Page 1


PALAVRA DO PRESIDENTE

A parábola dos talentos registrada em Mateus 25 é o mais claro registro que as Escrituras Sagradas apresentam sobre esse assunto. De acordo com o relato, Deus é quem determina os talentos e quem os recebe. O fato de receber um ou mais talentos não deve preocupar o crente, mas a preocupação deve ser o desenvolvimento desses talentos. Uma das principais preocupações da igreja no passado foi o número de pessoas a ser batizadas. Esse foco continua em vigor, mas não apenas o batismo por batismo. A ficha de batismo é importante, mas mais importantes são as pessoas. Com o passar do tempo, a igreja enfocou o serviço. Com isso, o trabalho teve como ênfase os métodos, como classes bíblicas, duplas missionárias, evangelismo público e etc... Com a Visão “Cada um Salvando Um” a ênfase maior passa a ser as pessoas. Sabemos que as fichas de batismo são importantes, que os métodos são indispensáveis, mas o céu só terá sentido se as pessoas estiverem lá. Uma de nossas preocupações é a demasiada evasão de pessoas que saem da igreja a cada ano. Por isso o ministério baseado nos dons é de suma importância para o desenvolvimento e para a manutenção dos discípulos que se unem a cada ano a igreja de Deus através do batismo. Cada um de nós nasce um gênio, mas infelizmente a grande maioria morre na mediocridade. Um dos fatores

2

que promove esta realidade tem que ver com a ineficiência do uso dos dons. Muitos admiram o dom desenvolvido por outros, mas não desenvolvem os seus próprios dons. Paulo afirma: “Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo... Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo. A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.” (I Coríntios 12;12, 27 e 28). Se cada discípulo de Cristo desenvolvesse sua parte no reino de Deus e entendesse esta verdade, não teríamos inveja, desavenças e, por outro lado, a igreja cresceria em suas diversas áreas. Muitos sabem cozinhar, consertar, outros sabem sorrir, e se todos usassem esses talentos naturais e os desenvolvessem, teríamos muito mais Adventistas felizes e igrejas repletas de pessoas dispostas a participar do sacerdócio de todos os crentes (I Pedro 2:9). Preocupa-me uma igreja onde “meiadúzia” de pessoas trabalham e fazem as coisas acontecer, enquanto 85% dos membros da igreja só assistem. Chegou

a hora de mudar esta situação. Não há lugar para expectadores ou coadjuvantes, é necessário protagonistas. Deus deixou uma promessa espetacular que deve mover cada adventista do sétimo dia. Ellen White inspirada por Deus escreveu: “O grande derramamento do Espírito de Deus, o qual ilumina a Terra toda com Sua glória, não ocorrerá sem que tenhamos um povo esclarecido, que conheça por experiência o que representa ser cooperador de Deus. Quando tivermos uma consagração completa, de todo o coração, ao serviço de Cristo, Deus reconhecerá esse fato mediante um derramamento, sem medida, de Seu Espírito; mas isso não acontecerá enquanto a maior parte dos membros da igreja não forem cooperadores de Deus”. (Serviço Cristão, 253). Isso não mexe com você? Pense Nisto! E lembre-se seguir a palavra de Deus é sempre a melhor escolha.


EDITORIAL

“Sete são as cores do Arco-íris”

Jornal Ponto em Comum Associação Sul-rio-grandense Av Caí, Nº 82 - Bairro Cristal CEP 90810-120 - Porto Alegre - RS Fone: (51) 3245-7000 Web Site: www.asr.org.br

Produção Executiva: Marcos Oliveira Júnior, Milton Andrade e Harlei Queiroga Diretor de Comunicação: Elton Júnior Jornalista Responsável: Bianca Lorini Revisão: Carlos Henrique Nunes Arte/Diagramação: Diego Soares Equipe ASR: Adilson Silva Gonçalves, Elissandro Santos, Elton Júnior, Elvia Andrade, Ericson Danese, João Lorini, Leonardo Preuss Garcia, Luizélia Pizon Alva, Marlon Alves e Rosinha Oliveira. Edição Trimestral Tiragem: 6 mil exemplares Distribuição Gratuita Copyright by ASR: Associação Sul-rio-gradense da Igreja Adventista do Sétimo Dia

Por um bom tempo acompanhei o programa de rádio dirigido pelo pastor Amilton Menezes, na Novo Tempo, no qual ele destaca o número sete. Dizia: “Sete são as cores do arco-íris, sete são as notas musicais, sete são as maravilhas do mundo”. E, entre outras frases, terminava sua reflexão perguntando: “o número sete não diz nada a você? ” Dias atrás, em uma reunião na sede administrativa da Igreja Adventista no Sul do Brasil, a União SulBrasileira (USB), um dos administradores salientou que em sete anos nós poderíamos evangelizar todas as pessoas que compõem o território do Sul do País se realmente cada um salvasse mais um ou pelo menos tentasse. Após um bom período, quando tentamos acertar em termos de evangelização focando mais a “questão numérica” e talvez mais a “questão metodológica” do que a “questão pessoa”, a USB, especialmente, assumiu que precisávamos retornar ao estilo evangelístico primitivo, isto é, o estilo de se priorizar a pessoa e suas necessidades. Como parte da USB, nós da sede administrativa da Igreja Adventista do leste do Rio Grande do Sul, Associação Sul-rio-grandense (ASR), absorvemos essa ideia. E desde o final do ano passado tentamos colocar em prática essa visão, entre a administração, departamentos, distritos e, obviamente, em nossas igrejas locais e irmandade. O desafio maior tem sido o de envolver os não envolvidos, aqueles que talvez nem irão ler esse editorial, infelizmente. Mas esse passa a ser o nosso grupo focal e como um todo organizacional, precisamos chegar nesses nossos queridos mas não comprometidos irmãos. Para tanto, temos desafiado aos pastores e membros ativos a mudar algumas estratégias de treinamento. Como geralmente são os mesmos que têm participado como

membros ativos, nossa meta agora se direciona aos inativos, aqueles que só acompanham de longe as campanhas e os movimentos da igreja. A ideia inicial é chegar nesse grupo que não é pequeno, cerca de 70% ou mais em algumas congregações, e para tanto precisamos nos unir. No livro de Atos, no capítulo 1:14, lemos “Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus e com os irmãos dele.” Uma tradução mais próxima do original seria “... perseveravam com uma só mente ...”. Isto estava em contraste com o espírito competitivo demonstrado na última Ceia, descrito em Lucas 22:24. Penso que este é um dos segredos do sucesso da igreja primitiva, ou seja, o foco em comum, “uma só mente”. E no que essa “uma só mente” pensava? Com certeza não era em um grande evento futebolístico que deveria estar ocorrendo na época. Também não creio que eles estavam preocupados com os grandes movimentos sociais que talvez estivessem ocorrendo na região. Muito menos com as questões materiais, aquisições e mais aquisições, aliás, eles tinham tudo em comum. Interessante notarmos que o início se deu em um núcleo familiar, de Jesus, sua mãe, seus irmãos. Nossa igreja também possui um núcleo que é quase tão familiar como o encontrado nos lares, isto é, as classes da Escola Sabatina. É nesse núcleo que podemos começar a achar os que estão perdidos, a aproximar os que estão afastados, a nutrir os que estão desnutridos, a envolver os não envolvidos. Como pastor e secretário desta sede administrativa quero desafiá-lo a colocar em prática essa visão em sua classe já no próximo sábado, ao notar a ausência de alguém por ocasião da chamada. Vamos orar por esse alguém, vamos nos comprometer a visitá-lo. Vamos nos identificar com as suas necessidades, quer sejam físicas, emocionais ou espirituais. Vamos procurar satisfazê-las. Com certeza, estaremos colaborando para que, se não em sete anos, mas no tempo de Deus, Jesus venha e nos encontre focados na visão e na missão de cada um salvando um. E aí, o número sete não diz nada a você?

3


REPORTAGEM

D

ados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que o tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. As pesquisam também afirmam que um terço da população mundial é fumante, resultando em 10 mil mortes por dia. Em contrapartida, a Igreja Adventista em todo o mundo é conhecida por sua mensagem de saúde. E, em Porto Alegre, o curso “Como deixar de fumar em cinco dias”, aconteceu na edição de número mil. O curso, realizado por João Batista Costa, que está à frente deste projeto há 35 anos, juntamente com os adventistas, luta para combater esse hábito na sociedade.

Associação Brasileira de Profilaxia, fundador da comunidade terapêutica “Fazenda Revive”, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e assessor do Ministério da Saúde para o controle de tabagismo no Brasil. No combate ao tabagismo, uma de suas principais ênfases no curso “Como deixar de fumar em cinco dias” é a educação.

“Pelo que eu assisti ontem, tenho esperança de que no decorrer dos próximos dias eu vá conseguir tirar umas série de dúvidas que ainda tenho e conseguir parar com o cigarro”, afirma Rose“O primeiro detalhe é mostrar que o fumo que meu pai marie Kunzlr, ao iniciar sua particifumou tinha 36 substâncias tóxicas, cerca de seis que pação no curso de número mil, que causavam câncer. Hoje o fumo tem 4.720 substâncias aconteceu em Porto Alegre. venenosas, das quais 80 são cancerígenas. É na medida O palestrante é autor dos livros “O Fumo no banco em que o fumante vai sendo conscientizado que ele adquire dos réus”, da Editora Casa Publicadora Brasileira (CPB), a força para deixar de fumar. Ele chega ao ponto de dizer: “Deixar de fumar ficou mais fácil” (CPB), “Fumar ou viver” ‘eu não posso mais fumar”, explica João Batista Costa. entre outros publicados em outros países. João Batista Costa, de 82 anos, é presidente da 4

Jornal Ponto em Comum


Ele é formado em Saúde Pública pela Universidade Central da Flórida e começou com os cursos “Como deixar de fumar em cinco dias” em 7 de junho de 1979. Já são 35 anos à frente desses cursos, e, em 7 de junho de 2014, realizou o curso de número mil. O trabalho tem dado resultados: em 35 anos, cerca de 80% dos participantes deixaram de fumar. Em sua luta par combater o vício, a médica neurologista Rosemarie L. Gomes admitiu dificuldades, mesmo sendo uma profissional de saúde. “Nós médicos também somos humanos, e eu já havia tentado parar de fumar duas vezes antes do curso. Então foi na terceira vez que eu tive êxito, e foi através do curso de como deixar de fumar em cinco dias que eu consegui. Há 20 anos eu estou em abstinência”, pontua. Os cursos geralmente acompanham campanhas de evangelismo público. E através dele, várias pessoas, além de deixar o cigarro, conhecem a mensagem bíblica da Igreja Adventista. A família, que muitas vezes acompanha, também faz parte deste processo de recuperação. Os fumantes passivos também sofrem, inclusive fisicamente, pois de acordo com o Ministério da Saúde sete não-fumantes morrem por dia em consequência disto. O tabagismo passivo, aquele que ocorre ao inalar a fumaça de um fumante, aumenta em 30% o risco de câncer no pulmão e 24% o risco de infarto. “Quando eu era criança, na frente da nossa casa, se promoveu o curso de como deixar de fumar. Minha mãe

fumava e em nossa família ninguém mais fumava. Nós insistimos muito para que ela fosse até esta programação, e em cinco dias ela deixou de fumar. Depois desse curso, minha família e eu conhecemos mais sobre a Igreja Adventista e fomos batizados. E hoje, sou pastor da Igreja Adventista”, destaca o pastor Alexsandro Guimarães. As portas da igreja foram abertas para nossa família através deste curso”. “Através dos cursos as pessoas também podem conhecer outros benefícios que a Igreja Adventista pode oferecer a elas, como estudos bíblicos e principalmente apresentar Jesus”, afirma o pastor Leonardo Preuss Garcia, diretor do Ministério da Saúde no leste do RS. Os cursos têm dado resultados, em 35 anos, cerca de 80% dos participantes deixaram de fumar. Além do benefício próprio, a vida dos familiares também é transformada depois desses cincos dias. “Eu decidi que depois de me aposentar eu me dedicaria ao Senhor. E eu tenho um retorno maravilhoso porque continuo com muita energia, muita capacidade, graças ao meu Senhor, para ajudar aquele que queira ser ajudado”, afirma João Batista Costa. Jornal Ponto em Comum

5


CAPA

D

ois grandes eventos celebrarão os resultados do trabalho missionário em 2014: o Batismo da Primavera e a Caravana Novo Tempo

Em 2014 foi implantada, em todas as Igrejas Adventistas do Sul do Brasil, a visão “Cada Um salvando Um”. Esta visão pretende envolver todos os membros da igreja no trabalho missionário de acordo com seu dom espiritual. Em setembro, durante o Batismo da Primavera e Caravana Novo Tempo, alguns resultados deste envolvimento dos membros serão vistos em dois eventos importantes.

Batismo da Primavera O batismo da primavera é promovido pelo Ministério Jovem, e por muitos anos teve por objetivo batizar crianças e juvenis. Com o passar dos anos esse objetivo não mudou completamente, mas a data já celebra a conversão de pessoas de todas as idades.

“O Ministério Jovem promove, em setembro, um grande batismo no dia do desbravador, que neste ano, conforme calendário da Igreja Adventista na América do Sul, passa a ser comemorado no dia 20 de setembro. Nesta oportunidade, as investiduras e batismos poderão ser O diretor do Ministério Jovem no leste do Rio Grande do ligados numa linda programação com a temática dos Sul, pastor Ericson Danese, explica que é neste período, desbravadores. Esta também é a oportunidade dos jovens no Batismo da Primavera, que os resultados de várias do Geração 148 realizarem os batismos que são fruto das ações iniciadas em 2014, através dos desbravadores e ações missionárias que eles realizam ao longo do ano”, Geração 148, serão vistas. Pois a tradicional classe dos destaca o pastor Danese. desbravadores, que prepara os juvenis para este batismo finaliza suas atividades em setembro, bem como os estudos bíblicos “O Resgate da Verdade”, direcionado para jovens.

6

Jornal Ponto em Comum


Caravana Novo Tempo em setembro

A

lém de ser o mês do batismo da primavera, em setembro, na cidade de Esteio, grande Porto Alegre, irá acontecer a Caravana Novo Tempo. Este evento, que será no dia 27 de setembro, contará com a formatura de todas as pessoas que estão estudando a bíblia com adventistas e nesta data estarão em conclusão de seus estudos. Por isso, todos os estudantes e instrutores devem se preparar para que nesta data o estudo bíblico esteja concluído e aconteça a participação nesta formatura especial. Mais uma vez, o envolvimento dos membros será peça chave para essa grande mobilização. Dentre os cantores e apresentadores da TV Novo Tempo que estarão presentes, o pastor Luís Gonçalves, apresentador do programa Arena do Futuro fará o encerramento deste grande evento. Fique atento e já marque esta data em sua agenda para participar da Caravana Novo Tempo:

Local: Parque de Exposições Assis Brasil em Esteio Data: 27 de setembro Horário: 16 horas Por isso, seja através do Ministério Jovem, Desbravadores, Duplas Missionárias, ou em outro ministério que em que você desenvolve seus dons, setembro será um mês marcante. O batismo da primavera e Caravana Novo Tempo serão uma oportunidade para que os seus esforços missionários sejam celebrados.

Jornal Ponto em Comum

7


De acordo com a visão missionária da União Sul Brasileira, Cada Um Salvando Um, cada membro da Igreja Adventista deve usar seus dons para se envolver na missão. Uma frente missionária muito eficaz que muitos podem se envolver são as classes bíblicas. Elas são classes de estudos da Bíblia que têm por objetivo instruir as pessoas nas doutrinas e prepará-las para o batismo.

Existem alguns componentes para uma classe bíblica de sucesso: Professor: consagrado, que consiga explicar bem a Bíblia e que ame as pessoas; Local e materiais apropriados: pode ser uma sala anexa ou mesmo na igreja, todos os alunos devem ter estudos bíblicos, Bíblia e caneta na mão. Pode-se usar recursos de som e imagem, se tiver disponibilidade;

Equipe envolvente: é aqui que muitos podem se envolver, na recepção, nos louvores, na chamada, convidando e acompanhando alunos, entre outras formas;

Preparo espiritual da igreja: toda a igreja deve orar pelos alunos da classe bíblica; Divulgação e convites: “a propaganda é a alma do negócio” e para se ter muitos alunos é preciso divulgar e convidar de todas as formas criativas e possíveis, lembrando que o convite pessoal a amigos é muito eficaz;

Apresentação do estudo: o professor deve apresentar o tema com entusiasmo, uso de ilustrações, didática, aplicações à vida e apelo.

Visitação e atividades sociais: é muito importante que todos os alunos da classe bíblica sejam visitados e pelo menos uma ou duas vezes pode-se fazer uma atividade social com os alunos, como um passeio ou piquenique.

Formatura e Batismo: o segredo do sucesso de uma classe bíblica é fazer uma linda formatura ao final com o batismo daqueles alunos que tomaram a decisão. No mês de setembro teremos o Batismo da Primavera em nossa Associação e muitos dos batizandos serão frutos de Classes Bíblicas. Neste mês de agosto os professores das Classes Bíblicas devem encaminhar os seus alunos para o final do estudo e fazer os apelos para que aceitem o batismo bíblico. Estes alunos também devem ser visitados pelo professor da Classe Bíblica e pelo pastor da igreja para que a ficha batismal seja preenchida.

8

Jornal Ponto em Comum


Mas as Classes Bíblicas não são exclusivas para o preparo do Batismo da Primavera. Elas podem acontecer em qualquer época do ano. Você pode organizar classes bíblicas na ASA, desbravadores, aventureiros, Colégios e Escolas Adventistas, domingos à noite, nos Pequenos Grupos, de jovens e de muitas outras maneiras também. Uma sugestão é começar na sua igreja uma Classe Bíblica para preparar um grupo de pessoas para o Batismo de Natal. Ainda dá tempo de começar e ter um lindo batismo ao final deste ano! Concluo citando este pensamento: “Ação sem oração é arrogância, mas oração sem ação é hipocrisia” - Huston. Ellen White afirmou que “a Conversão de almas para Deus é a maior e a mais nobre obra em que seres humanos possam tomar parte” Testemunhos para a Igreja, vol. 7, p. 52. Se nos envolvermos na missão da igreja veremos muitas pessoas aceitando a salvação de Jesus e sendo batizadas! “Cumpre-nos orar, trabalhar e crer. O Senhor é nossa eficiência” - EGW, Evangelismo, p. 438. Escrito pelo Pr. João Lorini e Elton Júnior

AGOSTO: Batismo das Unidades de Ação e Pequenos Grupos 02 – Treinamento Integrado Regional (Osório e Região) 02 – Dia da Ação Solidária Adventista na Comunidade 04 a 06 – Concílio Ministerial (ASR) 05 a 08 – Evangelismo web 09 – Multiplicação de Unidades de Ação e Pequenos Grupos 17 a 20 – Planejamento da USB com os campos 23 – Programa “Quebrando o Silêncio” 24 – Grande Trimestral e Curso de Liderança (CAPA - Porto Alegre) 27 a 28 – Lançamento do Mês Máximo (Colportores) 30 – Encontro para solteiros, namorados e noivos (IACS) 31 – Trimestral (IACS)

SETEMBRO: Batismo da primavera 01 a 02 – Planejamento da ASR (2015) 03 a 04 – Lançamento do “Sonhando Alto” (Publicações) 06 – Encontro de Meninos (IACS) 13 – Treinamento Integrado Regional (Pelotas e Região) 14 – Trimestral Rio Grande e Trimestral Pelotas 20 – Dia mundial dos desbravadores

27 – Caravana Novo Tempo – Pr. Luís Gonçalves 30 – Encerramento da Recolta

OUTUBRO: Batismo do Evangelismo voluntário 03 a 05 – Retiro do Ministério da Mulher 04 – Lançamento do Mutirão de Natal 11 – Dia Mundial da Criança Adventista 18 – Dia da Educação Adventista 25 – Dia do Pastor e das Vocações Ministeriais 25 – Treinamento Integrado Regional (Viamão e Região) 31 – Aventuri 31 – III Congresso de Profissionais de Saúde do RS

Jornal Ponto em Comum

9


Homens participam de encontro exclusivo O encontro “Homens de Poder” é uma programações voltada ao público masculino e deve acontecer nas seis regiões do leste do RS. O pastor Leonardo Preuss Garcia, diretor do Ministério da Família na região, é quem promove esses encontros, que abordam temas como comunhão pessoal, culto familiar e o pai como líder espiritual e sacerdote da família. O relacionamento conjugal, e relacionamento entre pais e filhos, também são temas de destaque. No final do evento todos os homens presentes assinaram um compromisso de serem verdadeiros “Homens de Poder” para suas famílias e igrejas Concílio para esposas de pastores aborda expectativas de vida A crença a respeito da volta de Jesus é o que motiva homens e mulheres a dedicar a sua vida para o ministério pastoral. Pastores e suas esposas desempenham um papel importante dentro da comunidade religiosa, e, assim como os demais cristãos, devem atentar para alguns aspectos da vida, aqui na Terra, enquanto Jesus não volta. E foi com esse pensamento em mente, que a Área Feminina da Associação Ministerial, (Afam) liderada por Rosinha Oliveira, promoveu o concílio para esposas de pastores do leste do RS. O evento aconteceu na cidade de Canela, RS, dos dias 6 a 8 de junho. Foi apresentado que “Enquanto Ele não vem”, as mulheres devem cuidar de si mesmas, devem cuidar de seus relacionamentos com o esposo e família, cuidar da saúde e principalmente, cuidar da vida espiritual, ao manter um relacionamento diário com Deus. 3.500 gaúchos se comprometem com o discipulado A visão da Igreja Adventista no Sul do Brasil “Cada um salvando um” tem o objetivo de incentivar as pessoas a se envolver em ministérios que farão a diferença para comunidade, apresentando Jesus de formas diferentes. No mês de março, em Taquara, RS, no Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (Iacs), cerca de 3.500 pessoas participaram do congresso “Cada um salvando um” cujo objetivo foi despertar as pessoas a dedicarem seus dons em benefício ao próximo. Desta vez o objetivo não foi apenas desfrutar das palestras, músicas e convívio entre amigos. O congresso buscou incentivar os membros à ação, a uma mudança, de quem ainda não descobriu o seu dom e não tem o envolvimento com nenhum ministério para levar a mensagem de Jesus a outras pessoas. Desbravadores renovam compromissos com Deus O XXI Campori de desbravadores do leste do Rio Grande do Sul, aconteceu em Igrejinha, nos dias 1 a 4 de maio e serviu de testemunho positivo quanto aos desbravadores e a Igreja Adventista para aquela cidade. No dia 1º de maio, dia do trabalhador, um desfile em homenagem aos trabalhadores da cidade e também em comemoração ao cinquentenário de Igrejinha chamou a atenção de toda a comunidade e marcou os moradores locais. O próprio prefeito ficou animado com a ação e acompanhou de perto este desfile ao lado do diretor geral desse evento e diretor dos desbravadores para o leste do Rio Grande do Sul, pastor Éricson Danese. Além do impacto positivo na cidade, os próprios desbravadores puderam conhecer mais sobre Deus, desenvolver suas habilidades no que diz respeito às especialidades ligadas à Bíblia e aprender mais sobre o personagem bíblico Moisés, já que toda a temática do campori abordou esse personagem. 10

Jornal Ponto em Comum


Você já enfrentou alguma dificuldade depois que assumiu essa função? Somente

50

anos, é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE/RS), formado em Ciências Contábeis na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e atualmente trabalha como Diretor de Controle e Fiscalização. Ele é casado, tem três filhos e há 25 anos é adventista. Ele atua como Ancião, Diretor do Ministério Pessoal e Professor de Classe Bíblica na Igreja Central de Porto Alegre. Em entrevista para o Jornal Ponto em Comum Leo Richter conta como Deus direcionou sua vida profissional e principalmente espiritual.

Como foi seu primeiro contato com a Igreja Adventista do Sétimo Dia?

Em resposta a uma oração, Deus fez com que alguém colocasse um folheto na minha caixa de cartas e assim fui até a Igreja Central de Porto Alegre, em abril de 1988, justamente quando estava em andamento um seminário do Apocalipse. Eu vivia de forma moralmente correta, mas sem respostas para os questionamentos tão comuns a todos os seres humanos a respeito do sentido da vida em contraste com as pretensas verdades bíblicas pregadas de modo tão incoerente pelas religiões que até então eu conhecera. Esse encontro com Deus mudou muito a minha vida, me dando nova visão a respeito de toda a realidade em meu redor, batizando-

me em março de 1989. Foi também ali na Igreja Central que Deus me deu outro lindo presente: minha esposa. Em 1990, ao ingressar através de concurso público no TCE/RS, tivemos que nos transferir para a cidade de Erechim, na região norte do Estado. Escolhemos morar lá por 18 anos, especialmente para ajudar a igreja local e ajudar a instalar a Escola Adventista de Erechim. Também lá nasceram o Rúbens, o Christian e a Natália, nossos queridos filhos! Em Erechim tornei-me 1º Ancião, atuando por muitos anos nessa função. Fui Presidente do Conselho Escolar da Escola Adventista, participei durante nove anos em programa de rádio que a igreja fazia ao vivo, fui professor universitário por 16 anos na URI e Coordenador do Serviço Regional de Auditoria do TCE/RS a partir do ano de 2001.

Atualmente quais são as atividades que você exerce? No início do ano de

2009 fui convidado a exercer em Porto Alegre, sede do TCE/RS, a função de Supervisor de Auditoria Municipal, quando então retornamos para cá. E em novembro de 2013 fui convidado a assumir a Direção de Controle e Fiscalização, que corresponde à direção técnica de todo o Tribunal de Contas, atividade fim desta Corte de Contas, para a honra e glória de Deus!

Jornal Ponto em Comum

pela mão de Deus para chegar a essa função, pois o Diretor técnico do TCE deve estar à disposição do Presidente do TCE 24 horas por dia, os sete dias da semana, para prestar qualquer informação necessária. Em função de minha conhecida fidelidade ao Dia do Senhor durante toda a minha carreira no TCE, o Presidente, ao me convidar, disse que, previamente, assumia o compromisso de não me consultar nas horas do sábado bíblico, o que ele vem cumprindo com muita lealdade!

Em quais oportunidades você testemunha sobre sua fé em Deus? Procuro testemunhar,

em primeiro lugar, sendo dedicado cumpridor de minhas obrigações funcionais, fazendo sempre o melhor. Mas também me dediquei em presentear meus colegas com livros nas datas da páscoa e natal, além de conselhos e conversas pessoais que sempre surgem.

Como sua fidelidade a Deus fez diferença em sua vida profissional? Cada dia há grandes e

novos desafios que somente com muita humildade e após muita oração as soluções aparecem, seja na área da gestão técnica, seja na área de gestão de pessoas! Se não fosse a presença diária de Deus me trazendo calma e paz, muitas decisões teriam sido tomadas de forma equivocada e seria um desastre! Por isso a importância de uma comunhão viva com Deus na primeira hora da manhã, o culto familiar e o estudo da Bíblia todos os dias!

Como você sente a presença de Deus em sua vida diária? Somente posso creditar tudo a

Deus e louvá-lo por tudo o que tem feito em minha vida e pelas almas ganhas para Cristo até agora. Se pudesse deixar um conselho, diria aos irmãos de todas as idades: aceite os desafios de Deus para crescer e Ele fará maravilhas em sua vida e, por consequência, na vida de outras pessoas!

11


12

Jornal Ponto em Comum


Agual (G)

Bairro Santa Rosa (G)

Daniel Amiel Hermann Cardoso

Ana Paula Douglas Rodrigues

Amapá (G)

Campestre Novo (I)

Carmem Fatima Silva Moreira Carolina Pires Tavares

Elaine Martins de Borba Eliane Schlecht Lopes Elias Rosa dos Santos Joao Gabriel Ramos Paim Luis Carlos Lopes

Bagé Central (I) Aracy Rodrigues Toio Beatriz Nogueira da Silva Bianca Nogueira da Silva Doralice Witikoski Ederson Oliveira Menezes Enedine Poline de Souza Jorge Roberto Nunes Sagreira Luiz Francisco dos Santos Manuel Luiz Azevedo das Neves Monica Silveira de Figueiredo

Bairro Bom Jesus (I) Cleusa Odete Velasque Alves Edemar Rodrigues Fernanda de Oliveira Bandeira Alves Lelia Rodrigues Domingues

Bairro Cristal (I) Daiana Correia

Bairro Getúlio Vargas (I) Angelica Pinho Leitzke Bianca Leitzke Pereira Enelsir Lucas da Costa

Bairro Lajeado (G) Ana Carolina Silva dos Santos

Capivari do Sul (G) Alexandre Fabiano da Silva Daiane Villela Souza Elaine Pires da Silva Emerson Giovane Pires Pedroso Jessica da Silva Jessica Pinheiro Bubols Luciana da Silva Pedroso Luiza Maria de Souza Teixeira Osvaldo P. Borges Patrícia dos Reis S. Moraes Paulina da Silva Zilda Cavalheiro

Central de Porto Alegre (I) Adelaide Rosado L. da Silveira Ana Paula de Oliveira Alessandra da Luz Belmonte Ana Claudia Orestes Vieira Cláudia Adriana V. Gonçalves Souza Carolina Goncalves dos Santos Cileni de Fatima Goncalves dos Santos Anselmo Rosa da Silva Bruna Paloma da Silva Belmiro Zanotti Doraci dos Santos Derleci da Cruz Formiga Fabiano de Oliveira Clarindo Evelyn Jaqueline Barbosa Gava

Jornal Ponto em Comum

Daniele dos Santos Machado Giliane Silveira Rodeski Ironi Martins Israel Anderson Silva da Silva Joao de Deus Moreira Ruth Pinto dos Santos Ercole Samantha dos Santos Shalupka Sandra Aparecida Oliveira Sandra Cristina Pereira Sandra Lia Ribeiro Soares Sandra Marta de Souza Sandra Regina da Rosa Sandra S. Santiago Silva Sandro Mauro Silveira Nabarro Santa Rodrigues Francisco Sarah Lucia Lami Saul Ramos de Camargo Sergio da Silva Souza Sergio Nunes da Luz Sergio Paulo Correa Neto Sergio Rosa Pereira Setembrina Osorio Goncalves Shary Oliveira de Avila Silvia Loreley Bazan Vianna Silvino Pereira da Silva Silvio Antonio Moreira Silvio Debona Borba Simara Rosane Andreotti Souza Simone Santos dos Santos Simplicio Rodrigues da Silva Sirlei Pierreta Sonia Eredita Rolim da Rosa Susan Antunes da Silva Suziane Regis Pompermayer Tanara Almeida Moreno Martins Tania Henrique Gomes Tania Mara Saraiva Tania Maria Machado Terence dos Santos Chalupka Tereza dos Santos Pinheiro Tereza Mafalda Siqueira Thais Dias Pereira Thiago Castro de Avila Thiago Santos da Rocha Tiago Silveira dos Santos Toni Joel Machado Tyrone da Silva Romero Universina Alves de Castro Universina Vieira Marques Ursula Correa Cavalheiro de Souza Vagner Quevedo Oliveira Valdelírio Lopes Valter Junio Lazzarotto Vanderlei Silvato da Silva Vanessa da Silva Ferreira Vidal Vania Denise Decero Mosena Vania Maria Pontes da Silveira Vanilda Cristino Moreti Veimar Maria Silveira Vera Cantes Vera Elizabete dos Santos Gomes Vera Jones Scotto Guterres Vera Lucia Mota Vera Lucia Machado Pinheiro Vera Lucia Pereira de Mesquita

13


DESAPARECIDOS PALAVRA DO PRESIDENTE

Vergilina Nunes Vilma Brandt de Freitas Vilnei Urubata de Souza Vivaldino Simoes de Miranda Viviane Thielke dos Santos Walmor Flores Barbosa Walter de Ataides Wanderson Monteiro Lemos Willian Lopes Cairuga Wilma Maria de Andrade Yeda Maria Dimartinho Yedda Eunice Sudbrack Yolando Candido de Jesus Zeferina Ribeiro Zenerito Camares Vieira Borges Zildomar Morales Cortes Zuleica Fraga de Oliveira Carvalho Zuleide Barbosa

Gravataí (I) Daniela Oliveira Santos

Guaíba (I) Antonio Teixeira

Morro do Coco (I) Alexandre da Costa Maack Carem Andrades Fagundes

Parque dos Eucaliptos (I) Ana Claudia Xavier Silveira Claudete Peres da Silva Cleci Garcia Daniel Machado Reginaldo Eva de Fatima Ribeiro da Silveira Fernanda Machado Reginaldo Franciele Xavier Ribeiro Gabriel Henrique S. Lima Herica de Lurdes Silva Silveira Jose Vilmar Kreps Luis Henrique Silveira da Silva Marcos Rogerio Basotti Maria Ines Guimaraes da Silva Marieta Oliveira Nilda Maria dos Santos E Silva Pedro Paulo Xavier Silveira

Palmares do Sul (G) Emídio Paixão Monteiro

Jardim Itapema (I) Elisareth Pederzolli Alves Fernanda Passos Pereira

Loteamento Panorâmico (I) Derli Cavalheiro Jonathan Mendes Cavalheiro

Loteamento Vila Rica (G)

Passo Dorneles (I) Beatriz Oliveira da Silva Bianca Beatriz Rosa de Oliveira Clara Stank de Oliveira Helena Claudete de Jane Alves

Pelotas (I)

Adriana da Silva Adriane Ramires Lima Aide Leite Souza Angela Maria Caldas Ramos Mampituba (G) Carmem Braga Soares Carmem Lucia Caetano Gayer Alex dos Santos Rocha Carolina Oliveira da Silva Célia Klemtz Moradas da Colina (I) Cibele Colvara Cunha Cintia Fabiane Leitzke Carla Rejane Santana Castencio Elci Vieira Bueno Carmem Lucia Andrades de Jesus Elen Juliana da Rocha Garcia Cleonice Rodrigues dos Santos Elodina Lessa Isabelle Christine da Silva Pinto Enilda Cunha Rockembach Ivone dos Santos Saraiva Eunice Pinto Larry Bettoni Souza Homem Eurico Antonio Casarim Leisa Pires Almeida Eva Antonia Almeida Leyza Betoni Souza Homem Eva Gladis Dornelles Amaral Maikel Gomes Seixas Geovana Oliveira da Silva Marcio Souza da Silva Hildegard Herrmann Hiolanda Ferreira Nunes Morro da Pedra (I) Isolete Barros Matos Fabrica Ivone Pereira Maria de Fatima Gonçalves Dorneles Jorge Luis de Lima Alexandre da Costa Maack José Maria Oliveira de Ávila Caren Andrades Fagundes Lais das Neves Gomes Leda Herrera Mara Ferreira Marcio da Costa Lopes Maria Isabel de Oliveira Rodrigues Maria Isabel Santos Vergara Maria Luiza Pessoa Santos Mariana da Rosa Oliveira Luciana L. de Souza

14

Marion Marques Moreira Marly Santos da Silva Melina Oliveira da Silva Nara Regina Casanova Cabistany Porto Nido Furtado Soares Neto Raquel Feij o da Rocha Renato Garcia de Barros Rodinei Silva de Oliveira Rodrigo Falck Raddatz Sabrina Cerqueira Oliveira Sandra Mariza Bueno Azambuja Simone Rodrigues dos Santos Tania Iara Goncalves e Silva Tiago Rodrigues Peil Tiago Silveira dos Santos Vilmar Borges de Campos Warquilla Netto Silveira

Ana Maria Fraga da Rosa Andressa Viegas Soveral Angelina dos Santos Paim Angelo Boeno de Almeida Anna Barcellos Rosa Antonia Maria Costa Passos Antonio Carlos Rosa de Paula Araci Martions Kepper Araci Ramao Severino Bibiana Pacheco Vasconcelos Breno Henrique Medes Sant`ana Bruna Costa Poerari Bruna Tais Soares Goncalves Candida Cristina Paula dos Santos Carlos Daniel Alves Vargas Carlos Santana de Lima Carmem Lucia de Souza Santana Carmem Lucia Lopes Gomes Jacobsen Carmem Regina dos Santos Rodrigues Cecilia de Fatima R. Duarte Azevedo Pestano (I) Celina Furtado Celoi Vicente Martins David Morais Clareci Shardosin Moraes Clarice Sorgen de Bittencourt Prómorar (G) Claudia Andreia Segre Silva Claudia Beatriz Golcalves Franca Claudia Maria Duarte dos Santos Claudia Chaves Claudia Correa Lemes Santa Isabel (I) Claudio Vieira Soares Cleia Roseli Alves Silveira Aline da Silva Galina Cleide Flores dos Santos Ana Paula Paiva dos Santos Cleusa Maria Bandeira da Silveira Diego de Menezes Silva Cleuzeni Xavier da Rocha Diego Lopes da Silva Brauner Debora Silveira de Moura Debora Teixeira Alves Santo Antônio da Patrulha (I) Deivid Rodrigues de Oliveira Diosemara Aires Brum Caroline Reis da Silva Diovana Aires Brum Delma Silva de Souza Edgar Oliveira Guimaraes Eliezer da Silva Braga Edilson Vargas Ferreira Evelina Ferreira dos Santos Eliane de Quadros França Geane Domingos da Silva Fabricio Machado Goncalves Gelomar Fatima Soares de Medeiros Fernanda Caroline da Silva Gama Irma Ferreira da Silva Fernando Almeida Guimaraes Isabelle Adriana Merlin Simionato Fernando da Silva Rosa Jaqueline da Silva Andrade Gabriel Soares Goncalves Jose Enoque da Silva Garcia Gilberto Gotardo Lidia dos Santos Nascimento Giovani Fraga Lezana Lidia Eunice Vargas de Souza Gonsalina Mora Morais Lilian Dutra da Silva Guilherme Luis Jung Guilherme Ortiz de Paris Stela Maris (G) Iara Terezinha dos Santos Iran Machado Dias Ilca Lourenco Farias Joao Elias Paz Ausani Jean Barbosa Avila Joly Cauane dos Santos Velho Igor Gabriel Silva Martins Jose Jairo Bueno Geni Rozinha Sperb Juri Caue dos Santos Velho Joao Francisco Xavier Neto Laura Pinto Baes Leandro Grutzmann Frank Turuçu (G) Leonardo Moreira Maria Lorraine Brito da Silva Caroline Centeno de Oliveira Lourdes de Fatima Almeida Guimaraes Marco Antonio Lopes da Silva Luan Ferreira Soares Goncalves Luana da Silva Romero Viamão (I) Lucas Habian Burin Luis Carlos Poerari Adriana de Fatima Lessa Oliveira Lurdes Winck Machado Aida Terezinha Dias Fernandes Marcelo da Silva Airton Edinei Gimenes da Silva Marcia Liliane Dornelles Moreira Aline Ferreira da Silva Marcos dos Santos Brito Almirante Mariano Duarte Maria Helena da Silva Severo

Jornal Ponto em Comum


DESAPARECIDOS

Maria Jussara Veppo Pinto Maria Rejane Caetano Maria Shirlei Trindade Munhoz de Lima Maria Veroni Soares da Silva Marice Nogueira Marmotel Marileia Lucia Thiel Marina Caetano de Souza Marlene Oliveira Conceicao Maurilia Pinheiro Martins Maurilio Carrer Maximiliano Consul Hahmann Micheli Matias Merenock Nerilene Do Amaral Nestor Rodrigues de Oliveira Olinda Conceicao Braga de Mello Onilda G. Rodrigues Pedro Antunes Vieira Priscila Oliveira Alves Rafael Pederzolli Alves Raquel Silva Santos Rayssa Ferreira da Silva

Viamópolis (I) Elton Luis de Sousa Santos Kelly Almeida Lorenco Santos Maria Candida Ribeiro Goncalves Maria Iara Almeida Lourenco Pâmela César Michels Paulo Henrique dos Santos Krause Rejane Margarete da Silva

Vila Júlia (I) Airton Dias de Assis Francielle Prado Mello Machado

Vila Santa Bárbara (G) Alessandra Camargo da Silva Luiz Henrique de Camargo Rafaela Camargo da Silva

Vila São João (G) Cenira Laudelina da Silva Daralise Sesi Nando da Silva Leticia Daros Luiz

Vila Veneza (I) Adao Jesus Moura Carvaho

Xangri-Lá (G) Iracema Carvalho

Conhecendo alguém da lista entre em contato: (51) 3245-7037 ou pelo e-mail: jucelia.bergamo@adventistas.org.br

Jornal Ponto em Comum

15


Profile for MCENTER ASR

Revista Ponto em Comum 2014  

Revista Trimestral da ASR

Revista Ponto em Comum 2014  

Revista Trimestral da ASR

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded