Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável.

BRUNA PRADO/ METRO RIO

CALAMBA! DÁ PLA ACLEDITAR? MÔNICA E CEBOLINHA ESTÃO CASADOS {pág 17} MINISTRO ALDO REBELO PRESTIGIA LANÇAMENTO DA RÁDIO BRADESCO ESPORTES FM {pág 10}

CORRERIA FESTIVAL DO RIO COMEÇA HOJE E TRAZ 427 FILMES {pág 14}

RIO DE JANEIRO Quinta-feira,

27 de setembro de 2012

Edição nº 491, ano 2 Mín 12°C Máx 21°C

Wagner Moura está em ‘A Busca’, que concorre ao Redentor

Delator do mensalão o sofre 1 revés no STF Ministro Lewandowski condena Roberto Jefferson por corrupção passiva no esquema de compra de votos Pena vai de dois a 12 anos de prisão Mas absolve o presidente do PTB e deputado cassado por lavagem de dinheiro {pág 06} Sensação térmica de 9o C

BRUNA PRADO/ METRO RIO

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Ventos de até 75 km/h mudam a primavera

Foi mal aí, padrinho!

Frente fria deixa o Rio em estado de alerta Em Petrópolis, sirenes foram acionadas {pág 03}

Chamado de afilhado por Ronaldinho, Vagner Love comanda vitória do Fla por 2 a 1 sobre o Atlético-MG Torcida lota o Engenhão e faz apitaço {pág 18} WAGNER MEIER/AGIF/ FOLHAPRESS

Acaba a greve dos bancários Categoria aceita propostas dos bancos de reajuste de 7,5% {pág 06}


rio

02

1 foco

Bicicletas polêmicas

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

TRE cobra candidatos de Itaboraí sobre denúncias Operação recolheu material de propaganda irregular no município da região metropolitana Fiscais suspeitam de troca de voto por assistencialismo 30 mil PMs vão reforçar eleições O desembargador Luiz Zveiter, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), convocou os candidatos à Prefeitura de Itaboraí ontem para pedir a colaboração deles na fiscalização das campanhas. Zveiter, após grande volume de denúncias de propaganda irregular, recomendou aos postulantes que garantam uma eleição limpa. Com investimento de

“O eleitor pode estar certo de que seu voto é inviolável. Também não vamos tolerar a boca de urna.”

R$ 16,5 bilhões no Complexo Petroquímico do Estado do Rio (Comperj), o município, a 45 quilômetros da capital fluminense, é palco de uma acirrada disputa. Por isso, o TRE-RJ realizou uma fiscalização na cidade ontem. A ação mobilizou uma equipe de 150 fiscais e 75 homens das Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária. A equipe recolheu galhardetes e placas de pro-

LUIZ ZVEITER, PRESIDENTE DO TRE-RJ

paganda eleitoral em locais proibidos. Os fiscais também fotografaram carros de som de campanha e

BRUNA PRADO/ METRO RIO

A Procuradoria Regional da República da 2a Região considerou ilegal o decreto do município que equipara bicicletas elétricas às comuns. O decreto, editado em maio após ciclista ser multado na operação Lei Seca, foi questionado porque apenas a União pode legislar sobre trânsito e transporte. A unidade do Ministério Público Federal (MPF), que vem examinando as legislações locais recentes, enviou representação para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, avaliar se contesta a norma no Supremo Tribunal Federal (STF). Mais um dígito no celular Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no começo de 2013 terá início a implantação do nono dígito nas linhas de telefones celulares do Rio de Janeiro, com DDD 21, e na sequência, a previsão é ampliar o modelo para o Vale do Paraíba. Segundo o presidente da agência, João Rezende, a medida visa aumentar a oferta de novos números. O modelo já foi adotado desde julho na capital paulista e na Grande São Paulo.

Reforço da PM O secretário estadual de SeARION MARINHO / FUTURA PRESS

Funcionária da SuperVia é atropelada por trem Uma funcionária da SuperVia foi atropelada por um trem próximo à estação Central do Brasil, no Centro, no início da tarde de ontem. Segundo a concessionária, Tatiana Cristina da Silva, de 29 anos, estaria atravessando a linha férrea quando ocorreu o acidente. A mulher foi encaminhada para o Hospital Souza Aguiar, também no Centro, pelo Corpo de Bombeiros. Tatiana passou por uma cirurgia e está em observação. A SuperVia informou que

visitaram centros sociais. O material recolhido será encaminhado ao Ministério Público Eleitoral para que seja avaliado. Em frente a um posto de saúde, os fiscais detiveram quatro carros adesivados. Há suspeita de que os automóveis eram utilizados na prática de assistencialismo em troca de voto.

assistentes sociais da concessionária estão acompanhando a funcionária e prestam todo apoio. Foi o terceiro acidente grave em 24h no sistema. Na terça-feira, 16 pessoas ficaram feridas após o descarrilamento de um trem em Madureira, no ramal de Japeri, na Baixada Fluminense. No mesmo dia, um homem morreu atropelado em São Cristóvão ao tentar trocar de plataformas pela linha férrea.

Operários trabalham na reforma da estação de Madureira

METRO RIO

Delegado acusado de armar para comandante ARION MARINHO / FUTURA PRESS- 19/12/2011

Três réus de um processo sobre o tráfico de drogas acusaram o delegado Alan Luxardo, que é candidato a vereador, de ter oferecido vantagens a eles para que o ajudassem a incriminar o coronel da Polícia Militar Djalma Beltrami, réu na mesma ação. O caso aconteceu no dia 13, no Fórum do Rio de Janeiro. O processo corre em segredo de Justiça.

A proposta teria acontecido no fim do ano passado, quando Beltrami estava no comando do 7o BPM (São Gonçalo) e Luxardo, da Delegacia de Homicídios de Niterói. O delegado teria pedido dinheiro a um dos réus para livrá-lo do processo que apura ligação entre bandidos do Rio, São Gonçalo e da Região dos Lagos. No inquérito, Beltrami foi acu-

sado de receber R$ 10 mil mensais para não atrapalhar o tráfico no Morro da Coruja, em São Gonçalo. Na época, ele foi afastado. O delegado Luxardo negou as acusações e afirmou ter gravações que contrariam o que foi dito. A Corregedoria Geral Unificada avalia a necessidade de instaurar procedimento investigativo. METRO RIO

Djalma Beltrami

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 021/2586-9570

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo.

leitor.rj@metrojornal.com.br 021/2586-9565

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Rio de Janeiro. Editora Executiva: Ana Lúcia do Vale. (MTB: 18.892) Editora de Arte: Cláudia Lorena. Gerente Comercial: Janaína Orlani. Grupo Bandeirantes de Comunicação RJ. Diretor Geral: Daruiz Paranhos

gurança, José Mariano Beltrame, garantiu que o Governo do Estado já destacou 30 mil policiais militares para atuar na segurança das eleições municipais de 7 de outubro. Na terça-feira, José Mariano Beltrame participou de um encontro em Brasília com a presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, e com outros secretários estaduais de Segurança. METRO RIO

Comissão vê problemas nas barcas Uma Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) criada para acompanhar a auditoria nas barcas realizou ontem uma vistoria na estação da Praça XV, no Centro. Na noite de terça-feira, um tumulto ocorreu quando passageiros que iriam para Cocotá, na Ilha do Governador, não aceitaram viajar na embarcação Itaipu, por causa da conservação. A comissão encontrou problemas na acessibilidade aos portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida. Além de rampas íngrimes, o vão entre a plataforma e a barca não permite que o portador de deficiência consiga embarcar sem a ajuda de funcionários. “É importante que haja um treinamento da tripulação para que esta possa ajudar na principal dificuldade do cadeirante”, disse o deputado Gilberto Palmares (PT), presidente da comissão, que finaliza um relatório para ser enviado ao Ministério Público. METRO RIO

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: Rua Álvaro Ramos, 350, 4º andar, Botafogo, CEP 22280-110, Rio de Janeiro, RJ. Tel.: 021/2586-9570. O jornal Metro Rio é impresso pela Editora O Dia S.A. A tiragem e distribuição desta edição de 100.000 exemplares são auditadas pela BDO.


rio

www.readmetro.com

03

QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Mau tempo Petrópolis cancela voos aciona no Santos sirenes Dumont A cidade de Petrópolis, na

Mar agitado afastou até os surfistas: marinha alertou que ondas poderiam chegar a 3,5 metros BRUNA PRADO / METRO RIO

Temporal e ventania causam transtornos Ventos de até 75 km/h e ressaca levam areia para o asfalto na orla da zona sul Rio registra alagamentos e falta de luz Sensação térmica foi de 9ºC A frente fria que tomou conta do Rio deixou a cidade em estado de alerta desde o fim da tarde de terçafeira. A forte chuva que se seguiu e se estendeu, ainda mais forte, durante toda a madrugada de ontem, causou transtornos em vários pontos do município. Os cariocas acordaram com ruas alagadas, bolsões d’água em diversas vias, aeroporto fechado, falta de luz e queda de árvores, deixando o trânsito bastante complicado. Na primeira semana da primavera e uma semana após o Rio registrar 41,2º – batendo recorde de calor no

ano –, a temperatura despencou. Ontem, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a máxima foi de 23,7ºC e a mínima atingiu 14,4ºC no Alto da Boa Vista. A sensação térmica, porém, chegou a 9ºC. Esse frio todo foi sentido por conta das fortes rajadas de vento. O Inmet registrou ventos de até 75 km/h em Copacabana, na zona sul. A orla também sentiu os efeitos da mudança brusca de temperatura. O mar ficou agitado e a Marinha emitiu alerta de ressaca, com ondas que poderiam chegar até 3,5 m. BIA ALVES / FOTOARENA

Queda de árvores fechou trânsito no Alto da Boa Vista

A união de ventania e ressaca levou toneladas de areia até o asfalto e, em Ipanema, provocou a interdição de uma faixa da avenida Vieira Souto, na altura da rua Rainha Elizabeth, no sentido Copacabana. Zona sul sem luz Durante a madrugada e manhã, houve queda de energia em alguns pontos da Lagoa, zona sul, deixando sinais sem funcionar. À tarde, uma galeria do Túnel Rebouças também ficou sem luz. Na saída do Túnel Santa Bárbara, bolsões d’água to-

Queda de árvores bloqueia trânsito Pelo menos nove árvores caíram ontem no Rio, devido ao temporal. No Alto da Boa Vista, zona norte, duas imensas tombaram na avenida Édson Passos Passos, na altura da rua Raimundo

maram duas pistas. Avenida Brasil também registrou vários pontos de água acumulada e, na rua Santo Cristo, na Gamboa, pelo menos cinco carros ficaram debaixo d’água. O prefeito Eduardo Paes, que foi ao Centro de Operações Rio acompanhar as ocorrências, avaliou como positiva a reação da cidade ao temporal. “Nenhuma sirene foi acionada na cidade. Tivemos algumas ocorrências de alagamentos, mas na Lagoa e em Jacarepaguá já foi bem melhor”, afirmou. METRO RIO

O aeroporto Santos Dumont teve o funcionamento totalmente paralisado devido ao mau tempo na manhã de ontem. Para pousos, ficou fechado durante duas horas e 15 minutos, das 6h15 às 8h30. Já para decolagens, não operou das 6h52 até as 8h30. Com o fechamento, 17 voos foram cancelados e 15 atrasaram, dos 46 previstos até as 10h. Os saguões do aeroporto ficaram cheios e passageiros dormiam nas cadeiras. Alguns voos foram transferidos para o aeroporto internacional Tom Jobim (Galeão), que também registrou dois atrasos e seis cancelamentos. METRO RIO

Região Serrana, está em estado de alerta após a forte chuva que caiu sobre a cidade ontem. Em apenas um dia choveu mais do que esperado para o mês inteiro. Foram acionadas oito das 18 sirenes de alerta da cidade, instaladas em pontos onde existe alto risco de deslizamento. Mas não houve registro de ocorrências graves. No entanto, o que preocupa a Defesa Civil é que os moradores parecem não acreditar no alarme, porque muitas famílias não deixam as áreas de risco. Após 24 horas de chuva, só duas famílias foram para os abrigos, menos pessoas que nos simulados feitos mensalmente.

Incêndio interdita rua por duas horas Um incêndio que atingiu o prédio número 97 da rua do Riachuelo, na Lapa, causou a interdição total da via durante mais de duas horas na manhã de ontem. O fogo ocorreu na sala de manutenção do Lapa 40°, que funciona no edifício ao lado da casa de espetáculos. Segundo o estabelecimento, as chamas podem ter sido causadas por uma lâmpada ou ventilador de exaustão.

O prédio foi esvaziado logo no início do fogo e ninguém ficou ferido. A Defesa Civil foi acionada e afirmou que não houve prejuízo estrutural grave a nenhum imóvel. As causas do incêndio ainda serão investigadas. A casa de shows, que ficou fechada ontem, informou que os possíveis danos causados aos moradores do prédio anexo serão sanados. METRO RIO

Prejuízos materiais ainda não foram calculados CARLOS TRINDADE/FUTURA PRESS

ALVINHO DUARTE / FOTOARENA

Castro Maia, interditando o trânsito, nos dois sentidos, por cerca de cinco horas e meia. Uma árvore também caiu na rua Lopes Quintas, no Jardim Botânico, e deixou uma faixa da via fechada. O congestionamento chegou até o Túnel Rebouças. Também foram registradas quedas na Estrada das Canoas; Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá; na rua João Vicente, em Deodoro; e na avenida José Luis Ferraz, no Recreio. METRO RIO

Temporal derrubou uma árvore sobre um carro no Recreio


04

economia

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Juros são os menores em dezoito anos

Taxa média cobrada por bancos de pessoas físicas cai para 35,6% ao ano, segundo levantamento do Banco Central Taxa de inadimplência não cede As taxas de juros das operações de crédito recuaram pelo sexto mês seguido e atingiram em agosto o menor patamar em 18 anos. Entre julho e o mês passado a taxa para as pessoas físicas caiu 0,6 ponto percentual, para 35,6% ao ano, a menor da série histórica do BC (Banco Central) iniciada em 1994. Em relação a agosto de 2011, a queda é

de 10,6 pontos percentuais. No mês passado, as informações referentes a julho indicavam “esgotamento” do processo de queda das taxas de juro, mas não foi o que ocorreu, segundo o chefe do departamento econômico do Banco Central, Tulio Maciel. “A redução em agosto foi muito expressiva. A taxa de juros tem caído de

forma expressiva e continua caindo”, disse Maciel. As três principais linhas de crédito para pessoa física monitoradas pelo BC registraram queda nas taxas, na comparação mensal. No cheque especial, uma das modalidades mais caras de crédito, os juros recuaram de 151% ao ano em julho para 148,6% ao ano em agosto. No crédito pessoal,

Em queda

Compare os juros

Taxa média mensal CHEQUE ESPECIAL

JULHO

FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS

AGOSTO

7,97%

JULHO

AGOSTO

JULHO

1,60%

1,57%

2,84%

AGOSTO

7,89% 2,81%

Cheque Financiamento Crédito de veículos pessoal especial

Quanto os bancos cobram Banco do Brasil ao mês*

Fonte: Banco Central

CRÉDITO PESSOAL

5,38%

1,32%

2,26%

Bradesco

8,41%

1,51%

4,42%

Caixa

4,28%

1,44%

1,85%

HSBC

10,07%

1,53%

4,46%

Itaú

8,67%

1,45%

3,55%

Santander

10,13%

2,01%

3,46%

*Taxas efetivas de 6 a 13 de setembro

a queda foi de 39,9% para 39,4%. Já no crédito para veículos, o recuou foi de 21% para 20,5% anuais. Apesar da queda dos juros, a inadimplência (como são considerados os atrasos superiores a 90 dias) das fa-

mílias permaneceu estável em 7,9%. Para o BC, a tendência é o recuo da inadimplência até o final do ano, devido ao crescimento da renda e do emprego. Além disso, segundo Maciel, o crédito consignado, por ter

taxa de juros mais baixa, tem sido usado nas renegociações das dívidas. A taxa de juros do crédito consignado chegou a 23,6% ao ano, em agosto, com redução de 1 ponto percentual em relação a julho. METRO

mundo

Irã acusa Ocidente de ‘intimidação nuclear’ Na ONU, Ahmadinejad diz que país está sob ameaça

Discurso do iraniano foi boicotado MIKE SEGAR / REUTERS

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, subiu ao palanque da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) para acusar as potências ocidentais de “intimidação nuclear”. Ahmadinejad também disse que seu país sofre

ameaças “sionistas”, uma clara referência a Israel. O discurso de Ahmadinejad foi boicotado pelos Estados Unidos, pelo Canadá e pelos diplomatas do Estado judeu. Na terça-feira, o presidente Barack Obama disse que os EUA farão “o possível” para impedir que o Irã construa uma arma nuclear. Hoje será a vez de o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, falar aos Estados membros da ONU. Ontem, o presidente do Egito, Mohamed Mursi, fez duras críticas ao filme anti-Islã. METRO

KEITH BEDFORD / REUTERS

“O Egito respeita a liberdade de expressão que não é utilizada para incitar o ódio.” MOHAMED MURSI, LÍDER EGÍPCIO


06

brasil

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Revisor condena delator do mensalão Ministro Ricardo Lewandowski votou pela responsabilização de Roberto Jefferson por corrupção passiva Dos 13 réus julgados, 4 foram absolvidos CARLOS CECCONELLO/FOLHAPRESS

Autor da denúncia do mensalão, Roberto Jefferson foi condenado ontem no STF (Supremo Tribunal Federal) pelo ministro Ricardo Lewandowski por corrupção passiva. O crime tem pena entre 2 e 12 anos de prisão. Jefferson, porém, foi absolvido do crime de lavagem de dinheiro. A mesma sentença foi aplicada ao exlíder do PMDB José Borba e ao ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG). Lewandowski pediu também a absolvição do ex-primeiro secretário do partido (PTB) Émerson Palmieri, alegando ausência de provas da participação dele na distribuição de dinheiro.

Jefferson também é acusado por formação de quadrilha

Roberto Jefferson O presidente do PTB admitiu ter recebido R$ 4 milhões, parte de um acordo de R$ 20 milhões com o PT para pagamento de dívidas de campanhas do PTB nos Estados. Lewandowski

apontou que o dinheiro foi repassado com o uso de maletas e saques feitos por terceiros, sem que tenha ficado claro o destinatário, afirmando que não houve contabilização do dinheiro. “Não houve compra de vo-

tos. Foi um acordo político”, justificou o advogado de Roberto Jefferson, Luiz Francisco Corrêa Barbosa. O ministro revisor concluiu o voto sobre o capítulo de trata de compra de apoio político dos partidos da base aliada. Lewandowski condenou nove dos 13 acusados ligados ao antigo PL, ao PP, ao PTB e PMDB e absolveu quatro. O ministro relator, Joaquim Barbosa condenou 12 réus e absolveu o ex-assessor Antônio Lamas. A sessão será retomada hoje com o voto dos oito ministros. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Bancários voltam hoje ao trabalho

Os funcionários dos bancos privados decidiram na noite de ontem encerrar a greve e devem voltar ao trabalho hoje. Até as 21h, a proposta de reajuste salarial de 7,5% feita pelos bancos havia sido aprovada por trabalhadores de São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Rondônia, Roraima e Rondônia, segundo a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro). Os bancários deflagraram a greve em 18 de setembro, depois de rejeitarem a proposta anterior dos bancos, de 6% de reajuste sobre todas as verbas salariais. Os bancários reivindicam reajuste salarial de 10,25%. A paralisação dos bancários atingiu mais de 9 mil postos de trabalho entres agências e departamentos administrativos dos bancos, de acordo com a ContrafCUT. No ano passado, a categoria parou por 21 dias. Até o fechamento desta edição, os funcionários da Caixa e do Banco do Brasil ainda estavam reunidos em assembleias para decidir se aceitam a proposta feita pelos bancos. METRO

Política

CLÁUDIO HUMBERTO STF: ESCOLHA DE ZAVASCKI EVITOU PRESSÃO DE LULA.

Pareceu apressada a escolha do ministro Teori Zavascki para o lugar de Cezar Peluso, no Supremo Tribunal Federal, e foi mesmo. Mas nada teve com o julgamento do mensalão. Seu nome surgiu durante uma conversa da presidenta Dilma com o amigo Gilson Dipp, ministro do Superior Tribunal de Justiça. Ao bater o martelo, ela evitou a pressão que Lula já fazia para indicar o substituto de Peluso. Daí a “pressa”. UNANIMIDADES. O minis-

tro Gilson Dipp, ele próprio uma unanimidade, mostrou a Dilma que o ministro Teori Zavascki seria sua melhor escolha. Ela aquiesceu. O NOME DE LULA. Lula

queria que Dilma indicasse um outro ministro, que ele nomeara para o STJ, também muito admirado no meio: Benedito Gonçalves. BRASIL ENVERGONHADO.

“Podem descontar no meu contracheque.” SENADOR ÁLVARO DIAS (PSDB-PR) SOBRE O IMPOSTO QUE INCIDE SOBRE O 14º E 15º SALÁRIOS

leiros vão ficar sem “saideira”? PIMENTEL NA CASA CIVIL.

A presidenta Dilma poderá substituir Gleisi Hoffmann na chefia da Casa Civil por seu amigo Fernando Pimentel, ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Em uma tacada só, Dilma deslocaria Aloizio Mercadante (Educação) para o Itamaraty, e ganharia dois ministérios para ajudar a campanha Fernando Haddad em São Paulo.

A prisão do presidente do Google por não retirar o vídeo pelo qual não é responsável, teve mais destaque internacional que Dilma na ONU.

ANTONIO CRUZ/ABR

LEI DA MORDAÇA. Mais

um: a Justiça Eleitoral de Piraí (RJ) proibiu a circulação do jornal Correio de Notícias, acusado de beneficiar um candidato a prefeito. PERGUNTA AO BARMAN.

Se o mensalão não é “happy hour”, como afirmou ontem no Supremo o ministro Luiz Fux, os mensa-

Fernando Pimentel

SALVE, DILMA. Curiosa a

aprovação de Dilma no Nordeste (68%), segundo a pesquisa CNI/Ibope. É a região com os piores índices de Educação e Saúde. A pesquisa mostra que o caso do mensalão não prejudica a imagem dela.

PODER SEM PUDOR

L

Pedido de bebum

utero Vargas, filho de Getúlio, aceitou convite para passar uns dias em Fortaleza. O anfitrião, Renato Solden, era boêmio conhecido na cidade e amigo sincero do visitante. Num banquete oferecido por Menezes Pimentel, Lutero resolveu brincar com Renato: - Faça um pedido que

eu dou um jeito de ele ser atendido. Com a língua enrolada pela bebida farta, Solden levantou-se, solene: - Amigo Lutero, quero mesmo pedir uma coisa... - Pois não. É só falar que eu atendo. - Quero ser nomeado Bispo Auxiliar desta zona...

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


brasil

08

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

FOTOS DIVULGAÇÃO

Fernando Mitre

Ricardo Boechat

Joelmir Beting

Jornalismo da Band recebe cinco prêmios Comunique-se O grupo Bandeirantes de Rádio e Televisão saiu com cinco profissionais premiados na 10ª edição do prêmio Comunique-se, realizada na noite de anteontem. Na categoria executivo de veículo de comunicação, o premiado foi Fernando Mitre, diretor nacional de jornalismo da Band. Ricardo Boechat levou o prêmio de melhor âncora de TV. O jornalista apresenta o Jornal da Band desde 2006. Boechat ainda terminou a noite com a inclusão de seu nome na galeria de “Mestres do Jornalismo”. A lista é composta por nomes que já ganharam o prêmio três vezes consecutivas ou cinco no total. O prêmio de melhor jornalista de economia em mídia eletrônica ficou com Joelmir Beting, que atua

no Jornal da Band, na rádio Bandeirantes e na Bandnews FM. Também foram premiados Claudinei Matosão, da TV Bandeirantes, na categoria melhor repórter de imagem, e Tatiana Vasconcelos, da Bandnews FM, como melhor âncora de rádio. O Grupo Bandeirantes ainda terminou a noite na lista de seis grupos de comunicação do país homenageados pelos organizadores do prêmio. Além da Band, os outros contemplados foram a Editora Abril e os grupos Folha, Estado, Globo e RBS. Neste ano, o tema do prêmio foi “Edição de Colecionador”. A escolha dos vencedores ocorreu entre os dias 21 de junho e 16 de julho. A votação foi pela internet. METRO

Metro é eleito melhor veículo gratuito pela terceira vez Jornal também levou o prêmio da revista Propaganda em 2008 e 2010 MARÇAL NETO/REVISTA PROPAGANDA

O Metro foi escolhido o melhor veículo de 2011 na categoria jornal gratuito, segundo o júri do 25º prêmio Veículos de Comunicação, realizado pela revista Propaganda. O evento foi realizado na noite de anteontem no auditório da ESPM, na Vila Mariana, em São Paulo. A premiação, segundo os organizadores da iniciativa, é um reconhecimento aos veículos que mais se destacaram durante todo o ano passado em sua área de atuação. Os critérios de avaliação são as ações comerciais e de marketing realizadas pelos veículos, os números de circulação e de audiência e as iniciativas que geram resultados e que garantem o sucesso do veículo de comunicação. A eleição dos finalistas do prêmio é feita após uma

483

mil exemplares é a circulação diária do Metro em nove praças brasileiras. O jornal chegou ao país em 2007, com sua primeira edição na capital paulista.

Carlos Scappini, diretor comercial do Metro, recebe prêmio de José Estevão Cocco

consulta a mais de 500 profissionais de mídia das principais agências de publicidade do país. Os vencedores são escolhidos por um júri formado por membros da Academia Brasilei-

ra de Marketing. Esta foi a terceira vez que o Metro levou o prêmio de melhor jornal gratuito, as outras duas foram em 2008 e 2010. Hoje, o Metro coloca

nas principais ruas e avenidas de São Paulo 153 mil exemplares diariamente. São 180 promotores espalhados por cruzamentos e pontos já conhecidos por quem circula pela capital. No Brasil, a circulação já é de 483 mil exemplares. Além de São Paulo, o Metro está no Rio, Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Santos e no ABC paulista. METRO


10

+

especial

especial

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Rádio Bradesco Esportes FM

é inaugurada no Rio

Na frequência 91,1 FM, emissora é a única exclusivamente de esportes na capital fluminense e terá programação 24 horas por dia Time de craques tem Garotinho, Gerson, Gilson Ricardo e Jorge Eduardo

“Troquei de camisa, após 42 anos em outra emissora, por acreditar nesse projeto vencedor.” GAROTINHO FOTOS; BRUNA PRADO/METRO RIO

“Nada, nenhuma tecnologia consegue passar a emoção que o rádio passa.” EDMUNDO

“O Grupo Bandeirantes começou na rádio. Voltamos às origens com um projeto inovador.” DARUIZ PARANHOS, DIRETOR-GERAL DA BAND RIO

Com a presença do Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do prefeito Eduardo Paes e do presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, João Carlos Saad – além de jornalistas, empresários e personalidades do esporte –, foi lançada, ontem, no Copacabana Palace, a Rádio Bradesco Esportes FM. A emissora – que faz parte do Grupo Bandeirantes de Comunicação, e já funciona em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte – é a primeira exclusivamente de esportes no Rio ocupando a frequência 91,1 FM. A Bradesco Esportes terá programação esportiva 24 horas por dia, atualizações a cada 30 minutos e notícias não apenas de futebol, mas sobre todos os esportes. “O Rio será a capital do esporte nos próximos anos. Vamos informar e preparar as pessoas para esses eventos especiais”, diz o narrador José Carlos Araújo, o Garotinho, um dos idealizadores do projeto. A cerimônia foi conduzida pela apresentadora Renata Fan, do “Jogo Aberto São Paulo”, e pelo gerente de jornalismo da Bradesco Es-

portes, Bruno Voloch. “O projeto é um presente para o Rio de Janeiro, essa cidade que respira esporte”, disse João Carlos Saad. Participaram do evento também o vice-presidente do Grupo Bandeirantes, Mário Baccei, o presidente da Bradesco Vida e Presidência, Luiz Carlos Trabuco Cappi, ex-atletas como Jairzinho, Dé Aranha, Petkovic, Roger, Edmundo – que é comentarista da TV Bandeirantes –, o técnico Antônio Lopes, os medalhistas olímpicos Joaquim Cruz e Jackie Silva, e os ginastas e irmãos Daniele e Diego Hypolito. O time da Bradesco Esportes é formado ainda pelos comentaristas Gerson e Gilson Ricardo, o técnico de basquete medalhista de prata na Olimpíada de Atlanta-1996, Miguel Ângelo da Luz, as gêmeas do nado sincronizado, Bia e Branca Feres, Carlos Brunoro, Álvaro José, Elia Junior, Zetti e Danielle Zangrando (judô), entre outros. A primeira transmissão da rádio Bradesco Esportes FM foi a partida entre Flamengo e Atlético-MG.

Luiz Carlos Trabuco Cappi, Aldo Rebelo e João Carlos Saad celebram a parceria

Mário Baccei e Daruiz Paranhos

METRO RIO

Vagner de Oliveira e José Camargo

João Carlos Saad e o prefeito Paes Os irmãos e ginastas Daniele e Diego Hypolito


12

+

www.readmetro.com

motor

QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Cada macaco no seu carro

Troca de pneus fica mais fácil com macacos hidráulicos Força continua indispensável para manuseio de chaves de roda Especialista diz que tecnologia de ferramenta precisa evoluir

Chave de roda cruz

Macaco joelho

Sem uma chave de roda elétrica, o condutor vai ter que usar a força. A chave de roda em cruz ajuda um pouco, pois tem suporte para segurar com as duas mãos. Se o parafuso estiver muito apertado, uma dica é pular em cima da chave.

É o mais comum. Tem um encaixe em forma de “U” que se fixa à carroceria do automóvel. É acionado com uma manivela giratória. Custa entre R$ 20 e R$ 40.

Macaco elétrico O macaco elétrico é a salvação para quem tem horror a trocar pneu. Dispensa o uso da força e das eternas voltas com a chave de rodas, pois é acionado por meio de botões. Vêm com uma opção que traz uma parafusadeira elétrica, ou seja, chega de usar chave de roda manual. Os dois funcionam ligados ao acendedor de cigarros. Custa aproximadamente R$ 400.

Macaco sanfona É o que vem na maioria dos carros. Pesa em média 3 quilos, possui sistema de alavanca giratória e tem a base plana para o encaixe. Requer um pouco de força e é chato de manusear. Custa entre R$ 25 e R$ 50.

Macaco hidráulico dispensa a força na hora de levantar o carro DIVULGAÇÃO

Pneu furado é um imprevisto que não deixa muitas opções ao condutor, só resta descer do carro e providenciar a troca. E nesta hora quem estará lá para ajudar? Sim, o bom e velho macaco. O problema é que muitos motoristas não sabem usar o instrumento corretamente. E verdade seja dita, os macacos originais pouco facilitam a vida neste momento crítico.

Segundo Marcos Bressan Junior, gestor da Casa dos Macacos, embora a tecnologia dos carros tenha evoluído nos últimos anos, a dos macacos não mudou grande coisa. “Os modelos mais comuns e utilizados são: joelho, sanfona, hidráulico tipo garrafa e tipo jacaré pequeno. Sendo os dois primeiros os mais simples, aqueles que já vêm no carro”, afirma Bressan. Segundo o profissional, tanto o joelho quanto o sanfo-

na são macacos-padrão e levantam até duas toneladas, suficiente para qualquer modelo de carro de passeio. Já o hidráulico e o jacaré pequeno erguem até quatro toneladas. Quanto à chave de roda, a força do braço continua indispensável. A única alternativa é ter um kit de macaco elétrico, que já vem com chave elétrica. Senão, o condutor vai ter que continuar sujando a mão de graxa.

Macaco hidráulico jacaré pequeno É prático e exige bem menos esforço que macacos mecânicos. Uma alavanca acionada com movimentos de remo faz com que o sistema eleve o carro mais facilmente. Pesa aproximadamente 15 kg e custa cerca de R$ 100.

METRO

Macaco hidráulico tipo garrafa Chave de roda “L” A chave de roda em “L” é a mais básica. Para amenizar o esforço, algumas têm cabos maiores, que permitem aumentar a força do braço.

Macacos hidráulicos funcionam com um pistão, por isso deixam o serviço bem mais leve na hora de erguer o carro. Com apenas uma mão é possível concluir o trabalho. O do tipo garrafa tem preço médio de R$ 80.


14

2

www.readmetro.com

cultura

Tapete

QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Festival do Rio dá início, hoje, a uma maratona cinematográfica Evento apresentará 427 filmes, de mais de 60 países 12 longas nacionais de ficção disputam o troféu Redentor

FOTOS DIVULGAÇÃO

vermelho

cultura

‘Lay the Favorite’, de Stephen Frears

Programe-se Confira a programação completa e sessões a preços populares no site: www.festivaldorio.com.br Passaportes: www.ingresso.com; Estação Sesc Rio (rua Voluntários da Pátria, 35, Botafogo); e bilheterias dos cinemas. No Armazém 6 do Cais do Porto, atores e diretores vão participar de debates com o público. R$ 2.

‘Smashed’, de James Ponsoldt

‘A Busca’, de Luciano Moura, com Wagner Moura

Críticos, cinéfilos, público, estrelas nacionais e estrangeiras e uma estatueta cobiçada: o troféu Redentor. A partir de hoje até 11 de outubro, o Rio de Janeiro torna-se a capital oficial do cinema, com o início do Festival do Rio. A festa de gala, hoje à noite, para convidados, abre o evento com o filme “Gonzaga – de Pai para Filho”, de Breno Silveira. O longa, que narra a trajetória de vida do “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga, terá exibição simultânea, em sessão hors concours, no Odeon Petrobras e no Centro Cultural João Nogueira - Imperator. “Hoje, o cinema brasileiro cada vez mais dialoga com o mundo. E o Festival do Rio tem três impactos fundamentais sobre a indústria audiovisual da cidade: colocar o Rio como polo de produção principal na América Latina, contribuir para a formação de profissionais e beneficiar a população com o melhor da produção cine-

matográfica internacional”, observa Sérgio Sá Leitão, presidente da RioFilme. Première Brasil A maratona conta com 427 filmes, de mais de 60 países, em 20 mostras. Na Première Brasil, 12 longas de ficção concorrem ao troféu Redentor. Três produções terão exibição inédita no Rio: “O Gorila”, de José Eduardo Belmonte; “Primeiro Dia de Um Ano Qualquer”, de Domingos de Oliveira; e “Meu Pé de Laranja Lima”, do diretor Marcos Bernstein. Das estreias internacionais, destacam-se “Pietá”, de Kim-Ki-Duk (vencedor do Leão de Ouro de Veneza esse ano); “Twixt”, de Francis Ford Coppola; “Moonrise Kingdom”, de Wes Anderson; “Holy Motors”, de Leos Carax; e “The We and the I”, de Michel Gondry.

GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

‘Gonzaga - De Pai para Filho’, de Breno Silveira

LUIZ ROBERTO LIMA/FUTURA PRESS

60 segundos

Ilda é diretora do Festival do Rio

‘É UMA GRANDE VITRINE’ Ilda Santigo fala da expectativa para a 14a edição do Festival do Rio. Qual é a importância do Festival para o Brasil?

É uma grande vitrine do cinema nacional para o mundo: todos os anos, levamos parte da Première Brasil para Berlim, Nova York e, este ano, Portugal também. Além disso, recebemos produtores e profissionais do mundo todo no nosso setor de mercado. O Imperator exibirá o filme de abertura. O que isso representa?

O festival sempre teve a preocupação de integrar a cidade. Ter o Imperator como parte desta edição é um privilégio. GISLANDIA GOVERNO


16

www.readmetro.com

variedades

Carro robô nas ruas da Califórnia

QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Os invasores ABC DIGIPRESS

Problemas com a SuperVia

Cruzadas

Governo autoriza testes com veículos sem motorista no Estado CARLO ALLEGRI / REUTERS

Dentro de uma década, o consumidor poderá optar pela compra de um carro autônomo, que anda sem motorista. A previsão é de Sergey Brin, cofundador do Google. Esta semana, a empresa recebeu autorização do governo da Califórnia, nos Estados Unidos, para testar os carros robô nas ruas do Estado. A prática já é permitida em Nevada, também nos EUA. Outras empresas mantêm projetos semelhantes na Alemanha. Os carros autônomos funcionam graças a uma série de sensores e câmeras que identificam as condições da estrada e a presença de outros elementos na via (automóveis, bicicletas, motos, pedestres, etc). Em comunicado divulgado em agosto, o Google afirmou que seus veículos

Leitor fala Até quando a SuperVia vai tratar seus passageiros como se fossem carga? Aliás, até para transportar carga é necessário treinamento, cuidados especiais, etc. Não está na hora de o governo descredenciar a SuperVia, devido a tantos absurdos cometidos pela concessionária? Esse último acidente em Madureira - não foi dos mais trágicos, graças a deus -, mas com tanto descaso, uma hora a “vaca vai pro brejo”... Esses trens chineses não vão aguentar o rojão. Até porque, como todos nós sabemos, a fama dos produtos do país é que têm péssima qualidade. Com freio alemão, motor japonês e montagem chinesa - além de outras peças de vários países, como Itália e França -, o novo trem da SuperVia conta com sistema de balanceamento que ameniza solavancos e um equipamento de frenagem mais macio, que evita paradas abruptas. Com todas essa mistura, será que vai dar certo? Alex R. Moitas – Rio de Janeiro, RJ

Acidente de trem Devido aos constantes incidentes e acidentes com os trens urbanos do Rio de Janeiro, aqui vai a minha sugestão para um nome que caracteriza melhor a situação desta empresa: ‘subvia’.

“Acredito que esses veículos poderão melhorar muito a qualidade de vida das pessoas.”

Stephen Rumjanek – Rio de Janeiro, RJ

SERGEY BRIN, DO GOOGLE, QUE USA SEMPRE OS ÓCULOS TECNOLÓGICOS

já haviam rodado cerca de 48 mil quilômetros sem motoristas, em locais fechados. Mesmo com a autorização, os testes só poderão ser executados com a presença de um condutor, que possa agir em caso de emergência. METRO

Pergunta O Senado vai assumir as despesas dos senadores que deixaram de pagar imposto de renda entre 2007 e 2011. Você acha isso justo?

Sudoku

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroRJ

@Exalta92: Não, esse dinheiro deveria sair do bolso dos próprios senadores devedores. @KevinRTW: Não, é muito errado pagarmos as dívidas deles. @johrginho: Isso é um absurdo.

Web

Até agora, desempenho só havia sido verificado em locais fechados

Para falar com a redação: leitor.rj@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal FLICKR / REPRODUÇÃO

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Tenha mais jogo de cintura para lidar com pessoas que estão prontas para lhe fazer boas propostas, basta você não ser muito individualista nas negociações. Touro (21/4 a 20/5) Saiba resistir com bravura a certos assédios e concorrências agressivas, se for preciso peça ajuda de pessoas mais poderosas que poderão atuar a seu favor. Gêmeos (21/5 a 20/6) Falta de entrosamento com as pessoas, não deixe que problemas de comunicação afastem você das pessoas que realmente lhe apoiam, evite confrontos e desgastes. Câncer (21/6 a 22/7) Boas saídas nem sempre agradam todo mundo, é preciso ter um pouco de maturidade para entender que a melhor solução pode ser bem diferente do que se pensa.

Leão (23/7 a 22/8) Faça parte das melhores soluções do dia, não perca as chances de estar junto com as pessoas que estarão decidindo as situações. Enturme-se. Virgem (23/8 a 22/9) Dia de ter muito tato e saber negociar com as pessoas para poder transformar antigas parcerias que não estão funcionando em oportunidades de novos negócios. Libra (23/9 a 22/10) Antes de deixar as coisas se degringolarem recorra a forças superiores que poderão ajudar você a se sair melhor nas situações e também evitar prejuízos. Escorpião (23/10 a 21/11) Oposições despertas e prontas para reagir às suas investidas, se você perceber que não está conseguindo se virar sozinho leve a situação a ordens superiores.

Sagitário (22/11 a 21/12) Dificuldades para tentar harmonizar e motivar as pessoas para que elas deixem as suas diferenças de lado e possam se entender melhor. Tenha muita paciência. Capricórnio (22/12 a 20/1) Possíveis tensões nos seus relacionamentos, divergências de interesses entre você e as outras pessoas podem criar um clima de irritações e confrontos. Aquário (21/1 a 19/2) Mais um dia de desafios e de completar o que já foi iniciado recentemente. O seu sucesso irá depender da sua capacidade em se relacionar com todo mundo. Peixes (20/2 a 20/3) Finalmente a ficha pode começar a cair. Você está com uma compreensão muito melhor da situação e pronto para colocar as pessoas nos seus devidos lugares.


www.readmetro.com

cultura

QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

17

O próximo passo de J. K. Rowling Criadora de Harry Potter lança hoje no Reino Unido sua primeira ficção para adultos Intitulado ‘The Casual Vacancy’, livro chega ao Brasil em dezembro Hoje é o dia em que J.K. Rowling lança, no Reino Unido, “The Casual Vacancy” (a vaga ocasional), seu primeiro livro desde o megasucesso da franquia Harry Potter e sua primeira incursão no campo da ficção para adultos. Mas detalhes sobre o romance têm sido guardados a sete chaves. No Brasil, a publicação, que ainda não tem título definido em português, chega às livrarias no início de dezembro pela Nova Fronteira. Aqui vão quatro fatos que já sabemos sobre o livro:

O enredo gira em torno de morte e política. Do pouco que foi divulgado, sabemos que a história inicia com a morte de um tal Barry Fairbrother, integrante do conselho de uma aparentemente perfeita cidadezinha inglesa que, na verdade, está recheada de ressentimento e discórdia. A eleição que sucede com a vaga aberta resulta em um drama que lida com guerra de classes, prostituição, vício em heroína e escândalos – temas bem pouco “potterianos”.

1

2

Dificilmente alguém já leu o livro. Como a jornalista Decca Aitkenhead aponta no perfil escrito e publicado por ela, no último sábado, no jornal britânico “The Guardan”, a leitura do livro não foi permitida nem mesmo para seus editores.

3

A autora não está preocupada com críticas negativas. “Queria apenas escrever este livro. Gosto muito dele e me orgu-

Detalhe da capa com o casal no altar Cartaz em livraria com o anúncio do lançamento NEIL HALL/REUTERS

lho dele. Isso é o que importa para mim”, disse Rowling ao “Guardian”. “O pior que pode acontecer é que todos digam ‘Bem, ficou horrível, ela deveria voltar a escrever para crianças’. Obviamente não vou dar uma festa para celebrar isso, mas vou sobreviver.”

4

O livro deve vender bem, muito bem. Antes mesmo de seu lançamento, “The Casual Vacancy” passou mais de 80 dias na lista dos 100 mais vendidos da livraria Amazon.com, chegando quase ao topo com a proximidade do lançamento. No Reino Unido, mais de 1 milhão de livros já foram vendidos antes mesmo da obra chegar nas lojas. A livraria britânica Waterstones já prevê que o livro seja a ficção mais vencida de 2012. Alguém duvida?

NED EHRBAR

METRO INTERNACIONAL

DIVULGAÇÃO

Maurício de Sousa decide casar Mônica e Cebolinha Os planos de Cebolinha para acabar com a dentuça e gorducha Mônica tomaram outro rumo na adolescência, quando o sentimento virou, enfim, amor. Maurício de Sousa coloca nas bancas, a partir de hoje, a edição número 50 da “Turma da Mônica Jovem” com os dois juntos, ou melhor, casados. “O Casamento do Século” (Panini, R$ 7,50, 132 pgs.) é o título da publicação, em estilo mangá, e que passa longe das brigas dos dois relativas ao sumiço do coelho de pelúcia Sansão. Agora, Mônica e Ceboli-

nha têm desejos em comum e, entre ciúmes, discussões e reconciliações, descobrem como funciona a difícil vida a dois. A edição anterior já mostrou o convite de casamento do casal. As dúvidas que restam agora são se Cascão vai tomar banho para ir à igreja ou se haverá comida suficiente para Magali na festa. A publicação “Turma da Mônica Jovem” é atualmente uma das revistas em quadrinhos mais vendidas no mundo e já atingiu a marca de 230 mil exemplares produzidos. METRO


esporte

18

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

Vagner Love e Liedson marcaram os gols da vitória rubro-negra

3

esporte

Resposta na raça

Brasileirão

2012 CLASSIFICAÇÃO P V GP SG 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

FLUMINENSE ATLÉTICO-MG GRÊMIO VASCO SÃO PAULO BOTAFOGO INTER CORINTHIANS CRUZEIRO FLAMENGO PONTE PRETA SANTOS PORTUGUESA NÁUTICO BAHIA CORITIBA SPORT PALMEIRAS FIGUEIRENSE ATLÉTICO-GO

56 52 49 44 42 40 40 36 35 34 34 33 32 31 31 28 27 23 22 20

16 15 15 12 13 11 10 9 10 9 8 8 8 9 7 8 6 6 5 4

43 40 37 32 38 41 33 30 32 28 30 31 28 31 27 38 23 25 29 27

25 21 16 6 10 8 10 4 -4 -8 -2 -4 -2 -11 -3 -8 -12 -11 -16 -19

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

Apoio

27ª rodada SÁBADO 18h30 - Vasco 18h30 -Cruzeiro 18h30 Portuguesa 18h30 - Náutico 21h - Palmeiras

x x x x x

Figueirense Inter Atlético-MG Atlético-GO Ponte Preta

DOMINGO 16h - Flamengo 16h - Corinthians 16h - Coritiba 16h - Bahia 18h30 - Grêmio

x x x x x

Fluminense Sport São Paulo Botafogo Santos

MARLON FALCÃO / FOTOARENA

No reencontro com R49, torcida do Fla lota o Engenhão e provoca craque com 30 mil apitos Magoado, time responde saída do craque, da Gávea, em maio, vencendo o Galo por 2 a 1 Não faltavam ingredientes para um grande jogo na noite de ontem, no Engenhão: estádio lotado, rivalidade histórica e o encontro de Ronaldinho Gaúcho com a torcida do Flamengo após sua traumática saída do clube para jogar no AtléticoMG, cobrando uma dívida de R$ 40 milhões. No fim, a vitória rubro-negra por 2 a 1 sobre os mineiros deixou a equipe da Gávea distante da zona do rebaixamento, com 34 pontos, em décimo lugar. O clima era tenso antes de o jogo começar, mas nenhum incidente grave foi

“Flamengo jogou como Flamengo, com raça e determinação.” VAGNER LOVE

registrado. A torcida rubronegra protestou contra R49 com 30 mil apitos. Incentivado, o Flamengo começou melhor, pressionando o Atlético-MG. E o gol não demorou a sair. Aos 20 minutos, Cleber Santana cobrou escanteio da direita, Gonzalez quase marcou de cabeça, mas Marcos Rocha salvou sobre a linha. Na sobra, Cá-

2x 1

Flamengo: Felipe; Wellington Silva, Frauches, González e Ramon (Magal); Amaral, Cáceres (Bottinelli), Léo Moura e Cleber Santana; Liedson (Adryan) e Vagner Love. Técnico: Dorival Junior Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Richarlyson ; Pierre, Leandro Donizete (Carlos César ), Danilinho (Guilherme), Escudero (Neto Berola) e Ronaldinho; Jô . Técnico: Cuca

• Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro • Gols: Vagner love aos 20’ do 1º tempo; Jô aos 5’ e Liedson aos 12’ do 2º • Arbitragem: Jailson Macedo Freitas (BA), auxiliado por Altemir Hausmann (RS) e Kleber Lucio Gil (SC) • Pagantes: 34.117 (39.060 presentes) • Renda: R$ 532.110

ceres dividiu no alto e, quase sem ângulo, Vagner Love acertou um voleio lindo, sem chances para Victor. Após o gol, o Galo reagiu

Santos é campeão da Recopa Sul-Americana PAULO WHITAKER/REUTERS

Em sua primeira partida pelo Santos após a saída do amigo Paulo Henrique Ganso, Neymar foi o destaque na conquista do sexto título do clube em três anos, o segundo no centenário do Peixe – o primeiro foi o Paulistão. A vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, ontem, no Pacaembu, garantiu ao Santos a inédita taça da Recopa, festejada por pouco mais de 23 mil presentes. O próprio Neymar marcou o primeiro gol, aos 27 minutos do primeiro tem-

po. Em seguida, ainda perdeu um pênalti, que acabou não fazendo falta para o título santista. No segundo tempo, Bruno Rodrigo fechou placar. Vitória do Grêmio Pela Copa Sul-Americana, o Grêmio venceu o Barcelona por 1 a 0, em Guayaquil, no Equador. O gol foi marcado por Werley. Ainda em território equatoriano, o São Paulo empatou em 1 a 1 com a LDU de Loja. METRO RIO

e o jogo passou a ficar equilibrado. Ronaldinho começou a criar mais jogadas e levou perigo nas bolas paradas. Logo no início do se-

Breves

R$ 100 mil para conter Neymar GRÊMIO. Por uma cláusula

Neymar levanta o troféu

no contrato de empréstimo de Pará com o Grêmio, o lateral, que pertence ao Santos, só poderia enfrentar seu ex-clube se a agremiação gaúcha pagasse R$ 100 mil de multa. Pensando em conter Neymar no duelo do próximo domingo, o Grêmio não titubeou e resolveu pagar para ter seu titular. METRO RIO

gundo tempo, a reação deu resultado. Aos cinco minutos, Jô aproveitou um rebote na área rubro-negra e bateu firme no canto esquerdo do goleiro Felipe. A igualdade não durou muito. Sete minutos depois, Liedson completou cruzamento de Wellington Silva e botou o Flamengo em vantagem novamente. A partir de então, o jogo ficou quente e o Galo perdeu Réver, expulso após agredir Cáceres. Perto do apito final, Cleber Santana ainda acertou a trave em chute de longe. METRO RIO

Kaká marca três pelo Real em amistoso REAPARECEU. Em sua es-

treia como titular do Real Madrid na temporada, Kaká marcou três gols e deu uma assistência. Com a bela atuação do meia, o time merengue venceu o amistoso contra o Milionários, da Colômbia, por 8 a 0, ontem, pelo Troféu Santiago Bernabéu. Kaká não balançava as redes com a camisa do Real Madrid desde o dia 4 de abril, na partida contra o Apoel, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. METRO RIO


esporte BRUNA PRADO/METRO RIO

Metro entrevista

19

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012

‘Meu negócio é fazer gol’ O atacante Bruno Mendes, de 18 anos, ex-Guarani, foi apresentado oficialmente pelo Botafogo ontem, em General Severiano. Revelado pelo time de Campinas, o jogador foi comparado a Careca, ex-atacante do clube campineiro e da Seleção. “Vim para fazer história. Meu negócio é marcar gol. Atacante vive de gol e é isso que eu vim fazer aqui”, dis-

“Vim para fazer história. Atacante vive de gols e é isso que eu vim fazer aqui.” BRUNO MENDES

se o jogador, que não atua desde julho e se diz admirador de Ronaldo Fenômeno. Bruno foi contratado por empréstimo e assinou con-

trato com o Glorioso até dezembro de 2013. Ele pertence a um grupo de investidores do exterior, que pagou cerca de R$ 6,6 milhões ao Guarani por 100% dos direitos econômicos do atacante. O Alvinegro, que vem de um empate em 2 a 2 com o Corinthians, domingo, no Engenhão, enfrenta o Bahia, domingo, às 16h, em Pituaçu. METRO RIO

FERNANDO SOUTELLO/AGIF

Bruno diz que quer fazer história no Alvinegro

Média de gols sofridos dispara no Fluminense Ministro do Esporte, Aldo Rebelo quer alternância no poder das confederações brasileiras

O líder Fluminense tem uma das defesas menos vazadas do Campeonato Brasileiro, com 18 gols sofridos em 26 jogos. Mas, a média piorou muito no returno. Na primeira metade da competição, o tricolor levou 11 gols (em 19 partidas). Agora, passados sete jogos, o time do técnico Abel Braga já levou sete, um gol por jogo, quase o dobro da média do primeiro turno. “No returno, os jogos tendem a ser mais difíceis”, acredita o goleiro Diego Cavalieiri. “E, do mesmo jeito que levamos muitos gols, estamos produzindo ainda mais. Acho importante mantermos esta média, somar pontos. Não tomando gols facilmente, fica mais fácil para os jogadores decisivos nos darem a vitória”, completou o goleiro. Com 56 pontos, o Flu é líder isolado do Brasileirão. O próximo adversário é o Flamengo, domingo, às 16h, pela 27ª rodada. METRO RIO

Ministro do Esporte diz que não vai interferir no caso do escândalo de roubo de arquivos do Comitê de Londres por parte do COB

ALDO REBELO

“O BRASIL ESPERA UMA RESPOSTA DO COB.” Em entrevista ao Metro, ontem, durante festa de lançamento da Rádio Bradesco Esportes FM, no Copacabana Palace, o Ministros do Esporte, Aldo Rebelo, disse que o ministério não vai tomar nenhuma posição em relação às alegações da ex-funcionária do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Renata Santiago, demitida na última segunda-feira. Ela disse ter sido “instruída” a acessar os dados, no escândalo de roubo de informação dos Jogos de Londres, que veio à tona na última sexta-feira. Na terça, Renata divulgou uma carta, na qual nega ter acessado arquivos sigilosos por conta própria e questiona o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, já que, se tivesse feito o download de qualquer documento sem a autorização, deveria, então, ter sido demitida por justa causa. O Ministério vai questionar o presidente do COB sobre um suposto envolvimento no caso?

O COB e o Comitê Olím-

pico de Londres são duas entidades privadas e, teoricamente, o Ministério do Esporte não teria como interferir. Mas, tenho certeza que o presidente Carlos Nuzman terá uma explicação para tudo isso. Nós e o Brasil esperamos por essa resposta. O senhor pediu alternância nos mandatos das confederações e exclusividade. Ary Graça acaba de ser eleito presidente da FIVB e já disse que não vai deixar a CBV. Coaracy Nunes está há 24 anos à frente a CBDA... O governo vai barrar o repasse de verba para essas confederações?

Não sou delegado, não voto por nenhuma confederação. Mas já pedi para que haja a alternância do poder. Também não podemos interferir diretamente nessas entidades, que são privadas. Estamos estudando uma forma de limitar o repasse de recursos públicos nesses casos.

PATRICIA TRINDADE METRO RIO

DHAVID NORMANDO/PHOTOCAMERA

Se Vasco levar calote, Diego Souza pode voltar MARCELO SADIO/VASCO/DIVULGAÇÃO

Diego Souza deixou o Vasco no fim de julho

Sem receber os cerca de R$ 5 milhões a que tem direito pela venda dos direitos do meia Diego Souza para o Al-Ittihad, o Vasco pode “tomar” o jogador do clube árabe e contar novamente com ele no Brasileiro. Ontem, a diretoria reuniu toda a documentação necessária para acionar a Fifa exigindo dos árabes a quitação da dívida. Se o clube não der garantias de que vai pagar, o presidente cruzmaltino, Roberto Dina-

mite, já consultou o departamento jurídico do clube sobre a possibilidade de repatriar o meia, alegando quebra de contrato. Diego Souza deixou a Colina no final de julho e o dinheiro da venda seria usado para colocar a folha de pagamento do clube em dia. O Vasco vem de um empate sem gols com a Ponte Preta, domingo. Na próxima rodada, sábado, o time recebe o Figueirense, às 18h30, em São Januário. METRO RIO

Diego Cavalieri

“Do mesmo jeito que levamos muito gols, produzimos ainda mais. No returno, os jogos tendem a ser mais difíceis.” DIEGO CAVALIERI, GOLEIRO DO FLU



20120927_br_metro rio