Page 1

Ética no Jornalismo Digital Análise comparativa das matérias publicadas no Portal Imprensa e na Revista Placar sobre entrevista com o goleiro Bruno


Capa da "Placar" com ex-goleiro Bruno revolta feministas, que criam vers達o alternativa


Preso e condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, Bruno abre o jogo Ă PLACAR


“A vida atrás das grades tem sido dura para o exgoleiro”

Eu também já fiz diversos tipos de artesanato, trabalhei na lavanderia, na fábrica de blocos de concreto... Saio todo sujo do trabalho. Olha o meu estado [aponta para as roupas sujas]! Antes de vocês chegarem, eu estava capinando. Tudo que puder fazer para remir [diminuir] minha pena, vou fazer, para abreviar meus dias neste lugar.

"Eu tenho um tio que é pastor. Com o sucesso, eu me afastei de Deus. Mas aqui dentro eu me reconciliei com Deus, vou me batizar este ano. Frequento a igreja e dou a palavra todos os dias"

“Você não mandou matar a Eliza? Sou firme no que eu falo. Não mandei matar a Eliza. No inquérito não há nenhuma prova, nenhuma escuta que prove que eu mandei matar a menina. Não tinha por que mandar matar a minha garota. Fui omisso e a corda arrebentou para o meu lado”


O que a PLACAR diz:

“Bruno já cumpriu mais de um sexto da pena e ainda descontou um ano com trabalho. Com exceção do episódio de abril do ano passado, apresenta bom comportamento e tem contrato de trabalho assinado com um clube de futebol. Do jogador que por mais de dois anos foi capitão do Flamengo, restou um homem com remorso, que se diz culpado por ser amigo e omisso demais, reafirmando que a responsabilidade pelo assassinato de Eliza é de Macarrão.”


Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros


De acordo com o Código de Ética dos Jornalistas, capítulo I, artigo 2°:

II - a produção e a divulgação da informação devem se pautar pela veracidade dos fatos e ter por finalidade o interesse público; III - a liberdade de imprensa, direito e pressuposto do exercício do jornalismo, implica compromisso com a responsabilidade social inerente à profissão.


De acordo com o Código de Ética dos Jornalistas, capítulo II, artigo 6°

e 7°: Art. 6º É dever do jornalista: XIV - combater a prática de perseguição ou discriminação por motivos sociais, econômicos, políticos, religiosos, de gênero, raciais, de orientação sexual, condição física ou mental, ou de qualquer outra natureza.


Art. 7º O jornalista não pode: II - submeter-se a diretrizes contrárias a precisa apuração dos acontecimentos e à correta divulgação da informação;

III - impedir a manifestação de opiniões divergentes ou o livre debate de ideias;


Repercuss達o digital


O blog Cem Homens, inicialmente criado pela jornalista Nádia Lapa para falar sobre liberação sexual, e hoje utilizado para discussões sobre os direitos e violência contra a mulher.


A Placar segundo Nádia A polêmica no jornalismo brasileiro Editorial da Placar


A capa da Placar com Bruno faz parte da normalidade do feminicídio no Brasil  Feminicídio  Discriminação da mulher no esporte


Catarse coletiva e consumo da informação


Glamourização do crime

X


Jornalismo Digital II Camila Lopes Meriangela Farias

Slide ética no jornalismo digital  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you