Page 1

São Paulo,21 de Novembro de 2013-Quinta-Feira

NOTÍCIAS DIÁRIAS Desemprego recua para 5,2% em outubro, indica IBGE Índice é o menor registrado neste ano, No mês anterior, taxa havia ficado em 5,4%.

segundo

a

pesquisa.

O desemprego no país teve uma leve queda no mês se outubro. Nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em outubro, a taxa ficou em 5,2% - a menor do ano, segundo indica a pesquisa divulgada nesta quinta-feira (21). Em setembro, o índice ficara em 5,4%. A pesquisa é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro,São Paulo e Porto Alegre. A população desocupada somou 1,3 milhão de pessoas e, segundo o IBGE, ficou estável nas comparações mensal e anual. Tambem ficou estável, de acordo com a pesquisa, a população ocupada, que chegou a 23,3 milhões de pessoas. No setor privado, o número de trabalhadores com carteira assinada atingiu 11,9 milhões, mostrando alta de 3,6% frente a outubro do ano anterior. Na comparação com setembro, não houve variação significativa. Salários Quanto aos salários, o rendimento médio dos trabalhadores ficou em R$ 1.917,30 e foi considerado "estatisticamente estável" frente a setembro (R$ 1.919,82), na avaliação do IBGE, e cresceu 1,8% diante de outubro do ano passado, quando ficara em R$ 1.883,45. Na análise por região, foi registrada alta em Porto Alegre (1,9%) e São Paulo (1,1%) e queda em Salvador (-4,0%), Belo Horizonte (-1,3%), Rio de Janeiro (1,2%) e Recife (-1,0%). Na comparação com o ano anterior, os aumentos foram vistos em Porto Alegre (5,6%), Rio de Janeiro (4,6%) e em São Paulo (1,5%), estabilidade, em Belo Horizonte e queda, em Salvador (-5,5%) e Recife (2,5%). De acordo com os grupos de atividades, a maior alta na comparação mensal foi registrada na construção (4,7%) e a maior queda, em educação, saúde, serviços sociais, administração pública, defesa e seguridade social (-2,3%). Na comparação anual, serviços domésticos teve a maior alta (8,1%) e o maior


recuo foi visto em serviços prestados à empresa, aluguéis, atividades imobiliárias e intermediação financeira (-2,5%). Na classificação por categorias de posição na ocupação, o maior aumento no rendimento médio ocorreu entre os trabalhadores por conta própria (2,1%) e a maior queda, entre os sem carteira assinada (-2,5%). Na comparação anual, a maior alta partiu dos os empregados sem carteira no setor privado (6,1%) e a menor, entre os militares e funcionários públicos (1,7%). Desemprego sobe em Salvador Na análise da desocupação por regiões, o IBGE informa que não houve variação siginificativa em relação ao mês anterior, no entanto, na comparação com outubro de 2012, os destaques ficaram com Salvador (de 7,0% para 9,1%) e Porto Alegre (de 3,9% para 3,0%) - foi o menor valor da série histórica da pesquisa, iniciada em março de 2002. A quantidade de pessoas desocupadas - não o índice - não mostrou variação significativa nas regiões pesquisadas, segundo o IBGE, na comparação mensal. Já na anual, foi registrada alta em Salvador (33,5%), queda em Porto Alegre(23,4%) e estabilidade nas outras regiões. Quanto à a população ocupada, foi registrada variação "significativa" apenas na região metropolitana de Belo Horizonte, com alta de 1,4% no mês e queda de 2,5% no ano. A pesquisa também analisa o desemprego por grupos de atividades. Na passagem de setembro para outubro, a população ocupada aumentou apenas no comércio (3,9%). Na comparação com o ano anterior, o IBGE destaca a queda em serviços domésticos (-8,4%). Fonte:http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/11/desemprego-fica-em-52-em-outubroindica-ibge.html

Dólar sobe mais de 1% e bate R$ 2,30 com reação a Fed e dados da China O dólar tem forte alta em relação ao real nesta manhã, após sinalização dada pelo Federal Reserve (Fed, banco central americano) ontem de que pode reduzir os estímulos monetários nas próximas reuniões caso a recuperação da economia americana assim o permitir. Hoje, o real é a moeda com o pior desempenho ante o dólar, considerando as principais divisas. Esse desempenho decorre principalmente porque ontem o mercado de câmbio doméstico teve um dia de liquidez bastante reduzida, devido ao fechamento das principais praças financeiras do país (São Paulo e Rio de Janeiro) por causa do feriado. A baixa liquidez represou a reação do real, que fica mais clara hoje também com a reabertura do mercado futuro da BM&F, referência para as cotações à vista.


Perto de 9h50, o dólar comercial subia 1,18%, para R$ 2,30, nível não registrado desde a última segunda-feira. O contrato de dezembro tinha alta de 1,14%, para R$ 2,3040. Não bastassem as dúvidas sobre o Fed, a demanda por reais sente o impacto de dados mais fracos vindos da China, que voltam a colocar em dúvida a força da recuperação da segunda maior economia do mundo. A leitura preliminar sobre a atividade industrial chinesa apontou desaceleração em novembro, com o índice marcando 50,4. No exterior, o dólar avançava ante uma cesta de divisas, batendo as máximas em quatro meses em relação ao iene. As moedas de risco e de perfil semelhante ao real seguem em queda, mas de forma bem mais moderada que ontem. Fonte:http://www.valor.com.br/financas/3346072/dolar-sobe-mais-de-1-e-bate-r-230-comreacao-fed-e-dados-da-china

Bancos têm R$ 18 bi reservados para indenizações da poupança Os seis maiores bancos do país têm reservados R$ 18,2 bilhões para indenizar os correntistas por supostas correções indevidas nas poupanças à época dos planos Bresser (1987), Verão (1989), Collor 1 (1990) e Collor 2 (1991), segundo estudo do Instituto de Defesa do Consumidor. Passado o julgamento do mensalão, o assunto deve voltar à pauta do STF (Supremo Tribunal Federal) na quarta-feira da próxima semana. As ações pedem a diferença da correção das poupanças no mês em que entraram em vigor (veja quadro acima). É o julgamento envolvendo o maior número de interessados (396 mil ações, segundo o STF) da história. Os bancos têm assegurados só 2 dos 11 votos do STF, apurou aFolha. O estudo do Idec contabiliza todas as provisões para perdas em ações cíveis, que majoritariamente dizem respeito aos planos econômicos, registradas por Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Caixa, Santander e HSBC até o primeiro semestre de 2013. Para o Idec, o valor já reservado derruba um dos principais argumentos dos bancos (apoiado pelo BC), de que as indenizações põem em risco o sistema financeiro. Cálculos do BC apontam no entanto que, se a Justiça estender os direitos a todos os poupadores atingidos -mesmo os que não entraram com o pedido-, o valor total pode chegar a R$ 105 bilhões. Ione Amorim, economista do Idec, diz que, pelo volume de provisões feitas pelos bancos, ou eles "foram omissos", ou "o valor das indenizações é bem menor do que os R$ 105 bilhões de que fala o BC".


Os bancos argumentam, porém, que só podem constituir provisões no caso de ações individuais e para as execuções em ações coletivas transitadas em julgado. "A constituição de provisões é decisão de cada instituição e realizada em consonância com as regras do BC", diz a Febraban. O QUE ESTÁ EM JOGO Segundo os bancos, os decretos dos planos explicitavam que o novo índice deveria ser aplicado em todo o mês, independentemente do aniversário das contas. Em 2010, o STF suspendeu a tramitação de todos os recursos até que o tema fosse discutido. No mesmo ano, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) condenou os bancos a pagar a correção, mas reduziu de 20 para 5 anos o prazo para a entrada de ações coletivas, o que derrubou 1.015 das 1.030 ações coletivas que corriam na Justiça, ou 99% das 70 milhões de poupanças que teriam direito à correção. Segundo o Idec, o valor das indenizações caiu, à época, de R$ 60 bilhões para cerca de R$ 10 bilhões. Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/11/1374363-verba-para-indenizarpoupancas-dos-planos-economicos-chega-a-r-182-bilhoes.shtml

Petrobras adia para dia 29 reunião que definirá fórmula para subir gasolina A Petrobras confirmou, por meio de comunicado divulgado na noite de quartafeira (20), que a reunião de seu Conselho de Administração, que estava prevista para ocorrer na sexta-feira (22), foi adiada para 29 de novembro. Nesse encontro, o conselho deve analisar uma nova metodologia de reajuste automático dos preços dos combustíveis, entre outros temas. O comunicado da companhia foi divulgado após o ministro da Fazenda e também presidente do Conselho da empresa, Guido Mantega, ter informado, na véspera, que a reunião tinha sido adiada para 28 ou 29 de novembro. A mudança de data ocorreu em meio a expectativas de que o governo possa anunciar reajuste dos combustíveis até o fim desta semana e que o Conselho adotará o novo sistema de reajuste automático dos combustíveis. Nova metodologia foi proposta em outubro A nova metodologia de reajuste foi proposta pela Petrobras na reunião de outubro do Conselho. Desde então, o ministro da Fazenda e presidente do Conselho, Guido Mantega, vem dizendo que é necessário uma análise mais profunda sobre essa fórmula e que uma decisão sobre o tema não pode ser tomada de forma rápida. Mantega também vem dizendo que não há data para o reajuste dos combustíveis, embora a pressão para o aumento se mantenha presente.


Fonte:http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/11/21/petrobras-adia-para-dia-29reuniao-que-definira-formula-para-subir-gasolina.htm

Papa diz se confessar a cada 15 dias por ser 'pecador' O papa Francisco disse a fiéis em Roma que se confessa pelo menos a cada 15 dias admitindo ser, também, um "pecador". Segundo o jornal do Vaticano L'Osservatore Romano, o pontífice fez a declaração em sua audiência aberta semanal na Praça de São Pedro. "Padres também precisam da confissão, até bispos. Somos todos pecadores. Até o papa se confessa a cada duas semanas, pois o papa também é um pecador", disse Francisco. "Meu confessor escuta o que falo, me aconselha e me perdoa", acrescentou. O jornal afirmou que o papa Francisco, que lidera os 1,2 bilhão de católicos do mundo todo, queria reforçar para os fiéis a importância do sacramento da confissão e o papel do padre que o administra. O L'Osservatore Romano não informa quem é o confessor do papa e nem qual teria sido a penitência dada ao pontífice. Fonte:http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/renuncia-do-papa/papa-diz-se-confessar-acada-15-dias-por-ser-pecador,a5eff090e2572410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

App oficial do Waze chega ao Windows Phone As coisas parecem estar mudando para o Windows Phone.Após o Instagram finalmente chegar ao sistema operacional, o Waze, um dos mais populares aplicativos de GPS colaborativo, também chegou à plataforma da Microsoft. O aplicativo é oficial, produzido pelo própria Waze, e é gratuito. Ele pesa 27 MB e pode ser baixado aqui. Infelizmente, o serviço é compatível apenas com o Windows Phone 8. O serviço funciona de forma praticamente idêntica ao do iOS e Android. É curioso notar que a empresa foi vendida ao Google por US$ 1 bilhão. E o Google não tem um histórico muito amigável com o Windows Phone, após uma longa briga que envolvia o aplicativo do YouTube. Fonte:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38931/38931

NOTÍCIAS DIÁRIAS ED. 328  

NOTÍCIAS DIÁRIAS ED. 328

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you