Page 1

Edição nº 03 - abril de 2011

versão digital

Editado pela bancada de vereadores

Informativo rápido da bancada do PT na Câmara de Jandira-SP

Maura e Zezinho

Truculência marca a atuação do Governo do Estado em Jandira Em recente visita do governador em nossa região, precisamente em Carapicuiba no dia 04 de abril, Alckmin reforçou a promessa de entregar em sua gestão o famigerado Corredor Oeste, importante sistema viário expresso que interligará os municípios de Osasco, Carapicuiba, Barueri, Jandira e Itapevi. A idéia original é cogitada há muito tempo, antes mesmo dos 16 anos de governo tucano no estado de São Paulo, sempre sob a responsabilidade da EMTU - Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos. E justamente no trecho que compreende Jandira e Itapevi é o remanescente da obra, que segundo o

cronograma mencionado pelo governador já estaria atrasado. O obstáculo: a desapropriação de pelo menos 96 imóveis em Jandira. Mas, durante os 8 anos de prefeitura do PT, o governo do Estado não mostrou interesse por nossa cidade. O canteiro de obras do Corredor Oeste, por exemplo,ficou apenas em Carapicuiba com o então governo tucano de Fuad. Agora eles têm pressa. E entre os imóveis a serem desapropriado aqui em Jandira, uma grande parcela está sem a documentação das terras, cerca de 50 famílias. E pelo jeito vão passar por cima delas, custe o que custar.

foto: julia chequer -2011- fonte: www.r7.com.br

O que esta duas imagens têm em comum ?

x Moradores de Jandira são desabrigados sem terem para onde ir e dinheiro da indenização fica a perder de vista.

Governo repreende com violência protesto pacífico contra aumento da tarifa de ônibus na capital.

Truculência no modo de agir do governo do PSDB no Estado de São Paulo. Muitas famílias encontram dificuldades para comprovar a titularidade das terras apesar de residirem em seus imóveis por muito tempo, tem casos que chegam a 30 e a 40 anos. A regularização fundiária é um problema metropolitano e um longo e árduo caminho jurídico para as famílias, sobretudo pelos custos cartoriais. E na dificuldade do dia-a-dia é compreensível que o dinheiro seja investido em outras necessidades da própria família.

Agora o governo estadual faz pressão e quer, de qualquer jeito, realizar a obra. E para isso deve indenizar aqueles que forem atingidos por ela. No entanto, quem enfrenta dificuldades com a documentação dos imóveis, o governador comprometese a pagar assim mesmo, mas em juízo. Desse jeito, o morador é obrigado a sair sem mesmo ver a cor do dinheiro da indenização, que fica a perder de vista dependendo de todo o trâmite da documentação do terreno no cartório e na justiça.

O PT é a favor do Corredor Oeste, mas governo tucano na cidade de Jandira e no Estado de São Paulo pecam na falta de diálogo e no peso da mão de ferro!


Boletim Satisfação - da bancada vereadores do PT na Câmara de Jandira

( edição 03 - abril/2011 )

Acompanhe o drama das famílias atingidas pelas obras do Corredor Oeste em Jandira Para se ter uma idéia, relatamos a seguir o caso de uma família que morava na Rua Mirian Rodrigues Soler Peres (foto ao lado) pagava aluguel e foi notificada a sair, o proprietário não tinha como apresentar os documentos dentro do prazo, a ele foi negada qualquer prorrogação. Já na manhã marcada pela EMTU, representantes do governo estadual encostaram caminhão de mudança, força policial e aparatos para a demolição da casa. De forma desmedida os pertences foram retirados da casa e levados de caminhão para um depósito no Tatuapé. A família que pagava aluguel ficou desnorteada sem ter para onde ir. O proprietário quando chegou, seu imóvel já tinha sido posto abaixo em ruínas. Foi pautada na Câmara de Jandira a proposta de uma lei que visava a criação de uma comissão técnica para apoiar as famílias na questão da regularização dos documentos dos terrenos. Os vereadores do PT, Zezinho e Maura, apoiaram e defenderam o projeto. Mas a proposta foi reprovada pela base de apoio da prefeita Dra. Anabel, que não por coincidência também é do PSDB.

Família da Rua Miriam R. Soler Peres é desalojada com presença policial, tem casa demolida e pertences vão parar em galpão na cidade de São Paulo.

Entenda a situação: As famílias que estão sem os documentos do terreno, mas que estão sendo abrigadas por parentes e amigos, deixam seus imóveis que foram moradia por anos sem ver a cor do dinheiro da indenização. Eles terão que comprovar o vínculo com a documentação das terras na justiça, só depois é que irão receber o dinheiro.

Mas para isso ainda terão que gastar do próprio bolso com advogados para resolver o problema, o que significa dizer que vão receber menos o que era de direito no final das contas.

Bancada de vereadores do PT na Câmara de Jandira

A vereadora Maura, com o apoio de Zezinho, protocolou no Fórum um pedido para que a justiça se coloca ao lados do moradores vitimados pela forma violenta como age o governo do estado, aqui na figura da EMTU, responsável pela execução do projeto do Corredor Oeste. Mas segundo adiantou o Promotor, que atendeu a vereadora, tecnicamente o governo faz do modo correto e que a cidade, friamente analisando, não poderia ser prejudicada por uma parte menor da população! Resta agora o documento chegar às mãos da juíza, na tentativa dela interpretar diferente e dar respaldo às famílias atingidas pela truculência dos atos Governo do Estado de São Paulo.

Zezinho

Atendimento de seg. à sex. das 8h30 as 17h30 Rua Rubens Lopes da Silva, 100 - JMC Contato por tel.: 4707.5033 ou vereadoresdopt.jandira@gmail.com

Maura

Boletim Rápido nº 03 - da Bancada do PT-Jandira (abril 2011)  

A liderança da bancada do PT na Câmara oferece este novo formato de boletim informativo, de leitura rápida e dinâmica, que visa manter um ca...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you