Page 1

A COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA NO CONTEXTO DE OUTRAS ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAL 1 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


A CPLP inclui Angola, Brasil, Cabo Verde, GuinéBissau, Moçambique Portugal, São Tomé e Príncipe e o Timor-Leste

A CPLP É UMA ORGANIZAÇÃO ASSINADA ENTRE PAÍSES LUSÓFONOS INSTIGANDO A ALIANÇA E A AMIZADE ENTRE OS SIGNATÁRIOS. COM SEDE EM LISBOA, FOI CRIADA EM 17 DE JULHO DE 1996 PELOS SETE PAISES NO QUADRO ACIMA (SEM O TIMOR LESTE, QUE NO ANO DE 2002 APÓS CONQUISTAR INDEPENDÊNCIA, FOI ACOLHIDO COMO PAÍS INTEGRANTE). 2

LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR


A CPLP integra também outras associações INTEGRANTES DO MERCOSUL ORIGINÁRIO: ARGENTINA, BRASIL, URUGUAI E PARAGUAI (E ESTADOS ASSOCIADOS: BOLIVIA, CHILE, PERÚ, ECUADOR E COLOMBIA). O CASO DA VENEZUELA FICA ESTABELECIDO PELO ARTIGO 20 DO TRATADO DE ASUNCÃO, QUE EXPRIME A POSSIBILIDADE DE ADHESÃO DOS OUTROS MEMBROS DA ASOCIAÇÃO LATINOAMERICANA DE INTEGRAÇÃO (ALADI).

•Mercosul •SADC.

Integrantes SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral): Angola, Botsvana, Ilhas Maurícia, República Democrática do Congo, Lesoto, Malávi, Moçambique, Namíbia, Seicheles, África do Sul, Suasilândia, Tanzânia, Zâmbia, Zimbabué. LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR

3


CEEAC (Comunidade Económica dos Estados da África Central): Angola, Burundi, Camarões, República CentroAfricana, Chade, República Democrática do Congo, República do Congo, Guiné Equatorial, Gabão, Ruanda, São Tomé and Príncipe •CEEAC •CEDEAO

CEDEAO (COMUNIDADE ECONÓMICA DOS ESTADOS DA ÁFRICA OCIDENTAL): BENIN, BURKINA FASO, CABO VERDE, COSTA DO MARFIM, GÂMBIA, GANA, GUINÉ-BISSAU, GUINÉ-CONACRI, LIBÉRIA, MALI, NIGER, NIGÉRIA, SENEGAL, SERRA LEOA E TOGO 4 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


NA UNIÃO EUROPÉIA:ALEMANHA, ÁUSTRIA,BÉLGICA, BULGÁRIA CHIPRE DINAMARCA ESLOVÁQUIA ESLOVÉNIA ESPANHA, ESTÓNIA FINLÂNDIA FRANÇA GRÉCIA HUNGRIA IRLANDA ITÁLIA LETÓNIA LITUÂNIA LUXEMBURGO MALTA PAÍSES BAIXOS POLÓNIA PORTUGAL REINO UNIDO REPÚBLICA CHECA ROMÉNIA SUÉCIA

•UE •UA

Na União Africana: Argélia, Angola, Benin, Botsvana, Burkina Faso, Burundi, Camarões, Cabo Verde, República Centro-Africana, Chade, Comores, Congo, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Djibuti, Egipto, Guiné Equatorial, Eritréia, Etiópia, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné-Conacri, Quénia, Lesoto, Libéria, Líbia, Madagáscar, Malavi, Mali, Mauritânia, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Níger, Nigéria, Ruanda, República Árabe Saharaui Democrática, São Tomé e Príncipe, Senegal, Seicheles, Serra Leoa, Somália, África do Sul, Sudão, Suasilândia, Tanzânia, Togo, Tunísia, Uganda, Zâmbia, Zimbabué. 5 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


Observadóres Associados A República da Guiné Equatorial e a República de Maurícia, ambos os países foram admitidos como tais no decorrer da VI Conferência de Chefes de Estado e de Governo (Bissau, Julho 2006). Senegal teve a formalização da admissão (Lisboa, Julho 2008) como observador associado.

ALGUNS OBSERVADORES CONSULTIVOS: COMISSÃO INTERPAÍSES BRASIL-PORTUGAL E DEMAIS PAÍSES DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA, ASSOCIAÇÃO DOS COMITÉS OLÍMPICOS DE LÍNGUA PORTUGUESA, CÍRCULO DE REFLEXÃO LUSÓFONA, FUNDAÇÃO LUSO-BRASILEIRA, ETC. 6 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


OUTROS TERRITÓRIOS QUE TINHAM FORMADO O IMPÉRIO PORTUGUÊS

7 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


ETIOPÍA ENTRE OS SÉCULOS XV E XVI, OCUPADA DEPOIS PELA FRANCA E O REINO UNIDO. ZAMBIA (BREVEMENTE OCUPADA NO XIX, MAS NÃO RECONHECIDA NOS TRATADOS INTERNACIONALES. CABINDA (ATUAL ANGOLA), FOI PROTETORADO ATÉ O 1975. TAMBÉN PERTENCERAM AS IHLÃS DE SANTA ELENA Y TRISTAO DA CUNHA (HOJE FAZEM PARTE DO REINO UNIDO.

8 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


9

GUINÉ EQUATORIAL E MAURÍCIA

Alguns países da África têm idiomas crioulos derivados do português, graças à presença portuguesa no continente desde o século XV. Os seus governos buscaram, mesmo assim, obter o estatuto de Observador Associado e obtiveram-no em 2006. A Guiné Equatorial adotou em 2007 o português como língua oficial (já tinha o francês e espanhol) para ascender plenamente ao estatuto de membro da CPLP, o que aconteceu a partir de 1 de Janeiro de 2009. LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR


NA ÍNDIA DAMÁN E DIU, DADRA E NAGAR HAVELI E GOA. TAMBÉM ALGUNS TERRITÓRIOS DO BORNEO, INDONESIA E JAPÃO, NOS QUE PORTUGAL ESTABELECEU SÓ PONTOS COMERCIAIS COMO MALACA, AS ILHAS MOLUCAS E NAGASAKI (FUNDADA PELOS PORTUGUESES EM 1570). COM O TEMPO, FORAM INDO REDUCIDOS E SÓ PERMANEÇEU GOA, MACAO E SUA ANTIGA POSIÇÃO NO TIMOR ORIENTAL.

10 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


11

MAÇAU-CEILAO (ATUAL SRI LANKA)

•Foi o último território ultramarino português a ser descolonizado, devolvido à China em 1999. •O português é uma das línguas oficiais (depois do Chinês e o Mandarim). O pedido para a obtenção do estatuto de "Observador Associado" não foi ainda efectuado pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau-RAEM, entretanto em 2006 a CPLP fez um convite da RAEM tornar-se membro observador. LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) MCGB_BR@YAHOO.COM.BR


NA AMÉRICA 12 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX


13

O Movimento Lusófono galego defende a ingressão de Galiza na CPLP.

GALIZA Ampla tradição de filólogos e romanistas internacionais afirmam que a língua de Galiza é Português. O movimento Lusófono surge após um Decreto-Lei espanhol em 1983 que separa a língua do sistema ortográfico internacional, e apanha rasgos identitários da ortografia espanhola como o ñ em vez do nh. Esa norma criada na década de 80[8] continua a ser promulgada pelo Governo Regional da Galiza e reprime[9] a todos os cidadãos que utilizarem a normal internacional do português. Junta da Galiza, tem assinalado a vontade de estudar a possível entrada da Galiza na CPLP. Embora haja coletivos que defendam a integração, só há três a nível nacional que a defendam abertamente: Associação de Amizade Galiza-Portugal, AGAL e o Movimento Defesa da Língua, assim como, o Movimento Internacional Lusófono. LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR


14

IMPORTÂNCIA DA CPLP

O povo luso-falante atinge mais de 244 millões no mundo, compartilhando algumas características culturais e históricas. Desde a sua mesma constituição a CPLP tem reagido para solucionar problemas em Santo Tomé e Príncipe e em Guinea-Bissau (por causa dos coups em ambos os países). A ajuda dada para estes foi reformas económicas (no caso de Santo Tomé) e democráticas (no caso de Guinea-Bissau).

LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR


OS LÍDERES DA CPLP PROCURAM A PAZ EM ANGOLA E MOZAMBIQUE, COMO A INDEPENDÊNCIA DO TIMOR ORIENTAL. ISSO FAVORECERÁ O DESENVOLVIMENTO DA MESMA CPLP E A CONSOLIDAÇÃO DA COOPERAÇÃO MULTILATERAL. MUITA CRIANÇA NA ÁFRICA LUSÓFONA E O TIMOR ORIENTAL NÃO ESTÁ ESCOLARIZADA. PORTUGAL E BRASIL TENTAM AJUDAR ESSAS REGIÕES PARA ACRESCENTAR O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA. ESTO PROCURA TORNAR O PORTUGUÉS IMPORTANTE NO ÁFRICA MERIDIONAL, E QUE TAMBÉM SEJA ENSINADO EM NAMIBIA Y SUDÁFRICA.

15 (ERFDB) - MCGB_BR@YAHOO.COM.BR LIC.MARIA CELESTE GIGLI BOX

Os Países da CPLP no Contexto Internacional  

Resenha da situacao dos paises da CPLP no contexto internacional: Melhoras e assuntos pendentes.