Issuu on Google+

O INFORMATIVO DO VALE

20 de julho de 2012

www.mazup.com.br

Cรกssio Bonfandini

#100

Amigas

mais que

conectadas


2

20 de julho de 2012

Mico só com amigo! fotos divulgação

Nicolas Mateus Schick

Quando eu era pequeno gostava muito de jogar rojões na época de São João. Uma vez eu e o Dylan Kalkmann estávamos jogado alguns rojões perto da Ciclovia, e um, por acidente, pegou em algumas folhas secas. Bom, ouve um pouco de fogo, mas nada que o meu casaco e o dele não conseguissem conter. O susto foi grande! E correr dos vizinhos enraivecidos também foi outro susto dos bons. Difícil esquecer dessa roubada com um amigo de infância. Ah, tínhamos só 11 anos.

Dia do Amigo

Amigas do v Fato! Todos precisamos de amigos para momentos bons e ruins, para pagar micos, sair de carro sem rumo ou para dar aquele conselho que ninguém mais daria. Amigos que estão contigo para o que der e vier! Mas e se a amizade for virtual? Como fazer?

N

Drika Shure

Bom, minha queridíssima Sílvia Schwarzer tinha um trabalho da facul pra fazer sobre natureza. Aí inventamos de ir fotografar uma cachoeira. Nossa, fomos até Travesseiro, num lugar lindo, mas até chegar lá, que função. O pessoal de lá disse que tinha duas cachoeiras, uma bem acessível, e a outra, que era bem maior, um pouco mais difícil de chegar. Adivinha qual delas a gente fotografou? A de pior acesso! Nossa, tivemos que fazer um rapel até chegar na bendita cachoeira. Então, a dona Sílvia não quis descer. Fui eu lá, me esfolei toda, mas as fotos ficaram ótimas.

Nicky Silva

Eu e o Anderson Mathias inventamos de ir sozinhos de ônibus até uma cidade vizinha comprar alguma coisa no shopping para o chá de panela de uma amiga minha. Detalhe: era domingo. Chegamos lá, e não achei nada que me agradasse nem que agradasse meu bolso, afinal, o que se dá de lembrancinha de chá de panela? Enfim, acabamos indo a um mercado grande, que era em outro bairro. Chegamos lá, e comprei uns potinhos de cozinha pra colocar arroz e feijão, e já que estávamos no mercado, comprei também arroz e feijão pra presenteá-la, hehe. O mico foi quando saímos do mercado. Já estava escurecendo e aquele dia era aniversário do pai do Ander, então a gente tinha que se apressar. Depois de um tempo, vimos que estávamos na rua errada! Eu comecei a ficar desesperada, pois estava perdida, e ele, muito nervoso. Brigamos e começamos a discutir no meio da rua. Até que caiu a ficha de que estávamos uma quadra acima da rua em que passavam os ônibus intermunicipais! Hahahaha. Ufa! Depois, os dois pediam desculpas um para o outro pela briga. Quem disse que briguinhas não rendem boas risadas depois?

uma era conectada, sempre em busca de novas ferramentas na web e redes sociais dando sopa no computador, acabamos criando um mundo virtual, onde encontramos amigos sem nunca antes tê-los visto em carne e osso. Esses acabam sendo, muitas vezes, os melhores amigos. Mas, cá pra nós, a grande maioria do povo que tem cerca de mil - ou mais - amigos na rede social não conhece nem a metade, né? E quem é realmente amigo? Para Ricardo Cappra, estrategista em Marketing & Digital e consultor internacional de estratégia digital para marcas, “o Facebook foi criado para isso, dentro de uma universidade, quando Mark Zuckerberg resolveu desenvolver uma ferramenta para superar sua timidez e aproximar-se de pessoas desconhecidas”. Cappra acredita que o aspecto principal que leva alguém a adicionar uma pessoa desconhecida seja o mistério envolvido nisso. Ser acessado por alguém que não é do seu convívio por algum motivo não compreendido desperta curiosidade, e, consequentemente, uma ação para identificar os fatores que fizeram aquela pessoa adicioná-lo. Agora, criar uma amizade virtual é algo maior que o virtual, na verdade. O estrategista afirma que isso é uma necessidade social. O virtual é apenas uma ferramenta que facilita essa relação. Contudo, Cappra acredita que não iremos substituir amigos reais por virtuais. “Conforme nos relacionamos mais com um ‘amigo virtual’, aumenta nosso interesse em ter um contato ‘real’ com ele, sendo o inverso também verdadeiro. São pontos de contato diferentes para o mesmo tipo de relação social, somente muda o meio que usamos para nos comunicar”. Ter muitos amigos virtuais nem sempre significa que você pode contar com uma mão amiga nos momentos difíceis. É o que aponta uma pesquisa da Macmillan Cancer Support. Foram entrevistados mil jovens entre 18 a 35 anos que, em média, tinham 237 pessoas no Facebook. Na hora de confiar ou dividir os problemas pessoais, os resultados apontaram que geralmente só é possível contar com dois amigos que estejam na rede social.

Na telona!

O assunto amizade virtual é também tema do filme O Amor Não Tira Férias, estrelado por Cameron Dias e Kate Winslet. Na história, duas mulheres - uma em Nova York e outra em Londres - se decepcionam com os relacionamentos amorosos e decidem mudar de ares. Com isso descobrem uma rede social que propõe troca de casas. Ou seja, uma foi morar por um tempo na casa da outra. Com isso, uma acaba conhecendo a vida da outra, trocam suas manias e acabam, na finaleira da trama, sendo amigas.

Cássio Bonfandini


3

20 de julho de 2012

virtual ao real Por que hoje é Dia do Amigo?

Praticamente todo dia é dedicado a alguma coisa. Hoje, por exemplo, é o Dia do Amigo. Obviamente, esta data foi criada para agradecer a aqueles fazem parte da nossa vida e com quem podemos contar sempre. Ela é comemorada no Brasil, no Uruguai e na Argentina e foi escolhida pois é o aniversário da chegada do homem à Lua. Estranho, né? Mas o fato é que um médico argentino, o Enrique Ernesto Febbraro, vendo toda a movimentação da chegada ao desconhecido, enviou cerca de quatro mil cartas para diversos países e em vários idiomas com o intuito de instituir o Dia do Amigo. Enrique visualizou que a chegada até a Lua simbolizava uma oportunidade de fazer novos amigos em outras partes do planeta, para além da conquista científica. Assim, durante um ano seguinte, Enrique divulgou o lema: “Meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro”. Para não deixar o resto do mundo excluído desta data comemorativa, a Assembleia Geral das Nações Unidas, no ano passado, resolveu convidar todos os países membros para celebrar o Dia Internacional da Amizade em 30 de julho.

Do Face à realidade!

Para fazer com que pelo menos uma amizade virtual acabasse se tornando real, o Mazup foi à caça de duas gurias que estão conectadas no Facebook, mas não se falam na vida real, apesar de morarem na mesma cidade. Chegamos aos nomes de Sabrina Sontag e Martina Zagonel, ambas de 18 anos. A história das duas é bem intrigante, digamos assim. Antes de manter qualquer contato, uma odiava a outra. Quando uma via fotos da outra nas redes sociais ou passava próximo da outra na rua, o pensamento das duas era igual: “Que guria nojentinha!”. Até que, forçadas pelo destino, em uma seletiva para o Garota Verão de Lajeado, as duas acabaram conversando. Pronto, no mesmo dia em que o nojo foi superado por algumas palavras, as duas se tornaram amigas no Facebook. A Martina traduz esse fato com uma frase intrigante: “Não dá para entender as mulheres!”. E os primeiros papos lá em fevereiro, na seletiva do concurso, continuam até hoje. Falam sobre namoros, dão “alfinetadas” em algumas gurias e coisas do cotidiano. E isso se vendo pessoalmente apenas uma vez na vida! Sabrina conta que “a amizade veio rápido e de uma forma espontânea”, e a Martina já diz que a amiga é uma das poucas pessoas em quem confia para desabafar. Como os hábitos das duas são bem diferentes - Sabrina curte balada, e Martina não trocaria nada por seus cavalos -, elas não conseguiram se encontrar, mesmo após marcar uma balada! Amizade é coisa de louco, vai dizer? Fazendo um balanço de todos que conhecemos, por menor que seja o número de pessoas que realmente confiamos, precisamos dessa galera. Momentos únicos são com pessoas de fé! Ah, vai lá e abraça um amigo seu hoje, já que é Dia do Amigo! Amizades verdadeiras são poucas. Fica aqui nosso agradecimento especial para a agência Mero Inventiva, que cedeu o estúdio fotográfico, e para a Mariana Simionato, pelo empréstimo do iPad! Valeu, pessoal!


4

20 de julho de 2012

curtimos Cássio Bonfandini

Sozinha na Amazônia para desestressar!

fotos Luca Lunardi

Quem nunca pensou em arrumar as malas e ir pra outro lugar passar uns dias sozinho e descansar a mente? É isso que a Pâmela Diná Schmitz Sippel, de Arroio do Meio, vai fazer! A guria vai ficar uma semana solita em um hotel em cima de uma árvore, no meio da Amazônia. A viagem tem saída na quarta-feira. Se ficou curioso para saber como é o hotel, só acessar o http://migre.me/9WSbq

Lojas Luma e Tevah fazem coquetel em prol da Aapecan

Quarta-feira à noite, o clima de solidariedade tomou conta das lojas Luma e Tevah, em Lajeado. Os dois estabelecimentos organizaram um coquetel no qual apresentaram novos looks das lojas e puderam ajudar a Aapecan Associação de Apoio a Pessoas com Câncer. Todos os convidados, na entrada do evento, puderam doar alimentos não perecíveis ou material de higiene e limpeza. Tudo, claro, registrado pelas lentes do Mazup!

divulgação

divulgação

Viagem da 8ª série do Mellinho a todo vapor!

No sábado, 20 alunos e dois professores do colégio Mellinho, de Lajeado, com a agência Gênesis Turismo, embarcaram no ônibus e foram em excursão para mais uma viagem das oitavas! As visitas vão passar por Curitiba, Rio de Janeiro, Petrópolis, Angra, Morretes, São Francisco do Sul, Balneário Camboriu, e depois voltam para Lajeado! Tudo isso até segunda-feira. Assim como no ano passado, fechamos uma parceira com a escola e vamos mostrar alguns detalhes deste passeio. Então, fique de olho no mazup.com.br

Vai uma foto aí?

O Estúdio Objetivo, de Santa Clara do Sul, está formando mais uma turma de fotógrafos! A oficina, ministrado por Eduardo Stoll e Felipe Manfroi, aborda técnicas fotográficas, tipos de fotografia, enquadramento, ajustes no PhotoShop e outros temas. Parece que logo, logo, vai ter nova turma. Interessados entrem em contato com a galera pelo facebook.com/objetivoestudio


Caderno Mazup do dia 20.07, ed 100