Issuu on Google+

Estrela Matutina Série B | n° 167 | 13.000 exemplares

Boletim da Diocese de União da Vitória - Paraná | janeiro - fevereiro de 2012

9912261932/2010 - DR/PR Mitra da Diocese de União da Vitória 9912261932/2010 - DR/PR

p. 7

fonte: CNBB

NESTA EDIÇÃO

Que a saúde se difunda sobre a terra (cf. Eclo 38,8)

p. 16

p. 4

Veja mais notícias no site

WEBSITE

MIGALHAS DA PALAVRA

A Diocese de União da Vitória utilizando novas tecnologias para uma Nova Evangelização.

ESTRELA MATUTINA

BLOG

TWITTER

ACESSE

WWW.DIOCESEUNIVITORIA.ORG.BR


EXPEDIENTE


Calendário das atividades de março 03 11 a 13 13 17 17 e 18 20 22 a 25 24 e 25 28 29

- Assembléia Diocesana – CFC - Assembléia dos Bispos do Paraná – Paranaguá - Encontro da CRB – Irmãs Palazzolo - Reunião com os Coordenadores de Coroinhas - 1° Etapa Catequética Semeadores do Reino – CFC - 14h, Reunião do Conselho Presbiterial - Missões Diocesanas em Cruz Machado - Encontro Sementes de Alegria – CFC - Reunião do Setor 280 da Pastoral da Criança – U.V.A - Reunião do Clero + Equipe Diocesana de Catequese + Coordenação das Paróquias de Catequese – Vila Nepomuceno

Aniversariantes de março 06 09 12 17 17 25 27

- Aniversário de Instalação da Diocese de União da Vitória e Aniversário de Ord. Episcopal de D. Walter Michael Ebejer - Aniversário de Ord. Do Pe. Alcione Zanin - Aniversário de Nasc. Do Pe. José Levi Godoy - Aniversário de Ord. Pe. Daniel Andrés Baéz Brizueña - Aniversário de Ord. Pe. Joviano José Salvatti - Aniversário de Ord. Episcopal de D. João Bosco - Aniversário de Nasc. De Jandir A. Vergopolan

A todos os aniversariantes de março as nossas orações e o desejo de muita paz, saúde e alegria.


8

Fatos em Fotos

Estrela Matutina

Janeiro - Fevereiro

www.dioceseunivitoria.org.br

JESUS NO LITORAL

ENCONTRO DO ECC

União da Vitória participa do projeto missionário da RCC no Litoral

Encontro regional reúne 23 casais, 10 padres e elege novo casal coordenador para Diocese de União da Vitória

Pe. Rodrigo com Sílvio e Sandra Sebben da Diocese de União da Vitória

Quase 500 jovens católicos paranaenses, uniformizados em alegres, percorreram as praias de Matinhos, Caiobá, Antonina, e região, durante os dias mais frequentados do verão, levando aos banhistas uma mensagem cristã e um convite para que não esqueçam a fé nesses dias de descanso. Um palco montado junto à praia, reúne jovens e adultos com uma programação de músicas, palavras de fé, ginástica e diversões. Entre eles, um grupo significativo, de São Mateus do Sul, veio saudar o seu bispo diocesano, Dom João Bosco, convidado para presidir a missa, no dia 2 de janeiro. Já tem quase 10 anos o projeto de evangelização, chamado “Jesus no Litoral”, que a Renovação Carismática Católica realiza, a cada verão, nas praias paranaenses, envolvendo jovens de todo o Estado. À noite, os jovens se recolhem em uma escola municipal, em Matinhos. Ali eles têm o seu momento de formação e oração, e participam da Santa Missa. Pe. Alex, responsável

pelos Jovens da Arquidiocese de Curitiba os acompanha de perto, assim como outros assessores da RCC e da juventude de outras dioceses. Este ano estiveram celebrando para os jovens missionários também alguns bispos, entre eles Dom Sérgio Braschi, de Ponta Grossa, Dom Orlando Brandes, de Londrina, e Dom João Bosco, de União da Vitória. Neste tempo privilegiado de evangelização da juventude, com vistas à Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no próximo ano, a experiência da RCC merece ser conhecida e partilhada com outras expressões da juventude, para que a mensagem de Cristo não fique apenas nas igrejas, mas seja levada aonde estão aqueles que dela necessitam. Missão corajosa, oportuna, que traz benefícios a quem ouve a mensagem, mas também aos próprios missionários que voltam para as suas comunidades empolgados e ainda mais dispostos para o trabalho missionário permanente.

O 3° Encontro do Conselho Regional do ECC (Encontro de Casais com Cristo) que aconteceu na Paróquia Nossa Senhora das Graças e São José, em General Carneiro, contou com a presença de casais das dioceses de Londrina, Apucarana, Paranavaí, Maringá, Campo Mourão, Toledo, Cascavel, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Curitiba, Paranaguá, São José dos Pinhais e Ponta Grossa. Da diocese de União da Vitória, participaram do encontro o assessor

Pe. Rodrigo Reitz, Pe. Iomar Otto e o casal que coordenou o ECC no último ano, Waldomiro e Sônia Sloboda. Tomaram posse cinco novos casais do Encontro de Casais com Cristo, entre eles, o novo casal eleito, que desde novembro de 2011 representa a Diocese de União da Vitória, Silvio e Sandra Sebben. O assessor do ECC, Padre Rodrigo Reitz, aceitou o convite dos casais e continua por mais esse período auxiliando o Encontro.

CATEQUESE DIOCESANA

Reeleito o Coordenador Diocesano da Catequese de União da Vitória No final do ano de 2011, a Equipe Diocesana de Catequese reelegeu o seu coordenador geral, Célio Reginaldo Calikoski, da Paróquia Nossa Senhora do Rocio. Continua assessor o Pe. Rodrigo Scherer Reitz, da Paróquia São João Batista. Na mesma ocasião, foram escolhidos os demais membros da equipe que atuarão no triênio 2012-2014. A equipe será composta por Alba Reginatto, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Maria Roseni dos

Santos e Dinorah Gueber, da Catedral, Cecília Gasnhar e Maria Aparecida Borges, da Paróquia Nossa Senhora do Rocio, Aurélia Berton, da Paróquia Nossa Senhora das Dores, Irmã Eugenia Surmacz, da Paróquia São João Batista, Gilson Capeletti, da Paróquia Santana Cruz Machado, Ercília Fiamoncini, da Paróquia São Joaquim e Santana, Marli Terezinha Polzin Brugnago, da paróquia Sagrada Família, Rozilda Krol e Márcio Gobor, da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Rebouças.


edição 167

Estrela Matutina

Fatos em Fotos

www.dioceseunivitoria.org.br ESCOLA CATEQUÉTICA EMAÚS

PEREGRINAÇÃO

Última etapa: É preciso mudar mentes e atitudes!

Jovens saem em peregrinação ao Santuário Mariano de Rio Claro

A Diocese de União de Vitória se fez presente no 3º módulo da Escola Regional Bíblico-Catequética Emaús, de 12 a 15 de janeiro de 2012, no bairro Santa Cândida, na casa de Retiros de Cursilho de Curitiba - Paraná. "A descoberta do amor de Deus manifestado em Jesus Cristo, dom salvífico para toda a humanidade, não acontece sem a mediação dos outros" (Rm 10,14) Portanto, conhecendo melhor a Sagrada Escritura, as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil (2011-2015), a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini do Sant o Padre Bento XVI, o processo catecumenal e a catequese de Iniciação Cristã, essa turma, concluindo a Caminhada, preparou-se para fazer o planejamento das Escolas Catequéticas Diocesanas de

9

Formadores Paroquiais. Estudaram também através de eixo BíblicoCatequético, Litúrgico e Metodológico. É necessário formar catequistas para a catequese de Iniciação Cristã e elaborar propostas consistentes com a metodologia catecumenal. Faz-se urgente ajudar as pessoas a conhecer Jesus Cristo e deixar-se fascinar por Ele e optar por segui-Lo. O desafio é grande, pois se vê, em muitas comunidades, uma catequese ainda voltada, quase que exclusivamente, à preparação em vista d o s s a c r a m e n t o s . Não existe um processo verdadeiro de Iniciação Cristã, isto é, os catequizandos não fazem experiência de encontro pessoal com Jesus Cristo. É preciso mudar mentes e atitudes!

Aproximadamente vinte pessoas, entre adolescentes, jovens e adultos saíram em peregrinação da Catedral de União da Vitória com destino ao Santuário Mariano de Nossa Senhora do Rosário em Rio Claro, Mallet. Padre Artur Dudziak e o seminarista diocesano Douglas de Faria conduziram os peregrinos, que enfrentaram frio, chuva e muita lama para chegarem ao

Santuário. Pe Artur também ouviu confissões e celebrou missa nas comunidades por onde passaram. Durante o percurso foram vencidos 70 quilômetros de caminhada e o grupo foi recebido nas comunidades e nas casas das famílias para se alimentarem e pernoitarem. O amor da doação e do acolhimento por parte das pessoas das comunidades emocionou os peregrinos.

COLABORE COM A REFORMA DAS IGREJAS

Da Diocese de União da Vitória, os participantes Márcio Gobor, Irmã Eugênia Surmacz, Célio ReginaldoCalikoski e Marli Terezinha Brugnago

Escritório de Advocacia Valdir Gehlen

PARÓQUIA SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO OLINTO

CATEDRAL SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

CAIXA ECONÔMICA AGÊNCIA 2152 CONTA 9105-1 OPERAÇÃO 013

CAIXA ECONÔMICA AGÊNCIA 0407 CONTA 2600-7 OPERAÇÃO 003

par.jose@dioceseunivitoria.com.br

par.catedral@dioceseunivitoria.com.br

Areia Terraplanagem Ferro

OAB-PR 8.765

Enio G. C. Nogara

Luciano D. Crespo

OAB-PR 13763A

OAB-PR 35036

Nelson João Pedroso

Cal Cimento Pedra

Bacharel

E-mail: valdir.gehlen@bol.com.br União da Vitória . Av. Profª Amazília . 376 . (42) 3522 2735

Tijolos BR-476 Km 1 . nº 268 - Próximo à Ponte do Arco - União da Vitória.PR 84600-000


Pe. Mário Glaab

por: por

Vigário Paroquial Paróquia Perpétuo Socorro São Mateus do Sul


14 Vivendo a Liturgia

Janeiro - Fevereiro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br

Vivendo a Liturgia - ano B - março de 2012 1º DOMINGO DA QUARESMA 26/02/12 TENTAÇÃO DE JESUS - Mc 1, 12-15 O convite de Jesus: Convertei-vos e crede no Evangelho deve nortear este templo de preparação para a maior festa do Cristianismo: a Páscoa. Diante desse apelo, compete ao ser humano buscar o caminho apresentado por Jesus, vencendo os obstáculos, sem deixar-se envolver pelas tentações.

2º DOMINGO DA QUARESMA 04/03/2012 TRANSFIGURAÇÃO - Mc 9, 2-10 Jesus sobe a montanha, lugar privilegiado para as manifestações divinas; através da oração manifesta a sua intimidade com Deus, de modo que sua fisionomia e suas roupas se alteram, manifestando quem de fato Ele é: “O Filho amado”. Com isso Jesus deixa bem claro aos seus, apresentando tudo aquilo iria acontecer: Sofrimento (Paixão); dor esta, superada pela Ressurreição.

3° DOMINGO DA QUARESMA 11/03/2012 MERCADORES DO TEMPLO Jo 2, 13-25 Jesus ao designar o templo como a casa do Pai, apresenta-se como o Filho que tem autoridade no templo e sobre ele. Uma autoridade que somente Deus tinha. Portanto, Jesus é o novo templo, o lugar do encontro do ser humano com Deus. SUGESTÕES LITÚRGICAS

4° DOMINGO DA QUARESMA 18/03/2012 JESUS VIDA E LUZ - Jo 3, 14-21 Deus manifesta o seu amor pela humanidade, confiando o seu Filho Unigênito, para resgatá-la das trevas e do poder da morte. Jesus, entregando a sua vida, salva a humanidade. A condição para desfrutar da salvação é a fé. “Quem crer não é condenado, quem não crer já está condenado” SUGESTÕES LITÚRGICAS As cores litúrgicas que podem ser

SUGESTÕES LITÚRGICAS Lembrar que a cor litúrgica para o tempo da quaresma é a roxa, e que nesse tempo, também não se enfeita o altar com flores. Na procissão de entrada, além da cruz, das velas e do lecionário, poderia entrar o cartaz da CF 2012. Lembrar que durante o tempo da quaresma não se canta nem se reza o glória, nem o aleluia. Seria bem oportuno preparar um mural

SUGESTÕES LITÚRGICAS A cor litúrgica utilizada nesta celebração é a roxa. Poderia ser feito um mural específico para está celebração com uma das frases: “Este é o meu Filho Amado, escutai-o” ou “Transfigurar a realidade”; ou então utiliza o lema da CF: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8). Poderia ser preparado e colocado à frente do ambão, um braseiro com incenso, para ajudar a remeter, as pessoas que estão participando da celebração, ao ponto alto do rito da

A cor litúrgica utilizada nesta celebração é a roxa. Para ilustrar o espaço celebrativo, podem ser usados: símbolos de poder humano (dinheiro, bem material, maquetes ou imagens de grandes construções, meios de comunicação, etc.) com a cruz erguendo-se do meio. Poderia ser feito um mural específico para essa celebração, com uma das frases: “O zelo por tua casa me consumirá” ou “Destruí este templo, e em três dias o levantarei”; ou então utiliza o lema da CF: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8).

utilizadas nesta celebração são a roxa ou o róseo (lilás). Poderia ser feito um mural específico para esta celebração, com uma das frases: “Deus é rico em misericórdia” ou “É pela graça que sois salvos, mediante a fé”; ou então utilizar o lema da CF: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8). Este Domingo é celebrado pela Igreja como o “Domingo da Alegria”, por estarmos nos aproximando da Festa da Páscoa, o ponto alto do Ano Litúrgico. Por isso, para esta celebração, pode-se enfeitar o espaço celebrativo com arranjos de flores. Levando em consideração que a Liturgia da Palavra enfoca o simbolismo da vida e da luz, os arranjos florais podem conter velas.

com o cartaz da CF 2012, a frase tema da CF: “Fraternidade e saúde pública” e a frase lema: “Que a saúde se difunda sobre a terra”. Também poderia ser colocada a seguinte frase: “O Reino está próximo. Convertei-vos”.

Aclamação: “A Vossa Palavra, Senhor” ou “Pela Palavra de Deus”. Apresentação das Oferendas: “ Eis o tempo de conversão”.

CANTOS APROPRIADOS

Comunhão: “Bem-vindos à mesa do Pai”.

Além dos cantos da Campanha da Fraternidade, sugerimos estes:

Envio: “Pecador, agora é tempo” ou “Da Bendita Cruz, do lenho sagrado”.

Entrada: “O Povo de Deus”.

Palavra e momento privilegiado de ouvir a voz do Filho amando. Na procissão de entrada levar a cruz, as velas, o cartaz da CF e o Lecionário ou o Evangeliário. Isso se a comunidade possuir. CANTOS APROPRIADOS Sugerimos que na medida do possível sejam utilizados os cantos da CF, mas além desses apresentamos outros. Entrada: “Senhor, eis aqui o teu povo” ou “Convertei-vos, voltai a mim” ou “Subindo no Monte Tabor”

Na procissão de entrada, levar a cruz, as velas, o cartaz da CF e o Lecionário ou o Envangeliário. Isso se a comunidade possuir. CANTOS APROPRIADOS Sugerimos que na medida do possível sejam utilizados os cantos da CF, mas além desses apresentamos outros: Entrada: “Senhor, eis aqui o teu povo” ou “Convertei-vos, voltai a mim” ou “O Povo de Deus”.

Podem ser colocados em um lugar de destaque alguns materiais usados pela Pastoral da Saúde, Pastoral da Criança e outros objetos ligados à área da saúde, acompanhados da luz (velas), fazendo a junção da CF com o Evangelho. Na procissão de entrada, levar a cruz, as velas, o cartaz da CF e o Lecionário ou o Envangeliário, isso se a comunidade possuir. CANTOS APROPRIADOS Sugerimos que na medida do possível sejam utilizados os cantos da CF, mas além deles, apresentamos outros: Entrada: “Senhor, eis aqui o teu povo” ou

Aclamação: “Palavras de Salvação” ou “Pela Palavra de Salvação” ou “Fala, Senhor! Fala Senhor! Palavra de fraternidade”. Apresentação das Oferendas: “Eis o tempo de conversão” ou “Um coração para amar”. Comunhão: “Eis que sou o Pão da Vida” ou “Bem-vindos à mesa do Pai” ou “Não pode faltar a Palavra”. Envio: “Pecador, agora é tempo” ou “Bendita e Louvada seja” ou “Hino da CF 2012”.

Aclamação: “Palavras de Salvação” ou “Pela Palavra de Deus” ou “Fala, Senhor! Fala Senhor! Palavra de fraternidade”. Apresentação das Oferendas: “Eis o tempo de conversão” ou “Um coração para amar”. Comunhão: “Eis que sou o Pão da Vida” ou “Bem-vindos à mesa do Pai” ou “Não pode faltar a Palavra”. Envio: “Pecador, agora é tempo” ou “Da Bendita Cruz, do lenho sagrado” ou “Hino da CF 2012”.

“Convertei-vos, voltai a mim” ou “Agora é tempo de ser Igreja”. Aclamação: “Palavras de Salvação” ou “Pela Palavra de Deus” ou “Fala, Senhor! Fala Senhor! Palavra de fraternidade”. Apresentação das Oferendas: “Eis o tempo de conversão” ou “Um coração para amar”. Comunhão: “Na mesa sagrada” ou “Bemvindos à mesa do Pai” ou “Não pode faltar a Palavra”. Envio: “Pecador, agora é tempo” ou “Da Bendita Cruz, do lenho sagrado” ou “Hino da CF 2012”.


Estrela Matutina

CATEDRAL SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS CAIXA ECONÔMICA AGÊNCIA 0407 CONTA 2600-7 OPERAÇÃO 003 PARÓQUIA SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO OLINTO

CAIXA ECONÔMICA AGÊNCIA 2152 CONTA 9105-1 OPERAÇÃO 013


Estrela Matutina - Edição Fevereiro de 2012