Page 1

Amante Perigoso Lisa Marie Rice Revisão do Inglês Envio do arquivo: Gisa Tradução e Revisão Inicial: Valdirene Revisão Final e Formatação: Lucilene TWKliek Caroline Lake está precisando desesperadamente de um pensionista, porque a morte recente de seu irmão mais novo deixou-a com enormes dívidas médicas. Então um estranho alto chega em sua loja, e a olha com uma intensidade especial. Embora Jack Prescott parecesse perigoso e lhe despertasse sentimentos sombrios, o coração mole de Caroline se derrete quando ela vê suas roupas ásperas e baratas. Jack é um homem sem sorte e ela sabe tudo sobre isso.


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O que Caroline não sabe é que Jack tem 21 milhões de dólares em diamantes de sangue tomados de um empregado trapaceiro, na África, ou que Jack passou os últimos 12 anos sonhando com ela...

Comentário da revisora Val: Me emocionei vezes sem conta com as carências emocionais sofridas pelos personagens. Jake é apaixonado por Caroline de uma maneira tão intensa e profunda que em certos momentos chega a ser obsessiva. Mas, por ser um homem que passou por muitas privações, tanto materiais quanto afetivas, ele sequer sabe que o que sente é amor, só sabe que a deseja mais do que o ar que ele respira, e que além de querer passar o maior tempo possível com ela na cama, quer cuidar dela para que nada a ameace ou lhe faça falta. Ela foi a única pessoa que o enxergou e o ajudou quando eram jovens, e ele não passava de um morto de fome. Depois disso seu amor por ela só fez crescer, e embora nunca tivesse tido a oportunidade de vivenciar esse amor, ele nunca a esqueceu. Passou doze anos sonhando com ela e construindo uma riqueza que permitisse que ele oferecesse tudo que ela merecia. A descrição do jeito que ele a olha, como se ela fosse a luz que ilumina sua vida; a maneira que ele a toca, como se fosse da mais fina porcelana e pudesse se quebrar se ele não fosse cuidadoso, e principalmente, a maneira como ele lhe faz amor, como se estivesse há muito tempo faminto por um alimento que somente ela poderia lhe oferecer, me deixou sem palavras. Quando eles se reencontram, ela não o reconhece e ele não se identifica, por receio de que ela o considere indigno dela, mas apesar de ficarem juntos no decorrer do livro, essa atitude coloca a vida de Caroline em risco e pode separá-los no final.

2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

É um livro muito romântico, e tem muitos momentos hots. Vale a pena ser lido. Comentário da revisora Lucilene: Bem, acho que a Val já disse tudo sobre o livro. Como todos da Lisa Marie Rice, é intenso, apaixonante, leitura muito recomendada. No final, me perguntei: já terminou?????

Prólogo SUMMERVILLE, WASHINGTON ABRIGO SÃO JUDAS VÉSPERA DE NATAL Ele precisava de Caroline como precisava de luz e ar. Ou mais. O rapaz alto e magro, vestido com os trapos subia sobre o corpo esquelético sem vida do seu pai, esparramado, estendido sem forças, sobre o piso de concreto gelado do abrigo. Seu pai esteve morto por um longo tempo, a maior parte de sua vida, na verdade. Sempre houve algo nele que não queria viver. O menino não conseguia se lembrar da última vez que tinha visto seu pai limpo e sóbrio. Ele não tinha mãe. Toda a sua vida, tinham sido apenas os dois, pai e filho, à deriva, de um abrigo ao outro, permanecendo até serem expulsos. O rapaz ficou por um momento, olhando para a única relação de sangue que ele tinha nesse mundo, morto em uma poça de vômito e merda. Ninguém tinha notado o cadáver de seu pai ainda. Ninguém os notou ou sequer olhou em sua direção, se poderiam ajudá-los. Mesmo as outras almas perdidas e sem

3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

esperança do abrigo reconheciam alguém ainda pior do que eles mesmos e os evitava. O menino olhou ao redor, para os rostos desviados, os olhos voltados para o chão. Ninguém se importava que o bêbado não estivesse se levantando novamente. Ninguém se importava com o que acontecia com seu filho. Não havia nada para o menino aqui. Nada. Ele tinha que encontrar Caroline. Ele tinha que agir rápido antes que descobrissem que seu pai estava morto. Se encontrassem o corpo aqui, a polícia, os assistentes sociais e os administradores viriam até ele. Ele tinha dezoito anos, mas não poderia proválo. E ele sabia o suficiente sobre o modo como as coisas funcionavam para saber que iria se tornar um tutelado do estado. Seria trancado em alguma prisão, como um orfanato. Não. De jeito nenhum. Preferia morrer. O rapaz moveu-se em direção à escada que o levaria para fora do abrigo, para a tarde gélida e chuvosa. Uma velha olhou-o quando ele passou ao seu lado, os olhos nublados piscando em reconhecimento. Susie. Velhíssima e desdentada Susie. Ela não estava perdida no álcool como seu pai. Ela estava perdida na profundidade enfumaçada de sua própria mente. —Ben, chocolate, chocolate? Ela riu e estalou seus lábios duros e enrugados. Ele havia compartilhado uma vez uma barra de chocolate que Caroline tinha trazido para ele, e Susie procurava doces com ele desde então. Aqui ele era conhecido como Ben. No último abrigo – foi em Portland?seu pai o havia chamado Dick. Dava nomes a ele, depois que o administrador do abrigo os aceitava por algum tempo. Mas não o suficiente. Eventualmente,

4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

os abrigos ficavam doentes de raiva das bebedeiras violentas de seu pai e encontrava uma maneira de expulsá-los. As mãos de Susie, com suas longas, negras, e ásperas unhas, o agarraram. Ben parou e segurou a mão dela por um momento. —Não tenho chocolate, Susie. — disse gentilmente. Como uma criança, os olhos dela se encheram de lágrimas. Ben se inclinou para lhe dar um beijo no rosto sujo e enrugado, então correu até as escadas e saiu para o ar livre. Ele entrou sem hesitação na Rua Morrison. Sabia exatamente onde estava indo. Para Greenbriars. Para Caroline. Para a única pessoa na face da terra que se preocupava com ele. Para a única pessoa que o tratou como um ser humano e não um animal semisselvagem que cheirava à roupa suja e comida podre. Ben não tinha comido em dois dias, e tinha apenas uma jaqueta de algodão demasiado curta para manter o frio afastado. Seus grandes pulsos ossudos saíam das mangas do casaco, e teve que colocar as mãos em suas axilas para mantê-las aquecidas. Não importa. Ele já esteve com frio e faminto antes. A única coisa quente que queria agora era o sorriso de Caroline. Como a seta de um compasso para uma estrela-guia, se inclinou na direção do vento para andar a milha e meia para Greenbriars. Ninguém olhou para a maneira como ele se arrastava. Ele era invisível, uma figura alta e solitária, vestida em trapos. Isso não o incomodava. Ele sempre foi invisível. Ser invisível o ajudou a sobreviver. O tempo piorou. O vento soprava agulhas de gelo diretamente em seus olhos até que teve que fechá-los em fendas. Não importava. Tinha um excelente senso de direção e poderia fazer seu caminho até Greenbriars de olhos vendados.

5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Cabeça baixa, braços em torno de si para conservar o pouco de calor que tinha sido capaz de absorver no abrigo, Ben lentamente deixou para trás os escuros e sombrios edifícios da parte da cidade que hospedava o abrigo. Logo, as estradas se abriram em avenidas arborizadas. Antigos edifícios de tijolos deram lugar a graciosos e modernos edifícios de vidro e aço. Nenhum carro passou, o tempo estava demasiado frio para isso. Não havia ninguém nas ruas. Sob seus pés, o gelo acumulado estalava. Ele estava quase lá. As casas eram grandes aqui, nesta parte rica da cidade. Grandes, bem construídas, com inclinados gramados verdes que estavam agora cobertos de gelo e neve. Geralmente fazia o seu caminho através das ruas secundárias, invisível, como sempre. Alguém como ele, neste lugar de gente rica e poderosa, seria imediatamente detido pela polícia, então, sempre percorria as ruas secundárias em um dia normal. Mas hoje as ruas estavam desertas, e ele caminhava abertamente sobre as calçadas largas. Geralmente gastava meia hora a pé até Greenbriars, mas hoje as calçadas geladas e lisas e o vento forte o faziam se arrastar. Uma hora depois de sair do abrigo, ainda estava caminhando. Ele era forte, mas a fome e o frio começaram à exauri-lo. Seus pés, em seus sapatos rachados, estavam dormentes. Música soou, tão leve na primeira vez que ele se perguntou se estava alucinado de fome e frio. Notas flutuavam no ar, como se fossem levadas pela neve. Ele virou uma esquina e lá estava ela, Greenbriars. A casa de Caroline. Seu coração batia como se ela tivesse surgido da bruma chuvosa. Ele sempre disparava quando vinha aqui, assim como disparava sempre que ela estava perto. Ele geralmente entrava pela porta de trás, quando os pais dela estavam no trabalho e Caroline e seu irmão na escola. A empregada saía ao meio-dia, e do meio-dia à uma da tarde a casa era dele para explorar. Poderia entrar e sair

6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

como um fantasma. A fechadura da porta traseira era frágil, e ele forçava fechaduras desde que tinha cinco anos. Vagueava de sala em sala, absorvendo a atmosfera rica e perfumada da casa de Caroline. O abrigo raramente tinha água quente, mas ainda assim, tinha o cuidado de se lavar o melhor que podia, sempre que ia para Greenbriars. O fedor do abrigo não tinha lugar na casa de Caroline. Greenbriars estava muito além do que ele jamais poderia ter esperanças de possuir. Não havia ciúme, não havia inveja nele quando tocou as costas dos milhares de livros na biblioteca, entrou em armários com cheiro doce cheio de roupas novas, abriu a enorme geladeira para ver os frutos e legumes frescos. A família de Caroline era rica de uma maneira que não podia compreender, como se eles pertencessem a uma espécie diferente, vivendo em outro planeta. Para ele, era simplesmente o mundo de Caroline. E viver nele por uma hora por dia era como tocar o céu. Hoje, ninguém podia vê-lo se aproximar na tempestade. Caminhou até a rodovia, sentindo o cascalho fino através das solas dos sapatos. A neve se intensificou, o vento chicoteava partículas geladas e dolorosas através do ar. Ben sabia como se mover em silêncio, de mansinho, quando necessário. Mas não era necessário agora. Não havia ninguém para vê-lo ou ouvi-lo, enquanto triturou o seu caminho até a janela. A música estava mais forte agora, a origem de uma luz amarela. Somente quando chegou ao fim da entrada de automóveis que Ben percebeu que o brilho amarelo era a grande janela de doze painéis da sala de estar, e a música vinha de alguém tocando piano. Ele conhecia bem aquela sala de estar, assim como conhecia todos os cômodos da grande mansão. Vagou por todos eles, durante horas. Sabia que a grande sala de estar sempre cheirava levemente a fumaça da madeira da grande

7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

lareira. Sabia que os sofás eram profundos e confortáveis e os tapetes macios e espessos. Andou em linha reta até a janela. A neve já estava preenchendo as pegadas feitas por seus sapatos. Ninguém podia vê-lo, ninguém poderia ouvi-lo. Ele era alto, e podia ver sobre o parapeito da janela, se ficasse na ponta dos pés. A luz havia desaparecido do céu, e não conhecia ninguém na sala que poderia vê-lo do lado de fora. A sala era como algo saído de uma pintura. Centenas de velas tremulavam em toda parte, sobre a lareira, em todas as mesas. A mesa de café guardava os restos de um banquete, uma peça de presunto em uma tábua de fatiar, uma fatia de pão enorme, um grande prato de queijos, bolos diversos, e duas tortas. Um bule, xícaras, copos, uma garrafa aberta de vinho, uma garrafa de uísque. Ele sentiu água na boca. Não comia a dois dias. Seu estômago vazio doía. Quase podia sentir o cheiro da comida na sala, através da vidraça. Então a comida desapareceu completamente de sua mente. Uma adorável voz soou, clara e pura, cantando uma canção de Natal que ele tinha ouvido num shopping uma vez enquanto ajudava seu pai à pedir esmolas. Algo sobre um menino pastor. Era a voz de Caroline. Ele a reconheceria onde quer que estivesse. Uma rajada de vento gelado fustigou o jardim, juntando granizo em seu rosto. Ele nem sequer sentiu enquanto movia a cabeça por cima do parapeito. Lá estava ela! Como sempre, ele prendeu a respiração quando a viu. Ela estava tão bonita! Às vezes doía olhar para ela. Quando ela ia visitá-lo no abrigo, ele se recusava a olhá-la nos primeiros minutos. Era como olhar para o sol. Ele a olhava com fome, guardando cada segundo na memória. Ele se lembrava de cada palavra que ela já tinha falado com ele, leu e releu todos os livros que ela já tinha levado para ele, se lembrava de cada item de vestuário que ela havia usado.

8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela estava ao piano, tocando. Ele não havia visto ninguém tocando piano, atualmente, e parecia mágico para ele. Seus dedos se moviam graciosamente sobre as teclas pretas e brancas, e a música brotava como a água em um córrego. Sua cabeça se encheu com a maravilha disso. Ela estava de perfil. Seus olhos estavam fechados enquanto tocava, um leve sorriso no rosto, como se ela e a música compartilhassem um entendimento secreto. Estava cantando uma música que ele mesmo reconheceu. “Silent Night’’. A sua voz levantou-se, pura e leve. O piano era alto e negro, com velas acesas, apoiadas em suportes de metal brilhante ao longo dos lados. Apesar de toda a sala estar cheia de velas, Caroline brilhava mais intensamente do que qualquer uma delas. Estava iluminada com a luz, sua pele pálida brilhando à luz das velas incandescentes enquanto cantava e tocava. A canção chegou ao fim, e suas mãos caíram a sua volta. Ela olhou para cima, sorrindo, com os aplausos, em seguida iniciou outra canção, sua voz brotando pura e elevada. A família inteira estava lá. Sr. Lake, um empresário influente, alto, loiro, parecendo o rei do mundo. Sra. Lake, incrivelmente bonita e elegante. Toby, o irmão de sete anos de Caroline. Havia outra pessoa na sala, um homem jovem e bonito. Estava elegantemente vestido, o cabelo loiro escuro penteado para trás. Seus dedos estavam em compasso de tempo com a música natalina, em cima do piano. Quando Caroline parou de tocar, ele se inclinou e lhe deu um beijo na boca. Os pais de Caroline riram e Toby fez uma cambalhota no tapete grande. Caroline sorriu para o belo rapaz e disse algo que o fez rir. Ele inclinou-se para beijar seu cabelo. Ben observava, seu coração quase parando. 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Esse era o namorado de Caroline. Claro. Eles trocaram um olhar. Loiro, seguro de si, privilegiado. Boa aparência, rico, educado. Eles pertenciam a uma mesma espécie. Foram feitos para estarem juntos, era tão claro. Seu coração abrandou em seu peito. Pela primeira vez, sentiu o perigo do frio. Sentiu seus dedos gelados o alcançarem para arrastá-lo até onde seu pai tinha ido. Talvez deveria simplesmente deixar que o frio o levasse. Não havia nada para ele aqui, nesta adorável sala à luz de velas. Nunca seria uma parte deste mundo. Ele pertencia à escuridão e ao frio. Ben caiu para trás sobre seus calcanhares, voltando lentamente para longe da casa até que a luz amarela da janela estava perdida na neve e neblina. Estava tremendo com o frio quando se arrastou de volta para a saída de carros, a neve molhada escorrendo pelos buracos em seus sapatos para encharcar seus pés. Meia hora depois, chegou até a junção interestadual e parou, balançando em seus pés. O ser humano nele quis afundar no chão, enrolado em uma bola esperando que o desespero e a morte o levassem, como haviam feito à seu pai. Isso não iria demorar. Mas o animal que existia nele era forte e queria intensamente viver. À direita, a estrada estendia para o norte, até o Canadá. Para a esquerda, ela seguia para o sul. Se ele fosse para o norte, morreria. Simples assim. Virando à esquerda, Ben arrastou-se para a frente, de cabeça baixa, em direção ao vento gelado.

Capítulo Um 1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

SUMMERVILLE, WASHINGTON VÉSPERA DE NATAL DOZE ANOS DEPOIS Ela estava aqui. Ele podia senti-la, podia cheirá-la. Caminhando em direção à pequena livraria com o sino antiquado sobre a porta, o homem agora conhecido como Jack Prescott sabia que a encontrara. Estava exausto, após ter viajado por quarenta e oito horas seguidas, em uma canoa de Obuja até Freetown, pela Air Afrique do Aeroporto Lungi até Paris, pela Air France de Paris para Atlanta, pela Delta de Atlanta a Seattle, e por último, a viagem até Summerville, num avião caindo aos pedaços, poderia ter corrido melhor. Mesmo com o cansaço, no entanto, seus sentidos estavam afiados. Doze anos depois, ainda poderia reconhecer seus traços. As velas no peitoril da janela, a harpa suave tocando levemente no fundo, um cheiro de canela, baunilha, rosas e ela. Inconfundível, inesquecível. Chegando ao aeroporto, a notícia de que ela ainda estava em Summerville e, surpreendentemente, ainda solteira o tinha desintegrado. Ele não estava esperando isso. Ele não estava esperando nada, exceto a dificuldade e frustração em prossegui-la. Ele tinha todo o tempo do mundo para fazer isso agora. A morte do coronel Eugene Prescott o libertou dos laços de lealdade e amor. Um dia após a morte do coronel, Jack tinha vendido a empresa de segurança ENP, e voado para Serra Leoa para cuidar da última responsabilidade para com o homem que tinha se tornado seu pai. Isso lhe custou tiroteio e derramamento de sangue, dor e violência, mas ele tomou conta da bagunça, como seu pai havia lhe pedido em seu leito de

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

morte. Jack fez o que tinha que ser feito, salvou a reputação de seu pai, puniu os otários que haviam montado uma operação desonesta, e estava, finalmente, finalmente livre de toda a responsabilidade pela primeira vez em doze anos. Sua vida como um Ranger e seu dever para com o coronel e sua companhia mantinham-no ocupado. Enquanto o coronel estava vivo, Jack tentou manter Caroline fora de sua cabeça, e foi bem-sucedido, na maior parte, exceto durante a noite. Ela tinha sua vida, onde quer que fosse, e ele tinha o coronel para servir. Mas depois de parar Vince Deaver, ele estava livre. Ele girou direto e voou tão rápido quanto a aviação moderna poderia levá-lo da África para Summerville. Era uma loucura, sabia que era uma loucura procurá-la aqui, doze anos mais tarde. Por que Caroline ficaria em Summerville? Ela era bonita, talentosa, inteligente, rica. Ela terminaria onde todas as mulheres lindas, inteligentes, talentosas e ricas terminam, em alguma cidade grande litorânea. Talvez até mesmo no exterior. E de modo algum estaria solteira, não alguém como Caroline. Ela estaria casada e com filhos. Qualquer homem no seu perfeito juízo iria arrebatá-la e mantê-la grávida, para ter certeza que ela permaneceria ao seu lado. Ele não tinha ilusões. Caroline não era para ele. Ela provavelmente estava feliz e realizada, com sua própria família. Jack sabia que ele nunca teria uma família, não estava em seu destino. Ele estava mantendo-se fora da vida de Caroline, porque ele não tinha lugar nela. Mas Jack tinha que vê-la. Precisava vê-la, como precisava respirar. Só mais um olhar antes de iniciar a próxima etapa de sua vida, o que quer que fosse. Ele fechou a porta sobre a empresa de segurança quando ele enterrou seu pai. A empresa tinha ido embora, a casa vendida. Tudo o que precisava estava em sua mochila e mala. Ele estava pronto para virar a página, logo após um último olhar para ela.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Então veio aqui para começar a sua busca, no último lugar que tinha estado antes de se tornar Jack Prescott, no último lugar que ele tinha visto Caroline. A família dela foi criada aqui, obrigatoriamente era uma maneira de localizá-la. Ele não se importava onde ela tinha ido, se ainda estava nos Estados Unidos ou se ela se fixou no estrangeiro, ou tinha ido à lua. Ele era um excelente cão de caça, o melhor que havia. Iria encontrá-la, eventualmente, por mais tempo que levasse. Ele tinha o resto de sua vida para fazêlo, e certamente não estava preocupado com o dinheiro. Apenas um olhar, e ele desapareceria para sempre. No final, ele não teve que localizá-la, no entanto. O motorista de táxi dentro do aeroporto sabia onde ela estava. Aqui. Bem aqui, onde tinha estado o tempo todo. Em Summerville. Solteira. Jack estava planejando registrar-se em um hotel, limpar-se, ter uma boa refeição em um restaurante, depois dormir durante vinte e quatro horas. Ele esteve em um tiroteio, e viajou durante dois dias seguidos. Ele estava exausto. Era véspera de Natal. Tudo estaria fechado no dia de Natal e no dia seguinte, domingo. Na segunda-feira, pretendia iniciar sua busca por Caroline. Mas, em seguida, o motorista do táxi disse que Caroline Lake – a sua Caroline Lake — ainda estava em Summerville e administrava uma pequena livraria, e assim não havia nenhuma pergunta sobre onde ele iria. Direto para ela. Rápido, passos leves sobre o piso de madeira, e merda, antes que ele estivesse pronto, lá estava ela. —Oh! — Caroline Lake parou de repente, o sorriso acolhedor morrendo em seu rosto quando ela o viu. —O-Olá. Ele sabia o que ela via.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela via um homem alto, musculoso, com longos cabelos negros amarrados para trás, de qualquer jeito, vestido com roupas baratas, ásperas, sujas e amarrotadas. Ele não tomava banho ou se barbeara em três dias, e sabia que as linhas de esgotamento vincavam o rosto mal barbeado. Ele sabia como ela se sentia, também. Assustada. Ela estava sozinha com ele. Ele tinha ouvidos extraordinariamente afiados, e não ouviu nenhum outro som de pessoas na pequena loja. A tempestade de neve gelada lá fora era tão forte que as ruas também estavam desertas. Se ele se tornasse violento, não haveria ninguém para ouvir seus gritos de socorro. Não havia nada que ele pudesse fazer sobre a maneira como parecia perigoso. A verdade era que ele era em cada centímetro tão perigoso quanto parecia. Apesar de que Caroline não podia ver a Glock no coldre do ombro, ou a faca estratégica na bota ou a arma calibre 22 no coldre do tornozelo, um homem armado se comporta de maneira diferente do que um homem desarmado. Ele matou quatro homens, dois dias atrás em dois continentes. Em algum nível subliminar, ela estava entendendo isso. Ela estava muito quieta, narinas levemente dilatadas, instintivamente puxando oxigênio, caso tivesse que correr. Ela não sabia que era o que estava fazendo, mas ela o fazia. Ele era um especialista em presa humana e em como ela reagia ao perigo. Em primeiro lugar, aliviar seus medos. Ele ficou totalmente imóvel, observando-a com cuidado. Preferia rasgar sua própria garganta do que feri-la de qualquer maneira, mas ela não podia saber disso. Tudo que ela sabia era que estava sozinha com um homem grande, potencialmente violento.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Boa noite. —Ele manteve sua voz baixa e sem inflexão. Calma. Ele manteve a sua linguagem corporal extremamente não ameaçadora, movendo apenas seus pulmões para respirar. Sem sorrisos, sem caretas. Era a única maneira que ele sabia de tranquilizá-la. As palavras não fariam isso. A quietude faria. Se ele fosse louco, não poderia ficar tão parado. Mentes agitadas fazem corpos agitados. Funcionou. Ela relaxou um pouco, balançou a cabeça, sorriu. Ele não conseguia sorrir de volta. Por um segundo, respirar.

não conseguia

Cristo, ela é tão malditamente linda. Ela, de alguma forma se tornou ainda mais bela do que a sua memória. Como pode ser isso? Esbelta, mas curvilínea. Não era alta, mas com membros longos. Seu cabelo era o mais rico de cores que ele jamais vira, uma mistura selvagem de vermelhos e dourados, com listras champanhe pálida passando por eles. Sua coloração era tão vívida que seus olhos foram naturalmente atraídos para onde ela estava. Jack não podia se imaginar olhando para outra mulher, enquanto Caroline estivesse na sala. Ela recuou um pouco. Ele estava olhando para ela. Pior, estava assustando-a. — Clima terrível. — Ele retumbou. Sua voz era profunda, tão incomum, mas manteve seu tom de voz uniforme e baixo. Foi necessário um esforço enorme, uma das coisas mais difíceis que ele já tinha feito em uma vida dura, mas ele tirou os olhos dela. Faminto como estava para vê-la, não poderia continuar olhando-a, ou ela estranharia. Então, ele olhou ao redor, para o que ela tinha criado. Era uma livraria bonita, com um teto de vigas altas, piso de madeira com o que parecia ser caros tapetes espalhados, prateleiras e mesas de pinho, com best-sellers sobre eles. A música de harpa tinha dado lugar a um coro à

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

“cappella” de vozes femininas cantando madrigais. Sobre o seu cheiro sabonete, xampu e perfume de rosas que assombravam as suas noites - ele podia sentir o cheiro de “pot-pourri”, velas de cera e resina da árvore de Natal decorada com pequenas miniaturas de livros, em pé em um pote grande de cerâmica vermelha no canto. A loja inteira era quente e acolhedora, uma delícia para os sentidos. Jack tinha boa visão periférica e ficava olhando ao redor, até que ela visivelmente relaxou. Ele se voltou para ela. — A livraria é muito agradável. Meus cumprimentos. Os lábios dela transformaram-se num ligeiro sorriso. —Obrigada. E geralmente não é tão deserta. Eu estava esperando uma correria às vésperas do Natal para todos os preguiçosos que ainda não compraram seus presentes ainda, mas o tempo tem mantido todos dentro de casa. Jack tentou não fazer uma carranca e nem olhar com desaprovação. Qual era o problema com ela? Jesus, a última coisa que ela deveria fazer quando está sozinha com um homem era assinalar justamente que eles estavam sozinhos. Ela sempre foi assim, muito confiante. Certa vez, no abrigo, o velho McMurty, dopado em Deus sabe que merda que ele obteve nas ruas, se esgueirou para ela quando ela sorriu para ele. Jack sabia como McMurty ficava quando ele estava alto. O filho da puta sujo teria colocado as mãos sobre Caroline se Jack não o tivesse impedido. Depois que Caroline se foi, Jack tinha empurrado McMurty contra a parede, lhe mostrou a faca Bowie que ele tinha roubado e prometeu que, se ele sequer respirasse na direção de Caroline novamente, poderia dar um beijo de adeus em suas bolas. Jack tinha querido dizer cada palavra. Mãos abertas, bonitas, finas e sem anéis.

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Posso ajudá-lo com alguma coisa? Nós temos uma seleção bastante boa, e eu posso encomendar o que você quiser, se não tivermos no estoque. Demora cerca de uma semana para chegar. — Ela sorriu para ele. Ela era uma mulher agora. Uma mulher belíssima, cujo rosto mostrava as dores que ela sofreu. O motorista de táxi falador lhe tinha dito tudo sobre Caroline e sobre a queda dos Lake. Jack tinha ouvido tudo sobre o acidente de carro que matou seus pais e feriu seu irmão mais novo. A descoberta sobre suas mortes e que o Sr. Lake tinha feito investimentos ruins, que não havia dinheiro para cobrir as contas do hospital, com apenas o suficiente para pagar o enterro do casal. Em seguida, seis anos cuidando de um irmão inválido, apenas para perdê-lo dois meses atrás, sobrecarregando-a com as dívidas ainda mais. Tudo isso demonstrava em seu rosto. Leves linhas marcavam seus olhos, apesar de serem ainda daquela assombrosa cor cinza-prata. Ela tinha emagrecido ainda mais. A jovem Caroline tinha um adorável rosto aberto com um sorriso perpetuamente alegre. Esta Caroline mostrava tristeza e serenidade, a alegria se foi. E, no entanto, Jack ainda podia ver a jovem Caroline, o coração dela, a menina encantadora, doce, que tinha amizade com um pária, dentro da bela mulher que conheceu mágoa e sofrimento. A jovem garota assombrara seus dias e noites. A mulher na frente dele quase o deixou de joelhos. Cristo, ele estava olhando mais uma vez, perdido. Ela disse algo, algo sobre livros. Ele não queria os livros. —A placa. — Ele disse. —Perdão? — Ela rodou uma mecha de cabelo vermelho-dourado brilhante por trás de uma orelha pequena. Ele a tinha visto fazer isso cem vezes. —Você tem uma placa na frente da loja. Quartos para alugar. Você ainda tem um quarto disponível?

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Tinha sido o motorista de táxi falador que disse a ele que Caroline alugava quartos para pensionistas para impulsionar sua renda da livraria. Caroline olhou para ele por um longo momento, claramente analisandoo. Ele não poderia se encolher e não poderia tomar um banho e fazer a barba, e não conseguia trocar de roupa naquele momento então. Tudo o que podia fazer era permanecer imóvel e manter a sua expressão neutra. Não havia nada que pudesse dizer ou fazer para convencê-la se ela não confiasse nele o suficiente para lhe desejar em sua casa. A única coisa que ele podia fazer era esperar. E ter esperança. Finalmente, Caroline suspirou. —Sim, como acontece, meu pensionistas se foram, então eu tenho um quarto. Mas porque não discutimos sentados? Você pode deixar isso atrás da minha mesa, se você quiser. – “Isso”, eram os seus antigos sacos de lona com o fechamento da bagagem novinho em folha e uma mala. De jeito nenhum ele os deixaria fora de sua vista. —Obrigado, vou colocá-los ao meu lado, assim ninguém tropeçará neles. — Ele disse casualmente, colocando a mochila no ombro e pegando a mala. Ela assentiu e continuou caminhando entre as fileiras de livros para o canto de trás da loja, onde uma pequena área de estar foi criada. Embora ela estivesse mais magra do que quando era uma menina, ela também estava com mais curvas. Ela tinha uma cintura fina que implorava que suas mãos a rodeassem, arredondando para uma bunda perfeita. Ele teve que se esforçar para manter seus olhos longe dela, no caso de ela se virar e encontrá-lo devorando-a com os olhos. Isso faria com que ela o jogasse sobre sua bunda. Imediatamente. Jack reconheceu um sofá e duas poltronas pequenas que tinham estado uma vez no estúdio de seu pai. Eles estavam velhos e desgastados, mas ainda

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

pareciam confortáveis. Jack colocou sua mochila atrás de uma das poltronas pequenas e sentou-se nele, esperando que ele aguentasse o seu peso. Ele não foi feito para mobiliário antigo e delicado, mas ele não precisava ter se preocupado. A poltrona podia ser pobre, mas era de boa qualidade. —Você gostaria que eu pegasse o seu casaco, Senhor... ? — Caroline estendeu uma mão. —Prescott. Jack Prescott. E não, obrigado. Eu ainda estou com um pouco frio por causa do tempo lá fora. —Eu posso imaginar. — Ela murmurou, retirando a mão. Jesus, ele não poderia tirar o casaco. Sem reflexo, e porque ele odiava estar desarmado, pegou sua bolsa da esteira rolante no aeroporto e mergulhou no banheiro masculino mais próximo, para deslizar sua Glock no equipamento em seu ombro. E então se esqueceu completamente dela. Ele não tinha a menor ideia de que uma hora após o desembarque, realmente estaria sentado, com Caroline, que queria que ele tirasse o casaco. Jack era muito bom em planejamento estratégico. Ele tinha nascido bom nisso. Em seguida, o coronel Prescott e o exército o tinham tomado e apurado. Jack tinha sido um estrategista excepcional, sempre capaz de pensar vários movimentos adiante. O fato de que ele não havia pensado em esconder a arma antes de entrar na livraria, onde provavelmente se esperava que tirasse seu casaco, estava fora de seu próprio radar. Isso era exatamente o tipo de erro que poderia ter conseguido matá-lo no trabalho. Mas, mesmo sem a arma, ele não poderia tirar o casaco. De jeito nenhum. Além de sua arma, ele tinha uma ereção. Um enorme aço duro que parecia um porrete entre as pernas, e as calças eram apenas soltas o suficiente para mostrá-lo. Andando atrás de Caroline, observando o balanço dos seus quadris e a forma como o cabelo dela saltava sobre seus ombros, farejando o ar em seu

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

rastro, cada hormônio em seu corpo acordou e sentiu seu cheiro de rosas. Todo o sangue em seu corpo se transmitiu diretamente para o seu pênis. Bem, isso era uma garantia para mantê-lo fora de sua lista de possíveis pensionistas. Nenhuma mulher no mundo aceitaria ter em sua casa um homem que ficava ereto só de olhar para ela. Era uma loucura. O corpo de Jack era seu para ser comandado. Ele dava as ordens, sempre. Se precisava ficar sem comida, água ou sono, o corpo obedecia. Frio ou calor extremos não o incomodavam. Sexo nunca foi um problema. Quando ele queria foder, ficava de pau duro e quando não queria, seu pau ficava para baixo entre as pernas. Mas observando o andar gracioso de Caroline na parte de trás da loja, os quadris balançando suavemente, ele ficou muito excitado com cada passo que ela dava. Tudo que ele queria era um vislumbre dela. Começar a viver com ela em Greenbriars, depois de uma hora de aterrisagem no aeroporto era algo que não tinha nem pensado em esperar. E ainda assim, lá estava ele, talvez cinco ou dez minutos distante de realmente viver com Caroline, em Greenbriars, e ele estava prestes a explodir. Não conseguia pensar em nada mais propenso a desqualificá-lo como um pensionista em potencial, do que seu pênis saltar na cara dela. Ela era a única pessoa na face da terra que poderia mexer com sua mente e seu pênis desse jeito. Nada ficava no caminho do que ele queria. Certamente não o sexo. Sexo era divertido e por vezes necessário para desabafar, mas não era algo que ele permitisse interferir em sua vida, nunca. Jack era intensamente orientado para missões. Ele se concentrava estritamente na missão, qualquer que fosse, excluindo todo o resto. A missão agora era se mudar para a casa de Caroline, e não deveria ter permitido que nada anuviasse a sua mente, e muito menos enrijecesse seu pênis.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Sua erro o descontrolou. Essa não era a maneira que ele trabalhava. Ele estava no controle, sempre. Não agora, no entanto. Todos os pensamentos fugiram de sua mente enquanto caminhava atrás de Caroline. Ela usava lindos sapatos de bico fino com saltos altos, sapatos impossíveis para a tarde de chuva e granizo, mas perfeitos para mostrar longas e delgadas panturrilhas e tornozelos finos e delicados. Faziam um ligeiro toc toc, enquanto ela andava, e ele sentia seu pulsar através de sua pele. O ritmo de seus saltos batendo na madeira compensada combinava com os batimentos de seu coração, a pequena agitação de sua blusa de seda enquanto ela andava, fazendo eco à agitação do sangue rasgando através de suas veias. —Aqui — Ela disse. E ele, olhando em volta, pensou: Sim, aqui. Ótimo. No sofá, no tapete, no chão de madeira. Contra a parede, curvada no balcão. Em qualquer lugar, contanto que ele pudesse penetrá-la e permanecer dentro dela por horas. Foi somente quando ela inclinou a cabeça para um lado, um ligeiro franzir das sobrancelhas ruivas, e disse: —Sr. Prescott? — Em um leve tom inquisidor, que Jack percebeu com um choque em seu sistema o que ele estava fazendo. Ferrando tudo, isso era o que ele estava fazendo. Ele nunca havia ferrado nada. Então, ele trincou os dentes, dirigiu um tranquilo “Obrigado” através dos maxilares cerrados e sentou-se, obrigando-se a pensar em Serra Leoa, Obuja e Vince Deaver. Em sangue, traição, tortura e os gritos das mulheres. Tanto sangue... O chão estava molhado com ele, correndo em riachos vermelhos. Mulheres atacadas até a morte. Soldados altamente treinados, utilizando as crianças como tiro ao alvo. A névoa vermelha dos atiradores em torno das cabeças das crianças enquanto o tiro as mandava para casa ...

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Elas fizeram isso. As imagens arrefeceram seu sangue e adoeceram seu coração. Seu pênis foi direto para baixo. Seus dentes estavam cerrados tão forte que era um milagre ele não ter fragmentos de esmalte saindo de suas orelhas. Caroline deve ter sentido algo errado no ar, porque ela se sentou delicadamente na ponta da poltrona, os joelhos, pernas e pés alinhados, com os braços cruzados fortemente sobre sua barriga, a linguagem corporal firme. Inconscientemente, pronta para se levantar ou mesmo saltar para cima, se ele a deixasse mais desconfortável do que já tinha deixado. Ele era um homem que mantinha a calma na luta armada, mas vendo-a mudar a linguagem corporal com medo dele, o assustou como o inferno. Ele tinha feito isso. Ele a fazia sentir-se nervosa e desconfiada, quando ele deveria ter feito tudo ao seu alcance para tranquilizá-la. Talvez fosse o cansaço e "jet lag"1. Nove fusos horários, um total de trinta e seis horas no ar e talvez dormindo seis horas no total. Fosse o que fosse que estivesse deixando-o grogue e com tesão e idiota, ele teria que se colocar em forma rápido, ou ele seria expulso pela orelha. Ele limpou a garganta. —Então, madame. — Ele olhou diretamente em seus olhos, heroicamente impedindo que seu olhar deslizasse para seus seios ou pernas, e manteve sua expressão impassível. —Como eu disse, eu entendi que você tem um quarto para alugar. Eu estou procurando um lugar para ficar, e um quarto soa muito bem agora, até eu me recuperar.. Você disse que tem um quarto livre?

1

Jet Leg: Interrupção temporária dos ritmos corporais causados pela alta velocidade de viagem atravessando diversos fusos horários geralmente em um avião a jato.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline respirou para dentro e para fora. Jack sabia o que sua cabeça estava dizendo: “Não, de jeito nenhum. Você está louca? Esse cara é assustador e pode ser louco.” Mas Caroline também pensou com seu coração. Seus olhos deslizaram e se fixaram sobre as botas dele. Eram suas botas de combate e estavam velhas, rachadas e manchadas. Os saltos estavam usados. Um soldado sempre cuida de seus pés. No campo, uma bolha pode se infectar e transformar um pé gangrenado, em vinte e quatro horas. Suas botas de combate eram confortáveis e à prova d'água e serviam-lhe bem. Ele não tinha nem pensado em trocá-las por sapatos melhores fazendo o seu caminho de volta. O que Caroline viu foi um homem com roupas usadas, barba por fazer no queixo e botas de salto baixo. Um homem que parecia que tinha viajado difícil e longamente, e que teve má sorte. Ele podia ver o abrandamento nos olhos dela. Ela ergueu o olhar para ele, descruzou os braços e sentou-se ligeiramente para trás. Seu coração deu um baque. Sim. Oh merda, sim! O acordo estava feito. Estava indo tudo bem. Graças a seu coração mole. Ela tomou a decisão. Agora era apenas uma questão de encontrar as palavras certas, aquelas para convencê-la a dar uma chance a ele, porque seu coração já havia dado. Ele ainda poderia por tudo à perder, mas não se ele prestasse atenção e dissesse as coisas certas. Caroline tinha relaxado um pouco, mas ela não estava sorrindo. —Hum, sim. Tenho dois quartos, na verdade, um simples e um duplo e ambos estão livres. Um pensionista se foi há duas semanas, e os outros dois saíram quatro dias atrás.

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Então, eu estou com sorte. — Ele tentou em um pequeno sorriso. — Vou ficar com um deles. O duplo, porque eu gosto do meu espaço. Ela suspirou e baixou os olhos para onde um longo dedo de ponta rosa estava brincando com um fio solto. Ela mordeu os lábios, claramente lutando com alguma coisa. Ela suspirou, uma leve exalação de respiração. Quando ela levantou aos olhos para ele, ela tinha chegado a uma decisão. —O quarto de casal que eu tenho é espaçoso e confortável, Sr. Prescott, e em uma bela casa antiga cerca de uma milha e meia do centro da cidade. O preço inclui refeições e — ela sorriu — Eu garanto que eu sou uma boa cozinheira. Oh, Jesus. Caroline e comida. Jack quase caiu de joelhos, chorando. Ele não tinha uma refeição decente em ... merda. Desde antes do Afeganistão. Ele abaixou a cabeça. —Parece-me maravilhoso, madame. Exatamente o que eu preciso, já que eu não consigo nem mesmo colocar água para ferver. Eu... —Espere. — Ela levantou uma mão esguia e respirou fundo, como se apoiasse a si mesma. Ela o olhou diretamente nos olhos. —Essa é a boa notícia. A má notícia é que a casa vem com a Caldeira do Inferno, que, infelizmente, está enguiçando todos os dias, mesmo depois de ter sido consertada pelo Consertador do inferno. —Ela olhou para a brancura fora da janela. No silêncio repentino, podiam ouvir as agulhas geladas sibilando contra a vidraça. —E nesse clima ... bem, vamos apenas dizer que ele pode ficar desconfortável. E a iluminação às vezes é irregular, há algum fio cruzado em algum lugar, e ninguém consegue encontrá-lo. Se você trabalha em um computador, torna-se difícil, e meu último pensionista perdeu vários arquivos importantes. E já que eu pareço estar no modo de confissão, dois degraus da escada estão quebrados, por isso, se você se esquecer e descer as escadas à noite para beber um copo de leite, é bastante provável que você quebre seu pescoço.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Ela soltou sua respiração com um whoosh, observando tensamente o rosto dele para ver sua reação à suas palavras. —Portanto, é o que temos. E eu entenderei completamente, se você decidir que não quer o quarto depois de tudo. Foi difícil se manter sem resfolegar. Jack esteve esperando por doze malditos anos para vê-la novamente, nunca realmente acreditando que isso iria acontecer. Ele havia sonhado com isso no chão frio de pedra enquanto se submetia aos exercícios de treinamento da semana. Isso o havia mantido acordado nas selvas da Indonésia e por seis longos e congelantes meses em um quartel de inverno no Afeganistão. E ela pensava que um pouco de frio, algumas luzes oscilantes e pisos quebrados poderiam mantê-lo afastado? Os cães do inferno não poderiam mantê-lo afastado. —Estou habituado ao desconforto, madame. — Ele disse. — Um pouco de frio não me incomoda, acredite em mim. Tenho um laptop com baterias boas e eu vou ter cuidado nas escadas. E eu sou muito útil com minhas mãos. Deixeme ver se eu consigo fazer alguns reparos ao redor da casa para você. —Oh. — Caroline piscou. —Que bom! Isso é muito gentil de sua parte. E incrivelmente útil. Eu só espero que você esteja melhor do que Mack, O Babaca, que é como eu chamo o homem que vem e se atrapalha ao redor de minha casa e toma o meu dinheiro. — Ela engoliu, sua atraente garganta pálida se agitando. —E, é claro, você pode deduzir do aluguel todos os reparos que você fizer. Eu insisto. Algo se apertou firmemente no peito de Jack. Ela claramente precisava do dinheiro. Até mesmo o motorista de táxi sabia que ela precisava de dinheiro, provavelmente todos em Summerville sabiam que ela precisava de dinheiro, mas lá estava ela, disposta a lhe dar um desconto no aluguel por sua ajuda. Era literalmente impossível para Caroline se aproveitar de alguém.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Qualquer outra coisa que acontecesse, o que acontecesse entre eles, Jack prometeu que ela nunca teria problemas de dinheiro novamente para o resto de sua vida. —Não há problema, madame. — disse suavemente. —Eu gosto de trabalhar. Eu não estou acostumado a ficar ocioso. Não me importo de fazer os reparos, consertar as coisas. Isso vai me dar algo para fazer enquanto eu me estabeleço. Ela inclinou a cabeça para um lado. —Você estava no serviço militar, Sr. Prescott? —Sim, senhora. Exército. Um Ranger, por sete anos. E meu pai era militar de carreira. Exército também. Um coronel aposentado completo. Ele construiu uma empresa de segurança mais tarde, e eu saí do exército para ajudá-lo a administrá-la. Ele morreu na semana passada. — Um espasmo de dor, incontrolável, inevitável, atravessou seu rosto. —Oh, meu Deus! — Ela disse suavemente, chegando a tocar em sua mão. O contato foi breve, pretendia ser consolador, contudo o queimou. Era tudo o que podia fazer para evitar arrebatar-lhe a mão. —Sinto muito. Eu sei perfeitamente o que é perder um pai. É incrivelmente doloroso. Você tem as minhas condolências. Ele inclinou a cabeça, incapaz de falar. Silêncio. Tão espesso que era uma presença no quarto. O único som era o vento batendo nas esquadrias da janela. Jack tinha mantido seu pau para baixo, mas, no entanto, algo tinha acontecido à sua garganta. Ela estava apertada e quente. Um emaranhado de emoções selvagens guerrearam em seu peito, emoções que ele não se atrevia a deixar sair, mas que o fazia sentir como se uma faca quente estivesse cortando dentro dele. Luto. Desejo. Tristeza. Alegria. Ele perdeu seu pai, e ele tinha encontrado Caroline.

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela olhou para ele, sem dizer nada, como se ela entendesse o que estava acontecendo dentro dele. Finalmente, ela quebrou o silêncio. —Bem, Sr. Prescott, eu acho que tenho um novo pensionista. Ele levantou os olhos para ela e tossiu para limpar sua garganta. —Acho que você tem, madame. E por favor, me chame de Jack. —Tudo bem, Jack. E eu sou Caroline. Caroline Lake. —Jack quase sorriu. A primeira e única vez que ele ficou bêbado foi o dia em que o coronel recebeu a notícia que ele tinha câncer de estômago inoperante. Jack acompanhou o coronel até em casa, viu-o na cama, então voltou para a rua novamente. Naquela noite ele tinha ficado tão embriagado e acordou dois dias depois na cama de uma loira burra com um grande e adornado “C” tatuado em seu bíceps direito. Ele sabia quem ela era, tudo bem. Jack perguntou, porque ele sabia que ela estava esperando por isso. —Quanto é o aluguel? —Quinhentos dólares por mês. — Ela disse tristemente, olhando em seus olhos novamente. —Eu sei que parece muito, mas realmente... Ele segurou sua mão, a palma para fora. —Tudo bem. Parece razoável. Particularmente com as refeições, para não mencionar as refeições preparadas por uma boa cozinheira. Vou economizar muito com restaurantes. Então ... como faço para chegar lá? — Ele sabia muito bem como chegar a Greenbriars, mas pareceria estranho se ele não perguntasse. —Você tem um carro, Sr. Prescott? —Não, ainda não. Eu vim direto do aeroporto em um táxi. Eu vou alugar algum na segundafeira. 2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline se levantou, e ele levantou-se também, pegando a alça de sua bolsa. Ele estava muito perto dela e afastou-se imediatamente. Foi uma reação instintiva. Ele era tão alto que ele tinha que ter cuidado para não pairar sobre as pessoas. Ele pessoalmente não queria deixar Caroline inquieta. — Bem, ninguém vai vir hoje, não neste tempo. — Ela deu de ombros, triste. —Eu acho que vou fechar a loja. Você pode voltar para casa comigo, Sr. Prescott. —Obrigado, madame. Eu agradeço por isso. —Ok, Jack, e por favor, me chame de Caroline. —Caroline. — Ele disse, a palavra passando por seus lábios pela primeira vez em doze anos. Ela estava olhando para ele e parecia perdida em pensamentos. Ele esperou um segundo, então. — Caroline? Madame? Caroline sacudiu-se ligeiramente. —Sim ... porque você não me espera na porta da frente? Preciso desligar meu computador e trocar meus sapatos. Ela olhou para seus sapatos bonitos, garantidos para derreter na neve. Jack olhou para baixo, também. Seus pés faziam um contraste quase chocante, como se pertencessem a duas espécies diferentes, em vez de dois sexos. Caroline nos bonitos e pequenos saltos pontudos bege e Jack em suas enormes botas de combate velhas e maltratadas. Suas cabeças se levantaram ao mesmo tempo, e seus olhos se prenderam. Jack agarrou sua bolsa com firmeza, porque a tentação de estender a mão e tocá-la era quase insuportável. Ele nunca tocou nela, nenhuma vez, em todas as vezes que ela visitou o abrigo. Ele tinha pensado sobre isso sem parar, mas ele nunca se atreveu. Caroline moveu-se para seu escritório, atrás de um balcão na altura da cintura.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Seus dedos esticados sobre a alça da bolsa enquanto ouvia os sons de um sistema de computador fechando atrás da parede do pequeno compartimento. Sua cabeça desapareceu quando ela inclinou-se para trocar os sapatos. Caroline saiu calçando botas revestidas, um gorro de lã e um casaco acolchoado, que quase atingia seus tornozelos. Mesmo estando tão agasalhada, poderia ter sido um homem ou um marciano lá, ela estava tão desejável que doía. Ele observava seu andar gracioso em direção ao painel da parede, desligando as luzes e abrindo a porta. Seu suspiro era alto mesmo com o barulho do vento. Foi como abrir uma porta de entrada para o frio congelante do inferno. O vento tinha aumentado e uivava como uma alma torturada dos confins do submundo, conduzindo dolorosas agulhas de granizo que picavam a pele. Estava tão frio que roubava o fôlego de seus pulmões. —Oh meu Deus! — Recuando como se alguém tivesse lhe dado um tapa, Caroline voltou direto para os braços de Jack. Jack puxou Caroline para mais longe do cômodo e lutou contra o vento para controlar a porta. Ele realmente teve que se esforçar para conseguir. Inclinou-se contra a porta, estendeu a mão e colocou um tom de comando em sua voz. — Dê-me as chaves do seu carro. Só aquela breve exposição deixou Caroline tremendo. Ela fez várias tentativas para abrir a bolsa, mas ela fez isso e deixou cair um conjunto de chaves do carro na palma da mão dele. Então piscou para sua obediência. —Porque... —Você vai congelar até a morte lá fora. Qual a marca do seu carro e onde você o estacionou? Vou trazê-lo e estacionar bem aqui em frente, para que você não tenha que andar neste tempo. Caroline parecia confusa.

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—O Fiat verde. Está estacionado ao virar da esquina à direita. Mas escute, você não está vestido para a ... Ela estava conversando com o ar rarefeito. Capítulo Dois

Eu sou muito afortunada, ou muito louca, Caroline pensou, tremendo em seu casaco. Apenas trinta segundos exposta ao redemoinho congelante do inferno lá fora, e ela sentia como se tivesse passado o inverno acampando na Antártida. Ela estava congelada até os ossos. Afortunada ou louca? Qual ela era? Afortunada era uma forte candidata, porque ela precisava desesperadamente de quinhentos dólares e ele tinha caído do céu no seu colo, num dia em que ela nunca poderia ter esperado encontrar um novo hóspede. Pagando as despesas médicas de Toby, tinha sido necessário tomar um empréstimo enorme contra Greenbriars, e o dinheiro de seus pensionistas era essencial. Ela não poderia fazer o pagamento em meados de janeiro, sem os quinhentos dólares do aluguel. Ela tinha estado deprimida quatro dias atrás, quando o Sr. e a Sra. Kipping tinham descido para o café para anunciar que “Nós sentimos muito querida, mas estamos nos mudando.” Eles deveriam ficar até maio, até que a reforma em sua casa fosse concluída. Mas o Sr. Kipping tinha perdido vários capítulos de sua biografia de Alexander Hamilton por causa de um curto-circuito em algum lugar da casa e, coroando o golpe, a Sra. Kipping tinha contraído bronquite por causa das frequentes avarias da caldeira. Não havia dinheiro algum para pagar um eletricista para testar os cabos para encontrar a origem do curto-circuito, e Caroline provavelmente poderia voar até a lua mais facilmente do que ela poderia gastar com uma nova caldeira.

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela ainda estaria pagando dívidas quando ela tivesse oitenta anos. Se ela vivesse tanto tempo. Até agora, a média de sua família em termos de esperança de vida não era muito animadora. A Sra. Kipping estava em lágrimas ao pensar em se mudar, e isso tinha custado todo o autocontrole de Caroline para que ela não se quebrasse em lágrimas também. Os Kippings eram um casal lindo e tinham estado com ela por quase um ano. Tinham sido uma companhia agradável e tinham fornecido um conforto enorme para ela durante os últimos dias de Toby. Caroline não sabia como ela poderia ter enfrentado voltar do hospital, para uma casa vazia. E depois do funeral de Toby... Ela estremeceu. No início, os Kippings muitas vezes comentavam que eles nunca poderiam remodelar a sua casa em algo tão bonito como Greenbriars. Isso foi antes dos arquivos perdidos, dos constantes banhos frios e de acordar com gelo na pia do banheiro. Caroline sabia que o Sr. e a Sra. Kipping gostavam muito dela e adoravam sua comida e que foi somente o ataque de bronquite da Sra. Kipping que forçou a sua decisão. Anna Kipping era frágil e Marcus, seu marido, estava com medo de perdê-la. Ainda assim, ele também tinha lágrimas em seus olhos, ao sair. Encontrar um novo pensionista na véspera de Natal, com este tempo terrível era como um milagre maravilhoso. Sem mencionar o importante que era não estar sozinho no dia de Natal. O dia em que ela tinha perdido seus pais em um acidente de carro horrível. O dia em que Toby foi tão ferido que ele nunca mais voltou a andar. Isso o tinha levado a seis anos cheios de dor até morrer. Portanto, essa era a teoria da sorte. Então, naturalmente, havia a teoria maluca, que era provavelmente a correta. Ela estava provavelmente louca por aceitar um homem que parecia

3 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

tão perigoso como Jack Prescott em sua casa e, como se isso não bastasse, entregando-lhe as chaves do seu carro, meia hora depois de conhecê-lo. Marcus e Anna Kipping tinham sido as pessoas mais seguras sobre a face da terra e dois amores no final dos seus sessenta anos, cujos piores vícios eram sorvete duplo de chocolate com caramelo, e uma paixão diabólica por Gilbert & Sullivan. Marcus podia recitar as letras de “H.M.S. Pinafore” em um piscar de olhos. Jack Prescott, por outro lado, parecia tudo menos seguro. Ela sentiu seu coração acelerar enquanto eles conversavam, ridículo como isso soava. Sim, ele parecia um pouco assustador. Ele tinha aparência rude, alto, com o tipo de músculos que você não pode comprar em um ginásio e um ar de robustez pétrea. Ele também era atraente como o inferno, que era algo que ela nunca havia encontrado em seus pensionistas. Assustador, mas sexy. Assim, poderá haver uma terceira teoria para adicionar à sorte, ou loucas explicações: súbita sobrecarga hormonal. Quando ela tocou seu braço brevemente, um arrepio correu por sua coluna vertebral. Ela sentiu o músculo de aço através de sua camisa e jaqueta, o homem mais duro que ela já tinha tocado. E um raio de calor a tinha percorrido, diante da ideia de que ele provavelmente estivesse tão duro como isso... Por toda parte. Não que ele tivesse feito alguma coisa para deixá-la desconfortável, além de ser assustadoramente grande e... Aparentemente perigoso. O exato oposto de Marcus Kipping, com sua predileção por casacos revestidos, ombros inclinados e braços finos. A musculatura enorme de Jack Prescott era visível através de uma camisa e uma jaqueta. Ele era o homem mais completamente másculo que ela já havia conhecido, e era sexy como o inferno.

3 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

E Caroline, que nunca mentiu para si mesma, percebeu que, no final, esse foi o motivo pelo qual ela disse sim. Que Deus a ajudasse, aquele raio de calor havia sido a razão que ela disse sim. Há tanto tempo que ela não se sentia assim. Se ela tivesse a percepção que Deus deu a um pato, ela deveria ter dito não a ele. Não para ele como um pensionista, e certamente não, para entregar as chaves do carro para um perfeito estranho. Quem sabia quem ele era? Talvez ele fosse um serial killer ou... Ou um veterano de guerra que sofria de transtorno de estresse pós-traumático e que em breve sofreria um colapso mental e escalaria uma torre e começaria a criticar os transeuntes. Talvez um dia eles encontrassem o corpo dela sem vida em uma poça de sangue, ou ele fugiria com o pouco que restou da prata da família. Ninguém aceitava um pensionista sem referências. O Sr. e Sra. Kipping haviam sido recomendados pelo gerente de seu banco e haviam conhecido seus pais. Quem conhecia Jack Prescott? Mas sua voz profunda estava tão calma, aquele corpo enorme tão pacífico. E o olhar de tristeza que tinha atravessado seu rosto quando ele falou da morte de seu pai... Aquilo tinha sido tão real e profundo. Caroline reconhecia a dor verdadeira. Ela era a maior especialista do mundo. Ele parecia cansado e mal vestido, como se tivesse viajado por muito tempo. Sua jaqueta era muito leve para a temperatura gelada lá fora, e suas roupas estavam amarrotadas, como se ele tivesse dormido com elas. Suas botas estavam velhas e desgastadas. Aquelas botas velhas tinham sido a última gota. Elas eram as botas de um homem sem sorte. Caroline sabia tudo sobre estar sem sorte. Havia alguma coisa sobre o homem, também, além de sua sensualidade e firmeza. Algo quase ... Familiar. Que só reforçava a teoria maluca, porque ela nunca tinha posto os olhos sobre ele antes em sua vida. Ela nunca tinha posto os olhos em alguém como ele, antes.

3 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Nenhum dos homens que ela conhecia tinha aquelas mãos grandes e fortes ou aqueles ombros largos. Nenhum dos homens que ela conhecia movia-se com aquela beleza atlética e tensa energia enrolada, como uma chama que estava temporariamente protegida, mas que poderia reacender a vida a qualquer momento. Ele não era mais um militar. Ele disse, mas ele ainda tinha a conduta de um militar — ombros quadrados, postura ereta, grande economia de movimentos. E falando madame o tempo todo. Era doce, mas não era exatamente a maneira de chamar a atenção dos homens ao conversarem com mulheres no século XXI. Obviamente, vivendo com um coronel como pai, havia passado isso para ele. O homem que ela conheceu mais intimamente foi Sanders McCullin, e ele estava tão longe de Jack Prescott como era possível estar. Sanders era alto, embora não tão alto como Jack, louro, classicamente bonito e incrivelmente elegante. Se Caroline tivesse apenas a metade do dinheiro que Sanders gastava em roupas por mês, suas preocupações financeiras terminariam. É claro que seus problemas financeiros poderiam se acabar amanhã, Sanders deixou isso bem claro, sobretudo agora que o pobre Toby tinha falecido. Se ela se casasse com Sanders e se tornasse a Sra. McCullin, a vida voltaria ao que era antes de seus pais morressem. Segura, protegida, confortavelmente rica. Nos dias ruins, como este, com os Kippings indo embora, a possibilidade de voltar para uma casa congelada e que permaneceria congelada até o domingo à tarde, porque o idiota era a única pessoa na Terra que podia persuadir a caldeira a voltar à vida temporariamente, e ele não atendia às chamadas em casa nos feriados, uma véspera de Natal com nenhuma venda, a perspectiva de estar sozinha no dia de Natal, de todos os dias do ano, bem, em dias como este, o pensamento de se casar com Sanders fazia muito sentido.

3 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Exceto, é claro, para o detalhe de que sua pele se arrepiava ao pensar em beijá-lo, sem falar em dormir com ele, o que servia apenas para mostrar que ela estava louca. Metade das mulheres da cidade queriam dormir com Sanders, e a outra metade já tinha dormido, colocando Caroline, como sempre, em minoria. E agora, em uma tentativa de escorar a teoria maluca, ela simplesmente tinha dado as chaves de seu carro a um homem que ela não conhecia. As únicas coisas que ela sabia sobre Jack Prescott eram que ele era um estranho na cidade e tinha muito pouco dinheiro. Sabendo disso, o que ela fez? Entregou-lhe as chaves, educadamente, porque ele pediu. Quão inteligente foi isso? Se ele roubasse o carro dela, como ela poderia chegar em casa? Ela estaria presa até que o tempo melhorasse, apenas com iogurte de várias semanas, Diet Coke e maçã murcha em sua pequena geladeira para se alimentar. Não havia nenhuma maneira de um táxi sair nesse tempo e ... Uma forte batida na janela a fez saltar. Um segundo depois, Jack Prescott estava de volta à loja, coberto de neve. Seus longos cabelos negros estavam polvilhados com branco. Até mesmo seus cílios pretos estavam brancos. No entanto, ele não dava nenhum sinal de estar com frio. Ele não dava sinal de estar, sequer desconfortável. Ele aparentava estar exatamente como ele tinha estado antes, resistente e autossuficiente. —Eu estacionei o carro lá fora. — Ele estava tão perto que Caroline teve que inclinar a cabeça para trás para encontrar seus olhos. —Lá fora está um inferno, então temos que nos apressar. Você está quente o suficiente nesse casaco? Essa era boa, vindo de alguém vestindo uma jaqueta jeans. —Sim, eu estarei bem. — Ela mudou sua pasta pesada de uma mão para outra, surpreendendo-se quando ele simplesmente a tomou dela. Ele já estava

3 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

carregando sua própria mochila e uma mala. —Tudo bem, ela protestou. —Eu posso levá-la. Ele nem sequer respondeu. —Do que você precisa para iniciar o sistema de segurança antes de sair? Sistema de segurança. Certo. Uh-huh. Como se ela tivesse 3.000,00 dólares de sobra para um sistema de segurança para afastar os ladrões de olhos arregalados babando só para roubar sua coleção completa de Jane Austen e todos os seus livros da Nora Robert. —Não, eu... hum, eu só tranco a porta. — Ela segurou a chave Yale. —Ela tem um ferrolho inoperante, apesar de tudo. Ele apenas olhou para ela, olhos escuros insondáveis, então concordou e ele pegou a chave. —Ok. Eu vou trancar. Se você tem luvas, coloque-as. Deixei o motor ligado, assim o carro está quente. Vamos fazer isso rápido. Ele parecia ter simplesmente... Assumido o comando. O exército e o pai coronel realmente o haviam marcado. Ainda assim, a ideia de ter alguém no carro com ela nesse tempo era um alívio tão grande. O mau tempo a apavorava, e este tempo estava além das expectativas. Seu Fiat era temperamental e mal-humorado e acostumado com o clima ameno da Itália. Ele se desgostava intensamente por ser tirado no frio. Quebrar-se no meio de uma tempestade de neve era exatamente o tipo de coisa que seu carro gostava de fazer. Pelo menos ela teria seu novo pensionista com ela, se o pior acontecesse. Jack Prescott parecia forte o suficiente para levar o carro para Greenbriars enganchando seu cinto ao redor do para-choque dianteiro e puxando-o, se ele se quebrasse no caminho. Ele tinha a mão na maçaneta da porta, olhando para ela. 3 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Tudo bem? —Ele perguntou baixinho. Caroline concordou, e ele abriu a porta para ela. — Então, vamos. Foi exatamente como se ela tivesse sido nocauteada no rosto e no estômago por um enorme punho congelado. Um passo fora da porta, e Caroline não podia ver mais do que alguns centímetros à frente de seu rosto. A neve caía densamente, descontroladamente, em extensas camadas, pontuadas por agulhas de gelo fundido para o lado. Ela não conseguia ouvir nada acima do uivo do vento e o frio penetrou tão absolutamente, que ela congelou no local. Seus músculos simplesmente não a obedeciam. Algo firme em suas costas a impeliram para frente. Seus pés se esforçavam para sustentá-la, deslizando um pouco sobre a cobertura de gelo da calçada. Ela não conseguia sequer ver o carro, mas ela sabia que a estrada estava a apenas alguns metros de distância. Uma rajada de vento selvagem chicoteou neve em seus olhos, e ela se desequilibrou. Ela tropeçou e teria caído se Jack não a tivesse segurado. Ele simplesmente pegou-a com um braço só, abriu a porta do carro, colocou-a no assento do motorista e fechou a porta. Poucos segundos depois, a porta do passageiro se abriu e ele deslizou para dentro. Caroline tentou recuperar o fôlego, puxando o ar aquecido do carro para aquecer seus pulmões. Graças a Deus estava quente no carro. Aqueles poucos segundos lá fora foram suficientes para assustá-la até a morte. Ela mal podia se mover, exceto tremer por longos momentos. Mesmo com as luvas, suas mãos estavam tão congeladas que ela mal podia sentir o volante. Caroline agarrou o volante, tremendo. —Meu Deus — ela sussurrou. —Eu nunca vi nada como isso antes. — Ela olhou para o grande homem que estava calmamente observando-a. Ele parecia preencher mais da metade do pequeno carro dela. —Obrigada por me trazer

3 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

até aqui. Eu não sei se teria conseguido sozinha. Eles teriam encontrado o meu corpo, morto congelado do lado de fora da porta da loja. —Não há problema. — Ele ajustou o assento do carro até onde ele iria para acomodar suas longas pernas e afivelou o cinto. —Mas é melhor ir andando. O tempo não está ficando nada bom. Não brinca. —Ok. Ocorreu a Caroline que no instante em que ela atravessou a soleira, todos os pensamentos fugiram de seu cérebro, o frio tinha simplesmente limpado sua mente clara. Ela ainda não tinha verificado se Jack havia trancado a porta, ela sequer havia pensando nisso. Ele tinha trancado, ela lembrou-se agora de ouvir o barulho da fechadura girando atrás dela, mas se ela estivesse sozinha, ela teria simplesmente batido a porta, tendo ela se fechado ou não. E a loja teria ficado aberta por todo o final de semana. E graças a Deus Jack tinha ido buscar o carro. Ela poderia facilmente têlo perdido, vagueando para cima e para baixo na calçada, cega pela neve até que ela terminasse como um pedaço morto congelado na rua. Seu pequeno Fiat estava zumbindo debaixo dos seus pés, balançando levemente por causa do vento. Caroline olhou desanimada para frente, pela janela coberta de neve, tateando a alavanca da marcha e ligando o limpador de para-brisas. Demorou um minuto para remover a neve do para-brisa. A neve estava tão pesada que ela não podia ver além do capô. Havia um poste ao lado do carro, ela sabia, mas ela não podia vê-lo. Que pesadelo. Jack estava olhando para ela calmamente. —Você quer que eu dirija? — Era como se ele pudesse ler sua mente. Oh Deus, sim! As palavras estavam lá, esperando para saírem. Caroline mordeu os lábios para mantê-las de volta. Ela queria desesperadamente

3 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

abandonar o volante. Dirigir com mau tempo a assustava. O mau tempo levava a acidentes. Seus pais haviam morrido em uma nevasca como essa, quando seu carro derrapou em um cruzamento, direto em um caminhão que se aproximava... Não pense nisso. —Caroline? Ele disse novamente. —Eu não me importo de dirigir na neve. Ela ficou tentada. Oh Deus, ela ficou tentada. Bastava descarregar essa viagem terrível naquelas mãos grandes e capazes. Ele faria um trabalho melhor do que ela, Caroline tinha certeza. Mas este era o seu carro, e era sua responsabilidade levar seu novo pensionista para casa. A vida lhe ensinara a maneira mais difícil de enfrentar seus problemas, sozinha, sem ajuda. —Não, tudo bem. — Trazendo o assento para a frente, ela colocou o carro na primeira marcha e apertou o acelerador. As rodas giraram, então frearam. Tão longe, tão bom. —Estou bem. — Ela mentiu, e moveu-se cuidadosamente para a rua. Para o que ela esperava que fosse a rua. Era uma boa coisa ela saber o caminho de casa com os olhos vendados, porque esse era o jeito que ela estava dirigindo. Grandes camadas brancas de neve eram arremessadas do céu, às vezes impelidas na horizontal pelo vento uivante, conduzindo os flocos em selvagens pancadas circulares. Às vezes parecia que estavam soterrados. Caroline deu um soco no rádio, um velho hábito ao dirigir em mau tempo. Ela passava a maior parte do tempo sozinha no carro, e o rádio a fazia sentirse conectada com o resto da raça humana. “A maior nevasca desde 1957, o nosso serviço de meteorologia está nos dizendo, ainda pior do que a de 2001 e eu, por exemplo, não tenho qualquer dificuldade em acreditar isso.” Caroline sorriu ao ouvir a voz de barítono lindamente modulada de Roger Stott, no ar. Ele conseguia fazer até mesmo o tempo horrível soar sexy. Ela

3 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

namorou com ele por umas semanas, principalmente por causa de sua voz, antes que os problemas com Toby os afastassem. Apenas mais um homem em uma longa fila de pretendentes em potencial, que não poderiam enfrentar o que ela tinha de lidar. “E agora algumas notícias internacionais. Forças de paz da ONU na Serra Leoa, informaram que um grupo de mercenários americanos massacrou uma aldeia de mulheres e crianças e fugiu com uma fortuna em diamantes de sangue. O chefe do grupo está em uma prisão da ONU aguardando extradição. O porta-voz da ONU, Elfriede Breitweiser, disse que os homens trabalhavam para uma empresa terceirizada de segurança americana, baseados na Carolina do Norte chamada...” O rádio desligou. Caroline olhou surpresa para seu passageiro. Seus olhos escuros se encontraram com os dela. —O tempo está muito ruim para más notícias. E como. Caroline estava lutando contra o vento batendo em seu pequeno carro, tentando desesperadamente mantê-lo na estrada sem derrapar. Ela segurava o volante com as juntas brancas, inclinada para a frente, espreitando através do para-brisas. Ela mal podia ver a beira da estrada e estava dirigindo mais por instinto e memória do que pela visão. Isso era terrível. Ela estava rastejando em dez milhas por hora. Nessa velocidade, eles não iriam chegar em casa em uma hora. Caroline pressionou o pé no acelerador. Aconteceu tudo de uma vez. Tarde demais, Caroline sentiu a mortal falta de aderência na estrada. Um instante depois, um tiro agudo soou acima do ruído do vento uivante. Imediatamente o carro derrapou descontroladamente enquanto Caroline perdia o controle, girando perigosamente para a esquerda. Em pânico, ela freou duramente, e o carro rodou horrivelmente, completamente fora de controle.

4 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Uma forma escura, de repente apareceu, duas luzes brilhantes de alta visibilidade fora do chão como os olhos de um predador gigante. Um guincho desesperado de freios e uma explosão de buzinas tão profunda e tão alta como a buzina de um nevoeiro... Demorou um segundo para Caroline perceber que ela estava prestes a bater de frente com um caminhão enorme. —Oh meu Deus! — Ela gritou, enquanto eles deslizavam sobre o gelo escuro, à direita para dentro da escuridão, a forma maciça se aproximando. —Solte o volante e prepare-se. – Uma voz profunda e calma disse. Duas mãos fortes e bronzeadas agarraram o volante, virando o carro na derrapagem, e a perna esquerda de Jack encostou na dela, enquanto ele tocava suavemente os freios em um processo lento e regular, mudando as marchas. A derrapagem abrandou, passou a ser controlada, não aquele horrível, revoltante horror giratório. O carro fez uma volta completa de 360 graus. Jack o manteve movendo-se para a esquerda até que chegaram a parar à uma polegada de distância de um poste de luz no lado esquerdo da estrada. Um segundo depois, o caminhão enorme passou por eles em alta velocidade, buzinando estridente e raivosamente. O pequeno carro sacudiu com o deslocamento do vento. Aconteceu tão rápido. Um segundo ela estava lutando contra o vento e a neve, e no próximo eles estavam em queda livre. O choque de adrenalina de um quase acidente correu queimando através de seu sistema. Se Jack não tivesse tomado o volante, eles teriam morrido esmagados em aço, em uma mistura de ossos destroçados e sangue. Eles estiveram a um segundo da morte. Ela tinha as mãos na boca, cobrindo um grito que queria sair. As cócegas de bile amarga escorriam até sua garganta e ela engoliu, esperando não vomitar.

4 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline estava tremendo tanto que sentiu que ia desmoronar, a visão da frente do caminhão caindo sobre eles ainda estavam frescas em seus olhos. Ela estava tragando ar freneticamente, a garganta apertada em pânico. Seu cinto de segurança foi destravado, braços maciços a puxaram para um peito largo. Oh Deus, força e segurança. Ela mergulhou nele, encolhida, tremendo, braços enrolados em seu pescoço, respirando em arrancos de pânico, até que o pior dos tremores diminuiu. Uma grande mão segurou a parte de trás de sua cabeça, quase a cobrindo. O rosto de Caroline estava enterrado em seu pescoço, a barba por fazer ao longo de sua mandíbula coçando sua testa. Seu nariz estava diretamente contra o pulso em seu pescoço, batendo firme e lentamente, como um metrônomo, em contraste com o seu próprio pulso que estava martelando. Havia o cheiro mentolado de neve, um agradável odor almiscarado que deveria ser dele e, estranhamente, o cheiro de couro. Seus longos cabelos negros estavam soltos ao vento e fluíam em volta do seu rosto, surpreendentemente macio. Não havia nada macio sobre o corpo contra o qual ela estava agarrada, apesar de tudo. Era como abraçar aço. Ele puxou-a fortemente contra si mesmo como se ele pudesse absorver seus tremores selvagens. —Tudo bem. — Ele murmurou. Ela podia sentir as vibrações de sua voz profunda. —Não aconteceu nada, está tudo bem. Nada estava bem, não em sua vida. Essa havia sido a exata maneira como seus pais haviam morrido, uma horrível tempestade de neve. Gelo escuro, um caminhão de lavoura em seu carro. A massa dilacerada de carne e aço tão horrenda que a patrulha 4 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

rodoviária gastou seis horas com os cortadores hidráulicos 2 para conseguir retirar seus corpos. Houve apenas o suficiente de seu pai para ser enterrado. Caroline acordara mais noites do que poderia contar, aterrorizada, imaginando os últimos segundos de vida de seus pais. O terror quando eles viram o caminhão aparecendo de repente fora da neve, a tristeza em seu coração ao perceber que era tarde demais. Seu pai tinha sido empalado no volante, com as pernas cortadas ao nível das coxas. Sua mãe viveu durante duas semanas em coma. E Toby, pobre Toby. Doce, gentil, Toby. Condenado a viver os próximos seis anos da sua vida em uma cadeira de rodas, em dor constante, apenas para morrer antes de chegar ao seu vigésimo aniversário. Ela viu isso em seus sonhos, viveu isso, noite após noite, após noite. E em seus pesadelos estava a presença constante da morte, chegando para levá-la também, já que tinha levado o resto de sua família. Ela não poderia esperar enganá-la para sempre. Isso tinha o sabor escuro metálico de seus pesadelos, só que era real. Caroline cavou fundo buscando o controle, o encontrou, reconfortando-a. —O que foi? — Sua voz era estridente e sem fôlego. Ela olhou para o rosto de Jack Sombrio e atento. O único sinal de estresse eram as linhas brancas de tensão apertando suas narinas. Ele estava sendo corajoso, ela também deveria ser. Ela inspirou em um profundo estremecimento e tentou manter seu nível de voz. —O que aconteceu com o carro? —O pneu explodiu. —Ele respondeu com seriedade. O esquerdo da frente.

2

O termo "Jaws of Life" (Mandíbulas da vida) refere-se a diversos tipos de ferramentas hidráulicas de pistão e haste, conhecidas como cortadores, separadores e macacos, que são utilizados para abrir veículos envolvidos em

4 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Oh Deus, não. — Seus pneus estavam velhos e carecas. Caroline estava adiando a compra de pneus novos, esperando que eles aguentassem pelo menos mais um mês, sabendo que isso era insensato e sabendo que ela não tinha escolha. Ela quase os matou porque ela não poderia gastar com pneus novos. E agora um deles estava furado. Isso era simplesmente demais. Trocar um pneu com este tempo. Como diabos você trocava um pneu em uma nevasca? —Você tem um reserva e um macaco? - Ele perguntou. —Sim. – O reserva estava tão velho quanto os outros pneus, mas ela tinha um, e um macaco. Considerando a condição de tudo em sua vida, o macaco estaria enferrujado e provavelmente se partiria em dois no frio. Era tão tentador apenas colocar a testa para baixo sobre o volante e chorar a sua raiva e frustração, mas por mais emocionalmente satisfatório que isso fosse, não iria levá-los para casa. Uma forte rajada de vento balançou o carro, e Caroline apertou o casaco de Jack para se equilibrar. Meu Deus, eles não poderiam ficar aqui enquanto ela hesitava. Eles congelariam até a morte. Caroline se virou em seu assento e colocou a mão na maçaneta da porta, esperando que suas mãos parassem de tremer em breve. —O que você acha que está fazendo? — A voz profunda era dura. Caroline olhou por cima do ombro, surpresa. Sua testa estava franzida, e ele estava franzindo o cenho para ela, a pele esticada tensamente sobre as maçãs do rosto altas. —Ah... — O que ele achava? Eles não poderiam ficar aqui por mais um momento que o necessário. –Estou saindo para trocar o pneu. Precisamos chegar em casa logo, antes que o tempo fique ainda pior. Daqui a pouco não vamos ser capazes de conduzir nas ruas.

4 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A noite já tinha caído. O brilho das luzes da rua não podia penetrar a neve, e estava quase completamente escuro no carro. Tudo o que ela conseguia ver dele era a parte branca dos olhos e os dentes brancos. Ele tocou o braço dela, momentaneamente. — Abra o porta malas e fique aqui. Não abra a porta, nem sequer por um segundo. Não houve tempo para protestar. A porta do lado do passageiro abriu brevemente, e ele deslizou para fora. Nesse segundo em que a porta esteve aberta, uma lufada de vento soprou uma acidentes quando uma vítima pode estar presa rajada de neve no carro, sugando o calor. Caroline abriu o porta malas e ouviu o ressoar de metal na parte traseira. Um segundo depois, ele estava em seu para-lama dianteiro esquerdo, levantando o carro, trabalhando quase cego. De vez em quando, o vento feroz separava a cortina de neve, e ela podia vê-lo, grande, sombrio e atento, ajoelhado próximo ao para-lamas. Ela acendeu a luz em cima, esperando que isso pudesse ajudar um pouco, apesar de que ela duvidava. Isso provavelmente mais a confortava do que o ajudava. Mais cedo do que ela poderia ter imaginado que fosse possível, ele estava batendo na sua janela. Ele se inclinou para colocar a boca perto do vidro. —Você quer que eu dirija? — Ele gritou, sua voz profunda levada acima do uivo do vento. Oh, Deus, sim! Sim, sim, sim! Para o inferno com o politicamente correto. Para o inferno com o dever. O pensamento de dirigir neste tempo, sobre o gelo escuro, com os pneus

4 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

carecas fez com que ela começasse a transpirar. Era outro acidente simplesmente esperando para acontecer. Caroline encontrou seus olhos através do vidro e acenou em concordância. —Saia rápido e afivele o cinto de segurança. — Suas mãos estavam em concha ao redor da boca, mas mesmo assim, suas palavras eram levadas escassamente. Ele não ia fazê-la sair e dar a volta no carro. Abençoado fosse. Caroline conseguiu passar para o banco do passageiro, sem quebrar o quadril na caixa de marchas. Jack esperou até que ela estivesse no banco e puxasse o cinto de segurança sobre o peito antes de abrir a porta. Ele mal podia encaixar suas pernas no compartimento em frente ao assento e teve que ajustar o banco em toda a sua extensão, trazendo-o nivelado com o dela. Ele ligou o motor, deixando-o aquecer. Caroline virou-se para ele, uma grande sombra morena no escuro. —Isso foi rápido. Eu teria gasto uma hora, neste tempo, se eu fosse capaz de trocá-lo de qualquer modo. Ele olhou para ela. Um canto da boca levantada em um meio sorriso, apenas um brilho rápido dos dentes brancos. — Eu troquei vários pneus sob o fogo inimigo. Você aprende a ser rápido. —Eu aposto que você o fez. Ouça - Caroline respirou profundamente. Ela lhe devia um pedido de desculpas. —Eu quero agradecer a você por trocar o pneu. Isso era minha responsabilidade e... Oh Deus, você está machucado! — Algo escuro e líquido brilhou em sua mão direita. —Céus, em primeiro lugar você troca o pneu para mim, então meu carro morde a mão que o alimenta. Sinto muito. — Ela mexeu no porta-luvas e tirou lenços que pressionou contra sua mão. O lenço ficou imediatamente vermelho escuro. Ele havia cortado sua mão tão mal. Ela trocou os lenços. — Pressione-o contra a sua mão por cerca de cinco minutos até que o sangramento pare. Você pode precisar de pontos, é

4 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

um corte desagradável. Podemos parar na emergência do hospital, no caminho. — Não. — A voz profunda era gentil quando ele cobriu sua mão com a dele. Ela havia tirado suas luvas para dirigir e sentiu um sobressalto quando sua mão grande e áspera cobriu a dela. Sua mão era quente, irradiando calor não só ao seu lado, mas para o resto de seu corpo. Era elétrica, a sensação de sua pele contra a dela. Na escuridão, a mão quente parecia ancorá-la. Seu aperto de mão era leve, mas seu efeito era enorme. Calor moveu-se através dela, um forte contraste com o frio, com o pânico que ela sentia. Ela tinha estado congelada pelo pânico, e seu toque enviava força e calor através de seu sistema. Ele apertou levemente, em seguida, ergueu a mão. —Eu curo rápido, não se preocupe com isso. Temos de ir agora, ou nós não vamos chegar em casa de jeito nenhum. —Mas a sua mão... —Está bem. — Ele desligou a luz em cima, colocou o carro em marcha e pisou no acelerador. Em um momento, eles tinham atravessado de volta para o lado direito da estrada. —Não se preocupe com a minha mão. Basta indicar como chegar à sua casa. Precisamos chegar lá o mais rapidamente possível. Onde devo virar? Ele curou rapidamente. O corte profundo quase parou de sangrar. Caroline olhou para fora da janela, incerta, embora a visibilidade fosse quase zero. Era impossível dizer onde estavam os cruzamentos. A única maneira de descobrir seria batendo em um carro. —Mantenha sempre em frente por essa estrada por três quartos de milha, em seguida, vire à direita. Vou tentar guiar você.

4 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Ok. — Ele disse calmamente. Ele estava dirigindo muito mais rápido do que ela ousaria. Ela deveria dizer alguma coisa, dirigir rapidamente a assustava, mas ele estava claramente no comando total do carro, e quanto mais rapidamente chegassem em casa, mais feliz ela ficaria. Ela olhou para fora da janela, tentando discernir marcos. Se os encontrasse, seria casualmente, na melhor das hipóteses. Às vezes, uma rajada de vento feroz levantava a cortina de neve por apenas um segundo. Ela via os bancos fora dos trilhos ao longo da Grayson Park, em seguida, a grande árvore de Natal, na esquina da rua Center e Fife, então... —Aqui. — Ela disse de repente, aliviada. — Vire à direita aqui. Ele virou a esquina tão suavemente, que poderia estar dirigindo em uma noite amena de verão. Caroline contou os postes que faltavam para chegar e começou a relaxar. Outros cinco minutos, no máximo dez, e estariam em casa. O primeiro à esquerda, o segunda à direita e a quarta calçada à direita. O carro manobrou para uma paragem em frente à garagem. Caroline fechou os olhos e respirou profundamente, pela primeira vez desde que ela tinha entrado no carro. Casa. Ela estava em casa. Bem, ainda não. Ela olhou à frente para a porta enferrujada da garagem com ódio. Era hora de uma outra desculpa. —Me desculpe. — Disse contritamente, procurando as chaves em sua bolsa, as mãos tremendo. —O controle remoto não funciona. A porta tem de ser aberta manualmente. Eu faço isso. — Não. — Ele estendeu a mão e pegou as chaves. – Não saia. Eu vou cuidar disso. Sua caldeira era temperamental, mas a porta da garagem era totalmente confiável. Você podia ter certeza que ela não estaria funcionando. Custou à

4 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

ela músculos, tempo e várias unhas lascadas, virar a chave na fechadura enferrujada e levantar a porta. —Você tem certeza? Posso... Mais uma vez, o toque de sua mão grande. Calor e conforto, o soco de consciência sensual se foi quando ele levantou a mão. Depois de seu toque, o frio e as consequências do pânico a invadiram. — Tenho certeza. Iluminado pelos faróis, ela o viu dobrar e levantar a porta como se fosse nova, recém lubrificada e leve. Um segundo depois, eles estavam em segurança na garagem. Lar. Agora, de verdade. Caroline saiu do carro e teve de ordenar aos joelhos que se firmassem. Suas pernas tremiam. Toda ela ainda esta tremendo por causa do quase acidente, um profundo, tremor quase incontrolável. As chaves estavam chocalhando em sua mão. Ela teve que cerrar o punho fechado para parar com o barulho. —Obrigada. — Disse novamente para o grande homem, sobre o teto do carro. Ela encontrou os seus olhos, escuros e inescrutáveis. – Eu lhe devo. Ele levantou uma mão enorme e sacudiu a cabeça. — Por favor, não. Vamos apenas entrar. — Ele pegou suas malas e sua pasta. — Indique o caminho. Eu vou seguir você. Caroline abriu a porta da casa, com os dedos cruzados, tensos, esperando o pior. Graças a Deus, o pior não tinha acontecido. Ainda. O ar não estava muito frio, havia um zumbido baixo de algum lugar debaixo dos seus pés e ela pôde relaxar um pouco. A caldeira não tinha estragado hoje. Ela a manteve em uma configuração mínima para que os tubos não congelassem, o que acontecia com regularidade quando a caldeira começava a piscar. Mas hoje os deuses do aquecimento estavam sorrindo para

4 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

ela, bem que eles deveriam, considerando a quantidade de vezes que eles a tinham puxado em sua última semana. A temperatura estava desconfortavelmente fria, mas contanto que a caldeira estivesse funcionando, estava bem. Ela girou o termostato para cima, e em meia hora, toda a casa estaria quente. Suas contas de aquecimento eram atrozes, mas o aquecimento não era algo que ela estivesse disposta a economizar. Não, certamente, com um novo hóspede. E definitivamente não no meio de uma nevasca. Ela levou Jack através da sala de entrada no átrio grande, de dois andares. Entrar ali sempre era uma delícia. Projetado por um discípulo de Frank Lloyd Wright, cada quarto de Greenbriars era iluminado, espaçoso, com proporções perfeitas. O átrio era simplesmente espetacular. Um velho amigo da família disse uma vez que Greenbriars era como uma linda mulher, e o átrio era o seu rosto. Quando seus pais eram vivos, tinham dois quadros de Winslow Homer, um vaso Ming, um lustre de Murano e um imenso tapete Baluchi antigo no átrio. Tudo tão distante. A única coisa que restou foi a leveza e graça do próprio cômodo, com seu piso de mármore preto e branco, arcos que conduziam à biblioteca, a sala de estar e seu estúdio e a grande, graciosa e sinuosa escadaria que conduzia aos quartos no segundo andar. Através de todos os anos difíceis que se passaram, através do longo e doloroso declínio e morte de Toby, através de toda a tristeza e sofrimento, entrar em Greenbriars nunca deixou de levantar seu espírito. Greenbriars estava viva para ela, e era em muitos aspectos, o último membro da família que lhe restou. Ela lutou ferozmente para mantê-la, mesmo quando todos, o advogado da família, que tinha tido que lhe dizer que não havia dinheiro no banco, Jenna, sua melhor amiga, que pensou que ela estava louca por se enterrar em Greenbriars, Sanders, que rapidamente se aborreceu

5 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

porque ela tinha que poupar os centavos e, eventualmente, a abandonou, todos lhe disseram para vender. Caroline teria vendido Greenbriars apenas para salvar a vida de Toby, mas ele morreu antes de que isso se tornasse necessário. E agora, bem, agora Greenbriars era sua única ligação com sua família e seu único consolo. Ela estava amarrada por laços inquebráveis de amor ao lugar. Vendêla seria negar às pessoas que ela tanto amava. Vender era impensável. Enquanto ela tivesse uma respiração em seu corpo, Greenbriars seria dela. Custasse o que custasse. Ela observou Jack Prescott enquanto ele sentia seu ambiente. As pessoas reagiam de maneiras diferentes à mansão. Algumas pessoas ficavam de queixo caído. Alguns ficavam entediadas. Algumas nem sequer compreendiam como ela era linda e via apenas uma casa grande que precisava de pintura e trabalhos de reparação e móveis novos. Era um teste. Sua reação foi perfeita. Ele ficou em silêncio por um minuto, olhos sombrios, se arrebatando nos detalhes arquitetônicos, então ele se virou para ela. —Que lugar bonito. Obrigado por me aceitar como pensionista. Sim, perfeito. Caroline sorriu para ele. —Eu espero que você esteja confortável aqui. O quarto de casal fica no terceiro andar, sob o beiral. Eu vou te mostrar o caminho. Ele balançou a cabeça. — Não suba dois lances de escada por minha causa. Diga-me como chegar lá, e eu estarei bem. Oh, Deus. Que alívio. O pior dos tremores tinha acabado, mas as pernas ainda tremiam. —Vá até a escada principal, vire à direita e você encontrará outra escada no final do corredor que o levará até o seu quarto. Tem uma suíte com banheiro

5 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

que é só seu. Os lençóis estão limpos, e você encontrará toalhas limpas no armário branco grande do banheiro. Você deve ter água quente suficiente para um banho. O jantar é as sete e meia. —Obrigado. — Ele inclinou a cabeça. —Eu estarei aqui embaixo as sete e meia. —Disse, em seguida, virou-se e pegou a escada, dois degraus ao mesmo tempo, movendo-se rapidamente. Caroline observou suas costas amplas até que ele desapareceu, esperando que ela tivesse feito a coisa certa, sabendo que ela não tinha escolha.

Capítulo 3

As instruções, claro, não tinham sido necessárias. Jack sabia seu caminho até o grande quarto arejado na parte superior da casa. Ele estava do lado de fora da porta, a mão sobre o trinco, e tomou em um grande fôlego, ainda espantado que estivesse aqui. Com ela. A casa estava tão bonita quanto em suas memórias, só que vazia e sem adornos. Antes, havia pinturas nas paredes, grandes peças de móveis antigos, tapetes macios, vasos elaborados. Como um menino, ele não tinha ideia de quão valiosos eles poderiam ser. Tudo o que sabia era que nunca vira cômodos tão cheios de coisas belas como a casa de Caroline. Ele não era um especialista, mas aprendeu muito ao longo dos anos. O suficiente para saber que havia uma fortuna em pinturas, tapetes, esculturas, antiguidades. A maioria deles agora se foram. Isso não fazia nenhuma diferença. A mansão ainda era linda, como uma mulher bonita sem maquiagem. Ainda assim, o seu coração se entristeceu ao pensar em Caroline vendendo sua herança, peça por peça. Deve ter doído.

5 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O quarto sob o beiral era exatamente o mesmo que tinha sido doze anos atrás, apenas gasto e necessitado de uma demão de tinta. A mobília era a mesma, muito agradável, mas não excepcional. Obviamente, nada neste quarto tinha sido valioso o suficiente para vender. O quarto mantinha uma grande cama de dossel, com uma enorme colcha verde e branca, uma poltrona que precisava de uma reforma, uma cômoda e uma pequena mesa na qual foi colocado um aparelho de TV e rádio. Mais do que suficiente para fazer a vida confortável, especialmente para um homem acostumado a adversidade. Ele ficaria muito bem aqui, até que se mudasse para o quarto de Caroline, o que ele prometeu seria tão rapidamente quanto humanamente possível. A mecânica disso, deixar de ser o pensionista para ser o amante, era algo que teria que colocar para funcionar. Mas ele era bom em estratégia. Mais cedo ou mais tarde isso iria acontecer. Ela era solteira, isso ficou claro, embora provavelmente existisse um namorado no fundo. Como poderia não haver? Era impensável que qualquer homem com um pulso e o equipamento funcionando pudesse estar no mesmo ambiente que Caroline e não desejá-la. O banheiro era o mesmo de antes, também. Grande, com luminárias brancas e azulejos creme e verde nas paredes. A pia estava rachada, e alguns azulejos da parede estavam faltando, mas para alguém que tinha queimado merda no Iraque, e que tinha cavado sua própria latrina no Afeganistão, esse banheiro era super luxuoso. Como prometido, havia uma pilha de toalhas brancas em uma arca grande de madeira branca. A casa estava limpa, mas velha e surrada. Quem diabos se importava? Em um segundo, suas roupas sujas e amarrotadas estavam no chão, e ele estava sob o chuveiro. O chuveiro estava equipado com shampoo e sabão em um suporte. A água só estava morna, mas ainda era boa, enquanto ele se ensaboava. Tanto o sabão quanto o shampoo tinham cheiro de rosas. O cheiro foi direto para a parte primitiva do cérebro que associava rosas com Caroline.

5 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Porra! Essa era precisamente a parte do cérebro que estava ligado ao seu pênis. Por doze anos Rosas era semelhante a Caroline, que era semelhante a tesão. Jack teve seu tempo de lavar-se, livrar-se de mais do que a sujeira e o suor de uma viagem de quarenta e oito horas de volta da África. Ele estava lavando mais do que a sujeira da viagem, estava lavando a sua antiga vida. Durante doze anos, ele foi do coronel para ser comandado. O homem que tinha encontrado um mestiço faminto, meio louco, atrás de uma lata de lixo e o aceitou, teve sua lealdade eterna. O coronel Eugene Nicholas Prescott, um homem honrado, o pai de seu coração. Se o coronel não tivesse adoecido e morrido, Jack não estaria aqui. Ainda estaria ajudando o coronel a administrar a empresa de segurança. Ele nunca se permitiu mais que os vagos tipos de sonhos de uma vida alternativa, enquanto o coronel estava vivo. Ele tinha sido tão leal a ele como qualquer cavaleiro feudal ao seu rei. Mas agora, no espaço de uma semana, Jack havia enterrado seu pai, vendido a empresa e a casa e prendeu o trapaceiro da missão de Serra Leoa. Todos os laços com sua antiga vida foram cortados. Isso era tudo. Estava começando uma nova vida, aqui mesmo no chuveiro de Caroline, com cheiro de rosas. Agora, sua pele cheirava como a dela, embora fosse certo como o inferno, que não se parecia com a dela. A dela era tão pálida, tão suave. Suave e extremamente macia ao toque, também. Jack lembrou-se de cada segundo que ela passou em seus braços, dentro do carro. Ele usou cada grama de autocontrole para não inclinar sua cabeça para trás e beijá-la. Ele teve que cerrar os dentes, firmemente, porque o que queria mais do que respirar, era abrir a boca dela com a sua e mergulhar dentro dela. 5 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Sua boca foi feita para ser beijada, suave e rosa, uma pequena armadilha de mel na qual ele queria cair, tanto que lhe doía. Somente uma vida de autodisciplina o tinha parado. Eles estavam em perigo real lá fora, e não apenas do caminhão. Todos os seus pneus estavam basicamente à beira de estourar e se algum outro furasse, sem que tivessem outro sobressalente, eles estariam arruinados. Não havia nenhuma maneira de que eles pudessem ter sobrevivido à nevasca no carro. Então, ele tinha sido um menino muito bom e segurou-a para confortá-la, apenas o suficiente para deixá-la recuperar o controle de si mesma. Ela estremeceu em seus braços. Seu trabalho tinha sido segurá-la até que o pior dos tremores parasse, em seguida, levá-los para um local quente logo que possível. Sua imaginação tinha corrido selvagemente. Em sua cabeça, ele se livrou do casaco, blusa, jeans, shorts, botas. Seu grosso casaco, suéter, sutiã, calcinhas, meias. Na sua cabeça, eles estavam nus, não em um carro frio no meio de uma nevasca, mas em uma ensolarada praia deserta. Um lugar onde eles tinham todo o tempo do mundo para que ele explorasse seu corpo, tocar toda aquela deliciosa pele de marfim rosado. Correr a boca ao longo daquele pescoço longo, pálido, até os seios que ele vira delineados pelo suéter. A adrenalina do encontro com a morte tinha se juntado em seu pênis, e ele tinha estado tão duro como um porrete. Ele queria montá-la, penetrá-la, fodê-la, mais do que queria respirar. Era um pensamento sedutor, mas perigoso como o inferno. Eles não estavam em uma praia ensolarada, eles estavam em perigo real de se congelarem até a morte. Então ele deixou cair um beijo no topo de sua cabeça, tão leve que ela não poderia sentir, e a deixou ir, para concentrar-se em fazê-los chegar em Greenbriars em segurança.

5 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Mas agora... agora que ele estava em uma cabine quente e úmida que cheirava a Caroline, sua mente estava selvagem. Ele se imaginou tocando levemente sua língua dentro daquela boca linda, seu nariz subindo contra sua pele, o cheiro de rosas enchendo sua cabeça. Mordendo seus lábios, incitandolhe mais perto, ainda mais. Deslizando a mão ao longo daquele pescoço longo e branco. Jack baixou o olhar para si mesmo e gemeu diante de sua ereção enorme e dolorosa, vermelho e inchado, duro como uma lança. Mais duro do que no carro. Ele sabia porque tinha uma ereção que não iria diminuir. Parte disso era porque ele não teve relações sexuais em quase seis meses. O Afeganistão era o mais próximo a uma zona de não-sexo como jamais existiu na Terra. Depois do Afeganistão, ele passou o mês anterior ao lado da cama de seu pai, então, na África, colocando as coisas em ordem, após Vince Deaver. Verdade, seis meses era muito tempo para ficar sem sexo, mas tinha feito isso antes, em missões longas. Parte disso era a reação masculina ao perigo de sobrevivência. Ou a sua, de qualquer maneira. Isso aconteceu todas as vezes que ele sobreviveu a um tiroteio. Seu pênis subia na celebração da vida e em ação de graças por ele não estar à sete palmos do chão. Quando podia, depois do combate, Jack saía procurando uma mulher que o aliviasse e, quando não podia, seu punho funcionava perfeitamente. Ele e Caroline tinham estado em um perigo tão grande como se estivessem em uma missão no centro de Bagdá. Ele não tinha dito nada, Caroline tinha estado maciçamente descontrolada, naquele momento, mas eles quase morreram lá fora na estrada. Enquanto lutava com o volante de seu carro, a parte de sua mente que sempre foi calma e pensava à frente, para a próxima etapa, não importava qual seria a emergência, tinha apreciado a ironia.

5 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack tinha sobrevivido ao pior que a vida poderia jogar sobre ele, repetidas vezes. Ele enganou a morte mil vezes enquanto esperava por Caroline. Ser esmagado sob as rodas de um caminhão meia hora após encontrá-la novamente, definitivamente, estava sob a categoria de “merdas acontecem.” Mas essas razões não eram realmente o motivo de que ele tivesse um tesão tão grande. O que o detonou era estar na mesma casa que Caroline, depois de ter conversado com ela, de tê-la tocado, de tê-la segurado em seus braços, isso foi o que deixou o seu pênis inchado e chorando. Depois de tantos anos em que ela assombrou seus sonhos, ele estava finalmente com ela, e isso era assustador como o inferno. Não. Ferre. Isso. Ele disse a si mesmo. Ele não podia contar as noites que passou deitado em uma cama estreita, fria e dura, quando o rosto dela flutuava diante dele. À princípio, ele ficou envergonhado de se masturbar pensando nela, mas isso só confirmou que não importava quantas mulheres ele tivesse, ela era a única que poderia excitá-lo simplesmente pensando nela. Jack gostava de mulheres. Ele gostava da maneira que elas cheiravam, da suavidade da sua pele, de suas vozes. Ele gostava de sexo, também. Ele era atencioso com suas parceiras sexuais, mesmo se fosse um suporte de uma só noite, o que a maioria de seus encontros eram. Uma pequena preliminar, por um tempo, depois fora, se levantar e ir embora. Ah, ele tinha vigor, esse não era o problema. O problema era que ele não conseguia se lembrar muito sobre a mulher, depois de caminhar para fora da porta. Mas ele se lembrava de tudo sobre Caroline. Tudo. A aparência dela quando estava com os cabelos em um rabo de cavalo, ou soltos ao redor de seus ombros. Lembrava-se de cada item de vestuário que ele já a vira vestindo e cada expressão que ela tivera. Lembrava-se de cada palavra que ela disse à ele.

5 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Estava tudo gravado em sua mente, e provavelmente ele teria que levar um tiro na cabeça para se livrar de tudo isso. Então, naturalmente, quando ele alcançava seu pênis para descarregar algum estresse, uma mulher genérica, digamos, com uma cabeça, duas mamas, quatro membros e uma vagina, simplesmente não resolveria. Caroline flutuava em sua cabeça nesses momentos e ele há muito tempo havia desistido de lutar para colocá-la para fora. Agora, havia algo mais, algo inesperado. A Caroline com a qual ele tinha sonhado durante doze anos se transformou, desapareceu com os anos. A bela menina tinha sido substituída por uma mulher ainda mais bonita, madura e deslumbrante, inteligente e elegante, uma mulher que usava a tristeza como uma mortalha, absolutamente irresistível. A menina era muito bonita, como milhões de outras meninas da classe alta, com um sorriso ensolarado mostrando dez mil dólares de ortodontia, vestindo mais que mil dólares em roupas. Elas tomavam banho regularmente e tinha alguém para lavar e passar suas roupas para elas. Muitas meninas nessas condições pareceriam bonitas. A mulher na qual ela se transformou, porém, roubou o fôlego de dentro dele. Ela era como uma princesa triste ansiando por seu reino perdido. Jack lembrou-se de cada segundo que ela estivera em seus braços enquanto ele alcançava à si mesmo, abaixo, e se concedia um longo experimental golpe. Sua ereção tinha que ir embora, agora. Não havia nenhuma maneira que ele pudesse descer para jantar nessa condição, ela o chutaria diretamente para fora. Por favor, Deus, - pensou ele - deixe-me passar a noite sem me constranger. Para se assegurar de que seu pênis realmente iria ficar para baixo, ele deveria estacionar-se no chuveiro, debaixo da água fria e se masturbar algumas vezes, só para se livrar da feroz e inquieta excitação que sentia. Sua pele formigava com o desejo

5 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

de tocá-la novamente, não só para confortar dessa vez, e não vestida para o frio com camadas de roupas entre sua pele e a dela. Não, ele queria tocá-la e ver se poderia fazer com que aquela pele suave de marfim se tornasse rosa pelo desejo. Ele queria ver isso acontecer, observar o rubor cobrir seus seios, enquanto ele os beijava. Ele queria tocar seu sexo, sentir que ele a deixava úmida, pronta para ele. Caroline estava lá embaixo, agora. Esperando por ele. Ela não era uma memória, uma fotografia, uma imagem em sua cabeça. Ela era uma mulher de carne e osso, ainda mais bonita do que em seus sonhos e estava lá embaixo cozinhando uma refeição para ele. Ele a viu todos os dias, tanto quanto ele queria. Era impossível pensar que não iria buscá-la em sua cama. Seu pênis inchou ainda mais com o pensamento. Sua mão estava trabalhando duro agora, bombeando, enquanto as imagens de Caroline nua, estendida sobre uma cama só para ele, enchiam sua cabeça. Ele queria saber quais sons ela fazia quando estava excitada, sentir seus calcanhares e unhas se enfiando em suas costas, sentir sua vagina puxando-o enquanto ele pulsava dentro dela... Era tudo muito mais intenso, agora que a viu novamente, a sentiu, a cheirou. Agora que tinha muito mais encorajamento sensorial enquanto se imaginava fodendo-a duramente. Por horas. Se ela estivesse aqui agora, ele a tomaria no chuveiro, beijando-lhe por todo o corpo, primeiro no calor úmido, tornando-a pronta. Ele a penetraria com os dedos primeiro, oh, tão suavemente. Ele era grande, e ela tinha que estar pronta para ele. Ele a queria molhada, macia e aberta para ele. Quando sua mão lhe dissesse que ela estava pronta, ele a levantaria, manteria suas pernas afastadas, e começaria à empurrar dentro dela ... Às vezes, Jack levava um longo tempo para atingir o clímax, mas esteve semi-excitado desde que ele a viu, e quando se imaginou entrando nela, separando seus tecidos com o seu pênis, ele gemeu.

5 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A imagem encheu sua cabeça com um calor insuportável, os dois na cabine rosa perfumada sob os golpes da água, enquanto ele golpeava dentro dela. Ele podia vê-los, quase podia sentir a sua suavidade contra ele, e isso o detonou. Agulhas vermelhas e quentes alfinetaram sua espinha, e ele começou a jorrar violentamente, empurrando os quadris no mesmo ritmo que seu punho. Ele gozou e gozou, inclinando-se, entregue contra a ducha, até que seus joelhos estivessem fracos e parecia que ele se esvaziou de cada grama de fluido em seu corpo. Ele observou a si mesmo, a vermelha, enorme cabeça inchada de seu pênis aparecendo de seu punho, gozando em enormes jorros contra o vidro do box, desaparecendo imediatamente na água escorrendo pelos lados. Seus pulmões doíam, sua pele se sentia demasiado apertada, a cabeça era um balão que poderia estourar a qualquer momento. Por um momento, o clímax aniquilou todos os pensamentos de sua mente, enquanto ele era reduzido aos seus sentidos animais. Depois de gozar, ele ficava geralmente relaxado e revigorado, um pouco como ir para uma boa e suada corrida. O sexo era um bom exercício físico com uma pequena recompensa agradável no final. Nada como isso. Parecia que ele estava morrendo, como se tudo o que ele estivesse gozando se atirasse de seu pênis, deixando-o fraco e desorientado. Por mais forte que o orgasmo tenha sido, porém, não foi o bastante. Quando os joelhos de Jack puderam apoiá-lo novamente e ele saiu do chuveiro, ele ainda estava semi ereto, ainda querendo-a. Cada célula do seu corpo estava excitada, porra, em sintonia com a mulher lá embaixo. Ele olhou à si mesmo com desgosto, a grande bandeira acenando a meia-haste. Seu pênis estava tão sensibilizado, o ar mais frio do banheiro fora do chuveiro tocou gelado em sua pele. Faltou o calor, a fantasia de que seu punho era a vagina de Caroline.

6 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A esse pensamento, seu pênis foi direto de volta para cima em uma ereção completa. Foda-se. Como ele poderia ir para baixo nesta condição? Bem, só uma coisa a fazer, usar um cinto de castidade. Ou seu apertado jeans preto, que era a mesma coisa. A ereção não teria nenhum lugar para ir naquelas calças de brim, ele sabia, por experiência dolorosa. Se ele começasse a inchar, seu pênis se encontraria com o brim duro, e a dor o faria descer novamente. Esse era o plano, de qualquer maneira. Ele esperava que funcionasse. Ele não poderia ficar para sempre no banho, masturbando-se até que não restasse mais nada nele. Levaria a noite toda e provavelmente todo o dia de amanhã. Jack desbloqueou o cadeado da sua mala e despejou todas as suas roupas. Não havia muita roupa, porque ele teve que viajar leve. As únicas roupas limpas que lhe restaram eram um conjunto de calça e jaqueta, o jeans preto e um suéter de gola alta preta. Ele não tinha nem pensado em embalar um par extra de sapatos, assim as botas teriam que servir. Segunda-feira, ele iria comprar algumas roupas. Ele jogou o último dos itens na sacola sobre a cama. Cinquenta mil dólares em dez blocos de cinco mil cada. Seu kit de ferramentas. Outra Glock, com cinco compartimentos de munição, e um saco de pano. Felizmente, ele ainda tinha seu passe de segurança, assim ele foi capaz de verificar as suas armas no aeroporto. Ele pegou uma chave de fenda pequena da caixa de ferramentas e verificou o rodapé até que ele encontrou uma passagem de ar perto da cômoda. Curvando-se, ele a verificou. Perfeito. Pequenos flocos de ferrugem manchavam os quatro parafusos prendendo a grade de ventilação à placa de metal na parede. A grade não tinha sido removida durante anos, considerando

6 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

o acúmulo de fuligem e ferrugem. Desapertar a abertura levou tempo e esforço, mas afinal, ele tinha os parafusos alinhados no chão e retirados da grelha. Ele verificou seu relógio enquanto ele colocava os itens da bolsa suficientemente longe da ventilação para que elas não aparecessem mesmo se você estivesse procurando alguma coisa. Ele não tinha ideia de quem limpava os quartos, se era Caroline ou uma faxineira, mas ele não queria que elas tropeçassem na Glock, ou na munição, ou, Jesus!, O conteúdo do saco de pano. Eles deveriam estar suficientemente seguros no tubo de aço. Seria apenas até segunda-feira. Segunda-feira ele iria abrir uma conta bancária, depositar o dinheiro e os cheques administrativos de oito milhões de dólares e registrar uma caixa de depósito seguro para o conteúdo do saco de pano. Olhou para o relógio —7: 25. Ele estaria em tempo para o jantar. Uma última coisa. Agachado, ele abriu o saco de pano e esvaziou o seu conteúdo no chão de madeira, as pedras brutas e irregulares se agitando enquanto se derramavam em um raio de luz. Jack estudou as pontas irregulares. Exceto pelo brilho estranho quando a luz pegava um aspecto natural, as pedras poderiam ter sido pedregulhos de leito de rio. Em vez disso, ele estava olhando para pelo menos 20 milhões de dólares em diamantes brutos. Ele sabia que estava olhando as pedras que representavam o sofrimento humano numa escala inimaginável. Eles haviam sido minados pelo trabalho escravo, homens e rapazes que trabalhavam sob o sol tropical da primeira até a última luz, alimentados com uma xícara de arroz, imediatamente levando um tiro na nuca quando eles ficavam muito fracos para o trabalho. O país inteiro estava se dividindo por causa de pedras brutas exatamente como essas, mais de oitenta mil pessoas morreram no ano passado na Serra Leoa. Inúmeros

6 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

outros tiveram suas mãos, lábios e orelhas cortados pelos soldados bebês drogados lutando no exército revolucionário. Vince Deaver e seus homens tinham estado dispostos à massacrar uma aldeia de mulheres e crianças por causa delas. Não é à toa que eles a chamavam de "diamantes de sangue”. Era um milagre que nenhum sangue escorresse das pedras. Mas não, elas eram tão neutras como eram inertes, apenas pedras, pelo amor de Deus. Apenas pedras. Jack olhou para o monte de pessoas que estavam dispostas a matar e morrer por causa delas e fez um pequeno ruído de desgosto antes de colocá-los de volta no saco. Vinte milhões de dólares de dor, sofrimento e miséria. Assassinato, estupro, desmembramento, isso era o que os diamantes representavam. Ele as havia tomado simplesmente porque não havia mais ninguém vivo na aldeia para entregá-las, e ele teria se matado antes de permitir que Deaver as tivesse. Jack colocou o saco atrás do dinheiro, a Glock e a munição, em seguida, com cuidado, parafusou a grade de volta em sua placa, pensando em como pessoas loucas estavam dispostas a matar e morrer por um saco cheio de pedras. Ele se levantou e percorreu seu caminho rapidamente, dois lances de escadas abaixo, em direção a alguma coisa quente, viva e bonita. Algo pela qual, definitivamente valia a pena matar ou morrer.

*********************************************

ACAMPAMENTO DA MISSÃO DE OBSERVAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS NA SERRA

6 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

LEOA, PERTO DE OBUJA, SERRA LEOA VÉSPERA DE NATAL 04:58 DA MANHÃ Seu nome era Axel e ele era o melhor amigo de Vince Deaver. Axel era finlandês, amava computadores, jazz norte-americano, sentia falta de sua noiva Maja, que havia voltado para Helsinki, e odiava a África e tudo ligado a ela. E o melhor de tudo, ele era loiro, de cinco a dez, pesava cerca de setenta e sete quilos, assim como eu, Deaver pensou, satisfeito. Axel sempre parava para vê-lo no pequeno centro de detenção de UNOMSIL, quando ele saía da guarda às 17:00 horas. As 17:03, Deaver podia contar que o bom e velho Axel estaria parando, regular como um relógio. O centro de detenção em si era uma piada. Deaver poderia ter escapado a qualquer momento ao longo dos últimos três dias. Sua avó poderia ter escapado usando sua dentadura e um grampo de cabelo. A força de paz da ONU não estava no negócio de prisioneiros, e isso o demonstrava. Deaver precisava mais do que uma maneira de sair do centro de detenção, ele precisava sair do acampamento e de Serra Leoa, se ele quisesse seus diamantes de volta. O bom e velho Axel era o seu bilhete de saída. Estava escuro dentro do centro de detenção. A eletricidade era intermitente, o arcondicionado funcionava esporadicamente, então as janelas e as portas se mantinham fechadas contra o calor escaldante do sol tropical intenso, mesmo em dezembro. Deaver garantiu que as luzes fossem desligadas durante o dia, mesmo quando as janelas mantinham o quarto na penumbra. Axel estava acostumado à sala escura. Deaver consultou o relógio. O indicador luminoso mostrava 17:00 horas, em ponto.

6 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Axel seria pontual. Deaver o havia estudado da mesma forma que um entomologista estudava os insetos. Ele sabia como Axel reagia aos estímulos, e tinha seu plano elaborado até o mais ínfimo detalhe. O Exército o havia treinado muito bem. 17:01. Deaver saltou para cima e para baixo para ter certeza que nada chacoalhava ou tinia e batesse à si mesmo para baixo. Haveria um momento em que ele teria que se mover rápida e silenciosamente. Mais de um soldado havia morrido porque uma faca tiniu contra a fivela de um cinto e denunciou uma posição. Ele checou seus bolsos, suas botas e flexionou seus braços. Ele tinha estado trancafiado por três dias e agora seus músculos estavam tensos. Ele estava acostumado a treinamentos duros e o confinamento não se adequava a ele. Nem a ideia de ser extraditado de volta para casa para um julgamento por assassinato em massa. Quando Deaver finalmente apanhasse Jack Prescott, ele não estaria somente resgatando seus diamantes de volta, mas ele faria o filho da puta muito, muito arrependido de ter interferido, antes de explodir sua maldita cabeça. Deaver havia passado horas agradáveis na noite passada, imaginando Jack amarrado a uma cadeira enquanto ele usava a sua faca. Deaver era muito bom com a sua faca. 17:02. Ele checou seu plano de novo, passou por ele pela milésima vez. Cerca de 90 por cento de um bom soldado era planejamento e preparação. O plano era bom, e ele estava preparado. Ele virou as costas para a porta.

6 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

17:03. A porta se abriu amplamente e Axel entrou, um bom soldado finlandês da cabeça aos pés. Seus uniformes eram limpos e recém passados. O capacete azul bebê da ONU era quase uma atração, praticamente um farol, para os atiradores de todo o mundo, firme em sua cabeça, botas lustradas com saliva. —Olá, senhor Deaver. — Axel disse. Seu Inglês era excelente. —Como está hoje? A luz da porta aberta encheu a sala. Desde que suas costas estavam contra a porta, os olhos de Deaver foram capazes de se adaptarem rapidamente à luz invadindo a sala, atrás de suas costas. Sair da escuridão para a luz tropical poderia cegar um homem por alguns minutos. —Oi, Axel. Feche a porta? —Certamente. — Deaver ouviu o click do fechamento da porta e se virou. Até agora, Axel tinha estado acostumado ao que ele considerava um fetiche de Deaver pela escuridão. Barras do chão ao teto dividiam o barracão ao meio. Deaver considerava seu celular uma afronta pessoal. As barras eram levemente plantadas em tábuas de madeira e fixadas por parafusos ao teto em estuque. A fechadura era uma piada, ela desmoronaria se você soprasse muito forte. Como diabos eles pensavam que uma cela como essa poderia prender um homem como ele? O problema não era sair, o problema era o que fazer depois. Eram cerca de vinte quilômetros do rio Sele. Mesmo que ele pudesse fazê-lo através da selva até o rio, ele precisava roubar um barco e viajar seu caminho abaixo até Freetown. Levaria três dias, pelo menos. Todo mundo sabia que só havia um lugar para escapar, e esse lugar era Freetown. Com o tempo ele chegaria até a capital, Freetown e, pior, o Aeroporto Lunghi estaria cheio de tropas da ONU com a sua fotografia nas mãos, loucos para capturar o renegado norte americano.

6 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Assim, ele precisava ter a certeza que ninguém estaria olhando para ele. Ele precisava de um corpo que parecia com Vincent Deaver e que eles poderiam enterrar. Axel era simpático com ele, ele tinha deixado isso bem claro. Axel amava a América e sua cuidadosa alma finlandesa tinha ficado horrorizada com o que ele tinha visto em sua turnê de dois anos de serviço na África central. -O inferno na terra! - Ele chamou. Axel tinha deixado claro mais de uma vez que ele achava um desperdício absurdo de tempo e esforço manter Deaver em detenção. Ele estava certo, é claro. Esta parte do mundo tinha estado em um tumulto durante quinze anos, tribo contra tribo, com massacres brutalmente ferozes em uma base diária. Na escala do Exército Revolucionário, que Deaver havia feito era o equivalente a um tapa na cara. Então, Axel estava definitivamente do seu lado. Deaver não tinha sequer pensado em suborná-lo pelos documentos de viagem. Poderia ter funcionado, mas ele precisava de algo mais de Axel, além de documentos. Seu corpo. Pena, porque ele gostava do cara. Mas o que você poderia fazer? — Feliz Natal, Axel. – A cabeça de Axel girou para seguir a origem de sua voz. Deaver se sentou na cama, pernas estendidas, antebraços sobre os joelhos, as mãos cruzadas. Completamente, totalmente não ameaçador. Os olhos de Axel iriam lentamente se adaptar ao galpão escuro após a brilhante luz tropical lá de fora. O corpo de Deaver era uma calma estátua lentamente tomando forma, como um filme em desenvolvimento panorâmico. —Feliz Natal, Vince. Eu vim dizer adeus. — Axel caminhou em direção a Deaver e envolveu suas mãos em torno das barras.

6 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deaver deixou seu suspiro tormentoso encher a sala. Ele levantou a cabeça. Axel seria capaz de fazer sair os seus movimentos até agora. — Cara, oh cara, eu vou sentir sua falta. Vou sentir falta de nossas conversas. Estou muito feliz que você vai ficar fora dessa merda e com Maja. —Oh, sim. — Previsivelmente, o rosto de Axel vincou-se em um sorriso à simples menção de sua namorada. Axel estava programado para sair hoje à tarde para uma escala de dois meses de volta para a Finlândia. Ele não tinha sequer tentado esconder a alegria que ele sentia por sair da África e voltar para seu computador, para a neve e para Maja, provavelmente nesta ordem. Axel puxou um banquinho e tirou um pequeno jogo de xadrez de viagem magnetizado. Eles passaram os últimos três dias jogando através das grades. Deaver o havia deixado vencer dois jogos de três. —Ei. — Deaver disse, fazendo uma expressão tímida e envergonhada. — Você foi muito bom para mim, aqui, sabe? — Ele colocou um pouco de camaradagem em sua voz, apenas dois homens batendo papo em uma tarde preguiçosa. —E eu estava pensando, que você vai voltar para casa por um tempo e tudo, que eu gostaria de dar-lhe alguma coisa. Eu realmente te devo, cara. Eu tenho algo para você dar para Maja. Você sabe, como um presente de Natal. Eu aposto que você não arrumou nada para ela. Bingo. Axel abaixou a cabeça. Lá não havia muito, além de floresta dentro de um raio de cem quilômetros. Floresta e soldados, sangue e miséria. Nada que uma mulher finlandesa desejaria. Deaver se levantou e caminhou em direção às barras, curvando o dedo para trazer Axel mais perto. Curioso, Axel ficou contra as grades. Embora eles estivessem separados pelas barras, eles estavam próximos o suficiente para sentir a respiração um do outro. —Eu tenho algo realmente especial para Maja. Algo que ela vai gostar... muito. — Ele se permitiu um sorriso. —Alguma coisa brilhante. Algo que todas as mulheres gostam. — Ele deu de ombros e piscou, de homem para

6 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

homem. —Não me fez muito bem aqui. Você também poderia fazer algum uso dele, sabe o que eu quero dizer? Axel assentiu com ansiedade. Deaver sabia que todos no acampamento UNOMSIL imaginavam que ele estava com os diamantes. Ou melhor, já que ele havia sido revistado, sabia onde estavam os diamantes. Se apenas. Era uma sorte do caralho. Dinheiro suficiente para mantê-lo feliz para o resto de sua vida, onde quer que ele quisesse se estabelecer. Longe da África, longe do Afeganistão e Uzbequistão e do Cazaquistão, e todos os fudidos “Stão”. Longe do Iraque, longe de todos os lugares de merda com crianças golpeando a si mesmas apenas pelo prazer de lhe destripar enquanto eles faziam isso, e mulheres que escondiam granadas em suas burcas e homens dispostos a atirar em você, para se satisfazerem.. Nunca mais. Nunca mais crianças de doze anos embriagadas por alucinógenos ou pelo vinho de palma, carregando fuzis AK-47 que elas mal conseguiam levantar, com acesso a munição ilimitada e simplesmente ansiosos para atirar em um homem branco. Nunca mais explosivos na estrada, nunca mais sanguessugas ou escorpiões ou piolhos, nunca mais comidas prontas, nunca mais dormir em lugares ásperos e acidentados. Ele estimava esse dinheiro. Era o seu maldito dinheiro. Ele tinha sonhado com um grande sucesso por anos, e quando ele tinha ouvido os rumores de uma aldeia onde todos os homens tinham ido para a guerra e com milhões de dólares em diamantes escondidos no chão, ele imediatamente soube que era isso. Sua grande chance. Ele nunca mais teria que ser soldado de novo, ou teria que trabalhar em qualquer outra coisa, nunca mais. Nunca mais receber ordens novamente, nunca mais fazer nada, além do que malditamente o agradasse.

6 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Nunca mais selvas, nunca mais desertos. Nunca mais aquartelar-se em acampamentos primitivos sobre terrenos pedregosos. Deaver planejava viver no luxo pelo resto de sua vida. Comprar uma mansão em algum lugar agradável, em algum lugar ensolarado, em algum lugar fora do continente dos Estados Unidos. Nas Bahamas, talvez. Ou talvez Monte Carlo. Por que não? Comprar uma casa grande com piscina e empregados e muitas e muitas mulheres. Não que muitas mulheres bonitas quisessem foder com um soldado, mas tão certo como o inferno, elas se alinhariam profundamente em dez para transar com homens ricos. Ele podia provar, podia cheirar, podia sentir esta nova vida. E tudo isso foi embora. Todos os seus sonhos para o seu futuro, um futuro pelo qual ele havia suado e levado balas, dizimado em um segundo, por Jack Prescott. Os punhos de Deaver estavam cerrados enquanto ele se lembrava, com uma raiva incandescente, do momento em que o seu futuro foi tirado dele. Ele e seus homens abriram fogo sobre a aldeia, enfraquecendo-a. Uma faca contra a garganta da filha de uma das mulheres, e ele tinha a localização dos diamantes. Ele correu para dentro da cabana, encontrou a mala e foi correndo em direção a seus homens, que foram eliminando os moradores, com a intenção de não deixar testemunhas para trás, quando, de repente, quatro tiros espaçados ecoaram, seguidos pelo silêncio repentino. Um atirador de elite, abatendo seus homens, um por um. Em sua luta para chegar à segurança, a bolsa escorregou dos dedos de Deaver, quando ele correu para a cabana mais próxima, saltando sobre os corpos dos mortos na clareira central. Ele caiu na abertura e se virou, a espingarda ao ombro, e viu um homem grande desaparecer dentro da selva com seus diamantes.

7 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele sabia que era inútil tentar seguir. Se Jack Prescott não queria ser encontrado, ele poderia desaparecer como fumaça. Deaver havia passado as horas seguintes vasculhando a aldeia, virando corpos, na esperança de que houvesse outro esconderijo dos diamantes, mas com o passar do tempo, ele tinha chegado à conclusão de que não havia mais nada, os soldados da ONU tinham cercado a aldeia e o levado em custódia. Por um momento, o calor da raiva varreu por ele, acabando com qualquer outro pensamento, exceto o de caçar aquele sacana do Jack Prescott, pegar seus diamantes de volta e matar Prescott com uma faca, gastando vários dias para fazê-lo. Nada disso apareceu em seu rosto. Ele inclinou sua cabeça para a frente e abaixou sua voz em um murmúrio. —Venha cá, Axel. E eu vou dar-lhe algo que fará Maja cair de joelhos agradecida. —Ok, Vince. — Embora não houvesse ninguém dentro da cabana, Axel abaixou sua voz, também. Como se eles estivessem trocando confidências. Deacon se levantou e se afastou lentamente. —Vamos para dentro. — Sua voz ainda estava baixa.— Eu vou mostrar o que eu tenho para você. Para ela. Axel sequer hesitou. Deacon sabia que Axel pensava nele como alguém muito parecido com ele mesmo. Garotos brancos simpáticos apanhados na loucura que era a África Ocidental. Axel destrancou a porta da cela e caminhou para dentro, seguindo Deacon, que tinha chegado a sua cama, e tirou alguma coisa debaixo do colchão duro. Um saco de pano com objetos redondos lisos que se balançaram. A respiração excitada de Axel estava alta na sala escura. Deacon sorriu. —Maja vai adorar estes. Venha e veja. — Deacon chegou sobre a cama, para repentinamente, abrir as janelas, inundando a sala com a luz forte. Axel

7 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

ficou temporariamente cego e ficaria cego por aproximadamente um minuto e meio. Tempo mais do que suficiente. Deacon tinha fechado os olhos e virado as costas para a janela, e ele podia ver muito bem. Sua mão caiu em sua bota, de onde ele, rápida e calmamente, puxou um punhal longo e fino com um cabo dobrável que as tropas da ONU ainda não tinham notado. Ele tinha sido revistado rapidamente, à procura de armas, antes de ser trancado no centro de detenção, mas ninguém havia pensado em verificar as suas botas. Ou o seu cinto com o mini revólver ou o fio garrote ao longo do interior de seu cinto. O garrote estava fora de questão. Deaver precisava das roupas de Axel intactas. A morte lenta por asfixia iria afrouxar suas entranhas e a bexiga. E uma bala não o mataria, sem manchar o uniforme com sangue. Havia apenas uma maneira de fazê-lo. Deaver soltou o saco nas mãos de Axel. A bolsa abriu debaixo dos ansiosos e atrapalhados dedos de Axel. Quando o saco foi aberto, ele derramou o conteúdo na sua mão. Demorou alguns segundos para ele perceber que ele não segurava diamantes, mas pedras. Sua cabeça se levantou. — O que... — Ele começou. Foi sua última palavra sobre esta terra. Deaver agarrou seu braço esquerdo em torno do peito de Axel e com o direito ele deslizou o estilete, que ele mantinha tão afiado como um bisturi, em linha reta no tronco cerebral. Ela parou imediatamente todas as funções corporais. Axel passou de pessoa sensível à pedra, em um décimo de segundo. Ele caiu nos braços de Deaver, um cadáver num instante. Deaver trabalhou rápido. Em cinco minutos ele tinha trocado de roupa e sapatos. Axel mantinha seu passaporte e bilhete de avião junto a si em todos os momentos. Ele disse a Deaver que tinha um medo profano de que o pessoal da limpeza os roubasse. A missão de paz da ONU tinha sido demais para ele.

7 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Bem, o bom e velho Axel estava saindo da África, por assim dizer. Permanentemente. Deaver segurou Axel à maneira dos resgates dos bombeiros e se encaminhou para a porta. Ele a abriu um pouco e esperou por um momento em que não fosse visível. Eram 17:20, perto da hora do jantar, e o acampamento estava deserto. Quando Deaver teve certeza que ninguém podia ver, ele deslizou para fora da porta e percorreu caminho até os fundos. Os fundos do centro de detenção era em frente a selva. No calor úmido, Deaver percorreu seu caminho cuidadosamente, desaparecendo imediatamente na densa folhagem, deixando quase nenhum rastro. Ele teve sorte. Se ele tivesse de levar um homem no deserto alto do Afeganistão, a areia teria mantido suas pegadas por semanas. Na selva, seu rastro seria encoberto dentro de algumas horas. Ele caminhou até que seu instinto lhe dissesse que ele estava além do ponto de patrulha natural e colocou Axel para baixo. Deaver olhou para ele, estendido de costas. Ele parecia tranquilo, como se estivesse tirando um cochilo. Você deveria me agradecer, camarada, Deaver pensou. Eu apenas lhe dei uma grande morte. A melhor. Uma coisa que os soldados temiam acima de tudo, era uma morte ruim. Longa, persistente e dolorosa. Os rebeldes do Exército Revolucionário especializados em mutilações, onde um homem levava talvez uma hora para morrer, depois de ter suas mãos, depois os braços, em seguida, os pés e, finalmente, a cabeça cortados. Às vezes, os meninos-soldados, empunhando machados da metade do seu tamanho, gastavam dez tentativas para separar a cabeça do corpo. Deaver havia visto homens que levavam horas de agonia para morrer, depois de terem sido atingidos no intestino ou ter suas entranhas rasgadas por uma mina terrestre. Dois funcionários da PEV foram agredidos até a morte por

7 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

um esquadrão de bandidos assassinos. Foi depois de olhar para seus corpos que Deacon prometeu a si mesmo conseguir algum dinheiro real e, finalmente, sair do negócio. Foi quando ele ouviu falar sobre os diamantes. Axel tinha seus próprios medos. Quatro soldados da ONU, um norueguês, um paquistanês, um brasileiro e um britânico, foram encontrados torturados até a morte no mês passado, os seus corpos tinham sido despejados do acampamento da ONU durante a noite como um aviso para não atravessar as tropas dos Rebeldes Revolucionários. O médico legista disse que eles haviam sido estuprados repetidamente com algo grande e de madeira, em seguida, esfolados vivos. Axel lhe tinha dito isto com um arrepio, e Deaver percebeu que esse era o seu pior medo. Isso nunca aconteceria com Axel, agora. Ele se foi como um ser de luz, que havia sido desligado. Um momento, ele estava feliz em saber que ele ia dar os diamantes para Maja, então bam! Luzes apagadas. Cara de sorte. Deaver ia ter de mutilar o corpo, mas Axel já estava morto. Não faria nenhuma diferença para ele. Quando uma patrulha finalmente o encontrasse, eles tinham de pensar que era o corpo de Deaver, caído nas mãos do Exército Revolucionário. Deaver olhou para baixo, estudando o corpo. Cortar os membros é mais difícil do que parece, a menos que você tenha um toco de árvore e um machado grande, como a maioria dos idiotas do Exército Revolucionário fazia. Tudo que Deaver possuía era sua Kobun Tanto, mas ele a mantinha tão afiada quanto um bisturi. Ele havia vestido bastante pele de gamo, crescendo no Arkansas, para saber como proceder ao fazer o que ele tinha que fazer. Curvou-se, inserindo a ponta da faca entre os tendões do pulso, e rapidamente cortou a mão direita de Axel. Ele a pegou e arremessou-a longe na selva. Ele podia ouvir o pequeno barulho quando ela caiu. Em cinco minutos, a segunda

7 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

mão foi decepada e atirada na direção oposta, o sangue coagulado formando um arco vermelho enquanto voava através do ar. As mãos seria comidas antes do anoitecer. Agora vinha a parte desagradável. Deaver se inclinou, a ponta da faca no pescoço e em um rápido, duro movimento, cortou Axel, abrindo à partir do esterno ao osso púbico. Houve muito pouco sangramento, mas as entranhas de Axel se incharam através da abertura. Com vários outros golpes, a pele do rosto de Axel se pendurava em frangalhos. O Exército Revolucionário era conhecido por seus capangas doidões que adoravam torturar e mutilar suas vítimas. Não haveria nenhuma dúvida na mente de ninguém sobre o que tinha acontecido. A história dos diamantes era bem conhecida. Os soldados do Exército Revolucionário invadiram o acampamento, sequestraram Deaver, o torturaram por causa dos diamantes, e deixaram seu corpo para apodrecer na selva. Enquanto Axel partia para a Finlândia e Maja. Deaver se endireitou e deu um passo atrás para admirar sua obra. Os predadores da selva viriam atrás do corpo, assim que ele saísse. Não importava quando uma patrulha da ONU encontraria o corpo, o que restaria seriam as roupas de Deaver, carteira, passaporte, carteira de identidade e muito pouca coisa. Sem mãos e sem rosto, a única coisa que poderia identificar Deaver seria o DNA, que teria de ser analisado em Paris, se alguém se importasse o suficiente para querer uma identificação positiva. Até que os resultados das análises de DNA voltassem, Deaver deveria estar muito longe, de volta aos Estados Unidos, rastreando Prescott para obter os seus diamantes de volta. Ele sabia exatamente onde aquele sacana do Prescott iria. Deaver sabia desde o momento em que ele colocou os olhos em Prescott, que ele tinha problemas. Ele se empenhou para descobrir seus pontos fracos. O filho da puta não tinha nenhum. Ele não bebia, ele não usava drogas e ele não podia ser

7 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

comprado. A única fraqueza que Deaver poderia encontrar era uma mulher. Uma garota. Prescott mantinha uma fotografia e um recorte de jornal sobre ela, escondida em um compartimento secreto em sua mochila. Deaver havia conseguido fazer fotocópias uma vez, enquanto Prescott estava fora. Ele observava Prescott tirar a foto para fora e olhar para ela, sem parar. Então, ele sabia para onde aquele canalha estava indo. Voltando para aquela vadia com a qual ele sempre havia sonhado, a única pela qual ele havia se masturbado. Deaver iria encontrá-lo, oh sim. Ele ia encontrar os dois e os diamantes também. Seria um verdadeiro prazer matá-los antes que ele desaparecesse de novo, para sempre.

Capítulo Quatro

SUMMERVILLE Oh, meu Deus! Caroline pensou, olhando através do amplo arco, enquanto Jack descia rapidamente as escadas e caminhava através do átrio para a sala de jantar. Havia uma rara agitação, definitivamente feminina em seu peito. Cara, ele se limpou muito bem. Foi-se a aparência mal vestida, com a barba por fazer, de um homem que tinha viajado dura e asperamente. Ele lavou seus cabelos e amarrou-os atrás. Ele brilhava em um intenso preto brilhante. Ele usava jeans pretos apertados e um suéter preto, de gola alta. Embora as roupas fossem informais, elas tiveram o estranho efeito de aparentar como um elegante traje de noite. As roupas também exibiam seu corpo, músculos peitorais e bíceps fortes salientados sob o suéter.

7 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Na livraria, tinha ficado claro que Jack Prescott era um homem alto e forte, mas Caroline estava ocupada demais se preocupando com a possibilidade de aceitá-lo como um pensionista e, em seguida, sobre se eles realmente chegariam em casa vivos, para se demorar sobre seu corpo . Mas agora eles estavam em casa, em segurança, não tinham morrido, a caldeira não tinha parado de funcionar, e ele não parecia ser um serial killer. Agora ela poderia encher os olhos. Entre os últimos arranjos da mesa e o acendimento da velas, ela o observava. Ela raramente tinha visto um espécime tão perfeito de homem. Era algo diferente de ser musculoso. Músculos eram normais hoje em dia. Até mesmo Sanders estava em boa forma. Era algo além disso, era pura energia masculina, pura, sem adornos. Seus olhos se encontraram com os dela e os prenderam, enquanto ele percorria rapidamente o caminho, descendo as escada em direção à sala de jantar. Alguma expressão, que ela não pôde compreender, passou pelo rosto dele quando ele viu a mesa de jantar. Será que ela havia exagerado? Ela olhou para a mesa, posta com sua melhor louça Villeroy & Boch, que seus pais tinham comprado em sua lua de mel em Paris, trinta e dois anos atrás. Ela ainda tinha quatro copos de cristal Waterford intactos e ainda havia peças da prata da família. Suficiente, certamente, para montar uma elegante mesa para dois. Ela tinha acendido as últimas velas, quando ele parou no limiar. Eles olharam um para o outro, silêncio absoluto na sala. Que olhos incrivelmente magnéticos ele tinha. Eles possuíam os seus. Seu olhar era tão persuasivo, que ela mal podia olhar para longe... com uma exclamação de dor, Caroline soprou o fósforo que havia chamuscado seus dedos. Eles ardiam. Ela olhou para o ponto vermelho irritado em seu dedo indicador.

7 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Em um segundo, ele estava ao lado dela, um franzido profundo entre as sobrancelhas. Ele pegou sua mão e examinou-a cuidadosamente. —Não é nada. — Ela disse, puxando sua mão para deixá-la livre. Não funcionou. Ele estava segurando-a em um aperto perfeitamente indolor, ainda que inquebrável. Que estúpida, queimar seu dedo com um fósforo, enquanto olhava para um homem. Você acharia que ela nunca tinha visto um homem antes, do jeito que ela tinha estado olhando para ele. Uma onda de vergonha subiu profundamente de dentro dela. Ela foi amaldiçoada com a pele de uma ruiva, e ela sabia que seu rosto estaria corado e que o rubor se estenderia até os seios. Ele estava muito perto, perto o suficiente para ela sentir o seu cheiro. Ele tinha usado o sabonete que ela deixava para todos os convidados, mas esse cheiro, o único que tinha sido impresso em seu cérebro, em suas terminações nervosas no carro, cancelou a essência de rosas. Talvez fosse a combinação de tais perfumes femininos e masculinos misturados que a deixou um pouco tonta. Por um momento sentiu-se tonta e teria oscilado, se ele não estivesse segurando sua mão com tanta força. —Você tem a pele delicada. Você não gostaria que ela empolasse. — Ele passou por ela e pegou um cubo de gelo de um copo de água. —Aqui. Segureo contra a queimadura por alguns minutos. – Ele pressionou o cubo contra seu dedo e enrolou a mão em torno dela. Ele não deu um passou para trás, como ela esperava, mas a observou em silêncio, com sua mão ao redor da dela. Caroline estava ciente de seu coração batendo, lento e forte, e do calor incrível de sua mão. Ela não sabia o que fazer. Claro, ela devia retirar a mão da sua, mas de alguma forma, os seus músculos não obedeciam, então ela simplesmente ficou quieta, o observando. Suas íris eram escuras, castanho escuro, quase indistinguíveis das pupilas. Uma gota de água derretida caiu através de seu punho fechado para estatelar-se no chão de mármore, soando alto no silêncio. Era como se aquele

7 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

pequeno splash a tivesse acordado de um sono profundo. Ela respirou fundo e flexionou seus dedos debaixo dos dele. Ele abriu sua mão imediatamente, e ela olhou para baixo. O gelo tinha feito o truque. A vermelhidão tinha ido quase toda embora. —Obrigada. — Ela murmurou, recuando. Afastar-se dele era mais difícil do que deveria ter sido, como se aquele grande corpo exercesse uma gravidade própria, um pequeno planeta feito de calor, de ossos e músculos. —Por nada. Aqui. — Ele cavou no bolso do jeans e tirou um envelope branco. —Devemos acabar logo com isso. Ela segurou o envelope, olhando para ele. Embora ele não fosse de forma alguma bonito ou até mesmo de boa aparência, ele tinha um estranho... rosto gracioso, longo e magro, com uma forte estrutura óssea não obscurecida pela barba curta. Sulcos profundos agrupavam-se em sua boca. O papel estalava sob os seus dedos. —O que é isso? —Os quinhentos dólares para o primeiro mês de aluguel, além de um outro depósito de quinhentos dólares. Se você permitir, eu pretendo ficar por um tempo. Vou pagar no vigésimo quarto dia de cada mês, se estiver tudo bem pra você. Oba! Por ela, isso era maravilhoso. Os mil dólares iriam direto para o banco na manhã de segunda-feira. Caroline puxou uma gaveta da escrivaninha onde guardava seus extratos bancários, deixou cair o envelope, e empurrou, fechando-o com o quadril. Ela tinha estado incrivelmente desanimada durante todo o dia, sozinha na livraria, com apenas uma habitação vazia, ao voltar para casa e um longo, longo e solitário final de semana de Natal esperando por ela. Mas agora as coisas pareciam estar melhorando. Ela sorriu, enquanto caminhava para a cozinha. Ela superou-se com o jantar, talvez para comemorar por não estar mais tão sozinha. Jack Prescott era

7 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

um pensionista, era verdade, mas ele estava se transformando em um dos bons. Quem diria? Talvez ela ainda tivesse uma conversa com ele. Talvez. —Caroline? — Sua voz profunda estava baixa, uma nota questionadora nela. Ela se virou. Na cozinha, um sino soou. O assado estava pronto. —Sim? Ele apontou um dedo longo à escrivaninha. — Você não vai contar isso? Ela olhou para ele. —Contar o quê? — O dinheiro. Eu quero que você conte. Caroline olhou para ele, então para a gaveta. Ela deu uma meia risada. —Mas, mas eu confio em você. Ele inclinou a cabeça gravemente. —Isso é reconfortante de ouvir. E de saber. Mas você deve contá-lo, assim mesmo. —Mas o assado... — Não vai queimar no minuto em que você irá gastar para conferir que o dinheiro está todo lá. Faça a minha vontade. Por favor. — Aquele rosto duro não parecia ter súplica em seu repertório. A palavra tinha sido dita suavemente, o suficiente, mas algo no rosto dele dizia que essa não era uma palavra que ele usava com frequência. E esse, definitivamente, não era um rosto para o qual você iria dizer não. Bem, alguém tão grande e forte como ele, um ex-soldado pronto a atacar, provavelmente não precisava dizer “por favor”, com muita frequência. Ele provavelmente, simplesmente pegaria o que queria. Esse era, afinal, o jeito do mundo. Caroline tinha batido a cabeça várias vezes contra os mais poderosos do que ela, e ela tinha perdido todas as vezes. Poder em seu mundo era

8 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

normalmente o dinheiro e conexões, e não a força física, mas já que ela não tinha nenhum deles, dinheiro ou conexões ou poder físico, ela sempre levava a pior. Ele não se mexeu, e ele não disse mais nada, então com um suspiro, ela se virou para trás e abriu a gaveta. O envelope não estava selado, a aba foi colocada dentro do envelope como um cartão de Natal. Dentro dele havia dez notas de cem dólares muito novas e muito nítidas. Ela contou-as, uma por uma, colocando cada nota sobre a superfície da mesa com um pequeno tapa, então quando ela fez a contagem, meteu-as de volta no envelope e colocou o envelope de volta na gaveta. Isso tinha sido um enigma, mas talvez ele estivesse certo de forçá-la a verificar. A sensação nítida das notas era tão reconfortante. O mês de janeiro seria bom, o dinheiro sensato. A caldeira não tinha falhado ainda. Ela tinha um homem atraente para jantar. Cara, ela estava em um rolo. Caroline se virou para ele. Parecia que ele não havia se movido uma polegada. Ela nunca tinha encontrado alguém, homem ou mulher, que poderia se manter tão quieto. —Agora, a menos que o dinheiro seja falso, e se for, eu saberei na segunda de manhã quando eu o depositar no banco, eu sugiro que você se sente e nos sirva uma taça de vinho. Eu já volto. Quando ela voltou para a sala de jantar, ele já estava sentado e tinha servido à ambos meia taça de vinho. Ele se levantou imediatamente assim que ela cruzou o limiar. Caroline colocou a carne assada na mesa e sentou-se, observando que ele não se sentou até que ela o fez. Essa regra tinha se acabado com os dinossauros, embora aparentemente Jack Prescott não tinha ouvido falar sobre isso. O olhar escuro de Jack caiu sobre a mesa, em seguida, se transferiu para ela.

8 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Isso parece absolutamente maravilhoso. Obrigado. Eu não sonhei, quando eu cheguei, que eu teria uma refeição tão requintada essa noite. Eu pensei que eu iria me hospedar em um hotel e tentar encontrar um jantar em algum lugar. Caroline sorriu, satisfeita, enquanto ela lhe servia. Sim, ela havia montado uma boa mesa. E hoje ela se superou na cozinha. Era um velho truque. Quando deprimida, carregue ainda mais na maquiagem, vista sua blusa mais bonita, coloque uma música ótima. Contanto que isso não lhe custasse o dinheiro que ela não tinha, Caroline sabia todos os truques. A sala de jantar estava bonita do seu próprio jeito. Quando seus pais estavam vivos, a sala tinha sido pintada de amarelo canário, que ia maravilhosamente bem com o quente conjunto de jantar de cerejeira Art Deco. Um ano após o acidente, em uma das poucas ocasiões em que ele realmente conseguiu ficar de pé, Toby tinha escorregado e batido a cabeça contra a quina do buffet, em seguida, contra a parede, deixando um rastro vermelho de sangue. Caroline havia ficado tão chocada e desolada ao ver o sangue do seu irmão na parede, que na semana seguinte, ela tinha pintado as paredes com um pouco inspirador e estável verde menta, que era apenas um tom abaixo da cor cáqui hospital. Essa tinha sido a única cor à venda no dia em que ela tinha parado na loja de ferragens local. Fora isso, o cômodo estava como tinha sido em seu auge, quando os Lakes entretiam senadores, juízes, escritores e artistas famosos. Até agora, ela não teve coragem de vender o conjunto de sala de jantar, mas se Toby tivesse vivido muito mais tempo, o conjunto de sala de jantar, teria de ir, juntamente com a última das obras de arte e, finalmente, a casa. A mesa de cerejeira foi polida até um alto brilho. As chamas das velas se refletiram profundamente na madeira, assim como os copos de cristal, quase tão forte como se a mesa fosse um espelho.

8 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

As chamas das velas também estavam refletidas nos olhos escuros de Jack, minúsculas pinceladas de luz na escuridão. Havia um outro tipo de luz em seus olhos, também, inconfundível. Não havia dúvida de que ele estava apreciando mais do que o jantar. Ele não tinha dito uma palavra desagradável, mas o interesse masculino era evidente e potente. Ele não fez nada de grosseiro como olhá-la de cima a baixo, seus olhos permaneceram fixos em seu rosto, mas Caroline estava suficientemente acostumada à receber a atenção do sexo masculino para saber muito bem quando essa atenção era dirigida à ela. Jack Prescott estava definitivamente interessado. Ela estava bonita, ela sabia disso. Ela tinha tomado banho e tinha caprichado na maquiagem e colocou o cabelo para cima, com algumas gavinhas à esquerda, caindo para acariciar seus ombros. Ela estava com um dos Armanis de sua mãe. Não havia nenhuma maneira na terra que ela pudesse comprar um vestido de coquetel, como o que ela estava usando, nunca em um milhão de anos. Mas ela ainda tinha o guarda-roupa de sua mãe, e ele era rico e variado, também. Monica Lake tinha um excelente gosto, com um marido rico e indulgente que adorava regá-la com presentes e exibi-la. Em um esforço para elevar seu espírito, Caroline decidiu vestir-se para a noite. Droga, era véspera de Natal, e em vez de passá-la sozinha em uma casa fria, ela estava passando com um homem muito atraente e, maravilha das maravilhas, a caldeira não tinha avariado ainda, então ela podia usar o vestido de coquetel preto de um ombro só, sem se sentir como um idiota. Isso quase se parecia com um encontro. Quando foi a última vez que ela tinha tido um encontro? Muito antes do último colapso de Toby. Setembro, talvez? Ela tinha ido ao banco de Jenna para buscá-la para o almoço e Jenna tinha lhe apresentado ao novo vice-presidente, George Bowen. Ele era loiro, bonito,

8 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

trinta e poucos anos, e ele foi imediatamente atingido. Ele pegou o seu número com Jenna e ligou nessa mesma noite para um encontro. George levou-a a um exclusivo restaurante japonês, agradável e elegante. Era uma tarde de setembro maravilhosa, acolhedora e repleta de promessas. George era inteligente, engraçado, romântico. Uma companhia encantadora. Sexy de uma forma discreta. Caroline estava pensando seriamente em dormir com ele depois de alguns encontros, imaginando como seria, quando seu celular tocou. Era o enfermeiro de Toby. Toby estava tendo um ataque. George insistiu em acompanhá-la em casa e viu, horrorizado, como ela lidou com Toby. Ela nunca ouviu falar de George novamente. Ela nunca, sequer, o viu novamente. Era constrangedor o jeito que ele a evitava. Ele conseguia nunca estar por perto quando ela buscava Jenna para almoçar, e ele nunca respondeu às mensagens que ela deixou em sua secretária eletrônica. Caroline não precisava ser atingida na cabeça para entender que ele não queria ser parte de sua vida de nenhuma forma. Sua vida era muito dura para ele. Depois disso, ela e Jenna almoçavam em sua livraria, Primeira Página, revezando-se para pagar a entrega de comida chinesa. Era mais fácil para todos desse jeito. Jack pousou o garfo e tomou um gole de vinho. —Nossa! Não me lembro de uma refeição melhor. Na verdade, eu não consigo me lembrar a minha última boa refeição, de jeito nenhum. Foi definitivamente antes do Afeganistão. Caroline observava Jack comer. Ele tinha excelentes maneiras à mesa, apesar de que ela tremia toda vez que ele pegava sua taça de vinho. Suas mãos eram grandes e de aparência rude. Elas eram capazes de serem delicadas, apesar de tudo. Seus movimentos eram precisos e controlados. Talvez sua taça de vinho fosse segura, apesar de tudo.

8 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

George tinha mãos pequenas, macias, brancas. Ela tentou imaginá-lo como um soldado no Afeganistão, e falhou miseravelmente. —O que exatamente você estava fazendo no Afeganistão? — Ela perguntou, empilhando mais comida no prato de Jack e sorrindo interiormente por seu assentimento agradecido. —Eu fui duas vezes, uma para o governo, outra para a empresa. A primeira vez foi um direito de rotação de seis meses depois que eu comecei minha designação de Ranger. Nós estávamos em patrulhamento de Inverno no Hindu Kush. A segunda vez foi depois que eu renunciei minha comissão para ajudar o meu pai a conduzir sua empresa. Nós conseguimos o contrato para proteger Habib Munib. Acabei de voltar a algumas semanas atrás. Caroline hesitou, o garfo a meio caminho da boca. —Munib-Habib? Não é ele — céus —, não é ele o presidente do Afeganistão? —Sim. Mais ou menos. Essa é a teoria, de qualquer maneira. —A boca dura de Jack levantou-se em um meio sorriso. Não suavizou seus traços, mas o suavizou um pouco. —É verdade, Habib não é presidente de uma grande parte desses dias para além do palácio presidencial em Cabul e cerca de um raio de dez quarteirões ao redor dele. Qualquer guerreiro nas montanhas tem mais poder real, e certamente mais poder de fogo do que Habib tem. E cada guerreiro do país, e acredita em mim há um monte deles, está mirando para ele. Mantê-lo vivo... é um desafio. Conseguimos principalmente criando barreiras na capital do mundo ao redor dele. Ela tinha visto fotografias de Jack! Ela deve ter visto. Habib Munib muitas vezes estava nos noticiários e as imagens mostraram-no cercado por seus guarda-costas norte-americanos. Homens grandes e musculosos, principalmente com barba e óculos escuros, embalando assustadoramente grandes armas negras. Ela imaginava que eles eram agentes americanos, mas aparentemente eles não eram.

8 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Você gosta de um desafio? Ele fez uma pausa para pensar. —Sim, eu gosto. Muito. Tivemos que superar alguns bandidos bastante inventivos e seriamente sórdidos. Isso salvou a um dos bons rapazes de Habib. Ele estudou na CalTech, conseguiu um diploma de engenharia que ele não usa e tem uma forte habilidade no pôquer, que ele joga. O homem tem uma boa cabeça sobre seus ombros. Ele é a melhor esperança de seu país para um futuro que não seja a pobreza opressiva e fanáticos enlouquecidos pelas ruas matando pessoas para manter o país seguro de mulheres que usam batom e esmalte nas unhas. Nós trabalhamos muito duro para mantê-lo vivo. Caroline observava seu rosto enquanto ele falava. Ela havia se esquecido de acender o lustre, assim a maior parte da luz vinha dos candelabros. Isso transformou a pele escura curtida em um bronze profundo, as chamas cintilando vivas em seus olhos escuros. A casa estava morna, no melhor dos casos, mas Caroline não estava com frio. Ele estava sentado em ângulo reto com ela, seus cotovelos quase se tocando, e ele parecia estar irradiando calor. Ela se sentiu envolvido por ele, as moléculas de ar entre eles aceleradas e quentes. —Se você gostou tanto do trabalho, por que você saiu? —Eu fiquei sabendo que meu pai estava doente. Ele não me disse que ele estava se sentindo mal, não queria me preocupar. Foi sua secretária que me disse. Ela ligou e disse que meu pai estava vomitando sangue. Eu voei de volta imediatamente. Eu o intimidei até que ele foi ao médico. —Um leve sorriso vincou o seu rosto. Um segundo e ele tinha ido embora, como uma sombra de um sorriso em vez da coisa real. —Ele era teimoso... Odiava médicos. Demorou conseguir levá-lo a um. E quando eu finalmente o arrastei para os exames, descobrimos que ele tinha câncer no estômago. Eu não podia deixá-lo enquanto ele estava doente. O câncer estava muito avançado. Ele durou apenas algumas semanas. Depois que ele morreu, resolvi fazer algo diferente.

8 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline descansou seu queixo em seu punho, enquanto ela olhava para ele. —Por quê? Ele colocou o garfo para baixo, pensativo. Ele levou um tempo para responder. Isso era algo que Caroline gostava. Ela não gostava de brincadeiras volúveis e de respostas prontas. Ele estava claramente lutando para encontrar as palavras certas. Era perfeitamente possível que as palavras não fossem o seu ponto forte. Ele era um soldado, depois de tudo. Finalmente, ele falou, sua voz profunda e calma. —Meu pai foi um soldado durante toda sua vida. Quando se aposentou, ele fundou uma sociedade em que ele poderia usar suas habilidades especiais. Eu adorei o tempo em que passei no Exército, mas sei agora que, de certa forma, me alistei no exército para agradá-lo. Quando ele precisou de mim para a empresa, eu renunciei a minha missão para ajudá-lo. Eu estava feliz por fazêlo. Se ele estivesse vivo, eu ainda estaria no Afeganistão, ainda com a companhia. Mas depois que ele morreu, eu percebi — ele parou e se esforçou para encontrar as palavras— eu percebi que a empresa era o sonho dele. Não era o meu. Tenho outros sonhos, outros planos para minha vida. E por mais que eu sinta a falta dele, a morte de meu pai me libertou para perseguir meus sonhos. Houve um silêncio na sala grande. Através da arcada estava a sala de estar onde ela acendeu o fogo da lareira. Ele crepitava e estalava. Ele estava confortável com o silêncio. Caroline gostava disso. —Então me diga, qual é este sonho? Ele hesitou. —Tenho algumas habilidades especiais. Algumas o exército me deu, outras eu nasci com elas. Elas foram úteis para o meu pai, e eu estava feliz em colocá-las em seu serviço e ao serviço de clientes da empresa. Mas ele já se foi. Eu acho que eu quero usar minhas habilidades para outros tipos de pessoas. O

8 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

tipo de pessoas que não podem ir a uma empresa de segurança e ter seus problemas resolvidos ao comprar o que eles precisam. — Os dentes cerrados, os músculos fortes da mandíbula flexionando-se sob a pele escura. —Empresas de segurança protegem o tipo de pessoas que já têm os meios para se protegerem. Eles são geralmente ricos, ou pelo menos têm dinheiro suficiente para comprar para si mesmos, a proteção de uma empresa inteira. Muitos deles têm empresas próprias, com empregados para se interpor entre eles e o perigo. Contratação de segurança extra às vezes é apenas a cereja sobre o bolo e, às vezes, francamente, um símbolo de status. Acho que o que eu realmente gosto de fazer é ensinar às pessoas que dela necessitam, habilidades de autodefesa. Pessoas que precisam aprender como se defender, mas não podem pagar o pessoal de segurança profissional. —E é isso que você quer fazer aqui? Iniciar um o quê? Escola de autodefesa? Aqui em Summerville? Ele balançou a cabeça. —Eu queria começar de novo. Eu ... passei por aqui com meu pai quando eu era criança. Eu gostei do lugar. Eu sempre tive no fundo da minha mente que eu gostaria de me estabelecer aqui. —Há lugares piores para se viver. — Uma rajada enorme de vento sacudiu as vidraças, e Caroline deu um sorriso irônico. —E depois, claro, há o delicioso tempo ameno. Ele deu outro meio sorriso. – Eu confesso que eu não planejava chegar no meio de uma nevasca. —Eu aposto que você não planejava. Summerville é uma cidade bastante agradável, mas eu tenho que avisá-lo que, por vezes, os invernos podem ser cruéis. Os meteorologistas estão prevendo um inverno particularmente frio e longo este ano. Isso vai assustá-lo? — Não era uma pergunta totalmente inútil. Seria uma pena se ele fosse. Ele estava se tornando um bom inquilino, e o dinheiro constante seria muito bem-vindo.

8 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele congelou, como se ela tivesse dito algo de importância incomum. —Não, madame. — disse baixinho, olhando nos olhos dela. —Um pouco de frio não vai me assustar, acredite em mim. Eu estive pensando sobre isso por um longo, longo tempo. Caroline ficou em silêncio, olhando para ele enquanto sua cabeça se curvava e ele acabava com a última de sua terceira porção de batata assada. Firme, ordenadamente, ele havia comido uma quantidade impressionante de comida. Aparentemente, o que ele disse era verdade, ele não teve uma boa refeição em meses. — Esta refeição estava deliciosa, muito obrigado. —Estou feliz que tenha gostado. Eu acho que um pouco de esforço extra é esperado na véspera de Natal, não é? E eu tenho uma boa refeição planejada para amanhã. — Ela secou a boca com uma dos pesados guardanapos de linho Pratesi, que ela só usava em ocasiões especiais. —Mas eu vou te avisar, você não será alimentado desse jeito todos os dias. Ele respirou profundamente, claramente procurando as palavras certas. Caroline foi distraída por um momento pela visão de sua enorme parede torácica se expandindo com a respiração. Ela podia ver seus peitorais através do suéter. Ele provavelmente tinha pelos espessos no peito, a julgar pelos resistentes pelos negros em seu antebraço. Uma imagem súbita daquele peito, sem o suéter floresceu em sua mente, e uma onda de calor puro atirou através dela. Isso era tão diferente dela, que ela quase olhou em volta para ver se era alguma outra pessoa que tinha se esquentado ao pensamento do peito nu de um homem, em vez dela, Caroline Lake, Senhora Fria. —Eu não vou reclamar, madame. — Ele disse, finalmente. —Passei sete anos comendo comidas prontas. E elas tem o sabor de comida de cachorro velho misturado com borracha. Era uma luta, duras de mastigar, também.

8 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Bem — Ela respondeu, divertida. —Eu não estou muito certa do que são comidas prontas, soa como algum tipo de arma, na verdade, mas elas devem ser terríveis. Vou tratá-lo melhor do que o Exército tratou, isso é certo. —Sim, madame. — Seus olhos escuros se mantiveram nos dela. —Eu só aposto que você vai. Estou ansioso por isso. Suas palavras eram completamente neutras, educadas, mesmo. Não havia nada sugestivo em seu tom ou em sua linguagem corporal. Ele manteve seu olhar estritamente acima do pescoço. Mas não havia dúvida da insinuação no tom de suas palavras. Os hormônios sexuais, de repente rodopiaram no ar, um pouco da excitação deles, tão poderosa que ela não estava somente sem palavras, mas podia sentir o ar abandonando seus pulmões. Potente, escuro, totalmente masculino, o desejo chamejou na sala, tão poderoso que ela praticamente podia ver as ondas de desejo se aproximando dela através da superfície brilhante da mesa. Caroline havia sido desejada antes, mas ela nunca tinha sentido essa sombria atração magnética antes. Ela deveria dizer algo, algo alegre para dissipar a tensão no ar. Mas por sua vida, nada veio à sua mente. Ela não conseguia sequer olhar para longe dele, o seu escuro olhar tão atraente que era como um soco no estômago. Seu peito parecia apertado, e ela achou difícil respirar. Levou um minuto inteiro para Caroline perceber que não era só ele. Ela estava sentindo o retorno do desejo. Tinha passado tanto tempo desde que ela sentiu isso que ela não o tinha sequer reconhecido. Jack Prescott era tão diferente dos homens pelos quais ela tinha se sentido atraída no passado, que ainda não tinha ocorrido a ela que ela poderia desejá-lo. Caroline foi atraída por homens que eram inteligentes, sofisticados e mundanos. Homens que gostavam de livros, de teatro e tinham um retrato irônico da vida. O pouco que tinha visto de Jack Prescott mostrou que ele era quase o oposto. Ela não tinha visto a sagacidade de fato, ele tinha sido sério à ponto da austeridade. Ele não tinha aparência sofisticada, ou mundana.

9 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Verdade, ele tinha viajado, mas para postos avançados de civilização, onde a capacidade de empunhar uma arma era mais útil do que o conhecimento dos museus locais. Era sua cabeça falando. O resto do seu corpo simplesmente não estava ouvindo. Estava totalmente tomada com sobrecarga hormonal, uma reação à enorme ... masculinidade de Jack Prescott. Era humilhante pensar que seu corpo não estava prestando atenção em tudo o que ele estava dizendo, quais os livros que ele poderia ter lido, quais opiniões ele teria sobre política. Não, sua frequência cardíaca e respiração acelerada, porque ele tinha o corpo mais magnífico do sexo masculino que já tinha visto. Seus joelhos tremiam à vista de suas mãos grandes, elegantes, rudes, fortes. Sua voz profunda detonou vibrações no poço de seu estômago. Oh, isso era ruim. Jack Prescott era seu inquilino. Ele estava pagando um preço acima do mercado para viver em sua casa muito bonita, mas às vezes, ferozmente desconfortável. Ela não podia se dar ao luxo de ficar sem ar quando ela falava com ele, ou que ele a pegasse esgueirando olhares de admiração pela largura dos seus ombros ou o tamanho de seus bíceps. Caroline tinha de obter um controle sobre si mesma agora. Ela tinha que colocar isso de volta em uma base proprietária-inquilino. Cordial e impessoal. Ela colou um sorriso educado no rosto e falou como uma dama educada. —Você gostaria de um pouco mais de carne assada? —Não, madame. –Ele disse, sem sorrir. —Eu estou bem. — Seus olhos nunca vacilaram para longe dos dela. Eles eram tão escuros. Ela raramente tinha visto aquele tom escuro, com apenas um toque de distinção entre a pupila e a íris ... Ela agitou-se. 9 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Eu espero que você tenha guardado algum espaço para a sobremesa. Eu fiz mousse de chocolate. Nós podemos comê-la na sala com o café, se você quiser. Ele tornou-se, se possível, mais ainda imóvel. Seus olhos sondaram os dela, como se ela tivesse dito alguma coisa persuasiva. —Sim, madame. Eu gostaria muito disso. – Ele levantou-se antes dela, em um movimento suave e gracioso, e puxou a cadeira quando ela se levantou. Quando foi a última vez que um homem tinha feito isso? Caroline apontou para a sala de estar. —Vá em frente, eu vou trazer o café e o mousse. Quando ela entrou na sala carregando uma bandeja com duas taças de mousse e duas xícaras de café, ela o viu agachado ao lado do fogo, alimentando as toras, atiçando a madeira com o atiçador. Faíscas voaram até a chaminé. Uma tora caiu, explodindo em chamas, em brasa, delineando suas costas em uma ampla borda de vermelho ardente. O jeans preto apertado mostrou os longos e sólidos músculos das coxas, flexionados no agachamento. Ele levantou-se facilmente e virou-se. —Aqui, deixe-me pegar isso. — Ele tomou a bandeja das mãos dela e colocou sobre a mesa de café. O fogo subiu, renovado, grandes chamas rolando avidamente lambendo a madeira, enchendo a sala com o calor e o amigável crepitar das chamas. Era como uma terceira pessoa na sala com eles. Caroline sentou-se no sofá, tomando seu café. Como tantas vezes nos momentos difíceis, tentou contar suas bênçãos. Ela estava com boa saúde. O pagamento de janeiro do banco seria feito. O de fevereiro, bem, esse era no futuro, não era? Jack disse que ele estava se instalando. Ele não parecia o tipo de homem que corria gritando por causa de uma caldeira temperamental. Ela poderia se arranjar até fevereiro. Talvez não. Uma coisa que os últimos seis anos tinham ensinado a ela era não se preocupar com as coisas que ela não

9 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

poderia influenciar ou alterar. E aproveitar ao máximo as coisas, pensando firmemente positivo. Ela treinou-se a fazer isso. Infelizmente, frenéticos pensamentos felizes nem sempre funcionavam tão bem como ela queria. Amanhã era o dia de Natal, quando o mundo que ela havia conhecido tinha chegado a um fim drástico. Natais sempre foram tão difíceis. Havia tantas lembranças de vésperas felizes de Natal nesta sala. Mamãe, papai e Toby, música e risos e lareira. Lembrou-se de uma véspera de Natal com Sanders, antes do acidente. Toby tinha, o quê? Sete anos? Ela tinha começado a namorar Sanders, o primeiro de seus muitos casos de termina e volta, e ela o convidou para passar a véspera de Natal. Seus pais tinham estado encantados com as boas maneiras de Sanders e sua conversa adulta. Isso foi antes de chegarem a conhecê-lo. Mais tarde, o pai dela tinha começado a desprezá-lo. Mas essa primeira noite eles eram só sorrisos. Ela, bem, ela estava cegamente apaixonada. Tão cega que perdeu a virgindade com ele alguns meses mais tarde. Naquela noite, a mãe havia enchido a sala com velas. Sua mãe tinha amado velas. Ela as acendia em todas as ocasiões possíveis e às vezes apenas porque ela sentia vontade. A memória daquela noite ainda podia aquecê-la. Ela até podia se lembrar dos fortes cheiros mesclando juntos, o perfume Dior de sua mãe, velas de cera quente, fumaça da madeira na lareira, bolos e broinhas da cozinheira, chá Earl Grey e o bourbon do papai. Um perfume inebriante de alegria e celebração. Ela tocava piano e cantava músicas natalinas. Ela tocava... — ... Tocar? Com um puxão, Caroline trouxe sua mente de volta ao presente. Seu pensionista estava sentado ao lado dela. Não tão perto que a incomodasse, mas perto o suficiente para que ela pudesse sentir o calor do seu corpo e sentir o movimento do ar e o afundamento do sofá quando ele se inclinou para a frente

9 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

para colocar o copo sobre a mesa de café. Vê-lo tão perto, fazia com que ela se sentisse um pouco oprimida pelo tamanho dele. Parecia que os seus ombros ocupavam a metade do sofá. A xícara de café de tamanho perfeitamente normal parecia minúscula em suas mãos. Suas mãos eram persuasivas, ao contrário de quaisquer outras mãos do sexo masculino que já tinha visto. Embora elas fossem enormes, a pele visivelmente áspera, como se ele trabalhasse muito com elas ao ar livre, elas também eram naturalmente bem formadas, com dedos longos, elegantes e fortes, com uma leve penugem preta no dorso. As unhas estavam limpas, mas claramente não manicuradas, de modo muito diferente das mãos de Sanders, que eram pálidas e macias, com perfeitas unhas polidas. Oh meu Deus. Ela estava fazendo isso de novo, à deriva com seus pensamentos. Ele disse alguma coisa. — Me desculpe? Jack inclinou a cabeça em direção ao piano. Sua voz era paciente. Ele era um cara forte, um soldado. Presumivelmente, isso lhe dava paciência extra para não rolar os olhos e gritar com a mulher louca que subitamente devaneava. —Vejo que você tem um piano. Eu imagino que você toque. Eu adoraria ouvir você tocar alguma coisa. Não absolutamente, dizer não era o seu primeiro instinto, e ela teve de cerrar suas mandíbulas bem fechadas para não dizer as palavras. De jeito nenhum ela poderia tocar. Ela não tinha tocado nem uma vez desde antes da morte de Toby. Não havia passado tempo suficiente. Seus sentimentos estavam muito perto da superfície, as lembranças muito vivas, a dor ainda muito cortante ... —Por favor. – Ele disse e esperou, olhando-a pacientemente. Seu peito estava tão apertado que era difícil respirar. A ideia de tocar o piano a deixava um pouco doente, mas como ela poderia dizer não? Ele não

9 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

podia entender o que ele tinha pedido a ela. Dizer não iria soar como se ela estivesse louca. Ou talvez ainda pior para uma senhoria, pareceria que era rude. Ela olhou para Jack. Ele estava observando o seu silêncio, seu olhar escuro e penetrante. Ela encontrou seus olhos por um instante, depois olhou para suas mãos, mãos que coçavam para tocar as teclas para se confortar, mãos que, ao mesmo tempo, nunca queriam tocar piano novamente. Isso era tão assustador. Caroline sentia que estava equilibrada na ponta de algum precipício muito profundo, de onde não haveria retorno. Ela podia dar um passo em frente e cair no abismo do sofrimento perpétuo, um fantasma de uma mulher com somente fantasmas para lhe fazer companhia, sempre pranteando o passado. Ou ela poderia voltar atrás e recuperar de alguma forma sua vida e ter algo parecido com um futuro. Ela tinha que parar de viver no passado. Ela tinha que parar de se afligir. Ela tinha que parar de pensar incessantemente em Toby e seus pais. Ela tinha que parar agora. Isso era tão difícil. Mas tinha que ser feito. Ela podia fazê-lo. Nos últimos seis anos, ela aprendeu como fazer as coisas difíceis. Uma e outra vez. Ela insistiu em sorrir, lábios arrebitados e um lampejo de dentes, esperando que ele não percebesse quão falso era. —Tudo bem. — ela disse, com a garganta apertada. —É claro que eu vou tocar para você. Definitivamente, ela se levantou e foi para o piano. Havia uma chance de que nos últimos dois meses, o piano tenha ficado fora de sintonia. Deus sabia que tinha havido bastante mudanças de temperatura com a sua caldeira temperamental para deformar a madeira. Se o piano não estivesse afinado, bem, então, isso seria uma desculpa perfeita para não tocar, e não seria absolutamente sua culpa.

9 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela parou ao lado do grande piano negro e tocou uma escala rápida. As notas soaram autênticas e claras, na grande sala. O piano estava em perfeita sintonia. Isso era algo que ela simplesmente teria que enfrentar. Cerrando os dentes, ela sentou-se. Ela se virou, surpresa, quando Jack acendeu as velas nos suportes de bronze em cada lado do piano com um dos fósforos mantidos na lareira. —Parece tão bonito como este. — Ele disse, e apagou o fósforo. Caroline suspirou. Sim, era muito bonito. Ela olhou para ele. —O que você gostaria que eu tocasse? Você tem uma canção de Natal favorita? Tenho um repertório de canções natalinas muito boas. —Não, canções natalinas não, por favor. Ouvi muito Muzak recentemente nos aeroportos. — Ele abriu a partitura na frente dela. —Que tal isso? Deve ter sido a última coisa que você tocou. Caroline congelou. “Esta” era a partitura de O Fantasma da Ópera. Ela a tinha tocado incessantemente para Toby nas suas duas últimas semanas de vida. Por favor, Deus, isso não. Uma canção natalina teria sido fácil. Ela poderia escolher uma sem memórias pessoais anexadas. “Silent Night”, talvez . Ou “Hark the Herald Angels Sing.” A única coisa que elas lhe lembravam era a escola. Mas O Fantasma da Ópera ... Oh Deus doce e querido. Tudo menos isso. Isso ia ser tão difícil. Caroline tocou as teclas, acariciando-as, familiarizando-se com o toque de marfim e madeira, mais uma vez. A música sempre havia sido seu refúgio, seu lugar de paz. Era um sinal de quão profunda havia sido a sua dor, que ela ficasse longe da música por tanto tempo.

9 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela olhou incerta e encontrou seu olhar. Escuro, firme e penetrante, como se ele pudesse chegar dentro de sua mente e ler todas as emoções dolorosas que giravam em seu interior, incluindo o pânico e o medo. Este era um homem que enfrentou tiros. Como alguém como ele, poderia entender, possivelmente, o medo de um teclado? Ele não poderia. Toque agora. Respirando profundamente, Caroline lentamente começou a tocar algumas notas hesitantes com a mão direita. As notas eram dissonantes, muito lentas, mas a canção era reconhecível. Os compassos de abertura de “Think of Me” — a assombrosa melodia que Christine cantou para o Fantasma — saiu. A canção estava marcada para sempre em seu coração como um hino de dor e perda. Sua mão vacilou e manteve seu dedo indicador para baixo sobre o “F” por um longo momento, perguntando se ela poderia prosseguir. Ela tinha que prosseguir. Não só por cortesia ao seu pensionista, mas para si mesma. E, para sua própria sanidade. Você deve fazer isso, ordenou-se Caroline, sua coluna rígida. Sua mão direita pegou as notas de abertura de novo, mais rápida, mais suave, mais melódico. A mão esquerda veio, relutantemente, fornecer o contraponto à melodia exuberante. A memória muscular assumiu. As notas começaram a fluir, enquanto suas mãos moviam-se sobre as teclas, a música tão familiar a ela como seu próprio nome. Pense em mim ... Mamãe, papai e Toby tinham voado de Seattle para se encontrar com ela em Nova York para o Dia de Ação de graças. Ela tinha tomado o trem para Boston, onde estava estudando música e os homens, se divertindo muito com os dois. Papai tinha reservado uma suíte de dois quartos no Waldorf. A família

9 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Lake teve quatro dias mágicos juntos, aproveitando as atrações turísticas durante o dia e saindo para peças e musicais durante a noite. Em sua última noite em Nova York eles tinham ido assistir ao Fantasma da Ópera no Teatro Majestic. Ela era apenas, jovem o suficiente para suspirar no romantismo do triângulo amoroso. O amante condenado e marcado, banido para sempre para as sombras, o belo e jovem visconde e a bela e jovem mulher amada pelos dois homens. Lembre-se de mim ... Toby era ainda jovem o suficiente para se entusiasmar com as capas enroladas, lustres caindo no palco, velas saindo da água, um barco misterioso em um lago sob o teatro. Toby ainda tinha estado esperando com animação, na manhã seguinte, quando eles a acompanharam à estação. Ela lembrava-se de embarcar no trem de volta para Boston, olhando através da janela, a mãe e o pai mandando beijos e Toby animadamente acenando adeus. Uma família feliz com sua vida inteira pela frente. Foi a última vez que ela viu seus pais. Foi a última vez que ela viu Toby andar. Durante anos, ele se recusou a ouvir o CD do musical. Caroline compreendia completamente. Ele lembrava-lhe muito o que ele havia perdido, o menino despreocupado que ele tinha sido, um rapaz com uma vida inteira pela frente, que tinha sido cruelmente arrancada dele. Então, de repente, a alguns meses atrás, ele começou a insistir para que ela tocasse a música para ele, repetidas vezes, enquanto ele ficava cada vez mais fraco. Toby sabia que ele estava morrendo, Caroline pensou, de repente, seus pelos se arrepiando em sua nuca. Foi por isso que ele pediu para tocar a música com tanta frequência. Toby sentiu a morte se aproximando e ele queria ouvir a música que lhe lembrava a última vez que a família tinha estado reunida, a última vez que tinha sido um menino saudável.

9 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela inclinou a cabeça, as mãos se movendo por conta própria, sem ela ter que pensar nas notas. A música delicada, romântica enchia a sala, enchia sua cabeça, enchia o seu coração. As mãos dela flutuaram sobre o teclado, a música vindo do mais profundo do seu ser. “... Por favor me prometa ...” Ela esqueceu de onde estava, ela se esqueceu do homem grande, de olhos escuros ao seu lado observando-a, enquanto ela era arrastada pela assombrosa melodia. Uma canção de saudade e da promessa de amor, quando a esperança se foi. “... Que às vezes você vai pensar em mim ...” Lentamente, suavemente, a canção terminou em uma última nota persistente que ecoou, em seguida, desapareceu. Suas mãos deslizaram das teclas para pousar em seu colo. Caroline curvou a cabeça, um cacho de cabelos soltos do cabelo caiu para a frente, descansando em seu ombro. Uma súbita corrente de ar gelado atravessou a sala, amassando as páginas da partitura, assustando-a até os ossos. Arrepios crescendo em sua pele. Ela olhou para cima, assustada, enquanto as velas nos castiçais de bronze derretiam, em seguida, se apagavam. As pesadas cortinas esvoaçavam brevemente, então se acalmaram. Tinha terminado quase antes de começar. O ar estava subitamente parado mais uma vez. Tufos de fumaça dos pavios fumegantes subiam para o teto. Nada se mexia. Algo tinha chegado e partido através da sala. Até o dia de sua morte, Caroline acreditaria que foi naquele preciso instante que a alma de seu irmão partiu desta vida, finalmente libertando-se da prisão do corpo alquebrado que ele tanto odiou. Ele a ouviu tocar pela última vez e havia deixado o mundo.

9 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline tinha simplesmente tocado o canto fúnebre de Toby. Agora, ele finalmente, realmente se foi. E ela estava sozinha. Um grande lágrima deslizou por sua face e caiu sobre o teclado, estalando tão fortemente que a tecla fez a sombra de um som. Jack não tinha se movido, mas algo na quietude do ar para o lado dela a fez se virar. Ele estava parado ao lado dela, uma mão grande em cima do piano, vigiando-a constantemente. Ela não tinha ideia do que ele poderia estar pensando. Provavelmente que mulher louca, louca que ela era. De repente, Caroline estava muito cansada da sua tristeza e solidão. Alguma coisa tinha que acontecer para livrá-la da concha gelada de tristeza que a encerrava. Ela precisava de calor humano e respeito. Ela precisava tocar em alguém. Ela precisava que alguém a tocasse. Além de um aperto de mão ocasional, ela não tinha tocado em outro ser humano desde a morte de Toby. Ela olhou nos olhos escuros de um perfeito desconhecido e falou as palavras mais verdadeiras que ela conhecia por uma garganta dolorosamente apertada. —Eu não quero ficar sozinha hoje à noite. — ela sussurrou.

Capítulo Cinco

SERRA LEOA O olho humano vê o que ele espera ver. Deaver sabia disso. Como todos os soldados, ele usou esse fato muitas vezes. Metade das táticas militares são enganos e subterfúgios.

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Assim, quando um homem loiro de 50 anos, 81 quilos, usando óculos escuros caminhou com confiança através do acampamento da ONU, vestido com o uniforme bem passado, com o emblema da ONU sobre o peito de sua camisa, e usando o característico capacete azul brilhante da força de paz da ONU, ninguém deu lhe um segundo olhar. Ele era apenas mais um, das cinco centenas de soldados das Nações Unidas no acampamento. Era noite. Metade da tropa estava em patrulhamento de rotina, desarmados, os idiotas. Deaver ainda achava difícil acreditar que os soldados se permitissem andar desarmados. “Ordens de cima.” Observadores militares e tropas de paz tinham que mostrar sua neutralidade a todo custo. Axel tinha achado isso estúpido, também. Deaver sentiu uma dor repentina de simpatia pelos caras. Ele se sentia como um inacreditável imbecil andando desarmado na África Ocidental, um lugar onde parecia que tinha aberto um gigantesco buraco e tivesse sugado todos os humanos e, deixando apenas monstros loucos. Ele só estava desarmado por uns poucos dias, mas parecia que era desde sempre. Deaver só podia imaginar que um período inteiro de serviços aqui, desarmado, seria como, quando você cai em mãos erradas, podendo ter seus pés e mãos decepadas por adolescentes, ser crucificado no forte sol equatorial, com suas entranhas cortadas e abertas para os insetos comerem ou ser esfolado vivo, sem qualquer tipo de arma com a qual se defender. Bem, o inferno com isso, ele estava fodidamente saindo fora. Agora. Exatamente como Axel teria feito. O ar da noite foi subitamente preenchido com o familiar ruído de um helicóptero. Deaver andou rápido na direção do som. Ele queria partir correndo, mas ele não se atrevia. No crepúsculo, ele poderia perceber o contorno familiar de um Huey, pousando em um heliporto improvisado esculpido na floresta. O piloto pousou suavemente, bem no centro do círculo, e permaneceu na cabine, com as mãos

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

sobre os controles. Ele obviamente queria sair de lá o mais rapidamente possível. Ele estava pousando na última luz para aumentar suas chances de sobrevivência. A rota para Freetown passava por uma parte do território controlado pelos rebeldes. Os lançadores de foguetes e granadas necessitavam da luz do dia para derrubar aviões e helicópteros. Homens vestidos com jeans e camisetas com as mangas cortadas saltaram agilmente e começaram a descarregar caixas. Eles trabalharam em silêncio e eficiência. Dentro de dez minutos, havia uma pilha de caixas alinhadas no chão. Deaver andou em linha reta até um dos homens. Ele gritou sobre o ruído dos rotores e do motor. —Posso perguntar onde você está indo agora? — Ele era um bom imitador, e ele conversou bastante com Axel para ser capaz de imitar o seu ligeiro sotaque finlandês perfeitamente. Um dos homens parou por um segundo para olhar para ele com curiosidade. – De volta à Lungi. — Ele gritou de volta, depois pegou outra caixa do homem que estava atrás dele, passando-a para o homem à sua frente. Perfeito! O Aeroporto Internacional de Lungi, o seu caminho para fora. Se eles saíssem imediatamente, ele poderia pegar o voo das 09:00 da noite para Paris, e depois para os Estados Unidos. Ele estaria de volta aos Estados Unidos antes mesmo que alguém pensasse em questionar se Axel tinha voltado para casa. —Eu estou de licença. – Ele gritou acima da lamentação dos rotores principais. — Meu voo sai amanhã de manhã, de Lungi. Era para eu pegar uma carona com o comboio, mas eu perdi. Meu comandante me fez revisar alguns papéis, o bastardo. — Deacon revirou os olhos. O homem parecia um suboficial. Suboficiais de todo o mundo estão familiarizados com os oficiais de merda.

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Você pode me dar uma carona para o aeroporto? Caso contrário, vou perder meu voo. O homem parou e olhou para trás. —Estamos descarregando cento e oitenta e um quilos de suprimentos, por isso temos muito espaço. Não vejo porque não. Espere aqui. — Ele saltou para a cabine do piloto, e Deaver o viu conversar com o piloto. O piloto virou a cabeça bruscamente e olhou para Deaver, parecendo vagamente com um inseto, com seus óculos de sol de aviador, profundamente negros. Era impossível explicar a sua expressão. Finalmente, depois de um exame longo, ele disse alguma coisa, e o homem com quem ele tinha conversado, saltou de volta para baixo. Ele apontou um dedo para o piloto e colocou sua boca perto da orelha de Deaver. — O piloto disse que está tudo certo. – Ele gritou. —Nós voltaremos para Lungi em uma hora. Pule pra dentro! Maldito A! Deaver subiu na cabine rapidamente e sentou-se dentro para a primeira etapa de sua viagem de volta para os seus diamantes e sua nova vida. **************************************************************

SUMMERVILLE Eu não quero ficar sozinha hoje a noite. As palavras permaneceram no silêncio da sala. Uma tora se partiu, as peças caindo na lareira com um silvo e um turbilhão de faíscas. Jack estendeu a mão, hesitou um instante, depois usou o polegar para secar suavemente a lágrima da bochecha de Caroline. Ela não se mexeu, ela sequer

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

hesitou, observando-o para ver como ele iria reagir às suas palavras. Sua pele parecia de cetim, tão tentadora. Ele afastou a mão. Ela tremia. Sua maldita mão tremia. Jack esteve em uma equipe de atiradores de elite por três anos. Atiradores são feitos, forjados, no fogo incessante de um treinamento impiedoso. Mas eles também nascem com uma rara combinação de nascimento natural e coordenação entres olhos e mãos, e o tipo de natureza que pode esperar, indefinidamente, pelo momento certo para explodir em ação. Jack nunca perdeu a calma, nunca. Ele tinha se enfiado, de bruços, atrás de uma rocha, dedo no gatilho, o olho dentro e fora do alcance, em intervalos de meia hora, durante três dias e três noites para tentar pegar Mohammed Khan, bebendo apenas um litro de água e nunca evacuando. Sua mão nunca tinha vacilado e, quando ele finalmente fez o disparo, foi uma morte perfeita. Khan tinha caído como uma pedra com uma bala calibre 50 através da ponte do nariz, um dos poucos tiros garantidos para matar instantaneamente. Um tiro, uma morte. O mantra do atirador. Ele estava no controle de si mesmo, sempre. Sua vida tinha dependido desse controle, mais vezes do que ele podia contar. O fato de que suas mãos tremiam, o assustava pra caramba. Ele não podia perder o controle, não esta noite. Ele não se atrevia. Se perdesse o controle, quem sabia o que faria com Caroline? Fodê-la demais? Acabar machucando-a? Jesus, talvez feri-la? Ele estremeceu ao pensar nisso. Agora, neste momento, ele tremia de desejo, cerrando os punhos porque tinha medo de que ele a pegasse e a atirasse no chão. Cada célula do seu corpo estava escorregadia com a luxúria, doendo por possuí-la. Não eram apenas seis meses de estiagem. Era como se ele nunca tivesse feito sexo antes. Parecia que uma vida de desejo represado estava furiosa através de seu sistema, queimando suas veias.

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Tocar era muito difícil naquele momento. Utilize as palavras, disse a si mesmo. Eu não quero ficar sozinha hoje à noite. —Eu não vou deixar você ficar sozinha hoje à noite, Caroline. Venha comigo. — Colocando a mão sob seu cotovelo, seguramente coberto pela seda preta, Jack a ergueu do banquinho do piano. Ela levantou-se, os grandes olhos cinza prateados fixos nos dele. Não arruíne isso. Ele repetiu para si mesmo. Seu novo mantra. Ele teve que começar um aperto. Quando desceu as escadas algumas horas atrás, foi como se alguém tivesse atingido profundamente dentro de sua cabeça e puxado a imagem mais atraente que ele poderia imaginar, que ele nem sabia que tinha na cabeça, algo garantido para tocar todos os seus botões e levantaria o seu sangue. A sala de jantar à luz de velas dos Lake, e Caroline lá, de pé, acendendo a última vela, o brilho quente transformando a pele no mais pálido marfim. Ela estava bonita além de seus sonhos mais selvagens, cabelos de ouro vermelho brilhantes presos no alto, para que ele pudesse admirar a longa curva do pescoço branco, vestida com um vestido preto elegante que parecia desenhado especificamente para mostrar a sua cintura fina e os ombros pálidos. Jack nunca ousaria sequer sonhar que um dia ele estaria em Greenbriars com Caroline esperando por ele com um sorriso - Contudo lá estava ele, e ela estava lá. E quando ela o convidou para a sala de estar, Jesus. Era como alguma magnífica roda da fortuna girando um círculo completo. A vida tinha sido incrivelmente brutal com ele em seus primeiros dezoito anos de vida. O ponto mais baixo de sua vida tinha sido quando ele estava no outro lado dessa janela, aquela à direita, atrás de Caroline. Aquela que ele estava perto o suficiente para tocar.

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele foi um menino faminto, desabrigado, meio besta em trapos, olhando avidamente para uma vida que não podia sequer começar a entender. Ele mal podia imaginar estar no mesmo planeta que as criaturas sobrenaturais que tinha visto através do vidro enquanto tremia na neve. Aquelas pessoas bonitas, naquela sala bonita. E então a roda da fortuna virou. Ele foi encontrado pelo coronel, adotado e recebeu tudo pelo qual sua alma faminta doía - amor, disciplina, objetivos. Ele, o pobre rapaz tinha mesmo, no final, virado um homem rico. E agora que a roda da fortuna tinha virado de novo, ricamente, mergulhando-o direto para a terra de seus sonhos. Ele estava no outro lado da janela, agora. Não era o menino mendigo com o nariz pressionado contra o vidro, mas o homem dentro da sala com Caroline. Cuidadosamente, tocando-a apenas no cotovelo, através do tecido de seu vestido, ele a empurrou para perto dele. Ele não ousava mover-se. Ele se sentia como uma barra de C4 com a tampa do detonador no lugar. Um movimento errado, e ele se inflamaria e explodiria. Não, ela tinha que vir com ele. E ela viria, também. Observando-o cuidadosamente com os enormes olhos preocupados, ela obedeceu a seu toque e avançou até que os pés dela estavam entre os dele, e as pontas de seus seios tocaram seu peito. Jack não tinha ideia do que ela estava pensando. Ela não parecia consumida de desejo por ele. Se houvesse alguma coisa, era que ela parecia triste e perdida. Algo teria de ser feito para mudar isso porque não era o que ele queria dela na cama. Devagar, com cuidado, ele se inclinou para ela e roçou seus lábios com os dele. Sua boca estava fria, ela era como uma estátua de mármore. Ele levantou a cabeça, deixou os olhos vaguearem sobre esse rosto lindo, em seguida, encaixou a boca sobre a dela outra vez, um pouco mais firme. Ela olhou para

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

ele, olhar perturbado, até o último segundo, em seguida, seus olhos finalmente se fecharam com um tremor. Sob a sombra da luz, ele podia ver o fino rendilhado de delicadas veias azuis sob a pele pálida. Ele tocou seus lábios, suas pálpebras, em seguida, moveu-se para beijar a pele macia de sua têmpora, sentindo os fios de cabelo sedoso fazendo cócegas em sua bochecha. Sua pele estava um pouco mais quente agora. Aquela estátua de mármore estava lentamente se transformando em uma mulher humana. Ele tocou os lábios dela mais uma vez, um pouco mais firme, abrindo sua boca com a dele, apenas o suficiente para obter um rápido e inebriante sabor dela com a língua. Ela tinha gosto de paraíso – chocolate, café e vinho que eles tiveram no jantar. Ele poderia facilmente ficar bêbado com seu gosto. Enfiou a língua em sua boca de novo brevemente, em seguida, retirou-se e levantou a cabeça. —Oh! — Caroline respirou, olhando um pouco surpresa, como se o beijo fosse uma coisa inesperada. A ponta de sua língua apareceu e tocou seu lábio inferior, como se experimentasse o gosto dele. Seu pênis pulsava à vista, se elevando e se alongando em cada passagem de sua pequena língua sobre aquela deliciosa boca suavemente rosada. Sua ereção não tinha lugar para ir, tentando inutilmente se levantar sob o brim pesado. Isso doía pra caramba. Jack se perguntou se estava fazendo a si mesmo algum dano permanente. Os pênis poderiam se quebrar? Cada célula do seu corpo estava gritando para penetrá-la o mais rápido possível, mas ele não podia. Ainda não. Havia uma diferença muito grande em seus níveis de desejo. Ele estava mais alto, mais excitado do que jamais esteve em sua vida, e Caroline... Caroline estava claramente ainda incerta, embora ela fosse a única que tinha falado as palavras que havia colocado as coisas em movimento. Jack teve de se lembrar que o que ela realmente disse foi: “Não quero ficar sozinha hoje a noite.”

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O que ela não disse foi: “Eu quero que você rasgue todas as minhas roupas, me imobilize no chão, abra as minhas pernas, e foda-me até a morte. Não, isso não era nada daquilo que ela dissera, e era uma pena porque é o que ele sentia vontade de fazer. Ele tinha somente uma chance. Uma. Se ele arruinasse tudo essa noite, nunca teria outra chance. Se fosse muito áspero, se a assustasse, se a ferisse de alguma maneira, ela o expulsaria. A única coisa que brilhava através de Carolina era um cansado e cauteloso orgulho. Ela não tinha deixado nenhuma das circunstâncias de sua vida derrubá-la. Ela não ia aguentar alguém que a amedrontasse, ou que a tratasse rudemente, nem mesmo se precisasse desesperadamente do dinheiro de um pensionista. Observando seus olhos atentamente, ele inclinou a cabeça novamente. Desta vez, o beijo foi mais quente, e sua linda boca já estava aberta para ele. Com o toque de sua língua à dele, ele se contraiu, quando seu pênis cresceu. Deus, ele quase gozou em suas calças. Ele tinha que se acalmar um pouco, caso contrário, isso não iria funcionar. Ele correu as costas de seu dedo indicador por sua bochecha, maravilhado com a suavidade acetinada. Um suspiro profundo, então disse o que tinha de ser dito. —Caroline, eu não quero parecer não romântico, mas eu não tenho proteção para nós. Eu não tive relações sexuais por quase meio ano e não tenho nada comigo. Por favor, me diga que você tem alguma coisa aqui. Merda, isso não tinha sequer lhe ocorrido durante o voo. Normalmente, Jack sempre tinha preservativos com ele. A maior parte de sua vida sexual era uma noite só, ou talvez duas ou mesmo três noites, quando ele gostava da mulher o suficiente, então estava sempre preparado. Mas estava voltando para casa direto do buraco do inferno, no Afeganistão, a maior zona sem sexo do mundo. Mesmo que conseguisse se excitar por mulheres cobertas com tapetes, a certeza de que qualquer parceira sexual dele provavelmente seria apedrejada

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

até a morte em retaliação, era realmente broxante. Sexo nunca nem passou pela sua mente no Afeganistão. Ele tinha voltado para casa por causa da morte do coronel, que o tinha enviado em sua última missão para a África. Jack nunca fodeu na África. Nunca. Então, lá estava ele, com literalmente a mulher dos seus sonhos pedindo sexo a ele, ou pelo menos é o que ele esperava que ela tivesse pedido, e ele estava sem preservativos, pela primeira vez em sua vida adulta. Foda-se. Se soubesse que isso poderia acontecer, ele teria que vir equipado com dez caixas. Caroline hesitou, como se estivesse saindo de um transe. —Proteção? O que você... oh! — Sua mão cobriu sua boca. – Que estúpido da minha parte. É claro, camisinha! Oh meu Deus, não, eu não tenho nenhum preservativo em casa. Foi o caminho mais longo do que seis meses para mim. Mais de seis anos. Na verdade, tem sido tão longo, que eu provavelmente tenha me esquecido como. Na verdade, — continuou, pisando ligeiramente para trás, observando seus olhos — se você decidir mudar de ideia, eu entendo perfeitamente. —Não! – A negativa saiu quase como um grito e ela estremeceu. Jack sentiu o suor escorrer por suas costas. —Não— disse outra vez, mais baixo, trabalhando para tornar o seu tom normal através da tensão repentina em seu peito. —Olhe, nós podemos fazer sem preservativo. Eu posso ser cuidadoso. – Espero, ele pensou. Ele sempre teve total controle sobre seu pênis, mas agora estava se segurando para que o controle não escapasse de suas unhas. Caroline ficou em silêncio, olhando-o para cima e para baixo. Ela estava lutando com alguma coisa, e ele deu-lhe o tempo necessário para fazê-lo. —Você parece saudável. – Ela disse finalmente. Ele piscou.

1 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Claro que sim. Saudável? Bem, sim. Ele não poderia ser mais saudável. Agora, de fato, sua rude boa saúde estava praticamente estourando através de suas calças. —Fora os ferimentos, eu nunca estive doente nenhum dia na minha vida. Ela virou uma leve sombra rosa. —Porque, hum ... bem, a estória é esta. Eu estava sob muita tensão neste outono. Meu irmão estava muito doente, e eu estava tão preocupada que eu às vezes esquecia de comer e... — Ela parou de repente, sua linda boca se fechando com um piscar de olhos, como se percebesse que ela estava balbuciando. —Bem, o resultado é que o meu médico me obrigou a tomar a pílula. – ela disse finalmente. —Assim, poderíamos... Qualquer outra coisa que ela ia dizer perdeu-se na boca dele. Jack mergulhou as mãos em seus cabelos, para embalar seu crânio e mantê-la imóvel para seu beijo. Mais profundo, mais quente do que antes. Ele lambia sua língua dentro dela, morrendo por seu gosto, segurando sua cabeça fortemente, enquanto movia a dele para ter um profundo gosto dela. Suas mãos subiram para se enrolarem em torno dos pulsos dele, enquanto ele continuava a beijá-la, quase desesperadamente. Ele desceu a mão até a cintura estreita e puxou-a fortemente contra ele, ampliando sua posição para trazê-la mais perto. Ela se contraiu um pouco quando ela veio plana contra seu pênis rígido. Jack quebrou o beijo, pensando que não queria interrompê-lo. Ele queria ficar aqui para sempre, sua língua em sua boca. Se fosse por ele, eles teriam caído onde estavam, à direita no piso de madeira. Ele não iria nem despi-la. Bastava fazer um buraco em suas meias e cuecas e empurrar o seu pênis direto em uma boceta que estaria tão quente e úmida como sua boca ... 1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack gemeu. Ele abriu os olhos para olhar para o rosto adorável. A boca dela estava molhada e um pouco inchada por causa da sua, um leve rubor ao longo das maçãs do rosto. As mãos dele tinham despedaçado o seu penteado, e seu cabelo se estendia brilhando em cachos ao longo dos ombros. Seu cabelo era da cor das chamas vermelho-ouro na lareira. Ele estava vagamente surpreso que seu cabelo fosse frio ao toque, a cor era tão brilhante como chamas douradas. O crânio debaixo do cabelo estava quente, apesar de tudo. O resto do corpo dela estava quente, também agora, finalmente. Seus braços estavam cheios de uma mulher quente e disposta. Seus braços estavam cheios de Caroline. Ele teve que lutar para manter a respiração sob controle. Eles iam transar. Era oficial. Ele ia transar com Caroline. Sem camisinha, nada menos. Ele nunca tinha feito sexo sem camisinha em sua vida. A maneira como ele se sentia agora, ele provavelmente iria morrer de sobrecarga sensorial no instante em que entrasse nela. —Eu acho que seria melhor fazer isto no quarto. — Sua voz soou rouca, como se ele não falasse por dias. Seus olhos procuraram os dele. – Tudo bem. — Ela sussurrou . —O quarto. Oh, sim. A maneira mais rápida para levá-la para a cama era carregando-a. Ele a balançou facilmente em seus braços e tentou não correr para as escadas. Ele tinha o instinto de um gato. Ele havia feito muito montanhismo com o Coronel e nos Rangers, e tinha um equilíbrio magnífico. Mas quando a segurou em seus braços, sentiu os joelhos quase se curvando. Era uma loucura. Ela não poderia pesar mais de 52 quilos. Indo para a batalha ele carregava mais peso do que isso em equipamentos. Inferno, ele saltou de aviões transportando mais peso do que isso. Mas era como se uma febre afetasse seu sistema, tornandoo frágil e instável.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele precisava levá-los para a cama, rápido, antes que caísse com ela no chão e fizesse papel de bobo. Jack subiu dois degraus de cada vez e virou à direita no patamar. Sorte que a porta do quarto estava aberta, porque a teria chutado para baixo, se não estivesse. Chutar sua porta provavelmente não era uma boa maneira de começar isto. Jack parou ao lado da cama e deixou-a deslizar lentamente por seu corpo. Ela tinha que sentir sua ereção, tremendo de ansiedade, pulando no contato com seu corpo. Provavelmente as pessoas em toda a cidade podiam sentir seu pau duro. Ele estava, provavelmente, interrompendo a recepção de rádio com as ondas de luxúria que emanavam de seu pênis. O que ela estava sentindo? Ele não poderia dizer. Caroline ficou em silêncio, passivamente, como uma pequena boneca linda, não se movendo de onde ele a colocou. Pela primeira vez em sua vida, Jack queria que as mulheres pudessem ser mais parecidas com os homens. Ele desejava que Caroline tivesse o equivalente feminino de um pênis, que lhe mostrasse o que ela estava sentindo, que lhe mostrasse quanto ela o desejava. Se ela o desejava. Ele queria algo grande e óbvio como um pau duro, para sinalizar claramente o que estava acontecendo dentro dela, como talvez uma luz vermelha na testa que piscasse “ligado e desligado”. Mas as mulheres não eram assim. Seus corpos eram secretos, a excitação guardadinha onde você não podia ver, escondida nos recessos de seus corpos. A única maneira que poderia saber em que ponto ela estava seria tocando sua boceta, correndo os dedos em torno de sua abertura, sondando-a. Jesus, e se ela não estivesse excitada? E se ela não estivesse muito molhada? O que faria então? Ele já sabia que ela estaria apertada. Uma mulher que não fazia sexo por seis anos estaria estreita.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Isso poderia ser um problema. Deus, esperava que não. Ele tinha um pênis grande. Não era nada que o deixasse particularmente orgulhoso, simplesmente era assim. Desde que ele não era o tipo de homem que comparava os pênis nos vestiários, não tinha qualquer direito de se gabar sobre isso. Ele só aceitava isso como um fato físico que pertencia a ele, como ser alto. Mas seu tamanho e o fato de que estava tão excitado como nunca estivera em sua vida, significava que teria que ter cuidado com ela, apesar de que seu autocontrole estava destroçado, tornando-se mais insubstancial à cada minuto. Como agora, olhando-a na penumbra do quarto. Ele deixou as luzes do corredor acesas, mas não tinha acendido as luzes do quarto, por isso foi como se eles estivessem debaixo d'água em um oceano distante. A primeira coisa que alguém reparava em Caroline era a sua coloração, que era requintada, desde o marfim rosa de sua pele até o fogo de seus cabelos dourados e o azul prateado de seus olhos. Agora estava filtrada de todas as cores, uma visão em tons de cinza na luz suave e sombria. Isso não diminuiu sua beleza. Se alterou alguma coisa, ele destacou sua pele pálida e suave e a delicada estrutura óssea. Seus olhos estavam pálidos, quase incolores, enquanto ela o observava. O que ela estava pensando? Ele não saberia dizer. Suas feições ainda estavam, como o retrato de uma bela mulher, em vez de uma mulher que vivia sozinha. Ele estava segurando-a pelos ombros, sentindo a estrutura óssea delicada sob a seda macia de seu vestido. Ele moveu a mão nas costas do vestido, arrastando a ponta do zíper, puxando-o para baixo. Soou alto no silêncio do quarto. Ele abriu lentamente, tentando avaliar, à partir de sua expressão o que ela estava sentindo. O zíper correu até abaixo da cintura. Caroline ficou imóvel como uma boneca quando abriu a parte traseira de seu vestido.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Com um leve movimento de sua mão, Jack teve a palma da mão no interior do material aberto, encostada às suas costas, onde a pele era lisa e quente. Exercendo uma pequena pressão com a mão, ele a impulsionou para frente. Observando-o, ela obedeceu ao toque silencioso e adiantou-se. Ela teve de inclinar a cabeça para trás e quando ele olhou para baixo, ficou maravilhado com o que a vida lhe deu. Seus olhos não estavam azuis, mas prateados nesta iluminação, duas amplas luas nas quais ele poderia se afogar. Sua boca estava ligeiramente aberta, e sua respiração era rápida. Ele podia sentir os pequenos jatos de ar de sua respiração contra sua garganta. Ela moveu-se um centímetro para mais perto dele, sem que ele tivesse que pressionar contra suas costas. Sim! Ele abaixou a cabeça para ela, parando quando ela colocou uma pequena mão em seu peito. —O quê? — Ele murmurou, quase em pânico. Ela não estava parando ele, estava? Se isto era um não, ele estaria uivando à lua. Ele estava cheio de desejo por ela. Não estar dentro dela o mais rapidamente possível era impensável. Se ele não pudesse saciar seu desejo por ela, agora, isso provavelmente iria causarlhe lesão permanente, deixando-o estropiado para o resto da vida. —Como você sabia qual cômodo era meu quarto? — Ela perguntou baixinho. Oh, porra! Este era precisamente o tipo de erro que poderia levá-lo à morte na batalha. Jack esteve disfarçado em locais perigosos e com pessoas perigosas. Manter sua estória disfarçada diretamente era uma necessidade de vida ou morte. Arruíne isso e morra. Ele controlou sua respiração e gentilmente tirou a mão dela de seu peito. Seu coração deu um salto enorme diante suas palavras. Ele esperava que ela não sentisse isso. Ele estava pensando freneticamente, tentando enviar um pouco de sangue de volta para sua cabeça para que ele pudesse raciocinar. Ele

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

levou a mão dela à boca e lhe beijou as costas. Cada vez que ele tocava sua pele, era um pequeno choque sentir como ela era incrivelmente macia. Ela estava olhando para ele, séria, esperando. Jack colou um sorriso tímido no rosto. —Pelo cheiro. Caroline piscou. —Pelo ... Não entendi... —Eu tenho um sentido muito forte para cheiros. — Era verdade. Ele poderia sentir o cheiro de explosivos quase tão bem quanto os labradores utilizados para esse serviço. Ele correu o polegar sobre seu maxilar, ao longo da linha do pescoço longo. Ele abaixou a cabeça e beijou-a sob sua orelha, farejando ruidosamente, como um cão. —Você cheira maravilhosamente. — Ele sussurrou. —Como as rosas e o céu. Eu apenas segui meu nariz. A casa inteira cheira um pouco como você, apesar de existirem odores de alimentos na cozinha e na sala de jantar, e a sala de estar com cheiro de limão e fumaça de madeira. Mas este quarto cheira como você e somente você. Parei onde o cheiro era mais forte. Ele a tinha agradado. Ela sorriu incerta. —Isso é bom. Pergunto-me se talvez os soldados devessem usar o olfato para se orientar, em vez de bússolas. Ele correu as costas de seu dedo indicador para baixo em sua bochecha, junto ao maxilar delicado, em seguida, apontou o decote do vestido. —Nós usamos. Soldados usam muito seu sentido de cheiro. Eu não deixo meus homens fumarem por dois dias antes de sair em uma missão, por exemplo. – Ele inclinou-se e esfregou o nariz contra a pele macia em seu ouvido. —Embora eu deva admitir, eu nunca cheirei nada bastante agradável como você, no exército. Ele podia sentir os lábios dela transformarem-se num sorriso real contra o seu rosto.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela estava mais relaxada agora e inclinou a cabeça levemente para que ele pudesse tocar seus lábios no pescoço dela. Jack percebeu que ela deve ter sentido o seu desejo intenso e ficou um pouco temeroso. O fato de que ele poderia fazer uma piadinha, apesar de fraca, tranquilizoua. Fazia com que ela pensasse que ele não iria perder o controle. Ele esperava, por Deus, que ela estivesse certa. Se isso não tivesse sido a sua própria fantasia pessoal, se ela fosse menos bela, menos desejável, seria melhor. Como ela era, Jack sabia que o seu autocontrole não iria durar muito mais tempo. Se ele fosse um cavalheiro, ele ocuparia o seu tempo com ela. Se sentaria na cama com ela, conversaria com ela, teria certeza que estava relaxada. Iria acalmá-la. Gastaria muito tempo nas preliminares. Faria amor lenta e cuidadosamente. Isso é o que um cavalheiro faria. Pena que ele não era um cavalheiro. O coronel incutiu boas maneiras nele, e elas se prenderam, mas eram um fino verniz. Ele era um predador por natureza, concebido pelo sangue para prevalecer, não importa ao quê. Adicionado a isso, estava o fato de que seu pai biológico era um bêbado desagradável e brutal e, conhecendo os gostos de seu pai em mulheres, sua mãe provavelmente teria sido uma prostituta. As ideias lisonjeiras do coronel rodavam em sua cabeça, mas o sangue de seu pai corria em suas veias. Jack não tinha nenhuma experiência de como controlar-se com as mulheres. Ele não tinha ideia de como cortejar uma dama. Na verdade, não tinha nenhuma experiência na cama de uma dama, também. Se tivesse sido qualquer pessoa, exceto Caroline, já estaria dentro dela, fodendoa, até agora. Jack correu a mão acima da linha das costas, deslizando para cima e ao redor para por as mãos em concha sobre seu sutiã. Caroline se sacudiu. Sua boca estava tão perto da dela que ele podia sentir sua respiração em pequenos jorros, a respiração irregular de alguém sob estresse. —Você está nervosa? — Ele sussurrou.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela limpou a garganta. —Um pouco. — Ela confessou. —Não fique. — Em um segundo, ele teve seu sutiã aberto, e sua mão estava em concha sobre a redondeza macia de seus seios, esfregando o polegar no mamilo suavemente. Ele podia sentir sua pulsação, rápida e leve. Ele tinha de perguntar. —Você está com medo? —De você? — Caroline recuou um pouco para olhá-lo nos olhos. —Não. Sua respiração saiu em uma lufada de alívio. —Isso é bom. Porque eu não vou te machucar. Eu prometo-lhe isso. — Não. — Seus olhos observavam os deles, a boca inclinada em um leve sorriso. —Eu acredito em você. Jack correu suas mãos até as costas e se moveu para os ombros. Lentamente, empurrou o vestido aberto fora de seus ombros e olhou-o cair ao chão, juntamente com o seu sutiã. Ela estava quase nua, apenas com uma calcinha preta e renda preta encimando o alto de suas coxas e saltos pretos. Era como uma visão de fantasia. Jack pensou que construiu as suas memórias de Caroline ao longo dos anos em uma mulher bonita demais para ser verdade. Diante da mulher que ela se tornou, suas memórias não lhe faziam justiça. Jesus, ela era tão bonita que lhe doía o coração. Pálida, perfeita, tão delicadamente constituída que quase tinha medo de tocá-la. Alguma coisa em sua expressão deve tê-la preocupado porque o olhar ansioso estava de volta em seus olhos. Embora ela não levantasse as mãos para cobrir-se, seus ombros se encurvaram, como se isso de alguma maneira escondesse seus seios. Ele precisava dizer algo para acalmá-la. —Você é tão malditamente bonita. — Ele sussurrou, então estremeceu. — Ai. Isso não foi bem o que eu queria dizer, desculpe. De alguma forma, deu certo. Ele tinha feito Caroline sorrir. —Obrigada. Não é a frase mais elegante, mas... obrigada.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Em que ponto ela estava? Ele precisava saber. Jack ajoelhou-se diante dela, colocou um pé delicado em sua coxa e lentamente deslizou a meia por sua perna. Deus, este era um cenário de fantasia, também, calculado para levar qualquer macho a loucura com a luxúria. Suas pernas eram longas, esguias, sem ser magras, com os pequenos tornozelos mais delicados que ele já vira. Em um momento, retirou os sapatos e as meias. Jesus, até mesmo seus pés eram lindos. Pequenos, pálidos, com um arco elegante. Jack nunca havia sido aventureiro na cama. Uma vez que ele tinha a mulher na cama, seu estilo usual era subir em cima e se meter dentro dela. Uma vez que estava dentro, poderia ficar por horas, mas não era muito adepto de coisas extravagantes. Ele raramente fazia sexo oral, raramente fazia sexo anal. “Carne e batatas” esse era o seu estilo no sexo. Mas agora, correndo as mãos ao longo do longo, suave e elegante comprimento das pernas de Caroline, teve uma súbita vontade de beijar-lhe os dedos, um por um. Chupa-los. Correr sua boca ao longo do arco do pé delicado. Morder levemente o seu caminho até o tornozelo estreito. Sua respiração estava irregular enquanto contemplava os pés bonitos. Não, ele finalmente decidiu. De jeito nenhum poderia começar em seus dedos. Ele gozaria antes de chegar aos joelhos. Ele passou a mão sobre a perna dela, inclinando-se para a frente, a boca na altura de seu umbigo. Encostou o nariz em sua barriga pequena e lisa, enquanto colocava as mãos em sua esbelta panturrilha, correndo o dedo por trás de seus joelhos, ao redor da parte interna da coxa e subiu até colocar as mãos em seu monte, passando a mão suavemente para trás e para frente em um sinal silencioso para ampliar sua posição.

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

— Abre para mim. – Ele suspirou contra sua barriga. Instavelmente, Caroline tirou seu pé da coxa dele e ficou com as pernas ligeiramente afastadas. Ele manteve o braço apoiado em torno de suas costas para que ela não caísse. Essência de rosas com almíscar vinha dela, o perfume de Caroline misturado com a excitação. Ele poderia, claramente cheirá-lo, vindo dos fios de cabelo macio, de cor clara entre as coxas. Nunca um cheiro tinha sido tão bem-vindo. Delicadamente, Jack pressionou um dedo dentro dela e quase chorou de alívio e medo. Ela estava molhada, tudo certo. Seu dedo estava revestido com umidade, enquanto a penetrava com cuidado. Mas não molhada o suficiente para aceitálo, ainda não. E ela estava horrivelmente apertada. Sua pequena boceta fechava-se em torno de seu dedo como um torno, molhado e macio. Ele sondou delicadamente com os dedos, retirando, assim poderia espalhar um pouco de umidade em torno de sua abertura. Jack estava agindo por tocar sozinho, observando atentamente o rosto dela. Quando seu dedo roçou o clitóris dela, ela deu uma expiração súbita da respiração, sua boca se arredondando em um O. —Você gosta disso? — Ele murmurou, acariciando-a com cuidado, esperando que os calos em sua pele não a machucassem. Tudo sobre a sua pequena boceta parecia tão delicado para ele, os tecidos incrivelmente macios. Ele passou o dedo sobre o clitóris novamente, e as pernas dela tremeram. Se não tivesse as mãos sobre ela, não teria sentido. —Sim — ela sussurrou na escuridão. —Eu gosto disso. Jack levantou-se lentamente de sua posição, estremecendo contra a dor em sua virilha enquanto esfregava seu pênis contra o jeans apertado e duro, e beijou o caminho até o centro do seu peito, acima do pescoço, ao longo de seu queixo. Suave, tranquilizando com beijinhos. Beijinhos, realmente. Com o dedo ainda dentro dela, poderia literalmente sentir o que a excitava, e era apenas a sua pura sorte podre que o fazia ser gentil. Com cada

1 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

beijo suave, ela se tornava um pouco mais molhada, e ele podia deslizar o dedo dentro dela com maior facilidade. Quando encostou o nariz na pele em seu ouvido, ela suspirou e moveu-se contra sua mão, sua abertura mais suave agora, e mais quente. Jack moveu sua outra mão de sua cintura para tocar seu pescoço, os dedos movendo-se entre os fios de seda perfumados com essência de rosas de seus cabelos. Cachos caíram sobre o pulso em uma cascata macia. Ele a beijou suavemente, delicadamente, e ela suspirou em sua boca, movendo-se em suas mãos, aproximando-se dele, a boca se movendo debaixo da dele. Ela não mostrou nenhum sinal de realmente querer ficar na cama e ir adiante. Ela estava gostando do beijo, do toque suave, de seus afagos. Era isso que os cavalheiros faziam? Beijavam para sempre? Será que eles não começavam nunca a foder? Jack se sentia como se estivesse saindo vapor de sua virilha, e seu pênis doía. Doía para respirar, também. Ele se sentia como se faixas estivessem se apertando em volta de seu peito, empurrando o ar de seus pulmões. A única coisa boa era que os beijos estavam funcionando. Jack acaricioulhe a língua com a sua, e ela realmente apertou em torno de seu dedo em uma pequena ondulação. Sim! Será que isso funcionaria com seus seios? Jesus, por que ele não tinha três mãos? Uma para continuar a tocar as macias, úmidas dobras de seu sexo, uma para tocar seu pescoço, deixando uma livre para tocar os seios delicados e firmes. Ele só tinha duas mãos, portanto, teria que tirar uma. Retirar a mão de entre as coxas dela era impensável, teria que ser a mão que segurava sua cabeça. Só que ele gostava de sentir o seu cabelo derramando-se sobre sua mão, os dedos delicadamente mantendo-a firme para o seu beijo. Ele a apertou ainda mais forte contra ele, como se quisesse dizer: Continue aqui.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela ficou, e não se afastou nem mesmo quando ele sondou mais profundamente em sua boca com a língua. Jack colocou a mão em concha sobre seu seio, adorando sua firmeza de seda. Ela era pequena e se encaixava perfeitamente na palma da sua mão em concha. Naquele exato momento, Jack Prescott deixou de ser um homem que se excitava por seios grandes e mudou para sempre para seios pequenos, delicados e perfeitamente modelados, cobertos por delicados mamilos cor de rosa. Eles ainda estavam duros? Só existia uma maneira de descobrir. Ele gentilmente circulou o mamilo com o polegar, a textura aveludada era um deleite suave contra a sua pele áspera. Quando ele tocou seu mamilo, ela apertou com força contra o dedo profundamente enraizado dentro dela e gemeu suavemente em sua boca. Uma gota de umidade coletada em sua palma. Tremendo, ele puxou a mão de dentro dela e levantou a cabeça. Demorou um segundo para os olhos de Caroline se abrirem, e ela olhou, confusa, nos olhos dele. —Dispa-me — Ele sussurrou. —Tudo bem. — Ela sussurrou de volta. Ele não tinha ideia de por que eles estavam sussurrando. Talvez tenha sido o quarto escurinho ou a ideia de ficar isolado no meio de uma tempestade de neve, ou apenas a intensidade do sentimento que parecia encher a sala. Hesitante, Caroline estendeu a mão e tocou-lhe o estômago. Jack teve que parar de gemer quando ela se atrapalhou no caminho em que seu suéter desaparecia sob o cós da calça jeans. Enquanto ela puxava-o para fora, as costas dos seus dedos roçaram em seu pênis duro, e ambos saltaram. As mãos dela voaram para longe, como se tivessem tocado em algo escaldante. Jesus, ele teve que apertar os músculos da virilha fortemente para impedir que gozasse.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Desculpe. — Ela disse sem fôlego, olhando para ele de olhos arregalados. Jack não poderia responder. Ele sabia que estava à um segundo de gozar. Se ela tocasse lá novamente, ele se derramaria e se envergonharia para sempre. —Talvez eu deva fazer isso. — Ofegante, sua pele revestida com suor, recuou e cruzou os braços para puxar o suéter para fora. Um segundo depois, as mãos estavam no botão da calça jeans e ele a estava despindo, juntamente com suas cuecas, meias e botas. Seu pênis saltou livre. Os olhos dela se arregalaram, e Jack olhou para baixo. Ele não podia culpá-la pelo olhar cauteloso em seu rosto. Porra, seu pênis quase assustava a ele mesmo. Estava vermelho escuro e inchado, duro como um taco, as grandes veias visíveis, chorando na ponta. Ele não deixaria que ela tivesse mais do que um vislumbre dele. Colocando suas mãos em volta da cabeça dela, adiantou-se e beijou-a mais profundamente do que antes, se apossando completamente de sua boca, enquanto dava alguns passos para trás, até a cama. Quando as costas de seus joelhos encontraram o colchão, ele pegou-a e colocou-a gentilmente no meio da cama, seguindo-a. A sensação dela debaixo dele era alucinante. Ele estava agindo no instinto cego agora, incapaz de criar estratégias, incapaz de pensar de qualquer maneira. Em um segundo, afastou as coxas dela com as dele, suas mãos segurando sua cabeça, enquanto a beijava profundamente. Não era possível esperar. Estendendo suas coxas mais amplamente para abri-la completamente, seu pênis deslizou ao longo das dobras de seu sexo, então ele entrou nela em um impulso duro, seu pênis separando os tecidos apertados, o calor e a pressão insuportavelmente excitantes. Parecia que ele havia enfiado o pênis em uma tomada. Espinhos irromperam por todo o seu corpo, uma explosão de calor e luz apagou-se dentro de sua cabeça, um fio

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

elétrico correu ao longo de sua coluna, e com a próxima batida do seu coração, ele estava gozando em longos, duros jorros que o fizeram tremer. Foi totalmente incontrolável, não havia absolutamente nada que ele pudesse fazer sobre isso. Cada músculo em seu corpo se apertou, e ele tremia e gemia enquanto explodia dentro dela. Embora estivesse incapaz de pensar claramente, em algum nível profundo, percebeu que estava tão excitado que poderia mordê-la, então, levou sua boca à dela e cobriu o rosto com a nuvem de cabelo, o cheiro de rosas prolongando seus espasmos. Parecia que gozaria para sempre, tremendo e gemendo, enquanto cada gota de fluído em seu corpo jorrava de seu pênis. Ele estava segurando em seus quadris em um aperto de morte, empurrando com os dedos, rangendo contra ela, para que pudesse estar tão profundo nela quanto pudesse, e simplesmente se pendurou enquanto explodia, o coração batendo acelerado, ar bombeando dentro e fora de seus pulmões, como no final de uma corrida de quinze milhas. O suor fluía dele e a grudava nela. Demorou séculos antes que fosse capaz de se acalmar. Quando conseguiu sua respiração e seu cérebro de volta, e fez um balanço, seu coração afundou. Jack estava deitado sobre Caroline, não fazendo nenhum esforço para manter o seu peso fora dela, apesar de que pesasse mais que ela em centena de quilos. Ela estava pegajosa em todo lugar, por causa do suor dele e litros de seu esperma pareciam ter se derramado sobre ela. Suas virilhas estavam encharcadas, e sabia que seu esperma tinha escorrido até manchar o lindo lençol florido. Ele era conhecido por sua resistência, mas hoje foi como se tivesse quinze anos de novo e fosse inexperiente. Ele não tinha sequer durado um minuto, gozou no instante que entrou nela. O clímax explosivo dizimou mais de sua memória, mas sabia de um fato incontestável. Caroline não tinha gozado. Cara, ele arruinou isto, mas tudo bem.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Capítulo Seis

SUMMERVILLE Bem, ela pedira por isto. Caroline estava sob o peso pesado de Jack e tentou duramente respirar sem chiar. O homem pesava uma tonelada. Tentou expandir seus pulmões calmamente e imaginou quais seriam as regras para sua situação. Precisava de oxigênio e espaço. Como poderia conseguir? Estaria tudo bem se empurrasse os ombros dele para insinuar que deveria sair de dentro dela? Isso seria rude? Após quanto tempo, depois do sexo seria adequado abraçar? E, claro, a grande pergunta: ele era um homem que gostava de carinhos após o sexo? Ele realmente não se parecia muito com um homem que gostasse de ficar abraçadinho depois de transar. Ele tinha sido austero e, principalmente, calmo a noite toda. A maioria dos amantes eram quentes e faladores. Talvez ele fosse o tipo de homem que tinha relações sexuais, deslizava para fora da mulher, em seguida levantava-se, o mais triste tipo de amante que havia. O tipo que deixava solidão e melancolia para trás na cama. Ela conhecera alguns desse tipo. O que Caroline mais gostava sobre o sexo, era a sensação de proximidade. A sensação de que, por este pequeno momento no tempo, não estava sozinha. Gostava de tocar e ser tocada, de palavras carinhosas sussurradas em seu ouvido, mesmo se elas fossem reais somente naquele momento. Mesmo um pouco de calor humano era melhor que nada. 1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Isso era basicamente o que queria de Jack, apesar de saber que o sexo teria de vir antes. Realmente nunca apreciara muito o sexo, embora a última vez que dormiu com um homem tivesse sido há muito tempo, quase não se lembrava de como era. Mas gostava do que vinha depois. Ficar calmamente deitada na escuridão com os braços de um homem ao seu redor, ouvindo o barulho reconfortante de um outro coração humano. Nesse momento, o coração dele estava batendo triplicado. Deve ter sido um clímax extraordinário, pois ele havia se agitado, gemido e ofegado, quase como se estivesse sentindo dor. Ele também estava quente como um radiador. Se nada mais, a rapidinha a livrara do profundo frio que sentia. Jack Prescott era como um enorme, peludo e pesado cobertor elétrico. Hesitante, Caroline levantou a mão e colocou em seu ombro, se perguntando se teria a coragem de empurrá-lo. Foi imediatamente distraída com a sensação da pele dele sob seus dedos. Não parecia que ele tivesse mais nada para dar. O músculo do ombro estava denso, estriado, duro como aço. Acariciou o músculo forte, incerta, e ficou surpresa quando ele tirou sua mão de seu ombro e pressionou-a contra a boca dele. Ele beijou a palma da mão primeiro, depois as costas da mão, como se estivessem em um baile, em vez de deitados juntos, o seu pênis ainda dentro dela. Ela se mexeu levemente e... — Você ainda está, hum ... — Duro? — Ele completou. Estava deitado com o rosto em seu cabelo, perto o suficiente para que os jatos de ar quente contra sua têmpora agitassem seus cabelos. Sua boca estava a um centímetro de seu ouvido, e a voz profunda, tão perto, que ela sentia como se ele estivesse falando dentro de sua cabeça, enviando arrepios a sua espinha. — Sim. Oh sim. Eu ainda não comecei à terminar com você.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele alavancou a si mesmo em seu antebraço musculoso e olhou para ela. Suas feições estavam indistintas na penumbra, a parte branca dos olhos e dentes claros contra a sua pele escura. Suas mãos grandes apertaram os lados de sua cabeça e ele se inclinou para beijá-la, levemente, a boca movendo suavemente na dela. Ele ergueu a boca por um momento e inclinou a cabeça levemente para que pudesse beijá-la de outro ângulo. Doces beijos. Beijos de primeiro encontro. Beijos ternos depois do sexo, exceto que isso não era “o depois do sexo”. Eles ainda estavam fazendo sexo. Mais ou menos. Ele ainda estava duro como ferro dentro dela, mas não estava se movendo. A única coisa se movendo era a sua boca na dela. Seus beijos eram quentes, profundos, um deslizamento suave contra sua boca. Era fácil perder-se neles, especialmente agora que podia respirar de novo. Ele levantou a cabeça mais uma vez, seu olhar penetrante na penumbra. —Você está bem? — Sussurrou, a boca a um centímetro da dela. — Eu te machuquei? Caroline sorriu pela pergunta, empurrando para trás uma mecha de cabelo preto que tinha caído sobre o rosto dele. —Você parece pensar que eu sou algum tipo de folheado de creme. —Ela balançou a cabeça, os cabelos raspando levemente ásperos contra a fronha. — Posso lhe garantir que não sou. Ele piscou. Em um instante a sua expressão mudou completamente. As linhas tênues de gentileza e ansiedade em torno de seus olhos desapareceram e seu rosto se apertou, as narinas dilatadas. O calor nos olhos dele era visível mesmo na penumbra. —Oh, mas você é. — Sua voz era rouca, puro sexo. —Você é um lindo folheado de creme, e eu podia comê-la todinha. Completamente. Não havia dúvida quanto ao que ele queria dizer. Espontaneamente, uma imagem atirou direto para a parte mais primitiva do cérebro de Caroline. Viu

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

a si mesma espalhada sobre uma cama, a cabeça escura de Jack entre suas coxas, as mãos grandes mantendo-as separadas. A imagem era inquietante. Não, inquietante não, provocante. Claramente. Sua vagina se apertou ao redor do pênis dele com o pensamento. Imediatamente, ele se endureceu e se alongou dentro dela. Seus olhos assustados encontraram os dele. —Você gosta desse pensamento — ele disse, a voz profunda e baixa. Sulcos profundos marcando sua boca. — Isso excita você. — Sim, bem ... Eu... Eu deveria gostar. — Sua voz estava sem fôlego. Estava completamente distraída por aquilo que estava acontecendo em seu corpo. Cada pulso de seu pênis trazia um pequeno puxão de seus músculos internos apertando em torno dele. Maravilhoso. Isso nunca tinha acontecido com ela antes, essa ligação íntima tão intensa que podia sentir as mudanças no corpo do homem dentro dela. Caroline não estava excitada apenas pelo pensamento de Jack Prescott fazendo sexo oral com ela, estava excitada por ele. Enquanto sua cabeça rodopiava com seus neuróticos pensamentos aflitos, e estivera reticente e hesitante, seu corpo correra bem na frente, sem ela, e ficou excitado por sua própria conta. Não havia dúvida quanto a isso. Agora que estava realmente prestando atenção, e sua cabeça tinha alcançado seu corpo, percebeu que estava mais excitada do que estivera em toda a sua vida. Jack Prescott podia ser ameaçador e a pessoa menos conversadora do mundo, mas o corpo dela não dava a mínima, porque talvez ele fosse o homem mais sexy do mundo. O macho mais... sexy que ela já tinha visto. Tudo sobre o seu corpo era uma fonte de intenso prazer desconcertante. O tamanho dele, os músculos rígidos, aqueles pelos grossos e escuros roçando seus mamilos com cada respiração que ela dava, o pênis grosso, duro como ferro enterrado dentro dela...

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deus, apenas a sensação dele... — Eu adoraria fazer sexo oral em você, doçura. — disse com aquela voz, sombria e esfumaçada — ,mas primeiro eu teria que sair de você, e teriam que manter uma arma na minha cabeça para me obrigar a fazer isso agora. — Suas mãos grandes deslizaram pelo seu corpo, para segurar seus quadris enquanto começava a se mover dentro dela. Longos, lentos e profundos movimentos que a enchiam de calor. —De jeito nenhum — ele sussurrou. —Isso fica para mais tarde, quando eu puder pensar em algo, além disso— Estocou dentro dela, um impulso forte que o levou ainda mais profundamente. Os braços de Caroline tiveram que se esticar para segurá-lo. Suas mãos deslizavam sobre os músculos lisos e duros de seus braços, sem conseguirem se firmar. Frustrada, enganchou as mãos debaixo dos braços dele, as palmas das mãos contra os seus maciços músculos, e se segurou. Podia sentir o intenso jogo de músculos, enquanto ele se movia sobre ela, dentro dela. Seu corpo longo e duro era uma enorme zona erógena, das pernas de pelos ásperos segurando as pernas dela abertas, até as grandes mãos segurando sua cabeça firmemente para seu beijo. Tudo nele era tão diferente dela que cada toque, cada beijo era um novo território. O beijo se aprofundou, tornando-se penetrante e duro. Ela ofegou para respirar quando sua vagina vibrou novamente. Ele sentiu isso. Ele sentia tudo o que estava acontecendo com ela. Ele sabia o que estava acontecendo com seu corpo quase antes que ela soubesse. Jack se alavancou em seus próprios braços, erguendo a parte superior do corpo para longe dela. Seu peito era tão grande que parecia preencher todo o seu campo de visão, os músculos peitorais bem delineados. Caroline olhou avidamente para os bíceps enormes, duros e perfeitos. Suas mãos coçaram para tocá-lo, tocar todos aqueles músculos, duros e esculpidos. Estendeu a mão para tentar acariciar seu peito, todo o corpo dele tremia muito. Seus olhos queimavam os dela.

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Olhe para nós, Caroline — ordenou suavemente. —Veja como ficamos juntos. Assustada, Caroline olhou para seus corpos. Seus pelos se arrepiaram ao longo da nuca e ao longo de seu antebraço. Nunca tinha visto nada tão erótico como seus corpos unidos por seus sexos. Suas mãos estavam segurando seu bíceps, sua pele muito clara contra a pele dele, mais escura. Viu os músculos rígidos de seu estômago apertados devido aos seus longos e lentos impulsos. Seus pelos púbicos misturados no ponto mais profundo do seu, deslizando dentro dela, quando sentia cada centímetro dele dentro de si, os pelos negros entrelaçados com seus pelos claros. Quando tirou seu pênis para fora, ele brilhava do sêmen que jorrara dentro dela e de sua própria nata. A cada deslizar, a excitação de Caroline aumentava. Ela os observava fazendo amor, o quarto silencioso e quieto, seus impulsos lentos e regulares. Qualquer pensamento de frio foi completamente banido do seu sistema. O calor subiu por sua virilha, como se tivesse pisado na frente de um forno. O calor era intenso, dentro e fora, formigamento de calor e excitação correndo através de seu sistema. Suas veias pareciam incandescentes. Caroline estava começando aquele longo e delicioso deslizar em direção ao clímax, quando uma gota de suor escorreu da têmpora dele em seus seios. Isso a eletrificou. Este lento e controlado jeito de fazer amor estava exigindo um preço. Os músculos de seu estômago estavam tão apertados que ela podia ver cada cume do músculo. Caroline deslizou a mão por seus bíceps, — que estavam tão tensos, que os nervos eram visíveis— até as costas e sentiu seu controle, mesmo ali, nos duros músculos firmemente cerrados. Ele parecia ser uma estátua esculpida em mármore escuro em vez de um homem de carne e osso. O conhecimento do quão firmemente ele estava mantendo seu autocontrole empurrou-a diretamente sobre a borda. Com um grito agudo,

1 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline explodiu em contrações, se apertando firmemente em torno dele, tremendo com a força de seu clímax. —Deus — ele murmurou, quando um arrepio passou por ele. Abaixou-se até ela com um gemido, baixando as mãos para suas coxas. Levantou-as alto e as empurrou, afastando-as, para que ela ficasse totalmente aberta para ele, e começou a empurrar forte e rápido. Seus movimentos a mantiveram no fio da navalha, no caminho de um clímax mais longo do que o normal para ela, enquanto correntes de prazer em brasa corriam através de seu sistema. Estava segurando-se a ele tão firmemente como uma pessoa perdida em uma tempestade se prende a um tronco de árvore. Somente quando seu clímax estava terminando, e ela podia respirar novamente, ele virou a cabeça no travesseiro, movendo os lábios ao ouvido dela. —Mais — ele sussurrou. —Eu quero mais, Caroline. — Arrepios subiram por seu corpo quando ele inseriu a mão na parte de baixo de suas costas e levantou-a ainda mais em direção aos seus impulsos. Ele mudou o ângulo de seus movimentos, e de alguma forma a base de seu pênis estava esfregando diretamente contra seu clitóris. Choques elétricos percorreram seu corpo, enquanto ondas de um intenso prazer, quase grande demais para ser suportado, corriam através dela. Pela primeira vez em sua vida, Caroline se tornou um ser puramente físico, todos os seus sentidos voltados para dentro do tumulto agradável acontecendo dentro de seu corpo. Era como se tivesse gozado com o seu corpo inteiro, não apenas com seu sexo. Todos os seus membros tremiam, enquanto se segurava a ele, sentindo com as coxas e os braços o denso jogo de músculos, enquanto ele se movia dentro dela. Olhos fechados, cabeça inclinada para trás, ela cavalgou as ondas de prazer até que não restasse mais nada. Não restou nada nela, nem mesmo a força para se segurar em Jack. Seus braços e pernas caíram abertos, e sua respiração desacelerou.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack parou. —Caroline? Oh Deus, ele ainda estava duro como ferro dentro dela, mas não havia nenhuma maneira que ela pudesse participar. Cada músculo tinha ficado mole. Era difícil até mesmo manter os olhos abertos. Vagamente, percebeu que ele saíra de dentro dela. Virou-se com ela em seus braços, e usando seu ombro duro como um travesseiro, ela caiu em um sono sem sonhos. VOO AIR FRANCE 1240 MEIO DO ATLÂNTICO EM ROTA PARA KENNEDY

O cartão VISA de Axel tinha crédito para um voo de primeira classe através do Atlântico. L’ Espace 'Premiere. Só o nome já era pura classe. Deaver relaxou no banco extremamente espaçoso e confortável que se transformava em uma cama e bebeu uma taça de um excelente e gelado champanhe seco. A bebida real, não o mijo quente de carbonato servido na classe pobre. Bom e velho Axel. Seu cartão de crédito e seu nome iriam voar para Atlanta, onde ele iria desaparecer da face da terra. Deaver ergueu o copo em um brinde. Essa é para você, meu velho. Deaver olhou ao redor da cabine de primeira classe, com seus tapetes de veludo e cores brilhantes. Era a primeira vez que viajava de primeira classe, mas por Deus, não seria a última. Pela primeira vez desde Obuja, Deaver relaxou e começou a planejar os próximos dias. Sua cabeça estava clara, e podia ver o que tinha que ser feito com uma clareza incomum.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Estava espetacularmente confortável, bem alimentado, um cobertor macio de lã pura e nova, estendido sobre os joelhos. A cabine de primeira classe era como um pequeno santuário, de cores suaves, vozes suaves, e mulheres bonitas. Até o ar cheirava a luxo. Nenhum cheiro de diesel e carpete sujo que ele sempre associava com o voo. No ar, somente os caros perfumes dos outros passageiros, o cheiro inebriante de bife grelhado servido no jantar, o vinho Borgonha e a torta de limão, que culminou no conhaque Napoleon servido em taças de cristal. Não era de se admirar que o rico fizesse todos os movimentos inteligentes. Quem não conseguiria pensar com bastante inteligência com aeromoças disputando para servir-lhe comida e vinhos fabulosos, deslizando travesseiros perfumados sob sua cabeça, envolvendo você no mais suave dos cobertores? Até o ruído dos motores era silencioso aqui, na primeira classe. Deaver voara pelo mundo, principalmente em aviões de carga, que estavam tão longe da primeira classe, quanto possível. Lembrou-se de ter voado de Ramstein para Jacarta. Quinze congelantes horas, quebrando seus ossos, amarrado em bancadas de metal contra o anteparo, mijando em frascos. Nunca mais. Porra, não. Deaver drenou a taça de champanhe. —Mais champanhe, monsieur? — A aeromoça apareceu imediatamente e encheu sua taça novamente com uma piscada e um sorriso. Ela era alta, loira, com olhos castanhos delineados. Ele estava em uma missão, mas quando pegasse seus diamantes de volta, ele seguiria a próxima que lhe desse um sorriso como aquele. Havia apenas cinco outros passageiros na primeira classe, todos empresários, e eles finalmente se acomodaram para passar a noite. O céu fora das vigias escurecera há muito tempo, e depois ficara negro. Tinham bebido e se alimentado, e agora afastaram seus laptops, dobraram seus jornais, tiraram os sapatos e, um por um, converteram seus lugares em camas.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deaver esperou até que as luzes se esmaecessem, as aeromoças se retirassem para detrás das cortinas e que seus companheiros estivessem dormindo. Só então tirou do bolso três folhas de papel, fotocópias de uma fotografia borrada, um amassado recorte de imprensa e uma fotografia digital. As duas primeiras foram dobradas e desdobradas milhares de vezes, e as imagens não eram claras, mas mesmo assim deram a Deaver todas as informações que precisava. Olhou primeiro para a fotografia digital, tirada por um dos seus homens, Sam Dupont, em Freetown. Sam tinha ficado para trás na capital para estocar munição, e estava pronto para voltar ao acampamento base quando viu Jack Prescott, fazendo a ronda, perguntando sobre eles. Ele tirou a foto de Prescott e foi para Obuja, onde Deaver e o resto da equipe estavam esperando por ele. Prescott na Serra Leoa era uma péssima notícia e Deaver antecipou o ataque contra a aldeia. Ele não esperava que Prescott chegasse ao interior tão rápido quanto ele. Seus punhos se cerraram em torno do cristal de Glenfiddich. Porra! Se Prescott não tivesse encontrado uma maneira de subir o rio tão rápido, ele teria vindo através das ruínas fumegantes de Obuja, e os homens Deaver ainda estariam vivos e ricos. Deaver tocou a folha lisa, circundando a cabeça de Prescott com a ponta do dedo indicador, deixando o ódio e a raiva correr através de seu sistema. Prescott tinha tomado o que era de Deaver, e ele ia pagar. Mas, primeiro, Deaver teria que encontrá-lo. Ele abriu as outras duas folhas de papel e alisou-as. A fotocópia da direita era um recorte de jornal, o papel amarelado pelo tempo. Ele havia sido cortado de modo que só a fotografia e uma parte da legenda aparecesse. A única indicação do nome do jornal era... Jornal de ville... A data era 12 de outubro de 1995.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A foto mostrava uma garota no piano em uma sala de concertos. A legenda dizia: CAROLINE LAKE APRESENTOU UM RECITAL DE PIANO NA WILLIAMS HALL, QUINTA FEIRA A NOITE. A outra era uma foto da escola de alto padrão. Havia milhares de fotos como esta flutuando pelos Estados Unidos. A menina era a mesma menina da foto da notícia. Ela era uma mulher muito atraente, isso era certo. O recorte apresentava um perfil quase escondido pelos pálidos cabelos pálidos. Poderia ser qualquer uma. Mas a foto do ensino médio era de rosto inteiro, e você tinha que piscar para se certificar de que ela era real. O cabelo vermelho-dourado, maravilhoso. Uma Nicole Kidman mais jovem e suave. Isso foi em 1995. Doze anos atrás. É claro que em doze anos, a garota poderia ter ganhado cinco quilos, perdido seu cabelo, perdido os dentes. Morrido de câncer. Tido um filho por ano. Ter se transformado em prostituta. Muita coisa pode acontecer em doze anos. Deaver não se importava de uma forma ou de outra. Mas aquele filho da puta do Prescott se importava. Oh sim, ele se importava. Era a primeira coisa que ele olhava pela manhã e a última coisa que ele olhava antes de dormir. Você não faz isso por nada menos do que uma obsessão. Deaver havia assistido as mulheres entrarem e saírem da cama de Prescott e não deixarem nada para trás. Prescott certamente não mantinha as suas fotografias como lembrança. Não guardava nada, tanto quanto Denver pôde ver. Ele era cuidadoso para não ser pego olhando as fotografias, mas Deaver sabia como usar uma webcam, como ninguém. Ele mesmo pegou Prescott se masturbando por duas vezes, uma mão segurando a fotografia, a outra acariciando seu pau.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Copiar as duas fotografias fora seguro. Deaver tinha um pressentimento de que um dia precisaria de algo para deter Prescott, e como de costume, o seu palpite estava certo. Prescott estava com seus diamantes e Deaver os queria de volta. Eles eram dele. Lutara por eles, sangrara por eles, eles eram dele. Estava perfeitamente disposto a colocar a faca em Prescott para descobrir onde ele os escondera. Mas Prescott, como todos os soldados das Forças Especiais, fora vacinado contra a tortura. Não só isso, ele era um maldito filho de uma puta. Era perfeitamente possível que o seu coração parasse de funcionar primeiro. Mas todos têm um ponto fraco, e Deaver estava segurando o de Jack. Um homem que se masturbava olhando a fotografia da mesma mulher durante doze anos, provavelmente tinha sentimentos por essa mulher. E poderia estar disposto a trocar 20 milhões dólares em diamantes por ela.

Capítulo Sete

SUMMERVILLE

Todas as manhãs de Natal dos últimos seis anos, Caroline acordava com lágrimas secando em seu rosto. Ela não se lembrava de ter chorado durante a noite, mas acordava com o rosto molhado, olhos inchados e uma sensação de opressão tão grande que era como se uma pedra gigantesca estivesse apoiada em seu peito. 1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Não nesta manhã de Natal. Ela dormiu profundamente e bem, completamente quente em sua cama, apesar de ter mantido a temperatura baixa na casa, durante a noite. Quase todas as manhãs acordava ligeiramente fria, mas não agora. Agora, embora estivesse nua, estava quente até os ossos. Ela começou a despertar em fracos, arrebatados estágios, um grau de consciência de cada vez. Quando percebeu que tinha feito sexo fabuloso na noite passada com um amante maravilhoso, que ele era a fonte do brilho de calor debaixo das cobertas e que seu travesseiro era um ombro inegavelmente duro, mas de alguma forma confortável, ela estava sorrindo. Ela nunca pensou que seria possível sorrir em uma manhã de Natal, mas definitivamente estava sorrindo. Sua situação não mudou em nada. Perdera a última pessoa de sua família há dois meses. Tinha uma montanha de dívidas tão esmagadora que levaria vinte anos só para começar a sair de debaixo dela. Sua casa estava caindo sobre sua cabeça. Tudo isso ainda está lá, mas não se importava. De alguma forma, foi capaz de deixar esses pensamentos retrocederem, para muito longe, como uma longa e escura nuvem baixa sobre o horizonte em um dia ensolarado. Agora, ela estava feliz. —Eu ouvi isso. — uma voz retumbou em seu ouvido. Uma grande mão moveu-se em seus cabelos, longos dedos massageando delicadamente seu couro cabeludo. A outra estava em suas costas, pesada, uma fonte de calor intenso. —Você me ouviu sorrir? — Perguntou ela, encantada com a ideia. —Hum hum. — Aquela mão grande saiu de suas costas para alisar o seu traseiro. As terminações nervosas brilhavam à vida quando ele moveu preguiçosamente a palma da mão sobre suas nádegas.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Havia um silêncio absoluto. Caroline não sabia que horas eram e não se importava, mas a julgar pela qualidade da pedra cinza do lado de fora da janela, era provavelmente de manhã cedo em um tempestuoso dia de neve. Deve ter nevado novamente durante a noite. A neve caía pesada sobre os ramos do grande carvalho fora de sua janela e tinha centímetros de espessura no peitoril da janela. Ela absorveu todos os sons. Havia um silêncio absoluto no exterior, não passava nenhum carro. Eles poderiam ser os últimos seres humanos no mundo. Caroline não se importava com isso, também. —Feliz Natal. — Jack disse, sua voz tão baixa que ela não sabia se o ouvira falar sobre sua cabeça ou se ouvira as palavras ressoarem no fundo de seu peito. —Feliz Natal. — ela respondeu, as palavras abafadas contra o peito dele. Sim, de fato, era a melhor manhã de Natal em muitos e muitos anos, e estava ficando mais alegre a cada segundo. A mão dele estava agora abrangendo os dois lados de suas nádegas, alisando lentamente, carinhosamente sobre sua pele. Uma coisa tão simples — uma mão forte do sexo masculino acariciando-a gentilmente, e o efeito era incrível. Caroline podia sentir o sangue correndo para seu sexo. Podia sentirse cada vez mais úmida e ligeiramente inchada. Oh, Deus! Sua mão estava sondando gentilmente entre suas coxas por trás, os dedos tocando suas partes úmidas. Uma suave pressão e, simplesmente, suas pernas se abriram naturalmente. Ele inseriu uma coxa peluda entre as dela e abriu sua perna direita até que sua mão tivesse livre acesso a ela. Ele usou sua mão também. Um longo dedo tocou-a, abrindo-a suavemente, espalhando a umidade ao redor, movendo-se tão lentamente que ela teria tempo suficiente para opor-se, se quisesse. O pensamento passou por sua cabeça brevemente, e ela rejeitou-o como louco. Jack estava causando contusão sensual. Sua mão entre as coxas dela estavam excitando-a, despertando-a totalmente. Sua mão contra a parte

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

traseira de sua cabeça abaixou-se ligeiramente e começou a massagear preguiçosamente dos ombros até a pele sensível de sua nuca. Ele devia ter algum conhecimento mágico sobre o ser humano — ou pelo menos, sobre a anatomia feminina — porque podia sentir-se relaxando à partir do segundo em que ficou sob os cuidados de suas mãos. Embora o toque fosse leve e suave, parecia ser capaz de atingir seus músculos profundamente, desfazendo os nós, encontrando exatamente onde estavam os pontos de tensão e amassando-os no esquecimento. Todo o tempo acendendo um fogo entre suas pernas. Quase gemeu quando ele a penetrou com um dedo e começou a empurrar lentamente, suavemente. De alguma maneira ele mantinha-se calmo, também. Como ele fazia isso? Ela estava derretendo por segundo, seu coração saltitante em uma batida rápida, a respiração acelerada, e ele estava calmo e relaxado. Podia ouvir as batidas de seu coração debaixo de seu ouvido — lentas e constantes, tranquilizadoras. A mão dele entre as suas coxas, de alguma forma, seguia a batida de seu coração. A excitação total gerada por sua mão entre as coxas estava começando a levar ao limite os movimentos profundamente relaxantes da outra mão quando ele lhe apertou o pescoço levemente e levantou-a mais em seu peito. Sua boca cobriu a dela em um lento e profundo beijo que transformou o sangue em suas veias em mel quente. Uma mudança nas pernas dele, e estava de alguma forma escarranchada sobre ele, totalmente aberta à cabeça larga de seu pênis, que podia sentir contra o seu sexo, quente e duro. Ele afastou sua boca ligeiramente, embora ela ainda pudesse sentir o calor de sua respiração enquanto ele falava. — Detenha-me se você não quiser isso.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele cutucou seu pênis em sua abertura. Ainda não tinha entrado totalmente, a enorme cabeça bulbosa estava esticando os tecidos de sua abertura. Mesmo penetrando-lhe aquela pequena quantidade, era excitante. Não querer isso? Ele circulou seu pênis, esticando-a ainda mais. — Não... pare. — Caroline suspirou. — Bom — ele murmurou, cobrindo a boca dela novamente com a sua. O beijo foi tão longo e lânguido como sua entrada nela. Como se ele tivesse todo o tempo do mundo, sua língua acariciava a dela enquanto entrava nela bem devagar. Deus, parecia durar para sempre. Quase se esquecera o quão incrivelmente grande ele era. Devia ter doído — houve muito poucas preliminares — mas, incrivelmente, o seu corpo estava pronto para ele. Ela dormira no meio, Jack a rodeando, fechada em seus braços. Enquanto dormia, seu corpo foi se preparando para o dele. Finalmente, ele deslizou completamente dentro dela, a base de espessura de seu pênis esticando-a completamente. Ele não se mexia, simplesmente manteve-se beijando-a, explorando a sua boca sem pressa. Caroline suspirou em sua boca, movendo-se para que ficasse ainda mais próximo, uma mão no calor de seus longos cabelos, a outra espalmada contra o seu peito largo. A mão dele se firmava em seu pescoço, enquanto ele explorava sua boca em ásperos e profundos golpes de sua língua. Dentro de um minuto, seu pênis estava ecoando os golpes de sua língua, longos, profundos e lentos. Ficar por cima geralmente dava o controle para a mulher durante o ato sexual, mas Caroline não estava controlando nada. Não precisava fazer nada, pensar em nada. Tudo o que precisava fazer era ficar em seus braços e se deixar arrebatar, deixar que os golpes lentos de sua língua e de seu pênis dentro dela, espalhassem um calor adocicado por todo o seu sistema.

1 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Uma mão grande pressionou suas nádegas, enquanto ele se erguia para dentro dela, movimentando devagar, profundamente, tão firme quanto um metrônomo, como uma máquina de aço quente. Tempo prolongando para fora do quarto silencioso, os únicos sons eram suas respirações e o rangido leve das molas do colchão. Depois de um tempo que poderia ter sido de dez minutos ou uma hora, o ângulo de seus golpes mudou, aprofundou-se, acelerou. O prazer quente que havia se espalhado por todo o seu corpo se agrupou em sua virilha e se transformou em um flash ofuscante de calor. Seu domínio sobre suas nádegas se apertou, quando os golpes se tornaram mais nítidos, mais rápidos, empurrando para cima em um ângulo que atingiu todos os seus pontos de prazer. O ranger aumentou, o ritmo ficou mais rápido. Ele não estava se retirando totalmente para deslizar de volta, como tinha feito no começo. Agora seus golpes eram curtos e duros, e criaram um calor tão intenso que picava suas veias. Um gemido conseguiu passar pela garganta de Caroline e saiu em sua boca, enquanto ela mordia suavemente sua língua. Era como se ela o tivesse chutado para que ele acelerasse os movimentos. Ele estremeceu e fez um ruído no fundo de seu peito. Os impulsos eram mais rápidos agora, mais do que antes, e ela estava queimando por dentro com eles. Podia sentir os músculos de aço de sua barriga e coxas ondulantes enquanto ele pressionava dentro dela. Mal podia respirar, o calor era tão intenso, fervendo do ponto onde seus corpos se juntavam e se espalhando pelo seu corpo inteiro. Ela se afastou de seu beijo e abriu os olhos brevemente, em seguida, fechou-os, pequenas centelhas de luz se movendo contra o interior de suas pálpebras. Ele estava observando-a tão intensamente, com os olhos entreabertos, ela não podia suportar, seu olhar parecia queimar sua alma.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack inclinou a cabeça para beijar seu pescoço e a mordiscou levemente com os dentes. A pequena picada de dor fazendo com que ela explodisse. —Oh! — Gritou, se segurando firmemente nele enquanto sua vagina convulsionava fortemente. De alguma forma, Jack encontrou o ritmo de suas contrações e prolongou o orgasmo — parecia que para sempre. Assim que elas começaram a diminuir, seus movimentos tornaram-se mais ásperos, menos controlados, mais rápidos e, incrivelmente, ele inchou ainda mais dentro dela. Com um gemido enorme, a prendeu a ele com um braço forte em suas costas, encaixando-se o mais profundamente que conseguia e explodiu. Caroline abriu os olhos novamente para encontrar o rosto dele contraído, quase em dor, os dentes cerrados com força contra os sons que queriam escapar de seus lábios. Dentro dela, podia sentir os jatos de sêmen, enquanto ele gozava em enormes jorros. Ela nunca tinha sentido nada parecido antes — como se o clímax dele fosse dela, também. Os jatos eram tão fortes que ela teve um outro pequeno clímax sobre as asas do seu clímax anterior. Ele o sentiu também. Os músculos da mandíbula cerrados, enquanto tentava mantê-lo para ela. Finalmente, tudo estava acabado. Caroline afundou a cabeça de volta no ombro de Jack, e todos os seus músculos se soltaram. Suas mãos afrouxaram seu aperto sobre ela e começaram a acariciá-la novamente, levemente. Mais para relaxar do que para excitar. Excitação era impossível, de qualquer maneira. Não havia nada nela para excitar, todas as suas células se transformaram em pequenas poças de protoplasma.3 Lentamente, Jack se retirou de dentro dela. Surpreendentemente, ainda estava semiereto, embora Caroline não tivesse ideia do que ele poderia fazer

3

- Biologia Celular: A parte viva da célula. (Ameba)

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

com essa ereção. Ele poderia esquecêla. Ela já estava começando aquele longa e deliciosa queda livre de volta para o sono. —Caroline? Querida? —Mmmmff. —Caroline não tinha vontade de falar ou fazer outra coisa senão se recostar languidamente sobre ele, sentindo a mão que se deslocava suavemente por seu cabelo. Provavelmente nunca sairia da cama novamente. —Nevou a noite toda. Eu preciso retirar a neve da entrada e da calçada, caso contrário, ela vai virar gelo. —Não —ela murmurou. Ele queria sair da cama? Caroline segurou-o com mais força. — Mais tarde. —Acredite-me, querida, eu prefiro ficar na cama com você, mas isso precisa ser feito. — Sentiu que ele a beijava no cabelo e saía de seu alcance. Jogou as cobertas para trás apenas o suficiente para sair da cama, em seguida, cobriu-a de volta imediatamente. No instante em que Jack deixou a cama, ficou frio debaixo das cobertas. Pela primeira vez, Caroline estava ciente de como sua virilha estava molhada com sua umidade e o esperma de Jack. Ele colocou o acolchoado em torno de seus ombros, sua mão hesitando por um momento, então o ouviu ir para o banheiro. Ele saiu e poucos momentos depois, a porta se fechou silenciosamente atrás dele. Ele deve ter se vestido, embora ela não tivesse ouvido. Ele era o homem mais silencioso que ela já conheceu. Caroline queria vê-lo se vestindo, queria vê-lo nu na luz do dia, mas seus olhos simplesmente não se abriam. Sua respiração desacelerou, e ela flutuou no sono, como se estivesse nos braços de um amigo querido. Quando acordou novamente, a qualidade da luz fora da janela tinha mudado. Mesmo através das nuvens carregadas, poderia dizer que já não era mais a luz da madrugada. Caroline estava deitada na cama, completamente relaxada. O pequeno cochilo lhe fez bem, e se sentiu revigorada, quase... feliz.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Não se exceda, pensou ironicamente. Alguns até diriam que cometera um enorme erro e estava se dirigido para um problema. Dormir com seu pensionista não era uma boa ideia em tantos níveis que não era engraçado. Quando o caso terminasse, era possível que ele procurasse por quartos em outro lugar, e ela teria perdido um pensionista muito bom, em troca de um pouco de sexo. Um sexo muito bom, é verdade, mas ainda assim. Alguma coisa penetrou na borda da consciência, e de repente ficou ciente de um ruído regular que estivera ao fundo por um longo tempo, que vinha de fora. O barulho já existia mesmo quando estava dormindo, percebeu. O que era isso? Um ruído regular, raspante. Caroline tirou as cobertas e mergulhou em seu roupão pendurado em um gancho na porta do banheiro, pulando cautelosamente, descalça em seus chinelos. Estava frio! Puxando o roupão, se encaminhou para a janela, mas parou sua trajetória, quando passou pelo espelho sobre a cômoda. Caroline mal se reconheceu. Seu cabelo era uma massa avermelhada selvagem em torno de seu rosto, voando em todas as direções. Ela parecia amarrotada e despenteada ... e incrivelmente satisfeita. Suas bochechas estavam coradas, a boca parecia um pouco inchada dos intermináveis beijos de Jack. Havia uma pequena marca no pescoço que só poderia ser um chupão. Meu Deus, ela não tinha um desses desde o colegial. Tinha certeza de que Jack não queria dar-lhe um, mas claramente se lembrava dele chupando a sua pele, enquanto ele estava gozando. A memória desse momento, do sentimento dele inchando dentro dela, em seguida explodindo, trouxe um leve rubor no rosto e pescoço e fez com que apertasse as coxas. Ainda podia senti-lo dentro dela. Vendo seu rosto no espelho, Caroline pensou que se parecia com uma mulher que ainda estava fazendo amor. Teria ficado horrorizada se não fosse pelo fato de que tinha muito tempo desde que ela tinha visto seu próprio rosto com qualquer coisa, além de palidez

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

e marcas de preocupação. Agora tudo o que precisava era de uma flor atrás da orelha, e poderia se passar por uma turista despreocupada em férias no Havaí com seu amante. O som sibilante continuou. Curiosa, Caroline olhou para fora da janela e viu Jack retirando a neve metodicamente e fazendo um excelente trabalho com isso. De algum modo ele descobriu onde ela guardava a pá na garagem e tinha limpado um trajeto que quase chegava até a rua. Era um longo caminho e a neve estava profunda. Ele deve ter retirado várias toneladas de neve. Ele não apenas limpara a passagem para a rua, mas também limpou a entrada da garagem e encontrou o saco de sal e o espalhou sobre a calçada para que a neve não se transformasse em gelo. Randy, sobrinho de Jenna, teria gastado cinco horas para fazer metade do trabalho, e lhe teria custado trinta dólares. Como se houvesse um fio invisível conectando-os, de repente ele parou e olhou para cima. Encontrar seu olhar escuro era como um soco no estômago. Ela levantou a mão em saudação. Ele merecia mais do que isso. Fizera uma tarefa difícil e desagradável para ela sem que sequer lhe pedisse. Caroline ergueu a vidraça e enfiou a cabeça para fora no ar frio. —Obrigada! Entre agora, e vou fazer um café da manhã quente, você deve estar congelando! — Sua respiração formou uma nuvem em torno dela. Ele só tinha aquela leve jaqueta jeans, que não combinava com aquele frio implacável. Não tinha sequer luvas! Caroline fez uma nota mental para lhe comprar quentes luvas de inverno, assim como agradecê-lo por ter retirado a neve. Adoraria lhe comprar um casaco, mas seu orçamento não se estenderia tão longe, e ele provavelmente não iria aceitá-lo. Ele parecia um homem orgulhoso que não gostaria de ser lembrado de que não podia pagar por um guarda-roupa de inverno. No entanto, ele poderia aceitar as luvas.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack acenou com a mão para ela voltar. — Feche a janela! Não pegue friagem! Eu vou terminar em pouco tempo. Ele esperou até que ela puxasse a vidraça para baixo, depois se inclinou para sua tarefa, de novo. Caroline observou através do painel, por um momento, admirando a sua economia de movimentos. Ele parecia aplicar exatamente o esforço correto para o trabalho, os movimentos suaves e regulares. De repente, brilhou em sua memória outro momento em que seus movimentos eram regulares e suaves dentro dela, bombeando com a regularidade de uma máquina. A memória enviou uma onda de calor tão intensa através dela, que sua pele vibrou e sabia que estava corando furiosamente. Isso era algo que Caroline simplesmente teria que controlar. O homem não era tolo. Ele era atento e perspicaz. Sua pele era como um farol de sinalização do que ela estava pensando e sentindo. Estava se lembrando do sexo, e isto estava fora de seu controle. Maravilhoso. Normalmente, Caroline tinha uma quantidade enorme de autocontrole e sempre estava muito fria e no comando, a completa senhora de si, nos relacionamentos com os homens. Jack, aparentemente, era a exceção. Bem, teria que aprender rapidamente como lidar com seus pensamentos retrógrados porque Jack voltaria em breve, e tinha que ser capaz de lidar com ele sem ficar vermelha a cada segundo. Meia hora depois, Caroline tinha tomado um banho rápido e se limpado após o jantar da noite passada. No chuveiro, pensou resolutamente sobre sua conta bancária, a caldeira, e a última parcela do pagamento do funeral de Toby, o que era devido e que a limparia financeiramente por alguns meses. Todas as coisas garantidas para deprimir seu espírito.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela precisava disso, porque quando começou a lavar-se, estava constantemente se lembrando como passara a noite. Lavar-se entre as pernas tinha exigido particularmente pensamentos desanimadores, porque antes que se ensaboasse, podia sentir o cheiro de Jack e sexo no box úmido, e ainda podia senti-lo entre suas pernas, onde estava um pouco dolorida. Assim, enquanto se vestia, descia as escadas e começava a limpeza, se entregou a pequenas conversas estimulantes consigo mesma, sobre como poderia permanecer controlada quando Jack voltasse para dentro. Ela poderia, definitivamente, ela poderia, por... —Olá. Oh Deus, bastou uma palavra daquela voz profunda, e os músculos do seu estômago se fecharam e cada gota de sangue que não se agrupou entre suas coxas correu para seu rosto. Ele chegou tão silenciosamente que não tinha sequer ouvido, o que foi um milagre, considerando que as dobradiças da porta da garagem precisavam de lubrificação. —Oi. — Caroline estremeceu interiormente. Sua voz soava estrangulada, e seu rosto, provavelmente, poderia ser substituído por um semáforo. Jack estava muito quieto, simplesmente dentro da porta, a neve acumulada sobre as suas roupas começando a derreter e pingar no chão. Eles olharam um para o outro, Caroline se sentia corada e desajeitada. O que era isso? Que tipo de manhã seguinte, eles estavam tendo? Algo do tipo Obrigada pela transa, madame e eu irei para o meu quarto depois do café? Eles tiveram somente uma transa de uma noite? Estariam iniciando um ... relacionamento, e o quanto isso seria desagradável com um pensionista? Quando Caroline percebeu que as mãos dele estavam quase azuis de frio, ela enrubesceu ainda mais profundamente, só que desta vez por vergonha. Boa maneiras e preocupação com os outros haviam sido incutidos nela desde a infância, e lá estava ela, hesitando sobre como deveria reagir a Jack, enquanto ele esperava pacientemente, com fome e cansado. Ele devia estar

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

com frio, ainda não tinha tomado café da manhã, no entanto, ele lhe fez um enorme favor, e ela estava obcecada em como nomear o que eles estiveram fazendo. Caroline estendeu uma mão. —Deixe-me pegar seu casaco, ele está pingando. Você deve estar congelando! Vá para cima e tome um banho e quando você descer, eu terei um ótimo café da manhã quente esperando por você. Ele andou até ela, calmamente, tão perto que ela começou a dar um passo instintivo para trás antes que se controlasse. Ele olhou para ela, sorrindo ligeiramente. Ele percebeu seu movimento instintivo. Dane-se o homem, ele percebeu tudo. —Parece ótimo. Vou esperar ansiosamente por isso, mas primeiro... — Inclinou-se e cobriu sua boca com a dele. Não a tocou em nenhum outro lugar, exceto a boca, uma fonte de infinito prazer e calor. O frio estava saindo dele e de suas roupas em ondas, mas ele parecia ser capaz de infundir calor apenas através de sua boca. A língua dele acariciou a sua preguiçosamente, como se ele tivesse todo o tempo do mundo. Beijos têm um desenvolvimento, como novelas ou filmes. Eles geralmente começam devagar e sobem em um crescendo, tornando-se geralmente mais duros, mais penetrantes, envolvendo o corpo e não apenas a boca. Na experiência de Caroline, beijos levavam ao sexo, ou pelo menos a promessa de sexo. Este foi o primeiro beijo que teve, que não parecia estar levando à qualquer lugar. Era apenas uma espécie de vagar agradavelmente por conta própria. Sua língua e lábios colheram os dela, mais e mais, como se ele estivesse perfeitamente satisfeito em ficar lá o dia todo, beijando-a delicadamente, tocando-a somente com a boca. Esse beijo era como um dia de verão às margens do rio, completamente diferente do sexo intenso da noite passada.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Era fácil flutuar com um beijo assim, levemente deslizando nas ondas da consciência. Caroline deixou de estar consciente da sua respiração ou de estar nas pontas dos pés para alcançar a boca dele. Foi Caroline quem cruzou a linha até o próximo nível, ou pelo menos tentou. Queria um profundo gosto dele e subiu ainda mais nas pontas dos pés, agarrando sua jaqueta. O choque de encontrar fragmentos de gelo em seu casaco a trouxe de volta à realidade com um baque. Abaixou-se sobre os calcanhares e se afastou. Eles se entreolharam. Ele tinha um leve rubor nas bochechas, e sua boca estava molhada. Caroline não ousou olhar para baixo. Atordoada, disse: — Você, hum, precisa sair dessa jaqueta agora. —Aqui. — Jack tirou a jaqueta jeans e entregou a ela. Ele tinha um fraco sorriso no rosto, ou pelo menos os sulcos nas suas faces estavam mais profundos do que o habitual. — E, neste momento, eu estou realmente ansioso por aquele pequeno café da manhã. Ela se levantou, segurando a jaqueta que parecia um bloco de gelo. —Caroline? Ela começou. —Oh! Um, vá lá para cima agora. Tome seu banho. — Ela o enxotou com as mãos. Jack inclinou a cabeça gravemente, virou-se e subiu as escadas, três degraus de cada vez. Caroline se levantou e observou-o subir. Ela não devia. Ela sabia disso. Já tinha sido ruim o suficiente ficar em pé encarando como uma boneca, quando ele sorriu. Que sorriso! Quando perdeu aquele olhar triste, ele se tornou extremamente atraente. Seu coração tinha martelado definitivamente. Lembrete para si mesma, pensou. Nunca faça Jack Prescott sorrir. Ela teria um ataque cardíaco.

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Mesmo só olhando-o subir as escadas, Deus! Desesperadamente à procura de algo para distraí-la dos pensamentos da vista maravilhosa dele subindo as escadas, ligou o rádio, pensando em ouvir as notícias. Elas geralmente eram sobre infortúnio. Hoje, porém, tudo o que podia ouvir era a estática, então teve que realmente se concentrar arduamente, em preparar o café da manhã. Depois de um tempo, Jack desceu novamente, Caroline tinha se controlado. Teve uma conversa consigo mesma — se lembrar do que aconteceria com sua conta bancária, se ele decidisse sair após o primeiro mês porque não conseguia lidar com uma senhoria boquiaberta e babando — ajudou muito. Caroline teve somente três minutos para respirar profundamente por seu diafragma, repetindo ommmm sob sua respiração, assim como seu professor de yoga lhe ensinara. Então, ela estava impassível, calma e recolhida quando Jack fez a sua aparição na porta. Exceto pelo fato de que o homem bagunçou maciçamente com sua cabeça, Caroline estava incrivelmente grata por sua companhia. Sem Jack, sabia como teria passado o seu dia. Examinando as contas, tentando fazer a contabilidade e sair com um pouco de lucro no final. Um exercício de futilidade. Talvez lavar as roupas. Terminar de ler o novo livro de Janet Evanovich. Ignorar o almoço. Jantar cedo em uma bandeja, assistindo TV. Ir para a cama antes das nove. Ter uma noite mal dormida, cheia de fantasmas e pesadelos. Acordar para um dia longo e solitário. Em vez disso, ela tinha companhia. Não apenas uma companhia qualquer, não era qualquer um. Não, ela tinha um homem extremamente atraente, que dizia coisas interessantes, quando conseguia fazê-lo falar. E quando não conseguia... bem, havia sempre o aspecto do olhar doce. Jack sentou-se e Caroline começou a servir o alimento à mesa, em um nível industrial. Torradas de pão caseiro com manteiga, geleia caseira de

1 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

laranja e gelatina de groselha. Bolinhos, panquecas de trigo, uma omelete de queijo macio, bacon, biscoitos de trigo integral, salsichas, salada de frutas. Jack sentou-se, as mãos no colo. —Por favor — disse Caroline. —, sirva-se. —Não, até você se sentar e comer comigo. Ela sentou e observou, satisfeita, enquanto ele empilhava comida em seu prato, uma quantidade surpreendente, mas ele era um homem grande que tinha acabado de fazer o trabalho de uma manhã inteira. —Você gosta do seu café preto, certo? — Quando ele concordou, ela serviu café, feliz por ter comprado as torradas francesas. —Isso é ótimo. Porque você não está comendo? — Jack franziu a testa. —Eu estou comendo — protestou Caroline. — Só não... tanto quanto você. — Caroline mordiscou sua torrada, observando-o enquanto ele comia sua quarta fatia. Sentia tanto prazer em observá-lo. Ela colocara uma toalha de algodão vermelho brilhante e seu pequeno jogo de café da manhã de porcelana vermelha e branco. O cheiro rico do café chegou até suas narinas, mesclando com o cheiro da torrada, geleia, omelete, bacon e salsicha. Parecia Natal. Cheirava como o Natal. Era Natal. Caroline tomou um gole de café, sorrindo. —Se estiver tudo bem para você, eu pensei em termos um bom café da manhã, e então servir nossa ceia de Natal em torno das seis. —Soa como um plano. — Jack colocou a delicada xícara de porcelana no pires sem fazer barulho e pegou sua mão. Levou-a até sua boca, roçando os lábios sobre as costas. Caroline podia sentir a maciez de seus lábios e o leve raspar da barba por fazer. Os olhos de Jack prenderam os dela. —Eu tenho algumas ideias sobre o que podemos fazer, enquanto isso. 1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Seu coração deu uma guinada enorme no peito. Ele não estava sorrindo sugestivamente, mas não podia haver dúvida do que ele queria dizer. O calor nos olhos dele poderia ter derretido aço. O que ela viu lá, lhe tirou o fôlego. Isto estava tão longe de sua percepção, sentada aqui na manhã de Natal, sua mão entre as mãos do homem mais sexy que já vira, ambos a pensar na noite anterior. Ambos pensando em sexo. Ambos pensando que logo estariam de volta na cama. Ele sentiu o pequeno choque nas mãos dela, assim que ele disse essas palavras. Sua mão tremeu um pouco na dele. Ela não conseguia pensar em uma palavra a dizer. O silêncio da casa os envolvia enquanto observavam um ao outro. O silêncio. O silêncio da casa. A casa estava silenciosa. Completamente, totalmente quieta. —Oh, Deus, não! — Caroline levantou-se, todos os agradáveis pensamentos sobre fazer amor e celebrar o Natal se foram, desapareceram de sua cabeça como se nunca tivessem estado ali. Sabia exatamente o que o silêncio significava. O sistema de aquecimento exalava um constante zumbido baixo, um ruído de fundo que se tornou um ruído claro, algo que se esquecia de imediato, mas que estava sempre lá. O silêncio absoluto na casa só podia significar uma coisa: a caldeira tinha parado de funcionar. Lágrimas saltaram aos seus olhos. —A caldeira — sussurrou. — Oh, Jack, a caldeira simplesmente chutou o balde novamente, oh meu Deus, eu sinto tanto! Caroline sabia exatamente o que a morte da caldeira significava. Mack, o Idiota não viria até a segunda à noite, então teriam três dias miseráveis e dolorosos, esperando por eles. 1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A casa iria demorar cerca de duas horas para perder seu calor, em seguida, os dedos gelados do mundo exterior iriam alcançar e apertar a casa e a eles, duramente. Todo o dia de hoje, todo o domingo e toda segunda seriam passados no frio. Significava se empacotar com cada peça de roupa possível, até que aparecesse apenas as pontas dos dedos e do nariz , e eles lentamente esfriariam tanto que doeria. Significava se juntar em volta da lareira, se esquentando por um lado, e congelando pelo outro. Qualquer outra parte da casa estaria tão fria que seria doloroso. Certa vez, ela realmente teve que quebrar o gelo no banheiro para se aliviar. Tola, tola Caroline, pensando que este Natal seria diferente dos Natais passados, duros e solitários. A alegre exaltação que tivera desde o despertar tinha desaparecido completamente. As coisas pareciam tão... diferentes. Pela primeira vez em muito tempo, havia tantas coisas pelas quais ansiar: o vigor da atração que não sentira em anos, alguns dias simplesmente descansando, flertando, tendo relações sexuais fabulosas. Em vez disso, alguns dias sombrios tentando apenas manter-se viva no frio intenso, era o que esperava por ela. —Relaxe. — Jack murmurou, e correu um dedo por sua bochecha. Fácil para ele dizer. Porém, chegou a pensar nisso, talvez ele soubesse exatamente o que era ter que se juntar por dias, procurando o calor. Ele lutou no Hindu Kush. Ela claramente se lembrava dele dizendo isso. Sabia geografia suficiente para saber exatamente onde era o Hindu Kush, no sopé do Himalaia. Então, isso era algo que ele podia fazer. Só que essa não era uma missão em algum interior esquecido, onde as dificuldades eram a norma. Essa era uma casa onde ele pagou um bom dinheiro para viver, e tinha o direito de esperar conforto.

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline queria alguma leveza de volta em sua vida, depois de tantos anos de luta e de escuridão. Estivera tão ansiosa por alguns dias de flerte e leveza e... bem, sim, sexo. Planejara afogá-lo na boa comida e invadir a adega dos Lake. O que todas as garrafas de Syrah e Valpolicella estariam fazendo de bom no escuro da adega? E em vez disso, ali estava ela, em uma repetição dos horrores do Kippings. Casacos tirados, sorrisos educados, conversas estranguladas tentando evitar a dura verdade de uma casa congelada. Jack estudou suas feições, então, virou nos calcanhares. Ele estava indo embora. Caroline não iria culpá-lo. —Jack? — Sua voz saiu como um pequeno coaxar. Ele se virou. Isso era tão difícil, após todos os seus anseios infantis. Feliz Natal, na verdade. Caroline se forçou a ficar de pé e pegou-se torcendo as mãos. Deixouas cair ao lado do corpo. Era difícil, sim, mas tudo tinha sido difícil para ela por tanto, tanto tempo... —Você... — Teve que engolir através do aperto na garganta. — Você quer seu dinheiro de volta? Ela o surpreendeu. Ele pareceu totalmente em branco por um momento. Havia algo em seu rosto, que lhe dizia que ele geralmente não era surpreendido. Depois, franziu a testa, intrigado. — Por que eu iria querer isso? —Por que... por que você vai passar o fim de semana de Natal em uma casa gelada. Não foi por isso que você pagou. Eu imagino que você queira ir embora. Ele procurou seu rosto.

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Você está irritada. — disse. — Você não pode encontrar alguém livre. —Ele virou-se novamente. Caroline ficou de pé, balançando um pouco, piscando com surpresa, segurando seus braços ao redor de seu diafragma. A temperatura já tinha caído alguns graus. —Então... onde você está indo? — Buscar o kit de ferramentas na garagem. — disse, sem se virar — para que eu possa consertar essa maldita caldeira.

AEROPORTO JOHN F.KENNEDY —Empresa de Segurança ENP, como posso ajudá-lo? Deaver se virou na cabine de telefone público no Aeroporto Kennedy. —Sim — disse em um pesado sotaque nasal do Centro-Oeste. —Posso falar com Jack Prescott? Aqui é Pat Lawrence, diga-lhe que nos encontramos em Intersec, em Dubai no ano passado. Entrar na Alfândega como estrangeiro havia sido além de estranho, mas tinha ido bem. A segurança foi preparada para questionar homens do Oriente Médio, não finlandeses. A semelhança da foto tinha sido suficiente para Deaver ser liberado completamente. Primeira ordem do dia, encontrar Prescott. O Velho tinha morrido, Prescott seria o novo Chefe Executivo da PEV. Deaver tinha que descobrir se ele ainda estava na Carolina do Norte. Os documentos Axel iriam mantê-lo por enquanto, mas logo ele precisaria de outros. Se preparou para ser colocada em espera. As secretárias da PEV não passariam qualquer pessoa para Prescott imediatamente. Elas o fariam esperar

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

um pouco. Deaver tinha um cartão de telefone e estava disposto a esperar pacientemente, contudo. —Desculpe, senhor. — a secretária disse, em vez de um minuto, por favor. —O Sr. Prescott não está mais na empresa. Deaver se endireitou. —O quê? Isso é ridículo! Claro... —A empresa foi vendida para Orion Segurança e o Sr. Nathan Bodine é o novo Chefe Executivo. Tenha um bom dia. — O tom de discagem apareceu. Porra! Deaver olhou para o telefone, maxilar cerrado, a respiração saindo em arrancos. O filho da puta vendera a empresa. Seu pai mal fora enterrado, e o bastardo entregou sua vida de trabalho, daquele jeito. Bem, é claro. O sacana tinha uma fortuna em diamantes. Ele também não iria para o trabalho todos os dias quando tivesse uma fortuna do caralho em suas mãos. Deaver esmurrou outro número, raivosamente. O número da casa de Prescott. O bastardo dissimulado nunca lhe tinha dado o seu número de casa. Deaver teve que procurar nos arquivos da empresa. Oito toques. Estava prestes a desligar, quando uma gravação feminina respondeu. “O número que você ligou não está mais conectado”. Filho de uma puta! Simplesmente pendurou as estacas e desapareceu! Deaver nunca tivera tanta má sorte. Prescott o tinha jogado para os cães e roubado seu dinheiro, mas ele não imagina que ele iria desaparecer com ele. Prescott era um bastardo retraído e não tinha amigos, ou pelo menos homens que ele tivesse confiado na companhia. Mesmo se Deaver quisesse ter tido a chance de mostrar seu rosto em Monroe, ele provavelmente não teria conseguido nada. Ninguém sabia para onde Prescott tinha fugido. Deaver sabia. O sacana tinha ido atrás de sua mulher, aquela Caroline Lake. Encontre-a, encontre-o, encontre os diamantes. Ele precisava reagrupar, e precisava de identificação e armas.

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Havia um homem em Nova York chamado Drake, que sobrevivia em Brighton Beach. Drake poderia conseguir qualquer coisa, em qualquer lugar, contanto que você pagasse seu preço. Deaver iria passar um tempo em Manhattan, obter novas identificações, enquanto procurava a rede para Caroline Lake. Deaver esmurrou um número em Brighton Beach e esperou. —Drake. — uma voz baixa e suave respondeu.

Capítulo Oito

SUMMERVILLE

—Caroline, volte lá para cima. Por favor. — Jack manteve sua voz suave, mas queria rosnar, exasperado. O porão frio era úmido e abafado. Levaria pelo menos mais meia hora para tirar o pedaço de merda, que Caroline rindo, chamava de caldeira. Ela estava de pé ao lado dele, tremendo de frio, ansiosa, impaciente para ajudar, apesar de não conseguir distinguir uma chave de fenda de um lápis de sobrancelha. Suas narinas estavam comprimidas e brancas, e suas mãos estavam de um azul leitoso, apesar de que ela as escondia secretamente sob suas axilas quando ele não estava olhando. Ele não aguentava vê-la assim. —Não — ela disse através dos dentes batendo. —Tudo bem. Eu quero ajudar. —Você sabe o que me ajudaria? — Ele colocou a chave de fenda e se ergueu fora da chapa de apoio. —Você realmente me ajudaria, se voltasse lá

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

para cima, onde ainda há um pouco de calor. Seus dentes estão me distraindo. Eles soam como castanholas. —Desculpe. — Ela apertou sua mandíbula. Ele suspirou. —Isso foi uma piada. Obviamente não muito boa. — Arrancou a placa de abertura e contemplou os canos enferrujados e os tubos que vazavam, com nojo. —Por favor, vá para cima, eu não suporto ver você assim. Estou falando sério. —Se você consegue suportar, eu também consigo. Quero dizer, você é um soldado. Foi um soldado. Os soldados não ficam juntos? — Ela se aproximou, espreitando por ele no interior da caldeira, como se estivesse olhando para o rosto de um inimigo longamente desprezado. —Então esse é o interior da besta? Não parece grande coisa, não é? Quero dizer, considerando quanto dano ela causa. Jack cerrou seu maxilar. Não, ela não parecia grande coisa. Era a pior, a mais velha, a pior porcaria de caldeira que já tinha visto, e não podia acreditar que ela estava confiando neste pedaço de merda para mantê-la aquecida. Ela deveria ter sido jogada no monte de lixo dez anos atrás. —Você precisa de um novo filtro. — E um tubo de revestimento e um novo tambor alimentador de água. —Conte-me sobre isso. —Você está gastando mais em consertá-la do que uma nova custaria. E você está simplesmente gastando muita eletricidade. —Uh-huh. —E você economizaria ainda mais dinheiro se você comprasse... —Uma caldeira de condensação. — ela terminou por ele. —Eu sei. Acredite, eu sei. Eu tenho dito tudo isto, repetidamente. O que posso dizer? Eu não tenho dinheiro para comprar um filtro novo e, confie em mim, eu

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

certamente não tenho o dinheiro para uma nova caldeira. Talvez um dia. Mas definitivamente não agora. Jack rangeu os dentes. Ele iria comprar um filtro novíssimo na segundafeira e instalá-lo enquanto ela estivesse fora. Mack, o Idiota nunca tocaria na caldeira novamente, então ela nunca saberia. Ele daria seus dentes caninos para ser capaz de comprar uma nova caldeira para ela, mas seria difícil de instalar por conta própria, e ela acabaria descobrindo. Foda-se! Ele odiava isso! Odiava vê-la pálida pelo frio, tremendo e com medo de ficar sem calor. Era insano que Caroline tivesse que passar mais um segundo sequer sem dinheiro, quando ele tinha tanto. Por que diabos ele tinha tanto dinheiro, já que não poderia tornar sua vida mais fácil? Mas como conseguir o dinheiro para ela? Um depósito repentino de um milhão de dólares em sua conta bancária dois dias depois que ele apareceu, levantaria muitas bandeiras vermelhas, apesar que ele estivesse tentado a fazer exatamente isso. Foda-se. Apenas a transferência de um milhão, talvez dois, para que seus problemas de dinheiro fossem permanentemente resolvidos. Deus sabe que ele tinha em abundância. Era um pensamento tão tentador, que Jack rangeu os dentes contra ele, enquanto desmontava o filtro dos infernos, limpava, e o remontava. Caroline não foi feita para esta vida. Ela não foi feita para viver em uma concha de uma casa, por mais bonita que a concha fosse, sem tapetes ou quadros, cujas paredes precisavam de uma pintura, com um sistema de aquecimento duvidoso na calada do inverno. Ela não foi feita para contar moedas de um centavo, ou para ter uma ruga permanente de preocupação entre as sobrancelhas, um aspecto um pouco triste em seu rosto. Jack queria afogá-la no conforto. Queria comprar suas coisas, coisas úteis e coisas tolas. Lindas bugigangas que traria um sorriso ao seu rosto. Roupas, joias. Tapetes, obras de arte para a casa. Queria que ela fosse capaz de trazer de volta Greenbriars ao que ela fora uma vez.

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Seria difícil fazê-la aceitar o dinheiro, mas ele daria um jeito nisso. Ele ficaria em sua vida a partir de agora. Eles já estavam fazendo sexo. Ele a manteria na cama tanto quanto ele pudesse este fim de semana. Não havia nada que forjasse um vínculo como o sexo, pelo menos para uma mulher como Caroline. Ela não tivera muitos amantes e tinham se passado seis anos desde o último. Ela estivera tão apertada quanto uma virgem, e isso quase tinha fundido com a cabeça dele. Ela não era uma mulher fácil. Seu corpo tinha lhe dito que era seletiva. E, por Deus, ela o escolhera. Jack sabia por que ela o escolhera. Porque ele estava lá, num momento deprimente de sua vida. O taxista disse que seus pais haviam morrido no dia de Natal. Seu irmão acabara de morrer. Era seu primeiro Natal totalmente sozinha, e ela estava triste e chateada. Ele não se incomodou por ter ficado com ela, não por causa de seu charme — ele não tinha nenhum charme, que ele soubesse — mas porque ele estava no lugar certo na hora certa. Como um soldado, Jack tinha usado impiedosamente qualquer vantagem que pudesse conseguir, mesmo que fosse apenas uma ligeira elevação acima de um soldado inimigo, o vento soprando na direção certa, ou a cobertura da noite. Ele iria utilizar essa vantagem tão impiedosamente neste fim de semana, e também sua cama, até que, na segunda-feira, ela seria dele. Ela já era dele, só que ela ainda não sabia. E ele cuidaria bem dela. Toda sua vida ele só quis duas coisas— fazer as coisas certas para seu pai. E para Caroline. Ela estava pulando para cima e para baixo furtivamente, tentando manter o calor, sua respiração era uma pequena nuvem em torno de seu rosto. Maldição! Cuidar dela não significava o congelamento daquele lindo traseiro. —Caroline — ele começou, colocando a chave.

1 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Não— disse ela, os dentes batendo. —Eu vou ficar aqui e lhe fazer companhia até que você coloque essa maldita coisa funcionando. E se você conseguir, eu vou pessoalmente indicá-lo ao prêmio Nobel. Ou até você desistir. O que acontecer primeiro. —Ouça, está um frio fu... monstruoso. —Sim. —Você pode morrer de frio. —Sim. —Então, vá para cima. —Não. — Aquele lindo queixo arrebitado, se arrebitou ainda mais. Foi uma verdadeira surpresa que seus dentes não estivessem mordendo sua bunda, ele estava rangendo os dentes tão fortemente. Jack se inclinou de volta para a caldeira, tentando trabalhar ainda mais rápido, antes que ele acabasse com um lindo cadáver. Quinze minutos depois, ele apertou o último parafuso e virou um interruptor. Uma luz vermelha se acendeu, e um segundo mais tarde, com um grande tremor, como um grande navio zarpando para uma viagem através do Atlântico, a caldeira rangeu à vida. Caroline tinha os braços envolvidos em torno de si mesma para se manter aquecida, mas os braços de repente caíram. —Oh meu Deus. — ela sussurrou, os olhos enormes no rosto pálido. — Você conseguiu. Você consertou a caldeira. —Sim. — Jack colocou as ferramentas ordenadamente, olhando a caldeira com desgosto. Ele a consertou com o equivalente a goma de mascar e fita adesiva, mas seria bom se a maldita aguentasse até segunda-feira, quando ele poderia obter um novo filtro, ou ele iria arrancar a maldita da parede com as próprias mãos. —Uau. Caroline caminhou diretamente para seus braços, apoiando a cabeça sobre seu peito, os braços abraçando-o firmemente.

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Obrigada — ela sussurrou. Olhou para ele, com lágrimas em seus cílios. —Oh meu Deus. Muito obrigada. Não consigo te dizer como eu temia ficar sem calor todo fim de semana. Suas mãos subiram, uma em torno de sua cabeça, a outra em torno de sua cintura, segurando-a firmemente, procurando pelas palavras, embora nenhuma delas viesse. Novas emoções, emoções que ele não sabia como definir, evoluíram através dele, ferozes e cruas emoções que não sabia como lidar. Ninguém jamais olhou para ele daquele jeito, certamente nenhuma mulher. As mulheres olhavam para ele com luxúria, ganância ou indiferença, jamais com o carinho e a admiração que podia ver claramente no rosto bonito de Caroline. —Não foi nada. — disse rispidamente. E não foi. Jesus, ele queria regá-la com pérolas e diamantes. Afagá-la e mimá-la, cuidar de seus problemas para ela. Consertar sua caldeira sequer se registrava em sua escala. Em resposta, ela virou a cabeça e lhe beijou o peito. Ele não sentiu através de seu suéter, mas o gesto o atordoou. Foi um gesto inconfundível de... de afeto. Ele cobiçou essa mulher a maior parte de sua vida, ao que parecia. O sexo que eles tiveram ontem ainda não tinha começado a tirá-la de sua cabeça. Ele estava bem com o sexo. Era o que ele conhecia, então podia lidar com a luxúria, e o pensamento de transar com ela enquanto ele fosse fisicamente capaz. O que ele viu no rosto dela quase o deixou desprotegido. Ele queria colocar os sentimentos novamente em um nível sexual, agora, então não teria que lidar com todas essas coisas... incomodando em torno de seu peito como enormes pedras quentes. Estava se curvando para beijá-la quando ela estremeceu. —Fora. — ele disse duramente. Se conseguisse alcançar seu próprio traseiro, ele o teria chutado. Jesus, mantê-la no porão frio e úmido não foi uma boa ideia. O que estava pensando? Realmente passou por sua mente empurrar

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

suas calças para baixo e tomá-la, ali mesmo, sobre o congelado piso de concreto. Qual era o problema com ele? Ele não tratava nem mesmo uma parceira sexual casual desse jeito — e essa era Caroline. Com uma mão nas costas dela, conduziu-a até a cozinha. Isso não era nada bom. Na meia hora que levara consertando a caldeira, a casa tinha esfriado consideravelmente. Ele estava bem com isso, mas Caroline iria achar desconfortavelmente frio. Apenas um lugar quente para ir: para a cama. Oh sim. Levá-la entre os lençóis e começar à transar. Se livrar dessa... sensação espinhosa no peito. Jack manteve a mão sobre a parte baixa de suas costas. —Continue subindo. —Caroline olhou para ele, assustada. Ela corou quando viu o calor em seus olhos e sorriu levemente. —Tudo bem. Seu quarto tinha grandes janelas, sem vidros duplos. O calor tinha simplesmente vazado e já estava quase congelando. Condensação tinha congelado sobre as janelas, formando padrões de estrelas gigantes no painel. Suas respirações estavam fazendo nuvens em torno de suas cabeças. Despir Caroline lentamente como ele queria estava fora de questão. Ele se inclinou e beijou-a suavemente, chegando a passar por ela para puxar os cobertores para baixo. — Não tire suas roupas. Só entre debaixo dos cobertores. —Tudo bem. — ela sussurrou, tirou os sapatos e se deitou. Deslizou para o lado, observando-o. Deixou um grande espaço vazio em seu lado da cama, um convite tão claro como tivesse gravado em um cartão. Jack despiu-se, observando seus olhos. Havia um pouco de receio, um pouco de timidez, mas havia também boas vindas. 1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Nu da cintura para cima, desabotoou seu jeans e enganchou os polegares na cintura. Hesitando, finalmente apenas tirou-os, junto com a cueca, levando meias e botas com ele. Caroline arregalou os olhos quando o viu. Ele não teve que olhar para baixo, podia ver em que condição ele estava, pelo que via em seus olhos. E podia sentir como ele estava inchado. Estava duro como um taco, já pingando na ponta, as gotas de umidade frias contra a ponta do seu pênis. Era o único lugar onde sentia frio. O resto do corpo estava tão quente que ele não sentia frio nenhum, embora estivesse nu. Tudo o que teve que fazer era olhar para Caroline e saber que iria estar dentro dela em breve, e um jato quente varreu seu corpo. —Você esteve pensando sobre isso. — ela disse baixinho, quando ele chegou na cama. — A manhã toda. — Seu peso fez a cama afundar e a inclinou em direção à ele. Jack alcançou-a e rolou em cima dela. —Toda? —Ela deu uma meia risada. —Mesmo quando você estava consertando a caldeira? Oh Deus, ele a sentia tão malditamente bem, quente e suave, a pele como cetim. Descansou a parte superior do corpo em seus braços e olhou para ela, sorrindo, feliz como ele nunca havia sido em sua vida. —Não, naquela hora não. — Lá no porão, seu único pensamento foi conseguir a maldita coisa funcionando e levar Caroline para algum lugar quente. —Mas antes. E depois. E, especialmente agora. —Sim, posso ver isso. —Sinta isso... — De repente, Jack queria as mãos dela sobre ele, como queria sua próxima respiração. Levantou seu corpo para longe dela, para o lado. Tomou sua mão, macia, delgada e de dedos longos e a enrolou em volta de seu pênis. —Sinta-me. — ele sussurrou. —Sinta o quanto eu quero você. Os dedos dela se flexionaram debaixo dos seus, uma vez, em seguida, se fecharam em torno dele. Ele assobiou enquanto uma onda de sangue subia

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

através dele, diretamente em seu pênis. Puxou as cobertas e dobrou-as em torno dos ombros dela, para que Caroline não pudesse ver o que ela estava fazendo. Mas, mesmo se ela não pudesse ver, certamente podia sentir o que estava fazendo com ele. Empunhando sua mão em torno dele, ela a levou até a base, depois, lentamente, para cima, alisando o dedo sobre a cabeça de seu pênis. Um bombeamento de sua mão, e ele estava pingando de novo. Ela podia sentir isso, a bruxinha. A timidez tinha ido embora, e um sorriso de pura sedução estava em seu rosto. Ela podia sentir tudo o que fazia para ele, como os músculos firmes de seu estômago se apertaram quando o dorso da mão correu sobre eles. A mão que não estava segurando o pênis estava no seu peito, sobre o coração. Ela podia sentir o quanto a respiração dele se encurtou, como seu coração disparou. Jack geralmente tinha um relógio funcionando em sua cabeça, e ele era muito preciso. Mas agora ele perdeu a noção do tempo no quarto silencioso. Estava tão sombrio e nublado lá fora, que era difícil dizer que horas eram, e não havia sons externos. Havia apenas os dois, e os ruídos que eles faziam no quarto silencioso. Sua respiração áspera, o farfalhar dos lençóis. O resvalar tranquilo das roupas caindo ao lado da cama enquanto a despia sob as cobertas. O ranger das molas do colchão quando finalmente a montou. O lento ahhh que ela fez quando ele deslizou em cima dela e se posicionou, o pênis quase dentro dela, sentindo se estava molhada o suficiente. Estava, não loucamente excitada como ele, mas bastante molhada. Mas as preliminares teriam que ficar para mais tarde, depois que ele a tivesse tomado — oh, talvez mais uma milhares de vezes e tivesse se esfriado um pouco. Agora, se ele ainda esperasse mais um segundo para entrar nela, gozaria em seu estômago ou sua cabeça iria explodir. Então, lentamente abriu caminho para dentro dela. Abriu caminho para seu lar. Parecia um regresso para casa.

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Não havia dúvida que, o corpo dela deu-lhe as boas-vindas. Apertada como ela era, não houve resistência, apenas a maciez quente e úmida do tecido de sua pequena vagina, se separando para abrir caminho para ele. Ele não precisou segurar suas coxas para que elas ficassem abertas. Ela mesma levantou as pernas e as abriu amplamente, os calcanhares abraçando suas coxas, os braços apertados em volta do pescoço, arqueando-se em direção à ele. Tudo estava tão bom que ele parou quando estava plenamente cravado nela, saboreando tudo sobre estar dentro dela. Estava tão delicioso aqui, tão quente, que nunca mais queria sair. Puxar para fora para começar a empurrar parecia loucura, quando ela estava enrolada em torno de cada centímetro do seu pênis, e ele tinha que liberar sua agressividade. Não. Jack bombeou seu pênis dentro dela, enfiando os dedos no colchão para lhe dar mais força e se mover para frente e para trás. Pequenos movimentos que lhe deram o atrito que ansiava, mas não exigiam que ele puxasse, mesmo que parcialmente, para fora. Ele girou seus quadris, voltas e mais voltas, chegando ainda mais para dentro, e com um pequeno grito, arqueando as costas dela para que os seus seios perfeitos fossem pressionados ainda mais firmemente contra ele, ela começou a gozar. Pequenas e afiadas contrações de sua vagina, puxando-o, apertando. Ela gozou com todo o seu corpo, braços e pernas apertadas em torno dele, a boca buscando a dele, a língua profundamente em sua boca, acariciando sua língua, enquanto sua vagina... Deus! Sem se mover, apenas por estar dentro dela, Jack gozou, em grandes fluxos de gozo, tremendo e suando, coração batendo forte, fogos de artifício brilhantes por trás de suas pálpebras. Ele não conseguia se mover, mal conseguia respirar, foi tão intenso, tão alucinante. Caroline estava gemendo em sua boca, braços e pernas segurandose firmemente a ele como se para impedi-lo de sair. Ele adorou que ela estivesse

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

agarrada a ele tão ferozmente, mas não era necessário. Por que ele iria sair? Não enquanto cada célula do seu corpo era inundada com um prazer tão agudo que beirava a dor. Não, sair seria impossível. As contrações morreram, lentamente. Os beijos profundos, mordidos e ásperos se suavizaram, tornaram-se um processo lento, um lânguido encontro de lábios, enquanto os músculos de Caroline relaxavam, a respiração deixandoa em um suspiro. Uma última e intensa vibração, e seu clímax acabou, também. Jack deitou sobre ela, os músculos como água. Ele era muito pesado, sabia disso, mas não poderia se mover mesmo se alguém colocasse uma arma na sua cabeça. Seu rosto estava enterrado nos cabelos dela, um cacho vermelho dourado fez cócegas em seu nariz. Ela cheirava a rosas e o cheiro moveu-se rapidamente para a parte mais primitiva do cérebro, a que sempre associava o cheiro de rosas com Caroline, com o sexo. Ele endureceu dentro dela, e ela deu uma risada pouco instável. —Ainda não, caubói. Preciso recuperar minhas forças. Jack sorriu. Eles fariam sexo outra vez, e logo. No que lhe dizia respeito, eles teriam relações sexuais pelas próximas trinta e seis horas, parando apenas para comer e tomar banho. Mas, apesar de seu pênis estar ficando mais duro a cada segundo, ele não se mexeu, porque onde ele estava, estava perfeito. A sensação dela, o cheiro dela, acima de tudo, o sentido descontraído de proximidade. Era quase tão bom quanto o sexo, e era algo que ele nunca teve em toda sua vida. Era a única coisa perfeita em sua vida imperfeita.

NOVA IORQUE WALDORF-ASTORIA

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Se você tiver dinheiro suficiente, você pode obter tudo o que quiser, até mesmo no dia de Natal. Deaver tomou um táxi para Chinatown, onde comprou um guarda-roupa completo, graças ao Axel. Duas excelentes imitações de ternos Armani, um casaco de cashmere cinza, duas calças cáqui, cinco camisas brancas de tecido, cinco camisas de flanela, dois suéteres, dez boxers de seda, dez pijamas de seda, dois pares de botas caras e uma mala Vuitton falsificada. Isso era para a vida nova de Deaver, tão logo ele encontrasse aquele patife do Prescott. Para o que tinha que ser feito, entretanto, comprou dois ternos pretos baratos, cinco camisas brancas de tecido que não amassava, dois pares de jeans, duas camisetas e uma jaqueta de quarenta dólares. Tudo isso foi levado em uma mochila de ginástica. Ele precisava de dinheiro para circular por aí. Havia quarenta mil dólares escondidos em um cofre em sua casa em Monroe, mas não tinha ideia se Prescott havia alertado a polícia local, então ir até lá estava fora de cogitação. Agora, a sua base teria que ser aqui, em Nova York, onde poderia desaparecer enquanto tentava descobrir para onde Prescott tinha ido. Sacar dinheiro com o cartão de Axel em uma caixa automática sem a senha era impossível. Mas ele tinha um cartão bancário de uma conta nas Ilhas Cayman que abrira em nome de Nicholas Clancy. O dinheiro viera de um negócio muito lucrativo de um ex-armamento militar vendido a um grupo rebelde da Ossétia, e o banco servia para pessoas exatamente como ele. Era essencialmente um servidor em um arranha-céus nas em Grandes Ilhas Cayman. Seus clientes nunca o visitavam. O banco sabia por que o dinheiro estava lá e o que seus clientes necessitavam, por isso dava a seus clientes um limite de dez mil dólares por dia para saques no caixa rápido. O cartão Platina de Axel tinha saldo suficiente para pagamento de uma suíte no Waldorf Astoria pelo tempo que levasse para formular seu plano.

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deaver era grato a Axel por ter feito uma fortuna no mercado de ações antes de decidir salvar o mundo, tornando-se pacificador da ONU. Tudo sobre o Waldorf era puro prazer, começando com o porteiro de libré ajudando-o a sair do taxi. Deaver pressionou a nota de cinquenta dólares na mão, pensando que as palavras grandes gorjetas iriam se espalhar. O porteiro, vestido como um general do reino imaginário da Ruritania, 4 entregou a Vuitton e a mochila e conduziu Deaver em direção ao enorme lobby de mármore, como se Deaver pudesse realmente ter algum problema em caminhar através de uma porta sozinho. Certamente. Ele vivera áspera e duramente por toda sua vida. Já era tempo de mudar tudo isso, e o Waldorf era o lugar para fazê-lo, para transformar sua vida. Dez prazerosos minutos depois, seu quarto estava sendo mostrado a ele, cerca de três vezes o tamanho da maioria dos quartos em que vivera como um soldado, e cerca de dez vezes o tamanho do trailer em que ele crescera. Tapetes felpudos, móveis antigos polidos para um alto brilho, uma grande cama de dossel alto, uma mesa, poltronas de um profundo tom de vinho, uma tigela de frutas brilhantes, um alto arranjo de flores. O Rei-Sol não teria se sentido deslocado. Sua mala e a mochila foram cuidadosamente colocadas sobre um suporte fechado. Ele deu um passo em direção ao quarto, deixando a porta fechar atrás de si, respirando profundamente. Cristo, o lugar cheirava a riqueza! Cheirava a lustra móveis de limão, a roupas de cama recém lavadas, o doce cheiro das flores. Sim, este era o lugar ideal para estabelecer o quartel general para caçar Jack Prescott e obter seus diamantes de volta.

4

Reino imaginário da Europa central: palco de vários romances de Anthony Hope, um novelista inglês.

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

No chuveiro luxuoso, levou meia hora para lavar a África e a longa viagem de avião para fora do seu sistema, mas ele tinha mais artigos de higiene pessoal para fazer isso agora, do que ele comprara em sua vida inteira. O sombrio céu de inverno estava ficando escuro, quando ele surgiu em jeans, camiseta e jaqueta, saindo rápido e chamando um táxi um quarteirão abaixo, para que o porteiro não ligasse o empresário elegante que chegara uma hora antes com o homem comum em roupas normais . Quando voltasse, haveria outro porteiro, e depois isso não seria um problema. Porque Vince Deaver, soldado desqualificado, estava prestes a desaparecer para sempre.

Capítulo Nove SUMMERVILLE Caroline estava sob Jack, ainda se recuperando do clímax e ainda surpresa consigo mesma por ter sido capaz de gozar daquele jeito, sem realmente fazer amor. Apenas a sensação dele dentro dela, apenas mantendo seu pênis profundamente dentro dela, foi suficiente para fazê-la explodir. Ele não precisou sequer se mover, realmente. Jack descobrira alguma chave para ela, que nem ela sabia? Geralmente era lenta para chegar ao clímax, ou pelo menos lenta o suficiente para que seus amantes se queixassem. Bem ... amante. Sanders, na verdade, enquanto eles tiveram seu relacionamento de vai e volta. Seus relacionamentos. Sanders considerava-se um amante completo, ela sabia. Assim como se considerava um conhecedor de vinhos, um gourmet, um homem com um bom olho para a arte. O fato de que ela demorava um longo tempo para chegar ao

1 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

orgasmo fora uma fonte de atrito entre eles, até que Caroline aprendera a arte feminina de fingir. Ela não fingira com Jack. Ela começou a gozar, assustando-se, quase antes que ela mesma soubesse. Seu corpo simplesmente se convulsionara. Somente com a sensação dele sobre ela, dentro dela. Maravilhoso. Ele estivera esparramado sobre ela após seu próprio orgasmo, mas agora ela podia sentir a tensão do retorno da consciência em seus músculos. Seu pênis se agitou dentro dela. Era uma sensação tão incrível, senti-lo ficar duro, ainda mais duro, porque na verdade ele não perdera a rigidez, mesmo depois de seu orgasmo. Ela passou a mão sobre seu ombro, pelas costas, divertindo-se com a sensação dele, tão incrivelmente forte e sólido. Sua coluna era um recorte elegante e curvo, os músculos densos em ambos os lados. Seguiu o sulco para a parte baixa das costas, onde cresceram uns poucos pelos crespos, e mais abaixo em seu traseiro. Acariciou uma nádega rígida. Era tão deliciosa, como uma enorme maçã, e ela queria dar uma mordida nele. Como não podia, ela cravou as unhas na carne de suas nádegas e sentiu uma resposta imediata em seu pênis. Positivamente pavloviano! Caroline praticamente riu com prazer. Ele estava preparado para responder a ela, parecia. Cada movimento da mão correspondeu a um movimento de seu pênis dentro dela. Funcionava com a boca, também, ela descobriu enquanto virava a cabeça e beijava o pescoço dele. Quando o mordeu levemente, oh meu Deus, ele se sacudiu, e o pênis dentro dela saltou! Eles estavam conduzindo uma conversa com seus corpos. Seu toque, perguntava, você gosta disso? E o corpo dele respondia, oh sim! Suas mãos grandes moviam-se em seu cabelo, e ele colocou sua cabeça mais perto dela. Quando falou, foi diretamente em seu ouvido, as vibrações da

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

voz grossa e os sopros de ar enquanto falava fazendo-a estremecer, embora fosse pelo calor de sua voz e não pelo frio. —Estou receoso que tenhamos que ficar na cama até a casa se aquecer. Ele não pareceu muito incomodado. —Ah, sim? — Ficar na cama com ele até que a casa se aquecesse parecia maravilhoso. —Sim. — Ele esfregou sua têmpora com seu nariz. —Pode levar horas. — Ele suspirou, sua voz cheia de tristeza enquanto sua mão tocava seus seios. Ela estava de alguma forma preparada para isso, porque tudo o que ele teve que fazer foi tocá-la, e a pele de seus seios se aqueceu. Quando o polegar deslizou sobre seu mamilo, ela sentiu, intensamente, entre as pernas. Ela apertou em torno dele, impotente. Seu pênis cresceu dentro dela, dando-lhe um pequeno de choque elétrico. Caroline sorriu e ergueu os braços para envolvê-lo pelo pescoço. Seus ombros eram tão largos que era quase impossível abraçá-lo. —Pode — respondeu ela. —Será muito difícil para nós. Sua boca tinha se mudado para o pescoço, correndo os lábios para cima e para baixo pelos tendões sensíveis. Ela arqueou o pescoço para lhe dar melhor acesso. Era além de delicioso, sentir a boca dele em seu pescoço, dando-lhe pequenas mordidinhas. —Então ... — Ele começou a mordiscar em seu ombro, delicada e pequenas mordidas. —O que podemos fazer, enquanto isso? Humm? Conversar? —Eu não...— Caroline respirou em uma forte inspiração. Ele saiu de sua vagina até que ela quase podia sentir a enorme cabeça bulbosa contra os lábios de seu sexo, então empurrou lentamente de volta para dentro dela. Ela riu ofegante. —Não posso falar enquanto estiver fazendo isso! 1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Fazendo o quê? — Puxou novamente, deslizou lentamente de volta, novamente. Estava se movendo com facilidade. Caroline podia sentir a umidade de seu sêmen e sua própria excitação. Dentro ... Fora... —Isso — ela engasgou. —Conte-me sobre sua família. Como eram eles? Demorou um instante para entender o que ele disse, estava tão distraída com a sensação dele deslizando para dentro e para fora dela, tão lentamente que podia sentir cada centímetro dele. Mas então ela endureceu e empurrou seus ombros, um calafrio correndo por ela. Não podia falar sobre sua família, não agora. Nem nunca mais. —Não. —Empurrou os ombros dele novamente. Era como se estivesse empurrando contra uma parede de aço. Ele entrou nela totalmente e parou de se mover. — Converse comigo. — Aquela voz profunda a estava embalando, quase adulando. — O motorista do táxi me disse que você perdeu seus pais no dia de Natal, há cinco anos. —Seis. Seis anos atrás. — Caroline sentiu a garganta ferida. Sentia-se ferida em todos os lugares, todas as suas emoções, de repente ali na superfície, terrivelmente vulnerável. Ela não tinha sua proteção usual ao seu redor, ele foi demolindo-a com beijos, com o lento deslizar dos dedos sobre seus seios. Com o sexo. —Fale comigo, Caroline. Conversar, ajuda. Diga-me como eles eram. Comece com seu pai. Como era ele? —Divertido. Ele era muito divertido, mas ele só permitia que nós víssemos isso. — As palavras saíram antes que ela pudesse detê-las. —Todo mundo achava que ele era um calmo empresário, mas ele tinha uma visão muito irônica sobre a vida. Detestava a hipocrisia e políticos. Ele fazia uma imitação malvada do governador, mas apenas entre nossa família e somente quando

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

bebia um pouco de uísque. Eu sabia exatamente quando levar as coisas a sério e quando não, graças a ele. Eu sempre pude contar com ele para colocar as coisas em perspectiva, quando eu era menina. Uma vez... Ela parou, com uma lágrima escorrendo pelo canto do olho. Não conseguia secá-la, suas mãos estavam sobre os ombros dele, então ele o fez, com seu polegar. —Uma vez? — Ele perguntou baixinho. Ela fungou uma risada. —Uma vez o candidato ao Senado chegou em nossa casa, tentando fazer com que papai arrecadasse fundos para ele. Ele era um empresário, ardentemente entusiasmado, estúpido como uma rocha, simplesmente desinteressante. Ele acreditava que como papai era um empresário, tudo com que ele se preocupava era sobre cortes de impostos e desregulamentação. Então ele e sua esposa horrível sentaram-se presunçosamente falando sobre a incorporação nas Ilhas Virgens, para evitar impostos, como invadiu sua empresa de fundos de pensão para aumentar o preço das ações e como ele eliminou cinco mil postos de trabalho. —Ela deu uma risada, lembrando. — Então, meu pai encontrou os olhos da mamãe e começou a falar sobre seus planos para liquidar a empresa, doar tudo para a caridade e se mudar para uma comunidade religiosa na Índia. O candidato e sua terrível esposa ficaram tão horrorizados que não esperaram a sobremesa. Mamãe e Papai abriram uma garrafa de champanhe quando eles saíram e beberam tudo em frente a lareira. Eu peguei os dois se beijando e rindo. —Ela encontrou seus olhos. —Eu nunca contei essa história para ninguém. E agora eu sou a última pessoa a se lembrar dela. Ele não estava sorrindo, os sulcos cavados em sua boca, como parênteses, ainda mais profundos. 1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Por que você não contou essa estória a ninguém? Diz muito sobre seu pai. É o tipo de estória que automaticamente faz você gostar do cara. Eu acho que teria gostado muito dele. Eu gosto de pessoas sensatas. —Talvez. — Era um pensamento incomum. Mas quem sabe? Talvez eles tivessem se dado bem. Jack parecia o oposto de seu pai, que tinha sido um homem que gostava de viver amplamente, que gostava de seus confortos e prazeres, que tinha apreciado a vida com prazer, melhor ainda quando era primeira classe. Ele gostava de roupas elegantes, um bom vinho e boa comida, caros charutos cubanos, uísque de puro malte. O pai dela viajava de primeira classe, sempre se hospedava em hotéis cinco estrelas e sempre conseguia os melhores assentos na casa, quando iam ao teatro. Jack era um soldado, um homem duro, um homem acostumado a viver duramente. Usava roupas velhas e botas de salto baixo, e ficou incrivelmente grato pela refeição, que ela tinha certeza de que ele não comia bem regularmente. Não tinham muita coisa em comum. Mas o pai dela tinha odiado mentirosos, esnobes e pessoas falsas. Ele desprezara Sanders quando o conheceu, muito embora, a princípio, tivesse tentado disfarçar. Seu pai poderia ter gostado de Jack, contudo. Jack nunca fingia ser algo que ele não era, não tentara impressioná-la de qualquer maneira. —E sua mãe? Como era ela? —Ela era maravilhosa. Ah! — De repente, ele mudou o ângulo de penetração, fazendo algo com seu corpo, com seus quadris, de modo que se abateu sobre o clitóris dela com cada movimento lento, dentro e fora dela. O prazer foi quase elétrico, de tão intenso. Alguns desses melosos e eletrizantes golpes, então ele parou. —Conte-me mais. Ela era maravilhosa. O que mais?

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Linda. — O corpo dela estava tão satisfeito, que ela não tinha energia para pesar suas palavras. Elas vinham de algum lugar dentro dela. —Mamãe era uma mulher muito linda por dentro e por fora. Ele se inclinou para acariciar seu pescoço. —Eu sei — sussurrou contra sua pele. —Eu vi as fotos. Você se parece com ela. Caroline sorriu. —Ela me dizia isso com frequência suficiente. Era do seu agrado. Papai adorava exibi-la. Adorava mimá-la, comprar presentes caros, isso o fazia feliz. E eu acho que minha mãe adorava manter uma bela casa para ele. Toby e eu gostávamos de pegá-los se beijando quando eles pensavam que não estávamos olhando. Estou contente por que eles morreram juntos. Isso é o que eles gostariam. — Ela apertou as mãos no bíceps de Jack e olhou profundamente em seus olhos. —Sabe, depois... depois do acidente, ninguém me deixava falar sobre meus pais. Ninguém queria ouvir meus lamentos, e ninguém queria ouvir minhas recordações. Já ouvi todos os arranjos possíveis que existem, para “encontrar algum encerramento”. Era como se falar sobre eles fosse de alguma maneira ... de mau gosto. Eu podia ver nos olhos das pessoas, elas escutavam impacientemente, então mudavam de assunto logo que podiam fazê-lo decentemente. Tudo o que eu queria fazer era... era lembrar-me deles, e ninguém deixava. —E Toby? Como era ele? Esta era, sem dúvida, a mais estranha conversa que Caroline já tivera. Ele começou a se mover dentro dela novamente, os movimentos lentos e aquecidos. Toda a parte inferior de seu corpo estava envolvida pelo sexo. Mas ele se dedicava a envolver sua cabeça também. Eles estavam com duas conversas ao mesmo tempo. Sexo quente da cintura para baixo, seus corpos conversando um com o outro em voz alta e clara, e uma conversa profunda acima do pescoço.

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Toby. Antes do acidente, Toby era um verdadeiro garotinho, sabe? Um pestinha. Estava sempre se metendo em problemas e saindo deles, porque ele tinha aquele sorriso grande e largo, e você simplesmente se derretia. Você perdoava tudo, até a sua próxima rodada. Eu até perdoei o sapo na cama que quase me deu um ataque cardíaco. — Caroline observava o rosto de Jack enquanto ele a ouvia. Ninguém jamais a havia escutado tão atentamente antes, completamente focado nela. Como ele teria sido quando era um menino? Um pestinha? Super ativo e travesso? Provavelmente não. Ele provavelmente fora tranquilo e sério. Embora houvesse alguma coisa em seu rosto, pensando nele como um menino, algo quase familiar... familiar sobre ele, o que era ridículo. —Após o acidente, ele ficou em coma por três meses. Ele nunca andou novamente. E por seis anos, nunca se queixou nenhuma vez, mesmo quando estava sentindo dores excruciantes. Ele adorava companhia, mas ninguém vinha. Seus amigos da escola vieram por um tempo, depois pararam de vir. Toby estava em uma cadeira de rodas, tinha convulsões, e isso assustava as pessoas. Ninguém queria ver Toby, ser lembrado de como ele era e que isso poderia acontecer a eles. Minha melhor amiga do colégio me disse uma vez que ela não entendia por que eu não o coloquei em um asilo. Caroline olhou para o rosto sombrio a uma polegada do seu, os olhos escuros perfurando os seus. Enquanto ela estava falando, ele acelerou o ritmo, fazendo a cama ranger. Caroline começou a longa queda livre em direção ao clímax, mas de alguma forma não conseguia parar de falar. —Toby foi incrivelmente corajoso. — Lágrimas encheram seus olhos quando o viu olhando para ela. —Ele não podia andar e, no final, mal conseguia se mover, mas sempre manteve o ânimo. Ele manteve o meu ânimo. Acho que nos últimos dois anos, ele sabia que estava morrendo, mas nunca disse nada. Eu estava tão orgulhosa dele, achei que ele foi mais corajoso do que

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

qualquer soldado que nunca ganhou uma medalha e, e cada vez que eu trazia um amigo, ou um namorado para casa, eles sempre se comportavam como se Toby não estivesse lá. Ou eles falam muito alto, como se ele tivesse uma lesão cerebral. E sempre se comportaram como se eu devesse estar envergonhada dele, quando eu... Oh Deus, Jack. Oh! Agitando descontroladamente, Caroline começou a gozar, em longos e líquidos puxões, tão fortes que os músculos do seu estômago se apertaram. Era como se seu prazer a fragilizasse abertamente. Mesmo antes que sua vagina parasse de convulsionar, ela enterrou seu rosto contra o pescoço de Jack e explodiu em lágrimas. Não havia como interrompê-las, não podia lutar contra elas, se sua vida dependesse disso. O sexo quente e seu clímax simplesmente afastaram as defesas que ela poderia ter reunido e deixou-a sensível e vulnerável, aberta para sua mais profunda tristeza. Ela chorou até que conseguisse recuperar o fôlego, em seguida, chorou mais um pouco. Chorou sua dor, raiva e medo. Chorou pelas noites longas e solitárias em que não se atrevera a chorar porque Toby veria seu rosto inchado pela manhã e saberia. Chorou por três vidas maravilhosas cortadas tão tragicamente cedo, deixando-a do outro lado do muro entre a vida e a morte. E chorou, porque, às vezes, sentia que não estava do lado da vida, no muro, mas do outro lado. Quantas vezes se sentia tão morta por dentro, que era uma surpresa se lembrar que ela não morrera com eles? Chorou até que sua garganta estivesse sensível, até o peito doer a cada respiração agitada, até que, finalmente, não houvesse mais lágrimas para chorar. Durante todo o processo, Jack segurou-a firmemente, ainda dentro dela, mas imóvel. Ele não tentara falar com ela, talvez percebendo que ela estava além das palavras. E ela já ouvira todas as palavras, de qualquer maneira.

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Você tem que deixar seu luto. Você deve começar uma nova vida, Caroline. O luto é um processo, e você não está processando as suas emoções. Era verdade. Às vezes, sentia-se mergulhada em um profundo buraco negro, sem fundo, sem ar, apenas com poucas luzes fracas na parte superior. As palavras que as outras pessoas falaram mal conseguiram alcançá-la. Então, ele não sabia lhe dar as palavras. Mas lhe deu algo melhor, o conforto de seu corpo. Com todos as milhares e milhares de palavras que seus amigos lhe ofereceram, ninguém pensou em abraçá-la, deixá-la chorar seu vazio nos braços de alguém, como Jack estava fazendo. Por fim, as lágrimas pararam, e ela ainda estava com ele, tentando recuperar o fôlego. Lentamente, e tão gentilmente que ela quis chorar, retirouse dela e, ainda segurando-a apertado, virou-os. Agora, ela estava deitada em seu quente e apertado abraço, com a cabeça em seu ombro. Seu ombro muito molhado. Não conseguia controlar seus músculos ou seus pensamentos, tão devastada como se tivesse estado em um acidente ruim. —Me desculpe— disse, atordoada. Ele enxugou seu rosto com alguma coisa. —Eu sei o que é perder alguém — disse calmamente. —Você se sente melhor? — Ele alcançou seus cabelos para massagear seu couro cabeludo. —Sim, obrigada. — Caroline disse educadamente em voz encharcada, depois parou. Ela realmente se sentia melhor. Era como se a crise de choro tivesse cuspido uma bola de bile negra, que estivera envenenando seu sistema por um longo, longo tempo. Ele limpou o rosto dela novamente. Ela deu uma meia risada. — Eu não posso acreditar que você veio para a cama com um lenço. —Não é um lenço. — ele disse, com naturalidade. —É o lençol. Caroline piscou, horrorizada. —Eu estive chorando e assoando o nariz em meu lençol?

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Tudo bem. — Oh Deus, como amava sua voz. Tão profunda, tão calma. Se ela pudesse ser engarrafada e vendida como um tranquilizante. Melhor que Prozac. —Nós podemos trocar os lençóis. Nós. Uma palavra pequena que significava tanto. Nós podemos mudar os lençóis. Caroline percebeu que era a primeira vez desde a morte de seus pais que alguém demonstrava que ela não estava sozinha com um problema. Amigos e namorados ocasionais, de algum modo sempre estavam disponíveis para sair à noite ou para uma noite no teatro, mas ela estava sempre sozinha com seus problemas. Este problema em particular era estúpido e pequeno. Ela tinha muitos lençóis, mas algo em sua voz lhe dizia que ele ficaria ao seu lado por problemas mais sérios do que troca de lençóis. —Você não teria fugido de Toby. — disse. Não era uma pergunta. —Não. — Sua mão apertou seus cabelos. —Eu não teria. Ela ergueu a cabeça para longe de seu ombro para examinar seu rosto. —Eu gostaria de ter te conhecido antes. Algo, alguma forte emoção cruzou seu rosto. Os sulcos ao redor da boca se aprofundaram, e a pele através de suas bochechas se apertaram. —Eu gostaria de ter estado por aqui mais cedo, também.

BRIGHTON BEACH Brighton Beach, uma comunidade de cento e cinquenta mil habitantes faz parte do Brooklyn. Seu apelido é Little Odessa, porque a maioria dos seus habitantes são imigrantes russos. Deaver apreciou a ironia, porque ele conhecera o homem que estava indo se encontrar em Big Odessa, a cidade real. Ele encontrou Viktor “Drake” Drakovich pela primeira vez, no final dos anos oitenta, quando todas as pessoas

1 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

no chão, com dois olhos em suas cabeças e cérebros que funcionavam, sabiam que a União Soviética estava se aproximando. A CIA não soubera —a CIA não conseguia encontrar a sua bunda com as duas mãos e um pedaço de pau — mas ninguém estacionado no leste de Elba soubera. Drake na época era o maior comerciante de armas do mundo, operando a partir de um indescritível arranha-céus em Odessa, fornecendo armas para o Afeganistão o mais rápido que ele podia fabricar. Deaver era um jovem soldado das Forças Especiais e tinha sido encarregado do fornecimento de dinheiro para Drake, em pastas contendo meio milhão de dólares em um momento. Ele calculou uma vez que o governo dos Estados Unidos tinha derramado pelo menos dez milhões de dólares nas mãos de Drake. Era um bom investimento, também. Drake era conhecido por seus produtos de qualidade. Ele tinha quatro ex-soldados russos que haviam sido armeiros em sua folha de pagamento, e quando você comprava armas de Drake, você recebia exatamente pelo que havia pago, em bom estado, limpa, lubrificada e pronta para ser utilizada. A carreira de Drake parou em onze de setembro. Na verdade, ela parou em dez de setembro, quando ele recebeu a notícia de que Shah Masood Achmed morto. Deaver estivera em Odessa nesse dia, o dia em que o rádio de ondas curtas deu a notícia, e ele assistiu, atônito, enquanto Drake imediatamente começava a arrumar suas coisas, calmamente, sem emoção. — Coisas ruins estão vindo. —Foi sua única resposta quando Deaver perguntou o que estava acontecendo. — O negócio acabou. Um dia depois, Deaver percebeu que Drake estava certo. E Drake estava certo de deixar de fornecer armas para os talibãs, porque todo o peso do governo dos Estados Unidos iria sair para esmagá-lo. Drake era inteligente e sabia onde escolher suas batalhas. Um mês depois, ele estava baseado em

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ostende, Bélgica, fornecendo armas para Ashad Fatoy, o líder rebelde congolês, onde Deaver cruzou seu caminho novamente. Quando pôde, ele jogou o trabalho no caminho de Drake, e uma vez que ele foi capaz de avisálo que os agentes da agência de segurança do estado belga, o Staatsveiligheid, estavam se fechando sobre ele. Desde o décimo dia de setembro, Deaver manteve as guias sobre Drake, sabendo que ele seria sempre a terra em seus pés, sabendo que ele iria precisar dele um dia. E esse dia havia chegado. —Aqui — disse ao taxista, empurrando o valor que o medidor do taxi mostrava e uma gorjeta de cinco dólares no banco e saiu. Era o início da tarde, mas o céu estava tão sombrio com a neve, que estava tão escuro quanto à noite. Dentro de um minuto, Deaver havia desaparecido da vista do motorista de táxi. Cinco minutos e dois quarteirões depois, ele estava tocando a campainha em um arranhacéu anônimo, não muito diferente do edifício que Drake viveu em Odessa. Não importa o nome que estava na campainha, ele sabia qual botão apertar. O do topo. Drake preparou algumas armadilhas dispostas nos pisos mais baixos que atrasaria qualquer tropa de assalto em seu caminho para cima, e o teto era um heliporto. Era sua maneira de trabalhar e não tinha mudado, em Odessa, em Ostende, em Lagos, e agora em Brighton Beach. Uma câmera de segurança girou sobre seu eixo, quando ele tocou a campainha e Deaver levantou dois dedos até a testa em saudação irônica. Drake tinha três níveis de segurança, e levou quinze minutos para passar pelo crivo de dois guardas grandes, e muito eficientes na arte de pleno combate do lado de fora da porta inclassificável no décimo andar. Revistado de forma rápida e impessoal, Deaver foi conduzido a um grande hall de entrada, onde esperou por alguns minutos, certo de que ele estava sendo submetido a uma varredura do corpo inteiro.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Drake tinha um monte de inimigos e havia pelo menos cinco tentativas de assassinato, que Deaver conhecia. Nenhum deles tinha sequer chegado perto. Drake era um homem muito difícil de matar. Deaver foi aprovado nas as medidas de segurança e varredura do corpo, ele estava limpo. Ele seria louco de vir armado com nada mais do que um palito na presença de Drake. Então esperou pacientemente enquanto Drake executava qualquer protocolo de segurança para si mesmo. Finalmente, um outro guarda-costas, grande e silencioso fez sinal para que ele o seguisse, e eles caminharam por um longo corredor, parando do lado de fora de outra porta indescritível. O guarda-costas bateu, em seguida, conduziu Deaver acima do limite. —Caro amigo — a voz profunda de Drake disse da escuridão —por favor entre. — Seu inglês era excelente, assim como o francês, alemão, holandês, espanhol e árabe. Drake acreditava em fazer sua própria negociação, e para fazer isso, ele tinha que falar a linguagem. De cabelos e olhos escuros, Drake era de estatura média, mas ele era muito forte. Ele era um mestre de várias artes marciais, mas mais do que isso, era um lutador de rua estranhamente eficaz. Suas mãos eram as maiores que Deaver já vira, com juntas do tamanho dos parafusos de um avião, com um quarto de polegada de calo duro nas bordas. Seus pés eram armas letais, também, quase amarelo de calos. Deaver o vira esmurrar o rosto de um homem com tal ferocidade que causou quase tanto dano quanto uma bala teria causado. Ele vira Drake destruir um saco de pancadas com um golpe de seu pé. Ele era perigoso como o inferno, mas tinha o seu próprio código moral louco. Drake nunca soube que ele voltara atrás em sua palavra, mas por isso mesmo você nunca deveria voltar atrás em sua palavra com ele. Se ele se tornasse seu inimigo, você poderia começar a planejar seu funeral. Drake estava de pé, apontando para uma poltrona confortável.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A sala inteira foi construída para o conforto de um homem. Apesar do edifício indescritível e das paredes e corredores estéreis, essa sala era luxuosa. Profundas poltronas de couro, tapetes luxuosos, um aparador cheio de caras garrafas de bebidas alcóolicas, um humidor5 cheio de charutos. Uma legenda dizia que os charutos eram enviados mensalmente pelo próprio Fidel, como um agradecimento por algo que Drake nunca falaria. A sala tinha a aparência, o cheiro e a sensação de dinheiro e poder. Deaver sentou-se, desabotoando o paletó com um suspiro, sabendo que poderia relaxar completamente, pela primeira vez desde Obuja. Estava definitivamente seguro aqui. As camadas de segurança, o quieto barulho da porta sendo fechada, o que significava que era a prova de explosão, o luxo profundo e silencioso da sala, — oh sim, ele estava em boas mãos. Eles passaram a maior parte dos vinte anos, tecnicamente em lados opostos, mas Deaver estava do lado de Drake, agora, e ele gostou do que viu. Um copo de cristal semipreenchido com um líquido cor de âmbar estava em seu cotovelo. Ele tomou um gole, apreciando o uísque, de puro malte envelhecido. —Então — disse finalmente, colocando o copo vazio na mesa do lado e voltando-se para Drake. —Você está nos Estados Unidos agora. Será que vai ser permanente? Drake deu de ombros. —Sim, eu estou na barriga da besta, agora. — ele respondeu suavemente. —Vamos ver como funciona. Até agora não tenho queixas. O que posso fazer por você? Deaver não presumiu que qualquer pequena conversa seria apreciada. Drake parecia relaxado, mas ele conduzia um império que valia mais do que

5

Recipiente onde se armazena charutos ou outros produtos de tabaco com um nível constante de umidade.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

muitos países do terceiro mundo e ele era um administrador que colocava a mão na massa. Seu tempo era muito precioso. Hora de abrir a perseguição. Deaver se inclinou para a frente. —Primeiro, eu preciso de um laptop para pesquisar na Internet. Um usado vai servir, eu vou ter que jogá-lo fora depois. Mas certifique-se que tenha um disco rígido com memória RAM suficiente para fazer pesquisas sérias. Nenhuma impressão digital, e eu garanto que limparei o histórico de pesquisa antes de me desfazer dele. Drake concordou. —Eu tenho um aqui. Ok, primeiro problema resolvido. —Em segundo lugar, eu preciso de uma nova identidade que vai me manter por um tempo, até eu terminar o meu negócio. Pode demorar uma semana, pode demorar um mês. Mas não muito mais do que isso. Eu estou seguindo alguém, e quando eu encontrá-lo, me mudarei permanentemente para fora dos limites dos Estados Unidos. Talvez para Monte Carlo. Então, vou precisar de um passaporte para mais tarde. Não um passaporte americano, e a identidade tem que ser um pouco mais segura. Vou precisar de uma certidão de nascimento que resista a pelo menos um exame casual. Drake inclinou a cabeça gravemente. — Considere-o feito. Um dos guardas irá levá-lo ao meu especialista. Ele tem tudo. Ele vai te deixar com uma nova identidade que vai resistir a uma seleção casual, e muito mais. E ele vai te dar um passaporte Maltês. Malta é um membro da União Europeia. Com o passaporte e dinheiro depositado em um banco de Monte Carlo, você pode obter uma permissão permanente de estadia. Mantenha seu nariz limpo por dez anos, e você obterá a cidadania. Agora Deaver sabia onde tinham ido os passaportes. A embaixada de Malta em Zagreb havia relatado o roubo de 190 passaportes em branco, que valiam uma fortuna. Então, eles tinham ido para as mãos de Drake. Foi bom saber.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Agora vinha a parte difícil. —Isso não é tudo. Vou precisar de credenciais do FBI e um número de telefone, e alguém que atenderá a chamada do outro lado, pronto para confirmar que eu sou um agente especial. Drake concordou. —Por quanto tempo? Os músculos da mandíbula de Deaver saltaram. —Pelo tempo que for preciso. E eu vou precisar de algum poder de fogo, mas vou precisar somente para onde estou indo. Eu quero voar limpo. Drake fornecia um serviço essencial. Ele não só tem as armas que você queria, frias, incapazes de serem rastreadas e em perfeito estado de funcionamento, mas ele poderia levá-las para você no momento e local de sua escolha. A rede de Drake atravessava o mundo, e ele poderia fornecer qualquer arma pequena de uma ogiva nuclear mais ou menos em qualquer lugar. Isso evitaria tentar contrabandear armas para as aeronaves, e evitaria tentar rastrear os fornecedores locais, especialmente se você quiser atingir o chão correndo. Drake bebeu um gole de uísque e falou calmamente. —Diga-me o que você precisa e onde. Deaver assinalou. —A Beretta 92, com três clipes e equipamento para o ombro e a Kel-Tec P-32 para suporte, com três compartimentos, um rifle M40, com um alcance de 10 vezes, estojo e quatro caixas de munição. Todos eles precisam ser armas frias. —Claro. — disse Drake, o temperamento ligeiramente nervoso. Sua reputação estava na linha. —E onde você precisa deles? A questão de 20 milhões de dólares. — Eu ainda não sei. Quando eu souber, eu lhe direi imediatamente. Quanto é que isto vai me custar?

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Duzentos mil dólares. — Drake disse prontamente, e Deaver quase pestanejou. Isso quase iria limpá-lo. Encontrar aquele sacana do Prescott se tornou urgente. E quando ele o encontrasse, Deaver teria certeza que ele morreria lenta e dolorosamente, por todos os problemas que ele lhe causou. —Feito. Dê-me um número de conta bancária e eu enviarei um e-mail solicitando o pagamento, imediatamente. O banco fica aberto vinte e quatro horas, sete dias na semana. Você terá o seu dinheiro no prazo de vinte e quatro horas. —Oh, isso não é um problema. — Drake disse, sua voz suave. —Eu confio em você. Ele poderia, também. Mesmo ficando com menos de dez mil dólares em sua conta bancária, não cumprir a sua parte no negócio nem sequer passava pela sua mente. A última pessoa que tinha enganado Drake havia engasgado com seu próprio pinto, que tinha sido cortado e encaixado no intestino que fora dilacerado e deixado com as vísceras abertas. Não, Drake podia confiar nele. E de qualquer maneira, quando encontrasse Prescott, Deaver seria rico. Não tão rico como Drake, mas quase. —Há mais alguma coisa? Mesmo que houvesse, Deaver não podia pagar. —Não, é só isso. —Então eu acho que terminamos aqui. — Drake disse, levantando-se. — Meus homens irão acompanhá-lo às nossas instalações de identificação. Não deve demorar muito. Alguém estará operando um número de telefone durante um mês, durante vinte e quatro horas pó dia, pronto para confirmar sua identidade como um agente do FBI. Se você precisar desse serviço por mais de um mês, ele terá um custo extra. —Não, um mês deve ser suficiente. — Deaver era um bom rastreador, o melhor. Ele ia encontrar Prescott antes que o mês terminasse.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Então temos um acordo. — Drake ofereceu sua mão, e Deaver a apertou. A mão era fria, seco, a aderência forte. —Deixe-me saber onde você vai precisar de suas armas. Deaver assentiu. Não houve nenhum sinal evidente, nenhum botão pressionado, mas a porta de aço abriu de repente, dois guarda-costas do outro lado prontos para acompanhá-lo até onde ele pegaria sua nova identidade. —À propósito — Drake disse em sua voz fria e precisa quando eles estavam de pé na soleira. —Quando você recuperar seus diamantes, traga-os para mim. Eu posso te dar um preço muito bom. A porta de aço fechou na cara de espanto de Deaver.

Capítulo Dez

SUMMERVILLE —Oh sim, benzinho, dê para mim — ela ronronou — grande, grosso e quente. —É isso aí, docinho. — Sanders McCullin forçou, segurando os quadris magros da mulher e metendo dentro dela. Era bastante agradável. Ela estava muito molhada e saltava para cima e para baixo no seu pau, entusiasticamente. Sanders não conseguia lembrar o nome dela. Karla, Karen, Kara. Algo assim. Conheceram-se ontem à noite no Zig Zag. Na véspera de Natal, o bar estava bombeando e com o som muito alto. Ela deslizou sobre a banqueta vazia ao lado da sua, depois que a amiga que estava com ela, a trocou por um cara. Eles estiveram transando nas últimas vinte e quatro horas, parando apenas para comer, tomar banho e ir ao banheiro. Não ter certeza de seu nome não era difícil. Docinho servia muito bem.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Kara-Karen jogou a cabeça para trás, os olhos fechados, os quadris bombeando. Sanders achava que ela tinha cerca de trinta anos. Exceto seus seios e nariz, que provavelmente tinha cerca de quatro. Mulheres com implantes nos seios não deveriam ficar por cima na hora do sexo. Tudo nela se mexia, com exceção dos seios, que pareciam trancados em seu peito. Fascinado, Sanders observou seus seios, grandes coisas duras que não se mexiam, como balões de água sob a parede do tórax. Ela era magra em toda parte, exceto pelos balões no peito, como tetas em uma vara. E com a cabeça para trás, ele podia ver os sinais da cirurgia plástica no nariz. E... em seu rosto? Jesus. Ele não percebera aquilo no Zig Zag, e eles estiveram fodendo no escuro desde então. Então, talvez ela não tivesse trinta anos, afinal. Após bombear com energia por alguns minutos, ela gozou com um grande gemido, a boceta puxando-o duramente, surpreendendo-o em seu próprio clímax. Com um sorriso de gato que tomou todo o leite, ela se acomodou em cima dele, claramente com a intenção de ficar lá, a cabeça em seu ombro. —Nossa — ronronou. —Isso foi fantástico. Ele podia sentir o cheiro de sexo sobre eles. Ugh. Hora da limpeza. —Ei, docinho, me desculpe. Chamado da natureza. — Sanders a empurrou para longe dele e rolou da cama, andando nu em direção ao banheiro. Quando passou pela cômoda, teve um vislumbre de si mesmo e parou, satisfeito. Aquelas horas na academia com certeza valeram a pena. Tinha uma barriga lisa e um corpo bem definido, exceto agora, que ele parecia... deselegante, com o preservativo pendurado em seu pau. Ele o retirou. Nada mal, pensou, ainda se exibindo. As mulheres com certeza não reclamavam.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

No banheiro, jogou o preservativo na cesta de lixo, havia quatro deles no fundo da cesta. Ele adorava seu banheiro. Gastou trinta mil dólares reformando e adorou cada centímetro dele. Perto do chuveiro havia uma banheira esculpida em um único bloco de mármore que pesava uma tonelada. O piso teve de ser especialmente reforçado antes que ela pudesse ser fixada no local. Sanders entrou no chuveiro e sentiu seu espírito se elevando a vista dos aparelhos reluzentes e azulejos de cor creme clara da marca Valentino. Era uma ducha de vapor com a qualidade de um SPA, com chuveiro de trinta jatos, um massageador de pés, música ambiente e um sistema de telefone por comando de voz. Enquanto se ensaboava com seu de gel de banho para homens Clinique, Sanders percebeu que queria que a mulher em sua cama simplesmente desaparecesse antes que ele saísse do chuveiro. Já fodera bastante e não gostava dela o suficiente para gastar seu tempo com ela, caso não estivesse fodendo. Ela não era uma mulher interessante e tinha uma voz estridente e irritante. Era boa de cama e fazia um ótimo sexo oral, apesar de ter passado por um momento chocante quando ele olhou para si mesmo e viu seu pau preto, como se tivesse de repente com gangrena. Mas era só o batom preto selvagem, o tom da moda de Karla-Kara por todo o seu pau, mas ele teve um momento feio lá. Karla, Kara trabalhava em uma agência de publicidade e falou sobre música que ele nunca ouvira falar, filmes que nunca assistira e bares nos quais ele nunca esteve. Foi tedioso. Ele queria que ela fosse embora, para que pudesse apreciar o grande pote de caviar contrabandeado da Criméia e a garrafa de duzentos dólares de Dom Pérignon que estavam na geladeira. Eles seriam totalmente desperdiçados com Karla-Kara, seja qual fosse seu maldito nome. No bar onde ele a pegou, ela estava bebendo alguma bebida açucarada e comendo um sanduíche.

1 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Talvez se ele demorasse bastante tempo no chuveiro, ela entenderia a dica, se vestiria e sairia. Provavelmente não. Ela parecia acomodada, lá em sua cama, como se não quisesse ir embora. Isso era muito irritante. Ele desejou que apenas houvesse um botão que pudesse apertar e voilá! Adeus Kara. Ou Karla. Ele estava desejando isso cada vez com mais frequência, ultimamente, depois do sexo. Ela era gostosa na cama, mas aborrecida e vulgar fora dela. Sanders fez quase tanto sexo com ela quanto estava disposto a fazer. Olhou para si mesmo, verificando seu pau, vendo o que acontecia com o pensamento de outra rodada. Seu pau ficou firmemente para baixo. Então era isso. O pensamento de mais sexo com ela era realmente um pouco deprimente. Não, Karla ou Kara ou qualquer merda que fosse seu nome, não tinha mais a menor chance com ele. Escolhera a mulher errada com quem passar o dia de Natal. Sabia quem era a mulher certa, mas teria que esperar até depois do Natal para tê-la em sua cama. De volta em sua cama. De volta à sua vida. Caroline Lake. Sua hora tinha chegado, Sanders podia sentir. Ele e Caroline estiveram dançando ao redor um do outro, desde que eram adolescentes e havia chegado a hora de tornar isso permanente. Eles terminaram algumas vezes, a primeira vez na adolescência. Bem, ele estava indo para a faculdade no leste, não estava? E não poderia ter uma namorada do interior arrastando-o para baixo, não importava quão rica fosse sua família, nem o quão bonita ela era. E então, Caroline voltara do leste, também, para Boston, uma hora de viagem de trem. E ela se tornara ainda mais bela. Eles se jogaram entre os lençóis algumas vezes e ele estava pensando seriamente em um anel de noivado, quando seus pais morreram em um acidente de carro.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O noivado se tornou impossível depois disso. Robert Lake fizera alguns investimentos ruins antes de morrer, e com as contas médicas e as dívidas de seu pai, Caroline foi à falência, sobrevivendo por um fio, após a abertura da livraria. Com isso, e seu irmão grotesco, não houvera tempo para ele. Quando Sanders voltou a Summerville, muitas vezes pensou em voltar para Caroline, mesmo que ela não tivesse nenhum dinheiro. Havia várias vantagens sobre Caroline. Ela era bonita, culta, e poderia levá-la em qualquer lugar. Enquanto a experiência advocatícia de Sanders aumentava, muitas vezes ele desejou que Caroline estivesse ao seu lado quando falava com grandes clientes. Ela tinha um toque mágico com as pessoas que se estendia a ele por associação. As poucas vezes que conseguiu convencê-la a acompanhá-lo a um evento importante, seu prestígio aumentou. Mas ela deixou claro que sua lealdade em primeiro, segundo e terceiro lugar era para Toby. Sanders vinha em um miserável quarto lugar. Inaceitável. Nunca deixou de lhe assustar que ela preferisse um aleijado patético, a ele e a vida que poderia oferecer a ela. Sabia que ela estava lutando, mas era sua própria maldita culpa. Ela insistia em ficar agarrada a uma pilha de tijolos antigos, que estava caindo sobre sua cabeça e simplesmente não queria ouvir a razão, não importava quantas vezes ele dissera a ela para vender. Sanders avaliara Greenbriars discretamente, e para seu espanto, apesar de estar caindo aos pedaços, ela valia mais de um milhão de dólares. Algo sobre o design. Mas, ainda assim, era mais um motivo para vendê-la. Tinha pelo menos setenta anos de idade. Estava escorregando para a pobreza gentil, indo direto para a ruína, e ele poderia salvar seu traseiro, dar-lhe a vida a qual estava

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

acostumada, mas ela arrebitou aquele lindo nariz para ele e preferiu ficar com seu irmão aleijado. Isso ainda o deixava perplexo. Tudo o que ela tinha que fazer era vender aquela maldita casa, colocar Toby em uma casa onde ele pertencia e onde outras pessoas não teriam que vêlo. Em seguida, se reunir com ele — voltar para ele, nunca a deixava esquecer que ela perdeu a virgindade com ele— e todos os seus problemas se acabariam. Ele deixou isso bem claro de todas as maneiras que podia. Bem, Toby estava morto agora, graças a Deus. Este dreno enorme em suas finanças acabou, para não mencionar o quanto era desagradável. Mesmo agora, a memória de Toby estropiado em sua cadeira, a cara tão assustada que parecia Freddie6, as mãos lentamente retraídas em garras, era suficiente para deixá-lo doente. Sanders tinha uma lembrança muito clara do último encontro que ele e Caroline tiveram. Ele levou-a ao Restaurante Chez Max, em Bedford. Cem dólares por pessoa, e valia cada centavo. Caroline estava particularmente bonita aquela noite, vestida em um Versace preto. Sanders não tinha ideia de como ela fora capaz de pagar um Versace, mas ele estava lá. E ele parecia incrível nela. Ela virou as cabeças de todos no restaurante. Eles estavam se dando bem melhor, também. Sanders poderia dizer que ela apreciou o ambiente elegante e a comida soberba. Ele pediu uma garrafa de duzentos dólares de Chateauneuf du Pape, e acabaram com ela. Caroline estava relaxada, tão impressionante que ele estava achando difícil manter os olhos longe dela. Esse era o lugar onde uma mulher como ela pertencia, e nos braços de um homem como ele. 6

Freddy Krueger, personagem fictício de filmes de terror, que tem o rosto desfigurado.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela se recusou a ir para a casa dele depois, então ele a levou para sua casa e aceitou seu convite para um drinque. Seu irmão deformado estava acordado, na sala, assistindo TV. Caroline serviu uma bebida a Sanders, conversando calmamente, e serviu um copo de leite para seu irmão. Ela teve que segurar o copo em sua boca, e mesmo assim metade do líquido foi derramado na frente de seu pijama. Ele conversava tortamente, metade de sua boca estava desfigurada por cicatrizes e Caroline esperou pacientemente que ele terminasse qualquer absurdo, que ele tinha a dizer. Depois, ela colocou a mão sobre a dele, e a visão quase fez Sanders vomitar. Sua mão delgada linda, sobre aquela coisa... monstruosa. Sanders bebeu seu uísque sem sequer se sentar e foi embora, furioso. Ela basicamente o ignorou, depois que entraram na casa, a fim de bajular aquela desculpa patética de ser humano. Bem, foda-se tudo aquilo. Toby finalmente estava morto. E Caroline estava livre. E ainda mais pobre. —Ei, meu bem. — Karla-Kara lamentou. —Mamãe está ficando fria. Sanders revirou os olhos. Era perfeitamente possível que estivesse ficando velho demais para jogar esse tipo de jogo. Inferno, a maioria dos seus clientes eram casados, alguns em seu segundo casamento, ou mesmo terceiro. Ele estava começando a receber olhares estranhos quando contava que era solteiro. Precisava de uma esposa. Não alguma oportunista que fosse boa de cama até que ficasse velha, o que geralmente acontecia muito rápido, mas uma esposa. Alguém que pareceria bem em seus braços, alguém que cuidaria da casa para ele. Que criaria seus filhos. Filhos bonitos, saudáveis e inteligentes. Colocado desta forma, só havia uma mulher que se encaixaria no perfil. Caroline.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

No mês passado, ele fora chamado em Seattle para se encontrar com um casal de empresários que eram ativos na política. Depois de algumas horas de conversa, depois de sondarlhe sobre sua opinião sobre alguns assuntos controversos, eles perguntaram se ele gostaria de ser o representante nas eleições intercalares 7 do próximo ano. Ainda não era necessária nenhuma resposta, somente pensar no assunto. Sanders foi feito para a política. Ele tinha aparência, inteligência, dinheiro e acima de tudo, conhecia muitas pessoas que tinham mais dinheiro do que ele e que poderiam ser persuadidas a apoiá-lo. Não era difícil vê-lo subindo as fileiras. Deputado estadual, governador, senador. Inferno, talvez até mesmo todo o caminho até o topo. Esse era seu destino. Sanders podia sentir o poder formigando nas pontas dos dedos. Ele estava muito velho para continuar sem fazer algo produtivo. Abertamente, pelo menos. Essa parte da sua vida tinha acabado. Precisava da estabilidade da vida doméstica, esposa e filhos. A esposa de um político teria que ser fotogênica, graciosa e apresentável. Isso descrevia Caroline, em poucas palavras. Esposas de políticos precisavam ser resistentes e leais. Se Sanders fosse pego fodendo uma estagiária, precisaria de uma esposa que iria apoiá-lo, que daria cobertura para ele. Bem, se existia uma mulher que não abandonava suas responsabilidades, que tinha a lealdade impressa em seus ossos, que era quase leal demais, essa mulher era Caroline. Sim, ela era perfeita. Manteria uma bela casa para ele, seria uma anfitriã encantadora, lhe daria filhos lindos, colocaria os interesses da família antes dela.

7

Eleições intercalares referem-se a eleições nos Estados Unidos, que são realizadas dois anos após as eleições de quatro anos, ou seja, na metade do período presidencial de quatro anos.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O tempo acabou sendo bom para eles. Tinha levado 13 anos para chegar a este ponto. Ele a evitou durante os feriados de Natal para se autodefender. Caroline ficava muito malhumorada e aborrecida na época do Natal. E ela provavelmente estaria de luto por Toby, embora qualquer pessoa em sã consciência estaria feliz em se livrar daquele fardo. Então ele deixaria que ela tirasse tudo aquilo para fora de seu sistema. Segunda-feira iria visitar a loja e fazer a bola rolar. Não poderia ser tão difícil. Caroline estava sozinha agora, e com problemas financeiros. E, provavelmente, um pouco solitária. As pessoas tendiam a evitá-la. Ela não se queixava, mas todos sabiam qual era sua situação. Ninguém gostava de pessoas com problemas. Ele seria a resposta para suas preces. Ficariam noivos na Páscoa, e se casariam em junho. No momento exato para testar as águas políticas para sua candidatura. Ele precisava se livrar de Karla-Kara. Ela era apenas uma diversão, e agora que ele tomara sua decisão, ela o estava distraindo. Sanders pegou seu telefone celular pessoal e chamou o número de telefone celular de negócios. Poucos segundos depois, ele começou a tocar no quarto. —Ei, benzinho, telefone! — Karla-Kara gritou. Rangendo os dentes contra a sua voz, como giz riscando o quadro negro, Sanders entrou no quarto, atendeu o telefone e o colocou em seu ouvido, escutando o som vazio. — Hum hum, — disse ele, ouvindo com a cara fechada. —Quando? Será que Bowers já sabe sobre isso? ...Hum hum... Acho que sim... É Natal, no caso de você não ter notado... Hum hum... Oh, tudo bem. —A última frase dita com irritação. Ele fechou o telefone e pegou suas roupas do chão. —Desculpe, docinho. — disse para a mulher que já estava fazendo beicinho em sua cama. — Negócios de emergência. Algumas pessoas estão

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

vindo para cá daqui a meia hora e teremos que voar para Los Angeles. — Seu sutiã e a calcinha eram de seda vermelha e estavam um pouco sujos. Ele jogou para ela. — Vista-se rápido, vou chamar um táxi. Ele estava realmente ansioso pela segunda-feira. Já era tempo. NOVA YORK WALDORF ASTORIA Deaver teve um jantar de Natal servido pelo serviço de quarto de Peacock Alley. Salada de lagosta do Maine, lombo nobre grelhado, maturado por 28 dias, com um prato de cogumelos selvagens e uma garrafa de Valpolicella de quarenta dólares respirando em um aparador. Gastou cento e cinquenta dólares, incluindo a gorjeta, e valeu cada centavo. Axel continuou com a sua generosidade e Deaver levantou uma taça de cristal em sua homenagem. Quando os garçons terminaram de servir a refeição na enorme e antiga mesa de carvalho, e inclinaram-se reverentemente, e saíram calmamente para fora da sala, Deaver respirou profundamente e saboreou o momento. Era tudo tão perfeito, toalha e guardanapos de linho, a fina porcelana chinesa, os talheres pesados, os copos de cristal. O cheiro delicioso de excelente comida e toalhas de mesa limpas. Deaver crescera em um estacionamento de trailers em Midland, Texas. Toda a sua infância, a maior parte de seus alimentos foram comidos frios, na lata, e tivera que lutar contra as baratas por esse alimento. Ele tinha dezoito anos, e estava no Exército, antes que soubesse que garfos vinham em tamanhos diferentes.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Mas isso foi há muito tempo, e ele descobriu que tinha um gosto pela vida extravagante. Essa era a maneira que estava destinado a viver. Uma hora depois, Deaver limpou a boca com o guardanapo de linho cor de pêssego de tamanho fora do comum e deu um pequeno arroto. Perfeito. Refeição perfeita. A primeira de muitas. O resto de sua vida seria assim. Exatamente assim. Ambiente luxuoso, empregados, excelente comida e vinho, além de mulheres ao redor. Muitas delas. Nenhuma mulher agora. Agora era tempo da caçada. Envolvendo-se no robe atoalhado e espesso do hotel, ele abriu o laptop que comprara de Drake. Mais uma vez, qualquer que fosse a entrega de Drake, era excelente. Era claramente um laptop que fora muito usado, mas o seu disco rígido estava limpo, e funcionava muito bem. Deaver conectou à porta de alta velocidade de acesso à Internet, foi para o Google, depois sentou-se para refletir, olhando para a tela brilhante. O Coronel encontrara Prescott em janeiro de 1996, emagrecido, semimorto e semicongelado atrás de uma lixeira. Deaver estivera fora dos Estados Unidos a maior parte do inverno, congelando sua bunda na Bósnia. No momento em que voltou para a base, Prescott era um negócio feito. O Coronel o adotara, ele ganhara quilos de músculos e estava estudando para conseguir seu CGE8, com a intenção de ingressar no Exército. Deaver o odiara à primeira vista. O coronel achava que o sol brilhava sobre sua bunda. E ele brilhava. Bem, considerando que seu próprio filho, o outro Jack, tinha sido um covarde chorão que começara a beber aos quinze anos, conseguiu destruir um carro que roubara para um passeio, e se matou com a

8

Certificado Geral de Educação , ou GCE sigla em inglês, é uma qualificação acadêmica que as bancas examinadoras no Reino Unido conferem aos estudantes. É como um certificado escolar, diploma de término de curso.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

idade de vinte anos, juntamente com uma família de quatro pessoas, antes que seu novo vício em cocaína pudesse fazer isso por ele mais tarde. Uma coisa era preciso dizer sobre Jack, ele era tão honesto quanto eles aparentavam, e o Coronel o aceitara como uma segunda chance na vida. Quando o Coronel se aposentou para fundar a Companhia de Segurança ENP, todos supunham que Deaver seria seu segundo homem em comando. Afinal, ele serviu sob as ordens do Coronel por quase vinte anos. Era seu direito, caramba. Vinte anos no Exército e ele tinha muita coisa para mostrar. Todo mundo estava fazendo um pacote de Segurança Interna, e esta deveria ter sido a vez de Deaver. Mas a única coisa que o Coronel ofereceu a ele, foi um trabalho e um salário miserável, apesar de ter sido o dobro do que ele estava recebendo no Exército. Deaver estava esperando uma alta posição na diretoria, e acabou sendo uma glorificado pistoleiro, enviado imediatamente ao Waziristão para proteger um oleoduto, depois a Serra Leoa para proteger executivos gordos da mineração. E Jack Prescott saiu do Rangers e foi feito vice-presidente executivo da Segurança ENP no dia seguinte. Isto ainda queimava. Mas ele não podia se alongar sobre isso agora. Nenhuma emoção quando se planeja uma missão. Amor, ódio, vingança, poderiam matar mais rápido do que tiros. Não, Deaver tinha que pensar nisso, de maneira lógica e clara, passo a passo. Bem, o passo número um era ter certeza de que Elvis realmente deixou o prédio. Meia hora depois, parecia que sim. Prescott vendeu a empresa a um concorrente e vendeu sua casa para Rodney Strong, um contador, e sua esposa Cathy Strong, consultora de estilo de vida.

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O telefone e todas as concessionárias de Prescott foram desligados. Não havia registro de venda de imóveis, ou de contratos de serviço público, em nome de Jack Prescott na cidade, ou em um raio de cinquenta quilômetros. Deaver achava difícil de acreditar, já que Jack herdara uma casa grande e valiosa e uma empresa próspera. Ele vendeu tudo e desapareceu da face da terra. Ele vendeu até o carro. Só para se atormentar, Deaver invadiu a conta bancária de Prescott e olhou para a tela, os músculos da mandíbula saltando. Em dezenove de dezembro, pouco antes de partir para Serra Leoa e foder com a vida de Deaver, Jack Prescott convertera todos os seus ativos em um cheque de oito milhões de dólares e se mudou. O filho da puta! Deaver bateu a mão na mesa de nogueira, rachando-a ligeiramente. Ele se levantou e andou o perímetro da sala, tentando se acalmar. Aquele filho da puta tinha mais de oito milhões de dólares, mais os seus diamantes. Deaver iria pegar os diamantes de volta, transferir todo o dinheiro de Prescott para a conta de Deaver nas Ilhas Cayman, em seguida, quebrar cada osso no corpo daquele sacana, antes de cortar sua garganta. Então, ele mataria a mulher. Levou quinze minutos antes que pudesse se acalmar, mas quando o fez, foi com a concentração de um soldado. O belíssimo cenário, a equipe de plantão, ansiosos para mostrar serviço, a refeição abundante, tudo isso desapareceu enquanto se concentrava, como um feixe de laser sobre a missão. Não haveria mais indulgências, nem incursões na boa vida, até que Jack Prescott fosse encontrado. Virando-se para o computador, Deaver verificou as locadoras de automóveis na cidade e nas cidades vizinhas. Prescott não alugara um carro. Ele não iria pegar um ônibus, um homem com quase trinta milhões de dólares, iria? Então ele voara para fora da cidade, mas para onde?

1 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Meia hora depois, Deaver tinha a resposta. Um cartão de crédito correspondente a Jack Prescott fora usado para comprar um bilhete de ida, saindo de Freetown para Seattle, via Paris, Atlanta e Chicago. Ele não conseguiu encontrar nenhuma agência de carros de aluguel que tivesse alugado um carro para ele. Então Deaver sabia duas coisas. Uma, Jack Prescott estava na costa noroeste do Pacífico, e duas, ele não se preocupou em esconder seus rastros. Deixou uma trilha clara por trás dele, o que significava que não sabia que Deaver estava no seu encalço. Se Jack não queria ser rastreado, Deaver teria acabado de brincar com seu pau para sempre. Então, Jack não esperava que alguém o seguisse. Perfeito. Ataques surpresa funcionavam melhor. Então, pensou Deaver, inclinando-se mais perto da tela que mostrava um mapa detalhado do estado de Washington, onde em Washington você está, Prescott? Você subiu para o Canadá? Seus olhos rastrearam o topo da tela, que cortava cerca de cem quilômetros ao norte de Vancouver. Deixou o pensamento correr por sua mente, examinando o mapa por diferentes direções. Não. Ele tinha um passaporte válido, e não estava fugindo. Se ele quisesse ir até ao Canadá, teria ido direto para lá. Não, tudo apontava para o fato de que Prescott era um homem com uma missão que seguiu o caminho mais curto para chegar até ela. Assim que foi humanamente possível, ele liquidou os seus bens e veio direto para... Direto para a menina, agora mulher. Encontre-a e encontraria Prescott. Deaver tinha certeza disso. Mais uma vez, Deaver colocou as duas fotografias fotocopiadas sobre a mesa e as estudou mais atentamente neste momento. Desta vez, elas teriam que lhe dizer onde Prescott estava, e rápido. 2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Era perfeitamente possível que Prescott encontrasse uma mulher casada, com seis filhos, que ao longo dos últimos doze anos ganhou cinquenta quilos e perdeu os dentes e os cabelos e não se lembrasse dele. Se fosse esse o caso, Prescott desapareceria e Deaver nunca o encontraria, ou os seus diamantes, novamente. Então, estudou as fotografias da maneira que os soldados que iriam para a batalha estudavam o mapa de um terreno, cuidadosa e completamente, porque tudo dependia de saber o que iria enfrentar. A fotografia deveria ser de 1995, o mais tardar. Prescott não se envolvera com nenhuma mulher em particular desde que o Coronel o encontrou. Então, essa obsessão que ele tinha era com alguém que ele conheceu em 1995 ou antes. A data no recorte de jornal era 15 de outubro de 1995, talvez por isso a fotografia fosse a partir desse período. Ele estudou as fotos do colégio. Em poses, como todas elas eram. Deaver não tinha uma dessas. O velho não pagara para ele, mas ele se lembrava de todos na escola. Para a maioria deles, foi o seu primeiro retrato formal, e eles tinham sorrisos fixos, pelo menos aqueles cujos dentes eram bons o suficiente para serem exibidos. As meninas se maquiaram demais, e os meninos usavam camisas ao invés de camisetas, alguns pela primeira vez em suas vidas. Esse sorriso da menina era natural, e não exagerado. Talvez estivesse acostumada a ser fotografada. Ela parecia com um milhão de outras adolescentes bonitas, embora fosse mais bonita do que a maioria. Longos cabelos loiros morango, levemente cacheados. Dentes brancos e retos. Algum tipo de suéter rosa com um colar de pérolas. Não havia indicação de como era seu corpo, apenas uma impressão geral de magreza. Deaver voltou sua atenção para a fotografia dela tocando piano, vestida com um suéter e uma saia longa, mostrando um corpo bonito, embora o rosto estivesse em perfil. Olhou novamente para o título do jornal Gazeta -ville.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Bem, ele tinha um estado para começar, Washington. Por que Prescott foi direto para Seattle, se o que ele queria não estava em Washington? Deaver telefonou para todos os municípios no estado de Washington. Dezessete cidades, noventa e dois municípios. Quatro terminados em ville. Nenhum deles tinha um jornal chamado A Gazeta. Deaver recostou-se, pensando furiosamente. Este exercício poderia ser inútil. Talvez estivesse latindo na árvore errada. Caroline Lake tinha sido uma menina bonita. Se ela tivesse se transformado em uma bela mulher, estaria casada agora. Inferno, ela poderia estar em seu segundo ou terceiro casamento, e teria trocado seu sobrenome algumas vezes. Ela poderia ser Caroline Warner em Las Vegas, ou Caroline Yoo em São Francisco ou Caroline Steinberg, em Nova York. Porra. Talvez deveria começar a procurar por Jack, que não se preocupou em esconder seus rastros. Talvez devesse simplesmente se esconder por aqui, enquanto o crédito do cartão de Axel durasse, e esperar a próxima vez que Jack usasse seu próprio cartão de crédito. Preguiçosamente, Deaver procurou jornal + Gazeta + Washington + 1995 e bingo! Lá estava. Ele se inclinou para a frente, surpreso com o sucesso. Porra, bendita internet, porque ali estava o cursor em preto e branco, piscando suavemente, apenas esperando que ele ligasse os pontos. A Gazeta de Summerville, jornal local de uma pequena cidade chamada Summerville, que funcionava em 1995, mas foi extinto em 2002. Os olhos apertados, Deaver inclinou-se sobre o teclado, pesquisando Caroline Lake + Summerville, em Washington, e veio com dez resultados, todos sobre uma Caroline Lake que dirigia uma livraria, recebeu alguns prêmios e tocava piano na igreja. Para se certificar, clicou em imagens e olhou para cerca de quinze fotografias de Caroline Lake. A Caroline Lake de Prescott. Ainda bonita, ainda solteira.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack Prescott estava lá, agora. Ele apostava seu testículo esquerdo nisso. Deaver começou a procurar furiosamente, por sites on-line para reservar um voo imediato para Seattle, praguejando porque não havia nenhuma maneira que ele pudesse chegar lá antes das nove da noite. A maioria dos voos estavam lotados até depois do Ano Novo. Os voos que finalmente encontrou o levaria doze horas de Newark para Atlanta, de lá para Chicago, e então para Seattle. Era o melhor que podia fazer. Bem, pelo menos, ele estaria lá na manhã de segunda-feira. Olhou mais uma vez as fotos de Caroline Lake, uma mulher realmente impressionante. Prescott ainda estaria em Summerville na segunda-feira. Ah, sim. Ele não iria a lugar nenhum.

Capítulo Onze

SUMMERVILLE Eles não tiveram a grande ceia de Natal que Caroline planejara. Depois da tempestade de lágrimas, Caroline caíra no sono mais profundo de sua vida, quase um coma. Quando acordou sozinha na cama, estava um breu do lado de fora, e não tinha ideia de quanto tempo ela dormiu. Estava escuro, a única luz vinha do corredor. Caroline estava deitada na cama, olhando para o teto escuro, a triagem através de seus sentimentos, tão misturados que era impossível saber qual era o mais forte, vergonha, embaraço ou alívio.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Havia um pouco de vergonha, mas não muita. Era verdade, deveria se sentir envergonhada por chorar como um bebê no ombro de Jack, um homem que ela mal conhecia, mesmo que tivessem tido relações sexuais. E ela se sentia envergonhada. Em seguida, havia constrangimento. Aquele ataque selvagem de lágrimas, justamente depois de um orgasmo impressionante, foi além do embaraçoso. Mas havia também uma sensação tão grande de... paz. Era como se as lágrimas tivessem lavado algo negro e sujo dentro dela, deixando-a esgotada, exausta, vazia, mas não triste. A tristeza foi embora. Fora sua companheira constante por anos, e agora ela quase não se reconhecia, na sua ausência. Sentia-se descansada, renovada e com fome.... Uma ida rápida ao banheiro para colocar uma compressa fria sobre os olhos, um banho rápido, vestiu um agasalho vermelho-cereja, e ela estava do lado de fora da porta. Caroline estava no meio da escada quando Jack apareceu de repente na parte inferior da escada, apesar de que ela não o viu se mover. Quando seus olhos se encontraram, seu coração deu um baque enorme no peito. Seus olhos escuros a percorreram rapidamente, de forma impessoal, como um soldado verificando um companheiro ferido. Em seguida, seu olhar se aqueceu. —Oi. — Sua voz profunda estava calma e tranquila. —Oi. — A voz de Caroline soou ofegante para seus ouvidos. Ele começou a subir as escadas, dois degraus de cada vez, até que parou no degrau abaixo dela. Ela colocou o rosto quase no mesmo nível dele. Seu rosto era fascinante, tão profundamente, inequivocamente masculino. —Como está se sentindo? — Seus olhos procuraram os dela. —Melhor, acredite ou não. — Ela sacudiu a cabeça ligeiramente. — Embora um pouco constrangida por chorar no seu ombro.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—A qualquer hora. — A boca dura levantou-se em um meio sorriso. Pegou sua mão direita, levantou-a até a boca dele, e colocou-a em seu ombro esquerdo. —Considere meu ombro como seu. Era uma ideia interessante. Era um ombro interessante. Caroline apertou o músculo rígido sob o algodão de seu traje suado. Ela o teve nos braços várias vezes, e nunca deixou de se surpreender com a absoluta sensação de aço que vinha dele, como se fosse feito de algo mais sólido do que a simples pele e músculos humanos. Sua mão dançava levemente de sua clavícula a enorme esfera de seu ombro, e ela se lembrou de forma muito vívida, a sensação dele nu sob suas mãos. Sem o efeito das roupas macias, ele era quase assustador em seu poder, o ser humano de aparência mais forte que já vira. Ela viu seu rosto enquanto alisava seus músculos largos e extensos. Era um mistério como um homem que não era bonito podia ser tão atraente. Ele estava usando seus longos cabelos negros soltos, em vez de amarrados para trás, e eles emolduravam aquele rosto forte e estreito, suavizando seus traços agressivos. Era quase impossível adivinhar quantos anos tinha, mas suspeitava que estava próximo a sua própria idade, mas sem o benefício do hidratante, que ela usava religiosamente. A pele dele foi castigada pelo tempo, com fracas linhas brancas que irradiavam a partir dos cantos de seus olhos escuros. Ele se barbeou esta manhã, ela ouviu o zumbido do barbeador elétrico, mas ele já tinha uma sombra de cinco horas. Será que ele deixara crescer a barba no Afeganistão? Muitas das fotografias dos seguranças do presidente eram com barbas. Qual era sua experiência? Jack Prescott, que era um nome perfeitamente normal para um homem fora do comum. Sua pele e os olhos eram tão escuros, devia existir hispânicos, ou considerando suas maçãs altas, sangue nativoamericano em algum lugar em sua ancestralidade.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Poderia ficar aqui por horas, um degrau acima, olhando para ele. Seu rosto era tão fascinante. Nunca conhecera ninguém como ele, mesmo superficialmente, e ainda assim, não conseguia afastar a sensação de reconhecimento cada vez que estudava seu rosto. Ela podia somente imaginar o que era o sexo. Eles provocaram um curto circuito na fase normal de vamos nos conhecer, e o sexo quente a marcara com ele, então se sentia como se o conhecesse desde sempre. Um Déjà vu9 do sexo. —Vamos descer —Jack disse, colocando um braço forte em suas costas. Caroline se perguntou o que ele pensava sobre ela, de pé, parada e olhando para ele. Ela faria com que o jantar fosse memorável, para compensar. —O que você gostaria para o jan...— Caroline se interrompeu. Algo estava faltando. Eles estavam descendo as escadas, e algo estava faltando. Algo deve ter... — Os degraus! Você arrumou os degraus! Oh meu deus! — Ela se virou e atirou os braços em volta do pescoço de Jack em um ímpeto de gratidão. — Obrigada, obrigada, obrigada! Isso estava em sua lista de coisas urgentes a fazer. Item número 476 em sua lista de coisas urgentes. Chamar o carpinteiro para consertar as escadas antes que alguém quebrasse o pescoço. Mas sabia que só poderia fazer isso quando tivesse algum dinheiro de reserva. O que significava nunca. Seus braços a rodearam imediatamente, segurando-a firmemente contra ele. — Se eu soubesse que receberia esse agradecimento, teria consertado todos os degraus. Eles rangem um pouco. Contudo, consertei as prateleiras do banheiro, o corrimão e a maçaneta solta no estúdio. —O que eu ganho por isso? Ele estava provocando-a. Ela não tinha ideia do que estava acontecendo com ele. Ele realmente tinha... bem, não exatamente um sorriso, mas seus 9

Déjà vu é uma expressão francesa usada quando uma pessoa experimenta a sensação de que já viveu uma situação antes, quando na verdade, ela está acontecendo pela primeira vez.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

olhos se enrugaram nos cantos e sua boca rígida se curvou ligeiramente para cima. —Meu herói. — Caroline disse, sorrindo, ficou na ponta dos pés, e deulhe um grande beijo molhado na boca. Ele ficou tenso. Ela podia sentir seus músculos se tornando ainda mais duros em suas mãos, sua mão grande entre as omoplatas, pressionando-a para a frente. Sua boca pairou sobre a dela. Esse beijo foi diferente dos outros. Talvez ele tivesse um repertório deles? Este foi morno, possessivo, desde o início. Ele não a persuadiu para que abrisse a boca, para testar pequenas incursões de sua língua. Sua boca já estava aberta para ele, para a macia sensação dele lambendo dentro de sua boca. Ela ainda estava no degrau acima do dele e era maravilhoso estar quase no mesmo nível, porque não tinha que se esticar para beijá-lo. Caiu contra ele, o coração batendo freneticamente enquanto ele a beijava quase sem sentido. Cada golpe de sua língua atirava dardos de fogo por todo seu corpo, mas particularmente entre as pernas. Ele cobriu a parte de trás da cabeça dela com força e mudou o ângulo da boca para que pudesse mergulhar mais profundamente dentro dela, e desta vez, quando sua língua tocou a dela, sua vagina se agitou. Oh meu Deus, ele estava fazendo sua vagina se contrair somente com sua boca! Ela se afastou e olhou para ele sem palavras, quase assustada com o poder que ele parecia exercer sobre seu corpo. Caroline sempre fora tão lenta para se excitar, e aqui estava ela, tendo o prelúdio de um orgasmo com um simples beijo. Ela tinha o mesmo efeito sobre ele. Sob o bronzeado e sua pele naturalmente escura, profundas manchas vermelhas coravam as maçãs de seu rosto e na parte de baixo de seu corpo podia sentir definitivamente o que fazia com ele. Seu pênis estava como uma coluna de mármore contra a sua barriga.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Nervosa, Caroline lambeu os lábios. Ele seguiu os movimentos de sua língua de perto, respirando com dificuldade. Quando ela molhou os lábios mais uma vez, seu pênis subiu contra seu estômago. Que roncou. Caroline levantou os olhos assustados para ele, corando furiosamente. —Desculpe — ofegou, mortificada. Seu corpo estava fazendo exigências paralelas: sexo e comida, e sua cabeça não conseguia acompanhar. —Eu acho que isso é um sinal para eu ir preparar o jantar. —Eu tenho outra ideia. — Ele se inclinou para beijar o canto de sua boca. — Não cozinhe. Por que não colocamos algumas coisas em uma bandeja e trazemos para a sala? Vou acender a lareira, e podemos fazer um piquenique de Natal. —Inclinou-se novamente para ela, os lábios levemente roçando os dentes ao longo da pele do seu pescoço. —Eu não quero que você passe seu tempo cozinhando. Eu quero que você passe seu tempo comigo. Oh Deus, quando ele fazia isso, ela se derretia. Caroline arqueou o pescoço e se viu sorrindo. Como pode uma coisa tão simples, parecer tão bom? Ele mal estava tocando-a com a boca, ainda assim, enviava prazer zunindo através de seu corpo. —Parece maravilhoso, mas eu usei toda a madeira ontem. Se quisermos fogo, terei que... Jack franziu o cenho para ela. —Eu fui até a garagem e empilhei mais madeira. Até a altura de nossos rostos. — Ele pegou a mão dela e começou a descer a escada. Caroline agarrou o corrimão, que antes estava perigosamente solto, e fez questão de sacudi-lo. Não conseguiu movê-lo, estava firme. Jack olhou para ela, sorrindo ligeiramente. —Você fez um bom trabalho. Ele assentiu com a cabeça. — Eu me graduei em consertos de corrimão e degraus. Era o melhor da classe.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Talvez ele tivesse um diploma em consertos de corrimão e degraus. Em consertos de caldeiras também. Estava quase certa que ele tinha um diploma em alguma coisa, ele era surpreendentemente bem articulado e parecia de alguma forma ter muito conhecimento sobre o mundo. Parte disso era por causa das viagens, mesmo em locais onde sacos de areia e metralhadoras ultrapassavam museus. As pessoas diziam que viajar ampliava os horizontes. Ele foi um oficial, estava quase certa de que ele dissera isso. E oficiais não precisavam ter um diploma universitário? E qual era sua formação? Estava subitamente, desesperadamente curiosa sobre este homem, que tinha aparecido do nada para dar-lhe sexo maravilhoso e consertar sua casa. —Onde você... — Ela começou, mas ele estava caminhando para longe. —Apresse-se com a comida, também estou faminto. — Sua voz profunda flutuava, vinda da entrada da casa, e um segundo depois ela ouviu a porta da garagem sendo aberta. Caroline começou a transportar os alimentos para fora, em grandes bandejas. Queijos, pão integral, pão de milho, focaccia 10 , sobras de carne assada, fatias de presunto cozido, manteiga, mel de lavanda, chutney11 caseiro, uma salada de tomate salpicado com um fiozinho de azeite, alface e salada de rúcula, cenoura e aipo mergulhados em creme de leite, um prato de azeitonas gregas e duas fatias de bolo de chocolate, uma grande e uma pequena. No tempo que levou para trazer várias bandejas de comida, Jack empilhara ordenadamente, madeira suficiente na caixa para manter a lareira acesa por dias. Era um trabalho que ela odiava, e raramente acendia o fogo por causa disso, exceto, é claro, quando a caldeira morria. Era um trabalho árduo e sujo, e ele fizera em um piscar de olhos.

10 11

Pão italiano, de formato achatado, que pode ser coberto com ervas ou outros ingredientes. Condimento de sabor picante feito de frutas, especiarias e ervas.

2 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Era difícil manter a atenção sobre o que estava fazendo. Jack estava ajoelhado em frente à lareira, acendendo o fogo, os músculos massivos das coxas esticando a calça jeans, as costas largas delineadas no vermelho crescente das chamas, exatamente como na noite passada. Com alguma sorte, era uma visão que ela teria durante todo o inverno, Jack atiçando as chamas, as labaredas dançando em seus traços fortes. Ele moveu-se facilmente, com elegância. Ele sabia o que estava fazendo, também. Em um momento, labaredas perfeitas ardiam em chamas. Caroline deu um passo atrás e olhou, satisfeita, para a amplitude da grande mesa de café. Acendeu quatro velas vermelhas e colocou-as nos quatro cantos, e pensou que parecia uma ceia de Natal muito festiva. O fogo já flamejava alegremente, espalhando calor em seus ossos. Jack se levantou, sacudindo as mãos, olhou para as chamas que se espalhavam e se virou para ela. —Parece agradável. —Parece, não é? Então eu acho que está tudo pronto! Oh, o vinho. Nós terminamos a garrafa na noite passada, eu vou descer ao porão e pegar outro. —Eu vou. Você relaxa no sofá. Alguma garrafa especial? Seu pai sempre abria um Borgonha no Natal. —Traga um tinto, um Borgonha. Você vai encontrar uma seleção na parede. A adega é... Ele já desaparecera, antes que tivesse a chance de dizer-lhe que a porta da adega era ao lado da porta da cozinha. Estava completamente escuro lá fora. O dia de Natal passou, e já era noite de Natal. O dia que ela temia desde a morte de Toby estava quase acabando. Não havia sons do lado de fora. Normalmente, podia ouvir o som dos carros passando, ou um cachorro latindo. Agora, eles poderiam ser os últimos seres humanos na face do planeta, estava tudo tão tranquilo. Quem sabia o que estava acontecendo lá fora?

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Estava se sentindo tão bem, a paz no mundo, talvez tivesse estourado. Isso não seria maravilhoso? Só havia uma maneira de descobrir. Caroline clicou no controle remoto para o canal de notícias locais e só encontrou neve. CBS, NBC, CNN... Somente neve. Começou a clicar por todos os canais, quando de repente o controle remoto desapareceu de sua mão e a tela da TV ficou preta. —Eu ainda não estou pronto para o mundo exterior. — Jack disse, colocando o controle remoto na mesinha com uma mão, e balançando uma garrafa de lado a lado com a outra. —Eu acho que nós devemos fazer a nossa celebração, sem qualquer interferência de todas as expressões de alegria e movimentos lá de fora. —Tudo bem. — Ele estava perfeitamente certo. A televisão não estava funcionando mesmo. Precisamos de um saca-rolhas. De alguma forma, por alguma magia, ele já tinha o saca-rolhas na mão, e Caroline riu. A rolha saiu com o pequeno e frio pop de uma garrafa bemenvelhecida, e Jack colocou metade de uma taça para cada, enquanto Caroline enchia seus pratos. Ambos comeram com enorme prazer. Mais cedo do que ela teria pensado possível, eles limparam os pratos, incluindo as migalhas do bolo. A garrafa estava quase acabada. Caroline esquecera de colocar uma garrafa de água na mesa, mas quem precisava de água quando havia um vinho excelente? O Borgonha era alegria líquida. Era exatamente a garrafa que ela teria escolhido. Seu soldado tinha um senso de vinhos sofisticado. Caroline se acomodou com um suspiro feliz no braço de Jack, pés descalços enrolados sobre a borda da mesa de café. O fogo crepitava e assobiava alegremente. Ela não tinha ideia de que horas eram e não se importava. Tudo que sabia era que logo o Natal teria acabado, e um dia que temia com todo seu coração tinha sido maravilhoso de muitas maneiras diferentes.

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Inclinou a cabeça para trás sobre os braços de Jack e olhou para ele, o homem responsável pelo seu dia maravilhoso. —Onde você estava no último Natal? O que você estava fazendo? Como você comemorou? Jack terminou seu vinho e colocou o copo com cuidado sobre uma mesa lateral. Percorreu seu dedo indicador ao longo de seu pescoço, suavemente, para cima e para baixo. — No Natal passado, eu estava de plantão todos os dias no Afeganistão, onde o Natal não existe. E se existisse, certamente não anunciaria um dia de paz. Os senhores da guerra teriam ficado encantados em pregar Habib 11 na cruz, em um feriado cristão. Então isso foi o meu Natal e foi mais ou menos equivalente ao curso, o mesmo que os outros 220 dias antes. Uma viagem de serviço com duração de 12 horas, uma refeição de carne de cabrito cozido, que é o que comemos todos os dias, no final do dia, nenhum vinho porque o país pratica a lei seca, e reprises do seriado Lost. —Ele se inclinou e beijou-a na orelha. —E você? Onde estava no último Natal? —Aqui. —Caroline suspirou. —Com Toby. —O que vocês dois fizeram? —No começo, nos primeiros dois anos após o acidente, eu tentei convidar as pessoas para passar o natal conosco. Nós dois ficávamos deprimidos no dia de Natal, e eu pensava que ter pessoas ao nosso redor iria nos animar. — Ela parou, lembrando-se. Lembrando como as pessoas reagiam desajeitadamente a Toby. Como, não importava o que ela cozinhava para a festa de Natal, eles iriam embora assim que o café fosse servido. Era um contraste doloroso com o antes. Quando o Natal na residência dos Lake era uma festa luxuosa que durava vários dias, muitas vezes com hóspedes, muita comida, vinho, música e risos. 11

Habib Rahman, afegão prisioneiro extrajudicial dos Estados Unidos.

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—E? Funcionou? — Ele estava observando-a de perto, como se sua resposta importasse para ele. —Mais ou menos. No início, talvez. Toby... Toby tinha algum controle sobre seus movimentos nos primeiros anos. Mas então, quando sua condição física deteriorou-se, a nossa popularidade... diminuiu. Nos últimos anos, nós comemoramos por nossa conta. Eu sempre montava a árvore, e tocava algumas canções natalinas, e assistíamos televisão e jogávamos xadrez. Toby é... era um ótimo jogador de xadrez. Ele sempre ganhava de mim. Me tirava até as calças. Sua mão de repente apertou ao redor de seu ombro, e Caroline olhou para ele com surpresa. A luz do fogo dançava em seus olhos escuros em pequenos pontos de luz. De calor. —Eu não sei jogar xadrez, mas com certeza gostaria de saber, para que eu pudesse vencer e tirar as calças para fora de você. — Ele sussurrou com um rosnado baixo, puramente masculino, que fez com que um formigamento subisse e descesse por sua espinha. Só isso, e o desejo se ergueu, como um choque elétrico, que ela podia sentir até a ponta dos dedos dos pés. Era um milagre que seu cabelo não estivesse arrepiado, como um daqueles personagens de desenhos animados que enfiavam o dedo na tomada elétrica. Ela pensou que o vinho tinha criado o calor em seu sistema, mas não havia Borgonha no mundo que pudesse resistir ao calor nos olhos de Jack. Calor se espalhando por seu corpo inteiro, reunindo em seus seios e na vagina, que já estava molhada. Ele mal a tocou, não tinha sequer beijado, e seu corpo estava se preparando para ele. E ele sabia. Claro que sabia. Aqueles olhos escuros penetrantes não perdiam nada. —Mas então — ele sussurrou, seus braços curvando-a em direção a ele. — Talvez, eu não precise perder no xadrez para obter suas calças. — Foi empurrada contra ele, e sua boca cobriu a dela. O beijo foi longo e lânguido,

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

sua língua bem fundo em sua boca, acariciando a língua dela, enquanto com a grande mão ele acariciava sua perna, do quadril ao tornozelo, e depois subia novamente. Na terceira vez, a mão dele escorregou sob o elástico de suas calças para acariciar seu bumbum. Ah, meu Deus, era excitante, sentir a mão grande e quente em sua pele, acariciando lentamente, atingindo mais e mais para baixo com a mão, até que tocou sua pele mais sensível, entrando nela ligeiramente com a ponta de um dedo. Já estava escorregadia, sabia que ele podia sentir sua excitação. Assim como podia sentir a dele, enorme e quente contra seu estômago. Seu dedo pressionou mais profundamente para dentro dela, assim como sua língua mergulhou mais profundamente em sua boca. Mal podia respirar com a excitação, mas não fazia nenhuma diferença. De alguma forma ele estava respirando por ela. Um longo dedo entrou dentro dela, acariciando as paredes internas de sua vagina em passes lentos. Seu polegar passou por seu clitóris. Caroline ofegou em sua boca e o sentiu endurecer. Em um instante, sua calça e calcinha estavam fora. Ela mal sentiu tirá-las, estava tão tomada com suas mãos e boca. Um momento estava usando seu moletom macio, no momento seguinte, sentiu o calor do fogo em seu traseiro. De alguma forma, ele tirara a roupa também, embora não conseguisse entender como, já que não parara de tocá-la. —Faça-me ir devagar. — ele sussurrou em sua boca enquanto a erguia sobre ele. Em um momento, suas pernas estavam abertas sobre ele, os lábios de seu sexo abertos ao longo daquela longa e espessa coluna quente. —Coloqueme dentro de você. —Sim. — Ela sussurrou de volta. Ele estava tão excitado que ela achou difícil puxar seu pênis para longe de seu estômago e teve de endireitar-se de joelhos para posicionar-se contra a

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

cabeça. Deslizou ao longo dela, testando-se, e sentiu que ele expirava fortemente em sua boca. Ele libertou sua boca e gentilmente colocou a testa contra a dela. Ela segurou seu pênis e rodou sua virilha ao redor da cabeça, sentindo-o intumescer contra seus dedos e contra os tecidos inchados de seu sexo. —Oh, Deus. — ele disse, sua voz trêmula. —Faça isso de novo. Ele estava suando levemente. Uma gota de suor de sua têmpora arrastou para baixo sobre sua bochecha até a mandíbula, onde tremeu levemente e desapareceu no espesso tapete de pelos que cobria seu peito. Não estava tão quente. O que o fez tremer e suar foi o autocontrole que ele estava mantendo, deixando-a marcar o ritmo. Não estava tocando-a deliberadamente, suas mãos estavam em punhos no sofá, os nós dos dedos brancos, como se não confiasse em si mesmo para usar as mãos. Caroline circulou seus quadris, mergulhando um pouco para que ele entrasse nela, talvez um centímetro, em seguida, se retirando. Ele fez um som baixo e profundo em sua garganta, mas não se mexeu. Ele estava tão quente que quase podia ver a origem do vapor de cima dele, estava respirando com dificuldade, tão excitado que o pênis que estava segurando era como uma barra de aço, mas ainda estava deixando-a dirigir o espetáculo. Outro mergulho nele, outro gemido, e ele deixou cair a cabeça para trás sobre o sofá, de olhos fechados. O controle visível que estava exercendo sobre si mesmo era tão excitante que ela podia sentir uma onda de umidade dentro dela. Uma gota escorreu pelo seu pênis, e ele estremeceu. —Agora. Por favor. — Sua voz era baixa e gutural. —Sim. Agora. Segurando-o pela base grossa, Caroline abaixou-se lentamente sobre ele, sentindo-o deslizar para dentro dela, primeiro a cabeça grossa, em seguida, a longa coluna. Quando parou, ele estava totalmente cravado dentro dela, e

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

sentiu os grossos pelos pubianos contra a pele sensível de sua parte interna das coxas. Enquanto o sentia deslizar lentamente dentro dela, fechou os olhos, para saborear o sentimento. Agora ela os abriu para encontrar os olhos fixos nela, queimando brilhantes. Observando-os, se inclinou para frente e colocou os lábios levemente sobre os dele. Tudo sobre seu rosto estava duro, o talhe brutal de suas bochechas, o queixo rígido, bem definido, as narinas finamente dilatadas. Tudo, exceto a boca, que parecia tão dura e ainda assim, tão macia sob a dela. Virando a cabeça, abriu sua boca com a dela, explorando-a com a língua. Ao primeiro toque de sua língua, ele fez um barulho no fundo de seu peito, e seu pênis pulou dentro dela, o inchaço incrivelmente maior. Oh, Deus, isso era tão sedutor! Jack Prescott era o homem mais forte que já conhecera, que já vira. Carregava uma aura de poder com ele, forte e durável. Ela não era páreo para ele, na forma física, mas agora, sentia-se muito mais poderosa do que ele. Sentia-se como a Rainha do Mundo, com um guerreiro sob seu comando, aquele corpo poderoso sussurrando debaixo do seu, pronto para fazer o que ela ordenasse. Acariciou-lhe a língua de novo, e quando ele se moveu dentro dela, ela se abateu sobre ele, como se o golpeasse. Sua respiração saiu em uma explosão silenciosa. —Você gosta assim? — Caroline deslizou as mãos em seus cabelos negros, enrolando os dedos um pouco para puxá-los. Não forte demais para machucálo, mas o suficiente para que sentisse um pouquinho de dor. Ela sempre se surpreendia por sentir como seu cabelo estava quente, uma vez que era da cor da meia-noite. —Deus, sim. — ele murmurou, o tom gutural.

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—E assim? — Se levantou um pouco sobre os joelhos, puxando-o ligeiramente para fora dela, em seguida, deslizou para baixo, usando todo o seu peso. —Você gosta assim? —Sim. Ah, sim. — Ele estava arfando e suando, os maxilares cerrados com força em um esforço para manter o autocontrole. Caroline pretendia torturá-lo um pouco, explorar os sentimentos de poder sobre ele que eram tão atraentes, mesmo sabendo muito bem que era um poder que ele cedia voluntariamente. Ainda assim, era arrebatador. Mas seu plano estava começando a virar contra ela. Pequenos tremores estavam correndo ao longo da parte interna de suas coxas, sua vagina se apertou uma vez, duas vezes. A queda livre no orgasmo estava começando, e ela ainda não começara a desfrutar essa sensação de domínio. Não importava, seu corpo estava tomando o controle. Ela ergueu-se, em seguida, abaixou, e o sentiu tremendo. Ela também estava tremendo. —E assim? — Sussurrou, olhando para ele, enquanto ele a observava. Sentiu como se estivesse caindo nas profundezas da escuridão de seus olhos. —Caroline, eu não posso mais, sinto muito, eu tenho que... As mãos que estiveram agarradas no sofá apareceram e se ajustaram sobre seus quadris, mantendo-a imóvel enquanto empurrava duramente dentro dela. Ela se retraiu e ele parou, ofegante. Suas grandes mãos se abriram, libertando-a. —Não posso tocar em você agora. — ele engasgou. —Não quero te machucar. Ela teria que fazer isso sozinha. Caroline se inclinou para frente, apertando as mãos atrás do pescoço dele para se impulsionar, e começou uma lenta dança com ele, longos e preguiçosos impulsos enquanto beliscava levemente sua orelha. O tremor aumentava, ela estava tão perto...

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack virou a cabeça e pegou sua boca com a dele, movendo os quadris apenas o suficiente para igualar o seu ritmo. Dentro e fora... Ele acelerou os golpes e ela o encontrou, subindo e descendo sobre ele, um raio de calor, depois outro e de repente ela estava gozando, o ordenhando duramente, as fortes contrações tão intensas que eram quase dolorosas. Com um solavanco forte, ele gozou também, os jatos de esperma tão fortes que prolongou o clímax. Eles gemiam na boca um do outro, e Caroline sentiu como se estivesse respirando através dele. Levou um longo tempo para que finalmente se acalmasse, mas quando a tensão finalmente deixou seu corpo, se enrolou para a frente, aninhando a cabeça em seu ombro. Como sempre, ele ainda estava duro dentro dela, mesmo depois do seu clímax. Ela ficou imóvel. Qualquer movimento com ele dentro dela seria como lixar a pele supersensível, no fio da navalha, de uma excitação tão forte que era dolorosa. Ele de alguma forma compreendeu. Não se moveu, não tentou pressionar para dentro dela, não tentou começar a fazer amor novamente. A única coisa que fez foi alcançar a manta jogada nas costas do sofá e envolvê-la delicadamente em torno dela, em seguida, aconchegou-a em seus braços. Ela se acomodou mais profundamente contra ele, relaxada e aquecida. Apesar de Caroline estar amolecida pelo prazer, estava consciente de tudo. O forte cheiro de sexo misturado com o cheiro rico da madeira na lareira. Seus seios e estômago roçando contra os pelos ásperos dos músculos rígidos de seu peito e estômago cada vez que respiravam. Seus cabelos macios fazendo cócegas em sua bochecha. O sabor do sal em seus lábios. Acima de tudo, estava ciente de uma enorme emoção crescendo dentro dela, grande, brilhante e nova. Levou vários minutos antes que percebesse que era felicidade.

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Capítulo Doze

SUMMERVILLE Ele levou todo o dia de domingo para atravessar o maldito continente e quando finalmente desembarcou em Seattle no meio de uma tempestade de neve, Deaver só tinha dado o primeiro passo para conseguir seus diamantes de volta. Tinha duas novas identidades, Frank Dawson, representante de vendas de máquinas agrícolas de Iowa e Darrell Butler, agente especial do FBI. Ambos eram identidades superficiais, mas Deaver não esperava usá-las por mais de uma semana, duas no máximo. Era o passaporte de Dawson que iria levá-lo para as ilhas Cayman. Uma vez que tivesse seus diamantes de volta, iria de carro até Tijuana, entrincheirado na SUV alugada, em seguida, faria um caminho para o Grande Aeroporto de Cayman. Mesmo depois de pagar Drake, ainda tinha o suficiente para ficar quieto por um tempo. E uma vez que tivesse seus diamantes em suas mãos, iria contemplar a oferta de Drake. Ficara chocado, que ele soubesse sobre os diamantes, mas Drake não era ainda mais milionário, porque era estúpido. Ele era um traficante, com certeza, mas a sua principal mercadoria não eram armas ou identidades falsas, embora ele tivesse um próspero comércio com elas. Não, a principal coisa que ele vendia era a informação, e ela corria para ele, onde quer que estivesse, como um rio para o mar. Esse sistema de informação se estendia a uma rede que cruzava os Estados Unidos. Meia hora após o desembarque, Deaver estava em um depósito fora de Seattle, o encontro marcado por Drake. Deaver tinha cada coisa pela qual havia

2 1


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

pago, em excelente condição de funcionamento e com munição extra liberadas de boa vontade. Três horas depois, estava seguindo para Summerville. Telefonou reservando um quarto no Hotel Holiday Inn, em nome de Darrell Butler e disse que chegaria tarde. Tinha algo para fazer antes de se registrar no hotel. Um mapa de Summerville, baixado na internet, jogado no banco do passageiro, o ajudou a encontrar a casa de Caroline Lake. Era na parte rica da cidade, antigas mansões de pedra e tijolos, situadas em uma área ampla. Ele dirigiu lentamente, estudando cuidadosamente a casa. Era uma das mais bonitas nesta parte da cidade, grande, mas graciosa. Não havia nenhum muro, apenas uma inclinação ascendente do que deveria ter sido um gramado, mas agora era uma vastidão de neve, dividida por uma passarela. Alguém tirara a neve do passeio e da porta da garagem. Dez minutos depois, passou por lá novamente, tentando ver se havia um sistema de segurança externo, mas a luz das lâmpadas da rua não foram suficientes para que ele descobrisse se as janelas possuíam alarmes ou que tipo de bloqueio existia na porta da frente. Isso exigiria um exame minucioso, e ele teria que deixar rastros na neve. Se Prescott estivesse lá, ele perceberia imediatamente. A única coisa que poderia dizer com certeza era que não havia câmeras de segurança. Então, talvez a bela Senhorita Lake era do tipo confiante. Era uma suposição. Jack Prescott era um homem difícil de quebrar. A confiante e pequena Caroline Lake seria o martelo que iria esmagá-lo. Isso era bom. Um plano estava se formando. Ciente de que tinha feito tudo que podia para o momento, Deaver partiu para seu hotel. Amanhã o fim do jogo começaria.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

**************************************************************************

Na manhã de segunda-feira, Caroline olhou para o céu, tentando avaliar o que esperar. Não estava nevando no momento, mas o céu estava de um sombrio cinza escuro, mesmo sendo oito da manhã. Será que iria nevar hoje? Não conseguira ouvir as previsões, porque a TV e o rádio não estavam funcionando. Poderia verificar na Internet, mas seu computador estava no quarto e pelo tempo que gastaria ligando e procurando notícias sobre o tempo, acabaria se atrasando. Se nevasse ou não, estava fora de seu controle. Precisava dirigir para o trabalho, simplesmente era assim. Além disso, Jack queria sair para fazer tudo o que ele precisava fazer hoje. Ele já estava vestido com sua jaqueta jeans, pronto para ir. Caroline colou um sorriso no rosto. Segundas-feiras sempre eram difíceis, mas esta era mais difícil ainda. Se ela pudesse, pressionaria a tecla retroceder e viveria todo o dia anterior novamente. Eles haviam feito absolutamente nada além de comer e fazer amor o dia todo. Bem, ela não fizera nada além de comer e fazer amor o dia todo. Jack conseguiu consertar a máquina de lavar roupa gotejante, reparou as prateleiras de seu quarto, colocou óleo nas dobradiças da porta da garagem e retirou toneladas de neve fora da garagem. Todo o tempo insistindo que ela se sentasse em frente a lareira com um livro, um copo de vinho e um cobertor. Ele não aceitava um não como resposta. A única coisa que ele deixou Caroline fazer foi cozinhar, então devorava tudo o que ela colocava na frente dele. Tinham feito amor na frente do fogo, no chuveiro e várias vezes na cama dela e ela dormiu como uma pedra depois.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Era como se ela e Jack estivessem vivendo em uma bolha de Natal deliciosa, isolados do mundo exterior e suas preocupações. Mas agora o mundo exterior apareceu, e teria que enfrentálo, começando por levá-los à cidade por estradas de gelo com pneus carecas e sem estepe. —O tempo parece ruim. — Ela suspirou. —Sim. — Ele olhou para o relógio com uma carranca. A campainha tocou. —Sobre o tempo —Jack murmurou, e foi até a porta da frente. Alguém estava lá com um formulário e um conjunto de chaves. Atrás dele, na rua, estava um grande Explorer preto. Jack assinou o termo e pegou as chaves. Quando a porta se fechou atrás dele, ele balançou as chaves na frente dela, e disse: — Pneus. Ele se inclinou e lhe deu um beijo rápido. —O quê? Jack apontou para o Explorer no lado de fora. — Eu aluguei esse carro por uma semana, até que eu possa encontrar alguma coisa para comprar. Não é seguro dirigir por aí nesse tempo com pneus carecas. Vou levá-la e buscá-la até que o tempo melhore. Alguns dias atrás, Caroline teria objeções, por orgulho, se nada mais. Mas ela quase conseguiu matá-los sexta à noite, então não disse nada. Ele a ajudou a vestir seu casaco e vestiu sua jaqueta. Caroline segurou sua jaqueta. —Você precisa de roupas mais quentes. —Sim. Eu vou comprar algumas hoje. —O lugar mais barato da cidade é Posy, e as vendas de Natal já começaram, então você deve encontrar boas ofertas. Ou talvez você possa tentar A Fábrica de Roupas na State Street. Eles vendem roupas usadas, às vezes muito boas. Eu compro muita coisa lá. Odeio pensar que você vai sair nesse frio só com essa jaqueta.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele olhou para ela, os olhos escuros insondáveis. —Vou ficar bem. — disse suavemente. — Não se preocupe. Não se preocupe. Caroline quase suspirou. Preocupação tinha sido seu nome do meio por muitos anos, agora ela havia esquecido como era não se preocupar. Olhou para ele, a mão ainda em seu casaco. Estava parada e sabia o porquê. —Eu não quero sair. — sussurrou. Ele pegou sua mão e levou-a à boca. —Não. — ele disse simplesmente. Lá fora estava frio e desolado, um outro país. Um país de problemas e dificuldades. Aqui dentro estava quente e seguro, onde nada poderia tocá-la. Com exceção de Jack, é claro. Caroline deu um passo adiante e colocou os braços ao redor de sua cintura magra e se escondeu. Seus braços a envolveram imediatamente. Havia uma coisa a ser dita sobre se vestir com roupas leves, ela podia ouvir seus batimentos cardíacos, firmes e fortes. Assim como ele. Ela tinha uma intuição súbita de pânico que este fim de semana tinha sido uma miragem. Talvez ela inventou um Jack Prescott devido a sua solidão e depressão. Ele não fizera nada, além de enchê-la de calor, de mostrar uma sensualidade que não tinha ideia que existia. —Eu não posso lhe dizer o que este fim de semana significou para mim. —Ela sussurrou, segurando-o firmemente. A felicidade que sentira parecia como fumaça, já se dissipando no ar. Por mais que tentasse segurá-la, mais rapidamente ela se desvanecia. Andar para fora de sua porta a assustava, era como deixar um castelo encantado para enfrentar leões e tigres. 2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Sentiu um beijo no alto da cabeça, e Jack se afastou. Seus olhos eram como chamas escuras. —Nós sairemos agora — disse ele —, ou nós vamos voltar para a cama. Você decide. Colocado assim, bem... Será que queria passar o dia na livraria, talvez com três clientes por toda a manhã, se tivesse sorte, passar os olhos sobre suas contas, o que sempre a fazia estremecer, desejando que o dia finalmente terminasse, ou queria passar o dia na cama com Jack, sendo mimada com sexo fabuloso? Era um forte apelo. Mas estava conectada ao dever, e tinha um almoço marcado com Jenna, então suspirou e disse: — Vamos agora. Jack abriu a porta e conduziu-a para fora, com uma mão em suas costas. —Passe o dia pensando no que você vai cozinhar para mim para o jantar. Ele riu e evitou sua cotovelada.

Jack estava fazendo uma das coisas mais difíceis, dentre todas as coisas difíceis que já fizera em sua vida. Ele não despejara uma enorme quantidade de dinheiro na conta bancária de Caroline. Não, ele não fez isso. Teve que cerrar os dentes para não fazê-lo, mas conseguiu. Estava em um banco de Summerville. Não importava qual, ele o escolhera porque era ao lado de uma Starbucks12, então poderia ir ao banco e obter uma boa xícara de café ao mesmo tempo. O importante era que este não era o banco de Caroline.

12

Starbucks Corporation é uma rede internacional de cafeterias com sede em Seattle, Washington. É a maior empresa de cafeterias no mundo, com mais de 16.858 lojas em 50 países.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele sabia em qual banco ela mantinha uma conta corrente. Também sabia quanto dinheiro tinha na conta, sabia o quão grande era a sua dívida. Ela tinha conta no Banco Poupança Central e Empréstimo, e tinha menos de mil dólares em seu cheque especial, quase dois mil dólares, com a renda mensal e o seu depósito e ela estava trezentos e cinquenta e quatro dólares e setecentos e cinquenta e nove dólares no vermelho. Caroline era inteiramente e demasiadamente confiante. Seus extratos bancários eram mantidos a vista em sua mesa para todo mundo ver. Sabendo que ela tinha praticamente nada, exceto as dívidas, ele optou deliberadamente por um outro banco, por qualquer outro banco, porque se ele fosse ao dela, a tentação seria esmagadora e ele simplesmente iria transferir dinheiro da sua conta para a dela. Um milhão, dois. Inferno, até três, o que lhe importava? Ele tinha mais do que suficiente para as suas necessidades para o resto de sua vida, e valeria a pena transferir cada centavo, somente para ver as leves linhas de expressão causados por preocupações financeiras desaparecer. Bem, tudo no devido tempo. Isso iria acontecer, mas não hoje. Caroline não era imbecil, e não seria difícil para ela ligar que ele apareceu em sua vida, juntamente com uma grande soma de dinheiro aparecendo em sua conta bancária. Ele se voltou para a janela. Uma morena alegre, não fez nenhuma tentativa de esconder o seu interesse. —Sim, senhor? Posso ajudá-lo? Cuidaria de diversificação em ações e títulos mais tarde. Por enquanto, só queria despejar o dinheiro em uma conta. —Sim, eu quero abrir uma conta bancária e obter um cofre. O sorriso era francamente de paquera agora. 2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Sim, senhor. Por favor, preencha este formulário. Nós vamos precisar do seu endereço e número de telefone. O depósito será feito em dinheiro ou cheque? —Cheque administrativo. Jack preencheu o formulário de forma rápida, colocando o endereço e telefone de Caroline. Deslizou sobre o balcão, juntamente com o cheque administrativo de oito milhões. A atendente pegou os documentos, deu uma olhada rápida e experiente pelo formulário, depois olhou para o cheque e olhou novamente. Deu um rápido olhar para ele, o sorriso se foi, e com um murmurado: — Eu já volto, senhor. — ela desapareceu. Jack estava preparado para esperar o tempo que fosse necessário, mas ela voltou logo com um homem pequeno e gordinho. Era evidente que era o gerente da agência. —Gentileza me acompanhar, senhor. — o homem disse, apontando para uma porta. Jack entrou primeiro. Não deveria demorar muito para que o banco verificasse com seu próprio banco na Carolina do Norte. Alguns telefonemas depois, o dinheiro foi depositado, e Jack colocou os diamantes em um cofre. Colocar o saco de pano na caixa fina lhe deu uma enorme sensação de alívio. Mesmo através do tecido, os diamantes pareciam duros, até mesmo hostis. Pedaços frios de pura maldade. Ele os tomara de Deaver, porque não poderia suportar nem mesmo o pensamento de alguém lucrar com o massacre que ele fora impotente para parar e porque não havia ninguém vivo na aldeia para devolver. E entregá-los às autoridades da Serra Leoa... Jack raramente tinha visto um grupo de homens mais vis e corruptos. Não, eles ficariam no cofre até que pudesse levá-los onde eles precisavam ir. Quando terminou seus negócios no banco, ele parou do lado de fora, o vento gélido chicoteando sua roupa. Então esse era o inverno de Summerville.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Virou a gola da jaqueta contra o vento gelado, que tentava conduzir agulhas de gelo em seu pescoço e entrou na Starbucks. Ele precisava de roupas de inverno, mas precisava ainda mais de outra infusão de café quente.

Jenna entrou na Primeira Página em um turbilhão de granizo e aroma de pinho. — Meu Deus, o tempo está horrível — Exclamou, quando entrou correndo, beijou Caroline no rosto e entregou-lhe uma coroa de pinheiro. Caroline sorriu e virou a placa para FECHADO, que era o que sempre fazia quando Jenna aparecia para os seus almoços na segunda-feira. De terça a sábado, a loja ficava aberta durante o horário do almoço, na esperança de algumas vendas extras. Sem esperança de que isso acontecesse hoje. Jenna foi a primeira pessoa a entrar na livraria e Caroline tinha a sensação naufragante que seria a última. Ela virou a pequena coroa de flores ao redor de sua mão. —É lindo. — disse. E era, delicadamente feito de galhos de pinheiro com uma fita vermelha de seda trançada com ele. Ela o trouxe até o nariz e sentiu o maravilhoso cheiro de pinho fresco. — Obrigada. —Não me agradeça. — Jenna estava removendo camadas de roupas, despejando-as sobre a poltrona. Ela odiava o frio e sempre dizia que quando seu grande amor chegasse ou ela encontrasse um milionário para se casar, ela se mudaria para as Bahamas. —Agradeça a Cindy. Ela fez isso para você. Estou muito orgulhosa dela. Ela encontrou as instruções em uma revista e passou uma noite inteira sobre ela. — Olhou para a guirlanda com orgulho. —Nada mal para uma menina de nove anos de idade, não é? —Não, na verdade. — Caroline a colocou cuidadosamente sobre uma mesa lateral, ao lado de uma pilha de livros com temas natalinos. —Ela está indo muito bem. Fico feliz em ouvir isso.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Graças a você—Jenna respondeu. —Eu sou muito grata a você, não tenho palavras para te dizer. Caroline assentiu com um sorriso. Jenna fora sua melhor amiga durante todo o colegial. Ela se casou com seu namorado do colégio em vez de ir para a faculdade, e teve dois filhos em rápida sucessão, Mark, agora com doze anos e Cindy, de nove. Jenna se deliciava com o casamento e a maternidade e se isolara do mundo exterior em uma pequena névoa da vida doméstica. Quando os pais de Caroline morreram, e Toby ficou tão danificado, Jenna demonstrou ser completamente incapaz de lidar com a ideia da tragédia. Não foi ao funeral, e não atendeu as chamadas telefônicas de Caroline. Esta havia sido uma reação tão comum que Caroline não guardou rancor contra ela. Muitas pessoas de alguma forma sentiam que a má sorte podia ser contagiosa, e por um tempo após o funeral de Toby, Caroline percebeu pessoas que atravessavam a rua para evitar ter de oferecer suas condolências. Ninguém gosta de más notícias. Então, no ano passado, no espaço de uma semana, o marido de Jenna a abandonou para ficar com sua secretária, e seu pai deixou sua mãe, que acabara de ser diagnosticada com a doença de Alzheimer. Jenna ficou com os dois filhos pequenos, uma mãe doente, sem dinheiro e sem emprego. Ela caiu aos pedaços, se apoiando pesadamente em Caroline. Por um tempo, Mark e Cindy ficaram com Caroline, enquanto Jenna fazia os arranjos para cuidar da mãe e procurava um emprego como caixa de banco. Mark e Cindy eram duas crianças em choque e assustadas quando eles chegaram, o seu mundo desmoronando. Se havia uma coisa que Caroline e Toby sabiam, era o que significava seu mundo cair ao seu redor. Jenna colocou um grande saco na mesa de Caroline e começou a tirar as caixas. Essa era a semana em que ela compraria o almoço.

2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Deus, que cheiro bom. — Caroline disse ansiosamente, abrindo uma caixa e pegando a comida chinesa com seus pauzinhos, revirando os olhos de prazer — e o sabor é ainda melhor. —Aqui. — Jenna segurou sua caixa. Experimente o bife ao molho de feijão preto, é ótimo. E definitivamente não irá para meu quadril, porque eu gastei pelo menos dez mil calorias andando até aqui, nesse frio. Elas comeram, felizes, a deliciosa comida quente elevando seus espíritos. —Ah, comida, comida gloriosa. — Jenna disse, recostando-se e remexendo o último resquício de frango do fundo da caixa, os pauzinhos fazendo um rangido. —Melhor do que sexo. Caroline sorriu secretamente. Não, não era. Por melhor que a comida fosse, ela acabara de descobrir que o sexo poderia estar em uma ordem de magnitude muito maior. —Falando nisso. —Jenna apontou os pauzinhos para ela. — Me conte tudo. Eu não posso acreditar que você tem esse cara lindo vivendo com você e nunca me disse nada. Os olhos de Caroline se arredondaram. Oh meu Deus, o que foi isso? Jenna teria algum tipo de radar? Caroline estaria se movendo de forma diferente? Eu quero que você me sinta dentro de você durante todo o dia, Jack havia sussurrado em sua voz profunda e sombria enquanto faziam amor esta manhã, e ela o fez. Toda vez que se mexia, quase podia sentir a presença dele dentro dela, contra seus tecidos levemente inchados. Seus mamilos raspando contra seu suéter, constantemente lembrando-lhe como ele os sugara com força. Em um instante, seu corpo tinha um flashback daquela manhã, esparramada na cama, como uma virgem em sacrifício em uma religião antiga, observando-o empurrando dentro e fora dela... 2 2


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline tentou controlar sua respiração, as mãos trêmulas. Oh Deus, ela estava em apuros, se apenas o pensamento dele a atirava na metade do caminho até um orgasmo. Ela tinha que se acalmar. Respirou fundo. —Se você está se referindo ao meu novo hóspede... hum... —Jack Prescott. — Jenna interrompeu, com um sorriso orgulhoso no rosto. —Idade trinta e um, antigo oficial do Exército, e mais importante de tudo, alto, moreno e bonito. —Ela franziu o nariz. — Bem, ele é mais sexy do que bonito. E, — bateu o pauzinho na mesa — atualmente residente em Maple Lane, 12, que só acontece de ser... Greenbriars! Então fale. Conte-me tudo. Onde vocês se conheceram? Quero dizer, deve ter sido depois de segunda-feira porque certamente você teria dito que começou a sair com alguém? Meu Deus, isso foi rápido! Você nem sequer o conhecia há uma semana, e já estão morando juntos. Quero dizer, nessa velocidade, os sinos do casamento poderiam estar logo atrás? E deixe-me dizer-lhe, não podia acontecer a uma garota melhor. —Uau! — Caroline riu, sacudindo a cabeça. —Não é... não é o que você está pensando. —Ela tentou soar decorosa e desinteressada, mas sabia que estava corando em um vermelho tão forte quanto uma beterraba. E Jenna não era tola. Com exceção de seu marido, cuja traição foi um choque total, ela tinha um radar sexual excelente. Foi a primeira pessoa a perceber que o prefeito e Amanda Riesenthal estavam tendo um caso. —Quero dizer, nós... — Caroline mordeu o lábio. Ela não tinha ideia se Jack queria tornar público o seu, o que era? Um caso? A transa da semana? Ela esperava que fosse mais do que isso, mas até que soubesse o que ele pensava, era melhor não fazer propaganda de que se tornaram amantes. Então tentou colocá-lo em terreno seguro. —Ele é o meu novo hóspede. Apareceu na noite de Natal, motivo pelo qual serei sempre grata. Os Kippings foram embora, eu não tive a oportunidade de lhe contar, e eu estava em dificuldades, sem o

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

dinheiro extra do aluguel. Então Jack... Sr. Prescott, apareceu precisando de um quarto, e isso era uma grande oportunidade para mim. Jenna estava escutando, os olhos castanhos escuros abertos em surpresa. Ela franziu o cenho. —Ele é seu inquilino? Seu inquilino? Isso é loucura. O que ele quer com um quarto com você? Caroline eriçou-se um pouco. —Bem, eu sei que Greenbriars é um pouco desconfortável, mas eu não acho que ele poderia encontrar um quarto muito melhor por esse preço. Ele tinha acabado de chegar e precisava de um lugar para ficar. —Bem, bem, por que ele não foi para o Carlton? — Jenna perguntou. — Ou o Vitória? — O Carlton era o hotel mais velho de Summerville, um edifício da virada do século, recentemente restaurado. O Vitória era um moderno hotel cinco estrelas, com uma jacuzzi em todos os quartos. Era até engraçado, vindo de Jenna, que mal conseguia chegar ao final do mês com seu salário. —O Carlton custa cento e noventa dólares a diária e o Victoria cento e setenta. Por que você acha que ele queria um quarto? —Eu não tenho ideia. — Jenna sacudiu a cabeça, perplexa. —A menos que ele quisesse morar com você. Caroline fez um som exasperado, apanhando florzinhas de brócolis frito. —Nós nunca nos encontramos antes. Como ele poderia querer morar comigo, se ele não me conhecia? —Eu não tenho ideia. Mas soa estranho para mim, querer alugar um quarto, quando ele poderia ir para um hotel confortável. Sem ofensa, Caroline, mas por mais bonita que Greenbriars seja, ela não é páreo para o serviço e conforto no Carlton. Ou o luxo do Victoria. Jenna estava sendo deliberadamente obtusa?

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Como ele poderia se dar ao luxo de permanecer no Carlton? Você sabe quanto custaria? Quase seis mil dólares por mês. E ele é um ex-soldado. Como ele poderia arcar com isso? —Jesus. — Jenna sussurrou, os olhos arregalados. —Você não sabe. Você realmente não sabe. —Eu não sei o quê? —Jenna não respondeu. —Jenna, você está me assustando. Saber o quê? O que eu deveria saber? —Eu não posso falar. Caroline estava ficando com medo. Jenna estava aflita, como se ela tivesse conhecimento de que Jack Prescott era na verdade Jack, o Estripador, mas tinha feito um juramento de não revelar a ninguém. —Jenna, você tem que me contar. O que há de errado com ele? O que há de errado com Jack? Ele está vivendo em minha casa, Jenna. Eu tenho que saber se há algo errado. Jenna olhou por um momento, o rosto sombrio. Finalmente, ela assentiu levemente, como se chegasse a uma decisão secreta. —Ok. — Ela engoliu em seco e colocou a mão sobre a de Caroline. —Ok, eu vou te dizer, mas você tem que manter isso em segredo. — Sua mão apertou a dela. —Você tem que me prometer. De olhos arregalados, com a garganta apertada, Caroline assentiu. Jenna estava inclinada para a frente, observando os olhos de Caroline, parecendo tão perturbada que Caroline sentiu o coração apertar. —Eu perderei meu emprego se você deixar escapar a alguém que eu te disse. Principalmente para ele, Jack Prescott. É contra todas as regras em nossos registros, falar a respeito de um cliente. Estamos entendidas sobre isso? — Caroline assentiu. —Tudo bem, vamos lá. Eu não tenho ideia do porquê Jack Prescott quer alugar um quarto em sua casa, se ele nunca viu você antes. E se você acha que ele é apenas um simples soldado, pense novamente. Ele não

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

precisa alugar um quarto com você. Ele poderia comprar o Carlton, o Victoria e Greenbriars e nunca ter dificuldades financeiras. — Ela colocou a mão sobre a de Caroline. —Ele veio ao banco esta manhã, abriu uma conta e alugou um cofre. — Ela parou. —E? — Caroline cutucou. —Isso não é um crime. Ele quer se estabelecer aqui, ele vai precisar de uma conta bancária. —Sim, ele com certeza vai. Querida... — Jenna disse suavemente, um pequeno franzido entre as sobrancelhas negras — ele depositou mais de oito milhões de dólares em meu banco hoje.

Capítulo Treze

Deaver estacionou cerca de um quilômetro e meio de distância, e caminhou para a casa de Caroline Lake. Estudou os mapas e fotos via satélite com cuidado, e andou principalmente através das ruas e becos. Não precisava ter se incomodado, realmente. O tempo estava tão ruim que não havia ninguém por perto. Aqueles que trabalharam já tinham saído, e os outros estavam em casa, protegidos do gelo glacial. Era um bairro residencial e em circunstâncias normais, a qualquer momento poderia encontrar com alguém levando o cachorro para passear ou saindo para uma corrida, mas não com este tempo. Isso fez o seu trabalho ficar fácil. Tão fácil, que ele ainda foi capaz de entrar pela porta da frente. A fechadura da porta da frente era uma piada, e uma vez que passou por ela, ele pôde entender o porquê. Embora a casa fosse grande, havia pouca mobília, sem arte nas paredes, sem sistemas de entretenimento doméstico de

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

fantasia ou aparelhos de som, poucos utensílios de prata e nenhuma bugiganga cara. Basicamente, não havia nada para roubar. Exceto, é claro, por vinte milhões de dólares em diamantes. Deaver atravessou a casa cuidadosamente, cômodo por cômodo, certificando-se que colocara tudo de volta do jeito que estava. Foi rápido, porque os cômodos estavam razoavelmente vazios. Ele não viu nenhum sinal de que alguém, além de uma mulher vivesse lá, até alcançar o quarto principal no andar de cima. Havia uma grande bolsa preta e uma mala no chão do quarto com roupas de homem, tamanho enorme. Bingo. Então Jack encontrara a moça bonita e o caminho para dentro de suas saias. Boa jogada, pensou ele. Você acabou de fazer o meu trabalho ficar mais fácil. Quando ele pegasse a mulher, colocasse uma arma em sua cabeça, Jack iria contar tudo que ele precisava saber. Ah, sim. Deaver revistou a mochila de Jack muito bem. Sem armas e sem diamantes. Isso significava que Prescott estava armado e escondera os diamantes em algum lugar. Deaver ficou de pé, o sangue pulsando em seus ouvidos, os punhos cerrados. Ele estava tão perto, tão malditamente perto! Deu um murro em cima da cômoda, em seguida, passou a mão sobre seu cabelo curto. Ele só tinha dez mil dólares, e se não conseguisse seus diamantes de volta, como diabos iria viver? Era perfeitamente possível que Jack tivesse escondido os diamantes em algum lugar da casa, mas Jack era um homem meticuloso. Se tivesse escondido em algum lugar aqui, Deaver teria que derrubar a casa. Levaria tempo, e Prescott poderia chegar, enquanto estivesse procurando. E em qualquer caso, Prescott descobriria que alguém estava atrás dele. Deaver pensou sobre isso. Prescott deixaria uma maldita fortuna em diamantes na casa dessa mulher? Sim, com certeza, ele estava transando com

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

ela, mas ele não a vira por anos. Como poderia saber que ela não fugiria com eles? E como poderia conhecer a casa bem o suficiente para encontrar um bom lugar para escondê-los? Não, não faria sentido para ele mantê-los aqui. Então ele escondeu em outro lugar, em algum lugar que só ele poderia ter acesso, como um cofre em um banco ou uma unidade de depósito. Garoto inteligente, Deaver pensou. Mas não inteligente o suficiente. Saiu calmamente e voltou para o SUV alugado. Era hora de verificar Caroline Lake. ****************************************** O lado ruim de não ter nenhum cliente é que isso lhe dava muito tempo para pensar. Caroline caminhou aturdida pela livraria, após a saída de Jenna, distraidamente ajeitando livros e prateleiras empoeiradas. Descobrir que o homem que você estava namorando, ou seja lá o que eles estavam fazendo, era rico, não era necessariamente uma coisa ruim. Especialmente quando ele era podre de rico, como Jack aparentemente era. Oito milhões de dólares. Ela mal conseguia manter sua mente em torno do pensamento. E descobriu que isso era impossível de se enquadrar com Jack Prescott. Homens ricos eram vaidosos, gostavam de boa vida, sentiam que de alguma forma eram abençoados e melhores do que outros. Como Sanders, por exemplo. Caroline tentou imaginar Sanders vestido de jeans rasgadas, botas velhas e uma jaqueta jeans, em um inverno mortal. Impossível. Homens ricos contratavam outras pessoas para fazer o trabalho rotineiro e tedioso para eles. Caroline mal podia imaginar um homem rico lutando para

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

consertar sua caldeira, fazendo todos os reparos que Jack fizera, retirando a neve da entrada da garagem. Um homem rico teria automaticamente pegado o telefone e contratado alguém para retirar a neve em vez de gastar algumas horas para fazer um trabalho sujo e desgastante. Ela tentou imaginar Sanders removendo a neve e bufou. Caroline entreteve-se com uma imagem de Sanders, em sua roupa de inverno Calvin Klein e luvas de lã, limpando a neve, arruinando suas unhas manicuradas. A imagem era tão atraente que ela realmente sorriu para Sanders quando ele entrou na livraria, pensando que era uma invenção de sua imaginação. Ele apertou suas mãos enluvadas uma contra a outra e sorriu quando viu o seu sorriso. —Caroline, minha querida, como é bom ver você! — Apertou seus ombros e se inclinou para beijá-la. Ela desviou o rosto no último minuto, e ele beijou seu rosto, em vez de sua boca. Oh meu Deus, era Sanders, em carne e osso! A última vez que o vira tinha sido para um drinque desastroso em Greenbriars, depois de um jantar muito agradável, em outubro. O jantar foi tão agradável, e ela estava tão grata pela folga, que ela o convidou para tomar um uísque apenas para que ele se comportasse mal com Toby. —O que você está fazendo aqui? — Perguntou sem rodeios. Ele tirou o casaco e as luvas de lazer, olhando ao redor da livraria. Caroline não tinha ideia do que ele pensava da Primeira Página. Sanders gostava de coisas elegantes e modernas, o que a Primeira Página certamente não era. Ele se virou e focou seu olhar sobre ela. —Eu pensei em passar por aqui para ver você. Ainda não tive a oportunidade de apresentar minhas condolências pela morte de seu irmão. Hum hum. Ele obviamente esteve maravilhosamente ocupado nos últimos dois meses para não ser capaz de passar rapidamente em sua casa ou pegar o telefone ou uma caneta para lhe escrever uma nota.

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Mas Caroline foi criada por seus pais para ser educada. Ela muitas vezes pensava nisso como uma desvantagem. —Obrigada, Sanders. —Ela deu um outro sorriso para ele. —É muito gentil de sua parte. Eu aprecio isso. Ele balançou a cabeça, claramente incapaz de processar seu tom irônico. Olhou em volta novamente, depois de volta para ela, esperando. Caroline conteve um suspiro. Não podia sequer alegar que estava ocupada. A loja estava deserta, assim como era a rua. Era perfeitamente possível que toda a cidade estivesse deserta, todos as pessoas da cidade dentro de casa. —Sente-se, por favor, Sanders. Posso lhe fazer uma xícara de chá? — Talvez ele estivesse passando e queria alguma coisa quente. Talvez se ela lhe oferecesse chá, ele iria embora. Caroline não achava que ele parou para comprar um livro. Em todos os anos o conhecera, nunca soube que ele lera um livro. Ele lia críticas e artigos, para que pudesse parecer que tinha muito conhecimento, mas nunca leu um livro de verdade, que ela pudesse dizer. Deu-lhe um sorriso assustadoramente quente e colocou a mão sobre a dela. —Eu adoraria uma xícara de chá, obrigado. Agradeceu a Deus pelo pequeno forno micro-ondas de segunda mão que havia no escritório. Em três minutos, estava de volta com duas canecas de chá de baunilha, censurando-se por sua crueldade. Sanders não tinha culpa de ser um idiota. E sua visita quebrou a monotonia de uma tarde interminável em sua loja vazia, a espera que Jack viesse buscá-la. E a distraiu de infindáveis especulações sobre o dinheiro de Jack e de onde ele veio. Então ela se inclinou para frente com genuína cordialidade para lhe entregar o copo e ficou surpresa quando ele pegou sua outra mão e beijou-a. E a segurou por um longo tempo entre suas mãos. —Hum, Sanders?

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Sim, querida? — Ele sorriu para ela. —Eu preciso que você solte minha mão, para que eu possa beber o meu chá. Por favor. —Claro. — Ele largou sua mão e sentou-se, sorvendo, completamente a vontade. —Então... como foi seu Natal? Não fique vermelha, Caroline disse a si mesma furiosamente e controlou, por pura força de vontade, para impedir-se de ficar corada. Oh Deus, ela não poderia dizer a Sanders como tinha sido seu Natal. Mesmo se ela quisesse confiar nele, o que certamente não queria, não tinha ideia se Jack queria alardear seu envolvimento, ou o que quer que eles estavam tendo, para todos. Contar a Sanders era equivalente a colocar um anúncio no jornal local. O que poderia dizer? Se dissesse que estivera com alguém, ele imediatamente iria querer saber quem. E ela era uma péssima mentirosa. O que poderia dizer que não fosse mentira, mas que não expressasse a verdade? —Foi... Tranquilo —disse finalmente. Ele assentiu, como se essa fosse a resposta que esperava. —Eu não liguei porque achei que você poderia querer ficar sozinha durante o feriado. Eu sei que o Natal sempre foi difícil para você. Mas você sabe, Caroline, o processo de luto deve chegar ao fim. Você ainda é jovem, e agora Toby... Bem, Toby foi para um lugar melhor, e você pode começar a pensar em si mesma. Há fases de luto, você sabe... Caroline ficou desatenta. Era um discurso que já ouvira milhares de vezes antes de Sanders. Ele estava sentado com a luz diretamente sobre sua cabeça, transformando o estilo perfeito de seu cabelo em ouro puro. Era definitivamente um homem bonito, e definitivamente ele sabia disso. Caroline observava enquanto ele dava seu pequeno sermão, ouvindo uma entre dez palavras. A luz refletida também no topo de sua cabeça. Ela olhou um pouco, cuidadosamente disfarçando seu interesse. Era seu couro cabeludo que estava

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

vendo através dos fios loiros? Sim, isso era definitivamente pele, e não cabelo em suas têmporas. Suas têmporas sem cabelo. Sanders estaria ficando calvo? Ele não ia gostar disso. Caroline imaginou que ele estava usando todos os produtos capilares caros da face da terra e que, eventualmente, se ele trilhasse o caminho trágico da calvície do padrão masculino, ele faria um transplante. Jenna estava absolutamente certa de que ele já fizera uma cirurgia plástica ao redor dos olhos, mas por mais cuidadosamente que Caroline tivesse olhado, não conseguiu ver qualquer sinal. Mas então, o que ela sabia? Ela não era exatamente uma especialista. — O que você acha? Eu penso que seria fantástico, e acho que iria animála. Eu só sei que você passaria momentos maravilhosos. Ele chegou ao fim de seu pequeno discurso, e ela não tinha sequer escutado. Oh inferno, ele disse algo que exigia uma resposta. Dizer sim estava definitivamente fora de questão, se não sabia com o que estava concordando. E dizer não... Bem Sanders não gostava de escutar um não. Ela acariciou sua mão e mentiu. —Eu sinto muito, Sanders. Eu estava prestando atenção em um entregador que deveria para me trazer as novas chegadas semanais. Ele é novo, então não sabe estacionar lá fora. Pensei ter ouvido sua van do lado de fora, mas não era ele, afinal. No entanto, receio ter perdido o que você estava dizendo. Você se importaria de repetir? Suas sobrancelhas loiras se juntaram em aborrecimento e ele deu um pequeno suspiro. —Eu disse que tenho bilhetes para a ópera no próximo sábado, em Seattle. Camarote. Então pensei que poderíamos ir no fim de semana. Vou limpar minha agenda à tarde e você pode fechar mais cedo. Já reservei um quarto para nós no Olimpic Fairmont. Eu sei que você adora esse hotel, e faz muitos anos que esteve lá, certo? Vamos apenas relaxar e nos divertir. Ficar juntos. Depois,

2 3


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

no domingo, há algumas pessoas que eu gostaria que você conhecesse. — Colocou a mão sobre a dela. —Será como nos velhos tempos, hein? Caroline só olhava para ele. Isto era além alarmante. Ele seguira em frente e começou uma nova fase de seu relacionamento sem ela! Só que ela não tinha intenção de seguir adiante. Tinha coisas maiores e melhores para fazer. —Sanders, você já reservou o quarto? Isso é loucura! Eu não posso ir para Seattle com você na próxima semana. Sua cabeça recuou em surpresa com a reação dela. —Mas eu tenho os bilhetes! Foi quase impossível consegui-los. Caroline, leia os meus lábios. Ópera La Traviata. E Hotel Fairmont. Como você pode dizer não? Isto estava indo longe demais, mesmo para ele. —Sanders, você está querendo me dizer que você comprou bilhetes caros para a ópera e reservou um quarto no Fairmont e não pensou em me perguntar se eu queria ir? Sanders parecia absolutamente em branco. —Bem, por que você não iria querer ir? Quero dizer, não é como se... Não é como se você tivesse alguma coisa melhor para fazer. As palavras ficaram penduradas ali no ambiente. Sanders se calou, o que era uma coisa boa, porque se ele disse mais uma palavra, iria bater nele. Bem, já era o suficiente. Caroline se levantou e, assustado, Sanders se levantou, também. —Me desculpe, não posso aceitar seu convite, Sanders. —Não que tivesse sido um convite. Tinha sido mais uma convocação. —Mas eu estarei ocupada no próximo final de semana. E no fim de semana depois desse, e no próximo depois dele. E da próxima vez que desejar convidar uma mulher para sair com você, poderia convidá-la primeiro, antes de tomar todas as providências. Agora, se você me desculpar...

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Espere! Caroline, espere. — Pegou-a pelos braços. Ela olhou para seus braços e depois para ele. —Sinto muito se saiu tudo errado. Ouça, eu acho que precisamos reatar nossa relação. E pensei que uma escapada romântica no fim de semana seria uma maneira fabulosa de fazer isso. Você não acha? — Ele sorriu para ela, seu habitual sorriso charmoso que não estava funcionando. — Vamos lá, você sabe que passou por momentos difíceis. Eu quero tratá-la com estilo de vida luxuoso. Você sabe que estamos destinados a ficar juntos. Caroline tentou se afastar, mas o aperto dele era forte. Ele malhava muito na academia. —Sanders, eu odeio discordar com você, mas não temos nenhum relacionamento. Se você tem um relacionamento, é com aquela morena que eu vi com você na semana passada. — Considerando-se que ele estava com a mão debaixo de sua saia e a língua em sua garganta. Caroline viu os dois do lado de fora de um restaurante italiano da moda, Patrizio, enquanto dirigia para casa depois de uma noite em que ficara até mais tarde, guardando novos livros nas prateleiras. —Ahhh. — Seu rosto clareou. —Você está com ciúmes. É isso. Oh, querida, eu prometo que você não precisa sentir ciúmes. Aquela mulher não significa nada para mim. Você é a única com quem me importo. Sempre foi. Sempre será. Agora é nossa vez, Caroline. Finalmente. Para seu horror, ele a puxou para perto e a beijou. Não foi um beijo de primeiro encontro. Eles foram para a cama juntos, então ele presumia que tinha o direito de beijá-la completamente, colocando a língua dentro de sua boca. Caroline tentou se afastar, mas ele estava segurando a parte de trás de sua cabeça com força, seus dedos torcidos em seu cabelo. Ele a estava machucando. Agarrando-a tão apertado contra ele, que parecia que suas costelas estavam rachando. E horrivelmente, estava se esfregando contra ela e podia sentir o início de uma ereção contra sua vagina.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Isso lhe deu forças para reagir. Não queria sentir seu pênis contra ela. Nojento. Começou a empurrar contra ele a sério, tentando dizer-lhe para parar com isso, mas a boca dele absorveu suas palavras. Acabou fazendo sons choramingados de protesto, batendo os punhos contra seu peito. Ele se esfregou ainda mais contra ela, e ela sentiu que ele estava com uma ereção completa. Deus, isso era horrível! Seus olhos estavam fechados, como se este fosse um momento romântico entre dois amantes, e não um ato de força. Sua língua moveu em sua boca como uma lesma quente e úmida, e isso a enojou. Lutou ainda mais duramente, tentando chutá-lo, controlando principalmente para não machucar seus dedos. Sua mão se apertou em seus cabelos, puxando-os com tanta força que trouxe lágrimas aos olhos. Ai! Você está me machucando! As palavras estavam lá, na garganta, mas não conseguia dizêlas, só conseguia fazer ruídos horrorizados. Finalmente acertou um chute, mas isso só fez com que ele segurasse sua cabeça com mais força. Ele estava em um frenesi agora, os dentes chocando contra os dela, quando mudou o beijo para se aprofundar mais em sua boca, esfregando os quadris contra os dela. Horríveis ruídos estavam saindo de sua garganta, e ela podia sentir seu pênis inchar ainda mais. Ele mordeu seus lábios, tirando sangue. Ela podia sentir o gosto de sangue, e ele também poderia. Seu pênis ondulou com a excitação, e ele gemeu enquanto se esfregava ainda mais contra ela. O sangue dela o excitou. Oh Deus, isso nunca tinha ocorrido com ela. As únicas vezes que eles fizeram amor, ele fora perfeitamente agradável. Agradável, mas sem exagero. Totalmente imemorável. Mas agora, parecia que Sanders tinha um lado cruel que nunca havia suspeitado. Ele sentia prazer com sua dor. Estava definitivamente excitado pelo gosto de seu sangue e sua dor. 2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela estava lutando para valer agora, chutando, gritando em sua boca, tentando dar socos, mas era quase impossível, enquanto ele estivesse segurando-a tão perto dele. Estava tremendo de raiva, tentando, em vão, libertar-se quando, de repente, estava livre, cambaleando para se equilibrar, com os olhos fixos. Jack estava segurando o braço de Sanders em uma chave inglesa tão apertada que Sanders estava nas pontas dos pés, a respiração ofegante de dor. Estava pálido, fios loiros de cabelo caindo sobre a testa, os olhos desfocados, uma faixa pequena de sangue no canto da boca. O sangue dela. Seus olhos estavam arregalados, tão abertos que ela podia ver tudo branco ao redor de sua íris. Apesar de Sanders se contorcer freneticamente para sair do aperto de Jack, era impossível. Jack estava absolutamente imóvel, os pés separados, tocando Sanders apenas com a mão em seu pulso, mas era como se Sanders estivesse acorrentado em apoios de aço. —Toque-a novamente, seu filho da puta, e eu vou quebrar seu braço. Logo depois de quebrar a merda do seu pescoço. — A voz de Jack era baixa e cruel. Os olhos de Sanders se arregalaram, em seguida, gritou quando Jack intensificou seu aperto. —Deixe-me ir! Quem diabos é você? Caroline! Fale para esse maníaco para me soltar! Ahhh! —Sua voz elevou-se em pânico quando Jack levantou a mão. Sanders estava completamente na ponta dos seus dedos dos pés agora, e se caísse de joelhos, quebraria seu próprio braço contra o aperto constante e incansável de Jack. Sanders estava suando, o rosto completamente sem sangue. —Caroline, diga a ele para me soltar! Jack levantou a mão mais um centímetro, e Sanders gritou de dor, contorcendo-se, fora de controle.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Mas Jack não estava fora de controle. Estava completamente parado, não estava nem respirando com dificuldade, mas algo frio e selvagem em seus olhos a fez avançar e tocar seu braço. Mais tarde, iria meditar sobre o fato de que não sentia dele, mesmo no meio de um ato de violência. Acabara de ser atacada por Sanders, um cachorrinho em comparação com Jack, que parecia totalmente capaz de uma violência assustadora, mas nem por um segundo teve medo dele. Instintivamente, o conhecimento brotou de um lugar profundo dentro de si, um lugar calmo e profundo que ela confiava, ela sabia que ele não iria machucá-la. Ele torceu o pulso de Sanders um centímetro mais alto, e Sanders gritou. Por mais satisfatório que fosse observar, ela não poderia assistir passivamente Jack quebrar o braço de Sanders. —Jack, — ela sussurrou, colocando a mão em seu braço. —Chega. Isso é suficiente. Seus olhos escuros se estreitaram em fendas, uma luz violenta neles. Ainda segurando Sanders com facilidade, ele estendeu a outra mão para tocar o canto da boca de Caroline, limpando o rastro de sangue. —Eu poderia matá-lo somente por isso. — disse. Havia algo na voz dele, que fez os olhos de Sanders se arregalarem em pânico. —Não. — Se havia uma coisa que Caroline sabia, era que não queria mais violência. Já se sentia doente do estômago depois de sua luta com Sanders, pela vergonha de nunca ter visto o que existia debaixo de sua superfície. Seu estômago estava atado pela tensão. —Deixe-o ir, Jack. Ele olhou para ela, duro, os músculos da mandíbula saltando. Toda sua linguagem corporal estava gritando que queria vingança. Ele poderia ter essa vingança também. Sanders era uma espécie de rato de academia, mas absolutamente não era páreo para Jack, que tinha uma ordem inteiramente diferente de força e conhecimento das artes marciais. Ele dominou Sanders

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

com uma facilidade ridícula, e Caroline não tinha dúvidas de que poderia ter limpado o chão com ele. Havia uma sombra de extrema violência que pairava na sala, visível nas linhas apertadas ao redor dos olhos de Jack, na luz quente de raiva em seus olhos, em sua postura. Caroline tinha certeza que Jack era capaz de matar Sanders. Ele era fisicamente capaz, e poderia fazê-lo sem remorsos. Era um soldado, afinal, e era isso que os soldados faziam. Matavam seus inimigos. —Deixe-o ir. Agora, Jack, — ela sussurrou, e foi o suficiente. Jack o soltou abruptamente e Sanders cambaleou para manter o equilíbrio. Esfregou seu ombro, olhando para Jack, então, para ela, como se tivesse sido injustiçado. Seu cabelo estava despenteado, e estava suando muito. —Seu filho da puta, você vai viver para lamentar isso, — jurou Sanders, pronunciando as palavras indistintamente. Era um sinal de como ele estava chateado. A voz normal de Sanders era cuidadosa, quase arrastada, mas agora ele estava engolindo em grandes arquejos, as palavras saindo em torrentes. — Eu sou advogado, seu idiota e é melhor você acreditar que vou lhe processar, seu miserável, e vou lhe tirar tanto dinheiro que levará dez vidas para sair das dívidas! No momento em que Jack soltou Sanders, ele virou-se para Caroline, enxugando o pequeno rastro de sangue na boca dela, prendendo uma mecha de cabelo atrás da orelha. Mas depois das palavras de Sanders, ele virou a cabeça e olhou para Sanders. Ele não fez absolutamente nada, apenas olhou. Caroline não podia ver sua expressão, mas qualquer que fosse, certamente assustou Sanders. Seu rosto estava vermelho de raiva, mas diante do olhar de Jack, ele ficou branco novamente, se afastando, com as mãos na frente dele. 2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ocorreu a Caroline que se ela não estivesse lá para detê-lo, Jack teria sido mais violento. Ele não tinha necessidade de proferir ameaças, porque cada linha de seu corpo grande e forte era uma ameaça, ele não era indolente. Cinco segundos depois que Jack soltou seu braço, Sanders agarrou o chapéu e o casaco e saiu pela porta tão depressa que o sino sobre a porta ainda estava tocando no momento em que ele virou a esquina e desapareceu de vista. De repente, a adrenalina de sua luta com Sanders e da violência que rodopiou na sala moveu para fora de seu sistema, deixando-a trêmula e fraca. Ela tremia e balançava um pouco sobre seus pés, um frio dentro de si drenando toda sua energia. Faíscas voaram em frente a seus olhos... Um segundo depois, estava sentada, uma mão forte e suave pressionando seu pescoço até que colocou a cabeça entre os joelhos. A mão de Jack se manteve lá por um momento, depois levantou. —Fique assim por um minuto e respire profundamente. Eu já volto. Ela respirou fundo, de olhos fechados, pensando em nada, até que ouviu sua voz. —Aqui, querida. — Ele colocou uma xícara de chá na frente dela. —Beba, o mais rápido que você puder. Caroline alcançou a xícara e tomou um gole, estremecendo como o calor que encheu a boca dela e enquanto lutava contra a quantidade de açúcar. Ela levantou os olhos para ele. —Qual a quantidade de açúcar que você colocou aqui? Tem mais açúcar do que chá. Ele não respondeu de imediato, apenas colocou a mão por baixo da sua e levantou de modo que ela foi forçada a tomar outro gole. —Você está um pouco chocada, por isso precisa de calor, líquido e açúcar. Se você fosse um soldado no campo de batalha, eu não lhe daria chá com muito açúcar, e sim glicose. Eu sei que não está ao seu gosto, mas beba. Você vai se sentir melhor depois, confie em mim.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela confiava nele, instintivamente. Caroline tentou sorrir, um pouco envergonhada de sua reação. —Eu não sou um soldado que está caído no campo de batalha. Eu me sinto tolo, por precisar de uma xícara de chá. —Não sinta. — Sua voz era calma enquanto a observava bebendo. —Deve ter sido um choque. Eu imagino que você não esperava que ele se tornasse violento. Era uma pergunta. —Não, não. Eu nunca teria sequer acreditado que Sanders seria capaz de se comportar assim. Eu o conheço há muito tempo. —Tempo para obter um pouco da verdade intragável sobre ele, também. —Nós namoramos, terminamos e voltamos algumas vezes, por um longo tempo. Os olhos escuros de Jack se afiaram. —Desde a sua adolescência? Caroline olhou para ele sobre o cálice. —Sim, como você sabia disso? Ele apenas deu de ombros. — Somente uma suposição. Está se sentindo melhor? A sensação gelada e os tremores foram embora. —Sim, estou, na verdade. Embora também esteja me sentindo estúpida e covarde. Gostaria de pensar que Sanders me pegou totalmente de surpresa, mas a verdade é que eu não me defendi muito bem. — O mínimo que poderia ter feito seria morder a língua de Sanders e chutá-lo sem rodeios nas canelas. — Quando você montar sua escola de autodefesa, serei sua primeiro cliente. Eu quero aprender a chutar o traseiro de uma forma muito forte. —É mesmo? — A tensão em seu corpo grande fora embora, e ele olhou para ela com um meio sorriso. —Claro que sim.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Bem, você ganhará todas as aulas gratuitas que quiser. —Você pode me ensinar aquela coisa do joelho entre as bolas? Ele balançou a cabeça. —Conte com isso. E a coisa do polegar sobre a artéria carótida, também. Feito corretamente, faz seu adversário cair como um boi atordoado. —Parece ótimo. —Queria aprender isso, também. —Nunca mais quero estar nessa posição novamente. Indefesa, incapaz de me defender. —Não. — disse sobriamente. —Nunca mais. Perdi vários anos da minha vida, quando cheguei e vi que ele estava machucando você. Chegaremos a um ponto onde você poderá pelo menos chicotear o traseiro de um boneco como este. Qual era o nome dele? —Sanders. Sanders McCullin. —Nome estúpido. — Jack balançou a cabeça. —Com um nome como esse, você deverá ser capaz de aprender a derrubá-lo em dez lições. Da próxima vez que ele chegar perto, você poderá jogá-lo de costas. Caroline sorriu. Era um pensamento agradável. Estava se sentindo muito melhor, graças ao pensamento de aprender noções básicas de autodefesa, que seria um bom exercício, e também graças à infusão maciça de açúcar. Jack estava olhando para ela de perto. —Está se sentindo melhor. Bom. —Olhou pela janela para a tarde que era uma mistura de chuva e neve. Ninguém na última meia hora sequer apareceu na rua. Ele colocou a mão sobre a dela, e a segurou calorosamente. —O que você diria sobre parar de trabalhar agora e ir para casa? — Levou sua mão à boca. —Poderíamos jantar mais cedo, então brincar um pouco. Vou deixar você me expulsar. O que você acha? Jack Prescott sentado em sua cadeira parecia uma força imóvel do universo. Ela nunca, nem em um milhão de anos, poderia expulsá-lo, mas foi legal da parte dele oferecer.

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Era tão maravilhoso estar aqui com ele, sua mão sobre a dela, olhando para o final de tarde, e então... Deus! A noite. Passou um longo tempo esperando ansiosamente por isso, e ele havia lhe dado este presente. —Obrigada. — disse suavemente. Ele estava vigiando o lado de fora da rua, mas virou a cabeça para ela, com o cenho franzido. —Pelo quê? —Oh, por cuidar de Sanders, sem quebrar o braço dele, mesmo que você estivesse morrendo para fazer isso, eu poderia dizer. Por vir me buscar. Por apenas estar aqui. Ela se inclinou para frente e pressionou seus lábios aos dele. Ele a beijou imediatamente, colocando a mão na parte de trás de sua cabeça. Foi exatamente o mesmo gesto que Sanders fizera, mas, que diferença. Jack não estava usando sua força para controlá-la, embora provavelmente fosse dez vezes mais forte do que Sanders. Ocorreu a Caroline que cada vez que Jack a tocara, foi com tanto cuidado, cuidado para não machucá-la. Uma rápida reunião dos lábios e ele se afastou, seus olhos procurando os dela. —Vamos voltar para casa, minha princesa guerreira, — ele sussurrou.

********************************************* Vincent Deaver afundou-se profundamente no estande da lanchonete do outro lado da rua, a cabeça curvada sobre a xícara de café que estivera acariciando por horas, e viu Jack Prescott sair da Primeira Página com o braço em volta da cintura de Caroline Lake. Ele não precisava ter medo de ser detectado. Estava com um boné de observador, e pesados óculos escuros de aro de chifre, sem receita. Prescott não estava esperando por ele, e de qualquer forma, toda a sua atenção era dirigida

2 4


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

a ruiva que estava com ele. Ele esquadrinhou a rua, por força do hábito, mas não estava esperando problemas de alguém que estivesse no restaurante. A rua estava vazia, Prescott verificou acima e abaixo, em seguida, sua atenção foi fixada uma vez mais na mulher. Interessante. Deaver informou-se bastante desde que viu um homem alto, bonito, elegante, e loiro, com um casaco de lã como o que Deaver iria comprar assim que pegasse seus diamantes, andar em direção a Primeira Página. A mulher, Caroline Lake, o recebeu como amigo. Eles conversado, a mulher manteve sua linguagem corporal neutra, então começaram a brigar e o cara do casaco de lã a agarrou e começou a enfiar a língua em sua garganta. A mulher lutou, mas não estava chegando a lugar nenhum. Deaver assistiu quando Prescott virou a esquina, viu o que estava acontecendo através da janela da loja, e saiu em corrida fatal. O casado de lã era um molenga. Ele saiu da loja correndo e entrou em um Porsche preto. Colocou-o em marcha e arrancou rapidamente, a parte traseira do carro deslizando nas estradas geladas. Deaver anotou o número da placa. Seria mais fácil de rastrear. O loiro de casaco de lã teve muita sorte que a mulher exercia alguma influência sobre Prescott e foi capaz de detê-lo, porque Prescott era um lutador, conhecia todos os truques. Ele também, sem dúvida, tinha uma faca de combate escondida em algum lugar, e o casaco de lã tinha sorte de não ter sido destripado. Deaver nunca viu Prescott perder uma luta, ou desistir de uma. Mas tudo que a mulher teve que fazer para detê-lo foi tocar no braço de Prescott e dizer algumas palavras, e era como se ela tivesse com uma varinha mágica. Prescott, sendo convencido a sair de uma briga, era algo Deaver nunca viu.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deaver assistiu Prescott e Caroline Lake desaparecer na esquina e cerrou os punhos. O impulso de levantar-se, agora, correr atrás daquele sacana do Prescott e atirar nele era quase irresistível. Deaver se certificaria de matar a mulher em primeiro lugar, só para fazer Prescott sofrer, em seguida uma pancada dupla na cabeça, e Prescott seria abatido para sempre. Deaver podia ver, sentir, quase sentir o cheiro de sua morte, e a tentação era tão forte que começou a suar. Mas, por mais que ele gostasse de matar Prescott e sua mulher agora, ele precisava de seus diamantes em primeiro lugar. Então, poderia ter o seu divertimento.

Capítulo Catorze

Jack quase deixou aquilo passar. Estava tão determinado a colocar Caroline em segurança dentro de casa, relaxada e enroscada em frente à lareira, que perdeu sua visão periférica, assim como na batalha. Tudo o que via era Caroline, tudo o que podia pensar era Caroline, ocupando cada centímetro de espaço em sua cabeça. Ele ainda estava espumando pela batalha, a adrenalina ainda correndo através de seu sistema, sem uma descarga adequada. A saída adequada teria sido quebrar a cara daquele sacana do Sanders, em seguida, transportá-lo para a delegacia mais próxima por assalto e agressão. Se ele vivesse por um milhão de anos, nunca se esqueceria de ter olhando através das grandes vidraças da livraria de Caroline e vê-la lutando contra um homem. Ele quebrou seu próprio recorde de velocidade, chegando até lá e tirando as mãos daquele homem de cima de Caroline.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela estava em estado de choque, apesar de sair de lá com humor e elegância. Ainda assim, tudo o que ele queria era deixá-la agasalhada e dentro de casa o mais rápido possível. Jack tinha um excelente conhecimento das situações. Mesmo com um objetivo em mente, prestava atenção ao que estava ao seu redor. Apenas Caroline poderia mexer tanto com sua cabeça, que ele realmente colocou a chave na fechadura e estava girando-a antes de ver os fracos arranhões na fechadura. Riscos que não estavam lá naquela manhã. Em um instante a sua Glock estava em sua mão, e ele estava correndo com Caroline de volta ao SUV alugado. Ele a embrulhou no banco do motorista, certificou-se que ela tinha as chaves e fechou a porta. —Jack! —Sua voz foi abafada pela porta fechada. Seus olhos caíram para a sua arma e voltaram para ele. Ela parecia chocada. —O que está acontecendo? Não havia tempo para explicar ou tranquilizar. Quem tinha invadido a casa ainda poderia estar lá, e Jack tinha que entrar, rápido. —Fique aí e não se mova! — Murmurou, batendo na janela. Caroline assentiu com a cabeça, o rosto branco, os olhos cinza prateados enormes em seu rosto. Boa menina. Jack avançou para a porta da frente e entrou silenciosamente com a chave, a arma na mão em posição garantida para cobrir um espaço de 180 graus de fogo em dois segundos. Entrada, limpa. Sala de estar, limpa. Cozinha, limpa. Em movimentos rápidos e silenciosos, foi metodicamente em todos os cômodos da casa, do porão ao sótão. Por força do hábito, ele deixou denunciadores no quarto e havia sinais claros de que alguém vasculhou suas coisas, o armário de Caroline e a cômoda. Alguém, ou várias pessoas passaram por suas posses pessoais. Era difícil dizer no resto da casa, onde não deixou denunciadores.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Pelo que Jack poderia dizer, nada foi roubado. A TV e rádio estavam lá, nenhuma obra de arte foi tirada das paredes, certamente nada dele fora roubado, mas não havia muito, além de meias e cuecas sujas. Tudo de valor que ele tinha estava em sua nova conta bancária e no cofre do banco. Claro, a TV e o aparelho de som de Caroline tinham pelo menos dez anos de idade e valor zero no mercado de revenda. Embora não soubesse nada sobre arte, suspeitava que o que foi deixado nas paredes não valia a pena roubar. Quase tudo de valor que existia na casa já fora vendido, e nem mesmo o melhor ladrão do mundo poderia roubar paredes e um telhado. Quando Jack estava absolutamente certo que a casa estava vazia, enfiou a arma no cós da calça e saiu para buscar Caroline. Ele a apressou para subir os degraus. —O que foi isso, Jack? Existe alguém na casa? A casa foi roubada? Porra, ele odiava aquela aparência pálida, comprimida e ansiosa em seu rosto. Se ele pegasse o filho da puta, ou filhos da puta, que entraram na casa de Caroline, ele quebraria suas mãos, dedo por dedo, para assegurar que nunca mais quebrassem outra fechadura novamente para o resto de suas vidas. Não que as fechaduras de Caroline fossem difíceis de pegar. Não eram, crianças de dois anos poderiam passar por elas. Eram uma merda e não valiam a pena. Ele poderia abri-las de olhos vendados, com as mãos engessadas. Fechou a porta da frente, aumentou o calor na sala e pegou-a em seus braços. Muita coisa estava acontecendo, todas ruins. Precisava senti-la em seus braços como precisava de sua próxima respiração. —Jack? — Sua voz foi abafada em sua jaqueta, cachos brilhantes de cabelo vermelho dourado escaparam de seu gorro de lã e ondularam ao longo de sua jaqueta. Jack inclinou-se para beijá-la levemente, a mão ao longo da suavidade de seu pescoço. Seu polegar roçou sua pulsação, um batimento leve e contínuo. Senti-la segura em seus braços, o coração batendo, o acalmou um pouco.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Jack. — A voz de Caroline ficou mais forte e empurrou-o um pouco. Jack abriu os braços, e ela se afastou para olhar o rosto dele. — Diga-me o que está acontecendo. — Olhou ao redor cuidadosamente, em seguida, trouxe seu olhar de volta para ele. —Eu não vejo nenhum dano. —Não, nenhum dano. Seja lá o que é que estavam procurando, não estava aqui. O que procuram geralmente são televisores de plasma e eletrônicos de alta qualidade. Trabalhos de arte caros. Peças de prata. —Tudo se foi — disse. —Há muito tempo atrás. — As sobrancelhas dela se aproximaram quando olhou para ele. —Jack... Quando você chegou à porta você portava uma arma. Você tem uma arma. Onde diabos você conseguiu isso? Hum. Jack teria que ser cuidadoso. Caroline acabara de entrar em seu mundo. Ele queria que ela se tornasse consciente de segurança, sem ter medo dele. Jack estava perfeitamente consciente do fato de que a maioria das pessoas considerava os homens como ele seres paranoicos. Se você vivia sua vida com segurança e conforto, e não viajou para os lugares onde ele esteve, onde a humanidade estava em sua forma mais crua, mais cruel, e onde a ganância e a cobiça eram desenfreadas, então você olharia para as precauções que Jack tomou como uma questão de conduta que resultaria em uma mente doente. —Eu estou sempre armado. — disse gentilmente. O peso de sua Glock na parte baixa de suas costas parecia bom e direito. —Ou eu sei como colocar as mãos uma arma muito rapidamente. —Quer dizer que todo esse tempo que ficamos —ela acenou com a ponta rosa de seu dedo entre eles— você esteve armado? —Sim. — Deixou a palavra cair como uma pedra entre eles. Isso fazia parte dele, parte integrante. Ela teria que aprender a lidar com isso. Jack estava disposto a ceder, mas não sobre isso. Caroline piscou e deu uma meia risada.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

— Eu não acredito nisso. —Acredite. Estou totalmente licenciado para carregar uma arma oculta, e eu sei como usála, não se preocupe com isso. Ela estava olhando para ele. —Para dizer a verdade, isso ainda não tinha me ocorrido. Eu ainda estou tentando compreender o fato de que alguém que eu estou... —ela engoliu— alguém que estou vendo anda armado. Eu acho que eu nunca sequer conheci alguém que possuísse uma arma, além do xerife. Não que eu soubesse, de qualquer maneira. —Existe um mundo ruim lá fora, Caroline — disse gentilmente. —Você tem que estar preparado. Porra, mas que era verdade. Ele viu, ele viveu isso. Nos abrigos em que ele cresceu, uma menina bonita como Caroline teria sido estuprada no instante em que atingisse a puberdade, provavelmente até mesmo antes. No Afeganistão, ela seria vestida com uma burca da cabeça aos pés, e apanharia se um homem pudesse ouvir seus passos. Lá, também teria sido estuprada, com o prazer adicional de ser condenado à morte por prostituição. Em Serra Leoa, Jack ficara aterrado. Ele viu os destroços das mulheres que caíram nas mãos do Exército Revolucionário. A morte para elas foi uma libertação. Ele sabia que o mundo era assim. Estar armado, disposto e capaz de defender as coisas com as quais ele se preocupava, estava profundamente enraizado em seus ossos, em seu próprio DNA. E agora, Caroline liderava a lista das coisas que ele defenderia até a morte. —Uma última coisa, querida. — Jack apertou seus ombros. Através da roupa grossa, podia sentir os ossos do ombro, delicados e frágeis. Tudo nela era delicado e frágil, em um mundo que odiava beleza e delicadeza. Ele poderia perdê-la a qualquer momento para os canalhas do mundo. Ele tinha que se lembrar disso. —Você tem um cofre?

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline assentiu com a cabeça, olhos grandes, fixos em seu rosto. —Sim, ele... —Não. —Ele colocou o dedo indicador sobre os lábios dela. —Não me diga. Eu não preciso saber. Eu quero que você vá verificar o cofre para ver se tudo está onde deveria estar. Você pode fazer isso por mim? Sem outra palavra, ela desapareceu no andar de cima, enquanto Jack foi até a sala novamente, desta vez com mais cuidado. Ele ainda não sentiu falta de nada, e tinha uma boa memória visual. Nunca deixou de surpreender-lhe que a maioria das pessoas mantinham seus valores na sala ou no quarto. Em sua casa na Carolina do Norte, o cofre ficava atrás do vaso sanitário. Caroline voltou descendo as escadas. —Alguma coisa foi levada? —Não. —Ela balançou a cabeça, parecendo preocupada. —Tudo está onde deveria estar. No quarto, também. — Uma rápida olhada ao redor da sala era suficiente para ela. Ela estava familiarizada com o seu próprio espaço. —E não falta nada aqui. Não há realmente muito o que roubar. Você tem certeza que a casa foi invadida? Uma imagem valia por mil palavras. Jack simplesmente pegou sua mão e levou-a até a porta da frente. Abriu-a e pegou sua mão para esfregá-la sobre o fechamento de bronze brilhante. —Sente isso? Sente os leves arranhões e escoriações? Ela assentiu, movendo o dedo suavemente sobre o latão e aço. —Talvez eles sempre estiveram aqui. Como você pode saber? —Eles não estavam aqui nesta manhã, confie em mim. Os riscos são provenientes de chaves falsas, e o ladrão teria levado cerca de um minuto e meio, para entrar. —Como você sabe? E como você notou algo tão pequeno como alguns arranhões?

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele tinha o seu próprio conjunto de chaves falsas em sua mochila, mas achou melhor não falar disso. Ela estava assustada o suficiente. —Somos treinados para arrombar fechaduras no Exército, por isso sei como uma porta arrombada se parece. E a primeira coisa que um soldado faz é estabelecer um perímetro de segurança e ser consciente do que está dentro desse perímetro. Vejo essas coisas porque fui treinado para isso. A primeira coisa que notei quando cheguei aqui foi que você tem as fechaduras mais frágeis que eu já vi. Uma criança pode passar por elas, imagine um ladrão razoavelmente competente. Seus olhos se arregalaram, e um pouco de cor esquentou seu rosto. —Bem, eu sinto muito se minhas fechaduras não estão à altura, mas são essas que eu tenho, então terá que lidar com isso. Ela estava com raiva. Ótimo. Ele adorava ver que perdeu a expressão pálida que estava gravada em seu rosto. Amanhã, a primeira coisa que farei será instalar um sistema de segurança decente no lugar. Talvez Pressley ou um... —Ei, Jack. — Agora havia manchas vermelhas em seu rosto. Ela ergueu as mãos pedindo tempo. —Desculpe, eu sei que você está preocupado com a segurança, mas eu simplesmente não posso pagar um novo sistema, não o tipo com códigos eletrônicos, e alarmes nas janelas e portas. Eu não estou completamente certa que eu poderia pagar novas fechaduras para todas as portas. Então isso é algo que simplesmente vai ter que esperar. Algo apertou em seu peito. —Eu não espero que você pague por ele, Caroline. Eu estou perfeitamente disposto a comprar o sistema. E eu poderia provavelmente obter um bom desconto profissional se eu usar o nome da empresa de meu pai. —Eu não posso aceitar isso. — Ela balançou a cabeça, a boca bonita definida em uma linha de teimosia. —Eu não posso dar ao luxo de abater no

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

valor do aluguel, e certamente não posso aceitar um sistema de segurança caro de você. Então, me desculpe, mas o novo sistema de segurança não virá tão cedo. Nós apenas teremos que esperar que os assaltantes não voltem. Talvez exista um submundo assaltante, e já tenha se espalhado a notícia de que não havia nada para roubar em Greenbriars, com exceção de algumas peças de prata descombinadas, aparelhos de jantar de porcelana incompletos e as aquarelas de minha mãe. Jack queria poder avançar para as próximas semanas, ou para o tempo em que eles estariam profundamente envolvidos, de modo que essa bobagem de não aceitar o dinheiro dele poderia parar. Em vez disso, correu as costas do dedo indicador ao longo de seu pescoço, até a clavícula delicada. Ela havia tirado o casaco quando subiu as escadas para verificar o cofre, que estava em seu quarto, ele apostava seu testículo esquerdo nisso. Sob o casaco, vestia um lindo suéter azulturquesa com decote em V, que transformava seus olhos em um azul brilhante. Ele a olhou por um momento, passando o dedo sob a gola do suéter, amando a sensação de sua pele, como cetim quente. —Você sabe o que eu gostaria de fazer? Ela balançou a cabeça. Sua voz se transformou em um sussurro quando abaixou os olhos para seu pescoço. —Eu gostaria de comprar-lhe um colar de pérolas. O colar de pérolas perfeitas. Sua pele foi feita para usar pérolas. Eu compraria o tipo de cor levemente rosado, tenho certeza que existe um nome certo para elas... —Harmônica. — Ela estava sorrindo ligeiramente. —Harmônica com nuances de rosa, então. Eu compraria um colar de pérolas de várias voltas para você, você ficaria tão bonita, e isso me daria muito prazer. Mas sabe de uma coisa? Caroline balançou a cabeça novamente, olhando seus olhos.

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Eu aposto que você já tem um colar de pérolas. Estou certo? —Vários. E são muito bonitos. Eles pertenciam a minha mãe. —Hum hum. Então acertei. Aposto que seu pai adorava comprá-los para sua mãe. Você disse que ele gostava de mimá-la. Eu posso imaginar o prazer que ele sentia ao ver sua esposa parecendo tão linda, usando as pérolas que ele escolheu para ela. Essas lembranças fizeram Caroline sorrir. Isso estava funcionando. Jack não estava acostumado a convencer alguém a fazer algo por persuasão. No Exército ele dava ordens, e elas eram obedecidas. Este era um campo totalmente novo para ele. Teria que aprimorar essa habilidade, e rápido. Caroline tinha suas próprias ideias sobre as coisas, e ela não era fácil. —Bem, a coisa é esta. Por mais que eu adoraria comprar um colar de pérolas para você, sei que eu acabaria fu... Estragando tudo. Eu pegaria o tipo errado ou o tamanho errado ou o número errado ou algo assim. Estragaria tudo de alguma forma. Só de pensar em andar em uma loja de joias me faz começar a suar. Colares de pérolas nunca fizeram parte de minha vida até este ponto, e em toda a minha formação, nunca apareceu uma vez, então eu estaria pisando em águas muito estranhas. Mas se há uma coisa que eu entendo é sobre segurança. E você estaria me fazendo um enorme favor se me deixasse configurar o sistema de segurança para você, porque isso me pouparia de ficar malditamente louco de preocupação que um ladrão possa simplesmente entrar aqui, e na próxima vez poderia ter uma faca ou uma arma e pegá-la sozinha e feri-la se eu não estiver por perto. Então, você poderia considerar o sistema de segurança como o equivalente a um colar de pérolas de um pretendente? E um grande favor pessoal para mim? A mão dele estava aquecendo sua pele, liberando aquele cheiro fraco de rosas que sempre ia direto para seu pau. Jack não queria nada mais do que subir as escadas, colocá-la em sua cama, ficar em cima dela e penetrá-la, o mais rápido que fosse humanamente possível. Mas ela estava chateada. Primeiro

2 5


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

aquele canalha do McCullin, então sua casa que foi invadida. Ele precisava alimentá-la e relaxar antes que pudessem foder. Não. Antes que pudessem fazer amor. Uau. Era a primeira vez que ele definia o ato assim, em sua cabeça. Também era a primeira vez que queria uma mulher disposta e decidia deixar o sexo para depois porque ela poderia não estar psicologicamente preparada. —Eu odeio que alguém tenha estado na minha casa, passando por minhas coisas. — ela sussurrou. —Sim. — ele disse simplesmente. —E você vai criar um sistema que ninguém consiga quebrar? Ele criaria um sistema que nem mesmo ele conseguiria quebrar. Balançou a cabeça. —Bem, eu acho que você me convenceu. —Caroline respirou fundo, e Jack heroicamente manteve os olhos no seu rosto, apesar de ter excelente visão periférica e conseguir ver seus seios se incharem um pouco sob o suéter. — Aceito seu presente agradecida, e acho que vou lhe dar um pequeno presente em retribuição. Jantar. Ela levantou-se na ponta dos pés para beijá-lo desajeitadamente no canto da boca. Jack ficou tão surpreso, que simplesmente ficou lá como um idiota. No momento em que pensou em beijá-la de volta, ela desapareceu na cozinha. Ele ficou lá por um longo tempo, ouvindo-a bater as panelas e a água correndo na cozinha, lembrando a rajada certeira de sentimento em seu peito quando ela o beijou. Esfregou a mão sobre o peito, onde doía. ************************************* Sanders estava sentado atrás de sua escrivaninha, rangendo os dentes. Ele penteou o cabelo e ajeitou a roupa em seu carro antes de voltar ao escritório, mas devia ter algo visível o suficiente para disparar alarmes, talvez

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

a raiva que vinha de cima dele, como o vapor, talvez, porque sua secretária lhe dera um olhar assustado enquanto ele caminhava a passos largos pela entrada do escritório. Caroline estava perdida. Duplamente perdida. Era verdade, talvez não deveria tê-la pressionado tão duramente. Mas, caramba, andando em sua loja, fora tomado por uma súbita onda de luxúria. Tinha esquecido como ela era bonita, como era perfeita para ele. Então, quando ela estava lá, na sua insignificante livraria de um cômodo só, que provavelmente, mal pagava o aluguel e disse a ele, a ele! que não, ela não queria ir para o hotel mais fabuloso do estado de Washington, e não, ela não queria ingressos para a ópera, ele perdera o controle. Talvez não deveria tê-la pressionado, mas porra, quando ela disse que não, alguma coisa estalou. Caroline nunca foi muito boa de cama, mas quando lutou contra ele, pôde sentir seu fogo, e isso o excitou. Não deveria ter levado tão duramente como ele fez, mas porra, ele se excitara. E então descobriu que Caroline não estava livre depois de tudo. Ela estava fodendo com outra pessoa, e essa pessoa era ciumenta e violenta. Em todos esses anos, no fundo de sua mente, Sanders tomara como certo que quando finalmente decidisse se estabelecer, seria com Caroline, e ela iria cair em seus braços com gratidão. Afinal, ele estava se oferecendo para dar-lhe de volta a vida para a qual ela nascera e que perdera com a morte de seus pais. Ele sempre esperou que ela estivesse livre para ele. Mas ela estava ligada a aquele filho da puta que quase quebrara seu braço, e agora não estava mais livre. Algo teria de ser feito e logo. Agora que colocara na cabeça que queria se reconciliar com Caroline, não iria deixar um idiota violento vestido como um vagabundo roubar sua mulher. O interfone tocou.

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Sr. McCullin você tem um visitante. Sanders apertou o botão. —Não quero ver ninguém, Lori. Não transfira nenhuma chamada, esta tarde. —Ah... Sr. McCullin, você pode querer ver... Essa pessoa. Espere! —Sua voz gritou pelo altofalante. —Você não pode entrar lá sem permissão! Ei, Senhor... A porta do escritório de Sanders se abriu e um homem entrou, segurando um crachá na altura do peito. Não era muito alto, cabelos cor de areia, óculos pretos de aro de chifre, terno preto brilhante e barato. —Sr. McCullin? Sanders McCullin? Sanders não poderia fingir que não era ele. —Sim. Sim, sou eu. Como eu pedi a minha secretária para dizer-lhe, no entanto, estou muito ocupado esta tarde... —Sr. McCullin, meu nome é Darrell Butler. Agente Especial Darrell Butler, do escritório do FBI de Nova York. Fui informado que você conhece uma certa Sra. Caroline Lake. Estamos fazendo investigações sobre um homem com quem ela está saindo, que está atualmente sob o nome de Jack Prescott. Ele é um criminoso muito perigoso. Temos razões para acreditar que este homem cometeu crimes de guerra e que roubou uma fortuna em diamantes na África. Sanders sentou-se, olhando para o homem, sentindo desfraldar a esperança em seu peito novamente. — Por favor — disse ao agente do FBI. —Sente-se.

******************************************* 2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack estava se sentindo abalado, então foi apertar os canos sob a pia do banheiro embaixo das escadas, enquanto Caroline cozinhava. Os tubos estavam vazando, pingando água em todo o lugar e, por tudo isso, pensou que a pia do banheiro era uma boa metáfora para sua vida. Ele também estava pingando, vazando emoções em todo o lugar. Jack mal se reconhecia, era como se estivesse perdendo pedaços de si pelo caminho. Caroline estava bagunçando com sua cabeça, confundindo seu coração. Em todos esses anos, enquanto sonhava com ela e, nos recessos mais íntimos de sua cabeça, sonhava em estar na cama dela, nunca lhe ocorreu que estar com Caroline iria mudá-lo de uma maneira fundamental. Jack se conhecia e estava muito confortável, com quem ele era. Teve uma vida dura, e ela lhe ensinara a autoconfiança e serenidade e uma grande dose de desapego emocional em tudo o que fazia. Caroline tinha explodido tudo o que estava fora da água. Sua cabeça quase explodiu quando viu o filho da puta do McCullin maltratando-a. Foi uma coisa boa que não soubesse que ele era o belo rapaz loiro que Ben tinha visto através das janelas, naquele Natal há tanto tempo atrás. Passou os últimos 12 anos odiando aquele rapaz, imaginado se ele seria o homem com quem Caroline se casaria e teria filhos. Mesmo sem saber quem ele era, Jack ficou histérico. Mais um minuto e teria quebrado o braço do cara. A raiva em sua cabeça tinha sido tão forte que sabia que era capaz de matar o homem, o que teria lhe jogado na prisão. Uma vez na prisão, ele poderia dar adeus a Caroline, literalmente, sem mencionar que passaria os próximos vinte e cinco anos de sua vida atrás das grades. Somente a mão de Caroline em seu braço o puxara de volta da beira do abismo. E só agora, voltava a si. Se tivesse prestando atenção, teria visto a adulteração em torno do fechamento da porta de entrada. Em vez disso, quase

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

não percebeu. Isso nunca aconteceu antes. Estava sempre preocupado com a segurança e tinha um sexto, até mesmo sétimo sentido, para violações de segurança. Então, estava deitado de costas debaixo da pia do banheiro do andar de baixo da casa de Caroline, sentindo-se bem sobre consertar a pia gotejante, apertar os parafusos de fixação do vaso no chão e consertar o chuveiro, ao mesmo tempo desejando que pudesse consertar a si mesmo, voltar a ser o mesmo homem que tinha sido AC —Antes de Caroline —frio, metódico, isolado emocionalmente. Caroline enfiou a cabeça bonita pela porta e sorriu para ele. Era como ser atingido por um raio de luz. —O jantar está pronto, Jack. — disse ela, e caminhou de volta para a cozinha. Seus olhos a seguiram em cada passo do caminho, observando a forma como os cabelos brilhantes saltavam sobre os ombros, como seus quadris balançavam levemente, ouvindo o leve som dos saltos de seus sapatos no chão de mármore ecoando as batidas do seu coração. Um leve cheiro de rosas pairava no ar. Jack esfregou seu peito novamente, onde doía. Merda, talvez devesse consultar um cardiologista.

*****************************************

Depois que o agente do FBI foi embora, Sanders ficou sentado, muito quieto em sua mesa, olhando para suas mãos. O escritório estava tranquilo. Ele contratara uma secretária administrativa, dois assessores jurídicos e dois estagiários. Todos tinham

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

partido há muito tempo, terminando mais cedo devido ao mau tempo. Estava sozinho em seu gabinete com seus pensamentos. Sanders era muito consciente de que acabara de ser entregue uma segunda chance com Caroline, mas os próximos passos teriam que ser feitos com muito cuidado. O agente especial do FBI tinha sua própria agenda e suas próprias prioridades e elas não tinham nada a ver com conseguir Caroline Lake de volta para Sanders McCullin. O Agente Especial Butler foi muito claro sobre isso. Ele também foi claro que não queria a interferência de Sanders. Butler queria algumas informações e Sanders fora advertido para se manter afastado, algo que Sanders não tinha intenção de fazer, não quando era uma questão de ter Caroline de volta. Quando ela começou a sair com esse cara, esse Jack Prescott ou qualquer que fosse seu nome? Devia ser um relacionamento muito recente, pois ainda na semana passada Sanders tinha visto Jenna, e ela não dissera nada sobre Caroline estar saindo com alguém. Isso só servia para mostrar que Caroline não sabia como administrar sua vida. Ela não deu ouvidos a ele quando ele disse a ela para colocar Toby em uma clínica, não deu ouvidos a ele quando disse a ela para vender Greenbriars e agora ela se envolvia com um criminoso. Instintivamente, Sanders sabia que estas seriam munições maravilhosas quando eles se casassem. Sempre que ela questionasse seu julgamento, ele teria grande artilharia cheia de munição para usar. Sim? E quem fodeu um assassino em massa? Ela calaria a boca e faria o que ele dissesse, seguramente. As últimas vinte e quatro horas deram algumas revelações surpreendentes sobre si mesmo. Ele dançou ao redor de Caroline por anos. Ele tinha fodido outras mulheres, com certeza, inferno, ele era um homem, não era? Mas ela sempre esteve no fundo de sua mente, e ele sabia que estava esperando apenas

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

o momento certo para vir. Aquele momento era agora, sem qualquer interferência de sua família. Descobriu também que gostava muito de ter vantagem sobre ela. Era um aspecto de si mesmo que nunca tinha vindo à tona com outras mulheres. Suas mulheres eram experientes e boas de cama. Nunca quis muito mais delas do que um bom tempo na cama e talvez algumas ligações para seu trabalho. No momento que começava a se preocupar que elas lhe obedecessem, ele seguia em frente. Mas descobriu que gostava de dominância, muito. Dominância. Caroline precisava ser dominada. Ela precisava de uma mão forte. E para sua surpresa e alegria, quando ela resistiu, ele se excitou, poderosamente. Então, quando estivessem casados, poderia esperar ansiosamente por uma esposa obediente, dependente dele financeiramente e relutante em bater de frente com ele, porque ela tinha fodido o cara errado. Sanders nunca iria deixála se esquecer disso. Sanders olhou para o cartão de visitas que o Agente Especial Butler deixou e olhou para o número na parte inferior. Sanders era um advogado cuidadoso, acostumado a verificar todos os fatos. Raramente perdia discussões, e raramente perdia casos por causa desse aspecto de seu caráter. Pegou o telefone e discou o número. O telefone foi atendido no segundo toque. —FBI em Nova York Escritório de Campo, como posso ajudá-lo? — Uma voz feminina com um forte sotaque hispânico, disse. —Sim, eu gostaria de falar com o agente especial Darrell Butler, por favor. —Sinto muito Senhor, mas o agente especial Butler está fora do escritório. Quer deixar uma mensagem? —Não, obrigado.

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Sanders colocou o receptor suavemente no gancho, sorrindo. Sim, as coisas tomaram um rumo maravilhoso.

Capítulo Quinze

—Coma. — Jack franziu a testa para o prato de Caroline, onde ela estava remexendo a mesma fatia de carne de frango pela última meia hora, parecendo cada vez mais preocupada. Ela preparou um jantar fabuloso. Sopa de lentilhas, pão fermentado, frango whosis —um nome italiano como mosaico, apenas diferente— salada de quatro tipos de feijões e maçãs fatiadas. Ela tinha preparado o suficiente para quatro pessoas, e ele comera por três e meia. A outra metade estava em seu prato, e ela estava empurrando os pedaços para lá e para cá com indiferença. Caroline olhou para cima, de onde estava assistindo os dentes do garfo fazer interessantes pequenos padrões no peito de frango. —Você... você acha que ele foi até a cozinha, também? Jack não tinha que perguntar quem era ele. —Ele era a merda que invadira sua casa e a deixara pálida e trêmula. —Provavelmente não. Cozinhas não são lugares onde as pessoas geralmente guardam valores, embora devessem ser. Precisamente porque os assaltantes não procuram nas cozinhas. Por quê? Caroline deu de ombros, o garfo agora fazendo padrões no prato com o feijão. —Eu não sei. É que... — Ela olhou o garfo mudar o feijão verde de um lado ao outro do prato. —Desde que comecei a aceitar pensionistas, sou do tipo acostumada a ideia de compartilhar meu espaço. Mas o quarto e a cozinha são meus, e eu odeio a ideia de alguém arranhando nas minhas coisas.

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack espetou um bom pedaço de frango e segurou-o na frente de sua boca. —Bem, então é uma boa coisa que depois de amanhã ninguém mais vai entrar aqui. Agora abra a boca. Ele deslizou o pedaço em sua boca e esperou que ela mastigasse. Quando ela engoliu, ele tinha um outro pedaço de frango na ponta do garfo. — Outro pedaço. Ela fez uma careta, mas comeu. A terceira vez ela virou a cabeça. —Estou realmente sem fome, Jack. Frustrado, ele largou o garfo. Queria fazê-la comer, mas descobriu que não conseguiria usar qualquer forma de força com ela. Caroline estava olhando para o tampo da mesa, um bloqueio de longos cabelos brilhantes caindo para frente sobre o rosto. Jack empurrou seus cabelos de volta com o dedo indicador, em seguida, ergueu o queixo para que ela tivesse que olhar para ele. —Isso não é tudo o que está incomodando, não é? Ela balançou a cabeça, o movimento suficiente para enviar uma leve fragrância de rosas sobre ele, erguendo-se sobre o forte cheiro da comida. —Não. —Trata-se de seu... Amigo, não é? Você estava em choque, esta tarde. Você não estava esperando isso, não é? —Deus, não. — Caroline olhou para ele, o queixo tremendo. Seus olhos se encheram, mas ela piscou furiosamente para conter as lágrimas. Seu coração deu um pequeno aperto de como ela controlou as lágrimas. Suspeitava que ela fez isso muitas vezes ao longo dos anos. —Eu conheço Sanders desde... Céus, desde sempre. Eu acho que eu disse que nós namoramos em nossa adolescência. Pensei que o conhecia de dentro para fora. Ele tem seus pontos positivos. É inteligente e bom em seu trabalho. Sabe muito sobre arte e design. É um companheiro de jantar sociável, e é divertido se você quiser uma noite relaxante. Tem bom gosto em filmes e teatro. Você simplesmente não pode

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

esperar muito dele. Ele é vaidoso e egoísta, e sempre vai olhar para Sanders McCullin primeiro, mas depois há o seu lado encantador para compensar isso. Isso é bom, porque eu o conheço bem o suficiente para não esperar mais do que ele pode dar. Hoje, eu... — Ela balançou a cabeça. —Eu não tinha ideia. Jack colocou a mão sobre a dela. Ela precisava falar isso, e estava mais do que disposto a dar-lhe o espaço para fazê-lo. — Diga-me. — disse calmamente. Caroline olhou-o em cheio no rosto, olhos arregalados. —Ele gostou quando eu lutei com ele. — Ela balançou a cabeça, lentamente, claramente ainda atordoada com a ideia. — Isso o excitou. Era... Deus, era inconfundível. No início, quando ele tentou me beijar, eu pensei que tudo que eu tinha a fazer era afastá-lo, então fiz isso. Ou pelo menos tentei. Ele apenas me segurou mais. Isso não é... — Ela balançou a cabeça novamente. —A maioria das mulheres têm experiências assim. Alguém que você não quer, deseja você. E, geralmente, não é preciso muito para fazê-los parar, uma vez que você deixe claro que não está interessada. E eu pensei que seria assim com Sanders, apenas empurrar para longe, e ele pararia. Mas ele não parou. E quando eu comecei a lutar duramente... — Ela respirou fundo. —Ele tinha uma ereção. Foi horrível. Filho da puta. Talvez Jack tivesse errado. Talvez devesse ter matado o filho da puta. McCullin fizera um buraco na autoconfiança de Caroline, em sua noção de si mesma como mulher. Jack queria dar uma medida de controle de volta para ela, reparar o tecido rasgado. —Eu conheço caras como esse. — disse ele, enquanto segurava a mão de Caroline. —É como se houvesse algo de fundamentalmente errado dentro deles, como se houvesse algo quebrado. Porque, querida, um homem normal não ficaria excitado com a ideia ou a sensação de uma mulher que estivesse com medo ou sentindo dor. Confie em mim sobre isso. Os militares atraem um

2 6


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

monte de caras como esse fu... Como esse McCullin. Eles gostam da ideia da viagem de poder e de ser treinado para dominar fisicamente. —Felizmente, os militares também têm maneiras de impedir homens como esses, e fazem isso porque eles nunca dariam certo como soldados. Esses tipos de homens são doentes de outras maneiras, também, não apenas sexual. Eles não sabem como trabalhar em equipe, que é o que importa em um bom exército. Não aceitam ordens muito bem, e costumam ter uma ideia exagerada de suas próprias capacidades, o que pode ser desastroso em combate. Então, um monte deles é eliminado. Nem todos, mas a maioria deles. — Ele segurou seu queixo, se inclinou e beijou-a com suavidade, apenas um toque de seus lábios nos dela. — Esse cara é um maldito doente, e ele não vale um instante de seu tempo ou suas preocupações. Caroline deu uma risada suave. —Realmente, você é quem deve se preocupar. Ele não ameaçou processálo? Devo advertilo, Sanders é um advogado muito bom. Espero que você não tenha nenhum problema por minha causa. Ela foi maltratada por alguém que considerava um amigo, teve sua casa arrombada, e estava preocupada com ele. —Deixe-me preocupar com isso. — Estendeu a mão com o polegar e apagou a pequena linha de expressão entre as sobrancelhas. —Ele não me assusta, acredite em mim. —Não, eu imagino que não. E eu não lhe agradeci por aparecer bem na hora certa, não é? Assim como nos filmes. Jack Prescott para o resgate. Obrigada. —Disponha. —A voz de Jack estava repentinamente rouca, e teve que limpar sua garganta para conseguir que as palavras saíssem. Ela estava segurando a haste de sua taça de vinho, girando-a, vendo o vinho vermelho profundo escalar as paredes do cristal, perdida em pensamentos.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A mão que segurava a haste era delicada, assim como seu pulso. Ele podia ver os tendões trabalhando enquanto ela rodava a haste. Tudo nela era delicado, até mesmo frágil. Esta noite ela não exibia o costumeiro tom rosado sob a pele de marfim. Estava pálida e parecia cansada. Por mais que ela tentasse construir pequenos paraísos para si mesma, longe do mundo exterior, em sua casa e sua loja, o mundo de dentes afiados do lado de fora viera rugindo para lhe dar uma grande mordida, em seus dois paraísos. O mundo não era gentil com pessoas de bom coração. O coração de Jack simplesmente revirou no peito. Era quase como se estivesse vendo-a pela primeira vez. Caroline estivera em sua cabeça a maior parte de sua vida. A beleza misteriosa e sobrenatural, inatingível, inacessível. Alguém sobre quem fantasiar enquanto se masturbava em lugares solitários. Um unicórnio. Um mito. Mas esta, esta mulher era real. Esta mulher com o coração nobre e quente não era um mito, mas uma mulher real de carne e sangue. Forte, apesar de vulnerável. Firme, ainda que frágil. Era também a pessoa mais corajosa que ele já conheceu. Se você perguntasse a ele, Jack teria dito que ele era corajoso. Cristo, ele era um soldado. Estivera em mais tiroteios do que poderia contar. Ia para a batalha cada vez mais plenamente preparado para morrer. Não desistia diante de nada, homem ou besta. Isso não significava porra nenhuma. Quando o coronel tinha caído doente, foi quando sua coragem tinha sido testada. Foram três semanas de inferno absoluto e total. Ele passou todo o tempo que podia no hospital, desejando todo o tempo, que ele pudesse escapar. Assistindo a morte do coronel, centímetro por centímetro, observando-o enfraquecer, dia após dia, forçara sua coragem ao máximo.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Jack tinha ido para casa todas as noites, desceu ao porão e trabalhou no saco de pancadas durante uma hora por noite, e isso mal alcançou borda de seu desespero. No final, mal podia olhar para o coronel. Ele ainda estava envergonhado por isso, mas não podia ver aquele rosto emagrecido, a pele como um papel fino e quase sem uma gota de sangue. Os tubos entrando e saindo, os ofegos para respirar. Quando os enfermeiros chegaram para mudar a roupa de cama ou dar-lhe a medicação, Jack tinha a desculpa para escapar, mesmo que apenas até a cantina para um copo do que eles, rindo, chamavam de café. E cada vez que voltava, ficava do lado de fora da porta do quarto do coronel, a mão suada espalmada contra a porta, querendo empurrá-la para abri-la. Às vezes, levava meia hora para finalmente juntar coragem para voltar e ajudar o seu pai adotivo a morrer. Isso quase o matou, e teve a duração de três semanas. Caroline fizera aquilo para seu irmão por seis malditos anos, enquanto trabalhava sob um grande fardo financeiro. Ela merecia a Medalha de Honra do Congresso. Ela era uma mulher em um milhão. Caroline poderia ser machucada a qualquer momento, ser tirada dele a qualquer momento. O mundo é um lugar grande, frio e cruel. Ninguém sabia disso melhor do que Jack. Ninguém sabia melhor do que ele como a vida brutal e selvagem poderia ser. Um toque de mão de répteis do destino, e Caroline poderia ser varrida da face da terra em um instante, despedaçada e perdida para ele, para sempre. A beleza e bondade existentes nela, poderiam desaparecer tão rapidamente como uma vela sendo apagada. Essa mulher era extremamente preciosa, sua luz na escuridão, a bondade em meio a tristeza.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Naquele momento, Jack percebeu, com um sentido da verdade que foi profundamente até os ossos, forte como o sangue, que Caroline segurou seu coração para sempre, e que sua missão na vida era mantê-la segura e feliz, trazer um sorriso ao seu rosto e o rubor cor de rosa de volta a sua face. Enquanto ele respirasse, ele se certificaria que nenhum dano ocorria a Caroline, que ele pudesse evitar. Mas ainda mais do que protegê-la, ele queria que ela fosse seu verdadeiro eu. Nada podia transformá-la novamente na menina despreocupada e privilegiada que ela foi um dia, mas por Deus, queria de volta a mulher que vislumbrara durante o fim de semana. Uma mulher charmosa, bem-humorada, segura de sua beleza, sem ser dirigida por ela. Bem informada, com um bom senso de humor, até mesmo prática. Essa mulher era Caroline, a essência de Caroline, quando a vida não estava batendo-a com um porrete. Jack não podia voltar no tempo e desfazer o dia de hoje, mas com certeza poderia afogá-la em prazer no final do dia. —Vamos. — disse ele, de repente, de pé. Ela olhou intrigada quando Jack colocou dois cálices limpos e a garrafa meio vazia do vinho excelente que beberam no jantar em suas mãos, em seguida, gritou quando ele pegou-a em seus braços. —Onde... — começou, então, segurou a língua. Estava muito claro para onde estavam indo quando ele se dirigia até as escadas. —Eu pensei em tomar uma bebida aqui. — Jack sorriu em seus olhos enquanto a carregava ao longo do patamar superior em direção ao seu quarto, o quarto deles, agora. Ele não acendeu a luz do quarto, mas a luz no patamar se filtrava até lá. Apenas o suficiente para envolvê-los na intimidade da penumbra, e deixá-lo vê-la. Precisava ser capaz de vê-la enquanto a amava. Conhecia seu corpo suficientemente bem até agora para saber, através do toque, o que estava acontecendo com ela, mas queria ver isso também.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Nada no mundo era tão excitante quanto ver as pálpebras de Caroline abaixadas com a excitação, como se manter os olhos abertos fosse um esforço muito grande. Ou ver sua pele se tornar ainda mais rosada onde ele a tocava, ou a batida quase imperceptível de seu coração se acelerar sobre o peito esquerdo. Deus, tudo isso o excitava. Tudo nela foi concebido para fazer seu pau inchar, o seu coração bater mais rápido, seu sangue subir. A visão dela, o som dela, a sensação dela, o cheiro dela, tudo o mantinha em um estado de semiexcitação sempre que estava perto dela ou até mesmo quando pensava nela. Ele não estava em estado de semi-excitação agora, o negócio estava em pleno desenvolvimento. Jesus, coisa boa que ele comprou um par de jeans apertados, porque precisava manter-se em suas calças durante um tempo. Hoje era uma noite de romance, e romance significava preliminares, embora não fosse muito bom nisso. Uma vez que deixava uma mulher nua, o sexo estava apenas a poucos minutos de distância. Não estava acostumado a controlar o ritmo ou a se conter. Esta noite será um curso intensivo de controle porque hoje era sobre ela. Jack sentou-a ao lado da cama, colocou vinho até a metade de sua taça e a colocou em sua mão. Serviu-se de uma taça e brindou com dela. O aro de cristal puro floresceu na sala. —A nós. — Bebeu, observando-a sobre o vidro. —A nós. —Caroline sorriu, girou o vinho na taça, cheirou profundamente, então tomou um gole. Essa é minha garota, ele pensou. É tudo sobre os sentidos, essa noite. Aproveite. Ele com toda a certeza pretendia aproveitar. Jack agachou-se, estremecendo um pouco quando seu pau esfregou contra seu jeans. Porra, isso machuca. Talvez ele devesse ficar nu em torno de Caroline, e se poupar da dor.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele deslizou lentamente seu sapato para fora do pé direito, depois o esquerdo, dando uma rápida olhada para seus lindos pés e suas elegantes unhas brilhantes pintadas de rosa cremoso, através das meias. Na sala silenciosa, despiu-a lentamente, como desembrulhando um maravilhoso presente de Natal para si mesmo. Meias, saia, blusa, calcinha sutiã, e lá estava ela, nua, só para ele. Seu pênis pulsou dolorosamente. Seu coração pulsou dolorosamente. Seus tornozelos eram esguios, era facilmente capaz de cercar os tornozelos com as mãos. —Você tem pés tão bonitos. — sussurrou, levantando os olhos para os dela. Eles estavam prateados, na penumbra, margeados por um azul mais escuro. —Obrigada. — ela sussurrou de volta. Ele se inclinou para frente, passando as mãos de seu tornozelo até a parte externa das coxas, sobre seus quadris, encostando o nariz em sua pequena barriga macia. Ele se inclinou um pouco, os ombros forçando as pernas. —Deite-se querida. —ele disse, sua voz um pouco rouca. —Isso vai demorar um pouco. Isso trouxe um sorriso aos seus lábios. Ela passou a mão sobre o cabelo dele, e lentamente se deitou, um braço cobrindo os olhos. Ótimo. Ela não precisa ver. Ela só precisava sentir. Sua beleza nua era de parar o coração. Quadris agudamente delineados, barriga côncava, as pernas balançando na beirada da cama, completamente abertas para ele. Jack raramente fazia sexo oral. Não tinha quaisquer objeções a isso, mas também não era selvagem por causa disso. 2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Agora, porém, a cabeça estava cheia com o pensamento de beijá-la ali, onde seu pau estaria mais tarde. Um movimento suave de suas mãos, e ela abriu as coxas mais amplamente, e Jack simplesmente não conseguia tirar os olhos dela. Pele rosa pálido, perfeita, rodeada por espessos e macios fios de cabelo vermelho-ouro. Para dar a ela uma sensação de intimidade, ele não acendeu a luz, mas tinha excelente visão noturna. Ele podia ver tudo perfeitamente. O longo e perolado declive de suas coxas sedosas, quadris levemente arredondadas, seios firmes e pequenos. Ele abriu-a com seus polegares, como o desabrochar de uma flor. Tinha feito isso antes, mas parecia que era a primeira vez. Nunca tinha sido as pernas de Caroline que ele separou, cuja carne delicada, ele acariciou, quente e úmida. Ele a beijou, exatamente como beijava sua boca. Ela tinha o gosto do mar, picante e quente. Ela ofegava levemente, o som alto na sala silenciosa, um pequeno gemido a cada passagem de sua língua. Jack fechou os olhos por um instante e concentrou-se sobre ela, sobre a umidade jorrando fora dela, sobre a forma como as coxas tremiam levemente, sobre a forma como os músculos do seu estômago se contraíram quando ele entrou nela com a língua. —Jack — ela murmurou, puxando uma respiração acentuada quando ele lambeu mais profundamente. Ele se inclinou para ter um profundo gosto dela e sentiu as paredes de sua pequena vagina se movendo, em uma forte contração. Ah, sim. Sedosa, macia, molhada. Com o gosto do mar, com cheiro de rosas e sexo. Ele rodou e lambeu e perdeu completamente o senso de si mesmo, ajoelhandose diante dela, como um suplicante ajoelhado diante de sua deusa. Quando ela gozou, foi com fortes e pequenos puxões de sua vagina contra sua língua, o sentimento mais incrível. —Jack. — Havia necessidade em sua voz.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline precisando de alguma coisa... Ele foi programado para responder. Apesar de que uma parte dele queria passar os próximos dez mil anos ajoelhado na cama, amando-a com a boca, o resto dele precisava estar dentro dela. Um segundo depois, entrou nela em um longo impulso, os dois gemendo com alívio. Se inclinou para beijá-la, e o resto de seus gemidos se perderam em sua boca. Os golpes eram longos, profundos, preguiçosos, o mundo inteiro reduzido a mulher debaixo dele e para onde eles estavam unidos. Não havia pensamentos possíveis nesta terra encantada de Caroline, somente sensações. Seu calor e suavidade, a úmidas boas vindas que podia sentir ao longo de cada centímetro do seu pênis, seus braços e pernas, segurando-o firmemente. Forte como era, nunca poderia quebrar o seu poder sobre ele. Pela primeira vez em sua vida, Jack perdeu toda a noção de si mesmo. Ele sentiu como se tivesse entrado em sua pele, sua cabeça, puxando para fora exatamente o que ela queria. Quando ela gozou, ele prolongou seu prazer, mudando o ângulo de suas estocadas, até que sua cabeça caiu sobre o braço dele e seus braços e pernas caíram sobre a cama. Foi quando ele tomou seu próprio prazer, dura e rapidamente. Ela estava úmida e macia o suficiente para levá-lo totalmente e, —oh meu Deus— quando ele gozou, explodiu com o seu corpo inteiro, desde os dedos dos pés até o alto da cabeça. Desmoronou sobre ela, espremido, um homem completamente diferente, Caroline enchendo sua cabeça. Ela foi violada hoje, mas ele a fizera se sentir melhor, e a partir deste momento em diante, nada poderia tocá-la. Ele se aninhou contra seu ouvido, a cabeça deitada em seu cabelo, o cheiro de rosas se acentuando em suas narinas. —Depois que o sistema de segurança estiver instalado, vamos decorar a casa juntos. Pintar a cozinha e o quarto. E podemos pintar a sala de jantar de

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

amarelo novamente. Você gostaria, não é? Você não irá reconhecer a casa quando terminarmos. — Sua voz estava arrastada pela sonolência e os efeitos colaterais do sexo. Ele beijou sua testa e apagou como uma luz. Caroline estava deitada de costas, os músculos relaxados pelo prazer, os músculos internos ainda tão hipersensíveis pelo poderoso orgasmo que não conseguia mover suas coxas, sem sentir um choque de prazer e dor. Seu corpo estava enviando um pacote enorme de mensagens poderosas de alegria para sua cabeça, mas era como sentir algo acontecendo muito longe. Seu rosto estava paralisado com o choque. Jack tentou colocá-la em seus braços, mas ela transformou-se em um peso morto, como se tivesse caído rapidamente no sono, e pôde sentir sua decisão de deixá-la descansar. Ele puxou o cobertor sobre os ombros dela e se acomodou, tão perto que podia sentir o seu calor, mas sem tocá-la, adormecendo em um instante. Se ele a tocasse novamente, ela não sabia o que faria. Correr, talvez. Gritar. Os músculos de sua mandíbula se apertaram. A refeição e o vinho estavam coalhando em seu estômago irritado. Ela teve que engolir pesadamente contra a bile subindo até a garganta. Seu instinto lhe disse para se levantar da cama e correr, mas correr para onde? Sua cabeça doía enquanto olhava com os olhos secos para o teto escuro, perguntando se algumas respostas lá em cima estavam nas sombras, sabendo que não havia resposta nenhuma. Sabendo que ou ela estava louca ou Jack estivera deitado com ela o tempo todo. De alguma forma, o gigante deitado ao lado dela, que fizera amor com ela por horas, que esteve dentro de seu corpo, que lhe dera prazer alucinante, de alguma maneira não era quem ele disse que era.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Seria maravilhoso esquecer o que ele disse. Ela encontrou um amante magnífico, sexy como o inferno, que não fizera nada, além de ajudá-la desde que ele chegou. Cortês, lindo, fantástico na cama, completamente focado nela. Rico, também, a menos que Jenna lhe tivesse pregado uma peça. O Príncipe Encantado, Jenna teria dito na escola. Mas suas palavras corriam por sua cabeça, em um refrão interminável, zombando dela. Palavras que deslocou o chão sob seus pés e fez duvidar de seu próprio sentido. Palavras que não faziam sentido nenhum, saindo de sua boca. Da boca de um homem que ela encontrou pela primeira vez há quatro dias. Podemos pintar a sala de jantar de amarelo, novamente, ele dissera. Você gostaria disso, não é? Sim, claro que ela gostaria. Um bom amarelo canário em vez de verde vômito. Quem não gostaria? Foi muito amável da parte dele pensar sobre isso. Exceto, é claro, que a última vez que a sala de jantar foi pintada de amarelo foi mais de seis anos atrás.

Capítulo Dezesseis

Quando Sanders entrou na Primeira Página, um dia muito ruim, de repente ficou pior. Poucos clientes haviam aparecido durante toda a manhã e os poucos, ela suspeitava, morrendo de frio, ao invés de morrendo por uma boa leitura. Por volta de onze horas ela acumulou um total de vinte e sete dólares e quinze centavos em vendas, o seu segundo pior dia. O pior foi sexta-feira, com um total geral de vendas de zero.

2 7


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ainda assim, talvez não fosse mau que o clima ainda estivesse tão ruim. As pessoas preferiam reler seus livros antigos do que ir até a Primeira Página. Ela achou difícil prestar atenção às poucas pessoas que realmente se aventuraram no interior da loja. Eles falavam, e ela de repente estava imersa em seus pensamentos, então tinha que correr e pedir desculpas quando estava claro que ela não estava escutando. Assim, apesar de tudo, era uma coisa boa que estivesse quase sempre sozinha com seus pensamentos. Exceto pelo fato de que ela estava sozinha com seus pensamentos. Não importa que forma ela olhava para eles, de cabeça para baixo, de dentro para fora, Caroline não conseguiu descobrir como Jack poderia saber que a sala de jantar tinha sido pintada de amarelo, há seis anos atrás. Como se fosse a primeira gota de uma represa que rachou, agora sentia as águas frias da dúvida crescerem em sua mente, deixando-a doente. Além da cor da sala de jantar, ela agora percebia, com reserva, que ele parecia ter um conhecimento incomum de Greenbriars. Na primeira noite, ele não quis ser acompanhado até seu quarto. Parecia saber onde as ferramentas eram mantidas, onde era a adega, mesmo na primeira noite, soubera onde ficava seu quarto. Ele disse que o reconheceu por seu cheiro, mas isso não soava verdadeiro. Ele sabia. Como ele sabia? E, o mais terrível de tudo, como poderia, às vezes, parecer vagamente familiar para ela? Ela não dormiu a noite toda, simplesmente olhou para o teto, a mente rodopiando inquieta e inutilmente, até que o negro fora de sua janela lentamente se transformou em cinza metálico. Jack percebeu que algo estava errado. Não havia nenhuma maneira que ela pudesse esconder sua tristeza daqueles perspicazes olhos escuros, e ela teve que fingir o aparecimento da gripe para distraí-lo. E então ela teve que impedi-

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

lo de embrulhá-la de volta para a cama com chá quente e setecentos cobertores. Eles brigaram sobre sua ida ao trabalho, mas ela estava irredutível, ameaçando dirigir até lá, se ele não a levasse. Isso encerrou a discussão, e ele a levou, de boca fechada e em silêncio. Ótimo. Deixe que ele fique com raiva. Sua raiva lhe permitiu tempo e espaço. Ela precisava saber quem ele realmente era. Hoje à noite. Eles tinham que conversar esta noite. Talvez ele tenha sido muito bom para ser verdade. Talvez, em sua solidão e tristeza, ela invocou o amante perfeito fora do ar. Simplesmente o inventou. O sino tocou por cima da porta. Outro cliente. Deveria estar feliz, mas agora tudo o que queria era ficar sozinha com seus pensamentos. Ainda assim, os clientes significavam dinheiro, então colou um sorriso no rosto e caminhou em direção à porta. —Oh. — Caroline parou quando viu Sanders. Ele estava com outro homem, que permanecia de pé ligeiramente atrás dele. —Sanders. — disse ela friamente. O que ele queria? Se desculpar? Hoje não era um bom dia para ele aparecer. —Eu não acho que esta é uma boa ideia. Acho que talvez seja melhor você ir embora. —Agora, Caroline, não me trate assim. Você não ouviu o que eu tenho a dizer. Algo acontecera com ele. O esmagado, espancado Sanders desapareceu, e ele estava de volta a sua antiga autoconfiança, elegante e controlado. Ainda tinha aquele leve sorriso que parecia tão afetado. Isso não o tornava bem vindo para ela. —Sinto muito, Sanders, estou muito ocupada. Talvez em outra hora. Ele segurou suas luvas caras em uma mão e olhou lentamente em torno da livraria. A livraria muito vazia. Ele tomou o seu tempo e finalmente olhou para ela novamente.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Eu acho que você vai querer ouvir o que tenho a dizer. Ou melhor, o que este senhor tem a dizer. —Deu um passo para o lado, e Caroline viu o outro homem claramente agora. Ele era de estatura mediana, com cabelos ruivos curtos, grande óculos desproporcionais e fora de moda. Flexíveis ao invés de finos. Terno de poliéster preto brilhante e mal ajustado, camisa branca, gravata preta brilhante. Completamente indescritível, exceto pelos olhos. Eles eram azul claros, insípidos e frios. —Minha senhora — ele disse, e virou uma carteira de couro aberta para revelar um emblema de bronze. Agente especial Butler Darrell. Escritório do FBI de Nova Yorque. FBI? Essa era a ideia de Sanders de uma piada? Ou será que ele realmente chamou o FBI porque Jack o jogou para fora da loja ontem? Isso estava indo longe demais, mesmo para Sanders. Era uma vergonha para o FBI até mesmo dar a Sanders uma hora do dia. Será que eles não têm nada melhor para fazer? Terroristas enlouquecidos estavam tramando dia e noite para explodir pessoas e edifícios, e o que eles faziam? Voavam por todo o país, porque Sanders teve seu cabelo despenteado e seus sentimentos feridos. Caroline sussurrou para Sanders. —Ouça, eu sei que você disse que iria processar, mas chamar o FBI é simplesmente insano. Você deve saber melhor do que isso. É uma reação totalmente exagerada para o que aconteceu ontem. Isto é... —Minha senhora —o agente Especial do FBI interrompeu. —Acho que você precisa se sentar. Isto não é sobre o Sr. McCullin. —Ele lançou um olhar hostil a Sanders. —Na verdade, o Sr. McCullin não deveria sequer estar aqui. Mas não importa. Precisamos conversar em algum lugar, Senhorita Lake.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele quer falar comigo? Desnorteada, Caroline levou o agente especial à sua mesa no fundo da sala, separada do resto da livraria por um balcão com livros empilhados. Caroline sentou-se atrás da mesa, e o Agente Especial sentou em frente a ela. Havia apenas duas cadeiras em seu escritório, mas Sanders entrou e arrastou outra cadeira ficando de frente para ela. O agente do FBI o ignorou totalmente. Ele colocou sua pasta sobre os joelhos e tirou uma outra pasta menor. Não a abriu, somente colocou-a no colo e colocou a mão sobre ela, como se a protegesse. —Senhorita Lake. Fui informado que você conhece alguém que se denomina Jack Prescott. Há quanto tempo você o conhece? —Por que, eu só o conheço... — Ela parou de repente, franzindo a testa. —O que você quer dizer com se denomina Jack Prescott? Não é esse o nome dele? Butler abriu sua maleta e colocou uma fotografia sobre a mesa de trabalho, de frente para ela. Era um retrato ampliado de Jack, uniforme completo, do tipo utilizado como identificação militar. Ele parecia mais jovem, com os cabelos cortados rente à cabeça e usando algum tipo de boina. —É esse o homem que você conhece como Jack Prescott, minha senhora? — Ele bateu a foto com o dedo áspero. Caroline engoliu em seco e olhou para os frios olhos azuis. —Eu não tenho nenhuma razão para pensar que ele é alguma outra pessoa. Do que se trata? Como isso pode ser do seu interesse? —Basta responder a pergunta —ele disse. —É esse o homem que você conhece como Jack Prescott ou não é? —Sim. —E quando você o conheceu? Ele deixou seu crachá aberto, e o bronze refletia a luz do teto. O crachá ficou lá com o peso do governo dos Estados Unidos por trás dele, a coisa mais brilhante na sala. Caroline o observou, como se isso pudesse lhe dar respostas.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Senhorita Lake. —Ele não disse mais nada. Não precisava. Sua garganta parecia apertada. —Eu conheci o Sr. Jack Prescott na última sexta-feira. Ele acabara de chegar na cidade e precisava de um lugar para ficar. Eu aceito pensionistas. —Se ele acabara de chegar na cidade, como sabia que você tinha quartos para alugar? —O taxista contou a ele, no caminho do aeroporto. —Que horas ele chegou em sua loja? —Cerca de quatro, eu acho. Eu estava pensando em fechar mais cedo porque o tempo estava muito ruim. Ninguém veio à loja durante toda a tarde. Ele foi realmente a única pessoa que entrou na loja naquela tarde. —O que ele levava com ele? —Como? Não entendi. —O que ele tinha? O que estava carregando? —Oh. Bem, ele tinha uma mochila e uma mala. —Eram pesados? —Eu não tenho ideia. Ele as carregou até a loja, e depois quando fomos embora. —Ele estava armado? A boca de Caroline se fechou com um estalo. Sim, ele estava armado, apesar de que na época, ela não soubesse. Nunca teria levado um homem armado para sua casa. O silêncio se estendeu. —Senhorita Lake. Responda a pergunta. —Jack está sendo acusado de alguma coisa? —Basta responder a pergunta. Você pode fazê-lo aqui, ou em Seattle. A escolha é sua. Parecia uma traição com um homem que ela não tinha certeza se ainda confiava. Ainda assim, Caroline achava difícil dizer a verdade.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Sim —disse finalmente. —Ele estava armado. Eu não sabia disso naquele momento. —Que tipo de arma ele estava carregando? Ela olhou para ele. —Você está brincando? Ele também a olhou, olhar frio, totalmente impessoal. Não, ele não estava brincando. —Senhor, Agente Especial Butler, não sei absolutamente nada sobre armas. Era grande e preta, é tudo que eu posso dizer. —Como você sabe que ele estava armado? —Alguém invadiu a minha casa ontem. —Ou melhor, Jack disse a ela que alguém havia arrombado sua casa. Caroline odiava isso, odiava criticar a si mesma, odiava julgar, tentando adivinhar e duvidar dele. Odiava a sensação de que ela estava fazendo amor e se apaixonou por uma fraude. —Eu descobri então que ele estava... Estava carregando uma arma. Até então, eu não tinha ideia. —Veja, Caroline, — Sanders disse de repente. —Você deveria ter pensado melhor. Você nunca foi uma boa juíza de pessoas. Isto deve ensinar-lhe uma lição sobre confiar em perfeitos estranhos. Butler não virou a cabeça. —Sr. McCullin, mais uma palavra e eu terei que prendê-lo por obstrução da justiça, fui claro? —Desculpe. — Sanders tentou parecer castigado, mas não estava funcionando muito bem. Ele se recostou na cadeira e cruzou os braços. —Agora, Senhorita Lake. Ele disse de onde veio? Caroline estava começando a perceber como Jack disse muito pouco sobre si mesmo.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Bem, ele disse que esteve no Afeganistão. E disse que seu pai morreu muito recentemente, na Carolina do Norte. Eu não sei se ele voou em todo o caminho do Afeganistão, ou se ele parou na Carolina do Norte. —Nossos registros mostram que ele veio da África. De Freetown. —A capital da Serra Leoa? — Caroline perguntou. —Que diabos ele estava fazendo lá? Ele não disse nada sobre a África. —Não? Isso provavelmente é compreensível, visto que ele e três outros mercenários massacraram uma aldeia de mulheres e crianças. —Isso é mentira! —As palavras vieram de dentro dela. Ela se levantou de repente. —Eu me recuso a ouvir... O agente especial não levantou a sua voz, mas ele não precisava. —Sente-se, Senhorita Lake, ou irei prendê-la por obstrução da justiça. Sente-se! Ela se sentou e cruzou as mãos sobre a mesa para impedi-las de tremer. —Não há como Jack Prescott ter feito algo assim. Ele não respondeu, apenas olhou para ela com seus olhos frios. —Você já assistiu ao noticiário do final de semana? O que ela fizera no fim de semana não era da conta dele. —Eu não consigo entender... —Responda à pergunta, Senhorita Lake — ele interrompeu com uma voz dura. — Ou eu vou leva-la para o escritório de Seattle e interrogá-la lá, o que seria muito menos agradável para você. Gostaria disso? A escolha é sua. —Eu... Não, hum, para responder a sua pergunta, eu não assisti o noticiário durante o feriado de Natal. —Ela estava muito ocupada com Jack e, além disso, agora que pensava nisso, tanto o rádio quanto a TV não estavam funcionando. Foi só então que lhe ocorreu quão inusitado era que o rádio e a TV estragassem na mesma semana. —Eu realmente não vejo o que isso tem a ver com nada.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Essas notícias estão em todos os canais de TV — disse Sanders, se inclinando para a frente. —Eu não sei como você pode ter perdido isso. O agente do FBI lançou a Sanders um olhar que fez com que ele levantasse as mãos, se desculpando e se sentasse. O agente voltou para ela. Caroline se impedia de tremer pela força de vontade. O homem tinha os olhos mais frios que já vira. —Senhorita Lake, parece que você não está ciente do fato de que há seis dias, quatro empreiteiros militares dos Estados Unidos que trabalhavam para uma empresa privada de segurança americana chamada PEV Segurança massacraram uma aldeia de mulheres e crianças na Serra Leoa e fugiram com uma fortuna em diamantes brutos. Os soldados de Serra Leoa apareceram no final e mataram três dos empreiteiros militares. Um fugiu com os diamantes. Que história horrível. Talvez sua TV e o rádio tivessem parado de funcionar por compaixão, tomaram a decisão de poupar-lhe esta notícia. —Sinto muito. O que isso tem a ver comigo? —O homem que escapou foi Vincent Deaver, o líder dos militares contratados. Você o conhece como Jack Prescott. Ele é um homem muito perigoso, e precisamos da sua ajuda para trazê-lo até aqui. Uma súbita rajada de ar gélido irrompeu na loja quando um cliente entrou, Caroline ouviu o tilintar do sino, como se de uma grande distância. Laurel Holly, a mulher do prefeito. Ela tinha que fazer algo, se levantar, ir até Laurel, se afastar deste homem terrível. Colocou suas mãos sobre a mesa, mas de alguma forma não conseguia. Algo estava errado com suas pernas. Sanders se levantou imediatamente e foi até Laurel. Caroline os ouviu murmurar, então Laurel saiu e Sanders virou a placa de ABERTO para FECHADO e caminhou de volta, sem tirar os olhos do rosto dela. —Ninguém vai nos incomodar agora. Ele tinha o mais terrível olhar, triunfante e auto satisfeito. Feliz. Feliz com a ideia de que ela teria dormido com um assassino em massa.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Se havia uma coisa minúscula dentro dela, um pouco de suavidade por Sanders, por causa dos velhos tempos, ela morreu ali mesmo. Ele queria que Jack fosse um monstro, um criminoso de guerra. Isso o fazia feliz. Bem, isso era péssimo, porque ela não acreditava, nem por um momento. Jack, um assassino em massa? Jack? Um homem que mataria por diamantes? Não era possível. Ela se recusou a acreditar nisso. Seu corpo não acreditava. O homem que a abraçou tão delicadamente, tão autocontrolado que constantemente se reprimia para não machucá-la, nem mesmo inadvertidamente, no auge da paixão. Aquele homem não era um assassino. Claro, ele era um soldado. Sem dúvida que ele matou, muitas vezes, cumprindo seu dever. Caroline estremeceu violentamente, como se seu coração tivesse subitamente congelado. O sabor do café que tomou esta manhã estava em sua boca. Ela apertou seu queixo fechado enquanto a bile coçava sua garganta. Não importa que ela tivesse suas dúvidas sobre Jack. Isso era somente sobre o fato de como ele conhecia sua casa tão bem, não que ele poderia ser um monstro. Ela olhou para o agente especial diretamente no rosto. —Isso é insano. Jack não é um assassino em massa! E ele não estava na África, ele estava no Afeganistão neste inverno. Você está com o homem errado. O Agente Butler deslizou outra fotografia sobre a mesa. Caroline cruzou os braços, a linguagem do corpo rejeitando o que ela estava vendo na foto, e olhava para a frente. O agente era um bom observador, melhor do que ela. Seu olhar era firme e inflexível, e com um arrepio e um suspiro, Caroline desistiu e baixou os olhos para a fotografia. Bastou um olhar, mas foi o suficiente. A fotografia era muito clara.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Um Jack ligeiramente mais magro, com o crescimento de vários dias de barba, em camuflagem, segurando uma grande arma preta. Densa e cegante folhagem verde no fundo, uma fila de cabanas de madeira com telhados de zinco, crianças africanas brincando na poeira, soldados africanos montando guarda. Havia um carimbo de data em branco no fundo. 11:21 da manhã, 21 de dezembro. —Isso não é o Afeganistão —o agente do FBI disse. —Não — Caroline sussurrou. —Não é. Ela queria pegar a foto mais perto para ver melhor, mas não podia. Estava se abraçando, profundamente congelada no âmago de seu ser. —Essa foto foi tirada por um soldado das missões de Serra Leoa, em Freetown, sete dias atrás, pouco antes de Deaver dirigir para o interior de uma aldeia chamada Obuja, onde havia rumores circulando sobre um punhado de diamantes. Ele pegou uma canoa para subir o rio para Obuja. Vinte e quatro horas depois que a fotografia foi tirada, todos em Obuja estava mortos, e ele encontrou os diamantes. A ONU ainda está procurando por lá, mas nós recebemos a notícia que ele tinha voado de volta para os Estados. Caroline teve que tossir para soltar sua garganta. Ela lambeu os lábios secos enquanto contava os dias. —Mas, mas isso significaria que ele voou da África diretamente para cá. — Ela parou, com a garganta doendo. —Mas... Por quê. Por que vir até aqui? É o outro lado do mundo. Isso não faz sentido. Por que aqui? —Para ver você. — disse o Agente Butler. As palavras tranquilas pareciam encher a sala, ressaltar ao redor das paredes, ecoar em sua cabeça. Levou alguns minutos para processar as palavras. Ele não a apressou, só a observou de perto. O chá que ela tomara ameaçou surgir, e Caroline engoliu pesadamente.

2 8


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Receio não estar entendendo. Ele voou diretamente da África para me ver? Jack Prescott não me conhece. Eu o encontrei pela primeira vez na véspera de Natal. Ele não poderia ter voado algo como dez mil quilômetros por mim. Desta vez duas fotocópias deslizaram sobre a mesa. Caroline não olhou para elas. Não queria olhar para elas. O Agente Especial Butler bateu primeiro em uma, depois na outra. —Ele conhecia você muito bem. Estas fotografias foram encontradas em sua mochila, que ele abandonou na aldeia. Elas foram enviados por fax para mim por um sargento de Serra Leoa. Olhe para elas, por favor, Senhorita Lake. Ele veio aqui por você. Caroline tampou seus olhos, completamente incapaz de olhá-las. Finalmente, com a sensação de que nada jamais seria o mesmo, olhou para baixo, depois afastou o olhar imediatamente. Um punho frio agarrou seu coração e apertou. —Encontrou essas fotos na África? —Sim, senhora. Caroline se abraçou com mais força, fria, extremamente infeliz, o estômago irritado. Ouvia um som vago assobiando em seus ouvidos e se perguntou se iria desmaiar. —Você reconhece essas fotos, Senhorita Lake? Caroline não conseguia falar. Mal conseguia respirar. —Senhorita Lake? Sanders se inclinou para frente. —Caroline, essa é a sua foto no colégio, você não a reconhece? E a outra... O Agente Especial Butler falou sem virar a cabeça ou tirar os olhos dela. —Cala a boca Senhor. — Seu olhar era feroz e sem piscar, com foco firmemente sobre ela. — Senhorita Lake, eu estou perguntando pela segunda vez, você reconhece as fotografias? E nem tente mentir porque eu posso

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

arrastá-la para o escritório de Seattle e fazer você confessar tudo isso sob juramento, e você sabe qual é a pena por ter mentido sob juramento. Caroline assentiu tremulamente. —Sim — ela sussurrou. —Eu sei. —Então, de quem são as fotografias? —Minhas. — Sua voz brotou fina e esganiçada, quase um chiado. —Uma é o meu retrato do segundo ano do ensino médio. A outra é uma fotografia recortada de um jornal local. Minha, em um recital de piano. Eu deveria ter o quê? Dezesseis? Como aquelas fotografias poderiam estar em posse de Jack Prescott? —Isso é precisamente o que eu quero saber de você. — ele disse severamente. —Talvez vocês dois estejam juntos? —O quê? — Caroline sussurrou, chocada. O Agente Especial Butler balançou a cabeça. —Você poderia ser um grande álibi. Deaver não poderia ter matado os moradores, roubado os diamantes, porque ele estava com sua amada durante as férias de Natal. Faz um sentido meio louco, porque ele viajou com um nome falso. Se não tivéssemos essa fotografia e o carimbo da data, bem, então, ele poderia simplesmente dizer que estava enrolado em seu ninho de amor, e quem seria o mais sábio? —Isso mesmo, disse Sanders. —Caroline, você escapou por pouco. Porque quando eu penso no que poderia ter acontecido com você, se o FBI não estivesse na pista desse cara... Deus sabe que ele é violento o suficiente para machucá-la. Até mesmo assassiná-la, se ele precisasse. — Sanders não parecia infeliz ao pensar nisso. Quanto mais escura ficasse a imagem de Jack, mais a sua estrela brilhava. Caroline olhou da cara presunçosa de Sanders para a sombria e fria feição do agente do FBI. Ela se sentia presa, como se as paredes de sua loja estivessem

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

fechando sobre ela. Suor frio cobria sua testa, sua cabeça rodopiava, seu peito parecia apertado. Uma Caroline mais jovem, mais feliz olhava para ela da fotografia na mesa, uma lembrança zombando das crueldades da vida. Estendeu um dedo trêmulo para tocar a fotografia de Jack primeiro, em seguida, a fotocópia do seu retrato do ensino médio, tentando fazer a conexão entre a radiante estudante do segundo grau com o homem, com aparência sombria e perigosa no esgotamento da selva. Sanders colocou a mão sobre a dela e apertou. Ela tirou a mão dela debaixo da dele. Foi a última gota. Não me toque! As palavras estavam lá na garganta, e ela teve que apertar sua mandíbula para mantê-las dentro. De repente, Caroline não podia ficar no mesmo ambiente com os dois homens, com as fotografias e com as dúvidas sobre o homem com quem fizera amor durante todo o final de semana. O homem por que ela tinha se apaixonado. Era meio apaixonada, ainda. Se permanecesse na sala por mais um segundo, vomitaria sua miséria por todo o chão. Estremeceu violentamente, se levantou e correu para fora da porta.

Jack estacionou do outro lado do Parque Hamilton, assim que começou a nevar. Não fazia nenhuma diferença. Ele não se importava com o frio, e precisava esticar as pernas após o longo dia em seu SUV, conduzindo em torno de escritórios. Precisava atravessar o parque no caminho para a loja de Caroline, para clarear a mente. Algo estava muito errado com Caroline. Jack podia sentir isso em seus ossos. Durante todo o dia, enquanto tratava de seus negócios, sentira o toque do mal-estar, como um ruído de fundo em sua cabeça.

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Pena, porque senão teria sido um bom dia, nenhuma dúvida sobre isso. Um sistema de segurança hermético seria instalado em Greenbriars amanhã. Custou-lhe a melhor parte de 5.000 dólares, mas valeu a pena. Caroline não teria que saber quanto custou. Uma fabulosa propriedade em um edifício no centro comercial da cidade que seria perfeita para o seu negócio estava à venda por um preço muito razoável, e ele tinha um encontro marcado para depois de amanhã com o corretor de imóveis. Com sorte, poderia incorporar e iniciar seu novo negócio, em meados de janeiro. Seu dia terminou com uma visita a um advogado especializado em heranças, algo que estivera atormentando sua mente. Não importa o que acontecesse com ele, se ele caísse morto neste instante, a partir deste dia, Caroline estaria cuidada. Ela era sua única herdeira, e poderia viver com tranquilidade com os procedimentos de sua herança. Estava muito satisfeito com tudo, mas não conseguiria relaxar até que esclarecesse o que estava perturbando Caroline. Ela estava pálida e silenciosa no café da manhã, parecendo preocupada e abatida. Ele odiava isso. Odiava ver aquele olhar em seu rosto. Era provavelmente uma mistura de preocupações sobre dinheiro, alguém que ela considerava um amigo atacá-la e aquele maldito filho da puta invadir sua casa. Bem, isso nunca aconteceria novamente. O novo sistema de segurança era hermético. A única maneira de invadir Greenbriars a partir de amanhã, seria explodir a porta com Semtex ou acionar um RPG através da janela da sala da casa de Caroline. Sua casa. Em breve. A última coisa que fizera no seu dia ocupado foi olhar os preços dos anéis de diamante. Não foi divertido andar pelas joalherias, mas tinha que ser feito. Sua cabeça girava com dados técnicos. Quilates, claridade, cor. Ele não deu a mínima. Tudo o que sabia era que queria algo grande e seu anel nos dedos dela.

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Grande e brilhante, brilhante o suficiente para afastar aos gritos cada homem que chegasse em um raio de cem metros dela. Ele encontrou pelo menos vinte anéis que fariam isso. Amanhã andaria por aqui novamente e compraria um. A ironia de comprar um anel de diamante quando tinha uma fortuna em diamantes brutos em um cofre não passou despercebido para ele. Nem por um segundo, porém, foi tentado a usar um dos diamantes do saco de pano. Eles estavam contaminados com sangue, coração partido, e sofrimento. Nunca deixaria um deles sequer ficar perto dela. As pedras teriam que sumir assim que conseguisse se organizar. Ele os queria fora de sua vida e da vida de Caroline. Havia uma maneira perfeita de acabar com o carma ruim, e tinha certeza que Caroline iria aprovar. Essa ideia ficaria para mais tarde, para quando ela admitisse que eles estavam juntos. Foram destinados a ficar juntos por toda a vida. Quando ele poderia dar a ela o anel de noivado? Não hoje, hoje ela estava triste, cansada e preocupada. Ele teria que trabalhar horas extraordinárias em amá-la hoje à noite. Não que isso seria uma dificuldade. Talvez ele lhe desse uma semana. Uma semana de sexo, comida e descanso, arrumando a casa, tornando-a segura e confortável. Colocar o tom rosado de volta em seu rosto, limpar a preocupação do seu semblante. Sim, na próxima semana, descobriria onde ficava o restaurante mais agradável da região, a levaria para jantar e faria a proposta. Ou a levaria para Seattle. Ou, inferno, para Aruba. Isso soava perfeito. Alguns resorts de luxo, com dias de sol, noites fazendo amor. Um jantar à luz de velas, o anel e a promessa de amá-la para o resto de seus dias. E ele teria Caroline para o resto de sua vida. A ideia não saía da cabeça, uma vez que ele plantou a semente. Caroline, dele para sempre. Eles teriam filhos, e ele envelheceria com ela ao seu lado.

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Foi a única coisa que nunca se atreveu a sonhar, todos as noites solitárias pensando nela, e lá estava ele, suficientemente perto para tocar seu sonho. A imagem encheu tanto sua cabeça, que ele podia vê-la, mesmo antes que ele... Jack fez uma careta. Não era uma visão, era Caroline, correndo diretamente para o parque no meio da maldita tempestade de neve. Ele cerrou o maxilar. Merda, ela estava sem casaco e usava um par desses sapatos extravagantes que poderiam ser bons em uma loja aquecida, mas eram ridículos na neve. Seu cenho se aprofundou. Ela ia pegar uma pneumonia. Logo após escorregar e quebrar o maldito pescoço. —Caroline! — Ele rugiu. —Volte para a loja antes que você morra de frio! Ela olhou, o viu e congelou, pânico e medo gravados em seu rosto. Então se virou e desapareceu no matagal que forrava o caminho. Em um segundo, a única coisa no caminho eram os flocos de neve caindo. Uma súbita rajada de vento do leste rompeu a neve. Jack podia ver todo o caminho através do parque e na rua em direção a loja de Caroline. Teve apenas um vislumbre antes que a cortina de neve se fechasse novamente, mas foi o suficiente. De pé na porta estava Vince Deaver. O choque de ver um homem que ele deixou em custódia a dez mil quilômetros de distância deixou-o cambaleando. Suas mãos tremiam quando sacou a arma e verificou a munição. Era uma segunda natureza. Ele sempre teve uma revista completa. Mas estava operando na metade de sua inteligência agora porque a outra metade estava assustada. Vince Deaver, um homem que ele viu arrancar cabeças de crianças, estava aqui, apontando para ele, e Caroline foi apanhada no meio. Arma na mão, agachado, Jack começou a circular em direção a Caroline.

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ele foi pego completamente de surpresa, caso contrário, ela nunca teria deixado a loja. Não viva, de qualquer maneira. Deaver correu atrás de Caroline Lake, mas uma cortina de neve caía e a envolveu antes que ele pudesse sair da loja. Ela poderia ter corrido em qualquer direção. Deaver estava na porta, os sentidos se alargando. Não poderia deixar Caroline Lake fugir. Ela era a chave para os diamantes, e era o que iria levá-lo a sua vingança. —Caroline! — Uma voz profunda gritou do outro lado da rua. —Volte para a loja antes que morra de frio! Jack Prescott! Deaver reconheceria aquela voz em qualquer lugar. Ele estava aqui! Era impossível dizer quão longe ele estava, a neve abafando o som, mas por Deus, ele estava aqui, Caroline Lake estava aqui, e Deaver estava tão perto dos diamantes que quase podia sentir o cheiro deles. Enfiou a mão no casaco e tirou a Beretta 92 que Drake adquiriu para ele. O ruído seco da trava de segurança se destravando soou alto na sala. Assim como a ingestão súbita de ar por trás dele. Porra, ele se esqueceu completamente de McCullin. —Ei! —McCullin disse. —Você não pode disparar essa coisa. E se você acertar Caroline? Não existem regras para vocês sobre como usar sua arma? —Cala a boca — ele rosnou. Esse cara latindo no fundo estava distraindoo. Precisava descobrir onde Prescott estava e onde estava a mulher para que pudesse agarrá-la sem levar um tiro. Prescott era danado de bom com sua arma. Bem, foda-se, ele também era. A neve estava à deriva no meio da porta aberta, derretendo sobre o piso da loja de madeira. Normalmente, esta era uma má posição para estar em um tiroteio. Ninguém ficava em uma porta iluminada. Mas o tempo estava tão

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

severo, que não fazia qualquer diferença. Deaver abaixou sua arma, seguindo pelos quarteirões. Primeiro quarteirão, nada, segundo quarteirão... McCullin bateu-lhe no ombro, com força. Forte o suficiente para fazê-lo perder o tiro se estivesse pronto para atirar. — Abaixe a arma, alguém pode se machucar. — Ele tinha a voz petulante dos ricos. —Não empunhe a arma, você pode machucar alguém. —Outro tapa forte. —Você está me ouvindo? Lá estava ele! Houve uma pausa na neve, e Deaver podia ver Prescott. Ele estava vestido de preto, contrastando com a neve. Tinha sido apenas um vislumbre, mas Deaver foi capaz de perceber seu perfil. Deaver não viu uma arma, mas isso não significava que Prescott não estava armado. Ainda assim, se ele sabia que Caroline Lake estava na vizinhança, não era provável que começasse a atirar até que soubesse qual era a situação. Deaver tinha uma pequena oportunidade aqui. Não queria matar Prescott, ainda não a qualquer preço. Queria feri-lo, mutilá-lo, e usar a mulher como uma alavanca. Boa coisa que fizera reconhecimento da área ontem. Do outro lado da rua da livraria tinha um pequeno parque. Ele não oferecia muita cobertura, apenas alguns arbustos e um pequeno coreto no centro. Era perfeito. Prescott teria medo de usar sua arma, e a mulher ficaria encolhida no centro. Lá estava ele outra vez! Em pé contra o grande carvalho no centro do parque, tentando se orientar. Deaver dobrou os joelhos e segurou sua arma com as duas mãos, em um ângulo para apresentar-se como um alvo menor possível, pronto para a próxima quebra na neve. Uma forte rajada veio, então o vento separou uma das folhas. Deaver estava respirando regularmente, sentindo a pulsação do coração, esperando o momento de uma batida para a outra, embora a esta distância, ele dificilmente podia falhar. Agora! Uma ligeira quebra na neve. Deaver avistou...

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

A pancada nas costas quebrou sua concentração justamente quando ele gentilmente apertava o gatilho. Quando foi capaz de concentrar-se novamente, a neve voltou a cair como uma cortina em um palco. E ele perdeu Prescott de vista. Deaver girou ao redor, olhando para o rosto arrogante e irritado de McCullin. McCullin estava com o dedo para cima, apontado para ele. — Ouça, eu não vou deixar você atirar... Sem mudar de expressão, Deaver agarrou o idiota pelo ombro para firmálo, levou o cano da Beretta contra o peito de McCullin, e disparou diretamente no coração. Aquela voz petulante parou imediatamente, a expressão arrogante indo em branco no espaço de um batimento cardíaco. Deaver virou para trás antes que o corpo batesse no chão. Esquadrinhou a área fora da porta aberta. A neve era tão espessa que não podia ver mais longe do que os postes de luz, mas ele sabia que Prescott estava lá fora. Ele não iria a lugar nenhum, não com Caroline Lake no parque. Mas onde diabos ele foi? Deaver esperou em vão por mais uma quebra na neve, mas ela não veio. Isso não estava funcionando. Teria que ir direto para a zona de matança. Avançou pela rua, invisível na neve, parando atrás de um olmo enorme, escutando e esperando. Era isso. Se ele jogasse suas cartas direito, deixaria esta maldita fortaleza congelada em breve, com vinte milhões de dólares e um inimigo morto.

—Senhorita Lake, pelo amor de Deus, volte aqui! Existe um assassino por aí! Afaste-se daí, para sua própria segurança! 2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Caroline ouviu as palavras, abafadas pela neve, mas demorou um segundo para perceber que o agente do FBI estava falando sobre Jack. Ele quis dizer que Jack, um assassino, estava no parque. Que Jack poderia matá-la. Não era exatamente por isso que estava se escondendo atrás do coreto? Não tinha nem pensado isso. Viu a largura das costas de Jack, seu perfil escuro e sem pensar, correu para os arbustos. —Senhorita Lake! —O agente chamou. —Para sua própria segurança, devo lhe pedir para voltar para dentro. Sim, claro. Ela estava a céu aberto com um assassino em massa. Um homem que, aliás, se vangloriava de que estava sempre armado. Na verdade, ele não se vangloriava, apenas disse que com a naturalidade de quem falava a verdade, mas ainda assim. Ela não tinha nenhuma dúvida de que ele estava armado no momento. Para sua própria segurança, o agente disse. Saia daí. Jack estava armado, Jack poderia machucá-la. Por mais doloroso que fosse o pensamento, era a verdade. Não era? Um agente do FBI, pronto e disposto a protegê-la, estava ali, diante de sua loja. Tudo o que ela tinha a fazer era correr para ele. Então, por que estava escondida atrás do coreto, o rosto pressionado contra a base lascada da madeira, as mãos se tornando azuis por causa do frio? O frio era tão intenso, que ela se espantava que o Agente Especial Jack Butler não pudesse ouvir seus dentes batendo. Ela estava com os sapatos que usava na loja, escarpins pretos que eram patéticos nesse frio. Eles estavam alagados e duros com o frio. A neve já estava no meio de suas canelas, seus pés perdidos na lama, fria e úmida. Mal conseguia senti-los. Se iria fugir correndo, agora era a hora, antes que seus pés congelassem, e tivesse que ser carregada para fora do parque. Segurava o corrimão de bronze da base do mirante circular, o coração em um ruído surdo. Ela tinha que correr, tinha que...

2 9


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

—Caroline! — Jack gritou. —Venha comigo! — Oh Deus. Caroline fechou os olhos ao som da sua voz. Tão profunda, tão reconfortante. Ela se encolheu mais profundamente na neve. Seu rosto estava molhado e frio, pela neve derretida e pelas lágrimas. —Senhorita Lake! — O Agente Especial Butler parecia mais perto. A voz era abafada, mas pela neve e não pela distância. —Lembre-se do que eu disse sobre Deaver! Ele é um assassino. Ele vai usá-la como refém para fugir. Corra em direção a mim, e eu lhe darei cobertura. —Jesus, Caroline! — A voz profunda de Jack estalou. —Não acredite nele! Ele é Vince Deaver. Ele vai te matar do jeito que se esmaga um inseto e sem nenhum remorso. Eu o vi matar mulheres e crianças na África. Fique aí! Eu estou indo em sua direção. —Não! — Ela gritou, de pé, pronta para ser executada se ele viesse para ela. O vento estava chicoteando partículas de gelo em seus olhos, e ela teve que bater nelas para ser capaz de ver, pelo menos por um momento. Suas mãos estavam tão frias que estavam desajeitadas enquanto golpeavam seus olhos. — Não se aproxime de mim. — Ela soluçou as palavras, com lágrimas escorrendo pelo rosto. —Não venha, Jack. Fique onde você está. Silêncio. O único som era o vento nas árvores, abafado pela neve, e seu próprio coração trovejando.

Porra! Jack não se atreveu a ir atrás de Carolina. Ele mal podia vê-la, agachada atrás de um grande palco redondo. Mas não precisava ver seu rosto para saber que ela estava chorando, as lágrimas estavam em sua voz. Ela estava assustada e desorientada, com a cabeça cheia de mentiras de Deaver. Nada disso fazia qualquer diferença, o que era importante agora era

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

mantê-la longe de Deaver. Se ele estivesse aqui, usaria Caroline como isca para conseguir os diamantes. Jack não tinha ideia de como Deaver escapara dos soldados das Nações Unidas e perseguiu Caroline, ou tinha conhecimento suficiente sobre ela para saber que ele viajaria para encontrá-la, mas lá estava ele. Pronto, disposto e capaz de ferir Caroline ou — Deus! —Matá-la. Ele não iria matá-la imediatamente, era demasiado esperto para isso. Ele colocaria uma bala em sua rótula ou através de um cotovelo, para fazê-la sofrer. Se Jack tivesse pensado nisso, nunca teria tirado os malditos diamantes. Ele não os queria. Os diamantes não valiam um fio de cabelo na cabeça de Caroline. Se ele pudesse, iria direto para o banco, abriria a caixa de depósito seguro e os arremessaria na cabeça de Deaver. Porém, ele não podia. Se não jogasse direito, Caroline iria se machucar. Talvez morrer. Jack ficava frio e distante em combate. Sua frequência cardíaca realmente diminuía durante tiroteios. Ele poderia criar estratégias com balas voando no céu. Não agora, no entanto. Agora estava suado, em pânico e aterrorizado. Caroline estava a quarenta metros de distância dele e só poderia fugir para as mãos de um assassino de pedra. Como ele poderia pensar? Como poderia planejar, fazer os movimentos certos, quando sua cabeça estava cheia de visões horríveis de Caroline baleada, seu sangue escorrendo para dentro da neve? Gritando de dor com uma bala em seu intestino. Jack já vira Deaver mirar cuidadosamente e arrancar o braço de uma mulher na altura do ombro. Se fechasse os olhos, poderia ver isso no interior de suas pálpebras, só que era Caroline que estava na linha de fogo, e isso o deixava maluco. Seu coração batia forte e selvagem em seu peito e sua arma escorregou em seu punho. Suas mãos estavam suando. Ele estava todo suado. 3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O que poderia fazer? Se corresse em direção a Caroline, iria se arremessar em direção a Deaver. Se não fizesse nenhum movimento, Deaver faria. De qualquer forma ele estava fodido. —Senhortia Lake! — Deaver chamou. — Fuja agora, antes que seja tarde demais! Eu tenho agentes vindo para cá, nós vamos mantê-la segura. Temos que levá-la de volta para sua loja. Corra para lá, e eu darei cobertura a você! A voz de Deaver estava mais forte. Ele estava chegando perto de Caroline. Logo, seria capaz de fazer mira sobre ela, mesmo que ela não fugisse. —Não acredite nele, querida. — Jack manteve sua voz baixa, esperando que ela não chegasse até Deaver. —Ele está mentindo. —Como...Como ele pode estar mentindo? —A voz de Caroline estava embargada. —Ele é um agente do FBI. —Não, ele não é. — Em dois passos largos, Jack chegou a vários metros mais perto de Caroline, encontrando cobertura atrás de um outro grande carvalho. —Ele não é um agente do FBI. É um criminoso de guerra. Ele é responsável por um... —Massacre em uma aldeia africana. Roubos de diamantes. Eu sei. — Caroline estava mantendo a voz baixa. —Ele me disse. Apenas disse que você era o culpado. Que você era um criminoso de guerra com uma fortuna em diamantes roubados. E ele me mostrou uma fotografia de você, Jack. Você disse que vinha do Afeganistão, mas o instantâneo mostrava você na África. O carimbo de data mostrava que foi tirada no vigésimo primeiro dia de dezembro. E Jenna Johnson disse que você depositou oito milhões de dólares em uma conta bancária. Como posso acreditar em você? Oh, Jesus. Ele não tinha tempo para explicar, para convencê-la. Deaver daria o bote a qualquer minuto. Jack teria o maior prazer em receber o tiro no lugar dela, mas ela não o deixava chegar perto o suficiente.

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

O suor estava escorrendo por suas costas, caindo sobre seus olhos. Ele sentia-se mal com o medo. Podia ver os postes de luz ao longo da rua, a nevasca estava amenizando um pouco. Deaver estava lá fora, movendo-se de cobertura a cobertura, e dentro de alguns minutos, alcançaria Caroline. Deaver não necessitava que ela tentasse fugir. Tudo o que tinha a fazer era deslocar-se atrás dela, envolver um braço em volta de seu pescoço, e mandar que Jack abaixasse sua arma. Jack iria fazê-lo, também. Mesmo sabendo que a morte certa se seguiria, ele faria para salvar Caroline. Só que ele não iria salvá-la. Ela seria a próxima. Jack engoliu o aumento da bile na garganta, o sabor da derrota. Lá! Algo esvoaçava por entre as árvores, um movimento fantasma. Deaver. Que se aproximava. Caroline não podia ficar lá, estaria morta dentro de cinco minutos. E Deaver havia enchido a cabeça dela com tantas mentiras, ela não iria correr para Jack. Ela tinha que ir embora, agora! Jack cavou no bolso da calça jeans e jogou um conjunto de metal em direção a Caroline. Mesmo no crepúsculo e na neve, ele tinha uma mira excelente. Ela caiu em seus pés, afundandose instantaneamente na neve. Ela se abaixou e pegou, virando-a na mão. Podia vê-la claramente. Ela levantou os olhos e o viu. Seu coração se apertou com a expressão em seu rosto, tristeza, medo e aflição. —Caroline — disse ele com urgência. —Essas são as chaves do Explorer. Está estacionado na Harrison. Entre e dirija, tão rápido quanto você puder. Diretamente para Seattle ou Spokane. Há dois mil dólares no porta-luvas, useos. Basta sair para longe daqui. Se alguma coisa, se algo acontecer comigo, entre em contato com Philip Napier. Ele é um advogado especializado em heranças na Hewitt. Eu deixei meu testamento com ele. Você vai herdar tudo que tenho.

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Faça com que ele transfira o dinheiro para você e desapareça. Não volte nunca mais aqui. Deaver vai te matar se você voltar. Ela olhou em seus olhos. — De onde veio o dinheiro? —Ela sussurrou. Outro vislumbre de uma forma pouco visível, refugiando-se atrás dos muros de concreto dos banheiros públicos antes que Jack pudesse mirar. Ele estava se movendo em direção ao coreto. Jack podia ver o cano da arma de Deaver projetando-se do canto direito da parede. Caroline estava do outro lado do coreto. Ele descobriria isso em um momento e se precipitaria sobre ela. Ela tinha apenas alguns minutos. —Preste atenção, querida. O dinheiro não veio dos diamantes, eu juro. Vendi a empresa do meu pai e minha casa. Use-o e fique longe daqui. Prometame que irá embora. Eu preciso saber que você estará segura. —Você tinha minhas fotografias. — Lágrimas rolavam por suas bochechas. —Você conhecia Greenbriars de dentro para fora. Quem é você? Ele tinha que afastá-la, agora. Somente a verdade iria funcionar. —Ben. —O quê? —Eu sou Ben, querida. Lembra-se do menino no abrigo dos sem teto? Doze anos atrás? Você me trouxe comida e livros. Seus olhos estavam arregalados, fixos nos dele. Ele podia vê-la claramente. A neve tinha quase parado. Quinze metros de distância, Deaver saiu de trás do muro de concreto e assumiu a posição. —Ben? Você é Ben? Jack trouxe sua arma para cima, e mirou. O tempo tinha se esgotado. —Corra, Caroline! Corra! — Ele gritou. Caroline fugiu e correu. Mas não em direção ao seu veículo. Ela correu em direção a ele.

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Deaver saiu de trás da parede de concreto, perseguindo-a, seu dedo no gatilho... Jack pegou Caroline com um braço, levantou sua arma com a outra, disparando um tiro certeiro para matar instantaneamente, colocando uma bala sobre a ponte do nariz de Deaver. Deaver caiu para trás, o jato de sangue brilhante sobre a neve branca e imaculada. E isso foi tudo o que Jack viu enquanto passava os braços em torno de Caroline, agora segura, segura para sempre, e enterrou o rosto em seus cabelos, lágrimas brilhantes e frias correndo por seu rosto.

SEDE DO ABRIGO DAS CRIANÇAS CHICAGO DUAS SEMANAS MAIS TARDE A Irmã Mary Michael sorriu para o envelope sobre a mesa. Ao longo dos últimos dez anos, houve muitos deles, todos iguais. Eles eram endereçados a ela, o cuidado da caridade não confessional que ela dirigia. O Abrigo das Crianças, dedicado a fornecer educação para as crianças perdidas em abrigos. Cada envelope estava escrito em tinta preta por uma mão forte e ousada. Cada envelope tinha o mesmo endereço de retorno, uma fundação constituída nas Bahamas. A Fundação JP, Box 1341, Freeport, Grand Bahama. Cada envelope tinha um cheque. Não havia nenhuma maneira de saber se a escrita da pessoa era um homem ou uma mulher, mas a Irmã Mary Michael simplesmente sabia que era um homem. Algo sobre os traços fortes da caneta, o espaçamento, a uniformidade das letras... ao longo dos anos construiu uma imagem em sua mente. Um homem alto, forte, que não queria gratidão.

3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso Série Dangerous 1

Ela tentou agradecer-lhe. Ah, como tentou. Após os primeiros cheques terem chegado, pediu ajuda a Tom Pinto. Tom aprendeu a ler na idade de doze anos, graças ao abrigo, e se tornou um dos melhores detetives particulares do país. Ela pediu-lhe para localizar a pessoa ou as pessoas por trás da Fundação JP. Tom era muito bom em seu trabalho, mas nunca conseguiu quebrar as infinitas camadas de proteção resguardando os financiadores da Fundação. Por fim, Tom havia lhe dito delicadamente para desistir, e ela o fizera. A Fundação era claramente um exemplo da vontade de Deus, brilhando. Irmã Mary Michael colocou o envelope sobre a mesa à sua frente, tocando com as pontas dos dedos e fez uma oração para a alma imortal do remetente, sabendo que a graça de Deus brilhava muito forte sobre ele. O Abrigo teria fechado suas portas a muito tempo se não fosse a ajuda do misterioso e generoso benfeitor. Irmã Mary Michael pegou um abridor de cartas de madeira que foi esculpido para ela por uma de suas crianças perdidas, não mais perdida, agora um residente do segundo ano em cirurgia em Boston, e abriu o envelope. Os cheques começaram pequenos. No início, mil dólares, duas vezes por ano. Conforme os anos passaram, os cheques aumentaram de valor, assim como seu benfeitor, abençoada fosse sua alma, tornou-se rico. O último cheque foi de trinta mil dólares. Sorrindo, a Irmã Mary Michael deslizou o cheque para fora do envelope e olhou para os números. Dois mil dólares. Bem, talvez os negócios não estivessem bons esse ano... Não, ela tinha lido errado. Vinte mil, não. Irmã Mary Michael prendeu a respiração e piscou, olhando as palavras escritas em tinta preta por aquela mão familiar e forte. Vinte milhões de dólares. 3 0


Lisa Marie Rice TWKliek Amante Perigoso SĂŠrie Dangerous 1

Fim.

3 0

Trilogia Dangerous - Dangerous Lover 01  

Caroline Lake está precisando desesperadamente de um pensionista porque a morte recente de seu irmão mais novo deixou-a repleta de dívidas m...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you