Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica CGB Artes Gráficas.

Memória da ditadura: cidade vai marcar locais usados para tortura {pág 03} Chacina dos narcos deixa 49 mortos no México {pág 08}

LUTZ

CAPITAL LEMBRA 10 ANOS

DA MORTE DO AMBIENTALISTA {pág 10}

PORTO ALEGRE Segunda-feira,

14 de maio de 2012

Edição nº 134, ano 1 Mín 6°C Máx 19°C

Inter é bi gaúcho com virada

DIVULGAÇÃO

Poluição

RS tem 12 estações de medição defasadas Fepam busca parcerias para captar R$ 12 milhões e retomar eficiência do sistema {pág 04}

Porto Alegre terá mais 12 creches Instituições serão construídas até 2013 e vão beneficiar 1,4 mil crianças da cidade {pág 02}

Juro baixo vai para classe alta RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Taxas menores para carros ficam para as classes A e B {pág 08}

Depois de sair perdendo para o Caxias, Colorado virou para conquistar o 41o Gauchão de sua história Gols de Sandro Silva e Damião, goleador da competição, deram o título Metro traz pôster do campeão {págs 12, 13 e 15} LUCAS UEBEL/PREVIEW.COM/FOLHAPRESS

120 praias podem ser ‘engolidas’ Avanço do mar ameaça locais como Jurerê e Ingleses {pág 06}


02

www.readmetro.com

porto alegre

1 foco

Cotações Dólar

Euro

+ 0,20% (R$ 1,95)

- 0,50% (R$ 2,52)

Bovespa

Selic (9%) Salário mínimo (R$ 622)

- 0,43% (59.445 pts)

Paralisação de professores ocorre hoje Os professores da rede pública estadual de ensino param hoje. A partir das 8h, o Cpers fará um ato em frente ao Palácio Piratini para marcar os exatos 500 dias do governo Tarso. "E sem o cumprimento da lei do piso nacional para professores”, diz a presidente da entidade, Rejane de Oliveira. METRO POA

Radar móvel Hoje, o radar móvel da EPTC estará nas seguintes vias: Ipiranga Padre Cacique Aparício Borges Cristiano Fischer Salvador França Borges de Medeiros Pinheiro Borda

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Cidade ganha pelo menos 12 novas creches em 2013 Instituições comunitárias beneficiarão 1.440 crianças em regiões diferentes de Porto Alegre Governo deve anunciar hoje se dará verbas para mais seis creches de turno integral até 2013 PMPA/DIVULGAÇÃO

Pelo menos 12 creches comunitárias serão construídas em Porto Alegre até o início de 2013. As instituições infantis já confirmadas irão atuar em turno integral e beneficiarão 1.440 crianças – cada unidade terá capacidade para 120 alunos. O projeto faz parte do programa do governo Proinfância, que disponibilizará verbas do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para as construções nos bairros Restinga, Passo das Pedras, Lami, Sarandi, Rubem Berta e Hípica. Hoje à tarde, o governo municipal vai a Brasília assinar os termos de compro-

2.160

crianças serão beneficiadas se o governo conceder verbas para 18 novas creches comunitárias.

Breves

Novas escolas para crianças EDUCAÇÃO. Na semana que

vem, crianças serão beneficiadas com a entrega de cinco novas instituições de Educação Infantil, cada uma com capacidade para atender a 120 crianças, todas demandas do Orçamento Participativo e conveniadas à prefeitura. Os empreendimentos serão entregues nos bairros Humaitá, Farrapos, Lomba do Pinheiro, Partenon e Cascata. METRO POA

misso para as novas creches e anunciar se serão disponibilizados recursos para outras seis instituições infantis, somando, ao todo, 18 novos centros de atendimento para 2.160 crianças. A secretária municipal de Educação, Cleci Jurach, irá participar do encontro, quando a presidente Dilma Rousseff irá lançar também a Agenda de Atenção Básica à Primeira Infância. “Nos deram a oportunidade de melhorar nosso ensino infantil. Estamos com esperança de que o governo viabilize recursos para as 18 creches em questão”, disse a secretária. Segundo ela, além das creches o governo também irá definir escolas municipais que irão ganhar coberturas para quadras esportivas. “Temos a consciência de que muitas das nossas escolas não atenderão aos pré-requisitos, ter um número mínimo de alunos e determinada metragem da quadra

Obras na Icaraí retomadas hoje ESGOTO. Serão retomadas

hoje as obras de execução de redes de esgoto na bacia do Arroio Cavalhada, que coletarão os dejetos de mais de 4 mil moradias. Famílias instaladas na avenida Icaraí, onde passa a obra do interceptor Cavalhada, sairão do local hoje para que o Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos) possa concluir os trabalhos. O órgão estipulou o prazo máximo de 15 dias para a conclusão, podendo ser prorrogado. METRO POA

FALE COM A REDAÇÃO leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471 O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Prefeitura assina hoje termo de construção de 12 creches

esportiva da escola, mas mesmo assim as escolas que necessitam de ajuda estão inscritas”, afirmou Cleci. Incentivo ao esporte O governo deve anunciar também a instalação de quatro ginásios poliesportivos completos, com palcos e vestiários, em escolas da re-

de municipal já determinadas. “As escolas escolhidas pelo governo tinham que ter como critério, no mínimo, 1,2 mil alunos”, explicou Cleci. De acordo com a Smed (Secretaria Municipal de Educação), os ginásios estão garantidos para as escolas municipais Décio Martins Costa, Gabriel Obino,

Leocádia Felizardo Prestes e Emílio Meyer. “Os projetos das novas instituições já estão prontos. Assim que o governo assinar o acordo, iremos receber 20% do valor das obras e, então, faremos a licitação. A prefeitura também ajudará com parte do dinheiro”, disse a secretária. METRO POA

Campanha do agasalho 2012 ajudará também animais Este ano, a campanha do agasalho da prefeitura ajudará, além de instituições que abrigam pessoas carentes, ONGs que cuidam de animais abandonados. A coleta de roupas e objetos começou na sexta-feira e se estende durante os meses de frio, até o dia 31 de agosto. De acordo com a primeira dama Regina Becker, que organiza a ação e atua também na Seda (Secretaria Especial dos Direitos Animais), as ONGs estão pedindo apoio da população para continuar ajudando os animais, muitos víti-

mas de maus tratos. “Além de alimentação, eles estão precisando de medicamentos e outros materiais”, lamenta Regina. “São pessoas voluntárias, que abrigam de 50 a 300 animais que fazem isso de coração aberto”, afirma. Conforme a primeira dama, a Seda e a prefeitura entenderam que a campanha poderia unir a coleta de agasalhos para pessoas e estender para a arrecadação de roupas e remédios também para animais. “No ano passado, mais de 85 mil itens foram arrecada-

dos e destinados para 74 entidades”, conta Regina. Onde ajudar Os pontos de coleta da campanha do agasalho estão espalhados por lojas, bancos e supermercados da capital. As doações também serão recolhidas em frente à prefeitura, no Centro, na Fasc (Fundação de Assistência Social e Cidadania) e nas secretarias municipais. Comerciantes e taxistas também podem se juntar à campanha. Mais informações pelo telefone 3289-3610 ou pelo 156. METRO POA

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Executivo: Flávio Ilha (MTb 6068/RS). Editora de Arte: Julia Rodrigues. Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor Geral: Leonardo Meneghetti.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: 051/2101.0302 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição de 40.000 exemplares são auditadas pela BDO.


www.readmetro.com

porto alegre

03

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Irmãos são executados em Caxias

Frio de inverno

Amanhecer de domingo teve temperatura inferior a 10oC em Porto Alegre JONATHAN HECKLER/AGÊNCIA FREELANCER

Capital teve domingo com 9oC pela manhã Uma massa de ar polar que ingressou no Estado no final de semana derrubou as temperaturas em todo o Rio Grande do Sul. Algumas cidades da serra e do planalto, como Vacaria e São José dos Ausentes, registraram mínimas abaixo de 2oC – em Vacaria, a sensação térmica foi de 3oC negativos. Em Porto Alegre, segundo o Inmet, a mínima foi de 9oC. O frio permanece intenso no Estado pelo menos até o meio desta semana e hoje há possibilidade de geada em algumas regiões.

Três irmãos adolescentes foram assassinados em Caxias do Sul, na serra gaúcha. O ataque, segundo a Brigada Militar, aconteceu por volta de 2h30 da madrugada, no bairro Marechal Floriano. As vítimas são dois gêmeos de 17 anos, identificados como Cassiano e Cássio da Fonseca Pontes. O outro irmão é Iago Cassian, de 14 anos. Segundo testemunhas, os jovens estavam em casa quando um homem chegou no local e bateu na porta. O assassino entrou atirando e executou os três com vários disparos. As vítimas possuíam antecedentes criminais por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. METRO POA

Bando ataca loja do BIG em São Leopoldo Três homens fortemente armados invadiram o supermercado BIG, em São Leopoldo, e roubaram R$ 200 mil. O ataque ocorreu no final de sábado. Os funcionários encerravam o expediente quando foram surpreendidos pelo grupo. Segundo a Brigada Militar, o dinheiro foi retirado de um cofre que foi arrombado com uso de equipamentos pesados, como uma furadeira de alto impacto. As vítimas relataram que os criminosos portavam pistolas e uma arma de cano longo. Eles monitoravam a ação da polícia com um rádio sintonizado na freqüência da Brigada. O bando fugiu em um Astra. Ninguém ficou ferido durante a ação. METRO POA

Porto Alegre vai identificar centros usados para tortura Marcas da Memória pretende informar pelo menos sete locais na capital usados pela ditadura para reprimir oposicionistas Cais Mauá ganhará um painel com os nomes dos militantes presos na ilha da Pólvora Pelo menos sete locais de Porto Alegre vão receber até o final do ano placas para idendificar que, durante o regime militar, abrigaram centros de repressão ou de tortura contra militantes de oposição. A ação faz parte do programa Marcas da Memória, que busca identificar os locais que foram usados pelas ditaduras latino-americanas para reprimir movimentos pelos direitos civis. A capital gaúcha será a primeira cidade brasileira a identificar esses centros. O conselheiro do MJDH (Movimento de Justiça e Direitos Humanos), Jair Kischke explica que as placas serão instaladas pela prefeitura e devem apenas informar ao público que nesses espaços houve tortura com a conivência do Estado. “Essa informação ainda está em aberto, mas não pretendemos emitir nenhum juízo de valor sobre isso. Apenas informar”, disse Krischke. Entre os sete locais que serão identificados há três

quartéis e a sede da Polícia Civil gaúcha. Nesse caso, segundo o conselheiro, a ideia é afixar as placas em frente aos prédios, na calçada, para evitar constrangimentos políticos. Segundo Krischke, a prefeitura já concordou com a instala-

ção das placas mas não há detalhes sobre custo do projeto nem formas de financiamento. O movimento Marcas da Memória já identificou 203 desses locais na cidade de Buenos Aires e 43 em Montevidéu. Um dos locais que será

marcado é um casarão da rua Santo Antônio, na região central de Porto Alegre, onde funcionou um centro clandestino de interrogatório e tortura do extinto Dops (Departamento de Ordem Política e Social). O local, segundo Krischke, GABRIELA DI BELLA/METRO

funcionou entre 1964 e 1966 e foi desativado depois da morte do militante comunista Manoel Raimundo Soares – o caso ficou conhecido como “Mãos Amarradas” – e era conhecido como Dopinha. Outro local que será identificado é a Ilha da Pólvora, onde funcionou o presídio que recebeu opositores hoje ilustres, como o ex-marido da presidente Dilma Rousseff, Carlos Araújo. Como a ilha não pode ser acessada, o Movimento vai identificar os militantes que ficaram presos no local com um

Os locais Quais pontos serão identificados na capital.

Casarão da Santo Antônio abrigou o Dopinha, segundo o MJDH

Sede clandestina do Dops (conhecida como Dopinha). Rua Santo Antônio, 600 Antiga sede da PE (Polícia do Exército). Onde hoje está a praça Raul Pilla, no centro

painel de nomes que será instalado no Cais Mauá. Krischke já identificou cerca de 80 militantes que passaram pela ilha e acredita que a lista deverá ultrapassar a centena. “Como as prisões nunca foram oficiais, estamos nos guiando por depoimentos”, disse. O gabinete do prefeito José Fortunati confirmou a adesão ao projeto e informou que a negociação com o MJDH está em fase inicial. FLÁVIO ILHA

METRO PORTO ALEGRE

Ilha da Pólvora, que abrigou um presídio entre 1953 e 1976 Sede do Dops, no atual Palácio da Polícia Sede do 18 RI (Regimento de Infantaria), onde hoje é área da PUCRS Cia de Guarda, localizada na rua Vieira de Castro, no bairro Bom Fim Sede do 8o RCMec (Cavalaria Motorizada), localizada no bairro Serraria.


04

www.readmetro.com

porto alegre

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Estações que monitoram ar estão defasadas na capital Redes que operam em Porto Alegre e outras regiões precisam ser reformadas Fepam busca parceria com empresas privadas para recuperar aparelhos que detectam partículas tóxicas e poluentes nocivos à saúde

GABRIELA DI BELLA/METRO POA

Instaladas em locais considerados críticos, as estações que monitoram a qualidade do ar no Rio Grande do Sul precisa ser recuperadas e, em alguns casos, totalmente substituídas. Três delas ficam em Porto Alegre: na Estação Rodoviária, junto à Escola de Educação Física da UFRGS e na avenida Silva Só. O problema, apontado pelo diretor-presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), Carlos Fernando Niedersberg, está na defasagem dos equipamentos existentes. “As estações que temos operam desde os anos 1990 e já estão superaras tecnologicamente”, explica. Em outras palavras, significa que as redes atuais não têm mais a mesma eficiência em detectar os elementos poluentes que estão no ar nem suas variações, o que pode implicar em problemas de saúde para a população e outros distúrbios. “Elas funcionam, mas cada estação tem suas variáveis em relação aos gases tóxi-

cos. E precisamos tê-las funcionando plenamente, inclusive para atender às exigências do Conama (Conselho Nacional do Meio Mabiente)”, acrescenta. Para recuperá-las, Niedersberg busca uma parceria com empresas privadas por intermédio da Federação das Indústrias do RS (Fiergs). “A proposta é que as empresas com maior emissão de poluentes assumam este custo, que implica na importação de softwa-

res e outros equipamentos”, explica. A recuperação das 12 estações já existentes seria de R$ 12 milhões, para instalação e manutenção durante dois anos. Depois, a responsabilidade passaria para a Fepam. “Mas o número ideal para o RS seriade 20 estações”, observa. Niedesberg está otimista em relação ao convênio com as empresas, que deve se concretizar na forma de uma parceria público-privada. “Só temos que

Carros são vilões

Os níveis mais preocupantes de poluição do ar no Estado estão na região metropolitana de Porto Alegre, Caxias do Sul e Rio Grade, por conta da grande concentração de indústrias. “Em algumas cidades, caso de Canoas, Triunfo e Esteio, as próprias empresas já mantêm as redes de monitoramento de ar como contraGABRIELA DI BELLA/METRO POA

Uma das estações de Porto Alegre fica próxima da Estação Rodoviária

partida para o licenciamento ambiental”, destaca. Além das 12 estações fixas existentes, a Fepam conta com outras duas móveis, utilizadas para um eventual episódio crítico de poluição ou no monitoramento em outras regiões. “Pelos índices atuais, o nível de poluição no Estado está longe de uma saturação, até porque as grandes indústrias, hoje, têm tecnologia para controlar a emis são de gases poluentes”. Mas, segundo ele, Porto Alegre precisa acender o sinal amarelo no que se refere à poluição veicular. “Atualmente, 70% do índice de gases tóxicos lançados nas regiões de Porto Alegre e Caxias vêm dos automóveis, com uma frota que aumenta 5% ao ano”, esclarece. Proposto pelo Conama para todos os estados brasileiros, já se encontra na Assembleia Legislativa um Plano de Controle de Poluição Veicular que limita a emissão de gases nas frotas que circulam pelas cidades. METRO POA

PMDB adia reunião para decidir vice na candidatura de Fortunati O PMDB adiou a reunião marcada para esta segundafeira, quando o partido iria indicar um nome para ser o candidato a vice na chapa de José Fortunati na eleição para prefeito de Porto Alegre. O partido alegou que, antes de anunciar o nome, deve entrar em entendimento com o PTB, que também deve indicar alguém para a vaga.

vencer os trâmites burocráticos”, acrescenta.

Mesmo com o atraso na decisão, os peemedebistas esperam que um quadro do partido ocupe o posto. “Isso seria o natural, já que o projeto, inicialmente, envolvia o ex-prefeito José Fogaça”, diz o vereador e presidente da sigla na capital, Sebastião Melo, que deve ser o indicado na coligação. A decisão final será anunciada em 16 de junho, data da con-

venção do partido. O PTB, que também cogita nomes para concorrer à vice na eleicão, fala no deputado estadual Cassiá Carpes e no vereador e presidente do partido, Elói Guimarães. Mas este observa que ficar fora da chapa majoritária “não atrapalha a relação de apoio à reeleição do prefeito José Fortunati". METRO POA

Problemas de saúde Com a chegada do inverno, aumentam os casos de problemas pulmonares. Entre os responsáveis, estão os poluentes soltos na atmosfera. Veja os principais: Dióxido de enxofre (SO2) Emitido pela queima de óleo combustível, pode causar desconforto na respiração e agravar doenças respiratórias já existentes. Monóxido de carbono (CO) Vem da combustão incompleta, principalmente dos carros, e opde afetar o sistema nervoso central, com perda de consciência e visão. Partículas Inaláveis(PM10) Lançadas por processos de combustão das indústrias e veículos, poem causar insuficiências respiratórias pela deposição deste poluente nos pulmões.

Equipes da Saúde visitam dois bairros em ação contra a dengue Equipes da Vigilância em Saúde vão aplicar inseticida contra o mosquito da dengue em dois bairros de Porto Alegre. Na Vila Nova, os trabalhos serão pela manhã, a partir das 9h30. À tarde, os agentes da Secretaria da Saúde estarão no bairro Santa Tereza, com aplicações de veneno depois das 14h30. Desde janeiro, já foram

feitos bloqueios em 14 bairros, todos eles em decorrência de casos de pessoas que apresentaram sintomas de dengue ao retornarem para Porto Alegre vindas de outros Estados. Até o momento, não foi registrado nenhum caso de dengue contraído na capital gaúcha em 2012. Entretanto, o Índice Rápido de Aedes aegypti, medido em março, mostrou

um número elevado de criadouros de larvas do mosquito na cidade. A taxa de infestação foi de 4,7%, a mais alta desde 2007. Para evitar problemas, a população deve evitar o acúmulo de água parada, como em vasos de plantas, pneus ou garafas. Uma das recomendações é que os pratinhos dos vasos sejam cobertos com areia. METRO POA


06

brasil

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Chip federal vai encarecer licenciamento de veículos ROGÉRIO CASSIMIRO/FOLHAPRESS

Equipamento terá de ser instalado nos veículos até junho de 2014 Valor será repassado para o dono O licenciamento de veículos deve ficar mais caro a partir do ano que vem. O acréscimo vai acontecer porque, até junho de 2014, todos os veículos do país deverão ter um chip de identificação. E o valor será repassado para o proprietário. O preço do aparelho ainda não foi definido pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e poderá variar conforme a região. Estudos feitos pelo órgão apontam que o chip custará cerca de R$ 5. O Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito) afirma que ainda não conseguiu definir o preço, porque avalia as questões

R$ 5

é o valor estimado do aparelho que deve ser instalado em todos os veículos do país. técnicas sobre a implantação do sistema. O chip federal, denominado Siniav (Sistema Nacional de identificação Automática de Veículos), é semelhante ao tag do Sem Parar adotado nas estradas e será utilizado, principalmente, para ajudar a identificar veículos que circulam em situação irregular ou têm com queixa de roubo. STOCKXCHANGE

Erosão atinge praia de Jurerê, no litoral catarinense

Além disso, o chip também poderá ser usado no caso de adoção de pedágio urbano. As informações armazenadas no transmissor, como placa, multas, taxas e vistorias pendentes, serão captadas por antenas instaladas em vias estratégicas. Depois, os dados são transmitidos para centrais de processamento de dados. O fiscal pode ser imediatamente alertado e abordar o motorista do carro irregular. O sistema também emitirá um alerta quando passar algum automóvel sem o chip. A frota brasileira é estimada em 70 milhões de veículos. METRO

Número da placa ficará armazenado em chip

Oposição pedirá ao TJ-DF acesso aos dados sigilosos de Carlinhos Cachoeira A oposição pretende apresentar amanhã, durante a reunião da CPI do Cachoeira, requerimento para que o TJ (Tribunal de Justiça) do Distrito Federal compartilhe as quebras de sigilos bancário e fiscal do bicheiro Carlinhos Cachoeira, e da Delta Construções. Na semana passada, o

“Tudo que for feito para o esclarecimento dos fatos é positivo.” CÂNDIDO VACCAREZZA (PT-SP)

TJ-DF decretou a quebra dos sigilos a pedido do MP (Ministério Público). “Essa decisão fortalece o

Maré avança e Fernando Henrique ‘engole’ 120 praias vence Prêmio Kluge O processo de erosão severa que atinge o litoral brasileiro já provocou estragos em 120 praias do país. Só na Paraíba, por exemplo, 50% das praias já são afetadas pela erosão, segundo levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo com base no estudo “Erosão e Progradação do Litoral Brasileiro”. De acordo com o levantamento, praias conhecidas como as de Jurerê, Canasvieiras, Santinho e Ingleses, no litoral catarinense, e de Caravelas e Maragogi,

no Nordeste, já entraram para a lista das que podem ser “engolidas” pelo mar. O processo de erosão severa coincide com o aumento do nível do mar nos últimos anos. Mas para o professor da UFRJ Dieter Muehe, organizador do estudo, esta não é, necessariamente, a principal causa. O esgotamento de fontes naturais e construções desordenadas também prejudicam as áreas. A gravidade da erosão aumenta neste mês, quando começa a temporada de ressacas. METRO

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi indicado vencedor do Prêmio John W. Kluge, concedido pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos. O ex-presidente, que governou o Brasil entre 1995 e 2002, receberá o prêmio em um cerimônia em Washington no dia 10 de julho. A distinção, cujo nome homenageia o benfeitor da Biblioteca do Congresso norte-americano, dá ao vencedor US$ 1 milhão. Para a instituição, a análi-

se acadêmica e a liderança de FHC transformaram o Brasil “de uma ditadura militar com alta inflação em uma democracia vibrante, mais democrática e com forte crescimento econômico”. Em entrevista à agência Reuters, o ex-presidente disse que recebeu a notícia com “surpresa e satisfação”. “Satisfação por ver o reconhecimento do esforço intelectual que fiz e, especialmente, porque envolve o que escrevi e minha ação política.” METRO

requerimento já apresentado na CPI de quebras dos sigilos de Carlinhos Cachoeira e da Delta que ainda não foram deliberados”, disse o líder do PSDB, Álvaro Dias (PR), à Agência Brasil. De acordo com o advogado Márcio Thomaz Bastos, representante legal de Carlinhos Cachoeira, seu cliente

invocará o direito constitucional de permanecer em silêncio durante o depoimento marcado para amanhã na comissão de inquérito. A defesa de Cachoeira entrou com um pedido no STF (Supremo Tribunal Federal) para que ele só vá à CPI após ter acesso às provas contra ele. METRO RENATO ARAUJO/ABR

FHC disse que recebeu a notícia com “surpresa e satisfação”


08

www.readmetro.com

economia

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Juro baixo para carro só Troca de presente da vale para classes A e B mãe exige cuidados O consumidor que precisar trocar o presente dado no Dia das Mães precisa estar atento às condições em que foi feita a compra, alerta o Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor). Quando o problema for o tamanho que não ficou adequado, a cor ou modelo que não agradaram, o fornecedor não é obrigado trocar o produto, a não ser que a loja tenha se comprometido a fazê-lo no momento da compra. Este compromisso deve constar por escrito, seja na etiqueta do produto, na nota fiscal, em um cartaz da loja ou em qualquer outro documento que comprove a disponibilidade da troca e quais as condições para obtê-la – como, por exemplo, o prazo.

90

dias é o prazo que o consumidor tem para reclamar junto ao fornecedor quando o produto comprado apresentar algum defeito. No caso de alimentos, o prazo é de 30 dias. Nas compras realizadas pela internet, o consumidor pode desistir em até sete dias do recebimento da mercadoria. No entanto, o cancelamento deve ser formalizado por escrito e, se for o caso, o produto recebido deve ser devolvido ao fornecedor. Nesses casos o consumidor terá o direito da devolução integral do valor pago. METRO

Bancos reduzem taxas, mas não se engane: o crédito fácil ficou para trás

Uma das modalidades mais atingidas pelas reduções de juros que vêm sendo adotadas pelos bancos é a do crédito automotivo. Isso não significa, no entanto, que o consumidor vai encontrar mais facilidade para parcelar a compra de um carro novo: as taxas mais baixas só estão disponíveis para quem não precisa, segundo o economista especializado em varejo automotivo Ayrton Fontes. “As reduções são muito restritas, é preciso atender várias condições. As taxas mais baixas acabam atingindo apenas as classes A e B, ou seja, quem já tem um veículo usado ou dispõe de dinheiro para comprar um novo”, explica Fontes ao Metro. Segundo eles, a oferta é muito limitada porque houve

As taxas

No pátio

Compare os juros de financiamento de veículos entre os principais bancos. Caixa Econômica Federal De 0,89% a 1,26% Banco do Brasil De 0,95% a 1,99% Bradesco A partir de 0,97% HSBC De 0,98% a 2,55% Itaú De 0,99% a 2,41% Santander De 0,98% a 2,45%

um aumento significativo na inadimplência dos consumidores. Para se enquadrar no perfil que recebe juros mais baixos, o cliente tem de preencher vários requi-

No final de abril, a quantidade de veículos em estoque superava as vendas.

366,5

corrente no banco há pelo menos três meses, ter financiamento de imóvel na Caixa, ter conta-salário no banco há pelo menos três meses ou ser funcionário público e abrir conta corrente na instituição.

MIL CARROS ESTOCADOS

257,8 MIL CARROS VENDIDOS

sitos. No caso da Caixa, por exemplo, que reduziu as suas taxas na última quinta-feira, é preciso dar uma entrada de no mínimo 30% do valor do veículo, além de possuir conta

Estoque Nem as promoções, algo que as montadoras se vêem obrigadas a fazer devido ao aumento da estocagem – que encerrou abril no maior nível desde novembro de 2008 – melhora o cenário para o consumidor. “O preço cai, mas ainda é alto para a classe média, que não tem capacidade de compra e precisa do crédito, que não está disponível”, avalia Fontes. HENRIQUE RIBEIRO METRO SÃO PAULO

mundo FABRIZIO BENSCH/REUTERS

Partido dos Piratas foi a sensação do pleito, com 7,7% dos votos, e entrará no Parlamento pela primeira vez

Merkel é derrotada em eleição regional O partido conservador CDU, da chanceler alemã Angela Merkel, sofreu uma significativa derrota ontem nas eleições regionais realizadas no estado de Renânia do Norte-Westfália. Segundo as primeiras parciais divulgadas ontem, a legenda ficou com 26,3% dos votos. Este é o pior resultado já obtido pelo CDU nessa região industrial da Alemanha, a mais povoada do país, com 18 milhões de habitantes. O partido de oposição SPD, que critica a política de austeridade de Merkel, manteve o controle do estado, com 39% dos votos, ganhando 4,5 pontos em relação a 2010, segundo resultados parciais.

“Esta derrota é amarga, clara e nos dói muito.”

Massacre deixa 49 mortos no México Corpos são encontrados mutilados à beira de uma estrada em Nuevo León Autoridades locais atribuem chacina ao cartel de drogas Los Zetas O estado mexicano de Nuevo León amanheceu ontem com uma imagem dantesca. No acostamento da rodovia que leva à cidade de Reynosa apareceram 49 corpos mutilados, vítimas da guerra entre os cartéis do narcotráfico que disputam o mercado da distribuição da droga no território.

Segundo as autoridades de Nuevo León, o cartel Los Zetas é o provável responsável pelo massacre, cometido na região do município de Cadereyta. Em coletiva de imprensa, o porta-voz de Segurança mexicano, Jorge Zambrano, explicou que entre as vítimas havia 43 homens e seis mulheres. ZamMETRO MÉXICO

NORBERT ROTTGEN, DIRETOR REGIONAL DO PARTIDO CDU

Uma semana depois de franceses e gregos mostrarem sua rejeição às políticas de austeridade, os alemães da Renânia do NorteWestfália deram a vitória aos social-democratas, críticos da política de cortes de gastos defendida por Merkel. METRO COM AGÊNCIAS

Investigadores encontraram bilhete junto aos corpos indicando que autoria do crime é do cartel Los Zetas

brano não confirmou os informes não-oficiais, que davam conta de um total de 68 executados. O porta-voz ressaltou o reconhecimento das vítimas será difícil, já que os corpos foram esquartejados e todas as cabeças foram arrancadas. Segundo ele, a chacina pode ter relações com o ocorrido na semana passada no estado vizinho de Tamaulipas, onde há confrontos constantes entre os cartéis da droga, mas não se trata de um ataque contra a população em geral. O procurador de Nuevo León, Adrián de la Garza, mencionou que, segundo as primeiras averigações, as vítimas não são originárias do estado. Não há registro de pessoas desaparecidas na região nos últimos dias, o

que significaria que os assassinados foram trazidos de outros estados. JOSE LEBEÑA METRO MÉXICO

Localização Os corpos foram encontrados próximo a Cadereyta. EUA

Onde os corpos foram encontrados

Oceano Pacífico

M é x ico

Oceano Atlântico

Guadalajara

G UAT E M A L A E L S A LVA D O R


10

www.readmetro.com

cultura

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Dez anos sem Lutz

2

Obra do ambientalista será lembrada com programa especial

cultura

Quadrinhos em exposição A exposição “Gazarra” segue em cartas até 3 de junho, no espaço de arte Sapato Florido (5° andar CCMQ – Andradas, 736). Trata-se de uma compilação de histórias em quadrinhos que, reunidas, formam um livro de cada artista. Os partipantes são André Kitagawa, Mateus Acioli & Heitor Yida (São Paulo), Edu Medeiros e Rafael Sica (Porto Alegre) e Berliac (Argentina).

José Lutzenberger deixou um legado ecológico e cultural CARLOS STEIN

Casa é patrimônio da cidade O casarão que abrigou três gerações da família Lutzenberger foi tombado como patrimônio histórico de Porto Alegre no ano passado. Localizada na rua Jacinto Gomes, a casa está passando por um processo de restauração e deve reabrir

suas portas no mês que vem. Depois de recuperado, o imóvel será a sede da empresa de resíduos Vida, fundada por Lutzenberger. O imóvel foi construído há 80 anos pelo pai do ambientalista, o arquiteto e artista plástico Joseph Lutzenberger. A casa estava

Objetos de Marlene

DIVULGAÇÃO

A nova exposição da galeria Arte&Fato (av. Protásio Alves, 1893) destaca os trabalhos experimentais da gaúcha Marlene Kozicz. Depois de se dedicar à gravura, pintura e escultura, ela vem confeccionando grandes objetos escultóricos na técnica da papietagem. O tema é sempre o mesmo: a figura humana, em especial mulheres. A exposição se completa com uma coleção de pequenos formatos em técnicas diversas. Visitação até 02 de junho, nos horários de segunda a quinta, das 12h às 19h; sextas, das 12h às 17h; e domingos, das 14h às 18h. METRO POA

desabitada desde a morte de Lutz, há dez anos, e teve o projeto de restauração assinado por Flávio Kiefer. O projeto mantém as características originais da casa, com vários vitrais na fachada, além do jardim ecológico idealizado pelo ambientalista. METRO POA

Ingressos DIVULGAÇÃO

Morto há exatos dez anos, José Lutzenberger dedicou quase toda a sua vida para a causa ambiental. Em seus 76 anos, denunciou um problema que vivenciou pessoalmente – o uso indiscriminado de agrotóxicos nas lavouras do Rio Grande do Sul – e alertou sobre o aquecimento global quando o assunto ainda nem frequentava os noticiários. “Antes de morrer, Lutz falava que gostaria de voltar de tempos em tempos, pois tinha curiosidade de ver como estaria o planeta” lembra Lilian Dreyer, que retratou o ambientalista no livro “Sinfonia Inacabada”. Entre as características que ela destaca na trajetória do seu biografado está a capacidade de fazer conexões e perceber vínculos entre fatos e realidades que aparentemente não teriam relação, como a construção de grandes hidrelétricas no norte relacionada com a pobreza de vida dos trabalhadores no sul. Um raciocínio, segundo ela,

SUCESSOS. Hoje à tarde, às 14h, no twiter do Metro (@jornal_metropoa) serão sorteados dois ingressos para o show de Fábio Jr. O cantor volta a Porto Alegre

Documentário A partir de hoje, o trabalho do ecologista será lembrado em atividades culturais e socioambientais. Um dos destaques é o documentário “Lutzenberger: For Ever Gaia”, de Frank Coe, que recupera a trajetória do ecologista desde a sua infância e reproduz, inclusive, as aquarelas que ele pintava quando criança. A sessão começa às 17h, na Sala Eduardo Hirtz da CCMQ (Andradas, 736). METRO POA

Outras atividades: 15 de maio, às 17h e 18h30 – Visita Guiada ao Jardim Lutzenberger (5º andar da CCMQ), com o biólogo Edgar Salla 16 de maio, às 18h30 – Música no Jardim Lutzenberger, com Fernando Fleck e Rodrigo Carraro (violão e flauta) 19 e 20 de maio – Curso “Edificações Sustentáveis”, com Daniele Tubino e Vivian Ecker (UFRGS), no Rincão Gaia 27 de maio – Homenagem a Lutzenberger, com as crianças do Projeto Gaia, no Rincão Gaia 28 de maio, às 19h30 - Conferência de Vandana Shiva no Fronteiras do Pensamento, sobre os “Desafios da Militância Ambiental Internacional”, no Salão de Atos da Ufrgs

nesta quinta, com o show “Íntimo”, que reúne seus grandes sucessos. Valores entre R$ 95 e R$ 200, à venda pelo site www.ingressorapido.com.br e na loja My Ticket da Padre Chagas. METRO POA

Vitor Ramil com orquestra Metro sorteia entradas para ver Fábio Jr.

“da lógica do pensamento desenvolvimentista”. Lutz escreveu vários livros, ocupou altos cargos públicos, recebeu prêmios e homenagens pelos quatro cantos do mundo e viveu tempo suficiente para construir um pequeno santuário: o Rincão Gaia, em Pantano Grande, uma área de 30 hectares destinada à educação ambiental e onde são aplicados todos os conceitos de sustentabilidade defendidos por ele.

MILONGAS. A Orquestra de

Câmara Theatro São Pedro divide o palco com Vitor Ramil neste final de semana. Os concertos serão sábado e domingo, no Theatro São Pedro, e terão as participações das cantoras Gisele De Santi e Bella Stone. Ingressos entre R$ 20 e R$ 90, à venda na bilheteria do teatro. Infor-

mações pelo tel.: 3227–5100. METRO POA

Toquinho encontra João CLÁSSICOS. Os compositores Toquinho e João Bosco tocam juntos no Teatro do Sesi no dia 26 de maio, em comemoração aos 15 anos do espaço cultural da Fiergs. O repertório terá clássicos de várias épocas, de “Samba de Orly” a “Tarde em Itapoã” (de Toquinho) e de “O Ronco da Cuíca” a “O Bêbado e a Equilibrista” (de Bosco). Ingressos entre R$ 90 e R$ 180, à venda pela telentrega 3231.4142 e na bilheteria do Bourbon Country. METRO POA


www.readmetro.com

variedades Os invasores

Na ponta do lápis

por Farini

Leitor fala Cotas

MARCOS SILVESTRE

SE TEM DE PARCELAR, PARCELE ANTES PARA QUITAR DEPOIS, À VISTA E COM DESCONTO!

Cruzadas

H

oje quero lhe falar da técnica que costumo chamar de “comprar pré-parcelado”. Vamos imaginar a compra de um automóvel 1.0 básico sem opcionais, que tem hoje o preço de R$ 25 mil. Pouquíssima gente conseguiria tirar esse valor de R$ 25 mil do salário do mês sem causar um mega-rombo no orçamento. Então, há duas outras opções para efetuar tal compra, ambas envolvendo parcelamento. A primeira opção é levar o carro hoje, dando 10% ou R$ 2.500 de entrada, e financiando o restante com juros de 1,99% ao mês, pagando assim 60 prestações de R$ 650 durante cinco anos, o que resultará em um custo total de R$ 41.500 para este veículo, por causa do acréscimo dos juros de R$ 16.500. Outra opção é pegar os R$ 2.500 que seriam dados na entrada e aplicá-los na Caderneta de Poupança, passando a aplicar mais R$ 650 por mês durante 30 meses (dois anos e meio), para poder comprar o carro à vista em cash pelos mesmos R$ 25 mil daqui a estes dois anos e meio. Daí você pode argumentar: “Mas, até lá, professor, o carro já terá subido de valor, não custará mais os mesmos R$ 25 mil...” Pois é aí que você se engana. Quando falamos em R$ 25 mil hoje, estamos nos referindo ao preço de tabela do momento, porque se for para pagamento à vista, em dinheiro vivo, o carro sai fácil por R$ 23 mil, quem sabe até um pouco menos. Então, seguindo o mesmo raciocínio, daqui a dois anos e meio o valor de tabela deste carro poderá ser, sim, R$ 27 ou R$ 28 mil, porém o valor efetivo para compra à vista em dinheiro será de, no máximo, estes exatos R$ 25 mil que você se planejou para ter. Quem decide é você: ou compra o carro antes, e depois morre com R$ 650 mensais por cinco anos, ou então espera dois anos e meio (metade do prazo!) com o mesmo sacrifício poupador mensal de R$ 650, mas levando o carro já quitado em metade do tempo, dois anos e meio antes que no financiamento.

Pergunta Você acha que um ponto de táxi subterrâneo pode acabar com o confuso trânsito da rodoviária da capital? Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroPOA

@celso_farias: Qualquer coisa que tirar os táxis do engarrafamento é uma ótima ideia.

Sudoku

@mafama: Não. Deveria ter mais duas rodoviárias, uma no norte e outra no sul da cidade. @lino_abel: Não. Para acabar com a confusão é preciso transferir a rodoviária para outro lugar. @melramones: Provavelmente não. @cassianodalago: Se as coisas saíssem do papel, resolveria. O certo seria aquela rodoviária mudar de local.

Web Para falar com a redação: leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Cobranças de cunho emocional podem acabar trazendo muito mais estresse do que o normal, aprenda a respeitar certos limites e refazer algumas negociações. Touro (21/4 a 20/5) União com pessoas experientes e maduras irão exigir muito mais da sua atenção, não basta apenas estar disponível, sua dedicação precisará ser redobrada. Gêmeos (21/5 a 20/6) Por mais que você tenha a solução na ponta da sua língua, pense bem para quem e quando você abrirá a sua boca. Utilize seus conhecimentos com sabedoria. Câncer (21/6 a 22/7) Muita emoção e romantismo, a paixão pode estar passando pela sua porta, saiba aproveitar os bons momentos que o dia pode lhe propiciar junto ao seu amor.

Ações afirmativas são medidas especiais e temporárias tomadas pelo Estado ou pela iniciativa privada, espontânea ou compulsoriamente, com o objetivo de eliminar desigualdades historicamente acumuladas, garantindo a igualdade de oportunidade e tratamento, bem como compensar perdas provocadas pela discriminação, marginalização, por motivos raciais, étnicos, religiosos, de gênero e outros. As ações afirmativas visam combater os efeitos, no presente, das discriminações ocorridas no passado. Ao longo da história tivemos diversos exemplos deste tipo de ação. Em Nova York, por exemplo, encontramos uma escola pública direcionada para crianças e adolescentes com tendências homossexuais. Pois esse tipo de ação está tendo eco aqui no Brasil, com o estabelecimento de cotas de vestibular para ingresso de afrodescendentes nas universidades ou em concurso público. Creio que medidas como esta podem gerar um efeito colateral, recrudescendo as discriminações e surgindo movimentos tipo apartheid. Marcelo do Vale Nunes – Porto Alegre, RS

Prof. Marcos Silvestre é economista com MBA em Finanças e Controladoria pela Universidade de São Paulo. Há 21 anos atua como educador e planejador financeiro especializado. Idealizou na Unicamp o PROF® Programa de Reeducação e Orientação Financeira. É fundador da SOBREDinheiro® Sociedade Brasileira de Estudos sobre Dinheiro e autor dos best-sellers “12 Meses para Enriquecer: o plano da virada” e “Investimentos à Prova de Crise”. Dirige o site www.oplanodavirada.com.br e apresenta a coluna diária e o programa semanal Na Ponta do Lápis na BandNews FM.

Horóscopo

11

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

www.estrelaguia.com.br Leão (23/7 a 22/8) Pequenas modificações em sua vida podem ser necessárias para que você se adapta a novas situações que estão surgindo em seu caminho. Tenha mais confiança. Virgem (23/8 a 22/9) Ideias mirabolantes mas que podem trazer resultados muito positivos podem projetar você diante de pessoas poderosas ou investidores. Faça o seu comercial. Libra (23/9 a 22/10) Emoções e razão tentando encontrar um ponto de equilíbrio em sua vida. Não deixe que a opinião dos outros influenciem suas decisões, você precisa crescer. Escorpião (23/10 a 21/11) Confrontos e confusões com concorrentes que dependem de soluções mais bem elaboradas, vindas de pessoas mais experientes ou que estão com o poder nas mãos.

Sagitário (22/11 a 21/12) Negociações em alta, dia de fazer contatos e vender o seu peixe. Alto astral e boa capacidade de convencer as pessoas a seu favor. Aproveite as oportunidades. Capricórnio (22/12 a 20/1) Tentativas de ficar escondendo os seus sentimentos podem não funcionar por muito tempo, saiba se soltar na hora certa para poder curtir a pessoa amada. Aquário (21/1 a 19/2) Ou você namora ou você trabalha, as duas coisas ao mesmo tempo tendem a criar boas confusões na sua vida. Faça cada coisa nos seus devidos tempo e lugar. Peixes (20/2 a 20/3) Período extremamente sensível ao amor e à paixão no relacionamento, passionalidade em alta. Tente controlar um pouco o apego que você sente pela pessoa amada.


3

esporte RENAN OLAZ/PREVIEW.COM/FOLHAPRESS

esporte

Campanha

21 jogos

15 3 vitórias

empates

76%

3

derrotas

47

gols pró

aproveitamento

16

gols contra

Damião, autor do segundo gol, simbolizou a garra colorada na virada sobre o Caxias

Um caneco entre o fim e o começo Conquista estadual tem comemoração morna e foco está no Brasileirão

Artilheiro

Damião 11 gols

O título de campeão gaúcho conquistado ontem pelo Inter acabou ficando perdido entre o fim e o começo de fatos mais importantes e deixou a comemoração da vitória por 2 a 1 sobre o Caxias apenas morna. Na comemoração ficou um gosto de prêmio de consolação após a eliminação na Libertadores e da preocupação com o futuro no Campeonato Brasileiro, após uma vitória mais sofrida do que o esperado. “Sabemos que erramos. Queremos voltar no ano que vem com tudo na Libertadores, mas esse é um título importante, é um presente para a toda a equipe”, explicou o insone Leandro Damião, autor do gol do título

e que confessou ter ficado sem dormir duas noites após o jogo contra o Fluminense. O centroavante foi o primeiro a deixar o gramado, logo após receber a sua medalha, e sequer deu a volta olímpica com os companheiros no campo. Os acontecimentos estranhos começaram quando a bola ainda nem havia rolado. Antes do início da partida, uma faixa da torcida desejou um feliz Dia das Mães para a mãe do juiz – nada mais atípico no futebol. A derrota do meio de semana não impediu o torcedor de ir ao estádio, mas a boa vontade com o time começou a minguar aos 26 minutos no gol do Caxias. Por duas vezes as vaias ecoaram antes

do intervalo e acabaram direcionadas ao meia Dátolo, de má jornada. Quem trouxe a torcida e o Inter de volta para o jogo foi D’Alessandro. Seu ímpeto e seu carisma fizeram os colorados esquecerem os 45 minutos iniciais. O time cresceu e o entusiasmo do torcedor também. Mesmo após a virada, a certeza do título so veio nos acréscimos, quando os gritos de “é campeão”, se massificaram pelas arquibancadas. No gramado, os festejos foram em família. Muriel recebeu abraços do irmão Alisson, goleiro da base colorada, enquanto Guiñazu, literalmente, deitou e rolou com os filhos no meio do gramado do Beira-Rio.

Entre os dirigentes, o mais tenso era o presidente Giovanni Luigi. A cabeça dos homens do futebol colorado começa a pensar no Brasileirão. Nos bastidores, falou-se muito mais da competição nacional do que da vitória ocorrida poucos minutos antes. “Temos grupo para brigar pelo título. É um campeonato de regularidade”, posicionou-se Dorival Júnior sobre o Brasileirão, sem esconder a necessidade de contratações. A tarde esteve muito mais ligada ao passado e ao futuro do que propriamente ao presente. VALTER JUNIOR

METRO PORTO ALEGRE


www.readmetro.com

13

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Primeiro tempo sofrível, virada e título merecido Foram dois tempos distintos, de um jogo dramático, que marcaram o 41o título gaúcho do Internacional. No primeiro, a apatia que se viu no Engenhão no meio da semana voltou na mala durante a viagem e entrou em campo no Beira-Rio em plena final do Gauchão. Resultado: vitória parcial e título para o time da serra. No segundo, com uma energia avassaladora, o Inter foi para cima, sufocou o adversário, virou o jogo e comemorou o título em um jogo de ataque contra defesa – na segunda etapa, Muriel tocou na bola pela primeira vez apenas aos 33 minutos. Foi a melhor campanha da temporada, mas o primeiro tempo do Inter foi de doer. Apesar do aparente domínio das ações, o Colorado deixou espaços generosos para que o talento de Wangler, 19 anos e multa rescisória fixada em R$ 40 milhões, aparecesse no Beira-Rio – foi dele o primeiro chute da partida, aos 5, que obrigou Muriel a fazer uma defesa difícil para escanteio. Foi ele também que bateu o escanteio que resultou no

2x 1

gol de Michel, que aparou desvio da cabeçada de Caion aos 26. Aos 38, Wangler passou como quis por dois zagueiros colorados e chutou com força, de fora da área, para defesa espetacular de Muriel. O primeiro tempo do Inter se limitou a arremates de longe, com pouco perigo, e à reclamação justa de um impedimento mal marcado de Oscar. O 1 a 0 saiu barato. No segundo tempo, com as entradas de D’Alessandro e Dagoberto, a intensidade mudou. Já a 1 min o argentino cruzou, Paulo Sérgio soltou e Damião quase anotou o empate. Aos 5, Oscar foi lançado na área e acabou derrubado pelo zagueiro Lacerda. Pênalti. Nei cobrou e Paulo Sérgio defendeu. Aos 11, Paulo Sérgio evitou o empate de novo ao tirar cabeçada de Damião em cima da linha. Aos 16, novo milagre em cabeçada de Moledo que tinha o endereço das redes. Mas aos 21, não teve santo capaz de evitar o gol colorado. Depois de jogada de Oscar como ponteiro direito, a bola pipocou em Damião e caiu

Internacional: Muriel; Nei , R. Moledo , Índio e Fabrício ; Sandro Silva, Guiñazu , Tinga (D’Alessandro ) e Dátolo (Dagoberto); Oscar e Leandro Damião . Técnico: Dorival Júnior Caxias: Paulo Sérgio; Michel , Lacerda , Jean e Fabinho; Umberto (Rafael Santiago), Mateus , Paraná (Alisson ) e Wangler; Caion e Vanderlei (Marcos Paulo ). Técnico: Mauro Ovelha

• Estádio: Beira-Rio • Gols: Michel aos 26’ do primeiro tempo; S. Silva, aos 21’, e Damião, aos 26’ da segunda etapa. • Arbitragem: Márcio Chagas da Silva auxiliado por Altemir Hausmann e Marcelo Barison. • Público: 23.028 pagantes • Renda: R$ 587.160,00 EDU ANDRADE/FOLHAPRESS

Sandro Silva abriu caminho para o título

para Sandro Silva, que só conseguiu marcar na segunda tentativa – foi o primeiro gol do volante com a camisa do Inter. Aos 26, o alívio colorado veio da cabe-

ça de Damião, que aparou cruzamento de Fabrício: 2 a 1. Com o gol, Damião se transformou no goleador do Gauchão 2012, com 11 tentos. METRO POA

O que eles disseram

“Estamos acostumados a grandes decisões. O grupo mereceu porque fez uma brilhante campanha.” DORIVAL JÚNIOR, TÉCNICO DO INTER

“Sabemos que erramos, teremos que voltar com tudo na próxima Libertadores. O título é um presente para toda a equipe.” LEANDRO DAMIÃO


esporte

14

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012

Grêmio anuncia 15º jogador da temporada

Domingo de festa

FOTOS 1. NELSON ANTOINE/ FOTOARENA 2. FELIPE OLIVEIRA/AGIF/FOLHAPRESS 3. ANGELO PETTINATI/O TEMPO/FOLHAPRESS 4. LUCAS UEBEL/PREVIEW.COM /FOLHAPRESS 5. CELSO PUPO/FOTOARENA

Com contratações e retornos, clube já movimentou 30 atletas em 2012 Os dirigentes gremistas estão inquietos. Buscam de toda a maneira reforçar o elenco para o restante do ano. O mau Campeonato Brasileiro realizado em 2011 fez com que uma reformulação drástica no elenco ocorresse esse ano. Ao anunciar o acerto de Rondinelly, na sexta-feira, o Grêmio chegou à contratação de 15 jogadores nesse temporada – além de dois técnicos, Caio Júnior e Vanderlei Luxemburgo. Fora o retorno de atletas emprestados a outros clubes, como os laterais Edilson e Dener. O mercado tricolor pipoca desde o ano passado. Além das contratações, diversos jogadores deixaram

o Olímpico, chegando a uma movimentação que supera os 30 nomes, um plantel inteiro, desde janeiro. No sábado, o meia Zé Roberto despediu-se do AlGharafa, do Qatar, com o título da Copa do Emir, após empate por 0 a 0 no tempo normal e vitória por 4 a 3 nos pênaltis sobre o Al Sadd. A apresentação do jogador deve ocorrer ainda este mês, mas a sua estreia somente será possível em junho – isso se a antecipação da janela de transferências, que normalmente inicia no dia 1o de agosto, for mesmo confirmada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Quem chegou

Quem saiu

Rondinelly Zé Roberto Werley Pará Bertoglio Souza Naldo Léo Gago Sorondo Kleber Marcelo Moreno Pablo Marco Antônio Douglas Grolli Felipe Nunes

Mário Fernandes Bruno Collaço Júnior Viçosa Douglas Fábio Rockemback Escudero William Magrão Adílson Rafael Marques Edcarlos Diego Clementino Lúcio Maylson Mithyuê Robson

Vanderlei Luxemburgo

Caio Júnior

METRO POA

2

A nova voz do Grupo Bandeirantes Uma das mais bonitas vozes do rádio gaúcho passou a integrar o Grupo Bandeirantes. Com mais de 30 anos de carreira, o narrador José Aldo Pinheiro estreou ontem na apresentação do Zona Mista, na Band AM 640. Ele também participará diariamente do Apito Final, além de reforçar o elenco de narradores que já contra com Daniel Oliveira, Haroldo de Souza e Marcos Couto. Em um segundo momento, Zé Aldo fará parte de um novo projeto, a Bradesco Esportes. “Sinto a sensação de começo no sentido da emoção. Queria encontrar um veículo onde eu pudesse trabalhar curtindo. A empresa tem um projeto novo e serei um dos protagonistasdesse novo projeto”, comentou. METRO POA GABIRELA DI BELLA/METRO

Zé Aldo estreou ontem na Band AM

1

3

4

1 Alonso, 2º, e Raikkonen, que completaram o pódio, celebram com venezuelano FELIX ORDONEZ/REUTERS

Maldonado vence GP 2 da Espanha de F-1 3 O piloto venezuelano Pastor Maldonado fez o hino de seu país tocar pela primeira vez na história durante a premiação de uma corrida de Fórmula 1 ontem, no Grande Prêmio da Espanha, ao bater dois excampeões do mundo: o piloto da casa, Fernando Alonso, que ficou em 2º, e Kimi Raikkonen, que completou o pódio. Maldonado largou na primeira posição após Lewis Hamilton ser punido no treino de classificação e

chegou a perder a ponta para Alonso, mas recuperou a posição no pit stop. Como prêmio de consolação, o espanhol alcançou Sebastian Vettel, da Red Bull, na ponta do campeonato, com 61 pontos. A festa da Williams, que venceu após oito anos, ainda foi ofuscada por uma explosão no box. Bruno Senna, companheiro de Maldonado, bateu na 13ª volta. Felipe Massa terminou em 15º. METRO BRASÍLIA

JOSEP LOASO/REUTERS

O Santos, de Neymar, venceu o Guarani por 4 a 2, com dois gols do atacante, e conquistou o tricampeonato paulista consecutivo. Feito que ninguém havia sido capaz de fazer desde o Santos de Pelé, em 1967, 68 e 69. METRO RIO

Em jogo de seis gols e muita emoção, o Bahia, do técnico Falcão, chegou a ficar atrás do placar duas vezes, mas conseguiu empatar por 3 a 3 com o Vitória e conquistou o título baiano, acabando com jejum de 10 anos. E aumentou a hegemonia sobre o rival: são 44 títulos contra 26 do Vitória. METRO RIO

O Atlético-MG tinha a vantagem do empate, mas partiu para cima e goleou o América por 3 a 0, na final do Campeonato Mineiro, no Independência. O Galo conquistou o título invicto, o que não ocorria desde 1976. METRO RIO

4 Fogo no box da Williams

Botafogo e Flu homenagearam as mães antes do jogo. O Alvinegro escreveu na faixa: “Toda mãe é uma estrela”. Já o Flu estampou: “Toda mãe é guerreira”. Em campo a festa foi do Tricolor das Laranjeiras, que venceu por 1 a 0, com gol de Rafael Moura. METRO RIO


Internacional Bi Campeão Gaúcho 2012

Na foto: (e/d em pé) Muriel, Índio, Bolívar, Sandro Silva, Renan, Leandro Damião, Rodrigo Moledo e Dátolo (e/d agachados) Nei, Oscar, Fabrício, João Paulo, Tinga, D’Alessandro, Élton, Gilberto, Dagoberto e Guñazu


20120514_br_portoalegre  

120 praias podem ser ‘engolidas’ Memória da ditadura: cidade vai marcar locais usados para tortura {pág 03} Chacina dosnarcos deixa 49 morto...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you