Page 11

ESPECIAL / Gala Antena Livre / Jornal de Abrantes //14.ª GALA ANTENA LIVRE E JORNAL DE ABRANTES:

A noite das noites da região Pode uma noite ter tantos momentos mágicos que, num perfeito sucessivo de partes, se torne perfeita?! Sim, pode! Viveu-se na noite de 11 de maio de 2019, uma noite assim. Não apenas mágica, não apenas única, não apenas especial! Foi particularmente brilhante! Excelentes homenageados, surpresas muito felizes. Um hino à região. A todos nós!

A

noite abriu de olhos postos no futuro, pelo menos da guitarra. Uma excelente atuação do Ensemble de Guitarra dirigido por Pedro Ferreira. O Ensemble está integrado num projeto de intervenção mais alargado que nasceu de um protocolo de colaboração entre o Agrupamento de Escolas Nº2 de Abrantes, a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém e a Sociedade Artística Tramagalense. Estiveram em palco os músicos Tomás Esteves, Lúcia Dias, João Sebastião e Maria Dias. Os apresentadores Miguel Pequeno e Alexandra Pimentel abriram o desfile de Galardões com o Desporto tendo o prémio distinguido o Sport Abrantes & Benfica. Entregou o Galardão Nuno Pedro e recebeu o Presidente da Direção, Paulo Neto, que refere tratar-se de um clube regional, que mesmo indo beber à casa mãe, persiste num trabalho de serviço coletivo pelo desporto, pelos atletas e pelos adeptos, para a cidade e a região, ao longo de toda a sua existência, de mais de um século. Seguiu-se a Cultura. O Galardão Cultura foi entregue ao Museu MDF de Tramagal. O MDF tem como objetivo recuperar e conservar a memória da Metalurgia tramagalense, do seu grande impulsionador Eduardo Duarte Ferreira e, como foi referido no vídeo, da própria “aldeia industrial” que foi o Tramagal. Recorde-se, ainda, que o projeto mereceu o título de “Melhor Museu do Ano 2018” pela Associação Portuguesa de Museologia. A jornalista da TVI Patrícia Matos, também ela filha de Tramagal, entregou o prémio ao Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Valamatos que chamou a técnica da Câmara que se dedica, percebeu-se, com toda a alma ao MDF, Lígia Marques. Valamatos referiu que este Museu “é uma história quer só está a começar agora”. A noite foi pautada por projetos daqui, do interior, mas com um trabalho que vai além fronteiras, como que a dizer-nos que não é o sítio, se é interior ou não, é a devoção que se dedica aos trabalhos que ajuda no seu sucesso. Por falar em sucesso, para a Jorbi (Vieira e

/ Galardão Comunicação Nacional, Fernando Correia: “Há sempre espaço para novos projetos”

Graça), liderada por Jorge Baeta, foi o Galardão na área Empresa. A entrega do Galardão coube ao Enólogo, Nuno Falcão Rodrigues, proprietário da Quinta Casal da Coelheira. Recebeu Jorge Baeta que falou de uma empresa pequena, relativamente recente mas que tem tido uma grande expansão e fantásticas parcerias, aqui e além fronteiras. De facto, criada em 2009, a Jorbi produz para Portugal e também, pelo menos, para Espanha, Polónia e Itália. A boa qualidade do seu produto é reconhecida a ponto de as suas bicicletas terem sido escolhidas para equipar este ano a emblemática equipa italiana da “Amore Vita”. Seguiu-se um momento muito interessante, igualmente engraçado, ao jeito do primeiro galardoado da noite na área Música Nacional. Sim, leu bem,

o primeiro. Foram dois os distinguidos nesta área. Ao palco foi chamado para receber o Galardão o músico David Antunes. Entregou o Vereador da Câmara de Abrantes, Luís Filipe Dias. Depois de um forte abraço, já de galardão na mão, David Antunes referiu que, imagine-se, foi o primeiro prémio que recebeu. No seu jeito de ser, a disfarçar a emoção com o humor confessou que não saber o que fazer “se calhar quando chegar ao 4.º prémio já mando um representante mas hoje não sei o que fazer”. Acabou por aproveitar a deixa do piano em palco e que o melhor era ir cantar. David Antunes referiu então que, tendo alcançado a carreira que desejava, o seu grande sonho é criar uma música daquelas que chegam às pessoas e ficam na cabeça de todos, de forma

intemporal, num para sempre feliz. É o que lhe desejamos! Decorreu, então, mais um momento musical da noite protagonizado por David Antunes. Tocou a música que escreveu recentemente “Tarde Demais” e quando terminou, duas filas atrás de mim, Simone de Oliveira gritou “Bravo”!!! Sim, Simone de Oliveira. Leu bem. Simone de Oliveira foi, efetivamente, a segunda galardoada na área “Música Nacional”. O galardão foi entregue pela Diretora-adjunta da Media On, Susana Dias, a uma Simone que não quer ser Dona nem Senhora e que em palco disse “Chamo-me Simone e canto cantigas”. Muito ovacionada, de pé, a “eterna namorada de Portugal”, aos 81 anos, referiu que a sua maior riqueza são a família e os amigos e, claro, ter po-

Junho 2019 / JORNAL DE ABRANTES

11

Profile for mediaon

Jornal de Abrantes junho 2019  

Jornal de Abrantes junho 2019  

Profile for mediaon
Advertisement