Page 34

pedindo uma prenda, um presente para distribuir. Com a lista na mão ia arrecadando os brindes: camisetas, tecidos, sapatos, café, chocolate, brinquedos e outras utilidades. Como tinha catalogado as famílias que iriam receber os presentes, passava a organizar os “pacotes”. As coisas que faltavam ela comprava e assim completava os presentes. Punham os pacotes no carro, em uma, duas, três viagens e iam de casa em casa distribuir os presentes para as famílias e, sempre, levavam separado balas para as crianças. Ver o sorriso estampado no rosto destas crianças era uma das maiores felicidades da sua vida. Mamãe e Papai visitavam-nos em Luís Alves, semanalmente, e gostavam de estar sempre em contato com a família. Sempre traziam uma bala ou um chocolate para os netos. Gostavam de saber como estavam os negócios, aconselhando-nos como deveríamos proceder e, não raro, advertiam-nos e orientavam por erros cometidos. Se precisássemos de dinheiro, eles nos emprestavam, a juros menores que os bancos. Tinha uma atenção e um carinho especial pelas filhas e sempre esteve ao lado delas nos partos, quando então assistia a parturiente e o bebê, auxiliando ainda na administração da casa. Ela é quem dava o primeiro banho no bebê, colocava-o para sugar o seio e era a primeira a parabenizar os pais. Providenciava lanches e almoços saborosos e os sonhos que fazia eram inesquecíveis. O tratamento era impecável. Até hoje sinto muito sua falta. Nos verões, passávamos alguns dias em sua ampla casa de praia, em Piçarras e quando voltávamos para o trabalho ficavam com os netos. A companhia constante de papai e mamãe foi muito importante na educação de meus filhos, pois tiveram não só o exemplo, como também desfrutaram do carinho e convivência de avós muito amorosos.

- 34 -

Retrato de Família  

De Adelina Clara Hess de Souza. Versão publicada em 2012.

Retrato de Família  

De Adelina Clara Hess de Souza. Versão publicada em 2012.

Advertisement