Page 42

Aviestur supera expectativa e cresce 15% em 2013

Junho de 2013 - 1ª quinzena

Luciano Palumbo e Anderson Masetto

2

A 36ª edição da Aviestur parece ter mesmo superado as expectativas. A organização do evento – antes ainda do término da feira - divulgou os resultados, que foram 15% superiores em relação ao ano passado. O evento contou com a presença de 4,2 mil pessoas, de aproximadamente 300 localidades brasileiras. Do total, 2,7 mil corresponderam aos agentes de viagens. “Estamos muito satisfeitos com o resultado desta edição. Tivemos grande aceitação e aprovação dos expositores. Empresas significativas do mercado afirmaram que importantes negociações foram realizadas durante o evento. Diante deste cenário, já recebemos a confirmação de muitos expositores para a 37ª Aviestur, em 2014”, afirma Marcelo Matera, presidente da Aviesp. Além do público, as capacitações foram destaque. A feira proporcionou uma grade com mais de 30 palestras, com foco em aprimorar, profissionalizar e otimizar sistemas de atendimento e venda de produtos e serviços, por meio dos agentes de viagens.

Autoridades durante o corte da fita

Equipe da Aviesp

Diretoria Executiva da Aviesp

Matera destaca união de entidades na abertura da Aviestur No discurso de abertura da 36ª Aviestur, o presidente da Aviesp, Marcelo Matera, enfatizou que as entidades de classe do Turismo devem se unir e ter objetivos comuns para ganhar força nas negociações com o governo, como a desoneração da folha para o setor e, na luta em prol dos agentes de viagens de todo o País. Segundo ele, a inovação para os agentes é crucial. “Hoje as empresas do segmento sofrem com a mudança constante da tecnologia, crises internacionais, falta de mão de obra capacitada e com a mudança de

comportamento do consumidor. Temos que capacitar os agentes e acompanhar as mudanças”, disse. Matera ressaltou ainda que o papel do agente de viagens nunca acabará, mas terá que passar por mudanças. “O agentes precisam transformar a informação em conhecimento. Este é o nosso papel. Existe mercado para todo mundo”, comentou o dirigente, referindo-se a busca por novos modelos de negócios no segmento. “O agente tem que ter competência e profissionalismo”, emendou.

Feira – Matera destacou as parcerias entre Abracorp, Abav e Sindetur para que a feira possa acontecer de forma profissional. “Juntos vamos crescer nas atividades e capacitar cada vez mais agentes”, enfatizou. Com relação a volta para as proximidades de Campinas, onde nasceu a entidade, Matera foi enfático: “Estamos voltando às raízes, as origens”. Na abertura foi destacada a presença de autoridades locais representadas pela diretora de Turismo de Capinas, Alexandra Caprioli e pelo representante e vereador por Holambra, Dennis Peters.

“Campinas e Holambra adotaram a Aviestur” Matera, ficou satisfeito com a opção de levar a Aviestur para a cidade de Holambra, na região metropolitana de Campinas. Segundo ele as prefeituras das duas cidades apoiaram o evento desde o começo e destacou o convênio firmado com a Secretaria de Turismo de Campinas que contemplará outras ações além da feira. “Estávamos muito otimistas com o resultado desta primeira edição em Holambra”, disse. “Antes de tomar esta decisão conversamos com expositores e agentes de viagens, que acreditaram nesta mudança”, complementou. Segundo ele foram quase 2,2 mil agentes de viagens inscritos de forma antecipada, o recorde de todas as edições, o que mostra a aceitação dos profissionais. “Visitei quase todos os estandes durante este segundo dia e 90% dos

expositores já confirmaram presença na nossa edição de 2014 aqui em Holambra”, emendou. Destaque - Matera destacou ainda a vantagem de ter um piso único, diferente de Campos do Jordão e da proximidade de cidades da região metropolitana de Campinas, o que aumenta o número de agentes que podem participar da feira. “O contrato com o Espaço Ype é de opção para os próximos dois anos. Ele nos permite fazer mais ações e até ampliar a feira.”, comentou o presidente da Aviesp, deixando clara a preferência por Campinas. “Tivemos reclamações referente ao preço do estacionamento e à alimentação. Mas vamos rever isso para 2014”, completou.. Força econômica – O vice-presidente da Aviesp, Fernando Santos, lembrou que

dados do IBGE apontam que 23% de todas as viagens emitidas no Brasil têm como origem agências de viagens do interior do Estado de São Paulo. “Isso mostra a força econômica desta região”, afirmou. Marcelo Matera e Fernando Santos, presidente e vice da Aviesp

Mercado & Eventos Edição 225  

Mercado & Eventos Edição 225

Mercado & Eventos Edição 225  

Mercado & Eventos Edição 225

Advertisement