Issuu on Google+

Leitura de bordo

Redes Sociais: O novo espaço do consumidor

Cada vez mais empresas investem em midias digitais para dialogar com seus clientes Cataratas do Iguaçu

O máximo em ecoturismo e aventura na fronteira com a Argentina e o Paraguai

SUPLEMENTO TAXISTA

Serviço de Pós-Venda: avalie o serviço que você está comprando

e mais

> Cultive sua vitalidade e aproveite o melhor da vida > Conheça a gastronomia orgânica: saudável e saborosa

Edição 19


O melhor caminho da informação

EXPEDIENTE

Diretoria

Edição 19

As redes sociais e os consumidores

C

riadas para abrigar perfis pessoais, as redes sociais começam a se caracterizar como um espaço fundamental para o diálogo entre as empresas e o mercado. Ligados em rede, os consumidores, a cada dia, são mais participantes e decisivos na definição das estratégias empresariais destinadas a conquistar novos espaços e fidelizar novos clientes. O ato de xingar muito no twitter, anunciado por um jovem que se sentiu prejudicado em um show – e que foi ironizado por muitos – mostra o perfil e a ressonância que tem esse novo consumidor. Mesmo que de modo tímido, agências e corporações já incluem as redes sociais nas suas respectivas agendas de marketing e comunicação, em busca de uma vantagem competitiva nesse novo mercado, onde o consumidor se torna, de fato, o fiel da balança.

Extrapolando a esfera do consumo, embora faça parte dele, a reportagem sobre as Cataratas de Iguaçu mostra ao leitor um pouco do paraíso que essa região do continente sul americano reserva para os visitantes. Uma soberba visão da natureza, suportada por uma moderna estrutura turística, que atrai mais de 1 milhão de visitantes ao ano. Para quem quer curtir o melhor da metrópole, vale à pena conferir 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos, que acontece na Cinamateca Brasileira e no CineSesc a, com filmes latino-americanos que mostra a luta para a construção de uma sociedade mais livre e democrática. Para dar conta da nossa dinâmica e conturbada vida urbana, ainda nessa edição, trazemos dicas para cultivar a sua vitalidade e o melhor da alimentação orgânica.

Boa viagem e boa leitura. Os Editores

ESPAÇO DO LEITOR Comentários e sugestões sobre a Revista Táxi! e sua cidade Assinatura da Táxi

Receitas para fazer em casa

Sempre utilizo o serviço de táxi e me tornei leitor da revista! Como posso fazer para receber as edições no meu endereço?

Gosto muito da seção de gastronomia que apresenta cozinhas e pratos maravilhosos. Mas acho que vocês poderiam divulgar receitas para fazer em casa. Luzia Garcia Prezada Luzia,

Marcelo Ribeiro Prezado Marcelo, Encaminhamos a sua solicitação ao nosso setor de expedição que entrará em contato com você, com todas as informações para que possa adquirir uma assinatura da Revista. A redação

O fato da revista permanecer dentro do táxi para a leitura dos passageiros, dificulta a divulgação de receitas. Para solucionar esse problema estamos buscando parcerias para produzir um livro de receitas a ser distribuído para os leitores. A redação

Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón Isabella Basto Poernbacher (editora@portodasletras.com.br)

Redação Edição Waldir Martins MTB 19.069

Edição de Arte Flávio Francisco Rodrigues Reportagem Antônio Carlos Bento, Camila Silva, Miriam Nogueira, Miro Gonçalves, Pedro Junqueira, Valéria Calixto Colaboradores Fernando Lemos, Daniel Pulino, Fernanda Monteforte e Ivan Forneron Fotografia de capa Lizette Greco - Galeria Criative Commons Fotografias Davi Francisco da Silva Designers estagiários Carolina Samora Revisão Naira Uehara

Publicidade Diretor Fábio Martucci Fornerón publicidade@portodasletras.com.br

Assessoria jurídica

Paulo Henrique Ribeiro Floriano

Comercial Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Mayara da Silva Dias Assinaturas e mailling assinatura@portodasletras.com.br

Impressão Wgráfica

Tiragem

20.000 exemplares Distribuição Gratuita edição 19, é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, São Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524, Fax (11) 3392-5208. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.


4

tÁxi! EDIÇÃO 19


sumário

Onde fica? Um desafio para testar os seus conhecimentos

Fique ligado Notas e notícias sobre a metrópole

Lá fora A diversidade ao redor do mundo

Paulistanos A ONG que saltou dos mares de Santos para as ruas de São Paulo

Redes Sociais: o novo espaço do consumidor

capa 24

Cada vez mais empresas investem em midias digitais para dialogar com seus clientes.

Bandeira Livre Cataratas do Iguaçu A verdadeira visão do paraíso

São Paulo: um mundo todo

As melhores opções da capital Mundial da Gastronomia

Qualidade de vida Cultive a vitalidade para curtir o melhor da vida!

CAPA

Bandeira Livre Cataratas do Iguaçu

15

O máximo em ecoturismo e aventura na fronteira com a Argentina e o Paraguai.

20

Redes Sociais: O novo espaço do consumidor

São Paulo tem Jardim da Aclimação

Agenda O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

São Paulo: um mundo todo Gastronomia orgânica: o sabor da natureza

Suplemento Taxista Pós venda: considere as melhores alternativas de serviços na hora de trocar seu carro

Mundo Taxi Mais informações e serviços para o taxista

Táxi Cultura Cinema e Direitos Humanos na América Latina

Suplemento Taxista Serviço de pós-venda Avalie o serviço que você está comprando 6

tÁxi! EDIÇÃO 19

Marcha a ré SP 2 - o primeiro esportivo nacional

28

Horizonte vertical Histórias de uma São Paulo que ninguém vê

08 10 12 14 15 20 22 24 28 29 33 52 60 62 66


onde ? fica? Um desafio para testar os

seus conhecimentos

Promoção Vá ao Teatro

A Revista Táxi! quer que você vá ao teatro

Davi Francisco da Silva

Os primeiros 10 leitores que identificarem a localização da foto abaixo ganharão um par de ingressos para o teatro. Sua resposta deverá ser enviada para o e-mail: redacao@portodasletras.com.br. O resultado sairá na próxima edição junto com os nomes dos ganhadores.

Pago, logo deveria exigir N

o ano de 2005, a Associação Comercial de São Paulo criou uma ferramenta para esclarecer a população brasileira de que todo cidadão, até mesmo aquele que atua na economia informal, paga impostos e é, portanto, um contribuinte. O desafio da 19ª edição da Revista Táxi propõe que o leitor descubra onde fica esse painel que exibe o total de impostos pagos em todo o país desde o início do ano. Na versão adaptada para internet, no endereço http://www.deolhonoimposto.org.br, o impostômetro assume a forma de um antigo taxímetro e o internauta pode acompanhar a arrecadação de diversas formas: por habitante, por mês, por estado, por imposto e outras. Além disso, verificar tudo o que poderia ser realizado com o dinheiro pago pelos contribuintes.

8

tÁxi! EDIÇÃO 19

Promoção Vá ao Teatro Os portugueses, índios e negros representam a miscigenação do povo brasileiro e foram eternizados no Monumento às Bandeiras, de Victor Brecheret. O obra está localizada na Praça Armando de Salles Oliveira, próxima ao Palácio Nove de Julho - sede da Assembléia Legislativa de São Paulo - e do Parque do Ibirapuera.

Veja o nome dos ganhadores da 18ª edição, a seguir: 1. Tatiana Zolli

6.Marcelo Comparato

2. João Paulo de Carvalho

7. Emiliane de Abreu e Silva

3. Jéssica Oliveira

8. Angelica Senna de Jesus

4.Fernando Carlos Barros

9. Allan Alexsander da Silva

5.Elmo Souza Mendes

10. Paulo Sergio Barbosa


Notas e notícias sobre a metrópole

No horário de verão, parques funcionam até mais tarde Rodrigo Soldon

Fique ligado Turistas em São Paulo

A

té 20 de fevereiro, graças ao horário de verão, os paulistanos terão uma hora a mais para aproveitar alguns dos parques da cidade. O Jardim Botânico ficará aberto até às 18 horas. Já os parques Alfredo Volpi, Carmo, Jardim Felicidade, Piqueri, Raul Seixas, Santo Dias, São Domingos, Colina de São Francisco, Cordeiro, Shangrilá e Villa-Lobos ficarão abertos ao público até as 19h00.

S érgio Savaman Savarese

Até às 20h, o paulistano poderá aproveitar os parques Severo Gomes, Vila Guilherme, Parque do Trote e Vila do Rodeio. E quem tiver disposição poderá curtir o Parque da Independência até às 21h00.

Wikimedia Commons

Novas espécies na Amazônia

D

e acordo com um estudo da organização World Wildlife Fund (WWF), mais de 1.200 espécies de animais e plantas foram descobertas entre 1999 e 2009 na Amazônia, o que equivale a descoberta de uma nova espécie a cada três dias. Foram 637 plantas, 257 peixes, 216 anfíbios, 55 répteis, 16 aves e 39 mamíferos. Algumas descobertas são “formiga marciana”, o papagaio-de-cabeça-laranja, um pequeno peixe que vive em águas subterrâneas e uma rã camaleônica.

A

Segundo a SPTuris, a maior parcela desses turistas são americanos, que representaram 19,2% dos estrangeiros, seguidos pelos argentinos que participaram com 8,9% dos visitantes. Esse expressivo volume de cidadãos norteamericanos e argentinos se justifica pela intensa atividade comercial estabelecidas entre os países. 10

tÁxi! EDIÇÃO 19

A Amazônia tem 6,7 milhões de quilômetros quadrados e representa 45% da superfície continental da América do Sul. A maior parte da região continua inexplorada, o que pode aumentar o número de descobertas nos próximos anos. André Deak

cidade de São Paulo bateu mais um recorde: em 2009 superou a marca de 11 milhões de turistas. Esse número representa um crescimento de quase três por cento em relação aos visitantes que estiveram na cidade no ano de 2008. Do total de turistas que a metrópole recebeu, cerca de 1 milhão e 600 mil eram oriundos de outros países e vieram à capital paulista para realizar negócios.

Procon Virtual

O

Procon, Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor, lançou um site exclusivo para reclamações de compras realizadas através da Internet. Antigamente, consumidores insatisfeitos com o serviço de vendas on-line deveriam ir até um dos postos de atendimento da entidade, localizados nos Poupatempos de Itaquera, Santo Amaro e Sé e apresentar RG original e cópias dos comprovantes de compras. Com o novo site, a pessoa que tenha reclamações contra um site de vendas não precisa efetuar esta primeira etapa pessoalmente. Os demais consumidores ainda precisam comparecer aos postos, mas podem receber orientação e esclarecer suas dúvidas no site do Procon.


roteador, melhor o sinal. O ideal é não haver nenhum objeto entre a antena Wi-Fi e o PC ou dispositivo móvel que você quiser usar. Roteadores não causam interferência em outros dispositivos, mas o contrário pode acontecer. Celulares, por exemplo, emitem sinais que podem interferir no roteador.

Site legal

M

uitas vezes cadastramos nossos e-mails em sites interessantes na Internet. Mas mesmo quando não queremos mais contato continuamos recebendo e-mails ou newsletters. Conceitualmente isso não é um SPAM. Não seria irregular porque quando cadastramos, autorizamos o contato. E descadastrar cada um daria

muito trabalho. Por isso um site muito útil é o www.UNSUBSCRIBE.com. Nele você informa qual o seu email do Outlook ou Gmail onde passará a constar a nova função: o descadastramento do seu email das listas de distribuição indesejadas.

A

gora em novembro acontece o lançamento mundial do KINECT, uma nova Tecnologia que permite a interação direta do jogador com o console do videogame sem ser necessário o uso de qualquer controle. O sensor identifica os movimentos dos braços, mãos, pernas e pés, assim como os movimentos de rotação do corpo e reconhecimento do rosto e da voz do jogador.

O melhor caminho da informação

Divulgação

Novidade

Anuncie!

i-Fi é um tipo de transmissão de dados por ondas de rádio de curto alcance. Ideal para a comunicação entre equipamentos com até 200 metros de distancia entre si. Muito usado em PCs e celulares para transmissão de fotos e músicas, ou por celulares e GPSs para viva-voz. Um roteador doméstico de acesso a Internet, por exemplo, emite o sinal que se espalha por todas as direções até ser captado por outros equipamentos. Por isso, quanto melhor posicionado o

A cada edição, São Paulo acontece nas páginas da

W

Divulgação

Conceito

Divulgação

O consultor Fernando Lemos dá dicas e orientações para que você possa aproveitar o melhor da tecnologia

REVISTA

www.twitter.com/tecnoparatodos

Curiosidade: o gerente de Projeto foi um brasileiro e a ideia, que nasceu em um sítio no interior do Paraná, agora está mudando o paradigma de como nos relacionamos com os videogames.

Fone: (11)3392-1524 publicidade@portodasletras.com.br


Lá fora Solicite sua

Notas e notícias ao redor do mundo

Água gaseificada no bebedouro de Paris

assinatura

E

pelo e-mail:

statísticas do Earth Policy Institute apontaram os franceses como os oitavos maiores consumidores de água engarrafada do mundo, costume que gera mais de 262 mil toneladas de lixo de plástico por ano.

assinatura@portodasletras.com.br

Para diminuir a classificação e o lixo, autoridades municipais decidiram instalar uma fonte de água gaseificada no parque Jardin de Reuilly, no leste de Paris. A gaseificação é realizada pela empresa Eau de Paris, a fonte injeta dióxido de carbono em água, que depois é resfriada para ser distribuída ao público.

Iem Jardin de Reuilly, Paris, Ilha de França, França,// Edhral

REVISTA

O melhor caminho da informação

Além da água gaseificada, há também uma versão sem gás da bebida para os parisienses, que podem pegar quantidades ilimitadas do produto.

Veto à roupa curta

M

ulheres com roupas curtas demais poderão ter que pagar multa de R$ 59,90 a R$ 1.198,00 - 25 e 500 euros respectivamente em Caste-llammare di Stabia, na Itália, caso um novo regulamento seja aprovado. O prefeito da cidade litorânea, Luigi Bobbio, considera o projeto um manual de boas maneiras.

Divulgação

Reserve seu lugar no espaço

10 edições

www.portodasletras.com.br 12

tÁxi! EDIÇÃO 19

O

presidente da Virgin Galactic, Richard Branson, acompanhado pelo governador do Estado de Novo México, Bill Richardson e futuros astronautas, comemoraram no último dia 22 a conclusão do Espaçoporto América. A pista de quase três quilômetros foi construída para incentivar o turismo interplanetário. O presidente da Virgin Galactic espera dar início aos voos para o espaço dentro de um ano e meio. Quase 400 candidatos a passageiros já “compraram a passagem” para viagem de duas horas, desembolsando a bagatela de US$ 200.000.

Ana Patrícia Almeida

R$ 65,00 à vista ou em 3x de R$ 27,00

Saias e minissaias, vestidos, camisas e calças de cintura baixa não estão proibidas. Apenas pessoas que usem peças curtas ou decotadas e que mostrem as peças íntimas serão punidas por violação da decência pública


Paulistanos

Por Camila Silva Divulgação

Respeite o seu bichano Conheça a trajetória da ONG que saltou dos mares de Santos para as ruas de São Paulo

Cinco anos após a liberdade do golfinho, a associação ganhou novo nome, Arca Brasil Associação Humanitária de Proteção e BemEstar Animal e novo foco de atuação. “A Arca Brasil foi formada para ser uma entidade de subsídios técnicos, de orientação sobre o problema”, afirma Ciampi. Para cumprir com o seu objetivo, a entidade trabalha principalmente nas áreas de educação e comunicação, promovendo palestras, encontros, congressos e workshops profissionais. E foi em um destes eventos que Marco Ciampi conheceu outro animal que marcaria a história da ONG: Tingo.

E

xistem dezenas de organizações nãogovernamentais atuantes da causa animal espalhadas pela cidade, onde o foco principal está no trabalho – absolutamente necessário e importante - de recolher cães e gatos abandonados. O trabalho de Marco Ciampi é diferente. Militante da causa animal há quase 20 anos, o paulistano, ambientalista e presidente da Arca Brasil vai além e visa promover o bem-estar e disseminar a cultura de respeito aos direitos dos bichanos. Em 1993, a situação do golfinho Flipper, que vivia em um tanque de 12 metros de largura em um parque de diversões em Santos, chamou a atenção de Ciampi. Em parceria com World Society for the Protection of Animals, nasceu a Associação dos Amigos do Golfinho Flipper, organização onde Ciampi e outros defensores da causa trabalharam pela libertação e readaptação do animal à vida livre nas praias de Santa Catariana. 14

tÁxi! EDIÇÃO 19

indústria alimentícia (como vacas, galinhas e porcos, entre tantos outros), o foco de atuação principal da ONG está na posse responsável e controle populacional dos pets. O site da entidade oferece um acervo interessante sobre cuidados com bichanos, tanto que diversos municípios brasileiros, como Taboão da Serra, Jundiaí e Guarulhos, se basearam no conteúdo da página para elaborar programas de posse responsável. Outra ação promovida pela Arca é o programa Veterinário Solidário, onde 550 profissionais de todo país oferecem serviços e consultas a preços ou condições diferenciadas.

“E ele se tornou o meu alter ego”

Divulgação

Divulgação

Educar para a cidadania

Marco Ciampi “Em um congresso em Embu das Artes, surgiu este animal em estado muito debilitado. Ele foi tratado e posteriormente nós o encaminhamos para a adoção. Mas ele não foi adotado. Então, chegamos a um impasse e decidimos que a Arca Brasil teria um mascote. E ele se tornou o meu alter ego”, define o ambientalista, que se refere ao cão como o embaixador dos vira-latas brasileiros.

Praticar a posse responsável De acordo com Ciampi, São Paulo possui aproximadamente dois milhões de cães, dos quais 10% estão em situação de abandono. Assim, mesmo que a entidade também se empenhe na proteção de animais silvestres e também aqueles criados para abastecer a

Confira mais informações em: www.arcabrasil.org.br


Divulgação

Bandeira Livre Suplemento Turismo

Cataratas do Iguaçu O Parque Nacional Patrimônio da humanidade

Gastronomia

A grande diversidade culinária da região

Principais Atrações

Macuco Safari, Rafting, Trilhas, Salto Monday e o Campo de Desafios

tÁxi! EDIÇÃO 19

15


Por Waldir Martins

Na divisa entre Brasil, Argentina e Paraguai as Cataratas do Iguaçu cumprem com a expressão dos antigos colonizadores que chegavam ao novo mundo: a verdadeira visão do paraíso

É

uma imagem arrebatadora: uma massa descomunal de água que despenca do alto de elevadas escarpas de basalto, em centenas de quedas, com 2.780 metros de extensão – 800 metros no Brasil e 1.900 metros na Argentina. Formadas pelas águas do rio Iguaçu que, dezoito quilômetros antes de juntar-se ao rio Paraná, vencem um desnível do terreno e se precipitam em quedas de 65 m de altura em média, as cataratas são uma formação geológica com aproximadamente 150 milhões de anos. Uma fantástica sequência de saltos, permeados por uma floresta intocada, corredeiras e piscinas naturais, trilhas e outras atrações - como o lago que abastece a Usina de Itaipu que já atraíram, até setembro de 2010, mais de 1,1 milhão de visitantes para a região. 16

tÁxi! EDIÇÃO 19

O Parque Nacional

A força do Iguaçu

Criado pelo então presidente Getúlio Vargas, em 1939, e tombado pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, em 1986, o Parque Nacional do Iguaçu é uma das últimas reservas da Mata Atlântica no Brasil e a maior reserva de floresta subtropical do mundo. São 252 mil hectares de área, 185 mil hectares no Brasil e 67 mil hectares na Argentina.

De acordo com a etimologia tupi-guarani Iguaçu significa “água grande”. E o rio justifica plenamente o nome. Logo acima das quedas, o Iguaçu chega a ter 1200 m de largura para, em seguida, despejar-se em um canal de apenas 65m. A depender da vazão das suas águas, o número de saltos pode variar entre 150 e 300, e a altura das quedas chega até a 82 metros de altura.

Assentado sobre o Aqüífero Guarani, uma das maiores reservas mundiais de água subterrânea do mundo, o parque abriga espécies raras da fauna e da flora. Além dos animais ameaçados de extinção, como a onça-pintada, e algumas espécies de aves, como a jacutinga, o gavião harpia e o papagaio-de-peito-roxo, a vegetação guarda espécies como a timbaúva, o cedro, a peroba , diversas variedades de ipês, além de orquídeas e bromélias.

Os grandes saltos são 19, sendo que apenas três deles estão do lado brasileiro (Floriano, Deodoro e Benjamin Constant); todos os demais ficam no lado argentino. Essa disposição das quedas de água - a maior parte delas no lado argentino e voltadas para o Brasil – faz com que os visitantes tenham uma melhor visão de todo cenárioa partir do lado brasileiro.

Divulgação

O paraíso das Cataratas


Divulgação

Divulgação

Com 82 metros de altura a Garganta do Diabo é o maior salto das cataratas e aquele que atrai o maior número de visitantes. Em um formato que lembra uma ferradura, após uma ampla curva e uma corredeira, o volume principal das águas precipita-se lateralmente em uma profunda fenda, formando a famosa queda. Essa fantástica impressão de grandiosidade fica ainda mais acentuada quando o visitante percorre as passarelas construídas - tanto do lado brasileiro, como no lado argentino – ficando a poucos metros de distância das quedas e praticamente debruçado sobre as águas.

A grandiosidade de Itaipu

A Usina Itaipu, cujo nome em guarani significa a pedra que canta, foi construída entre os anos de 1975 e 1982, através de uma parceria entre o Brasil e o Paraguai, e hoje é a maior usina geradora de energia do mundo e uma das principais atrações da região. Depois de receber mais de 14 milhões de visitantes desde sua inauguração, Itaipu continua trabalhando para fortalecer e modernizar seu complexo turístico, que, além da própria barragem, conta com o Refúgio Biológico Bela Vista, o Ecomuseu e o Parque da Piracema. A nova Iluminação da Barragem também foi reformulada e ganhou status de atração.

Lago de Itaipu: vazão 40 vezes superior às Cataratas

Foz do Iguaçu: terceiro maior parque hoteleiro do Brasil

Um completo parque hoteleiro Visitar a Tríplice Fronteira pode ser uma aventura que vai muito além de visitar as Cataratas, passear pelo Lago de Itaipu, realizar compras em Ciudad Del Este ou saborear pratos típicos da região. Com uma indústria do turismo forte, a região dispõe de uma moderna estrutura hoteleira, que conta diversos hotéis e resorts classificados dentro dos mais elevados padrões internacionais. Terceiro maior parque hoteleiro do Brasil, Foz do Iguaçu está preparada para atender às exigências de visitantes nacionais e também do exterior. São hotéis para pessoas que buscam requinte e sofisticação, ou aqueles que

desejam curtir a simplicidade de um ambiente familiar e aconchegante. Os permanentes investimentos realizado na região terminou por fazer de Foz do Iguaçu uma referência para empresas e organizações que buscam espaços diferenciados para realizar seminários, conferências e congressos voltados a milhares de participantes. Boa parte dos estabelecimentos está localizada na Rodovia das Cataratas (BR 469) — caminho obrigatório para se chegar ao Parque Nacional do Iguaçu —, mas existem hotéis luxuosos em outras regiões fora do eixo da Unidade de Conservação.

Parque Nacional do Iguaçu: 252 mil hectares de área, 185 mil hectares no Brasil e 67 mil hectares na Argentina.

Divulgação

Às margens lago de Itaipu, com seus 1350 km², que se estendem desde a foz do Iguaçu até aos limites entre os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, é possível acompanhar um dos mais belos espetáculos da região, que é a abertura do vertedouro, que pode ser, em sua vazão máxima, 40 vezes superior à das Cataratas do Iguaçu.


Divulgação

Gastronomia

A cozinha regional, de origem indígena, vem sendo aperfeiçoada por chefs trazidos pelos grandes hotéis, que incluem verdadeiras iguarias em seus cardápios. Em muitos restaurantes pode-se experimentar o Pirá de Foz, prato típico da região, feito basicamente com carne de surubim e de dourado, peixes facilmente encontrados na bacia do rio Paraná.

Cassinos da Tríplice Fronteira

Como chegar O Aeroporto Internacional de Foz está localizado no quilômetro 16 da BR 469, rodovia que dá acesso às Cataratas. Fica ao lado do Centro de Convenções de Foz do Iguaçu, a 16 Km do centro da cidade, a 12 Km das Cataratas do Iguaçu, a 10 Km da Ponte Tancredo Neves, que liga o Brasil à Argentina, a 20 Km da Ponte da Amizade, que liga o Brasil ao Paraguai, e a 25 km da Itaipu Binacional. Divulgação

Proibidos no Brasil desde os anos 50, os cassinos Localizados na Ciudad del Este e em Puerto Iguazú, também terminam por atrair um significativo número de visitantes. Com seus salões espelhados e elegantes crupiês, essas casas oferecem diferentes opções para quem deseja apostar na sorte. Desde as máquinas caça níqueis e de vídeo-pôquer, até os jogos clássicos como a roleta bacará, blackjack, pôquer, carta sete e dados. Shows com nomes da música internacional em particular latina e brasileira - lutas de boxe e vale-tudo, exposição de artes, peças de teatro, desfile de modas e até concursos de miss completam uma agenda idealizada para fortalecer o movimento das casas.

Divulgação

O roteiro gastronômico da região se completa com os pratos típicos das deliciosas comidas alemã, árabe, chinesa, espanhola, italiana e japonesa. Além disso, se o interesse for saborear uma boa carne, basta atravessar a fron-

teira com a Argentina, e degustar um suculento bife de chorizo ou a tradicional parrilada, na cidade de Puerto Iguazú.

Divulgação

A gastronomia é outro ponto que reserva agradáveis surpresas a quem visita Foz do Iguaçu. O ecletismo cultural e étnico da região contribui para essa grande diversidade de opções. São mais de 150 estabelecimentos, um terço com padrão internacional, onde se pode provar dos mais variados cardápios.

A região conta com uma gastronomia rica e diversificada

18

tÁxi! EDIÇÃO 19

Instalados na Argentina e no Paraguai os cassinos atraem um grande número de turistas


Divulgação

Principais atrações Macuco Safari O Macuco Safári é uma ousada navegação pelo Rio Iguaçu que leva os turistas a poucos metros das quedas d’água mais famosas do Brasil. Ligeiros botes infláveis rasgam as corredeiras rio acima, em busca de belas paisagens. Trilhas Guias bilíngües acompanham os passeios, que combinam navegação em barcos de aluminío, com motores especiais, e caiaques infláveis (ducks) pelo Rio Iguaçu, em ilhotas localizadas acima das quedas d’água. Vale percorrer a Trilha da Bananeira, a Trilha do Poço Preto e a Linha Martin. O lado argentino Do lado argentino, o circuito de aventura Iguazú Forest oferece uma série de atividades, que vão desde os safáris fotográficos, aventuras 4x4, wet rappelling, cabo aéreo, caminhadas ecológicas, camping, canoagem, observação de pássaros e até paint ball na selva. Outra opção é o Yacutinga Lodge, que combina caminhadas ecológicas, passeios por trilhas, navegação nas águas mansas do Rio Iguaçu, floating pelo Riacho San Francisco e eco-tours baseadas na observação de aves, plantas medicinais, orquídeas e borboletas.

O máximo em ecoturismo e aventura Existem excelentes e variadas opções para a prática de ecoturismo e esportes radicias na região, principalmente no Parque Nacional do Iguaçu. Mas existem também outras atrações, como o Salto Monday, no Paraguai, o Lago de Itaipu, a Ponte Tancredo Neves e o Yacutinga Lodge, uma Reserva Privada de Proteção à Natureza da selva de Missiones, no lado argentino.

Rafting Para quem gosta de emoção, a dica é praticar rafting nas violentas corredeiras embaladas pelas Cataratas, em botes infláveis, impulsionados a remo.

Campo de Desafios Circuito com várias modalidades de esportes radicais onde o visitante pode escalar as rochas que formam o cânion do rio Iguaçu e praticar o rapel a a 55 metros das quedas d’água, com descidas de até 50 metros de altura.

Salto Monday Atravessando a fronteira, as opções são o Salto Monday, no Paraguai, um conjunto de três quedas d’água (a maior delas, de 40 metros de altura), que se precipitam próximas à foz do rio Monday, um dos principais afluentes paraguaios do rio Paraná. O Salto Monday é ideal para escaladas, rapel e trekking.


Fotos: Divulgação - Restaurante Arábia Divulgação

O fattouch com chá hortelã é um exemplo da enorme variedade de opções da gastron

São Paulo:

um mundo todo Por Camila Silva

O sabor da natureza Livre de agrotóxicos, a gastronomia orgânica está fazendo a cabeça e o estômago do paulistano

Para ser considerado orgânico, o alimento deve ser cultivado em terreno adequadamente preparado e sem o uso de adubos químicos ou agroxóticos. A qualidade do solo e de seus nutrientes é garantida pela rotação de culturas, tornando o alimento mais saboroso. Segundo o Instituto Biodinâmico (IBC), um certificador brasileiro reconhecido internacionalmente, o Brasil ocupa atualmente a segunda posição dentre os maiores produtores mundiais de orgânicos. 20

tÁxi! EDIÇÃO 19

Mais saúde na mesa Divulgação

Q

uem vê a boa disposição de Wagner Peres, comerciante na Feirinha do Parque da Água Branca, não imagina o trabalho “artesanal” e detalhista do produtor de orgânicos. Para cultivar alimentos sem agrotóxicos ou fertilizantes, o agricultor de Ibiúna, que cultiva entre 20 e 30 tipos de frutas, verduras e hortaliças, adota uma série de cuidados para garantir a qualidade do solo.

O mesmo trabalho artesanal de Peres já pode ser conferido em diversos restaurantes orgânicos espalhados pela cidade. Muitos restaurantes oferecem menus inteiramente compostos por produtos orgânicos, como, por exemplo, o cardápio do Vegethus. A chef, Camila Caiscais, afirma que só trabalha com produtos de origem vegetal devido aos diferencias que os alimentos apresentam. “A qualidade,o frescor e a cor são os benefícios que o alimento orgânico traz. O alimento tem mais sabor, não têm resíduo tóxico e você ainda os manipula na cozinha com mais facilidade. É um alimento mais fresco mesmo”, afirma a chef. Leguminosas, arroz, ervilha, lentilha, diversos tipos de feijão como fradinho, azuke, de corda, além de grão de bico e outros cerais estão entre os principais ingredientes do Vegethus.

Produtos inteiramente orgânicos, no Vegethus.


Divulgação

No Le Manjue Bistrô, o prato principal é o Jambalaya, prato muito semelhante à Paella. Os clientes podem saborear o Jambalaya de camarão com banana e curry, de salmão com damasco, de cordeiro e outras opções, compostas apenas por produtos orgânicos como o chef faz questão de ressaltar.

Sobremesas para os sentidos

Sabor de responsabilidade social Diferente do Vegethus, o Le Manjue Bistrô inclui carnes em suas receitas. Segundo Caleffi, incluir a carne como alimento orgânico exige cuidados especiais. “Os animais são criados livremente e não se alimentam de ração, mas de produtos naturais. No caso dos peixes, estes devem viver livremente em mares não poluídos”. Para atender a demanda dos seus clientes, Caleffi destaca a importância de contar com fornecedores específicos, capazes de atestar a origem dos produtos.

Onde Comer Le Manjue Bistrô

www.lemanjuebistro.com.br

Vegethus

www.vegethus.com.br

Divulgação

Responsável pela cozinha do Le Manjue Bistrô, o chef Renato Caleffi associa a gastronomia orgânica à responsabilidade social. Depois de uma temporada na Espanha,onde teve o primeiro contato com alimentos naturalmente produzidos, o chef paulistano passou a buscar mais do que estética nos pratos que prepara para os seus clientes. “Acho que toda profissão tem que ter um caráter social, uma missão. Queria promover a saúde e até a prevenção de doenças através da comida”, disse Caleffi.

Jambalaya Andino a Italiana

Divulgação

Naan Burguer

Nos restaurantes orgânicos até a sobremesa assume um caráter que alia saúde e natureza. Para Camila Caiscais, esse momento também é para ser curtido com pleno prazer. “Os bolos veganos fazem bastante sucesso, pois não têm ovo nem leite. Além do bolo, temos torta de morango, pudim, flan,mousse, mas todos elaborados com produtos de origem vegetal”, Fiel ao seu estilo, Renato Caleffi, relaciona os pratos doces à infância. “Ofereço aqueles que você vê e dá vontade de comer. Então tem um bolinho, um browniezinho,mas não tem farinha, então é mais saudável. Ele também tem baixo teor de açúcar, mas é super saboroso. Tem uma calda de chocolate com mistura de banana verde. Os sorvetes são todos orgânicos e exóticos, que variam de canela à erva cidreira”, finaliza.

O Chef Renato Caleffi do Le Manjue Bistrô

tÁxi! EDIÇÃO 19

21


de vida

O cultivo da vitalidade

Divulgação

Qualidade

Compreendida como vigor ou força vital, a vitalidade refere-se à própria vida e é uma qualidade essencial para preservá-la. Por Fernanda Monteforte

E

m sentido amplo, a vitalidade pode ser entendida como algo que vai além do vigor físico, trata-se também do vigor emocional e mental, essenciais para alcançarmos uma existência com mais felicidade, plenitude e lucidez.

Uma pessoa adoentada, assolada por dores, cansada, sonolenta e fora de forma, certamente não será lembrada com um sorriso desenhado nos lábios. Não conseguimos imaginar um indivíduo desvitalizado manifestando prazer de viver, curtindo

seus amigos, passeando em um dia de sol e, nem tampouco, deleitando-se com uma das sete artes, ou envolvendo-se em projetos sociais e culturais. No mais das vezes, mergulha em um círculo vicioso onde não tem disposição para fazer nada.

Algumas dicas para cultivar a vitalidade

1. Reestruture seus hábitos, eliminando

ou minimizando tudo aquilo que não é saudável;

2.

Cultive a boa forma com movimentos biológicos que lhe tragam bem estar e garantam a funcionalidade de seu corpo;

3.

Selecione, organize e gerencie uma alimentação saudável e frugal;

4.

Preserve os seus momentos de descanso e lazer;

5. Coloque atenção e prazer naquilo que faz; 6. Dedique seu tempo para investir nos amigos e entes queridos;

7. Reconforte-se sendo cordial e solícito; 8. Desenvolva entusiasmo para aprender,

Sem vigor, a sua percepção de mundo fica muito prejudicada e restrita, pois a saúde física é essencial à funcionalidade de nossas emoções e da nossa mente. Na medida em que o nosso corpo mais denso eclipsa o mais sutil, tal como a luz do sol que eclipsa o sutil brilho das estrelas, escondendo-as durante o dia, vamos perdendo a perspectiva de novas possibilidades e alternativas positivas no nosso cotidiano. Quando preservamos hábitos saudáveis e suprimos nossas necessidades fisiológicas e anatômicas, o corpo fica munido de combustível e energia, e isso reflete em maior disposição, boa forma e bem estar. O veículo físico se torna um forte alicerce para desenvolvermos nossas habilidades pessoais.

Invista em novos planos e projetos Com mais disposição e autoestima, os relacionamentos interpessoais se aprimoram e essas relações humanas (afetivas, familiares, profissionais e sociais, entre outras) nutrem as emoções do nosso ser sociável. O corpo físico saudável e o emocional estável dão vazão ao vigor da nossa mente que passa a contar com a estrutura dos demais veículos, podendo tornar-se mais robusta e emancipada. Ávidos ao aprimoramento constante, podemos assim investir em planos e projetos, nos estudos e no autoconhecimento que nos aproxima de nosso propósito interno e de nossos ideais.

ler, estudar;

9. Descomplique sua vida: descontraia e

sorria mais.

22

tÁxi! EDIÇÃO 19

Fernanda Monteforte é instrutora do Método DeRose e consultora de qualidade de vida. Maiores informações: Tel.: 4125-6658. fernanda.monteforte @metododerose.org

Divulgação

Deltafrut//Flickr

Desenvolva hábitos saudáveis


Redes Sociais O novo espaço do consumidor

Para além de um mundo de fofocas, preconceitos e pequenas polêmicas, as redes sociais têm se colocado como uma nova e poderosa ferramenta de comunicação do mercado, capaz de dinamizar de forma inédita a relação entre empresas e consumidores

E

m sua origem, as redes sociais nada mais são do que pessoas conectadas de forma a fazer fluir ideias, informações e experiências. Uma complexa e quase infinita combinação de conteúdos, perfis, opiniões, visões, experiências e perspectivas, promovendo a interação dos mais diferentes grupos e pessoas. São blogs, fóruns, podcasts, micro blogs, lifestreams, bookmarks, redes, comunidades, wikis, e vlogs, que estão levando o conceito de rede às suas últimas consequências. E o mercado mundial, e também o brasileiro ,começam a embarcar nessa nova viagem.

24

tÁxi! EDIÇÃO 19

Por Waldir Martins As redes e as empresas Realizada no último mês de outubro pelo Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado – Ibramerc, a pesquisa Panorama do Uso Estratégico das Redes Sociais Pelas Empresas no Brasil, entrevistou 251 gestores de marketing de grandes empresas brasileiras, e identificou que 65% dos participantes já realizaram ações corporativas específicas dentro das redes sociais. Segundo Richard Lowenthal, diretor executivo do Ibramerc, apesar dessa expressiva participação, grande parte das empresas no Brasil ainda está em período de experimentação, mas as pers-

pectivas são bastante promissoras. “Na medida em que você abre um canal de comunicação, isso pode ser utilizado para vários fins. Se pretende lançar um novo produto, pode saber qual é a preferência dos consumidores, o que eles estão buscando, identificar com maior clareza o objeto de desejo das pessoas”, explica. Opinião semelhante é compartilhada pelo engenheiro e consultor Luciano Palma, professor do curso de Pós Graduação do SENAC, na disciplina Web: Estratégias de Inovação e Tecnologia. “Algumas empresas mais vanguardistas já colheram


Alisson Louback

bons resultados, porém boa parte da adoção [das redes sociais] provavelmente deve acontecer no início de 2011. Nos EUA e Reino Unido, 2010 foi o ano em que as empresas descobriram as redes sociais e criaram ótimos cases”.

A diretora de conteúdo da Agência Cartaz, Leticia Zioni, reforça essa explicação ao destacar a importância que as mídias assumiram em todo trabalho realizado pela agência, que hoje se especializou em assessorar grandes empresas em projetos de música e novas mídias direcionadas ao público jovem. “Nosso primeiro trabalho de redes sociais foi a cobertura do São Paulo Fashion Week, nas edições de Inverno 2008 e Verão 2009. O projeto reuniu alguns dos principais blogueiros do universo fashion para gerar notícias durante o evento em um só canal. Ativamos redes sociais como MySpace, Twitter, Facebook, Flicker e Orkut para disseminar a cobertura do evento junto ao público jovem. Com certeza está foi uma das primeiras iniciativas do mercado em cobrir eventos via twitter”, relata.

Letícia Zioni, sobre o São Paulo Fashion Week 2008

O melhor emprego do Brasil Totalmente inserido nas redes sociais, o concurso O Hóspede, desenvolvido pela Agência Escala/SP para o resort Costa do Sauípe, elegeu um embaixador digital, que terá como missão relatar nas redes sociais - por meio de fotos, vídeos e posts - sua experiência em morar por seis meses no luxuoso resort, que fica a pouco mais de cem quilômetros da cidade de Salvador O vencedor do concurso, Guilherme Missumi, utilizará seu blog e páginas pessoais nas redes sociais (twitter e facebook) para relatar toda a experiência vivida.

Segundo Dida Dourado, diretora de Negócios da Escala/SP o concurso - Inspirado em uma ação realizada na ilha Hamilton, uma das 600 que formam a Grande Barreira de Corais da Austrália - superou todas as expectativas. “Tivemos três milhões de pageviews na página do concurso. Foram mais de 200 mil citações do Resort no Twitter e um aumento de 60% de exposição da marca no Google. O acesso ao perfil da marca no Facebook também cresceu mais de 100% e a repercussão em mídia espontânea gerou mais de dois milhões de reais”.

Mr.Boombust

Fernanda Grandino

Hoje a Cartaz conta com uma equipe de 20 colaboradores apenas na redação da área de conteúdo e ativação em redes sociais, responsáveis pelo atendimento de diversos clientes relacionados com o mundo cultural e artístico da cidade como a Galeria Soma, 18º Festival Mix Brasil de Cinema, e locais de eventos e baladas como os bares Volt, Z Carniceria e Vegas Club, entre muitos outros.

“Com certeza está foi uma das primeiras iniciativas do mercado em cobrir eventos via twitter”

Divulgação

Entre os segmentos que mais tem investido e alcançado sucesso no trabalho de interação com os consumidores nas redes sociais estão os promotores de eventos presenciais e shows. E a explicação, afirma Palma, é absolutamente lógica: “se as novas mídias permitem estabelecer mais conexões entre as pessoas, elas sentirão uma necessidade ainda maior de se reunirem e se conhecerem pessoalmente. Desse modo, eventos e shows terão um papel fundamental no processo de flutuação entre mundo real e virtual que as pessoas estão vivendo”, analisa.

Everton Amaro

Foco no público jovem

Luciano Palma ministra aulas de web no Senac

Guilherme Missumi, na foto anexa, vencedor do concurso O Hóspede, que o levou à Costa do Sauípe

tÁxi! EDIÇÃO 19

25


A rede de supermercados Wal-Mart está entre as que realizaram ações de sucesso nas redes sociais

“Se antes a comunicação era unidirecional, um broadcast, hoje ela é um socialcast. O consumidor passou a ter voz”. O Twitter e seus aplicativos ganham cada vez mais visibilidade no Brasil

Uma nova relação entre consumidores e empresas A força desse processo de interação que mobiliza milhões de internautas em todo o mundo tem transformado de forma dramática as relações entre consumidores e empresas. Outra pesquisa, dessa vez realizada pela Nielsen no ano de 2009, mostra que 90% das pessoas confiam em recomendações de pessoas que conhecem, enquanto somente 62% confiam em anúncios de TV, 59% em revistas e 55% em anúncios no rádio. O consumidor passou a ser o melhor vendedor que as empresas podem ter. “Se antes a comunicação era unidirecional; um broadcast da empresa para o consumidor, hoje ela é um socialcast, onde além da empresa falar com o consumidor, este tem uma via de retorno, mas acima de tudo, ele tem uma conexão com o consumidor ao lado, que está conectado a outro consumidor, e outro, e outro, formando uma rede onde a informação flui, seja ela gerada pela empresa ou pelo consumidor. O consumidor passou a ter voz”, explica Palma.

A construção de um novo modelo Dentro deste cenário onde prevalece o contato direto e interativo com clientes e consumidores, algumas empresas começam a trabalhar para

26

tÁxi! EDIÇÃO 19

Luciano Palma

Quem fala bem, pode falar mal transformar esses novos desafios em verdadeiras vantagens competitivas, entendendo que estão diante de uma nova forma de fazer negócios. Apoiada nessa percepção, que valoriza e fortalece a posição do consumidor na hora de reivindicar melhores serviços e produtos, a rede de supermercados Wal-mart tem realizado diversas ações focadas no engajamento social, concursos culturais e até vendas diretas. “Como engajamento, podemos citar nossa participação na campanha de redução de impostos para games e consoles, chamada Jogo Justo. Atuamos como apoiadores da ação, que repercutiu de maneira massiva nas redes sociais, fazendo com que a campanha conquistasse o Trending Topics Mundial, no Twitter” afirma Roberto de Oliveira, diretor de marketing e e-commerce do Wal-Mart Brasil. Outro exemplo apontado por Oliveira foi a ação de varejo denominada Juntos pelo Desconto Visa, onde, em parceria com a empresa de cartões de crédito e débito Visa, a rede varejista ofereceu descontos especiais na compra de determinados produtos. Ação também resultou na conquista do prêmio Trending Topics Brasil, conferindo novamente ao Wal-mart, a primeira posição dos assuntos mais falados no Twitter.

Dentro do mundo digital as empresas deixaram de ser as donas da verdade e passaram a conviver com um volume gigantesco de manifestações que, muitas vezes, contestam seus produtos e serviços. Para fazer frente a essa nova e crescente demanda, muitas empresas começam a desenvolver ações nas redes sociais, sem estarem preparadas para isso e podem enfrentar mais problemas. “Quando você abre suas portas para ouvir os consumidores, de certa forma está abrindo um espaço para que eles possam reclamar, colocar sugestões e também transmitir uma visão negativa. A empresa tem que estar preparada para receber todas as interações que seus clientes e o mercado passam a realizar. É importante que esse trabalho esteja vinculado ao planejamento estratégico dentro da corporação ou em breve os gestores estarão se perguntando qual é o resultado prático dessas ações”, pondera Lowenthal.

Afinal, de onde vem a credibilidade? Independente da forma de comunicação adotada, para uma empresa desfrutar de credibilidade junto aos consumidores, deve fazer sua lição de casa que é: fornecer produtos e serviços


Divulgação

Fernando Stankuns

A maioria das redes sociais já possuem aplicativos em vários sistemas operacionais e celulares

Contudo, segundo o consultor Luciano Palma, algumas atitudes podem ser adotadas para reverter um quadro negativo, como dar destaque e visibilidade a opiniões positivas que tenham sido proferidas sobre a marca, que podem diluir possíveis os comentários negativos, bem como buscar uma interação direta com o consumidor descontente. “Esta aproximação, porém, precisa ser amistosa e respeitosa, com o reconhecimento da falha e uma demonstração legítima da intenção de corrigi-la. Tentativas de silenciar um consumidor descontente por uso do poder da empresa podem ser mais trágicas do que não tomar nenhuma atitude, porque a rede sempre possui caminhos alternativos”, enfatiza o consultor.

Custo x benefício O baixo custo desse tipo de ação também é outro fator que tem atraído as empresas para tentar atingir e conquistar novos consumidores. De acordo com diretora de conteúdo da agência Cartaz, Letícia Zioni, o grande diferencial das redes sociais é que qualquer empresa pode fazer parte desta mídia, basta querer. “O interessante desta área é que não existem fórmulas, inclusive para investimentos”, ressalta. Mas, na hora de decidir como falar com seus potenciais consumidores, o valor do investimento não deve ser o único ponto a ser considerado. Para a Dida Dourado, da Agência Escala/ SP, mais do que a preocupação com o valor dos investimentos, o que deve mobilizar as empresas é a real percepção das vantagem que as redes so-

ciais oferecem. Embora, de fato, se comparada com outras mídias mais convencionais, a relação custo x benefício se mostre muito favorável. “Não utilizamos redes sociais porque custam menos ou porque estão na moda – utilizamos quando elas falam com o target em questão. Sempre nos pautamos pela função e pela pertinência da comunicação, sem deixar de lado, obviamente a forma e o impacto. Acreditamos que as mídias não são excludentes, e que a melhor estratégia é aquela que promove uma melhor combinação das plataformas, privilegiando a interação, e onde cada uma tem o seu papel fundamental”, afirma.

Principais redes Dentre as redes mais populares o Facebook disparou no resto do mundo como a plataforma com maior número de usuários (em torno de 500 milhões), mas, no Brasil o Orkut ainda reina com ampla margem. No entanto, o número de usuári-

os não é a única variável a ser analisada. O Linkedin não é campeão em números, mas tem uma relevância enorme quando o assunto é recolocação profissional. O Twitter é imbatível quando o assunto é a disseminação de uma informação. Cada plataforma tem sua característica e as empresas precisam conhecê-las e mapear às oportunidades associadas aos seus negócios. Devido à característica de transparência associada às Redes, uma ótima maneira de olhar para toda essa evolução é sob a ótica da Justiça. Num mercado com relações mais abertas entre empresas e consumidores, com todos os processos acontecendo de forma mais transparente, a tendência é o consumidor encontrar o fornecedor que o esteja realmente tratando com mais respeito, eficiência e qualidade. Ele se fidelizará e proporcionará o sucesso àquela empresa que mais merece: aquela que realmente respeita o consumidor e trabalha com foco no cliente. Faça sua escolha. Carol Quintanilha

com qualidade. Sem isso, será muito difícil reverter uma crise de imagem junto ao mercado.

Bar VOLT que realiza um forte trabalho de divulgação através das redes sociais

tÁxi! EDIÇÃO 19

27


São Paulo tem

Jardim da Aclimação

Por Miriam Nogueira Por Camila Silva

Davi Francisco da Silva

Inspirado em um jardim francês, o médico José Carlos Botelho criou um dos mais belos parques da cidade

Botelho decidiu importar o jardim para o espaço adquirido por ele em 1892. As terras do sítio Tapanhoin transformaram-se no primeiro zoológico experimental de São Paulo. Além do zoo, o Jardim da Aclimação também contava com uma granja leiteira, botes de aluguel, remo e natação, restaurante, rinque de patinação, barracas e um parque de diversões. Em 16 de setembro de 1939 a prefeitura comprou o terreno da família e concedeu ao jardim o status de parque.

Refúgio de pássaros O jardim foi um marco fundamental para o desenvolvimento do bairro. E mesmo depois de tantos anos, o Parque da Aclima28

tÁxi! EDIÇÃO 19

ção continua abrigando diversas espécies raras, especialmente aves. Irerê, pé-vermelho, garça-branca-grande, quero-quero, periquitorico, joão-de-barro, sabiá laranjeira e outros pássaros. De um total de 44 espécies de animais que vivem no parque, 42 são aves. Além dos animais, os 112.200 m² possuem uma concha acústica, bicicletário, aparelhos de ginástica, playground, pista de Cooper, esculturas, um campo de futebol, um jardim japonês e a Biblioteca Raul Boop, que possui 30 mil livros em seu acervo. Davi Francisco da Silva

A

Aos 71 anos de idade, o Parque da Aclimação figura entre uma das mais bonitas áreas verdes de São Paulo. Este “senhor” deve a existência à iniciativa de Carlos José Botelho, médico e Secretário da Agricultura, Viação e Obras Públicas do Estado de São Paulo entre os anos trinta e quarenta. Enquanto cursava medicina na França, este paulista de Piracicaba conheceu o Jardin d’Acclimation, espaço composto por zoológico e criação de espécies exóticas.

Agressão à memória da cidade Inserido na paisagem e na história paulistana, o Parque da Aclimação está mobilizando os moradores da região para evitar que o local, que deu o nome ao bairro da Aclimação, perca parte de sua história e passe a se chamar “Parque da Aclimação Estevam Hernandes”. A mudança seria uma homenagem do vereador Marcelo Aguiar (PSC) ao pai de Estevam Hernandes Filho, um dos fundadores da Igreja Renascer em Cristo, que recentemente esteve preso nos EUA, por tentar entrar naquele país sem declarar a posse de mais de US$ 50 mil. Além de divulgar o telefone do vereador Aguiar no Orkut, os moradores estão organizando um abaixo assinado para impedir a mudança do nome do parque.

Para saber mais Parque da Aclimação Endere;o: Rua Muniz de Souza, 1119 Funcionamento: 6h às 20h Tel.: (11) 3208-4042


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em novembro Confira a agenda dos principais eventos da cidade que é tudo de bom! Programe-se para aproveitar o melhor de São Paulo. Para mais informações, acesse o site: visitesaopaulo.com

terça quarta quinta

16 e 17 de novembro 4º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE USABILIDADE E EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO Local: Centro Fecomercio de Eventos

16 a 18 de novembro FEINOX 2010 - FEIRA DE TECNOLOGIA DE TRANFORMAÇÃO DO AÇO INOXIDÁVEL / X SEMINÁRIO BRASILEIRO DO AÇO INOXIDÁVEL Local: Centro de Exposições Imigrantes

17 a 19 de novembro 51ª FEIRA BIJÓIAS SP Local: Centro de Convenções Frei Caneca

17 18

20

16 e 17 de novembro THE WORLD SEAMING CONFERENCE 2010 Local: Sofitel São Paulo 16 a 19 de novembro LATINDISPLAY / IDRC 2010 – INTERNATIONAL DISPLAY RESEARCH CONFERENCE Local: Teatro Tuca

17 a 20 de novembro FEIRA DO EMPREENDEDOR Local: Expo Center Norte - Pavilhão Vermelho

21

domingo segunda

16

19

sexta sábado

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

18 a 20 de novembro COPAC - 10º CONGRESSO PAULISTA DE CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAL Local: Palácio das Conveções Anhembi

19 a 20 de novembro IMASTERS INTERCON 2010 Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

22

18 a 21 de novembro XII CONGRESSO BRASILEIRO DE IRIDOLOGIA / XI CONGRESSO INTERNACIONAL DE IRISDIAGNOSE Local: Comfort Suites Oscar Freire

20 de novembro 6º CONGRESSO NACIONAL DE LIDERANÇA E EMPREENDEDORISMO Local: Hotel Transamérica São Paulo

19 e 20 de novembro CURSO GESTÃO FINANCEIRA: COMO MELHORAR O RESULTADO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO Local: Sonesta São Paulo Ibirapuera 22 a 24 de novembro II JORNADA DE ESTOMATERAPIA EM ONCOLOGIA / III SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ESTOMATERAPIA / IV ENCONTRO DE PESQUISA EM ESTOMATERAPIA Local: Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem

19 a 21 de novembro CIAD 2010 - 9º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR Local: Centro de Convenções Rebouças

tÁxi! EDIÇÃO 19

29


eventos em novembro segunda

22 e 23 de novembro GO LIVE - FÓRUM DE GOVERNANÇA DE TI 2010 Local: Centro Empresarial de São Paulo

terça

quarta

22 a 25 de novembro SENDI - XIX SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA/ EXPO SENDI Local: Transamerica Expo Center

sábado

domingo

24 a 27 de novembro VII CONGRESSO DO DEPARTAMENTO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL Local: Maksoud Plaza Hotel

24

22 a 25 de novembro 3RD ANNUAL MEETING OF THE INTERNATIONAL SOCIETY OF PSYCHOANALYSIS AND PHILOSOPHY Local: Universidade de São Paulo - USP 24 e 25 de novembro SECURITY LEADERS - CONGRESSO, EXPOSIÇÃO E PREMIAÇÃO DE LÍDERES E PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E RISCO Local: Centro Fecomercio de Eventos

25 a 27 de novembro ONG BRASIL - FEIRA E CONGRESSO INTERNACIONAL PARA ONG´S BRASILEIRAS Local: Expo Center Norte Pavilhão Vermelho

26 27

25 a 27 de novembro JPM 2010 - VI JORNADA PAULISTA DE MASTOLOGIA Local: Centro de Convenções Frei Caneca

28

26 e 27 de novembro 12º ENCONTRO DOS RESIDENTES DO ESTADO DE SÃO PAULO Local: Centro Fecomercio de Eventos

29

segunda

terça

23

25

quinta

sexta

22

26 e 27 de novembro XVII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE VENTILAÇÃO MECÂNICA Local: Anfiteatro do Hospital Israelita Albert Einstein

26 e 27 de novembro 13º CONGRESSO DE OFTALMOLOGIA / 12º CONGRESSO DE AUXILIAR DE OFTALMOLOGIA DA USP Local: Centro de Convenções Rebouças

30

26 a 28 de novembro VII FESTIVAL E EXPO BRASIL OFF- ROAD Local: Centro de Exposições Imigrantes

29 e 30 de novembro EPI CVE 2010 - CONFERÊNCIA INTERNACIONAL EM EPIDEMIOLOGIA Local: Centro de Convenções Rebouças

27 e 28 de novembro ITAIPAVA GT BRASIL - FIA GT1 BRAZILIAN ROUND Local: Autódromo de Interlagos 29 de novembro a 01 de dezembro EEF LATAM 2010 - ENERGY EFFICIENCY FORUM LATIN AMERICA Local: Blue Tree Premium Morumbi

30

tÁxi! EDIÇÃO 19


eventos em dezembro quarta

2

quinta

sexta

01 e 02 de dezembro I WORKSHOP INTERNACIONAL DE ELETROFORESE CAPILAR E TECNOLOGIA DE MICROCHIP Local: Faculdade de Ciências Farmacêuticas Anfiteatro Maria Aparecida Bourchet Campos

segunda

01 a 03 de dezembro OPEN INNOVATION SEMINAR 2010 Local: Grand Hyatt São Paulo

3

01 a 04 de dezembro CARTOGEO - 2º SIMPÓSIO INTERNACIONAL CAMINHOS ATUAIS DA CARTOGRAFIA NA GEOGRAFIA Local: Departamento de Geografia da FFLCH – Universidade de São Paulo

4

sábado

domingo

01 e 02 de dezembro ENAI - 5º ENCONTRO NACIONAL DA INDÚSTRIA Local: Transamerica Expo Center

1

01 de dezembro 5TH WIMAX BRASIL CONFERENCE & EXPO Local: Pestana São Paulo

01 a 03 de dezembro EXPOSYSTEMS - 8º CONGRESSO E EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA FEIRAS E EVENTOS Local: Palácio das Convenções do Anhembi

02 e 03 de dezembro ABAG IN FOCUS - II WORKSHOP INTERNACIONAL GDA - GERENCIAMENTO DE AERONAVES Local: Hotel Quality Suites Congonhas

terça

5 6 7

02 e 03 de dezembro II JORNADA INTERDISCIPLINAR DA SAÚDE DO TRABALHADOR EM ÁREA HOSPITALAR Local: Centro de Convenções Rebouças

02 e 03 de dezembro FÓRUM ECOTECH - FÓRUM NACIONAL DE ARQUITETURA E TECNOLOGIAS PARA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL Local: Novotel Jaraguá São Paulo Conventions

02 a 04 de dezembro CLAN - VIII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE NUMISMÁTICA Local: Pestana São Paulo

03 a 05 de dezembro 1º SIMPÓSIO LATINOAMERICANO DE TERAPIA ANTIVIRAL CONTRA O VHC, AAD E OUTRAS TERAPIAS Local: Teatro da Faculdade de Medicina de São Paulo

04 e 05 de dezembro JORNADA AME-SP 2010 - CHICO XAVIER E ANDRÉ LUIZ: NOVOS RUMOS DA MEDICINA Local: Novotel Jaraguá São Paulo Conventions

02 e 03 de dezembro III WORKSHOP EM VIDEOENDOSCOPIA DA DEGLUTIÇÃO Local: Anfiteatro Hospital Paulista

03 a 20 de dezembro ICTP - 5TH CAPES LATIN AMERICAN STRING SCHOOL Local: Instituto de Física Teórica (IFT) UNESP

06 a 08 de dezembro I SIMPÓSIO BRASIL JAPÃO SOBRE AVANÇOS EM TELEVISÃO DIGITAL Local: Universidade de São Paulo

07 e 08 de dezembro PHARMA SUMMIT BRAZIL 2010 Local: Hotel Golden Tulip Paulista Plaza

tÁxi! EDIÇÃO 19

31


eventos em dezembro terça quarta

07 a 09 de dezembro 4º ORACLE OPENWORLD LATIN AMERICA Local: Transamerica Expo Center

8 9

quinta sexta

7

10

07 e 08 de dezembro CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO EM ENERGIA E GÁS 2010 Local: Mercure Hotel São Paulo Paulista

quinta

08 e 09 de dezembro RESSEGUROS BRASIL 2010 3º CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO RESSEGUROS BRASIL Local: Blue Tree Premium Paulista

08 e 09 de dezembro WORKSHOP SPED UPDATE Local: Sede da Febracorp

08 e 09 de dezembro LATIN AMERICAN INVESTMENT FORUM Local: Hilton São Paulo Morumbi

quarta

07 a 09 de dezembro 5º PRECIFICAÇÃO ESTRATÉGICA Local: Staybridge Suites São Paulo

09 a 11 de dezembro FITX 2010 - FÓRUM INTERNACIONAL DE TRANSPLANTES DO APARELHO DIGESTIVO Local: Centro de Convenções Rebouças

10 e 11 de dezembro SIMPÓSIO MULTIINSTITUCIONAL DE ORTOPEDIA ONCOLÓGICA Local: Anfiteatro Lemos Torres - UNIFESP

17 18

10 e 11 de dezembro I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INCONTINÊNCIA URINÁRIA E DISFUNÇÕES VESICAIS Local: Anfiteatro do Hospital Israelita Albert Einstein

19

sexta 18 e 19 de dezembro IX FEIRA PRETA CULTURAL Local: Centro de Exposições Imigrantes

31 de dezembro 86ª CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE Local: Largada: Av.Paulista-MASP / Chegada: Av. Paulista-Prédio Fund.Cásper Líbero

quinta

30

sexta

31 Agenda de eventos:

O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma Fundação sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, sua missão é promover, captar, gerar e incrementar eventos que aumentem o fluxo de visitantes a São Paulo. As datas e locais dos eventos podem ser alterados, consulte sempre a agenda de eventos no site do São Paulo Convention & Visitors Bureau: visitesaopaulo.com - atendimento@visitesaopaulo.com 32

tÁxi! EDIÇÃO 19

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro


Serviços de Pós-Venda Avalie com atenção o serviço que você está comprando

Administre seu negócio

Manutenção

Negocie suas dívidas e saia do vermelho

Cuidados com os pneus


Serviços de Pós-Venda Na hora de trocar de carro é importante que o motorista também avalie com atenção o serviço de pós-venda que está comprando Por Pedro Junqueira

34

EDIÇÃO 19

Tempo é dinheiro Qualquer empresa que tenha problemas com seus equipamentos sempre busca realizar os reparos com a maior rapidez possível. Com os profissionais do táxi acontece exatamente a mesma coisa. É preciso que o trabalho de pós-venda oferecido pelas montadoras de automóveis seja capaz de atender com o máximo de agilidade as possíveis ocorrências, como quebras ou acidentes, de modo a diminuir ao mínimo o tempo em que o motorista ficará fora das ruas. Afinal, esse é o seu negócio. Para atender a essa necessidade, o taxista deve sempre buscar respostas para algumas questões fundamentais sobre o pós-venda, como por exemplo, a rapidez para atendimento em caso de quebra, a disponibilidade de serviço de guincho, transporte para o motorista e seus passageiros, equipe de mecânicos competente e bem treinada, além de estoque de peças básicas para agilizar a entrega do veículo, entre outras. Para que você possa ter mais clareza desses pontos na hora de definir a compra do seu novo

carro, falamos com algumas das principais montadoras que, além de peças, serviços e garantia, apresentaram os serviços de pós venda que oferecem aos seus clientes. Acompanhe. Davi Francisco da Silva

Q

uem utiliza o automóvel como uma ferramenta de trabalho e diariamente percorre ruas e avenidas da nossa capital, geralmente mal sinalizadas, repletas de buracos, com obstáculos de toda ordem, além de um trânsito caótico e muitas vezes violento, não pode deixar de contar com uma retaguarda ágil, eficaz e comprometida em oferecer os melhores serviços. Essa assistência técnica eficiente pode ser um ponto essencial, na hora de garantir que seu veículo esteja sempre pronto para ir às ruas, permitindo que você possa oferecer o melhor serviço aos seus passageiros, com toda segurança. E aqui não se trata de exigir que o veículo não sofra desgastes ou nunca enfrente situações de quebra, uma vez que circula dentro das condições absolutamente desfavoráveis, impostas pelo cotidiano de trabalho da nossa metrópole, mas, que cada motorista possa escolher a estrutura que melhor atenda suas necessidades de trabalho.


Davi Francisco da Silva

Compromisso com os prazos Apontado pela montadora como um ponto fundamental no processo de fidelização dos cliAinda segundo a montadora japonesa, sua rede de concessionárias, além do estoque de peças de maior rotatividade, conta com dois depósitos de reposição, um na cidade de Jundiaí e outro na cidade de Curitiba/PR, que fazem o envio por avião de todos os materiais solicitados. A empresa oferece ainda os serviços de manutenção pré-agendada e o reparo expresso. Através deles os motoristas podem programar datas e horários adequados para realizar o trabalho de manutenção nos seus veículos.

Nissan do Brasil

Um pós venda com cobertura 24 horas Batizado de Nissan Way Assistence, o plano de assistência da Nissan oferece a todos os clientes da montadora uma cobertura completa durante os sete dias da semana, 24 horas por dia, em todo o território nacional e também nos países do Mercosul e Chile. Dentro de sua esfera de atuação o plano disponibiliza vários serviços para o motorista e também passageiros, como o reboque gratuito e o serviço de táxi. De acordo com a empresa, a agilidade é outro ponto de destaque na remoção

do seu carro, uma vez que mais de 50% dos contatos agendados são atendidos em menos de 1 hora.

Investir na qualificação Técnica Para proporcionar o máximo em qualidade no atendimento aos clientes, a Nissan realiza formações periódicas de todas as suas equipes técnicas no centro de treinamento da montadora, localizado na cidade de Jundiaí/SP, e também na unidade Ipiranga do Senai/SP. A companhia disponibiliza ainda sessões de treinamento e reciclagem via Internet.

Atendimento preferencial

Reparo no local, reboque e transporte alternativo

General Motors

Novo Serviço Chevrolet inova no atendimento De acordo com a montadora, dentro do novo sistema de trabalho, o motorista pode agendar o horário mais adequado para realizar o serviço que necessita. Além disso, será atendido diretamente pelo técnico responsável e poderá acompanhar todas as ações, bem como definir e aprovar os orçamentos de acordo com a sua conveniência. 36

EDIÇÃO 19

Outro serviço apontado pela montadora como um diferencial no seu p��s-venda é o Chevrolet Road Service. Durante o período da garantia dos veículos, o serviço disponibiliza técnicos para tentar realizar reparos no próprio local onde se encontra o veículo avariado. Na impossibilidade de viabilizar esse conserto, a equipe providencia um guincho plataforma para transporte do carro, bem como transporte alternativo para o condutor e passageiros.

Disponibilidade de peças Fundamental para conferir agilidade o sistema de distribuição de peças da General Motors dispõe de uma equipe exclusiva que, além de auxiliar as concessionárias a dimensionarem seus estoques,

de acordo com a demanda e/ou “giro” dos competentes, prioriza a localização e despacho das peças, o que permite agilizar a entrega e minimizar o período de imobilização dos veículos. Davi Francisco da Silva

Para atender clientes corporativos, empresas de frota e locadoras de veículos, a GM criou o programa Frota Preferencial, dentro do qual, as concessionárias interessadas em participar se preparam para atender esse público de forma diferenciada, além de oferecer descontos na aquisição de peças e em serviços.


Divulgação

Fiat Brasil

Serviços de Táxi Center e Confiat fazem a diferença Seguindo uma filosofia de trabalho que reconhece a necessidade de proporcionar um atendimento diferenciado ao taxista, a Fiat Brasil criou os denominados Taxi-Center, centros específicos de atendimento, que, de acordo com a montadora, foram criados com o objetivo de oferecer um serviço com mais agilidade, transparência e competitividade. Outra ação inovadora presente no pós-venda da empresa italiana é o Confiat. Um serviço que oferece, durante o período de garantia do veículo, cobertura nacional e assistência 24 horas, em caso de panes elétricas, mecânicas ou acidentes. O motorista também poderá contar com um reboque para levar o veículo para uma concessionária Fiat. No caso da pane ter ocorrido a mais de 100km do município de residência do proprietário, este e seus passageiros terão direito a solicitar um veículo para realizar o translado do motorista e passageiros.

Uma forte estrutura de treinamento

Divulgação

A preocupação da montadora em garantir um alto padrão de atendimento aos seus clientes resultou no desenvolvimento de um programa de

Renault Empresas Um serviço que alia agilidade e qualidade de atendimento Idealizado para atender motoristas que têm no carro uma ferramenta de trabalho, o programa Renault Empresas garante prioridade no atendimento desses profissionais, disponibilizando um serviço de assistência 24 horas, válido por 24 meses, a partir da data de compra do veículo. Realizado através da rede de concessionárias da Renault em todo o território nacional, o serviço oferece reboque e também um pacote de mobilidade para que o motorista e seus passageiros possam se deslocar ao seu destino. EDIÇÃO 19

Divulgação

formação, que considera de forma bastante objetiva as carências e necessidades identificadas em cada profissional. São centros de treinamento, escolas conveniadas FIAT, hotéis, fábrica, concessionárias, e ainda profissionais da área de treinamento devidamente preparados pela fábrica e mobilizados para formar os mecânicos e participantes da equipe técnica.

Formação permanente Com uma rigorosa política de formação, a Renault realiza o mapeamento do nível de competência de todos os mecânicos da rede. Segundo a montadora, nas formações técnicas realizadas, cada profissional deve alcançar um aproveitamento mínimo de 80%, sob pena de ser convocado para novas reciclagens.

Disponibilidade de peças em estoque Apontado pela montadora como um ponto fundamental no processo de fidelização dos clientes, a disponibilidade de peças para reparos conta com uma política comercial que exige a disponibilidade imediata para as peças da cesta

básica determinada pela ANFAVEA – Associação Nacional dos Veículos Automotores. Além disso, um comitê semanal acompanha a disponibilidade de peças por parte da montadora.

Acompanhar os clientes Dentro de uma política determinada pela montadora, as principais concessionárias realizam um trabalho de acompanhamento juntos aos clientes para lembrá-los dos períodos de manutenção. Além disso, realiza pesquisas mensais com mais de 5.000 clientes, para avaliar a qualidade de serviço pós-vendas, que possibilita identificar os pontos a melhorar, em toda a rede de concessionárias.


Divulgação

Treinamento continuado Outro ponto alto defendido pela montadora é o programa de treinamento de mecânicos e técnicos da rede de concessionárias. Desenvolvido por uma equipe de profissionais da própria fábrica, o programa, que pode ter entre um e quatro anos de duração, é dividido em diferentes estágios, que culminam na formação de um Técnico em Diagnóstico Master, responsável pela excelência do trabalho realizado nas oficinas da rede. Hoje, todas as concessionárias Toyota do Brasil possuem ao menos um profissional desse nível.

Comunicação transparente e avaliação permanente

Toyota Na Toyota o serviço de pós-venda pode ser apontado como um dos principais diferenciais da companhia. Reboque via telefone Para conferir uma efetiva agilidade ao serviço de atendimento, a montadora conta com uma central telefônica para a qual o motorista pode recorrer para solicitar rapidamente um serviço de reboque e garantir a remoção do seu veículo para uma concessionária.

Davi Francisco da Silva

O programa Marketing de Serviço ao Cliente da Toyota possibilita ao motorista agendar o horário para executar o serviço em seu veículo e, antes mesmo de deixar o carro na oficina, ter um diagnóstico completo do que será realizado pela equipe técnica e qual o valor a ser pago. Atualmente, quase que a totalidade da rede de concessionárias da montadora está inserida nesse programa.

A transparência na relação com seus clientes é um valor fortemente defendido pela Toyota e sua rede de concessionárias. Desse modo, a partir do momento em que adentram às lojas, cada cliente recebe um detalhado menu de serviços, com todas as etapas das revisões dos modelos e também os valores praticados. Além disso, a empresa mantém uma continuada pesquisa de satisfação, que entra em contato direto com o cliente para que este possa manifestar sua opinião sobre a qualidade dos serviços recebidos.

Honda Compromisso com a agilidade O Expreess Service oferecido pela rede de concessionárias Honda tem o compromisso de realizar as revisões de 10 / 20 / 30 mil km no prazo máximo de 1h30. Para conseguir dar conta desse desafio, a montadora vem investindo de modo continuado em uma muito bem montada estrutura, capaz de garantir esse atendimento diferenciado.

Serviço de pré-avaliação No caso de outro tipo de serviço ou problema, o motorista poderá solicitar uma pré-avaliação do serviço a ser executado, bem como o tempo previsto para sua execução. Junto com essa facilidade a Honda Automóveis do Brasil disponibiliza o Serviço de Assistência 24horas, onde o cliente pode solicitar um reboque para transportar o seu carro para a concessionária. 40

EDIÇÃO 19

Reciclagens e treinamentos continuados Dedicação e treinamentos continuados garantem um time de profissionais capacitado para diagnosticar diferentes tipos de problemas que os veículos possam vir a apresentar. Para alcançar esses objetivos, a empresa promove um acompanhamento permanente de todo trabalho realizado, além de submeter os técnicos a reciclagens continuadas nos diferentes setores da fábrica. Além de um estoque preparado para disponibilizar muito rapidamente os pedidos mais fre-

quentes no dia a dia das oficinas, uma estrutura leve e ágil garante ainda um maior dinamismo na realização dos trabalhos. Após a identificação das peças a serem trocadas, um consultor é notificado e imediatamente faz a solicitação das peças. Para quem sempre tem pressa, a montadora oferece um sistema de agendamento, onde o próprio cliente escolhe o melhor horário e data para realizar o serviço que deseja.


42


De olho na

manutenção

Por Antônio Carlos Bento

Não corra riscos: cuide dos pneus! As recentes disputas entres as empresas de pneus no campeonato mundial de Fórmula 1 demonstram com clareza sua importância na dirigibilidade e desempenho do carro.

U

Divulgação

ma calibragem mal feita, a banda de rodagem gasta ou desalinhamento do carro podem trazer muitas conseqüências, como aumentar o consumo de combustível ou até mesmo colocar motoristas e passageiros em situação de risco. Para que você possa realizar uma vistoria detalhada em seus pneus a Revista TÁXI conversou com técnicos da Abouchar/Pirelli e Michelin que forneceram as dicas abaixo. Acompanhe: Calibragem dos Pneus Quinzenalmente verifique a calibragem dos pneus do carro e obedeça rigorosamente as recomendações do fabricante para cada uma das situações previstas no Manual do Proprietário, ou seja: carga normal, carga máxima (4 ou 5 passageiros mais bagagem), velocidade normal, velocidades altas (acima de 120 Km/h constantes), rebocando outro veículo (trailer, reboque), eixo dianteiro e eixo traseiro. É muito frequente os usuários utilizarem somente uma pressão para todas as situações e isto pode ser até perigoso. Esse cuidado simples ajudará a manter a integridade física dos componentes estruturais (carcaça) do pneu, assegurar a estabilidade do veículo, reduzir a possibilidade de cortes no pneu em atritos com buracos, além de evitar desgastes irregulares. Com pneus cheios demais, o carro vibra excessivamente e apresenta desgaste precoce da suspensão e da parte central da banda de rodagem. Pneus com baixa pressão fazem o carro gastar mais combustível e desgastar as laterais da banda de rodagem.

44

EDIÇÃO 19

Condução do veículo A maneira de conduzir o veículo é um fator que também influencia muito no desgastes dos pneus. Se quer economizar nos pneus, bem como em combustível, freios, suspensão e tudo o mais, é só seguir as orientações de uma direção econômica: - Acelere progressivamente nas arrancadas - Utilize os freios lentamente, antecipando os momentos de parada obrigatória mais a frente; - Faça curvas em velocidade moderada mesmo no seco, evitando inclinações fortes da carroceria do veículo; - Evite mudanças bruscas de velocidade; - Evite mudanças bruscas de rotação do motor (evitando variação grande no torque); - Verifique sempre o alinhamento da direção. Produtos de limpeza Na hora de cuidar da aparência do carro, outro detalhe importante: Só utilize produtos

de limpeza que não contenham elementos derivados de petróleo em sua formulação. Banda de rodagem e rodas Procure manter os quatro pneus com o mesmo desenho da banda de rodagem e com o mesmo tipo de roda. Dessa forma, o desempenho do veículo se manterá linear, principalmente sob chuva. Rodízio de pneus Pelo menos a cada seis meses faça o rodízio de pneus. Ele é outra garantia de longa vida para bandade rodagem. Alinhamento e balanceamento Anualmente faça o alinhamento e o balanceamento das rodas. De nada adianta comprar pneus novos para seu carro se todo o conjunto restante (rodas, amortecedores, suspensão, freios, etc.) estiver com problemas. A boa dirigibilidade de um veículo depende do equilíbrio entre todos os componentes.


Administre

seu negócio Por Miro Gonçalves

Negocie suas dívidas e saia do vermelho Em tempos de economia crescente e crédito em expansão, muitas pessoas terminam por se enroscar em compromissos financeiros e mergulham no vermelho.

E

xistem incontáveis razões para justificar o endividamento pessoal, tais como problemas de saúde, desemprego inesperado ou acidentes. Contudo, se realizarmos uma análise mais pragmática dessas situações, encontraremos um ponto que se repete: em algum momento foi feita uma avaliação equivocada entre a capacidade de pagamento o valor da dívida contraída. Para escapar dessa teia e ter sucesso na hora de negociar seus débitos, é importante que você saiba encarar essa situação como um processo, um curso que você está pagando para aprender como controlar suas finanças e administrar seus bens e negócios. O preço pode parecer caro, mas o aprendizado pode ser precioso se você decidir a encarar esse momento com seriedade.

Cuidados na hora de negociar Christian Ferrari

Se você se encontra entre as pessoas que estão passando por esse tipo de dificuldade, acompanhe abaixou algumas dicas que podem ajudar você a alcançar bons resultados financeiros e proporcionar uma boa vida para sua família.

Cuidados com a sua conta 1. Nunca aceite a primeira proposta e sempre negocie mais. Fique de olho na taxa de juros e no número de parcelas que estão propondo. Nunca perca de vista o valor real do seu débito e procure sempre se manter dentro desse valor, dividindo o maior número de vezes. 2. No caso dos cartões de crédito, se perder a capacidade de pagamento, não fique pagando apenas o valor mínimo. Sua dívida nunca irá diminuir e você estará pagando apenas os juros. Suspenda o pagamento e negocie um acordo para quitar o valor total em parcelas fixas. 46

EDIÇÃO 19

3. Se não consegue sair do cheque especial, pode valer à pena negociar um empréstimo pessoal. Além dos juros bem menores, você passará a pagar parcelas fixas. 4. Na hora da crise é fundamental economizar. Defina as necessidades básicas para a subsistência de sua família. Gastos de telefone e energia devem ser mínimos e os supérfluos eliminados. Como no ditado popular: de grão em grão a galinha enche o papo. 5. Procure pagar as contas que envolvem o nome de terceiros (fiadores) e também elimine as dívidas de valores menores.

6. Organize seus comprovantes de venda e recibos de pagamentos. 7. Se o credor não flexibilizar nos juros e formas de pagamentos, procure o Procon ou Tribunal de Pequenas Causas da sua região. Não é porque você está devendo que pode ser extorquido. Busque seus direitos. 8. Conheça o Código de Defesa do Consumidor para poder se defender nas audiências de conciliação. Seja firme. 9. Nunca assuma compromissos com agiotas. Se está sendo ameaçado procure a polícia. Eles sabem que estão cometendo um crime.


Volante

seguro s iv

a

OA

aZ

da d

i re ç ã o d e

Por Emerson Sigaki

fe n

Proteja sua coluna Atenção, respeito e consciência podem garantir uma melhor saúde para sua coluna e articulações na hora de dirigir

Esses dados são confirmados em pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), no qual cerca de 80% da população sofre, ou vai sofrer, de lombalgia. Em 90% desses casos, o problema pode ser melhorado com técnicas especificas, aliadas a mudanças de hábitos.

Profissões de risco Profissionais que passam longos períodos sentados ou permanecem em posições desconfortáveis, como no caso dos taxistas, recepcionistas, caminhoneiros ou dentistas, estão entre aqueles que mais sofrem com problemas de coluna. No caso específico do trânsito, os efeitos colaterais mais comuns são dores lombares e articulares, tensão na base do pescoço, dores nos membros inferiores e superiores, além de problemas circulatórios. O fator desencadeante dessas dores é a postura sentada inadequada e a permanência prolongada nesta posição. Acima de 45 minutos, a musculatura começa a se fadigar.

Adote uma melhor qualidade de vida Com mais tempo no trânsito, motoristas e passageiros não podem abrir de mão de certos cuidados com a coluna e os bancos dos veículos são os primeiros obstáculos a serem vencidos. A padronização dos assentos usados pelos meios de transporte contribui para os maus hábitos posturais, pois raramente dão suporte 48

EDIÇÃO 19

Milan Jurek

adequado à coluna lombar. O encosto ideal deve fornecer um suporte lombar para que a lordose seja mantida, evitando assim futuras dores lombares ou prevenindo o agravamento das lesões já instaladas.

Cuidados especiais para sua coluna enquanto você dirige Inclinação

Um suporte lombar pode promover o conforto do indivíduo quando sentado. Como poucos assentos fornecem o suporte adequado, tenha um suporte onde você possa estar com sua lombar estabilizada.

Braços e pernas

Regule a distância do banco para que carga adicional no uso dos pedais não seja transmitida para coluna lombar. Os braços devem estar relaxados e com os cotovelos semifletidos para não tensionar ombros e pescoço. Nada de dirigir “em cima do volante” nem muito afastado, evitando assim que os braços e pernas fiquem esticados. As pernas devem ficar paralelas. Evite dirigir com os joelhos muito flexionados, pois se corre o risco de comprometer a circulação sanguínea.

Chicote

O pescoço também merece cuidado especial. Para que não haja o chamado “chicote”, isto é, movimento brusco do pescoço ocasionado por freadas, a cabeça deve estar próxima ao encosto, mas não relaxada sobre ele, já que a posição pode provocar sono.

Divulgação

U

m terço da população brasileira, ou seja, cerca de 60 milhões de pessoas, sofrem por problemas de coluna. A lombalgia, mais conhecida como “dor na região lombar”, é uma das principais causas de pedidos de licenças médicas pelos trabalhadores e tem como principais vilões à má postura e o excesso de movimentos repetitivos.

Repouso

Faça repousos intercalados com movimentos adequados, como alongamento. Esses cuidados simples melhoram a dor e evitam a falta de condicionamento físico.

Emerson Sigaki é fisioterapeuta pós graduado em Fisiologia e Biomecânica do Aparelho Locomotor no HC-USP e especializado em RPG e Quiropraxia


Por Valéria Calixto Divulgação

Espaço Previdência

Jovem também aplica em previdência? Quanto mais cedo os jovens tiverem consciência da importância de investir no seu futuro, melhores são as suas oportunidades de ganhos

A

o iniciar sua carreira profissional o jovem tem pela frente o desafio de decidir a melhor forma para utilizar o dinheiro que começa a receber. Ainda em um período de transição para a vida adulta, onde começa também a responder integralmente por suas despesas pessoais, é importante começar a estabelecer uma projeção daquilo que espera alcançar na maturidade. Nesse importante momento de definição, aprender poupar e buscar formas de investimentos são quesitos fundamentais, para quem está se iniciando no mundo do trabalho e dos negócios.

Definir objetivos e capacidade de investimento Antes de escolher qual a modalidade de investimento melhor atendem às suas expectativas é importante que o jovem estabeleça com clareza seus objetivos. As diferentes opções existentes no mercado como poupança, Fundos de Investimentos, Previdência Privada ou Bolsa de Valores, têm características específicas e atendem a diferentes objetivos. Graças à estabilidade econômica que o país logrou alcançar e o expressivo e continuado aumento da expectativa de vida da população, o planejamento da carreira profissional passou a ser imprescindível. É importante considerar que alcançar e desfrutar de uma boa qualidade de vida significa ter saúde e condições financeiras compatíveis. E é exatamente nessa nova mentalidade que a previdência complementar ganha cada vez mais mercado entre os jovens. 50

EDIÇÃO 19

Aplicar a longo prazo Segundo os especialistas, os investimentos em previdência privada são indicados para quem estabelece objetivos de longo prazo (como a compra de uma casa própria, ou a estabilidade econômica quando se aposentar) uma vez que, além dos incentivos fiscais concedidos, as taxas de carregamento e administração representam custos menores e no longo prazo garantem uma rentabilidade melhor. Quem demora muito para iniciar seus investimentos para garantir uma aposentadoria tranqüila acaba encontrando maiores dificuldades para manter o seu padrão de vida no futuro. Quanto mais cedo começar a participar de um plano de previdência privada, menores serão as contribuições mensais necessárias para atingir, o valor que tenha determinado.

A vantagem do jovem Como exemplo, considera um jovem de 20 anos que decida fazer um plano de previdência, efetuando contribuições mensais de valor X. Para que uma pessoa de 40 anos atinja no futuro o mesmo patamar de recursos acumulados terá de desembolsar, mensalmente, um valor pelo menos cinco vezes maior. Outro ponto importante é ficar atento à solidez da instituição escolhida. Uma consulta à Susep (Superintendência de Seguros Privados), instituição federal ligada ao Ministério da Fazenda que regulamenta e fiscaliza o setor, pode evitar problemas futuros. Basta acessar o site www.susep.gov.br.


Mundo

Táxi

Táxi verde no Paraná O primeiro táxi elétrico do Brasil começou a circular no final do mês de setembro, na cidade de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Batizado de Táxi Verde, o projeto é resultado de uma parceria da Copel – Companhia Paranaense de Energia, Itaipu Binacional e Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento do Paraná e atenderá os usuários do aeroporto. Segundo técnicos responsáveis pelo projeto, com a bateria completa, o veículo possui uma autonomia de 150 quilômetros. Apesar de inovador, o Táxi Verde tem no abastecimento o seu grande desafio a ser superado, uma vez que para garantir uma recarga completa são necessárias até oito horas. Para minimizar o problema, o eletroposto permite a realização de cargas rápidas, de 30 minutos, mas que resultam em

uma autonomia menor. Um dos objetivos dessa fase de testes, ainda segundo os responsáveis pelo projeto, é desenvolver uma tecnologia capaz de agilizar o processo de recarga.

Divulgação

O

Aeroporto Internacional Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba, colocou em circulação o primeiro táxi elétrico do país e inaugurou o seu primeiro eletroposto na área de desembarque de passageiros.

Sustentabilidade no bolso Menos poluentes, com menos ruídos e custos de manutenção mais baratos do que os dos similares à combustão, os táxis elétricos prometem uma significativa economia na hora de abastecer. Ainda sem valores definidos, estima-se que a carga cheia custe entre cinco e oito reais. Durante a cerimônia de lançamento do novo veículo, o presidente da Copel, Ronald Ravedutti, colocou a criação de novos

eletropostos como uma etapa fundamental para dar viabilidade ao táxi verde. “Ampliar a rede de eletropostos é uma das primeiras medidas para popularizar o uso do carro elétrico”, defendeu. A empresa trabalha para abrir novos pontos de abastecimento em Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Cuidado: diabetes e poluição

E

Divulgação

studo realizado no Children’s Hospital Boston aponta uma forte correlação entre a incidência de diabetes e poluição. Os pesquisadores alertam que, mesmo depois de terem sido eliminados outros fatores de risco, como obesidade e características genéticas, os adultos expostos à poluição do ar são fortes candidatos a contrair a doença. Publicado no exemplar de outubro de Diabetes Care, o estudo

52

EDIÇÃO 19

está entre os primeiros a ligar a ocorrência do diabetes com a poluição do ar. Obtidos a partir do acompanhamento de uma base populacional de larga escala, os dados confirmam testes laboratoriais realizados anteriormente, que identificavam um aumento na resistência à insulina, considerada uma etapa precursora do diabetes, em camundongos obesos expostos a materiais particulados. Profissionais que atuam no trânsito devem realizar exames periódicos de glicemia, além de estabalecer uma dieta mais saudável.


Mundo

Táxi

Teste do Ruído

A

inspeção veicular de 2011 ganha mais um item para verificar: o barulho emitido pelos veículos. Carros que apresentarem ruídos acima do permitido não conseguirão o selo de aprovação e consequentemente não poderão fazer o licenciamento do automóvel. Caso seja flagrado sem o selo, o motorista irá pagar multa de R$ 550.

Divulgação

O teste do ruído já era previsto desde 95, a fim de reduzir a poluição sonora. No entanto, ainda que a medição estivesse inclusa na taxa de R$ 56,44 para pelos motoristas que realizaram a inspeção nos últimos anos, a penalidade não saiu do papel. Até o momento, a prefeitura não definiu o valor da taxa do teste.

Carros coreanos

D

e cada quatro automóveis importados para o Brasil, um é coreano. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, de agosto de 2007 até agosto de 2010, o país asiático aumentou de 10,4% para 24,5% sua participação entre os importados no mercado nacional. As marcas Kia e Hyundai respondem pela maior parte desse excelente resultado.

Novos radares multam de madrugada

Mesmo com o crescimento das importações vindas da Ásia, a Argentina ainda é a líder de importação de automóveis para o país. Beneficiada pela isenção do Imposto de Importação, os hermanos são os produtores da metade da frota de carros importados que circula em nossas ruas.

O

s novos radares instalados pela Companhia de Engenharia de Tráfego são capazes de flagrar infrações cometidas durante a noite. Por conta dessa inovação tecnológica, vários paulistanos têm se surpreendido ao receber multas relacionadas, principalmente, à invasão da faixa de pedestre e passar no semáforo vermelho.

MSGV

Os automóveis já são o segundo produto mais importado pelos brasileiros, fato que reflete o aquecimento da nossa economia, a maior disposição das pessoas em adquirir produtos novos e também a valorização do real em relação ao dólar.

O Código Nacional de Trânsito determina que os motoristas infratores sejam punidos por violar as leis de trânsito, independente do período do dia em que elas aconteçam. Entretanto, os radares mais antigos não tinham tecnologia suficiente para fazer imagens noturnas. Dos 139 radares da cidade, apenas 12 fotografam as infrações noturnas. Em breve, outros 12 serão instalados.

54


Mundo

Táxi

SALÃO DO AUTOMÓVEL Salão Internacional do Automóvel 2010 presta homenagem a Ayrton Senna e ao automobilismo esportivo

Em sua 26ª edição, o Salão do Automóvel, que aconteceu entre os dias 27 de outubro de 07 de novembro, apresentou diversas preciosidades diretamente relacionadas ao automobilismo, permitindo que os mais de 600 mil visitantes pudessem apreciar modelos que saíram direto das pistas para os estandes instalados no Parque do Anhembi. Ayrton Senna e o mundo da Fórmula 1 A presença de duas Lótus – uma preta e outra amarela – com as quais o piloto Ayrton Senna participou de corridas, nos anos de 1986 e 1987 contribuiu para mexer com a emoção dos visitantes. O estande do Instituto Ayrton Senna – entidade que trabalha para melhorar a educação no País, e é administrado por Viviane Senna, irmã do piloto, completou o clima de homenagem ao campeão brasileiro de Fórmula1, que completaria 50 anos em 2010.

Divulgação

O mundo do Rally A montadora japonesa Mitsubishi reservou lugar para três modelos que disputam provas de rally, no Brasil e no exterior: o Triton Presidente Lula mostra sua costumeira descontração no estande de Ferrari SR – vencedor do Rally dos Sertões este ano; o Racing Lancer, que conquistou o primeiro lugar no Rally Dakar 2010 – entre os territórios da Argentina e Chile - no grupo gasolina, e o TR 4 ER, um carro de corrida que participa dos torneios de rally de velocidade assinados pela marca: a Mitsubishi Cup. A GM não deixou por menos e mostrou ao público o Vectra Stock Car V8, com o qual o piloto Cacá Bueno bateu o recorde de 345 km/ hora, há pouco mais de um mês, na pista do Deserto de Sal de Bonneville, Utah, nos Estados Unidos. A marca ultrapassou o feito que pertencia ao Opala, desde 1984, com o recorde de 309 km/hora, na estrada entre São Paulo e Santos. Divulgação

A Renault também encantou os visitantes com uma réplica do modelo Renault R25 – de 2005, com o qual o piloto espanhol Fernando Alonso encerrou a hegemonia de títulos de Michael Schumacher e se tornou o campeão mais jovem da categoria.

A Ferrari, por sua vez, mostrou a Ferrari 430, carro que disputa a atual temporada de GT3 - Gran Turismo Brasil. O esportivo estreou nas pistas em 2009, guiada pelos pilotos brasileiros Chico Longo e Daniel Serra e venceu cinco provas na temporada 2010.

A vez da Fórmula Indy e Endurance

Lótus Amarela pilotada por Ayrton Senna nos anos de 1986 e 1987

56

EDIÇÃO 19

No estande da Honda, os olhares se voltam para o Dallara-Honda, veículo que corre na Fórmula Indy e que na primeira prova da catego-

Carro Honda Dallara que disputa a Fórmula Indy

ria em São Paulo, realizada no início deste ano, foi pilotado pela brasileira Bia Figueiredo. Para finalizar o mundo das pistas dentro do Salão, a montadora alemã BMW fez um verdadeiro pit com o modelo BMW M3 GT2. O carro traz em seu currículo uma vitória nas 24 Horas de Nurburgring, dirigido pelo quarteto formado por Augusto Farfus, do Brasil, Uwe Alzen eJörg Müller, da Alemanha, e Pedro Lamy de Portugal.

Divulgação

N

a primeira semana de novembro a cidade de São Paulo se transformou na capital mundial do automóvel, com a realização do Salão Internacional do Automóvel e do Grande Prêmio Brasil de Fórmula1.


Mundo

Táxi

Vá de táxi 1!

A

Milton Jung

qualidade do transporte coletivo não está de acordo com o valor da tarifa. Atualmente, os paulistanos pagam R$ 2,70 para pegar ônibus lotados, percorrer trajetos longos e perder um tempo precioso preso nos intermináveis congestionamentos.

No entanto, o prefeito Gilberto Kassab, em entrevista para o jornal Estado de São Paulo, afirmou que a tarifa será reajustada. A expectativa é que já a partir do mês de dezembro, os passageiros terão que desembolsar R$ 2,90 para realizar uma viagem. Segundo Kassab, o reajuste está baseado na inflação.

Vá de Táxi 2 !

D

Milton Jung

ados levantados pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas indicam a necessidade de que todo setor de transportes do Brasil estabeleça um novo modelo, mais voltado para a sustentabilidade do sistema. De acordo com o estudo elaborado pelo GVces, caso o cenário atual – com foco no transporte rodoviário regional de carga

e transporte individual de passageiros – não sofra nenhum novo arranjo, as emissões de carbono do setor devem aumentar cerca de 100%. Segundo ressaltou Luiz Pires, coordenador do programa Empresas pelo Clima, o investimento em políticas públicas de transportes menos poluentes como, por exemplo, na integração intermodal, proporcionará ganhos para toda sociedade.

D

esde o dia 25 de outubro, um ônibus que não faz barulho, é mais econômico e menos poluente está circulando pelo trajeto Butantã – Aclimação. Ainda em fase de teste com passageiros, o ônibus híbrido possui dois motores, movidos a diesel e energia elétrica, e, segundo o fabricante produz apenas 10% da poluição gerada por um coletivo normal.

58

EDIÇÃO 19

No entanto, o novo veículo comporta número inferior de passageiros e precisa passar no teste de subidas e descidas de São Paulo. Se aprovado, 200 ônibus estarão nas ruas em 2011, projeto financiado por uma ONG internacional de nome não revelado, de acordo com a Prefeitura.

Milton Jung

Cidade pode ganhar 200 ônibus híbridos


Por Valéria Calixto

Mostra de cinema e direitos humanos Entre os dias 19 e 25 de novembro a cidade de São Paulo recebe a 5ª edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul.

O curta Ensaio de Cinema compõe uma relação de novos cineastas

R

ealizado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira e patrocínio da Petrobras, através da Lei Rouanet, o evento é dedicado a obras que abordam questões referentes aos Direitos Humanos, produzidas recentemente nos países sul-americanos.

Divulgação

Com entrada gratuita, a Mostra exibirá aos paulistanos 41 títulos produzidos em diferentes países do continente, em sessões que acontecerão no CineSesc e na Cinemateca Brasileira, entre os dias 19 e 25 de novembro.

O filme XXY de Lúcia Puenzo está presente na retrospectiva histórica

Retrospectiva história

Entre os vários destaques podem ser encontradas obras como “O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias”, realizado por Cao Hamburger em 2006, onde, em plena ditadura militar brasileira, um garoto de 12 anos é separado dos pais e obrigado a se adaptar a uma “estranha” e divertida comunidade. No elenco, estão Caio Blat, Paulo Autran e Simone Spoladore. O caso de tortura e morte do jornalista Vladimir Herzog, assassinado numa cela do DOI-Codi em São Paulo, é o tema do longa “Vlado – 30 Anos Depois”, realizado em 2005 por João Batista de Andrade, e que também faz parte do painel. Símbolo da luta pela democracia, a morte de Herzog causou impacto na ditadura militar brasileira e na sociedade da época, marcando o início de um processo pela redemocratização do país.

Cinema Contemporâneo As seções de filmes contemporâneos conta com obras assinadas pelos brasileiros Tata Amaral (com o curta “Carnaval dos Deuses”, parte do longa internacional de episódios ainda inédito “Then and Now - Beyond Borders and Differences”) e Evaldo Mocarzel (“Cinema de Guerrilha”, filme sobre jovens realizadores audiovisuais moradores de periferia), além de várias produções inéditas no Brasil. Outro destaque é o filme o argentino “Ima-

gem Final”, dirigido por Andrés Habegger e que Concebida dentro de uma proposta de fortale- será exibido no Brasil pela primeira vez. O filme cer a educação e a cultura em Direitos Humanos, apresenta uma reveladora investigação sobre a a mostra incluirá ainda a retrospectiva histórica morte do fotojornalista Leonardo Henrichsen 60

tÁxi! EDIÇÃO 19 EDIÇÃO 19

que, em Santiago do Chile, nas movimentações pré-golpe de Estado que aconteceram em Santiago do Chile em junho de 1973, filma sua própria morte. Completam a programação da 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul uma série de curtas-metragens de sucesso no circuito de festivais. Divulgação

Divulgação

Direito à Memória e à Verdade , exibindo alguns clássicos da cinematografia sul-americana.

Leite e Ferro, de Claudia Priscilla, traça um retrato da vivência da maternidade em uma situação limite

Salas de exibição de 19 a 25 de novembro

Cinemateca Brasileira (110 lugares) Largo Senador Raul Cardoso, 207 Vila Clementino (11) 3512-6111

CineSESC (320 lugares) Rua Augusta, 2075 - Cerqueira César (11) 3087-0500

Maiores informações www.cinedireitoshumanos.org.br


tÁxi! EDIÇÃO 19

61


Marcha Uma viagem ao passado do

a ré transporte urbano

Genuinamente Paulistano Volkswagen SP2: o primeiro esportivo totalmente desenvolvido no país traz São Paulo até no nome.

A Volkswagen até tentou salvar o belo design do SP2, ao utilizar um motor de Passat para aumentar sua potência. Mas o valor do projeto, batizado de SP3, não cabia no bolso dos brasileiros e não compensava o investimento necessário. Em fevereiro de 1976 o esportivo nacional saiu de linha. Ao todo, foram 10.205 unidades produzidas no Brasil, das quais 670 foram exportadas para a Europa. Contudo, mesmo com o curto período de fabricação, o SP2 ficou marcado na memória de saudosistas paulistanos, como Cesar Manzione. Divulgação

Divulgação

Divulgação

Right Side

Mechanicman

Por miriam Nogueira

O

ficialmente a sigla SP2 significa Special Project 2 ou Sport Prototype 2. Mas São Paulo 2 talvez fosse o melhor significado para este que foi o primeiro carro esporte inteiramente projetado e produzido no Brasil. Nos anos 70, o mercado brasileiro estava fechado para importações. Apenas o Karmann Ghia, fabricado pela Volkswagen, e o Puma eram os modelos esporte fabricados em terras tupiniquins. Para concorrer diretamente nesse mercado, mais especificamente com o Puma, um sonho de consumo da época, a Volkswagen Brasil, então liderada por Rudolf Leiding, decidiu criar um novo modelo esportivo. Inicialmente nomeado de “Projeto X”, o modelo se aproveitava da credibilidade da marca Volkswagen, uma vez que o Puma era fabricado por produtores independentes. 62

tÁxi! EDIÇÃO 19 EDIÇÃO 19

Design com repercussão internacional O SP1 e SP2 foram lançados no ano de 1972, sendo que o primeiro saiu de linha logo após o lançamento. Entretanto, o SP2 foi um sucesso. Seu notável design teve repercussão internacional. A revista alemã Hobby classificou o modelo paulistano como “o Volkswagen mais bonito do mundo”. Já a norte-americana Car & Driver pedia que a matriz alemã produzisse o modelo em escala mundial. Mas seu design notável não foi suficiente para bater o Puma. O fato de ser fabricado com chapas de aço, enquanto o Puma era feito em fibra de vidro, conferiam ao SP2 um desempenho inferior ao esportivo independente. Entre os anos de 72 e 76, período em que foi produzido, piadas maldosas diziam que a sigla SP significava Sem Potência.

O SP3 não agradou ao mercado

Diário de uma restauração Aficionado pelo SP2, Manzione terminou por realizar o sonho de infância e recentemente adquiriu o seu esportivo dos anos setenta. Como o carro não estava em perfeitas condições, o estudante de direito decidiu restaurá-lo e, sintonizado nos tempos atuais, criou um blog onde relata todo trabalho realizado. “Como iria ser questionado por aqueles que me conhecem sobre como estava o carro, o que faltava e quais peças tinha comprado, achei melhor deixar isto aberto [o blog]”, conta Manzione. “O mais importante é que você entra em contato com outros proprietários. Isso facilita a obtenção de uma ou de outra peça que esteja procurando. Não almejo ganhos com o blog, os amigos que fiz a partir dele já me bastam”.


tÁxi! EDIÇÃO 19

63


Perfil Taxista Por Camila Silva

Muito além do “Hello” Turistas estrangeiros não se sentem perdidos em São Paulo, graças ao atendimento trilíngue do taxista Cícero França

E

Davi Francisco da Silva

u acho que falar um ou mais idiomas ajuda em qualquer função, especialmente na profissão de taxista.” Cícero Moraes de França tem razão. Maior mercado da América do Sul, São Paulo recebe mais de 10 milhões de turistas todos os anos. Atento à presença desses visitantes, muitos dos quais profissionais e moradores nativos de outros países, França aliou a simpatia e disposição de trabalhar com a fluência dos idiomas inglês e espanhol para oferecer um atendimento diferenciado. “Os idiomas me aproximam do passageiro que não fala português. Ele se sente confiante e, além da corrida, volta a me chamar outras vezes. E quando o cliente vai embora, eu entrego meu cartão, pedindo que ele me recomende em seu país de origem”, comenta França.

Multiprofissional “Espanhol eu aprendi viajando pela América do Sul, porque eu já exerci a função de guia de turismo. Então as viagens começavam no Rio de Janeiro e São Paulo e iam até Santiago, no Chile.” Ainda no ramo de turismo, Cícero conviveu com muitas pessoas que só falavam inglês, experiência que contribuiu para que desenvolvesse fluência no idioma, mais tarde transmitida aos alunos do SEST – Serviço Social do Transporte, onde atuou como professor. Para aumentar sua cartela de clientes, França faz divulgação nos hotéis da cidade, onde deixa seus cartões escritos nos dois idiomas. A partir dessa estratégia, o taxista consegue diversas indicações e também se coloca à disposição para servir de guia turístico dos clientes por até três dias.

Os idiomas me aproximam do “ passageiro que não fala português

Indicações internacionais “Eu procuro fazer o melhor possível para que o passageiro se sinta seguro e satisfeito com o meu trabalho. Um caso interessante é que eu atendi o meu telefone, e o cliente, que é alemão, mas fala inglês, disse que estava em Istambul, na Turquia, e queria me informar a hora, data e o número do voo, para que eu pudesse esperá-lo no aeroporto. Então, eu, como motorista de táxi, achei muito bacana receber uma ligação de um país tão distante”, afirma o taxista. Além de conquistar mais clientes, a facilidade em estabelecer bons relacionamentos também é fundamental para contornar situações difí-

64

tÁxi! EDIÇÃO 19 EDIÇÃO 19

ceis: “O cliente, falando inglês, me pediu para levá-lo até o Aeroporto de Guarulhos. Quando chegamos ao aeroporto, ele descobriu que o avião sairia de Congonhas. Então ele ficou um pouco chateado, mas no caminho a gente começou a bater um papo, eu ofereci um desconto e tudo voltou a normalidade”, relata. Graças a essa estreita relação que mantém com visitantes de diversas partes do mundo, França alimenta uma paixão por viajar. Entre os principais roteiros que ainda pretende realizar, ele destaca o sonho de conhecer a capital do país que carrega em seu sobrenome, bem como outras grandes cidades do mundo.


tÁxi! EDIÇÃO 19

65


Horizonte vertical

Por Ivan Fornerón

C

onversava com um amigo em frente à estação Anhangabaú do metrô. Já passava das onze da noite quando fomos interrompidos por um senhor de cabelos desgrenhados e magro, mas tão magro que seus dedos eram quase tão finos como o cigarro que me pedia. Usava um par de tênis trocados, um de cada cor e enormes, o que dava ao seu andar uma mistura de passos de manco com passos de quem dança. Comunicava-se com muita dificuldade, e seus gestos pareciam um mímico totalmente descrente das palavras. Tão logo ele se retirou, apareceu um rapaz que nos estendeu a mão, como se pedisse algo, provavelmente dinheiro, e logo depois, escancarou os dentes branquíssimos, tendo uma moeda dourada entre eles. Pouca luz incidia sobre a sua pele bem escura, e o contraste de cores da moeda, dos dentes e do seu rosto daria inveja a qualquer fotógrafo em busca de uma imagem inusitada. Não lhe demos nada, e ele saiu acenando a mão espalmada e rígida, como um cumprimento militar. A partir daí foi uma sucessão de mãos estiradas pedindo dinheiro e cigarros, gesto que se repetiu por outras inacreditáveis cinco vezes. Todas as mãos necessitadas resolveram aparecer naquela noite. Nem passados cinco minutos, uma mulher com rosto bem maltratado, com voz desdenhosa e entrecortada pedia-me um cigarro. Disse-lhe que não tinha. Ela olhou pra mim e, brava, me disse, “eu tô pedindo pra ele”, e apontou o meu amigo que, desconcertado, acabou dando-lhe um cigarro. As mãos dela chamavam a atenção pelo tanto que as veias estavam saltadas. Com o cigarro entre os dedos, parou por alguns segundos, encarou-nos com muito cansaço, pra logo em seguida andar a esmo.

66

tÁxi! EDIÇÃO 19

Gabriel Stippe

PEQUENO TEATRO DE MÃOS PEDINTES Com a nossa paciência sendo testada, um senhor nos aborda pela direita, sorri e pede dinheiro pra ‘completar a passagem até o Tucuruvi’. Imaginamos que no Tucuruvi ele faça o mesmo pedido pra chegar ao Anhangabaú. De todo modo, era simpático e falador, e nós já estávamos ali há mais de meia hora tentando terminar nosso assunto, por isso lhe demos os 50 centavos que pedia. Agradeceu e saiu. Nesse momento a conversa com meu amigo já misturava o que tínhamos pra falar com comentários sobre as pessoas que entravam e saíam do nosso campo de visão através de portas invisíveis, dando a impressão de que brotavam do asfalto e se perdiam no ar junto com a fumaça do cigarro. Resolvemos mudar de lugar, mas a situação deu ares de novela: à nossa frente, outro ser brotado do asfalto. Um rapaz, de fala musical e entorpecida, abre repentinamente um enorme guarda-chuva azul que trazia consigo e começa a falar sobre si mesmo. Só entendemos a primeira frase: “tenho talento!”. Seguimos andando e deixamos nosso amigo do guarda-chuva na sua alucinação e, quando pensávamos estar num canto onde poderíamos pelo menos nos despedir, um senhor nos interpela com a bizarra pergunta pra fechar a noite: “Tem pedrinha de 10 aí?” E antes que nos transformassem, a meu amigo e a mim, em posto macabro de achados e perdidos, resolvemos nos despedir às pressas e deixar para o dia seguinte a continuidade da nossa prosa. Mas como a vida é realmente surpreendente, eis que retorna o senhor que queria ‘completar a passagem para o Tucuruvi’, pedindo mais dinheiro. “Você acabou de pedir pra gente e nós já te demos”, foi a nossa resposta. “Pra mim, não. Vocês estão me confundindo!” E saiu atordoado, incrédulo. Exatamente como meu amigo e eu!


tÁxi! EDIÇÃO 19

67


68

tÁxi! EDIÇÃO 19


Revista Táxi - Edição 19