Page 1

Seu guia na

MB13BRA01TIL


Bem-vindo à Irlanda

A Irlanda é única. Esta pequena ilha na costa oeste da Europa tem uma cultura tradicional incomparável e uma identidade igualmente altaneira. A Ilha da Irlanda é impregnada de um forte senso histórico. A vida aqui remonta há 9000 anos, e o espírito do passado está em toda parte, em sítios da Idade da Pedra, ruínas de castelos e vielas de cidades medievais. A Irlanda moderna é a que tem capitais movimentadas, cidades exóticas e pubs aconchegantes cheios de simpáticos frequentadores locais. Nada como o charme irlandês. Você pode ouvi-lo no ritmo palpitante de um tambor celta ou Lambeg. Você pode vê-lo nos exuberantes vales verdes e nas impressionantes falésias. Você pode senti-lo assim que chegar aqui. E nunca mais o esquecerá.

Principais estatísticas da Irlanda A ilha da Irlanda situa-se a noroeste da costa europeia. A Irlanda é a terceiro maior ilha da Europa, com cerca de 450 km x 300 km nos pontos mais longo e mais largo. Ela é separada da Grã-Bretanha pelo Mar da Irlanda e dos Estados Unidos pelo Oceano Atlântico. A República da Irlanda abarca cerca de 5/6 de toda a ilha, e a Irlanda do Norte (que faz parte do Reino Unido), o restante. A ilha tem aproximadamente 6,3 milhões habitantes. Mais da metade da população tem menos de 30 anos. O inglês é a língua principal da ilha.


Seu guia na Irlanda

Sumário 4 6 9 12 15 18 21 22 25 26 28 30 32 36

A obra-prima da Mãe Natureza 48 horas em Dublin 48 horas em Belfast Aventuras urbanas Um pouco de história Só na Irlanda Hora de relaxar Aprendendo inglês na Irlanda Comprando tradição Sabor da Irlanda Música: o ritmo da Irlanda Esportes: assista e pratique Planeje sua visita Mapa da Irlanda

Tourism Ireland Grã-Bretanha Site: Ireland.com Publicado pela Tourism Ireland Editoria e design: Maxmedia Ireland Traduções: Lionbridge Impressão: Nicholson & Bass Tomou-se todo o cuidado para garantir a precisão na compilação deste folheto. Entretanto, embora a Tourism Ireland e seus agentes não possam aceitar nenhuma responsabilidade por erros e omissões, sempre que algum chegar a nosso conhecimento, será devidamente corrigido em futuras publicações. A Tourism Ireland não se responsabiliza pelo conteúdo publicitário desta publicação. As imagens usadas nesta publicação provêm de: Tourism Ireland, Fáilte Ireland, Northern Ireland Tourist Board e shutterstock.com

3


Paisagens

A obra-prima da

Mãe Natureza

VOCÊ JÁ PODE TER OUVIDO DIZER QUE A IRLANDA É A TERRA DOS “QUARENTA TONS DE VERDE”. É VERDADE, MAS NÃO É SÓ ISSO. O ATLÂNTICO É UMA FRANJA TURQUESA, AS MONTANHAS SÃO CHEIAS DE URZE ROXA E TOJO AMARELO, E PRAIAS COR DE MEL FORMAM UMA LINHA AO LONGO DA COSTA. A MÃE NATUREZA CERTAMENTE SE DIVERTIU NA IRLANDA

Lagos de Killarney, Condado de Kerry

4


Seu guia na Irlanda

“Ela se dirigiu ao sul, para Kerry, onde espalhou no mar ilhas que eram como gemas e do chão fez erguerem-se montanhas.”

N

a costa Atlântica da Irlanda, ela moldou os épicos Penhascos de Moher. Pergunte às aves marinhas que aqui nidificam: é longo o caminho para baixo. Ela se dirigiu ao sul, para Kerry, onde espalhou no mar ilhas que eram como gemas e do chão fez erguerem-se montanhas. Em Galway, Mayo e Sligo, ao longo da costa oeste, esculpiu nas margens centenas de praias imaculadas e salpicou lagos de vidro entre montes e colinas. Ao norte, em Antrim, as colunas de basalto da Calçada dos Gigantes abrem caminho para o mar, cada uma um hexágono perfeito. No interior, em Down, as Montanhas Mourne descem mergulhando em colinas e vales. Esses mesmos picos inspiraram as paisagens de Nárnia na imaginação do autor, C.S. Lewis. Sim, a Mãe Natureza se divertiu aqui na Irlanda. E você também vai.

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

Uma sugestão de viagem pela estrada... ...para você fazer por conta própria, com um motorista particular ou em um tour de ônibus. Embora todas sejam especiais, duas se destacam como ultraespeciais. O Ring of Kerry é a joia que fulgura na costa do sudoeste. Começando no Parque Nacional de Killarney, a rota percorre a costa acidentada, passando por vilarejos tradicionais como Kenmare, Waterville e Sneem. Na outra ponta da ilha, a Rota Costeira para a Calçada dos Gigantes, em Antrim, estende-se entre as cidades de Belfast e Derry-Londonderry. Salpicada de aconchegantes cidadezinhas costeiras como Cushenden, Ballycastle e Portrush, a rota conta com várias atrações, entre as quais o Castelo de Dunluce, situado no alto de um penhasco, a Calçada dos Gigantes e a ponte de corda de Carrick-aRede. E, além disso, está repleta de mitos e lendas. E há muito mais rotas como essas para você conferir!

5


Guia da cidade

48 horas em

dublin

Dublin se aninha na costa leste da Irlanda. Fundada por vikings, esta pequena cidade se define por sua herança literária, ostentando nomes conhecidos como samuel Beckett, oscar Wilde e james Joyce. Ruas pavimentadas aninham galerias e cafés, enquanto belas moradias georgianas criam um ar de elegância. Esta cidade tem história e coração, além de que é muito fácil de explorar...

Fundadores temíveis

Temos que agradecer aos vikings pela fundação de Dublin. Mergulhe no início humilde da cidade no Museu Dublinia, onde drácares e cenas medievais extremamente bem feitas pintam retratos da atmosfera do passado, ou faça o Tour Aquático Viking para dar uma volta animada e ruidosa pelas atrações turísticas da cidade – de capacete com chifres e tudo!

Beba até a última gota Está sentindo esse cheiro no ar? É a Guinness fermentando na sede, à margem do Rio Liffey. A exploração do “famosa cerveja preta” começa no Guinness Storehouse e termina com uma pinta e a vista incrível do Gravity Bar, de onde se vê toda a cidade. Museu Nacional de Dublin

Templo da cultura O bairro de Temple Bar fervilha à noite, mas também vale a pena visitá-lo durante o dia, quando ele se torna o coração cultural da capital. Ruas de paralelepípedos dão lugar a galerias boutique como a Graphic Studio, exóticos estúdios de tatuagem e cafés cheios de caráter. The Project é o lado mais afiado do teatro de vanguarda e Oliver St John Gogarty dá uma ideia da herança lírica da Irlanda. Vá até o Instituto Irlandês de Cinema e a Galeria da Fotografia, em Meeting House Square e veja a Irlanda com muitos outros olhos. Puxe um banco em um pub de Dublin

6

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

A Ha’penny Bridge (literalmente, ponte do meio penny) sobre o Rio Liffey

Compras no Powerscourt Townhouse Centre

Trinity College Dublin A épica expansão do Trinity College no centro da cidade é um triunfo da boa arquitetura. Além do Teatro Samuel Beckett, um charmoso pavilhão de críquete e a Galeria Douglas Hyde, a universidade abriga uma obra-prima do século VIII: o Livro de Kells. Essa obra de imensa complexidade, amor e devoção religiosa do início da Idade Média maravilha todos aqueles que a vêem. >

O Esquema de Bicicletas da Cidade de Dublin facilita o deslocamento

Biblioteca Chester Beatty

Trinity College Dublin

7


Prove a cidade

Um café-da-manhã irlandês completo sob as arcadas e as janelas de vitrais do Bewley’s Café, em Grafton Street é um deleite ímpar que os dublinenses adoram. A Trilha de Degustação de Dublin também é uma maneira gostosa de conhecer a cidade. Os restaurantes distinguidos com estrelas do Michelin também são opções infalíveis, sendo o Restaurant Patrick Guilbaud e o Chapter One apenas duas das que mais podem instigar o paladar. E, reunindo o melhor de dois mundos, as ofertas gastronômicas dos pubs podem lhe dar água na boca: The Exchequer, The Chop House e Le Bon Crubeen preparam rapidamente carros-chefes da culinária a preços mínimos. Café no Bewley’s Glendalough, Condado de Wicklow

Fora da cidade... Wicklow, com seus locais monásticos e suas montanhas arroxeadas, é famosa no mundo inteiro. Tome Glendalough, por exemplo: fica a apenas 30 minutos de Dublin, e as montanhas aqui são parte de um Parque Nacional, portanto não esqueça as botas de caminhada. A Casa e os Jardins Powerscourt, a apenas 20 minutos ao sul de Dublin, registram 800 anos de história em belíssimos jardins e na casa grandiosa de estilo palladiano. Kildare é o condado dos cavalos e o Museu Nacional do Cavalo constitui uma exploração diferente deste “esporte dos reis”. Enquanto estiver lá, reserve algum tempo para visitar os jardins japoneses. E se a fome apertar, vá à vila de Ballymore Eustace e ao Ballymore Inn antes de conferir as lojas de design de artistas da vila de Kildare.

Noites de Dublin

Dramaturgos como Oscar Wilde, Samuel Beckett e George Bernard Shaw contribuíram para tornar Dublin uma Cidade Literária da UNESCO. Teatros como o Abbey, Gate e The Project mantêm essa chama acesa. O Arrastão pelos Pubs Literários o levará a um passeio a pé por pubs da cidade que têm alguma relação com a literatura, acompanhado de animados atores-guias. O Tour do ÔnibusFantasma, por sua vez, é um mergulho assustador no lado mais infame e repulsivo da história de Dublin. Se sentir coceira nos pés, você encontrará cura nas pistas das inúmeras danceterias de Harcourt Street, George’s Street e Dame Street, todas abertas até a madrugada.

8

Você sabia? Desde 1968, três escritores nascidos em Dublin ganharam o cobiçado prêmio Man Booker de literatura: Iris Murdoch, Roddy Doyle e Anne Enright. A eles, juntou-se recentemente John Banville, nascido em Wexford e residente em Dublin, vencedor do prêmio com o romance “O mar”.


Seu guia na Irlanda Guia da cidade

48 horas em

Belfast

CIDADE CONFIANTE E DOTADA DO MELHOR ESTILO CONTEMPORÂNEO, BELFAST É UM DOS MELHORES DESTINOS URBANOS DA EUROPA POR MUITAS RAZÕES. COM SUA HISTÓRIA FASCINANTE, MUSEUS MARAVILHOSOS E UMA VIDA NOTURNA QUE MOSTROU AO PESSOAL DA MTV O QUE É DIVERSÃO, BELFAST PREENCHE TODOS OS REQUISITOS PARA UMA ÓTIMA VIAGEM. E SUAS PRINCIPAIS ATRAÇÕES PODEM SER PODEM SER VISTAS EM UM FIM DE SEMANA: Veja como aqui

O berço do Titanic: o estaleiro da Harland and Wolff

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

9


Passeio de táxi

O táxi preto é uma instituição em Belfast. Os taxistas, simpáticos e informados, são famosos pelas aulas – particulares e dinâmicas – de história da cidade sobre quatro rodas. Tradição artística de mais de 100 anos, os famosos murais de Belfast são visita obrigatória para muitos turistas. Para compreender seu legado e seu futuro, nada melhor que a ajuda de um taxista local. Não esqueça a câmera.

Medite no Museu de Ulster

Um ovo de dinossauro, joias recuperadas de um naufrágio e uma múmia egípcia são apenas alguns dos tesouros expostos no Museu de Ulster. Da pré-história da Irlanda à geologia, à arte europeia e

Alta gastronomia em Belfast

à conturbada política do passado recente, todo o complexo é simplesmente uma maravilha e visita obrigatória para as crianças.

Siga a música Brown-Eyed Girl? Whiskey in the Jar? Chasing Cars? Esses títulos de canções lhe parecem familiares? Bem, Van Morrison e Gary Moore, do Thin Lizzy, nasceram em Belfast e dois membros da banda Snow Patrol, conhecida no mundo inteiro, são do vizinho Condado de Down. Você pode ver – e ouvir – como eles começaram no ônibus do acusticamente fantástico Tour Musical de Belfast, que percorre as ruas e locais associados à história musical da cidade.

Crown Bar Saloon

Entre na cidade do Titanic

Você sabia? James Cameron, diretor do filme Titanic, sucesso lançado em 1997, ficou tão impressionado com o Titanic Belfast, ao visitá-lo em setembro de 2012, que emprestou ao museu alguns dos acessórios usados no filme. As roupas usadas por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, e até o leme do capitão, que ficou anos no escritório de Cameron, estão em exibição lá.

10

Não se pode fugir ao legado do RMS Titanic em Belfast. O famoso navio era o maior do mundo quando foi construído na cidade, há mais de 100 anos. Tragicamente, chocou-se contra um iceberg e naufragou em sua viagem inaugural, em 1912. A saga do transatlântico é comemorada no Titanic Belfast. Seis andares contam essa história, inclusive a tecnologia 3D usada no filme Avatar.

Tome um gole da cultura O bairro da Catedral – que já foi a parte mais antiga de Belfast – agora está repleto de hotéis elegantes, de bistrôs e de pubs tradicionais. O bairro é também uma parada do tour de Pubs Históricos de Belfast. O ponto alto é o Crown Bar Saloon: um bar iluminado a gás e excessivamente decorado, ainda com móveis e objetos originais, que é o lugar perfeito para fazer um brinde à cidade. Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

Grandes programas noturnos Belfast tem uma excelente vida noturna. Para assistir a ótimos shows, vá ao novo MAC (Centro de Artes Metropolitanas), onde você pode escolher algo da programação de música, teatro, dança ou arte. Os adeptos da música clássica podem ir à Orquestra de Ulster, no deslumbrante Ulster Hall. E, se você desejar coquetéis premiados, o Merchant Hotel tem ambientação opulenta e drinques refrescantes no menu. O Centro de Música Oh Yeah é uma sala para música ao vivo onde já se apresentaram nomes como The Undertones, Ash e Lisa Hannigan, entre outros.

A música começa no Oh Yeah

Fora da cidade...

A Calçada dos Gigantes, local espetacular considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, conta com milhares de colunas de basalto espalhadas no mar e fica a apenas uma hora de carro de Belfast. Além disso, acaba de inaugurar um novo centro para visitantes. Se você for pela rota costeira para a Calçada dos Gigantes, vai poder encaixar também a ponte de Carrick-a-Rede e o espetacular Castelo de Dunluce, erguido à beira de um penhasco. Um dos maiores e mais antigos castelos da Irlanda é o de Carrickfergus, construído em 1180 e ainda em bom estado de conservação. Se você estiver de carro, ele fica a apenas 15 minutos ao norte de Belfast. Caso contrário, tome um trem na Estação Yorkgate ou Central de Belfast.

Atravessando a ponte de corda de Carrick-a-Rede

11


Guia de cidades

Aventuras

URBANAS

Queremos apresentar-lhe as outras cidades da Irlanda: há mais nove na ilha, cada qual com sua personalidade própria, e todas merecem uma visita de pelo menos um ou dois dias Cidade de Cork: Galeria Crawford

Cidade de Cork O tamanho de Cork é perfeito e a quantidade de pontes lhe permite atravessar o rio Lee onde você bem quiser. Para visitar galerias de categoria internacional sem precisar pagar entrada, vá à Galeria Glucksman e à Galeria Crawford. Se quiser levar as compras a sério, dê uma olhada na Patrick Street. Para jantar, vá ao Orchids, na Mansão Hayfield, Café Paradiso ou ao Issacs e se deslumbre com a moderna ópera, ou ouça histórias sombrias no Tour Noturno pelo Cárcere da Cidade de Cork. Esta é a capital gourmet da Irlanda; portanto veja os produtos do belo Mercado Inglês, fundado em 1788,

12

prove-os e sinta seu aroma. Escolha alguns dos queijos e carnes produzidos na área para fazer um piquenique ou, então, vá ao Farmgate Café para almoçar sentado à mesa.

Fora da cidade...

O Castelo de Blarney (onde, se beijar a pedra, lhe será concedido o dom da eloquência), a famosa cidade portuária de Cobh (última parada do Titanic) e Kinsale, com seus maravilhosos restaurantes de frutos do mar, estão a apenas uma rápida viagem de trem, carro ou ônibus, partindo dos limites da cidade.


Seu guia na Irlanda

Cidade de Cork: o Mercado Inglês

A oeste da cidade de Cork há vistas espetaculares

Cidade de Derry-Londonderry Derry-Londonderry, Cidade da Cultura do Reino Unido em 2013, está com um sorriso largo. Por quê? Bem, basta imaginar o que uma caminhada acelerada por suas muralhas de 400 anos pode fazer para limpar as teias de aranha da mente. Depois, uma visita ao Museu da Torre para ouvir histórias de naufrágios e amores ilícitos antes de cruzar a Ponte da Paz sobre o reluzente rio Foyle. Ah, e o Lonely Planet a considera a 4ª melhor cidade do mundo para uma visita em 2013! Nada mal. A fome pode levá-lo ao Brown’s Restaurant para almoçar siris de Donegal com purê de couve-flor antes de um mergulho nas excelentes galerias de arte e centros culturais da cidade. O apetite é

Cidade de Derry-Londonderry: veja a cidade do alto de muralhas de 400 anos

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

reestimulado com um tour a pé pelos fascinantes murais que contam a história de Derry-Londonderry antes de chegar a hora do jantar, com a promessa de camarões e pinot grigio no Exchange. Para encerrar o dia com chave de ouro, nada como assistir a uma peça no Playhouse e um “furtivo” Irish coffee.

Fora da cidade... A apenas uma hora de carro da cidade estão: o ponto extremo norte da Irlanda, a bravia e tempestuosa Malin Head, a incrível Calçada dos Gigantes, a ponte de corda de Carrick-a-Rede e a extravagância romântica do Templo de Mussenden.

Pise na Calçada dos Gigantes, nos arredores da cidade de Derry-Londonderry

13


Cidade de Galway

Com status de cidade universitária, simpatia de sobra e espírito boêmio, a descontraída Galway representa muito bem o estilo de vida do oeste da Irlanda. Do Porto a Eyre Square, sinta todo o encanto da cidade vagueando pelas vielas estreitas e olhando as vitrines sem pressa. No sábado, faça um brunch ao ar livre no mercado do Porto e depois vá até a joalheria Thomas Dillon’s, a mais antiga da Irlanda. Confira as jóias tradicionais celtas e saiba tudo sobre o famoso anel de Claddagh, uma antiga aliança de casamento irlandesa. O jantar tem que ser de frutos do mar e o Oscar’s Bistro prepara tudo que tiver chegado do mar no dia. O chique g Hotel, projetado por Philip

Cidade de Galway: ruas de paralelepípedos e feiras de artesanato

Treacy, o chapeleiro das estrelas, merece um café ou coquetel para arrematar a noite, no mínimo para conhecer seus fabulosos saguões. No verão, o calendário se enche fica repleto de festivais, desde os de cinema e turfe ao de ostras e ao aclamado Festival de Artes. Mas a verdade é que, em Galway, toda noite é uma festa.

Fora da cidade... A cidade Galway situa-se à beira do que Oscar Wilde chamou de “beleza selvagem”. Connemara é uma vasta extensão de lagos, montanhas e vilas tradicionais que mais parecem saídas de um cartão postal.

Perto da cidade de Galway estão as florestas de Connemara

E tem mais... Armagh: Quer saber mais sobre a vida de São Patrício, o santo padroeiro da Irlanda? A pequena e charmosa Armagh tem duas catedrais à beira de uma colina, ambas dedicadas a ele.

e as ruas tortuosas a destacam como uma pequena maravilha à beira-mar. Não deixe de percorrer o Triângulo Viking: 1.000 anos em 1.000 passos.

Kilkenny: A cidade é um pitoresco caos de lojas exclusivas, cafés excêntricos e excelentes restaurantes.

Limerick: O Castelo do Rei João debruça-se estoicamente sobre o Rio Shannon, enquanto o Mercado do Leite, na cidade medieval, conta com uma grande fartura de deliciosas tentações. Reserve um tempo para o Museu Hunt e sua excepcional coleção de arte, que inclui obras de Picasso, da Vinci e Renoir.

Waterford: Situada na costa sul da Irlanda, Waterford foi batizada pelos vikings em sua chegada, em 914 AD. E eles certamente deixaram lá a sua marca: a Torre de Reginald

14

Lisburn: O linho irlandês tem seu lar nesta cidade. As padronagens daqui chegaram ao Palácio de Buckingham e subiram a bordo do RMS Titanic. A Lisburn Square, em estilo georgiano, transborda de charme clássico. Newry: Um passeio nesta bela cidade precisa incluir uma caminhada até as fábricas de açúcar que abrigaram soldados americanos durante a Segunda Guerra Mundial. No Castelo de Bagenal, por sua vez, os pedidos mais tresloucados podem ser feitos diante da Pedra da Promessa.

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda História da Irlanda

Um pouco de

história

Tumbas de passagem mais antigas que as pirâmides, cidades fundadas pelos vikings e torres redondas, refúgios para escapar deles… A história da Irlanda tem substância. E você não a encontra só nos livros. Castelos decadentes, grandes propriedades rurais e Monastérios e Mosteiros em ilhas resistem até os dias de hoje. Se gosta da história quando há muito romance e mistério, você vai adorar a Irlanda A Pedra de Cashel, em Tipperary

Tumbas de passagem e santos

Titanic’s Entrada para birthplace: a tumba thedeshipyard passagem at Harland de Newgrange, and Wolff Condado de Meath

Em um lugar chamado Mountsandel, foram encontrados vestígios de um pequeno agrupamento de casas às margens do Rio Bann, Condado de Londonderry. Eles têm mais de 9.000 anos. Desde então, a ilha não parou mais. Na costa leste, temos o Condado de Meath. Coberto de campos verdejantes que formam uma colcha de retalhos e cortado pelo Rio Boyne, Meath tem seu tesouro em Newgrange e seus 5.000 anos. Anterior às pirâmides, essa tumba de passagem em forma de OVNI e coberta de grama é uma impressionante janela para o passado pagão da Irlanda e a prova de um talento de engenharia que estava muito à frente de seu tempo. Do paganismo ao cristianismo, a história religiosa da Irlanda foi em grande parte determinada por São Patrício. Quando criança, passou por > 15


Você sabia? O Imperador Dom Pedro II e a Imperatriz Thereza Christina Maria do Brasil foram à Irlanda em 1877 e visitaram as incríveis paisagens de Belfast, Portrush e da Calçada dos Gigantes, na Irlanda do Norte, e Dublin, Killarney e Cork, na República da Irlanda.

tesouro: o Livro de Kells. Com quase 1.200 anos de idade, sua simples existência é um milagre. Logo ao sul de Dublin, em um vale verdejante de Wicklow, as torres redondas de Glendalough apontam para o céu enquanto capelas em ruínas contemplam dois lagos serenos. A pouca distância, a mansão e os jardins de Powerscourt falam do auge da grandiosidade. Na Irlanda do Norte, em Derry-Londonderry, muralhas de 400 anos abraçam a cidade.

Castelos em toda parte Se há uma coisa que não falta na Irlanda são castelos. Os vários que existem em Kilkenny são herança de um período de ocupação normanda.

Casa e Jardins Powerscourt, em Wicklow

experiências que mudaram sua vida na Montanha Slemish, Condado de Down e batizou reis na Pedra de Cashel, em Tipperary. Na paz pastoral de um campo do Condado de Down está a Igreja de São Paulo. A história sugere que São Patrício morreu aqui. Um burro o levou numa carroça ao lugar em que ele jaz hoje, ao lado da imponente Catedral de Downpatrick. Foi de um modesto ponto da costa de Kerry, no sudoeste, que outro santo – Brendan, o navegador – deu início a sua viagem à América. Os habitantes de Kerry dizem que lá ele derrotou Colombo.

Legado de épocas turbulentas Na costa leste da Irlanda, em Dublin, ainda há ecos das origens vikings da cidade. Sobre as pedras do calçamento do Trinity College, pisadas pelos pés de Oscar Wilde, Samuel Beckett e Bram Stoker, jaz um 16

Em Antrim, o destroçado Dunluce hospedou guerreiros vikings e sobreviventes do naufrágio da Armada Espanhola. No centro da Irlanda, em Offaly, o Castelo de Leap guarda histórias de irmãos assassinos e noivas raptadas. Os habitantes dizem que seus fantasmas ainda estão por lá...

Da fome ao festim

A recordação da Grande Fome na Irlanda, ocorrida há apenas 160 anos, numa época de impiedosos senhores de terras, morte e emigração em massa, ainda é sentida agudamente. O Parque e Museu da Fome de Strokestown, Roscommon, presta homenagem a esse período. Partir de nossas praias se tornou uma opção, e assim foi que o “navio dos sonhos” nasceu no início do século 20. Mais um capítulo em nossa história, e mais um motivo pelo qual a história nunca deve ficar confinada nos livros.


Seu guia na Irlanda

Castelo de Blarney, em Cork

O dom da eloquência O Castelo de Blarney, em Cork, abriga a Pedra de Blarney. Ela foi dada de presente ao rei irlandês Cormac McCarthy em agradecimento pela ajuda que prestara à Escócia na derrota dos britânicos em Bannockburn. Diz a lenda que quem beijar a Pedra de Blarney ganhará o “dom da eloquência” (ou seja, ficará cheio de lábia pelo resto da vida e será um convidado fantástico em qualquer jantar). Se isso não acontecer, o dom o tornará um tremendo chato. Você decide. Crossing the Carrick-a-Rede Castelo de Dunluce, em Antrim rope bridge

Você sabia? A Torre de Helena, na propriedade Clandeboye, Condado de Down, é um lugar encantador. Tão encantador, na verdade, que Lord Alfred Tennyson escreveu um poema sobre ele chamado Torre de Helena. A propriedade foi usada pela 36ª Divisão (de Ulster) para treinamento para a Batalha do Somme, na Primeira Guerra Mundial, da qual saíram derrotados. A torre é um dos muitos edifícios históricos que foram reformados pelo Irish Landmark Trust e agora podem ser alugados para alojamento em esquema de acomodações com cozinha. Torre de Helena, Condado de Down

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

17


Escapadas de luxo

A vida em alto estilo

QUER UMA AVENTURA EXCLUSIVA NA ILHA? AS PAISAGENS EMBASBACANTES E OS PROVEDORES DE ATIVIDADES DE PRIMEIRA LINHA DA IRLANDA PODEM LHE PROPICIAR RECORDAÇÕES INESQUECÍVEIS. CLARO, VOCÊ PODE PASSEAR PELA IRLANDA EM BONS CARROS E ÔNIBUS. E TAMBÉM PODE PERCORRÊ-LA JOGANDO GOLFE, MERGULHANDO, SURFANDO E PRATICANDO RAPEL. MAS... E SE VOCÊ ESTIVESSE EM BUSCA DE ALGO REALMENTE DIFERENTE, ALGO QUE FOSSE UM POUCO MAIS ESPECIAL? SEM PROBLEMAS

O céu é o limite

Por que não começar voando? Nada se compara à vista que se tem voando em um balão de ar quente. Imagine sobrevoar o Castelo de Trim – uma das principais locações de Coração Valente, o filme de Mel Gibson que ganhou o Oscar – antes de flutuar sobre a histórica Colina de Tara. Ou, quem sabe, pairar sobre os da Cordilheira de Sperrin? E depois comemorar com um Irish coffee? Ou então fazer um passeio de helicóptero para ver do alto os Doze Pinos de Connemara e as Ilhas Aran ou a magnífica costa da Calçada dos Gigantes e os vales verdes e estreitos de Antrim. E por falar em voar, sempre vale a pena aprender com os que voam por natureza. Dizem que a falcoaria é o esporte mais antigo do mundo e não há cenário mais dramático do que experimentá-lo com um tutor particular que o 18

Castelo de Ashford, no Condado de Mayo. Depois, os luxos de um dos melhores hotéis castelos cinco estrelas do país o aguardam.

Só na Irlanda

Que tal uma aula de degustação de uísque dada por um especialista na Antiga Biblioteca do Feudo de Adare? Ou uma pescaria de salmão no Castelo de Ballynahinch, em Connemara? Você poderia alugar a Torre de O’Brien, à beira dos Penhascos de Moher e degustar deliciosos frutos do mar e uísques quentes ao som de uma harpa celta. Em alguns castelos e mansões, você pode até ser um hóspede muito bem-vindo durante algumas horas. No belo Parque de Ballywater, no Condado de Down, por exemplo, Lord e Lady Dunleath o receberão para almoçar e passar a tarde praticando arco e flecha e tiro em sua propriedade. Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

Praias e deleites

Além de propiciar campos de golfe incríveis – um terço dos campos em terreno arenoso e próximo à praia está aqui na Irlanda, sendo que Old Head, Royal Portrush, Royal County Down e Lahinch estão entre os quatro mais excepcionais. As praias e dunas ondulantes da costa irlandesa também oferecem algumas experiências exclusivas de montaria. Passeie a meio-galope à sombra da montanha Croagh Patrick, em Mayo, ou do Templo de Mussenden, à beira da praia em Londonderry, e finalize provando da conversa espirituosa e da maravilhosa culinária local em qualquer um dos finos restaurantes existentes nas redondezas. >

Passeio a cavalo perto do Templo de Mussenden, em Londonderry

Old Head Golf Club, Condado de Cork

O Ashford Castle, cinco estrelas

19


Na estrada...

Talvez você prefira passear pela ilha sentado, em vez de montado numa sela. Ligue para a Heritage Sports Cars, em Limerick, ou para a Golden Oldies, em Donegal, e logo você se verá chispando no Ring of Kerry ou na Península de Slieve League em um Jaguar E-Type, um Triumph TR6 dos anos 1970 ou uma Ferrari Mondial. Prefere algo mais jovem e veloz? A Superdrive Motorsports, em Craigavon, Condado de Armagh, tem um programa júnior de rali, para destemidos entre 13 e 17 anos, em 1.200 cc Vauxhall Novas… com gaiolas de proteção e tudo. Evidentemente, você também pode relaxar e deixar todo o trabalho para outro em um tour com motorista... Passeie pela ilha com estilo em um Jaguar E-Type

Quando a questão é Negócios A apenas uma hora de voo de Londres, o país conta com ótimas salas de reunião e uma infraestrutura de telecomunicações extremamente desenvolvida para garantir que tudo corra bem. Existem dezenas de hotéis de luxo com instalações fantásticas para conferências, não importa se você quer centros feitos com tecnologia de ponta especialmente para essa finalidade ou locais mais íntimos, que sirvam uma dose do tradicional charme irlandês ao lado das apresentações corporativas. O Convention Centre Dublin está entre os da primeira categoria. Com 22 salas flexíveis e multifuncionais, ele é o primeiro centro de convenções do mundo com índice zero em termos de emissões de carbono. Que tal incluir algumas credenciais verdes em suas questões corporativas? Por outro lado, o Bushmills Inn, na costa de Antrim, Irlanda do Norte, é pequeno, cheio de caráter e fica a pouca distância da famosa Calçada dos Gigantes. Ele pode sediar tanto conferências residenciais quanto oportunidades de criar equipes. Se você quiser mesmo eliminar o fator problemas, há muitas empresas de gestão no destino e organização profissional de conferências para organizar tudo para você… Além disso, elas sabem tudo sobre o que torna uma viagem de incentivo à Irlanda ainda mais especial: aprender a jogar hurling em Kilkenny; fazer seu próprio bodhrán tradicional em Connemara ou desfrutar de um banquete no Titanic Belfast vendo o famoso estaleiro. Sejam essas empresas grandes ou pequenas, há uma coisa que você encontrará em toda parte: gente profissional e simpática, com disposição para fazer as coisas acontecerem. E, ao terminar um longo dia de trabalho, qual o melhor lugar para relaxar que um pub irlandês? Sempre há um por perto... Quer saber mais? Visite www.meetinireland.com A apenas uma hora de Londres, luxo no Shelbourne Hotel

20


Seu guia na Irlanda

Hora de

relaxar...

Escondidos nos recantos mais tranquilos da Irlanda, você ENCONTRARÁ alguns dos melhores spas do mundo. Nossos santuários do mimo aliam a famosa hospitalidade em locais bonitos às terapias naturais da ilha, como os banhos de algas ricas em minerais SÁMAS, Park Hotel, Kenmare

I

magine-se relaxando em um castelo cinco estrelas à beira de um lago cercado por uma cordilheira. Imaginou? Geralmente usamos uma palavra para descrever essa experiência: êxtase. Mas, para entender o que essa palavra realmente significa, é preciso senti-la você mesmo… Os spas da Irlanda já ganharam inumeráveis prêmios – desde o Conde Nast Traveller aos World Luxury Hotel Awards – e geralmente se encontram em locais isolados e deslumbrantes. Pense em piscinas de borda infinita que conduzem o olhar a imponentes vistas exteriores e em banheiras de hidromassagem encravadas em bosques silenciosos cercados por orquídeas e veados silvestres. O spa ESPA de Slieve Donard, Condado

de Down, tem dois andares e até uma parede de vidro que revela o encontro entre as belas Montanhas Mourne e o Mar da Irlanda, na costa leste da ilha. No menu, terapias tradicionais encontram-se ao lado dos mais recentes tratamentos. O Fota Island Resort, de Cork, oferece uma cobertura de chocolate para o corpo, um banho de leite e mel e uma exfoliação corporal de diamante. O Victorian Treatment Rooms, no Castelo de Leslie, em Monaghan, dispõe de banhos de vapor vitorianos especialmente projetados. Os spas irlandeses prometem uma experiência inesquecível. Agora você sabe por que os chamamos de êxtase.

Terapias tradicionais irlandesas

Famosas por suas propriedades terapêuticas e nutritivas, as terapias de algas marinhas vêm sendo usadas na Irlanda há mais de um século. A Voya é a linha de cosméticos que chamou a atenção internacional do mundo dos spas para as algas da Irlanda, recurso natural das águas límpidas de nossa costa. Seu spa costeiro, sediado em Strandhill, Condado de Sligo, é visitado pelos que buscam algo ultraespecial e os produtos e tratamentos usados têm como base seu famoso óleo orgânico de algas colhidas à mão na costa do Atlântico. Eles oferecem tratamentos faciais e bandagens de algas marinhas, mas o molho de 50 minutos em uma banheira cheia de algas é o que realmente não se pode perder.

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

21


Aprendendo inglês

Falando na

Irlanda

Os irlandeses estão entre os melhores conversadores do mundo. Portanto, não é nenhuma surpresa que a ilha da Irlanda tenha se tornado um dos lugares mais cotados para se aprender inglês

Na Irlanda, há um autêntico amor à língua. Nossa cultura de contar histórias e nosso amor à literatura – para não falar em nossos charmosos sotaques – fazem de nós grandes fãs das palavras, faladas e escritas.

familiares é real. Com uma área rural deslumbrante e cidades movimentadas para escolher, a Irlanda é mais que um simples lugar para estudar: é um lugar que você jamais esquecerá.

Por que a Irlanda?

Antes de vermos os tipos de cursos, talvez valha a pena você pensar em um tipo diferente de férias familiares este ano. Você e toda a família podem estudar inglês juntos graças a uma nova reviravolta na experiência tradicional de aprendizagem de idiomas na Irlanda. As escolas de idiomas oferecem aos pais um curso de verão ou semiintensivo, enquanto os filhos aprendem inglês ao mesmo tempo, só que num ambiente um pouco mais divertido, com professores experientes e qualificados para o ensino de crianças. Agora, vamos ver os tipos de cursos oferecidos.

Todos falam inglês e você logo aprenderá a amar algumas das frases que só os irlandeses dizem. Junte a herança literária respeitável, excelentes escolas de idiomas, uma ótima rede de transporte e a vida cultural vibrante que fica fácil ver por quê. Os padrões educacionais são excelentes e as universidades irlandesas situam-se entre as mais conceituadas do mundo. Os habitantes locais são famosos pelas calorosas boas-vindas, e a sensação de segurança que envolve nossos fortes valores 22

Mantenha as coisas em família

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

A Irlanda num piscar de olhos A Irlanda tem uma população jovem e vibrante: 40% tem menos de 25 anos de idade; portanto é um lugar muito interessante para estudar. As empresas que precisam de mão-de-obra qualificada, capacitada e com bom nível de escolaridade escolhem a Irlanda para suas sedes. O Google, o Facebook, a Pfizer, a Apple e a Intel estão aqui. A Irlanda é um país de língua inglesa que tem estreitos vínculos com o resto do mundo anglófono. A Irlanda é um país simpático e seguro – e isso não somos só nós que dizemos! O Lonely Planet nos elegeu o país mais simpático do mundo, não uma, mas sim duas vezes! > Faça novos amigos do mundo inteiro

As famílias podem estudar inglês juntas

Sinta a animação de um jogo de hurling na Irlanda

Que tal uma viagem a Glendalough no intervalo entre as aulas?

23


As universidades providenciam todos os tipos de atividades, inclusive surfe

Quando não for hora de estudar, aprecie as paisagens

Nada como uma caminhada para refrescar a mente

Reserve um curso Grupos escolares

Crianças entre 12 e 17 anos geralmente vêm à Irlanda para passar pelo menos duas semanas. Enquanto estão aqui, elas participam de várias atividades esportivas e culturais organizadas pelas escolas. Os alunos ficam juntos em residências ou hospedados com famílias anfitriãs. Morar com uma família irlandesa propicia uma profunda percepção da cultura e imersão total no inglês.

24

Adultos

Os adultos que quiserem se aperfeiçoar no idioma podem optar por um curso de Inglês Geral. Ele abrange entre 15 e 20 horas semanais de aulas em turmas de até 15 pessoas. As aulas estimulam os alunos a participar, criar confiança e desenvolver conhecimentos úteis e práticos de inglês. Os cursos são oferecidos em diferentes níveis, de iniciante a avançado. Muitos cursos também terminam com exames que oferecem qualificações reconhecidas internacionalmente.

Au Pairs

Em troca de acomodação, pensão completa e mais algum dinheiro para pequenas despesas, o au pair ajuda a família anfitriã cuidando das crianças e de tarefas domésticas leves. Ele é considerado um membro temporário da família. O sistema é uma ótima maneira para um jovem conhecer a cultura local e aprender a língua. Os au pairs geralmente arcam com os custos das passagens aéreas e dos cursos que fizerem enquanto permanecerem na ilha.

Profissionais

Como o inglês é a língua mundial dos negócios, ser proficiente nele é essencial na economia global. A Irlanda é a base das sedes europeias de muitas empresas internacionais e está bem situada para oferecer cursos especializados. Eles se voltam especificamente para as necessidades de executivos e pessoas que atuam na área de negócios, com aulas particulares ou para pequenos grupos. Também é possível oferecer cursos especializados para a área jurídica e a área médica.


Seu guia na Irlanda Compras

Comprando A pura elegância do cristal Waterford

O suéter de Aran

tradição

O símbolo mais icônico do guarda-roupa irlandês é o suéter creme das Ilhas Aran. Originalmente destinado a pescadores, ele era tradicionalmente feito com lã em bruto, o que o tornava resistente à água e usável mesmo quando molhado. Ou seja, ele é ideal quando se navega para oeste pelo Oceano Atlântico. Embora você possa encontrá-lo em toda a Irlanda, ainda achamos que é uma ótima desculpa para tomar um ferry para as Ilhas Aran e comprá-lo onde é feito, na Inis Meain Knitwear. Hoje em dia, porém, a lã usada é um pouco mais suave ao toque…

Leve alguns objetos de design para casa

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

Guarde espaço na mala para levar para casa um pouco do artesanato e do design da Irlanda. Você pode até ver tesouros, como o cristal Waterford ou a cerâmica Belleek, serem feitos na sua frente...

P

or onde começar, numa ilha em que a arte e o artesanato são parte essencial das comunidades? Experimente Kilkenny, para começar. No Depósito da Propriedade Castlecomer, artefatos de vidro soprado à mão e tigelas de madeira entalhada à mão são exibidos por seus orgulhosos criadores. Mais ao norte, passe na cestaria de Alison Fitzgerald, em Benburb Priory Cottages, no Condado de Tyrone, e veja-a usar uma técnica secular. Não muito longe, no Condado de Fermanagh, você pode levar para casa um pouco de história da Belleek Pottery, fundada em 1849. A Newbridge Silverware, no Condado de Kildare, é famosa pela cutelaria e pelas joias em prata. Mas não deixe de ver também sua coleção de memorabilia de ícones do estilo, como a Princesa Diana e Michael Jackson. O tour pela fábrica da Waterford Crystal é fascinante: você vê os artesãos demonstrarem o sopro, o corte e a lapidação. Examine de perto a qualidade na loja local. Se os clássicos modernos forem mais a sua cara, vá à Grafton Street, em Dublin, onde está a exclusiva loja de departamentos Brown Thomas, que vende grifes como Burberry, Louis Vuitton, Prada e Chanel. Grandes nomes com descontos também estão disponíveis a menos de uma hora de distância no outlet center Kildare Village. Belfast também tem muitos designers jovens e talentosos e Lisburn Road é um ótimo ponto de partida se você estiver procurando algo exclusivo. E agora, onde está aquela mala extra? 25


Comer e beber

Vida de pub O pub irlandês é uma instituição. Tradicionalmente um local de reunião, ele já teve muitas outras funções ao longo dos anos (funerária, casa de material de construção e armazém de secos e molhados…). Alguns dos pubs mais históricos ainda funcionam nesse esquema polivalente, então puxe um banco e tome uma cerveja preta, ruiva ou loura local, como a Guinness, a Murphy’s e a Beamish, talvez enquanto toma também providências para sua vida após a morte? Evidentemente, a Irlanda é igualmente famosa pelo uísque, e você pode informar-se de tudo sobre a arte de sua produção nos centros de visitas à Old Jameson Distillery em Dublin e Cork ou nas mais antiga destilaria da Irlanda, a Bushmills, em Antrim.

Sabor da

Irlanda

SINTA O VERDADEIRO SABOR DA IRLANDA PROVANDO SUA CULINÁRIA. DO SALMÃO DEFUMADO E DO TRADICIONAL COZIDO IRLANDÊS À CARNE SECA E AOS FRAGRANTES FRUTOS DO MAR, HÁ MUITO QUE SABOREAR. PRODUTORES ARTESANAIS FORNECEM INGREDIENTES DE QUALIDADE TÃO ALTA QUE O SABOR FALA POR SI The Pig’s Ear, Dublin

V

ocê não pode dizer que conhece Belfast sem provar um Ulster Fry no café-da-manhã nem que visitou o ensolarado sudeste sem experimentar um “blaa”, pãozinho de Waterford. Connemara? Tem que ser carneiro. Clonakilty em Cork? Então é black pudding, uma espécie de salsicha negra. Ostras da Baía de Dublin e enguias de Lough Neagh – os nomes falam por si. Dito de forma simples: os pratos da cozinha tradicional irlandesa estão em toda parte. Uma tarde num mercado de produtos da fazenda provavelmente é o lugar perfeito para explorar a vida rural. E você sempre pode provar um pouco da personalidade de uma cidade fazendo uma “trilha culinária” urbana: toda cidade tem suas especialidades! 26

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

Qualidade Michelin Temos nossa porção de restaurantes com estrelas do Michelin, entre os quais se incluem o Cliff House Hotel, no Condado de Waterford e o Chapter One, na cidade de Dublin. Os “estrelados” favoritos da Irlanda também oferecem menus econômicos no almoço e no jantar, estes (conhecidos como “early bird” ou “pre-theatre”) geralmente servidos antes do horário normal. O Guia Michelin também premia restaurantes por comida excelente a ótimos preços. Entre esses incluem-se o Fishy Fishy Café, no Condado de Cork, o O’Dowds, no Condado de Galway e o Cayenne, em Belfast. Deixando de lado os elogios, não se esqueça dos pubs para provar ótimos pratos. As ofertas gastronômicas mais populares dos pubs são peixe com fritas, cozido irlandês, garras de siris, berbigões e mexilhões, camarões da Baía de Dublin, cordeiro e steak de Connemara e torta de Guinness. Comida com estrelas do Michelin no Cliff House Hotel

Escolas de culinária

Depois que provar qualquer de nossas especialidades tradicionais, como o pão de bicarbonato de sódio e o boxty (bolo de batata), você vai querer aprender a fazê-la. Matricule-se em uma de nossas aclamadas e muito bem localizadas escolas de culinária para aprender uma saborosa lição de culinária irlandesa. Entre as mais recomendáveis incluem-se Ballymaloe, situada em sua própria fazenda orgânica no Condado de Cork, a Mourne Seafood Cookery School, no Condado de Down, com vista panorâmica do porto e Belle Isle, em Fermanagh. Mas isso é apenas a entrada... Ótimos ingredientes e instruções de especialistas

Hospede-se numa fazenda A hospedagem em fazendas oferece uma maravilhosa mistura de hospitalidade rural irlandesa e deliciosas refeições caseiras. Na Ash Park Farm, Condado de Derry-Londonderry, você pode dormir em luxuosas barracas com vista para as belas Montanhas de Sperrin antes de ter a experiência da fazenda recolhendo ovos e catando frutas em arbustos. Ou então experimente a premiada Coolanowle Country House and Organic Farm na zona rural do Condado de Carlow, onde a produção orgânica da fazenda é servida em deliciosos chás vespertinos, jantares e cafés-da-manhã. Parece delicioso...

Fique numa fazenda tradicional da Irlanda

27


Música

O ritmo da

Irlanda

DA BORDA DA COSTA OESTE DA EUROPA, A MÚSICA DA IRLANDA GANHOU O MUNDO. A VOZ DE ENYA É DE ARREPIAR, O SNOW PATROL TEM ESTÁDIOS LOTADOS A SEUS PÉS E O U2 SÃO OS ETERNOS REIS DO ROCK. E TEM MAIS DE ONDE ELES VIERAM. SESSÕES TRADICIONAIS EM PUBS DO INTERIOR, SHOWS INTIMISTAS NAS CIDADES E APRESENTAÇÕES DE RUA: A IRLANDA PULSA AO SOM DA MÚSICA

B

om mesmo é ouvir a música tradicional irlandesa na fonte, em uma sessão num pub local. A energia das rabecas, o assobio das flautas e o dedilhado dos violões soam muito melhor num cantinho aconchegante de um pub. Tirando uma ou outra cortesia servida pelo bar, os músicos raramente recebem cachê. O Siamsa Tire em Tralee, Condado de Kerry, é o teatro do Folclore Nacional da Irlanda, onde se pode ver de tudo: desde contos de fadas irlandeses adaptados para a dança até odisseias musicais sobre a vida na ilha. Na outra ponta da ilha, em

28

Derry-Londonderry, a música e a dança inspiradas na cultura das terras altas dos escoceses de Ulster (Ullans) fervilham entre as muralhas de 400 anos da cidade. Van Morrison e o Snow Patrol tomaram Belfast de assalto antes de nos conquistar pela TV e pelo rádio. E em Dublin você tem o Whelan’s, onde Damien Rice fez suas primeiras apresentações, e o Windmill Lane, onde Bono e o U2 gravaram seus grandes sucessos. Então, shows espontâneos em pubs e astros do futuro? Esta é uma oportunidade para deixar seu MP3 em casa.


Seu guia na Irlanda

Conheça seisIúns e céilís Os dois lugares em que você tem mais probabilidade de sentir a música tradicional são a seisiún (pronunciada se-xun) e a céilí (pronunciada kei-li). A melhor descrição de uma seisiún é uma reunião informal de músicos, geralmente em um pub. Muitas vezes, ela começa só com um violão, mas não demoram a aparecer rabequistas, flautistas, banjoístas e percussionistas com seus tambores bodhrán ou Lambeg. As seisiúns são mais para ouvir que para dançar, embora também não seja raro surgir um pouco de dança, seja à maneira irlandesa ou das terras altas escocesas. Em Armagh ou Tyrone, você provavelmente achará a sessão musical dos escoceses de Ulster um pouquinho mais formal que a do pessoal de Clare, por exemplo, que é mais relaxado. Mas o fator diversão é o mesmo. A céilí destina-se apenas à dança, ao som de canções tocadas por músicos tradicionais.

Seisiún tradicional em um pub local

SHUTTERSTOCK.COM

Rabequistas em ação

U2 e the Edge e Bono

Quer saber mais? Visite www.ireland.com

Batendo no bodhrán

29


Atividades ao ar livre na Irlanda

Assista e pratique

NA IRLANDA, O ESPORTE É UM PRATO SEMPRE SERVIDO COM PAIXÃO. NOSSOS ESPORTES NACIONAIS, O FUTEBOL GAÉLICO E O HURLING, SÃO ACOMPANHADOS COM GRANDE ORGULHO E IMENSO ESPÍRITO DE CAMARADAGEM. NOS CAMPOS DE GOLFE DA ILHA CRIARAM-SE CAMPEÕES MUNDIAIS, COMO RORY MCILROY E PADRAIG HARRINGTON E O MESMO SE PODE DIZER DE NOSSOS FESTIVAIS DE TURFE. OS INÚMEROS LAGOS E O OCEANO ATLÂNTICO, POR SUA VEZ, SÃO PALCO PARA UMA INFINIDADE DE ESPORTES AQUÁTICOS. É IMPOSSÍVEL FICAR PARADO NA IRLANDA

Kite surf na Irlanda

30

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

É hora do golfe Grandes campos de golfe fazem grandes jogadores. Basta perguntar a Rory McIlroy e Graeme McDowell, campeões do US Open, ou a Darren Clarke, vencedor do Open Championship. Seu caminho rumo à vitória começou aqui. Os campos da Irlanda aliam desafios difíceis a vistas de cair o queixo. O Royal Portrush, na costa norte, é um lindo tapete ondulante à beira-mar, enquanto o Royal County Down fica em uma reserva natural. O elegante K Club de Kildare já foi sede da Ryder Cup e a disputa feminina se deu à sombra do Castelo de Killeen. Tudo muito lindo e muito cheio de desafios: vale muito a pena. Royal County Down Golf Club

Cavalos-vapor Imagine um dia frio e revigorante de dezembro. Na paisagem das pradarias do Condado de Kildare, o local é tão concorrido que quase se pode sentir o frisson de quem está a seu lado. Um... dois... três... Largaram! Vinte cavalos irrompem na pista, disparando rumo à linha de chegada. A animação que se vê nos festivais de turfe da Irlanda é especial. Há o de Punchestown, na costa leste, as corridas de Galway, na costa oeste e a movimentação de Down Royal, na Irlanda do Norte. Os palpites são trocados no pub local, as senhoras usam seus melhores chapéus e toda a família comparece. Sem dúvida, o esporte dos reis.

Festivais de corrida regados a glamour e animação

O surfe em alta

Todos sabem que, por ser uma ilha, a Irlanda é um verdadeiro paraíso para os esportes aquáticos. Passeando de canoa ou caiaque pelos labirintos lacustres de Fermanagh, ou velejando para portos seguros como Cobh, no sul, e Ballycastle, no norte, os fãs da água se sentirão em casa. Recentemente, a CNN e a National Geographic se aperceberam de mais uma das maravilhas aquáticas da Irlanda: o surfe. O campeão Kelly Slater se refere ao surfe na Irlanda como o “paraíso frio”: bravia e tempestuosa, nossa costa atlântica produziu a “onda perfeita” e, de Donegal a Cork, propicia um tipo de onda que daria inveja às do Havaí. Portanto, se você quiser ficar na crista da onda, a Irlanda é o lugar certo.

Você sabia? Os esportes nativos da Irlanda são conhecidos como jogos gaélicos. O hurling, o futebol gaélico, o camogie (hurling feminino), o handebol e o futebol feminino são esportes amadores e todos trabalham como voluntários. Alguns dizem que as armas do lendário guerreiro Cuchulainn eram a sliotar e o hurl: assista a uma partida de hurling para ver por quê!

31


PLANEJE SUA VISITA VEJA AQUI O QUE PRECISA SABER ANTES DE RESERVAR UMA VIAGEM PARA A IRLANDA

internacionais, o que permite fácil acesso ao destino que você preferir.

ACOMODAÇÃO Hotéis

A Irlanda é famosa pelas calorosas boas-vindas e você as receberá diretamente em nossos hotéis. Há de tudo – desde antigas e grandiosas mansões de campo a refúgios chiques e modernos – para todos os bolsos.

Bed and breakfasts e pousadas

Estes oferecem grande flexibilidade e estão em toda parte. Os simpáticos proprietários geralmente são uma ótima fonte de informações sobre o que há para ver e fazer na área.

PASSAPORTES E VISTOS Passaportes

Os cidadãos da UE precisam de passaporte ou carteira nacional de identidade para entrar na República da Irlanda ou na Irlanda do Norte. Os cidadãos de todos os demais países precisam apresentar um passaporte válido. O passaporte eletrônico não é obrigatório. Sempre verifique antecipadamente com sua companhia aérea, companhia de ferry ou agente de viagens o tipo de identificação necessário. Verifique também se seus filhos precisam ter passaportes individuais.

Vistos

Os cidadãos brasileiros não precisam de visto para entrar na República da Irlanda nem de visto do Reino Unido para entrar na Irlanda do Norte. Para obter mais informações, procure a embaixada de seu país de origem antes de viajar para a República da Irlanda ou visite www.inis.gov.ie. Embaixada da Irlanda em Brasília: www.embaixada-irlanda.org.br. Os que desejarem visitar a Irlanda do Norte devem procurar a Embaixada/High Commission ou Consulado Britânico local, ou visitar www.ukpa.gov.uk antes da viagem.

Desfrute de privacidade e liberdade para cozinhar suas refeições. Esse tipo de alojamento é procurado particularmente por famílias e grupos. Escolha entre chalés isolados em costas tempestuosas, casas aconchegantes em vilarejos ou belas casas no centro das cidades.

Albergues

Os albergues podem não ter luxo, mas têm uma boa relação custo-benefício. Você os encontra em todas as cidades de maior porte. Pessoas de todas as camadas sociais se misturam numa atmosfera sociável, de modo que é uma ótima maneira de fazer novos amigos.

Algo diferente

Por que ficar num hotel quando você pode alugar um castelo ou um pub, ficar num farol ou seguir pelos canais numa confortável chata? A Irlanda não é nada convencional quando se trata de acomodação!

VIAJAR

A ilha é relativamente pequena, de modo que você achará fácil viajar, seja de avião, de ônibus, de carro ou de trem.

VIAJAR PARA A IRLANDA Por ar

Por terra

Você pode voar de muitos países diretamente para a Irlanda. Além disso, há conexões na maioria das cidades europeias. Só de Londres, há mais de 70 voos diários para a Irlanda (e a duração é de apenas uma hora).

As estradas irlandesas geralmente são de alto padrão, apesar de às vezes serem estreitas e tortuosas no interior. A direção é do lado direito. Há serviços de aluguel de carros nos portos, aeroportos e no centro das cidades. Os condutores brasileiros precisam apresentar carteira de habilitação internacional válida.

Por mar

Por ar

Dezenas de ferries chegam aos portos irlandeses todos os dias da Grã-Bretanha e da Europa continental. A ilha conta com seis portos 32

Acomodações com cozinha

Considerando as dimensões reduzidas da ilha, não há muita necessidade de voos internos. O principal deles faz a rota Dublin-Kerry, que leva


Seu guia na Irlanda

aproximadamente 40 minutos, e também há voos para todas as três ilhas do arquipélago de Aran.

Transporte público

As redes ferroviárias cruzam toda a ilha com a Irish Rail, na República da Irlanda, e a Northern Ireland Railways, na Irlanda do Norte. O Dart (Dublin Area Rapid Transit) atende a área da costa e da cidade de Dublin, enquanto o Luas (um serviço de bonde) faz o trajeto entre o sul e o centro da cidade. Viajar de ônibus é econômico e relaxante. A Bus Eireann e a Translink, na República da Irlanda e na Irlanda do Norte, respectivamente, fazem trajetos de ônibus por toda a ilha. Há também uma grande variedade de operadoras particulares de ônibus para tours, traslados para aeroportos, viagens intermunicipais e viagens específicas para praticantes de golfe.

QUESTÕES FINANCEIRAS Moeda

Na República da Irlanda, a moeda oficial é o euro. Na Irlanda do Norte, a moeda usada é a libra esterlina.

Bancos e cartões de crédito

Os cartões de crédito das bandeiras Visa, MasterCard e American Express são amplamente aceitos. Os visitantes que tiverem outros cartões devem verificar sua aceitação antes de usá-los. Os caixas eletrônicos, presentes na maioria dos bancos e centros das cidades, aceitam a maioria dos cartões de crédito e débito.

O IDIOMA

Os irlandeses são famosos pela conversa animada – você saberá por que quando chegar aqui. O inglês, principal idioma, é falado em toda a ilha. O gaélico – Gaelige ou irlandês, como é conhecido localmente – tem origem celta e é uma das línguas mais antigas do mundo. Ele ainda é ensinado nas escolas do país e muito falado nas regiões Gaeltacht (falantes de irlandês). O Ullans (escocês de Ulster) também é falado em algumas áreas da Irlanda do Norte. Trata-se de uma variante do Scots, uma língua escocesa.

TELEFONES DE EMERGÊNCIA

Esperamos que você não precise de nenhum durante sua visita mas, por precaução, aqui estão. Emergências (polícia, corpo de bombeiros, ambulância): República da Irlanda (ROI) Tel.: 112 ou 999 
 Irlanda do Norte (NI) Tel.: 999 Quer saber mais? Visite www.ireland.com

Problemas automobilísticos

Para assistência nas estradas da República da Irlanda, você pode ligar para a Automobile Association, mas antes deve inscrever-se para se associar por pelo menos um ano, ao custo aproximado de €220. Automobile Association (AA) – Serviço de avarias Tel.: 1800 66 77 88; www.aaireland.ie Se precisar de assistência na Irlanda do Norte, ligue para o Royal Automobile Club (RAC). O site do RAC (www.rac.co.uk) fornece os preços de coberturas de curto prazo e assistência nas estradas. Royal Automobile Club (RAC) – Ajuda em avarias Tel.: +44 (0) 844 891 3111

CLIMA

Espere o inesperado! As pessoas costumam dizer que, se você não estiver satisfeito com o clima na Irlanda, basta esperar cinco minutos. A boa notícia é que o clima é ameno e temperado e, embora possa haver instabilidade, as condições meteorológicas dificilmente chegam a extremos.

RELIGIÃO

A religião cristã continua sendo a mais praticada, mas a população abraça um amplo leque de crenças e convicções religiosas. A ilha dispõe de uma vasta gama de lugares de adoração, lojas de alimentos e restaurantes especializados, além de retiros religiosos. Tudo isso é reflexo da fascinante diversidade da cultural denominacional da Irlanda.

FUMO

O fumo foi proibido na República da Irlanda e na Irlanda do Norte. É ilegal fumar em recintos de trabalho fechados, desde pubs e restaurantes a lojas, escritórios e transporte público. Existem exceções, entre as quais alguns hotéis e pousadas que contam com quartos para fumantes. Pubs, danceterias e hotéis geralmente reservam uma área do lado de fora, na rua ou num jardim, para fumantes. Sempre jogue a guimba de seu cigarro nos cinzeiros disponíveis, caso contrário pode ser multado em até €100 por sujar a rua.

GORJETAS

Não há regras rígidas sobre o tema na Irlanda. Alguns restaurantes cobram uma “taxa de serviço”. Isso significa que o valor da gorjeta está incluído na conta, portanto não é preciso deixar mais nada. Se essa taxa não estiver incluída na conta, cabe a você decidir. Em média, as gorjetas giram em torno de 10-15%, mas não são obrigatórias. Na Irlanda, normalmente não se dá gorjeta em pubs, a menos que você seja servido na mesa, e não no balcão do bar. 33


PÉ NA ESTRADA

EM NOSSA PEQUENA ILHA, VOCÊ PODE DESCOBRIR MUITA COISA EM BEM POUCO TEMPO. BOA VIAGEM!

Tour contornando toda a costa da ilha

10 dias

Destaques

1,627km

Bloody Foreland

Distância total:

Aeroporto de Shannon

cidade de derrylondonderry

9

7

Titanic Belfast

10

Benbulben

Mourne montanhas mourne

6 Croagh Patrick

vale de boyne

parque nacional de connemara

>

Dia 1: De Dublin aos Jardins de Powerscourt, Condado de Wicklow Dia 2: De Wicklow à Costa do Cobre, em Waterford, e de lá à Destilaria de Midleton e ao Mercado Inglês, em Cork Dia 3: De Cork ao Parque Nacional de Killarney, Condado de Kerry Dia 4: De Kerry ao Castelo de Bunratty, Condado de Clare Dia 5: De Clare ao Parque Nacional de Connemara e ao Croagh Patrick, Condado de Mayo Dia 6: De Mayo ao Benbulben, Condado de Sligo Dia 7: De Sligo ao Bloody Foreland, Condado de Donegal Dia 8: De Donegal ao cidade de Derry-Londonderry Dia 9: Da Derry-Londonderry ao Titanic Belfast Dia 10: De Belfast às Montanhas Mourne, Condado de Down, e ao Vale de Boyne, Condado de Meath, e volta a Dublin

8

5

Dublin

jardins de powerscourt

castelo de bunratty

1

4 2

Parque nacional de killarney

3

mercado inglÊs

Ring of Kerry Destaques Dia 1:

costa do cobre em waterford

Destilaria de midleton

Vá do Aeroporto de Shannon ao Parque Nacional de Killarney e a Kenmare, Sneem, Waterville, Museu de História de Skellig e Rossbeigh

2 dias

Distância total:

179km

Dia 2: De Rossbeigh a Inch Strand e Killorglin, antes de ir para a Casa Muckross, cercada pelos Lagos de Killarney, de onde se podem ver as montanhas da cordilheira de MacGillycuddy’s Reeks Inch Strand Killorglin

MacGillycuddy’s Reeks

1 Sneem

>

Rossbeigh museu de histÓria de skellig

2

parque nacional de killarney Casa muckross

Kenmare

Waterville

34

Quer saber mais? Visite www.ireland.com


Seu guia na Irlanda

Destaques Dia 1:

parque do folclore americano de ulster

6 dias

Distância total:

1,052km

De Belfast à cordilheira de Sperrins e ao Parque do Folclore Americano de Ulster, Condado de Tyrone, e daí a Enniskillen

1

>

Interior da Irlanda

ENNISKILLEN

6

2

Belfast

cidade de lisburn cidade de Armagh Carrickmacross

Dia 2: De Enniskillen a Clonmacnoise, Condado de Offaly

castelo de trim e vale de boyne

Clonmacnoise

Dia 3: De Clonmacnoise à Pedra de Cashel, Condado de Tipperary

5

3

Dia 4: De Tipperary à cidade de Kilkenny Dia 5: Da cidade de Kilkenny ao Castelo de Trim e ao Vale de Boyne, Condado de Meath, e a Carrickmacross, Condado de Monaghan

pedra de cashel

4

cidade de kilkenny

Dia 6: De Monaghan ao Museu do Condado de Armagh e ao Forte Navan, Condado de Armagh, e ao Centro de Linho da Irlanda, na Cidade de Lisburn, antes de retornar a Belfast

calÇada dos gigantes templo de mussenden

cidade de derryLondonderry

2

Destilaria de old bushmills

Ballycastle

parque florestal de glenariff

1

castelo de carrickfergus

Belfast

>

castelo de dunluce

ilha de Rathlin Carrick-a-Rede rope bridge

Rota costeira para a Calçada dos Gigantes

2 dias

Destaques

193km

Dia 1:

Distância total:

Faça o Belfast Music Tour antes de sair da cidade para o Castelo de Carrickfergus, o Parque Florestal de Glenariff, Ballycastle e as paisagens da Ilha de Rathlin. Depois, atravesse a ponte de corda de Carrick-a-Rede antes de ir para a Destilaria de Old Bushmills

Dia 2: Da Destilaria de Old Bushmills para a Calçada dos Gigantes, o Castelo de Dunluce e o Templo de Mussenden, antes de ir para a Cidade de Derry-Londonderry

35


Seu guia na Irlanda  

Your Guide to Ireland published by Tourism Ireland