{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

www.dullius.com.br

www.revistapar.com.br Inverno | 2016

BEGE, FOLK E PIJAMA FASHION: AS TENDÊNCIAS MAIS QUENTES PARA OS DIAS MAIS FRIOS


UNIVERSO FEMININO

GERAL

04 # O TOM BEGE É UM DOS DESTAQUES DA MODA PARA O INVERNO E POSSIBILITA AMPLA GAMA DE COMBINAÇÕES

14 # NUNCA SE PRODUZIU TANTAS E TÃO BOAS SÉRIES PARA TV E SERVIÇOS DE STREAMING COMO ATUALMENTE

06 # ESTÉTICA ARTESANAL DA TENDÊNCIA FOLK MARCA PRESENÇA EM DESFILES NACIONAIS E INTERNACIONAIS

16 # EM TEMPOS DE CRISE MORAL E ÉTICA NO PAÍS, O EXEMPLO SEGUE SENDO O MELHOR CAMINHO PARA ENSINAR 08 # PIJAMA FASHION: QUANDO A MODA SAI DA CAMA E DO QUARTO PARA INVADIR PASSARELAS E RUAS

18 # A ADOÇÃO, ALÉM DE SER UM ATO DE AMOR, CONTRIBUI PARA MITIGAR UM GRAVE PROBLEMA SOCIAL: O ABANDONO 20 # CONHEÇA MAIS DAS BELEZAS - E TAMBÉM DAS DELÍCIAS - DO VALE DOS VINHEDOS, NA SERRA GAÚCHA

10 # CHEGA DE NUDE! ROXO É COR DA VEZ PARA OS MAKE UPS MAIS DESCOLADOS NA TEMPORDA DE DIAS FRIOS

CONTATOS: GBM Comunicação Rua 25 de julho, 670, Sala 203 Bairro Rio Branco | Novo Hamburgo/RS CEP 93310-250 | Fone: (51) 3593.2669 www.revistapar.com.br

Dullius: (51) 3764-1200 | www.dullius.com.br Editores - Mauro Moraes e Milton Grabin Reportagem - Camila Veiga Diagramação - Mauro Moraes Fotos - Capa (Reprodução), Divulgação e SXC.hu


MODA

INVERNO | 2016

Fique bege! Tom claro recupera seu lugar de destaque no mundo da moda

P

or algumas temporadas, ele ficou esquecido. O bege, que por décadas liderava a lista de tons clássicos, ao lado do branco, do cinza e do preto, tinha perdido espaço para o nude, uma variação mais rosada da cartela de neutros. Mas, agora, ele voltou com tudo! As passarelas do outono-inverno 2016 exaltaram sua importância. Bottega Veneta, Carolina Herrera e Ralph Lauren são exemplos de maisons que investiram no charme da cor, usando-a em suas criações por meio de variações suaves ou levemente escurecidas. A grife italiana Max Mara apostou forte em casacos, saias e sapatos tingidos pela tendência e assinou o retorno triunfal do bege. Aderir à tendência é fácil. Democrática, a tonalidade combina bem com tons esverdeados, compondo, assim, um visual com referência militar - que segue em alta nos dias de frio. O bege também faz bonito ao colorir um trench coat, peça curinga das temperaturas amenas. Além disso, fica chique quando acompanhado de tons terrosos ou peças em preto. O segredo é apostar no contraste, para não deixar o look “apagar” sua beleza.

4

REVISTA PAR

Raph Lauren

combinações


MODA Bottega Veneta Carolina Herrera

Max Mara

Max Mara

INVERNO | 2016

Já ouviu falar em greige?

No universo das it-girls, uma nova palavrinha aparece e recria o neutro da temporada. O termo “greige”, união de cinza e bege, respectivamente gray e beige em inglês, vem para definir mais um dos tons do estilo minimalista. Com aspecto frio, este derivado do bege chega tímido ao radar da moda brasileira, mas promete fazer sucesso por aqui em breve. Fique ligada!

REVISTA PAR

5


Chloe

6

no ritmo do folk

REVISTA PAR

Estética artesanal é destaque do trend alert para o inverno


MODA

Chloe

No mix, ainda há espaço para a camurça e o tecido de toque similar, o suede. A cartela de cores privilegia o caramelo, tons terrosos, preto e azul. Na lista de grifes que embalaram a nova temporada de sucesso do folk, está a Burberry, que desfilou na semana de moda de Londres, na Inglaterra, longos vestidos com padronagens estilizadas, um icônico vestido-capa coberto por franjas em material acamurçado e ponchos belos e acolhedores – uma ótima pedida para os dias mais frios. Também entrou neste ritmo a moda que a Chloe apresentou para a estação, e a beleza aconchegante dos retalhos do patchwork ganhou destaque. Burberry

A

lgumas referências da moda são passageiras. Outras, nem tanto. Assim acontece com o folk style, um estilo que, para muitos, nunca saiu de cena. Nascido nos anos 1960, o movimento musical de mesmo nome levou para o cenário fashion elementos rurais e artesanais que voltam a entrar em sintonia nas vitrines deste inverno. Nas lojas, peças como ponchos, calças flare, vestidos fluidos, coletes e muitas franjas mostram que a tendência está com tudo! A finalização de roupas, calçados e acessórios fica por conta dos bordados ricos em cores e traços, aplicações de patchwork e estampas intensas.

Chloe

INVERNO | 2016

hit entre celebridades

Se é sucesso nas passarelas, é hit entre as celebridades! Para inspirar os looks ao estilo folk, vale acompanhar as produções da it-girl Kate Moss. A top britânica combina com maestria elementos desta tendência em qualquer estação.

REVISTA PAR

7

]


MODA INVERNO | 2016

Pijama fashion Camisolas e roupas de dormir inspiram looks sofisticados e com muito conforto

P

ara acompanhar uma agenda turbinada por compromissos profissionais, happy hours e encontros importantes, um look que faça bonito e, ao mesmo, proporcione bem-estar é algo importante, não é mesmo? Pois a moda colabora com este desejo. Com essência bordouir, muita feminilidade e um caimento cheio de charme, o slip dress, ou vestido camisola, foi apontado como peça must-have do outono-inverno 2016 por consultores

8

fashionistas. Após ganhar relevância nas passarelas internacionais, o modelo foi estrela do São Paulo Fashion Week. Em Paris, na França, a grife Céline destacou o slip dress em seu desfile. No preview de inverno, Givenchy, Nina Ricci e Alexander Wang também investiram na tendência. Já no Brasil, a aposta conquistou marcas como Lilly Sarti e Coven. Com alças fininhas e corte minimalista, a delicada modelagem é confeccionada em tecidos leves REVISTA PAR

e sedosos e surgiu em opções lisas, rendadas e estampadas, em comprimentos longos e médios.

combinações

Mas, afinal, como combinar o slip dress com os dias frios? Fácil! Basta lançar mão de casacos longos e pesados, para contrastar com a leveza do vestido. Jaquetas em couro, cardigans e echarpes também são bem-vindos. Para as mais descoladas, vale até sobrepor o item com calças.


MODA Alexandre Wang

Apartamento 03

Celine

Nina Ricci

INVERNO | 2016

Da noite para o dia

Outro trend alert que sai da rotina íntima para arrasar nas ruas são as roupas ao estilo pijama. São calças e camisas que, geralmente combinadas em conjuntos, conferem toque acetinado e muito glamour às produções desta estação.

]

REVISTA PAR

9


BELEZA INVERNO | 2016

roxo poderoso! Cor é a protagonista do make-up neste outono-inverno

Katy Perry

D

eixe para trás o aspecto natural e discreto da maquiagem nude que, por um bom tempo, fez sucesso nos desfiles. Chegou a vez de ousar no make-up! E na vibe colorida das tendências de beleza para esta temporada, temos um protagonista: o roxo, especialmente quando o assunto são batons. Os olhares direcionam-se para as bocas delineadas pelo tom forte e marcante do inverno desde as passarelas até os eventos de celebridades. As cantoras Lorde e Katy Perry são fãs da cor. Nas semanas de moda, a referência gótica misturou-se ao efeito sensual do tom e o resultado fez uma bela combinação com a estética invernal, como sugeriram Marc Jacobs e Carolina Herrera. Com estilos bastante distintos, as grifes provam que a tonalidade do roxo pode variar desde o lilás, passando pelo violeta e burgundy, até chegar na opção mais escura, bem próxima ao preto, e adequar-se aos diversos gostos e personalidades das mulheres.

10

REVISTA PAR


BELEZA INVERNO | 2016

Dicas e truques

Apesar de causar receio por seu efeito impactante, o batom roxo vem arrematando cada vez mais adeptas. Segundo experts do universo do make-up, a cor combina com todos os tipos de pele. Porém, atenção: quanto mais fechado for o tom escolhido, mais leve deve ser o restante da maquiagem. Capriche também no blush e no iluminador, para não ficar com aparência pálida. Nos olhos, sombras em tom champagne e traços delineados em preto combinam bem. Na hora de escolher o seu batom do inverno 2016, atente para aqueles com efeito matte. A cobertura opaca e intensa desta opção segue em alta nesta estação fria e deixa a produção ainda mais bonita.

Lorde REVISTA PAR

11


CULTURA INVERNO | 2016

SUCESSO EM SÉRIE Em 1999, estrearam 23 novas séries nos eua, berço da modalidade; 15 depois, 180 produções chegavam às telas

N

os últimos anos, o sucesso das séries de TV - ou mesmo as produzidas especialmente para serviços de estreaming como o Netflix - elevou a modalidade a um aprimoramento sem precedentes por parte da indústria de entretenimento. Segundo os especialistas no tema, esta mudança de paradigma tem um marco: o lançamento, em 1999, da série Os Sopranos, pela HBO, que introduziu um novo patamar de qualidade, tanto em termos técnicos como em quesitos como roteiro e argumento. Naquele distante ano, os canais a cabo norte-americanos estrearam 23 novas séries. Quinze anos depois, em 2014, 180 ficções inéditas chegaram às telas. O atual momento já é conhecido como a “terceira idade dourada da televisão” e tem justamente na diversidade de opções um de seus trunfos. E também uma de suas fraquezas, na medida em que se torna simplesmente impossível acompanhar todas as boas produçõe que estão sendo exibidas ao mesmo tempo. Esta mesma profusão traz outra característica bastante pe-

14

culiar deste momento: audiência fragmentada e fãs apaixonados e conhecedores de todos os detalhes da série. Da mesma maneira, muitas séries só atingem seu maior estágio após duas, três ou até quatro temporadas, o que torna muito difícil avaliar quando se está diante de um clássico.

O fenômeno Netflix

Os serviços de estreaming, capitaneados pela Netflix, contribuíram para este novo momento vivido pelas séries. Enquanto os canais de televisão mantêm a audiência cativa lançando um episódio REVISTA PAR

por semana e com pausa no meio das temporadas, a Netflix deixa todos os capítulos disponíveis de uma só vez. Os espectadores assistem quando e o quanto quiserem. Além disso, não há propagandas ou interrupções, o que tornou as famosas “maratonas” ainda mais fáceis aos afccionados. Aos poucos, até mesmo os canais tradicionais de TV aderem a plataformas semelhantes. Grandes sucessos, como Game Of Thrones, The Breaking Bad, House of Cards e Narcos são símbolos desta nova e esplendorosa fase das séries.


CULTURA INVERNO | 2016

AS QUE OS BRASILEIROS MAIS AMAM: 2 – The Walkind Dead (6 temporadas)

The Walking Dead é baseada na série de quadrinhos homônima criada por Robert Kirkman e se passa na Terra após um apocalipse zumbi, em que a enorme maioria da população da terra foi infectada por um vírus misterioso que os transforma em mortos-vivos. Os poucos humanos que sobreviveram à epidemia agora devem se unir para encontrar um novo lar. O grupo é liderado por Rick Grimes, um policial dedicado e determinado. Onde assistir? Canal Fox.

1a – Supernatural (11 temporadas)

Os irmãos Sam e Dean Winchester perderam sua mãe em um trágico e misterioso acidente, no qual as forças sobrenaturais — muito obscuras — estiveram envolvidas. Por esta razão, seu pai decidiu ensiná-los a lidar com a vida sobrenatural, ensinando-lhes técnicas de defesa contra as forças do mal; chegando até a lhes ensinar a maneira ideal para matar os diferentes tipos de demônios. Agora, os irmãos Winchester percorrem os Estados Unidos em seu velho Chevy travando uma verdadeira batalha contra a obscuridade e a maldade. Onde assistir? Warner Channel.

Completam a lista das 20 séries mais assistidas no Brasil, em 2015:

3 – Arrow (4 temporadas)

O jovem bilionário Oliver Queen é dado como morto após um grande naufrágio. Cinco anos depois, ele é encontrado com vida em uma remota ilha. Quando retorna para sua casa em Starling, sua mãe Moira, sua irmã Thea e seu melhor amigo Tommy lhes dão as boas-vindas, porém, percebem que Oliver mudou. Enquanto esconde a verdade sobre quem se tornou, ele tenta desesperdamente amarrar as pontas soltas de sua antiga vida. Onde assistir? Warner Channel.

04a – once upon a time 05a – The flash 06a – The Vampire Diaries 07a – Game Of Thrones 08a – Gotham 09a – Agents of S.H.I.E.L.D 10a – Teen Wolf 11a – The 100 12a – The Originals 13a – How To Get Away With Murder 14a – The Big Bang Theory 15a – Revenge 16a – Pretty Little Liars 17a – Grey’s Anatomy 18a – American Horror Story 19a – Scream Queens 20a – Fear The Walking Dead

REVISTA PAR

15


CIDADANIA INVERNO | 2016

ENSINANDO PELO EXEMPLO “O mundo que vamos deixar para nossos filhos depende muito dos filhos que vamos deixar para esse mundo”. MARIO SERGIO CORTELLA Filósofo e educador

O

momento conturbado do País leva a uma reflexão inevitável: como podemos contribuir, de fato, para uma sociedade mais justa e menos corrupta? Um dos caminhos é o do exemplo, principalmente às crianças. Para isso, é preciso rever alguns comportamentos questionáveis do famoso ‘jeitinho brasileiro’. Especialistas indicam que tudo começa em casa, na convivência diária entre pais e filhos. É a partir dos hábitos saudáveis e dos bons exemplos dos pais que os filhos formam a base de seu comportamento na sociedade. “Crianças precisam de limites, que têm tudo a ver com os valores que os pais lhes transmitem. Principalmente para os menores, é ineficaz explicar

16

conceitos teóricos como ética, mas é fundamental praticar valores como convivência, respeito ao próximo, capacidade de partilhar e de falar a verdade”, explica o filósofo e educador Mario Sergio Cortella. Certamente você já ouviu ou até falou a seguinte frase: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Porém, quando se trata de educação, na prática REVISTA PAR

isso não funciona. Não adianta um pai dizer ao filho que ele não deve mentir, porque mentir é feio, e quando o telefone tocar em casa pedir para dizer que ele não está. A criança pode ouvir que é muito ruim o desperdício, mas, se ela vê os pais desperdiçando comida ou deixando o chuveiro ligado durante muito tempo, aprende o contrário pela assimilação do exemplo.


CIDADANIA INVERNO | 2016

Papel da escola

É essencial a parceria da família com a escola, pois a primeira é apoiada pela segunda na educação dos filhos. Muita gente confunde educação com escolarização, mas a escolarização é apenas uma parte da educação. Por isso, não há uma parte da formação que seja exclusiva dos pais sem o apoio da escola, assim como não há uma obrigação que seja somente da escola. Cabe a escolas inteligentes formar parcerias com as famílias e cabe às famílias procurar essa parceria nas escolas. Embora sejam instituições diferentes, a criança é a mesma. Por isso, o importante não é dividir a educação entre elas, mas sim repartir. Os professores também introduzem valores éticos na escola, por meio de exemplos e incentivos, como mostrar que não se deve pegar o que não lhe pertence ou de não admitir que uma criança pratique o sofrimento de outra. “Crianças seguem os padrões da família: pais alegres, filhos felizes. Ambiente de paz, filhos tranqüilos. Pais que se alimentam corretamente e com equilíbrio, filhos assim terão. Pais organizados, filhos também. Pais educados, que dão e cobram atitudes corretas, formarão filhos íntegros e seguros. E não adianta fechar os olhos: se os pais não educarem seus filhos, a sociedade o fará”, explica Cláudia Fernanda Venelli Razuk, coordenadora pedagógica do Colégio Itatiaia, de São Paulo/SP.

A importância DO bom-senso

À medida que as pessoas crescem e passam a se relacionar com outras, é natural a aquisição de novos hábitos e até mesmo a mudança de alguns originários da infância. Mas mesmo nestas fases o bom senso deve prevalecer. “Deve-se sempre, em qualquer circunstância e tempo, agir com prudência e respeito. Quem quer ser respeitado deve, antes, respei-

tar”, acrescenta Cortella. Cumprimentar, ser gentil, ser tolerante, não aceitar vantagens indevidas, dar lugar a pessoas mais velhas em ônibus e metrôs, não furar a fila e não ficar com o troco que não é seu, entre muitas outras, são atitudes que se deve ter sempre. Mesmo que aparentemente insignificantes, elas são capazes de levar outras pessoas a agir dessa forma, em número cada vez maior. Ou seja: ajudam a fazer o mundo melhor. Faça a sua parte!

pequenos atos, grandes resultados: # Cumprimentar # ser gentil # ser tolerante # não aceitar vantagens indevidas # dar lugar a quem necessita em ônibus e metrôs # não furar a fila # não ficar com o troco que não é seu REVISTA PAR

17


COMPORTAMENTO INVERNO | 2016

FILHOS GERADOS NO CORAÇÃO

Existem no Brasil cerca de 6.500 crianças e adolescentes esperando para ser adotados e retribuir com muito amor

Muito embora a lista de candidatos a adotar seja muito maior do que a de potenciais adotados - 35 mil x 6,5 mil -, o processo costuma ser demorado e bastante complexo. A começar pelo credenciamento destas crianças e adolescentes. Primeiramente, os órgãos competentes têm que esgotar todas as possibilidades de reinserção ao lar de origem - com os pais biológicos - e, posteriormente, exaurir as tratativas com parentes próximos. Só então, a criança e/ou adolescente torna-se disponível para adoção. Passada a fase, chega o momento de eles irem para as casas de passagem e instituições especializadas, onde aguardam os candidatos a pais. No cadastro original, os futuros papais de-

18

terminam alguns pré-requisitos para levar o processo adiante e é justamente neste momento que as portas começam a se fechar. 20% só aceitam, por exemplo, crianças com até três anos. 22% só aceitam brancos, enquanto 70% descartam irmãos. As meninas, nestes casos, têm mais chances de encontrar um novo lar. 29% por cento dos candidatos só aceitam adotar se for menina. Ao mesmo tempo, 70% só cogitam fazer a ação se a criança for saudável. REVISTA PAR

Uma categoria de processo que tem muitos casos e que costuma ser mais rápida é a da adoção consentida, quando os pais biológicos ou um deles indica alguém para ficar com a criança. Nestes casos, os processos podem ter tempo inferior a um ano. Apesar dos percalços, todos os envolvidos nestes processos garantem que a recompensa maior é a felicidade proporcionada pela mudança na família. São relações geradas não no ventre, mas no coração de cada um!


COMPORTAMENTO INVERNO | 2016

Adoção tardia

A adoção de crianças com mais de três anos é considerada “adoção tardia”. Esse termo é baseado no desenvolvimento infantil, pois a partir desta idade a criança já desenvolveu autonomia parcial: não usa fraldas, come alimentos sólidos - ou até come sozinha -, fala, anda e não é mais considerada um bebê. Nestes casos, é preciso ainda mais determinação e paciência por parte dos pais. Estas crianças costumam passar por algumas fases distintas no novo lar. Fase do encantamento ou lua de mel: a criança faz de tudo para agradar os novos pais e se sentir parte da família; Fase de testes: quando a criança se sentir “escolhida”, ela passará a testar os novos pais, com

Famosos E A ADOÇÃO

A lista de celebridades e famosos que, num gesto de amor, optaram por adotar crianças é enorme e só faz crescer. No Brasil, temos nomes como Daniela Mercury, Gloria Maria, Elba Ramalho e Marcello Anthony. Já o rol de estrangeiros também está recheado, casos de Sharon Stone, Madonna, Ricky Martin, Sandra Bullock, Michelle Pfeiffer, Hugh Jackman, Nicole Kidman e Tom Cruise, entre muitos outros. Mas talvez o caso mais emblemático – e conhecido - de adoção é o protagonizado pelo casal Angelina Jolie e Brad Pitt. Eles já são pais de seis crianças, sendo três adotadas: Maddox Chivan, do Camboja; Pax Thien,

provocações e agressividade, tudo para ver se os pais realmente a amam e se não irão abandoná-la (como nas vivências anteriores); Regressão: a criança passa a agir como bebê, a fazer xixi na cama, a pedir colo a toda hora, ou querer usar chupeta. É como se ela quisesse viver todas as fases que não viveu com a genitora.

PERFIL MAIS REJEITADO

Segundo o Cadastro Nacional de Adoção, o perfil que tem mais dificuldade de ter sucesso é o de meninos pardos, entre oito e 17 anos, com irmãos. Estas crianças e adolescentes têm uma chance bastante grande de nunca encontrar um lar em sua passagem por instituições especializadas.

do Vietnam; e Zahara Marley, da Etiópia. São seus filhos biológicos Shiloh Nouvel, Knox Leon e Vivienne Marcheline. E o casal não pretende parar por aí. No ano passado, eles deram entrada nos documentos para adotar uma criança síria, que conheceram em uma viagem humanitária ao país

REVISTA PAR

do Oriente Médio. Entre os adotados, constam nomes como Jamie Foxx, John Lennon, Jack Nicholson, Ray Liotta, Steve Jobs, Marilyn Monroe e Nelson Mandela. Entre os brasileiros, temos Milton Nascimento, Doctor Rey, Clodovil e Débora Duarte, entre outros.

19


TURISMO INVERNO | 2016

UM BRINDE ÀS COISAS BOAS DA VIDA! Região do Vale dos Vinhedos é repleta de encantos e magia, com destaque para gastronomia e bebidas dignas dos deuses

U

ma combinação perfeita de belezas naturais, população hospitaleira, boa gastronomia e, sobretudo, os melhores vinhos e espumantes brasileiros. É isso – e muitos mais! – que faz do Vale dos Vinhedos um dos principais destinos turísticos da Serra Gaúcha. Em 2015, cerca de 400 mil turistas visitaram a região, entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, onde estão localizados mais de 30 vinícolas, além de restaurantes, hotéis, pousadas, estabelecimentos comerciais diversos e propriedades rurais que formam um cenário belíssimo. O acesso ao Vale dos Vinhedos é feito pela BR-470 e, depois, pela RS-444, também conhecida como Estrada do Vinho, que, apesar de estreita, o que dificulta a parada

20

dos automóveis, encanta os turistas por sua paisagem e edificações com forte influência italiana. Ao longo de cerca de 15km, produtores rurais, vinícolas e restaurantes recebem os turistas o ano todo com comidas típicas italianas e vinhos e espumantes nacional e internacionalmente conhecidos, que podem ser saboreados e adquiridos.

REVISTA PAR

Por esses fatores, o Vale dos Vinhedos é um roteiro imperdível para os amantes de vinho, os adoradores de belas paisagens e os adeptos da gastronomia à base de massas e galeto. Aliás, quando o assunto é comer bem, o que não falta é fartura à mesa.


TURISMO

INVERNO | 2016

A região também oferece programas culturais, em que é possível ver as marcas do passado na arquitetura, nos costumes e no folclore da região. Reserve pelo menos um dia inteiro para visitar as vinícolas, curtir o caminho, fazer belas fotos e comprar bons vinhos. Eles, além de prolongar suas lembranças da região, são sabidamente aliados na manutenção da saúde, com resultados benéficos como aumento do bom colesterol (HDL), redução do mau colesterol (LDL), diminuição do risco de enfarte, regulador da pressão sanguínea, auxiliar digestivo, antioxi-

dante e favorável à longevidade. Além disso, são antidepressivos, desinibidores, relaxantes e evocadores de otimismo.

Ações em andamento

A Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), que conta com 26 vinícolas associadas e 43 empreendimentos de apoio ao turismo, entre hotéis, pousadas, restaurantes, artesanatos, queijarias, ateliês de artesanato e antiguidades e outros, está desenvolvendo ações para estimular o turismo. Um dos projetos já encaminhados ao Governo do Estado

Passeio de Maria Fumaça

Outro grande atrativo da região é o passeio de Maria Fumaça, entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, com parada em Garibaldi. Com direito a degustação de vinho, o percurso de 23 quilômetros é feito em duas horas, nas quais grupos folclóricos percorrem os vagões cantando e dançando músicas típicas. Reservas podem ser feitas no site www.giordaniturismo.com.br

do Rio Grande do Sul é a construção de uma ciclovia ao longo da RS-444, que ensejaria a prática de várias atividades esportivas e de lazer para famílias, além de contribuir significativamente para a mobilidade de turistas e dos próprios habitantes. “As atuais condições da rodovia impedem o motorista de parar para apreciar a beleza do vale e dificulta seu acesso a muitos estabelecimentos. Assim, o turista acaba se dirigindo apenas a locais pontuais, reduzindo seu tempo de permanência na região”, afirma a diretora de marketing e eventos da Aprovale, Gabrielle Signor Rodrigues.

ACESSO À REGIÃO # DE PORTO ALEGRE E VALE DO SINOS > BR-116, RS-240, RS-122, RS-446 e BR-470 # DE CAXIAS DO SUL > RS-122, RS-453 e BR-470 # DO VALE DO TAQUARI > RS-453, RS-446 e BR-470 # DE VERANÓPOLIS > BR-470

REVISTA PAR

21


QUE TAL TER SEU PRODUTO VISTO POR MAIS DE 20 MIL QUALIFICADOS LEITORES?

ANUNCIE NA REVISTA PAR/DULLIUS E GARANTA VISIBLIDADE DE ALTO NÍVEL! # Conteúdo qualificado e atualizado: - Moda, beleza, comportamento, cultura, cidadania, turismo e muito mais # Circulação garantida (distribuição gratuita nas Lojas Dullius)! www.revistapar.com.br | milton@gbmcomunicacao.com.br | 51 3593.2669


Profile for Mauro Moraes

Revista PAR Inverno 2016  

Revista PAR Inverno 2016  

Advertisement