Page 1

JORNAL UGB Centro Universitário Geraldo Di Biase | Ano XV Nº 31 - Agosto 2015

Ensino, Pesquisa e Extensão: os pilares do UGB-FERP

O tripé Ensino, Pesquisa e Extensão é o alicerce do trabalho pedagógico na Instituição que valoriza a produção do conhecimento Página 9


2

Jornal do UGB

DESTAQUES          

Receberam avaliações e nota 4 em uma escala de 1 a 5 os cursos: DIREITO Volta Redonda ADMINISTRAÇÃO Barra do Piraí ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Nova Iguaçu RECURSOS HUMANOS Volta Redonda Parabéns aos alunos, professores e coordenadores.

EXPEDIENTE CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE (UGB) Chanceler In memorian Geraldo Di Biase Reitor Geraldo Di Biase Filho Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos Elisa Ferreira da Silva Alcântara Pró-Reitor Administrativo Osvaldir Geraldo Denadai Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Francisco José Barcellos Sampaio Diretor do Instituto de Ciências Exatas da Terra e Engenharia Júlio César Sobral Pinto Dias Diretor do Instituto de Ciências Sociais e Humanas Wellington Leôncio Costa Diretora do Instituto Superior de Educação Conceição Aparecida Lima Panizzi Diretor de Registros Acadêmicos Ubiratan Batista da Silva Secretária – Geral Aline Pereira de Oliveira NÚCLEO DE COMUNICAÇÃO Jornalista Responsável Sidcley Porto da Silva MTB 28.348 Revisão Fernanda Monte Lima

INSTITUCIONAL

ISE realiza o projeto “Educação e outros olhares”

O

Instituto Superior de Educação (ISE) realizou no dia 23 de março o projeto “Educação e outros olhares”. O evento, realizado no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda, teve como público-alvo os acadêmicos dos cursos de Licenciatura da Instituição. O projeto teve início com uma mesa-redonda com o tema: “A violência doméstica, como intervir? Um desafio para profissionais de Saúde, Serviço Social, Direito e Educação”. O evento contou com a participação das professoras do UGBFERP Cláudia Valéria Abdala Lamogia, psicóloga, Doutora em Ciências e consultora em Violência Doméstica, e Rosali Krejci, advogada, Pós-Graduada em Direito Tributário e Direito Empresarial e secretária geral da OAB Mulher, Seccional do Rio

Coordenadores dos cursos de Licenciatura marcaram presença no evento de Janeiro. A Diretora do ISE, Conceição Panizzi, destacou a importância do evento para os acadêmicos. “O projeto ‘Educação e outros olhares’ contribui com a articulação entre a teo-

Curso de Arquitetura e Urbanismo promove exposição

ria e a prática necessárias à formação docente em interface com os debates Sociais, Culturais e Educacionais da atualidade, além de promover a integração dos cursos de licenciatura do UGB”.

EXPO TC

"Linguagem Gráfica e Expressão da Forma"

O

curso de Arquitetura e Urbanismo realizou em abril a exposição "Linguagem Gráfica e Expressão da Forma", que ilustra a produção das disciplinas de Desenho de Arquitetura I e II, Desenho do Projeto Urbano, Informática Aplicada I e II, Perspectiva, Plástica, Projetos de Arquitetura e Urbanismo. A exposição teve como objetivo expor, ao máximo, as possibilidades de representação em arquitetura e urbanismo, ilustrando a diversidade de resultados a partir de meios e técnicas de expressão utilizados por professores e alunos. Os trabalhos foram expostos no 3º andar do Bloco I, no campus Volta Redonda.

Exposição reuniu os 15 melhores trabalhos de conclusão de 2014

O

curso de Arquitetura e Urbanismo também realizou no campus Volta Redonda a EXPO TC. A exposição reuniu os 15 melhores trabalhos de conclusão do ano de 2014, selecionados pelos orientadores Andrea Auad, Heloise Maia, Mônica Campos e Wiliam Gomez. Os projetos, dos mais variados

temas, foram apresentados em pranchas-síntese bastantes ilustrativas e que deram a visão panorâmica da produção dos profissionais de arquitetura e urbanismo formados pelo UGB-FERP. A montagem da exposição contou com a colaboração dos alunos dos vários períodos


Jornal do UGB 3

INSTITUCIONAL

Peça “O Mercador de Veneza” é apresentada aos acadêmicos do curso de Administração

O

curso de Administração, em parceria com o Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ), promoveu no primeiro semestre duas palestras seguidas de debates culturais com os acadêmicos. O evento contou também com a apresentação da peça de teatro “O Mercador de Veneza”, de Willian Shakespeare. A obra aborda aspectos econômicos e sociais ao narrar os choques entre diferentes culturas. Apesar de tradicional, a peça apresenta uma contemporaneidade a ser apreciada e estudada. O primeiro evento foi realizado em março, no teatro do campus Barra do Piraí. Já a segunda apresentação foi realizada em abril, no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda. Após a encenação da peça, os acadêmicos assistiram à palestra “A Gestão das

Organizações Através das Artes”, ministrada por Wagner Siqueira, presidente do CRA-RJ. Siqueira provocou a reflexão dos alunos presentes, ao relacionar as cenas apresentadas na peça com a Ciência da Administração. A partir daí, ele ressaltou qual a influência da arte no universo das empresas, mencionando que hábitos e comportamentos individuais alteram o dia a dia organizacional das mesmas. “A dimensão da intuição e da sensibilidade humana é importante para os profissionais de Administração, a fim de que não fiquem restritos a coisificar o homem, não colocá-lo apenas como um ser racional em busca de resultados organizacionais. É preciso dar-lhe a dimensão humana, no seu complexo objetivo em que razão e emoção convivem em harmonia”, avaliou Wagner Siqueira. O Diretor do Instituto de Ciências Sociais e Humanas (ICSH) do UGBFERP, Wellington Leôncio Costa,

Atores durante a encenação da peça no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda destacou que a participação dos alunos e docentes do curso de Administração foi de 100%. “Os alunos, ao serem questionados sobre o evento,

elogiaram e observaram a possibilidade do entendimento à ‘práxis’, com a contextualização e o debate ocorrido”, afirmou.

Professora tem artigo aprovado para o XIV Fórum Internacional de Administração A professora Paloma de Lavor Lopes, do curso de Administração, teve um artigo aprovado para a apresentação de “pôster” pelo Comitê Científico do concurso de artigos do XIV FIA (Fórum Internacional de Administração 2015), na categoria profissional. O evento foi realizado de 18 a

N

20 de maio, no Rio de Janeiro. Emocionada, Paloma informou que o trabalho foi orientado por ela e feito pelos alunos do curso de pós-graduação em Gestão de Talentos Humanos André Damasceno e Vanessa Pádua e que teve um aprimoramento dela e do ex-aluno do UGB-FERP Renan Gomes, com os quais divide os

Dia Nacional da Matemática

os dias 6 e 7 de maio foi realizada a Semana da Matemática, no campus Volta Redonda. No primeiro dia, o professor mestre Fábio Souza da Silva, coordenador do curso de Matemática, ministrou uma palestra com o tema “O Dia da Matemática – Malba Tahan, sua vida e suas obras”. O evento foi realizado no Laboratório de Educação Matemática, no bloco II, campus Volta Redonda. “De forma lúdica, foi promovido um quiz para os presentes sobre curiosidades de Malba Tahan, uma reflexão sobre o ensino de Matemática no Brasil e uma rápida apresentação denominada Matemágica”, explicou Fábio, ao

lembrar também que no dia 6 de maio é comemorado o Dia nacional da Matemática. Em seguida aconteceu a palestra “Arquimedes e o livro perdido”, proferida pelo professor mestre Marcus Vinícius Silva Oliveira. Para finalizar as atividades, foi realizada a Oficina de Construção de Sólidos Geométricos com canudinhos e vários desafios lógicos ao público presente. No dia 7 o professor mestre José Ricardo Medeiros Leite ministrou a palestra “Obtenção e relações do Índice de Massa Corpórea (IMC) e fez uma oficina sobre o tema, promovendo assim um diálogo construtivo sobre a matemática aplicada à saúde física.

méritos. “Estamos muito felizes. Tenho orgulho de fazer parte desta equipe e acredito que o mérito são de todos nós, principalmente por ser uma grande conquista não só pela qualidade do trabalho, como pelo elevado número de concorrentes nesse certame”, comemorou a professora.

Ao receber a notícia, o Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Dr. Francisco Sampaio, parabenizou a todos pela conquista. “Excelente, estão todos de parabéns. O UGB se enche de orgulho cada vez mais”, finalizou.

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam ação em escola de Barra do Piraí

O

s acadêmicos do 7º período do curso de Biomedicina realizaram no dia 30 de maio uma explanação para os alunos no Ciep 287, localizado no bairro Matadouro, em Barra do Piraí. A ação, segundo os universitários, faz parte do Projeto de Extensão à Comunidade (PEC) e o tema escolhido para abordar junto aos 150 alunos foi “A Célula”. A apresentação do projeto, que tem como objetivo levar o conhecimento à comunidade, foi dividida em três etapas. Na sala 1, os acadêmicos falaram sobre preparação de lâminas. Em seguida os alunos do Ciep seguiram para a “Sala Protótipo Célula” para acompanhar outra fase do projeto. As atividades foram encerradas com uma gincana, com distribuição de lanches e brindes.

Alunos do 7º período fazem explanação aos estudantes do Ciep - 287 A coordenadora do curso de Biomedicina, Tatiana de Oliveira Fulco, destacou a importância desse tipo de atividade junto à comunidade. “O PEC trata-se de uma disciplina de extrema importância para todos os envolvidos. Os alunos colocam em prática os conhecimentos adquiridos na teoria e a população recebe intervenções de ótima qualidade e de forma gratuita, estreitando a relação entre a comunidade e o Centro Universitário”, afirmou.


4

Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

III Simpósio de Pesquisa e Práticas Pedagógicas dos Docentes

D

e 27 a 30 de janeiro foi realizado o III Simpósio de Pesquisa e Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGBFERP. O evento foi realizado no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda, no Aterrado, e contou com a presença de Professores e Coordenadores dos campi Barra do Piraí e Nova Iguaçu e do Pró-Reitor Administrativo Osvaldir Denadai. A abertura do simpósio foi feita pelo Reitor do UGB-FERP, Doutor Geraldo Di Biase, que deu boasvindas aos professores. Em seguida foi proferida uma palestra pela Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcantara, que aprovei-

tou a ocasião para prestar uma homenagem aos coordenadores dos cursos de Serviço Social, Direito, Educação Física e Sistema da Informação, que obtiveram nota 4 no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) em 2014. Elisa Alcantara destacou a importância do simpósio e a integração entre as unidades do UGB-FERP e os professores. “Esse simpósio permite que professores troquem experiências e compartilhem seus projetos, suas pesquisas e experiências. Todos saem com mais conhecimento e ideias depois desse simpósio”, ressaltou.

Abertura do Simpósio foi feita pelo Reitor do UGB-FERP, Dr. Geraldo Di Biase

Curso de Formação Pedagógica para novos docentes

O

UGB-FERP ministrou no primeiro semestre o Curso de Formação Pedagógica para Novos Docentes. O curso integrou professores dos campi Barra do Piraí, Nova Iguaçu e Volta Redonda. Este é o segundo ano consecutivo que o UGB-FERP oferece esse suporte aos novos professores. O objetivo, além de dar boas-vindas aos novos docentes, é de familiarizar o novo profissional com a filosofia de trabalho da Instituição de Ensino. No último dia de curso, após uma dinâmica, os docentes re-

ceberam o Regimento Interno do UGB-FERP e o certificado de participação das mãos da Coordenadora do GAP (Grupo de Apoio Pedagógico), Elizabeth Nair Soares, e da Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcantara. Os demais dias de curso contaram ainda com a participação da professora Luiza Angélica Paschoeto, Coordenadora do curso de Pedagogia e assessora do GAP, e da Diretora do Instituto Superior de Educação (ISE), Conceição Panizzi.

Alunos do curso de Ciências Biológicas realizam montagem de terrários com turmas do Ensino Médio

N

os dias 04 e 07 de maio os discentes do curso de Ciências Biológicas realizaram uma atividade prática de confecção de mini terrários com estudantes de turmas do Ensino Médio. O terrário funciona como um modelo para a observação dos ecossistemas terrestres, aprimo-

rando os estudos de Ecologia. A construção e a observação de um ecossistema em miniatura permitem também que os alunos explorem na prática todos os passos do método de investigação científica: a observação, o registro, o levantamento de hipóteses, o acompanhamento do experimento e a conclusão.


Jornal do UGB 5

INSTITUCIONAL

Pró-Reitor da PROPPEX é eleito Presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM)

O

Pró-Reitor da PROPPEX (Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão) do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB-FERP), Drº. Francisco José Barcellos Sampaio, foi eleito presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM). A posse foi realizada no dia 14 de julho, na sede da entidade, que completou 186 anos de existência no dia 30 de junho. Logo após a sua eleição para o próximo biênio, realizada no dia 2 de julho, Sampaio fez uma avaliação da gestão atual da entidade. “É uma gestão excepcional, fraterna, presente. Conseguiu, entre outras realizações, colocar a ANM de volta ao seu prédio graças à perseverança e a grande dedicação do presidente Pietro Novellino de cuja gestão eu sou vice-presidente”, ressaltou. Sampaio comentou ainda seus planos para o acervo da ANM, de inestimável valor. “O projeto da Biblioteca estará a cargo do Acadêmico Wanderley de Souza, um renomado cientista, que foi secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia e também secretário de Ciência e Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro. A diretoria do Museu estará nas mãos experientes do acadêmico José Luiz Gomes do Amaral, que na sua gestão à frente da Associação Paulista de Medicina, montou a biblioteca e a pinacoteca da instituição”, explicou o Pró-Reitor, ao destacar o orgulho em ocupar um cargo de tamanha importância. “É uma honra poder presidir a instituição mais antiga do Brasil, que acaba de completar 186 anos e, seguramente, congrega os mais renomados médicos do País. O que esperamos para os próximos dois anos é tornar a Academia mais visível para a sociedade, receber mais e mais estudantes de medicina em nossa casa e influen-

Nova diretoria posa para foto após a eleição na entidade ciar mais nas políticas de Saúde do País”, completou. Francisco Sampaio foi durante mais de uma década editor chefe do International Braz J. Urol., revista oficial da Sociedade Brasileira de Urologia e coordenador da pós graduação de cirurgia brasileira junto a CAPES durante 6 anos. É membro do corpo editorial e revisor ad-hoc de diversos periódicos internacionais de urologia, an-

drologia, cirurgia e morfologia nas áreas de rim, próstata, testículo, uretra, bexiga, litíase, (Journal of Urology; Bristish Journal of Urology; European Urology; Journal of Andrology; World Journal of Urology; Prostate Cancer and Prostatic Disease (ex Board); Progrès en Urologie (Board); Surgical and Radiological Anatomy; Clinics, Acta Cirurgica Brasileira (Board).

Palestra com Defensor Público marca aula inaugural do curso de Direito

A

cadêmicos do curso de Direito assistiram em março uma palestra com o defensor público do Estado do Rio de Janeiro José Eduardo Salgado, que abordou o tema “Advocacia Privada versus Advocacia Pública”. O evento, realizado no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda, fez parte da aula inaugural do curso de Direito.

Além dos alunos, a palestra contou com a participação do coordenador do curso de Direito, Alexandre Cantilho Vidal, da subcoordenadora, Lúcia Studart, e professores. A programação teve no dia seguinte mais uma palestra, ministrada pela advogada Manuela Marcatti V. C. Millen, com o tema “Direitos Especiais: Direito Médico e da Família”. José Eduardo Salgado abordou o tema “Advocacia Privada versus Advocacia Pública”


6

Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

NO UGB-FERP TEM PIBID

O

Centro Universitário Geraldo Di Biase, UGB-FERP, por meio da Pró-Reitoria de Assuntos Acadêmicos, participou de um processo e após concorrida seleção, foi contemplado com o PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência), do Ministério da Educação, gerenciado pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), cujo objetivo maior é o incentivo à formação de professores para a Educação Básica e a elevação da qualidade da escola pública. O programa oferece bolsas de Iniciação à Docência aos alunos de cursos de Licenciatura e permite a realização de ações didático-pedagógicas nas escolas. O objetivo é antecipar o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública. Com essa iniciativa, o PIBID faz uma articulação entre a educação superior, a escola e os sistemas Estaduais e Municipais de ensino. O programa também concede bolsas aos professores que atuam como supervisores nos pro-

jetos de Iniciação à Docência. Desta forma, os coordenadores de áreas do conhecimento (professores universitários) recebem bolsas mensais de R$ 1,4 mil. Os alunos dos cursos de Licenciatura têm direito a bolsa de R$ 400 e os supervisores, que são os professores das disciplinas nas escolas onde os estudantes universitários vão estagiar, recebem bolsa de R$ 765 por mês. No momento, o PIBID-UGB desenvolve projetos nas áreas de Ciências Biológicas, História, Letras e Matemática em três escolas públicas da cidade de Volta Redonda. Os 39 acadêmicos do UGB-FERP foram selecionados a partir de um

processo seletivo interno com ampla divulgação do edital. Os coordenadores dos respectivos projetos são cinco professores efetivos da Instituição, com temáticas de pesquisa e atuação profissional no âmbito da Formação de Professores nos diferentes cursos de Licenciatura que integram o programa. A realização do trabalho pedagógico dos licenciandos, no interior de cada uma das escolas, conta com a supervisão e o acompanhamento de quatro professores da Rede Pública, consolidando-se, assim, uma parceria entre o UGB-FERP e as escolas na formação dos futuros profissionais da Educação Básica. O projeto oportuniza aos licenciandos a criação e participação em experiências significativas e inovadoras, nas quais os saberes da docência são produzidos por meio da reflexão e ação, promovendo a articulação entre a teoria e a prática e a integração entre Educação Superior e Educação Básica.

Bolsistas do Subprojeto de História

Bolsistas do Subprojeto de Biologia

Bolsistas do Subprojeto de Matemática

Bolsistas do Subprojeto de Letras

Projeto Cine Debate terá mais uma edição no segundo semestre

N

o segundo semestre será realizada a 4ª edição do projeto Cine Debate, desenvolvido pela Pró-Reitoria de Assuntos Acadêmicos e o Grupo de Apoio Pedagógico (GAP). Este ano, o evento acontecerá nos campi Barra do Piraí e Volta Redonda e terá como tema “Da escolha ao sucesso profissional”. Assim como nas edições anteriores, o Cine Debate reúne estudantes do terceiro ano do ensino médio de escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino de Volta Redonda, Barra Mansa, Pinheiral, Barra

Em 2014 o projeto foi um sucesso e reuniu estudantes de 33 escolas do Piraí e Valença. Em 2014 o projeto reuniu nas duas unidades do UGBFERP cerca de dois mil alunos, de 33 escolas. Um dos objetivos do projeto é de-

mocratizar o acesso dos alunos do Ensino Médio a produções culturais que contribuam para ampliar a sua formação. “Queremos também promover o debate entre os jovens, fazer

com que eles analisem produções cinematográficas, estabelecendo o diálogo entre a narrativa do cinema, os conhecimentos adquiridos ao longo da escolaridade básica e os demais conhecimentos. E, por fim, que os alunos incorporem a arte do cinema ao seu repertório cultural, ampliando sua potencialidade no exercício de uma postura crítica e reflexiva na vida e no trabalho”, ressalta a Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcantara. O cronograma do projeto prevê a exibição de um filme e, em seguida, os estudantes participarão de um debate com acadêmicos e professores. Após o debate serão trabalhadas questões com as competências exigidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o tema do filme. Todos os participantes recebem um kit com lanche e brindes.


Jornal do UGB 7

INSTITUCIONAL

JORNIC completa 10 anos

A

JORNIC (Jornada de Iniciação Científica) completa no segundo semestre de 2015, 10 anos. O já tradicional evento, que será realizado nos dias 20, 21 e 22 de outubro, terá como tema “A importância da Iniciação Científica para a formação do Profissional”, com uma grade de programação extensa. A JORNIC, organizada pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (PROPPEX), é o espaço institucional privilegiado para a apresentação da produção científica (Programa de Iniciação Científica e outras), de troca de experiências e debates para a comunidade acadêmica e os amantes do saber.

Expectativa é que evento tenha grande repercussão, como em 2014

Um dos objetivos deste evento é o incentivo ao debate científico para alunos e professores na apresentação de ideias sobre diversos assuntos relacionados com os cursos ministrados na instituição. A Jornada Científica constitui ainda um marco histórico para todos que emprestam a sua dedicação, capacidade e meios para a edificação e bom funcionamento da Instituição de Ensino Superior. Em 2013, 2014 e 2015 a JORNIC contou com o apoio da Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). E agora conta também com a entrega do Prêmio Reconhecimento Científico Geraldo Di Biase para o melhor trabalho. As inscrições para submissão de trabalhos estarão abertas no período de 27 de julho a 31 de agosto, no site do UGBFERP (www.ugb.edu.br).

Projeto de Produção de Tijolos Ecológicos ganha destaque

A

Para produzir tijolos, alunos testam até pedaços de cédulas de dinheiro retiradas de circulação

destinação correta de resíduos industriais é uma das questões capazes de influenciar os rumos do desenvolvimento sustentável no país. Afinal, as indústrias têm gerado cada vez mais rejeitos, que exigem cuidados no condicionamento, transporte, tratamento final e acomodação nos aterros sanitários. Propondo uma alternativa para reduzir a quantidade de resíduos destinados aos aterros, a professora de Engenharia Izabella Valadão, do UGB-FERP, pesquisa formas de aproveitar materiais que antes seriam descartados para a fabricação de tijolos ecológicos. A iniciativa conta com o incentivo da FAPERJ (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro). O projeto une alunos dos cursos de Engenharia Civil e de Arquitetura e Urbanismo do UGB-FERP e

Grupo do Centro Cultural participa do Festival “Café, Cachaça e Chorinho” em Barra do Piraí

O

Coral do UGB-FERP se apresentou na Igreja Nossa Senhora da Piedade, no distrito de Ipiabas, em Barra do Piraí, no dia 19 de abril. A apresentação aconteceu após a missa e mobilizou o público presente, composto tanto por moradores locais quanto por turistas que estavam aproveitando o feriado para conhecer a região e participar da programação do festival “Café, Cachaça e Chorinho”. Na tarde do dia 20 de abril foi oferecido no espaço do Empório dos Arcos Garage Gourmet um Workshop e degustação de café, que teve como grande atração “Do Café ao Chorinho: Sarau Histórico”, com o Grupo Artístico do UGB-FERP. A apresentação, organizada pelo Centro Cultural Aracy Carvalho Di Biase, juntou informações históricas da formação do Choro enquanto gênero musical urbano brasileiro com algumas de suas canções emblemáticas. A narração histórica foi conduzida pelo professor do curso de História do UGB-FERP, Antonio Carlos da Silva, e a parte musical ficou por conta dos arranjos do professor de violão do Centro Cultural, Alexandre Frazão Ribeiro. O grupo foi composto por três violões. Além do professor Alexandre, também toca-

dos cursos de Engenharia Agrícola e Ambiental e de Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Universidade Federal Fluminense (UFF). “Estamos testando a melhor forma de aproveitar diversos resíduos minerais, como rochas ornamentais, areia de fundição e vermiculita, e até pedaços de cédulas de dinheiro, retiradas de circulação, descaracterizadas e descartadas pelo Banco Central do Brasil”, explica Izabella. Comparados com os tijolos convencionais, os ecológicos apresentam vantagens ambientais e econômicas. “Esse processo colabora muito com o meio ambiente, pois além de não ser preciso cortar árvores para fazer a queima, não emite gases tóxicos para a atmosfera. O tijolo ecológico torna a obra mais barata em aproximadamente 30%”, explicou Izabella.

Alunos são contemplados com Bolsa de Iniciação Científica e bolsa de iniciação Tecnológica da FAPERJ

D Coral do UGB-FERP se apresentou na Igreja Nossa Senhora da Piedade, no distrito de Ipiabas ram o instrumento o aluno do Programa Arte, Educação e Cidadania, Igor Dias, e o professor do curso de Arquitetura, Flávio Radamés. A apresentação contou ainda com a participação do músico convidado Mirandinha, no pandeiro, e a voz de Giedre Alves, assessora artística do Centro Cultural.

Apresentação musical do Grupo Artístico do UGB-FERP

ocentes do UGB-FERP receberam em março mais cinco auxílios na Modalidade Bolsa de Iniciação Científica e Bolsa de Iniciação Tecnológica da FAPERJ (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) para os alunos da Instituição, que estão desenvolvendo Projetos de Iniciação Científica (PIC). A Instituição é a que mais tem recebido fomento à pesquisa nos

últimos dois anos no Estado do Rio de Janeiro, com mais de 40 projetos aprovados. O Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão do UGB-FERP, Francisco Sampaio, parabenizou os docentes por mais essa conquista. “Isto engrandece em muito a Instituição e a todos nós, e eleva muito o padrão de qualidade de nossos professores e alunos”, ressaltou Sampaio.

ALUNOS BENEFICIADOS Aluno Pesquisador: Adriele Badran Neves Ribeiro Marçal – Iniciação Científica Orientador: Prof.ª Dra. Rosa Lúcia Rosa Gomes Aluno Pesquisador: Danubia Ribeiro da Silva - Iniciação Tecnológica Orientador: Prof.ª Dra. Janaina da Costa Pereira Torres de Oliveira Aluno: Luiz Felipe da Silva Gonçalves - Iniciação Tecnológica

Orientador: Prof.ª Dra. Janaina da Costa Pereira Torres de Oliveira Aluno Pesquisador: Isaque Gonzaga Teles - Iniciação Tecnológica Orientador: Prof. Dr. Antônio Orlando Izolani Aluno Pesquisador: Thainara de Lima Fonseca - Iniciação Tecnológica Orientador: Prof.ª Dra. Izabella Christynne Ribeiro Pinto Valadão


8

Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

Secretário estadual de Educação participa de evento no UGB-FERP

O

UGB-FERP recebeu no dia 9 de junho a visita do secretário de Estado de Educação, professor Antonio Neto. Ele participou, no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda, do “Café com Diretores”, um encontro com Gestores, Coordenadores e Agentes de acompanhamento de Gestão (AAGEs) das unidades escolares, localizadas em 12 municípios abrangidos pela Regional Médio Paraíba. Mais de cem educadores ouviram sobre as medidas já tomadas e as que serão desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) em seu Planejamento Estratégico para os próximos anos. Durante a reunião, o secretário fez uma revisão da evolução da Educação no Estado desde 2011. Neto também tratou dos projetos e programas concretizados e apresentou o Planejamento 2015/2018, as expectativas e metas da secretaria para os próximos anos, baseadas em quatro frentes

que focam as políticas de Gestão de Ensino, Gestão de Pessoas, Gestão de Acompanhamento e Comunicação. Para Antonio Neto, esses encontros periódicos e presenciais são necessários para o maior entrosamento entre os profis- Antonio Neto destacou a parceria que sua Secretaria tem com o UGB-FERP sionais de toda a Rede e destacou a evolução dos resultados obtidos bém destacou a parceria que a sua liarem na logística. Com localizapelas escolas da região. “As Es- Secretaria mantém com o UGB- ção privilegiada e Auditório de Excolas Estaduais da Região Médio FERP para o desenvolvimento da celência, a Instituição possibilitou Paraíba têm tradição por desen- Educação Regional. “Há uma par- que tivéssemos uma tarde de travolverem um trabalho integrado. ceria com a Diretoria Regional, balho agradável e produtiva com As ações, focadas na melhoria da que utiliza as dependências da nossos Gestores da Rede Estaduaprendizagem do aluno e na capa- UGB-FERP para algumas reuni- al”, elogiou o secretário. Participaram diretores de 91 citação dos profissionais, têm re- ões de formação dos nossos profletido positivamente nos resulta- fissionais. Neste evento, assim unidades dos municípios de Angra dos obtidos pelas nossas Unidades como nos anteriores, a univer- dos Reis, Barra Mansa, Itatiaia, Escolares nas avaliações”, avaliou sidade recebeu nossa equipe de Volta Redonda, Mangaratiba, Paforma generosa, disponibilizando raty, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Neto. Após o evento, o secretário tam- também técnicos para nos auxi- Quatis, Resende e Rio Claro.


Jornal do UGB 9

INSTITUCIONAL

Ensino, Pesquisa e Extensão: os pilares do UGB-FERP

E

nsino, Pesquisa e Extensão são os três pilares que têm feito com que o UGBFERP alcance o seu principal objetivo, que é assegurar a aprendizagem dos seus alunos. A Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcantara, explica que o profissional do século XXI deve ser capaz de aprender a aprender, por meio de uma constante reflexão acerca do novo conhecimento e suas inter-relações. Assim a pesquisa deve ser pensada como uma metodologia ativa que dinamize o processo de ensino e resulte em ações extensionistas, beneficiando a sociedade. “No UGB-FERP o ensino preconiza a pesquisa como uma estratégia pedagógica mobilizando o aluno para produzir saberes e perceber o homem como um projeto inconcluso e sempre aberto a novas experiências”, ressaltou Elisa. Nos últimos dez anos a Instituição vem investindo no incentivo à pesquisa. Ao propiciar a possibilidade de Iniciação Científica aos seus estudantes, a universidade cria uma ponte entre a Graduação, a Pesquisa e a Pós-Graduação, qualificando-os e inserindo-os no ambiente científico. Todos os anos o Programa de Iniciação Científica – PIC do UGB contempla projetos dos campi Barra do Piraí, Volta Redonda e Nova Iguaçu. Para fortalecer a pesquisa, o UGB-FERP ampliou o incentivo

O tripé Ensino, Pesquisa e Extensão é o alicerce do trabalho pedagógico na Instituição que valoriza a produção do conhecimento

A Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcantara, explica que essa linha de trabalho adotada pelo UGB-FERP é o grande diferencial

Dr. Sampaio diz que apoio à pesquisa vem permitindo aos contemplados o desenvolvimento de seus projetos com relevante salto quantitativo e qualitativo

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UGB-FERP– PIC 2015 38 Projetos em desenvolvimento 15 Projetos com financiamento da FAPERJ 56 Alunos com Bolsa de Iniciação Cientifica (IC) do UGB-FERP

10

Alunos com Bolsas de Iniciação Científica (IC) da FAPERJ 09 Alunos com Bolsas de Iniciação Tecnológica (IT) da FAPERJ

Reunião de professores que participam do PIC (Programa de Iniciação Científica)

ao corpo docente (mestres e doutores) na busca pela captação de recursos junto às agências de fomento como forma de aumentar a produção científica, a atualização dos laboratórios e a formação de recursos humanos altamente qualificados. Nos últimos 18 meses, mais de 40 projetos de pesquisa foram aprovados por Instituições de fomento, com captação de recursos de mais de R$ 700 mil para investimento em infraestrutura de pesquisa e bolsas de Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica. “Isso vem permitindo aos contemplados o desenvolvimento de seus projetos com relevante salto quantitativo e qualitativo, visto que além do incentivo proporcionado pelo UGB-FERP (Bolsa de Pesquisa Docente e Bolsa de Iniciação Cientifica Discente), o grupo passou a contar com os recursos captados”, ressalta o Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Dr. Francisco Sampaio. Outra forma de incentivo à pesquisa é a JORNIC (Jornada de Iniciação Científica) criada pela Instituição e que está em sua 10ª edição em 2015. O evento é um espaço institucional privilegiado para a apresentação da produção científica (PIC e outras), de troca de experiências e debates para a comunidade acadêmica e os amantes do saber.

PROJETOS DE EXTENSÃO

A

lém do ensino e da pesquisa, o UGB-FERP tem como uma de suas prioridades os projetos de extensão, que tem como público-alvo a sociedade em geral. Por meio da PROPPEX (Pró -Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão), a Instituição desenvolve diversos programas, que atendem pessoas de todas as idades, como o Programa de Atenção à Terceira Idade, Programa UGB Cultural, Programa de Responsabilidade Social, Programa de Direitos Humanos e Programa Acadêmico, cada um com diversas ações relacionadas, totalizando mais de 50 ações anuais. Outra vertente de extrema impor-

tância tanto para os acadêmicos quanto para as comunidades é o PEC (Projeto de Extensão à Comunidade), em que os alunos que estão prestes a se formarem realizam atividades externas, levando seus conhecimentos e projetos às comunidades de cidades da região. “O PEC é uma disciplina de extrema importância para todos os envolvidos. Para o aluno, é importante porque ele tem a oportunidade de colocar em prática todo o conhecimento técnico e científico que adquiriu na faculdade. Já a sociedade é beneficiada com projetos e ações gratuitas, e isso contribui para estreitar os laços com a Instituição”, finaliza Elisa Alcantara.


10 Jornal do UGB

O

INSTITUCIONAL

III Encontro das Engenharias movimenta os campi Barra do Piraí e Volta Redonda

Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB-FERP) realizou no mês de maio o III Encontro das Engenharias, Tecnologias e Inovações do Sul Fluminense. As atividades, voltadas para os alunos dos cursos de Engenharia Civil, Mecânica e de Produção, foram realizadas nos campi Barra do Piraí e Volta Redonda e contaram com palestras, workshops e exposição de equipamentos. Nos dias 18, 19 e 20 o encontro foi realizado no campus Barra do Piraí. A abertura, que aconteceu no auditório, contou com a participação do Coral do UGBFERP. Durante três dias os acadêmicos tiveram a oportunidade de trocar experiências e assistir palestras ministradas por profissionais do SENAI-VR, da INB e das áreas das engenharias ou correlatas. Já as atividades em Volta Redonda foram realizadas nos dias 21 e 22. A abertura aconteceu no Auditório Milton Carlos e contou com a presença da Pró-Reitora de Assuntos Acadêmicos, Elisa Alcanta-

Atividades realizadas no campus Barra do Piraí

Atividades realizadas no campus Volta Redonda

ra. Assim como em Barra do Piraí, a programação também teve palestras de experientes profissionais do mercado regional. Coordenador do curso de Engenharia Civil, Éder José Siqueira comemorou o sucesso do evento e agradeceu o apoio e a confiança de todos os envolvidos. “Quero agradecer a todos, inclusive ao Senai de Volta Redonda, as empresas da região que se dispuseram a participar do evento com materiais e palestras e aos alunos e egressos, que não mediram esforços para participarem desta programação que eleva mais a qualidade dos nossos serviços prestados na formação dos futuros engenheiros”, ressaltou Éder. O III Encontro das Engenharias teve também a participação dos coordenadores Cláudio José Gonçalves de Matos (Engenharia de Produção) e João Hoppe (Engenharia Mecânica), além do diretor do Instituto de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias (ICETE), Júlio Dias.

Trote solidário: alunos de Engenharia doam alimentos à Apae-VR

E

Entrega foi feita pelo coordenador Eder Siqueira e o aluno Jefferson Carlos Silva

m vez de atos de violência, excesso de bebidas alcoólicas e outros tipos de humilhações a que são submetidos os novos alunos que ingressam nas universidades do País, acadêmicos dos cursos de Engenharia, do campus Volta Redonda, deram uma demonstração de civilidade e realizaram um trote solidário nos “calouros”. Ao todo foram arrecadados cerca de 250 quilos de alimentos, que foram doados à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Volta Redonda (Apae-VR) no dia 10 de março. A entrega dos alimentos foi feita pelo coordenador do curso de Engenharia do campus Volta Redonda, Eder Siqueira, e pelo aluno do 3º período do curso de Engenharia de Produção e presidente do Centro Acadêmico de Engenharia (CAE), Jefferson Carlos Silva.

Eder elogiou a atitude dos alunos e sugeriu que o mesmo exemplo fosse seguido por todos. “Todos os alunos estão de parabéns pela iniciativa. Eu mesmo fiz questão de enviar aos alunos do campus Barra do Piraí as fotos da nossa visita à Apae para que eles também possam fazer o mesmo daqui para frente”, disse o coordenador. Diretora do Lar Pestalozzi, que funciona na sede da Apae, no bairro Sessenta, Regina Coeli da Silveira também elogiou a postura dos universitários. “É de grande valia na sociedade a preocupação em fazer algo pela Instituição. Em vez de um trote violento, um trote que contribuiu para a sociedade. E isso só vem a agregar, é uma atitude digna de elogios aos alunos”, ressaltou a diretora.


Jornal do UGB 11

INSTITUCIONAL

U

Acadêmicos de Engenharia Civil visitam a FEICOM–BATIMAT em São Paulo

m grupo de 80 alunos visitou no primeiro semestre a FEICOM– BATIMAT, em São Paulo. A visita foi acompanhada por quatro professores - Izabella Valadão, Felipe Vilela, Aline Gomes e Marco Aurélio - que conduziram os alunos da Engenharia Civil do campus de Barra do Piraí (4º ao 9º período) e do campus Volta Redonda (3º período). O grupo viajou dividido em dois ônibus, com 50% de auxílio de custos patrocinado pelo UGB-FERP. A FEICON BATIMAT é o evento refe-

Alunos de Barra do Piraí e Volta Redonda em visita à Feira da Construção

rência para o setor da construção civil na América Latina. Durante a visita, os acadêmicos tiveram a oportunidade de conhecer os produtos e novas tecnologias lançados no mercado. Simultaneamente ao evento, aconteceu a CONFERÊNCIA FEICON BATIMAT, onde foram promovidos seminários de grandes entidades e empresas referências, além de reunir profissionais de renome nacional e internacional em apresentações técnicas, palestras, painéis de debates e estudos de casos.

Alunos do 9º período realizam exposição de trabalhos Visita Técnica acadêmicos em Barra do Pirai à empresa parcerias como, por exemplo, a im- Guardian lunos do 9º período de En-

A

genharia de Produção, de Barra do Piraí, realizaram dia 23 de maio uma exposição de trabalhos acadêmicos na Praça Nilo Peçanha, no Centro de Barra do Piraí. Os trabalhos expostos ao público são parte dos projetos desenvolvidos na disciplina de Projeto de Extensão à Comunidade (PEC), tendo como objetivo levar informação e conhecimento científico à comunidade local, buscando fomentar e customizar projetos ambientais que tenham características de produção limpa e sustentável, através da aplicação do conceito de Logística Reversa. Durante a exposição foi orientada

Trabalhos foram expostos ao público na Praça Nilo Peçanha, no Centro

a população barrense a forma de reciclar, gerar e energia Renovável e o plantio Sustentável. Dessa iniciativa surgiram várias

plantação de horta comunitária na Escola Estadual Municipalizada Antônio Mauricio, localizada à Rua Felicidade, nº 189, bairro Barreira, em Engenheiro Paulo de Frontin, destinando a implantação do Projeto de Horta Escolar. A exposição foi organizada e orientada pela professora Patrícia Sampaio, contando com a presença do coordenador do curso, engenheiro Cláudio José G. de Matos, da assessora da Pró-Reitoria, professora Maria Luiza, do prefeito do campus Barra do Piraí, João Luiz, e do professor Marco Antonio Santos Silva.

Campus Nova Iguaçu de cara nova

A

Campus recebeu melhorias, com a obra de revitalização interna e externa no prédio

fim de cumprir os planos de melhorias e proporcionar um serviço com melhor qualidade e conforto aos alunos, professores e colaboradores, no ano de 2015 o campus de Nova Iguaçu ganhou nova cara na sua infraestrutura,

com a obra de revitalização interna e externa no prédio. A unidade ganhou área arborizada com paisagismo, novo mobiliário, novos equipamentos de laboratórios, entre outras novidades.

N

o dia 25 de maio, alunos do 4º e 5º períodos realizaram a visita técnica à empresa Guardian, localizada na cidade de Porto Real. A visitação foi acompanhada pelo coordenador do curso, engenheiro Cláudio José Gonçalves de Matos e pelo engenheiro Ronildo Jorge de Oliveira, professor do UGB-FERP e funcionário da empresa. O objetivo foi complementar o Ensino e Aprendizagem, dando ao aluno a oportunidade de visualizar os conceitos analisados em sala de aula. “A visita técnica é um recurso didático-pedagógico que obtém ótimos resultados educacionais, pois os alunos presenciam a prática da organização, tornando o processo mais motivador e significativo para a aprendizagem”, salientou Cláudio.

Visita Técnica à fábrica da Bayer, em Belford Roxo

V

inte e oito alunos, de diversos períodos do curso de Engenharia de Produção, participaram, no dia 26 de maio, de uma visita técnica à empresa Bayer, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Eles foram acompanha-

dos pelo professor Flávio Pires. Na empresa os acadêmicos tiveram a oportunidade de conhecer o funcionamento, suas linhas de produção, laboratório e armazéns, agregando valor ao conhecimento teórico obtido em sala de aula.

“É muito importante os alunos conhecerem uma empresa multinacional, sua organização e técnica. A receptividade dos profissionais da empresa foi um ponto forte a ser destacado”, afirmou o professor Flávio.


12 Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

Semana Acadêmica de Letras

D

A Professora Doutora Maria Eugênia Lamoglia Duarte (UFRJ) com o coordenador Alexandre Batista

e 25 a 29 de maio foi realizada no Auditório I, no campus Volta Redonda, a Semana Acadêmica de Letras. O evento contou com palestras e mesa redonda, com a participação de alunos e professores do UGB-FERP e de outras instituições. A abertura da Semana Acadêmica foi feita pela diretora do Instituto Superior de Educação (ISE), Professora Mestre Conceição Panizzi. Em seguida aconteceu o Seminário de Língua Inglesa, com a palestra “Questioning the English

Language Education in Brazilian School”, com o Mestre em Letras Vernácula (UFRJ), professor Alexandre Batista. Logo após foi ministrada a palestra “Word English: A Challenge for Teachers?”, com o Professor Mestre Paulo Lúcio Scheffer Lima (UERJ). Já no dia 26 foi realizado o I Seminário do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), com o tema “O Livro Didático de Português em Questão”. De 27 a 29 aconteceu o I Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários do UGB-FERP.

Durante os três dias de atividades foram promovidas mesas redondas com diversos profissionais. O encerramento contou com a participação da Professora Doutora Maria Eugênia Lamoglia Duarte (UFRJ). O coordenador do curso de Letras, Alexandre Batista, falou sobre o sucesso do evento. “Os alunos tiveram a oportunidade de ter contato com as pesquisas de todos os professores do curso e dos professores convidados. Aproveito para agradecer todo o apoio da direção do Instituto e da Reitoria”, finalizou Alexandre.

Alunos participam de mais uma edição do Lingo Day

N

o dia 31 de março foi realizada no campus Volta Redonda mais uma edição do Lingo Day, evento que tem como finalidade principal promover a Lingo Escola de Idiomas à comunidade interna do UGB-FERP. Os alunos do Colégio de Aplicação (CAP) participaram das atividades dos turnos da manhã e tarde. À noite, os alunos dos cursos de graduação também foram envolvidos. Foram realizadas atividades lúdicas demonstrando a importância de se expressar em Língua Inglesa. Cada atividade competitiva conferia prêmio aos vencedores, que eram normalmente os alunos com mais desenvoltura oral na realização de tarefas, como: responder a perguntas de conhecimentos gerais, saber determinada classe de vocabulário, completar frases, en-

Professor Paulo Lúcio coordena as atividades com os estudantes tre outras. Vários funcionários do UGB-FERP ajudaram na realização do evento e alguns até participaram das brincadeiras. O professor Paulo Lúcio Scheffer Lima explica que num mundo

globalizado, onde a Língua Inglesa assume o papel de Língua Universal, é importante mostrar à comunidade acadêmica a necessidade de se adequar à realidade de cidadãos globais que se comunicam

em inglês, para que cada um possa interagir melhor em situações de trabalho, estudos e convivência, aproveitando melhor todas as oportunidades disponíveis. “Também é importante ressaltarmos que é possível adquirir formação em Inglês no próprio UGBFERP (campus Volta Redonda), contando com ensino de qualidade em um ambiente agradável e apropriado. Nossas aulas são ministradas no Laboratório de Idiomas, no bloco 2, com recursos de multimídia que valorizam a aprendizagem através de elementos visuais e auditivos, favorecendo assim um ambiente de interação, onde a comunicação em Língua Inglesa é prática constante de uma metodologia moderna e eficaz”, afirmou Paulo Lúcio.

UGB-FERP na II Bienal do Livro de Volta Redonda

O

Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB-FERP) participou como expositor na II Bienal do Livro de Volta Redonda. O evento, promovido pelo Instituto Dagaz, foi realizado de 7 a 10 de maio, no Condomínio Cultural, no bairro Volta Grande. A Bienal teve como tema principal a “Diversidade”. Durante todos os dias houve exposição, venda de livros, atividades para crianças, espaço de debates, contação de histórias, re-

creação, entre outras atividades. O Assessor do Núcleo de Comunicação, Sidcley Porto, comentou sobre a ação realizada durante a Bienal. “Foi uma experiência muito proveitosa. Recebemos a visita de muitas pessoas, de várias idades. As crianças puderam ler livros e fazer pinturas. Já os adultos tiveram a oportunidade de conhecer os nossos cursos e a estrutura que oferecemos”, afirmou.


Jornal do UGB 13

INSTITUCIONAL

Curso de História: Aprendizagem, Ensino e Pesquisa

O

curso de História realizou diversas atividades nesse 1º semestre de 2015, que contaram com ampla participação de professores e acadêmicos, além de expressivo público externo. Essas atividades envolveram ações de Pesquisa, Ensino e Aprendizagem, propiciando ricos momentos de reflexão. Para recepcionar os novos alunos, em fevereiro, o curso organizou uma mesa redonda sobre a conjuntura nacional e mundial. Em abril, os acadêmicos participaram de uma aula passeio, com orientação do professor Antônio Carlos, na cidade de Valença, importante Centro Cafeeiro do Período Imperial. Em maio, o curso realizou sua tradicional Semana Acadêmica, que esse ano teve como tema “70 anos da 2ª Guerra Mundial’, com a participação de Aleksander Lacs, de 87 anos, que proferiu uma emocionada palestra de abertura sobre como sobreviveu nos campos de concentração nazista, além de palestras sobre o cenário brasileiro na época da 2ª Guerra e a atuação da FEB (Força Expedicionária Brasileira) no

Sobrevivente do holocausto, Aleksander Lacs falou sobre o sofrimento nos campos de concentração

conflito. Ainda em maio, o curso organizou mais uma Edição do projeto “Passando em um Concurso Público”, que incluiu a aplicação de um simulado com questões de concursos públicos. Os alunos ainda participaram de diversas outras atividades, que tornaram as aulas mais dinâmicas e interativas, como o projeto “História e Literatura Africana’, com as professoras Tânia Bassi e Olímpia, além de dois Juris Simulados sobre os personagens históricos de

Colombo e Lutero, e uma pesquisa de campo sobre o ciclo do café, organizados pelo professor Carlos Renato. Os acadêmicos do curso participam ativamente do PIBID e do PIC. As atividades não param por aí e para o próximo semestre estão previstas a Excursão Acadêmica, no dia 30 de agosto, o Seminário ‘Religião e Política’, em parceria com a UFRJ, no dia 19 de setembro, além do Encontro de História Regional, do Encontro de Comunicações Discentes e a Festa de Confraternização.

Acadêmicos participaram de uma aula passeio em Valença, importante Centro Cafeeiro do Período Imperial


14 Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

Emoção marca a formatura das primeiras turmas do Pronatec

O

Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB-FERP) realizou de 25 a 29 de maio, no Auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda, a colação de grau das primeiras turmas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Ao todo 226 alunos receberam o diploma dos cursos técnicos em Meio Ambiente, Paisagismo, Design de Interiores e Logística. O Pronatec foi criado pelo Governo Federal com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, além de contri-

Turma de Técnicos em Logística

Turma de Técnicos em Meio Ambiente buir para a melhoria da qualidade do Ensino Médio Público. O curso teve duração de um ano e, para Antônio da Silva, formado em técnico em Paisagismo, foi uma experiência muito proveitosa. “Eu já tinha algumas curiosidades nessa área, mas o curso acrescentou muito na minha formação. O curso foi muito bom, com ótimos professores, e só tenho a agradecer pela oportunidade”, afirmou. Os cursos tiveram como coordenadores os professores Valdir Pantuza (Logística), André Rodrigues (Compu-

tação Gráfica), Yone Ravaglia (Design de interiores e paisagismo) e Leandro Ribeiro Nogueira (Meio Ambiente). Já a equipe administrativa é formada pela coordenadora-geral Suzy Pereira Ramos de Almeida, a secretária de cursos Fernanda de Almeida da Costa Lima e o auxiliar administrativo Cícero Gonzaga da Silva Júnior. O curso de Computação Gráfica e a segunda turma de Logística concluirão as aulas dia 15 de setembro, mas ainda não foi definida a data da colação de grau. A Pró-Reitora de Assuntos Acadê-

Turma de Técnicos em Paisagismo micos, Elisa Alcantara, destacou a importância dessa experiência para a Instituição. “Foi uma experiência muito proveitosa, excelente, principalmente pelo fato do curso ter usado os recursos, os professores e toda a estrutura de excelência que dispomos. Fiquei muito feliz também em ver na formatura a emoção e a gratidão dos alunos e familiares, saber o quanto foi importante essa conquista. E agora ficamos na expectativa de que outras turmas sejam abertas e beneficiem mais pessoas futuramente”, finalizou Elisa.

Turma de Técnicos em Design de Interiores

Alunos do curso de Logística do Pronatec expõem trabalhos no campus Volta Redonda

A

lunos do curso de Logística do Pronatec realizaram de 26 de março a 1º de abril uma exposição de trabalhos no hall do Acesso A, no campus Volta Redonda. Alunos de duas turmas foram divididos em 14 equipes e confeccionaram maquetes com sete temas diferentes. Os trabalhos atraíram olhares e a curiosidade de várias pessoas, de diversas idades e cursos, que passaram pelo local durante a exposição. Os alunos explicaram que, por orientação dos professores, os trabalhos foram distribuídos em sete temas. Durante a visita do público, os alunos comentaram

sobre a importância da tarefa. “É uma experiência muito proveitosa para nós. Nosso trabalho envolveu cinco matérias, que foram realizadas tanto na sala de aula quanto na parte física, no caso da confecção da maquete”, afirmou Dirceu Araújo dos Santos, aluno do segundo período. Companheiro de Dirceu no trabalho sobre o tema “Logística Reversa de Garrafas Pet”, Marcelo da Silva Oliveira também fez um balanço positivo da ação. “Acrescentou muito para nós poder realizar esse trabalho”, finalizou. Trabalhos em maquetes foram expostos no hall do Acesso A


Jornal do UGB 15

INSTITUCIONAL

E

vento teve apresentações de dança com a participação de 600 alunos O Colégio de Aplicação (CAP) realizou no dia 13 de junho a terceira edição do Festival de Inverno. O evento reuniu cerca de duas mil pessoas, entre alunos, pais, funcionários e visitantes. Além de atrações como barracas com comidas e bebidas e brincadeiras, o público teve a oportunidade de assistir a 15 apresentações de dança, com a participação de 600 estudantes, do maternal ao terceiro ano do ensino médio. Todas as apresentações foram baseadas em filmes, já que este ano o festival abordou o tema “Os 120 anos do cinema”. Na opinião de Renato Gomes, pai de dois alunos do CAP, as festas realizadas no interior da escola contribuem para a interação dos responsáveis com os

Festival de Inverno do CAP reúne cerca de duas mil pessoas professores e funcionários da instituição, além da aproximação entre os pais e outros responsáveis, sendo não somente momentos de lazer, mas também de aprendizado e promoção de cultura.

Dia das Mães no CAP

brancinhas e para algumas turmas houve café da manhã”, afirmou a orientadora pedagógica Daniela Natividade. A organização do evento agradou os pais, que destacaram a oportunidade

de interagir com os filhos. “Nós nos divertimos muito, especialmente na apresentação, que foi maravilhosa. Além de estarmos próximos dos filhos, também pudemos interagir com outras mães e outras crianças para comemorar essa data especial”, disse uma mãe. Nayara Alcantara, uma das organizadoras do evento, ainda ressaltou a importância do momento. “A escola é uma extensão da gente, uma extensão da família. O objetivo do encontro com as mães de nossos alunos é o fortalecimento dos vínculos familiares e da parceria com a escola”, afirmou.

zagem de múltiplos saberes e de interação, onde os conteúdos aprendidos são apresentados com criatividade e criticidade pelos alunos. Ao todo foram 22 projetos expostos em diferentes salas, com apresentação simultânea. Entre os temas abordados destacaram-se: Sistema Solar, Robótica, Água, Curiosidades Matemáticas, Mistérios da Física, Fotônica

e a Luz, Dinossauros e Alimentação. O diretor geral do CAP, professor Carlos Roberto, o Gulô, destacou a importância do evento para o desenvolvimento dos alunos. “Os objetivos que foram traçados no passado se pautaram em oportunizar, através da Feira, um espaço de aprendizagem dos conteúdos didáticos. Hoje, além de aproximar os nossos alunos da tecnologia e dos saberes educacionais, desejamos proporcionar uma reflexão acerca da sustentabilidade e de todas as questões sociais que estão em voga. A feira foi aberta ao público em geral e eu gostaria de agradecer aos alunos, funcionários e familiares que vieram prestigiar e conhecer um pouco mais do trabalho do CAP/UGB”, afirmou Gulô.

O

Dia das Mães muitas vezes é lembrado apenas como forma de agradar com presentes, porém existem outros valores que devem ser lembrados. Mães e responsáveis por alunos do CAP/UGB participaram, com seus filhos, no mês de maio, de diversos eventos relacionados à data. “Realizamos atividades de integração entre crianças e responsáveis que ocupam, na vida de nossos alunos, o papel materno, desde a Educação Infantil até o 9º ano. Fizemos apresentações musicais, lem-

Atividades de integração entre crianças e responsáveis no Auditório Milton Carlos

EDUCAP 2015 é um sucesso

O

Colégio de Aplicação do UGBFERP, ciente da relevância de estimular nos alunos a pesquisa científica e tecnológica, com responsabilidade e com o foco no desenvolvimento sustentável, retornou esse ano com o EDUCAP, que é uma tradicional exposição dos projetos desenvolvidos na escola a partir dos conteúdos estudados. A feira de educação aconteceu no dia 10 de julho, das 8h30 às 18h, no Bloco III, do UGB, na unidade de Volta Redonda. Foram expostos trabalhos desde o maternal até o 3º ano do Ensino Médio. O EDUCAP é um espaço de aprendi-

“A festa foi muito divertida e prazerosa. É muito bom poder ver as crianças se unindo em torno de um objetivo, trabalhando em equipe, seja na montagem das barracas, das turmas ou nos momentos lúdicos proporciona-

dos pelas brincadeiras e danças. Essa aproximação com a escola e sua equipe para nós, pais, contribuiu para a construção de uma relação segura e de extrema confiança”, ressalta Gomes. Para o diretor geral do CAP, Carlos Roberto Ferreira, o Gulô, a terceira edição do Festival de Inverno foi um verdadeiro sucesso. “Os alunos estavam muito envolvidos. As barracas foram decoradas pelas turmas, e os espaços externos com trabalhos produzidos por eles nas aulas de arte. Eles estavam orgulhosos de suas produções e nós, da equipe, também. As danças também foram muito bem ensaiadas e encantaram e emocionaram as famílias. Acreditamos que eventos como esse marcam a vida escolar das crianças e fazem com que estas gostem mais do espaço escolar”, avalia Gulô.

A educação infantil no Colégio de Aplicação “Aprender brincando”. Esse é o lema da Educação Infantil do CAP UGB. Utilizando a pedagogia de projetos, baseada nos centros de interesses dos próprios alunos, os nossos professores contribuem para o desenvolvimento pleno de nossos alunos. Além de atividades dirigidas, como desenho, modelagem, pintura, recorte e colagem, entre outras, o CAP oferece também aulas de Inglês, Música e Educação Física. De acordo com a direção da escola, o trabalho realizado na educação infantil do CAP procura desenvolver nos alunos autonomia, auto estima, habilidades motoras, o conhecimento do próprio corpo, a busca pela identidade, além de estimular o respeito pelo meio ambiente e promover relações sociais mais fraternas e éticas. Para que o desenvolvimento da criança seja pleno, é de fundamental importância que a criança esteja feliz no espaço escolar. Para o alcance desta desafiadora tarefa, o CAP conta com profissionais altamente qualificados, uma excelente infraestrutura e um acompanhamento pedagógico sistemático e focado no desenvolvimento infantil.


16 Jornal do UGB

INSTITUCIONAL

Redução da Maioridade Penal é tema de debate do curso de Serviço Social

C

omo parte das comemorações pelo Dia do Assistente Social, o curso de Serviço Social promoveu uma mesa de debate com o tema “Redução da Maioridade Penal: a favor ou contra?”. O evento foi realizado no dia 13 de maio, no auditório Milton Carlos, no campus Volta Redonda. Além dos acadêmicos e egressos do curso de Serviço Social, alunos do curso de Direito e convidados também participaram do debate, estimando um público de mais de 200 participantes. A abertura foi realizada pela coordenadora do curso de Serviço Social, professora Elizabeth Machado

O

Afonso Henrique, promotor de Justiça de Infância e Juventude

Professor Eduardo Tadeu Lobo Teixeira fazendo a sua explanação no evento

do Nascimento. Já o debate foi mediado por Sabrina Alves de Farias, assistente social do Ministério Público e docente do UGB-FERP. O primeiro a fazer a explanação sobre o tema foi Eduardo Tadeu Lobo Teixeira, especialista em Direito Processual e docente do curso de Direito do UGB-FERP (Direito Penal). Em seguida quem usou a palavra foi Afonso Henrique Reis Lemos Pereira, promotor de Justiça de Infância e Juventude da Comarca de Resende. Quem finalizou debatendo o assunto foi a professora do UGB-FERP Ariane Rego de Paiva, assistente social e Doutora em Política Social. Após as explanações dos integrantes da mesa, foi aberto espaço para que o público pudesse debater a questão e fazer perguntas aos especialistas.

Campus Barra do Piraí recebe evento regional

curso de Serviço Social, em parceria com as Secretarias Municipais de Assistência Social dos municípios de Barra do Piraí, Mendes, Rio das Flores e Valença, promoveu no dia 25 de maio um evento em comemoração ao Dia do Assistente Social. As atividades aconteceram no campus Barra do Piraí. A programação teve abertura com uma apresentação do Coral CRAS Juparanã (Valença), com a regência do

maestro Lucas. Em seguida teve início o curso “AVANÇOS E DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL”, coordenado pela professora Geovana Silva (doutoranda em Serviço Social pela PUC-RJ), docente do UGBFERP e coordenadora de Programas Sociais na entidade Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro. Às 18 horas os convidados participaram de um coffee breack e, em

seguida, foi ministrada uma palestra com o tema “PESSOA COM DEFICIÊNCIA SOB À LUZ DA CONVENÇÃO DA ONU SOBRE O DIREITO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA”, pelo Assistente Social Márcio Rodrigues (Prefeitura de Rio das Flores), ex-superintendente de Políticas para Pessoas com Deficiência do Estado do Rio de Janeiro e ex-vice-presidente do Conselho Estadual de Integração para a Política da Pessoa com

Deficiência. Coordenadora do curso de Serviço Social, a professora Elizabeth Machado do Nascimento afirmou que a atividade superou as expectativas. “Foi um evento muito proveitoso, com a participação de profissionais de prefeituras da nossa região. Foi uma oportunidade de trocar experiências e de falar sobre nosso campo de atuação”, disse Elizabeth.

Jornal UGB 2015  

Jornal Institucional do UGB - Agosto de 2015

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you