Page 1

O INFORMATIVO DO VALE

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

www.mazup.com.br

#026

O sertanejo universitário de Jorge e Maicon Sem eles, o show não seria o mesmo

Quem comanda a bateria da banda é o Duilio; no baixo, o jovem Xandão; para o solo e base, o Isma. Nos vocais, a dupla Jorge e Maicon. Atenção, músicos: os caras estão atrás de tecladistas e gaiteiros. Faça contato!

Contrate Jorge e Maicon

Para contratar ligue (51) 9315-76647, com Jorge, e (51) 9731-9550, com Maicon. Caso prefira por e-mail, escreva para jobalensifer@gmail.com ou MSN: jo.o.lindo@hotmail.com

Foto divulgação

Todos já conhecem o estilo do sertanejo universitário. As músicas estão em alta em festas, bares e em quase todos os lugares. O ritmo anima (quase) qualquer pessoa. Muitos dizem que é um pop rock misturado com gaita; outros afirmam que estudantes universitários reformularam o antigo sertanejo. O que se sabe realmente é que diversas duplas surgem a cada dia e agradam aos montes por onde passam. Uma que merece destaque e que está surpreendendo aqui e acolá é Jorge e Maicon. Com um histórico musical vasto e ampla experiência artística, a dupla uniu experiências, fixou caminho no sertanejo universitário e foi atrás de pessoas para compor a banda. Hoje, Jorge e Maicon trabalham em músicas próprias, mas com foco principal em fazer releituras de clássicos do sertanejo e animar a galera. São fontes de inspiração da dupla, Victor e Leo, Jorge e Matheus, Zezé di Camargo e Luciano, e os das “antigas”, como Milionário e José Rico.

Onde ouvir e ver a dupla

26/11 - festa fechada 4/12 - Imigrante 9/12 - Café e Arte (Univates) 9/12 - SantaFé 18/12 - Altbier Bilhar 23/12 - festa fechada 24/12 - Natal da Magia (Lupus Land) 31/12 - Réveillon de Nova Bréscia


2

O INFORMATIVO DO VALE. Sexta-feira, 26 de novembro de 2010

e-papo DJ S P U

www.sandroperes.com

Produção musical, o caminho certo foto divulgação

Quando iniciei minha carreira, final dos anos 1980, existia somente dance music. Com o passar dos anos, nasceram subestilos daquelas músicas que conquistava seguidores dia a dia, e o mais interessante: cada vez mais todos seguiam o ritmo de um carinha que estava logo atrás de um par de toca-discos chamado deejay. A figura ganhou forma e se transformou em um ícone da música “sintética”, composta de instrumentos que tentavam simular os originais. Ali começaram a surgir bumbos mais encorpados e sons de guitarras futuristas, baixos de peso, sintetizadores de toda cor e tamanho. Som este que, de certa forma, foi discriminado pelos defensores da música com instrumentos autênticos, porém, fortemente apoiada pelas novas gerações que viriam fusionar o ritmo sequenciado e perfeito, regido por BPMs (Batidas Por Minuto), movimento iniciado muito antes até da década de 1990. Hoje o DJ é um artista, atração, formador de opinião, instrutor, palestrante, empresário e garoto-propaganda. Tamanha a popularidade do ícone que se desenvolveu ao ponto de fazer dançar multidões ao toque de um play, em clubs, festivais, estádios, quiçá Olimpíadas, seja on-line, fazendo música ao vivo ou executada pelas mãos de outros DJs. A nova década marca o DJ como um artista que toca material próprio, que usa seu nome, já não como DJ somente, mas sim, o músico, compositor, o criador de “X” música que toca em muitas pistas ao redor do mundo e que ganha rapidamente popularidade em redes sociais ou sites de pesquisa. Nesta década, o DJ é também produtor musical e, assim, um profissional completo, que faz sua música sintética e contagiante, cheia de “blips e blups”, com uma parafernália ligada a notebooks via wireless, USBs, bluetooth e até celulares. Um verdadeiro show de luzes e inúmeros botões com dezenas de funções. Dia 14 de fevereiro de 2011 teremos a oportunidade de conhecer esse mundo bem de perto, em um curso de produção musical que faremos com o maior prazer pela primeira vez na região de Lajeado, na Apple Club. O partner do curso, na ocasião, é o popular DJ Tetê Kerbes. Ele é quem faz as inscrições dos interessados. Mais informações sobre o conteúdo do curso: www.sandroperes.com/curso

E D

ermilo@informativo.com.br

Tolerar é possível? “Tolerem a minha intolerância” Jules Renard A vida está repleta de sujeitos que apontam o indicador, mas não têm colhões para fazer a diferença. Gente que tem opinião para tudo, contesta qualquer um sobre qualquer coisa, mas até hoje não sabe a que veio ao mundo. Gente que não respeita a opinião alheia e não se coloca no lugar do outro. Obviamente que se colocar no lugar do outro exige um exercício constante de tolerância, algo que definitivamente não é fácil para nós que fomos brindados com o livre-arbítrio, mas não com o bom-senso. E se desde Adão e Eva já havia conflito de valores, hoje, em um planeta com mais de 6,6 bilhões de pessoas, de todos os tipos, cores e cortes de cabelo, discussões, embates de guerras são inevitáveis. Quer um exemplo prático sobre como é difícil lidar com as diferenças de valores entre os sujeitos? Pois bem, era uma vez um não tão jovem jornalista que, no final do expediente, teve a infeliz ideia de tomar uma cerveja com um colega de trabalho. Ele pensou com seus botões: - Não vou avisar a minha mulher. Afinal, é só uma cerveja. Se eu avisar, ela vai me encher o saco. Mas nem bem havia esquentado a cadeira do bar e o destino lhe pregou uma peça. Toca o celular e ele: - Ferrou - era sua mulher. Bem, ele fez o que qualquer homem macho com juízo, casado com uma mulher facão sem cabo, faria: mentiu. Levantou da cadeira e procurou um lugarzinho bem calmo pra mentir. - Oi, amoreeeeee. Estou saindo agora do jornal e vou tomar uma cerveja com o fulano. Não quer chegar aqui no bar? Ela: - Está saindo agora!? Pois eu estou te vendo há uns bons minutos parado aí no boteco. Seu mentiroso, @*XJSJDJDjh, ISUI*&@%$X... Viram! Para o nosso nobre apreciador de cerveja, uma mentirinha não tem o peso que tem para a sua mulher facão sem cabo. É por essas diferenças e pela intolerância diante delas que as discussões entre colegas ou pares, que os embates entre vizinhos e mesmo os conflitos no Oriente Médio acontecem.

Tradução: Cathia Sperandio

E você, o que pensa sobre os assuntos abordados nas colunas acima? Te expressa! Deixe seu comentário nos links das colunas em www.mazup.com.br


3

O INFORMATIVO DO VALE. Sexta-feira, 26 de novembro de 2010

orkuteiros

www.mazup.com.br

Thaís Lohmann

cinema no UnicShopping

Foto divulgação

Uma guria que batalha por seus ideais é a orkuteira de hoje. Natural de Arroio do Meio, Thaís, de 17 anos, revela que na cidade há muita coisa a se fazer. Caminhar e jantar em casas de colegas são alternativas certeiras. Durante o papo, a garota revela que não curte sair muito para festas, e na domingueira, prefere ficar em casa. Um dos motivos é o trabalho; o outro, é o namorado.

E hoje, trabalha em quê? Trabalho na Secretaria da Administração e no Cras da Prefeitura de Arroio do Meio. (o que faz?) Pela manhã: Bolsa Família (Cras), cadastramento de famílias. À tarde: Secretaria da Administração. Faço portarias (férias, licenças), digitalizo leis, correio, e por aí vai. (como administra o seu tempo?) Eu ando bem relaxada em relação a isso. Quando volto para casa (fim de expediente), tenho uma hora e 20 minutos livre. Em vez de sentar e estudar (que é minha obrigação no momento), sento na frente da TV e assisto a Todo Mundo Odeia o Chris, depois tomo um banho, como algo e vou pra aula. Chego em casa às 23h, vou dormir às 23h30min e acordo às 7h10min. (e o namorado?) Só fim de semana, haha. Às vezes ocorrem exceções, tipo, nos vemos no meio da semana. Mas é complicado. (por isso não sai muito para festas?) Vou ser bem franca: meus pais nunca me influenciaram a ir a festas. Só fui a três até hoje. Dois bailes da Gincana The Horse (este ano, concorrendo à rainha da gincana, e no ano passado, só pra ver como era). E uma Tampas. E tem outra, como sou bem ligada à tradição gaúcha, sou mais de fandangos. (opa, que legal!) Sou 2ª Prenda da

24ª RT, tenho eventos para ir. (quais são os deveres da prenda?) Participar de eventos promovidos pela região, zelar a faixa, não fazer barraco e por aí vai. (como funciona essa escolha?) É concurso. Primeiro na entidade. O roteiro é o mesmo da entidade e da região: prova escrita, oral, artística (dança de salão, tradicional e, no meu caso, canto) e mostra folclórica. (você canta também?) Sim, descobri isso no ano passado. Na verdade, sempre gostei de música, e o chuveiro era meu fã de carteirinha. Mas daí resolvi soltar a voz pro público no concurso da entidade no ano passado. (participou de outros concursos também?) Já fui Garota Verão. (opa, conte como foi!) Tudo começou como brincadeira: meu dindo disse: “Thaís, por que tu não participa do concurso?” (óbvio que era brincadeira, mas eu levei a sério). Entrei no concurso só para participar. Ninguém acreditava em mim, sério. Chegou o dia. Na hora do resultado o apresentador começou a falar: “Ela tem 16 anos, o número dela é o número da sorte”, ele falou em um tom meio irônico, o meu era o 13. Cara, quando ele disse isso eu desbanquei, comecei a chorar feito uma criancinha, foi engraçado. Daí, na semana seguinte foi a etapa regional, uma correria: torcida, academia, bronzeamento. Chegou o dia da etapa regional, mas infelizmente dessa eu não passei.

Para participar deste quadro basta você fazer parte da nossa comunidade no Orkut e se cadastrar no tópico ORKUTEIROS.

Altbier Bilhar, um lugar diferente Um novo pub inaugurou-se recentemente em Lajeado. Para ser mais exato, no São Cristóvão, ao lado da Tubétio. O local tem mesas de sinuca, TVs de LCD, local bacana para fazer aquele happy hour, palco e uma decoração de tirar o chapéu. Um lugar para desestressar depois de um dia inteiro de trabalho ou para fazer o aquece da noite. Semana passada estivemos por lá registrando a noite do sábado. Dá um conferes em www.mazup.com.br e veja você mesmo sobre o que estamos falando. A casa abre-se de quarta a domingo, a partir das 20h.

aventura - 12 anos - legendado - duração: 2h27 sinopse: Prestes a completar 17 anos, Harry Potter (Daniel Radcliffe) precisa ser transportado da casa dos seus tios, os Dursley, até um local seguro. Lorde Voldemort (Ralph Fiennes) e seus comensais da morte sabem que a transferência está prestes a acontecer e aguardam sua realização para atacar. Para que ela ocorra, vários amigos de Harry, como Rony Weasley (Rupert Grint), Hermione Granger (Emma Watson), Remo Lupin (David Thewlis), Hagrid (Robbie Coltrane) e “Olho-Tonto” Moody (Brendan Gleeson), tomam a Poção Polissuco e assumem a forma física de Harry. A intenção é despistar Voldemort sobre quem é o Harry verdadeiro, de forma que ele possa chegar seguro à Toca, casa dos Weasley. A missão é bem-sucedida, mas logo a situação se torna ainda mais perigosa. O ministro da Magia, Rufus Scrimgeour (Bill Nighy), é morto e, em seu lugar, assume um dos asseclas de Voldemort. Harry e seus amigos passam a ser caçados impiedosamente, obrigando que ele, Rony e Hermione fujam. Precisando mudar constantemente de lugar, eles elaboram um plano para encontrar e destruir as horcruxes que podem eliminar Voldemort de uma vez por todas. Horários: diariamente - 15h, 18h e 21h

Tropa de Elite II

policial - 16 anos - dublado - duração: 1h57 sinopse: Nascimento (Wagner Moura), agora coronel, foi afastado do Bope por conta de uma malsucedida operação. Dessa forma, ele vai parar na inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Contudo, ele descobre que o sistema que tanto combate é mais podre do que imagina e que o buraco é bem mais embaixo. Seus problemas só aumentam, porque o filho Rafael (Pedro van Held) tornou-se adolescente, Rosane (Maria Ribeiro) não é mais sua esposa e seu arqui-inimigo Fraga (Irandhir Santos) ocupa posição de destaque no seio de sua família. Horários: diariamente - 14h20, 16h40, 19h e 21h20

Fotos Caroline Sulzbach

Olá, Thaís, o que estuda? Concluo o Ensino Médio este ano, no Guararapes. Mas no ano que vem o bicho pega. (já sabe qual caminho vai tomar?) Claro! Arquitetura e Urbanismo. (essa paixão pela Arquitetura e Urbanismo vem desde quando?) Ah, desde o lançamento do The Sims. (ah é? Que massa. Hoje ainda joga?) Adoro, mas sem tempo, infelizmente. (quantas versões jogou?) A primeira e a segunda. A terceira joguei só uma vez e confesso que não gostei muito. (ué, por quê?) Sei lá, sou da coisa mais prática e simples. A versão 3 é bem complexa, mas também não posso dar muito testemunho, afinal, joguei só uma vez. (como futura arquiteta, qual será a sua grande realização?) Primeiramente realizar o sonho das outras pessoas: a casa própria. Quero me especializar em decoração de interiores também.

Harry Potter e As Relíquias da Morte - Parte 1


4

O INFORMATIVO DO VALE. Sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Um rallye de mistérios A cabeça de muitas pessoas está confusa. Desde o dia 17, um personagem histórico envia cartas e utiliza redes sociais para manter contato com gincaneiros. Antônio Fialho de Vargas é quem está à frente de tudo. Mas quem é? Historicamente, ele foi o colonizador de Lajeado, mas hoje ele “volta” para encher de mistério, enigmas e preocupações as cinco equipes (Muckers, Hooligans, Tibiqueras, Hey Apple e Quarks). Mesmo quem está por fora desta gincana (ou rallye) pode acompanhar o que rola pelo @fialhodevargas, no Twitter. Ele lança tarefas e dá dicas e pistas para os gincaneiros. Detalhe: as tarefas não têm hora para serem divulgadas. O auge do rallye ocorre neste sábado, às 22h, e vai até domingo, às 10h. O local de início ainda será divulgado. leia matéria completa no site.

TAREFA IV

A saga continua. Quando vinha vagando, numa noite cujo céu era uma abóbada estrelada, reparei que havia marcas pela cidade. Marcas fundas, que não poderiam ser apagadas tão fácil. Era lindo o que vi, cada passo que eu dava por estas minhas terras antigas, mais me apaixonava, e acabei percebendo que meu desejo era ficar. Comecei neste momento a duvidar se minha missão era somente aquela que disse junto ao primeiro selo. Quem sabe a minha real missão não era vir para ficar. Talvez o fato de eu ter voltado, de eu ter reaberto a Câmara, era uma dádiva que me fora dada. Cada vez me sentia mais presente, mais forte, mais vivo. Precisava estar perto das ações de cada gincaneiro da cidade, precisava acompanhar os passos dados por cada um, era importante. Mas não sabia se conseguiria me desligar. Foi em algumas dessas marcas que parei para pensar em tudo o que acontecera. Este é o ponto central. Encontre estes lugares, fotografe um de seus líderes e poste como de habitual. “O essencial é invisível aos olhos.” “Seja pai de seus filhos antes que um traficante o adote.” “Jesus era socialista.” “... Para todos os estilos, para você!” “A oportunidade de seus bons negócios desde 1976.” “Durante a compra no estabelecimento.” “O sabor que seus momentos especiais merecem!” “Veja o mundo com outros olhos.” “Vestindo e calçando a família.” “Todas as quintas, as melhores bandas do Estado.” “Especializada em chave codificada.” “Só o melhor para a sua vida.” “Construindo o espaço dos seus sonhos.” “A sua loja dez.” Data de entrega: 26 de novembro, às 23h59 Local de entrega: álbum de fotos das equipes. Pontuação: 2 pontos por item

Expediente T H

G GA

Q        

G

G GEMBAR

Os artigos assinados não correspondem, necessariamente, à opinião do Mazup e/ou de O Informativo.

anúncios e parcerias: 51 3726-6741 atendimento@mazup.com.br um produto: Maico Eckert

Douglas Kerber

Filipe Stacke

Cássio Bonfandini

gestor de marca maico@mazup.com.br @maicoeckert

relacionamento conteúdo on-line douglas@mazup.com.br @douglaskerber

diretor de arte contato@mazup.com.br @stackinho

repórter cassio@mazup.com.br @cbonfandini

msn: contato@mazup.com.br www.mazup.com.br twitter.com/tonomazup

Caderno Mazup do dia 26.11, edição 26  

Confira mais uma edição do caderno Mazup com grandes dicas de festas na região. Acesse também o nosso site - www.mazup.com.br

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you