Page 1

Leitura de Bordo

www.taxicultura.com.br

A cidade imperdível São Paulo é um universo a ser descoberto por seus moradores e turistas

Passos dos Jesuítas – Anchieta Uma rota que combina ecoturismo, história, religiosidade, cultura e disposição para caminhar!

Edição 10

A forcinha que vem dos shakes

Mantenha a boa forma com todos os nutrientes


2

TAXICULTURA|Novembro


EXPEDIENTE

Diretoria Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón Isabella Basto Poernbacher (editora@portodasletras.com.br) Redação Editor Waldir Martins MTB 19.069 Edição de Arte Carolina Samora da Graça Mauro Bufano Projeto Editorial Editora Porto das Letras Reportagem Estela Guerreiro, Gustavo Werneck,Marina Schmidt e Miro Gonçalves Colaboradores Fernanda Monteforte, Fernando Lemos, Adriana Scartaris e Mery Hellen Jacon Pelosi

Editorial

Fotografia Davi Francisco da Silva Revisão Naira Uehara

Uma cidade imperdível Sempre injustamente acusada de ser uma cidade voltada apenas para o trabalho, São Paulo guarda uma enorme variedade de atrações, capazes de atender ao gosto, jeito e interesse de todo tipo de pessoa, nas mais diferentes áreas. Ao completar seus 458 anos, a cidade exibe uma exuberância cosmopolita capaz de rivalizar com os maiores centros de cultura e entretenimento do mundo. Para mostrar um pouco dessas maravilhas que a cidade oferece, percorremos alguns destinos imperdíveis, onde pudemos ouvir de diferentes visitantes a sua autêntica admiração pela metrópole. Ainda seguindo na vocação cultural da cidade, na seção Paulistanos traçamos o perfil do cantor e produtor cultural Thobias da Vai Vai que, mais do que representante de uma Escola de Samba, discute o novo samba paulista e a importância de sua preservação frente aos apelos de uma indústria cultural massificadora. Outro mito que desmontamos na presente edição é aquele que se refere à gastronomia

Publicidade

vegetariana como uma cozinha sem graça e sem gosto. Conversamos com chefs de três restaurantes – Banana Verde, Gopala Hari e Bioqualitá - onde os clientes, além de terem à sua disposição um excelente serviço, podem escolher entre um self-service descolado, pratos tradicionais e mesmo sofisticados, sempre com muito sabor. Se você está entre aqueles paulistanos que vai passar o verão em Sampa, vale a pena ler o espaço Morar Bem, com alternativas para a construção de espaços de convivência capazes de transformar sua casa na cidade em uma verdadeira estação de veraneio. De todo modo, independente se vai passar suas férias na cidade, no campo ou na praia, manter a boa forma é algo sempre recomendável, por isso fomos conversar com nutrólogos e especialistas em alimentação sobre a eficácia dos Shakes na hora de emagrecer. E as notícias foram boas, mas, sempre com a ressalva de que o milagre do emagrecimento só acontece se você o fizer acontecer.

Diretor Fábio Martucci Fornerón Assessoria jurídica Paulo Henrique Ribeiro Floriano Comercial Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Bruna Donaire Bissi Assinaturas e mailling (assinatura@portodasletras.com.br) Impressão Wgráfica Tiragem 25.000 exemplares Distribuição Gratuita

TAXICULTURA é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, São Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524, E-mail editora@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira

Boa viagem e boa leitura! Os Editores

responsabilidade dos anunciantes.

Dezembro|TAXICULTURA

3


SUMÁRIO | TAXICULTURA

06 Onde fica?

O Colosso do Vale

16 Capa

A cidade imperdível

08 Pauistanos

Thobias da Vai Vai

24 08 12 Agenda

Tecnologia Paulistanos Programe-se

36 32 28 30 32 São Paulo Tem Bandeira Livre 22 28 30 Beleza Passos dos Jesuítas Agenda

42 Horizonde Vertical 44

Qualidade Bandeira de vida Pé no samba Livre Charme e Tecnologia Beleza

Nós, os brinquedos

12 Tecnologia

14 Um Mundo Todo

Rede social animal

Vegetariano com sabor

28 30 Beleza Qualidade de vida 14 16 24 16 18 38 38 36 38 Morar Bem Mundo Cão 32 36 38

O segredo dosum shakes São Paulo: mundo todo

São Paulo VerãoTem em casa Morar Bem

Capa

Entre em ação! Agenda

Qualidade de Vida

Bandeira LIvre

Morar Bem Cuidados nas férias Mundo&Cia Capa

48

Simples e inteligente

ESPAÇO LEITOR

Para nós, sua participação é fundamental. Para enviar suas críticas, elogios, sugestões ou comentários basta enviar um email para: leitor@taxicultura.com.br Assim que recebermos sua mensagem entraremos em contato para atender a sua solicitação.

4

TAXICULTURA|Fevereiro

Hoje (08/11/2011), andando pela Rua Barão do Triunfo, próximo a um ponto de táxi, encontrei duas revista TAXICULTURA - referentes aos meses de outubro e novembro – e, ao ler, percebi que o conteúdo é de uma linguagem simples e inteligente, por isto resolvi mandar este email parabenizando-os. Levy Salomão Filho

Prezado Levy, Ficamos muito satisfeitos por sua mensagem. Ela nos motiva ainda mais a continuarmos trabalhando para levar aos nossos leitores o que de melhor que a metrópole oferece. Muito grato por sua participação. Atenciosamente, A redação


16 A cidade

imperdível

Conhecida como a cidade do trabalho e por seus intermináveis congestionamentos, a metrópole paulistana é um universo a ser descoberto por seus moradores e turistas

08 38 A voz do Samba

de São Paulo

Edimar Tobias da Silva, o Thobias da Vai Vai é um personagem que permanentemente busca trabalhar pela preservação e divulgação do que melhor existe na cultura popular

46 28

Leitura de qualidade Sou uma senhora de uma idade um pouco avançada que habitualmente vou a lugares de táxi. Isto normalmente acontece no ponto do Hospital Beneficência Portuguesa. Por diversas vezes vi as revistas TAXICULTURA e TÁXI! que tenho folheado com bastante interesse. Os taxistas com quem converso elogiam muito as revistas dizendo que têm ótimas reportagens e material de primeira. Enfim, eles apreciam muito e os clientes também têm elogiado muito.

22 32

Nunc sollicitudin, nisl id curbibendum at placerat vitae, sus tempor, lorem dui conultricies et ipsum. Sed non A forcinha que dos Jesuítas – sequat tellus, et placerat mi viverra lectus.Passos Suspendisse vem dos shakes sit amet augue lacus, vitae Anchieta sem sit amet quam. Suspendquam mauris venenatis Elesisse prometem um emagreciUma ligula. rota fascinante que mento de, em média, 4 kg por combina ecoturismo, história, mês, além de garantir os nutrienreligiosidade, cultura e muita tes necessários para a manutendisposição para caminhar! ção da saúde durante a dieta

Levar o melhor aos leitores Prezada Sra. Tiyoko Gratos e emocionados, agradecemos sua atenção para conosco. As revistas TÁXI! e TAXICULTURA têm buscado, desde o princípio, agradar aos taxistas e seus passageiros. E depoimentos como o seu nos fazem crer que estamos no caminho certo.

Atenciosamente, A redação

Em uma das viagens para São Paulo tive o prazer de conhecer a TAXICULTURA e aproveito a oportunidade para parabenizar a diretoria desta conceituada revista pelo belo trabalho, que proporciona aos leitores uma visão de mundo mais humana, com matérias contextualizadas, além de um excelente projeto gráfico e uma diagramação de qualidade. Carolina Solera / Ribeirão Preto- SP

Prezada Carolina, Nada poderia ser melhor para toda equipe das revistas TÁXI! e TAXICULTURA do que iniciar o ano recebendo sua mensagem. A percepção que estamos cumprindo com nosso compromisso de levar aos leitores o melhor da cidade nos enche de motivação para aprimorar ainda mais o nosso trabalho. Atenciosamente, A redação

Tiyoko T. Tati

Fevereiro|TAXICULTURA

5


ONDE

FICA?

O Colosso do Vale Por Miro Gonçalves

A

o contrário do que muita gente pensa, o prédio mais alto de São Paulo e do Brasil não é o Terraço Itália, muito menos o edifício Altino Arantes, o antigo prédio do Banespa. Imponente em seus 51 andares, com 170 metros de altura e 75 mil metros quadrados de área construída, o prédio mais alto da cidade não aparenta o colosso que é, e termina por passar despercebido pelos milhares de paulistanos que transitam pelo seu entorno todos os dias. Erguido sobre estacas fincadas a 20 metros de profundidade, atualmente é o 198º arranha-céu do mundo e conta com uma fachada envidraçada, que consumiu um total de 25 mil metros quadrados de vidro. Sua construção foi concluída no ano de 1960 e abriga hoje em seu interior 146 lojas, 812 salas comerciais, 60 salões comerciais, 12 elevadores e 2 escadas rolantes, além de um restaurante no terraço existente no último pavimento.

Davi Francisco

Depois do incêndio nos edifícios Joelma e Andraus, no ano de 1988 passou por uma grande reforma, quando ganhou uma escada externa contra incêndio e adotou o seu nome atual. Embora não seja muito conhecido, tratase de uma verdadeira iconografia da cidade de São Paulo e merece uma visita.

Você sabia?

Em algumas épocas, o edifício teve a estrutura de concreto vazada no seu topo ocupada por grandes painéis luminosos de diversas marcas como Fanta e Sharp

Davi Francisco

Os primeiros 10 leitores que identificarem a localização da foto acima ganharão um par de ingressos para o teatro.

6

Sua resposta deverá ser enviada para o e-mail:

leitor@taxicultura.com.br

O resultado sairá na próxima edição junto com os nomes dos ganhadores.

O Conjunto Nacional O desafio da edição passada fazia referência ao Condomínio Conjunto Nacional, localizado na Avenida Paulista, esquina com a Rua Augusta. Projetado pelo arquiteto David Libeskind, o complexo caracteriza-se pela mistura de diferentes usos em uma mesma estrutura, mesclando uso residencial, comercial, serviços e lazer.

Inaugurado em 1958, o local foi considerado o primeiro shopping center da América Latina e em 2005 a edificação foi tombada pelo Condephaat, o Conselho Estadual de Defesa do Patrimônio Histórico e Arquitetônico.

GANHADORES João Alves de Souza

Maria José Bonifácio

Angelina Neves

Alexandre Pannia

Antônio Bezerra

Marcos De Léo Petito

Selma Belinato

Lucas Feletto

Maria Clotilde Nunes

Pedro Junqueira

TAXICULTURA|Fevereiro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


Dezembro|TAXICULTURA

7


PAULISTANOS Por Waldir Martins Davi Francisco

Thobias

daVaiVai A voz do Samba de São Paulo

M

úsico, quinze anos como pela preservação e divulgação do que meintérprete oficial de uma lhor existe na cultura popular. das mais tradicionais es-

Com um DVD recém lançado – Templo da colas da cidade, dirigente do samba Gafieira – que gravou ao vivo em parceria de São Paulo, promotor cultural e, com a Banda Mantiqueira, e trabalhando mais recentemente, assessor da Se- para inaugurar uma casa de gafieira em São cretaria da Copa para o desenvolvi- Paulo - a Terra da Garoa - Thobias convermento de políticas culturais na ci- sou com a TAXICULTURA para contar um poudade, Edimar Tobias da Silva, o Tho- co de sua história, seus muitos anos de trabias da Vai Vai, é personagem que balho pela escola do seu coração, a Vai Vai, permanentemente busca trabalhar e os novos projetos em desenvolvimento.


PAULISTANOS Vai, mas de toda a cidade de São Paulo e do mundo do samba?

Thobias: Era só Thobias, mas, eu lancei um compacto duplo que estava tocando nas rádios e, como na [Escola de Samba] Camisa Verde e Branco, tinha a família Tobias, que era parte da direção da Escola, então o Moisés da Rocha, locutor da Rádio USP, para diferenciar, depois que tocava a nossa música dizia: ‘cantou aí o Thobias da Vai Vai’; desde então ficou marcado.

TAXICULTURA: Qual o significado da Vai Vai para a comunidade do Bixiga?

TAXICULTURA: Onde você nasceu e como entrou para o mundo do samba?

Thobias: Sou paulistano, nascido e criado na Zona Norte de São Paulo, Jardim Peri, Cachoeirinha, mas, artisticamente, estou ligado ao bairro do Bixiga desde 1980. Sou um filho adotivo do bairro do Bixiga. Foi ali que iniciei a minha carreira, ingressando na ala de compositores da [Escola de Samba] Vai Vai em 1981, e fiquei por quinze anos como intérprete oficial da escola. Dos quatorze títulos que a escola conquistou no Carnaval de São Paulo, só não participei de dois. Em alguns como cantor, e um como presidente da escola. Hoje já tenho nove CDs gravados; atuei durante um bom tempo com o [Oswaldo] Sargentelli, quando trabalhamos até no exterior. Eu vivo de música.

TAXICULTURA: É verdade que você entrou na Vai Vai pela Gaviões da Fiel, que naquela época era apenas um bloco carnavalesco?

Thobias: Não! Não foi assim. Naquele tempo a Gaviões da Fiel participava do desfile de Blocos, que acontecia aos sábados, e eu já

estava na Vai Vai, e todo mundo da Vai Vai desfilava no bloco da Gaviões da Fiel, que era um bloco onde os corinthianos se confraternizavam. E eu fui convidado para ser o intérprete do bloco. Como eu não tinha essa função na Vai Vai, de puxar o samba enredo, fiquei como puxador de samba do bloco, mas eu já era da Vai Vai. Como tantos outros, porque tinha batuqueiro que desfilava na Vai Vai e desfilava também na Gaviões.

TAXICULTURA: E na Vai Vai, como você começou?

Thobias: Eu sempre tive simpatia pela Vai Vai, sempre gostei da Vai Vai e sonhava um dia em fazer parte desse time, desse contingente de sambistas. E acabei sendo levado por alguns amigos, como o Geraldo Filme, Osvaldinho da Cuíca e o Zé Luiz Roselli que, na época, era vice-presidente da Sabesp, onde eu trabalhava. Foi ele quem me apresentou ao pessoal, dizendo que eu cantava. Depois disso comecei a frequentar, fui me enturmando e, de repente, virei o intérprete oficial da escola e, até bem pouco tempo, o presidente.

Thobias: É uma escola com oitenta e dois anos de idade, um verdadeiro patrimônio de São Paulo e eu espero ver chegar aos cem anos. É uma escola que nasceu nos anos trinta, como um cordão carnavalesco, passou a ser escola de samba na década de setenta, desde então se tornou a maior vencedora do carnaval de São Paulo com quatorze títulos. Outra característica da Vai Vai é ser uma escola da comunidade, onde você pessoas octogenárias e crianças participando: filhos, netos e bisnetos de componentes da Vai Vai, é uma raiz muito forte. A Vai Vai é uma escola que sempre se preocupou em promover a inclusão social através da cultura e outros programas.

TAXICULTURA: E quando você se tornou o Thobias da Vai Vai, que hoje é um patrimônio, não só da Vai

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Fevereiro|TAXICULTURA

9


PAULISTANOS TAXICULTURA: Quais projetos acontecem hoje na escola?

Thobias: Atendimento psicológico, campanha de prevenção do câncer, prevenção de catarata, Brasil Alfabetizado e diversos outros projetos na área de educação e também na área da saúde.

TAXICULTURA: E em relação ao carnaval, para onde a Vai Vai se encaminha?

Thobias: A Vai Vai hoje é uma escola que também se preocupa com essa questão dos desfiles técnicos, em que você não pode falhar, não pode errar e isso fez com que o carnaval e o sambista perdessem um pouco de sua espontaneidade; o sambista perdeu um pouco do romantismo. Eu sou do tempo da Avenida Tiradentes, quando era tudo menor, a coisa era mais artesanal, não era tão comercial. Hoje todo mundo é profissional, puxador de samba ganha dinheiro, todo mundo é contratado. Por exemplo, essa história de madrinha da bateria, musa da bateria , é uma coisa para atender a mídia.

TAXICULTURA: Isso compromete a vida da escola na comunidade? Isso mata o samba?

Thobias: Matar não mata, porque o samba é imortal (risos), mas é lógico que isso provoca muitas saias justas, alguns melindres, porque a Escola de Samba, para a comunidade, muitas vezes, é o palco e o momento em que a pessoa se sente artista, ela pode se sentir gente, ela pode falar: ‘eu existo’. A Escola de Samba é o seu palco e é tão pouco tempo, dura tão pouco que você não pode frustrar, você não pode cercear esse direito.

TAXICULTURA: Dentro da sua trajetória o que mudou? Do Thobias, intérprete oficial da escola, passando

10

pelo Thobias presidente e o papel que TAXICULTURA: você desempenha hoje? Este ano a Vai Vai traz um enredo focado na mulher brasileira... Thobias: No início, quando você é jovem, tem Thobias: apenas aquela vaidade, aquela vontade

Mulheres que brilham... é um enredo de aparecer, de ser uma estrela. Na que destaca o papel da mulher, não medida em que o tempo vai passando, só dentro de casa, que isso faz muito você vê que, por tudo aquilo, tudo que tempo que ela provou que é, mas a conquistou, você tem que oferecer uma mulher como arrimo de família, a mucontrapartida, dar uma retribuição para lher como presidente, como dirigente, aquele povo que te consagrou. Isso vai com as mesmas responsabilidades que criando um senso de responsabilidade qualquer homem teria, mostrando que muito grande e é isso que eu sinto hoje. o fato dela ser mulher não inviabiliza Essa preocupação com a comunidade, nada. Nâo é vantagem nem desvantacom o bem-estar, com as crianças, com gem, somos todos iguais. o futuro daquelas crianças e também com a preservação da Escola de Samba, para que não se altere tanto o tempero da comida, senão vai perder o gosto.

TAXICULTURA:

Quais novos projetos que você tem em andamento?

TAXICULTURA|Fevereiro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


PAULISTANOS

O melhor remédio é investir na alegria... e samba é alegria! Vamos fazer essa cidade sorrir

Thobias:

TAXICULTURA:

Gravei o meu primeiro DVD, cujo nome é Templo da Gafieira e isso é resultado de um trabalho que há muito tempo venho desenvolvendo. Eu insisto e bato na tecla que o brasileiro, e o paulistano particularmente, que vive em uma cidade com 10 milhões de habitantes, que é uma cidade por onde diariamente circulam milhares de turistas, tem falta de entretenimento de qualidade, de vida inteligente. Então me propus a resgatar o tema gafieira. Gravei com a banda Mantiqueira, que dispensa apresentações, com arranjos muito bem elaborados, ao vivo, e está à venda na Livraria Cultura; lá tem, com certeza.

viaja para Buenos Aires e não fica sem ir ver

Junto com esse projeto começo a trabalhar a ideia de promover também um resgate da dança de salão, da dança de gafieira, mas aquela coisa mais acústica, mais tradicional. Algo similar a um show de tango na Argentina. Você

proposta é que a casa seja um orgulho para

um show de tango, sem ver um casal dançando tango, e em São Paulo e no Rio de Janeiro você não encontra nada similar em relação ao samba. Você pode encontrar forró, sertanejo universitário, pagodinho, mas coisas da moda, meio no padrão fast food. Claro que é para atender um público jovem, mas isso passa e não marca, e o que tem raiz permanece, porque mentira tem perna curta (risos). Para consolidar esse projeto estamos com planos de abrir uma casa de MPB, samba e gafieira, que irá se chamar Terra da Garoa. A o paulistano e resgate a boemia paulistana; nossa expectativa é fazer a inauguração em abril de 2012. O difícil é fazer o simples e eu quero o mais simples possível.

Com vistas à Copa do Mundo de 2014, a prefeitura de São Paulo criou a Secretaria da Copa e você foi convidado a integrar o grupo de trabalho. Como está se desenvolvendo esse trabalho?

Thobias: A secretaria foi criada para atuar exatamente nessa questão mais cultural da cidade, de preparar a cidade para a realização desse evento, propondo um novo tipo de relacionamento com os equipamentos culturais e de entretenimento. Se for olhar pelo lado do estresse, a cidade e os paulistanos estão doentes e é preciso e urgente cuidar disso, e o melhor remédio é investir na alegria... e samba é alegria! Vamos fazer essa cidade sorrir. Para isso existem vários projetos em andamento que serão colocados para o público já em 2012.

Visite e indique: facebook taxicultura - Fevereiro|TAXICULTURA

11


TECNOLOGIA Por Fernando Lemos

Divulgação

UMA REDE SOCIAL PARA BICHOS DE ESTIMAÇÃO

S

eguindo a onda das redes sociais, estreou, em janeiro de 2012, uma rede muito especial: o youpetyou.com.br, para você cadastrar seus animais de estimação e criar um perfil para cada um deles. Cachorro, gato, peixinho, hamster, lagarto, tartaruga, enfim, aquela criatura pela qual você é apaixonado, agora pode participar de uma rede social só para ela! O youpetyou é gratuito e vai ajudar criadores e donos de animais a trocar informações sobre seus bichos, pois assuntos sobre saúde, cruzamentos, pedigrees e várias ferramentas de pesquisa sobre raças, doações e outros serviços interessantes estarão disponíveis.

Organize suas finanças

U Fernando Lemos é estrategista de Tecnologia e idealizador do Projeto Tecnologia Para Todos palestras@tecnologiaparatodos.tc www.tecnologiaparatodos.tc www.facebook.com/tecnoparatodos

Ele é gratuito e conta com diversas ferramentas, como gráficos e relatórios informativos sobre suas finanças, cotação diária de câmbio para facilitar operações que envolvem outras moedas e links de apoio sobre

Divulgação

ma dica que pode ajudar na sua organização financeira, tanto na vida pessoal, como também se você for autônomo(a) ou pequeno empresário(a), é o site www.organizze.com.br. Fácil de usar, é ideal para planejar e gerenciar suas contas financeiras: saldo bancário, contas a pagar, valores a receber, dívidas ou pagamentos. educação financeira. Permite que você faça análise por categorias ou por datas e também lançamentos parcelados como compras com cartões de crédito ou cheques pré-datados.

Divulgação

Nova tecnologia de pontos quânticos

2

011 foi o ano do 3D. Televisões, games, e inúmeras aplicações surgiram ou mesmo resgataram essa tecnologia. Mas esse é um ciclo que logo pode chegar ao fim. Está surgindo o QD, que são as iniciais em inglês para “pontos quânticos”. Uma tecnologia que promete substituir o 3D. Desenvolvida com base em cristais para uso na produção de televisores, ultrafinos flexíveis e que suportam alta resolução, a QD é uma nova forma de se produzir imagens e que permite uma resolução muito maior do que se alcança hoje em 3D, funcionando com a emissão de luz de minúsculos cristais, algo 100 mil vezes menores que a largura de um fio de cabelo. Mudando o tamanho desses cristais, é possível então manipular a cor da luz que produzem, e assim gerar um efeito natural e mais colorido. E essa tecnologia será usada também em outros displays como telas de computadores e gadgets em geral.

12

TAXICULTURA|Fevereiro - É leitura de bordo dos taxis paulistanos


SÃO PAULO

UM MUNDO TODO Por Estela Guerreiro Divulgação

Salada de grãos com trigo rústico, noz pecan, radichio, pepinos, figo turco e maçã verde marinados em molho de hortelã com limão siciliano, quenelle de coalhada e azeite de dill – Banana Verde

Vegetariano e com muito gosto! Superando preconceitos, a gastronomia vegetariana prova que é possível uma comida extremamente saudável e com muito sabor

S

intonizada com os apelos que percorrem toda sociedade por um modo de vida sustentável e mais saudável, a gastronomia vegetariana, que por muito tempo foi apontada como uma cozinha feita e consumida por pessoas estranhas e neo hippies, vem alcançando um lugar de destaque, colocando-se como uma efetiva alternativa para quem busca mais qualidade de vida, atendendo aos paladares mais exigentes. Esse crescimento tem feito surgir na cidade diversos restaurantes com serviços bastante diferenciados, desde os mais sofisticados, como o Banana Verde, na Vila Madalena, que trabalha com um padrão internacional, ou um mais tradicional, como o Gopala Hari, nos Jardins, que busca inspiração na cozinha indiana, ou ainda o Bioqualitá, que fica em Perdizes e oferece uma cozinha mais intimista e despojada. Cozinha com padrão internacional Há cinco anos sob o comando da jovem chef Priscilla Herrera, o Banana Verde oferece aos seus clientes três diferentes cardápios: o almoço, composto por buffet de saladas com duas opções de prato principal e sobremesa; sanduíches de forno e outros pratos rápidos que são

14

servidos à tarde, e ainda um charmoso bistrô, que, durante à noite, serve diferentes pratos à la carte, além de uma excelente carta de vinhos. Para combinar com a temporada de verão, Herrera indica pratos mais leves, como o Gaspacho de tomate com terrine de abobrinha e o Fagotine de borsoin e beterraba, recheado com queijo cremoso de cabra e beterraba assada ao forno, salteada com azeite de tomilho, brotos de beterraba, queijo pecorino e pistache. Dentro da cozinha, Herrera destaca a importância dos cuidados na combinação dos diferentes ingredientes para resultar pratos com sabores variados. “Ervas e temperos frescos fazem de um simples prato uma bela refeição. Os alimentos orgânicos são saborosos e fazem muito bem. A variedade de grãos é imensa! E isso é muito bom, pois o paladar não cai na rotina. Um bom azeite, um bom aceto balsâmico e um bom sal finalizam um delicioso prato”, ensina.

TAXICULTURA|Fevereiro- Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


SÃO PAULO

UM MUNDO TODO

Gastronomia com muita tradição e cultura

Divulgação

O Gopala Hari, administrado pela chef Nrihari Devi, apresenta um cardápio que segue a influência da culinária indiana lactovegetariana e cultiva um clima de templo religioso, não apenas no salão destinado aos clientes, mas no próprio preparo dos pratos. “O Gopala Hari tem algo mágico. Não provamos nada enquanto estamos cozinhando. O princípio é que Deus é o primeiro convidado da casa, e somente depois de uma oferenda

Alu ki Tikki - Minicroquetes de mandioca – Gopala Hari

Frutas assadas no forno a lenha com especiarias, sorvete de mascarpone e vinho do porto – Banana Verde Davi Francisco

Para a sobremesa, o Banana também conta com uma variada gama de opções como o sorvete de cambuci com gelatina de grumixama; caramelo de gergelim; chips de carambola, creme de lavanda e natas ao aroma de flores da estação e muitas outras.

Entre os pratos da casa vale destacar o Indian Fried Rice, elaborado com arroz aromático com tofu, legumes e panir; pimenta dedo-de-moça em conserva com 8 especiarias, e ainda os minicroquetes de mandioca, batizados como Alu ki tikki, que definitivamente acabam com o mito de que a comida vegetariana é sem sabor. “Na cozinha do Gopala Hari utilizamos uma gama de especiarias muito vasta: cominho, cominho negro, sementes de mostarda amarela e negra, cúrcuma, chili power, páprica, fenogrego, gengibre, canela, aniz-estrelado, cardamomo, e ervas frescas, incluindo karipatta, a folha do curry”, avisa a chef Devi.

Tadeu Brunelli

Divulgação

Salada com mix de folhas, maçã tostada e brotos – Gopala Hari

no altar que mantemos na cozinha, entoando mantras, é que podemos experimentar. A mágica está no fato de que raramente é preciso fazer algum ajuste”, explica Devi.

Simplicidade posta na mesa Aconchegante e com um ambiente diferenciado, colorido e ornamentado por plantas, com cerca de 60 lugares distribuídos entre salas e um charmoso terraço, o Bioqualitá parece um pequeno oásis em meio à dureza da metrópole. Administrado pelos chefs Marcelle Anjerosa e Stefano Marcotriggiani, a casa trabalha com o sistema de buffet self-service e oferece muita variedade: “Nosso cardápio é diário, e os pratos só são repetidos com no mínimo 15 dias de intervalo. Apenas aqueles que têm a preferência dos clientes ganham uma frequência maior à mesa”. E os exemplos são saborosos: goulash vegetariano, torta de berinjela com tomate e cebola, massa à carbonara com shimeji e brócolis, panqueca de tofu, pera e castanha do pará, homus de ervilha, enroladinho de mandioca com algas, entre outras opções. A casa oferece diariamente duas opções de sobremesas, que podem ser um bolo ou torta, e um doce caseiro ou creme de fruta, acompanhado por frutas. Dentre as opções estão o pavê de cacau com ameixa, torta de banana e maçã com mascavo. “Utilizamos açúcar orgânico cristal ou mascavo, dando preferência às preparações sem leite e ovos, para não deixar de atender todos os clientes” finaliza Anjerosa.

Buffet com diversas folhas e torta de legumes - Bioqualitá

Onde comer: Banana Verde Rua Harmonia, 278 – Vila Madalena Tel.: 11 3814-4828 www.bananaverde.com.br

Gopala Hari Rua Antônio Carlos 429 - Consolação Tel.: 11 3283-1292 | 3262-5591 http://gopalahari.com.br

Bioqualitá Rua Cardoso De Almeida, 1457- Perdizes Tel.: 11 3801-9348 | 3801-4406

Visite e indique: facebook taxicultura - Fevereiro|TAXICULTURA

15


CAPA Por Waldir Martins e Marina Schmidt

O olhar não vence a imensa variedade de cores e estilos que compõem São Paulo

16

TAXICULTURA|Fevereiro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos


Davi Francisco

A cidade imperdível Conhecida como a cidade do trabalho e por seus intermináveis congestionamentos, a metrópole paulistana é um universo a ser descoberto por seus moradores e turistas

C

onhecer uma cidade é mais do que realizar uma visita rápida a alguns de seus cartões postais, seguindo roteiros prontos. Existe um mundo a ser descoberto e é preciso ir mais fundo para saber da intimidade do seu povo e seus costumes, a sua cultura e o seu lazer. Quando se fala de uma cidade como São Paulo, uma das maiores metrópoles do mundo, formada por pessoas das mais diferentes etnias, com espírito altamente cosmopolita e sintonizada com a modernidade, esse desafio se recobre de um verdadeiro espírito de aventura, e isso não é exagero: são mais de 12 mil restaurantes, 110 museus, 280 salas de teatro, 40 centros culturais, 294 salas para shows e espetáculos, 64 parques e áreas verdes e tantas outras atrações. Para confirmar essa vocação, fomos visitar alguns roteiros imperdíveis da cidade e ouvir a opinião daqueles que tiveram o grato prazer de mergulhar na metrópole e seus segredos. Acompanhe. Do Pateo para o mundo Quando foi fundada, São Paulo era um pequeno povoado que começava a se estruturar nos arredores do colégio idealizado pelos jesuítas José de Anchieta e Manoel da Nóbrega, em 1553. O marco do nascimento da cidade foi a celebração de uma missa que reuniu padres e índios em 25 de janeiro de 1554 no Pateo do Collegio. Ruth Candia, 61 anos Origem: Bolívia/América do Sul Eu vivi muitos anos na Europa, mas São Paulo é completamente diferente de tudo. Estive outras vezes em São Paulo, mas não tinha tido a oportunidade de vir aqui ao centro e estou achando muito bonito. Gosto muito daqui. Martha Candia de Gamboa, 60 anos Origem: São Paulo/SP Claro que a Avenida Paulista é um lugar lindo, mas aqui a diferença é a história. Foi aqui que nasceu a nossa maravilhosa São Paulo.

Apaixonada por São Paulo, Martha se considera paulistana de coração e vive na cidade há 36 anos. Sempre que pode, faz questão de mostrar aos visitantes o lugar que marcou o nascimento da capital, como fez com as suas irmãs, Gladys e Ruth

Praça Pateo do Collegio , 2 – Centro Fone: 11 3105-6898 | 3105-6898 www.pateocollegio.com.br

Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br - Fevereiro|TAXICULTURA

17


CAPA Arquitetura O olhar não vence a imensa variedade de cores e estilos que compõem São Paulo, seja entre as pessoas que habitam e visitam a cidade ou entre os projetos arquitetônicos dos mais variados estilos, que fazem com que cada detalhe se torne uma obra de arte a ser admirada. Catedral da Sé Construída a partir de 1913 e inaugurada em 1954, é um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo e abriga uma crip-

ta subterrânea que contém os restos mortais do Cacique Tibiriçá, que foi quem escolheu o terreno para a construção da primeira versão da Catedral, e de bispos e arcebispos de São Paulo. Jurga Jasinskiene, 54 anos Origem: Lituânia/Europa Lembra muito a arquitetura que eu vejo na Lituânia e na Europa. É o mesmo estilo e é muito interessante ver isso aqui no Brasil. Eu não fazia ideia de que aqui tudo é tão parecido com o que eu tenho lá. Elaine Pazemeckas, 42 anos Origem: São Paulo/SP

Catedral da Sé Praça da Sé, s/ nº - Centro Fone: 11 3107-6832 www.catedraldase.org.br

São Paulo é o coração do Brasil, e a Praça da Sé é o “coração do coração”. A arquitetura é fantástica.

As paulistanas Inês, Claudia e Elaine aproveitaram a visita da sua prima lituana Jurga, para redescobriram a cidade

Mosteiro de São Bento A arquitetura típica do século 17, inspirada na tradição eclética germânica, é um dos destaques do Mosteiro, entre tantos outros. O prédio é detentor do relógio mais famoso de São Paulo e abriga a Basílica de Nossa Senhora da Assunção, que atrai visitantes para as missas, especialmente as que são acompanhadas por canto gregoriano. Gislaine Peixoto de Freitas, 33 anos Origem: Tubarão/SC O prédio me chamou a atenção e eu fiquei encantada com o espaço, com as pessoas, com o visual. É um lugar lindo, que transmite uma sensação boa. A gente se sente em paz.

Largo de São Bento, s/nº - Centro Gislaine e o marido, Adilson, aproveitaram as férias escolares e vieram com os filhos para entrar em contato com a vida cultural que São Paulo oferece

18

(Em frente à estação São Bento do Metrô) Fone: 11 3328-8799 www.mosteiro.org.br

TAXICULTURA|Fevereiro - Visite e indique: twitter@taxicultura


CAPA

São Paulo das Alturas Uma visão privilegiada: a cidade de São Paulo vista do alto. Alguns pontos turísticos da cidade, como a Torre do Banespa e o Terraço Itália, oferecem essa oportunidade. Carros e pessoas tornam-se minúsculos adornos e a capital demonstra a sua imponência. Das alturas avistam-se pontos turísticos, regiões e novos ângulos. É a melhor forma de conferir, em conjunto, o que se conhece de baixo individualmente. Torre do Banespa Inspirado no nova-iorquino Empire State Building, o Edifício Altino Arantes foi considerado a maior construção de concreto armado do mundo, nos anos 40. Inaugurado em 1947, ele deteve a fama de ser o prédio mais alto de São Paulo por 20 anos. Da torre é possível avistar a Serra do Mar, o Pico do Jaraguá, os prédios da Avenida Paulistas e as principais construções do centro. Patrícia Rodrigues Rocha, 25 anos Origem: São Paulo/SP Daqui dá para ver a grandeza de São Paulo. Eu gosto muito de ver do alto a Catedral da Sé e o Mercado Municipal.

A paulistana Patrícia e o namorado Rafael, que mora no Estado do Amazonas, subiram os 161 metros do prédio Altino Arantes para ter uma visão de 360 graus da cidade Rafael Costa, 23 anos Origem: Manaus/AM Para mim, que sou de Manaus, uma cidade não tão vertical, é impressionante! Do alto deu para ver o centro de São Paulo e toda a sua grandeza. Além de ser um passeio cultural, é de tirar o fôlego! Eu nunca tinha estado em um lugar tão alto.

Edifício Altino Arantes Rua João Brícola, 24 – Centro Fone: 11 3249-7466

Edifício Itália

Stella e Victor vieram de Araras, interior de São Paulo, e aproveitaram o almoço no Terraço Itália para curtir a visão panorâmica da cidade

Depois de subir 46 andares e alcançar 165 metros de altura, não é difícil imaginar que a principal atração do prédio é justamente o topo. É na cobertura que está localizado o tradicional restaurante Terraço Itália, cuja sacada permite visualizar a capital paulista em um ângulo de 360 graus. O prédio abriga, ainda, um teatro, o clube Circolo Italiano e uma galeria.

Stella Ruy Ulson, 14 anos Origem: Araras/SP A vista é muito bonita, eu não imaginava que seria possível ver toda a cidade de um lugar só. Victor Ruy Rossetti, 20 anos Origem: Araras/SP É uma oportunidade única: a maior cidade da América Latina vista de cima. Apesar de não morar aqui, eu sempre quis ver alguns pontos da cidade, como o Copam, que a gente consegue ver daqui.

Terraço Itália Av. Ipiranga, 344 – Centro Fone: 11 2189-2929 www.terracoitalia.com.br

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Fevereiro|TAXICULTURA

19


CAPA Cultura A vida cultural da cidade é uma atração à parte para quem vive ou visita São Paulo. A cidade abriga 280 salas de teatros, 40 centros culturais, 260 salas em 55 cinemas, 294 salas de shows e concertos e 110 museus, que são as atrações mais visitadas pelos turistas. Destacam-se o Masp e a Pinacoteca, que figuram entre os mais visitados do mundo, e o Museu do Futebol e da Língua Portuguesa, que atraem pela interatividade e que não ficam atrás em número de visitantes. Pinacoteca O museu de arte mais antigo da cidade foi fundado em 1905. Atualmente, a Pinacoteca realiza cerca de 30 exposições por ano, com média de público anual estimada em 500 mil visitantes. Localizado na Praça da Luz, o espaço possui auditório e cafeteria no térreo. No primeiro andar são apresentadas as exposições temporárias, e no segundo andar está localizado o acervo permanente da instituição. Michele Rodrigues de Oliveira Origem: São Paulo/SP O acervo permanente é maravilhoso, sempre que eu venho à Pinacoteca para ver as exposições

Gilson, Michele, o pequeno Joaquim e as adolescentes Maíra e Lara em visita à Pinacoteca da Pinacoteca a um valor acessível. Isso é uma coisa que eu acho muito importante na arte.

temporárias, eu passo pelo acervo permanente. O trabalho educativo para resgatar a memória me fascina. Gilson de Oliveira Mendonça, 25 anos Origem: Goiás/GO Sou da Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, uma região onde as pessoas não têm acesso a essa cultura erudita. Por isso, é legal poder visitar um acervo importante como o

Pinacoteca Praça da Luz, 2 – Bom Retiro (próximo à Estação da Luz) Fone: 11 3324-1000 www.pinacoteca.org.br

Theatro Municipal Inaugurado em 12 de setembro de 1911, o Theatro Municipal foi inspirado nos melhores teatros do mundo e concebido para apresentações de Ópera. Imediatamente, o espaço passou a integrar a rota dos grandes espetáculos. O Theatro Municipal foi palco da “Semana de Arte Moderna de 1922”, movimento que revolucionou a cultura no Brasil. Eliana Maria de Oliveira, 43 anos Origem: São Paulo/SP As paulistanas Eliana e Ângela voltaram ao Brasil depois de 11 anos morando em Nova York, e, agora, revisitam a cidade com um novo olhar

20

Esse prédio, essa arquitetura, já é uma obra artística, tem história. Eu recomendo

que as pessoas venham, participem, tenho certeza de que elas vão amar ainda mais São Paulo. Ângela Maria Rodrigues, 44 anos Origem: São Paulo/SP As pessoas devem vir conhecer esses pontos, nossa história. Depois de viver 11 anos fora, eu posso dizer: São Paulo está de parabéns! Eu conheço lugares em Nova York que não chegam aos pés de São Paulo.

Theatro Municipal Praça Ramos de Azevedo, s/nº As visitas precisam ser agendadas Fone: 11 3397-0382 | 3397-0383 www.teatromunicipal.sp.gov.br

TAXICULTURA|Fevereiro - É leitura de bordo dos taxis paulistanos


Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br - Dezembro|TAXICULTURA

21


CAPA Museu da Língua Portuguesa O que eu mais gostei na visita foi o segundo anPouco tempo depois de dar, que é bastante interativo. inaugurado, o Museu da Francisco Pastrana Língua Portuguesa já havia Origem: Espanha/Europa conquistado a fama de ser um dos mais visitados da América Latina e recebeu 1,6 milhão de pessoas apenas nos três primeiros anos. Dedicado a preservar e valorizar o idioma oficial do país, divulga o acervo de forma interativa, abusando de recursos tecnológicos que atraem a atenção dos visitantes. Francisco Cabaleiro e Francisco Pastrana vieram pela primeira vez a São Paulo e aproveitaram a oportunidade para conhecer o Museu da Língua Portuguesa, um dos mais visitados da América Latina

Francisco Cabaleiro Origem: Espanha/Europa O Museu representa mais o português falado no Brasil.

Acessibilidade para todos

Parque do Ibirapuera Natureza e arte convivem em harmonia no Parque do Ibirapuera e refletem o trabalho conjunto do arquiteto Oscar Niemeyer e do paisagista Roberto Burle Marx.

22

Museu da Língua Portuguesa Praça da Luz, s/nº - Centro (Junto à Estação da Luz) Fone: 11 3326-0775 www.museudalinguaportuguesa.org.br Eric Villavicencio Ramirez, 38 anos Origem: São Paulo/SP

Qualquer passeio pode se tornar um tormento para quem sofre com dificuldade de locomoção e depende de espaços e itens adaptados. Isso vale para deficiente visual, físico, auditivo ou mesmo para aquela família que porta carrinho de bebê. Todos precisam e merecem estar integrados ao passeio. Investir em acessibilidade é uma tendência crescente e, embora muito ainda precise ser melhorado, é possível identificar pontos em São Paulo que se fortalecem pela preocupação em garantir esse direito. Em recente estudo realizado pelo programa “Ensinar com Pesquisa”, da Universidade de São Paulo (USP), foi comprovado que cinco pontos turísticos importantes da capital – Catedral da Sé, Mercado Municipal, Museu de Arte Sacra, Pinacoteca e Teatro Municipal – respeitam esse direito. Mas eles não são os únicos, pois visitantes atestaram que o Parque do Ibirapuera e o Museu do Futebol também se destacam nesse aspecto.

Eu contava com mais informações sobre o português falado na África e na Ásia, que talvez pudesse encontrar na Praça das Palavras, mas ela estava fechada. Por outro lado, o museu é muito interativo, muito visual, o que deve agradar muito as crianças.

Eu não encontro problemas para me locomover aqui, mas eu tenho visto outras pessoas, em algumas reportagens da TV, que querem vir, mas não conseguem. Aqui é acessível, mas, para chegar aqui, não. O parque, pela infraestrutura que oferece, não dá vontade de ir embora.

Parque do Ibirapuera Av. Pedro Álvares Cabral – Moema Fone: 11 5573- 4180 www.parquedoibirapuera.com O paulistano Eric vem ao Parque Ibirapuera com frequência na companhia da mãe, Dona Elza É um lugar de convivência e o parque mais frequentado da capital (apenas aos domingos recebe, em média, 130 mil visitantes). Também o principal parque da cidade em número de atrações: Museu de Arte Moderna (MAM), Pavilhão da Bienal, Oca, Pavilhão Japonês, Planetário, Viveiro, Museu de Arte Contemporânea (MAC), Museu Afro Brasil. Isso sem falar nas áreas para prática de exercícios físicos e ciclovia.

Museu do Futebol No país no futebol não podia deixar de existir um museu dedicado exclusivamente ao esporte. Não há no mundo outro museu sobre o futebol, com as mesmas características do de São Paulo. Localizado no Pacaembu, em frente à Praça Charles Miller, ele preserva a história do futebol baseado em três eixos temáticos: Emoção, História e Diversão. Tatiana Baccaro, 34 anos Origem: Campinas/SP A infraestrutura é ótima, e deu para notar que é pensada de forma a tornar o espaço

TAXICULTURA|Fevereiro - Visite e indique: twitter@taxicultura


CAPA Letícia Baccaro, 10 anos acessível, para deficientes visuais, por exemplo. As pessoas que trabalham Origem: Campinas/SP aqui são bem preparadas, educadas, Eu jogo futsal e gosto de futebol desde então, para quem tem que pensar na pequenina. Gostei do Museu porque eu pude ver todos os jogadores que eu não família isso é muito importante. conheci, de outras épocas. A gente pode ver Rangel Baccaro Filho, 40 anos coisas que não vivenciou e essa é uma exOrigem: Campinas/SP periência bem legal. A primeira coisa que chama atenção é a própria história. É importante a gente conhecer não só a Museu do Futebol história do futebol, mas do nosso Praça Charles Miller, s/n º - Consolação país, para ter bons exemplos e con(Estádio do Pacaembu) hecimento para passar a nossos Fone: 11 3664-3848 filhos e outras pessoas. É isso que www.museudofutebol.org.br a gente vem buscar aqui.

Apaixonados por futebol, Tatiana, Rangel e as filhas Letícia e Rafaela vieram de Campinas para conhecer o Museu do Futebol

Mercado Municipal

A rua mais movimentada do Brasil também é sinônimo da diversidade paulistana e lugar que Fernando sugere para compras na capital Diversidade Em todos os pontos da cidade, uma das coisas que mais chama a atenção dos visitantes, e até dos habitantes, é a diversidade de pessoas que circulam por São Paulo. O diferente aqui não é tão diferente assim, já que essa é uma das principais características da maior metrópole da América Latina.

Construído em estilo neoclássico, possui mais de 290 boxes que movimentam cerca de 350 toneladas de alimentos por dia. Não é à toa que ficou conhecido como um dos principais pontos gastronômicos da cidade e exemplo da diversidade que compõem a capital paulista até na hora de comer. Os requisitados sanduíche de mortadela e pastel de bacalhau são a prova disso! Ricardo Lobão Pinheiro Alves, 29 anos Origem: Rio de Janeiro/RJ Eu já tinha escutado muita gente falar sobre o Mercadão e agora eu vim experimentar o sanduíche de mortadela, que realmente é muito gostoso.

Gustavo Bittencourt, 29 anos Origem: São Paulo/SP O Mercadão é uma riqueza, porque agrega diversas culturas dentro das próprias bancas, e não só culturas do Brasil, mas de outros países também. E o sanduíche é uma delícia, quem não conhece vale a pena vir e saboreá-lo.

Rua 25 de Março – Sé (Próximo às estações Luz e São Bento do Metrô)

Mercado Municipal Rua da Cantareira, 306 – Sé (Próximo às estações Luz e São Bento do Metrô) Fone: 11 3313-3365 www.mercadomunicipal.com.br

25 de Março Ficou consagrada como a principal rua comercial do país graças aos seus 400 mil visitantes diários. Motivados por bons preços, os visitantes buscam, sobretudo, bijuterias, artigos para festas, armarinhos, artigos para decoração e papelaria, mas é possível encontrar de tudo no maior centro comercial a céu aberto da América Latina. Fernando Henrique da Silva, 25 anos Origem: São Paulo/SP Aqui você acha tudo e muito mais barato. Costumo vir sempre no final do ano e no Carnaval. Quem vem para São Paulo e não vem para 25 não veio para São Paulo.

O paulistano Gustavo aproveitou a visita do amigo Ricardo, do Rio de Janeiro, para mostrar a diversidade Mercado Municipal, um dos principais pontos turísticos da cidade

Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro - Fevereiro|TAXICULTURA

23


AGENDA Fevereiro Divulgação

Divulgação

EVENTOS

Guerra e Paz - de Cândido Portinari No dia 7 de fevereiro, o Memorial da América Latina estará inaugurando a exposição dos painéis Guerra e Paz, de Cândido Portinari (1903-1962). As obras são os dois últimos e maiores murais do artista paulista, encomendados pelo governo brasileiro e doados para ONU nos anos 50. Compostos por 28 placas de madeira compensada naval, a área total pintada nos painéis alcança uma superfície de 280 metros quadrados, e ocupa um espaço maior do que o do Juízo Final, de Michelangelo, na Capela Sistina. A exposição ficará em cartaz até o dia 21 de abril. Memorial da América Latina Guerra e Paz, de Portinari De 07/02 a 21/04 Salão de Atos Tiradentes e Galeria Marta Traba. Próximo ao Metrô Barra Funda Terça a domingo, das 9h às 18h Entrada franca

Meu Meio – Marco Universal Com curadoria de Marcello Dantas, a exposição apresenta os desafios de se atingir o equilíbrio para uma vida sustentável e questiona nossa relação com os sistemas responsáveis pela manutenção da vida na Terra. Pensada para provocar a reflexão e incentivar o protagonismo dos visitantes, a mostra é totalmente interativa e propõe uma total imersão no tema. SESC Interlagos Mostra Expositiva Meu Meio Até 29 de julho de 2012. Quarta a domingo e feriados, das 10h às 17h. Avenida Manoel Alves Soares, 1100 Comerciário Matriculado: Grátis Outros: de R$ 1,00 a R$ 7,00

Divulgação

Verão de clássicos

Sete vezes cidade O retorno da coleção Tamagni: até as estrelas por caminhos difíceis O Museu de Arte Moderna de São Paulo retoma sua história com a exposição O retorno da Coleção Tamagni: até as estrelas por caminhos difíceis, que se estende de 12 de janeiro até 11 de março. Primeira exibição completa desde 1968 da doação póstuma de Carlo Tamagni (colecionador e conselheiro do museu), realizada em 1967 ao Museu de Arte Moderna de São Paulo. Museu de Arte Moderna O Retorno da Coleção Tamagni De 12 /01 a 11/03 De terça a domingo - das 10h às 17h30 Parque Ibirapuera, portão 3, tel. 5085-1300 Ingressos R$ 5,50 (grátis até 22/2)

24

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, a CAIXA Cultural SP apresenta, na Galeria Vitrine da Paulista, a exposição Sete Vezes Cidade, que conta com a curadoria de Enock Sacramento e reúne trinta e cinco obras de sete artistas brasileiros: Gregório Gruber, Marilda Passos e Rubens Ianelli, que vivem e trabalham em São Paulo, Carlos Bracher, em Ouro Preto (MG), G. Fogaça e Marcelo Solá, em Goiânia (GO) e Laura Michelino, em Paris (França). A mostra, que tem como tema grandes cidades, segue até 4 de março, com entrada franca. Caixa Cultural SP Sete Vezes Cidade De 19 de janeiro a 4 de março terça-feira a domingo, das 9h às 21h Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2083 Próximo ao Metro Consolação | Informações: 11 3321-4400 Acesso para pessoas com necessidades especiais Entrada franca

Está em cartaz na Cinemateca Brasileira a quarta edição do ciclo Verão de Clássicos. A mostra conta com uma seleção extremamente variada de filmes das mais diversas épocas, países, gêneros e vertentes, colocando lado a lado obras de diretores consagrados e pérolas obscuras, superproduções premiadas e também filmes de menor projeção, compondo um painel do cinema mundial em diferentes épocas. Cinemateca Brasileira 11 de janeiro a 27 de fevereiro de 2012 Largo Senador Raul Cardoso, 207 Próximo ao Metrô Vila Mariana Outras informações: 11 3512-6111 (ramal 215) www.cinemateca.gov.br Ingressos: R$ 8,00 (inteira) / R$ 4,00 (meia-entrada)

TAXICULTURA|Fevereiro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos


o

Novembro|TAXICULTURA

25


26

TAXICULTURA|Dezembro - Visite e indique: twitter@taxicultura


Novembro|TAXICULTURA

27


Por Marina Schmidt

Julio Kantovitz

BELEZA

A forcinha que vem dos shakes Saiba como tirar o melhor proveito dos shakes, que prometem emagrecimento rápido e garantem os nutrientes necessários para a manutenção da saúde

U

m corpo lindo e perfeito é o sonho de milhares de pessoas, sem distinção de sexo. Quando o sol começa a brilhar, a urgência em perder alguns quilinhos aumenta.

Utilizados em dietas, os shakes prometem emagrecimento médio de 4 kg por mês

Embora todos saibam que o milagre do emagrecimento não ocorre da noite para o dia e que para ter bons resultados é preciso investir em uma rotina regrada de boa alimentação e exercícios físicos, a tentação de seguir uma dieta maluca e eliminar a barriguinha em pouquíssimo tempo é bem grande. É aí que cresce a comercialização dos mais variados produtos que prometem eliminar os quilos a mais sem qualquer esforço. Dos equipamentos que exercitam o corpo com facilidade inacreditável, aos alimentos que parecem fazer você entrar na linha num piscar de olhos, tudo parece simples, fácil e rápido. Por outro lado, surge a dúvida: será que isso resolve mesmo? Para chegar a essa resposta, nos concentramos nos shakes emagrecedores e conversa-

28

mos com especialistas e representantes de duas das principais marcas vendidas no país. E a conclusão é animadora para os que desejam seguir o programa corretamente. É possível emagrecer com esses produtos, mas quem faz o milagre é você! Substituição eficiente Os benefícios da adoção desses produtos na alimentação vão além da redução de calorias. “As principais vantagens dos shakes emagrecedores é que eles aumentam a saciedade e poupam mais massa magra (muscular) durante a perda de peso”, afirma o médico Carlos Alberto Werutsky, especializado em nutrologia. Segundo Stefania Valente da Silva, nutricionista da marca Herbarium, fabricante do Bio Slim, a própria formulação dos produtos contribui para isso. “Os shakes diminuem o valor calórico da alimentação com a vantagem de possuírem vitaminas e proteínas que oferecem os nutrientes adequados para o organismo”, afirma.

TAXICULTURA|Fevereiro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


BELEZA bebida, que deve ser preparada de acordo com a indicação da embalagem, e a inclusão de hábitos saudáveis. Essas indicações não são meras formalidades, você realmente pode ver o sonho do biquini cada vez mais distante se não seguir as orientações de uso do produto. “O shake mantém a saciedade por um período de três horas, por isso é importante que sejam feitos lanches ao longo do dia. O jejum longo é desaconselhável”, orienta Stefânia.

Seguindo a indicação de uso, uma ou duas refeições devem ser substituídas pelo shake, mas incluir outras práticas saudáveis é importante para garantir que os resultados sejam, além de eficazes, duradouros. “Há casos de pessoas que recuperam o peso depois; isso acontece com aquelas que não fizeram a reeducação alimentar ou não aprenderam a fracionar a alimentação... enfim, não mudaram seus hábitos”, alerta Stefania. Lilian Yoshisaki, Gerente Sênior de Marketing da Herbalife, destaca a necessidade de investir em uma rotina saudável de modo continuado para garantir os resultados: “Não há milagre; exercício e alimentação saudável são fundamentais durante o período de uso do shake e, principalmente, após o término do programa”. Na medida certa Para que o emagrecimento seja saudável é preciso manter o equilíbrio. Não adianta pular as demais etapas da refeição diária ou optar por alimentos inadequados ao longo do dia. “O café da manhã, a ceia e os lanches devem ser mantidos, fazendo parte da dieta hipocalórica”, orienta Werutsky. “É preciso, ainda, ingerir líquidos, entre 2 e 3 litros por dia, fibras - verduras, legumes e frutas - e praticar atividade física regular, no mínimo, 150 minutos por semana”, acrescenta o nutrólogo. É claro que os alimentos preferidos devem fazer parte da vida, mas devem ser consumidos com parcimônia e em ocasiões especiais. Contudo, para redução de peso, as marcas sugerem a substituição de duas refeições pela

“É importante diminuir o consumo de carboidratos refinados, como o pão branco, as massas refinadas, o açúcar branco e gorduras saturada, aumentar o consumo de frutas, legumes e verduras e consumir alimentos lácteos com baixo teor de gordura, como leite, queijos e iogurtes magros”, complementa Lilian, que destaca, ainda, a importância em consumir proteínas e fibras que favorecem a sensação de saciedade. “Outro ponto que vale a pena destacar é o controle do estresse e uma boa qualidade do sono”, revela.

sendo acompanhada por um médico especialista, monitorando o risco de carências nutricionais (vitaminas/minerais), o tratamento pode ser estendido por mais tempo”, esclarece Werutsky. Vale lembrar que pessoas com insuficiência renal crônica e com diabetes mal controlado não podem usar o shake, adverte Werutsky. “Pedimos às gestantes, crianças e portadores de doenças crônicas, como hipertensão, que façam o uso com acompanhamento médico”, esclarece Stefania.

O programa de emagrecimento dos shakes pode ser mantido por meses, tempo suficiente para que seja feita uma mudança de hábitos. “Os estudos científicos indicam o uso por 12 a 16 semanas, mas se a pessoa está

Para não errar • Faça uma ou duas refeições principais completas, incluindo na alimenta ção produtos variados – verduras, legumes, proteínas, carboidratos e frutas • Alimente-se a cada três horas, dando preferências a alimentos ricos em vitaminas e fibras • Dedique-se a alguma atividade física e pratique-a com regularidade • Beba bastante água – pelo menos dois litros por dia • Aproveite o período de consumo do shake para fazer uma reeducação alimentar e mantenha os bons hábitos para toda a vida • Só adquira substituto de refeição registrado na ANVISA (Agência Naci nal de Vigilância Sanitária) • Use os canais de relacionamento oferecidos pelos fabricantes dos shakes. A Herbalife e a Herbarium, por exemplo, fornecem atendimento com nutricionistas, por telefone ou pela internet

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Fevereiro|TAXICULTURA

29


QUALIDADE

DE VIDA

Divulgação

Por Fernanda Monteforte

Para mudar é preciso agir Todo início de ano traz consigo muitas reflexões. Cuide para não perder o compasso e ficar apenas no mundo das boas intenções: entre em ação!

E

ntre os meses de dezembro e janeiro, nossa caixa de e-mails fica repleta de mensagens de otimismo, gratidão, amor, bondade, pensamentos positivos e tantas outras do gênero. Embora reconheça o entusiasmo desse momento um pouco mais fraternal entre todos, ainda fico surpresa em ver como essa ilusão coletiva, estimulada pela mídia, pelos livros e mensagens de autoajuda, se transforma em um verdadeiro processo de autoengano.

Fernanda Monteforte é consultora de qualidade de vida e ministra aulas do Método DeRose Maiores informações: Tel.: 11 4125-6658 fernanda.monteforte@ metododerose.org

30

Uma esperança artificial termina por tingir a realidade de tons cor-de-rosa, ao mesmo tempo em que nos remete a uma imagem de ingenuidade - facilmente caracterizada como a Síndrome de Pollyana - fazendo prevalecer uma atitude conformista frente a todas as agruras e dificuldades presentes no cotidiano, ou até mesmo uma fuga da realidade. Desse modo, as expectativas de mudanças são delegadas ao destino, aos deuses, à mega sena da virada, ao universo. Entretanto, assim que essa névoa de ilusão se dissipa, a dura realidade se impõe, junto com a constatação de que os problemas não findaram com o ano que terminou.

Aprenda a mudar sua atitude! Para mudar, é preciso comprometimento, não existe prova maior de incoerência do que repetir as mesmas ações todos os dias e esperar por resultados diferentes, pois eles não irão acontecer. Mudar é um processo pessoal e profundo. As mudanças não ocorrerão fora, se não mudarmos por dentro e, principalmente, se não transformarmos intenções e planos, em ações efetivas. Não se trata de abandonar os nossos sonhos, nem tampouco de aprender, como a personagem Pollyana, tão bem descrita pela escritora norte-americana Eleanor H. Porter, a obter contentamento nas adversidades e a extrair beleza da falta de perspectivas do presente. Ousemos lançar a cabeça nas nuvens, cuidando de preservar os pés no chão. Toda mentalização pode ser poderosa e eficaz, desde que tenha continuidade em uma ação coerente. Pode-se até apostar nos jogos de azar, porém, a sorte estará mais próxima daqueles cujos pensamentos, palavras e ações convergirem aos seus objetivos.

TAXICULTURA|Fevereiro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Novembro|TAXICULTURA

31


BANDEIRA

LIVRE

Por Waldir Martins

Anderson Bianchi

Enseada - Bertioga - Litoral Norte

32

São mais de 200 praias até chegar à Praia do Cruzeiro, onde Anchieta escreveu o Poema à Virgem Maria

TAXICULTURA|Fevereiro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos


Percorrer o caminho à pé permite que o caminhante coloque sua viagem em uma perspectiva diferenciada, desfrutando de forma lenta e prazerosa detalhes e riquezas de cada local

Passos dos Jesuítas – Anchieta Com a proposta de fortalecer o turismo no litoral paulista, a rota Passos dos Jesuítas-Anchieta combina ecoturismo, história, religiosidade, cultura e muita disposição para caminhar!

I

nspirada no famoso Caminho de Santiago de

O fato de percorrer a pé ou de bicicleta, rua após rua,

Compostela, que atrai milhões de visitantes caminhos que estão inscritos na nossa história, e que para a pequena cidade localizada no norte da Es- foram palco de andanças de jesuítas e outros desbra-

panha, a rota Passos dos Jesuítas é uma iniciativa da vadores, permite que o caminhante possa colocar sua Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo que viagem em uma perspectiva diferenciada, desfrutar de tem como proposta estimular a visitação aos atrati- forma lenta e prazerosa detalhes e riquezas de cada lovos turísticos de treze municípios do litoral paulista. cal, que, de outra forma, se perderiam. Tendo como ponto de partida a Estância Balneária de Peruíbe, no litoral sul, e ponto de chegada na cidade de Ubatuba, litoral norte, o roteiro remonta os passos trilhados pelos missionários jesuítas no século XVI, sobretudo o Padre José de Anchieta, durante suas expedições de catequização e povoamento do litoral de São Paulo, e de um modo bem especial: a pé! Combinando uma natureza exuberante com história, cultura e religião, a trilha foi idealizada para atrair diferentes tipos de visitantes, desde jovens e apaixonados por ecoturismo, como também pessoas interessadas a professar a sua fé, realizando um retiro espiritual diferente, ou ainda para quem deseja realizar um verdadeiro mergulho na história do Brasil Colonial. Turismo em uma nova perspectiva

A tecnologia a serviço da caminhada Seguindo o modelo utilizado no Caminho de Santiago Campostela, ao final da jornada, os caminhantes recebem um certificado batizado como Jesuit Magna, que comprova sua participação no percurso. Para isso é preciso que o interessado realize sua inscrição no Portal do Caminhante (vide endereço eletrônico no final). Uma senha de acesso será enviada para o e-mail cadastrado para fazer o login de uma página personalizada do próprio caminhante. Em seguida, é preciso retirar um cartão eletrônico em um dos postos instalados nas cidades de Peruíbe, Cubatão, Santos e São Vicente, que será utilizado para registrar a passagem do caminhante nos Pórticos Eletrônicos instalados por todo o caminho. O chip de memória inserido no cartão permite a utilização dos pórticos para postar mensagens e fotos, interagindo com as diversas redes sociais. Desse modo,

A proposta de criar rotas pedestres desafia um parentes e amigos podem, pela tela do computador em conceito de turismo muito propagado hoje em sua casa, acompanhar cada etapa da viagem. Basta india, em que prevalece o consumismo automa- formar os dados de login para que possam ter acesso à tizado, que, em boa parte das vezes, impede uma área restrita de cada participante. interação mais íntima entre os visitantes e as lo-

São 22 portais ao longo de todo o percurso e o cami-

calidades visitadas, restringindo o contato direto nhante deverá registrar a sua passagem em pelo menos com a natureza, a história e a cultura locais.

12 deles para ter direito a receber a sua Jesuit Magna.

Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br - Fevereiro|TAXICULTURA

33


BANDEIRA

LIVRE

As diferentes rotas Para cumprir o percurso, o caminhante tem à sua disposição quatro rotas. A principal delas, com 370km de extensão, tem seu marco zero no Mercado de Peixes, em Peruíbe. Ao todo, o caminho contempla mais de 200 praias e incríveis paisagens até chegar à Praia do Cruzeiro, onde Anchieta escreveu o Poema à Virgem Maria, nas areias de Ubatuba. Outra rota começa em Cubatão e, com 17km de extensão, percorre o centro histórico de Santos até chegar na Avenida Vicente de Carvalho, de onde é possível continuar o passo a passo da rota principal rumo à Ubatuba. Ao escolher essa rota alternativa, o caminhante não passa por Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande e São Vicente. O caminho Passos dos Jesuítas comporta ainda outras rotas opcionais, que permitem ao visitante conhecer a Aldeia Indígena Itaóca, em Mongaguá, o Engenho dos Erasmos, em Santos, a Praia do Guaraú, em Peruíbe, a Praia de Itaquitanduva, em São Vicente e a Prainha Branca, no Guarujá. Vale ressaltar que é possível iniciar a caminhada por qualquer cidade participante, desde que seja sempre rumo ao norte. Por exemplo, quem optar por iniciar a sua jornada em São Vicente, deve seguir para Santos, Guarujá e, daí por diante, com destino a Ubatuba, mas o inverso, de São Vicente para Praia Grande, não é um percurso válido para quem deseja obter a Jesuit Magna.

Caminho para Cama de Anchieta - Itanhaém - Litoral Sul

pacidade de percorrer entre 20 e 25km por dia, permitindo que o percurso possa ser percorrido entre 15 e 18 dias de caminhada. Para garantir uma estrutura de hospedagem e alimentação adequada, a Secretaria de Turismo do Estado estabeleceu parceria com diversos estabelecimentos, que concedem descontos que variam entre 10% e 30%. Mas é importante saber que as reservas e negociações de pacotes e valores são de total responsabilidade do caminhante e a Secretaria de Turismo não comercializa serviços ou produtos. Para encontrar os locais em cada cidade basta acessar o Portal do Caminhante (vide endereço eletrônico no final). Rumo a Campostela

Para ajudar no cumprimento de cada etapa, a Secretaria de Turismo instalou placas de sinalização, para direcionar o trajeto e localizar os pórticos eletrônicos, facilitando o registro eletrônico da passagem do caminhante.

Como incentivo ao cumprimento de todo o percurso de 370km, o participante que registrar sua passagem por todos os pórticos eletrônicos, automaticamente, irá participar do sorteio de uma viagem, com acompanhante, para a cidade de Santiago de Compostela, na Espanha.

Planeje sua Viagem

As cidades

Para quem tem alguma dificuldade para cumprir todo o trajeto de uma só vez, seja por condição física ou por tempo disponível, não há problema, uma vez que o cartão eletrônico tem validade de 1 ano, e é possível programar a caminhada em quantas etapas forem necessárias. Também é importante programar o percurso que será feito para evitar problemas, como ser pego pela noite no meio do caminho.

Peruíbe

Segundo os organizadores do caminho, uma pessoa em boas condições de saúde tem a ca-

34

Em 1549, o Padre Leonardo Nunes chegou a Peruíbe para fazer a catequese dos índios, onde já havia sido construída a Igreja de São João Batista. Os indígenas o apelidaram de “Abarebebê” (Padre Voador), pois parecia estar em vários locais ao mesmo tempo. Em 1554, o Padre José de Anchieta chegou ao aldeamento. Em 1640, passa a ser conhecida como Aldeia de São João Batista. Quando, em 1789, os padres jesuítas foram expulsos do Brasil, a aldeia en-

Praia de Guaecá - São Sebastião - Litoral Norte

trou em declínio, permanecendo subordinada ao município de Itanhaém. Itanhaém 2ª cidade mais antiga do Brasil, fundada em 22 de abril de 1532, oferece ao turista a possibilidade de conhecer diversos locais que remetem e retratam de forma fiel a sua história. A cidade oferece vários tipos de atrativos turísticos: igrejas, museus, passeios nas ilhas oceânicas, rios, mata atlântica, itinerários culturais e de lazer para toda a família. Mongaguá Eram constantes as passagens de mensageiros do Imperador com correspondências para Cananéia e Itanhaém. Emissários de Martin Afonso de Souza, capitães de mato e jesuítas encontravam em Mongaguá o local de descanso para as suas viagens. Em 1776 o sítio Mongaguá foi arrematado pelo Coronel Bonifácio José Ribeiro Andrada, pai de José Bonifácio, o “Patriarca da Independência”. No século XVI, os habitantes de Mongaguá eram os índios Guaranis. Habitavam em suas tendas às margens dos rios Aguapheú e Mongaguá. Praia Grande Cidade em constante evolução, com 23 km de praia e ótima infraestrutura urbana. O pôr do sol no Portinho, às margens do Mar Pequeno, é inesquecível. Talvez por isso Anchieta tenha escolhido o lugar como tela para sua ação catequista. São Vicente Muito além de abrigar o título de primeira cidade do Brasil, São Vicente comporta tudo de

TAXICULTURA|Fevereiro - Visite e indique: twitter@taxicultura


BANDEIRA

LIVRE

bom que o turismo pode oferecer: sol e praia, riqueza cultural, histórica e monumental, o verde da mata atlântica. Em 1554, Anchieta chegou a São Vicente e teve seu o primeiro contato com os índios. Na famosa Biquinha, em 1562, encenou a primeira peça teatral do Brasil. Cubatão É entre os municípios de toda a região um dos que possui maior potencial ecoturístico. Possui parques ecológicos, atrativos históricos e culturais. Não dá para deixar de mencionar o seu polo industrial, sempre indutor do desenvolvimento. Santos Privilegiada pelo sol e um mar de águas calmas, Santos desfruta de uma riqueza cultural, histórica e ecológica, que faz da cidade um destino único. Bela e esportiva, é também uma das principais rotas de cruzeiros marítimos.

nhecido como “Capital da Vela”, Ilhabela também é uma excelente opção para a prática do mergulho e de todas as cores e sabores que esta cidade oferece. Caraguatatuba Localizado no Litoral Norte de São Paulo, Caraguatatuba surgiu ainda na época das Capitanias, mas só teve seu desenvolvimento no início do século 20 com a instalação da Fazenda dos Ingleses. São 40 km de praias envolventes. Ubatuba

Barra do Una - Peruíbe - Litoral Sul

Foi nas areias das praias de Ubatuba que Anchieta escreveu o célebre Poema à Virgem, que certamente compõem sua imagem mais famosa. Fundada em 1637, foi palco do primeiro tratado de paz no continente americano, a Paz de Iperoig. O município conta com dezenas de praias e cachoeiras que formam paisagens paradisíacas.

Guarujá Localizada na Ilha de Santo Amaro, com 19 km de praias que agradam todos os gostos, conta ainda com diversas opções de esportes náuticos e lazer. O município abriga um paraíso chamado Prainha Branca, literalmente um pedacinho do céu ao alcance dos pés. No trajeto para ela estão as ruínas da Ermida Guaibê, local de orações de José de Anchieta.

Poço das Antas - Mongaguá - Litoral Sul

Extensão estimada da rota em cada uma das cidades

Bertioga É um dos municípios de maior área verde de todo o Estado de São Paulo. Possui 36 km de praias e uma extensa área de manguezais, rios, cachoeiras, fauna e flora exuberantes. No Forte São João, Nóbrega e Anchieta permaneceram por vários dias para seguir viagem para Ubatuba, com a missão de negociar a paz com os índios Tamoios.

Biquinha de Anchieta - São Vicente - Litoral Sul

São Sebastião Rica em praias, florestas, rios, cachoeiras e muitas outras paisagens naturais, a cidade agrega grande parte da história e da cultura brasileira. Visitá-la é viajar no tempo e sentir-se parte de seu patrimônio. Ilhabela A praia de Ponta das Canas, no norte de Ilhabela, teria sido palco de missa rezada por Padre Manoel da Nóbrega, ajudado por Anchieta. Somada à riqueza histórica, Ilhabela é um convite para caminhar ou navegar. Co-

Peruíbe: 17 Km Itanhaém: 23 Km Mongaguá: 18 km Praia Grande: 28Km São Vicente: 6 km Santos: 4 km Guarujá: 43 km Bertioga: 39 Km Cubatão: 17 Km São Sebastião: 84 Km Ilhabela: 27 Km Caraguatatuba: 31Km Ubatuba: 49 Km

Maiores informações Portal do Caminhante www.caminhasaopaulo.com.br Praia do Gonzaga - Santos - Litoral Sul

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Fevereiro|TAXICULTURA

35


Divulgação

SP

TEM

Por Gustavo Werneck

Ô Abre Alas

Consagrado como um dos maiores eventos da cidade, o Carnaval de São Paulo mais uma vez promete ser um sucesso de inclusão e acessibilidade

M

al o ano começa e a expectativa do carnaval já toma conta da cidade. Mas, não é para menos, afinal trata-se de um evento que mobiliza uma verdadeira indústria, formada por uma multidão de trabalhadores. O resultado de todo esse trabalho pode ser medido em números: no ano de 2011 foram mais de 60 mil pessoas acompa-nhando os dois principais dias de desfile no Sambódromo. Segundo dados do Observatório do Turismo da Cidade de São Paulo, apenas os turistas que visitaram a cidade durante o último carnaval movimentaram um valor estimado em mais de R$ 90 milhões.

Só não vê quem não quer

Ubirajara Domingos será um dos jurados do quesito bateria

Neste ano, a festa paulistana terá mais uma importante ação de acessibilidade: quatro deficientes visuais foram selecionados e treinados para atuarem como jurados oficiais no quesito bateria, avaliando o som que as escolas levarão para avenida.

Pontos de Venda de ingressos Bilheteria do Anhembi: avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana Estádio do Canindé: rua Comendador Nestor Pereira, 33, Canindé Estádio do Pacaembu: Praça Charles Miller, s/n, Pacaembu Ginásio do Ibirapuera: rua Manuel da Nóbrega, 1.361, Ibirapuera Estádio Bruno José Daniel: rua 24 de Maio, s/n, Santo André Ginásio de Esportes José Corrêa: avenida Guilherme P. Guglielmo, 100, Barueri

36

Programe-se Dia 17/02

Dia 18/02

Escola: Camisa Verde e Branco Horário:23h Samba-enredo: “É o amor”

Escola: Dragões da Real Horário: 22h30 Samba-enredo: “Mãe, ventre da vida e essência do amor” Escola: Pérola Negra Horário: 23h35 Samba-enredo: “A pedra que canta também samba - Itanhaém, hoje a Pérola é você” Escola:Mocidade Alegre Horário: 00h40 Samba-enredo: “Ojuobá - No céu, os olhos do rei... Na terra, a morada dos milagres... No coração, um Obá muito amado” Escola: Águia de Ouro Horário: 01h45 Samba-enredo: “Tropicalismo O movimento que não acabou” Escola: Unidos de Vila Maria Horário: 02h50 Samba-enredo: “A força infinita da criação: Vila Maria feita à mão” Escola: Gaviões da Fiel Horário: 03h55 Samba-enredo: “Verás que o filho fiel não foge à luta - Lula o retrato de uma nação” Escola: Tom Maior Horário: 05h Samba-enredo: “Paz na Terra e aos homens de Boa Vontade”

Escola: Império da Casa Verde Horário: 00h05 Samba-enredo: “Na ótica do meu império o foco é você” Escola: X-9 Paulistana Horário: 01h10 Samba-enredo: “Trazendo para os braços do povo o coração do Brasil, a X-9 Paulistana desbrava os sertões dessa gente varonil!” Escola: Rosas de Ouro Horário: 02h15 Samba - enredo: “O Reino dos Justus” Escola: Vai-Vai Horário: 23h Samba-enredo: “Mulheres que brilham - A força feminina no progresso social e cultural do país” Escola: Acadêmicos do Tucurui Horário: 04h25 Samba-enredo: “O esplendor da África no reinado da folia” Escola: Mancha Verde Horário: 05h30 Samba-enredo: “Pelas mãos do mensageiro do axé a lição de Odu Obará: A humildade”

TAXICULTURA|Fevereiro - Visite e indique: facebook taxicultura


Divulgação

Novembro|TAXICULTURA

37


MORAR

BEM Divulgação

Por Adriana Scartaris

Carlos Torres

Verão em Casa Novos projetos arquitetônicos e paisagísticos valorizam espaços para o lazer e bem receber

N

Adriana Scartaris Designer desenvolve projetos de design de interiores aplicando técnicas acadêmicas e de terapias espaciais www.adrianascartaris.com.br

38

o mercado atual, os imóveis mais valorizados são aqueles próximos a praças, parques ou que tenham uma boa área verde e piscina ou churrasqueira. Verde passou a ser sinônimo de valor agregado ao imóvel e de qualidade de vida. Inclua nessa conta, a necessidade que as pessoas têm de passar mais tempo em casa com a família e amigos. Esta nova filosofia tem levado arquitetos e decoradores a pensar em projetos que tornem as moradias mais aconchegantes. O planejamento dos imóveis segue um novo

conceito que tende a privilegiar cômodos amplos para integrar a rotina de pais, filhos e amigos. A sala de visitas, em boa hora, cedeu lugar ao home theater que, agregado a uma área de refeição, pode ficar próximo a uma varanda com churrasqueira. Imóveis que dispõem de alguma área têm muito a ganhar com a inclusão de piscinas em seu planejamento e concepção. Além de contribuir para a beleza do projeto de arquitetura e paisagismo, os espelhos d’água contribuem para conferir um toque final de requinte e aconchego.

TAXICULTURA|Fevereiro - Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro


MORAR

BEM

Conforto com praticidade Buscar praticidade é outro fator importante e a utilização de novas tecnologias pode ser uma excelente solução. Segundo Demétrio Cabello, diretor comercial da Ouro Fino, fabricante de banheiras, aquecedores solar e equipamentos para piscinas, os projetos de área externa em coberturas, varandas e residências podem ganhar muito com a utilização de spas . “As spas são equipamentos diferenciados, que aliam conforto e praticidade de uso. Podem ser instaladas em ambientes internos ou externos, como jardins, varandas, coberturas ou próximas à piscina”, explica. O desafio de contar com um espaço de convivência capaz de proporcionar um resultado estético e funcional que valorize o imóvel e ainda contribua para o seu bem-estar e qualidade de vida, em que a experiência de passar o verão em casa seja prazerosa, fica mais fácil de ser alcançado quando os trabalhos paisagísticos são elaborados já desde o início com a concepção dos espaços inserida no projeto geral. Acompanhe a seguir alguns exemplos criados pelas arquitetas Graciela Piñero e Myrna Porcaro, que transformaram casas da cidade em verdadeiras casas de campo, e ainda uma criativa alternativa para utilização de spas em um espaço menor, desenvolvida pelos designers da Ouro Fino.

Divulgação

Contudo, para que se possa ter um resultado que atenda a todas as expectativas, é muito importante que, na hora de definir o projeto com o profissional responsável, o proprietário possa elencar com clareza suas prioridades, definindo, por exemplo, a área e o conceito que mais o agrada; deve também identificar sua intenção e frequência de uso para, a partir daí, definir os materiais e equipamentos mais adequados.

Projeto Graciela Piñero O projeto contempla ótimo aproveitamento da área e iluminação com automação que confere belo efeito destacando a área da piscina

Projeto Myrna Porcaro O projeto tem paisagismo integrado com árvore de grande porte em destaque na piscina. A lareira externa cria outro ambiente aconchegante e cheio de charme para receber nas tardes e noites mais frias Projeto Myrna Porcaro Com linguagem exuberante e proposta tropical, o paisagismo confere ao projeto um toque exótico e ao mesmo tempo despojado. A cascata na piscina completa a proposta Projeto Ouro Fino Perfeita para espaços menores, as Spas são bem práticas e de rápida instalação. A estrutura em madeira pode receber tecido para produções especiais em eventos, plantas ou cobertura transparente

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Fevereiro|TAXICULTURA

39


MUNDO Por Dra. Mery Hellen Jacon Pelosi

Divulgação

CÃO&CIA

Férias: como agir com o seu animal?

Neste período em que muitas pessoas deixam suas residências, surgem dúvidas sobre o que fazer com o seu animal de estimação

D

urante toda a sua vida, os animais de estimação são condicionados, tanto no aspecto comportamental quanto físico, a conviver no local onde passam a maior parte do seu tempo. Qualquer alteração de ambiente, seja ela ocasionada pelo transporte ou pela mudança de local, requer cuidados específicos, uma vez que fogem da rotina do animal e podem ser fonte de estresse. Portanto, para quem vai viajar e pretende levar seu animal, é importante ficar atento. Transporte

Dra. Mery Hellen Jacon Pelosi Especialista em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais, integra a equipe da Clínica Veterinária Estação Zoo Fone: 11 5084-6912 | 5083-6495 www.estacaozoo.com.br

Para transportar seu animal, em primeiro lugar, é necessário que ele esteja sadio, vermifugado e com todas as vacinas em dia. Outra dica importante é carregar consigo um “atestado de saúde”, que pode ser emitido por qualquer médico veterinário após a avaliação clínica do animal. Em caso de fiscalização e também para transporte aéreo, a apresentação do atestado de saúde junto com a carteira de vacinação é obrigatória. Para viagens internacionais, você deve consultar a legislação do país de destino, pois algumas localidades exigem que o animal tenha identificação através de “microchip”, além de exames complementares específicos. Lembre-se, para transportar seu animal, independente do meio de transporte utilizado, providencie uma acomodação confortável e ventilada.

40

Cuidados Se você pretende levar o seu animal para regiões litorâneas, a atenção deve ser dobrada. Existem doenças típicas de regiões praianas, como a Dirofilariose, que é transmitida por um mosquito. A Dirofilariose acomete o coração e pode ser fatal tanto para cães quanto para gatos. O seu tratamento é complexo, no entanto, existem medicações específicas para prevenção da doença. Já em algumas cidades do interior paulista e em boa parte dos estados brasileiros, a preocupação é com a Leishmaniose, doença que também é transmitida por um mosquito. Em cães, a doença não tem cura. A forma mais eficaz de prevenção contra Leishmaniose é a utilização de produtos específicos com efeito de repelência. Também não podem ficar de fora o controle das pulgas e carrapatos. E essa preocupação é importante, uma vez que pulgas e carrapatos são transmissores de diversos tipos de doenças. Hospedagem para animais Caso não seja possível levar o seu animal com você, fique tranquilo! Atualmente, existem hotéis especializados na hospedagem de animais. Importante: Sempre visite com antecedência o local onde o seu animal ficará hospedado e procure por estabelecimentos registrados no CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária), que tenham veterinários disponíveis em tempo integral.

TAXICULTURA|Fevereiro - Gostou da matéria? Você também a encontra em taxicultura.com.br


HORIZONTE

VERTICAL

Crônicas de uma São Paulo que ninguém vê Texto e Ilustração: Ivan Forneron

NÓS, OS BRINQUEDOS

A nosso rosto parece uma metáfora e um enigma de formas iguais e diferentes que se dedica a esconder e a revelar nós para nós mesmos e para os outros

42

percepção é tardia para aquilo que muda em nós mesmos. É bom que seja assim, pois as mudanças sempre causam medo, e se tivéssemos percepção plena do agora, as mudanças seriam poucas e raras, já que a nossa resistência a elas fabricaria uma série de obstáculos, fazendo do nosso crescimento uma presa fácil aos caprichos da sorte. Na praça de alimentação do shopping, acompanhado da mãe que conferia suas compras, uma criança envolta em tédio montava e desmontava seu brinquedo que eu não sabia muito bem o que era. Tinha peças coloridas de tamanhos variados. A cada monte e desmonte que a criança fazia, aquele brinquedo sem sentido nunca voltava à forma anterior. Lembrei-me que eu também fazia isso, por curiosidade, prazer e tédio, desmontando e remontando brinquedos, sempre sobrando uma peça, incógnita que o passar dos anos não resolveu. O fato é que me dei conta que o verbo fazia, assim no passado, não é correto: eu ainda faço, e se não o faço, fazem por mim, e tal qual como nos brinquedos, nos montamos e desmontamos, e montamos novamente sem nunca voltar ao que foi e estava montado da primeira vez.

Há um jogo de acertos e erros que vamos brincando por toda a vida, e o nosso rosto, símbolo fundamental do jogo, parece uma metáfora e um enigma de formas iguais e diferentes que se dedica a esconder e a revelar nós para nós mesmos e para os outros. Se uma comparação pode ser feita, é possível dizer que o montar está para o esconder, assim como o desmontar está para o revelar. É um jogo sempre sério, e o rosto concentrado do menino às voltas com o seu brinquedo é prova suficiente. É um jogo sério, algumas vezes diverte — queremos que divirta sempre — e, sobretudo, se não ajuda a entender o tempo, ajuda a passar com ele. Depois do menino e do seu brinquedo, estendi meus olhos às lojas, a todos aqueles enfeites, às vitrines, a mim mesmo nos reflexos dos vidros e a tudo o que… enfim. Enquanto andava, fui lembrando de um monte de brinquedos, de jogos, os que davam brigas, os solitários, os álbuns, as coleções, os diurnos, os noturnos, nós mesmos… Sobra ou falta sempre uma peça, ou mais. Mesmo assim, seguimos funcionando.

TAXICULTURA|Fevereiro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Novembro|TAXICULTURA

43


TAXICULTURA 10  

TAXICULTURA - Edição 10