Issuu on Google+

São Paulo, 16 de Junho de 2014 - Segunda-Feira

NOTÍCIAS DIÁRIAS Mercado financeiro reduz previsão de alta do PIB de 2014 para 1,24% Foi a 3ª semana seguida de queda na previsão do mercado de crescimento. Estimativa do mercado para IPCA de 2014 recua para 6,46%, diz BC. O pessimismo com o crescimento da economia brasileira este ano segue aumentando entre os economistas. Pela terceira semana seguida, os economistas do mercado financeiro reduziram a previsão para a alta do Produto Interno Bruto (PIB) de 2014, que passou de 1,44% para 1,24%. Para 2015, a estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 1,80% para 1,73%. Os dados constam do relatório de mercado, também conhecido como Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (16). O documento é fruto de uma pesquisa com mais de 100 instituições financeiras. O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o crescimento da economia. A revisão para baixo da estimativa de crescimento do PIB do mercado financeiro para 2014 aconteceu após a divulgação do resultado do primeiro trimestre. No fim de maio, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a economia do país registrou expansão de 0,2% nos três primeiros meses do ano, em relação ao quarto trimestre de 2013, com destaque para o bom desempenho da agropecuária. O aumento do PIB do país previsto para 2014 pelo mercado financeiro continua abaixo do estimado no orçamento federal, de 2,5%, e também menor que a previsão divulgada pelo Banco Central em março, de alta de 2%. Inflação Os analistas do mercado também baixaram, na semana passada, de 6,47% para 6,46% a previsão para 2014 do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país e calculado pelo IBGE. Com isso, o valor permanece próximo do teto de 6,5% do sistema de metas de inflação para o ano. A previsão chegou a ultrapassar o teto em abril, mas


depois recuou. Para 2015, porém, a expectativa do mercado para o IPCA subiu de 6,03% para 6,08% na semana passada. Foi a terceira elevação seguida neste indicador. Pelo sistema que vigora atualmente no Brasil, a meta central tanto para 2014 quanto para 2015 é de 4,5%. Entretanto, há um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desse modo, o IPCA pode oscilar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta da autoridade monetária seja formalmente descumprida. Taxa de juros Os analistas do mercado financeiro também mantiveram, na semana passada, a estimativa de que a taxa básica de juros (Selic) da economia brasileira ficará estável, no atual patamar de 11% ao ano, até o fechamento de 2014. No fim de maio, a taxa foi mantida estável pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central – o que interrompeu um ciclo de nove altas consecutivas ao longo de 13 meses. Para o fim de 2015, a previsão dos analistas para o juro básico da economia permaneceu em 12% ao ano. Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2014 permaneceu em R$ 2,40 por dólar. Para o término de 2015, a previsão dos analistas para a taxa de câmbio ficou estável em R$ 2,50 por dólar. A projeção para o superávit da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações) em 2014 recuou de US$ 2,25 bilhões para US$ 2 bilhões na semana passada. Para 2015, a previsão de superávit comercial ficou estável em US$ 10 bilhões. Para este ano, a projeção de entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil permaneceu em US$ 60 bilhões. Para 2015, a estimativa dos analistas para o aporte de investimentos estrangeiros ficou inalterada em US$ 55 bilhões. Fonte:http://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/2014/06/mercado-reduz-previsao-de-altado-pib-de-2014-para-124.html

Mercados asiáticos terminam sem direção comum; Iraque preocupa As preocupações em torno da escalada no conflito no Iraque influenciou os negócios nas principais bolsas da Ásia. A paridade dólar/iene, o fechamento de Wall Street na sexta-feira passada e o rumo da economia global também ficaram na pauta dos agentes financeiros. Em Tóquio, o Nikkei 225 caiu 1,09% em Tóquio, encerrando aos 14.933,29 pontos. O Hang Seng, de Hong Kong, teve queda de 0,08%, para 23.300,67 pontos. Em Xangai, contudo, o Xangai Composto subiu 0,74%, para 2.085,98


pontos, imfluenciado pelas ações do setor bancário e de energia. O Kospi, de Seul, avançou 0,14%, somando 1.993,59 pontos. Os investidores temem a possibilidade de uma guerra civil no Iraque, o que puxou os preços do petróleo para cima. Ontem, uma milícia radical sunita afirmou que executou até 1,7 mil soldados xiitas, o que pode provocar mais confrontos sectários. Mereceu atenção ainda o fato de uma série de bancos chineses listados em Bolsa confirmarem que estão qualificados para a redução no depósito compulsório anunciado pelo banco central do país. Fonte:http://www.valor.com.br/financas/3584826/mercados-asiaticos-terminam-sem-direcaocomum-iraque-preocupa

Tegma fecha venda da Direct Express à subsidiária da B2W por R$127 mi A Tegma Gestão e Logística e sua controlada Niyati anunciaram nesta segunda-feira fechamento de acordo com uma subsidiária da B2W para venda de 100 por cento da Direct Express Logística por 127 milhões de reais. Em comunicado à parte, a varejista B2W afirmou que a aquisição está "alinhada com o seu plano estratégico de estar mais próxima do cliente, oferecendo a melhor experiência de compra da internet brasileira". Fonte:http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2014/06/16/tegma-fecha-venda-da-directexpress-a-subsidiaria-da-b2w-por-r127-mi.htm

Em meio à Copa, Natal declara estado de calamidade pública Em meio à Copa do Mundo, a prefeitura de Natal informou neste domingo que será publicado na segunda-feira um decreto de calamidade pública na cidade. A capital do Rio Grande do Norte sofre com fortes chuvas que causaram alagamentos e deslizamentos de terra. A cidade irá sediar a partida entre Estados Unidos e Gana nesta segunda-feira, na Arena das Dunas, às 19h. No primeiro jogo disputado em Natal, Camarões e México se enfrentaram sob forte chuva. Entre as medidas adotadas pela prefeitura estão: apoiar socialmente a população local atingida, aguardar a evolução de processo de erosão que está se estabilizando naturalmente e restabelecer os serviços de água e energia nos locais onde eles foram afetados.


Fonte:http://m.terra.com.br/noticia? n=47591b92544a6410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD&a=noticias&s=2&c=brasil&e=especiais_ noticias_br

EUA leiloam US$ 18 milhões em Bitcoins apreendidas na Deep Web O governo dos Estados Unidos deve vender uma porção enorme de Bitcoins em breve. Haverá um leilão, onde poderão ser arrematadas mais de 29,6 mil unidades da moeda virtual, totalizando mais de US$ 18 milhões no valor atual, de US$ 600. O leilão é realizado pelos órgão de justiça do país após sucesso no fechamento da Silk Road, o maior mercado negro da Deep Web, que funcionava quase como um eBay, mas com drogas. As moedas foram apreendidas de seis carteiras virtuais encontradas nos servidores do site. No entanto, na quantia não estão envolvidas as bitcoins de Ross Ulbricht, que supostamente atende pela alcunha de Dread Pirate Roberts, dono do site. Mesmo assim, ele está proibido de dar lances no leilão, assim como qualquer pessoa relacionada a ele. Os interessados deverão ser identificados para evitar esta situação. O leilão acontecerá ainda neste mês, e não irá requerer que os interessados comprem todas as 29,6 mil moedas ao mesmo tempo. O valor será quebrado em 10 blocos iguais, cada um com valor estimado de US$ 1,8 milhões; os interessados podem dar lances em quantos blocos eles preferirem. Fonte:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/42586/42586


NOTÍCIAS DIÁRIAS ED. 426