Issuu on Google+

Edição n. 019 2014 n Fevereiro 41 maio 2016 o

Inscrições abertas: Participe da 8ª Corrida FENAE do Pessoal da Caixa Até o dia 20 de maio seguem abertas as inscrições para a 8ª edição da Corrida FENAE do Pessoal da Caixa, realizada pela Associação do Pessoal da Caixa (APCEF/SE) em parceria com a Federação do Pessoal da Caixa (FENAE), com a Federação Sergipana de Atletismo (FSA) e a Academia R3. Os interessados em participar devem procurar a secretaria do Clube da Caixa e efetuar, o quanto antes a inscrição, pois as vagas são limitadas.

geral pode se inscrever mediante o pagamento de uma taxa de R$ 60. Associados da APCEF/SE e idosos com mais de 60 anos pagarão taxa de R$ 30. Os bancários da Caixa associados à APCEF/SE, assim como os portadores de necessidades especiais, serão isentos do pagamento de taxa de inscrição. O uso do uniforme da Corrida é obrigatório e todo atleta que não o fizer será desclassificado. A entrega dos kits de corrida será realizada na secretaria da APCEF/SE, nos dias 27 e 28 de maio, das 8h às 17h. O próprio atleta precisará pegar seu kit, pois este não será entregue a terceiros e nenhum kit será entregue no dia da Corrida.

O 1º lugar Bancário Caixa (masculino e feminino) e o 1º lugar Geral (masculino e feminino) vão receber troféu, medalha e o prêmio de quatro meses de treino na Academia R3 com direito a musculação e o pacote de ginástica (Jump R3, Power R3, Zumba e Skinbike). A largada da Corrida será no Clube da Caixa (APCEF/SE), às 7h da manhã do dia 29 de maio (domingo). A concentração está marcada para as 6h30. Os atletas devem chegar com antecedência para fazer exercícios físicos de alongamento e aquecimento. Com extensão de 5km, o percurso será o mesmo do ano passado. Ao fim da competição, será oferecido o café da manhã para todos os atletas presentes.

Na sequência, será feita a divulgação do resultado e entrega dos troféus e medalhas. Para participar da 8ª Corrida Fenae do Pessoal da Caixa, o atleta de ambos os sexos deve ter idade mínima de 18 anos completos até 29/05/2016. O público

Presidente da APCEF/SE, Adelaide Santos reforçou o convite aos bancários Caixa e associados APCEF/SE, informando que a Corrida FENAE do Pessoal da Caixa, realizada todos os anos desde 2009, cumpre o objetivo de comemorar o aniversário da FENAE numa atividade de promoção da qualidade de vida através do esporte e lazer. Mais informações e o regulamento completo estão disponíveis no site da APCEF/SE: www.apcefse.org.br.

Em maio ‘É o Tchan’ no Clube da Caixa No dia 14 de maio, a população de Sergipe terá a chance de ‘Botar a Cara no Sol’, deixar o cansaço e o marasmo de lado para se entregar ao show da banda ‘É o Tchan’, que será às 22h, no gramado do Clube da Caixa. A noite inesquecível ainda contará com o show de Sambakana e Preto Lucas. Atenção para o desconto na compra do ingresso antecipado que já está disponível no Clube da Caixa, Colcci e Sympla.

Não perca a oportunidade de conferir de perto o show da lendária banda baiana ‘É o Tchan’, que depois de muitos hits consagrados acaba de emplacar novo sucesso: a música ‘Bote a Cara no Sol’, vencedora do Prêmio da Band no Carnaval da Bahia deste ano. Para obter mais informações, entre em contato com a secretaria do Clube da Caixa, no período das 8h às 17h, através do telefone: (79) 3243-3279


Por que a APCEF/SE apoia a CHAPA 5 para as eleições da FUNCEF? se forem consideradas também as perdas possíveis e remotas, o montante chega a R$ 9 bilhões, correspondentes a 16% do ativo da Funcef. E POR FALAR EM NÚMEROS – Os investimentos da FUNCEF tiveram rentabilidade de 441% até 2014, acima da meta atuarial – taxa de rendimento necessária para o fundo garantir o pagamento de todos os benefícios no futuro - estabelecida pelo fundo, que somou 284% no acumulado do período.

Na luta por mais democracia, transparência e participação dos bancários Caixa na gestão da FUNCEF, a Associação do Pessoal da Caixa (APCEF/SE) apoia a Chapa 5 para as eleições do Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal da Fundação que acontecem em todo Brasil no período de 16 a 18 de maio. Os candidatos da Chapa 5 são oriundos do grupo de bancários que lutou e conquistou, desde os primeiros passos até a atual conjuntura, o direito de participação na gestão da Fundação. Apesar deste importante avanço, a diretoria da APCEF/SE entende que esta conquista não se consolidou completamente. O voto de minerva ainda reserva aos conselheiros indicados pela Caixa o poder de

End. Av. Melício Machado n. 800 bairro Aeroporto - Aracaju - Sergipe CEP - 49038-443 Fone: (79) 3243 3279

2.

O rendimento acima da meta permitiu que a gestão da FUNCEF dar a última palavra, decidir so- garantisse reajuste real para os bebre os assuntos mais importantes nefícios, ou seja, aumento acima que consequentemente geram da inflação. mais impacto na vida dos 137 mil Mesmo sem comprovação, o participantes. discurso de rombo e até de roubo Nesta queda de braço, atuando na FUNCEF instaura um clima de com isenção e independência em duvida e o desânimo diante das defesa dos interesses dos partici- eleições para a escolha dos repantes, Antônio Fermino foi o au- presentantes para gerir a Fundator da ação de regresso visando ção. E desvalorizar o pouco espao ressarcimento de valores pas- ço de participação de bancários sados e futuros do contencioso é muito perigoso neste momento judicial, criado exclusivamente em que ainda se faz necessário pela própria Caixa Econômica e derrubar o Voto de Minerva e avançar em democracia, ao invés que recai sob a FUNCEF. de retroceder. Uma batalha que não acabou e FIM DA PARTICIPAÇÃO DE que pode custar caro aos participantes. Segundo dados de setem- BANCÁRIOS NA FUNCEF – Na bro de 2015, o valor provisionado véspera das eleições da FUNCEF, o para pagamento de condenações Senado acaba de aprovar a toque judiciais é de R$ 1,93 bilhão. São de caixa o Projeto de Lei compleas chamadas perdas prováveis. Já mentar (PLP) 268/2016 que destrói

- DIRETORIA EXECUTIVA Maria Adelaide Santos - Diretora-Presidente

- CONSELHO FISCAL

Evilásio Pereira Felix - Vice-Presidente

Francisco Gomes, Josefa Djamira de Mendonça, Geraldo Santos. Suplentes: Carlos Eduardo Santos, Adriano Filgueiras Costa e Luiz Antônio Silva

Cely Nascimento - Diretora Administrativa e Financeira Diogo Melo - Diretor de Esportes Luciano Encarnação - Diretor de Interior Ana Lavínia Lima - Diretora Sociocultural Hildeci Vilar Sales de Jesus - Diretora de Aposentados

Tiragem 800 exemplares Mauro de Araújo (DRT/SE - 1197)


a representação dos trabalhadores nos fundos de pensão. Fruto dos PLS 388 e 78, de autoria de Paulo Bauer (PSDB-SC) e Valdir Raupp (PMDB-RO), Projeto deve tramitar em breve na Câmara dos Deputados. A Fenae ressalta que a mudança só interessa às empresas patrocinadoras, que terão mais poder para mudar planos de benefícios, direitos e estatutos. É curioso e inacreditável que alguns dirigentes eleitos e representantes de associações de aposentados apoiaram e organizaram abaixo-assinados pela aprovação dos projetos que retiram poder dos empregados. A manobra política para reduzir a participação de empregados na gestão dos Fundos de Pensão demanda mobilização, resistência e luta para pressionar este Congresso

conservador em contínuos golpes cara com os participantes, concontra a democracia e a participa- versar, esclarecer, responder, ção popular. ouvir. A partir de sua proposta SITUAÇÃO DISFARÇA- de mandato e o discurso condiDA DE OPOSIÇÃO – Mesmo zente com a prática fica claro ocupando 2 das 3 vagas desti- porque a Chapa 5 tem o apoio nadas aos representantes elei- de sindicatos de todo Brasil, a tos pelos empregados caixa, os maioria das APCEFs reconhemembros da chapa 7 se dizem cem que esta equipe propõe oposição. O discurso é o mes- os melhores nomes para conmo da eleição passada: conti- seguir vencer os desafios que a nuam sem projeto de manda- Fundação tem pela frente para to, apoiam-se em acusações voltar a crescer em rendimenvazias e sem provas. E tentam to e saldo positivo em favor de se eximir de sua própria ges- todos os participantes. tão, apostando no alheamento O esforço de arrancar o poe falta de informação dos ban- der das mãos dos empregados cários. é explícito e vem de várias Na direção oposta, Fermino frentes. Reforçamos que o mosaiu do escritório e caiu em mento é decisivo e, portanto, campo, foi ao tet a tet, cara a todos os votos são cruciais.

CONHEÇA OS CANDIDATOS DA CHAPA 5 Conselho Deliberativo: Antonio Fermino (titular) e Emanoel Souza (suplente). Fermino é diretor do Sindicato dos Bancários de Curitiba (PR) e tem longa história em defesa da Funcef. Em 2006, assumiu o cargo de suplente e, a partir daí, esteve em todas as gestões de interesse dos participantes, a exemplo da criação do Fundo de Revisão de Benefícios (FRB), que resultou no aumento real dos benefícios. Está à frente do movimento para que a Caixa assuma a dívida acumulada com a perda de ações judiciais. Disputa a reeleição de titular. Emanoel é presidente da Federação dos Bancários da Bahia e de Sergipe. Dirigente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), concorre à vaga de suplente do Conselho Deliberativo. É funcionário da Caixa desde 1982. Teve participação expressiva em lutas históricas, como o movimento vitorioso pela jornada de 6 horas de trabalho. Participou da criação do Fundo de Reposição de Benefícios (FRB) e do Fundo de Acumulação de Benefícios (FAB).

Paulo, há mais de 20 anos, é diretor do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, com forte presença nas lutas da categoria. Para suplente do Conselho Fiscal, a candidata da Chapa 5 é Silvana Anaruma. Diretora do interior da Apcef/ SP, foi tesoureira do Sindicato dos Bancários de Rio Claro, de 2012 a 2016. Na Caixa desde 1982, Silvana passou por diversas áreas no banco até assumir o cargo de caixa executivo e, em 2000, passou a exercer a função de tesoureira de retaguarda. Saiba mais sobre a “Chapa 5 – Funcef Pra Gente” em http://funcefpragente.com.br/

Conselho Fiscal: Valter San Martin (titular) e Silvana Anaruma (suplente). Valter ingressou na Caixa em 1982 e se notabilizou como instrutor e tesoureiro, em diversas agências. Especialista em recursos humanos, foi diretor da Apcef/RS, estado onde nasceu. Radicado em São

.3


DIA 8 de Maio tem BINGO DAS MÃES – O dia das mães na APCEF/SE, comemorado no domingo, 8/5, começa com homenagem especial às 10h. Na sequência tem show musical com o cantor Zé Manoel, Hidroginástica, Aulão de Zumba e um Super Bingo. Imperdível!

93 atletas devem competir pela APCEF/SE nos Jogos FENAE 2016 No último sábado, dia 30/04, se encerraram as inscrições para os Jogos FENAE 2016. A saída da equipe de atletas está marcada para as 15h25 do dia 19 de agosto e o retorno será no dia 27 de agosto às 11h23.

Antes do fechamento das equipes, previsto para o dia 31 de maio, serão realizadas seletivas das modalidades individuais em que houver mais de um inscrito.

rer nas modalidades: Atletismo, Futsal, Basquete, Sinuca, Tênis de Mesa, Tênis de Quadra, Xadrez, Canastra, Dominó, Natação, Futebol Society Master, VôNa 11ª edição dos Jogos da lei de Quadra e Vôlei de Praia. FENAE, a APCEF/SE vai concor- A partir desta fase, os treinos se intensificam.

DIA DO TRABALHADOR No Dia Internacional do Trabalhador, a APCEF Sergipe ofereceu aos associados e familiares aula de hidroginástica com a professora Carol Oliveira e show musical de Gil Castro e os Reis da Balada. A diretora Administrativa Financeira da APCEF, Cely Nascimento reforçou a necessidade de união que sempre gerou conquistas aos trabalhadores. “A APCEF presta uma homenagem a todos os trabalhadores, porque somos nós que construímos toda riqueza deste País. Este é um clube de uma associação construída por trabalhadores da Caixa, e nós saudamos os eletricitarios, fun-

4.

cionários do Deso, DRT, todos os trabalhadores presentes reforçando a necessidade de fortalecer e valorizar nossas conquistas, as entidades que nos representam e nos mantermos sempre unidos. Não podemos deixar que nos tomem o que já conquistamos, fe-

liz dia dos trabalhadores e vamos sempre a luta para garantir nossos direitos”


Apcef abril 2016