Page 26

EVENTOS

Nova diretoria da Abeoc-SP quer focar em capacitação

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Anderson Masetto

26

A Associação Brasileira das Empresas de Eventos de São Paulo (Abeoc-SP) tem uma nova diretoria. Osvaldo Barbosa, da RV Mais Promoções e Eventos, tomou posse no final de março na presidência da entidade para o triênio 2012/2014. Ele ocupa o lugar de José Eduardo Rodrigues, que estava no cargo desde 2008 e assume agora a vice-presidência de comunicação e marketing da Abeoc Nacional. Barbosa ressaltou a gestão de Rodrigues, agradeceu a confiança dos associados e definiu algumas metas para a sua gestão. A principal delas é contribuir com a qualificação dos profissionais do setor. “Vamos criar cursos de capacitação para os diversos tipos de eventos. Sabemos que a falta mão de obra qualificada é um entrave para melhorar nossas empresas”, disse. “Também teremos cursos para gestores, focados nos empresários”, complementou. O novo presidente da Abeoc-SP também prometeu a contratação de uma assessoria jurídica. Ele lembrou que as empresas de eventos sofrem com as diversas brechas nas leis e acabam criando muitos passivos, o que justifica um auxílio aos associados neste sentido. “Vamos tentar criar um modelo padrão de contrato e orientar as empresas associadas”, explicou. Barbosa falou ainda sobre o bom momento que vive o segmento de eventos. Ele acredita que em 2012 o setor deve crescer em torno de 10% em relação ao ano passado. “O avanço na economia colocou o Brasil como um destino viável para os eventos, mas para seguir este ritmo temos que melhorar a nossa gestão e eliminar alguns entraves do setor para que a nossa ativi-

dade não se torne de risco”, destacou. Em seu discurso de despedida, Rodrigues também fez questão de focar no avanço do setor e na expectativa de crescimento para os próximos anos. “O setor mudou e está cada vez mais forte. Com os problemas econômicos na Europa e nos Estados Unidos, o mundo vira os seus olhos para a América Latina e principalmente para o Brasil. Somos a bola da vez, o destino do mundo e temos que mostrar o que este setor representa para a economia do país”, discursou.

José Eduardo Rodrigues e Osvaldo Barbosa, ex e atual presidente da Abeoc-SP

Porto de Galinhas aumenta sua oferta hoteleira em 2012

Otaviano Maroja, Massimo Pellitteri, Carmen Loyo e Marcos Tiburtius

Lisia Minelli

Nova diretoria da Abeoc-SP

Veja quem são os membros da nova diretoria da Abeoc-SP Diretoria Presidente: Osvaldo Barbosa (RV Mais Promoções e Eventos) Vice-presidente: Eduardo Souza Melo (Torresan Eventos) Diretora Administrativa: Regina Maria Andrade de Mello Carvalho (Recon Eventos) Conselho Fiscal Presidente: Abraham Gurvitch (Ecology Passagens e Turismo) Vice-presidente: Sonia Maria Sigaud Winter (S. Winter Eventos Especiais) Conselheira: Denise Tibiriça (Denise Eventos) Diretores convidados Diretor de captação e recursos: Teriange Souza (Levitatur Viagens e Turismo) Diretor de capacitação: Rodrigo Cordeiro (Acqua Consultoria)

Em 2012, a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) completa 20 anos. Neste período, acompanhou o crescimento do destino e participou ativamente neste processo. Famosa por sua estrutura, atualmente a região conta com 16 hotéis e 200 pousadas. E até o final do ano ganhará mais um empreendimento. Ainda sem nome definido, o novo hotel terá 63 apartamentos de frente para o mar e é do mesmo dono do Hotel Armação, um dos associados da AHPG. Para anunciar este novo projeto e divulgar o destino, um grupo de hoteleiros associados promoveu um almoço em meados de abril em São Paulo, com a presença de Otaviano Maroja, presidente da associação e diretor comercial do BW Solar Porto de Galinhas; Massimo Pellitteri, vice-presidente e diretor do Hotel Armação; Carmen Loyo, suplente do diretor financeiro e diretor do Marulhos Resort; e Marcos Tiburtius, um dos fundadores da associação. Para Maroja, Porto de Galinhas depende exclusivamente do turismo e, por isso, uma das principais atividades da associação é ajudar a promover o destino. “Entre as nossas principais ações está a realização de famtours para o destino com o objetivo de capacitar agentes e operadores para melhor vender nossos produtos. Acredito conhecendo melhor o destino, as vendas possam aumentar”, disse. Além dos agentes e operadores, a associação, em parceria com o município e os empresários locais, promove presstrips com jornalistas para divulgar o destino na mídia e assim, atingir também o público final. A associação procura também estar próxima dos poderes públicos à procura de soluções em conjunto para impulsionar a visibilidade de Porto de Galinhas. “Este é um trabalho permanente que fazemos em feiras junto ao trade, treinamento e capacitação

de mão de obra junto com Sebrae e prefeituras, bem como ações pontuais em mercados de interesse, como esta em São Paulo”, explicou. A cidade conta com uma oferta de 13 mil leitos e em 2012, ganhou mais 240 leitos com a inauguração do Best Western Plus Viva Porto de Galinhas. Além do novo hotel, que será inaugurado em dezembro. A taxa de ocupação gira em torno de 70% a 80% durante a alta temporada. “Sendo que no período de férias e feriados esse número chega a 90% de ocupação”, declarou. Segundo Maroja, o destino recebeu em 2010 mais de 720 mil visitantes – crescimento de 20% em relação ao ano anterior, sendo que a maioria é proveniente do Estado de São Paulo. Mercados como Minas Gerais e Distrito Federal são outros que despontam em visitas no destino. Entre os estrangeiros, a maioria são argentinos, uruguaios e portugueses. De olho na Copa de 2014 – Pernambuco será sede da Copa do Mundo 2014 e pensando nas oportunidades, o município de Ipojuca – onde se localiza Porto de Galinhas – esta desenvolvendo um projeto no estádio de Nossa Senhora do Ó para atrair as delegações internacionais. Segundo Marcos Tiburtius, as características da cidade e de seus hotéis são boas e interessantes para as delegações treinarem antes dos jogos. “Pensando nessa oportunidade, o município junto com a Federação Pernambucana de Futebol desenvolveu um projeto para adaptação do estádio de Nossa Senhora do Ó, com objetivo de se adequar as exigências da Fifa e assim receber treinos”, disse. A ideia é que este projeto venha a se tornar um complexo esportivo, dando maior oportunidade de desenvolvimento do esporte e do turismo na região. De acordo com Maroja, as obras devem iniciar ainda neste ano com recursos da própria prefeitura da cidade onde o estádio está localizado.

Ilhas Virgens Britânicas querem interação com o mercado brasileiro Ana Elisa Teixeira As Ilhas Virgens Britânicas apresentaram novidades com produtos e programas luxuosos em visita ao Brasil em meados de abril. A gerente de marketing das Ilhas Virgens Britânicas, Lynette Harrigan, realizou um seminário para agentes de viagens, em parceria com a Designer Tours e apresentou o destino como opção turística para brasileiros. “Esta é a primeira vez que venho ao Brasil divulgar o destino. Recebemos muitos americanos e porto-riquenhos, mas queremos aumentar o número de turistas da América Latina e o Brasil é um grande foco”, disse Harrigan. O arquipélago, composto por 60 ilhas, aposta na divulgação das três ilhas mais visitadas: Tortola, Virgin Gorda e Jost Van Dyke. “Estamos divulgando-as através de promoções com hotéis, ações em feiras como a Travel Week e press trips e famtrips. Os agentes de viagem estão muito interessados em conhecer o que as Ilhas Virgens Britânicas têm a oferecer”, contou a gerente. O maior foco do arquipélago é o turismo

Tomás Dardet, assessor das Ilhas Virgens Britânicas para Porto Rico e América Latina e Lynette Harrigan, gerente de marketing das Ilhas Virgens Britânicas

náutico que está, inclusive, entre os 100 melhores lugares do mundo para mergulhar e velejar. “As Ilhas Virgens Britânicas são ideais para lua de mel ou para viagens em família. Apesar de estarmos próximos aos Estados Unidos e o nosso idioma oficial ser o inglês, os brasileiros que pretendem visitar o arquipélago não precisam de visto”, ressaltou Harrigan. Outra grande aposta para o público brasileiro é um website com versão em português lançado em dezembro de 2011. Para mais informações acesse: www.bvitourism.com.br.

Mercado & Eventos Edição 198  
Mercado & Eventos Edição 198  

Abril de 2012 - 2ª quinzena - Ano IX - Número 198Moscou - Capital da Rússia quer mais brasileiro

Advertisement