Page 6

BRASIL

Brasil entra na rota mundial do turismo LGBT

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

6

Pela primeira vez, a IGLTA (International Gay and Lesbian Travel Association) promoveu sua Convenção Anual Global na América do Sul. O evento ocorreu entre os dias 12 e 14 de abril, em Florianópolis (SC). Segundo Tanya Churchmuch, presidente do conselho de diretores da IGLTA, este foi o maior evento já realizado fora dos Estados Unidos. Foram cerca de 250 delegados de diversos países reunidos para networking e aprendizado no segmento de turismo LGBT. Antes da convenção, a presidente esteve em São Paulo para anunciar as novidades do evento. Participaram junto com ela LoAnn Halden, diretora de relacionamento com a imprensa da IGLTA, Heitor Ferreira Filho, diretor de marketing da Abrat-GLS e Clovis Casemiro, embaixador da IGLTA no Brasil. “Este evento coloca de vez o Brasil na rota do turismo LGBT mundial”, afirmou Ferreira Filho. Para Tanya, foi da máxima importância esta convenção acontecer na América Latina, pois esta é uma região de grande interesse para o mercado de turismo LGBT. “Estamos aqui para mostrar todo o profissionalismo do segmento. Grandes empresas estiveram reunidas junto com órgãos públicos, conventions, destinos e autoridades para discutir um segmento que cada vez ganha mais força e representatividade dentro das

comunidades”, disse. Para a presidente do conselho, esta é uma grande oportunidade do Brasil se consolidar como destino friendly, não só cidades como São Paulo e Rio, já bem conhecidas, mas despertar o interesse por outros destinos também, como é o caso de Florianópolis, onde ocorreu a convenção. “Estima-se que esse mercado movimente em torno de US$ 150 bilhões por ano”, informou. Além da delegação internacional e as autoridades locais, o evento contou com a participação de agentes de viagens, operadores de turismo, destinos turísticos, membros da hotelaria e companhias aéreas, escritores/editores de mais de 20 meios de comunicação do mundo. Durante a convenção, algumas premiações também foram distribuídas. Entre eles o Annual Student Tourism

Heitor Ferreira, da Abrat, LoAnn Halden, da IGLTA, Douglas Magri, da Abrat, Tanya Churchmuch e Clovis Casemiro, da IGLTA

Awards, que neste ano premiou seis estudantes, sendo quatro brasileiros; e o Annual Travel Honors, que homenageia pessoas e empresas que ajudaram a tornar o mundo mais convidativo para viajantes LGBT. Durante a convenção ainda foi lançado o novo site da associação (www. iglta.travel). Segundo Casemiro, este novo site é muito mais interativo e permitirá uma maior conversa entre os membros da associação, o mercado de turismo LGBT e o público final. Em paralelo a convenção em Florianópolis, uma parte da delegação esteve em São Paulo no dia 16 de abril para promover um workshop, na sede da Abrat GLS. Fundação IGLTA - O IGLTA se prepara para seu 30º aniversário na indústria de viagens LGBT, e para comemorar acaba de anunciar oficialmente a criação da Fundação IGLTA para o Turismo LGBT. Esta entidade sem fins lucrativos, com um conselho independente do governo, vai funcionar junto com a associação para melhorar a capacidade de apoiar a comunidade LGBT em todo o mundo. A missão da fundação tem três pilares: ampliar as oportunidades educacionais para a próxima geração de profissionais de turismo LGBT; apoiar destinos emergentes LGBT; e participar de projetos que demonstram a compaixão de viajantes LGBT para os lugares que visitam.

Eduardo Bulhões assume Setur-RN no lugar de Ramzi Elali

Luiz Fernando Moraes deixa Setur de Porto Alegre e Anseditur

Ramzi Elali deixa Setur-RN

Luiz Marcos Fernandes Luiz Fernando Moraes

Luiz Marcos Fernandes Conforme adiantou o M&E em janeiro, durante a Fitur, na Espanha, o secretário de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, deixou no início de abril o cargo. A transmissão de posse aconteceu na Assembleia Legislativa e contou com o prefeito José Fortunati e o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro. O secretario adjunto, Raul Mendes da Rocha, assumiu a secretaria. Luiz Fernando, que presidia ainda a Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo das Capitais e Destinos Indutores (Anseditur) deixou o cargo, uma vez que o estatuto da entidade não permite sua permanência no mesmo. O exsecretário vai concorrer a vereador por Porto Alegre nas próximas eleições. “Minha saída da Secretaria de Turismo já estava decidida e estou tranquilo porque teremos uma continuidade nos programas implantados, uma vez que o Raul era o secretário adjunto”, destacou ele. Quem assumiu a presidência da Anseditur foi Ivane Fávero, secretária de Turismo de Bento Gonçalves, e que era vice-presidente financeira da entidade. Na vice-presidência quem assumiu o cargo foi Liviomar Macatrão, secretário de Turismo de São Luís, uma vez que o secretário de Turismo de Salvador, Claudio Tinoco, também deixou o cargo pelo mesmo motivo. Liviomar passa também a ocupar a presidência do Conselho da Anseditur.

MT ganha Plano Diretor de Turismo, mas Setur quer ajustes Luiz Marcos Fernandes O plenário da Assembleia Legislativa do Mato Grosso aprovou o projeto de lei de autoria do deputado estadual Airton Português (PSD) que cria um programa permanente de planejamento estratégico e desenvolvimento do turismo no estado. O projeto estabelece critérios e diretrizes para investimentos dos recursos públicos estaduais e federais direcionados ao turismo e gerenciados pelo Governo do Estado de Mato Grosso. Pela proposta caberá ao órgão público estadual a elaboração do planejamento estratégico de desenvolvimento turístico, além de conceder aos municípios interessados o título de

Estância Turística, observado critérios estabelecidos, a fim de distribuir as ações e os recursos de acordo com seu planejamento. A classificação de Estância Turística será concedida ao município que o requerer e comprovar, por exemplo, que possui atrativos de natureza histórica, artística ou religiosa, ou de recursos naturais e paisagísticos; oferecer condições para o lazer dentro do padrão mínimo indispensável de atendimento e salubridade ambiental; infraestrutura mínima capaz de atender às populações fixa e flutuante, como rede hoteleira para atendimento da demanda turística, áreas para lazer e recreação, jardins ou bosques para passeio público. Após a concessão do título, as Estâncias Turísticas serão classificadas em bronze, prata

ou ouro, de acordo com a pontuação obtida, considerando parâmetros como criação de centro de apoio ao turista, inventário de oferta turística, calendário de eventos, plano municipal de turismo e criação de um fundo municipal para o setor. A secretária de Turismo do MT, Tetê Bezerra, criticou o projeto de lei. “O projeto precisa de ajustes uma vez que deve levar em consideração o Plano Nacional de Turismo e os programas de regionalização. Não concordamos com os critérios de classificação porque não levam em consideração as características e necessidades dos municípios turísticos”, alertou ela, que pretende apresentar emendas ao projeto antes da aprovação pelo governador.

O empresário Ramzi Elali não é mais secretário de Turismo do Rio Grande do Norte. O dirigente entregou carta à governadora Rosalba Ciarlini (DEM) solicitando sua exoneração em caráter irrevogável. Os motivos para sua saída foram o descontentamento com a falta de atenção do Governo para com a pasta. Elali havia sido indicado para a Setur pelo grupo político do ministro Garibaldi Filho. Quem assume interinamente o cargo é o secretário adjunto, Eduardo Bulhões, que pode vir a ser efetivado. Na carta de demissão, Elali declara que a saída foi por motivos pessoais, agradece a confiança depositada durante os 15 meses de gestão e afirma que o momento é favorável ao setor. “Hoje existe harmonia entre as entidades representativas do Rio Grande do Norte e o Governo do Estado. Além disso, plantamos muitas sementes que com certeza darão frutos em breve. Para isso é necessário que seja dada continuidade as ações e projetos em andamento”, escreveu. Ele encerrou afirmando que acredita que esta é uma grande oportunidade para o governo reinventar o Turismo do Rio Grande do Norte e que vai retomar suas obrigações de empresário e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN. A própria governadora Rosalba Ciarlini reconheceu um investimento “pouco significativo” no ano passado, anunciando a duplicação dos recursos para a divulgação turística em 2012. Ela afirmou que serão investidos R$ 4 milhões.

Mercado & Eventos Edição 198  
Mercado & Eventos Edição 198  

Abril de 2012 - 2ª quinzena - Ano IX - Número 198Moscou - Capital da Rússia quer mais brasileiro

Advertisement