Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

Confirmado Robert Plant fará show em Brasília no Nilson Nelson {pág 11} O provocador Nelson Rodrigues, 100 anos {pág 12}

EM FAMÍLIA GILBERTO GIL TOCA COM FILHO BEM E ORQUESTRA {pág 11}

BRASÍLIA Quinta-feira,

23 de agosto de 2012

Edição nº 76, ano 1 Mín 13°C Máx 26°C

Quadrilha flagrada em golpes com terras

Rivais alinhados

Dono de cartório e um dos filhos, proprietário de uma imobiliária em Planaltina de Goiás, são acusados pelo Ministério Público local por fraudes com lotes no Entorno do DF Dois policiais militares goianos e um servidor do TJDF também são investigados {pág 08} Greves

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Ricardo Lewandowski segue Joaquim Barbosa na entrada do plenário do STF RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

A surpresa de Lewandowski Advogados dos réus do mensalão torciam para que as duras divergências com o relator do processo, Joaquim Barbosa, significassem uma postura mais branda do ministro revisor, Ricardo Lewandowski. Todas as esperanças foram por água abaixo assim que ele começou a votar, alinhando-se com o rival nas condenações {pág 03}

Governo fecha folha com corte de dias parados Por ordem de Dilma, até 100% do tempo sem trabalhar será descontado de uma vez Grevistas vão ao STF {pág 02}

No Hospital de Base, falta papel para prontuários Problema impede entrada de novos pacientes {pág 06}

Brasília, livre e desimpedida Há mais pessoas solteiras que comprometidas na cidade {pág 08}


brasil

02

1 foco

Fim da greve O Ministério da Educação calcula que pelo menos 36 das 58 universidades que estavam em greve retomam as aulas na segunda-feira. Os professores universitários aceitaram a proposta feita pelo governo de pagamento entre 20% e 45% até 2015. Os técnicos administrativos das universidades federais também devem encerrar a paralisação na próxima semana. A Fasubra (Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras) recomendou o fim dos protestos. A categoria foi a única até agora a aceitar o reajuste em três parcelas anuais de 15,8%, que está sendo oferecida à todas as carreiras em greve. METRO BRASÍLIA

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Folha fecha com corte integral de dias parados Ordem é da presidente Dilma Rousseff, contrariando uma posição oficial do Ministério do Planejamento emitida no ano passado Servidores recorrem ao STF para reverter decisão Contrariada com a resistência dos servidores públicos nas negociações salariais, a presidente Dilma Rousseff determinou o corte de ponto dos grevistas, em alguns casos com perda de 100% dos salários. A decisão, no entanto, contraria uma nota técnica do Ministério do Planejamento de maio ano passado. No documento, a Secretaria de Recursos Humanos reconhece o ‘caráter alimentar’ da remuneração dos funcionários públicos e limita, em caso de greves, o desconto no salário equivalente a sete dias mensalmente, até que período parado seja totalmente compensado. A nota técnica 505 de 2011 se baseia em decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de outubro de 2007, que “assegura a possibilidade do exercício do direito constitucional da greve dos servidores públicos”. Com a decisão, os funcionários públicos têm sido obrigados a seguir as mesmas regras

previstas para os trabalhadores dos serviços privados inclusive com a manutenção de 30% do efetivo nos casos de serviços essenciais até que o Congresso Nacional crie uma lei específica para o direito de greve. O corte de ponto levou a Condsef (Confederação Nacional dos Servidores Públicos Federais) a entrar com uma ação no STF pedindo uma liminar que suspenda a decisão. O argumento é o de que a greve não foi considerada ilegal. “Tem colegas que pagam auxílio-alimentação, pensão, planos de saúde que chegará em setembro como inadimplente”, protestou o diretor da Condsef Sérgio Ronaldo da Silva. O Ministério do Planejamento, no entanto, afirma que a reversão do corte é difícil, porque a folha de pagamento do serviço público foi fechada ontem.

Passando por cima A presidente Dilma Rousseff escolheu ignorar uma nota técnica do Ministério do Planejamento do ano passado. Confira:

MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

MST tumultua Esplanada Um grupo de cinco mil integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) fez uma marcha ontem na Esplanada dos Ministérios. Além de provocar transtornos ao trânsito, a manifestação também deixou marcas de vandalismo. O alvo da depredação foi o monumento com o busto do ex-presidente Juscelino Kubitschek. Durante o protesto, um

grupo do MST tentou invadir o prédio do Palácio do Planalto. Houve tumulto e a a segurança precisou ser reforçada. Os manifestantes foram dispersados pela polícia com uso de gás lacrimogêneo, spray de pimenta e cachorros. No fim, os manifestantes conseguiram entregar uma carta de reinvidicações ao ministro da Secretaria-geral da Presidência, Gilberto Carvalho. METRO BRASÍLIA FALE COM A REDAÇÃO

leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4610 COMERCIAL: 061/3966-4615

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

O busto de Juscelino Kubitschek, na praça dos Três Poderes, foi pichado

EXPEDIENTE

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Metro Brasília. Diretor - editor: Cláudio Humberto. Editor Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075). Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar. Brasília-DF Cep: 70070-120. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura. A tiragem e distribuição desta edição de 40.000 exemplares são auditadas pela BDO.


brasília

www.readmetro.com

03

QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Revisor surpreende e condena 4 acusados Expectativa no meio jurídico era de que Ricardo Lewandowski fosse mais brando do que o relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa Ele, porém, seguiu o voto do colega e decidiu pedir as mesmas condenações

RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

O ministro Ricardo Lewandowski frustrou os advogados dos réus no julgamento do mensalão ontem no STF (Supremo Tribunal Federal) e votou pela condenação do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato (corrupção passiva, duas vezes por peculato e lavagem de dinheiro) e dos empresários Marcos Valério, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach (corrupção ativa e duas vezes peculato). As defesas esperavam um voto divergente em relacão ao do relator, Joaquim Barbosa, que já pediu a condenação de cinco réus. A primeira parte do voto, porém, Lewandowski fez coro, inclusive, a argumentos usados por Barbosa para apontar a responsabilidade dos acusados pelo desvio de recursos públicos. “Para o crime de peculato, basta que o acusado seja agente público. O dinheiro pode ser público ou particular”, declarou. Lewandowski apontou ‘total balbúrdia’ na diretoria

“Ultrapassamos a barreira da mera irregularidade administrativa e estamos adentrando a seara da criminalidade.” RICARDO LEWANDOWSKI, MINISTRO

de Marketing do BB e conluio entre Pizzolato e os sócios da DNA propaganda. Lewandowski apontou a participação efetiva de Cristiano Paz, assinando cheques, e de Ramon Hollerbach, validando empréstimos à SMP&B. Defesa insuficiente O ministro entende que Pizzolato não conseguiu provar, como disse a defesa, que os R$ 326 mil recebidos num envelope foram entregue a uma pessoa do PT como um favor a Marcos Valério. “A versão não condiz com as provas. Essas constatações são suficientes para concluir que a encomenda estava preparada e tinha

destino certo”, ressaltou. O dinheiro, segundo o revisor, seria uma comissão para, em troca, autorizar por quatro vezes a antecipação de R$ 73,851 milhões à DNA Propaganda, aceitando como prestação de contas 80 mil notas fiscais falsas. O revisor chegou a considerar que não houve crime na autorização de repasses de bônus de volume - gratificação paga às agências de publicidade. Depois, porém, recuou. “De fato, após a revisão dos autos, constatei que agência DNA desvirtuou o plano de incentivo a título de bônus para empresas que não são veículos de comunicação”, concluiu. A defesa manifestou preocupação. “Tenho esperança de que a defesa seja acatada pelos demais e haja uma reversão dos votos", afirmou o advogado de Pizzolato, Marthius Lobato. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Ricardo Lewandowski frustra as defesas e vota integralmente com o relator

Peluso dará sentença a 5 dos 37 réus

RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

A 12 dias da aposentadoria, o ministro Cezar Peluso deverá - mesmo com o aval da maioria dos colegas de STF se negar a apresentar a sentença contra todos os réus e votará apenas sobre o item 3 da denúncia do mensalão, que trata sobre o desvio de recursos públicos. O ministro quis evitar polêmica sobre o assunto. “Você não pode inverter, porque gera insegurança. Não há nada que diga que integrante do tribunal não possa votar antes do relator, porque é impensável”, avaliou o ministro Marco Aurélio Mello, que lidera a ala divergente. Peluso avalia, inclusive, aguardar a vez de votar e não exercer o direito à preferência e antecipar a sentença depois da conclusão do voto do ministro revisor, Ricardo Lewandowski, hoje. O ministro é o sétimo a votar e participará de apenas mais quatro sessões até a

próxima semana. A possibilidade de antecipação de voto, mesmo parcial, tem recebido críticas também dos advogados. Com o modelo de análise fatiada da denúncia, o ministro participaria da definição de culpa ou inocência dos cinco acusados julgados até agora, mas não da chamada dosemetria, que é o cálculo da pena dos réus condenados. Neste caso, os outros 32 réus seriam julgados por 10 ministros e o temor do ministro Joaquim Barbosa é de que o empate crie instabilidade jurídica e favoreça a tese das defesas. Por tradição, a última semana de um ministro do STF é dedicada a visitas às cortes superiores e a homenagens oferecidas pelas entidades jurídicas. Peluso, porém, poderá deixar o cargo que ocupa desde 25 de junho de 2003 votando em plenário. METRO BRASÍLIA

Cezar Peluso se despedirá do cargo votando em plenário

Voto sobre João Paulo será hoje O deputado João Paulo Cunha (PT-SP) conhecerá hoje o voto do ministro revisor, Ricardo Lewandowski. A defesa espera que, ao contrários dos quatro réus julgados e condenados até agora por desvio de recursos públicos, haja uma reviravolta no julgamento. O petista aguarda a conclusão do caso para decidir se permanece na disputa à prefeitura de Osasco (SP), nas eleições de outubro. João Paulo era o presidente da Câmara na época em que as denúncias vieram à tona. O ministro Joaquim Barbosa pediu a condenação do deputado por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. No voto, o relator entendeu que o petista recebeu R$ 50 mil reais para favorecer a agência de Marcos Valério. METRO BRASÍLIA


04

Política

brasil

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

PAULO PRETO SONHA APARECER EM PROGRAMAS DO PT Figurão nos esquemas de arrecadação do PSDB, Paulo Preto fixou como meta fazer sucesso no programa eleitoral do PT, durante a atual campanha. Acha que seu depoimento do dia 29, na CPI do Cachoeira, oferecerá farto material aos petistas. Diz que não fará acusações, mas explicará aos parlamentares que nada fez, na direção da estatal Dersa e arrecadando fundos para o PSDB, senão “seguir a ética do Serra”.

MÁGOA Paulo Vieira de Souza, o “Paulo Preto”, não admite publicamente, mas ficou magoado quando José Serra afirmou que nunca ouvira falar nele.

ARRECADADOR Figura de proa no tucanato, Paulo Preto dirigiu a Dersa, estatal de estradas do governo de São Paulo, e atuou na arrecadação de fundos.

BOCA CHEIA Com US$ 74,6 mil até agosto, o Brasil só perde para a Suécia, com US$ 84,7 mil, entre grandes doadores do fundo da ONU contra a fome.

PEC 24 EM PAUTA PMs e bombeiros se mobilizam em favor da emenda que cria fundo nacional de segurança pública. O relator é Aécio Neves (PSDB-MG).

PSD DEIXA APOIO A HENRIQUE ALVES EM BANHO-MARIA A bancada do PSD vai esperar o resultado das eleições municipais para decidir se apoiará a candidatura do líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), à presidência da Câmara. Em reunião na última terça, os deputados do novo partido decidiram que votarão unidos sobre a questão. São cotados para disputar pelo bloco PSD-PSB-PCdoB os socialistas Márcio França (SP) e Júlio Delgado (MG).

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

NA OPOSIÇÃO O deputado Fernando Francischini (PR) deixou de ser tucano para se filiar ao PEN, mas tenta eleger prefeitos de PSDB, DEM e PPS.

“O delito tem todos os elementos do crime de corrupção passiva.”

A FILA ANDOU Suplente de Demóstenes Torres, Wilder Morais (DEM-GO) já se enturmou no Senado. A um grupo de colegas, mostrou que o tema “Andressa”, sua ex que virou noiva de Cachoeira, não o incomoda. Até se gabou: “Passar mulher pra trás é fácil; difícil é passar pra frente...”

MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI (STF) AO VOTAR PELA CONDENAÇÃO DE HENRIQUE PIZZOLATTO

PASSA LONGE O senador Blairo Maggi (PR-MT) não quer nem ouvir falar no ex-apadrinhado Luiz Antonio Pagot, ex-diretor do Dnit, cujo depoimento poderá incendiar a CPI do Cachoeira na semana que vem.

PF NAS INVESTIGAÇÕES O deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) protocolou requerimento na CPI do Cachoeira para que a Policia Federal assuma a dianteira das investigações sobre a Delta Construções e as 18 empresas a ela ligadas – algumas com toda pinta de fantasmas.

VEREADOR SEM SALÁRIO O ex-deputado Marcelo Itagiba, que é delegado da Policia Federal, resolveu aderir a uma ideia que exige coragem, porque desagrada a muitos cabos eleitorais: acabar a remuneração para vereadores.

MÁ EDUCAÇÃO O Ministério Público do Pará entrou com ação para retirar de escolas públicas os nomes da deputada Elcione Barbalho e dos exgovernadores Almir Gabriel e Jader Barbalho, o da lição de algemas.

PODER SEM PUDOR Fuga sem destino

DEVOLUÇÃO A Justiça despachou na terça (21) o processo do Ministério Público Federal pedindo a Lula e ao ex-ministro Amir Lando a devolução de R$ 9,5 milhões gastos em cartas a aposentados sobre crédito consignado do BMG. Em 2011, o PT recebeu doação de R$ 1 milhão do banco.

SABOR AMARGO Emparedado pela porralouquice do Movimento Sem Terra, o governo experimentou o veneno que plantou, com Dilma saindo pela porta dos fundos do Planalto, ontem. É a segunda vez, em menos de um mês.

DEIXA VER

ANTONIO CRUZ/ABR

CATANDO NO ESCURO

O líder do PSD, Guilherme Campos, procurou caciques comunistas, que também negaram já ter fechado apoio a Henrique Alves.

A Bancoop, suspeita de desvio de fundos para o PT, está às voltas na Justiça com o sumiço de 140 livros contábeis, essenciais ao balanço, que o falecido gerente-adminstrativo da cooperativa teria guardado.

AINDA É CEDO

PERGUNTA NO GRITO

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, disse ao líder peemedebista que ele é um “bom nome”, mas o partido “ainda está se estruturando”.

O MST, que apoia oficialmente a reeleição de Hugo Chávez, está recebendo um “suporte” do fanfarrão da Venezuela para a baderna?

O

governador Ildo Meneghetti dormia, na madrugada de 31 de março de 1964, quando eclodiu o golpe militar. Acordou-se assustado com a multidão que ocupava o Palácio Piratini, convocada por Leonel Brizola. Meteu-se no carro e saiu da cidade em disparada. Can-

sado, acabou dormindo novamente. A certa altura, foi despertado pelo motorista. - Chegamos aonde? – perguntou Meneghetti, esfregando os olhos. - Em Passo Fundo, governador, como o senhor mandou. - Você se enganou, rapaz. Eu disse “pise fundo”!


06

www.readmetro.com

brasília

QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Falta de papel atrasa abertura de prontuário Demora na entrega de material comprado fecha seção do Hospital de Base responsável por cadastrar novos pacientes É a segunda vez em 15 dias que o problema impede o funcionamento total do ambulatório MARIANA OREIRO / METRO BRASÍLIA

As pessoas que tentaram abrir prontuário ontem no ambulatório do Hospital de Base depararam com guichês fechados. Um cartaz com a data de ontem avisava que havia falta de material e indicava um telefone para contato. “Está assim desde cedo”, contou Luisa dos Santos, 42, que aguardava atendimento no guichê ao lado. Perto das 14h, a janela se abriu e uma fila rapidamente se formou no local. Com os guichês fechados, quem nunca foi atendido no hospital e precisasse marcar consultas ficou sem resolver a questão. Nas tentativas do Metro

4

mil unidades do material usado para fazer o prontuário foram solicitadas há menos de um mês. Até ontem, apenas 256 haviam sido entregues. de conseguir informações no telefone do cartaz improvisado, as ligaçõs não foram atendidas. Por meio da assessoria de comunicação, o principal hospital público de Brasília confirmou o problema, que também ocorreu há duas semanas.

Segundo a unidade, há menos de um mês foram pedidas 4 mil unidades do papel necessário para que os funcionários abram o prontuário de pacientes novos. A empresa responsável pelo envio do material estava com baixa no estoque e não conseguiu entregar o montante. Uma parte do material chegou a ser enviada, mas conseguiu suprir a demanda de pessoas que procuram o local. O Hospital garantiu que no final da tarde de ontem toda a quantidade solicitada seria entregue e que não haveria atrasos na abertura de prontuários a partir de hoje. METRO BRASÍLIA

Burocracia Entenda o que aconteceu na seção de abertura de prontuário.

Cartaz escrito à mão indicava a falta de material na seção

Há cerca de um mês, o Hospital de Base fez o pedido de 4 mil unidades do material necessário para fazer prontuários. Na época, a empresa responsável não estava com o estoque completo e apenas 256 foram entregues. Há 15 dias, a quantidade acabou e a seção foi fechada. O Hospital teve que pedir 400 unidades emprestadas, que esgotaram ontem e voltaram a fechar o local.

RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

640 escolas votam para escolha dos diretores

Vox Pop

RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

Paulo Serra 48, PROFESSOR, ASA NORTE

Somos nós que decidimos. Essa votação não depende de aval do governo.

Alunos, professores e servidores votaram em peso

Após eleição para a reitoria, UnB decide amanhã volta da greve Acaba hoje o primeiro turno da eleição para a reitoria da UnB. O resultado do pleito será divulgado amanhã, até as 16h, segundo a comissão eleitoral. Antes, às 9h30, no Teatro de Arena, os professores decidem em assembleia se retomam a a greve encerrada na sexta-feira passada. Se a proposta for aprovada pela maioria, a universidade pode iniciar a próxima semana parada. Apesar de a volta às aulas

não ter se concretizado na maioria dos departamentos, a instituição ficou cheia ontem por causa da votação. Houve filas durante todo o dia nas 19 seções eleitorais. Hoje, as urnas ficam abertas das 9h às 21h. O endereço individual de votação pode ser pesquisado no site da UnB. A universidade informou ainda que o período de matrícula para os aprovados no 2º vestibular de 2012 começa no próximo dia 10 de setembro. METRO BRASÍLIA

No final da tarde, pais que buscavam os filhos na escola aproveitavam para votar

Elba Oliveira 45, MÃE DE ALUNO, GUARÁ

Professores, pais e alunos votaram ontem para escolher os futuros administradores das escolas públicas do Distrito Federal. As 640 instituições da região participaram do processo seletivo, que, por votação direta, define diretores para ficar no cargo até fim de 2013. Durante todo o dia, estudantes com mais de 13 anos e professores contratados antes de 25 de abril deste ano puderam participar da eleição. Apesar de o

voto ser facultativo, filas se formaram nos locais. Professor de Educação Física de uma escola na 913 Sul, Paulo Serra, 48, contou que após o sinal de término das aulas, os alunos se amontoaram em frentes às urnas. “Eles poderiam ter ido embora, mas ficaram aqui”, conta. Para o secretário de Educação, Denilson Bento, o novo sistema permite a participação da comunidade e da família nas decisões da

escola. Mãe de duas filhas matriculadas na rede pública, Maria Lenivane, 31, votou para escolher os dirigentes de duas escolas. “É um oportunidade de escolher e participar. E acho que serve muito para integrar os pais e a escola”, acredita. Mãe e professora, Fabíola Pinto, 43, avalia que a eleição direta favorece o diálogo. “A escola não caminha sozinha. E esse mecanismo implica em corresponsabilidade”, diz. METRO BRASÍLIA

Acho que essa votação cobra mais dos pais para que sejam mais presentes.

Pedro Ferreia 16, ESTUDANTE, SANTA MARIA

Votei e acho legal, porque dá importância e um certo poder aos alunos.


08

brasília RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

MP de Goiás desbarata quadrilha fundiária Dono de cartório de Planaltina de Goiás ‘esquentava’ escrituras falsas para revender terrenos do Jardim Paquetá Filho é dono de imobiliária REPRODUÇÃO / TV BAND

Pesquisa traz boa notícia para quem está a procura de um amor

Maioria dos brasilienses está disponível O placar é apertado, mas já serve de incentivo aos brasilienses que estão à procura de um par. De acordo com a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios divulgada na última terça-feira pela Codeplan, o percentual de pessoas desimpedidas supera o de comprometidas na região administrativa de Brasília, que compreende o Plano Piloto, o Setor Militar Urbano e as vilas Planalto, Telebrasília e Weslian Roriz. Entre a população acima de 14 anos - parcela que é levada em conta para calcular esse tipo de índice -, há 94.724 descomprometidos e 94.194 que já formaram par. Os descomprometidos (50,1%) incluem solteiros, divorciados, separados e viúvos. Entre 49,9% que vivem a dois, estão os casados no religioso e/ou no ci-

vil e os casais com união estável. Cenário para o amor de um dos casais mais famosos da música brasileira - Eduardo e Mônica -, Brasília está propícia para a formação de novos pares. METRO BRASÍLIA

Estado civil Entre a população de Brasília, ganham os que ainda não têm par

50,1%

ESTÃO DESIMPEDIDOS

49,9%

ESTÃO COMPROMETIDOS

Uma operação conjunta entre o Ministério Público de Goiás e as polícias Civil do estado e do DF resultou ontem na prisão de seis pessoas. A partir de denúncias de moradores da cidade, o MP conseguiu desvendar um esquema de falsificação de escrituras que vinha sendo praticado há pelo menos dois anos. De acordo com o promotor Rafael Simonetti, o tabelião Luís Roberto Martins e o filho dele Flávio Martins, dono de uma imobiliária na cidade, movimentaram pelo menos R$ 10 milhões ao falsificar escrituras e vender lotes no Jardim Paquetá, localizado logo na entrada da cidade goiana. “Com documentos falsificados, eles revendiam imóveis que já tinham dono”, detalha o promotor Rafael Simonetti. O corretor Sebastião Rodrigues é uma das vítimas do grupo. Sebastião havia comprado quatro terrenos no Paquetá de uma terceira pesssoa. No ano passado, surpreendeu-se quando materiais de construção foram depositados em um dos lotes. “O rapaz disse que o terreno era dele e eu poderia ir ao cartório para me certificar”, relatou. Sebastião foi e, de fato, o terreno estava escriturado no nome de outra pessoa. Com medo de perder todos os lotes, Sebastião abriu mão de um para conseguir a escritura dos outros três. “Vou querer de volta, agora

Jardim Paquetá tem 2 mil lotes

TERRENOS

Polícia investiga funcionário do TJDF

“Era um esquema muito organizado. Movimentou mais de R$ 10 milhões. Cada lote era negociado por R$ 30 mil.”

“Foi estelionato. Eles diziam que os meus terrenos estavam registrados em nome de outras pessoas.”

RAFAEL SIMONETTI,

SEBASTIÃO RODRIGUES,

PROMOTOR DE JUSTIÇA

VÍTIMA DO GOLPE

que sei como eles agiam”, afirmou, na delegacia de polícia da cidade goiana. Entre as pessoas presas ontem, estão dois policiais militares do estado de

Goiás: um da ativa e outro da reserva. O papel deles era coagir os moradores do Paquetá a ir ao cartório para “regularizar” a situação fundiária.

Entre as pessoas que estão sendo investigadas está o funcionário do TJDF Bruno Eustáquio Arantes. Bruno é neto de Nelson Eustáquio, que tinha uma procuração do dono original para fazer a venda da área. De acordo com o promotor Rafael Simonetti, vários moradores do Paquetá afirmaram que Bruno participava das negociações para obtenção de escrituras. METRO BRASÍLIA


economia

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Queixa por cobrança indevida em conta de celular cresce 46% Além de chamadas não reconhecidas, fatura esconde serviços não contratados e tarifas, segundo o Procon A conta do telefone celular pode esconder tarifas de serviços não contratados e minutos a mais de ligações. No primeiro semestre deste ano, as reclamações feitas por consumidores referentes a cobranças indevidas de operadoras de telefonia móvel avançaram 46%. Entre janeiro e junho de 2012, o número de atendimentos do Procon-SP somou 5.882, ante 4.030 no mesmo período do ano passado. De acordo com a assessora técnica do Procon-SP Marta Aur, as principais queixas são de chamadas não reconhecidas pelo consumidor. No entanto, o órgão de defesa do consumi-

48%

do total de 12.215 reclamações feitas contra operadoras de celular no Procon-SP no primeiro semestre deste ano se referem a cobranças indevidas de serviços e tarifas. dor também registra casos de cobranças indevidas por serviços não contratados como pacotes de dados, seguro antivírus, seguro para o aparelho e até seguro de vida. “O consumidor precisa acompanhar a fatura do celular. Ele tem o direito de

pedir à operadora o detalhamento da conta de celular, mesmo se tiver um pré-pago”, orienta a especialista. Se o cliente constatar que houve cobrança indevida, ele deve entrar em contato com a operadora para pedir esclarecimentos e a restituição do valor. Segundo Marta Aur, é importante que o consumidor anote o número do protocolo de atendimento. “Caso o problema não seja resolvido, ele pode procurar um órgão de defesa do consumidor. Se for cobrança indevida, o consumidor tem direito a devolução dos valores em dobro, caso tenha pago. METRO

09

LETICIA MOREIRA/FOLHAPRESS

Dilma é a 3a mulher mais poderosa Com fim do efeito do IPI, carros pressionam IPCA-15

Transportes e saúde puxam prévia da inflação em agosto Os grupos Transportes e Saúde e Cuidados Pessoais puxaram a prévia da inflação oficial, o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15), em 0,39% no mês de agosto, ante, os 0,33% registrados em julho pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o instituto, o movimento no período veio de automóvel novo (-2,47% para 0,04%); ônibus interestadual (1,49% para 3,40%); seguro de veículos (-0,33% para 0,96%); e automóvel usado (-2,45% para -0,15%). Analistas já esperavam que esse grupo

parasse de ajudar no indicador de inflação pelo fim do efeito das recentes reduções feitas pelo governo nas alíquotas do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) para o setor automotivo, segundo a “Reuters”. O IBGE destacou ainda que o grupo Saúde e Cuidados Pessoais também pesou em agosto, passando de uma alta de 0,37% em julho para 0,52% agora. A aceleração se deve ao aumentos dos preços dos remédios (de 0,07% para 0,52%) e dos artigos de higiene pessoal (de 0,30% para 0,55%). METRO

A presidente Dilma Rousseff foi capa da revista “Forbes” que traz o ranking anual das 100 mulheres mais poderosas do mundo. Pelo segundo ano consecutivo, Dilma aparece na terceira colocação da lista. Outras brasileiras que aparecem na lista são a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, na 20ª posição, e a modelo Gisele Bündchen (83º). METRO


10

mundo

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

HANDOUT / REUTERS

A Grécia, de novo, à beira do colapso País precisa renegociar acordos com a zona do euro para pagar gastos diários O governo alemão avisou, porém, que não vai estender prazos Em Aleppo, moradores caminham entre os destroços de residências. Cidade concentra forças rebeldes

Exército mata 80 pessoas na Síria Os opositores do regime de Bashar Al Assad denunciaram a morte de, pelo menos, 80 pessoas, em uma ofensiva em Damasco, capital da Síria. Segundo os rebeldes, os soldados do governo e milícias privadas pró-Assad organizaram uma execução em massa, que teve como alvo também a população civil. “Foi um ato terrorista do regime, em represália aos habitantes que, desde o início da revolta, apoiam a liberdade e a democracia”,

“Céus, não!”, respondeu o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, quando o jornal alemão “Bild” perguntou se a Grécia deve retornar ao dracma (a antiga moeda do país). Samaras falou com o “Bild” porque é o maior jornal da Alemanha -- e ele quer mais dinheiro da Alemanha.

Isso porque, sem mais assistência da zona do euro, a Grécia vai falir no próximo mês. Ontem, JeanClaude Juncker, chefe do grupo de líderes da zona do euro, visitou Atenas para discutir a necessidade de a Grécia atrasar pagamentos de empréstimos. Amanhã e no sábado, Samaras viaja a

disse à agência EFE o ativista Omar al Qabuni. Ontem, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, se uniu ao presidente Barack Obama e cresceu o tom das ameaças ao regime sírio. Segundo Cameron, o uso de armas químicas pelo governo de Assad seria “completamente inaceitável” e forçaria a “mudança de abordagem”. Os Estados Unidos, o Reino Unido e a França estão estudando formas de apoiar os rebeldes. METRO COM AGÊNCIAS

Berlim e a Paris para fazer o mesmo com a chanceler alemã, Angela Merkel, e o com o presidente francês, François Hollande. Merkel disse que não haverá renegociação. “Nós só precisamos de algum espaço para respirar”, argumentou Samaras ao “Bild”. Gregos comuns questionam o pessimismo dos vizinhos. “O clima negativo na União Europeia não se justifica”, diz Aris Ikkos, um operador de viagens em Atenas. “Tem sido um ano difícil, mas agora os números

estão indo na direção certa.” Mas, se a missão de Samaras falhar, a Grécia vai ficar em apuros. “Os cofres públicos gregos estão quase vazios, e o governo precisa do dinheiro do resgate para pagar os gastos diários com hospitais, pensões e salários do setor público”, explica Diego Iscaro, economista do IHS Global Insight. “Se a Alemanha não fizer concessões esta semana, Samaras ficará sob forte pressão interna, e o futuro do país na zona do euro será uma dúvida.” METRO INTERNACIONAL JOHN KOLESIDIS / REUTERS

Califórnia Primeiro-ministro grego tem a difícil missão de dobrar a chanceler Angela Merkel

Breves

As travessuras do príncipe nu LAS VEGAS. Herdeiro mais

Governo decretou estado de emergência MAX WHITTAKER / REUTERS

Fogo ameaça casas

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou estado de emergência devido aos incêndios florestais que se espalham pela região. As chamas já destruíram 50 prédios e ameaçam outros 240 no norte do Estado. Os incêndios são comuns nos Estados Unidos nessa época do ano, em que as temperaturas ficam na casa dos 35º C. Um dos focos, que começou há seis dias, já está a 270 km de Sacramento, a capital da Califórnia.

novo da Coroa britânica, o príncipe Harry voltou a dar dor de cabeça para a realeza. O site de celebridades TMZ divulgou imagens do príncipe pelado em uma suíte de Las Vegas, acompanhado de duas moças. Especialistas dizem que ele pode ser punido pelo Exército britânico. Segundo o código militar, os soldados devem manter “bom comportamento” dentro e fora da corporação. METRO

Cristina cancela agenda ARGENTINA. A presidente

da Argentina, Cristina

Kirchner, cancelou a agenda oficial depois de sofrer uma queda de pressão. Somente no ano passado, Cristina precisou interromper as atividades quatro vezes, pelo mesmo motivo. A Casa Rosada não deu detalhes sobre a saúde da presidente. Em janeiro, ela fez uma cirurgia para a retirada de um nódulo na tireóide. METRO

YouTube com ares eleitorais EUA. O YouTube lançou

ontem um canal voltado à cobertura das eleições norte-americanas, marcadas para novembro. A página vai abrigar notícias e fazer a transmissão das convenções partidárias. A plataforma terá material enviado pelas campanhas e pela imprensa dos EUA. METRO

Assange iria à Suécia, mas com garantias

GUILLERMO GRANJA / REUTERS

Em mais um capítulo da novela diplomática protagonizada pelo fundador do WikiLeaks, o presidente do Equador, Rafael Correa, disse que Julian Assange iria à Suécia responder pelo crime de abuso sexual. Haveria, no entanto, a exigência de que o governo sueco não o extraditasse para nenhum outro país. A afirmação de Correa foi uma resposta às críticas do governo sueco, que reclama da interferência do país sul-americano na questão. “Assange sempre disse: ‘quero responder, que me interroguem na embaixada do Equador em Londres ou em Estocolmo e eu dê a minha versão dos fatos’”, disse Correa. Ontem, o equatoriano também afirmou que as

Correa: na América Latina, não seria “um delito grave”

acusações contra o fundador do WikiLeaks não seriam consideradas “um delito tão grave” na América Latina. Ele responde por estupro. METRO COM AGÊNCIAS


cultura

www.readmetro.com

11

QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

2

Gilberto e o filho Bem tocam juntos

cultura Gonzagão elétrico

Notas de família

DIVULGAÇÃO

Gilberto Gil se apresenta hoje no Teatro Nacional ao som do violão do filho Bem ‘Concerto de cordas e máquinas de ritmo’ tem ainda a participação da Orquestra Sinfônica da Bahia Gilberto Gil volta aos palcos de Brasília hoje para mostrar que os 70 anos ainda são tempos de se reinventar. Ele, que sempre passeou pelos ritmos brasileiros, tocará embalado pelos arranjos clássicos da Orquestra Sinfônica da Bahia. Traz ainda uma “renovação personificada”: o filho Bem, herdeiro de sangue e talento, que tem fortalecido a parceria com Gil desde o lançamento do álbum “Banda Dois”, em 2009. “Uma das características do meu pai é essa abetura, essa necessidade de atualizar-se”, comenta Bem. “Como sou de uma geração muito distante da dele, acho que, muitas vezes, essa atualização vem através de mim.” As marcas de Bem já foram deixadas na apresenta-

ção que o público brasiliense verá hoje. Um tom moderno é adicionado ao erudito da orquestra e Bem também recomendou um dos músicos de sua banda, Tono, para integrar o projeto “Concerto de cordas e máquinas de ritmo”. “Foi um caminho natural em direção à música clássica", conta Gilberto Gil. “Bem e eu já vínhamos em uma série de projetos mais acústicos, e o clima foi ficando cada vez mais orquestral.” NANA QUEIROZ METRO BRASÍLIA

Hoje, às 21h, no Teatro Nacional (Setor Cultural Norte, tel.: 3325-6239). Ingressos: R$ 150 (meia para maiores de 60 anos, professores e estudantes). Classificação: livre.

60 segundos

GILBERTO GIL

Como se sente nos retornos a Brasília agora que deixou a vida política?

Gosto do clima da cidade, acho Brasília muito bonita. Não tenho planos de retornar à política, mas sinto orgulho de ter sido parte do governo Lula. Encontrou um parceiro no Bem?

Bem descobriu minha obra já bem grandinho. A chegada dele a mim foi boa e não há paternalismo nisso. Trocamos ideias. O trabalho nos aproximou. METRO

Robert Plant toca em Brasília KEVIN WINTER / GETTY IMAGES

O cantor britânico Robert Plant, ex-vocalista da lendária banda Led Zeppelin, anunciou seis shows no Brasil em outubro. Ele se apresenta em Brasília no dia 25, no Ginásio Nilson Nelson. Preços e datas para venda na capital ainda não foram divulgados pela produção do evento. O músico vem ao país pela terceira

vez, agora acompanhado pela banda The Sensational Space Shifters, e deve focar a apresentação na música sessentista norte-americana e fazer releituras de clássicos de sua ex-banda. Também haverá shows no Rio de Janeiro (18/10), em Belo Horizonte (20/10), São Paulo (22/10), Curitiba (27/10) e Porto Alegre (29/10). METRO BRASÍLIA

Show será em 25/10

A obra de Luiz Gonzaga com um toque de música eletrônica é tema do projeto Baião Elétrico, sempre às 20h, às quintas e sextas, até 31 de agosto na Sala Funarte (Eixo Monumental). Mais informações pelo telefone (61) 33222076. METRO


cultura

12

Brasil celebra hoje os 100 anos de nascimento e os adoráveis abusos das peças de Nelson Rodrigues

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

As provocações de um centenário CEDOC/FUNARTE

Nelson Rodrigues não é apenas o maior autor do teatro contemporâneo brasileiro. É também o mais provocante, o mais abusado e o principal porta-voz dos desejos e caprichos daquela faixa da população que se convencionou chamar de classe média. Suas peças – que se somam a crônicas e ficções – tratam de temas picantes como traição, romance entre pessoas da mesma família (mães e filhos, primos, tios, sobrinhos), violência, ciúme e deboche. Nelson Rodrigues nasceu em Recife, em 23 de agosto de 1912. Quatro anos depois, a família se mudou para o Rio de Janeiro, cidade que se transformou no principal cenário de suas histórias. Antes de virar um “deus” do teatro, ele trabalhou no

“Só o cinismo redime um casamento. É preciso muito cinismo para que um casal chegue às bodas de prata.”

Dramaturgo completaria 100 anos hoje

NELSON RODRIGUES

LIVRO

Para conhecer Nelson melhor A filha do dramaturgo, Sonia Rodrigues, acaba de lançar uma espécie de biografia póstuma do pai. “Nelson Rodrigues por ele mesmo” (Nova Fronteira, 272 páginas, 34,90 reais) reúne textos e entrevistas em que o autor fala de sua infância, seu trabalho como jornalista e a fama de obsceno que construiu a partir de suas peças. A filha também organizou um site dedicado ao pai: www.nelson rodrigues.com.br. METRO PORTO ALEGRE

Dramaturgia completa Nelson escreveu 17 peças, classificadas em três grupos pelo crítico Sábato Magaldi. Veja quais são: PSICOLÓGICAS A Mulher sem Pecado (1941) Vestido de Noiva (1943) Valsa nº 6 (1951)

TRAGÉDIAS CARIOCAS A Falecida (1953) Perdoa-me por me Traíres (1957)

Viúva, Porém Honesta (1957)

Os Sete Gatinhos (1958)

Anti-Nelson Rodrigues (1974)

Boca de Ouro (1959)

MÍTICAS Álbum de Família (1946) Anjo Negro (1947) Senhora dos Afogados (1947) Doroteia (1949)

Maria Luisa Mendonça e Rodrigo Fregnan em montagem de “A Falecida”, em São Paulo

O Beijo no Asfalto (1960) Bonitinha, mas Ordinária (1962) Toda Nudez será Castigada (1965) A Serpente (1978)

HOMENAGEM

Peça em Brasília relembra escritor Quando Nelson Rodrigues estreou “A falecida” no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, na década de 1950, a plateia composta por homens engravatados e mulheres de vestidos de veludo ficou chocada com a produção chanchada. “Para a população do Rio, o Theatro Municipal era quase um espaço sagrado, onde se viam obras clássicas e recitais de

jornal “A Manhã”, que pertencia ao seu pai, Mário Rodrigues, também um homem de política. Nos primeiro anos, Nelson foi repórter policial, experiência que lhe rendeu várias boas histórias, e depois se dedicou ao jornalismo esportivo, sem nunca esconder sua paixão pelo Fluminense. Obviedades No recém terminado Festival Gramado, onde recebeu uma homenagem pela sua trajetória como cineasta, Arnaldo Jabor falou sobre Nelson Rodrigues, de quem adaptou para o cinema “Toda Nudez será Castigada", em 1973. A história gira em torno de um jovem que se apaixona pela prostituta casada com seu pai. Jabor considera o longa uma de suas obras mais pessoais, “um filme de cinema” e que valoriza o mais importante na biografia de Nelson: o talento para falar do óbvio. “A importância do Nelson não é barroca, nem grandiosa. Ele descobriu uma dramaticidade profunda nas coisas mais irrelevantes e desnecessárias poesia”, conta o diretor de teatro Diego de León. “Isso não os impediu de adorar a peça, que alçou Nelson de volta ao sucesso após um período de baixa.” Neste final de semana, León dirige um dos espetáculos que homenageiam o dramaturgo no Brasil, patrocinados pelo “Prêmio Funarte Nelson Brasil Rodrigues: 100 Anos do Anjo Pornográfico”. “A falecida” foi a única peça de Brasília a ganhar o edital. Ela conta a histó-

do cotidiano, as coisas óbvias”, declarou na ocasião. O jornalista conheceu Nelson Rodrigues ainda na adolescência, quando estudava com seu filho. “Ele buscava o Nelsinho no colégio e implicava com os textos que eu escrevia para o jornalzinho da escola”, lembra. Com ideias de esquerda nos anos 1960, Jabor tecia teorias sobre burguesia e luta de classes. “Eu era bem comunista. E o Nelson me dizia assim: ‘Brecht é uma besta, Freud é uma mula. Você precisa entender que o homem é classe média, Jabor”, recorda o cineasta, às gargalhadas. Na opinião de Jabor, Nelson não era apenas um crítico da sociedade. “Ele era um satírico, gostava de sacanear, de denunciar o sujeito que se achava o máximo. Era incrível a habilidade dele para nos fazer duvidar de nossas certezas e das ideias prontas”, completou. Nelson morreu em 1980, com 68 anos. MÔNICA KANITZ

METRO PORTO ALEGRE

ria de Zulmira, uma mulher que começa a organizar seu próprio funeral com muito luxo e ostentação, na expectativa de gerar inveja nas vizinhas. “‘A falecida’ é uma comédia triste. Parece ser uma trama cômica de malandros, mas, na verdade, nela Nelson fala de coisas muito complexas, como o ciúme, a inveja e o desamor”, avalia León. “É uma peça sem herois ou vilões, em que o público se enxerga nos personagens. Por isso, faz sucesso até hoje.” METRO BRASÍLIA

Obra é uma das mais populares do autor

Sábado e domingo, às 18h e às 21h, no Espaço Mosaico (714/715 Norte). Grátis. Classificação: 16 anos. Informações: 30321330. DIVULGAÇÃO


cultura

www.readmetro.com

13

QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2012

De volta às livrarias

“Aforismos e sacadas estavam mesmo no sangue de Quintana. Por isso que ele é tão lembrado por suas frases e tiradas.” ITALO MORICONI, CRÍTICO

Obra do poeta gaúcho, que havia sido reeditada em seu centenário, em 2006, ganha nova editora e novos volumes até 2014

LITERÁRIO LIANE NEVES/DIVULGAÇÃO

Obra completa de Mario Quintana começa a ser reeditada pela Alfaguara, apresentando o poeta ao século 21 Para o crítico literário Italo Moriconi, Mario Quintana (1906-1994) é um poeta a ser continuamente descoberto. “Ele entrou no imaginário afetivo do brasileiro, mas andou um pouco esquecido”, diz o também professor de literatura da UERJ. Ele é o curador da nova

reedição da obra completa do gaúcho de Alegrete. Os primeiros três volumes começam a chegar às livrarias neste mês pela Alfaguara, que adquiriu em 2011 os direitos do autor de sua única herdeira, Elena Quintana. O diferencial da coleção está em não vincular a pu-

blicação à já manjada linha cronológica de lançamentos do autor. Com isso, títulos mais antigos vão se misturar nas prateleiras de hoje com seus mais recentes. São eles “Canções” (1946) – que também inclui “Sapato Florido” (1948) e “A Rua dos Cataventos” (1940), o

primeiríssimo livro de Quintana –, “A Vaca e o Hipogrifo” (1977) e “Apontamentos de História Sobrenatural” (1976). “Os primeiros livros dele são importantes porque deixam claro essa sua vocação lírica. Já os outros dois marcaram toda uma geração

nos anos 1970 e dão um grande senso de contemporaneidade a ele. São bons exemplares para reapresentar o poeta ao século 21”, pontua Moriconi. Segundo ele, o modernista integra com Cecilia Meireles e Manuel Bandeira a trinca de “líricos essenciais”

da poesia brasileira, destacando-se por seu poder de comunicação, fruto também de sua atuação como jornalista, com produção diária de relatos do cotidiano. AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAULO


14

www.readmetro.com

variedades

Álcool aumenta risco de câncer

QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Os invasores ABC DIGIPRESS

Trânsito

Cruzadas

Estudo provou a relação entre a bebida e o aparecimento de tumores Asiáticos são mais vulneráveis Cientistas norte-americanos comprovaram, pela primeira vez, que o consumo de bebidas alcoólicas aumenta o risco do aparecimento de alguns tipos de câncer. Conforme os pesquisadores, substâncias formadas a partir da quebra de moléculas do álcool têm a capacidade de danificar o DNA, assim como ocorre com agentes cancerígenos. Para comprovar a hipótese (levantada há, pelo menos, 30 anos), os cientistas fizeram testes com 10 voluntários. Eles tiveram que beber doses crescentes de vodca (no limite de três) uma vez por semana. Ao analisar as células da boca dos voluntários, os pesquisadores des-

cobriram que as alterações no DNA aumentavam até 100 vezes após o consumo da bebida. “Nós agora temos a primeira evidência de que o ‘acetaldeído’ formado após o consumo de álcool muda dramaticamente o DNA”, comentou Silvia Balbo, pesquisadora da Universidade de Minnesota e uma das autoras do estudo. De acordo com Silvia, a maioria das pessoas tem um mecanismo de proteção natural muito eficaz contra o efeito do álcool no DNA, uma substância chamada ‘desidrogenase’. Muitos asiáticos, porém, não têm essa enzima. Eles seriam cerca de 1,6 bilhão de pessoas, segundo a pesquisa. METRO COM AGÊNCIAS

Leitor fala O trânsito de Brasília não precisava dar tanta dor de cabeça, mas as pessoas parece que se esforçam para piorar, é incompreensível. O que é essa Semana da Segurança Pública, com três helicópteros parados na calçada do Eixo Monumental ali na Câmara Legislativa? Causa um gargalo durante todo o dia, porque os motoristas diminuem para ficar olhando. Outra coisa são as manifestações dos servidores grevistas na Esplanada. Eles têm uma pauta particular deles, mas prejudicam a sociedade como um todo parando o trânsito no centro da cidade. E esperam o quê? Esperam ser recompensados com aumentos bancados pelos impostos de quem é prejudicado nos engarrafamentos. Espero que Dilma vete qualquer aumento acima da inflação. Eles não são melhores do que ninguém e ninguém no Brasil ganha esse tipo de aumento a não ser o Neymar. Rosane Rupião – Cruzeiro, DF

Pergunta

Sudoku

A “indústria” de previdência privada cresceu no primeiro semestre deste ano. Você tem previdência privada ou pensa em fazer uma? Siga o Metro no Twitter: @jornal_metrobsb

@consumidoradv: Penso em fazer uma, complementar. @Quiqueto: Já tive, mas o resgate foi necessário. Acredito que seja muito importante e imprescindível, temos que pensar no futuro agora! @boozita: Fiz faz pouco tempo.

Web Brasileiros bebem, em média, 6,9 litros de álcool por ano

Para falar com a redação: leitor.bsb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

MARCELO JUSTO / FOLHAPRESS

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Chega de promessas, agora é hora de você mostrar serviço para que as pessoas fiquem realmente convencidas de que é capaz de fazer o que está dizendo. Touro (21/4 a 20/5) Possíveis desentendimentos no setor profissional, evite levar provocações muito a sério, tente resolver cada dificuldade de uma vez, sem grandes desgastes. Gêmeos (21/5 a 20/6) Realidade cobrando resultados do tempo dedicado ao seu próprio aprimoramento pessoal. Hoje não é dia de embromações, é preciso estar preparado para tudo. Câncer (21/6 a 22/7) Dia de limitações e dificuldades que devem ser tratadas com mais sinceridade para não virar verdadeiras bolas de neve. Evite maquiar demais a realidade.

Leão (23/7 a 22/8) Dia de reorganizar a casa, você poderá encontrar resistência a mudanças que podem ultrapassar o nível do bom senso, procure motivar as pessoas ao seu redor. Virgem (23/8 a 22/9) Franqueza demais pode complicar o seu lado. Não destrua os sonhos das pessoas achando que está ajudando elas com fatos reais, a realidade nem sempre agrada. Libra (23/9 a 22/10) Passagem segura por situações instáveis que podem deixar muita gente nervosa, utilize o seu bom senso para poder equilibrar e tranquilizar as pessoas. Escorpião (23/10 a 21/11) Dia da concorrência mostrar as garras e não querer deixar você livre demais para poder fazer o que bem entende, prepare-se para certas limitações e críticas.

Sagitário (22/11 a 21/12) Dia puxado com assuntos que devem ser tratados com a devida atenção aos detalhes para não incorrer em erros por falta de observação de certas informações. Capricórnio (22/12 a 20/1) Dia de informações que devem ser verificadas, evite ir acreditando em qualquer coisa que você ouvir, confira a origem delas para você se sentir mais seguro. Aquário (21/1 a 19/2) Situações insustentáveis devem ser deixadas para trás, não adianta querer manter coisas que não têm futuro, melhor focar a sua atenção em novos objetivos. Peixes (20/2 a 20/3) Possível fragilidade física ou emocional, procure se isolar um pouco para repousar e recuperar as suas energias ao invés de encarar o mundo com pouca energia.


QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

Neymar perde pênalti e Peixe fica no empate Segunda e decisiva partida da Recopa Sul-Americana será no dia 26 de setembro, no Pacaembu Paulo Henrique Ganso joga e presidente endurece negociação com São Paulo Na primeira partida da decisão da Recopa Sul-Americana, Santos e Universidad de Chile não movimentaram o marcador. Talvez com a intenção de esquentar a temperatura – os termômetros de Santiago registravam 3 graus na noite de ontem –, santistas e chilenos fizeram um jogo

corrido, movimentado, digno de final. Desta vez, porém, Neymar roubou a cena de outra forma: perdendo pênalti. O camisa 11 santista driblou e deu trabalho, como habitual. Mas, na oportunidade que teve de abrir o marcador, aos 18 minutos do primeiro tempo, o

0 0

UNIVERSIDAD DE CHILE

SANTOS

atacante escorregou na cobrança e isolou a bola.

Paulo Henrique Ganso também fez o torcedor santista quase gritar gol pouco antes: aos 14 minutos, o meia recebeu passe de Neymar, girou sobre a marcação e chutou para fora, com muito perigo. A La U fazia frente. Dominou as ações no fim do primeiro tempo e quase

MARCELO HERNANDEZ/PHOTOSPORT/FOTOARENA

abriu o placar no segundo. Os campeões da última Sul-Americana, quase anotaram o primeiro gol aos cinco minutos do segundo tempo, em cabeçada venenosa de Gutiérrez. A segunda partida da final da Recopa será no dia 26 de setembro, no Pacaembu. METRO

Santos diz que Ganso vai ficar O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou novamente que não pretende negociar Paulo Henrique Ganso com o São Paulo. Na terça-feira, o São Paulo ofereceu R$ 10,7 milhões pelo meia. O Santos disse que só negocia o atleta por R$ 53 milhões – total da multa rescisória, sendo que R$ 23,8 milhões é a porcentagem do clube. “Eu não quero vender”, garantiu Ribeiro. METRO

Craque deu trabalho para zagueiros, mas não marcou

Verdão perde, mas passa Grêmio salva vaga BIA ALVES/FOTOARENA

3 1

BOTAFOGO

no último lance

Vitorioso por 1 a 0 no jogo de ida, o Tricolor gaúcho saiu perdendo na decisão pela vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana ontem, contra o Coritiba no Couto Pereira. Mas equilibrou a partida, empatou com Elano de pênalti, viu o Coxa marcar o segundo com Roberto e o terceiro com Pereira e a classificação ir se esvaindo pelos dedos. O Imortal, porém, seguiu lutando até o final e, após

PALMEIRAS

O Palmeiras podia até perder por um gol de diferença que avançaria para as oitavas de final da Copa SulAmericana. A derrota por 3 a 1 para o Botafogo não fui suficiente para eliminar o alviverde da competição. O time espera agora o vencedor de Guaraní, do Paraguai, e Millonarios, da Colômbia, que jogam no próximo dia 19, em Bogotá. Foi o resultado da superação. Com apenas 16 atletas – a equipe tem oito desfalques, entre eles, atletas importantes como o capitão Marcos Assunção e o meia

Palmeirenses comemoram a classificação no Rio

Valdivia – na delegação, o Verdão se agarrava aos 2 a 0 feitos no jogo de ida, no dia 1º, na Arena Barueri. Seedorf abriu o placar para o alvinegro aos 34 minutos do primeiro tempo, após lance em posição duvidosa.

15

www.readmetro.com

esporte

Patrik, aos 42, deixou tudo igual, após tabelar com Barcos e chutar sem chance para Jefferson. Renato ampliou aos 11 do segundo tempo. Aos 27, Lodeiro fez o terceiro. Mas, no fim, deu Verdão. METRO

3x 2

dois milagres do goleiro Vanderlei, Marcelo Moreno conseguiu escorar cruzamento para o gol e garantir a vaga aos 45 minutos do segundo tempo. O boliviano, entretanto, sentiu o músculo na coxa na hora do chute e pode ser desfalque no Gre-Nal do fim de semana pelo Campeonato Brasileiro, no qual os dois times disputam lugar no G4. O Coxa enfrenta o Figueirense. METRO

Coritiba: Vanderlei ; Ayrton, Pereira , Escudero e Lucas Mendes; William Farias, Chico (T, Primão), Robinho (Jr. Urso) e Everton Ribeiro; Rafinha e Roberto (Lincoln). Técnico: Marcelo Oliveira Grêmio: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva (Naldo) e Anderson Pico; Fernando (Leandro), Souza , Elano (Zé Roberto) e Marquinhos; Kleber e Marcelo Moreno. Técnico: V. Luxemburgo

Gols: Everton Ribeiro, aos 22', e Elano, aos 41’ do 1o tempo; Roberto, aos 7’, Pereira, aos 21’, e Moreno aos 45’ do segundo tempo

3

esporte

VELOCIDADE

Indy muda regulamento Neste domingo, a etapa de Sonoma da Fórmula Indy, terá mudanças. O tempo de ativação do botão “push to pass” – que adiciona potência aos carros na ultrapassagem – será de 3s5, contra 5s na etapa anterior. A etapa de Sonoma da Fórmula Indy tem transmissão da Bandsports a partir das 17h30 deste domingo. METRO

VOLUNTÁRIOS

Milhares querem vaga para Copas A Fifa anunciou que mais de 37 mil pessoas já se inscreveram no programa de voluntariado para a Copa do Mundo de 2014. As inscrições foram abertas na terça-feira na última terça-feira e podem ser feitas no site pt.fifa.com. Cerca de 18 mil pessoas devem ser convocadas para trabalharem durante o Mundial, cerca de 1,5 mil em cada uma das 12 sedes. METRO BH


16

Breves

Corinthians registra nome ESTÁDIO. o Corinthians

solicitou ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) o registro dos nomes “Itaquerão” e “Fielzão”. A ideia é ter exclusividade sobre os nomes informais da futura casa alvinegra. O pedido foi feito no fim do ano passado e deve ser aprovado até o fim de 2013. METRO

Zagallo recebe alta no Rio TUDO BEM. Aos 81 anos, o

ex-técnico da Seleção Brasileira Zagallo recebeu alta ontem após ser submetido à uma cirurgia para retirada de hérnia inguinal, terça, no Rio. METRO

Zé Love vai para o Milan AGORA VAI. Ex-Santos, o atacante Zé Love defenderá o Milan na próxima temporada. Ele foi emprestado pelo Genoa, também da Itália. METRO

Camisa valorizada VASCO. O valor pago pela

camisa do último jogo de Edmundo causou confusão. Inicialmente, foi divulgado R$ 33,93. Depois, o clube explicou que foi arrecado R$ 3.500. METRO

esporte

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2012

última chance’

‘Esta é a minha Após assinar contrato por produtividade, Adriano é oficialmente apresentado no Ninho do Urubu Imperador admite erros do passado e diz que está disposto a dar a volta por cima no Flamengo Sem festa e torcida, muito diferente da recepção calorosa que teve na Gávea, quando retornou ao Flamengo, em 2009,o atacante Adriano, 30 anos, foi apresentado pela presidente Patricia Amorim, ontem, no Ninho do Urubu. Pouco mais de um ano depois de dizer que o Imperador não interessava ao clube, em abril do ano passado, Patricia deu boasvindas para o prata da casa. “O Flamengo tem a honra de trazer de volta esse camisa 10, velho conhecido da torcida, querido por todos, formado e consagrado pelo Flamengo. Aqui é a sua casa, sua gente. Ele sabe do potencial dele, do talento, e essa estrutura não vai faltar. Muito menos o carinho.

“Estou aqui para tomar na cara. Agora é trabalhar. Só depende de mim. É a minha última chance.”

Seja bem-vindo!”, disse a dirigente, emocionada. Adriano recebeu das mãos da mandatária a camisa 10, a mesma usada por ele na passagem vitoriosa pelo clube em 2009, quando foi campeão brasileiro e artilheiro da competição. O Imperador volta à Gávea sem as mesmas regalias de antes. Para começar, assinou contrato por produtividade até o final do ano e vai ser cobrado como os demais jogadores – pelo menos é o que diz o diretor de futebol, Zinho. Vai receber por partida jogada (R$ 75 mil) e terá bônus por gols marcados e títulos conquistados. Sorridente, Adriano falou em compromisso, dedicação e gols. E fixou uma

data para a estreia, dia 26 de setembro, contra o agora líder Atlético-MG, no Engenhão. “O Ronaldinho é meu amigo, o Cuca foi o meu treinador. Respeito os dois. Acho que seria uma data legal para estrear”, explicou. Seleção Brasileira O novo camisa 10 da Gávea confessou que ainda pensa em Seleção Brasileira. “Os torcedores sempre me pedem: ‘Volta para o Flamengo, por favor, volta’; ‘Você joga muito’; ‘Não para não, Adriano’. Esse apoio, para mim, é muito importante. Me dá uma auto-estima muito grande. Ainda sonho em chegar à Seleção Brasileira e disputar a Copa

do Mundo no Brasil”, confessou o atacante. Nos dois anos e meio que ficou longe do Fla, Adriano fez apenas 16 partidas – oito pela Roma e oito pelo Corinthians. Nesse período, fez três cirurgias (duas no tendão de Aquiles esquerdo e uma no ombro direito) e saiu dos dois clubes pela porta dos fundos. No Timão, foi acusado de faltar a 67 sessões de fisioterapia. Adriano chega ao Flamengo visivelmente fora de forma, mas com discurso otimista: “Esses dois anos que eu passei não foram bons, tanto do ponto de vista pessoal como do profissional. Estou aqui de novo para tomar na cara, para sustentar meu peso, porque Deus só dá peso para quem pode carregar. Hoje, posso ser cobrado pelo clube e isso é muito importante”, disse. PATRICIA TRINDADE METRO RIO

ADRIANO

CBF. O presidente da CBF José Maria Marin tirou Sérgio Corrêa do comando da Comissão Nacional de Arbitragem e nomeou o coronel da Polícia Militar Aristeu Leonardo Tavares, ex-auxiliar que vinha atuando como ouvidor. A dança das cadeiras ocorre após erro do auxiliar Emerson Augusto de Carvalho no clássico entre Santos e Corinthians, domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Carvalho – que foi para a ‘geladeira’ – validou gol santista com três jogadores em posição irregular. O Peixe venceu por 3 a 2. METRO

FOTOS: ALEXANDRE VIDAL/FLA IMAGEM

Marin troca comando de arbitragem

Adriano quer estrear dia 26 de setembro, contra o Atlético-MG

Adriano quer ter ‘cabeça no lugar’ Apesar de confiante, Adriano admitiu que terá um caminho longo antes de reconquistar a confiança do torcedor. “A responsabilidade agora é minha, só depende de mim. Estou com vontade de jogar, poder vestir de novo essa camisa me dá uma alegria muito grande. Espero voltar o mais rápido possível e fazer gols”, disse o camisa 10. O Imperador garante que vai fazer de tudo para não aparecer mais nas páginas policiais ou nas revistas de fofoca. “Espero ter a cabeça no lugar, saber que eu não posso errar. Vai ser a minha última chance. Se eu não tiver, prefiro me afastar. Não tenho de provar nada para ninguém, mas para mim mesmo Tenho de me responsabilizar pelos meus atos no Flamengo, pelos meus erros. Nunca vou negar. Tive uma parte de erro nisso tudo. Esses dois anos me serviram bastante. Pensei em parar de jogar, em abandonar tudo. Recebi muito apoio dos torcedores. Preciso ter um comprometimento comigo mesmo”, disse. METRO RIO

“Adriano, aqui é a sua casa, sua gente. Seja bem-vindo. Ele sabe do potencial e do talento que tem.” PATRICIA AMORIM


20120823_br_brasilia