Page 1

Mércia Macedo

Comunicação objetiva e eficiente


Atividade prรกtica Dividir em grupos Aplicar atividade - perguntas Aproximadamente 20 min


A compreensão errada de algumas palavras pode ser a diferença entre a vida e morte? Isto acontece de verdade no setor de transporte aéreo. Diversos desastres com aviões foram atribuídos a falhas de comunicação. O pior desastre da historia da aviação ocorreu em 1977 na enevoada Tenerife, nas Ilhas Canárias. O comandante de um vôo da KLM pensou que o controle de tráfego aéreo havia liberado sua aeronave para decolagem, mas a torre havia apenas transmitido algumas instruções para a decolagem. Embora o idioma falado pelo comandante holandês e o controlador espanhol fosse o inglês, a confusão foi criada pelos fortes sotaques de ambas as partes e alguma terminologia inadequada. O Boeing 747 da KLM chocou-se com uma aeronave igual, da Pan Am, que estava aterrisando. Morreram 583 pessoas. Em setembro de 1997, um jato da Garuda Airline caiu na selva a apenas 35 quilômetros ao sul do aeroporto de Medan, na ilha de Sumatra. Todas as 234 pessoas a bordo morreram. O desastre aconteceu porque o piloto e o controlador de tráfego aéreo confundiram as palavras “direita” e “esquerda” quando o avião se aproximava da pista sob péssimas condições de visibilidade.


Comunicação deriva do latim comunicare.

A comunicação é mais do que transmitir um significado, ela precisa ser compreendida.


Pesquisas mostram que: Somente 7% da comunicação interpessoal pode ser traduzida por palavras 93% traduzida por elementos não verbais: 55% expressão facial e outra linguagem corporal 38% da inflexão da voz


Sua comunicação esta boa?

Consegue ser compreendido? Tem dificuldades? Quais?

Sugestões para melhorar?


Detalhe importante no processo comunicativo é que um problema de má COMUNICAÇÃO ORAL pode transformar-se num problema de COMUNICAÇÃO ESCRITA.

Ler texto página 26 - PASSAGEM do COMETA HALLEY


Processo de comunicação

Quem... Comunicador Emissor

diz o quê...

de que modo...

Mensagem

Meio

Feedback com que resultado...

a quem... Receptor


Processo de comunicação

1- Fonte da comunicação 2- Codificação 3- Mensagem 4- Canal 5- Decodificação 6- Receptor 7- Ruído 8- Feedback


Representação esquemática do fluxo da comunicação

Emissor msg a ser enviada

Codificação da msg

Receptor

canal

ruído feedback

msg recebida

msg decodificada


Falhas na comunicação (ruído) decorrentes do emissor:

1) Falta de clareza nas ideias: (parece óbvio; é mais fácil comunicar uma ideia na qual se acredita);


Falhas na comunicação decorrentes do emissor: 2) Comunicação múltipla: não apenas verbalmente, também por gestos e expressões. Os gestos podem ser: -De caráter: quando determinam qualidades e hábitos (corajosa, tímida, brincalhona). -De ação: necessário execução de uma ação (venha, pare, sente, pegue). -De sensação: expressando emoção ou sensação física (fome, dor, alegria, nojo).


Falhas na comunicação decorrentes do emissor: 3) Problemas de codificação: problemas na fala e escrita podem levar a falhas na comunicação. -Na fala: cuidado com a tonalidade (falar alto ou baixo); cuidado com o timbre (agudo ou grave); com a entonação (nervoso ou calmo); com a velocidade (rápido ou devagar); - Na escrita: cuidado com a ortografia (escrita correta das palavras); cuidado com o desenho das letras. Ler texto página 31 – Médicos são multados por letra ilegível em receita no Pr.


Falhas na comunicação decorrentes do emissor: 4) Bloqueio Emocional: cria-se uma barreira psicológica; vergonha, tabu 5) Hábitos de locução: então; né; a repetição excessiva de palavras. Cuidado com gírias, linguagem técnica.


V铆deo telef么nica


Falhas na comunicação decorrentes do RECEPTOR: 1)Audição seletiva: prestam atenção no que consideram importante; 2)Desinteresse: pessoas tendem a “desligar-se” quando acham o assunto desinteressante; 3)Avaliação prematura: ouvinte conclui antecipadamente o final da conversa; 4)Preocupação com a resposta: formular respostas antes mesmo do assunto estar concluído. 5)Crenças e atitudes: envolvimento emocional. 6)Reação ao emissor: estereótipos; preconceito.


Sobrecarga de informação

O que acontece quando as pessoas têm mais informações do que conseguem organizar e utilizar?

A tendência é selecionar, ignorar ou esquecer informações. O resultado é perda de informações e comunicação menos eficaz.


Entonação: é a forma como você diz as coisas. Mude seu tom de voz e mudará o significado do que esta dizendo: Colocação da ênfase Por que eu não levo você para jantar hoje?

O que significa Pensava em lavar outra pessoa

Por que eu não levo você para jantar hoje?

Ao invés do sujeito com que você anda saindo

Por que eu não levo você para jantar hoje?

Procurando um motivo para não fazê-lo

Por que eu não levo você para jantar hoje?

Você tem algum problema em relação a mim?

Por que eu não levo você para jantar hoje?

Ao invés de você ir sozinho

Por que eu não levo você para jantar hoje?

Ao invés de almoçar amanhã

Por que eu não levo você para jantar hoje?

E não amanhã à noite


VocĂŞ sabe ouvir ?????


Dicas para uma boa escuta (Fritzen): 1) Procure ter um objetivo ao ouvir; 2) Suspenda qualquer julgamento inicial; 3) Procure focalizar o interlocutor, resistindo a toda espécie de distrações; 4) Procure repetir aquilo que o interlocutor esta dizendo; 5) Espere antes de responder; 6) Procure recolocar com palavras próprias o conteúdo e o sentimento do interlocutor; 7) Procure atingir os pontos centrais do que ouve por meio das palavras; 8) Use um tempo para pensar e responder. Exercício pagina 35


FEEDBACK palavra inglesa traduzida por “realimentação” “Verificar o próprio desempenho e corrigi-lo, se necessário” (Minicucci)


Princípios para dar e receber FEEDBACK: 1) Aplicável: dirigido aquele comportamento que pode ser modificado. Evite: “eu não gosto do seu modo de falar” Prefira: “você esta falando muito alto e isso é desagradável” 2) Neutro: deve ser descritivo e não avaliativo, diminuindo os problemas de relacionamento que pode causar. Evite: “você tem mania de falar rebuscadamente” Prefira: “esta parte do documento esta rebuscada, é preciso tornar a linguagem mais direta”


Princípios para dar e receber FEEDBACK: 3) Oportuno: saber quando oferecer o feedback é tão importante quanto saber fazêlo. Devemos observar o melhor momento tanto pra emissor quanto para o receptor. 4) Solicitado: pode ser mais útil quando solicitado. Pode ser solicitado verbalmente ou por meio de expressão corporal (“cara de ajuda”). 5) Objetivo: para ser benéfico, precisa assegurar clareza na mensagem, focalização no problema e utilização de exemplos. Evite: “talvez seja o caso de você deixar esse relatório para o fulano dar uma olhada, ele é cobra nesse assunto. Prefira: este seu relatório precisa ser olhado nas partes x,y, z; você deve fazer uma boa revisão.


Princípios para dar e receber FEEDBACK: 6) Direto: deve ser pessoal e direto. O feedback negativo pode trazer efeitos benéficos desde que transmitido apropriadamente, evite que o mesmo seja transmitido por terceiros. 7) Específico: evite que seja generalizado. Evite: “você é acomodado” Prefira: “ não é a primeira vez que você se comporta assim em nossas reuniões. Sua atitude tem sido de não participação e isolamento” 8) Comprovado: deve ser comprovado para assegurar a boa comunicação. Devemos pedir para o receptor parafrasear aquilo que lhe comunicamos, comprovando assim a mensagem recebida.

Comunicacao 2  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you