Page 1

Jornal Sindical “COMPANHEIRO METALÚRGICO”

sinDicAto Dos MetAlÚrGicos De GuArulHos, AruJÁ, MAiriPorà e sAntA isAbel - Ano 23 - nº 248 - MArço 2017 união e Ação

Telefone 2463.5300 • E-mail: sindicato@metalurgico.org.br • Site: www.metalurgico.org.br

EM DEFESA DOS nOSSOS DiREiTOS!

Foto: ivanildo Porto

Vamos parar dia 28

AProvADo! - Trabalhadores da Modine, Fabrima e Cummins Filtros aprovam greve geral se o governo não recuar das reformas neoliberais. Têxteis participam do ato unitário

O governo nos ataca por todos os lados. Temer quer acabar com o direito à aposentadoria, terceirizar tudo e desarticular o sindicalismo. A classe trabalhadora resiste. Dia

15 de março, houve paralisações em todo o País. Dia 31, aconteceram novos protestos públicos. Mas Temer teima com as reformas que cortam direitos e conquis-

tas. Por isso, nossa luta segue. As Centrais marcam paralisação geral para 28 de abril. Nosso presidente José Pereira dos Santos pede que todos se engajem e participem.

JÁ MOSTRAMOS FORÇA DiA 15

DIA 13

Dia 13/4 (quinta), faremos assembleia na sede, para tratar da paralisação nas fábricas. Participe. Páginas centrais Foi forte e nacional o primeiro grande protesto dos trabalhadores contra as reformas neoliberais de Temer. Dia 15, nosso Sindicato fez assembleias em 12 empresas, mobilizando mais de cinco mil companheiros da base. A categoria repudiou as reformas - previdenciária, trabalhista e terceirização - porque elas agridem direitos de trabalhadores da ativa, aposentados e das pensionistas. Os metalúrgicos seguem firmes na luta: nenhum direito a menos!

PArticiPAçÃo - Presidente Pereira comanda assembleia na Cummins. Trabalhadores também se mobilizam na Tower

Páginas centrais

Sindicato garante novos acordos de PLR

Leia na página 3


2 - Jornal Sindical - Março de 2017

 editorial

Somos contra reformas que retiram direitos

José Pereira dos Santos Presidente do Sindicato

E-mail: pereira@metalurgico.org.br

Já falei muitas vezes a respeito de reformas. Já ressaltei que nosso Sindicato e a própria classe trabalhadora não são contra reformas. O problema é que tipo de reforma os governantes querem nos impor?! Se for pra modernizar a economia, agilizar as leis, combater privilégios e promover inclusão social, nós apoiamos. Porém, pra cortar direitos e reduzir benefícios trabalhistas, estamos fora. E combateremos! As reformas que o Brasil precisa são: reforma política, tributária, fiscal, bancária e agrária. Na verdade, quase as mesmas Reformas de Base que o

presidente Jango defendia antes do golpe que o derrubou em 1964. Temer tenta aprovar três reformas. Todas elas agridem direitos e geram exclusão social. Todas favorecem o grande capital, principalmente os especuladores. Por isso, elas são nocivas à Nação brasileira. As Centrais Sindicais marcam paralisação geral para 28 de abril. As Centrais, Confederações, Federações,

O Brasil precisa voltar a crescer. As reformas de Temer não nos ajudam

 notaS de econoMia

Desemprego aumenta Salários perdem força Indústria sofre baque Em um ano, o desemprego cresceu três pontos, chegando a 13,2% no trimestre dezembro-fevereiro. Mais de 13,5 milhões de trabalhadores estão desempregados.

O Dieese divulgou o balanço das campanhas salariais de 2016. Das 714 negociações analisadas, só 19% tiveram aumento real. Trata-se do menor patamar desde 1996.

 ProFiSSional de MÍdia

O governo não atendeu o movimento sindical e baixou a exigência de conteúdo industrial local no setor petroleiro e outros. Com isso, gera-se emprego, mas no Exterior.

 deU na iMPrenSa

Mídia repercute mobilizações realizadas pelo Sindicato O Sindicato continua à frente de várias ações, mobilizações e atos. A imprensa registra essas atividades. Dia 15 - O Dia Nacional de Protestos e Paralisações - contra as reformas neoliberais - em 15 de março, foi objeto de reportagens no jornal Folha Metropolitana, no site do jornal Guarulhos Hoje e nos sites da Força Sindical, Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e CNTM-Confederação. Voz do Trabalhador - O programa, exibido toda sexta, a partir das 19 horas, na TV Guarulhos (Canal 3, NET), levou ao ar várias

Sindicatos e os movimentos sociais já realizaram um forte protesto nacional dia 15 de março. Foi um grito de alerta contra as reformas neoliberais e em defesa dos direitos ameaçados. Dia 28, podemos fazer um movimento ainda mais forte. O Sindicato mobilizará toda a base, chamando cada trabalhador a se engajar nessa luta justa, necessária e patriótica. Futuro - O Brasil precisa mudar a política econômica, voltar a crescer, fortalecer a indústria, gerar empregos e distribuir renda na base social. É isso que garantirá nosso futuro e vida decente para nosso povo.

TASSi TEM 55 AnOS DE JORnALiSMO Osvaldo Romualdo Ernesto Tassi é um dos jornalistas mais antigos em ati-

PRESTÍGIO

Categoria está sempre presente no noticiário da imprensa de Guarulhos e Região

vidade em Guarulhos. São mais de 55 anos de atuação, principalmente em emissoras de rádio. Tassi foi, também, professor de radialismo em Guarulhos, Santos e Sorocaba, ajudando a formar profissionais de renome. Morador no Jardim Paraventi, o locutor da TV Guarulhos diz: “Tenho muitas histórias, algumas delas até engraça-

edições com os eventos organizados e dirigidos pelo Sindicato. O apresentador Roberto Samuel chamou reportagens e entrevistas sobre iniciativas como as assembleias dia 15 de março, os protestos

contra os juros altos, no Banco Central, a homenagem ao Dia da Mulher e muito mais. Essa ampla divulgação ressalta o papel positivo do nosso Sindicato e do sindicalismo em geral.

das, na área de locução esportiva. Hoje vejo o jornalismo como uma profissão forjada, porque poucos são os que nasceram com o dom dessa profissão. É uma pena, mas felizmente ainda existem grandes profissionais”.

JORNAL SINDICAL - Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel. Sede: rua Harry Simonsen, 202, Centro de Guarulhos, CEP 07013-110. Telefone 2463.5300. Site: www.metalurgico.org.br - E-mail: sindicato@metalurgico.org.br - Subsede Arujá: rua Silmar Montoni, 215, Center Ville, CEP 07401-135. Telefone 4655.3596. Subsede Mairiporã: rua José Claudino dos Santos, 122, Jardim São Francisco II (Terra Preta), CEP 07600-000. Telefone 4486.1615. Clube de Campo: rua Galáxia, 126, Parque Primavera, Guarulhos, CEP 07142-390. Telefone 2402.3811. Colônia de Férias em Caraguatatuba: (12) 3887.1250. Hotel-Fazenda Vista Linda em Vargem: (11) 4598.1215. Produção: Agência Sindical - 3255.6559. Fotos: Claudio Omena, Carlos Salles e Rômulo Magalhães. Texto: Luiz De Salvo Neto (Titico) e João Franzin. Edição: João Franzin e Robson Gazzola. Diretoria: José Pereira dos Santos (presidente), Josinaldo José de Barros (vice-presidente), Célio Ferreira Malta (secretário-geral), José Barros da Silva Neto (1º secretário), Pedro Pereira da Silva (2º secretário), Alex Sandro de Lima (tesoureiro-geral) e Josete Machado Filho (1º tesoureiro). Suplentes: José João da Silva, José Dilton Braga da Silva, José Carlos Santos Oliveira, Ricardo Pereira de Oliveira, Antonio Francisco da Silva, Roseli do Carmo Lima e Eduardo Apóstolo Santos Oliveira. Conselho Fiscal: Augusto Valdomiro Knupp, Daniel Hermínio Estevan e Eronides Rafael Galdino. Suplentes: Sonia Regina Dombski, Adriano Alves de Oliveira e Elenildo Queiroz Santos. Delegados na Federação: Heleno Benedito da Silva (licenciado) e Evandro Pereira. Suplentes: José Pedro da Silva e Lúcia Ottone de Amorim. Impressão: BanGraf. Tiragem: 30 mil exemplares. Março de 2017.


Jornal Sindical - Março de 2017 - 3

 ParticiPação noS lUcroS/Plr

Acordos beneficiam mais três mil na base

Julio siMões - Companheiros aprovam a proposta apresentada pelos diretores Lula e Heleno

Participação sobe e valor pode chegar a R$ 4.255,58 na JSL O Sindicato segue firme buscando Participação nos Lucros e/ ou Resultados (PLR) para todos os metalúrgicos. O presidente José Pereira dos Santos afirma: “O pagamento da PLR distribui renda, põe dinheiro no mercado, aquece a economia. É bom pra todo mundo”. JSL - Na Julio Simões, valor subiu 8% e pode chegar a R$ 4.255,58, conforme metas. A empresa presta serviços na Cummins Motores (Cumbica). Pagamento em agosto deste ano e fevereiro de 2018. Continental (Itapegica) - Pode superar R$ 3.300,00, conforme meta de falta não-justificada. Pagamento em julho e janeiro de 2018 para 800 funcionários. Permetal (Cumbica) - Valor pode chegar a R$ 3.000,00, conforme metas. Será em duas parcelas.

Roseli, Cabeça e Carioca na Permetal

TÁ NA LEI. É DIREITO!

ADKF (T. Preta, Mairiporã) PLR aumentou 8,5% e será paga de uma só vez, em abril. Incoflandres (Cumbica) - Será paga em março e abril. Flexform (Parque São Luiz) Será paga em maio e agosto. Designer Renascer (Bonsucesso) - Benefício subiu. Pagamento em abril e agosto próximos. Microvip (Nova Cumbica) Conseguimos aumento de 12%. PLR será paga até abril. Arcofer (Nova Cumbica) Acordo garante aumento de 36%. Segunda parcela paga em março. Macom Instrumental (Parque F. Fernandes) - Pode chegar a R$ 1.200,00. Pagamento em março. TB-Fil (Presidente Dutra) - Parcelas vencem em agosto deste ano e fevereiro de 2018. Metalway (Vila Calegari) Benefício sobe 8% e pode chegar a R$ 2.138,29. Será pago em agosto deste ano e fevereiro de 2018. Helzin (Cumbica) - Pagamento da PLR saiu em fevereiro e março. Tecfil (Jardim Cumbica e Bonsucesso) - Valor pode chegar a 120% do salário nominal. Em agosto, serão pagos 60% do salário nominal, com metas. O restante sai em fevereiro de 2018, podendo chegar aos 120% se atingidas as metas.

tecfil - Jau e Cabeça na empresa do Jardim Cumbica

Honeywell (Pq. Harami) Participação subiu 8,5% e pode ser de R$ 2.975,00. Pagamento em agosto e fevereiro de 2018. Marília (Macedo) - Pagamento em outubro e abril. Platô Bus (Cumbica) - PLR subiu 20% sobre ano passado. Pagamento em abril e junho. Raft (Nova Bonsucesso) - Pode chegar a R$ 2.020,00. Garantido o mínimo de R$ 804,00 aos 200 funcionários. Pagamento em março. Fort Light (Porto da Igreja) Pagamento do benefício será de uma só vez, em abril. Rotocrom (Terra Preta, Mairiporã) - Aumento de 10,79% no

valor da Participação. Pagamento será feito em abril e maio. Estribopeças (Ponte Grande) - A PLR na empresa será paga em março e abril. Refrisat (Itapegica) - Os 55 funcionários receberão em março e até maio. Ytam Industrial (Vila São João) - Aprovadas PLRs de 2015 e 2016. Pagamento em março e abril. Metalúrgica Bals (Jd. Ipanema) - Foi paga em fevereiro. Pro Painel (Parque Harami) Aumento de 93%, podendo chegar a R$ 1.350,00, conforme as metas. Pagamento de uma só vez, em fevereiro do próximo ano.

PLR AuMEnTA 70% nA GOLin Os cerca de 300 companheiros da Golin (Bonsucesso) aprovaram a proposta de PLR negociada pelo Sindicato. O valor subiu 70% e pode chegar a R$ 1.700,00. nossos diretores José Barros da Silva neto e Eduardo Apóstolo (Tieta) conduziram as negocições. Barros diz: “Os companheiros da Comissão de Fábrica foram muito participativos e nos ajudaram a conseguir uma PLR bem maior que no ano passado”. Pagamento em agosto deste ano e março de 2018.

A Lei 10.101/2000 garante pagamento de Participação nos Lucros e/ou Resultados da empresa. Procure o Sindicato pra que esse direito seja efetivado na prática. Fale com nossos diretores. Ligue 2463.5300. Ou, então, vá direto à sede ou às subsedes.


4 - Jornal Sindical - Março de 2017

Centrais convocam paralis SinDiCATO APOiA LuTA POR DiREiTOS. DiA 13 companheiro(a): o governo Temer encaminha reformas que desmontam a Previdência Social, liberam a terceirização de tudo e tentam enfraquecer a organização dos trabalhadores. E faz tudo isso em meio a uma dura recessão econômica e a uma forte instabilidade política. O sindicalismo reage, cobra mudanças na política econômica e pede que os direitos sejam respeitados. Porém, como não somos atendidos, só nos resta um caminho: ir à luta. Dia 15 de março, participamos do Dia de Protestos e Paralisações, somando forças a atos em todo o País. Dia 31, aconteceram novos protestos País a fora. Mas o grande fato será dia 28 de abril, com a paralisação geral nacional. PArticiPe - O Sindicato pede a todos que se engajem nos preparativos da paralisação. Dia 13 (quinta), às 18 horas, faremos assembleia na sede, à rua Harry Simonsen, 202, Centro. não deixe de participar e decidir o que é melhor pra você, a sua família e o futuro da nação. nossa luta é justa!

MOBiLizAMOS CinCO MiL

continentAl - Presidente Pereira comanda manifestação com trabalhadores, em 15 de março

DEPuTADOS PAuLiSTAS QuE VOTARAM COnTRA OS TRABALHADORES. AnOTE!

Veja o que você vai perder com a terceirização geral O PL que terceiriza tudo (4.302) corta direitos e institui o capitalismo selvagem no País. Veja: • Permite terceirizar toda a atividade-fim (todas as funções na empresa podem ser terceirizadas). •Permite a quarteirização (ou seja, uma terceira contrata uma quarta etc.). •Acaba com a responsabilidade solidária da contratante (ou seja, a empresa contrata quem ela quiser, sem ter de responder por isso). • Permite a “pejotização” (em vez

de ter Carteira assinada, o trabalhador emite Nota Fiscal). • Não garante a representação sindical (quem vai defender o terceirizado?). • Oficializa a inexistência de vínculo empregatício entre a contratante e o trabalhador contratado pelas empresas de trabalho temporário. • Não prevê igualdade de remuneração e jornada em relação à tomadora, proteção previdenciária e contra acidentes e não assegura direitos de acordo ou Convenção Coletiva.

Dia 22 de março, a Câmara dos De-

Eduardo Cury (PSDB), Evandro Gussi

putados desferiu mais um duro golpe

(PV), Fausto Pinato (PP), Guilherme

contra os trabalhadores.

Mussi (PP), Herculano Passos (PSD),

Sob pressão do governo e da classe

Jorge Tadeu Mudalen (DEM), Luiz Lau-

patronal, a Casa aprovou o Projeto de

ro Filho (PSB), Major Olímpio (Solida-

Lei 4.302, que libera a terceirização ili-

riedade), Marcelo Squassoni (PRB),

mitada nas empresas.

Márcio Alvino (PR), Miguel Haddad

Observe: esse projeto foi proposto

(PSDB), Miguel Lombardi (PR), nel-

em 1998 por Fernando Henrique Car-

son Marquezelli (PTB), Renata Abreu

doso, e estava engavetado.

(PTn), Ricardo izar (PP), Ricardo Tri-

O Estado de SP tem 70 deputados

poli (PSDB), Roberto Alves (PRB), Sér-

federais: 59 compareceram ao plená-

gio Reis (PRB), Silvio Torres (PSDB),

rio, dos quais 32 votaram a favor da

Vanderlei Macris (PSDB), Vinicius Car-

terceirização e um se absteve. Dos de-

valho (PRB) e Vitor Lippi (PSDB). Mar-

putados paulistas, 26 votaram contra.

co Feliciano (PSC) se absteve.

votArAM A fAvor Adérmis Marini (PSDB), Alexandre

GuArDe beM esses noMes Em 2018, haverá eleições e

Leite (DEM), Antonio Bulhões (PRB),

praticamente todos esses deputados

Antonio Carlos Mendes Thame (PV),

virão pedir nosso voto. Será a hora

Beto Mansur (PRB), Bruna Furlan

de darmos a eles o que merecem:

(PSDB), Capitão Augusto (PR), Celso

um sonoro voto contra e um firme

Russomanno (PRB), Dr. Sinval Malhei-

repúdio a quem coloca o mandado

ros (PTn), Eduardo Bolsonaro (PSC),

popular a serviço do capital selvagem!


Jornal Sindical - Março de 2017 - 5

sação geral dia 28 de abril FAREMOS ASSEMBLEiA nA SEDE. PARTiCiPE!

cuMMins e toWer - nosso diretor Heleno mobiliza contra reformas de Temer, na Cummins Motores. Lula e Célio na Tower. Assembleia aprova greve geral contra corte de direitos

outrAs trÊs - Diretores Cabeça e Jau coordenam assembleia na Rod-Car e Omel. Presidente Pereira e diretores zóião e Evandro explicam aos trabalhadores da umicore motivo do ato

Movimento sindical resiste às reformas que cortam direitos Dirigentes de várias categorias de Guarulhos se reuniram dia 29 e definiram um calendário de lutas contra as reformas neoliberais de Temer. O encontro, na Força Sindical Regional, teve presença de quase todos os Sindicatos da cidade e das Centrais. No dia 31, aconteceu outro encontro unitário, desta vez na sede do Sindicato dos Servidores (Stap). Os sindicalistas escolheram a coordenação que cuidará dos atos pre-

paratórios à paralisação do dia 28 de abril. Também decidiram produzir um boletim de chamamento e de esclarecimento à população. Nosso diretor José Barros da Silva Neto explica: “Além de chamar o trabalhador, queremos dialogar com outros setores sociais. A população já está entendendo que as reformas da Previdência, a trabalhista e a terceirização sem limites prejudicam os interesses da Nação”.

nA forçA - Encontro sindical unitário, dia 29. Diretor Barros coordena mesa

ASSEMBLEIA DIA 13 VAI DEBATER

PARALISAÇÃO GERAL DIA 28 companheiro(a): o Sindicato mo biliza e coordena. Mas quem paralisa é você. As Centrais Sindica is chamam paralisação geral para 28 de abril. Por quê? Porque nossos direitos estão sendo agredidos pelas reformas neoliberais de Temer. Portanto, se você quer ter: 1) Direito a se apo sentar; 2) Direito a registro em Carteira e às proteções da CLT e 3) Direito de ter um Sindicato que te represente, entre nessa luta. Assembleia: dia 13/4, quinta, às 18 horas, faremos assembleia na sede, à rua Harry Simonsen, 202, Centro, Guarulhos. Participe e chame outros compan heiros!


6 - Jornal Sindical - Março de 2017

 Serviços

Convênio tem novos consultórios dentários São 14 consultórios à disposição dos sócios e dependentes

Sindicato faz parceria com escola de inglês O Sindicato firmou convênio com escola de inglês. A parceria beneficia

Houve alteração na lista de convênios mantidos pelo Sindicato, em parceria com o Inpao. Continuam os 14 consultórios à disposição, com atendimento aos sócios e dependentes, em várias regiões de Guarulhos, além de Arujá e Mairiporã. Saiba o endereço de todas as clínicas e suas especialidades em nosso site (www.metalurgico.org.br). Atenção - Para serem atendidos é necessário que o sócio e dependentes estejam cadastrados. Cadastro - O cadastramento pode ser feito na sede do Sindicato (rua Harry Simonsen, 202, Centro) ou em nossas subsedes de Arujá

sócios e dependentes. Curso ministrado a partir de abril na subsede de Arujá (rua Silmar Montoni, 215, Center Ville), com professores da Move Ahead. O presidente José Pereira dos Santos diz: “Com esse curso o trabalhador ficará mais preparado para o mercado. Sócios e dependentes terão direito a credenciados - Parceria disponibiliza aos sócios várias opções em nossa base

(rua Silmar Montoni, 215, Center Ville) e Mairiporã (rua José Claudino dos Santos, 122, Jardim São Francisco II, Terra Preta). Atendimento para cadastro, em Terra Preta, é feito às segundas e sextas, das 9 às 18 horas. O cadastro pode ser feito tam-

bém no Clube de Campo (rua Galáxia, 126, Parque Primavera). Documentos - Necessário apresentar os seguintes documentos. Titular: carteira de sócio, RG, CPF e cartão do SUS. Esposa ou marido dependente: CPF e cartão do SUS. Filho: RG, cartão do SUS e CPF.

descontos especiais”. Camila Matos Lameira, da Move Ahead, informa: “O curso dura, em média, um ano por módulo. Oferecemos aulas interativas, conversação desde a primeira aula e também metodologia moderna desenvolvida por universidades internacionais”. Mais informações - Ligar para (11) 98918.0828 ou 3494.0971.

Aniversariantes DE abril - Dia 4, Lorisvaldo C. Araújo - Giba (estacionamento); 6, Edson Moreira - Araxá (assessoria); 7, José Carlos S. Oliveira - Chorão (diretoria); 9, Fábio Pereira (secretaria); 10, Eva Ap. Barbosa (Clube) e Monalisa Silva (secretaria); 11, Marta Duarte G. Ruis (Meu Futuro); 21, Claudio Omena (imprensa); 23, Antonio Augusto de Jesus (Clube); 25, Luiz F. da Silva (Clube); 27, Rodolfo Viana (Dieese); 28, Antonio Carvalho (manutenção); José Carlos dos Santos (Clube) e dr. Marcílio Penachioni (jurídico). Aniversariantes DE Maio - Dia 10, Crislaine L. Toledo (Clube); 11, Macionilia Santos (Meu Futuro); 12, Luciana Maria Santos (Clube); 13, Cristiane Mendes (assessoria); 18, Sandro Régio (assessoria); 19, Marilei S. dos Santos (Clube); 20, Fabiana Costa (jurídico) e 24, Antonio B. dos Santos (Clube).


Jornal Sindical - Março de 2017 - 7

 ação sindical

Mobilização garante conquistas na Dyna Acordo aprovado beneficia cerca de 500 trabalhadores da empresa Ação sindical garantiu benefícios na Dyna (Itapegica). A pauta de reivindicações foi totalmente atendida. Dia 21, assembleia aprovou os itens negociados com a empresa. O diretor Antonio Francisco da Silva (Fala Mansa), que é funcionário da empresa, informa: “Tivemos as reivindicações atendidas e negociamos que todos os trabalhadores terão estabilidade no emprego até 31 de maio. Itens - Também conseguimos mais R$ 200,00 no valor da segunda parcela da PLR referente a 2016. Valor chegou a R$ 940,00, superando os R$ 740,00 que a empresa queria pagar. A Dyna vai elaborar, até setembro, plano de cargos e sa-

unanimidade - Diretores Fala Mansa e Pepe em assembleia na Dyna que aprovou acordo e garantiu estabilidade no emprego

lários, para adequar a remuneração dos trabalhadores que exercem as mesmas funções. Foi formada Comissão, da produção e escritório, a fim de elaborar um cardápio mais adequado e que melhore as refeições. Quanto ao vale-alimentação, a empresa oferece também opção de o funcionário passar a receber cesta básica, cujo valor é maior.

Roll-For (Cumbica) - Os 80 companheiros cruzaram os braços em 20 de março, cobrando segunda parcela do 13º salário, regularização do vale-alimentação atrasado e pagamento da antecipação salarial. Deu resultado. A Roll-For quitou a antecipação e assumiu compromisso de resolver demais pendências. As horas paradas não serão descontadas.

Diretor Pedro fala na Roll-For

Pressão sindical finaliza acordos da campanha salarial

flexform - Companheiros aprovam proposta apresentada pelo diretor Daniel

Nenhum trabalhador sem acordo salarial. Com essa motivação, o Sindicato prossegue a negociação em toda a base, buscando reajuste e abonos nas empresas de grupos patronais que não assinaram acordo na Campanha Salarial de 2016. A negociação por empresa avança e já garante reajuste, ganhos e abonos salariais para mais de três mil companheiros. Nosso vice-presidente Josinaldo

José de Barros (Cabeça) comenta: “Já cobrimos quase 100% da nossa base. Peço aos trabalhadores que ainda não foram beneficiados que procurem o Sindicato. Nós vamos atrás do que é justo”. Procure - Se sua empresa ainda não aplicou o reajuste, procure um diretor do Sindicato na sede em Guarulhos ou vá às subsedes de Arujá e Mairiporã (Terra Preta). Para informações, ligue 2463.5300.

Diretores integram Conselhos O Sindicato amplia seu espaço institucional e político. O objetivo é levar a voz da categoria junto ao poder público e a órgãos do Estado. Nosso diretor Heleno B. da Silva foi eleito no Conselho Municipal do Emprego de Guarulhos. Ricardo Pereira integra o Conselho de Mairiporã. Ambos já apresentaram propostas para que as cidades tenham qualidade de vida e mais empregos. Heleno adianta: “Vamos trabalhar firmes pra que Guarulhos volte a ter indústria forte, gere empregos e distribua melhor a renda”. Sobre a atuação conjunta e tripartite nos Conselhos, Ricardo diz: “Isso ajuda no desenvolvimento social e econômico”.

Heleno entrega documento ao prefeito Guti. Ricardo assume em Mairiporã


8 - Jornal Sindical - Março de 2017

 DIA 25, EM NOSSA SEDE

Encontro de mulheres defende direitos

DISPOSIÇÃO DE LUTA - Metalúrgicas da ativa, aposentadas e mulheres de outros setores profissionais lotaram nosso auditório, dia 25 de março

Evento reafirmou bandeiras do Dia Internacional da Mulher Mais de 200 pessoas participaram dia 25 da homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Compareceram metalúrgicas da ativa e aposentadas, muitas acompanhadas dos familiares. O evento foi organizado pelo nosso Departamento Feminino.

As companheiras debateram a reforma da Previdência proposta por Michel Temer (PEC 287) e repudiaram a perda de direitos. Pela PEC, a mulher terá de trabalhar até os 65 anos para ter direito à aposentadoria. O vice-presidente Josinaldo José de Barros (Cabeça) criticou as reformas neoliberais: “Nem a ditadura atacou tantos direitos ao mesmo tempo”. Nossa diretora Roseli Lima chamou as companheiras

à luta e lembrou: “Nosso lema é nenhum direito a menos”. Palestra - A socióloga Fernanda Castro mostrou dados e números de Nota Técnica do Dieese, que comprovam o retrocesso da reforma. Ela também mostrou que as mulheres serão as maiores prejudicadas. Alegria - O encontro de mulheres foi encerrado com apresentação musical, sorteio de brindes e coquetel.

adriana, lucina e Vilma mostram consciência

“O desmonte da Previdência Social e a terceirização geral vão escravizar os trabalhadores”. Adriana França M. de Oliveira, revisora na Continental

Futsal já recebe inscrições

“Mudança absurda! Faltam cinco anos pra me aposentar. Quantos anos mais terei de trabalhar?”. Lucina Bezerra da Silva, operadora de manufatura na Reydel

A primeira competição do Sindicato este ano é o 13º Campeonato de Futsal, categoria principal. As inscrições já estão abertas. Pode participar só quem é sindicalizado. As partidas serão disputadas no

“As empresas não vão segurar o funcionário por 49 anos. Vou participar dos protestos chamados pelo Sindicato!”. Vilma Marques, aposentada pela Dyna

ginásio poliesportivo do Clube de Campo (Parque Primavera), com entrada grátis para os torcedores. Nosso diretor José Barros da Silva Neto informa que ainda não estão definidas a datas para o Congresso

 recado da trabalhadora

REFORMA É injusta Vânia da Silva é auxiliar de produção na Bristol (Cumbica). É sindicalizada há três anos. Seu recado: “Com esse evento, o Sindicato mostra mais uma vez que está ao lado da categoria, em todos os momentos. Não é só na campanha salarial ou na negociação de PLR. Se precisar, o Sindicato briga por nós. Frequento aqui sempre que posso. Aqui também fiz a contagem do tempo de serviço e fui muito bem orientada. Meu temor é o governo aprovar essa reforma, que praticamente acaba com a aposentadoria. Se a PEC 287 for aprovada, nem sei quantos anos mais eu terei de trabalhar. É muito injusto”.

Técnico e também de abertura da competição. As fichas de inscrição podem ser retiradas em nossa sede até o final do mês de abril. O Campeonato 2016 foi vencido pela equipe da Yamaha.

Jornal Sindical - Março 2017  

Publicação do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região Acesse - www.metalurgico.org.br Produção: Agência Sindical www.agenciasindica...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you