Issuu on Google+

São Paulo, 07 de Maio de 2014 - Quarta-Feira

NOTÍCIAS DIÁRIAS Banco do Brasil tem lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no 1º trimestre de 2014 Um ano antes, lucro havia sido de R$ 2,557 bilhões. Resultado foi impulsionado pela 'expansão dos negócios', segundo o banco. O Banco do Brasil anunciou ter registrado lucro líquido de R$ 2,678 bilhões no primeiro trimestre, ante resultado positivo de R$ 2,557 bilhões um ano antes. No quarto trimestre de 2013,os ganhos somaram R$ 3 bilhões. "O resultado do primeiro trimestre foi impulsionado principalmente pela expansão dos negócios", diz a instituição financeira no balanço publicado nesta quarta-feira (7). Já o lucro ajustado da maior instituição financeira do país por ativos foi de R$ 2,436 bilhões de no período, queda de 9,3% na comparação anual. A previsão média de analistas consultados pela agência Reuters apontava para R$ 2,512 bilhões para o lucro ajustado. Os ativos totais do Banco do Brasil atingiram R$ 1,37 trilhão em março de 2014, com expansão de 16,2% em 12 meses. Quanto à carteira de crédito, o banco atingiu R$ 699,3 bilhões em março, indicando um avanço de 18% em 12 meses. Desse total, 24,3% são referentes à carteira de crédito para pessoa física. O índice de inadimplência das operações vencidas há mais de 90 dias alcançou 1,97% em março - percentual abaixo do verificado no mesmo trimestre do ano anterior, de 2%. Outros bancos O resultado financeiro do Banco do Brasil no primeiro trimestre ficou abaixo do registrado pelo Bradesco e pelo Itaú no mesmo período. O Bradesco encerrou os três primeiros meses do ano com lucro líquido de R$ 3,4 bilhões, um crescimento de 11,8% com relação ao resultado do quarto trimestre de 2013 e de 18% sobre o mesmo período do ano passado. O banco Itaú Unibanco registrou lucro líquido contábil de R$ 4,419 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Foi registrado crescimento de 27,3% sobre os R$


3,472 bilhões do primeiro trimestre de 2013, mas queda de 4,9% na comparação com o resultado de R$ 4,646 bilhões do último trimestre de 2013. O lucro no primeiro trimestre deste ano do Itaú foi recorde para o período levando em conta o resultado dos bancos brasileiros, informou a Economatica na ocasião. Fonte:http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2014/05/banco-do-brasil-tem-lucro-liquidode-r-27-bilhoes-no-1-trimestre-de-2014.html

Banco Votorantim tem lucro líquido pelo segundo trimestre consecutivo O Banco Votorantim teve lucro líquido de R$ 152 milhões de janeiro a março, depois do prejuízo de R$ 278 milhões visto um ano antes, em meio ao processo de reestruturação que levou a instituição a voltar ao azul no último trimestre de 2013. A carteira de crédito classificada, que exclui avais, fianças e títulos mobiliários, encolheu 2% no trimestre e 4,8% em 12 meses, para R$ 53,810 bilhões, como reflexo de uma postura mais conservadora no segmento de varejo e da revisão da estratégia no mercado de médias empresas, no caso do atacado, segundo o banco. “No final de 2013, o banco tomou a decisão de focar sua atuação em empresas com faturamento anual superior a R$ 200 milhões e, dessa forma, tem reduzido gradativamente sua exposição no chamado ‘lower middle’”, destacou no balanço. “Em janeiro de 2014, o segmento CIB (‘Corporate & Investment Banking’) incorporou o segmento BV Empresas, que deixou de existir, unificando as estruturas de atendimento e gerando ganho de eficiência operacional.” O Votorantim informou que também tem sido mais conservador na concessão de financiamentos para compra de veículos, com prazos mais curtos e exigência de entradas maiores em comparação a 2010 e 2011. “Adicionalmente, continua a privilegiar o financiamento de veículos usados para a carteira própria, o qual é historicamente mais rentável para a BV Financeira e no qual a instituição possui reconhecida expertise.” A taxa de inadimplência da carteira classificada fechou o primeiro trimestre em 6,3%, ante 5,2% no quarto trimestre e 6,4% um ano antes. O Votorantim informou ainda que, como parte da estratégia de alongamento do prazo médio de captação e redução do seu custo, captou R$ 2,6 bilhões por meio da cessão, com coobrigação, de R$ 2,2 bilhões em ativos de crédito de varejo. Em 2009, o banco estabeleceu uma parceria com o Banco do Brasil (BB), que adquiriu 49,99% do capital votante e 50% do capital social total do Votorantim.


No primeiro trimestre, o BB teve lucro líquido ajustado de R$ 2,436 bilh ões, com queda de 9,3% sobre o mesmo período do ano passado.

Fonte: http://www.valor.com.br/financas/3539170/banco-votorantim-tem-lucro-liquido-pelosegundo-trimestre-consecutivo

Lucro da CSN triplica no 1º trimestre e chega a R$ 52 milhões A Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) anunciou nesta quarta-feira (7) lucro líquido de R$ 52 milhões para o primeiro trimestre deste ano. No mesmo período em 2013, o lucro da empresa havia sido de R$ 16 milhões. A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou R$ 1,44 bilhão, crescimento de 59,6% na comparação anual. Pesquisa da Reuters indicava lucro líquido de R$ 218 milhões para a CSN nos três primeiros meses do ano e Ebitda de R$ 1,265 bilhão, segundo média de expectativas de cinco analistas. Fonte:http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/05/07/lucro-da-csn-triplica-no-1trimestre-e-chega-a-r-52-milhoes.htm

Anac decide reajustar tarifas aeroportuárias de Galeão e Confins Tarifas de embarque e de conexão foram alteradas. Agência não deu detalhes de quando as novas tarifas serão aplicadas. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu reajustar tarifas de embarque e conexão nos aeroportos de Confins (MG) e Galeão (RJ), recentemente concedidos à iniciativa privada, segundo decisões publicadas no "Diário Oficial" da União desta quarta-feira (7). Segundo as decisões, as tarifas de embarque agora serão de R$ 17,20 para voos domésticos e de R$ 30,46 para voos internacionais por passageiro, em ambos os aeroportos. Para conexão, a tarifa passa a R$ 7,92 por passageiro em voos domésticos e internacionais. A variação tarifária, como a Anac se refere ao cálculo do reajuste, foi de 3,672% para ambos aeroportos. "Os novos valores tarifários passam a ser praticados a partir do início do Estágio 3 da Fase I-A do Contrato", afirmou a agência, sem dar detalhes sobre a data para entrada em vigor dos reajustes.


Também foram reajustadas as tarifas relativas a pouso, permanência, armazenagem e capatazia (serviço utilizado geralmente em portos e estações/terminais ferroviários, onde profissionais autônomos fazem o trabalho de carregamento/descarregamento, movimentação e armazenagem de cargas). Em novembro do ano passado, o governo federal realizou um leilão para concessão dos dois aeroportos, sendo que um consórcio com participação da CCR ganhou a disputa porConfins, enquanto um grupo com a Odebrecht ganhou por Galeão. Os vencedores ainda não assumiram totalmente a administração dos aeroportos, já que o governo prevê um tempo de transição das responsabilidades entre a Infraero e as empresas. Fonte:http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/05/anac-decide-reajustar-tarifasaeroportuarias-de-galeao-e-confins.html

Sul-africanos votam nas primeiras eleições sem Mandela Mais de 25,3 milhões de sul-africanos devem votar para eleger 400 deputados, que designarão o próximo presidente em 21 de maio Os sul-africanos votavam nesta quarta-feira nas primeiras eleições gerais sem Nelson Mandela, com o partido Congresso Nacional Africano (ANC) como grande favorito, apesar do clima social tenso e da violência nos bairros mais pobres. Os 22.263 locais de votação, que abriram as portas às 7h00 locais (2h00 de Brasília), fecharão às 21H00 (16H00 de Brasília). A imprensa destacou alguns incidentes isolados, como a falta de urnas em alguns locais ou o fato de que alguns funcionários eleitorais usavam camisas do ANC. Mais de 25,3 milhões de sul-africanos devem votar para eleger 400 deputados, que designarão o próximo presidente em 21 de maio. Jacob Zuma, de 72 anos, no poder desde as eleições de 2009, deve obter o segundo mandato de cinco anos. Diante de uma seção eleitoral de Soweto, a apenas 300 metros da antiga casa do falecido ex-presidente Mandela, mais de 20 pessoas aguardavam desde 6H30 para votar. As autoridades pediram calma em todo o país, que registra manifestações violentas quase diárias nos bairros mais pobres, geralmente para protestar contra a má qualidade dos serviços públicos.


Na terça-feira à noite foram registrados distúrbios no bairro de Bekkersdal, perto de Johannesburgo. Três locais de votação foram incendiados, segundo a rádio 702. Todas as pesquisas apontam um pouco mais de 60% de intenções de votos para o ANC, o que garante uma ampla vitória, mas abaixo dos 65,9% votos obtidos há cinco anos. A África do Sul é um "lugar melhor para se viver do que em 1994", no final do regime segregacionista do apartheid, insistiu o partido durante a campanha. "Nós temos uma boa história para contar". De fato, muitos progressos foram realizados ao longo dos últimos 20 anos. Quase 96% das famílias agora têm acesso à água potável, contra 62% em 1994, e 87% das casas possuem energia elétrica, contra 58%. Além disso, a taxa de criminalidade - assustadora na época - caiu, há menos favelas e uma classe média negra crescente. Mas a África do Sul pós-apartheid continua sendo um país profundamente desigual, onde os brancos ganham, em média, seis vezes mais do que os negros, e onde são menos afetados pelo desemprego (menos de 7%, contra mais de 28%), onde continuam a ter melhor acesso à educação, que continua a ser crítica para a maioria da população. Os primeiros cinco anos de presidência de Zuma foram marcados por vários escândalos, sendo o mais recente o das obras realizadas em sua residência privada em Nkandla (leste) às custas dos contribuintes. Acima de tudo, o chefe de Estado tem sangue em suas mãos desde que a polícia abriu fogo contra os grevistas da mina de Marikana (norte) em agosto de 2012 e matou 34 pessoas. O partido recuperou a imagem de seu mais ilustre militante, Nelson Mandela, que faleceu em dezembro. "Vamos seguir seus passos", afirmam as páginas de publicidade. "Façam por Madiba, votam ANC", pedem os cartazes. Na oposição, a Aliança Democrática (DA, liberal) deve ganhar terreno, com pouco mais de 20% dos votos segundo as pesquisas. A imagem de "partido dos brancos" continua muito forte, mas a DA conseguiu unir outras minorias, índios e mestiços, e ataca o eleitorado negro com jovens líderes ambiciosos. No outro lado do espectro político está o partido Combatentes pela Liberdade Econômica (FEP) do jovem populista Julius Malema. As pesquisas apontam para 4 a 5% das intenções de votos.

Fonte:http://noticias.terra.com.br/mundo/africa/sul-africanos-votam-nas-primeiras-eleicoes-semmandela,6c29067cbe4d5410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html


No Brasil, Globo é a 1ª a conseguir domínio de internet personalizado O primeiro domínio de internet personalizado concedido ao Brasil foi para as Organizações Globo. Os órgãos da companhia poderão usar o sufixo .GLOBO em seus sites, conforme noticia o Código Fonte. O documento enviado pela Globo ao ICANN para pedir o novo gTLD (Generic Top-Level Domain) deixa claro que ele “será específico, criado para concentrar todos os conteúdos gerados pelas Organizações Globo”. “Como hoje, vamos produzir conteúdos específicos para o canal digital e adaptar a ampla gama de conteúdo para a internet. Desta forma, a Globo irá atestar a origem do conteúdo sob o .GLOBO, evitando cybersquat/cybersquatting e fraudes. Queremos também ter uma vantagem competitiva frente a nossos concorrentes com o objetivo final de ser o primeiro nome de domínio para notícias e entretenimento na internet no Brasil. O gerenciamento de domínio .GLOBO estará a cargo das Organizações Globo e particulares não terão a possibilidade de se registrar.” Outras empresas e entidades brasileiras tentam obter um registro parecido, incluindo Vivo, Natura, UOL e o Nic.br. Além disso, o Rio de Janeiro está de olho no .RIO, que pode se tornar o primeiro sufixo municipal da América do Sul.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/41845/41845


NOTÍCIAS DIÁRIAS ED. 405