Page 1

COMO ENCONTRAR UM BOM EMPREGO

2012

Prepara-se para CRESCER!

“LUA AZUL" OCORREU NA NOITE

DESTA SEXTA-FEIRA!


CONTEÚDO: AVIÃO MOVIDO A ENERGIA SOLAR VIVER NO ESPAÇO MUDANÇAS AMBIENTAIS ENERGIA LIMPA CÉREBRO E SONO APNEIA DO SONO SOL, UM NOVO JEITO CAPACETE LED COMO ENCONTRAR UM BOM EMPREGO NETWORKING ANGRA 1 É DESLIGADA IMPOSTÔMETRO CHEGA A R$ 1TRI 9 MOTIVOS PARA VOCÊ SE COMPORTAR NAS REDES

SOCIAIS

2


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Avião movido à energia solar completa primeiro voo intercontinental Durante dois meses, o Solar Impulse realizou uma viagem de seis mil quilômetros, passando em quatro países e dois continentes.

Solar Impulse em viagem de volta à Suíça (Foto: Divulgação/Solar Impulse/Jean Revillard)

avião Solar Impulse completou nesta terça-feira (24) o primeiro voo intercontinental movido apenas a energia do Sol. A aeronave, que partiu em 24 de maio de 2012, voltou ao aeroporto de Payerne, na Suíça, após completar um voo de seis mil quilômetros que o levou até Ouarzazate, no Marrocos, com escalas em Madri, na Espanha, e em Toulouse, na França. A viagem, realizada inteiramente sem combustível, provou a capacidade técnica do avião de enfrentar condições meteorológicas e atmosféricas difíceis. A cidade de Ouarzazate, por exemplo, a 1.151 metros sobre o nível do mar, está localizada na cadeia montanhosa do Atlas, uma zona de frequentes tempestades elétricas, fortes ventos contrários, turbulências e correntes térmicas.

O

O Solar Impulse foi projetado inicialmente para provar, apesar de ser movido a energia solar, a capacidade de voar de dia e de noite. O desafio foi superado em 2011, com um voo contínuo de pouco mais de 26 horas. Isto é possível porque a aeronave capta a luz solar e a armazena em suas asas. "Fomos além desse propósito para provar a eficiência de seu consumo de energia e provar que sua tecnologia é confiável", explicou a equipe do projeto, liderada pelo psiquiatra Bernard Piccard e o ex-piloto militar André Borschberg. Os realizadores consideram a última viagem um teste bem-sucedido e já planejam uma volta ao mundo em 2014. Este voo, porém, será realizado com outro avião que está sendo construído na Suíça, com a participação de várias empresas.

3


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Viver no espaço poderia desacelerar o envelhecimento muscular, diz estudo. Para chegar a esta conclusão, cientistas encaminharam uma variedade de vermes à Estação Espacial Internacional para desenvolver o experimento

Cientistas da ESA começaram o estudo em 2004 (Foto: Divulgação/ESA)

iver no espaço poderia desacelerar o processo de envelhecimento muscular, aponta um estudo desenvolvido pela Agência Europeia Espacial (ESA). Para chegar a esta conclusão, uma equipe internacional de cientistas dos Estados Unidos, Japão, França e Canadá, encaminhou uma variedade de vermes da espécie Caenorhabditis elegans - que compartilha aproximadamente 55% dos genes com seres humanos - à Estação Espacial Internacional para desenvolver o experimento de ver como eles reagiriam morando lá. A equipe de cientistas descobriu que sete genes destes nematóides permaneciam inativos no espaço, o que aparentemente

V

teria permitido uma melhor adaptação a esse entorno. Segundo a ESA - que iniciou o trabalho em 2004, quando o astronauta da ESA André Kuipers foi pela primeira vez ao espaço - os vermes que não tinham esses genes desativados em laboratórios conseguiam "viver mais e tinham melhor saúde no espaço". Nathaniel Szewczyk, um cientista do projeto, diz: "Os resultados deste estudo sugerem que os músculos estão adaptando ao invés de reagir involuntariamente para as condições do espaço. Contraintuitivamente, músculos no espaço podem envelhecer melhor do que na Terra." O resultado, que se mostrou surpreendente ao contrastar com o estado de fraqueza dos humanos após suas viagens espaciais, fez os pesquisadores se perguntarem como poderiam reagir os músculos dos astronautas. Desta forma, eles recolheram uma mostra de Kuipers, que estava em missão espacial até dia 1 de julho. Neste momento, os cientistas esperam o astronauta se recuperar da viagem para comparar o estado de seus músculos com o da mostra extraída de seu corpo antes de sua partida.

4


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Mudanças ambientais é tema de Conselho Internacional Conselho Internacional de Ciências Sociais, ligado à Unesco, seleciona, contribuições para o relatório que abordará o tema das mudanças ambientais globais Mudanças Climáticas: documento abordará desafios centrais das ciências sociais impostos pelas rápidas mudanças na realidade global

O

Conselho Internacional de Ciências Sociais (ISSC, na sigla em inglês), ligado àOrganização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), lançou uma chamada de propostas para contribuições ao Relatório Mundial de Ciências Sociais 2013. Os interessados deverão se manifestar até o dia 20 de julho. O relatório, que será lançado em outubro de 2013, terá foco no tema “Mudanças ambientais globais: impacto transformador das ciências sociais”. O objetivo é colocar em primeiro plano as contribuições das ciências sociais para a pesquisa sobre mudanças ambientais. O documento abordará desafios centrais das ciências sociais impostos pelas rápidas mudanças na realidade global, avaliará a contribuição das ciências sociais para as respostas a essas transformações e fará recomendações para futuras práticas de pesquisa e políticas públicas. Serão aceitas contribuições em quatro vertentes: “Consequências da mudança climática e da mudança ambiental”, “Condições e visões para a mudança. Interpretação e sentido subjetivo”, “Responsabilidade e ética”, “Governo e tomada de decisão” e “Mudando práticas de pesquisa e novas maneiras de trabalhar em ciências sociais”. Os candidatos deverão manifestar o interesse enviando uma carta, de no máximo uma página, explicando em que vertente se encaixa sua contribuição, a questão concreta ou área do problema, argumentos principais a serem desenvolvidos e países e regiões a serem tratados. Terão preferência as propostas de contribuições que tenham foco no papel transformador das ciências sociais, voltadas para problemas concretos prioritários e que dediquem atenção a recortes como gênero, diversidade contextual, vulnerabilidades e riscos. Os autores de contribuições selecionadas deverão enviar seus artigos até o fim de novembro de 2012. Os artigos deverão ter cerca de 1.500 palavras. Todos eles serão submetidos a avaliação por pares.

5


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Investimentos em energia limpa precisam dobrar até 2020 Entre as medidas necessárias para atingir essa meta, está a redução dos subsídios aos combustíveis fósseis

Usina de energia eólica: governo pretende investir no crescimento de fontes alternativas, como a energia eólica

C

aso o mundo queira limitar o aumento da temperatura global a 2Cº, em longo prazo, será necessário dobrar os investimentos emenergia limpa até 2020, segundo a Agência Internacional de Energia (AIE). A conclusão faz parte da publicação Perspectivas Tecnológicas de Energia 2012: Caminhos para um Sistema de Energia Limpa, lançada pela organização nesta segunda-feira (9), em Brasília, no Ministério de Minas e Energia (MME). De acordo com o material, para atingir essa meta serão necessárias, entre outras medidas:

aos combustíveis fósseis; - criar planos estratégicos com foco em inovação energética e - melhorar a eficiência energética em todos o setores de consumo de energia. Presente no evento de lançamento da publicação, Moacir Bertol, secretário adjunto de planejamento e desenvolvimento energético do MME, afirmou que a perspectiva do governo brasileiro para 2020 é aumentar a participação das fontes renováveis na matriz energética nacional de 45% para 47,7%. Para isso, o governo pretende manter os altos níveis de uso de hidroeletricidade e, simultaneamente, investir no crescimento de fontes alternativas, sobretudo biomassa, biocombustíveis e energia eólica.

- reduzir progressivamente os subsídios

6


SAÚDE

Cérebro é capaz de aprender durante o sono aprenderem enquanto dormem, mas a pesquisa recém-divulgada descobriu que o mesmo vale para os adultos.

Pesquisa, realizada pela neurobióloga israelense Anat Arzi, examinou a correlação entre olfato e audição e a memória armazenada no cérebro. Segundo a cientista, estudos prévios já demonstraram a capacidade de bebês aprenderem enquanto dormem São Paulo - O cérebro humano tem a capacidade de captar informações novas durante o sono. Esta é a conclusão de um estudo que acaba de ser publicado por pesquisadores do Instituto Weizmann, de Israel. A pesquisa, realizada ao longo de três anos pela neurobióloga israelense Anat Arzi, examinou a correlação entre olfato e audição e a memória armazenada no cérebro. “É a primeira vez que uma pesquisa científica consegue demonstrar que o cérebro é capaz de aprender durante o sono”, declarou Arzi. Segundo a cientista, estudos prévios já demonstraram a capacidade de bebês

O experimento, realizado por Anat Arzi em colaboração com o professor Noam Sobel, diretor do Laboratório do Olfato do Instituto, examinou as reações de 55 pessoas que foram expostas a sequências de sons e cheiros enquanto dormiam. As sequências, que incluiam um intervalo de 2,5 segundos entre o som e o cheiro, expunham os participantes a odores agradáveis (de perfume ou xampu) ou desagradáveis (de peixes podres ou outros animais em decomposição), de forma sistemática e sempre antecedidos por sons que se repetiam. “A vantagem de se utilizar o olfato é que os cheiros geralmente não interrompem o sono, a não ser que sejam muito irritantes para as vias respiratórias”, explicou a cientista. Durante o experimento, os cientistas observaram sinais de que os participantes adormecidos passaram por uma “aprendizagem associativa”. “Com o tempo, criou-se um condicionamento. Bastava que os participantes ouvissem determinado som para que a respiração deles se alterasse e se tornasse mais longa e profunda – nos casos de associação com odores agradáveis –, ou mais curta e superficial – nos casos de sons ligados a cheiros desagradáveis”, afirmou Arzi.

7


Saúde

A cientista também relatou que as mesmas reações ocorriam na manhã seguinte, quando os participantes acordavam. Se fossem expostos a um som associado com um odor agradável, respiravam longa e profundamente. "O fato de que as informações ficaram gravadas no cérebro e causaram reações fisiológicas idênticas, mesmo quando os participantes estavam despertos, demonstra que eles passaram por uma aprendizagem associativa enquanto dormiam", disse. Para a pesquisadora, a descoberta pode ser “um primeiro passo no estudo da capacidade do cérebro humano de obter uma aprendizagem mais complexa durante o sono”.

Distúrbios leves de sono podem causar depressão Sintomas podem surtir efeito em quem os têm e também em seus parceiros Por Minha Vida - publicado em 10/04/2012

aparentam. Uma pesquisa nacional de saúde realizada pelo Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) revelou que esses pequenos distúrbios estão associados à depressão, tanto em pessoas que apresentam esses pequenos sintomas quanto nos seus parceiros. O estudo foi feito com 9.714 homens e mulheres. Os pesquisadores usaram entrevistas sobre sintomas de sono e um questionário validado que ajuda a diagnosticar a depressão em adultos. O relatório aparece na edição de abril do periódico Sleep. Nos pacientes diagnosticados com apneia obstrutiva do sono, a depressão foi mais do que duas vezes mais comum entre os homens, e mais do que cinco vezes mais comum em mulheres, em comparação com os pesquisados que não apresentavam a doença. Além disso, os parceiros dessas pessoas que bufam ou interrompem a respiração durante o sono são mais propensos a ter depressão, com a probabilidade aumentada de acordo com o aumento da frequência de sintomas. Homens afetados cinco ou mais noites por semana possuem quase quatro vezes mais probabilidades de sofrer depressão em relação àqueles que nunca tiveram os sintomas. Já as mulheres possuem uma probabilidade mais de duas vezes maior de ter depressão. Segundo a epidemiologista Anne G. Wheaton, do CDC, os sintomas podem fazer com que o sono seja mais leve, além de reduzir o oxigênio no cérebro, fatores que podem levar a problemas psicológicos.

Sintomas simples, como bufar e interromper a respiração durante o sono podem ser mais graves do que 8


Dormir é fundamental à saúde

O sono é um processo cíclico de quatro etapas até o estágio do sono REM, quando acontecem os sonhos. É nesse momento em que o corpo está 100% relaxado, se recuperando do desgaste físico do dia. Curiosamente, enquanto descansamos, o cérebro trabalha a todo vapor. Durante as horas de sono ocorre a síntese de proteínas responsáveis pelo desenvolvimento das conexões neurais, aprimorando habilidades como memória e aprendizado. Pela noite, o cérebro faz uma varredura entre as informações acumuladas, guardando aquilo que considera primordial, descartando o supérfluo e fixando lições que aprendemos ao longo do dia. Por esse

motivo, quem dorme pouco pode apresentar dificuldade para se recordar de coisas básicas. As pessoas que não conseguem completar os ciclos de sono até a fase do sono REM, acordando antes por algum motivo, estão inclusas na lista de quem tem distúrbios relacionados ao sono. Essa "falha" cria a sensação de nunca ter descansado o suficiente. Segundo o homeopata Yechiel Moises Chencinski, o sono serve como combustível para o corpo. "Um bom dia começa por uma boa noite de sono, pois é com ela que recarregamos nossas baterias. Como não estamos em nossa atividade plena, nossas funções ficam em ritmo mais lento durante o sono e o corpo pode se preparar para a batalha do dia seguinte".

APNEIA DO SONO PODE CAUSAR DEPRESSÃO O distúrbio respiratório pode aumentar em três vezes o risco para o transtorno emocional

U

m estudo realizado pelo CDC's National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion, nos Estados Unidos, com mais de 10.000 adultos, encontrou que quem tem apneia do sono está três vezes mais suscetível a ter depressão. Segundo os pesquisadores, uma boa noite de sono é tão importante para manter a saúde em dia quanto não fumar e ter uma alimentação balanceada.

durante o sono. Relataram também o aparecimento de sintomas da depressão. Foram encontrados os seguintes resultados:

Os participantes responderam um questionário com a frequência com que roncavam - um possível sintoma da apneia - ou paravam de respirar

- Homens e mulheres que disseram parar de respirar pelo menos cinco noites por semana tinham três vezes mais chances de apresentar sinais de

- 6% dos homens e 3% das mulheres disseram ter diagnóstico médico de apneia obstrutiva do sono; -7% dos homens e 4% das mulheres disseram que paravam de respirar pelo menos cinco noites por semana;

9


depressão, em comparação com aqueles que disseram que nunca ter parado de respirar durante o sono. Possíveis explicações para a relação entre distúrbios respiratórios do sono e depressão referem-se à diminuição do fluxo de oxigênio no cérebro e à interrupção do sono. Mas os pesquisadores afirmam que mais pesquisas são necessárias para determinar se quem tem apneia deve tratar depressão e vice versa. Descubra se a apneia anda tirando o seu sono

Mas há outros fatores relacionados ao problema. "No caso dos homens a própria testosterona contribui para a apneia, pois causa um relaxamento natural dos músculos", conta Fausto Ito, médico especialista em sono. Fatores anatômicos Indivíduos com a língua muito grande, com o queixo pequeno ou voltado para trás estão mais suscetíveis ao ronco e à apneia do sono. Isso porque esta anatomia pode prejudicar a passagem de ar pelas vias aéreas superiores, causando a apneia. As crianças também podem ter

Acordar no meio da noite com sufocamento e sensação de que o corpo não descansou o suficiente são alguns dos sinais de apneia do sono. Conheça os principais sintomas a seguir e procure ajuda médica.

A situação mais comum que provoca o ronco e a apneia é o aumento de amígdalas da criança. Mas obesidade e formato da língua, pescoço e queixo também podem contribuir para o aparecimento da doença.

Ronco

Trabalho

Quem ronca não necessariamente apresenta apneia do sono, mas pode desenvolvê-la. O ronco é um sinal de que há dificuldades respiratórias. Já a apneia é o estágio mais avançado do ronco e acontece quando a passagem do ar pela garganta está totalmente obstruída e há interrupção da respiração.

A pessoa que sofre de apneia tem o sono constantemente interrompido ao longo da noite e, por causa disso, não consegue atingir os estágios mais profundos do sono. Sonolência diurna, irritabilidade, fadiga, perda de memória, dificuldade para se concentrar ou absorver novas informações e maior facilidade de sofrer graves acidentes de trânsito e trabalho são efeitos de uma noite mal dormida.

Obesidade O sobrepeso, ao dificultar a respiração, favorece causas de apneia.

10


Cientista brasileiro descobre que Sol é o objeto natural mais redondo já medido Pesquisa realizada com ajuda de um satélite da Nasa calculou o achatamento do Sol e concluiu que, além de quase perfeitamente redondo, o astro possui medidas que não se alteram.

C

om ajuda de um satélite da agência espacial americana (Nasa), equipe de cientistas – entre eles, um brasileiro – calculou os diâmetros do Sol e descobriu que o astro é o objeto natural mais redondo já medido. A conclusão deixou os pesquisadores perplexos. Como o Sol não possui uma superfície sólida, deveria ser ligeiramente achatado; mas este achatamento é tão mínimo que faz com que o astro seja quase perfeitamente redondo. A diferença entre o maior e o menor diâmetro solar tem sido estudada há décadas, por meio de diferentes instrumentos. Agora, os cientistas Jeff Kuhn, Isabelle Scholl – ambos da Universidade do Havaí, nos Estados Unidos –, Rock Bush – da Universidade de Stanford, também americana – e Marcelo Emilio – da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná – acreditam ter encontrado a resposta definitiva. Para os cálculos, os pesquisadores utilizaram imagens capturadas pelo instrumentoHelioseismic and Magnetic Imager (HMI), a bordo do satélite Solar Dynamics Observatory(SDO), da Nasa, localizado no espaço para estudar o Sol. Como o satélite está além da atmosfera terrestre, as imagens feitas

por ele não sofrem distorções, ou seja, permitem uma medição da forma solar com precisão inédita. Os resultados da pesquisa indicam que, se o Sol tivesse 1 quilômetro de diâmetro, a distância entre os pólos Sul e Norte do astro seria apenas 0,017 centímetros menor do que o diâmetro equatorial. Em outras palavras, se o Sol fosse do tamanho de uma bola de futebol, seria tão redondo que a diferença entre o diâmetro mais largo e o mais estreito seria muito menor do que a largura de um fio de cabelo humano. Os cientistas descobriram ainda que o achatamento solar é constante ao longo do tempo. “Há anos acreditamos que as diferenças em nossas medidas estavam dizendo que o Sol varia, mas estes novos resultados dizem algo diferente. Enquanto tudo mais se altera no astro junto com seu ciclo de manchas solares de 11 anos, o achatamento do Sol não muda”, disse o pesquisador Jeff Kuhn. O brasileiro Marcelo Emilio explica ainda que estudar o achatamento do Sol é importante porque ele “muda a geometria do campo gravitacional de perfeitamente esférico para uma forma

11


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Capacete com LED aumenta segurança dos ciclistas Projeto permite que os ciclistas fiquem visíveis em ambientes com pouca luminosidade

O capacete é parecido com os modelos clássicos, mas é iluminado.

São Paulo - Estudantes do laboratório australiano da RMIT University criaram o capacete Luna Helm. Ele tem 104 LEDs que cobrem toda a superfície do capacete para garantir a segurança dos ciclistas durante a noite. O capacete é parecido com os modelos clássicos. A diferença realmente está no sistema de luzes do objeto. Portanto, ele não oferece mais proteção do que os outros em acidentes. Apenas deve ajudar na luminosidade. Os 104 LEDs do

capacete podem ser controlados pelo ciclista com ajuda de um acelerômetro. Ele funciona como uma espécie de sensor de movimento, capaz de informar os motoristas e às pessoas ao redor sobre a existência do ciclista e suas intenções, como paradas ou conversões à direita ou esquerda. Outro ponto de destaque do LunaHelm está em um sensor que monitora a frequência cardíaca do usuário. Além disso, esse recurso consegue modificar a forma como as luzes brilham. No entanto, por ainda ser um protótipo, não existe previsão de quando ele começará a ser comercializado.

12


EMPREGO

COMO ENCONTRAR UM BOM EMPREGO através de uma descrição de cada profissão, suas características, etc. FATORES E/OU ASPECTOS NA ESCOLHA DA PROFISSÃO

E ste artigo tem como objetivos ensinar como procurar emprego e como conseguir um emprego. Leia tudo com bastante atenção. O que irá aprender aqui irá fazer a diferença entre estar empregado ou desempregado. Antes de encontrar um bom emprego você necessita de uma profissão. A escolha de uma profissão é um dos momentos mais importantes e decisivos para o futuro de uma pessoa e é, sem dúvida, a decisão mais importante na sua vida profissional e pessoal. Entretanto, esta decisão não é simples, pois se não gostar do seu trabalho, vai se Não esqueça dos seus sonhos, desejos, expectativas, necessidades de realizações, objetivos, melhor qualidade de vida, etc. torturar todo dia. Este guia de profissões pretende orientá-lo na escolha da profissão relacionadas aos cursos do Instituto Denver. Esta orientação é efetuada

Aptidões Gostos Hobbies Tendências do mercado de trabalho Oferta de oportunidades Salários Possibilidades de realização Disponibilidade dos cursos Poder aquisitivo Habilidades Interesses Valores Possibilidades Limites RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES Escolha sua profissão pensando no longo prazo.  Não delegue a outros a responsabilidade da escolha de sua carreira. Você poderá se arrepender pelo resto de sua vida.  Escolha um trabalho que ame. Da mesma forma que deve escolher a pessoa certa para passar com você o resto de sua vida. 13


 Não decida sem antes efetuar um estudo detalhado e metódico da profissão. Esta não é uma hora para paixão à primeira vista.

EMPREGO

O importante é fazer uma escolha consciente. Procure saber um pouco mais sobre você mesmo e sobre os caminhos que pode tomar. Isso o ajudará na hora da decisão. Pense com que você gosta de trabalhar! Com pessoas? Com números e dados? Com meio ambiente? Com máquinas?

Pense e reflita sobre suas preferencias. -Coisas que sabe fazer bem e que adora fazer. -Coisas em que você é bom porém não gosta de fazer. -Coisas que adora fazer porém não é tão bom. -Coisas em que não é bom e não gosta de fazer. Pense e reflita sobre suas habilidades -Esportes que mais gosta. -Hobbies (passa-tempo) que mais gosta. -Cursos rápidos que já fez. -Matérias que mais gosta na escola. -Como se comunica oralmente. -Como se comunica por escrito -Liderança (Já foi capitão do time da escola?) -Capacidade de organização (já organizou um evento na escola?) -Facilidade em lidar com computador.

-Sabe digitar bem. -Sabe consertar aparelhos eletronicos ou carros etc. Pense e reflita sobre seu comportamento. -Sabe manter-se calmo sob pressão ou ao falar com estranhos? -Tem auto-confiança -Não reclama de muito trabalho -É pontual -Curiosidade (ser muito curioso pode sugerir jornalismo ou cientista) Quais são as suas matérias preferidas na escola? Área de ciências exatas, biológicas ou humanas? Que tipo de trabalho você mais admira? A exploração, desenvolvimento e manutenção da natureza? A fabricação de produtos? A prestação de serviços (ensinar, cuidar, vender, criar, comunicar, ajudar)? Avalie o que a profissão irá exigir e oferecer para você. Qual é o salário ou ganhos financeiros nesta profissão? É fácil conseguir emprego? Posso trabalhar por conta própria? Quais são as possibilidades de promoção nesta profissão? Qual é o horário de trabalho? Horas extras são freqüentes? É um serviço de rotina ou de surpresas e desafios? Exige esforço mental ou físico? Onde a profissão é executada? É necessário algum curso específico? Será preciso atualização constante ao longo da carreira? Qual é o tempo de duração do curso? Os cursos existentes são pagos ou gratuitos?

14


Quais são as matérias do curso? Pesquise as profissões na internet, procurando conversar com profissionais da área e visitar empresas do ramo. Avalie o campo de trabalho da área pretendida. Exemplo: no caso

da computação, o campo de trabalho é imenso. RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA ENCONTRAR UM EMPREGO Vejamos agora uma série de recomendações muito importantes para encontrar um emprego. 1-Não cometa o grande erro de se basear somente nos anúncios de jornais. Este é um erro muito comum cometido por profissionais praticamente de todos os níveis (inclusive profissionais de nível superior). A realidade é que a maior parte dos cargos e oportunidades de emprego não é anunciada em jornal pois a empresa pensa primeiramente no custo do anúncio e somente após avaliar todas as alternativas sem custo ou de menor custo é que será colocado um anúncio no jornal. Em primeiro lugar o Departamento de Recursos Humanos procura profissionais em seu cadastro de currículos. Em segundo lugar procura se algum funcionário pode indicar um amigo ou amiga. Em terceiro lugar procurar na internet. A última alternativa é o anúncio. 2- Envie seu currículo, com carta de apresentação, para as empresas selecionadas.

Poderá enviar direta e pessoalmente ou por email. 3- Cadastre seu currículo no próprio site da empresa que deseja trabalhar. A maioria das grandes empresas apresentam, em suas páginas, formulários para que, interessados em vagas, preencham seus currículos; 4- Envie seu currículo para as agências de emprego e consultorias de recursos humanos. Não esqueça de enviar junto a carta de apresentação. 5-Procure anúncios em jornais e responda. 6- Faça contatos com sua rede de relacionamentos (networking). Faça contatos com amigos, colegas de profissão e informe-os que está procurando uma colocação no mercado de trabalho. Solicite que enviem seu currículo para as empresas onde trabalham ou para seus amigos. 7- Entre em um site de busca (exemplo: google) e digite a palavra emprego e visite algumas páginas de bancos de currículos; Cadastre seu currículo nestes bancos. 8-Cadastre seu currículo nos sites das boas agências de emprego na internet. Verifique as vagas oferecidas. Algumas oferecem o serviço gratuitamente e outras cobram mensalidade. Vejamos algumas sugestões. www.sremprego.com.br – Você pode cadastrar seu currículo gratuitamente por 7 dias depois você terá que escolher uma das modalidades de pagamento R$ 9,90/mês ou R$ 29,00/trimestre.

15


www.catho.com.br – Você só pode enviar seu currículo para as vagas se for cadastrado. O preço gira em torno de R$40,00 mensais. www.curriculum.com.br – O cadastro é gratuito, mas para mostrar seus dados à todos os visitantes paga-se um taxa trimestral de R$19,90. Existe também um programa de indicação, onde quem indica alguém que se cadastra, ganha descontos. www.empregos.com.br – O cadastro do currículo é gratuito, mas para se candidatar às vagas e ter direito ao seguro de perda de emprego que paga dois salários mínimos, o preço é de R$13,50 ao ano. www.vagas.com.br – Gratuito para a empresa e para o candidato. Tem um serviço que manda e-mail se aparecerem vagas com o perfil do candidato. www.profissionalnet.com.br – Pagase o mínimo de R$30,00 para ter seu currículo incluído por 6 meses. www.jobonline.com.br – O cadastro de currículo é gratuito, mas para enviar os currículos para as vagas é necessário associar-se pagando uma taxa de R$15,00 por ano. www.gelre.com.br – O cadastro de currículo e seu envio para as vagas que interessarem é de graça. www.manager.com.br – A assinatura mensal para incluir o currículo e poder mandá-lo para as vagas é de R$38,50.

9-Conheça você mesmo. Para ter sucesso na procura de emprego, você deve ter bem claramente, em sua mente, uma consciência de suas habilidades, capacidades, pontos fortes e realizações. 10-Elabore uma carta de apresentação (a que acompanha o currículo) personalizada para cada anúncio de emprego. Enfatize, principalmente, a relação entre suas habilidades principais e os critérios de seleção, isto é, para cada requisito escreva um pequeno parágrafo demonstrando sua qualificação para o cargo. Na carta informe que, posteriormente, irá efetuar uma ligação telefônica. 11-Sempre coloque um resumo de todas suas habilidades no inicio do seu currículo. Isto irá facilitar o recrutador que não tem tempo para ler muitos currículos. 12-Procure nos catálogos telefônicos ou internet os telefones da empresa de consultoria de recursos humanos, caso não apresentem endereço de email ou telefone no anúncio. Telefone para a empresa e demonstre com frases curtas que seu conhecimento é adequado para o cargo. Solicite email para enviar o currículo. 13-Sempre que possível telefone para a consultoria de recursos humanos de modo que seu currículo possa ser visto e possa falar sobre sua experiência. Normalmente eles irão receber seu currículo e o colocarão na base de dados da consultoria. Desta forma suas chances aumentam em 30% pois consultores ou empresas clientes não gostam de gastar dinheiro em anúncio 16


quando existem vários currículos na base de dados. SE A IDADE ESTIVER ENTRE 18 E 24 ANOS 1-Procure seleções para estágios e trainees. Enviar currículo normalmente não dá bons resultados se não tiver experiência. 2-Candidate-se a vagas temporárias que, na maioria das vezes, não exigem experiência. Boa parte dessas vagas aparece no final do ano, em que há contratações devido à demanda de Natal e Ano Novo. 3-Procure setores que preferem os jovens: comércio e o telemarketing. SE A IDADE ESTIVER ACIMA DE 50 ANOS 1-Elabore um excelente currículo enfatizando os pontos positivos sem chamar a atenção para a idade. Coloque seus pontos fortes na primeira página enfatizando as realizações e, de preferência, mostrando o impacto das realizações no lucro da empresa. 2-Não inclua data de nascimento ou datas de cursos no seu currículo. 3-Somente faça um detalhamento dos últimos 10 a 15 anos de serviço. 4-Faça uma revisão de sua atitude. A idade você não pode mudar porém sua atitude ou a forma com que a procura do emprego está sendo administrada, pode ser modificada. O segredo para o sucesso é “ter uma

atitude positiva”. Lembre: a força que necessita para alcançar o que deseja na vida está dentro de você. Não espere aparecer a luz no fim do túnel. Acenda uma vela. 5-Mantenha-se atualizado com novas idéias e técnicas de sua especialização.

Muito provavelmente estes pontos serão discutidos em uma entrevista. 6-Antes de uma entrevista, elabore respostas prontas caso a idade seja citada como um problema. Exemplo: ‘Eu penso que minha idade é uma vantagem porque significa que tenho experiência em X, Y, Z e, deste modo, irei trazer para a equipe todo este conhecimento e experiência”. 7-Mantenha-se fisicamente em forma. 8-Avalie necessidade de reciclagem em técnicas básicas ou ferramentas. Nunca é tarde para aprender a digitar. Muitos cursos básicos de informática podem ser feitos on-line. 9-Aprenda a fazer Networking eficientemente. A maior parte dos profissionais nesta idade não sabe fazer networking, isto é, desenvolver uma rede de relacionamentos ou rede de contatos. Este é o segredo do mercado de trabalho atual, principalmente para profissionais nesta faixa de idade. 10- Use sua experiência como um fator positivo concentrando em vender suas habilidades e a adequabilidade da sua experiência aos requisitos do cargo. Fale sobre o que já realizou no passado e que poderia ser facilmente agregado ao cargo em questão. 17


de um netwoking forte, principalmente, com clientes, mercado, colegas etc.

Como criar seu networking?

O que é networking ? É um processo ativo e sistemático de conhecer pessoas ou trocar informações de modo a conseguir realizações mais eficientemente. É a arte de fazer amigos quando não se necessita deles porque mais tarde você poderá necessitar de ajuda destes amigos. É fazer contatos, coletar informações, fazer perguntas ou apresentar-se para outras profissionais procurando um benefício mútuo. É conhecer as pessoas certas que podem conhecer outras pessoas melhores.

Qual é a importância do Networking?

Colecione cartões de visitas trocados em seminários e reuniões. · Mantenha um contato constante com os profissionais que fazem parte do seu network. · Tenha uma grande rede de grandes amigos e contatos no ramo de negócios em que atua. Quais são as vantagens e benefícios? · Com um telefonema poderá obter a ajuda ou o contato que necessita. · Poderá compartilhar ou conseguir recursos. · Localizar fontes de recursos ou informações. · Intercambio intelectual é um dos benefícios mais recompensadores do processo de networking. · Realizar muito mais em menos tempo (pois terá um grande número de recursos externos a quem pode solicitar ajuda). · Receber várias novas oportunidades de negócios através de seu network. · Quanto mais profissionais conhecer, mais negócios e oportunidades surgirão.

Estudos de organizações bem sucedidas demonstram a importância 18


outras perguntas se repetem em todas as entrevistas como "O que você

· Networking economiza tempo · É um modo rápido e fácil de encontrar o que deseja como um novo emprego, uma casa, uma solução para um problema ou um novo negócio.

pretende trazer para a empresa se for contratado" ou "Onde você se vê daqui a cinco anos". “Você não conhece a empresa por dentro ainda, não sabe se o que está falando pode ser um absurdo. As coisas acontecem tão

· Fazer networking é muito parecido como investir pois você investe um pouco, ano a ano, e o resultado é bem maior que o depósito inicial.

rápido e tão de repente que cinco anos

· Networking o ajudará a crescer profissionalmente principalmente se conseguir se relacionar com pessoas ou empresas que são melhores que você ou sua empresa em algum campo: (exemplos: maior receita, mais organizado, mais rápido em atender clientes etc.)

candidato para a vaga”, diz.

é um tempo longínquo. Acredito que são perguntas desatualizadas que não provam muito a capacidade do Para Marchetti, muitas questões tentam desvendar a personalidade de um modo forçado. “Acredito que muita gente vai a entrevistas com respostas já pensadas, para falar aquilo que o recrutador está querendo escutar, e isso tira a chance de muitos que são até mais capazes na função, mas não têm esse jogo de cintura para respostas prontas.” Rudney Pereira Junior, gerente de projetos do Grupo Foco, acha que a

O analista de marketing Leonardo Marchetti passa boa parte do dia se cadastrando em sites de empregos (Foto: Arquivo pessoal)

entrevista ideal é aquela que pede para o candidato dar exemplos de como se comporta em certas situações. “Eu vou conseguir saber os pontos fortes e

O analista de marketing ficou cinco

fracos através das perguntas sobre

meses na Austrália fazendo

comportamento”, afirma.

intercâmbio, e ele conta que em todas as entrevistas teve de dizer por que

Pereira Junior diz que não dá para

estava há tanto tempo sem emprego.

escapar de clichês como criativo,

De acordo com ele, além das

dinâmico, ansioso, flexível nas

perguntas técnicas sobre a experiência,

respostas para perguntas que pedem 19


Mas ele alerta que se optar por para o candidato falar dele mesmo.

EMPREGO

recomendado citar uma situação em que uma dessas características predominou. “Até quando for falar que é ansioso cita o exemplo, isso pode ser visto como qualidade”, diz. “Ao responder questões como "Onde você se vê em cinco anos ou dez anos", não pode dizer que quer ser dono de uma empresa. Por que a empresa vai contratar alguém que não quer ficar no emprego? Nem que quer ficar no mesmo lugar porque dá a ideia de ser estagnado”. Sobre o motivo da saída do emprego anterior, Pereira Junior diz que não é preciso mentir, pode até falar de problema de

algumas dessas palavras, é

relacionamento com o chefe, mas sem se aprofundar. E sobre o motivo de querer sair da empresa atual? “Pode dizer que não está mais aprendendo na função, que quer assumir mais responsabilidades e ter mais oportunidades de crescer”. E se o recrutador perguntar o porquê de ter ficado muito tempo sem emprego, Pereira recomenda sinceridade na resposta. “Pode dizer que estudou, que viajou, que cuidou da empresa da família e que passou por algumas seleções que não deram certo”. O gerente de projetos diz que o entrevistado tem o direito de perguntar se tiver dúvida. “Pode questionar, por exemplo, se o recrutador quer que ele aborde o aspecto pessoal ou profissional na resposta”, diz. O G1 reuniu algumas perguntas que são comuns em entrevistas de emprego e pediu para o coach Roberto Recinella, para a gerente da prática de marketing da área de expertise da Hays Sales & Marketing da consultoria Hays Recruiting, Amanda Oliveira, e para Renato Grinberg, diretor-geral da Trabalhando.com, darem orientações sobre as respostas. Veja abaixo.

20


QUAIS SÃO OS SEUS PONTOS FORTES? Roberto Recinella: Fale a verdade e tenha exemplos de situações em que pôde usá-los. Lembre-se de que cada função exige um ponto forte, então se você está se candidatando ao posto de auxiliar de escritório, liderança não é um diferencial, já disciplina, sim. Não aja como “papagaio de pirata” tentando dizer o que o entrevistador quer ouvir. Amanda Oliveira: Foque sua resposta em características profissionais e evite cair em clichês como liderança e trabalho em equipe. Diga sempre a verdade e cite como projetos realizados e situações para expor as características. Se você citar como ponto forte a capacidade de tomar decisões rápidas, conte alguma situação em que tinha um grave problema e que, com poucas informações e pouco tempo (sempre definindo e detalhando qual eram essas informações e tempo), você tomou determinada decisão. Importante contar como foi esse processo de tomada de decisão e os resultados. Renato Grinberg: Seja objetivo e

fale o que realmente acredita que você tem como qualidade. Alongarse demais pode demonstrar um excesso de autoestima ou prepotência.

QUAIS SÃO OS SEUS PONTOS FRACOS? Roberto Recinella: Diga a verdade e exemplifique reforçando quais ações que você está tomando para melhorar os pontos fracos. Por exemplo: não domino inglês, mas estou fazendo um curso X ou não sou formada, mas já estou cursando a faculdade Y, estou me aperfeiçoando na área de vendas fazendo um curso em gestão comercial. Amanda Oliveira: Os exemplos devem ser sobre ações que têm sido feitas para melhorar os pontos fracos. Se citar como ponto fraco ser impaciente, conte uma situação em que isso ocorreu, os impactos negativos que foram causados, o que fez você tomar consciência dessa fragilidade e o que está fazendo para melhorar. Renato Grinberg: Nesse caso, seja direto e sucinto – tudo que disser pode contar pontos negativos, mas não adianta esconder uma

21


deficiência que mais cedo ou mais tarde aparecerá.

QUAL É O SEU MAIOR DEFEITO? Roberto Recinella: Perfeccionista ou muito sincero não são defeitos. Já dificuldade em trabalhar em equipe, inflexibilidade, mau humor são defeitos. Todos têm defeitos, ter ciência de quais são e como lidamos com eles é o que faz a diferença. Amanda Oliveira: Os exemplos a serem dados devem ser sobre ações que têm sido feitas para melhorar os defeitos. Renato Grinberg: Clichês como “muito organizado ou perfeccionista” não pegam bem. Diga coisas que você acredita que tenha como defeitos, mas que não o atrapalhariam na contratação como ser ansioso, por exemplo.

por exemplo, musical ou esportiva, pode citar. Amanda Oliveira: Conte sua experiência de maneira resumida. Aqui é importante achar um ponto de equilíbrio entre ser prolixo e superficial. Descreva suas funções, responsabilidades, projetos realizados, resultados obtidos, desafios e os porquês das mudanças. Não é necessário voltar até a época de faculdade, a não ser que seja questionado, que seja uma entrevista para o primeiro emprego ou um curso muito diferente de sua profissão. Renato Grinberg: Seja generalista, não se aprofunde ou fale demais sobre você mesmo. Diga coisas leves e sempre positivas, mas seja sucinto.

ONDE VOCÊ SE VÊ DAQUI CINCO ANOS? E DAQUI DEZ ANOS? Roberto Recinella: Resista a responder

FALE UM POUCO DE VOCÊ.

“em seu lugar ou CEO da empresa”. Prefira ser genérico, dizendo que

Roberto Recinella: Fale da sua experiência de vida, viagens, empregos e projetos anteriores. Caso tenha se destacado em alguma área fora da profissional,

espera ser uma pessoa feliz que enfrentou diversos desafios, fez diversos cursos, aprimorou sua formação e que através de suas competências e comprometimento conseguiu contribuir com os objetivos 22


não expor pessoas e situações sem da empresa.

necessidade. Isso demonstra imaturidade. Foque mais na sua

Amanda Oliveira: Seja realista e sincero, entenda a estrutura da empresa antes de dizer algo. Por

carreira, nos seus objetivos e como esse novo desafio pode ajudar a alcançá-los.

exemplo: não é possível querer ser diretor em uma companhia que não possui o cargo. Faça uma autoavaliação e analise se suas pretensões são viáveis. Pode tanto falar de planos pessoais como profissionais, desde que sejam coerentes entre si. Por exemplo, não fale que quer crescer rápido profissionalmente, mas também ter

Renato Grinberg: Nunca fale mal das pessoas com quem trabalha ou do chefe. Isso pega mal. Se esse for o caso, diga que não está satisfeito com o ambiente do local em que está trabalhando e dê algum exemplo.

POR QUE VOCÊ SAIU DA EMPRESA?

qualidade de vida. Roberto Recinella: Fale que está em Renato Grinberg: Fale de possibilidades concretas em relação ao

busca de novos desafios e que quer mudar de ramo de atuação.

seu trabalho. Foque em o que você quer estar fazendo e não no tipo de cargo.

Amanda Oliveira: Seja sempre coerente e analise sempre os dois lados da história: o seu e o da empresa

POR QUE VOCÊ QUER DEIXAR SUA EMPRESA ATUAL?

que você deixou. O mais indicado é sempre focar nos seus objetivos de carreira, as mudanças devem estar

Roberto Recinella: Diga que deseja

alinhadas com eles.

mudar de ramo porque não está satisfeito naquele em que está atuando ou que está à procura de novas oportunidades de crescimento, por exemplo. Nunca cite salário nem insatisfação com a chefia.

Renato Grinberg: Tudo vai depender do motivo real da mudança e lembre-se, que se mentir, na hora de pedir referências suas, o entrevistador vai descobrir a verdade, mas não fale mal da empresa. Procure o melhor ângulo

Amanda Oliveira: Tome cuidado para

do que realmente aconteceu.

23


Roberto Recinella: Pode dizer que

FALE DO SEU EMPREGO ANTERIOR.

estava se aperfeiçoando, que precisou da pausa para criar seu filho, que cuidou de um familiar que estava doente, por exemplo, desde que as opções sejam verdade. Caso não, diga que está retornando ao mercado depois de um período de reflexão sobre o rumo que deveria dar à sua carreira ou que ainda não tinha encontrado o cargo que almejava compatível com suas competências.

Roberto Recinella: Fale de suas conquistas, dos bons momentos, dos

Amanda Oliveira: Seja sincero,

desafios que enfrentaram juntos, dos

explique por que ficou fora do mercado

bons colegas, tentando sempre

por um tempo ou as dificuldades de se

exemplificar as conquistas com fatos e

recolocar. Se ficou sem trabalhar para

histórias.

fazer cursos na área ou fora da área de atuação ou para viajar para outros

Amanda Oliveira: Explique suas

países, pode dizer, pois muitas vezes

funções, responsabilidades, projetos

esse tipo de atitude demonstra

realizados, resultados obtidos e

coragem e vontade de aprender e

desafios.

inovar. Deixe claro como tomou essa decisão e que isso fazia parte de um

Renato Grinberg: Não aproveite esse

plano de carreira. Por exemplo, se

momento para desabafar. Falar que

deixou o emprego para viajar por um

estava acumulando funções, que

ano, importante dizer que tipo de

estava cansado de tantas atribuições,

conhecimento e experiência buscava e

etc. Não fale mal da empresa ou do ex-

como isso poderia ser benéfico para

chefe, foque nos pontos positivos da

sua carreira.

sua última experiência. Renato Grinberg: Mesmo que por um

POR QUE HOUVE UMA LACUNA NO SEU EMPREGO ENTRE ESSE PERÍODO?

motivo ou outro não foi possível conseguir trabalho nesse período, seja sincero, mas mostre que você usou esse tempo de uma maneira produtiva. 24


Busque o que você tem de melhor para Fez cursos, investiu em autoconhecimento, etc.

O QUE VOCÊ PODE OFERECER QUE OUTRO CANDIDATO NÃO PODE?

oferecer que seja relevante para aquele cargo/empresa.

CITE TRÊS COISAS QUE SEU EX-GERENTE QUERIA QUE VOCÊ MELHORASSE

.

Roberto Recinella: Diga que não pode responder adequadamente, já que não conhece os demais candidatos, além disso, uma competência valorizada no mercado é justamente o trabalho em equipe. Você pode falar sobre as suas competências, mas nunca da falta delas nas outras pessoas. Amanda Oliveira: Analise bem os prérequisitos da posição e faça uma relação com seus pontos fortes, principalmente aqueles que já foram reconhecidos por gestores anteriores. Se você sabe que a posição busca alguém para gerenciar um grande projeto de reestruturação, conte uma experiência em que já liderou um projeto parecido, ou equipes em transformação, ou como fez parte de uma empresa que estava passando por uma grande mudança. Explique como foi essa experiência e quais ações suas agregaram positivamente. Renato Grinberg: Essa pergunta tem a ver com autoconhecimento e conhecimento do cargo e empresa.

Roberto Recinella: Pode dizer algo do tipo: "O meu ex-gerente eu não sei, mas eu acho que devo melhorar..." Isso demonstra autoconhecimento e proatividade. Seja honesto e demonstre o que você está fazendo para melhorar as coisas citadas. Amanda Oliveira: Diga a verdade, mas traga também exemplos de atitudes recentes para melhorar. Renato Grinberg: Seja coerente com o que você acha que tem que melhorar, mas que obviamente não eliminariam você daquela função. Por exemplo, se a função é analista financeiro e você disser que tem dificuldades com números, não será contratado.

QUAL SEU OBJETIVO NA EMPRESA? Roberto Recinella: Pode dizer que pretende se empenhar ao máximo, superar desafios e auxiliar a empresa a atingir os resultados desejados e, se for reconhecido, crescer conforme as oportunidades oferecidas. Amanda Oliveira: Se seu objetivo é crescer profissionalmente, mencione como você imagina que essa posição 25


da melhor forma. Cite resumidamente pode lhe proporcionar conhecimento, exposição, desafios e, assim, alavancar seu crescimento. Renato Grinberg: Fale que quer contribuir para o crescimento da empresa, sempre trabalhando em equipe e também aprender novas

essas competências e em quais áreas elas seriam melhor utilizadas, como vendas, marketing , logística, administrativo, controladoria, etc. Aproveite a chance para recapitular e reforçar algumas de suas contribuições em empresas anteriores.

coisas, se desenvolver e evoluir profissionalmente.

Renato Grinberg: Fale sobre liderança e motivação, mas não se esqueça de

POR QUE A NOSSA EMPRESA DEVE TE CONTRATAR?

manter os pés no chão, tenha noção de quais as funções você pode desempenhar de acordo com sua

Roberto Recinella: Não fale que precisa aprender uma nova função, pois a empresa não é uma instituição de caridade ou uma escola. O melhor

experiência profissional.

O QUE VOCÊ ALMEJA NA SUA CARREIRA PROFISSIONAL?

caminho é falar sobre seu comprometimento e citar situações em que você fez a diferença em cargos anteriores , os aprendizados e como deseja aplicá-los na empresa.

Roberto Recinella: Diga algo na linha: ser um profissional reconhecido pelas minhas habilidades em gerar resultados sem que para isso eu precise desrespeitar normas e

Renato Grinberg: Diga que está apto a atender às demandas e expectativas da empresa e dê alguns exemplos do que você acha que são essas

pessoas, além disso, ser capaz de reconhecer novas oportunidades que apareçam em minha trajetória profissional.

expectativas. Amanda Oliveira: Mencione aspectos

QUAL O TIPO DE POSIÇÃO VOCÊ ACREDITA SER MAIS ADEQUADA AO SEU PERFIL? Roberto Recinella: Diga que pode ser qualquer posição que possa fazer a diferença utilizando as competências

de aprendizado profissional como conhecimentos específicos, participação em algum projeto, gerenciamento de equipe pela primeira vez; e de aprendizado pessoal, como lidar com pessoas diferentes de você, vencer grandes desafios, etc. 26


empresa. Por isso, é fundamental que a entrevista de emprego seja eficaz. Renato Grinberg: Pode dizer que quer se desenvolver profissionalmente e alcançar cargos cada vez mais relevantes na empresa, ou seja, ser capaz de cada vez mais agregar valor

Testes psicológicos, ‘Role Playing' e outros tipos de desafios são postos ao candidato para que ele mostre a sua inteligência e capacidade de adaptação rápida.

à sua função.

NO QUE OS CANDIDATOS DEVEM PENSAR ANTES DE DAR AS RESPOSTAS? SEMPRE NO LADO PESSOAL, PROFISSIONAL OU NOS DOIS? Roberto Recinella: Nos dois. O candidato deve aliar sua trajetória profissional com a sua qualidade de

Embora seja impossível conseguir antecipar tudo o que pode encontrar numa entrevista de emprego, existem algumas boas práticas que lhe podem dar alguma vantagem no processo.

BOA PREPARAÇÃO ANTES DA ENTREVISTA DE EMPREGO Deve fazer um bom planeamento da entrevista de emprego, cuidando da roupa, da higiene pessoal e dormindo bem na noite anterior.

vida. É um ser humano que tem vida pessoal e profissional e por isso deve responder pensando em sua experiência de vida como um todo. Amanda Oliveira: Ambos. O importante é manter a coerência, tanto o lado profissional quanto o pessoal devem estar alinhados. Renato Grinberg: Trata-se de uma entrevista de emprego, portanto, as respostas devem ser profissionais, não pessoais. As entrevistas de emprego estão cada vez mais sofisticadas, porque as empresas tentam melhorar cada vez mais o processo de recrutamento, já que um bom colaborador é um activo muito importante no sucesso de uma

Se estiver muito interessado no lugar, faça uma preparação exagerada antes das entrevistas de emprego. Planeie todas as respostas possíveis que conseguir encontrar, faça-o em frente a um espelho até que as respostas lhe pareçam o mais natural possível. Isto deixá-lo-á mais confiante para o dia da entrevista.

DEFINA OS OBJECTIVOS DA ENTREVISTA DE EMPREGO Dependendo do tipo de entrevista, poderá ter objectivos de planeamento diferente. Por exemplo, se vai a uma entrevista de emprego após entregar o currículo, deve estudar bem os factos que lá colocou e que suportam todas as qualificações que escolheu referir no documento. Deve também saber à partida as 27


condições pelas quais está pronto a aceitar o emprego ou as condições pelas quais não está interessado em concorrer ao cargo. É muito importante para conseguir negociar o melhor para si.

CONHEÇA BEM AS SUAS FORÇAS E FRAQUEZAS Uma das questões mais comuns é pedirem-lhe para explicar os seus pontos fortes e pontos fracos, por isso não se deixe apanhar por essa questão. Analise os seus pontos fortes, relacionando-os com o cargo que pretende ocupar e faça o mesmo para os pontos fracos. Nos pontos fracos, prepare uma boa argumentação para indicar aquilo que fez ou pretende fazer para ultrapassar esses aspectos negativos das suas qualificações. Se conseguir passar a mensagem de uma fraqueza que na verdade poderá ser uma força, não hesite em preparar uma boa argumentação para defender esse ponto de vista. Por exemplo, ser uma pessoa teimosa pode significar que gosta de levar as coisas até ao final e defender os seus pontos de vista num debate de ideias.

SAIBA LIDAR COM O PASSADO Se foi despedido no emprego anterior, não minta em relação a isso e não demonstre opiniões negativas relativamente a empresas onde

trabalhou ou a pessoas com quem trabalhou. Principalmente, não fale mal dos seus anteriores chefes, porque o entrevistador não irá gostar dessa atitude negativa num candidato. Passe sempre uma atitude positiva relativamente ao passado e ao futuro.

Saiba claramente o que pretende Uma das questões mais usuais é saber onde pretende estar dentro de alguns anos. A estas perguntas numa entrevista de emprego deverá mostrar ambição (desde que seja real) e flexibilidade para ocupar todas as funções dentro da empresa e querer sempre melhorar os processos no cargo que ocupar. Isto irá sugerir que conhece as dificuldades de emprego actualmente e que é necessário espírito de sacrifício, ambição para melhorar e flexibilidade para se adaptar à evolução das condições de trabalho.

TER STANDARDS PESSOAIS CLAROS Cada vez mais as empresas valorizam os colaboradores que trabalhem mas que tenham também vida pessoal que permita relaxar, aprender e voltar no dia seguinte com a mesma motivação do primeiro dia. Por isso é importante definir a linha que separa a sua vida profissional da sua vida pessoal. Se não gosta de trabalhar mais do que 8h, refira que prefere dar tudo de si durante essas horas e depois ir para casa descansar ou aprender música. 28


Se gosta de trabalhar 12h por dia, faça disso também um ponto forte. Refira que consegue manter um elevado nível de produtividade por períodos alargados do dia, mas tenha em atenção que deve referir que tem vida pessoal e que respeita bastante o tempo que está fora da empresa. É um tempo para si e para a sua família. FAÇA PERGUNTAS NA ENTREVISTA DE EMPREGO Não se limite a aceitar tudo o que lhe propõem. Faça questões sobre o cargo a que se candidata e conheça as responsabilidades que têm e os limites que lhe serão impostos. Relativamente ao pacote salarial, esteja também preparado para fazer questões, porque o salário pode não ser o que deseja, mas outras regalias podem ser adicionadas aos seus rendimentos que façam com que valha a pena aceitar o cargo.

NEGOCIAR O SALÁRIO NA ENTREVISTA DE EMPREGO É uma das questões mais importantes para decidir se aceita ou não o emprego, mas deve deixar este ponto para o final e deixar a iniciativa para o entrevistador. No entanto, quando chegarem a este ponto da entrevista não se deixe enganar por politicas como, não pagar mais do que um certo valor a novos empregados ou não pagar mais do que 10% do que ganhava no emprego anterior. Saiba exactamente o seu valor de mercado e

é esse valor que devem pagar para o contratar. É necessário que paguem pela sua experiência e valor para desempenhar as funções correctamente. Conheça os limites que o mercado paga para a sua função e prepare-se para exigir os rendimentos dentro desses limites. Com estas dicas para as entrevistas de emprego, poderá ganhar vantagem face aos outros candidatos que muitas vezes aparecem sem planear correctamente esta parte importante do processo de recrutamento. As entrevistas de emprego estão cada vez mais sofisticadas, porque as empresas tentam melhorar cada vez mais o processo de recrutamento, já que um bom colaborador é um activo muito importante no sucesso de uma empresa. Por isso, é fundamental que a entrevista de emprego seja eficaz. Testes psicológicos, ‘Role Playing' e outros tipos de desafios são postos ao candidato para que ele mostre a sua inteligência e capacidade de adaptação rápida. Embora seja impossível conseguir antecipar tudo o que pode encontrar numa entrevista de emprego, existem algumas boas práticas que lhe podem dar alguma vantagem no processo.

BOA PREPARAÇÃO ANTES DA ENTREVISTA DE EMPREGO Deve fazer um bom planeamento da entrevista de emprego, cuidando da 29


roupa, da higiene pessoal e dormindo bem na noite anterior. Se estiver muito interessado no lugar, faça uma preparação exagerada antes das entrevistas de emprego. Planeie todas as respostas possíveis que conseguir encontrar, faça-o em frente a um espelho até que as respostas lhe pareçam o mais natural possível. Isto deixá-lo-á mais confiante para o dia da entrevista. DEFINA OS OBJECTIVOS DA ENTREVISTA DE EMPREGO Dependendo do tipo de entrevista, poderá ter objectivos de planeamento diferente. Por exemplo, se vai a uma entrevista de emprego após entregar o currículo, deve estudar bem os factos que lá colocou e que suportam todas as qualificações que escolheu referir no documento. Deve também saber à partida as condições pelas quais está pronto a aceitar o emprego ou as condições pelas quais não está interessado em concorrer ao cargo. É muito importante para conseguir negociar o melhor para si. em todas, ou se ficam a faltar algumas. Desta forma, conseguirá ter uma resposta pronta quando lhe for perguntado porque é que não tem um determinado requisito e como isso o poderá prejudicar. Planeie como convencer o entrevistador que consegue aprender o que lhe falta. Se por exemplo, não sabe uma determinada linguagem de programação, diga que poderá tirar um

curso de formação até lá e assim colmatar essa falha. A próxima dica para a entrevista é planear aquilo que vai dizer. Escolha as melhores histórias do seu passado para representar como utilizou os requisitos necessários para ultrapassar o problema e atingir os objectivos. Estas histórias devem enfatizar: As suas forças A sua liderança A sua contribuição para melhorar a organização A sua criatividade A sua capacidade de resolver problemas A sua capacidade de aprender coisas novas Outra importante dica para as entrevistas é ter uma lista de questões a fazer, para demonstrar o seu interesse na empresa e no cargo que deseja ocupar. Faça perguntas com sentido no contexto da sua entrevista. Outras dicas de entrevista na fase de planeamento, incluem: Dormir bem nessa noite Planear o caminho para chegar antes da hora marcada Prepara a roupa que vai vestir e garantir que é apropriada Levar mais cópias do currículo e carta de apresentação Levar todas as referências importantes, como cartas de recomendação, carta de condução, etc. Agora resta esperar pelo dia da entrevista, já com tudo preparado. A REUNIÃO Aqui ficam as dicas do que deve fazer e as dicas do que não deve fazer numa entrevista.

30


O COMPORTAMENTO E A COMUNICAÇÃO Uma das dicas para a entrevista é a forma como comunica com o entrevistador. Demonstre confiança na sua postura, na roupa que usa, na forma como anda, na energia e no contacto visual com o seu interlocutor. Dê um aperto de mão vigoroso, mas espere que lhe façam um cumprimento. Deixe que o entrevistado inicie a conversa. Escute sempre com muita atenção. Utilize uma escuta activa. Apresente-se descontraído e sorridente a todas as questões, mesmo as mais difíceis. Pense bem antes de responder e nunca responda se não entendeu bem a questão. Peça para repetir e explique-se da melhor forma possível. Seja honesto e directo, não tente fingir uma personalidade que não tem. Um entrevistador mais experiente consegue detectar facilmente esse comportamento. A ATITUDE NA ENTREVISTA Uma importante dica para a entrevista é a forma como mostra a sua atitude perante a função a que se candidata. É preciso que demonstre que: Está disposto a trabalhar, dando exemplos da sua produtividade em empregos anteriores. Está disposto a aprender, dando os exemplos das suas experiências no passado em educação formal e informal. Mostre também que

aposta na sua educação para o futuro e não foi apenas uma coisa do passado. Tem muita flexibilidade, mencionando como se relacionava com os seus colegas e a forma como se adapta a novas situações e novos ambientes de trabalho, sem qualquer dificuldade. Está com muita vontade de contribuir, com exemplos do que pode fazer pela empresa. COMO TERMINAR A ENTREVISTA A forma como demonstra profissionalismo no final da entrevista é também uma forma importante de assegurar o sucesso do processo de recrutamento. Deve recapitular que é a melhor pessoa para o cargo. Reforce as suas forças e experiências que possam ter sido esquecidas ou que acho não terem sido faladas o suficiente. Refira um objectivo que atingiu no passado que encaixe perfeitamente na função que se candidata. Demonstre o seu interesse no cargo, questionando quando é que prevêem ter a função preenchida. Termine a entrevista a horas e de forma educada, demonstrando que respeita e valoriza o tempo do seu entrevistador. São pequenos gestos que podem significar a diferença para outros candidatos com o mesmo nível de qualificação que o seu.

DEPOIS DA ENTREVISTA Se está mesmo à procura de emprego, é importante analisar o que correu bem e mal nesta entrevista, para melhorar para futuros processos de candidatura.

31


Avalie como correu e como pode melhorar. Anote na agenda os próximos passos desta candidatura. Quando contactar a empresa a saber o resultado, as datas de novas entrevistas, etc. Envie uma carta de agradecimento à pessoa que o entrevistou, demonstrando o quanto apreciou a conversa e reiterando o seu interesso no cargo.

Desvalorizar o tempo do entrevistador. Foque-se nas dicas de entrevista que o ajudarão a encontrar o próximo emprego e boa sorte no processo de recrutamento! Ter um bom currículo e ser proativo são fundamentais, mas saber como agir no ambiente corporativo pode contar mais na hora da seleção. Jovens precisam agir de forma diferente de quando estão em casa e na escola. Veruska DonatoSão Paulo

RAZÕES PARA FALHAR NAS ENTREVISTAS Existem muitas razões pelas quais as pessoas não são contratadas. Aqui ficam algumas dessas razões, para as evitar: Aparência desleixada no dia da entrevista. Mau currículo. Aprenda como fazer um Curriculum Vitae. Um comportamento agressivo e intolerante. Atitude arrogante. Demonstrar falta de entusiasmo. Demonstrar falta de confiança. Aprenda a ter auto estima. Não saber responder a questões sobre o cargo. Não fazer contacto visual com o entrevistador. Não demonstrar interesse na empresa. Mostrar interesse apenas no dinheiro do salário. Não ter sentido de humor. Falar negativamente de antigos empregadores. Chegar tarde à entrevista.

A procura pelo primeiro emprego é uma preocupação que surge, na maioria das vezes, apenas quando o jovem sai da faculdade. Segundo especialistas, isso é um erro, já que a preparação deve começar bem antes, caso o candidato queira se destacar diante de tantos concorrentes. Duas atitudes são importantes na hora da busca pelo primeiro emprego: ler os jornais todos os dias, já que sempre há vagas nos classificados (isso vale para internet e redes sociais também), e preparar um currículo simples e resumido. O jovem pode não tem 32


experiência profissional, mas tem experiência de vida. Então, é válido colocar no currículo cursos que já fez fora da escola: artes, teatro e cinema, por exemplo. Cite trabalhos voluntários já realizados também é uma opção.

São Paulo - Os brasileiros poderão observar no céu a partir das 18 horas o fenômeno conhecido como 'Lua Azul', que acontece a cada dois anos e sete meses. No entanto, ninguém deve esperar mudanças na cor do satélite. A expressão designa apenas a ocorrência de uma segunda lua cheia em um mesmo mês. O registro da 'Lua Azul' não é considerado um evento da astronomia. Ele ocorre por causa da falta de sincronização entre o calendário de fases da Lua e o calendário gregoriano, adotado na maior parte do mundo. Enquanto o calendário de fases da Lua dura 29,5 dias, o gregoriano tem meses de 30 ou 31 dias – com exceção de fevereiro. Essa diferença de dias acaba provocando o fenômeno.

"LUA AZUL" OCORREU NA NOITE DESTA SEXTA-FEIRA Expressão designa a segunda lua cheia no mesmo mês e é popularmente empregada como uma versão astronômica do 'dia de São Nunca'

"É mais um evento popular, que os místicos gostam de invocar, e não tem importância astronômica", diz Gustavo Rojas, astrônomo e físico da Universidade Federal de São Carlos. "De qualquer forma, mesmo que o evento não tenha muito significado, as pessoas deviam olhar para a Lua hoje, que vai estar cheia e bela", disse Rojas. 'Dia de São Nunca' - A expressão 'Lua Azul' é usada popularmente para descrever fenômenos raros ou impossíveis de acontecer, um equivalente do 'dia de São Nunca' no Brasil. Segundo Rojas, a escolha do nome 'Lua Azul' para descrever duas luas no mesmo mês foi infeliz porque a

Getty Images / Matt Cardy

ENERGIA

Lua cheia: o registro da 'Lua Azul' não é considerado um evento da astronomia

expressão já era usada na astronomia

33


para descrever anos tropicais com 13 luas cheias, onde pelo uma das estações do ano tem quatro luas cheias, em vez de três. O novo uso de 'Lua Azul' surgiu em 1946, por erro de um astrônomo amador, que acabou se perpetuando.

verificações para determinar o retorno da unidade à operação e destacou que o evento não causou nenhum dano aos trabalhadores da empresa, à população ou ao meio ambiente.

Angra 1 é desligada do sistema elétrico

Dilma anuncia redução de encargos para baratear energia

A empresa informou ainda que técnicos estão fazendo as últimas verificações para determinar o retorno da unidade à operação

Presidente trouxe a informação que deve ser anunciada na próxima semana, para diminuir os encargos setoriais que oneram o setor

Vista do Morro da Carioca, no centro de Angra dos Reis, onde houve desabamento

Wilson Dias/Agência Brasil

São Paulo - A Eletronuclear, operadora das usinas de Angra, informou que Angra 1 foi desconectada automaticamente do Sistema Interligado Nacional (SIN) nesta sexta-feira, às 9h24, em decorrência da atuação indevida de um dos seus sistemas redundantes de segurança. Segundo nota enviada pela companhia, pelos procedimentos operacionais da Eletronuclear, o episódio foi classificado como "Evento Não Usual (ENU)". A empresa informou ainda que técnicos estão fazendo as últimas

A presidente Dilma Rousseff participa da 39ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Brasília - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira, em discurso durante a 39ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão, que o pacote de medidas que vão reduzir o custo da energia elétrica será anunciado na semana que vem. A redução do custo, segundo ela, se dará por meio da diminuição dos encargos setoriais que oneram a energia. 34


Unido ao posto "Essa redução de custo é a única forma que temos para enfrentar as décadas que virão", afirmou. "Iremos fazer um conjunto de medidas para reduzir o custo da energia baseado na reversão das concessões depois de vencido o prazo." Dilma disse que o país precisa ter mais eficiência no que diz respeito à logística, energia e tributação para dar competitividade à economia. "Ninguém muda a estrutura tributária de um país de um dia para outro", afirmou. "A questão do fim da guerra dos portos é algo fundamental", acrescentou. "Temos que tornar racional o custo da tributação. Ele não pode impedir o investimento."

PIB fraco faz Brasil perder posto de 6ª economia do mundo Segundo dados da Economist Intelligence Unit, PIB acumulado dos últimos doze meses mostra queda do Brasil e volta do Reino

Ueslei Marcelino/Reuters

A presidente Dilma Rousseff: mesmo com esforços de Dilma para estimular o consumo, economia perde lugar no ranking São Paulo - O fraco resultado da economia brasileira no segundo trimestre sepultou a permanência do Brasil como sexta maior economia do mundo – posto que havia sido atingido no início do ano com o anúncio dos resultados econômicos de 2011, desbancando o Reino Unido. Ainda que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, mostre um estranho otimismo em relação aos próximos trimestres, o resultado atual – alta de 0,5% no PIB no primeiro semestre – coloca o país de volta à sétima posição, atrás de GrãBretanha, França, Alemanha, Japão, China e Estados Unidos. Segundo dados da Economist Intelligence Unit (EIU), centro de estudos econômicos ligado à tradicional revista britânica The Economist, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil nos últimos doze meses soma 2,391 trilhões de dólares, ante 2,415 trilhões de dólares da Grã-Bretanha. No ano passado, a economia brasileira produziu riquezas que totalizaram 2,48 trilhões de dólares, enquanto o país europeu somou 2,26 trilhões de dólares.

35


Segundo o analista da EIU, Robert Wood, além da desaceleração econômica, a desvalorização do real foi crucial para a queda no ranking. "Desde março, o real enfrenta expressiva queda ante o dólar e isso afetou, parcialmente, o PIB brasileiro na comparação mundial", afirma Wood. Em março de 2012, a moeda americana era cotada a 1,71 real, enquanto, no final de junho, estava em 2,03 reais – mesmo cotação desta sexta-feira. "O desempenho da economia britânica é muito fraco, mas a libra tem se mantido estável em relação ao dólar", acrescenta o economista.

Em abril deste ano, o Fundo Monetário Internacional (FMI) já havia alertado, em seu relatório trimestral, que o Brasil perderia o posto de sexta economia devido ao enfraquecimento do real. De acordo com o FMI, a economia brasileira deve encerrar o ano com um PIB de 2,449 trilhões de dólares, enquanto o da Grã-Bretanha deve chegar a 2,452 trilhões de dólares. O resultado frustrante ocorre mesmo após as inúmeras medidas de estímulo anunciadas pelo governo federal: o Planalto tem tentado aquecer a

economia com medidas que vão do protecionismo para estimular a indústria nacional até a pressão para o corte de juros e expansão do crédito por parte dos bancos públicos e privados. Por último, a presidente Dilma decidiu apelar para o que realmente impulsiona o crescimento sustentável do país: os investimentos em infraestrutura por meio de um agressivo plano de privatizações: o PAC das Concessões. Contudo, o anúncio veio tarde demais para salvar o PIB de 2012.

Impostômetro chega a R$ 1 tri; veja o que daria para comprar Marca dos impostos pagos em 2012 no Brasil deve ser alcançada hoje, Impostômetro: não é a primeira vez que relógio alcança R$ 1 trilhão, mas neste ano, arrecadação deve ser recorde

São Paulo – O Impostômetro, “relógio” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que marca os impostos pagos no ano, deve alcançar às 16h30 desta quarta-feira a marca de 1 trilhão de reais.

36


30/08/2012 | O número mostra em tempo real o valor pago pelos brasileiros em impostos federais, estaduais e municipais desde 1º de janeiro deste ano.

Segundo a ACSP, o Impostômetro deve alcançar no último dia do ano a marca de 1,6 trilhão de reais, o que seria recorde de arrecadação desde a criação do medidor em 2005. No primeiro ano, o relógio do imposto marcou 750 bilhões de reais. Além do medidor exposto no centro de São Paulo, o impostômetro também está na internet. Pelo site é possível acompanhar em tempo real os impostos totais pagos e aplicar filtros para descobrir detalhes, como impostos pagos por habitante. Também é possível ver algumas comparações de artigos que poderiam ser comprados com os impostos pagos no Brasil. Os números também são atualizados em tempo real. Saiba o que seria possível comprar com os quase 1 trilhão de reais pagos em impostos neste ano (números aproximados atualizados até as 11h20 do dia 29 de agosto). 12,48 milhões de casas 37 milhões de carros populares 1 bilhão de mensalidades de um plano de saúde particular 1,35 bilhão de mensalidades escolares 1,11 bilhão de celulares

Colômbia se torna a segunda maior economia sulamericana A afirmação é do ministro da Fazenda do país, que garantiu ter superado a Argentina Vista área de Bogotá: De acordo com as taxas de câmbio da última quarta-feira, o PIB projetado para este ano na Colômbia chega a US$ 362 bilhões Bogotá - O ministro da Fazenda da Colômbia, Juan Carlos Echeverry, anunciou nesta sexta-feira que o Produto Interno Bruto (PIB) do país superou o da Argentina e se tornou o segundo maior da América do Sul. "Caracol Radio" como "a grande notícia de (sua) saída" do gabinete, a primeira confirmada pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, no

37


dia 23 de agosto dentro de sua reforma ministerial.

"A Colômbia superou a Argentina no PIB, somos a segunda economia da América do Sul depois do Brasil e a terceira em tamanho depois de Brasil e México. Isto era um sonho", declarou. Echeverry destacou que, nos dois primeiros anos do governo de Santos, a economia colombiana ultrapassou a venezuelana e "agora passou a argentina".

9 motivos para você se comportar nas redes sociais Quem fala o que quer às vezes ouve o que não quer - em tempo real

"A Colômbia segue com muito ímpeto, estamos fazendo as coisas bem feitas e avançando", enfatizou, mostrando-se confiante de que seu sucessor, o até agora ministro de Minas e Energia, Mauricio Cárdenas, seguirá esta tendência durante sua gestão. Em outra entrevista para o site do jornal "El Tiempo", Echeverry afirmou que, de acordo com as taxas de câmbio da última quarta-feira, o PIB projetado para este ano na Colômbia chega a US$ 362 bilhões (R$ 742,35 bilhões), e o da Argentina é de US$ 347 bilhões (R$ 711,59 bilhões). A substituição de Echeverry por Cárdenas corresponde a um pedido pessoal do economista. O presidente Santos disse que Echeverry pode ser candidato a ocupar "uma posição importante no Fundo Monetário Internacional.

Getty Images É claro que você pode ficar à vontade na internet, mas precisa exagerar? Expor demais sua vida nas redes sociais não é uma boa ideia. Mas isolar-se completamente e apagar sua vida online tampouco é a resposta, afinal, todos estão por lá: amigos, vizinhos, parentes e colegas de profissão. Ter uma vida social “virtual”, é quase inevitável e provavelmente desejável. Sem falar na vida profissional, já que as redes sociais são cada vez mais usadas para manter o networking em dia.

A autocensura, claro, é opcional. Há quem argumente que seu perfil online 38


é sua vida pessoal, e que por isso tem o direito de dizer o que quer. É verdade. Mas pensar duas vezes antes de falar sempre foi um bom conselho, e não é diferente na internet. “Tenha controle sobre as redes sociais. Não deixe que elas controlem você. Esse é o maior desafio. Hoje elas viraram um vício, pois fazem você se sentir uma pessoa amada e ouvida. Mas nem todos que estão lá querem o seu bem. Portanto não seja tão inocente”, adverte a consultora de imagem Alana Rodrigues Alves. As especialistas consultadas pelo iG apontaram nove motivos para se comportar nas redes sociais. Veja: 1 – Não há segredo “Tudo o que está ali é para ser visto por alguém. As outras pessoas podem usar suas informações do jeito que acharem melhor e você não tem o menor controle sobre isso”, afirma Alana. Por mais que você se preocupe em apenas autorizar amigos a visualizarem suas informações e suas postagens, muitas vezes eles podem passar isso adiante através de recursos que as próprias redes sociais oferecem, como é o caso do Retweet, utilizado no Twitter. “Revelar informações de outras pessoas é uma indiscrição, mas muitos a cometem”, afirma a consultora de imagem Andrea Azevedo.

2 – Empresas checam perfis em redes sociais antes de contratar

Recrutadores descobriram que as redes sociais podem revelar detalhes importantes que passam despercebidos em entrevistas e dinâmicas. Por mais injusto que possa parecer, empresas brasileiras já admitem a prática. “Você tem o direito de beber durante o final de semana, se desejar. Mas você contaria para o seu chefe, na segunda-feira, que passou o domingo bêbado? Essa é a imagem que deseja ter no seu ambiente de trabalho?” indaga a consultora de imagem pessoal, moda e etiqueta Ana Vaz. Ela diz que é mais ou menos isso que pode acontecer quando você anuncia sua bebedeira através do seu perfil. “Precisamos aprender que o limite entre o público e o privado está cada vez mais tênue, e usar as ferramentas da internet de maneira correta.”

3 – Tudo o que você disser pode e será usado contra você Se a internet já foi terra de ninguém, esse tempo passou. Hoje, existem profissionais especializados em localizar e provar quem cometeu crimes como injúria, calúnia e difamação na web. Por isso, seja responsável por todos os seus comentários. “Mesmo que você se arrependa e apague o que escreveu no Facebook, as coisas ficam registradas. É sempre importante ter em mente que o arrependimento na internet é muito mais complexo do que parece. E nem sempre é possível”, explica Ana Vaz. Além de falar mal de pessoas e empresas, muitos deixam recados, nem sempre amigáveis, sem especificar a quem a crítica é dirigida. “Isso é definitivamente deselegante”, 39


adverte Ana.

4 – O que você mostrar em suas fotos também pode ser usado contra você Fotos podem representar dois tipos de problemas. O primeiro é você se mostrar em uma situação que pode parecer engraçada para alguns e constrangedora para outros. Além disso, você pode estar em uma foto que foi publicada por outra pessoa. Não existe controle sobre o que os outros mostram da sua vida. A consultora em etiqueta e marketing pessoal Lígia Marques, que acaba lançar este mês o livro “Etiqueta 3.0 – Você Online & Offline” (Ed. Évora), acredita que aqui o que vale é o bomsenso: “Se for algo comprometedor, não publique. Pense que isso pode prejudicar seu amigo. E, se isso acontecer com você, peça para que retirem a foto do ar.”

5 – As comunidades de que você participa podem te prejudicar “Detesto acordar cedo” ou “Odeio trabalhar” são opiniões que podem causar constrangimento em algum momento. Ana alerta: “As pessoas têm direito de participar do grupo que desejarem, mas precisam entender que muito do que está ali pode ser considerado um defeito em algumas circunstâncias. A celebração de um defeito pode ser bastante prejudicial.”

6 – Pega mal exibir toda e qualquer conquista financeira Além de parecer exibição, é bastante perigoso expor sua vida financeira. “Costumo dizer que o Foursquare, rede social que possibilita ao usuário dizer onde está naquele momento, é praticamente uma plaquinha escrita ‘roube-me’. Se você está passando uma temporada com a família em Paris, por exemplo, e alardeia esse fato, muitos poderão deduzir que sua casa está vazia”, afirma Ana. Ela ainda ressalta que nem todos os seus amigos na rede social podem ter uma vida financeira tão confortável e esse tipo de exposição pode fazer você passar por esnobe.

7 – Você pode ser flagrado mentindo “Mentira é ruim em qualquer circunstância”, sentencia Andrea. “Muita gente mente dizendo que está doente para poder faltar ao trabalho. Já pensou se seu chefe entra em seu perfil e você publica que está passeando no shopping, por exemplo? As pessoas falam muito, expõem demais e não pensam nas consequências”, adverte Ana. 8 – Seu ex está de olho na sua vida atual Quando um relacionamento chega ao fim, é comum que uma das partes saia magoada ou mesmo demore a aceitar o término. A consultora Lígia Marques argumenta que pessoas magoadas cometem atos inadequados. “Mágoa e ressentimento podem provocar revides e comentários inapropriados. Evite expor detalhes de sua vida social e amorosa.” 40


9 – O seu futuro namorado pode estar por lá, observando seus passos “E, dependendo do que você escrever ou mostrar, qualquer possibilidade de ter algo mais sério entre vocês pode terminar precocemente”, afirma Lígia. Ana acredita que isso pode não ser tão ruim. “Eu consigo enxergar algo de bom: se ele não aceita o seu jeito de ser é melhor que ambos descubram o quanto antes”.

41


rEVISTA  

noticias, atualidades

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you