPRESS

09


10

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE SETEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

MUNDO

Oposição egípcia desafia o Exército Crise. Presidente enfrenta a fúria dos partidos liberais, que ameaçam novos protestos. Mohamed Mursi também perdeu membros de seu gabinete, que pediram demissão

Tanques foram colocados ao lado do palácio presidencial, cercado por manifestantes | ASMAA WAGUIH/REUTERS

Nem os apelos do governo, nem a imponência de tanques e blindados militares foram capazes de acalmar a oposição egípcia, que seguiu com os protestos em frente ao palácio presidencial, no Cairo. Há cinco dias, simpatizantes e opositores do governo do presidente Mohamed Mursi se enfrentam. Os conflitos já deixaram sete mortos e 700 feridos. Na tarde de ontem, o Exército deu um ultimato para que os manifestantes deixassem o local. Houve algumas horas de calma, mas, à noite, os protestos recomeçaram. A oposição reclama do decreto que deu superpoderes a Mursi, membro da Irmandade Muçulmana. Para tentar por fim à violência, o presidente fez um discurso conciliador. “Tais eventos dolorosos aconteceram por causa de diferenças políticas que devem ser resolvidas por meio do diálogo”, disse ele. Mursi, no entanto, não cogitou a possibilidade de rever o decreto que lhe deu os superpoderes. Segundo o site egípcio Ahram, os opositores que cercam o palácio carregam um ar de “triste-

“A Irmandade Muçulmana é um grupo mumificado, de mente fechada e não é digno do Egito. Eu não consigo suportar ver jovens morrendo.” SAIF ABDEL FATTAH, EX-CONSELHEIRO

za e raiva”, pedindo a saída de Mursi. Além da indignação dos opositores, o presidente também enfrenta a decepção de membros de seu governo. Desde o início da crise, nove funcionários da presidência já pediram demissão. “Eu não vou tomar parte de um referendo

que derramou sangue egípcio”, disse um deles, em referência à proposta de Mursi de referendar a Constituição aprovada por seus aliados. METRO COM AGÊNCIAS


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

MUNDO

Kate Middleton deixa o hospital

A duquesa disse estar “muito melhor” |

Depois de quatro dias de internação, Kate Middleton, mulher do príncipe William da Inglaterra, deixou o hospital. A duquesa de Cambridge, grávida do primeiro filho,

ANDREW WINNING/REUTERS

sofre de enjoos severos e chegou ao centro médico desidratada. Kate deixou o local acompanhada do príncipe William. Sorridente e carregando um buquê de flores, ela disse estar se sentindo “muito melhor”. A duquesa e o marido devem passar o fim de semana descansando, em uma residência no interior do país. O Palácio de St. James divulgou uma nota de agradecimento à equipe do hospital. Na quarta-feira, a locutora de uma rádio australiana passou um trote em uma enfermeira, que acabou dando detalhes sobre a saúde de Kate. METRO

11

Imprensa. Argentina vive o dia ‘7D’ da Lei de Meios Entra em vigor hoje uma lei que permitirá ao governo de Cristina Kirchner tomar concessões pertencentes a grandes meios de comunicação para redistribuí-las a outros veículos (públicos e de organizações da sociedade civil). A polêmica Lei de Meios, como foi batizada, ainda pode ser barrada pela Justiça argentina -- e é por isso que ninguém sabe exatamente como será o dia de hoje. Nos últimos três anos, o Grupo Clarín (que

seria o principal afetado pela lei) conseguiu barrá-la com liminares, mas os magistrados precisam agora determinar se a regra é constitucional ou não. Fumaça No meio da briga, Buenos Aires levou um susto. Na manhã de ontem, uma fumaça amarela e de cheiro ruim cobriu o céu da cidade. O fenômeno veio de um incêndio no porto. METRO

Descriminalização

Venezuelano está tratando um câncer | DIVULGAÇÃO/MIRAFLORES

Mercosul. Chávez não virá ao Brasil para cúpula Um debute sem a presença da estrela da festa. Assim será a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, hoje, em Brasília. O encontro, o primeiro no qual a Venezuela se apresentaria como membro pleno do bloco, não terá a participação do presidente Hugo Chávez. O líder do país vizinho viajou para Cuba no dia 27 de novembro, para seguir com o tratamento de um câncer. Chávez, que chegou a se declarar curado da doença, não aparece em público há 22 dias. METRO

No Estado de Washington, maconha é legal Começou a valer, à meia-noite de ontem, a lei que permite o consumo recreativo da maconha no Estado de Washington, nos Estados Unidos. A nova regra libera o porte de até 28,5 gramas da droga, mas isso não significa que os consumidores podem respirar aliviados. O Departamento de Estado alertou que o uso, o cultivo e o porte da erva continuam proibidos pela lei federal. METRO COM AGÊNCIAS Filipinas

Tufão Bopha já matou 500 pessoas O tufão Bopha, o mais violento a atingir as Filipinas este ano, já matou 500 pessoas, e ainda há dezenas de desaparecidos. Outro problema são os desabrigados: o govereno calcula que 200 mil pessoas tenham perdido suas casas. METRO


2 CULTURA

Feira do Vinil

Gonzagão

A tradicional Feira do Vinil e CDs Independentes da Savassi homenageia, na edição de amanhã, o centenário de nascimento do cantor Luiz Gonzaga. Quem gosta de vinil poderá trocar, comprar e vender discos ao som do xote e do baião de Gonzagão. A Feira será das 10h às 17h, com entrada franca, e ocorrerá na rua Pernambuco, 1.000.

12

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

CULTURA

Zezé e Luciano em turnê inédita Espetáculo. Dupla sertaneja canta o romance no novo show ‘Sonhos de Amor’, que desembarca amanhã à noite no Chevrolet Quem gosta de música sertaneja poderá relembrar as canções mais emblemáticas de uma das duplas que é referência nesse gênero. Zezé di Camargo e Luciano estão de volta à capital e apresentam o show da turnê inédita “Sonhos de Amor”, amanhã à noite, no Chevrolet Hall. Eles já estão na estrada há duas décadas, mas não deixam de se modernizar para conquistar ainda mais os fãs. O espetáculo traz uma grande estrutura com painéis em LED, efeitos visuais em 3D, além de sincronia entre som e iluminação. Já o repertório traz 30 canções que evocam o romance. Algumas delas são encontradas nos trabalhos mais recentes, como “Mentes tão bem”, “Sonhos de amor”, “Eu sou o seu amor e você é a minha vida” e

O Metro indica

Festa

Bailinho. A festa que flerta com todos os gêneros e é sucesso no Rio de Janeiro e outras capitais chega nesta noite a Belo Horizonte. O Bailinho promete relembrar clássicos da MPB, samba, rock, hip e música eletrônica. Na pista, os principais hits de Lobão, Cazuza, Steve Wonder, Michael Jackson, Tim Maia e até mesmo Amy Winehouse. Como nas edições cariocas, o Bailinho mineiro também terá um convidado especial para a discotecagem: será o ator Eduardo Moscovis. A decoração também foi pensada para surpreender o público na pista de dança, com elementos cenográficos, chuva de prata e distribuição de mimos. No Niágara (r. Douglas, 142 – Jardim Canadá, Nova Lima). Hoje, às 22h. Ingressos no 2º lote: de R$ 100 (feminino) a R$ 120 (masculino).

Música

Sucessos ao longo de 21 anos de carreira | MARCELO FAUSTINO/DIVULGAÇÃO

“Criação Divina”. Mas, claro, a dupla não deixou de lado os sucessos que arrebatam as multidões de diversas gerações – como “Menina Veneno”, “A ferro e fogo”, “Como um anjo”, “Nosso amor é ouro” e “Ainda ontem chorei de sau-

dade”. A promoção do show é exclusiva da rádio Nativa FM 103,9. METRO BH No Chevrolet Hall (av. Nossa do Carmo, 230 – Savassi). Amanhã, às 23h. Só há ingressos para o setor pista/arquibancada: R$ 90, a inteira.

Silva + Orquestra Mineira de Brega. O capixaba Silva (foto) traz ao Granfinos o show do seu primeiro álbum, “Claridão”, repleto de composições autorais e que estouraram na internet. Na mesma noite, a casa recebe a comemoração de três anos da Orquestra Mineira de Brega, com o melhor do cancioneiro popular romântico. No Granfinos (av. Brasil, 326 – Santa Efigênia). Hoje, às 21h. Para o show de Silva, ingressos de R$ 20 (meia, 1º lote) a R$ 60 (inteira, 3º lote). Já a Orquestra Mineira de Brega se apresenta à 0h. Ingressos de R$ 15 (meia) a R$ 30 (inteira).

Diversão

Domingo de música e brincadeiras na Praça da Liberdade Último domingo do ano para conferir as atividades do programa “Vale na Praça”, na Praça da Liberdade. A programação começa bem cedo, às 9h30, com a apresentação dos grupos tradicionais do projeto “Vamos ver a banda passar”, de Nova Lima. Os integrantes percorrerão a praça num grande cortejo, com marchinhas e canções populares. Até às 13h, se apresentarão ainda a artista Paola Rettore, o grupo de cantigas de roda Meninas de Sinhá e a sambista Aline Calixto – que fará um show especial para celebrar os 70 anos de nascimento de Clara Nunes. Manhã de domingo com diversão também para a garotada. Das 9h às 13h, estão marcadas atividades como brincadeiras e oficinas para confecção de enfeites natalinos com material reciclado. Haverá ainda distribuição de balões, pipoca e algodão doce. Toda a programação é gratuita. O projeto marca os 20 anos de adoção da praça pela Vale. METRO BH

Lançamento

Projeto Saravá. A banda mineira está lançando seu primeiro EP, com cinco faixas inéditas. “Geraizêro do Arraiá” valoriza os ritmos populares nordestinos com muito frevo, baião e coco, além de samba, choro e bolero. No CentoeQuatro (Praça Ruy Barbosa, 104 – Centro). Amanhã, às 22h. R$ 15.

Literatura

Aniversário de Clarice Lispector. Belo Horizonte integra as comemorações de aniversário da escritora Clarice Lispector, nascida em 10 de dezembro de 1920. No domingo, às 16h, haverá contação da história infantil “O mistério do coelho pensante”, com Aline Cantia, na livraria Saraiva do Diamond Mall. Já na segunda, às 19h, Wander Melo Miranda aborda os contos de Clarice na Fnac do BH Shopping. O “Hora de Clarice” ocorre neste fim de semana e na segunda em oito capitais. Gratuito.

Dança

“De lírios, memórias e quintais”. Os 140 alunos atendidos pelo projeto sócio artístico cultural da Quik Cidadania apresentam neste fim de semana o resultado das atividades deste ano. Os estudantes, com idades entre 5 e 70 anos, são moradores do bairro Jardim Canadá, em Nova Lima. Eles participam de aulas de dança contemporânea, hip hop, dança para adultos, artes plásticas e música. O projeto completa dez anos em 2012 aproximando a comunidade do universo artístico. No Quik Espaço Cultural (r. Vancouver, 344 – Jardim Canadá, Nova Lima). Amanhã e domingo, às 20h. Gratuito.


14

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

CULTURA

Jolie não teme desagradar Estreia. ‘Na Terra de Amor e Ódio’ marca estreia na direção da atriz, que conduz filme de forma intragável para fazer jus à Guerra da Bósnia Desde a primeira exibição de seu filme, a diretora e roteirista Angelina Jolie deixou claro que “Na Terra de Amor e Ódio”, que estreia hoje no Brasil, é intencionalmente difícil de se ver. “Um filme sobre guerra deve passar uma ideia real de como ela é, então é preciso tentar torná-lo o mais autêntico possível”, diz. A questão da guerra – representada na tela pelo affair improvável entre um oficial sérvio (Goran Kostic) e uma refugiada bósnia (Zana Marjanovic) – se mostra recheada de atrocidades exageradas por Jolie. “Você não pode ser suave com esse tipo de guerra”, diz ela. “E a realidade é bem pior. Algumas das coisas mais pesadas acabaram de fora porque algumas pessoas simplesmente não conseguiriam vê-las.” Com isso, Jolie não busca encher o público de culpa,

“Um filme sobre guerra deve passar uma ideia real de como ela é, então é preciso tentar torná-lo o mais autêntico possível.” ANGELINA JOLIE, DIRETORA

mas aumentar seu senso de percepção. “Eu me sinto culpada por não ter sabido o que estava acontecendo na época, e acho que nós deveríamos imaginar o que está acontecendo agora que vai nos deixar assim daqui a 15 anos.” Diferentemente do que se pode pensar, o nome de

Jolie não implicou recursos ilimitados para o projeto. E filmar cada cena duas vezes – na língua nativa e em inglês, na busca por distribuidores avessos a legendas – apenas colocou mais pressão no orçamento de US$ 12 milhões. Para assumir a direção pela primeira vez, ela se ateve às lições de cineastas com quem trabalhou, como Clint Eastwood. “Ele me ensinou a ter uma equipe de pessoas boas.” E o que vem agora? Jolie afirma que seu próximo projeto como diretora deve focar na Guerra do Afeganistão. “É apenas algo na minha mesa, não sei se é bom nem se vou chegar a mostrar algum dia para alguém”, conclui. Agora, com certeza, ela precisa fazê-lo. NED EHRBAR METRO INTERNACIONAL

Filme retrata romance em meio a horror da Guerra da Bósnia | DIVULGAÇÃO

Outras estreias

A Sombra do Inimigo [EUA, 2012], de Rob Cohen. Com Matthew Fox, Tyler Perry e Jean Reno. Depois de um membro de sua família ser assassinado, o detetive Alex Cross jura localizar o criminoso, mas logo descobre que as coisas não são o que parecem. Baseado na obra de James Patterson.

Balé. ‘O QuebraNozes’ na telona A temporada de exibição das óperas e balés do The Royal Opera House no Cinemark continua neste fim de semana. O “O Quebra-Nozes” terá duas sessões nos cinemas do Pátio Savassi e BH Shopping: amanhã, às 11h e domingo, às 16h. Na semana que vem, o Cinemark promoverá mais duas sessões: terça, às 14h, e quinta, às 19h (essa última, só no BH). De R$ 25 (meia) a R$ 50 (inteira). METRO BH

Quatro Amigas e um Casamento [EUA, 2012], de Lesley Headland. Com Kirsten Dunst. Três ex-populares garotas do colégio aceitam ser damas de honra da menos popular da turma, noiva do solteiro mais cobiçado de NY. Elas pensam que vão se divertir no papel, mas a coisa não sai bem assim.

7 Dias em Havana

Um Alguém Apaixonado

A Escolha Perfeita

A Última Casa da Rua

[França/Espanha, 2012]. Com Josh Hutcherson e Daniel Brühl. Sete cineastas de diferentes nacionalidades contam pequenas histórias passadas em Havana. Entre os personagens, uma cantora indecisa em seguir carreira no exterior e um turista americano.

[Japão/França, 2012], de Abbas Kiarostami. Com Ryo Kase e Rin Takanashi. Um senhor e uma jovem se encontram em Tóquio. Ele a convida para sua casa, ela oferece-lhe seu corpo. Mas nada o que se constrói entre eles tem a ver com as circunstâncias do encontro.

[EUA, 2012], de Jason Moore. Com Anna Kendrick e Elizabeth Banks. Beca é uma estudante gótica e rebelde bastante infeliz por ser obrigada a estudar na faculdade onde o seu pai é professor. Porém, é por lá que ela descobre a sua voz e o seu jeito para a música.

[EUA, 2012], de Mark Tonderai. Com Jennifer Lawrence e Elisabeth Shue. Mãe e filha se mudam para uma nova cidade e descobrem que estão vivendo ao lado de uma casa onde uma garota assassinou os pais, mas logo ficam sabendo que a história está longe de acabar.

Selton corre por vaga no Oscar

Selton dirigiu, atuou e roteirizou “O Palhaço” | DIVULGAÇÃO

Desde a semana passada, o ator, diretor e roteirista Selton Mello e a produtora Vania Catani estão em um périplo pelos Estados Unidos para convencer os jurados do Oscar a apontar o brasileiro “O Palhaço” a uma das cinco indicações a melhor filme estrangeiro na competição. Eles exibiram o longa domingo, em Los Angeles,

para a imprensa e membros da Academia. Seguido de jantar na churrascaria Fogo de Chão, em Beverly Hills, o evento parece ter surtido efeito. “O Palhaço” ganhou destaque no site da revista “The Hollywood Reporter”, especializada no setor. “Selton Mello tenta mudar a imagem do Brasil de sangrenta para sonhadora”, diz

a chamada, numa referência a títulos como “Cidade de Deus” (2002). O filme também recebeu atenção do repórter do Metro em Hollywood, que fez uma entrevista exclusiva com o diretor. Ao todo, 71 filmes disputam indicações. No dia 21 serão anunciados aqueles que continuam na disputa. METRO


16

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

VARIEDADES Os invasores

Leitor fala

Receita Minuto Felipão e sua declaração

DANIEL BORK LEITOR.SP@METROJORNAL.COM.BR

RONDELE DE BACALHAU AO MOLHO 4 QUEIJOS

Cruzadas

Desta vez trago aos amigos uma receita de bacalhau com uma massa fresca, gostosa, de visual incrível e fácil de fazer.

Na primeira coletiva à imprensa, o novo técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, disse que é natural a pressão sobre os jogadores, e que quem não quiser trabalhar sob pressão que “vá trabalhar no Banco do Brasil, ali na esquina e não faz nada”. Minha esposa, que é gerente do BB, ouvindo tal absurdo e indignada propõe ao Sr. treinador que venha trabalhar uma semana sequer no BB para que conheça o que é trabalhar sob pressão e com um centésimo do salário dele. Nós que somos bancários e familiares de empregados do BB somos testemunhas do estresse diário devido à pressão das metas cada dia mais difíceis de bater, maiores do que em muitos bancos privados. O Felipão perdeu uma grande e boa oportunidade de ficar calado. No painel atrás a marca do banco patrocinador indicava que bancários bancam os seus salários com muito trabalho. Certamente receberá como esta várias respostas de indignação e a torcida para que não faça com o Brasil o que fez com o Palmeiras no Brasileirão 2012. WILSON LUIZ MOREIRA – BELO HORIZONTE

Ingredientes: ½ kg de massa de lasanha fresca Recheio: 4 colheres (sopa) de azeite 1 pimentão vermelho em tiras finas 4 dentes de alho fatiados ½ kg de bacalhau demolhado, cozido e desfiado 1 xícara (chá) de azeitonas verdes fatiadas ½ xícara (chá) de vinho branco seco ½ xícara (chá) salsa picada

2 colheres (sopa) de farinha de trigo Sal e pimenta do reino a gosto Molho aos 4 queijos: colheres (sopa) manteiga 2 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 litro leite 1 xícara (chá) catupiri 2 xícaras (chá) queijos ralados (prato, gorgonzola e mussarela) Sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto

Metro Pergunta

Pesquisa mostra que BH é a 2ª melhor capital do país para se viver. Você concorda? Sudoku @belagiordano

Tirando o problema do trânsito, concordo. Gosto muito de morar em Belo Horizonte, cidade segura e tem entretenimento.

Modo de preparo

@swv40

Para o recheio, refogue em uma panela o pimentão no azeite. Coloque o alho, doure, acrescente o bacalhau, as azeitonas, o vinho, a salsa, a farinha, acerte o sal, pimenta e reserve para amornar. Para o molho de quatro queijos, derreta a manteiga em uma panela, coloque a farinha e misture em fogo moderado para dourar levemente a farinha. Então coloque aos poucos, e mexendo sem parar ,o leite até que fique cremoso. Então acrescente o restante dos ingredientes, misture para derreter e reserve. Abra a massa na mesa, distribua o recheio de bacalhau, enrole, corte em rodelas da espessura de 2 dedos e disponha em um refratário com molho no fundo. Depois de arrumar todos os rondeles, cubra com o molho, salpique o parmesão e leve ao forno quente por 20 minutos. Tire e sirva.

Horóscopo

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroBH

Claro que não concordo. Belo Horizonte está muito violenta e com um trânsito insuportável. Como poderia ser a segunda melhor cidade?

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bh@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Não deixe de ouvir as suas intuições, ao tentar ser muito objetivo e direto você pode estar deixando de lado opções que poderiam dar melhores resultados.

soas a respeito de questões que afligem a maioria. Deixe que a sinergia do grupo flua trazendo as melhores soluções.

Sagitário (22/11 a 21/12) Pensamento positivo, procure direcionar as suas energias de uma forma mais focada, transforme os seus hábitos e aposte em coisas mais palpáveis e imediatas.

Touro (21/4 a 20/5) Evite fazer resistência contra as novidades que estão surgindo, um pouco de flexibilidade pode ajudar você a absorver conhecimentos positivos para a sua vida.

Virgem (23/8 a 22/9) Momento propício para você disseminar as suas ideias e também influenciar as pessoas, elas ainda estão acessíveis e interessadas no que você tem a dizer.

Capricórnio (22/12 a 20/1) Dia com boas distrações para tirar você do seu caminho, preste atenção nos seus objetivos e evite pensar que o gramado do vizinho é sempre melhor que o seu.

Gêmeos (21/5 a 20/6) Evite explorar demais as situações, a partir de certo ponto os seus ganhos podem começar a perder valor ou acabar custando mais caros, saia na hora certa.

Câncer (21/6 a 22/7) Divida as suas responsabilidades com os seus parceiros sem os sobrecarregar, eles também irão precisar da sua ajuda para que todo o grupo seja vitorioso.

Leão (23/7 a 22/8) Dia cheio de reuniões e contato com pes-

Libra (23/9 a 22/10) Sonhos românticos atiçando o seu coração, alguém diferente e provocador poderá surgir, porém, ele precisará mostrar que é muito mais que uma simples atração.

Aquário (21/1 a 19/2) Tentações e paqueras rápidas podem deixar o seu dia muito mais leve, mas também podem afastar você dos seus objetivos, procure organizar melhor o seu tempo.

Escorpião (23/10 a 21/11) Cabeça no mundo dos pensamentos, tendência a ficar um pouco distante da realidade. Tente se concentrar mais no aqui e no agora para não perder oportunidades.

Peixes (20/2 a 20/3) Não adianta ter pressa com as coisas, você precisa realizar as tarefas para que elas tragam os melhores resultados possíveis, tenha paciência.


+

18

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

TURISMO

Viagem ao passado Arquitetura. Construções influenciam na escolha dos destinos para alguns turistas, podem revelar muito sobre a história do local e ajudam a assegurar a preservação dos patrimônios em diferentes países

Existe uma maneira melhor de se sentir parte da história de um país do que se hospedar em um local que mantenha esse passado vivo na sua arquitetura? Pensando na identificação do turista com seu destino, muitos locais como antigos castelos, conventos, palácios e casas senhoriais se tornaram hotéis. Lugares que costumavam ser ponto de parada apenas em passeios agora podem fazer parte do cotidiano do viajante por algum tempo. O objetivo é que as pessoas consigam reconstruir um pouco da vida daqueles que viveram no mesmo lugar há tantos anos. Além disso, a medida ajuda a gerar renda para a preservação da construção. Conheça cinco destinos que podem te fazer viver essa experiência.

PLUS

EMMA E. FORREST METRO INTERNACIONAL

O Parador de Cardona, nas Ilhas Canárias, na Espanha | FOTOS METRO INTERNACIONAL

Reino Unido

Espanha

Paradores é uma empresa que cuida de alguns dos mais importantes marcos arquitetônicos da Espanha e que vem tranformando-os em hotéis acolhedores nos últimos 80 anos. Cada Parador possui um grande restaurante onde se pode aproveitar o melhor da culinária local. O Parador de Cardona abriga uma torre e uma igreja do século 11, dentro de suas muralhas do século 9. O Parador de Santiago de Compostela também é uma ótima dica de hospedagem, já que o local é considerado uma das mais antigas hospedarias do mundo. METRO

O National Trust Cottage é a hospedagem da instituição de caridade de mesmo nome, que já tem 100 anos, e se dedica a proteger e garantir o funcionamento de propriedades históricas, jardins, florestas e praias e abrí-las ao público. A instituição gerencia mais de 400 propriedades, que vão desde casas simples até grandes mansões. Algumas das hospedagens mais exóticas que a instituição oferece é o castelo de Doyden, ao lado do farol de Northumberland, no Reino Unido. O lugar foi construído em 1830 para servir como um ambiente especial para festas. METRO

Escócia

O Landmark Trust é uma organização criada em 1965, que tem como missão o resgate e a conservação de locais históricos. Eles encontram prédios e casas que estejam em risco e as restauram para garantir seu funcionamento no futuro. Entre as propriedades que a organização administra estão prédios de 1250 a 1970. A mais interessante hospedagem da empresa é uma antiga casa de férias conhecida como The Pineapple (o abacaxi, em inglês), que fica na Escócia. A hospedagem recebe esse nome porque o seu formato é similar ao da fruta. METRO

Portugal

Uma organização estatal é responsável por castelos que têm uma grande relevância histórica, conventos e palácios, transformando-os em hotéis confortáveis desde 1950. Essas hospedagens têm excelentes restaurantes, onde se pode saborear o melhor da gastronomia regional, além de ótimos vinhos. Os preços das diárias desses hotéis giram em torno de 85 euros. As melhores propriedades desse grupo são o Palácio de Estoi, em Algarve e a Pousada de Arraiolos, na cidade de Arraiolos, no Alentejo. A segunda hospedagem foi instalada onde antes era um convento do século 16. METRO Escócia

The National Trust of Scotland é uma instituição voltada a conservação, que protege monumentos naturais e aqueles que foram criados pelo homem. Eles também oferecem uma variedade de hotéis. Entre eles estão: o Castelo de Brodie, construído em 1567 e o Castelo de Culzean, Ayshire. METRO


BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

ESPORTE

19

Fabuloso e reincidente De novo. Luis Fabiano recebe críticas, afirma que viveu a pior noite da vida após expulsão na final da Copa Sul-Americana e que pensou até em abandonar o futebol. Diretoria tricolor não descarta punir atacante Twitter

Nem a esposa (@juparadela – que excluiu a conta) poupou Luis Fabiano... @juparadela ••••• Podem me atacar o quanto quiserem!! Triste e chateada!! Ele Errou Feio!! Avisei!! Tentei Acalmar!! Nao consegui!! @TonyKanaan ••••• Pra que isso Luis Fabiano. @MiltonNeves ••••• Até quando o destemperado e irresponsável Luis Fabiano vai agir como moleque?

Luis Fabiano desfalca o São Paulo na segunda partida contra o Tigre

| JAVIER GARCIA MARTINO/ PHOTOGAMMA/FOTOARENA/FOLHAPRESS

Novamente, saiu de cena o Luis Fabiano ídolo da torcida, o Fabuloso, e entrou o vilão, o jogador que prejudica a equipe nas horas mais importantes. Essa é a sensação do camisa 9, expulso na partida contra o Tigre, pelo jogo de ida da final da Copa Sul-Americana, após tentar um chute no zagueiro Donatti aos 13 minutos de jogo. Não foi a primeira vez que Luis Fabiano prejudicou o São Paulo em momentos decisivos. A mais notável foi em 2003, também pela Sul-Americana. O adversário era

Brigas e cartões bobos

o River Plate, na semifinal. O atacante foi defender o lateral Fabiano, que se envolveu em confusão e foi expulso. “O São Paulo vai levantar a taça, com certeza, mas a festa da minha parte não vai ser completa”, admitiu o atacante. “É um sentimento de frustração, com um pouco de vontade de largar o futebol. Lógico que não vou parar de jogar, mas é o que sinto”. O presidente Juvenal Juvêncio desconversou sobre punição: “Tem de pensar de cabeça fria. Vamos pensar com calma.” METRO

-Americana de 2003, contra o River Plate. Neste ano, o Fabuloso desfalcou o Tricolor na se“Entre brigar e bater o pê- mifinal do Paulistão, connalti, prefiro ajudar meus tra o Santos, após receber, de bobeira, o terceiro carcompanheiros na briga.” tão amarelo diante do BraFoi dessa forma que Luis gantino, nas quartas de fiFabiano justificou sua expulsão na semifinal da Sul- nal. METRO

3 ESPORTE

Rumo ao título

Marta

Camisa 10 da Seleção Feminina de futebol, Marta será a responsável por conduzir o Brasil no Torneio Internacional Cidade de São Paulo de Futebol Feminino. A Seleção estreia no domingo, às 16h, contra Portugal. O jogo é no Pacaembu, com transmissão da Band.


20

BELO HORIZONTE, SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2012 www.readmetro.com

ESPORTE

Independência: fonte de arrecadação e triunfos

Terreiro. Galo fecha 2012 com arrecadação líquida de R$ 8,4 mi jogando diante de seu torcedor, que teve a melhor média de ocupação O Galo fechou 2012 com números que impressionam. Jogando no Independência, o time venceu 17 dos 22 jogos e empatou o restante. Ou seja, o clube alvinegro teve um aproveitamento de 84,4 diante do seu torcedor. Torcida essa que também foi um trunfo ao time. O Atlético teve a maior média de ocupação de estádio entre as 20 equipes da Série A, com 79%. Isso rendeu aos cofres do clube cerca de R$ 8,4 milhões só em bilheterias, de acordo com estudo da Pluri Consultoria. O maior público do time na competição foi no clássico com o Cruzeiro – 21.232 acompanharam a vitória. Berola continua Conhecido pela sua velocidade em campo, mas também pelo futebol ‘cai cai’, o atacante Neto Berola conseguiu se garantir no Atlético

RAIO-X DE BEROLA

102 JOGOS NO ATLÉTICO

22

GOLS FORAM ANOTADOS até 2017. Ontem, o jogador assinou sua permanência no clube, acordo que o deixou bastante satisfeito. “Estou feliz no Atlético. Não queria sair, quero é brigar pela titularidade”, afirma. JUVERCY JUNIOR METRO BELO HORIZONTE

Torcida apoiou o Atlético em todos os jogos disputados no estádio da capital | BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

São Paulo desiste de Montillo A briga para contar com Montillo na temporada 2013 tem um concorrente a menos. Ontem, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, praticamente descartou tentar uma negociação para ter o meia argentino no clube. Na avaliação do dirigente, o valor exigido pela Raposa para vender o atleta está muito ‘salgado’. “Eu acho que é um bom jogador. Já tentamos falar com ele no passado, mas se criou uma espécie de leilão, nisso não entramos. Se disser que não tenho interesse, certamente estaria mentindo. Não faço isso. Mas dizer que vamos contratar, também não diria. Os números são muito altos”, afirma.

Começou. Sanfrecce bate Auckland na chave do Timão O Sanfrecce Hiroshima pode pintar no caminho do Corinthians na Copa de Mundo de Clubes da Fifa. Na abertura do torneio, o campeão japonês demonstrou qualidade técnica, dominou completamente o Auckland City, da Nova Zelândia, e despachou o representante da Oceania ao vencer por 1 a 0, no Yokohama Stadium. Toshihiro Aoyama foi o autor do belo gol que garantiu o triunfo aos donos da casa. Agora, para ser o adversário do alvinegro na semifinal da competição, o Sanfrecce Hiroshima precisa passar pelo Al Ahly, time

egípcio que representa o continente africano. O duelo acontece neste domingo, às 8h30 (de Brasília), na cidade de Toyota. O outro duelo das quartas de final ocorre um pouco antes, às 5h, entre os sul-coreanos do Ulsan e o Monterrey do México. Quem passar pega o Chelsea na semifinal. Tecnologia O duelo marcou a estreia da tecnologia de chip na bola para validação de gols por sensores instalados nas duas balizas. O teste chamou mais a atenção do que a qualidade do jogo. METRO

METRO BH

15 mi

de euros é o valor pedido pela diretoria do Cruzeiro para liberar o atleta, algo considerado absurdo pelo São Paulo

Argentino ainda não se pronunciou sobre as especulações e as propostas dos times

| WASHINGTON ALVES/VIPCOMM

Aoyama comemora gol simulando pescaria | KIM KYUNG-HOON/REUTERS


CAPA PROMOCIONAL



20121207_br_metrobh