Issuu on Google+

Título: Mercado de veículos mostra queda de 12,6% em julho Autor: Eduardo Laguna Coluna: EMPRESAS Nome do Veículo: VALOR ECONÔMICO Cidade: SÃO PAULO País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: B6 Estado: SP Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Jornal Valor --- Página 6 da edição "17/07/2013 1a CAD B" ---- Impressa por ivsilva às 16/07/2013@21:07:09 Jornal Valor Econômico - CAD B - EMPRESAS - 17/7/2013 (21:7) - Página 6- Cor: BLACKCYANMAGENTAYELLOW Enxerto

B6

|

Valor

|

Quarta-feira, 17 de julho de 2013

Empresas | Indústria Farmacêutica Empresa nasce com US$ 300 milhões em caixa para projetos de desenvolvimento de medicamento

EMS cria a Brace Pharma para atuar nos EUA Mônica Scaramuzzo De São Paulo O grupo EMS colocou em prática seu plano para atuar nos Estados Unidos. A farmacêutica brasileira criou a Brace Pharma, com objetivo de fazer investimentos em medicamentos em desenvolvimento no mercado americano. O laboratório nacional quer investir em projetos a partir de moléculas consideradas promissoras. Essa recém-criada companhia tem em caixa US$ 300 milhões, afirmou ao Valor Mário Nogueira, vicepresidente institucional corporativo da EMS Participações. A companhia já avalia os projetos nos quais pretende fazer apor-

tes e vai defini-los nos próximos meses. Tradicionais farmacêuticas internacionais costumam fazer investimentos em empresas que desenvolvem moléculas consideradas promissoras para o desenvolvimento de importantes medicamentos, dividindo riscos e lucros. E a EMS quer fazer parte desse negócio gigantesco que movimenta bilhões de dólares nos EUA. A Brace Pharma poderá fazer aportes em empresas que desenvolvem esses potenciais medicamentos sozinha ou em co-parceria, afirmou Nogueira. Para compor o “board” do comitê científico da Brace Pharma, o empresário Carlos Sanchez, controlador do grupo nacional, convi-

.

DADO GALDIERI/BLOOMBERG

dou o médico austríaco Eric Richard Kandel, que ganhou em 2000 o prêmio Nobel de medicina, em parceria com o sueco Arvid Carlsson e o americano Paul Greengard, pela descoberta envolvendo a transmissão de sinais entre células nervosas no cérebro humano. O cardiologista Jorge Kalil também faz parte desse comitê. A farmacêutica brasileira, a maior companhia produtora de genéricos do país, se incluídas suas empresas controladas, tem planos ambiciosos também para o mercado interno. No Brasil, os projetos de expansão incluem investimentos de cerca de R$ 600 milhões na construção de quatro novas fábricas — uma delas em Manaus (AM),

farmacêutica para produzir biossimilares, empresa na qual possui 25% de participação. Com faturamento líquido de cerca de R$ 2 bilhões em 2012 e lucro líquido de R$ 269,4 milhões, a companhia, que tem incomodado seus principais concorrentes dentro e fora do país, garantiu este ano a posição de vice-liderança no mercado latinoamericano em receita, atrás da francesa Sanofi. Até o ano passado, a farmacêutica ocupava a terceira posição, mas desbancou a suíça Novartis, tornando-se a segunda maior da região, de acordo com a empresa, citando os dados da consultoria IMS Health. Os planos para deixar de ser

uma empresa genuinamente produtora de genéricos para partir para inovação começaram a ser traçados há cinco anos por Carlos Sanchez. A companhia já colocou no mercado o medicamento Patz, indutor de sono, fruto de inovação incremental (medicamento novo com patente desenvolvido a partir de um princípio ativo já conhecido). Outros projetos nesse mesmo sentido estão no “pipeline” da empresa (em desenvolvimento). Atualmente, a farmacêutica tem duas unidades em operação — em Hortolândia (SP) e São Bernardo do Campo (Grande ABC). Este ano a empresa concluiu expansão na unidade de embalagens de medicamentos no interior paulista.

Ouro Preto avalia ativos da El Paso Petróleo Cláudia Schüffner Do Rio

Landim, fundador da Ouro Preto, comprou três blocos na 11 a Rodada da ANP

que deverá entrar em operação entre o fim deste ano e início de 2014 — e outras três unidades em Brasília, com operações previstas para o início em 2015. Conhecida por seu “modus operandi” agressivo no mercado de genéricos, a companhia quer mudar seu perfil de produção e partir para produtos inovadores. O projeto nos EUA marca o início desse processo fora do país. No Brasil, a companhia deverá começar a produzir hormônios, antibióticos e produtos oncológicos em Brasília, quando essas unidades entrarem em operação. No ano passado, a EMS associou-se aos grupos Hypermarcas, Aché e União Química para a criação da Bionovis, super-

A Ouro Preto Óleo e Gás, empresa criada por Rodolfo Landim (exPetrobras, OGX e OSX), está analisando a compra dos ativos da americana El Paso no Brasil. O vendedor é o fundo Apollo Global Management, que comprou em maio do ano passado as áreas de exploração e produção reunidos na El Paso Energy dos Estados Unidos por US$ 7,15 bilhões. O Valor apurou que o negócio está em fase de negociação e não foi possível obter valores. Procurado, Landim preferiu não se manifestar. A Ouro Preto é uma empresa de capital fechado que tem entre seus investidores fundos de investimentos e o grupo Bozano, do empresário Julio Bozano, que ocupa o 34 o lugar na lista da For-

bes dos mais ricos do Brasil. A empresa comprou três blocos na 11 a Rodada da Agência Nacional do Petróleo (ANP), em maio, por R$ 14,8 milhões, se comprometendo a investir R$ 52,8 milhões. Ela disputou sem levar dez áreas, um indício de que sobrou fôlego para o negócio que pode fechar com a El Paso. Em entrevista depois do leilão, Landim descreveu o perfil da Ouro Preto como conservador, como o seu. O empresário também disse, na época, que a Ouro Preto continuava procurando oportunidades de investimento no país, inclusive a compra de ativos e farm-outs (compra de áreas sob concessão de outras companhias). Landim prefere não ter seu nome mencionado junto ao de Eike Batista, mas foi um dos integrantes do “dream team” formado pelo empresário na época da criação da MMX, para onde foi depois de deixar a Petro-

bras. Ele ajudou a criar a petroleira de Batista e o estaleiro mas saiu em 2009, depois do IPO da OSX e antes que o primeiro poço da OGX fosse perfurado por divergências com Batista que o levaram à justiça. Além da companhia de petróleo, criada em 2010 com o nome de YXC, o hoje empresário também é sócio da Mare Investimentos, junto com o ex-presidente do BNDES Demian Fiocca; o ex-diretor da BR Distribuidora Nelson Guitti; e de Claudio Coutinho, do Banco CR2. Recentemente, dois fundos administrados pela Mare e a Mantiq, do Santander, compraram a americana DeepFlex, fabricante de linhas flexíveis. Se concluir a compra da El Paso Energy do Brasil e da sua controlada EP Energy Pescada, a Ouro Preto aumentará seu portfolio exploratório. Também passa a ter produção imediatamente, adicionando os 673 barris de petró-

leo e 319 mil metros cúbicos por dia de gás produzidos no Brasil país vindos dos campos de Camarupim Norte (ES), 16 o maior produtor de gás em águas profundas, e Pescada e Arabaiana, todos operados pela Petrobras. A El Paso começou a operar no Brasil em 1997 e adquiriu licenças de exploração e de desenvolvimento da produção nas bacias de Camamu-Almada (BA), Espírito Santo (ES) e Potiguar (RN). No ano passado, a companhia teve negada a licença ambiental para explorar petróleo e gás no Campo de Pinaúna, no bloco BM-CAL– 4, na Bacia de Camamu/Almada. A área fica em águas rasas, a 11,3 km da Ilha de Boipeba, uma área turística na Bahia e próxima a recifes de corais e áreas de reprodução de baleias que correm risco de extinção. Em 2006 a companhia estimou que Pinaúna tinha reservas de 50 milhões de barris de óleo.

Incorporadoras ampliam Mercado de veículos mostra o vendas no 2 trimestre queda de 12,6% em julho Construção Chiara Quintão De São Paulo As incorporadoras de capital aberto que divulgaram prévias operacionais até o fechamento desta edição — Cyrela Brazil Realty, Direcional Engenharia, Even Construtora e Incorporadora, EZTec, Gafisa, MRV Engenharia, Tecnisa e Trisul — apresentaram, em conjunto, vendas contratadas próprias de R$ 5,63 bilhões, no segundo trimestre, 46,12% maiores do que no mesmo período de 2012. O aumento das vendas resultou do crescimento de lançamentos e da comercialização de estoques. Em conjunto, as oito incorporadoras lançaram R$ 4,4 bilhões no trimestre, Valor Geral de Vendas (VGV) 23,3% maior que o do intervalo de abril a junho de 2012. Houve destaque dos lançamentos de médio-alto padrão e de projetos do segmento econômico. Das oito empresas, sete registraram aumento de vendas e cinco, alta de lançamentos. A Cyrela, maior incorporadora de capital aberto, teve os patamares de vendas e de lançamentos mais elevados do período, de R$ 1,47 bilhão e R$ 1,25

bilhão, respectivamente. O segmento econômico respondeu por 60,9% dos lançamentos totais da Cyrela no trimestre, ante 49,9% de abril a junho do ano passado. No segmento, foram incluídos os projetos para a faixa 1 do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, lançados por meio da Cury, na qual a Cyrela tem 50%. No trimestre, os maiores aumentos de vendas foram registradas por Trisul, EZTec e Tecnisa, de 148%, 142%, 135,2%, respectivamente. Tecnisa, Even e EZTec tiveram as altas mais acentuadas de lançamentos, de 427,6%, 178,8% e 137,4%, respectivamente. Trisul, EZTec, Tecnisa e Even têm atuação expressiva nos segmentos de médio a alto padrão. Na EZTec, um lançamento comercial também contribuiu para a expansão. “As empresas mais focadas em São Paulo, como Cyrela, Even e EZTec estão bem. A sinalização é que os outros mercados estão mais lentos”, diz um analista que acompanha o setor. O analista de construção civil da Bradesco Corretora, Luiz Mauricio Garcia, ressalta que tem havido seletividade em toda a cadeia, como na compra do terreno, escolha do produto e estrutura de capital das incorporadoras, em

que as melhores operadoras, como Cyrela, se destacam. Ontem, a Trisul divulgou lançamentos de R$ 110 milhões no segundo trimestre, 5,8% acima do mesmo período do ano passado. Os lançamentos foram feitos na cidade de São Paulo. As vendas contratadas somaram R$ 156 milhões. Conforme o diretor comercial e de marketing da incorporadora, Ricardo Stella, esse desempenho resultou da venda dos lançamentos e da comercialização dos estoques, impulsionada por promoções. “As vendas continuam muito bem, apesar dos juros e do dólar em alta e da instabilidade política”, diz o analista da Gradual Investimentos, Flávio Conde. Mas, no mercado, há quem considere o cenário macroeconômico “desafiador”, para empresas focadas na baixa renda, exceto para quem atua na faixa 1 do programa. Conforme Conde, companhias como PDG Realty, Rossi Residencial, MRV e Gafisa, que precisam gerar caixa para reduzir endividamento, buscam vender mais do que lançar. Dessas empresas, MRV divulgou ter lançado R$ 634 milhões e vendido R$ 1,38 bilhão no trimestre, e Gafisa lançou R$ 461 milhões e vendeu R$ 554 milhões.

Veículos Eduardo Laguna De São Paulo Depois do forte desempenho registrado, sobretudo, durante o segundo trimestre, as vendas de veículos novos no país perdem fôlego neste mês, marcando queda tanto em relação a junho como na comparação com igual período do ano passado. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de veículos — entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus — tiveram queda de 12,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros teve o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 12,9%, segundo levantamento da Fenabrave, a entidade que representa as concessionárias de veículos. O menor ritmo acontece num momento em que o setor acumula altos estoques. O volume de veículos parados nos pátios de montadoras e revendas fechou junho em nível equivalente a 39 dias de venda, quando o normal seria um giro mais próximo a 30 dias. A menor atividade da indústria, contudo, pode contribuir a

um melhor equilíbrio dos estoques, já que a produção foi comprometida no início do mês por problemas de abastecimento de autopeças causados pela greve dos caminhoneiros e paradas em diversas fábricas durante os protestos promovidos por centrais sindicais na última quinta-feira. Já nesta semana, 1,7 mil operários da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) entraram em férias coletivas de dez dias. A partir da semana que vem, a General Motors (GM) também vai dar férias coletivas, até 4 de agosto, aos 750 funcionários da linha de produção do sedã Classic em São José dos Campos (SP). No total, foram vendidos 154,2 mil veículos nos 15 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1%. No fechamento do primeiro semestre, as vendas de veículos acumulavam alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários leves, as vendas somaram 145,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com recuo de 13,1% em relação a junho e de 14,5% na comparação com o volume de um ano antes. Dado o fortalecimento da base

de comparação, a queda na comparação anual já era esperada. Na esteira do anúncio de descontos no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que chegavam a zerar a alíquota para carros populares, a indústria automobilística registrou entre junho e agosto de 2012 alguns de seus melhores resultados na história. “O efeito da redução do IPI sobre as vendas é o principal diferencial dos resultados do ano passado”, afirma Flávio Meneghetti, presidente da Fenabrave. Ele acrescenta que o aumento dos juros, tornando mais caro o “custo do dinheiro”, também pesa sobre o desempenho de 2013. Na briga das marcas, a Fiat se mantém na liderança das vendas de carros neste mês, respondendo por 21,5% do total emplacado. Na sequência, aparece a General Motors (18,8%), que volta a superar a Volkswagen, com 18,1%, na disputa pelo segundo lugar. Apesar dos números negativos dos veículos leves, o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7% neste mês, em relação ao fraco resultado de 2012. Na comparação com junho, contudo, as vendas de caminhões — que somaram 7 mil unidades na quinzena — recuam 3,6%.

Processos de Falência Extintos

Recuperação Judicial Deferida

Requerido: Siol Goiás Indústria de Alimentos Ltda. - Requerente: Banco Sofisa S/A Vara/Comarca: 3a Vara de Rio Verde/GO Requerido: Tupa Sistema Metálico Ltda. Requerente: Paulifer S/A Indústria e Comércio de Ferro e Aço - Vara/Comarca: 2a Vara de Sorocaba/SP - Observação: Petição inicial indeferida

Empresa: Estrutezza Indústria e Comércio Ltda. - Administrador Judicial: Deloitte Touche Tohmatsu Contultores Ltda. - Vara/Comarca: 1a Vara de Porto Ferreira/SP Empresa: Vetro Indústria, Comércio e Serviços Ltda. - Administrador Judicial: Kpmg Corporate Finance Ltda. - Vara/Comarca: Vara Única do Foro Distrital de Ibaté/ Comarca de São Carlos/SP

Movimento falimentar Gerencie de forma eficiente os projetos da sua empresa.

MBA em Gestão de Projetos • Ênfase no PMBoK

A excelência do conhecimento

www.impacta.edu.br • Fone 11 3254 8300

Falências Requeridas Requerido: Casaca Auto Serviço Ltda. Requerente: Janaína Oliveira de Vasconcelos - Vara/Comarca: 7a Vara Empresarial do Rio de Janeiro/RJ Requerido: Infoguias Editora S/A - Requerente: Leandro Rodrigues Lábio - Vara/Comarca: 5a Vara Empresarial do Rio de Janeiro/RJ Requerido: Jmg Plásticos do Brasil Ltda. ME - Requerente: Moacir Cordeiro - Vara/Comarca: 2a Vara de São Gonçalo/RJ Requerido: L a Torres ME - Requerente: Nicoletti Indústria Têxtil S/A - Vara/Comarca: 1a Vara de Votuporanga/SP Requerido: Stoper Editora e Gráfica Ltda. Epp - Endereço: Rua José Pereira Jorge, 227, Bairro do Carandiru - Requerente: Banco

Daycoval S/A - Vara/Comarca: 2a Vara de Falências de São Paulo/SP

Falências Decretadas Empresa: Aucnus do Brasil Circuitos Ltda. ( Extensão Dos Efeitos da Falência da Empresa Somacis P e B Ltda., Atual Denominação de Somacis Cosmotech do Brasil Circuitos Ltda. ) - Endereço: Av. Cidade Jardim, 2423, Sala 06, Jardim Satélite - Administrador Judicial: Dr. Alfredo Luiz Kugelmas - Vara/Comarca: 8a Vara de São José Dos Campos/SP Empresa: Ss Disribuidora de Papéis Ltda. Administrador Judicial: O Próprio Administrador Judicial da Recuperação Judicial Rescindida, Dr. Rafael Brizola Marques - Vara/Comarca: 4a Vara de Passo Fundo/RS - Observação: Recuperação Judicial convolada em Falência

Recuperação Judicial Requerida Empresa: Cânter Bar Ltda. ME - Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 1263, Arquibancada Social, Cidade Jardim - Vara/Comarca: 1a Vara de Falências de São Paulo/SP Empresa: Jm Protetores Para Caçamba e Capotas Marítimas Ltda. Epp - Vara/Comarca: 2a Vara de Penápolis/SP

Homologação de Desistência de Recuperação Judicial Empresa: Rd Indústria e Comércio de Roupas e Acessórios Ltda. - Endereço: Rua Baronesa de Itu, 42 - Vara/Comarca: 1a Vara de Falências de São Paulo/SP


Título: Comércio de veículos diminui Autor: Coluna: COMÉRCIO Nome do Veículo: DCI Cidade: SÃO PAULO País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: A8 Estado: SP Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Vendas de carros zero têm retração na primeira metade do mês Autor: Leone Farias Coluna: ECONOMIA Nome do Veículo: DIÁRIO DO GRANDE ABC Cidade: SANTO ANDRÉ País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: 2 Estado: SP Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Confirmado! Autor: Marcelo Monegato Coluna: AUTOMÓVEIS Nome do Veículo: DIÁRIO DO GRANDE ABC Cidade: SANTO ANDRÉ País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: 14 E 15 Estado: SP Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Hoje á noite Autor: Coluna: ECONOMIA Nome do Veículo: O POVO Cidade: FORTALEZA País: BRASIL Data de Capa: 14/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: 28 Estado: CE Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Carros mais vendidos em junho Autor: Coluna: ECONOMIA Nome do Veículo: DIÁRIO DO PARÁ Cidade: BELÉM País: BRASIL Data de Capa: 11/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: B7 Estado: PA Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Expansão chega a 7,6% Autor: Coluna: ECONOMIA Nome do Veículo: A GAZETA Cidade: CUIABÁ País: BRASIL Data de Capa: 06/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL Página: 2C Estado: MT Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Título: Venda de veículos registra alta de 5% Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: DIÁRIO DO NORDESTE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Assine Edição Digital Edições anteriores

notícias

esportes

última hora

entretenimento

blogs

tv dn

serviços

assine

Buscar

16Jul CIDADE 19h32

Após SPU, Justiça do Ceará suspende da obra de viadutos no Parque do Cocó

1º SEMESTRE NO CE

Venda de veículos registra alta de 5% 17.07.2013

0

O comércio de veículos novos nas concessionárias de Fortaleza cresceu em torno de 5% no primeiro semestre de 2013, em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento na procura se deve, principalmente, pela redução na alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis e caminhões e pela maior oferta de crédito do setor bancário. Cerca de seis mil veículos estão sendo comercializados por mês na Capital cearense FOTO: LC MOREIRA

FACEBOOK

ÚLTIMAS DA EDITORIA 16Jul | 14h17

Inflação alcança internet e preços no comércio eletrônico sobem

ÚLTIMA HORA Segundo o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores do Ceará (Fenabrave-CE), Fernando Pontes, 39.432 mil veículos foram emplacados somente no primeiro semestre. "Em média, cerca de seis mil carros estão sendo comercializados por mês na Capital cearense, o que representa um incremento na demanda com relação a igual período do ano anterior", diz. Queda Apesar de apresentar um crescimento no primeiro semestre, as vendas de veículos tiveram uma desaceleração em julho. O volume da primeira quinzena útil deste mês foi 8,6%, um valor inferior ao registrado durante o mês de junho deste ano. "Até o dia 15 deste mês, 2.692 mil veículos foram emplacados, frente 2.928 unidades vendidas em igual período de junho. Essa queda ocorreu em todo o Nordeste por conta da crise internacional, que elevou o dólar e causou uma indefinição no mercado de câmbio", ressalta. A expectativa é que o número retorne ao registrado nos primeiros meses do ano por conta das facilidades no financiamento bancário. "A partir da segunda quinzena deve ocorrer um aumento de 60%", avalia Pontes. No País Depois de um crescimento de 4,8% no primeiro semestre, as vendas de veículos acentuaram em julho a tendência de desaceleração registrada no mês passado. O volume da primeira quinzena útil deste mês foi 12,9% inferior ao registrado em igual período do ano passado. A queda foi semelhante na comparação com junho: 12,6%. Analistas temem, contudo, uma desaceleração mais intensa diante de um cenário mais desafiador (alta dos juros e inflação), capaz de reverter o crescimento acumulado nos primeiros meses do

16Jul | 21h07

Serra não descarta deixar PSDB para concorrer à Presidência 16Jul | 20h45

Homem tenta pagar prostituta com cartão do Bolsa Família na Bahia 16Jul | 20h13

Deputados aprovam PEC sobre autonomia de Defensoria Pública da União 16Jul | 19h56

Marcha das Vadias é marcada para dia da visita do papa Francisco 16Jul | 19h32

Felipão fará convocação para amistoso no dia 30

TWITTER


ano. As previsões para 2013 variam de alta de 3% a 4,5%.

Tênis Nike Air Max Excellerate+ R$449,90 - Netshoes 2 Netshoes - Artigos Esportivos em até 12x

Empréstimo com Garantia www.granaaqui.com.br/empres… Até R$1.3Milhão a partir de 1% a.m. Emprestimo com IMÓVEL de Garantia

Software para Armazém Mecalux.com.br/software-arm… Sistema easy - WMS. Download Grátis - Agora!

Leilão de Autos Usados www.Sold.com.br/Autos Compre seu Carro com o Melhor Preço com até 90% de Desconto. Confira!

FALE CONOSCO Nome E-mail Cidade/Estado Telefone Comentário

Insira o código da imagem ao lado Nova imagem

OUTRAS EDITORIAS

INSTRUÇÕES

GENTILEZA URBANA

AMC fará fiscalização de transporte de gás na Capital

Ciclomonitores começam ação no Centro de Fortaleza

MINHA CASA, MINHA VIDA

Todo cadastrado no programa que for contemplado com um imóvel terá seu nome divulgado no Diário Oficial do Município GANDHI

Prêmio estimula cultura de paz através da comunicação Inscrições seguem abertas até o próximo dia 1º de agosto DOCUMENTOS FALSOS

Golpista é flagrada no banco ao tentar obter empréstimo

DETRAN-CE

Mais pontos para curso de reciclagem 4/4


Título: Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: EXTRA NOTICIA Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Notícias Brasil

16/07/13 18:52

16/07/13 18:52

Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Valor Online

Balanço divulgado nesta terça-feira pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de carros, mostra que o setor perde ritmo neste mês, depois dos bons resultados obtidos, sobretudo, no segundo trimestre. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de veículos ? entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus ? tiveram queda de 12,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros teve o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 12,9%. No total, foram vendidos 154,2 mil veículos nos 15 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1%. No fechamento do primeiro semestre, as vendas de veículos acumulavam alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários leves, as vendas somaram 145,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com queda de 13,1% em relação a junho e de 14,5% na comparação com o volume de um ano antes. A Fiat lidera as vendas nesse segmento, respondendo por 21,5% do total emplacado. Na sequência, aparecem General Motors (18,8%), Volkswagen (18,1%) e Ford (9,4%). Apesar dos números negativos dos veículos leves, o balanço da Fenabrave mostra que o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7% neste mês, em relação ao fraco resultado do mesmo período de 2012. Na comparação com junho, contudo, as vendas de caminhões ? que somaram 7 mil unidades na quinzena ? recuam 3,6%.

© 2006 - 2013 Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.


Título: Venda de veículos tem queda de 11,63% em junho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: INFO MONEY Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Venda de veículos tem queda de 11,63% em junho Na primeira quinzena do sétimo mês de 2013, 226.092 veículos foram comercializados Por Luiza Belloni Veronesi |19h54 | 16-07-2013 São Paulo – A quantidade de veículos vendidos no país, na primeira quinzena de julho, apresentou uma queda de 11,63% na comparação com o total comercializado no mesmo período de junho, de acordo com um balanço divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Foram vendidos 226.092 veículos na primeira metade de do sétimo mês, contra 255.857 unidades nos primeiros dias de junho. Sobre o mesmo período de 2012, quando foram vendidas 254.825 unidades, o setor registrou retração de 11,28%. No acumulado do ano, a queda foi de 1,24%. Foram vendidos, na primeira quinzena de julho deste ano, 226 mil veículos, sendo 145.854 automóveis e comerciais leves (como vans e furgões), uma queda de 13,13% em relação a junho. O volume de caminhões também apresentou diminuição de 3,6%, com 6,9 mil unidades contra 7.251 comercializadas em junho. Já o total de ônibus emplacados ficou em 1,3 mil e as motos vendidas totalizam 64,2 mil unidades.


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: CLICABRASILIA Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Imprimir

| Página anterior

| Home

Atualizado em: Terça-feira, 16/07/2013 às 16:17:00

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012. Fonte: Agencia Estado

© 2000 - 2013 Jornal de Brasília - Todos os direitos reservados. Política de Privacidade


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: CRUZEIRO DO SUL Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30 28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2 890 milhões de unidades de igual período de 2012. (AE) Imprimir Enviar

Publicidade

Publicidade


Título: Mercado de veículos mostra queda de 12,6% em julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: VALOR ECONÔMICO ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Im prim ir ()

17/07/2013 - 00:00

Mercado de veículos mostra queda de 12,6% em julho Por Eduardo Laguna

Depois do forte desempenho registrado, sobretudo, durante o segundo trimestre, as v endas de v eículos nov os no país perdem fôlego neste mês, marcando queda tanto em relação a junho como na comparação com igual período do ano passado. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de v eículos - entre automóv eis, comerciais lev es, caminhões e ônibus - tiv eram queda de 1 2,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros tev e o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 1 2,9%, segundo lev antamento da Fenabrav e, a entidade que representa as concessionárias de v eículos. O menor ritmo acontece num momento em que o setor acumula altos estoques. O v olume de v eículos parados nos pátios de montadoras e rev endas fechou junho em nív el equiv alente a 39 dias de v enda, quando o normal seria um giro mais próx imo a 30 dias. A menor ativ idade da indústria, contudo, pode contribuir a um melhor equilíbrio dos estoques, já que a produção foi comprometida no início do mês por problemas de abastecimento de autopeças causados pela grev e dos caminhoneiros e paradas em div ersas fábricas durante os protestos promov idos por centrais sindicais na última quinta-feira. Já nesta semana, 1 ,7 mil operários da V olkswagen em São Bernardo do Campo (SP) entraram em férias coletiv as de dez dias. A partir da semana que v em, a General Motors (GM) também v ai dar férias coletiv as, até 4 de agosto, aos 7 50 funcionários da linha de produção do sedã Classic em São José dos Campos (SP). No total, foram v endidos 1 54,2 mil v eículos nos 1 5 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1 %. No fechamento do primeiro semestre, as v endas de v eículos acumulav am alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários lev es, as v endas somaram 1 45,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com recuo de 1 3,1 % em relação a junho e de 1 4,5% na comparação com o v olume de um ano antes. Dado o fortalecimento da base de comparação, a queda na comparação anual já era esperada. Na esteira do anúncio de descontos no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que chegav am a zerar a alíquota para carros populares, a indústria automobilística registrou entre junho e agosto de 201 2 alguns de seus melhores resultados na história. "O efeito da redução do IPI sobre as v endas é o principal diferencial dos resultados do ano passado", afirma Fláv io Meneghetti, presidente da Fenabrav e. Ele acrescenta que o aumento dos juros, tornando mais caro o "custo do dinheiro", também pesa sobre o desempenho de 201 3. Na briga das marcas, a Fiat se mantém na liderança das v endas de carros neste mês, respondendo por 21 ,5% do total emplacado. Na sequência, aparece a General Motors (1 8,8%), que v olta a superar a V olkswagen, com 1 8,1 %, na disputa pelo segundo lugar.


Apesar dos números negativ os dos v eículos lev es, o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7 % neste mês, em relação ao fraco resultado de 201 2. Na comparação com junho, contudo, as v endas de caminhões - que somaram 7 mil unidades na quinzena - recuam 3,6%.


Título: Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: UOL Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Bolsas

BOVESPA

+0,28% 46.869,29 pts

Câmbio

DÓLAR COM

+1,35% R$ 2,254

Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho 16/07/2013

18h45

Balanço divulgado nesta terça-feira pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de carros, mostra que o setor perde ritmo neste mês, depois dos bons resultados obtidos, sobretudo, no segundo trimestre. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de veículos ? entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus ? tiveram queda de 12,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros teve o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 12,9%. No total, foram vendidos 154,2 mil veículos nos 15 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1%. No fechamento do primeiro semestre, as vendas de veículos acumulavam alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários leves, as vendas somaram 145,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com queda de 13,1% em relação a junho e de 14,5% na comparação com o volume de um ano antes. A Fiat lidera as vendas nesse segmento, respondendo por 21,5% do total emplacado. Na sequência, aparecem General Motors (18,8%), Volkswagen (18,1%) e Ford (9,4%). Apesar dos números negativos dos veículos leves, o balanço da Fenabrave mostra que o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7% neste mês, em relação ao fraco resultado do mesmo período de 2012. Na comparação com junho, contudo, as vendas de caminhões ? que somaram 7 mil unidades na quinzena ? recuam 3,6%.

© 1996-2013 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host

PESO ARG

+1,37% R$ 0,415

EURO

+2,12% R$ 2,962


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: ESTADO DE MINAS ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Assine 0800 031 5000

EM.com.br

TV Alterosa

Superesportes

Entretenimento

Classificados

Diários Associados Anúncios Google

► Economia do brasil ► Veículos ► Vendas carros EM Digital

|

EM Digital Web

|

EM Impresso

Educação

Tecnologia

|

Clube A

|

Assine Já

|

Anuncie

|

Cadastro

Belo Horizonte, 17/JUL/2013 13°/ 25° Gerais

Política

ESPECIAIS

Economia

Nacional

Copa das Confederações

(0) Comentários

Internacional

Paul EM Minas

Votação:

Saúde Plena

Caso Bruno

0

Novo Mineirão

Balada Segura

Superesportes

Promessas dos Prefeitos

Divirta-se [+]

Share Share M ore 0 Compartilhe: Share

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Agência Estado Publicação: 16/07/2013 16:31 Atualização: 16/07/2013 20:25 As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terçafeira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012.

Saiba mais... Venda de autos e comerciais soma 302.896 unidades LCA vê alta menor para autos e comerciais

No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

leves no país

Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012. Anúncios Google

Software para Armazém Sistema easy - WMS. Download Grátis - Agora! Mecalux.com.br/software-armazem Acompanhe também o EM.com pelo Twitter

Tags:

EM Digital | EM Digital Web | EM Impresso | Clube do Assinante | Assine Já | Anuncie | Cadastro | Fale com o EM

Mais Seções

MULTIMÍDIA


Título: Venda de veículos tem queda de 11,63% em junho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: MSN NOTICIAS Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Ver todos os canais

MSN

Vídeo

Faça do MSN minha página inicial

Outlook.com

Opções Entrar

Follow

DINHEIRO HOME

AÇÕES

CALCULADORAS

COTAÇÕES

FORBES

FOTOS

GUIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VÍDEOS

Publicidade

NOTÍCIA ANTERIOR

Preço do metro quadrado em SP tem menor valorização desde 2011 Atualizado: 16/07/2013 19:54 | Por InfoMoney, InfoMoney

Venda de veículos tem queda de 11,63% em junho Na primeira quinzena do sétimo mês de 2013, 226.092 veículos foram comercializados Compartilhar

0

fotos

Confira 10 dicas para realizar pagamentos com cheque

Veja as 10 melhores cidades do mundo para cursar uma faculdade

Os brindes mais bizarros distribuídos pelas empresas

Brasileiros são os profissionais mais estressados do mundo; veja lista

Veja 13 serviços que facilitam a vida dos super-ricos

10 dicas para manter os profissionais mais motivados

Getty Images revenda de carros - SUV - IPI

São Paulo – A quantidade de veículos vendidos no país, na primeira quinzena de julho, apresentou uma queda de 11,63% na comparação com o total comercializado no mesmo período de junho, de acordo com um balanço divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Foram vendidos 226.092 veículos na primeira metade de do sétimo mês, contra 255.857 unidades nos primeiros dias de junho. Sobre o mesmo período de 2012, quando foram vendidas 254.825 unidades, o setor registrou retração de 11,28%. No acumulado do ano, a queda foi de 1,24%. Foram vendidos, na primeira quinzena de julho deste ano, 226 mil veículos, sendo 145.854 automóveis e comerciais leves (como vans e furgões), uma queda de 13,13% em relação a junho.

Veja mais fotos »

O volume de caminhões também apresentou diminuição de 3,6%, com 6,9 mil unidades contra 7.251 comercializadas em junho. Já o total de ônibus emplacados ficou em 1,3 mil e as motos vendidas totalizam 64,2 mil unidades.

msn brasil no facebook

veja mais Produção de veículos cai 7,8% em junho no Brasil

recentes

compartilhados

assistidos

Vendas de veículos em junho sobem 0,76% sobre maio

A Nintendo vencerá a guerra dos videogames?

Vendas de veículos em junho sobem 0,76% sobre maio--Fenabrave

mais de 2 dias

Venda de veículos em junho cresce 3% sobre maio até dia 27

TV pública grega volta a funcionar

Venda de veículos tem alta de 5,58% em junho, mostra Fenabrave

mais de 2 dias


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: POP Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


MUNDO POP

POP NEWS

ESPORTES

GAMES

BLOGS POP

DELIVERY

SHOPPING POP

BUSCA NO POP

POP News / economia Home > POP News > Economia > Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves 0

16/07/2013 - 16:17h

0

Pop News

Tweet

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

últimas Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.

16/07/2013 21:21

Mantega cancela ida à reunião do G20 para fechar corte de gastos 16/07/2013 20:14

Fazenda nega cogitar corte de emendas parlamentares 16/07/2013 20:03

Despesas menores impulsionam lucro da Localiza no 2º tri a R$ 103,4 mi 16/07/2013 20:02

Pesquisa que mostra queda na popularidade motiva Dilma, diz Mercadante 16/07/2013 19:56

Fazenda esclarece cancelamento da viagem de Mantega Anúncios Google

Leia Mais

Monitoramento de Redes Descubra, mapeie, monitore sua rede com WhatsUp Gold. Avalíe gratis! WhatsUpGold.com/pt

Link: http://www.pop.com.br/popnews/economia/Fenabrave:-cai-venda-de-autos-e-comerciais-leves-974143.html Comentários (0)

Comente

Embed video

Digite o texto aqui!

Comentar como Visitante, ou logar: Nome

Email

Website (opcional)

Mostrar junto aos seus comentários.

Não mostrado publicamente.

Se você tem um website, linke para ele aqui.

Assinar Nada

Enviar Comentário


Título: Emplacamento de veículos teve queda Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: DIÁRIO DO COMÉRCIO BH ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 17/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Publicada em 17-07-2013

Emplacamento de veículos teve queda Vendas na 1ª quinzena caíram no país. Os e m placam e ntos de ve ículos da Fiat Autom óve is S/A (Fiasa) caíram 10,2% na prim e ira quinze na de julho na com paração com o m e sm o inte rvalo do mês im e diatam e nte ante rior. O re sultado da com panhia se guiu te ndê ncia ve rificada na m é dia nacional, com re tração de 12,6% na m e sm a base de com paração. O s dados são do balanço divulgado onte m pe la Fe de ração Nacional da Distribuição de Ve ículos Autom otore s (Fe nabrave ). Na prim e ira m e tade de julho foram com e rcializados no país 31.436 autom óve is e com e rciais le ve s da m arca italiana, com planta e m Be tim , na R e gião Me tropolitana de Be lo Horizonte (R MBH). Em junho, o re sultado havia atingido 35.858 unidade s. Já na com paração com o m e sm o m ê s do ano passado (40.496 unidade s) foi ve rificada re dução de 22,3% nas ve ndas da Fiat. O s emplac amentos no país , na 1 ª quinzena de julho, s omaram 1 5 4 .2 2 7 unidades

Ape sar do re sultado ne gativo, a Fiat re sponde u por 21,55% do m e rcado brasile iro de autom óve is e com e rciais le ve s, m ante ndo a lide rança. Na se gunda posição e stá a Volk swage n, com 18,83% das ve ndas no país. No se gm e nto de ve ículos pe sados, a Ive co Latin Am e rica, subsidiária do grupo Fiat, com planta e m Se te Lagoas (re gião C e ntral), re gistrou incre m e nto de 13,4% na prim e ira quinze na de julho e m re lação ao m e sm o inte rvalo do ano passado. O s e m placam e ntos de cam inhõe s, com e rciais le ve s e ônibus da m arca passaram de 586 unidade s para 665 unidade s. Por outro lado, as ve ndas da com panhia caíram 22,3% se com paradas com a prim e ira quinze na de julho do ano passado. Naque le pe ríodo a Ive co re gistrou a com e rcialização de 856 unidade s no país. Mercedes - A ale m ã Me rce de s-Be nz, com planta e m Juiz de Fora, na Zona da Mata, ve rificou cre scim e nto de 36,5% nos e m placam e ntos de cam inhõe s nas duas prim e iras se m anas de julho e m re lação ao m e sm o inte rvalo do e x e rcício passado. O re sultado passou de 1.275 unidade s para 1.741 unidade s. Já e m re lação ao m ê s im e diatam e nte ante rior, as ve ndas de ve ículos da m arca ficaram e stáve is, com pe que na alta de 0,6%. Nos prim e iros quinze dias de junho foram e m placados 1.730 cam inhõe s da Me rce de s-Be nz no Brasil. De acordo com o balanço da Fe nabrave , os e m placam e ntos de ve ículos no país, conside rando autom óve is, com e rciais le ve s, cam inhõe s e ônibus, som aram 154.227 unidade s na prim e ira m e tade de julho. O re sultado é 12,6% infe rior ao ve rificado no m e sm o inte rvalo de junho, quando atingiu 176.469 unidade s. Em re lação ao m e sm o pe ríodo de 2012, quando som aram 177,050 ve ículos, houve re dução de 12,89%. Som e nte no se gm e nto de autom óve is e com e rciais le ve s, as ve ndas atingiram 145.854 unidade s. O volum e é 13,13% infe rior ao re gistrado e m junho (167.903 ve ículos). Na com paração com a 1ª quinze na de junho de 2012 (170.623 unidade s) houve que da de 14,52%. RA FA EL TOMA Z


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: REPORTER DIÁRIO Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


7/16/2013

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012.

No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012.

Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012.

No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012. © Copyright Repórter Diário


Título: Quinzena confirma queda de 12,6% em julho REDAÇÃO AB Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: AUTOMOTIVE BUSINESS Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


NOTÍCIAS 16/07/2013 | 17h09

encontre notícias no portal AB

buscar

receber noticias por email | indique esta notícia | tamanho da fonte a- A+

Mercado

Quinzena confirma queda de 12,6% em julho Vendas de todos os segmentos caem na comparação com junho, exceto ônibus, aponta Fenabrave REDAÇ ÃO AB As vendas de veículos na primeira quinzena de julho caíram 12,6% quando comparadas com igual período de junho, para 154,2 mil unidades, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Sobre idêntico período de julho do ano passado, os negócios foram 12,9% menores. Os dados foram divulgados na terça-feira, 16, pelaFenabrave, federação que reúne as distribuidoras do setor e que considera sempre os primeiros onze dias úteis de cada mês. Neste período, a média diária recuou 12,5%, passando de 16 mil unidades na primeira metade de junho para 14 mil unidades em julho, considerando todos os segmentos. C onforme adiantado por Automotive Business (leia aqui), os emplacamentos de veículos leves caíram 13% na primeira quinzena de julho contra a de junho, para 145,8 mil unidades. A média diária passou de 15,2 mil veículos em junho para 13,3 mil em julho. No segmento de caminhões também houve desaceleração, de 3,6% sobre o registrado na primeira metade do mês passado, para 6,9 mil unidades. Já no de ônibus, com pouco mais de 1,3 mil chassis emplacados, as vendas do segmento subiram 5,1% na mesma base de comparação. Enquanto isso, no acumulado janeiro até julho, os licenciamentos superam os de mesmo período de 2012 em 3,14%, para um total de 1,95 milhão de unidades. C onsiderando a média diária da primeira quinzena, julho deve fechar com pouco mais de 313 mil veículos emplacados, o que representaria recuo de 13,8% sobre julho de 2012, quando foram licenciadas 364,2 mil unidades.


Título: Cai venda de autos e comerciais leves, diz Fenabrave Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: JORNAL DO COMÉRCIO (RS) Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


VEÍCULOS 16/07/2013 - 16h32min

Cai venda de autos e comerciais leves, diz Fenabrave As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: O GLOBO ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Balanço divulgado nesta terça-feira pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de carros, mostra que o setor perde ritmo neste mês, depois dos bons resultados obtidos, sobretudo, no segundo trimestre. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de veículos ? entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus ? tiveram queda de 12,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros teve o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 12,9%. No total, foram vendidos 154,2 mil veículos nos 15 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1%. No fechamento do primeiro semestre, as vendas de veículos acumulavam alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários leves, as vendas somaram 145,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com queda de 13,1% em relação a junho e de 14,5% na comparação com o volume de um ano antes. A Fiat lidera as vendas nesse segmento, respondendo por 21,5% do total emplacado. Na sequência, aparecem General Motors (18,8%), Volkswagen (18,1%) e Ford (9,4%). Apesar dos números negativos dos veículos leves, o balanço da Fenabrave mostra que o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7% neste mês, em relação ao fraco resultado do mesmo período de 2012. Na comparação com junho, contudo, as vendas de caminhões ? que somaram 7 mil unidades na quinzena ? recuam 3,6%. URL: undefined Plantão publicado em 16/07/13 - 18h52 Atualizado em 16/07/13 - 18h52 Impresso em 17/07/13 - 07h22


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: TRIBUNA DO NORTE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Publicado em 16 de Julho de 2013, ás 16h18min

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves TNOnline Agência Estado: Gustavo Porto

+A

-A

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: VALOR ECONÔMICO ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Im prim ir ()

16/07/2013 - 18:35

Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Por Eduardo Laguna

SÃO

(/sites/default/files/images/0021nov11_237_114_1683_1101.jpg)

PAULO - Balanço div ulgado nesta terça-feira pela Fenabrav e, entidade que representa as concessionárias de carros, mostra que o setor perde ritmo neste mês, depois dos bons resultados obtidos, sobretudo, no segundo trimestre. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de v eículos — entre automóv eis, comerciais lev es, caminhões e ônibus — tiv eram queda de 1 2,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros tev e o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 1 2,9%. No total, foram v endidos 1 54,2 mil v eículos nos 1 5 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1 %. No fechamento do primeiro semestre, as v endas de v eículos acumulav am alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários lev es, as v endas somaram 1 45,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com queda de 1 3,1 % em relação a junho e de 1 4,5% na comparação com o v olume de um ano antes. A Fiat lidera as v endas nesse segmento, respondendo por 21 ,5% do total emplacado. Na sequência, aparecem General Motors (1 8,8%), V olkswagen (1 8,1 %) e Ford (9,4%). Apesar dos números negativ os dos v eículos lev es, o balanço da Fenabrav e mostra que o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7 % neste mês, em relação ao fraco resultado do mesmo período de 201 2. Na comparação com junho, contudo, as v endas de caminhões — que somaram 7 mil unidades na quinzena — recuam 3,6%. (Eduardo Laguna | V alor)


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: O DIÁRIO DE MARINGÁ Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


As vendas de autos e comerciais leves na

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves

primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a

Gustavo Porto

Federação Nacional da Distribuição de Veículos 0A

A

A Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira,

16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: DIÁRIO DO GRANDE ABC Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


→ Economia Publicado em terça-feira, 16 de julho de 2013 às 16:17

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Comentário(s)

Comunicar erros

Com partilhar

0

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.

↑ Topo

Veja Também

Pego no doping, Tyson Gay perde patrocinador

Saiba o que está rolando nos bastidores da Anime Friends

Tags fenabrave vendas 1ª quinzena

Comentários

Cabral diz que oposição causou os conflitos no Rio

João e Maria têm aves amigas

+1.387


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: ISTOÉ DINHEIRO Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


ECONOMIA ONLINE

| ECONOMIA | 16.JUL.13 - 16:17

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Por Gustavo Porto

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012. Copyright © 2013 Agência Estado. Todos os direitos reservados.

ÍNDICE DE MATÉRIAS (/EDICOES/) EDIÇÕES ANTERIORES (/EDICOES/ANTERIORES/) EDIÇÕES ESPECIAIS (/EDICOES/ESPECIAIS/) ASSINE A REVISTA (HTTPS://ASSINE3.COM.BR/REVISTA/ISTOEDINHEIRO?UTM_SOURCE=PORTAL-DIN&UTM_MEDIUM=HOME&UTM_CAMPAIGN=RODAPEASSINEAREVISTA)

© Copyright 1996-2011 Editora Três É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia (http://www.istoe.com.br/) autorização.

(http://www.revistadinheiro.com.br/)

(http://www.istoegente.com.br/)

(http://www.revistastatus.com.br/)

(http://www.revistadinheirorural.com.br/)


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: ARARAQUARA.COM Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Fenabrave vendas 1ª quinzena 16/07/2013 - 16:17 Agencia Estado

Alterar o tamanho da letra A+ A-

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Emplacamentos de veículos recuam na quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: INVESTIMENTOS E NOTÍCIAS Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Emplacamentos de veículos recuam na quinzena de julho TER, 16 DE JULHO DE 2013 16:01

Emplacamentos de automóveis e comerciais leves tiveram uma queda de 13,13% no início deste mês, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Nos primeiros 11 dias úteis de julho, foram emplacadas 145.854 unidades, ante 167.903 em igual período de junho. Dados do acumulado do ano mostram que o crescimento dos dois segmentos chegou a 64,95% no período. (Redação – Agência IN) Tags: Comércio e Indústria Joomla SEO powered by JoomSEF

Economia e Finanças

Indústria Automotiva

IND.AUTOMOTIVA


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: FOLHA DE VITÓRIA Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


16/7/2013 às 16h34 - Atualizado em 16/7/2013 às 16h34

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Estadão Conteúdo Redação Folha Vitória

Tweet

0

São Paulo - As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Kombi sairá de linha no Brasil Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: INTELIGEMCIA Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


SOBRE

NOTÍCIAS

COLABORADORES

ARTIGOS

INTELIGEMCIA.TV

POR QUE M ?

Buscar...

Receba a newsletter: Seu e-mail

Enviar

Kombi sairá de linha no Brasil

FA CE B OOK P ORTA L INTE LIGE MCIA

Postado em 16 de julho de 2013 por Redação • 0 Comments

B LOGS MA DIA MUNDOMA RK E TING

Kombi se despede dos brasileiros de ‘saia e blusa’ A Kombi, veículo mais antigo em produção no Brasil e no mundo, vai se despedir do mercado brasileiro de “saia e blusa”, como é conhecida a versão pintada em duas cores. Para o adeus da perua de quase 56 anos, a Volkswagen deve lançar em outubro uma série especial parecida à versão que comemorou seu cinquentenário em 2007, nas cores vermelha e branca. O preço deve ficar na casa dos R$ 42 mil a R$ 45 mil. A Kombi Edição 50 Anos teve apenas 50 unidades produzidas. A Volkswagen não dá detalhes sobre a edição final. Apesar da idade, a Kombi é o furgão mais vendido do País. Neste ano, até junho, foram 10.925 unidades, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em 2012 inteiro foram 26 mil unidades. O segundo colocado na lista de furgões mais vendidos, o Fiat Ducato, acumula 5.061 unidades no primeiro semestre deste ano. A Kombi sai de linha porque não tem estrutura para receber airbag e freios ABS, itens de segurança que passam a ser obrigatórios em todos os novos veículos brasileiros a partir de janeiro de 2014. Para dar conta de uma possível corrida às lojas no fim do ano, a linha de montagem da Kombi na fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, tem operado com horas extras. Os funcionários são constantemente convocados para trabalhar aos sábados. O objetivo é ter estoques que durem até março. Embora a lei permita a produção do veículo sem airbag até 31 de dezembro, as vendas estão liberadas até o fim do primeiro trimestre do próximo ano. A Kombi foi o primeiro veículo a ser produzido pela Volkswagen no Brasil, a partir de setembro de 1957. Dois anos depois, o Fusca entrou na linha de montagem. A montadora ainda não anunciou a substituta da Kombi que, em princípio, deve ser importada a preços bem superiores ao da “velha senhora”, paixão de muitos feirantes, pequenos comerciantes, pasteleiros, tintureiros e demais profissionais que fazem uso dela. Fonte: Estadão.com

← CMC Marketing lança novo site

Deixe seu comentário Nome *

Filme sobre a vida de Steve Jobs é o primeiro a possuir trailer no Instagram →


Título: EM PROMOÇÃO, CHERY CELER TEM DESCONTO DE R$ 3 MIL Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: AUTO ESPORTE ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


EM PROMOÇÃO, CHERY CELER TEM DESCONTO DE R$ 3 MIL Rival JAC J3 também é vendido com condições especiais

por ALINE MAGALHÃES A-

0

A+

16/07/2013 17h38 - atualizado às 17h38 em 16/07/2013

ERROR

CHERY CELER (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Quando o Celer estreou no Brasil, em março deste ano, a Chery anunciou anunciou uma meta ambiciosa para o novato: emplacar 500 unidades por mês, somando hatch e sedã. Quatro meses após o lançamento, o chinês totalizou, até ontem, apenas 369 unidades, de acordo com dados da associação de revendedores Fenabrave.

SAIBA MAIS AVALIAÇÃO: CELER SEDAN É POUCO MADURO PARA BRIGA DE GIGANTES

FOTOS: CHERY CELER SEDAN

Na tentativa de virar o jogo, a montadora resolveu mirar o bolso do consumidor e anunciou um desconto de R$ 3 mil sobre a tabela vigente do modelo. Agora, o carro custa R$ 32.990 em sua versão hatchback enquanto o três volumes tem preço sugerido de R$ 33.990. A promoção é válida até o próximo dia 31. O Celer é um dos candidatos a ganhar identidade brasileira no


próximo ano. A Chery cogita produzir o carro no complexo industrial que a empresa está erguendo em Jacareí, no interior de São Paulo. A fábrica começará a operar em abril de 2014. Orgulhoso do slogan "chega de carro pelado", o chinezinho traz de série airbag duplo frontal, freio ABS, arcondicionado, vidros elétricos, direção hidráulica e som com CD e MP3. Ele é alimentado por um motor 1.5 de 108 cavalos. O câmbio é manual de cinco marchas. Rival Oriental A concorrente chinesa JAC também está trabalhando para atrair o comprador. Nas concessionárias, é possível negociar o J3, hatch e sedã, com taxa de juros zero. Para aproveitar a condição, é preciso dar 55% do valor do carro de entrada e quitar o restante do saldo em até 24 parcelas. As lojas estão vendendo os modelos com preço tabelado: R$ 38.900 para o J3 Turim e R$ 38.900 para o compacto. Ambos são equipados com um motor 1.4 de 108 cv de potência e trazem de série freios ABS, airbag duplo frontal, ar-condicionado, direção hidráulica, som e vidros elétricos.

JAC RENOVA J3 E J3 TURIN, QUE CHEGAM ÀS REVENDAS COMO LINHA 2014 AGORA EM JUNHO (FOTO: DIVULGAÇÃO)


Título: Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: G1 Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


globo.com notícias esportes entretenimento vídeos e-mail Globomail Pro Globomail Free Criar um e-mail central globo.com assine já todos os sites

Economia

16/07/2013 18h42 - Atualizado em 16/07/2013 18h42

Vendas de veículos recuam 12,6% na primeira quinzena de julho Valor OnLine

Tw eetar

Balanço divulgado nesta terça-feira pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de carros, mostra que o setor perde ritmo neste mês, depois dos bons resultados obtidos, sobretudo, no segundo trimestre. Na primeira quinzena de julho, os licenciamentos de veículos ? entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus ? tiveram queda de 12,6%, em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a indústria de carros teve o terceiro melhor mês de toda a história, a queda foi de 12,9%. No total, foram vendidos 154,2 mil veículos nos 15 primeiros dias deste mês, o que reduz o ritmo de crescimento no acumulado do ano para 3,1%. No fechamento do primeiro semestre, as vendas de veículos acumulavam alta de 4,8%. Quando se considera apenas o mercado de carros de passeio e utilitários leves, as vendas somaram 145,9 mil unidades na primeira quinzena de julho, com queda de 13,1% em relação a junho e de 14,5% na comparação com o volume de um ano antes. A Fiat lidera as vendas nesse segmento, respondendo por 21,5% do total emplacado. Na sequência, aparecem General Motors (18,8%), Volkswagen (18,1%) e Ford (9,4%). Apesar dos números negativos dos veículos leves, o balanço da Fenabrave mostra que o mercado de caminhões continua em recuperação, com alta de 28,7% neste mês, em relação ao fraco resultado do mesmo período de 2012. Na comparação com junho, contudo, as vendas de caminhões ? que somaram 7 mil unidades na quinzena ? recuam 3,6%. publicidade


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: YAHOO Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Por Gustavo Porto | Estadão Conteúdo – 15 horas atrás

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: A TARDE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Economia Ter , 16/07/2013 às 16:17

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Gustavo Porto | Agência Estado Tags:

Fenabrave

vendas

1ª quinzena

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: PEGN Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


notícias esportes entretenimento vídeos

BUSCA

e-m ail

OK

Tw eetar

home

como começar

dia a dia

franquias

TAMANHO DO TEXTO

assine já

todos os sites

movimento empreenda ASSINE extreme makeover REVISTA + TABLET melhores franquias + WEB princípios editoriais

banco de ideias

NOTÍCIAS > INDÚSTRIA

central globo.com

REVISTA

startups

ASSINE

A- A+

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho Do Estadão Conteúdo - 1 6 /07 /2 01 3

Tw eetar

0

Share

|

IN D ÚSTRIA

As vendas de autos e

ERROR

comerciais leves na primeira

Confiança do empresário industrial é a mais baixa desde abril de

quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos

2009 Projeção de crescimento do PIB cai pela nona vez seguida

Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de No ac um ulado de 2013, os em plac am entos totais de veíc ulos som aram 2,854 m ilhões de unidades (F oto: Shutterstoc k)

13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o

Atividade econômica em maio tem maior queda mensal em 10

total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

anos Desembolsos do BNDES crescem 67% de janeiro a maio

Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos

AS MAIS LIDAS

atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012.

1

Americano cria aplicativo antissocial para não se encontrar com pessoas na rua -...

2

5 negócios para tocar em casa PEGN | Como começar

3

10 dicas para sua empresa sobreviver aos primeiros dois anos de vida - PEGN |...

4

10 ideias para abrir um negócio social - PEGN | Notícias

5

Nunca é tarde demais para empreender - PEGN | Elisabete Miranda

Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Venda de veículos na primeira quinzena de julho cai, segundo Fenabrave Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: IG ONLINE Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Home iG

Notícias

Economia

Esportes

Gente

Delas

Vídeos

Mais sites

Bate Papo

Produtos iG

Acesse seu email

Economia enhanced by Google

HOME

MERCADOS

Destaques

EMPRESAS

FINANÇAS PESSOAIS

COLUNAS

CARREIRAS

MAIS SITES

Casa Própria • Crise Econômica Mundial • Imposto de Renda • Todas as notícias

Venda de veículos na primeira quinzena de julho cai, segundo Fenabrave No ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves Agência Estado | 16/07/2013 17:05:13 0

Tw eet

As vendas de veículos (autos e comerciais leves) na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira (16). O total representa queda de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. -Veja também: brasileiro está menos dependente de financiamento para comprar veículo No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

MAIS LIDAS AGORA

HOJE

Apresentadora de merchandising fala palavrão em programa religioso. Assista! 137 pessoas estão lendo esta notícia

Fernanda Machado sobre cunhada autista: “É triste ver uma menina sem amigos” 129 pessoas estão lendo esta notícia

'O Facebook mente para você' 120 pessoas estão lendo esta notícia

Sete atitudes que podem melhorar um relacionamento desgastado 102 pessoas estão lendo esta notícia

Pegadinha do lobisomen de Silvio Santos vira hit fora da TV. Assista 84 pessoas estão lendo esta notícia

Elza Fiúza/ABr

No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades

Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, queda de

NEWSLETTER Receba as notícias do Economia direto no seu e-mail.

Seu e-mail: ASSINAR Conheça nossa Política de Privacidade e Segurança.


11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.

CONVERSOR DE MOEDAS DE

PARA

Moeda

Moeda

VALOR

0,00

Resultado

OK

Fonte: Thomson Reuters

0

Tw eet

INDICADORES ECONÔMICOS Leia tudo sobre: economia • veículos • vendas • Fenabrave

Câmbio moeda

compra

venda

var. %

Links Patrocinados

Franquias baixo investimento Micro franquia com ganhos de até R$ 12.000,00/mês, sem funcionários! www.NBTreinamentos.com.br

Bolsa de Valores

Videos recomendados para você

por Taboola

Tênis Nike Air Max R$449,90 Excellerate+ 2 ASSISTA O VÍDEO

ASSISTA O VÍDEO

Venda de veículos bate recorde no trimestre - TV iG

Venda de veículos bate recorde no quadrimestre - …

321 exibições

133 exibições

Netshoes Netshoes - Artigos Esportivos em até 12x

indice

data

ultimo

var. %

BOVESPA

16/07/2013

46869,29

0,28%

DOW JONES

16/07/2013

15451,85

0,21%

NASDAQ

16/07/2013

3598,50

0,25%

Fonte: Thomson Reuters

Falta estatística sobre setor de serviços

Notícias recomendadas para você Fofos com fãs: Giovanna Antonelli é cercada por admiradores em aeroporto Atriz atendeu aos fãs e deu um abraço em uma mulher ao ser abordada nesta terça-feira (16), no Rio INFRAESTRUTURA

Após rumores de crise no namoro, Paula Morais mostra foto beijando Ronaldo Na imagem, casal aparece em momento romântico em balada, em Ibiza, na Espanha. A DJ não divulgava nenhuma foto ao lado do ex-jogador há mais de dois meses. Ronaldo também não fazia nenhuma declaração pública a Paula desde 12 de junho

Porto do Rio de Janeiro se consolida como o do pré-sal INFRAESTRUTURA

Leilão do trem-bala deve ser disputado por sete empresas MERCADOS

Empresas serão investigadas por perseguição a sindicatos na ditadura Comissão Nacional da Verdade proporá nova lei para obrigar empresas que colaboraram com o regime militar a indenizarem financeiramente os trabalhadores

Ação de rodovias ainda é recomendada por analistas de mercado Assine já todo o conteúdo do Brasil Econômico!

Cresce o contágio da aids entre jovens gays e idosos Homens deixam camisinha de lado e crescem nas estatísticas do HIV

ECONOMIA DE A-Z Conheça os termos mais usados na economia:

Como brigar a “boa briga” Da melhor hora até o que jamais dizer, especialistas descrevem uma discussão de casal bem feita em dez passos

Notícias Relacionadas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z Digite o termo que deseja encontrar Buscar


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: R7 Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


publicado em 16/07/2013 às 16h17:

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Estadão Conteúdo 0

Publicidade

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terçafeira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos.

Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.

Notícias Brasil Carros Cidades Dicionário Distrito Federal Downloads Economia Educação Empregos Esquisitices Imóveis Internacional M inas Gerais Previsão do Tempo Rio de Janeiro São Paulo Saúde Segundo a Segundo Tecnologia e Ciência Trânsito

Entretenimento Bate-papo Beauty´On Bichos Blogs Cartões Cineclick Cinema Estrelando Famosos e TV Frases Habbo Humor Jogos Jovem M inha Vida M oda e Beleza M úsica Namoro Noivas Portal de Artesanato Portal Decoração Prêmios Receitas e Dietas Vagalume Viagens

Esportes Automobilismo Copa das Confederações 2013 Esportes Olímpicos Futebol Gazeta Esportiva M ais Esportes Vídeos Videolog

Especiais Ídolos Kids 2013 Legendários The Love School Serviços E-mail R7 Banda Larga R7 Carros R7 Concursos R7 Cursos R7 Empregos R7 Fotos Guia M ais R7 Imóveis R7 Jogos R7 Livros R7 M oda R7 M óvel M elhore na Escola R7 Namoro R7 Segurança R7 Sites

Jornais Atalaia Agora Correio do Povo Folha Vitória Hoje em Dia Rádios Rádio Guaíba Rádio Sociedade Grupo Record Banco Renner Record Entretenimento Record M obile Instituto Ressoar

Record Internacional Record TV Network Arca Universal IURD TV Rede Aleluia Rede Record Record News


Título: Cai venda de autos e comerciais leves, diz Fenabrave Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: EXAME Cidade: WEB País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: SITE

Estado: WEB Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Carros 16/07/2013 16:17

Cai venda de autos e comerciais leves, diz Fenabrave O total representa queda de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho Gustavo Porto, do

São Paulo - As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa queda de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.


Título: Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Autor: Redação Coluna: Nome do Veículo: TRIBUNA DE MINAS Cidade: JUIZ DE FORA País: BRASIL Data de Capa: 16/07/2013 Nome do Cliente: FENABRAVE Categoria: Fenabrave Disponibilização: 17/07/2013

Tipo de Veículo: JORNAL

Estado: MG Origem: On Line Palavra Chave: FENABRAVE


Expediente

17 JUL

Cidade Últimas

Política

Painel

Empregos

Economia

Esporte

Indicadores Vida Urbana

Cultura

Serviços

Cesar Romero

Opinião

Guia Cultural

Fale conosco

Anuncie aqui

Juiz de Fora Quarta

Classificados Tevê

Revista Cenário

Carro & Cia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Últimas 16 de Julho de 2013 - 16:21

Fenabrave: cai venda de autos e comerciais leves Por Gustavo Porto - Agencia Estado

Compartilhar

Tw eet

Edição impressa

As vendas de autos e comerciais leves na primeira quinzena de julho somaram 145.854 unidades, informou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na tarde desta terça-feira, 16. O total representa quedas de 13,13% sobre os 167.903 veículos de igual período de junho, e de 14,52% ante o total de 170.623 unidades da primeira metade de julho de 2012. No acumulado do ano, foram comercializados 1,853 milhão de unidades de autos e comerciais leves, alta de 2,81% sobre o acumulado de janeiro à primeira metade de julho de 2012, quando haviam sido emplacados 1,803 milhão de veículos. Na primeira metade de julho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 8.373 unidades, baixa de 2,25% em relação ao total de 8.566 veículos de igual período de junho e forte aumento de 30,28% sobre a primeira metade de julho de 2012, quando tinham sido vendidas 6.427 unidades. No acumulado de 2013, as vendas desses veículos atingiram 99.534 unidades, alta de 9,63% sobre as 90.793 unidades de igual período de 2012. Incluindo motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total comercializado na primeira quinzena de julho de 2013 chegou a 226.092 unidades, quedas de 11,63% sobre as 255.857 unidades de igual período de junho e de 11,28% sobre os 254.825 veículos da mesma quinzena de julho de 2012. No acumulado de 2013, os emplacamentos totais de veículos somaram 2,854 milhões de unidades, 1,24% inferior ao total de 2,890 milhões de unidades de igual período de 2012.

Pesquisa


Clipping Fenabrave 17.07.2013