Issuu on Google+

LECTORIUM ROSICRUCIANUM ESCOLA INTERNACIONAL DA ROSACRUZ ÁUREA TRABALHO PÚBLICO · CURSO DE INTRODUÇÃO MÓDULO 1 · TEMA 4

O CHAMADO DO ESPÍRITO

O homem está, devido ao seu tipo, ao seu ser e à sua natureza, sempre ocupado em construir algo. Nós estamos continuamente ocupados em realizar algo. O homem é, portanto, realmente um livre-maçom. Ele é absolutamente capaz disso devido às suas faculdades. […] Cada homem constrói para si uma morada. (J. van Rijckenborgh, em A Rosacruz Vivente)

ma semente, para irromper e maturar, necessita de alimento, água e luz. O mesmo acontece com a semente espiritual que o ser humano carrega dentro das profunde­ zas de seu ser. O despertar desse princípio espiritual, denominado «rosa-do-coração», é comparável à gestação de um bebê: necessita de cuidados, alimento e proteção.

U

Para aproximar-nos do maravilhoso mistério do desabrochar da rosa, em primeiro lugar devemos considerar que tudo é vibração, tal como hoje a Ciência bem reconhece. Desde a substância mais densa até a mais sutil, tudo tem uma freqüência ou chave vibratória que está em consonância com suas possibilidades de manifestação. Um gás, por exemplo, possui características de variabilidade de tamanho e forma diferentes daquelas da matéria sólida, pois seu estado vibratório é maior. Assim como os olhos somente podem perceber a faixa do espectro eletromagnético correspondente à luz visível e os ouvidos apenas podem captar ondas acústicas na faixa de freqüências entre 20 Hz e 20.000 Hz, assim também a consciência do ser humano apenas é sensível a determinada gama vibratória. Sem dúvida, existem muitos estados vibratórios além dos que se pode abranger com os sentidos. Um dos princípios fundamentais da Física diz que «qualquer onda é produzida por uma fonte». Essa onda parte da fonte que a originou e propaga-se pelo espaço ao longo do tempo até que seja captada por um receptor que, ao encontrar-se em uma freqüência vibratória semelhante à da fonte, entre em ressonância com ela. Pois bem, com o exposto, 1


LECTORIUM ROSICRUCIANUM

CURSO DE INTRODUÇÃO · MÓDULO 1 · TEMA 4

provavelmente o leitor poderá compreender agora que a rosa-do-coração é mantida e alimentada por um campo eletromagnético cuja freqüência está inteiramente de acordo com sua natureza e que difere em muito do estado vibratório da matéria comum. Por isso, essa centelha espiritual necessita de um alimento muito especial, que não se encontra nos reinos conhecidos desta natureza em que vivemos. Esse alimento espiritual são os éteres santos, que procedem do reino original que envolve e sustenta toda a criação. Na terminologia cristã, essa radiação procedente do reino original é denominada: «a força imaculada do Espírito Santo Sétuplo». Semelhante atrai semelhante. O Espírito Santo chama o que é de sua mesma condição. E em consonância com esse chamado surge uma resposta: Deus chama, e a rosa direci­ ona-se para ele. No entanto, isso não ocorre de forma simplesmente automática, pois há algo que se opõe a esse processo de chamado e resposta, neutralizando-o, da mesma maneira que uma parede de chumbo ou de concreto é capaz de reter a radioatividade. Podemos compreender facilmente essa lei universal se observarmos o funcionamento de uma bússola. A agulha imantada orienta-se com facilidade na direção do norte do campo magnético de nosso planeta. Sem dúvida, se a bússola for submetida à influência de outros campos magnéticos (por exemplo, colocada perto de um ímã, de um motor ou de uma tela de computador), a agulha perde sua orientação natural e se desvia. Isso é o que ocorre com o princípio espiritual latente no ser humano. De modo natural, ele deveria orientar-se para o que é de sua mesma natureza, o Espírito, e indicar para a alma o rumo que deveria seguir. Mas o princípio egocêntrico na personalidade atua como um forte ímã, e eleva-se como direcionador do microcosmo, enredando a alma no mundo do espaço-tempo e criando obstáculos para seu direcionamento para o Espírito. Portanto, podemos compreender por que, neste mundo do espaço-tempo, a rosa-do­ -coração necessita de um campo eletromagnético que a alimente e guie em seu processo de renascimento. Os rosacruzes clássicos denominavam esse campo vibratório de Casa Sancti Spiritus  a Casa «do Espírito Santo», ou seja, um campo de força purificador e santificante. A Escola Internacional da Rosacruz Áurea é parte desse campo de vibração vivo que é bem diferente do campo da natureza terrestre. Nesta natureza  tanto no Aquém como no Além  atuam forças impeditivas, que impelem o homem a buscar prazer, sucesso, riqueza e poder  cujas conseqüências sempre são caos e destruição. Quando um grupo de homens consegue permanecer livre desses impulsos, abre-se diante deles um novo caminho: um caminho rumo ao reino a que Jesus se refere da seguinte maneira: Meu reino não é deste mundo!» 2


LECTORIUM ROSICRUCIANUM

CURSO DE INTRODUÇÃO · MÓDULO 1 · TEMA 4

A atividade da Escola da Rosacruz Áurea reforça as leis e forças do campo do Espírito Santo que atuam sobre a humanidade, mantendo-se como um apoio firme para quem, em verdade, deseja direcionar-se para o Espírito. O caminho indicado pela Rosacruz Áurea caracteriza-se por uma nova atitude perante a vida. O silêncio interior e o desapego ao antigo acarretam uma transformação profunda na consciência do ser humano, devido à purificação que se opera nos diversos planos de sua vida. À medida que vai percebendo que há luz em seu interior, o verdadeiro rosacruz poderá irradiá-la para os demais e servir-lhes de ajuda. Na próxima carta, serão explicadas as bases universais do ensinamento da Rosacruz Áurea, para que o leitor possa compreender melhor o processo de iniciação, que retira o homem da prisão da multiplicidade e o reencaminha para a unidade.

Atenciosamente, Seus amigos do Trabalho Público do LECTORIUM ROSICRUCIANUM Escola Internacional da Rosacruz Áurea

3


Modulo_1_Tema_4