Page 1

Leitura de Bordo www.taxicultura.com.br

Onde está a felicidade? Novo filme de Bruna Lombardi leva os espectadores para uma viagem ao coração da Espanha

A cidade da Padroeira Maior Santuário da América Latina recebe até 10 milhões de visitantes por ano

Diversão Radical Parques temáticos são diversão certa para pais e filhos de todas as idades

A milenar arte do chá A bebida mais consumida no mundo guarda um mundo de diferentes sabores Edição 07


2

TAXICULTURA|Outubro


EXPEDIENTE

Diretoria Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón Isabella Basto Poernbacher (editora@portodasletras.com.br) Redação Editor Waldir Martins MTB 19.069 Edição de Arte Carolina Samora da Graça Mauro Bufano Projeto Editorial Editora Porto das Letras Reportagem Carolina Mendes, Daniele Tavares, Miro Gonçalves e Valéria Calixto

Editorial

Colaboradores Fernanda Monteforte, Fernando Lemos e Adriana Scartaris

A tal da felicidade

Fotografia Davi Francisco da Silva

Não é de hoje que o cinema nacional tem conseguido levar ao público uma série de trabalhos de altíssima qualidade, tanto no seu conteúdo, quanto na forma e na finalização. Desse modo, foi uma satisfação entrevistar a atriz e roteirista de cinema Bruna Lombardi que, além do lançamento do seu novo filme Onde está a felicidade? - em que assina o roteiro e interpreta a chef de cozinha Teodora, que parte em busca da felicidade no tradicional e místico Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha - nos falou um pouco sobre o atual momento do cinema nacional e ainda sobre a importância do núcleo cinematográfico de Paulínia, para a produção de filmes no Brasil. Se ao invés de ir ao cinema, você quiser outra alternativa de diversão para os seus filhos no dia das crianças, visitar alguns dos Parques Temáticos que existem em Sampa e no seu entorno pode ser uma alternativa muito divertida e radical. Depois de superar um período de estagnação e de ter sido incluído na lei geral de turismo, o segmento dos parques temáticos e

atrações turísticas promete investir R$400 milhões para trazer novas atrações e dar um padrão de excelência à segurança dos usuários.

Revisão Naira Uehara

Ainda pensando nos pequenos, apresentamos dicas para que você possa montar e decorar o quarto dos meninos e das meninas, lembrando que nessa hora, tudo deve ser considerado: idade, temperamento e ainda preferências pessoais. Além disso, toda a família deve entrar nas contas dessa sutil e delicada equação, como condição para garantir o clima de harmonia e aconchego.

Diretor Fábio Martucci Fornerón

Fotografia de Capa Davi Francisco da Silva

Para aqueles que querem aproveitar o mês de outubro para expressar a sua fé, apresentamos um roteiro completo da cidade de Aparecida e o seu famoso Santuário, o segundo maior do mundo e que apenas em 2010 recebeu mais de 10 milhões de visitantes. Agora, se preferir permanecer na metrópole, aproveite para relaxar e saborear uma boa xícara de chá em algumas das charmosas e acolhedoras casas que indicamos nesta edição. Boa viagem e boa leitura! Os Editores

Publicidade

Assessoria jurídica Paulo Henrique Ribeiro Floriano Comercial Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Mayara da Silva Dias Bruna Donaire Bissi Assinaturas e mailling (assinatura@portodasletras.com.br) Impressão Wgráfica Tiragem 25.000 exemplares Distribuição Gratuita TAXICULTURA é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, São Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524, E-mail editora@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.

Outubro|TAXICULTURA

3


SUMÁRIO | TAXICULTURA

06

Onde fica?

28 22 42 44 Beleza

Agenda

08

Capa

30 28 Qualidade de vida Charme e Beleza

Horizonte vertical

ESPAÇO LEITOR

12

Tecnologia

32 30

Bandeira Livre Tecnologia

TAXICULTURA|Outubro

36 32

São Paulo Tem Morar Bem

18 16 38 36 Especial

Qualidade de Vida Morar Bem

Mundo&Cia

22 18 40 38

Agenda

Bandeira LIvre Mundo Cão

Capa

48

Para nós, sua participação é fundamental. Para enviar suas críticas, elogios, sugestões ou comentários basta enviar um email para: leitor@taxicultura.com.br Assim que recebermos sua mensagem entraremos em contato para atender a sua solicitação.

4

14

São Paulo: um mundo todo

Revelando São Paulo

Redação

Achei muito legal encontrar a reportagem sobre o Revelando São Paulo. Já conhecia a feira do tempo em que acontecia no Parque da Água Branca, mas fazia tempo que não ia. Esse ano estava incrível. O único problema é que com tantas delícias ao alcance da mão, exageramos na hora de comer.

Prezada Letícia

Letícia Martins

Desde nossa primeira edição professamos o nosso compromisso em divulgar o que de melhor a cidade de São Paulo pode oferecer aos paulistanos e a todos os cidadãos que vivem ou passam pela cidade. Desse modo, mostrar as raízes paulistas e perceber que com isso contribuímos para que a cultura e a arte possam estar presente no cotidiano da cidade nos enche de satisfação. Atenciosamente, A redação


08 Bruna Lombardi

Onde está a felicidade?

Gravado no místico caminho de Santiago de Compostela, novo filme de Bruna Lombardi e Carlos Alberto Ricelli leva os espectadores para uma divertida viagem no coração da Espanha

14 38 A milenar arte do chá Nascido na China Antiga, o chá é hoje a bebida mais consumida no mundo e guarda um mundo de diferentes sabores

18 46 Diversão Radical

32 22 A cidade da Padroeira

No mês da criança, fazer uma visita A fé pode até não mover Nunc aos sollicitudin, id cur- da cidade bibendum at placerat vitae, mas move a parquesnisl temáticos e montanhas, sus dui conSed nonde centenas de seutempor, entornolorem é diversão certa para paisultricies et ipsum. economia sequat tellus, eetfilhos placerat mi as idadesviverra lectus. Suspendisse de todas cidades que contam com sem sit amet quam. Suspendsit amet augue roteiros lacus, vitae religiosos nos seus isse quam mauris venenatis ligula. calendários

Viver a cidade

Redação

Fundação Bachiana

Redação

Queria parabenizar a Revista Táxi! e a Revista Táxi Cultura por me fazer sair de casa. Vivendo em São Paulo, a gente acaba se perdendo na correria e sempre acha que não tem nada para fazer, que tudo é longe, caro e difícil. As dicas de atrações e roteiros que a cidade oferece é muito rica e variada.

Prezado Vitor

Emociona ver o exemplo do maestro João Carlos Martins, que com sua enorme capacidade de superação serve de modelo para que possamos contribuir para uma sociedade melhor, mais solidária e justa.

Prezada Simone

Vitor Lippi

A incrível variedade de atrações e possibilidades de lazer, cultura e entretenimento que a cidade oferece merece e precisa ser divulgada. A cidade conta com uma agenda cultural fortíssima e que rivaliza com as maiores metrópoles do mundo e além disso é muito acessível. Atenciosamente, A redação

Simone Vasconcelos

Admiramos profundamente o trabalho e o compromisso do maestro João Carlos Martins em contribuir na formação de jovens de comunidades mais carentes, fazendo da música uma ferramenta de socialização e inclusão social. A melhor contrapartida que podemos dar a esse esforço é nos unirmos a ele. Atenciosamente, A redação

Outubro|TAXICULTURA

5


ONDE

FICA? Davi Francisco

Você sabia?

No começo do século XIX, o local era um ponto de reunião dos moradores da região e caminho obrigatório dos viajantes que paravam e aproveitavam para encher seus cantis na bica que ali existia

Refrescar a memória Por Valéria Calixto

M

ilhares de pessoas passam diretamente por esse largo sem imaginar que o seu obelisco é o monumento mais antigo da cidade e representa uma parte importante da história da cidade. Tendo suas obras iniciadas em agosto de 1814, sob a responsabilidade do engenheiro Daniel Pedro Müller, ficava em uma confluência de caminhos e era a porta de entrada do núcleo urbano e pelo seu chafariz os moradores se abasteciam de água potável. No ano de 1919, nas comemorações do Centenário da Independência, o arquiteto Victor Dubugras e o artista plástico José Wasth Rodrigues reformaram o largo dotando-o de um novo chafariz, escadarias e azulejos

Os primeiros 10 leitores que identificarem a localização da foto acima ganharão um par de ingressos para o teatro.

Fonte: Departamento do Patrimônio Histórico da Prefeitura de São Paulo

Sua resposta deverá ser enviada para o e-mail:

leitor@taxicultura.com.br

O resultado sairá na próxima edição junto com os nomes dos ganhadores.

Bicicleta Branca O desafio publicado na edição número 06 da Revista Táxi Cultura é uma homenagem dos amigos à ciclista Márcia Regina Prado, vítima fatal do trânsito da cidade, atropelada por um ônibus, e fica na Avenida Paulista, entre a Rua Pamplona e a Alameda Campinas. A iniciativa representa um importante símbolo da luta por um trânsito mais humano.

6

decorativos com o brasão da cidade, escolhido por concurso público, vencido pela parceria Guilherme de Almeida e Wasth Rodrigues em 1917. Tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo – CONPRESP, em 1991, atualmente está em andamento o processo de adoção do seu obelisco através do programa “Adote Uma Obra Artística”, que estabelece parcerias entre a prefeitura e empresas privadas para manutenção e restauro de obras localizadas em logradouros públicos.

GANHADORES Vanessa Rici Proietti

Rogério Manzano

Bianca Parrini

Bruno Santos

Ronald Bento Marley

Rogério Furlan

Robson Jesus Barbosa

Caio Balestrini

Mari Linda Batista

Cassia Figueira

TAXICULTURA|Outubro - Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro


Outubro|TAXICULTURA

7


CAPA Por Waldir Martins Davi Francisco

Bruna Lombardi Onde está a felicidade?

G

ravado no místico caminho de Santiago de Compostela, novo filme de Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli leva os espectadores a uma divertida viagem pelo coração da Espanha.

do mundo cinematográfico e já assinou os roteiros dos longas metragens Sob o signo da cidade e Stress, Orgasms, and Salvation, onde também trabalhou como atriz, sempre sob a direção do marido, o também ator, Carlos Alberto Riccelli.

Com nome de princesa - Bruna Patrizia Maria Teresa Romilda Lombardi - a modelo, apresentadora de talk show, atriz, poeta, romancista e roteirista, a nossa Bruna Lombardi desde cedo abdicou da carruagem e investiu no talento como a ferramenta fundamental para realizar o seu trabalho e dele extrair o belo.

Em seu novo filme - Onde está a felicidade? - gravado no Brasil e na Espanha, repete a dose ao protagonizar um roteiro de sua autoria, novamente sob a direção de Riccelli e, sintonizada com o atual florescimento do cinema nacional, comemora o sucesso que o filme vem alcançando, ao levar ao público um humor leve e descontraído: “O que nos deixa mais feliz é ver que a plateia gargalha, aplaude; o público está adorando o filme e esse é o nosso prêmio maior!”

Filha do cineasta Ugo Lombardi e dona de uma literatura forte e intensa, transita com tranquilidade pelos meandros

8

TAXICULTURA|Outubro


CAPA TAXICULTURA:

TAXICULTURA:

O que mudou do Signo da cidade até o Onde está a felicidade?

Você acha que a nova lei que permite a atuação das empresas de telecomunicações na distribuição de conteúdo de TV à Cabo com a obrigatoriedade de exibir uma porcentagem fixa das programações com produções nacionais ajuda a alavancar esse processo?

Bruna Lombardi: O Signo da cidade é um filme intenso, denso, onde as pessoas choravam muito e se comoviam muito. Por conta disso, no Onde está a Felicidade?, eu quis fazer as pessoas darem risada; eu quis compensar o universo e fazer todo mundo rir, se divertir e sair feliz do cinema. Essa era a proposta e foi o que, de fato, aconteceu; as pessoas saem muito felizes do cinema.

TAXICULTURA: A opção pelo cinema no Brasil é viável?

Bruna Lombardi:

TAXICULTURA: Podemos dizer novamente que temos uma indústria cinematográfica?

Bruna Lombardi: Indústria ainda não, porque indústria tem que ter escala e isso ainda não temos. Mas já começa a se fazer sentir, com muitas produções ótimas e, sobretudo, o que é muito legal, com muita diversidade. Tem muita gente fazendo cinema de modo muito particular, com temas diferentes, escolhas diferentes, filmes diferentes e com muita qualidade.

Sem dúvidas! Isso é fundamental, porque as produções independentes vão poder se firmar. Vão poder trabalhar na produção de conteúdo com estofo, com produção paga, com gente apostando na criatividade e no talento.

TAXICULTURA: É possível afirmar que televisão é prosa e cinema é poesia?

Bruna Lombardi: Não. Televisão é um veículo fantástico. Depende do que se faz na televisão, não dá para falar da televisão como se ela fosse uma coisa única: A televisão. Porque existe o conteúdo da televisão, que permite que você faça coisas muito diversas. Você pode fazer um show de auditório, um programa de culinária, uma novela, uma minissérie... E cada um tem uma linguagem específica. Um programa de auditório tem que ser divertido, brincalhão, rápido; uma minissérie deve ter um belo conteúdo, porque senão ninguém quer ver; numa novela tem que se saber como esticar a história, porque ela vai durar um ano e inevitavelmente vai ser repetitiva, pela sua própria natureza. E o cinema é uma síntese. É entrar numa caixa escura, um lugar mágico para ser transportado para os mais diversos lugares. O nosso filme, por exemplo, o Onde está a Felicidade?, ele se passa na Espanha, onde os personagens fazem o caminho de Santiago de Compostela. Ele tem um visual tão deslumbrante que todo mundo que vai assistir viaja junto com o filme, como se tivesse a chance de ir para a Espanha.

Divulgação

Olha, é apaixonante. E cada vez mais viável, porque o cinema brasileiro, principalmente depois da retomada, melhorou muito. Antigamente, o pessoal não queria ir ao cinema brasileiro, não queria ver o filme brasileiro porque tinha aquela sensação de coisa mal feita, com som ruim e isso acabou completamente. Quem viu Tropa de Elite, quem viu Cidade de Deus, Se eu fosse você, o nosso filme Onde está a felicidade? ou ainda o Signo da Cidade, pode afirmar que são filmes super bem acabados com padrão internacional; são filmes precisos, que poderiam ter sido feitos em qualquer lugar do mundo, nada diz que é cinema brasileiro, apenas se identifica porque as pessoas estão falando em português.

Bruna Lombardi:

Bruna protaginiza e assina o roteiro da nova produção sob direção de Carlos Alberto Riccelli

Visite e indique: twitter@taxicultura - Outubro|TAXICULTURA

9


Fotos de Divulgação

CAPA

TAXICULTURA: Diretores preferidos?

Bruna Lombardi: Ah, muitos! Gosto do Julian Schnabel, do Bertolucci, Fernando Meirelles... São muitos os diretores que eu gosto, da melhor qualidade e do melhor talento.

TAXICULTURA: E o desempenho do Onde está a felicidade?, o resultado tem sido positivo? Pergunto isso porque mais difícil do que fazer cinema no Brasil é conseguir distribuí-lo.

Bruna Lombardi:

Televisão é um veículo fantástico. Não dá para falar da televisão como se ela fosse uma coisa única: A televisão

10

No Brasil, nós temos um problema que é ter muito poucas salas de cinema. Lugares de cinema desenvolvido, como, por exemplo, Buenos Aires, que é uma cidade pequena, há mais salas de cinema do que o Brasil inteiro. É uma desproporção grande, que mostra que somos ainda incipientes, estamos apenas engatinhando quando nos referimos a salas de cinema. Apesar de termos ótimos conteúdos, ótima qualidade e

pessoas realizando ótimos filmes, ainda temos um gargalo que é o número restrito de salas de cinema. Essa dificuldade faz com que aqui ocorram coisas que não ocorrem em nenhum outro lugar do mundo, que é o de haver um horário diferente para cada filme em uma mesma sala. Isso acontece só aqui. Porque não há salas.

TAXICULTURA: Mesmo assim, o Felicidade tem conseguido bons resultados de bilheteria?

Bruna Lombardi: Ah, sim, os resultados têm sido ótimos. É um filme para mais público do que foi o Sob o signo da cidade, que era um filme mais fechado. Uma prova da aceitação que o filme vem alcançando foi a votação que recebeu no Festival de Paulínia, onde conquistou o prêmio de Melhor Filme por indicação do público. O que nos deixa mais feliz é ver que a plateia gargalha, aplaude; o público está adorando o filme e esse é o nosso prêmio maior.

TAXICULTURA|Outubro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


CAPA

Davi Francisco

TAXICULTURA: Agora parece que o filme de vocês e o próprio Caminho de Santiago de Compostela inspiraram um novo roteiro turístico idealizado pela Secretaria de Turismo de São Paulo, um caminho de peregrinação no litoral de São Paulo.

Bruna Lombardi: O lançamento desse roteiro turístico foi ontem [14 de setembro] e fomos com o Governador Geraldo Alckmin. Foi super interessante, até porque o Governador falou sobre o nosso filme durante a cerimônia (risos). Eles tiveram a ideia de fazer um caminho para peregrinos e, por causa do filme, nos chamaram para participar. O novo caminho se chama Passos do Jesuíta, e percorre exatamente o caminho que o Padre José de Anchieta fez a pé, de Peruíbe à Ubatuba.

TAXICULTURA: Qual a importância da consolidação da cidade Paulínia dentro desse novo contexto cinematográfico que vai se configurando no Brasil?

Bruna Lombardi: Paulínia é fundamental. Paulínia é hoje um foco de cinema fabuloso! É um polo cinematográfico de super qualidade, com um importante investimento, belos estúdios, pessoas talentosas desenvolvendo uma gama enorme de trabalhos. Um centro onde você já tem talentos para todo tipo de arte: cenógrafos, diretor de arte. Além disso, a cidade promove uma série de formações, que fazem de Paulínia uma verdadeira escola de cinema. Os caras apostaram certo e os resultados têm sido excelentes.

TAXICULTURA: E a literatura? Qual o espaço que a literatura ocupa hoje na sua vida?

Bruna Lombardi: Muito grande. Fazer cinema é como fazer literatura: você tem que escrever; e eu continuo também escrevendo poesia e estou com um projeto de poesia.

TAXICULTURA: No diálogo entre Macabéa e Glória, personagens do romance A hora da estrela (1977), de Clarice Lispector, tem uma pergunta dura - “ser feia dói?” - que queria te fazer ao contrário: ser bonita dói?

Bruna Lombardi: É lindo! A Susana Amaral fez também um filme lindo. Adoro esse trabalho. Mas é engraçado, porque eu nunca achei ninguém feio na minha vida, nunca. Eu sempre olho as pessoas e vejo beleza nelas, todo mundo. E é interessante porque isso é uma constante na minha vida; acho que eu tinha onze anos de idade e eu já era assim. Ao mesmo tempo, aos onze anos de idade eu não tinha a menor consciência se eu era bonita e não estava nem aí, sempre fui meio desencanada com isso. E nunca fiz da beleza meu principal motor, ao contrário: na minha carreira fiz muitos papéis, como Diadorim, por exemplo, em que não só a beleza não era fundamental, como tinha que ser escondida. Acho que a beleza é um atributo, um presente de Deus, que eu agradeço sempre; e agradeço sempre os elogios que recebo e o fato das pessoas verem beleza em mim, porque é um privilégio isso. Mas a beleza é um complemento, não é meu norte, não é o que me orienta.

Fazer cinema é como fazer literatura: você tem que escrever

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

11


TECNOLOGIA Por Fernando Lemos

Hypercam

A

Divulgação

Hypercam é uma aplicação gratuita disponível na web e que pode ajudar muito no trabalho ou nos estudos, ao permitir que você grave o áudio e as imagens que estão acontecendo no seu PC. Ao terminar de gravar, automaticamente é gerado um vídeo em formato AVI, que pode ser lido pela grande maioria dos players de mercado. Você encontra o aplicativo em sites de downloads como o SUPERDOWNLOADS ou o BAIXAKI, e seu uso é imediato logo após a instalação. Trata-se de uma ferramenta interessante para fazer demonstrações, palestras ou apresentar algum trabalho. Ao invés de correr o risco de algo dar errado, você pode fazer uma demonstração primeiro, gravar e, depois, apenas mostrar o vídeo. Permite gravar tudo que está na tela (modo Full Screen) ou o que acontece em uma determinada área da tela.

Fernando Lemos é estrategista de Tecnologia e idealizador do Projeto Tecnologia Para Todos palestras@tecnologiaparatodos.tc www.tecnologiaparatodos.tc www.facebook.com/tecnoparatodos

Personal3DViewer um cinema 3D. E a sensação é de se estar assistindo a uma tela de 750 polegadas, posicionada a 20 metros de distância. Como a tecnologia é 3D ativa, o aparelho precisa de baterias e realmente impressiona, pela experiência individual de consumo de mídia, com imersão no ambiente tridimensional. Uma novidade que vai chegar ao mercado europeu no final do ano, e na sequencia, Japão, Estados Unidos e Brasil.

Divulgação

A

s tecnologias 3D estão chegando fortemente no mercado e em vários equipamentos: TVs, consoles de games e gadgets em geral. Um exemplo interessante está sendo apresentado neste mês na IFA 2011, a maior feira de eletrodomésticos e eletrônicos do mundo, que acontece na Alemanha. O nome é PERSONAL 3D VIEWER, e como o nome já diz, a ideia é permitir uma experiência 3D de impacto como se você estivesse em um cinema. Com formato parecido com o de óculos, esse gadget projeta internamente imagens e sons que simulam a experiência em

CartõesdememóriaSDXC

U

ma área onde a tecnologia evolui muito rapidamente é o armazenamento de dados. E uma novidade muito útil que está chegando ao mercado são os cartões de memória SDXC. Com a aperência de um cartão SD normal, o SDXC traz duas novidades: é à prova de água e de poeira, além de ser bem mais resistente que os cartões de armazenamento existentes hoje. Uma proposta muito bem-vinda face à importância do uso de cartões de memória, não só para armazenar fotos e vídeos direto das câmeras digitais, mas também para fazer có-

O novo cartão de memória é à prova d´água e ideal para armazenar fotos, vídeos e fazer cópias de segurança

12

pias de segurança de arquivos de modo geral. Os cartões SD são categorizados conforme a velocidade de acesso e espaço de armazenamento. Segundo essa classificação, o SDXC é um cartão classe 10. Sua capacidade de armazenamento é de 64 GB e tem uma performance de gravação de 40 MB por segundo de leitura. Ideal para máquinas digitais - fotográficas e filmadoras - usa sistema de arquivos exFAT, que permite armazenamento de arquivos com tamanho superior a 4 GB. E ainda traz um diferencial chamado ECC, um pequeno algoritimo interno que faz correção automática de erros.

TAXICULTURA|Outubro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Outubro|TAXICULTURA

13


SÃO PAULO

UM MUNDO TODO Por Daniele Tavares Divulgação

A milenar arte do chá Nascido na China Antiga, o chá é hoje a bebida mais consumida no mundo e guarda um mundo de diferentes sabores

C

Porém, para além de todo o prazer e deleite que uma boa xícara de chá pode oferecer, recentemente, cientistas têm se dedicado aos estudos dos efeitos que essa milenar bebida provoca sobre o organismo. Dentre os aspectos positivos, o chá ajuda a evitar problemas cardíacos, aumenta o metabolismo, contribui com o sistema imunológico, reduz o mau hálito e diminui o estresse. Mas nem tudo é perfeito e é importante lembrar que, se consumido em excesso, ou preparado de forma errônea, o chá pode fazer mal, provocando doenças como osteoporose, artrite, e provocar problemas renais e de insônia. Mas isso apenas em grandes quantidades, grandes quantidades mesmo. 14

Divulgação

há é bom no frio, no calor, com fome, com sede, para resfriado, para passar o tempo, para fofocar, para tomar com biscoito e até com o café. Tem o chá para iniciar o dia ou para enrolar à tarde, que melhora a digestão, que emagrece, e ainda aquele que é receita da vovó.

Diferentes tipos de chá Tradicionalmente, só é considerado chá, a bebida feita a partir do arbusto Camellia Sinensis, classificada em quatro grupos principais, baseados no grau de oxidação das folhas dessa planta: • Chá branco: elaborado a partir de folhas jovens; • Chá verde: cuja oxidação é interrompida através da aplica ção de calor em seu estágio inicial; • Oolong: um chá chinês tradicional, cuja oxidação fica entre o chá verde e o chá preto; • Chá preto: quando a oxidação atinge um nível mais profundo.

TAXICULTURA|Outubro - É leitura de bordo dos taxis paulistanos


SÃO PAULO

UM MUNDO TODO

Estilo e sofisticação No fim, parece que o lugar perfeito para tomar chá é em casa, enrolado nas cobertas, não é? Não! Da mesma forma que há incontáveis números de sabores, há diversos locais incríveis para quem deseja desfrutar dessa sutil forma de prazer, saboreando algumas xícaras, em verdadeiras ilhas de tranquilidade.

Quinta do Museu

Foto de Alex Szabzon

A Casa de chá Quinta do Museu ocupa um espaço privilegiado dentro do Museu da Casa Brasileira. Mesas ao ar livre são rodeadas por flores e por 200 tipos de árvores, além de um belo jardim - tombado pelo Condephaat - conferindo um clima de café parisiense. O serviço de chá é completo, com vários sabores da bebida e diferentes acompanhamentos, que vão de sanduíches ingleses, minimuffins, até as simples e deliciosas torradas com manteiga ou geleia. O lugar oferece, também, almoço e jantar, que aos domingos são precedidos por um espetáculo musical.

Quinta do Museu

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705 Tel. 11 3819-8384 Terça à sexta, das 15h30 às 18h www.quintadomuseu.com.br

Se você quer passar algumas horas na Ásia oriental tomando um chá, a Ping Pong Dim Sum oferece isso para você, só que em clima mais moderno. A casa oferece uma versão atual de uma antiga tradição chinesa: o local onde os mercadores da Rota da Seda paravam para descansar. A especialidade é o dim sum, uma massa fina feita no vapor, recheada com carne, legumes ou frutos do mar, que pode ser frita ou assada. Para acompanhar, o visitante pode saborear drinks exóticos de chá, como o Raspberry and lime bubble tea, com purê de framboesa batido com chá de jasmim e tapioca perals. Vale lembrar que todos os itens do cardápio são feitos diariamente. Foto de Mauro Holanda

Vale lembrar que bebidas com imersão de frutas, raízes, flores ou ervas não são classificadas como chá e, sim, como infusão herbal.

Ping Pong

Divulgação

O chá gelado - ou Iced Tea, do original inglês - é uma alternativa bastante popular entre os amantes do chá, principalmente durante a temporada de verão, quando a temperatura aumenta. Cada dia mais comum nas diferentes casas de chá e também cafeterias, a bebida é elaborada a partir dos mesmos componentes do chá tradicional e servida gelada.

Ping Pong

Rua Lopes Neto, 15 - Itaim Bibi Tel. 11 3078-5808 Aberto todos os dias, a partir das 12h www.pingpongdimsum.com.br

Ale Tedesco Bakery Shop Chegando a uma das esquinas movimentadas da Chácara Santo Antônio, uma porta de vidro decorada por uma cortina de linho chama muito a atenção. Um lugar encantador, com o clima das padarias Nova Iorquinas, e o mais agradável som ambiente do jazz e da MPB. Três sabores de chá deliciam a refeição, mas o mais exótico é o blended, com sabores de frutas vermelhas e rosas, flor de hibisco e roobios. Combinando com o cardápio de bebidas, o cliente pode saborear diferentes pães artesanais, com grãos 100% integrais, geleias, doces brasileiros, alemães e americanos, e treze tipos de bolos exclusivos. Quem chegar cedo ao local consegue assistir ao processo de finalização dos produtos, pela vitrine.

Ale Tedesco Bakery Shop

Rua Américo Brasiliense, 1538 – Chácara Santo Antônio Tel. 11 5184-0844 www.tedescofoodservice.com.br

Visite e indique: facebook taxicultura - Outubro|TAXICULTURA

15


16

TAXICULTURA|Outubro


Outubro|TAXICULTURA

17


ESPECIAL Por Waldir Martins

Divulgação

18

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@taxicultura


A Montezum, quinta maior montanha russa do mundo, é um dos pricipais destaques do Hopi Hari

Diversão Radical No mês da criança, fazer uma visita aos parques temáticos da cidade e seu entorno é diversão certa para pais e filhos de todas as idades

A

pontada como uma indústria relativamente jovem, principalmente se comparada aos Estados Unidos e Europa, o segmento de parques temáticos e atrações turísticas do Brasil vem realizando importantes investimentos tanto na construção de novas atrações, como na melhoria da infraestrutura para consolidar uma cultura de visitação entre as famílias brasileiras. Apoiado em dois importantes pilares - o bom desempenho da economia brasileira nos últimos anos e o fortalecimento da indústria do turismo nacional - o setor, que enfrentou um grave período de estagnação entre os anos de 2000 a 2008, investiu mais de R$100 milhões nas três últimas temporadas e promete investir outros R$400 milhões até 2015. Para Alain Baldacci, presidente do Sistema Integrado de Parques Temáticos e Atrações Turísticas - Sindepat, o atual momento econômico do Brasil beneficia muito o segmento, oferecendo às empresas grandes oportunidades de evolução: “Crescer e proporcionar a melhor opção de diversão ao público brasileiro é o que todos nós queremos e estamos lutando para isso”. De acordo com o executivo, todas essas melhorias programadas estão acontecendo para acompanhar a exigência dos consumidores, que buscam sempre novas atrações com o máximo de segurança.

Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro - Outubro|TAXICULTURA

19


ESPECIAL Divulgação

A Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil - Adibra, preocupada em resgatar a imagem do setor, abalada pelos diversos acidentes em parques de menor expressão, estabeleceu uma parceria com a Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, para desenvolver as Normas Brasileiras para Parques de Diversões. O trabalho, que teve início em 2009, resultou em um documento, publicado em março de 2011, com mais de 250 páginas, onde estão explicitadas as regras que passaram a vigorar no segmento.

Divulgação

O desafio da segurança

Segundo Francisco Donatiello Neto, presidente da Adibra e coordenador da equipe responsável pelos estudos realizados, a nova normatização prevê regras e controles de toda a operação dos parques. “Estão contempladas todas as etapas, desde a fabricação de equipamentos, quesitos de segurança, restrições ergonômicas, restrições médicas e documentos de inspeções pelas quais um parque deve passar para operar”, informa.

Números radicais Nos grandes centros urbanos, com seus altos índices de insegurança, violência, correria e estresse, os grandes parques funcionam como um espaço de descompressão, onde crianças e adultos se integram em uma turbulenta e divertida confusão, mergulhando em atrações idealizadas para quem busca vivenciar situações limites e fortes emoções. E os números comprovam o sucesso desses equipamentos. Segundo o Sindepat, mais de 15 milhões de pessoas visitaram os maiores parques do Brasil no ano de 2010, que representam um faturamento bruto de R$ 1 bilhão de reais, um crescimento de 25% em relação ao período anterior. No caso de São Paulo, maior metrópole da América do Sul, a disponibilidade dos parques é diferenciada no que diz respeito ao número e diversidade. Além dos tradicionais Playcenter e Parque da Xuxa, ou ainda o Hopi Hari e Wet´n Wild, que ficam a 35 minutos da Capital, a cidade conta ainda com alternativas como a Estação Ciência da USP e a Fundação Zoológico de São Paulo, que misturam diversão com vivências diferenciadas que contribuem para a construção do conhecimento. Mas nem tudo é perfeito e as praças de alimentação na grande maioria dos parques seguem o padrão junk food, que tem o preço bem salgado. Um ponto fundamental a ser melhorado para atender de forma plena os visitantes. Acompanhe na relação um resumo sobre alguns desses equipamentos e escolha o local ideal para mergulhar na alegria.

20

Playcenter

Rua José Gomes Falcão, 20 – Barra Funda Fone: 11 2244-7529 www.playcenter.com.br

Hopi Hari

Rodovia dos Bandeirantes, km 72 – Vinhedo – São Paulo Fone: 0300 789 5566 www.hopihari.com.br

Playcenter

Hopi Hari

Inaugurado no início dos anos setenta, o Playcenter está instalado numa área plana de 85 mil m², na Marginal Tietê, entre as pontes do Limão e da Casa Verde, na zona norte da cidade e recebe em torno de 1 milhão de visitantes por ano. Ideal para aqueles que curtem adrenalina e frio na barriga, nos últimos anos o parque vem investindo em reformas e paisagismo para tornar o passeio ainda mais agradável.

Localizado em Vinhedo, interior de São Paulo, no km 72,5 da Rodovia dos Bandeirantes, o Hopi Hari, idealizado para ser um mundo de magia e fantasia, é um parque completo com idioma, hino, bandeira, costumes e até consulado próprios. A área total do parque é de 760 mil m², o que corresponde a duas vezes o Estado do Vaticano, e contempla cinco regiões temáticas onde estão distribuídas as atrações. Dentre as atrações merecem destaque a Montezum, quinta maior montanha russa do mundo, a Giranda Mundi, uma roda gigante de onde é possível avistar todo o parque, La Tour Eiffel, um elevador que despenca de uma altura de 69 metros, equivalentes a 23 andares, o Katapul, um looping que vai de frente e volta de costas e o Hadikali, um simulador de voo de asa-delta com 53 metros de altura.

Além dos tradicionais brinquedos como o Boomerang, o Turbo Drop, Windstorm, Looping Star, Cataclisma, Double Shock e o Evolution, o parque inaugurou duas novas atrações: Tsunami, atração radical onde é possível ver o mundo de cabeça para baixo e em todas as direções, e o Tagadisco, que mais parece uma balada, para os visitantes que entram em um imenso disco colorido que gira e balança de forma frenética. O Playcenter também oferece um espaço voltado especialmente para a criançada. São mais de 10 atrações, entre brinquedos tradicionais como o Carrossel, o Dumbinho e a Barca Pirata, além de miniaturas das atrações para adultos. Entre as atrações familiares estão o Splash, o Waimea, o Magic Motion, o Wave Swing, a Barca Viking e o Polvo.

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: facebook taxicultura

Fundação Zoológico Para quem tem filhos e já descobriu as maravilhas da vida selvagem que os pequenos podem proporcionar, uma visita ao Zoológico de São Paulo passa a ser um roteiro obrigatório. Localizado na Zona Sul de São Paulo em uma área de aproximadamente 900 mil m², em sua maior parte coberta por Mata Atlântica nativa, a Fundação


ESPECIAL

Wet´n Wild A cidade de Itupeva, no km 72 da rodovia dos Bandeirantes, guarda um palco ideal para quem busca atrações de lazer e diversão dentro da água. O parque Wet´n Wild, vizinho do Hopi Hari, oferece diferentes opções de lazer para todas as idades e perfis – dos mais tranquilos aos que curtem soltar a adrenalina. Instalado em uma área de 160 mil m², conta com uma estrutura capaz de receber até sete mil pessoas por dia. Para a temporada 2011, o parque inaugurou o Mega Water Play, que é uma das maiores do complexo, com 14 metros de altura, mais de 1.200 metros quadrados, dividida em 17 plataformas; e também as quatro piscinas de hidromassagem, que comportam até oito pessoas cada. Para quem busca adrenalina, são atrações imperdíveis: o Crazy Drop, uma pista de skate gigante com mais de 13 metros de altura, que dá ao visitante a sensação de queda livre; o Bubba Tub,

Avenida Nações Unidas, 22 540 Shopping SP Marketing Fone: 11 5541-2530 www.omundodaxuxa.com.br

Fundação Parque Zoológico de São Paulo

Divulgação

O Mundo da Xuxa é o maior parque temático coberto da América Latina, em um espaço com 12 mil m², onde se combinam brinquedos para visitantes grandinhos, como Radical X, Parede de Escalada, Montanha Russa O Mundo da Xuxa, Simulador X e também atrações para os baixinhos: Espaço Turma da Xuxinha e o Carrossel dos Personagens. Concebido a partir do universo criado pela apresentadora Xuxa Meneghel na televisão, todo o cenário e as atrações são personalizados e resultam um ambiente que traz à lembrança um programa de televisão com suas cores fortes, muita música e trabalho dos agentes de encantamento, que animam os visitantes. Para o mês de outubro, o parque está preparando atrações especiais referentes ao Halloween, com personagens caracterizados, além de paquitas e bruxas que irão realizar a brincadeira Travessuras ou Gostosuras com os visitantes.

O Mundo da Xuxa

Avenida Miguel Stéfano, 4241 Fone: 11 5073-0811 www.zoologico.sp.gov.br Divulgação

um toboágua onde é possível descer de uma altura equivalente a um prédio de seis andares, e o Twister, também com a mesma altura e 60 metros de comprimento, com curvas radicais. As crianças menores contam com atrações como o Bubble Up, um enorme pula-pula inflável para escalar, escorregar e depois cair em uma piscina com um metro de profundidade, e o Kids Lagoon, espaço formado por minitoboáguas.

Estação Ciência

Wet´n Wild

Rodovia dos Bandeirantes, km 72 Itupeva - São Paulo Fone: 11 4496-8000 www.wetnwild.com.br

Instalada no bairro da Lapa, em galpões tombados como patrimônio histórico e totalmente adaptados para receber esse centro de experimentação científica, a Estação Ciência – USP foi inaugurada em junho de 1987 e desde então não para de sensibilizar crianças, jovens e adultos em relação às descobertas do mundo científico.

Divulgação

O Mundo da Xuxa

Divulgação

Parque Zoológico de São Paulo, em 50 anos de atividade, tornou-se um verdadeiro patrimônio ecológico e biológico da cidade. Atração certa para a garotada e também para adultos, o parque tem entre seus moradores exemplares de espécies bastante raras, como o rinoceronte branco, arara-spix, ararade-lear, micos-leão, jaguatirica entre outros. A população total ultrapassa os 3.200 animais e os visitantes podem conhecer mais de 200 espécies de aves, 100 mamíferos, 98 de répteis, além dos anfíbios e invertebrados. Com uma visitação anual de aproximadamente 1,6 milhão de pessoas, o Zoo está trabalhando no sentido de ampliar sua área de atuação e tornar-se o primeiro “Bio-Parque” nacional, fortalecendo a convivência dos visitantes com seus recursos naturais.

Ao contrário do que muitos podem pensar, a proposta da Estação não é ensinar conteúdos ou dar respostas, mas fazer com que os visitantes saiam com mais perguntas do que quando entraram. Desse modo, o parque científico desenvolve seu trabalho por meio de exposições temáticas e grande número de experimentos interativos que abordam, por exemplo, as áreas de meio ambiente, física, biologia, astronomia, matemática, meteorologia, geografia, urbanismo e geologia, além de contar com um planetário inflável. O espaço oferece ainda a opção de diferentes cursos, eventos e outras atividades, com o objetivo de popularizar a ciência e promover a educação científica de forma lúdica e prazerosa.

Estação Ciência

Rua Guaicurus, 1394 - Lapa Fone: 11 3871-6750 www.eciencia.usp.br

Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro - Outubro|TAXICULTURA

21


AGENDA Outubro Divulgação

EVENTOS Ivaldo Bertazzo - Curso de Formação Para aplicar uma forma mais eficaz de trabalhar o corpo e toda sua movimentação, Ivaldo Bertazzo, com o apoio de sua equipe de fisioterapeutas, criou o Curso de Formação no Método Bertazzo. As práticas e exercícios possibilitam o entendimento de organização do corpo e seu movimento, regulando tensões ocasionadas pelo dia a dia e estimulando a consciência, a autonomia e as estruturas de percepção do próprio corpo. São 72 horas de atividades, distribuídas em três etapas. Ao concluir a terceira e última etapa, o participante obtém o Certificado Oficial do Método.

Em Nome dos Artistas - Arte Contemporânea Norte-Americana na Coleção Astrup Fearnley No ano em que a Bienal de São Paulo comemora seus 60 anos de existência, o público brasileiro terá novamente contato com obras e artistas de grande destaque na arte contemporânea internacional. A exposição faz uma imersão dos últimos 30 anos da arte norte-americana. A coleção de 51 artistas exibirá 219 obras inéditas, vindas do acervo do Museu de Arte Moderna Astrup Fearnley, de Oslo, na Noruega. O curador, Gunnar Kvaran, conseguiu expor uma vaca cortada ao meio, por entre fotos polêmicas de Jeff Koons, sua então mulher e ex-estrela pornô italiana Cicciolina, e trabalhos de artistas como Matthew Barney, Richard Prince e Cindy Sherman, que exibem sem nenhum pudor genitálias ou cenas de conotação sexual. Pavilhão da Bienal Parque Ibirapuera - Portão 3 De 30 de Setembro a 4 de Dezembro Horários: terça, quarta, sexta, sábado e domingo das 9 às 19h (entrada até às 18h), quinta-feira das 9 às 22h (entrada até às 21h), segunda-feira - fechado Preço: R$ 20 (inteira); R$10 (meia); Cortesia: visitantes menores de 12 anos e maiores de 60 anos, portadores de deficiências físicas, escolas e grupos agendados. Aos domingos a entrada é gratuita para todos. Informações: www.emnomedosartistas.org.br

Escola Do Movimento Ivaldo Bertazzo Rua Cotoxó, 1 – Perdizes - Fone: (11) 3294-1755 Horário: 8h30 às 18h Etapa 1 - dias 18, 19 e 20 de novembro de 2011 Etapa 2 – dias 2, 3 e 4 de março de 2012 Etapa 3 - 26, 27 e 28 de maio de 2012 Informações: www.ivaldobertazzo.com.br

Olafur Eliasson: Seu corpo da obra

22

Divulgação

Exposição “Onde Mora a Lembrança”, de Jhonny Lazz Em sua primeira exposição individual, o artista selecionou de seu mundo onírico um quarto cheio de lembranças, com peças de vidro, tecidos pintados a mão, esculturas e pinturas de órgãos humanos feitos de resina, além da continuação da série de santos com cabeças de animais, desta vez pintados como próprias imagens sacras barrocas. Espaço Concreto Rua Fradique Coutinho, 1209 Vila Madalena Até 28 de Outubro Terça a sábado dás 14h ás 19h Entrada gratuita Fone: (11) 2615-8555 Informações: www.concretoart.com.br

TAXICULTURA|Outubro - Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro

Divulgação

Divulgação

Em sua primeira mostra individual na América Latina, o artista dinamarco-islandês, Olafur Eliasson, apresenta 10 obras site-specifics, em três espaços diferentes, que dialogam com a cidade de São Paulo. Todos os trabalhos fazem parte da 17º Festival Internacional de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil. A mostra é composta por quatro grandes instalações que, realizadas especialmente para o museu, convidam o público a interagir com diferentes percepções de cor, orientação espacial entre outras formas de envolvimento com a arte. Pinacoteca do Estado - Praça da Luz, 2 De 1 de Outubro a 8 de Janeiro Terça a domingo das 10h às 18h Preço: R$6 (inteira) / Grátis aos sábados Fone: (11) 3324-1000 SESC Pompeia - Rua Clélia, 93 1 de Outubro a 29 de Dezembro Terça a sábado das 9h30 às 21h Domingo e feriado das 9h30 às 20h Entrada Gratuita Fone: (11)3871-7700 SESC Belenzinho - Rua Padre Adelino, 1000 - Belém 30 de Setembro a 29 de Dezembro Terça a sábado das 9h30 às 21h Domingo e feriado das 9h30 às 20h Entrada Gratuita Fone: (11) 2076-9700


Outubro|TAXICULTURA

23


EVENTOS

OUTUBRO

Divulgação

Exposição “Cuca no Jardim” Todos os domingos, o saguão do Cinesesc se transforma na verdadeira floresta da Cuca, com a exibição de filmes, making off, e um quebra cabeças digital que prometem diversão para toda família. Cinesesc Rua Augusta, 2075 Até 24 de Outubro. Aos domingos às 11h Entrada gratuita Fone (11) 3087-0500

Mostra Roda Viva 25 anos, o Brasil passa por aqui

Divulgação

A Companhia Teatro Rock apresenta um musical inédito, que conta a história de amor entre dois jovens, ele estudante de filosofia da USP e ela uma garota do Mackenzie. Tudo estaria em paz, se os dois não se apaixonassem em pleno conflito da rua Maria Antônia, no ano de 1968. O espetáculo ainda revive os clássicos de Chico Buarque, Caetano Veloso, Tom Zé, Mutantes, Gilberto Gil, Roberto Carlos e outros mestres da MPB cantadas ao vivo. Centro Cultural São Paulo Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - Sala Jardel Filho De 28 de Setembro a 06 de Novembro Quarta a Sábado às 21hs e Domingos, às 20hs O espetáculo participa da Temporada Popular de ingressos a R$20 (inteira) Fone: (11) 4003-2050 Classificação Etária: 14 anos

A jovem que perdeu a maior parte de sua família no genocídio de 1994 conta sua história de vida e superação no livro “Sobrevivi para Contar”. 11 de Outubro Palestra no Teatro da Universidade Católica de São Paulo (TUCA) Rua Monte Alegre, 1024 - Perdizes - São Paulo Horário: 10h30 e 19h30 Entrada Gratuita Convite por ordem de chegada com apresentação de convite. Vagas limitadas Fone: (11) 3811-2820

Matinê anos 80 - Dia das Crianças A Autobahn, eleita melhor balada flashback de São Paulo, convida seus filhos de 6 a 17 anos a fazer uma viajem pelo tempo, revivendo os melhores momentos dos anos 80. Este período caracterizado por transformações de comportamento podem ser assistidos através de filmes, desenhos, vídeo-clips, músicas, por meio do telão. Projeto Autobahn Rua Henrique Schaumann, 517 Vila Madalena 12 de Outubro Horário: das 15h às 19h Preço: 6 a 17 anos a entrada é VIP, adultos com nome na lista: R$17 (elas) e R$22 (eles) Fone: (11) 3101-8826 Informações: www.anos80.com.br

Bom Retiro Meio Dia Para quem busca relaxar no horário de almoço apreciando uma boa música instrumental brasileira, o projeto “Bom Retiro Meio Dia” promete, entre ensaios jazzísticos, música erudita e outras sonoridades, sensibilizar o público através do contato a diferentes propostas artísticas. Sesc Bom Retiro Alameda Nothmann, 185 - Bom Retiro - Centro Dias 4, 11, 18 e 25 de Outubro, sempre às 12h Entrada Gratuita Fone: (11) 3332-3600 4 de Outubro - Quarteto Saxofonia 11 de Outubro - Trio Viola Branca 18 de Outubro - Flávio Barba Quarteto 25 de Outubro - Quarteto Perere

24

Divulgação

Se essa rua fosse minha - O amor nos anos de Chumbo

Sobrevivente de um dos maiores e mais sangrentos genocídios da história, ocorridos em Ruanda, na África, Immaculée Ilibagiza estará no Brasil pela primeira vez participando de conferências nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Aparecida e Cachoeira Paulista.

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@taxicultura

Divulgação

Para comemorar os 25 anos de programa Roda Viva, exibido pela TV Cultura, 25 charges foram escolhidas pelo cartunista Paulo Caruso. Os desenhos produzidos pelo próprio curador ao longo dos anos representa momentos marcantes de algumas personalidades entrevistadas no programa, como o ex-governador do Rio Leonel Brizola, o médico americano Patch Adams, o rapper Mano Brown e o cineasta José Padilha. Espaço Cultural BM&FBOVESPA Praça Antonio Prado, 48 - Centro De 23 de Setembro a 30 de Dezembro De segunda a sexta-feira, das 10h às 18h Entrada franca Fone: (11) 2565-6826 Sala de exposições com ar-condicionado e acesso para deficientes físicos

Palestra Immaculée Ilibagiza

Divulgação

AGENDA


Outubro|TAXICULTURA

25


26

TAXICULTURA|Outubro


Outubro|TAXICULTURA

27


Por Carolina Mendes

Divulgação

BELEZA

A leveza dos cachos A ditadura da chapinha sai de cena e dá as boas-vindas a outras tendências para o período primavera verão

A

legria, disposição e ousadia. Estas são as apostas para as estações primavera e verão, as mais luminosas do ano, que estão chegando. Seja liso ou encaracolado, cada tipo de rosto pede uma tendência específica de cabelo, por isso fique atenta e saiba escolher o estilo que mais se aproxima das suas características naturais.

“O tratamento adequado garante uma coloração segura para a estação que se aproxima, e permite uma mudança de formas”

28

A escolha de um profissional especializado, aliado ao procedimento que melhor se encaixa ao cliente, é o que determinará um resultado capaz de valorizar a beleza já existente e a autoestima de cada um. Busque referências e trabalhos anteriores antes de agendar uma avaliação no salão e iniciar seu tratamento.

Camada cuticular Cabeleireiro especialista em cabelos crespos há mais de dez anos, Fernando Paolo explica as diferenças básicas de nutrição em cabelos lisos e crespos, e que fazem toda diferença na hora de definir o seu tratamento: “O liso tem um número cuticular maior e vai ser mais cilíndrico, portanto o

sebo que é produzido pelo couro cabeludo percorre esta haste capilar lisa, que tende a ser menos ressecada que no cabelo crespo”. O cabelo crespo, ao contrário, tende a ser mais fino, quebradiço, opaco, com um número menor de camada cuticular e não cilíndrico. “Ele vai sofrer achatamento por não ter uma haste lisa, e o sebo produzido pelo couro cabeludo, de ação natural nos fios, não chega a combater o ressecamento”, explica Paolo.

O desejo de se destacar Com tantas opções eficazes de tratamentos disponíveis atualmente, é possível atender às mais diversas necessidades de estilos e personalidades; basta preocupar-se com duas coisas: eleger a transformação desejada e escolher o profissional adequado. “Nós estamos vivendo a era da personalização que une o tipo de rosto, o tipo de cabelo desejado e o que essa mulher faz no dia a dia. A partir daí é possível expressar qual tipo de cabelo é mais prático para

TAXICULTURA|Outubro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


BELEZA

Paolo explica ainda que os cortes de cabelos repicados ou em camadas combinam com os fios longos e médios e devem ser cortados da nuca para baixo, para dar leveza e sensualidade, criando um ar despojado.

Xô madeixas quebradiças! Outro especialista em cortes e processos químicos em geral, Jorge Maciel, profissional da Tampopo Hair Cutting Team, enfatiza que o corte Chanel estilizado estará em alta, proporcionando uma maior liberdade para quem deseja ousar cortes mais modernos e arrojados, além dos clássicos estilizados, e aponta o papel das cores na definição do estilo preferido. De tons marrons ao loiro, vale apostar na luminosidade das mechas e luzes para brilhar neste verão, mas cuidado: alguns tipos de cabelo pedem descoloração e os produtos químicos utilizados nos dois processos não combinam. Neste caso é aconselhável o uso de tonalizantes.

Cuidados no dia a dia Segundo ambos especialistas, para manter um cabelo saudável por inteiro, o tratamento não se limita ao salão, e deve ter continuidade com produtos de qualidade como shampoo, leave-in e máscaras em casa, respeitando o intervalo máximo de 90 dias para alinhar o corte. “O tratamento adequado para cada tipo de cabelo garante uma coloração segura de acordo com a estação que se aproxima, e permite uma mudança de formas”, explica Fernando Paolo. O profissional indica ainda às adeptas dos cabelos crespos sem forma, a opção de reduzir o volume e alongar a ondulação, criando um encaracolado de aspecto mais natural com o auxílio de bigudins, fixando uma forma de cacho através do permanente afro, ou também chamado de permanente digital. Esta técnica, importada do Japão, também muito utilizada pelos profissionais da Tampopo, foge do “tradicional” e deixa o cabelo com cachinhos extremamente definidos e modelados, desenhado de modo suave, mais solto e natural.

Divulgação

“É preciso combinar muito mais do que o corte para oferecer um visual harmônico, e a

cor pode ajudar nesse quesito”, ensina Maciel.

Divulgação

o uso diário e se o visual criado torna-se viável e possível de manter bem cuidado no dia a dia”, aconselha o especialista.

Dicas Primavera Verão Para deixar o visual fresquinho e moderno, as tranças seguem versáteis e práticas, e podem ser feitas de várias formas: nas laterais, em forma de arco; embutidas; forma de espinha de peixe ou até onde a sua imaginação e criatividade fluir. Para o dia e também para a noite, o coque desalinhado, estilizado e descontraído acompanhado de pequenos acessórios, deixando alguns fios mais soltos, é uma excelente opção. “Os acessórios são sempre bem-vindos, mas nunca devem chamar mais atenção que o cabelo e o penteado”, completa Jorge Maciel.

Tampopo Hair Cutting Team Rua da Consolação, 3.444 - Jardins (11) 3061-0353/3061-2628 www.tampopo.com.br

Studio Fernando Fernandes Rua Gaspar Soares, 390 – Santana (11) 2950-9019/ 2959-3911 www.fernandofrenandes.com.br Hoje o mercado conta com produtos de qualidade para manter o cabelo saudável, reduzir o volume e alongar a ondulação

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

29


QUALIDADE

DE VIDA

ParkStreetParrot.

Por Fernanda Monteforte

Alta performance e autoconhecimento A alta performance individual aliada ao sentido de coletividade é a ferramenta para responder a uma sociedade que a cada dia exige resultados mais extraordinários

E

m uma época em que a velocidade das informações e os avanços na tecnologia acele-ram a competitividade, o desafio de fazer a diferença torna-se quase uma obrigação. As transformações em todas as áreas do conhecimento são incessantes e, dentro desse contexto, urge a necessidade de difundir e praticar a responsabilidade socioambiental, essencial à preservação da nossa espécie.

De onde vem a alta performance? Exige-se o aprimoramento das lideranças e da sociedade como um todo. Emergem conceitos de equipes de alta performance, famílias de alta performance, escolas de alta performance, gestão de alta performance, alta performance desportiva e por aí vai.

Fernanda Monteforte é consultora de qualidade de vida e ministra aulas do Método DeRose Maiores informações: Tel.: 4125-6658 fernanda.monteforte@ metododerose.org

Contudo, é interessante notar que, em qualquer um destes segmentos sociais, para que a mudança coletiva possa acontecer, torna-se necessária uma profunda mudança no indivíduo: a alta performance pessoal.

Do particular para o coletivo Para alcançar essa nova postura é preciso que o ser humano se torne mais consciente da sua interligação com as pessoas e com o meio em que vive. Desse modo, o indivíduo passa a exercer de forma mais lúcida e clara as suas atribuições e compromissos com a família, com os colegas de trabalho, com a sociedade e com a natureza. Adotar uma postura mais integrativa contribui ainda para o desenvolvimento de uma nova criatividade, capaz de exacerbar a importância de agir com praticidade para conquistar objetivos e construir um mundo melhor para si e para o próprio planeta.

30

O Eu e os Outros Esse paradigma transformador traz consigo ainda o compromisso de priorizar e zelar pelos relacionamentos interpessoais, valorizando a confiança, o respeito, a reciprocidade, a credibilidade e a lealdade. Os talentos individuais passam a ser aplicados à sinergia do grupo. A atitude ética, o bem-estar físico, o gerenciamento das emoções, os pensamentos edificantes se tornam fontes de energia e motivação para conquistar a excelência pessoal.

Para obter alta performance é necessário autoconhecimento Com um forte alicerce interno, o indivíduo pode deixar aflorar a intuição, via de conhecimento que certamente é um dos principais diferenciais das pessoas de alta performance, talvez a única que nos permita acompanhar a velocidade do mundo moderno.

Dicas:

1. Adote uma metodologia de aprimoramento pessoal que desenvolva suas habilidades através da boa alimentação, boa forma e boa cabeça 2. Defina seus objetivos pessoais e estabeleça com clareza a forma como quer contribuir no seu trabalho, na família e na sociedade 3. Aprimore sua comunicação. Aprenda a ouvir mais, a sentir e intuir 4. Invista em conhecimento e cultura 5. Identifique os problemas e procure encará-los de frente 6. Aprenda com as experiências 7. Comprometa-se com a solução e não deixe pendências 8. Descubra seus talentos e acredite naquilo que encontra eco em seu coração

TAXICULTURA|Outubro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Outubro|TAXICULTURA

31


BANDEIRA

LIVRE

A cidade da Padroeira

Divulgação

Por Waldir Martins

A força da fé que anualmente leva milhões de romeiros para o maior centro de peregrinação religiosa da América Latina

U

m dos maiores exemplos da força e grandiosidade que o turismo religioso vem apresentando no Brasil nos últimos anos é a cidade de Aparecida. Localizada no interior de São Paulo, às margens da Via Dutra, no meio do caminho entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, se caracteriza como um dos destinos mais procurados pelos fiéis em todo o país. Segundo dados divulgados pela Secretaria do Turismo da cidade, Aparecida, que tem uma população aproximada de 37 mil habitantes, recebeu, apenas no ano de 2010, mais de 10 milhões de visitantes. Apenas nos últimos três anos, o fluxo de romeiros, como são chamados os turistas movidos pela fé católica, experimentou, em média, crescimento de 10%, muito acima do crescimento do PIB nacional. De toda maneira, não há como negar que os excelentes resultados da economia, como o aumento da renda, ampliação do número de trabalhadores com carteira assinada e o fortalecimento do crédito têm contribuído de forma expressiva para esse movimento de expansão do turismo religioso. Para se ter noção da força dos romeiros, basta dizer que a cidade de São Paulo, com pouco mais de 10 milhões de habitantes, tradicional roteiro do turismo de negócios e dona de uma agenda cultural invejável, recebe por ano 11 milhões de turistas, segundo informações da São Paulo Turismo, empresa responsável pelo turismo da metrópole.

Uma história de fé Como tudo que se relaciona com a fé e a religiosidade, o incrível sucesso da cidade de Aparecida

nasceu de uma história simples, vivida por personagens simples, munidos de muita fé e devoção: preocupados em providenciar o jantar para o poderoso Conde de Assumar, de passagem pela Vila de Guaratinguetá a caminho de Vila Rica (atual Ouro Preto), onde iria assumir o cargo de Governador da Capitania das Minas Gerais, três pescadores foram incumbidos de conseguir peixes para a comitiva; como não era época de pesca, não conseguiam retirar nada do Rio Paraíba do Sul e, já quase sem forças, jogaram mais uma vez a rede e se surpreenderam ao ver, presa a ela, uma imagem sem cabeça, com anjos esculpidos nos pés. Novamente jogaram a rede e, desta vez, veio a cabeça de Nossa Senhora da Conceição que foi ajustada ao corpo. A partir de então, os peixes começaram a surgir em abundância para os três pescadores. Depois de retirada das águas, a imagem permaneceu abrigada durante anos na casa de um dos pescadores, até que, em 1745, foi construída uma pequena capela em um local que, na época, era conhecido como Morro dos Coqueiros. Em pouco tempo os inúmeros relatos de milagres atribuídos à santa começaram a atrair os primeiros devotos, e levaram a Diocese de Guaratinguetá a criar uma nova freguesia na cidade, que recebeu o nome de Aparecida, em homenagem à santa. Devido à intensa peregrinação de fiéis, a capela foi ampliada e, em 1888, Nossa Senhora Aparecida e a Vila de Aparecida ganharam uma igreja maior, conhecida hoje como Basílica Velha ou Matriz Basílica. .

32

TAXICULTURA|Outubro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos

Aparecida é o maior centro de peregrinação religiosa da América Latina


A nova Basílica, construída sobre o Morro das Pitas, é a segunda maior do mundo e foi inaugurada pelo Papa João Paulo II

Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br - Outubro|TAXICULTURA

33


BANDEIRA

LIVRE

A segunda maior basílica do mundo Foi por volta de 1940 que os representantes da igreja no Brasil começaram a se articular para erguer um novo templo com capacidade para receber o crescente número de visitantes à cidade. Era preciso um espaço mais amplo, que comportasse mais pessoas e daí nasceu a ideia de construir a atual Basílica da cidade, projetada pelo famosos arquiteto Benedito Calixto, na forma de uma cruz grega. Impressionantemente grande, a nova Basílica foi construída sobre o Morro das Pitas e apenas a terraplanagem do terreno consumiu dois anos de trabalho, iniciada em 1952 e terminada em 1954. As fundações se iniciaram em 11 de novembro de 1955 e foi construída em etapas, sendo inaugurada oficialmente em 4 de julho de 1980, quando o Papa João Paulo II visitou o Brasil pela primeira vez. Elevada à condição de Santuário Nacional em 1984, a nova Basílica está localizada no centro da cidade e tem como acesso a chamada “Passarela da Fé”, que faz ainda a sua ligação com a igreja antiga, também muito visitada pelos romeiros. Destaque no cenário turístico do Brasil, Aparecida é conhecida como “Capital Mariana da Fé” e se constitui no maior centro de peregrinação religiosa da América Latina.

Torre Brasília 100 metros de altura, dezoito andares com o mirante

Cúpula central 70 metros de altura e 78 metros de diâmetro

Naves 40 metros de altura

Área construída 23.000 metros quadrados

Área coberta 18.000 metros quadrados

Volume de concreto usado 40.000 metros cúbicos

Estrutura hoteleira

Quantidade de tijolos usados

O turismo religioso representa 80% da renda de Aparecida. Para atender toda essa demanda de pessoas, a cidade conta com uma invejável estrutura hoteleira, com mais de 35 mil leitos em hotéis.

25.000.000

O município dispõe ainda do Centro de Apoio ao Romeiro, que oferece uma completa estrutura de apoio aos visitantes, com praça de alimentação, lojas que oferecem os mais variados tipos de produtos, que vão de lembranças, artigos de bomboniére e farmácias. O espaço também disponibiliza sanitários, fraldários, bebedouros e até um parque de diversões.

Centro de Apoio ao Romeiro

Capacidade de acolhimento no interior da basílica 45.000 pessoas

Área do estacionamento 272.000 metros quadrados

Divulgação

22 lojas na Praça de Alimentação

330 lojas de comércio varejista nas quatro asas

recida pode ainda conhecer diversos outros pontos turísticos da cidade, relacionados à fé cristã, ou ainda, aqueles voltados simplesmente para a diversão e o lazer. Vale à pena conferir.

36 quiosques de bomboniére, lanchonetes e lojinhas

Porto Itaguaçu

01 farmácia

02 fraldários

12 blocos de sanitários com 250 sanitários

O local marca o ponto, no Rio Paraíba do Sul, onde a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada em 1717. O visitante pode ainda fazer um passeio de barco pelo rio.

44 bebedouros

Aquário

Parque de Diversões

Terminais bancários

Ponto de Encontro

Locais para visitação Além da visita ao Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e à Basílica Velha, o visitante de Apa-

34

Números da Basílica

Morro do Cruzeiro Ponto de peregrinação do município, marcado por esculturas que representam as estações da Via Sacra. Um dos mais belos atrativos da cidade, de onde se tem uma magnífica vista do Santuário Nacional.

Passarela Com seus 389m e largura de 5,85m, a passarela que une a Matriz Basílica e o Santuário Nacional é um marco de Aparecida. Inaugurada em 1972, é ponto de visitação obrigatório na cidade.

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@taxicultura


BANDEIRA

LIVRE

Divulgação

Memorial Redentorista e Padre Vítor Coelho Criado em 1910, o Memorial Redentorista resgata a história desta importante missão de fé, abrigando um museu, a Capela Memorial Redentorista e a Capela em homenagem ao Padre Vítor, conhecido como Apóstolo do Rádio, cujo processo de beatificação encontra-se em andamento.

Igreja de São Benedito Palco de uma das mais tradicionais festas religiosas do Vale do Paraíba, a igreja em homenagem ao padroeiro da cidade é também um centro de manifestações folclóricas e históricas. O templo foi construído em 1918 e é decorado com anjos esculpidos pelo artista Chico Santeiro.

Seminário Bom Jesus

A Igreja de São Benedito abriga manifestações religiosas, folclóricas e históricas Divulgação

Criado para ser um grande centro de formação religiosa, o Santuário Bom Jesus ganhou destaque como atrativo turístico após hospedar os papas João Paulo II e Bento XVI. O magnífico edifício, erguido em 1895 em estilo renascentista, recebeu também a visita de Santa Madre Paulina.

Matriz Basílica Marco religioso da cidade, a igreja, construída em 1745, em estilo barroco, foi a primeira a abrigar a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Passa por um minucioso processo de restauração que está lhe devolvendo suas características originais. É um dos monumentos mais visitados de Aparecida e considerado um símbolo de fé pelos devotos.

Santuário Nacional Segunda maior basílica e maior santuário mariano do mundo, a igreja foi construída em 1955, em estilo neoclássico, para abrigar a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Divulgação

Feira

O Morro da Cruz é importante ponto de peregrinação

Vista do Rio Paraíba do Sul, de onde são feitos passeios de barco

Teleférico

Palco de diversas atrações como shows, Liga a parte baixa onde está localizado o teatro, dança, músicas e exposições, além de Santuário Nacional à parte alta onde está loabrigar o Museu do Olho Latino, o local tem ca- calizada a Basílica Velha. pacidade para 5 mil pessoas na área externa e Mirante da Santa 450 pessoas no auditório. Localizado no alto do morro da Rua AnMirante das Pedras tônio Bittencourt da Costa, com 17,6m de Localiza-se no caminho do Porto Itaguaçu e altura, é o maior monumento dedicado à possibilita a contemplação da várzea onde corre Nossa Senhora Aparecida em todo o mundo. o Rio Paraíba e a Serra da Mantiqueira. Tem como atração principal a imagem de Nossa Se- Aquário Com diversos tanques com espécies tannhora da Conceição Aparecida, medindo 1,80m to de água doce quanto salgada, o aquário de altura. conta inclusive com uma piscina de tubarões Centro de Apoio ao Romeiro que podem ser tocados pelos visitantes. Foi projetado para oferecer comodidade e conforto às compras e lazer dos romeiros, pos- Igreja São Geraldo Localizada na entrada do Porto Itaguaçu, sui uma grande praça de alimentação e mais de 380 lojas, onde se podem comprar todos os foi construída em 1926 e abrigou a imatipos de lembranças. Está localizado dentro do gem de Nossa Senhora Aparecida por muitos anos. estacionamento do Santuário Nacional. leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

35


Fotos de divulgação

SP

TEM

Por Valéria Calixto

Instituto Brasis

Um trabalho de atitude e consciência social bem no centro de São Paulo

Q

uando se fala em cursos de capacitação e inserção social para comunidades e pessoas em situação de pobreza e abandono, imediatamente relacionamos essa prática com os tradicionais cursos de padeiros, costureiras, jardineiros, arrumadeiras e outros, geralmente relacionados com trabalhos mais braçais e que não exigem formação escolar. Para romper com esse paradigma e colocar novas perspectivas a essa população, o Instituto Brasis, através de uma parceria com o Instituto Gens de Educação e Cultura, iniciou uma ação educativa bastante diferenciada, bem no centro da cidade de São Paulo: o Projeto Trecho 2.8 - Criação e Pesquisa em Fotografia.

A fotografia como ferramenta de inclusão A partir do trabalho social realizado junto aos moradores de rua pelo Instituto Gens, dez alunos foram indicados para a primeira turma do projeto e, sob a coordenação do psicólogo e artista visual Edson Fragoaz e da pedagoga Graça Lopes, passaram a participar de atividades onde a fotografia funcionava como um pretexto para introduzir uma variada gama de conhecimentos e experiências transformadoras. Durante as aulas, os participantes receberam orientações sobre como manusear máquinas semiprofissionais, noções básicas de filosofia, atividades com o corpo, como o pilates, além de um trabalho de inserção digital, idealizado para capacitar os participantes na criação de blogs, que são utilizados para divulgar os trabalhos fotográficos de cada um. Segundo Marcos Amaro, presidente e idealizador do Instituto Brasis, toda estrutura do curso busca fortalecer a autoestima e promover a inserção social

Serviço Instituto Brasis e Galeria de Rua Rua Rego Freitas, 445 - 3º andar - conj. 31 Telefone: 11 3258-3736 | 3151-1005 36

dos participantes: “A fotografia nos permite um deslocamento muito interessante, uma vez que, ao disponibilizarmos uma máquina fotográfica aos participantes, discutimos o olhar de cada um; é muito interessante cada um poder falar um pouco sobre a sua fotografia; através dela começa a se criar um diálogo, uma situação de comunicação coletiva”.

O mundo do trabalho Como parte do projeto, além de uma bolsa auxílio de meio salário, os alunos passam a integrar a Caititi Licenciamento de Imagens Ltda., uma empresa social que trabalha com os princípios da economia solidária. A proposta da empresa é abrir espaços para que os alunos possam se inserir no mercado como auxiliares de fotografia. A empresa também atua na área de licenciamento de imagens, com a possibilidade de retorno financeiro para os novos profissionais e também para a própria manutenção do projeto. Para divulgar os trabalhos artísticos criados pelos participantes do projeto, Marcos Amaro teve uma ideia de marketing social inovadora que se consolidou na Galeria de Rua: um projeto onde os trabalhos dos alunos do Trecho 2.8 são expostos ao lado de trabalhos de artistas consagrados. Depois da inauguração na badala Rua Oscar Freire, nos Jardins, com a exposição Movimento Coletivo, a galeria assumiu um papel itinerante, passando a buscar novos espaços para mostrar o seu acervo diferenciado. “Não queremos criar uma situação de dependência, queremos criar uma situação de autonomia via mercado da fotografia hoje; no futuro, pretendemos explorar outras situações”, finaliza Amaro.

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: facebook taxicultura


Outubro|TAXICULTURA

37


MORAR

BEM Divulgação

Por Adriana Scartaris

Carlos Torres

O quarto das crianças Preparar o quarto das crianças é uma atividade que exige um cuidado especial na hora de investir para deixar a sua casa linda e acolhedora

P

Adriana Scartaris

Designer desenvolve projetos de design de interiores aplicando técnicas acadêmicas e de terapias espaciais www.adrianascartaris.com.br

38

ara enfrentar o desafio de preparar o espaço dos pequenos, tudo deve ser considerado: idade, temperamento, preferências pessoais. Além disso, toda a família deve entrar nas contas dessa sutil e delicada equação.

fazem parte da rotina e da condição do desenvolvimento da criança. Para isso, é preciso que você entenda quais são as necessidades de acordo com cada etapa do desenvolvimento, disponibilizando espaço para brinquedos e atividades de seu interesse.

Quando se trata de bebês, sempre é preciso considerar que esse será o espaço onde a criança se sinta amada e muito bem cuidada. Deve ser um espaço protetor, onde a criança fará seus primeiros contatos com o mundo e nele dará seus primeiros passos.

Já os adolescentes estão na fase de transformar o seu quarto na verdadeira expressão do seu mundo e da sua perso-nalidade. Não importa se rapazes ou mocinhas, o quarto é o espaço onde recebem os amigos, trocam confidências, entram em choque com o mundo, elegem seus ídolos e heróis. Acompanhe alguns projetos que podem ajudar na hora de fazer a sua própria decoração.

No caso da segunda infância, é preciso considerar as melhores formas para encarar a bagunça e desorganização que, por vezes,

TAXICULTURA|Outubro - Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro


MORAR

BEM Divulgação

O quarto do bebê

Divulgação

O quarto do bebê é o espaço de acolher e brincar. Além de criar um ambiente totalmente acolhedor, era preciso considerar a praticidade. Como a família pretende mudar a decoração a cada dois anos, já foram incluídas no projeto uma cama de adulto e as linhas básicas do quarto. Os demais detalhes foram dispostos de modo a conferir a personalidade desejada. A proposta é que o ambiente possa crescer junto com o ocupante. O acabamento escolhido foi laca branca, com o sobretampo das bancadas em laminado branco, para conferir maior resistência, combinando com o piso laminado vinílico. O quarto do menino

Para o menino de 5 anos, muito ativo, que adora carros e é dono de uma coleção completa de carrinhos de corrida, foram considerados dois pontos principais: praticidade e a possibilidade do quarto ficar adequado até por volta dos seus 15 anos. Por este motivo foram incluídas a cama para adulto e as linhas básicas do ambiente. A bancada de forma ondulada permite a colocação da televisão e computador, além de elementos de decoração relacionados ao tema preferido do jovem morador. Tal qual o projeto anterior, a organização e a escolha dos móveis abrem espaço para que o ambiente cresça junto com o ocupante. Acabamento em laca branca com sobretampo das bancadas em laminado para garantir mais resistência. O piso é laminado vinílico. Divulgação

O quarto da adolescente A jovem de 15 anos é muito ativa e dedicada aos estudos. Por ficar muito sintonizada em diversas atividades, que pode resultar em algum nível de estresse, foram escolhidos tons de lilás para acalmar e garantir que o espaço possa ficar mais acolhedor e tranquilo. Vale ressaltar que o lilás também é uma cor de cura e que fortalece a saúde. Acompanhando o processo de permanente transformação que é um traço característico da adolescência, o projeto foi idealizado de forma a tornar simples e descomplicado promover mudanças no ambiente. A cor foi projetada de modo a valorizar todo o ambiente e está presente em diversos detalhes. Aqui também a opção do acabamento foi pela laca branca com sobretampo das bancadas em laminado branco, para proporcionar maior resistência.

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

39


MUNDO CÃO&CIA

Divulgação

Divulgação

Por Daniele Tavares

Banheiro bom pra cachorro O desafio de manter o ambiente de uma casa com animais domésticos devidamente higienizado tem mobilizado a indústria Pet a desenvolver novas tecnologias e produtos

O Agora seu cão não precisa mais usar fralda para manter a higiene e limpeza dentro da sua casa

Onde encontrar Dog’s care-Global Vet Rua Tomé Portesm 289 – Parada Inglesa/SP Fone: 11 2950-2516

Top Pet Rua Doutor Oscar de Barros 15 Diadema/SP Fone: 11 4056-7777 40

s bichinhos são bonitos, alegres e adoráveis, mas, nada pode ser pior do que chegar em casa depois de um dia intenso de trabalho e se deparar com xixi espalhado por todo canto, e aquele jornal que você havia colocado para funcionar como banheiro todo picotado pelo chão. Se as crianças da família forem pequenas, a coisa fica ainda mais complicada e não existe manifestação de carinho e afeto que possa superar isso.

to novo; menos de 10% dos donos no país usam, mas pelas nossas pesquisas, quem experimenta, não volta a usar o jornal” relata Ana Carolina Vaz, responsável da empresa Dog’s care, uma das fabricantes.

Contudo, Ana Carolina destaca que é preciso utilizar um mínimo de estratégia canina para que o animal possa se adaptar ao novo produto. “No início, é indicado que se coloque uma folha de jornal sobre o produto, para que ele se acostume com o novo cheiro. Sempre que o cão fizer as necessidades fora do tapete, Para enfrentar esse problema e descomplicar deve-se repreendê-lo com voz firme, e quando utilizar a rotina doméstica dos donos de animais, mar- o tapete, recompensá-lo com um biscoito. É uma forma de adestrar com carinho e cas de produtos pet lançaram facilitar a vida do dono”, ensina linhas exclusivas e diferenciadas divertida. de tapetes higiênicos. Produzidos com uma camada 100% Limpeza e higiene para celulose sobreposta por gel em todas as idades flocos na superfície, eles absorPara Maria Aparecida Sovem muito mais que os jornais: limões, dona de um cocker chega a absorver mais de dois lispaniel totalmente indiscitros e meio e pode ser usado até plinando no momento da hi48 horas, pois inibe os maus odores, não deixa giene, o produto realmente contribui para estabelas patinhas molhadas e não mancha os pelos. ecer uma rotina saudável para o ambiente doméstico, É recomendado para raças de médio e grande mesmo quando o bichinho já possui uma idade mais porte pelo seu alto poder de absorção. avançada. “Comecei a usar o tapete quando o Tobby já tinha oito anos, realmente foi um sacrifício fazê-lo enO fim do jornal como tapete tender como usar, mas, depois que entendeu, foi uma Desenvolvido em vários tamanhos, o produ- maravilha”, relatou. to possui fitas adesivas que facilitam a sua Desenvolvidos de forma experimental para os cães, fixação no chão, além de não deixar resíduos uma vez que são maioria entre as populações de anide cola ou papel. Outra facilidade que os fabri- mais domésticos presentes nas casas e apartamentos, cantes destacam é a sua utilização para auxil- os novos tapetes já estão disponíveis também para iar o animal a descobrir o local certo para fazer gatos e outros animais exóticos. Vale lembrar que os suas necessidades, uma vez que apresenta um produtos são oxi-biodegradáveis, se decompõem em cheiro bem particular, facilmente identificado 18 meses e não agridem o meio ambiente, diferente pelos cães. “Os tapetes são um mercado mui- dos jornais, que são tóxicos.

os novos produtos absorvem muito mais e não deixam cheiro

TAXICULTURA|Outubro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


HORIZONTE

VERTICAL

Crônicas de uma São Paulo que ninguém vê Texto e Ilustração: Ivan Forneron

GOTÓWKI & GOTÓWKA

T

Sempre me pergunto porque é que nunca oferecem um aumento de cérebro ou um aumento de alma

42

enho recebido estranhos e-mails, e os qualifico como estranhos principalmente por não entender nada, nem uma cedilha, do que está escrito. Deleto todos, sem verificar o conteúdo da mensagem. Seus remetentes e os assuntos que trazem são escritos numa variação de letras e sílabas que mantém pouca semelhança com a nossa. A primeira ideia, claro, é a de algum vírus, ou então aqueles anúncios miraculosos de aumento de pênis, de músculos, de fortuna rápida e toda a sorte de aumento que só os diminuídos podem acreditar. Sempre me pergunto por que é que nunca oferecem um aumento de cérebro ou um aumento de alma. Mas isso é outra questão. O fato é que depois do aborrecimento contínuo em receber três, cinco, sete mensagens diárias com o estranho alfabeto, resolvi abrir uma delas, com o devido cuidado, para ver se descobria do que tratava. A primeira dificuldade foi a imposição do idioma: eu precisava intuir qual fosse aquela língua e, a partir disso, buscar

pela sua tradução. Pois bem, se você recebesse algo assim: “Brak gotówki? Szybka gotówka od 100 do 1500 zł!”, ou ainda: “oferuje najlepszą ofertę w danym momencie”, e mais: “Jeśli nie widzisz poprawnie tej wiadomości, zobacz wersję” qual língua você intuiria? Pensei em checo, em húngaro, até um pouco em russo. Escrita do Além não devia ser, imagino que as ocupações do Além sejam mais interessantes do que essa. Bem, confesso que me equivoquei com todos e todas: não era tcheco, nem russo, nem húngaro, nem do Além, e muito menos fazia menção ao aumento de membros e nem era pornografia. O idioma era polonês, e aquela escrita até então enigmática me convidava para participar de um jogo de pôquer. Não aceitei o convite e não joguei. Se em português você já sai no prejuízo, imagine só em polonês! É falência na certa. Ainda não tenho ideia, e nem sei se isso importa, como esses jogadores de pôquer na Polônia descobriram meu e-mail. Sei que acabei gostando do idioma, do Gotówki e da Gotówka. Os dois significam dinheiro, se não ganhei nenhum no jogo, ganhei uma gíria cuja sonoridade me agrada.

TAXICULTURA|Outubro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Outubro|TAXICULTURA

43


TAXICULTURA 07  

TAXICULTURA 07