Issuu on Google+

Jornal da manhã Na hora da chamada, quando o professor falar seu nome, responda: Morreu! Quando o professor mandar você parar de conversar, fale: “Calma professor… o papo é sério!” Quando tiver todo mundo quieto diga: “Béééh” (imitando uma ovelha). Quando for trocar de professor, molhe um giz e risque o quadro inteiro. Ai quando ele tentar apagar num vai conseguir. Antes de começar a prova, combine com todos de dar as mãos e rezar o Pai Nosso. Derrube a caneta perto dele e quando ele for pegar grite: “Hey! É minha!” Quando te xingarem perto dele diga “Ao menos eu não sou professor!” Diga a ele durante a prova que quer socializar conhecimento com seus colegas. Encha a hélice do ventilador de pó de giz na hora do intervalo e peça para o professor ligar quando estiver chegando.


Como os nossos professores sofrem por causa de notas, falta de respeito, desacato a autoridade principalmente a bagunça e o salários Constituição Federal: (...)

O como a gente vai ser algum profissional sem eles. Por que quem ensina os alunos são os professores.

Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. Lei nº 7.783/1989 (Lei de Greve): Art. 1º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. Parágrafo único. O direito de greve será exercido na forma estabelecida nesta Lei. Art. 2º Para os fins desta Lei, considerase legítimo exercício do direito de greve a suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação pessoal de serviços a emprega

Foto tirada da internet 1


Jornal zuando os professores