Page 21

HOTELARIA Hotel Monte Alegre passa por reestruturação

Arne Sorenson cumprimenta funcionários na visita aos hotéis da rede

Novo CEO da Marriott International visita Brasil Luiz Marcos Fernandes e Lisia Minelli

Sandra Verdan, gerente geral do hotel Monte Alegre

O Hotel Monte Alegre está reformulando seu perfil no mercado e acaba de finalizar uma reforma que iniciou em 2008. O empreendimento dobrou de tamanho e agora conta com 166 apartamentos divididos nas categorias stand, superior e suíte. As diárias variam de R$400 a R$600 dependendo da categoria do quarto e do número de pessoas. O hotel possui quartos single, duplo, triplo e quádruplo. O hotel oferece serviços como piscina, academia, sauna, wi-fi, espaço business com quatro salas para reunião, auditório para 84 pessoas, restaurante com ar-condicionado para 120 pessoas. “O nosso restaurante além de ser um diferencial no hotel, é aberto ao público e possui um preço fixo de R$30 com direito a sobremesa. A cada dia da semana é oferecido um cardápio especial. Na sexta feira, por exemplo, é dia de festa, temos feijoada com a casa lotada”, divulgou Sandra Verdan, gerente geral do Hotel Monte Alegre. O Hotel, agora, tem seu perfil mais voltado para o público corporativo e recebe eventos como seminários de professores, fóruns, reuniões de grandes empresas, entre outros. “Nosso hotel recebe sempre grandes companhias aéreas como a Gol, Webjet, Tam Avianca, o que é uma grande gratificação para nós. Todos sabem que esses clientes são exigentes e saber que eles voltam ao nosso hotel é a confirmação de trabalho bem feito”, declarou Luis Claudio, executivo de contas do Hotel. O Hotel faz parte do grupo Ok, que possui outros três empreendimentos na cidade do Rio de Janeiro e acaba de adquirir um hotel em Belo Horizonte. Todos os hotéis da rede estão passando por reformas para apresentarem um mesmo padrão.

FBHA avalia desenvolvimento do turismo no Brasil Ana Elisa Teixeira A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) realizou no início de abril um seminário de Turismo e Negócios. O encontro apresentou casos de países que sediaram a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e discutiu estratégias, metas e possíveis resultados para o desenvolvimento do turismo no Brasil. Alexandre Sampio, presidente da FBHA, ressaltou o encontro como uma oportunidade para a troca de experiências e ferramentas. “Queremos contribuir para o mercado do turismo brasileiro”, contou. A primeira palestra com o tema, “Turismo Receptivo”, abordou ideias, dados e metas que a Embratur espera atingir com o mercado internacional. “Estamos com o Plano Aquarela desde 2004 e esperamos muitos eventos até 2020. Este ano, por exemplo, teremos o Rio+20 com mais de 120 delegações internacionais, 86 chefes de Estado confirmados e 50 mil inscritos”, falou Marcelo Pedroso, diretor de mercados internacionais da Embratur. Com o plano Aquarela, a Embratur tem o objetivo de buscar resultados de longo prazo, ter parceria entre o setor público e privado e focar o Brasil como destino global apoiando os grandes eventos esportivos. “Com a marca lançada em 2005, hoje 20% dos turistas internacionais conhecem o Plano Aquarela”, ressaltou Pedroso. Para 2012 a Embratur foca em 17 mercados, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália, Holanda, Portugal, Canadá, México e Bolívia. “Os 11 primeiros representam 70% do turismo internacional no Brasil e até 2020 esperamos cerca de 10 milhões de turistas internacionais no país”, disse o diretor. Para Orlando de Souza, diretor de marketing da Tur.SP, o turismo está em um momento virtuoso no Brasil. “Este tipo de encontro possibilita a discussão para que possamos abrir caminhos para um movimento ainda mais positivo. Até 2016 teremos grandes eventos e existe muito trabalho a ser feito”, comentou.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lívia Maio

Desde o mês passado a Marriott International tem um novo CEO , Arne Sorenson. Logo após sua posse o dirigente visitou o Brasil com o objetivo de conhecer de perto o mercado local e dar as boas vindas a mais de mil associados da Marriott em quatro diferentes propriedades: o JW Marriott Rio de Janeiro, Marriott Executive Apartments São Paulo, Renaissance São Paulo e o Marriott São Paulo Airport Hotel. “Estamos emocionados por receber a visita do Arne em nossos hotéis e muito felizes por ele ter escolhido o Brasil como sua primeira viagem como CEO da empresa”, afirma Gil Zanchi, country manager do Brasil e gerente geral do Renaissance São Paulo Hotel. “O Brasil representa o maior potencial de crescimento para a Marriott International”, completa. Durante sua visita, Sorenson se encontrou com associados no Renaissance São Paulo Hotel, que se formaram no Youth Career Iniciative, um programa educacional profissionalizante, com seis meses de

duração, para jovens de baixa renda que acabaram de se formar no ensino médio. Ele proporciona aos estudantes não somente um treinamento voltado para competências de trabalho, mas para a vida. Em parceria com o International Tourism, o Youth Career Iniciative da Marriott já formou 1.600 jovens. “Ao longo de sua carreira os associados da Marriott têm acesso a programas corporativos de treinamento e serviços para ajudar no seu bemestar. O comprometimento da companhia com o desenvolvimento profissional dos seus funcionários é evidente. Mais de três mil dos gestores atuais começaram suas carreiras na Marriott em cargos iniciais”, disse Sorenson. “Nossos associados são extremamente importantes para nosso negócio e são o coração cultural da empresa. “O talento, experiência e dedicação dos funcionários da Marriott durante o trabalho é o que torna possível para nós para atender a milhões de clientes em todo o mundo com a qualidade pela qual somos reconhecidos no mercado”. Marriott Airport - O São Paulo Airport

Marriott Hotel, localizado próximo ao aeroporto internacional de Guarulhos, finalizou uma ampla atualização em sua propriedade, com investimento de mais de R$ 3 milhões. Dentro de um conceito chamado de “great room”, todo o lobby do hotel foi reformulado para se adequar à nova proposta de bem atender da Marriott. Segundo João Paulo Berger, gerente geral do hotel, o novo lobby tem capacidade de atender as diversas exigências de seus hóspedes. “O novo lobby permite a fusão das atividades sociais e comerciais, tanto individualmente como em pequenos grupos. É possível atender aos padrões de exigência dos viajantes que trabalham non-stop, e transitam entre trabalho, voos, relaxamento e socialização”, afirmou. Com uma área de mais de mil metros quadrados, o novo lobby do hotel integrou a antiga recepção, business center, bar e o restaurante, que se tornaram um espaço único. “O espaço deixa de ser apenas para chegadas e partidas e se torna um ambiente multifuncional”, declarou. Anexos estão outros ambientes funcionais além de outros espaços como as Communal Tables, locais para socialização e a Individual Zone. Todo o espaço conta com internet wireless como cortesia. A recepção também mudou e agora conta com três estações de atendimento, sendo uma exclusiva para hóspedes classificados como Elite Members.

21

Mercado & Eventos Edição 198  
Mercado & Eventos Edição 198  

Abril de 2012 - 2ª quinzena - Ano IX - Número 198Moscou - Capital da Rússia quer mais brasileiro

Advertisement