Issuu on Google+

Informativo

ano 13

SET 2013

Teatro Carlos Gomes - Blumenau w w w. t e a t ro c a r l o s g o m e s . c o m . b r

Musical Tim Maia Vale Tudo foi apresentado em Blumenau nos dias 13, 14 e 15 de setembro.

Crédito: CaioGallucci

Mais um sucesso absoluto de público e crítica foi apresentado no Teatro Carlos Gomes. O musical Tim Maia – Vale Tudo foi encenado nos dias 14 e 15 de setembro, no Auditório Heinz Geyer. A produção é apontada como uma das mais surpreendentes do atual cenário de musicais no Brasil. A temporada em Blumenau foi patrocinada pela Souza Cruz, integrando as ações em comemorações aos 110 anos da empresa, que já contribuiu também com outras iniciativas do Teatro Carlos Gomes. O espetáculo, apontado por críticos da Folha de São Paulo como uma das cinco melhores peças em cartaz no Brasil, foi criado pelo amigo

de Tim Maia, Nelson Motta. Ele redigiu também a biografia do cantor que, segundo Motta, “foi o ser mais livre que conheci”. A amizade com Tim, conta Motta, começou em 1969, quando produziu para o disco de Elis Regina o dueto que apresentou ao mundo o vozeirão do cantor, These are the songs. Por isso, é testemunha de histórias incríveis, como as aventuras vividas nos Estados Unidos, no início da carreira, graças a um improvável convite da Arquidiocese. A viagem não terminou bem: Tim voltou ao Brasil deportado, acusado de roubar um carro e de portar substâncias ilegais. Do livro para o palco, o processo de trans-

posição do texto foi todo muito orgânico e em parceria: “Fui amigo do Tim a vida inteira, sabia tudo dele. Então foi fácil e muito prazeroso escrever, porque o João Fonseca me ajudou muito com a sua visão teatral, cênica de espetáculo. Sou de uma escola jornalística, narrativa, linear, e ele me estimulou a criar cenas livremente”. No musical, grandes sucessos como, Vale Tudo, Do Leme ao Pontal, Cerejeira Rosa, Azul da cor do Mar, Primavera, Padre Cícero, Eu amo Você, Não quero dinheiro, Chocolate, These are the songs, Gostava Tanto de você, Sossego, Acende o Farol e Você, puderam ser ouvidas e cantadas.


ESCOLA DE TEATRO

2º semestre intenso! Os últimos seis meses do ano serão intensos para os integrantes da Cia Carona de Teatro. A começar pelas oficinas O Corpo que Dança (13 de setembro, ministrada por James Beck), A Voz do Corpo (27 de setembro, ministrada por Fábio Hostert) e pela mesa redonda O Ator: Ofício e Profissão (25 de outubro, coordenada pelos integrantes da Cia. Carona de Teatro). O espetáculo Das Águas, escrito por Gregory Haertel e dirigido por Fábio Hostert, também foi apresentado no dia 20 de setembro às 20h na Fundação Cultural de Blumenau. A apresentação fez parte da Temporada Blumenauense de Teatro. Começam também os mais intensos preparativos para a Carona Mostra de Teatro, que este ano ocorre de 21 a 24 de novembro no Auditório Willy Sievert. Os espetáculos serão estrelados pelos alunos das turmas de crianças, adolescentes, adultos e também pela turma de clown. A direção é do corpo docente da escola.

Das Águas no COLMÉIA

Crédito: Léo Kufner

A Cia Carona reestreou o espetáculo Das Águas durante o COLMÉIA, no dia 10 de agosto de 2013, no auditório Willy Sievert. Com direção de Fábio Hostert e atuação de James Beck, Pepe Sedrez, Sabrina Marthendal e Sabrina Moura, o espetáculo foi concebido em 2012 e fala sobre situações possíveis dentro de um cenário comum na vida dos blumenauenses: período de enchente. Com a ida da atriz Sabrina Moura a Irlanda em um intercâmbio de um ano de duração, a Cia Carona convidou a atriz Fernanda Raupp para substituir Sabrina Moura neste espetáculo. Os últimos meses foram de estudo e ensaios, o que rendeu bons frutos: uma boa apresentação de reestreia no evento e a certeza de mais apresentações durante o ano, nesta nova formação de elenco.

Curso Express na Carona Escola de Teatro

Crédito: Sabrina Marthendal

O teatro está cada vez mais presente nas instâncias que envolvem o desenvolvimento humano, seja no âmbito educacional, profissional ou emocional. Além das técnicas básicas para atores, as aulas de teatro possibilitam aos participantes desenvolver percepção corpórea e espacial; a espontaneidade, a imaginação criadora, a receptividade e expressividade; contribui para a desinibição, o autoconhecimento e o desenvolvimento de uma postura crítica e reflexiva. Foi pensando

em quem quer experimentar e se aventurar nesta arte que a Carona Escola de Teatro inicia em setembro quatro turmas express, com duração de três meses. Além das aulas, os participantes apresentarão cenas curtas durante a Mostra Carona de Teatro. As turmas são: infantil (7 a 12 anos), adolescente (13 a 17 anos) e duas na categoria adulto (a partir de 18 anos).

Carona Escola de Teatro no FETO/2013 Mais um ciclo de satisfação se completa para os integrantes da Carona Escola de Teatro. Além do foco principal, que é o ensino das técnicas teatrais, outra vontade é estimular a formação de grupos de teatro na cidade. Desde o início das atividades, da escola já saíram quatro grupos que desenvolvem seus trabalhos participando de eventos, editais e mostras. O mais recente é o grupo “Alles Clown” que representará Santa Catarina com o espetáculo “Os Bestas do Apocalipse”, na 13ª edição do Festival Estudantil de Teatro (FETO), em Belo Horizonte (MG). Este grupo, bem como o espetáculo, surgiu ano passado durante o curso livre de “Técnica Clown” da Carona Escola de Teatro, curso que é coordenado pelo professor James Beck. O espetáculo “Os Bestas do Apocalipse” já tem uma trajetória, pois além de seguirem com ensaios e a pesquisa sobre a linguagem do palhaço/clown propriamente dita, apresentaram também na Temporada Blumenauense de Teatro (TBT), em março, e no COLMÉIA,

em agosto. Neste ano o FETO teve 142 espetáculos inscritos. “Foi uma seleção que nos exigiu bastante, em função da excelente qualidade dos trabalhos”, diz Paulo Celestino, pela terceira vez integrante da curadoria do Festival. “Boa parte dos espetáculos inscritos demonstrou amadurecimento da linguagem teatral e uma incrível qualidade técnica”, concorda uma das idealizadoras do FETO e também integrante da curadoria, Bárbara Bof. “Destaque ainda aos trabalhos autorais – a exemplo do grupo ‘Alles Clown’ – o que irá possibilitar um olhar interessante sobre uma dramaturgia mais contemporânea”, completa Bárbara.

Crédito: Sabrina Marthendal


Escola de Música

História marcada por aprendizados e ensinamentos Rose Praun esteve pela primeira vez no Teatro Carlos Gomes aos seis anos. A sede ainda estava em construção e havia a festa da Cumeeira. “Lembro muito bem desse tempo”, afirma ela. Alguns anos depois, começou as aulas de violino por influência da mãe, Herta Mayer, que era violinista. “Criei uma imensa paixão pelas aulas de música”, comenta. A irmã fazia aulas de piano. E as teclas eram realmente a grande paixão de dona Rose, que mudou as aulas para o instrumento em 1945, aos 12 anos. O Conservatório de Música estava nas primeiras épocas quando a professora Judith Baumgarten, que então lecionava para Rose, ficou cega e ela acabou migrando para a nova escola quando começou a ter aulas com Oleg Muzishenko. Isso aconteceu em 1949. “Foi aí que começou para valer”, diz. “Eu estudava seis ou sete horas por dia só de piano”. Depois de algum tempo, largou o instrumento por outros afazeres. “Mas me faltava alguma coisa. Eu tinha família e uma casa, mas eu ainda precisava ter este contato. Foi aí que voltei a ter um piano”, diz. Em 1963, o ex-professor de Rose a convidou para ministrar as aulas da classe dele. “Nunca quis lecionar. Mas o convite foi irrecusável. Não tive resistência da minha família porque lecionava em casa. Eu adorei aquilo”. Em 1969, Rose leu um artigo no jornal de que haveria um seminário de música. Inscreveu-se e fez aulas com a professora Eugênia Maria Tavares para se preparar para este momento. Durante este seminário, teve aulas também de flauta doce. “Nunca tinha tocado este instrumento. Aprendi por insistência de Oscar Zander. Meu primeiro professor foi Jorge Preiss, que chegou à cidade junto com Zander e sua equipe”, comenta. Em 1971, quando a Escola de Música do Teatro Carlos Gomes foi fundada, a professora já era frequentadora do Teatro como ouvinte e já se apresentava no coral de câmara da Escola de Música e também no grupo de música antiga. Começou a lecionar no Teatro Carlos Gomes em 1º de setembro de 1973. Dava aulas de musicalização e também de flauta em grupos. São inúmeras as histórias e pessoas marcantes. “Mas três pessoas são muito especiais: Oscar Zander (pelas oportunidades que sempre me deu), Jorge Preiss (por tudo o que me ensinou) e Noemi Kellermann (pela amizade e parceria de tantos anos)”, aponta. Outro fato importante que dona Rose destaca foram as aulas de flauta com Helder Parente, no Rio de Janeiro. “Senti que a Escola de Música do Teatro Carlos Gomes investiu em mim quando me proporcionou aquele momento”, diz. São 40 anos em 2013. “A Escola de Música do Teatro Carlos Gomes é a minha vida. Aqui aprendi muito, fiz muitos amigos”, comenta. Isso é fácil de perceber. Ao andar com dona Rose pelos corredores da Escola de Música, o carinho que as pessoas demonstram por ela é o mesmo que a instituição tem e sempre terá pela professora.

Pró-Dança

Rose Altenburg Praun: em 2013, 40 anos como professora na Escola de Música do TCG Por Noemi Kellermann (Diretora artístico-pedagógica - Escola de Música) Rose Altenburg Praun iniciou aos 12 anos estudos de Piano com professor particular ingressando mais tarde no Conservatório Curt Hering onde , até 1966 continuou seus estudos de Piano com o ucraniano Oleh Muzishenko, paralelamente cursando regência coral e órgão com o Kantor Franz Meyer de Hannover. De 1969 até 1974 participou dos Seminários Catarinenses de Música onde iniciou o estudo de Flauta Doce . Em 1972 ingressou na Escola Superior de Música quando passou a trabalhar com Morfologia e Estruturação da Música com o Prof. Dr. Oscar Zander e dá continuidade a Flauta Doce com Jorge Hirt Preiss. Em 1973 é convidada a integrar a equipe de professores da Escola Superior de Música como professora de Flauta Doce . Continua atualizando-se, regularmente em diversos cursos: Flauta doce com Helder Parente (Rio de Janeiro) e Flávio Stein (Curitiba) , Laboratório Coral com Elza Lakschewitz (Funarte) , Master class de Flauta Doce com Renata Pereira (São Paulo) e várias Oficina nos Festivais de Música em Curitiba . Atuou também como professora na Escola de Música da Casa da Cultura em Joinville, na Escola Barão do Rio Branco em Blumenau , na Fundação Cultural em Pomerode, nos Seminários de Regência de Rodeio 12, na Casa de Cultura em Itajaí , no Colégio Bardhal em Florianópolis, nas Semanas de Canto Coral e Música Sacra em Blumenau, em Ivoti e em São Bento do Sul . Integrou o Coral Ars Sacra, o Coro de Câmara e o Studio de Musica Antiga da Escola de Música, e criou , na década de 80, o grupo de Flautas Doce “Populyphplia,” e em 2008 o grupo “Soprattuto”. Atualmente, na Escola de Música do Teatro Carlos Gomes , tem exercido funções como professora de Piano , Flauta Doce e co-repetição tocando junto a outros instrumentistas e cantores. Em 2012 fez uma importante doação para a Biblioteca da Escola de Música do Teatro Carlos Gomes: o acervo integral de sua biblioteca de trabalho que nestes mais de quarenta anos de atividade como docente e musicista resultou em mais de duzentos títulos de obras e métodos em edições originais do universo da Flauta Doce.

Crédito: Rodrigo Dal Molin

Sai do Casulo! Chega a segunda edição o programa Sai do Casulo, que objetiva a integração entre alunos e professores, através de aulas coletivas e apresentações internas. Esta edição acontecerá no sábado dia 28 de setembro e tem como diferencial uma integração entre os professores da escola, coordenada pelo departamento de canto, a partir das 13h. As atividades com os alunos iniciam às 15h e seguem até às 19h. O Sai do Casulo é uma ação para que os alunos possam ocupar a estrutura ímpar que o Teatro Carlos Gomes dispõe para o aprendizado musical. Haverá atividades de sala de aula e o grande encontro intitulado live session, onde alunos e professores se apresentam na grande arena montada no palco do grande Auditório Heinz Geyer, numa preparação para o grande concerto de final de ano.

PROGRAMAÇÃO 13h às 14h30min - Integração (para os professores) sob organização do departamento de canto / Local: Arena no palco do Grande Auditório Heinz Geyer 15h às 17h - Atividade com alunos: Aulas coletivas, apresentações internas, preparações para o Live Session / Local: Salas de aula da Escola 17h30min às 19h - LIVE SESSION: Apresentações dos alunos e professores / Local: Arena no palco do Grande Auditório Heinz Geyer.


Escola de Dança

Alunas no Pró-Dança na 3ª Gala Clássica Internacional Acontecerá entre os dias 24 e 27 de outubro, em SP, na cidade de Paulínia, 3ª edição da Gala Clássica Internacional, organizada e dirigida pela bailarina Priscilla Yokoi. O evento reunirá importantes nomes nacionais e internacionais do ballet clássico e seu objetivo é “ser uma grande vitrine de novos talentos e mostrar para o Brasil e o mundo os nossos bailarinos”, afirma a bailarina. Priscilla Yokoi é uma das mais premiadas e conhecidas bailarinas clássicas do país e a Gala nasceu de seu sonho de realizar uma mostra de ballet de alta qualidade, para criar a cultura desse tipo de evento no Brasil e promover o intercâmbio entre bailarinos renomados e estudantes com reconhecido potencial. O evento é totalmente gratuito, patrocinado através de projetos e é o maior do gênero no Brasil. Além das mostras de coreografias clássicas, acontecem workshops e palestras. Paralelamente, a Gala se propõe a abrir caminhos para estudantes que se destacam. Assim, há uma parceria com a Escola de Ballet do Teatro Bolshoi, que aproveita o evento para realizar audições para seu próximo ano letivo. Priscilla Yokoi esteve no Pró-Dança no ano passado, quando foi solista convidada na montagem de Lagos dos Cisnes. Em suas visitas, ministrou aulas para nosso Corpo de Baile e, durante os ensaios, identificou duas alunas a quem destinou bolsas para a Gala de Paulínia. Luana Ramalho (aluna do Pró-Dança) e Ana Carolina Falk (aluna do Projeto Ballet Cultura de Pomerode) foram escolhidas diretamente por Priscilla Yokoi para participarem da Gala. As alunas estão se preparando para o importante evento e deverão ser acompanhadas por suas professoras, Jeane Franz Civiero e Andrea Hradec.

Aluna do Pró-Dança recebe menção de destaque em Londres

Pais prestigiaram as aulas do Pró-Dança

Um grupo de sete alunas retorna de Londres com muitas novidades na bagagem. Eloísa Colzani, Gabriela Ferreira, Helena Henn, Julia Karina Dias, Maria Antonia Fachini, Paola Allora e Sarah Marschlek participaram da Summer School na sede da Royal Academy of Dance. Em duas semanas de cursos, as jovens bailarinas tiveram 68 horas-aula em diversos gêneros: ballet clássico, repertório clássico, dança criativa, canto, drama, jazz, hip hop e musical. Com professores renomados e técnicas inovadoras, as alunas vivenciaram momentos inesquecíveis. Além das aulas, assistiram a espetáculos e visitaram pontos turísticos da cidade. Ao final da segunda semana de curso, uma das meninas do grupo recebeu menção por haver mostrado

grande desenvolvimento em todas as disciplinas do curso: Sarah Noriler Marschalek. “A jovem diz que se empenhou muito e trabalhou disciplinadamente em todas as modalidades, pois sonhava em receber o destaque”, comenta a diretora artística do Pró-Dança Maria Beatriz Niemeyer. Sarah também ressalta que se identificou muito com o gênero Musical e pensa em buscar mais conhecimento e experiência nessa área. Todas as meninas se saíram muito bem tecnicamente e foram elogiadas pelo corpo docente da RAD, o que foi motivo de orgulho para as professoras que as acompanharam, Beatriz Niemeyer e Jeane Franz Civiero. O sucesso da iniciativa já está encorajando os alunos que pretendem fazer a mesma experiência em 2014.

Destaque em Chapecó Professora do Pró-Dança, Andrea Ianetta Hradec, é também professora de Ballet em Pomerode, onde realiza o Projeto Ballet Cultura. Nos últimos dias 14 e 15 de setembro, um grupo de 20 de suas quase 200 alunas esteve em Chapecó, no Festival 8º Chapecó em Dança. Tendo levado 15 coreografias, o grupo alcançou 13 premiações e, inclusive, um prêmio em dinheiro no valor de R$ 5.000,00 como melhor grupo do festival. A cidade de Pomerode está vivendo seu momento de glória no Ballet através do trabalho da professora Andréa, gênero que poucos anos atrás, era inexpressivo por lá. Parabéns ao grupo!

Premiadas Os grupos de sapateado do Pró-Dança receberam quatro prêmios no Festival Desterro, que aconteceu em Florianópolis no último mês. Os primeiros lugares foram dos espetáculos Contrastes (de Steven Harper, que recebeu também o prêmio de melhor coreografia) e Wicked (de Michelle Silveira Nicoletti). Também receberam segundos lugares as coreografias Sinapses (de Michelle Nicoletti e Bruna Oechsler) e Tarde demais (Michelle Nicoletti e Giga).

Aprovados com mérito Os 22 bailarinos que prestaram exames entre os graus 2 e 6 da Royal Academy of Dance em junho, foram aprovados com mérito e distinção. A examinadora deste ano foi Renée Callis e como todos os anos, o acompanhamento musical pela pianista paulista Maria Inês Vasconcellos.


Institucional

Mais de 100 atrações se apresentaram no COLMEIA

Crédito: Rodrigo Dal Molin

Crédito: Rodrigo Dal Molin

Crédito: Rodrigo Dal Molin

Crédito: Rodrigo Dal Molin

O Coletivo Laboral Multicultural de Experimentações e Intervenções Artísticas (COLMEIA) mais uma vez agitou o Teatro Carlos Gomes. Este ano, a reunião de artistas para apresentações nos espaços do Teatro aconteceu em dois dias: 10 e 11 de agosto de 2013. Foram mais de 100 expressões artísticas, entre apresentações de dança, teatro, música, hip hop, cinema, literatura e artes visuais. Mais de cinco mil pessoas passaram pelos espaços durante as datas, oportunizando acesso e informação sobre arte e cultura para toda a sociedade. O COLMEIA é uma realização dos artistas do coletivo em parceria com o Teatro Carlos Gomes.


Agenda

Aniversários Desejamos felicidades aos aniversariantes dos meses de setembro e outubro de 2013 SETEMBRO 02. 03. 04. 05. 06. 08. 09. 10. 13. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 23. 24. 26. 27. 28. 29.

Marlene Persuhn Osmar Laschewitz Charles E. Timmermans Armando Cesar Hess de Souza Paulo Alberto Pamplona Maria Teresa Gonçalves da Luz Luciano Kowalski Coelho Bruno Hoeltgebaum Neto Carlos Egerland Cristiano Schaefer Buerger Felix Cristiano Theiss Rubens Heusi Reginaldo Fusaro Simões Lourival Hari Saade Nice C. de Souza Ávila Maurílio Schmitt Aldo Gervasio Gonçalves Hildegarda Ana Klein Edith Lenzi Ricardo Adolfo Meyer João Nivaldo Tomazzia Lourival Fiedler Elke Willecke Felipe Schlossmacher Eocir Baeza Lopes Joares Luiz Nogara Hans Schadrack Gerd Bernhardt Carlos Tavares D’ Amaral Ulrich Kuhn Nardim Darcy Lemke Paulo Roberto Ostermann Ralf Egon Willecke Janete Passold Waldrich

OUTUBRO Jorge Konder Bornhausen Carol Buhr Claudete Bohn Dieter Hering Sonia Regina Hess de Souza Ingo Padaratz Hermes Rosa Nelson Luiz Margarida Valmor Estevão Maria Mônica Lobe Edson José Pedroso Marlene Erotides Guimarães Helio Egon Ziebarth Luiz Micheluzzi Roy Kellermann Alessandro Eichstaedt Marcos Luiz Germer Orlando Gomes Renate Rossmark Aracy Neitzel Roberto Baier Marion Karsten Hans Martin Meyer Roberto Buechele João Alberto Pizzolati Jr. Luiz Rodolfo Buch

04 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 14 anos Ingressos: Bilheteria do TCG e site da Blueticket R$ 160,00 inteira, R$ 80,00 meia, sócios do TCG e Clube do Assinante Contato: www.c5producoes.com Produção: C5 Produções

PRETINHO BÁSICO (Sessão extra – Sessão das 20h esgotada!) 07 setembro, 17h, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 12 anos Ingressos: R$ 80,00 inteira, R$ 40,00 meia, sócios do TCG Retirada de ingressos: no site da Blueticket e bilheteria do TCG Contato: (47)3144-7166 Produção: Lisa Jaworski

TIM MAIA “VALE TUDO” O MUSICAL 15 setembro, 19h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 10 anos Ingressos: Bilheteria do TCG e site da Blueticket R$ 60,00 inteira, R$ 30,00 meia, sócios do TCG Contato: 3144-7166 Produção: Chain Ort Produções

MUSICAL QUEM É ESSE? 06 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: Livre Ingressos: 1 quilo de alimento não perecível. Contato: 3144-7166 Produção: Igreja ABA

TIM MAIA “VALE TUDO” O MUSICAL 14 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 10 anos Ingressos: Bilheteria do TCG e site da Blueticket R$ 60,00 inteira, R$ 30,00 meia, sócios do TCG Contato: 3144-7166 Produção: Chain Ort Produções

COMÉDIA SEM CENSURA, COM SÉRGIO MALANDRO 19 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 14 anos Ingressos: Bilheteria do TCG e site da Blueticket R$ 70,00 inteira, R$ 35,00 meia, sócios do TCG e Clube do Assinante Contato: www.c5producoes.com Produção: C5 Produções

Langenhagener Symphoniker Orquestra Alemã de Sopros 13 outubro, 19h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: Livre Ingressos: R$ 40,00 inteira, R$ 20,00 meia, sócios do TCG, Clube do Assinante, menores de 18 e maiores de 60 anos Promoção: Teatro Carlos Gomes Informações: (47) 3144-7166

MONSTER HIGH LIVE SHOW 27 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: Livre Ingressos: Toda venda pelo site da Blueticket R$ 60,00 inteira, R$ 30,00 meia, sócios do TCG e Clube do Assinante Contato: www.meneghimpromocoes.com.br Produção: Meneghim Promoções Artísticas

8º SARAU FACAMOLADA 28 setembro, 20h, local: Salão de festas Indicação: Livre Ingressos: Entrada gratuita Contato: 9968-6770 Produção: Sandra

ENCONTROS (IM) POSSÍVEIS

5 A SECO 29 setembro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: Livre Ingressos: Site da Blueticket R$ 60,00 inteira, R$ 30,00 meia, sócios do TCG e Clube do Assinante Contato: www.boxprodutora.com.br Produção: Box Produções

30 outubro, 20h30, local: Auditório Heinz Geyer Indicação: 10 anos Ingressos: Antecipado pelo site da Blueticket até 04/out R$ 50,00 inteira, R$ 25,00 meia. Após esse período, R$ 60,00 inteira, R$ 30,00 meia sócios do TCG Contato: contato@tomnatural.com Produção: Tom Natural

Este informativo é uma publicação da Sociedade Dramático-Musical Carlos Gomes. Coordenação: Elisete Beck - Jornalista responsável: Marina Melz (SC 04191-JP) - Projeto gráfico e editoração: Brava Propaganda Impressão: Nova Letra Gráfica e Editora - Periodicidade: mensal - Correspondência: Rua XV de Novembro, 1181 - 89010-003 - Fone: (47) 3144-7166 - teatro@teatrocarlosgomes.com.br - www.teatrocarlosgomes.com.br

Apoio Cultural

Expediente

01. 02. 04. 05. 06. 08. 09. 10. 12. 14. 15. 16. 21. 24. 29. 31.

SHOW ACÚSTICO IVAN LINS

3325.5789 - www.novaletra.com.br

3041.2155 - www.bravapropaganda.com.br

3321.1300 - www.benner.com.br


[Teatro Carlos Gomes] Informativo - Setembro