Issuu on Google+

O INFORMATIVO DO VALE

6 de julho de 2012

www.mazup.com.br

Cassio Bonfandini

#098

Eles são tudo de bom Existem centenas de raças por aí. Cada uma é única. Os cães são brincalhões, de guarda e, às vezes, apenas uma pequena bolotinha de pelos que só come e dorme. Vai dizer que os cachorros não são tudo e mais um pouco? Vamos combinar, alguns são fofos, outros um tanto quanto esquisitos, mas todos já têm o título de melhores amigos para sempre, ou para os luxuosos de plantão, bff (best friends forever).


2

6 de julho de 2012

euemeudog.JPG

I <3 my Q

A chihuahua Belinha com Cristiano Neguer e Marta Reiter

uem nunca chegou em casa depois do trabalho e encontrou aquele rabo abanando querendo atenção, carinho e brincadeira? Eles são assim, puros, não esperam nada em troca, apenas o básico para dar um amor incondicional. Rafaela Mulinari Paludo, de 24 anos, já teve gato, cachorro, hamster, papagaio, cocota e até tartaruga. Dá pra ver que a mina “pira” nos bichos, né? Segundo Rafa, a paixão por animais surgiu quando ainda era pequena. “Eu gostava tanto dos animais que queria ser veterinária”, afirma a garota. Porém, por questões do curso estar disponível apenas em faculdades distantes, ela optou por sua segunda paixão, a enfermagem. Cada vez que ela chega em casa é uma alegria que só.

foto Eduardo Stoll

Vulgo Morrao, linguicinha do Doug Corbelini

Felipe Manfroi em um trabalho recente que fez com a raça australian cattle dog

Rafa Mulinari, que tá aí na reportagem com o yorkshire Kadu

mais fotos no /tonomazup facebook.com


3

6 de julho de 2012

y DOG Essa energia toda também é confirmada pela nossa garota da capa, Olivia Bouchacourt, 21 anos, também conhecida como “Oli”. “Eles são como filhos pra mim. Quando estou abatida e precisando de atenção, eles se aproximam de mim e começam a me fazer carinho”, afirma a “mãe” do pequinês Sticke e de suas irmãs Nina, uma yorkshire, e da maltês Lulu. O amor de Oli por animais é tamanho que, várias vezes, ao ver um animal abandonado, ela se sensibilizou e levou da rua para dentro de sua casa para dar comida, banho e carinho. “Cheguei até a pagar um tratamento veterinário para o bichinho não ficar na rua, não sofrer tanto e não correr o risco de ser atropelado”, afirma a garota que já foi voluntária da Apasfa, uma associação de proteção aos animais localizada em Lajeado. “Teve uma época que ia direto na Apasfa, sábado de manhã, e ajudava na limpeza dos canis”, salienta. Dá pra ver que ela se envolve, né? Agora vamos parar tudo para ver o que Rogério Porcher, 50 anos, passa com suas duas “filhas”, Mel e Rita. A Rita podemos dizer que é uma lady. Cada vez que o telefone da casa de Rogério toca, ela vai avisá-lo latindo, aonde ele estiver, e só para quando ele atender. Outra coisa interessan-

te dessa coisa fofa: quando seu dono espirra, ela late desejando saúde e não sai de perto até Rogério agradecê-la. Pode isso?

Heróis de quatro patas

Olha só essa história que nos chamou atenção: o cachorro Max, em Garibaldi, salvou a vida de seu dono, Osmar Persico, em um assalto. Ele levou um tiro, e ao ver o sangue, o animal saiu em defesa do dono, atacando os bandidos. Dos dois assaltantes, um foi dominado por Max. Esses momentos de lealdade de cachorros com os donos também são tratados na ficção. Quem não lembra do filme Sempre ao Seu Lado (2009), com Richard Gere e seu akita Hachiko? Uma linda história de um cachorro que estabelece um forte vínculo emocional com seu dono. No filme, Hachiko criou o hábito de ir na estação de trem esperar Parker, personagem de Gere, voltar do trabalho. Chega um dia que o seu dono não volta mais, mas o cão permanece indo todos os dias, na esperança de ter seu fiel amigo de volta.

É muito amor, não?

Isso tudo nos chama atenção e nos faz perguntar: por que amamos tantos os animais e como eles

Ler a matéria ouvindo Who Let the Dogs Out

despertam esse sentimento de lealdade? Segundo a psicóloga Marta Isabel Simon, a relação entre animais de estimação e pessoas favorece uma relação sem julgamentos, quando o ser humano recebe amor, carinho, lealdade, companhia, sem exigências do outro lado. “Os comportamentos desumanos das pessoas têm deixado a população tão desacreditada dos seus semelhantes, que ela busca nos animais outros relacionamentos, nos quais pode ser quem realmente é, demonstrar seus sentimentos sem medo de ser ridicularizada”, acrescenta. A psicóloga acredita que um animal de estimação pode ajudar em tratamentos de alguns transtornos, como depressão, por exemplo, podendo combater o isolamento social. “Além de ser uma ótima alternativa de companhia para aquelas pessoas que estão sós”, relata Marta. Eles são tudo de bom, né? No entanto, como diz a psicóloga “um animal de estimação, por mais querido que seja, jamais substituirá uma pessoa; as nossas diferenças existem e precisam ser respeitadas”. Então, galera, vamos amar e nunca machucar os animais, sem esquecer que devemos tratar tão bem as pessoas que estão aqui do nosso lado quanto tratamos as nossas fofuras.

foto Cassio Bonfandini

FILMES PARA QUEM AMA CACHORROS

fonte: Cinedica

Sempre ao Seu lado (2009)

Marley e Eu (2008)

Lassie (1994)

RinTinTin - O Filme (2007)

Benji - O Filme (1974)

K9 - Um Policial Bom pra Cachorro (1989)

Vida de Cachorro (1918)

Beethoven (1992)

101 Dálmatas (2006)

Procura-se Um Amor que Goste de Cachorros (2005)


4

6 de julho de 2012

curtimos

foto Jornal Peleia

fotos Luca Lunardi

Matrículas abertas

divulgação

Leandro Koetz e Gila Abella são os mais novos empresários do Vale. O casal recebeu imprensa e amigos para levantar taças de champanhe na quarta-feira. O brinde foi para desejar boas energias ao Gila Abella Centro de Treinamento da Beleza.

Aha, uhu, essa musa é nossa!

A modelo Daiane Steffens (a Bela da Torcida, eleita em votação nacional pelo site UOL e que arrecadou mais de 75 mil votos a seu favor) esbanjou recentemente seu ar da graça em desfile pelo Estádio Olímpico, em Porto Alegre. A musa foi agradecer a todos pelo apoio incondicional de sempre. Parabéns, Daia.

#partiu

A Promo Eventos se puxou na escala de atrações para a edição deste ano. A festa, que ocorre no dia 14 de julho, no CTC, em Lajeado, vem com famosos como a cantora Luka (pop/ rock), a galera da Showdi (pagode) e as gatas do Blush Live, um projeto de house music inédito que baixa na região, composto pela DJ Luiza Bernardi e pela violinista Bia Cervellini. Luiza Bernardi e Bia Cervellini apresentam projeto inédito na Snow


Caderno Mazup do dia 06.07, ed 98