Page 1

santo_agostinho_informa_3_Layout 1 19/10/10 10:00 Page 1

santo agostinho informa

DEVOLUÇÃO GARANTIDA CORREIOS

Impresso Especial 9912250478/2010 – DR/MG

Clínica Veterinária Santo Agostinho CORREIOS

Informativo da Clínica Veterinária Santo Agostinho Ano I | Nº 3 | Belo Horizonte, agosto/outubro 2010

TRANQUILIDADE Técnicas de anestesia possibilitam avanços em cirurgias Página 3

Saiba escolher seu cão

Passeio no parque em família

Página 2

Página 4


santo_agostinho_informa_3_Layout 1 19/10/10 10:00 Page 2

Informativo da Clínica Veterinária Santo Agostinho

editorial

Tratamento

completo Hoje, graças ao avanço da ciência, a Medicina Veterinária consegue garantir aos pequenos animais vida saudável. Nesta edição do Santo Agostinho Informa, vamos falar da etapa importante no tratamento: a anestesia. O procedimento anestésico seguro e eficaz torna-se fundamental para o sucesso de qualquer cirurgia. A cirurgia, por sinal, é um procedimento cada vez mais usual na vida dos pequenos animais. Em função do alto desenvolvimento da Medicina Veterinária nesse aspecto, podemos dizer, sem sombra de dúvida, que os nossos cirurgiões conseguem aumentar consideravelmente a expectativa de vida dos nossos amigos. Outro assunto interessante para nós que amamos animais, é a entrevista do professor Fernando Bretas. O professor da faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) explica que é importante escolher a raça certa do cachorro que mais vai se adaptar ao seu dia a dia. Ficamos orgulhosos em contribuir para o bem-estar do seu animal e isso é uma grande responsabilidade. A família Maia, que ilustra esta edição, mostra como a presença de seis cães contribui para aumentar a união familiar com inesquecíveis passeios aos domingos no parque.

Professor da Escola de Veterinária da UFMG Fernando Bretas dá dicas importantes para a aquisição de um novo amigo

A escolha do cão Fernando Bretas é médico veterinário, professor da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) há 20 anos e atualmente responsável pela cadeira de cinofilia e doutor em oftalmologia. Referência no estudo de raças caninas, ele também é árbitro de estrutura e trabalho da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). No Santo Agostinho Informa, Dr. Fernando Bretas dá importantes dicas para adquirir um cãozinho da raça correta e, com responsabilidade, criá-lo. O que observar na hora de escolher um cão de determinada raça? Hoje um fator importante é a longevidade. Há raças que vivem mais de 20 anos e temos de ter certeza de que podemos compartilhar tanto tempo de nossas vidas com um cão de estimação. Também temos de olhar o lado do animal. Não se pode ter um cão São Bernardo em um apartamento de quarto e sala. Como escolher, então? Uma vez observadas as limitações do dono, passamos às limitações das raças. A escolha da raça deve ser feita de acordo com o que buscamos em um cão. Por exemplo: se queremos um cão de guarda, mas existe crianças em casa, não é prudente ter um Rottweiller. É melhor um Boxer. Da mesma forma, não se deve escolher um Pinscher em casas com crianças menores de sete

“Há raças que vivem mais de 20 anos e temos de ter certeza de que podemos compartilhar tanto tempo de nossas vidas com um cão de estimação.” Fernando Bretas

anos, pois, nessa situação, será o animal que correrá risco de se machucar. E quanto à adoção de animais de rua? Essa é uma atitude nobre. Mas devemos observar certos aspectos. Primeiro, devemos conhecer o temperamento do cão a ser adotado. Depois, temos de levá-lo imediatamente ao veterinário para exames de saúde. Devese, sempre, estar assistido por um profissional de confiança.

A Diretoria

Clínica Veterinária Santo Agostinho Avenida Amazonas, 2218, bairro Santo Agostinho Belo Horizonte - CEP 30180-003 Telefone: 31 3337 2026

2

Jornalista Responsável: Fred Wanderley - JP 13032/MG Edição, textos e fotos: Media Press Comunicação e Assessoria www.mediapresscomunicacao.com.br Projeto Gráfico e Diagramação: Ronaldo Silveira Tiragem: 3.000 exemplares


santo_agostinho_informa_3_Layout 1 19/10/10 10:00 Page 3

Anestesia ajuda a promover mais qualidade de vida aos animais de estimação

Para uma boa cirurgia Todo grande time começa com um ótimo goleiro. A premissa futebolística consagrada é colocada em prática pela equipe da Clínica Veterinária Santo Agostinho (CVSA). Para que se possa evoluir em técnicas cirúrgicas, o primeiro passo foi desenvolver sua base. Assim, as técnicas anestésicas se diferenciaram e hoje, se a CVSA dá exemplo em várias especialidades cirúrgicas, é graças à evolução da sua equipe de anestesia. Para o Coordenador do Serviço de Anestesia da CVSA, Benjamim da Silva Maciel Júnior, as novas técnicas de anestesia possibilitam grande avanço na medicina veterinária. “Agora, podemos realizar procedimentos com mais segurança. Isso possibilita melhor qualidade de vida aos animais e maior tranquilidade para o cirurgião”, explica. A evolução veio de duas frentes na CVSA. O primeiro, tecnológico, foi a aquisição de aparelhagem específica, de última geração, que possibilita a segunda frente, o veterinário trabalhar de maneira a trazer para o dia a dia a segurança ao cirurgião e para os donos dos animais que sabem estar cercados do que de mais moderno existe no mundo para o bem estar de seu companheiro. Hoje, na CVSA, os veterinários contam com dois monitores paramétricos onde pode ser visto de maneira rápida e clara parâmetros importantes para a vida do paciente, como: batimentos cardíacos, pressão arterial, eletrocardiograma, temperatura corporal, saturação de oxigênio, entre outras.

Agilidade e segurança O grande salto das novas técnicas de anestesia é o maior tempo que os animais podem ficar anestesiados sem que nenhum problema clínico advenha desse processo. “Podemos fazer microcirurgias oculares, transplantes de cór-

“Agora, podemos realizar procedimentos com mais segurança. Isso possibilita melhor qualidade de vida aos animais e maior tranquilidade ao cirurgião.” Benjamim da Silva Maciel Júnior Coordenador do Serviço de Anestesiologia da CVSA

neas, renais e cirurgias torácicas. Tudo isso, graças ao maior controle que temos das drogas ministradas nos pacientes. Atualmente, posso escolher como farei a anestesia. Dependendo do caso, posso usar drogas inalatórias ou venosas com fator de risco extremamente minimizado”, afirma Dr. Benjamim. Para que tudo corra sem riscos desnecessários, Dr. Benjamim lembra

ainda que exames de risco cirúrgicos são imprescindíveis. “Muitas vezes, lidamos com animais idosos e os riscos podem ser maiores, porém, com exames como provas de função renal, proteínas sericas, função hepática e avaliação cardíaca temos um quadro bem amplo da situação e ficamos preparados para qualquer eventualidade”, finaliza.

3


santo_agostinho_informa_3_Layout 1 19/10/10 10:00 Page 4

nho to Agosti n a S a i r á n i r e Informativo da Clínica Vet

Dedicação e carinho aos animais unem a família Maia aos domingos

Amor em

família

Para os brasileiros, o domingo é sinônimo de sentar à mesa com a família e saborear a deliciosa macarronada. A família Maia, porém, incorporou outro programa nesse dia: as irmãs Cristina e Marta, a mãe Simone e o irmão Ricardo, pegam seus seis cães (Malteses, Yorks e mestiços) e vão para a praça Rosinha Cadar, no bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte, onde todos podem se divertir ao lado de várias pessoas que também adoram curtir os seus animais de estimação. Clientes da Clínica Veterinária Santo Agostinho há mais de 18 anos, Cristina sabe da importância de cuidar bem dos animais e mostra que quando o amor por eles existe, a união familiar fica mais forte. “Minha família sempre adorou ter cães, não me imagino com um só”, afirma Cristina, cercada pelos seus seis cachorros. “Já chorei e já sorri muito com eles e com os outros que já morreram”, lembra. “A primeira vez que fomos à Clínica Veterinária Santo Agostinho foi quando a Sarita, nossa Maltes, tinha de ser vacinada com dois anos de idade. Daí em diante, a confiança só cresceu e viramos clientes”, explica Cristina. Depois da vacina da Sarita, muitas outras vieram. “No primeiro parto da Sarita, não tivemos dúvida, levamos para a Clínica e o Dr. Fernando passou o dia todo ao lado dela”, conta.

Emocionada, Cristina recorda de outro de seus cães, Hulk, já falecido. “Agradeço ao Dr. Fernando pelo Hulk ter passado 16 anos conosco”, diz. Aos dois anos, Hulk, um belo Maltes, filho da Sarita, teve grave hemorragia intestinal, curada depois de cirurgia delicada. “Se não fosse o pessoal da Clínica Veterinária Santo Agostinho, ele teria morrido”, diz. Cristina sabe a importância que seus cães tem para a familia.”Essa relação próxima vem do amor de todos. E isso é o mais importante: o amor de família”, resume.

Clínica Veterinária Santo Agostinho

ATENDIMENTO 24 HORAS para seu conforto e a saúde de seu melhor amigo. Avenida Amazonas, 2218 - bairro Santo Agostinho

4

Telefone: 55 31 3337 2026

Santo Agostinho Informa - 03  

Jornal da Clínica Veterinária Santo Agostinho

Advertisement